Mensagens Recentes

Páginas: 1 2 [3] 4 5 6 7 ... 10
21
Laicismo, Política e Economia / Re:Espiritismo e Política
« Última Mensagem: por Gauss Online Ontem às 21:50:22 »
Minha experiência deve ser muita atípica, porque os conservadores/religiosos que conheço, mesmo os mais "liberais", tratam o gaysmo como escolha, quase sempre insinuando/chamando de sem-vergonhice.
Mas eles não acreditam que existam mais de dois gêneros, acreditam?
Sim, o hermafroditismo. Suponho.
Não sei. Hermafrodita não é aquele que nasce com os DOIS (grifo no DOIS) gêneros?
22
Laicismo, Política e Economia / Re:Espiritismo e Política
« Última Mensagem: por AlienígenA Online Ontem às 21:47:47 »
Minha experiência deve ser muita atípica, porque os conservadores/religiosos que conheço, mesmo os mais "liberais", tratam o gaysmo como escolha, quase sempre insinuando/chamando de sem-vergonhice.
Mas eles não acreditam que existam mais de dois gêneros, acreditam?
Sim, o hermafroditismo. Suponho.
23
Laicismo, Política e Economia / Re:Espiritismo e Política
« Última Mensagem: por Gauss Online Ontem às 21:45:35 »
Minha experiência deve ser muita atípica, porque os conservadores/religiosos que conheço, mesmo os mais "liberais", tratam o gaysmo como escolha, quase sempre insinuando/chamando de sem-vergonhice.
Mas eles não acreditam que existam mais de dois gêneros, acreditam?
24
Laicismo, Política e Economia / Re:Espiritismo e Política
« Última Mensagem: por Gauss Online Ontem às 21:44:50 »
Bom, para não fazer confusão, então, como os conservadores/cristãos chamam os estudos/defesa dos direitos relativos a questões de genero/identidade sexual?
Não sei. Mas é mais comum eles tratarem como "mais um ativismo imbecil da esquerda" e do "marxismo cultural" do que como "Ideologia de Gênero" propriamente dita. Os mais religiosos tratam como possessão diabólica ou doença, mesmo.
25
Laicismo, Política e Economia / Re:Espiritismo e Política
« Última Mensagem: por AlienígenA Online Ontem às 21:42:06 »
Minha experiência deve ser muita atípica, porque os conservadores/religiosos que conheço, mesmo os mais "liberais", tratam o gaysmo como escolha, quase sempre insinuando/chamando de sem-vergonhice.
26
Laicismo, Política e Economia / Re:Espiritismo e Política
« Última Mensagem: por AlienígenA Online Ontem às 21:38:23 »
Bom, para não fazer confusão, então, como os conservadores/cristãos chamam os estudos/defesa dos direitos relativos a questões de genero/identidade sexual?
27
Laicismo, Política e Economia / Re:Espiritismo e Política
« Última Mensagem: por Gauss Online Ontem às 21:18:51 »
Complementando o que o Euler colocou, até uma das principais fontes de desinformação conservadora da internet deixa claro o que eles consideram Ideologia de Gênero.
Citação de: Conservapedia
Gender ideology is the view that innate biological sex of an individual is irrelevant, and that everyone should have a choice to select whom he or she feels to be or wants to become (man, woman, otherwise sexually or gender-differentiated, respectfully).[1] According to this demagoguery, biological division of sexes into males and females places unnecessary restriction on humans, because it allegedly creates so called 'gender stereotypes' of thinking and behavioral patterns in the society that later, according to proponents of this 'theory', may lead into various forms of 'discrimination'. Gender ideology therefore claims to be entitled to redefine the common understanding of the sexuality of humans from the biological and medical perspective onto the socio-culturally created artificial construct of 'gender,' i.e. onto the subject of purely subjective perception and feeling of oneself so that everyone can "freely choose" who he or she is or whom wants to be wrt. this so-called 'gender identity'.[3] The fundamental work of gender ideology is Gender Trouble: Feminism and the Subversion of Identity by Judith Butler.[4]
[...]
http://www.conservapedia.com/Gender_ideology

O Buckaroo poderia colocar as fontes de onde ele viu conservadores falarem que Ideologia de Gênero é defesa de igualdade e diversidade sexual.
28
Laicismo, Política e Economia / Re:Espiritismo e Política
« Última Mensagem: por Euler1707 Online Ontem às 21:14:44 »
Assim como esquerdistas/liberais devem ser divididos grosseiramente entre "queer theorists" e "inatistas"/quase em gênero, também parece ser o caso com conservadores, que vão usar o espantalho "ideologia de gênero" para atacar noções de igualdade e respeito a diversidade sexual conforme for a crença particular deles.
Isso quem afirma é você, usando a mesma ferramenta que acusas os "conservadores" de usar, isto é, usar certos posicionamentos mais extremistas como espantalho. Eu não vejo conservadores usarem do "espantalho da ideologia de gênero" para atacar "noções de igualdade e diversidade sexual", e não sei da onde você tirou isso. "Ideologia de gênero" é sim algo bem definido e se você buscar em alguma fonte de teor conservador, vai ver sempre uma mesma definição:

Citar
Isso é um movimento considerado anticatólico, que diz o seguinte: a criança nasce sem um sexo definido. Quando a criança nasce não deve ser considerada do sexo masculino ou sexo feminino; depois ela fará esta escolha. Essa é a chamada Identidade de gênero ou Ideologia de gênero.

Citar
Ideologia de Gênero é uma abstração “filosófica” que propugna que a sexualidade de uma pessoa não seria determinado pelo seu componente biológico e genético, mas sim pelo modo como ela se considera a si mesma. Nós nasceríamos sem sexualidade psicológica definida. A diferenciação sexual do corpo seria apenas um acidente anatômico que “convencionalmente” é tido como masculino ou feminino. Ou seja, nossa “suposta” identidade sexual é, para tal teoria, uma mera imposição do ambiente em que fomos educados.

Citar
A ideologia de gênero não é nada mais que a negação de que existem sexos ao nascimento, com a afirmação que a sexualidade é uma construção social, onde a pessoa escolheria o que deseja ser. É também implantada na linguagem, com a negação de gênero nas palavras, com a substituição das letras o e a pela letra x; para dar um exemplo, a palavra menino, ou a sua variação no feminino, que seria a palavra menina, transformam-se em meninx, visando a neutralidade.

fonte 1
fonte 2
fonte 3

Pois bem, exposto isto, é necessário mostrar que os "críticos dos críticos" da ideologia de gênero, a quem me referi antes como "progressistas", estão atacando um espantalho. A "ideologia de gênero" a que se referem os "progressistas" é diferente da "ideologia de gênero" dos "conservadores, sendo algo como o estudos de questões de gênero, diferente de "sexo é construção social" dos conservadores:

Citar
Seria possível usar uma coluna inteira aqui do Justificando apenas para dissertar sobre os  seus muitos significados – e usos históricos, especialmente nos regimes autoritários e/ou totalitários. Mas, definitivamente, nenhum deles faria qualquer sentido na expressão “ideologia de gênero”: propor o estudo de questões de gênero nas escolas (e mesmo sua abordagem nos meios de comunicação) não significa, em absoluto, persuadir ninguém a coisa alguma. Não implica “incentivar" meninos a “serem" meninas, ou vice-versa (e, supondo que isso fosse um problema). E, menos ainda, o estudo das questões de gênero tem algo a ver com o “estímulo à pedofilia” ou “sexualização precoce” de crianças – aliás, confesso que esse salto hermenêutico, sinceramente, desafia minha capacidade de compreensão.

Citar
Como nós, professores, os estudiosos e as (os) militantes feministas e lgbts, já cansamos de dizer, o que existe nas salas de aula é um ensino e debate saudável sobre gênero e sexualidade com o objetivo de promover a aceitação da diversidade que já existe na sociedade. Não se deseja criar nada, até porque é impossível mudar a sexualidade de alguém, muito menos com algumas aulas.

Os termos adequados então seriam “ensino de gênero” ou “debate sobre gênero” e não “ideologia”.
Quem difundiu esse termo no Brasil foram os críticos ao ensino/debate de gênero, especialmente os deputados da chamada bancada evangélica, como Bolsonaro e companhia. E esse termo pegou. Eles com suas poderosas redes de comunicação e suas muitas maldosas notícias falsas e distorcidas, conseguiram cunhar esse termo, que reafirmo, é inadequado. Não é oriundo da Antropologia, Sociologia, Psicologia, etc. Mas oriundo e difundido por pessoas completamente leigas no assunto.

fonte 1

fonte 2

Analisando os dois pontos de vistas acima, já dá pra ver de onde vem essa sua noção de que a crítica à "ideologia de gênero dos conservadores" é só um meio "para atacar noções de igualdade e respeito a diversidade sexual conforme for a crença particular deles", mas isso é falso, Buckaroo. E como eu disse antes, as posições políticas que as pessoas de um certo espectro ideológico assumem o são em oposição aos posicionamentos políticos de seus adversários. Podemos ver isso acima, pois, o que há, é um ataque a espantalhos, por parte de ambos os lados.
29
Laicismo, Política e Economia / Re:Espiritismo e Política
« Última Mensagem: por Gauss Online Ontem às 21:08:08 »
Exato. Em vez de estar batendo de frente contra a realidade em uns 80-90% do tempo, é só algo como 20-10% do tempo.
Só vai contra a realidade quando fala de economia e política, mesmo.
30
Papo Furado / Re:A mulher mais gostosa que já vi...
« Última Mensagem: por Buckaroo Banzai Online Ontem às 21:03:05 »
Patinação deve ser o esporte que menos seleciona e/ou exagera atributos menos femininos nas atletas.
Páginas: 1 2 [3] 4 5 6 7 ... 10
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!