Mensagens Recentes

Páginas: 1 2 3 4 5 [6] 7 8 9 10
51
Laicismo, Política e Economia / Re:Guerra - Armas
« Última Mensagem: por JJ Online Hoje às 10:05:14 »

Poderosa e rara pistola russa é vista pela 1ª vez no Iêmen

(FOTO) © Foto: Vitaly V. Kuzmin

DEFESA

09:23 22.04.2019(atualizado 09:32 22.04.2019)

Como informa o portal Russkoe Oruzhie, a pistola russa semiautomática SR-1 Gyurza é considerada no Iêmen um modelo de arma ligeira exclusiva e muito poderosa.

De acordo com o portal, a arma foi elaborada no Instituto Central de Investigação de Engenharia, que faz parte da corporação estatal Rostec.

Exclusive: Here's something you've never seen before in #Yemen: An extremely rare Russian SR-1 Gyurza 9x21 pistol.

The SR-1, resembling an upscaled Makarov, fires a somewhat unique cartridge & in this case we can see some 7N29 Armour Piercing rounds, designed to defeat kevlar. pic.twitter.com/ctrvI00GYM

— Cᴀʟɪʙʀᴇ Oʙsᴄᴜʀᴀ (@CalibreObscura) 21 de abril de 2019

​Exclusivo: Aqui está algo que você nunca viu antes no Iêmen: a rara pistola russa SR-1 Gyurza. A SR-1, semelhante a uma pistola Makarov, dispara um cartucho de 9x21 mm e, neste caso, podemos ver a munição perfurante 7N29, projetada para perfurar coletes de kevlar


O potente cartucho de 9x21 mm desta pistola pode penetrar facilmente vários tipos de coletes à prova de balas. A SR-1 Gyurza foi fornecida ao Iémen ainda antes do início da guerra civil, em 2014, quando as Forças Armadas do Iêmen compraram um lote de armas ligeiras à Rússia.


https://br.sputniknews.com/defesa/2019042213733579-poderosa-rara-pistola-russa-vista-primeira-vez-iemen-foto/

52
Nova crise econômica mundial será grave e pode mudar ordem global existente

Com certeza. E ordem global já está mudando, mesmo antes dela estourar. Quando estourar, a mudança ocorrerá ainda mais rápido.
53
Com relação ao Brasil acho que quem mais influenciou seu crescimento: Chico Xavier e Doutor Bezerra de Menezes
54
KARDEC acreditava que o espiritismo seria uma crença bem comum, universal,  presente em todo o planeta (E EM POUCO TEMPO, MAS outros espíritas não concordam: ACHAM que KARDEC se refere a um tempo BEMMMM DISTANTE ).

Na minha opinião procurava apoio na religião católica e tinha pretensão de incluir o espiritismo, ou ao menos seus princípios, nela.

O espirito SANTO AGOSTINHO conclui a principal obra: O Livro dos Espiritos.

Alguns trechos em que Kardec e seus “espíritos” reforçam isso.  Tem uma parte que os espíritos dizem que chegará um tempo que aqueles que não acreditarem serão “ridículos”.

798. O Espiritismo se tornará crença comum, ou ficará sendo partilhado, como crença, apenas por algumas pessoas?
“Certamente que se tornará crença geral e marcará nova era na história da humanidade, porque está na natureza e chegou o tempo em que ocupará lugar entre os conhecimentos humanos.
Porém, como virão a ficar insulados, seus contraditores se sentirão forçados
a pensar como os demais, SOB PENA DE SE TORNAREM RIDÍCULOS.”

CONCLUSÃO item V
“ POR MEIO DO ESPIRITISMO, a HUMANIDADE tem que entrar numa nova fase, a do progresso moral que lhe é consequência inevitável. Não mais, pois, vos espanteis da rapidez com que as idéias espíritas se propagam.

De  outro lado, se as manifestações espíritas fossem privilégio de um único homem, sem dúvida que, segregado esse homem, as manifestações cessariam. Infelizmente para os seus
adversários, ELAS ESTÃO AO ALCANCE DE TODA GENTE E TODOS A ELAS RECORREM, DESDE O MAIS PEQUENINO ATÉ O MAIS GRADUADO, DESDE O PALÁCIO ATÉ A MANSARDA.


O Espiritismo não é obra de um homem. Ninguém pode inculcar-se como seu criador, pois tão antigo é ele quanto a criação. Encontramo-lo por toda parte, em todas as religiões, principalmente na RELIGIÃO CATÓLICA

Não é um único homem, um profeta quem nos vem advertir. A luz surge por toda parte. É todo um mundo novo que se desdobra às nossas vistas.

Ouçamos sobre este assunto, e para terminar, os conselhos do Espírito Santo Agostinho:  O
Espiritismo é o laço que um dia os unirá, porque lhes mostrará onde está a verdade, onde o erro.

 :oba: :vergonha: :ok: :no:
55
Laicismo, Política e Economia / Re:Governo Bolsonaro
« Última Mensagem: por JJ Online Hoje às 09:53:56 »
Frustração com Bolsonaro cria consenso sobre ano perdido na economia


ABr | Reuters

O ambiente de incerteza e crise política criado pela incapacidade política do governo e sua crescente perda de apoio está levando o setor empresarial brasileiro a uma certeza: o ano está perdido para a economia e a expectativa de crescimento é cada vez menor; especialistas consideram que a economia brasileira caminha para registrar mais um ano perdido; o crescimento ficará próximo de 1%, indicam especialistas e as previsões feitas por instituições financeiras nas últimas semanas

22 DE ABRIL DE 2019 ÀS 05:57


247 - O ambiente de incerteza e crise política criado pela incapacidade política do governo e sua crescente perda de apoio está levando o setor empresarial brasileiro a uma certeza: o ano está perdido para a economia e a expectativa de crescimento é cada vez menor.



Especialistas consideram que a economia brasileira caminha para registrar mais um ano perdido. O crescimento ficará próximo de 1%, indicam especialistas e as previsões feitas por instituições financeiras nas últimas semanas.

Reportagem de Flavia Lima e Ivan Martínez-Vargas no jornal Folha de S.Paulo aponta que a expectativa geral dos econommistas e empresário é de um "crescimento medíocre ou frustrante". Todos temem os riscos ligados à política econômica.

"Qualquer crescimento mais próximo de 1% representa um ano perdido e traz uma sensação muito próxima ao de uma parada súbita", diz Silvia Matos, pesquisadora do Ibre (Instituto Brasileiro de Economia) da Fundação Getulio Vargas.

A pesquisadora, que também é coordenadora do boletim de macroeconomia da instituição, prevê crescimento econômico entre 1,5% e 2% em 2019, mas avisa: o risco é para baixo. Segundo a economista, crescer 1% em 2018 foi compreensível, considerando a baixa popularidade de Michel Temer, a paralisação dos caminhoneiros, o mau humor externo em relação aos emergentes e o turbulento processo eleitoral. “Repetir isso em 2019 é inaceitável. Não há o que culpar.” Os indicadores econômicos já conhecidos não são bons.


https://www.brasil247.com/pt/247/economia/390979/Frustra%C3%A7%C3%A3o-com-Bolsonaro-cria-consenso-sobre-ano-perdido-na-economia.htm


https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2019/04/frustracao-precoce-com-gestao-bolsonaro-retarda-retomada-da-economia.shtml

56
Laicismo, Política e Economia / Re:Impostos
« Última Mensagem: por _Juca_ Online Hoje às 09:52:10 »
A verdade sobre os impostos no Brasil é que bilionários pagam poucos impostos, sobrando a maior parte da carga para o imposto de renda da classe média, e o imposto sobre o consumo para as classes mais baixas.

57
Laicismo, Política e Economia / Re:Liberdade de expressão, velha mídia, nova mídia
« Última Mensagem: por JJ Online Hoje às 09:38:13 »
A influência de Danilo Gentili no caso de racismo contra Maju Coutinho



Em discussão numa rede social, apresentador mandou um homem negro comer bananas. Nada aconteceu. O insultado foi à Justiça e perdeu
por Paulo Nogueira, do DCM publicado 04/07/2015 17h16




"Caso Gentili teve o desfecho favorável a ele, e acabou inspirando outros sociopatas"


Sabe por que fanáticos se atreveram a publicar insultos à luz do dia contra a jornalista Maju Coutinho? Porque eles viram o que aconteceu com Danilo Gentili – herói deles – quando, em discussão numa rede social, ele mandou um homem negro comer bananas. Nada. Aconteceu nada.


O insultado foi à Justiça e perdeu. Numa das sentenças mais infames da República, o juiz considerou que não havia ofensa na atitude de Gentili. Bons exemplos prosperam, e maus ainda mais. Tivesse Gentili recebido a devida punição, os racistas que atacaram Maju guardariam seu ódio e seu fascismo para si próprios.


Você tem que castigar exemplarmente manifestações de racismo. Não muito tempo atrás, no Twitter, um internauta postou comentários racistas sobre a agonia de um jogador de futebol que tivera uma parada cardíaca súbita em pleno jogo. A Inglaterra instantaneamente se comoveu com o caso, mas o internauta começou a fazer piadas com bananas e outras coisas.


Na manhã seguinte, a polícia estava na sua casa para prendê-lo. Rapidamente julgado, foi condenado a prestar serviços comunitários. A opinião pública se revoltou com o engraçadinho, e a mídia deu amplo espaço para a história. Ninguém mais fez nada parecido nas redes sociais na Inglaterra.


No Brasil, o caso Gentili teve o desfecho oposto, e acabou inspirando outros sociopatas. Sociedades avançadas utilizam a técnica, em situações como esta, do name and shame. Você publica o nome do agressor para envergonhá-lo.


A leniência brasileira está cobrando um preço alto. Como observou sabiamente o professor brasileiro da universidade em que Dilma foi atacada nos Estados Unidos, manifestações de caráter fascista não podem ser toleradas, ou a sociedade se esgarça.


O fascismo está no racismo, na homofobia e em coisas do gênero. O professor chamou a atenção para uma coisa interessante: não é um problema apenas do governo, mas também da oposição.


Oposição democrática e civilizada é uma coisa. Oposição fascista – em cuja agenda figura a cruzada pela volta da ditadura – é outra coisa. O fascismo tem que ser exemplarmente reprimido pelo governo, e uma oposição decente tem que condená-lo.


Mas cadê as ações enérgicas do governo? Onde palavras em favor da civilização da parte de homens como FHC?


A oposição, a começar por Aécio Neves, fica calada, criminosamente calada, porque acha que a ação dos sociopatas de alguma forma a ajuda na tentativa de eliminar por vias sujas 54 milhões de votos.


Mas é um erro absurdo. Não é um partido que está sendo insanamente atacado. É a decência. É a ideia de um país civilizado.


Numa mesma semana, tivemos os adesivos pornográficos, os insultos a Dilma nos EUA e o racismo despejado contra Maju Coutinho. São coisas que fazem parte de uma sociedade que se adoentou.


Os sinais já estavam claros quando um juiz – refletindo a mentalidade dominante na Justiça — inocentou Danilo Gentili de um crime racial. Gentili saiu impune, e hoje arrasta seu Ibope miserável na emissora de Silvio Santos.


Que o mesmo não aconteça com os celerados que brutalizaram Maju Coutinho – e nem com os responsáveis pelos adesivos e pelo ataque a Dilma nos Estados Unidos.



https://www.redebrasilatual.com.br/blogs/blog-na-rede/2015/07/a-influencia-de-danilo-gentili-no-caso-de-racismo-contra-maju-coutinho-4137.html
58
Laicismo, Política e Economia / Re:A Maior Crise Econômica da Historia da Humanidade
« Última Mensagem: por JJ Online Hoje às 09:31:40 »
Nova crise econômica mundial será grave e pode mudar ordem global existente, diz analista

CC0 / Pixabay
ECONOMIA

06:29 22.04.2019(atualizado 06:30 22.04.2019) URL curta 0 110

O mundo está à beira de uma iminente crise global provocada pelas ambições excessivas dos Estados: no início de 2019, a dívida mundial alcançou 244 trilhões de dólares e continua crescendo.

O principal problema atual é a perspectiva de uma recessão deflacionária prolongada e estagnação interminável da economia, como foi no caso do Japão nas últimas décadas, revelou Aleksandr Losev, diretor de uma empresa de gestão de ativos, ao diário Kommersant.

O Fundo Monetário Internacional (FMI)
© AP PHOTO / ITSUO INOUYE

O que está por trás das previsões econômicas sombrias do FMI para mundo e Brasil?

O aumento da carga da dívida e o custo cada vez maior de sua manutenção afetam o crescimento econômico, aumentam os riscos de crédito e a possibilidade de incumprimento de pagamentos, o que no futuro criará dificuldades para refinanciar as dívidas e abrandará o "boom" de crédito que atualmente está estimulando o crescimento global, explicou Losev.
O financista sublinhou que esse processo afetará a situação econômica porque significa "menos novos empréstimos e investimentos, um crescimento econômico mais débil ou até sua cessação completa, mais moratórias, atrasos de pagamento […], crises locais em certas regiões e indústrias que podem causar efeito dominó e sacudir não apenas os mercados financeiros, mas também toda a economia global".


Segundo Losev, um estudo do Banco Mundial mostrou que, quando a relação dívida/PIB supera 77% durante um longo período de tempo, o crescimento econômico se desacelera e cada ponto percentual da dívida acima deste nível custa ao país 1,7% de crescimento econômico nos países desenvolvidos. Quanto aos países em desenvolvimento, a situação é ainda pior: cada ponto percentual adicional de dívida acima do nível de 64% reduzirá anualmente o crescimento econômico em 2%.



Dólar desnecessário: como moeda americana está perdendo posições na arena global

De acordo com previsões do Fundo Monetário Internacional (FMI), a economia mundial irá desacelerar neste ano em 70% dos países.
"Muitas economias não são suficientemente sustentáveis. A alta dívida pública e baixas taxas de juro limitam sua capacidade para superar uma nova recessão", disse a diretora-executiva do FMI, Christine Lagarde.


Ao mesmo tempo, o analista sublinha que uma nova crise poderia trazer mudanças na ordem global existente.


"Uma crise econômica de grande escala pode levar a mudanças geopolíticas e transformar a ordem mundial existente, que se baseia na desigualdade hierárquica dos Estados, associada com ciclos econômicos longos e padrões tecnológicos, bem como em uma acumulação infinita de capital. A Rússia, bem como a maioria dos países em desenvolvimento, está na periferia desse sistema", escreveu Losev.



O financista prevê que "a atual ordem mundial começará a mudar rapidamente não no momento da crise, mas quando os Estados não puderem coordenar seus esforços a nível global para manter o sistema econômico e financeiro atual, os princípios e regras do comércio internacional, quando o egoísmo prevalecer, mas a competição não for suficiente".
Isso levará a uma época de conflitos, à revisão de prioridades, ao protecionismo, mobilização e reindustrialização, ou seja, às prioridade de produção nacional, projetos de grande escala e desenvolvimento da ciência.


Losev aconselha a não esquecer que, em momentos de instabilidade, todas as grandes potências, em virtude de sua posição e interesses de suas elites, negócios e capital, tentam criar sua própria ordem e, até certo ponto, estão prontas para defender esta ordem de várias maneiras, de militares até políticas.



https://br.sputniknews.com/economia/2019042213732096-nova-crise-economica-grave-mudar-ordem-existente/

59
Laicismo, Política e Economia / Re:Liberdade de expressão, velha mídia, nova mídia
« Última Mensagem: por _Juca_ Online Hoje às 09:30:18 »
Ah, e ele chamou ela de puta também. Não merece prisão, e nem vai acontecer a prisão, mas merece ser "azucrinado" como essa ameaça. Todos devemos ser livres para nos expressarmos, mas se alguém agride o direito de outra pessoa, essa liberdade deve ter um custo para ela. Na democracia o direito e a liberdade são sagrados, por isso mesmo um não pode ser usado para quebrar o outro.

Impreciso. Ele nao a chamou de "Puta" ele pegou o documento que tinha escrito "Deputada" e cobriu o "De" e o "da" sobrando "puta".
De qualquer maneira, qual o direito deputada foi agredido? O que ela perdeu por ser "chamada" de puta? Ou ter a sua mocao de censura rasgada e passada no saco? Nada, ela apenas se ofendeu, e ofensa é algo subjetivo. Alguém pode se ofender por ser chamado de "bobao" ou "imaturo".

Mais fácil ele ter tido seu direito de expressao agredido. Primeiro por uma notificacao legislativa pedindo pra se censurar e segundo, que foi condenado a prisao que provavelmente será convertida em multa por xingar alguém e fazer deboche. É incrível achar que isso está "balanceado".

Então, primeiro é uma forma de chamá-la de Puta. Segundo chamar uma mulher de puta, rasgar a notificação e passar nos órgãos genitais devolvendo para ela for apenas uma questão subjetividade, ainda mais da parte dela, parem as máquinas, o mundo está todo errado. Velho, isso é ofensa aqui, na China, e em qualquer outro lugar do mundo, e pior ainda, de forma pública, com a intenção de humilhar o outro. Ele é um imbecil que usa a liberdade de expressão para ofender e humilhar os outros, achando que está fazendo boa piada, porque tem outros imbecis que riem disso.

Pior o vídeo em que ele fala que discorda do Bolsonaro, porque ela merece ser estuprada. A imbecilidade desse individuo não tem limites.
60
Muito do apoio a Israel tem a ver com crenças cristãs e o seu papel nas profecias do apocalipse.



Sionismo cristão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Sionismo cristão é uma crença entre alguns cristãos de que o retorno dos judeus à Terra Santa, e o estabelecimento do Estado de Israel em 1948, está de acordo com a profecia bíblica. Se sobrepõe, mas é distinto, do movimento do século XIX para a restauração dos judeus à Terra Santa, que teve adeptos motivados religiosamente e politicamente. O termo sionismo cristão foi popularizado em meados do século XX. Antes dessa época o termo comum foi restauracionismo.[1]


Alguns cristãos sionistas acreditam que o "ajuntamento" dos judeus em Israel é um pré-requisito para a Segunda vinda de Jesus. Essa crença é principalmente, embora não exclusivamente, associada com o Dispensacionalismo cristão. A ideia de que os cristãos devem apoiar ativamente o retorno dos judeus à Terra de Israel, junto com a ideia paralela de que os judeus deveriam ser encorajados a se tornarem cristãos, como um meio cumprindo uma profecia bíblica tem sido comum nos círculos protestantes desde a Reforma.[2][3][4]


Muitos cristãos sionistas acreditam que o povo de Israel continua a fazer parte do povo escolhido de Deus, juntamente com os cristãos gentios enxertados [Romanos 11,17-24]. Isso tem o efeito adicional de transformar os cristãos sionistas defensores do sionismo judaico.


[...]




https://pt.wikipedia.org/wiki/Sionismo_crist%C3%A3o
Páginas: 1 2 3 4 5 [6] 7 8 9 10
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!