Mensagens Recentes

Páginas: 1 2 3 4 [5] 6 7 8 9 10
41
Ateísmo e Agnosticismo / Re:Porque o homem tem consciência de Deus?
« Última Mensagem: por Micrômegas Online Ontem às 23:13:08 »
Só são universais de um ponto de vista religioso. Acreditar que "qualquer consciência desenvolvida recebe um choque quando viola essa lei" também tem fundamento religioso e se não tem é apenas ético.

Essa conversa de "o nosso planeta é um código moral"  também é bullshit religioso.


Essa conversa de que tudo é bullshit são apenas negações ateístas. :)
42
Ateísmo e Agnosticismo / Re:Porque o homem tem consciência de Deus?
« Última Mensagem: por Gigaview Online Ontem às 23:01:45 »
Só são universais de um ponto de vista religioso. Acreditar que "qualquer consciência desenvolvida recebe um choque quando viola essa lei" também tem fundamento religioso e se não tem é apenas ético.

Essa conversa de "o nosso planeta é um código moral"  também é bullshit religioso.
43
Ateísmo e Agnosticismo / Re:Porque o homem tem consciência de Deus?
« Última Mensagem: por Micrômegas Online Ontem às 22:27:16 »
Here we go...

Citar
Morals are the principles on which one’s judgments of right and wrong are based. Ethics are principles of right conduct. So the two nouns are closely related and are often interchangeable. The main difference is that morals are more abstract, subjective, and often personal or religion-based, while ethics are more practical, conceived as shared principles promoting fairness in social and business interactions. For example, a politician’s sex scandal may involve a moral lapse (a subjective judgment), while a politician taking money from a company he is supposed to regulate is an ethical problem. But of course, both ethics and morals may have a part in both situations.

Ethics (the word takes a plural form but is treated as singular) is also a field of philosophical study. There aren’t many college courses on morals (though ethics courses inevitably involve discussions of morals), whereas classes in ethics are required for many degrees, especially in law, business, and medicine.

Meanwhile, the difference between ethics and morals is often formulated this way: that ethics are the science of morals, and morals are the practice of ethics. But that’s a little too neat and doesn’t cover all the ways in which the words are used.
http://grammarist.com/usage/ethics-morals/




E qual o seu ponto sobre isso? Não entendi.

O fato das religiões estabelecerem o que é moral e imoral não significa que a moral seja um preceito criado pelas religiões. Como eu disse, o certo e o errado são leis universais, e não religiosas. Existem muito antes das religiões. Ou seja, não é errado matar apenas porque as religiões determinaram que é errado matar. É errado matar porque qualquer consciência mais desenvolvida não consegue viver em paz quando viola essa lei. As religiões apenas usufruem dessa lei e usam como preceitos.

O nosso planeta, por exemplo, é um código moral e um guia que nos ensina a viver bem em sociedade. Ou seja, causar mal ao planeta afeta toda a humanidade. O nosso corpo, por outro lado, é um guia que nos ensina qual a maneira correta de viver bem e feliz. Ou seja, comer em excesso causa problemas de saúde; falta de higiene gera doenças; ferir a si mesmo, seja fisicamente ou psicologicamente, causa dores intensas; mentir em excesso causa problemas mentais; falta de trabalho deixa o corpo cansado e fraco; trabalho em excesso sobrecarrega o corpo; preguiça deixa o corpo e a mente lenta etc.

São leis universais e naturais. Qualquer civilização inteligente, seja em qualquer lugar do universo, quando chegarem na idade da razão, vão desenvolver os mesmos preceitos de moral e justiça, visto que serão guiados pelo planeta em que vivem e pelo próprio corpo.

Qualquer estado de direito cria suas leis seguindo esse modelo da natureza. A partir desse modelo você pode prever o futuro com muita precisão. Ou seja, é certo que todas as sociedades vão deixar de comer alimentação animal, que vão acabar com as guerras, que vão condenar o estupro, que vão condenar a violência etc independente das religiões aceitarem ou não. Todos os países do mundo vão ter seus regimes/estados de direitos iguais em justiça. É apenas questão de tempo.


Só pra complementar.

Cícero (106 a 43 a.C.)
 
“XXII - A verdadeira lei é a reta razão em harmonia com a natureza, difundida em todos os seres, imutável e sempiterna, que, ordenando, nos chama a cumprir o nosso dever, e, proibindo, nos aparta da injustiça. E, não obstante, nem manda ou proíbe em vão aos bons, nem ordenando ou proibindo opera sobre os maus. Não é justo alterar esta lei, nem é lícito derrogá-la em parte, nem ab-rogá-la em seu todo. Não podemos ser dispensados de sua obediência, nem pelo Senado, nem pelo povo. Não necessitamos de um Sexto Aelio que no-la explique ou no-la interprete. E não haverá uma lei em Roma e outra em Atenas, nem uma hoje e outra amanhã, ao invés, todos os povos em todos os tempos serão regidos por uma só lei sempiterna e imutável. E haverá um só Deus, senhor e governante, autor, árbitro e sancionador desta lei. Quem não obedece esta lei foge de si mesmo e nega a natureza humana, e, por isso mesmo, sofrerá as maiores penas ainda que tenha escapado das outras que consideramos suplícios.” (De republica, III, 22).
44
História, Sociedade, Comportamento e Filosofia / Re:ATEUS AUTISTAS!!
« Última Mensagem: por Gigaview Online Ontem às 22:25:39 »
Ainda bem que a Ciência e a Lógica são imunes à argumentos autistas,  às lógicas com síndrome de Asperger e às idéias decorrentes da incapacidade de perceber a mente de um criador do universo. Ateus que seguem suas lógicas pessoais e suas pseudociências são iguais aos crentes, todos com debilidades semelhantes. Felizmente, lógicas pessoais e pseudociências são insustentáveis e isso atinge a todos os crentes, mas apenas uma pequena parte dos ateus.
45
Religiões, Crenças e Mitos / Re:Vídeos religiosos
« Última Mensagem: por Agnoscetico Online Ontem às 21:41:20 »

Nando Moura de novo falando mal de ateus, citando um caso dum texano que teria sido um neo-ateu (segundo Nando Moura um ateu que fica caladinho e não expõe seu ateísmo e nem debocha da crendice alheia) e matou várias pessoas


<a href="https://www.youtube.com/v/-y1FE9BTf9A" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/-y1FE9BTf9A</a>
46
Ateísmo e Agnosticismo / Re:Porque o homem tem consciência de Deus?
« Última Mensagem: por Gigaview Online Ontem às 21:23:41 »
Here we go...

Citar
Morals are the principles on which one’s judgments of right and wrong are based. Ethics are principles of right conduct. So the two nouns are closely related and are often interchangeable. The main difference is that morals are more abstract, subjective, and often personal or religion-based, while ethics are more practical, conceived as shared principles promoting fairness in social and business interactions. For example, a politician’s sex scandal may involve a moral lapse (a subjective judgment), while a politician taking money from a company he is supposed to regulate is an ethical problem. But of course, both ethics and morals may have a part in both situations.

Ethics (the word takes a plural form but is treated as singular) is also a field of philosophical study. There aren’t many college courses on morals (though ethics courses inevitably involve discussions of morals), whereas classes in ethics are required for many degrees, especially in law, business, and medicine.

Meanwhile, the difference between ethics and morals is often formulated this way: that ethics are the science of morals, and morals are the practice of ethics. But that’s a little too neat and doesn’t cover all the ways in which the words are used.
http://grammarist.com/usage/ethics-morals/

47
Ateísmo e Agnosticismo / Re:Porque o homem tem consciência de Deus?
« Última Mensagem: por Micrômegas Online Ontem às 21:21:20 »

Ética - deriva da consciência e da razão humana
Moral - deriva dos preceitos das diversas religiões

Esse é o conceito moderno, criado pelas universidades. Mas o conceito clássico e filosófico é o oposto - sem essa parte das religiões.

48
Ateísmo e Agnosticismo / Re:Porque o homem tem consciência de Deus?
« Última Mensagem: por Pagão Online Ontem às 21:11:45 »
O erro do teu argumento é considerar a moralidade relativa, e daí decorre todos os teus outros erros. Mas se a moralidade é única, pode-se ter diversos governos com uma única forma jurídica (o que no fundo equivaleria a um Deus único, embora diversamente representado), ainda que as formas políticas divergissem.

A moralidade é relativa e subjetiva. Se fosse universal teria valores que seriam iguais em qualquer tempo, indivíduo e sociedades.
Andar sem roupas pode não ser imoral em sociedades como as de nativo americano mas ser em sociedades islâmicas.



"Andar sem roupas" é um atributo da ética. Não é moral nem imoral andar sem roupas, é antiético em algumas culturas e ético em outras.

Ética_ conceito usado para os comportamentos humanos.

Moral _ lei universal de justiça. Ex: é errado matar em qualquer lugar do universo.


As leis naturais e universais acompanham o desenvolvimento da inteligência dos seres humanos. Quanto mais inteligentes e racionais, a injustiça é cada vez menos tolerada. Sem essas leis não seria possível viver bem em sociedade e a humanidade não sairia do estado de selvagens.


Ética - deriva da consciência e da razão humana
Moral - deriva dos preceitos das diversas religiões
49
Papo Furado / Re:Desporto - Esporte
« Última Mensagem: por Pagão Online Ontem às 21:04:15 »
4. Esse é o número de gols que Bale, Benzema e CR7 (BBC) fizeram juntos nesta temporada no Campeonato Espanhol. Paulinho, que atualmente é reserva do Barcelona (embora já tenha atuado como titular algumas vezes), já fez a mesma quantidade de gols no mesmo torneio.  :susto: :susto: :susto: :susto:   

Sempre se podem fazer outras contas...

https://www.ojogo.pt/internacional/cristiano-ronaldo/noticias/interior/ronaldo-bisa-no-chipre-e-atinge-marcas-historicas-no-real-madrid-8934341.html?utm_source=Push&utm_medium=Web

E Benzema também marcou dois. 8-)

http://www.record.pt/internacional/real-madrid/detalhe/crise-ronaldo-bateu-mais-um-recorde.html
50
Ateísmo e Agnosticismo / Re:Porque o homem tem consciência de Deus?
« Última Mensagem: por Micrômegas Online Ontem às 20:39:44 »
O erro do teu argumento é considerar a moralidade relativa, e daí decorre todos os teus outros erros. Mas se a moralidade é única, pode-se ter diversos governos com uma única forma jurídica (o que no fundo equivaleria a um Deus único, embora diversamente representado), ainda que as formas políticas divergissem.

A moralidade é relativa e subjetiva. Se fosse universal teria valores que seriam iguais em qualquer tempo, indivíduo e sociedades.
Andar sem roupas pode não ser imoral em sociedades como as de nativo americano mas ser em sociedades islâmicas.



"Andar sem roupas" é um atributo da ética. Não é moral nem imoral andar sem roupas, é antiético em algumas culturas e ético em outras.

Ética_ conceito usado para os comportamentos humanos.

Moral _ lei universal de justiça. Ex: é errado matar em qualquer lugar do universo. Não matar é uma ação moralmente correta; matar é uma ação moralmente incorreta.

As leis naturais e universais acompanham o desenvolvimento da inteligência dos seres humanos. Quanto mais inteligentes e racionais, a injustiça é cada vez menos tolerada. Sem essas leis não seria possível viver bem em sociedade e a humanidade não sairia do estado de selvagens.

Páginas: 1 2 3 4 [5] 6 7 8 9 10
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!