Forum Clube Cetico

Discussões => Ceticismo => Tópico iniciado por: 4 Ton Mantis em 22 de Outubro de 2009, 19:48:02

Título: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: 4 Ton Mantis em 22 de Outubro de 2009, 19:48:02
Alguém por aqui já foi a um centro espírita ou de umbanda ? Os adeptos dessas crenças dizem que há muitas manifestações "sobrenaturais" por lá e que,se algum ateu as presenciasse,reveria seus conceitos... ::) ::) :hein:
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Spitfire em 22 de Outubro de 2009, 21:28:46
Fui várias vezes em festas de "mãe Yemanjá" (Nssa Sra. Navegantes, para os católicos) no litoral (é divertido)... vi "manifestações" de " incorporação", nada que me surpreendesse, só o mesmo bullshit de sempre, blá-blá-blá & tro-loló´s...
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luiz Souto em 22 de Outubro de 2009, 21:29:53
Alguém por aqui já foi a um centro espírita ou de umbanda ? Os adeptos dessas crenças dizem que há muitas manifestações "sobrenaturais" por lá e que,se algum ateu as presenciasse,reveria seus conceitos... ::) ::) :hein:

Fui umbandista por uns quinze anos , recebi guia de cambono ( responsável por auxiliar os médiuns) , participei de trozentos rituais em praia , mata , cemitério , etc...

Aí depois de tanto presenciar e meditar...virei ateu  :lol:
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Moro em 22 de Outubro de 2009, 21:36:21
Eu já fui umbanda por muito tempo (a religião que fui criado) e espírita por muito tempo.

Para quem acha que não tenho nada a ver com o Luiz Souto  :D
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luiz Souto em 22 de Outubro de 2009, 21:52:14
Eu já fui umbanda por muito tempo (a religião que fui criado) e espírita por muito tempo.

Para quem acha que não tenho nada a ver com o Luiz Souto  :D

Tá explicado ,nossos santos não se cruzam.  :|



:biglol:



Mas Agnóstico , falando sério agora , chegou a participar de sessão de desenvolvimento?
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Moro em 22 de Outubro de 2009, 21:58:49
hehe

O que é uma sessão de desenvolvimento?

Que tipo de umbanda era a sua?

O mediun que recebia o "pai josé" era como um irmão do meu pai, foram criados juntos.
Eu sempre ficava depois do culto, ele recebia os espíritos, conversávamos muito.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luiz Souto em 22 de Outubro de 2009, 22:08:50
Sessão de desenvolvimento é uma sessão para os novos membros do centro  , para estimular as manifestações mediúnicas e treinar o controle sobre elas. Conforme o seu desempenho a pessoa poderia ter o aceite pela direção da casa para receber a guia de médium e poder incorporar nas sessões e atender o público No meu caso , depois de um ano viram que eu nem balançava direito e aí recebi a guia de cambono.

O centro onde me iniciei era da chamada umbanda esotérica. Tinha a parte de terreiro para atendimento ao público e para as sessões internas , mas no segundo andar tinha um templo parecido com o de uma loja maçônica , onde se faziam as reuniões e as aulas de grau ( havia sete graus de estudo , teoricamente um curso de sete anos em esoterismo). A doutrina era uma mistura de kardecismo com teosofia mais simbologia maçônica.
Existiam tanto os rituais de umbanda como rituais específicos esotéricos.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Moro em 22 de Outubro de 2009, 22:20:03
Onde eu ia era umbanda tradicional.

O "Pai José" era um africano que morreu no século 18 na Africa. Eu era bem próximo a ele, porque ele gostava muito do meu pai.

Cantava os pontos de umbanda?

Alguns:

1- Ele é filho da lua, ele é filho do sol, vai [alguma coisa], vai rolando cipó..
2- Santo antonio era menino são benedito era rapaz, santo antonio tinha poderes são benedito muito mais...
3- La vem vindo la vem vindo os caboclos da Aruanda...

conhece algum?

Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luiz Souto em 22 de Outubro de 2009, 22:49:25
Sabia um monte porque ajudava a puxar nas sessões ( compensava com a memória o que faltava de voz).

 De Cabocla Jurema: Ô Juremê / Ô Juremá / sua folha caiu serena Jurema /dentro deste gongá/ Salve São Jorge Guerreiro/Salve São Sebastião/Salve o povo de umbanda /que nos dá a proteção

Linha das Almas: Tum,tum,tum/bateram na porta do céu/Tum,tum, tum/São Pedro abriu pra ver quem era/ Eram as almas / santas benditas / que se pesavam na balança de Miguel

Xangô: Machadinha de Xangô é de ouro/ é de ouro/ é de ouro
          Machadinha de Xangô é de ouro/ é de ouro/ é de ouro
          Machadinha que corta mironga
          É machadinha de Xangô

Preto velho: Preto velho acorda cedo zifio / preto velho caminha devagar
                 Preto velho acorda cedo zifio / preto velho caminha devagar
                 É devagar , é devagarinho
                 Quem caminha com velho nunca ficou no caminho

                 Lá nas matas tem folha , tem rosário-de-nossa senhora
                 Lá nas matas tem folha , tem rosário-de-nossa senhora
                 Tem aroeira-de-são-benedito , São Benedito que nos valha nessa hora
                 Tem aroeira-de-são-benedito , São Benedito que nos valha nessa hora

                 Povo de Mina que vem lá de longe
                 Deixa língua de preto falar
                 Povo de Mina que vem lá de longe
                 Deixa língua de preto falar
                 Esse povo que vem de Aruanda
                 Trabalhar no terreiro de Umbanda
                 Povo de Mina que vem lá de longe
                 Deixa língua de preto falar

Ogum Beira-mar: Ogum Beira-mar . o que trouxe do mar?
                       Ogum Beira-mar . o que trouxe do mar?
                       Quando ele vem , beirando a areia
                       Na mão direita traz o rosário da mãe sereia

Tentei lembrar um de Exu , mas esqueci uma parte.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Mr. Mustard em 22 de Outubro de 2009, 22:57:55
Eu nunca fui e agradeço qualquer convite, mas eu tive uma namorada que ia com frequência... E frequentemente ficava bêbada... Pois tomava umas pingas que ofereciam durante os trabalhos. Depois vinha com a desculpa que a "entidade" que bebia, não ela.

Resumo da ópera: Ela se tornou uma alcóolatra, terminamos o namorico e PT saudações. Bola para frente.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luiz Souto em 22 de Outubro de 2009, 23:03:03
O uso de cachaça (marafo) varia com o centro.
No que eu frequentava só era usada na sessão de exu e o médium/entidade não podia beber , só usar para benzer e olhe lá.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Moro em 22 de Outubro de 2009, 23:06:30
- la na mata tem a folha da Jurema, a lei de umbanda quem não pode não a tema.. (é assim mesmo)

e a do viramundo

Ô, cadê Vira Mundo, Pemba?
Ta na terrêra, Pemba
Com seu cambono, Pemba
Veado no mato corredor
Cadê meu mano caçador?
Cadê caboclo Ventania?
Oxóssi na mata é vencedor

Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luiz Souto em 22 de Outubro de 2009, 23:19:10
Lembrei  :D

O sino da igrejinha faz belém-blem-blom
O sino da igrejinha faz belém-blem-blom
Seu Tranca-Rua que é dono da gira
Vem correr gira que Ogum mandou
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luiz Souto em 22 de Outubro de 2009, 23:26:03
- la na mata tem a folha da Jurema, a lei de umbanda quem não pode não a tema.. (é assim mesmo)

e a do viramundo

Ô, cadê Vira Mundo, Pemba?
Ta na terrêra, Pemba
Com seu cambono, Pemba
Veado no mato corredor
Cadê meu mano caçador?
Cadê caboclo Ventania?
Oxóssi na mata é vencedor

Caboclo Ventania , Viramundo , Sete-flechas ,Arranca-toco , tem nome de caboclo para todos os gostos.
Nome de preto-velho então... è um monte de Pai e Mãe que não acaba mais.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Moro em 23 de Outubro de 2009, 00:05:01
lá tinha um do tranca rua também..  não me lembro mais

Onde você ia tinha um sincretismo forte com o cristianismo? Onde eu ia, cristo era "o" cara..  Não se explicava o que era oxossi, eu ficava pensando que era tipo um santo africano
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Unknown em 23 de Outubro de 2009, 01:45:26
Até hoje não sei direito a diferença entre espiritismo, umbanda, candomblé, macumba e etc, mesmo depois de ter lido um pouco (bem pouco) sobre o assunto. E nunca fui em nenhum desses centros.

Me lembrei de um relato engraçado do fórum da STR (se não me engano, quem o fez foi o Sultankan). Ele andava meio nervoso porque havia sido demitido há mais de um mês e não encontrava trabalho. Aí uns amigos dele de um centro (não lembro exatamente qual a denominação) ficaram insistindo para que ele fosse ao centro. Ele no começo recusava, mas insistiram tanto e ele já estava tão desesperado por emprego que acabou indo; afinal de contas, mal não ia fazer. Quando ele chegou lá, deixaram-no em um quartinho pequeno e saíram todos, fechando a porta. O quartinho era cheio de imagens de santos e tinha uma aparência decrépita, cheio de teias de aranha nas estátuas, e conforme o tempo foi passando ele foi ficando tenso. E não saber o que estava acontecendo, não ouvir nada, e ninguém ter lhe dito nada do que ia acontecer só colaborava para aumentar a tensão dele.
De repente, a porta se abriu e, segundo ele, entrou um velho pulando com um charuto aceso na mão e cuspindo pinga em cima dele. Foi ato reflexo: ele levantou e deu-lhe uma porrada com tanta força que o velho desmaiou. Só aí entraram os amigos dele e viram o que tinha acontecido. Explicações de ambos os lados (com todo mundo nervoso) e só então disseram que o desmaiado era o cara que ia fazer o...[esqueci o termo]...para ele conseguir outro emprego. Aí todo mundo jé estava muito nervoso e ele resolveu ir embora para não a situação não piorasse. Tanto na hora, quanto nos dias seguintes, quando se encontrava com os amigos que o levaram até lá, todos estavam nervosos e sempre falando que por causa disso ele iria se dar mal.
Conclusão: quinze dias depois ele conseguiu um emprego melhor que o anterior e que pagava mais.

Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: EduardoCFF em 23 de Outubro de 2009, 17:01:00
Até hoje não sei direito a diferença entre espiritismo, umbanda, candomblé, macumba e etc, mesmo depois de ter lido um pouco (bem pouco) sobre o assunto. E nunca fui em nenhum desses centros.

Me lembrei de um relato engraçado do fórum da STR (se não me engano, quem o fez foi o Sultankan). Ele andava meio nervoso porque havia sido demitido há mais de um mês e não encontrava trabalho. Aí uns amigos dele de um centro (não lembro exatamente qual a denominação) ficaram insistindo para que ele fosse ao centro. Ele no começo recusava, mas insistiram tanto e ele já estava tão desesperado por emprego que acabou indo; afinal de contas, mal não ia fazer. Quando ele chegou lá, deixaram-no em um quartinho pequeno e saíram todos, fechando a porta. O quartinho era cheio de imagens de santos e tinha uma aparência decrépita, cheio de teias de aranha nas estátuas, e conforme o tempo foi passando ele foi ficando tenso. E não saber o que estava acontecendo, não ouvir nada, e ninguém ter lhe dito nada do que ia acontecer só colaborava para aumentar a tensão dele.
De repente, a porta se abriu e, segundo ele, entrou um velho pulando com um charuto aceso na mão e cuspindo pinga em cima dele. Foi ato reflexo: ele levantou e deu-lhe uma porrada com tanta força que o velho desmaiou. Só aí entraram os amigos dele e viram o que tinha acontecido. Explicações de ambos os lados (com todo mundo nervoso) e só então disseram que o desmaiado era o cara que ia fazer o...[esqueci o termo]...para ele conseguir outro emprego. Aí todo mundo jé estava muito nervoso e ele resolveu ir embora para não a situação não piorasse. Tanto na hora, quanto nos dias seguintes, quando se encontrava com os amigos que o levaram até lá, todos estavam nervosos e sempre falando que por causa disso ele iria se dar mal.
Conclusão: quinze dias depois ele conseguiu um emprego melhor que o anterior e que pagava mais.



 :histeria: :histeria: :histeria:

Sensacional

Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Leafar em 23 de Outubro de 2009, 20:37:10
- la na mata tem a folha da Jurema, a lei de umbanda quem não pode não a tema.. (é assim mesmo)

e a do viramundo

Ô, cadê Vira Mundo, Pemba?
Ta na terrêra, Pemba
Com seu cambono, Pemba
Veado no mato corredor
Cadê meu mano caçador?
Cadê caboclo Ventania?
Oxóssi na mata é vencedor


Lembrei  :D

O sino da igrejinha faz belém-blem-blom
O sino da igrejinha faz belém-blem-blom
Seu Tranca-Rua que é dono da gira
Vem correr gira que Ogum mandou
Eita, nostalgia... :D
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Leafar em 23 de Outubro de 2009, 20:51:01
Até hoje não sei direito a diferença entre espiritismo, umbanda, candomblé, macumba e etc, mesmo depois de ter lido um pouco (bem pouco) sobre o assunto. E nunca fui em nenhum desses centros.
O candomblé é (penso) de origem africana. Nada a ver com o Espiritismo, a não ser a semelhança de que também evocam espíritos.

Já a Umbanda nasceu dentro de um centro espírita (kardecista), através de um médium chamado Zélio que recebeu um espírito que se intitulava "Caboclo das Sete Encruzilhadas". O centro o repeliu e a entidade prometeu fundar uma nova religião, a Umbanda, o que foi feito dias depois. A história contada segundo o ponto de vista dos umbandistas pode ser lida no link abaixo:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Caboclo_das_Sete_Encruzilhadas

Portanto, a Umbanda é uma das chamadas dissidências espíritas, assim como o Racionalismo Cristão, o Divinismo, a LBV e outras "filosofias" espiritualistas menores. A principal característica de todas elas é que todas tiveram seu início em centros espíritas e todas julgaram o Espiritismo muito "quadrado", "bitolado", "restrito" ou "preconceituoso", e quiseram ir além.

Um abraço.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Lion em 24 de Outubro de 2009, 00:53:16
- la na mata tem a folha da Jurema, a lei de umbanda quem não pode não a tema.. (é assim mesmo)

e a do viramundo

Ô, cadê Vira Mundo, Pemba?
Ta na terrêra, Pemba
Com seu cambono, Pemba
Veado no mato corredor
Cadê meu mano caçador?
Cadê caboclo Ventania?
Oxóssi na mata é vencedor


Lembrei  :D

O sino da igrejinha faz belém-blem-blom
O sino da igrejinha faz belém-blem-blom
Seu Tranca-Rua que é dono da gira
Vem correr gira que Ogum mandou
Eita, nostalgia... :D

Conheço um cara que tem o “privilégio” de ouvir coisas desse tipo duas vezes por semana... Ele é vizinho de um “centro”. 
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Moro em 24 de Outubro de 2009, 05:15:45
Até hoje não sei direito a diferença entre espiritismo, umbanda, candomblé, macumba e etc, mesmo depois de ter lido um pouco (bem pouco) sobre o assunto. E nunca fui em nenhum desses centros.
O candomblé é (penso) de origem africana. Nada a ver com o Espiritismo, a não ser a semelhança de que também evocam espíritos.

Já a Umbanda nasceu dentro de um centro espírita (kardecista), através de um médium chamado Zélio que recebeu um espírito que se intitulava "Caboclo das Sete Encruzilhadas". O centro o repeliu e a entidade prometeu fundar uma nova religião, a Umbanda, o que foi feito dias depois. A história contada segundo o ponto de vista dos umbandistas pode ser lida no link abaixo:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Caboclo_das_Sete_Encruzilhadas

Portanto, a Umbanda é uma das chamadas dissidências espíritas, assim como o Racionalismo Cristão, o Divinismo, a LBV e outras "filosofias" espiritualistas menores. A principal característica de todas elas é que todas tiveram seu início em centros espíritas e todas julgaram o Espiritismo muito "quadrado", "bitolado", "restrito" ou "preconceituoso", e quiseram ir além.

Um abraço.

Não sabia disso. Para mim Umbanda era como candomblé, teria uma relação mais próxima com a África.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Matheus de Souza em 25 de Outubro de 2009, 17:42:31
Nunca fui, o que acontece por lá que pode me fazer "rever meus conceitos"?
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Lion em 25 de Outubro de 2009, 18:13:05
ue.... pode ser conceitos em relação ao humor? talvez você mude seus conceitos em relação a comédia.....   imagine você cantarolando canções iguais as expostas acima no meio da galera, no meu caso eu acharia hilário.....  :hihi:
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: 4 Ton Mantis em 26 de Outubro de 2009, 17:11:45
Nunca fui, o que acontece por lá que pode me fazer "rever meus conceitos"?

Texto de um outro fórum que frequento:

"Aos que não acreditam em Deus eu já perguntei aqui uma vez, vocês tem coragem de ir em um terreiro Ubanda, ou em alguma coisa espírita só pra ver o que acontece? tipo se lhes impressionariam e tal? e se um dia vocês fosse em um lugar desses e alguem falasse de alguma coisa que somente você sabe e mais ninguem você se impressionaria acreditaria em outro plano e espíritos? fale sinceramente tem um monte de gente que fala bem assim "EU NÃO ACREDITO EM ESPÍRITOS E NEM EM DEUS MAS NÃO TENHO CORAGEM DE IR EM UM LUGAR DESSES" pq teóricamente esses Ateus não teriam medo de nada já que não acreditam"
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Unknown em 26 de Outubro de 2009, 19:01:49
Texto de um outro fórum que frequento:

"Aos que não acreditam em Deus eu já perguntei aqui uma vez, vocês tem coragem de ir em um terreiro Ubanda, ou em alguma coisa espírita só pra ver o que acontece? tipo se lhes impressionariam e tal? e se um dia vocês fosse em um lugar desses e alguem falasse de alguma coisa que somente você sabe e mais ninguem você se impressionaria acreditaria em outro plano e espíritos? fale sinceramente tem um monte de gente que fala bem assim "EU NÃO ACREDITO EM ESPÍRITOS E NEM EM DEUS MAS NÃO TENHO CORAGEM DE IR EM UM LUGAR DESSES" pq teóricamente esses Ateus não teriam medo de nada já que não acreditam"
Francamente, nunca vi um ateu dizer que não teria coragem de ir. Quem eu vejo dizer que não tem coragem são cristãos.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luiz Souto em 26 de Outubro de 2009, 23:32:28
Não sabia disso. Para mim Umbanda era como candomblé, teria uma relação mais próxima com a África.

E tem , a Umbanda não é uma dissidência do Espiritismo mas uma religião sincrética da qual este é uma das fontes. A história da fundação da Umbanda pelo médium Zélio/Caboclo Sete Encruzilhadas não tem base histórica ( embora o medium e o centro por ele fundado tenham existido).

A Umbanda é fruto da mistura de elementos religiosos africanos , católicos e espíritas no ambiente urbano do fim do séc. XIX no Rio de Janeiro.
Pela análise dos rituais e das palavras de origem africana utilizadas é certo que a Umbanda se origina principalmente da religião dos escravos bantos , que eram uma importante parcela dos escravos fluminenses. Os bantos (Angolas , Congos , Benguelas , Cambindas), ao contrário dos sudaneses ( Jejes e Nagôs , de lingua Yoruba) , não só admitiam a comunicação com o espírito dos mortos como baseavam suas práticas religiosas neste contato. Com um conjunto de crenças menos elaboradas que as dos sudaneses e mais permeáveis ao sincretismo com as práticas católicas que aqueles , os bantos acabam por assumir o panteão dos orixás iorubanos mas misturando com características dos santos católicos e realizar atividades religiosas de forma descentralizada , em pequenas casas ou grupos , com estrutura mais simples e menos hierarquicas que as organizações de culto ioruba.

Lembrar que o catolicismo ibérico , em especial o português , era pródigo em manifestações exteriores no pperíodo colonial como procissões ( das quais os escravos e negros libertos participavam com cantos e danças) e no culto doméstico dos santos que gerou um enorme conjunto de práticas semi-mágicas (p.ex. usar palma do Domingo de Ramos para esconjurar tempestades , punir ou maltratar a imagem do santo para que ele atenda ao pedido...).
No mesmo período se dá a chegada e difusão do Espiritismo que compartilha com as crenças banto a centralidade no contato com os espíritos mas apresenta uma doutrina filosófica mais elaborada e calcada no cristianismo ; aspectos da doutrina espírita , principalmente o reencarnacionismo e as práticas caritativas , são assimilados e fornecem o arcabouço teórico para unificar as práticas diversas e gerar a Umbanda. Como toda a manifestação sincrética popular não há uma "fundação" , mas um momento em que práticas aparentadas se encontram , fundem-se e criam um movimento cultural.

A Umbanda apresenta porém um problema ao utilizar o Espiritismo como fonte de sua base teórica pois este tem uma visão de evolução como sinônimo de progresso e considera as práticas mágicas ( que são a base ritual da Umbanda) como sendo parte do passado primitivo que deve ser superado e abandonado. Assim , ao mesmo tempo em que tira sua atração e eficácia das práticas magico-rituais africanas ( modificadas pelo sincretismo) , a Umbanda se vê impelida a negar sua origem "primitiva" e a buscar uma origem mais "elevada". Daí as histórias de fundação como a do médium Zélio ( fazendo da Umbanda uma dissidência popular do Espiritismo) ou as puras fantasias de um W.W. Mata e Silva (que diz ser a Umbanda a religião original da humanidade , com nome sânscrito Aun-Ban-Dah)
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Spitfire em 27 de Outubro de 2009, 00:09:16
Nunca fui, o que acontece por lá que pode me fazer "rever meus conceitos"?

Texto de um outro fórum que frequento:

"Aos que não acreditam em Deus eu já perguntei aqui uma vez, vocês tem coragem de ir em um terreiro Ubanda, ou em alguma coisa espírita só pra ver o que acontece? tipo se lhes impressionariam e tal? e se um dia vocês fosse em um lugar desses e alguem falasse de alguma coisa que somente você sabe e mais ninguem você se impressionaria acreditaria em outro plano e espíritos? fale sinceramente tem um monte de gente que fala bem assim "EU NÃO ACREDITO EM ESPÍRITOS E NEM EM DEUS MAS NÃO TENHO CORAGEM DE IR EM UM LUGAR DESSES" pq teóricamente esses Ateus não teriam medo de nada já que não acreditam"


Bullshit... eu já fui e não vi absolutamente nada que me impressionasse, só a mesma lenga-lenga de sempre.

Mas confesso que me divirto pra caramba... gosto do ritmo e da dança.  :ok:
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Ônix. em 13 de Janeiro de 2010, 15:21:19
Eu já.

Não vi nada demais. Mas já ouvi dizer de pessoas sem a mínima instrução que durante manifestações falam em outros idiomas. Mas como eu mesmo nunca presenciei nada dessa magnetude, prefiro me ater a comentários.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: CTHULHUZINHO em 13 de Janeiro de 2010, 16:54:17
Eu já fui, numa "festa" que teve...

Bem legal uma religião onde pode beber cerveja enquanto assiste os ritos  :D
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: O Pistoleiro em 15 de Janeiro de 2010, 22:05:19
Eu pertencia [ao centro espírita X].
Lá tem o comandante geral, Sr. Fulano de Tal, que tem algumas filiais espalhadas pelo Rio. Antes, na época de seu pai, o Sr. Sicrano de Tal, havia mais filiais, agora só há 9. Antes tinha quase 30 se não me engano. O Sr. Sicrano "incorporou" o caboclo X e ele fundou (X) depois com o nome do seu caboclo. É seu filho que comanda a organização hoje. Voltando a estrutura de comando, essas nove filiais tem comandantes que o chefe denominou de Alta Cúpula. Uma conhecida é uma dessas comandantes, uma das mais prestigiadas, que comanda a filial de (...). Ela recebe o caboclo principal chamado (???), mas com demanda de médiuns que estão mais acostumados com o Candomblé, ela resolveu incorporar mais dois caboclos, o (?X?) e o (^^^). Fora o seu preto velho chamado (***) e sua criança chamada (&&&). Toda minha família composta de minha mãe e cinco tias( uma já falecida ), e sete primos, fazem parte da organização X. E todos tem o seus caboclos, seus velhos e suas crianças. A ovelha negra(no caso branca, já que eu sou negro... rsrsrs) da família sou eu, que nunca consegui receber um mísero caboclo. Apesar da família saber do meu ateísmo, eu ainda continuo indo a (...) todo terceiro domingo do mes, que é o dia da sessão principal. Gosto de algumas pessoas lá que me conhecem desde moleque, todas as minhas ex-namoradas eram da Tenda e o clima de (...) é ótimo nesse calor. E hábitos antigos são foda de se largar, frequentei aquela casa com assiduidade por quase 30 anos!!  
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Lion em 16 de Janeiro de 2010, 15:27:55
Esses nomes são hilários......   :biglol:

Isso é verdade, antigos hábitos são difíceis de mudar....

(http://i232.photobucket.com/albums/ee171/xdaniferx/habito.jpg)
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Panthera em 16 de Janeiro de 2010, 15:44:53
Eu nunca fui e agradeço qualquer convite, mas eu tive uma namorada que ia com frequência... E frequentemente ficava bêbada... Pois tomava umas pingas que ofereciam durante os trabalhos...

Putz, e eu nunca fui num desses!  :hmph:
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Panthera em 16 de Janeiro de 2010, 15:48:29
...Foi ato reflexo: ele levantou e deu-lhe uma porrada com tanta força que o velho desmaiou. ....
Conclusão: quinze dias depois ele conseguiu um emprego melhor que o anterior e que pagava mais.

Conclusão 2: Meter a porrada no velho benzedeiro é melhor que ser benzido.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: O Pistoleiro em 16 de Janeiro de 2010, 15:48:40
Esses nomes são hilários......   :biglol:

Isso é verdade, antigos hábitos são difíceis de mudar....


Eu amanhã estarei indo para lá, enquanto o pessoal fica recebendo santo, eu fico num quarto assistindo o jogo do Flamengo. Religião por religião, eu prefiro a rubro-negra :D
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Leafar em 16 de Janeiro de 2010, 19:05:31
Esses nomes são hilários......   :biglol:

Isso é verdade, antigos hábitos são difíceis de mudar....


Eu amanhã estarei indo para lá, enquanto o pessoal fica recebendo santo, eu fico num quarto assistindo o jogo do Flamengo. Religião por religião, eu prefiro a rubro-negra :D
http://www.youtube.com/watch?v=oM2VTrPI2dc&feature=related
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 16 de Janeiro de 2010, 19:40:59
Alguém por aqui já foi a um centro espírita ou de umbanda ? Os adeptos dessas crenças dizem que há muitas manifestações "sobrenaturais" por lá e que,se algum ateu as presenciasse,reveria seus conceitos... ::) ::) :hein:
Já tive muitas experiências em centros de umbanda. Minha mãe me levava muito quando eu era criança. Eu sou um dos que afirmei isso que vc escreveu.
Até hoje ninguém me deu uma explicação convincente sobre o fenômeno da incorporação. São somente opiniões de quem não conhece nada do assunto. Só achismo. Se alguém me explicar o fenômeno, tim-tim por tim-tim, do ponto de vista materialista, eu viro ateu.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 16 de Janeiro de 2010, 19:43:42

Fui umbandista por uns quinze anos , recebi guia de cambono ( responsável por auxiliar os médiuns) , participei de trozentos rituais em praia , mata , cemitério , etc...

Aí depois de tanto presenciar e meditar...virei ateu  :lol:


O amigo teria uma explicação para o que eu postei acima?
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Moro em 16 de Janeiro de 2010, 22:33:46
Famado, então mais uma opinião...

Eu era espírita e achava que entrava em contato com espíritos. Eu também ouvia vozes e ucas.

A explicação é bem simples: Seu cérebro crente te deixando levar por uma história que você acredita piamente. Auto-engano.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Gigaview em 16 de Janeiro de 2010, 22:59:21
Citar
Já tive muitas experiências em centros de umbanda. Minha mãe me levava muito quando eu era criança. Eu sou um dos que afirmei isso que vc escreveu.
Até hoje ninguém me deu uma explicação convincente sobre o fenômeno da incorporação. São somente opiniões de quem não conhece nada do assunto. Só achismo. Se alguém me explicar o fenômeno, tim-tim por tim-tim, do ponto de vista materialista, eu viro ateu.

Você já fez essa pergunta antes. Postei diversos textos sobre hipnose, até lancei um tópico sobre esquizofrenia. Na época você chegou a fazer algumas perguntas que foram respondidas.

Leu o material? Esqueceu? Por que ainda não virou ateu?

Não vou repetir os links. Dá uma olhada e pula logo para o nosso lado. :hihi:
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Lion em 16 de Janeiro de 2010, 23:12:02
Esses nomes são hilários......   :biglol:

Isso é verdade, antigos hábitos são difíceis de mudar....


Eu amanhã estarei indo para lá, enquanto o pessoal fica recebendo santo, eu fico num quarto assistindo o jogo do Flamengo. Religião por religião, eu prefiro a rubro-negra :D
http://www.youtube.com/watch?v=oM2VTrPI2dc&feature=related

ixa..... agora o Caca vai voltar a participar lá [do centro] com todas as forças  :biglol:
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luiz Souto em 16 de Janeiro de 2010, 23:35:47

Fui umbandista por uns quinze anos , recebi guia de cambono ( responsável por auxiliar os médiuns) , participei de trozentos rituais em praia , mata , cemitério , etc...

Aí depois de tanto presenciar e meditar...virei ateu  :lol:


O amigo teria uma explicação para o que eu postei acima?

Olha Famado , o questionamento da incorporação foi uma das coisas que terminaram por me afastar da Umbanda.
Como pessoas da minha família eram mediuns eu podia ver as diferenças entre a personalidade habitual e a do espírito e a conclusão é que não eram as mesmas , o espírito tinha comportamentos diferentes , manifestava posições diversas da do médium sobre um assunto e muitas vezes o criticava.
Porém com o passar do tempo ( no caso , anos) progressivamente comecei a observar que não havia uma diferença tão radical assim nas personalidades. A mudança na forma de falar , as posturas , criavam uma atmosfera que mascarava uma continuidade básica ; analisando friamente a entidade surgia como um personagem de um roteiro que o própio médium poderia ter escrito. Ainda que se apresentasse de forma que o medium conscientemente desaprovasse ( como quando incorporava um exu) nem os conselhos dados nem os comportamentos eram incompatíveis com os que o médium poderia representar .
Minha avaliação atualmente é que o fenõmeno da incorporação , seja na Umbanda seja no Espiritismo , se baseia num processo ritualmente controlado e organizado de cisão da personalidade. Aquilo que de forma patológica se apresenta como personalidade múltipla , na Umbanda ( e em outras religiões que usam técnicas de êxtase) se apresenta como a incorporação de uma entidade. Há o afloramento de uma personalidade secundária que se apresenta usando a "vestimenta" cultural esperada pelo meio onde o médium está inserido ; o seu caboclo ou preto-velho se parecerá e se comportará como os demais do centro que frequenta. Características pessoais do médium modularão também o comportamento da entidade: uum médium que desaprove o uso de bebidas alcoólicas pela entidade manifestará um que não tenha tal comportamento enquanto que outro que não tenha esta restrição terá entidades que beberão durante a sessão. Comparando a personalidade do médium com as " personalidades" das entidade a conclusão é que estas são satélites daquela: sua luz , embora distinta , é um reflexo da personalidade principal.
Mas friso que o processo da incorporação é basicamente inconsciente , a maioria dos médiuns que convivi na Umbanda saiam do transe com uma noção vaga do que aconteceu. Os que claramente mistificavam eram facilmente identificados e normnalmente excluídos das sessões.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: O Pistoleiro em 16 de Janeiro de 2010, 23:41:29
feature=related

O vídeo é show de bola!!
ixa..... agora o Caca vai voltar a participar lá [do centro] com todas as forças  :biglol:

O mais engraçado é que o Flamengo foi o meu "salvador". Além das sessões aos terceiros domingos de cada mês em (...), há sessões todo primeiro domingo na Matriz que fica na (xxx), e toda quarta feira em (...). Dá pra perceber que coincide com os dias de jogos e entre [o Centro X] e o Mengão, eu escolhi o Mengão, e por incrivel que pareça, minha (......), aceitou isso numa boa, já que (xxxx) são obrigados a ir até hoje!!!!
Por isso eu agradeço ao verdadeiro Deus (Zico) que me afastou de falsos deuses. :ok:
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: O Pistoleiro em 16 de Janeiro de 2010, 23:51:12
Esqueci de dizer que tenho duas tias que até hoje me ameaçam dizendo que meu "santo" irá me fazer pagar pelo fato de eu nunca ter incorporado. Confesso que antigamente eu tinha um verdadeiro cagaço disso acontecer, mas hoje tiro de letra depois de dois anos consultando um psicólogo.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Leafar em 17 de Janeiro de 2010, 09:45:29
caca51,

A minha família é toda de (...) e eu tenho um primo umbandista (ao menos ele diz ser). Você lembra em que bairro fica [o tal centro X] (se você puder e quiser dizer, claro)? Quando eu estiver com meu primo eu pergunto se ele conhece, embora vá ser meio difícil encontrá-lo agora, pois ele se mudou para Minas.
Esqueci de dizer que tenho (ooo) que até hoje me ameaçam dizendo que meu "santo" irá me fazer pagar pelo fato de eu nunca ter incorporado. Confesso que antigamente eu tinha um verdadeiro cagaço disso acontecer, mas hoje tiro de letra depois de dois anos consultando um psicólogo.
Bem, eu sou espírita e creio na realidade das manifestações. Mas pode virar as costas e ir embora a qualquer hora. Esses espíritos não têm como cumprir as ameaças. Não há nada que o obrigue a agir contra a sua própria consciência e Deus não permitiria que um espírito desses o "punisse" por abandoná-los. Se você tiver de ser punido por algo que fez algum dia, essa punição virá de Deus, e não deles.

Eu sei que você não crê mais nisso, mas fica o conselho de qualquer forma da parte de quem ainda acredita em bons e maus espíritos, e em caso de você eventualmente voltar ao estado de dúvida.

Um abraço.


(editado para remover referências a locais e conhecidos do caca51) - a Moderação
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: O Pistoleiro em 17 de Janeiro de 2010, 11:05:59
Fica na (........)
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Leafar em 17 de Janeiro de 2010, 11:20:11
Ok. Sei aonde fica.

Só uma dúvida. Há pouco tempo atrás eu fui a (...) e vi umas propagandas coladas em postes escrito [X]. Se refere a esse lugar?

Um abraço.

Modificado para remover referências aos locais citados pelo caca51 a pedido do próprio, para evitar problemas pessoais. A Moderação.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: O Pistoleiro em 17 de Janeiro de 2010, 11:24:27
Acho que não, todas as propagandas de X tem que levar o nome X.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 17 de Janeiro de 2010, 11:46:15
Citar
Já tive muitas experiências em centros de umbanda. Minha mãe me levava muito quando eu era criança. Eu sou um dos que afirmei isso que vc escreveu.
Até hoje ninguém me deu uma explicação convincente sobre o fenômeno da incorporação. São somente opiniões de quem não conhece nada do assunto. Só achismo. Se alguém me explicar o fenômeno, tim-tim por tim-tim, do ponto de vista materialista, eu viro ateu.

Você já fez essa pergunta antes. Postei diversos textos sobre hipnose, até lancei um tópico sobre esquizofrenia. Na época você chegou a fazer algumas perguntas que foram respondidas.

Leu o material? Esqueceu? Por que ainda não virou ateu?

Não vou repetir os links. Dá uma olhada e pula logo para o nosso lado. :hihi:


Li o seu material e o que postou um psiquiatra daqui do fórum há algum tempo atrás. Mas tenho certeza que não é isso. Confio em algumas pessoas que incorporam e sei que não são loucas ou auto-sugeridas.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 17 de Janeiro de 2010, 12:01:34
Este talvez seja o melhor post de todos os que li em todos estes anos que participo de fóruns ateístas. Vamos ao debate.


Olha Famado , o questionamento da incorporação foi uma das coisas que terminaram por me afastar da Umbanda.
Era de se esperar
Citar
Como pessoas da minha família eram mediuns eu podia ver as diferenças entre a personalidade habitual e a do espírito e a conclusão é que não eram as mesmas , o espírito tinha comportamentos diferentes , manifestava posições diversas da do médium sobre um assunto e muitas vezes o criticava.
Era o meu caso
Citar
Porém com o passar do tempo ( no caso , anos) progressivamente comecei a observar que não havia uma diferença tão radical assim nas personalidades. A mudança na forma de falar , as posturas , criavam uma atmosfera que mascarava uma continuidade básica ; analisando friamente a entidade surgia como um personagem de um roteiro que o própio médium poderia ter escrito. Ainda que se apresentasse de forma que o medium conscientemente desaprovasse ( como quando incorporava um exu) nem os conselhos dados nem os comportamentos eram incompatíveis com os que o médium poderia representar .
De fato, mas há casos em que não é assim.
Citar
Minha avaliação atualmente é que o fenõmeno da incorporação , seja na Umbanda seja no Espiritismo , se baseia num processo ritualmente controlado e organizado de cisão da personalidade. Aquilo que de forma patológica se apresenta como personalidade múltipla , na Umbanda ( e em outras religiões que usam técnicas de êxtase) se apresenta como a incorporação de uma entidade. Há o afloramento de uma personalidade secundária que se apresenta usando a "vestimenta" cultural esperada pelo meio onde o médium está inserido ; o seu caboclo ou preto-velho se parecerá e se comportará como os demais do centro que frequenta. Características pessoais do médium modularão também o comportamento da entidade: uum médium que desaprove o uso de bebidas alcoólicas pela entidade manifestará um que não tenha tal comportamento enquanto que outro que não tenha esta restrição terá entidades que beberão durante a sessão. Comparando a personalidade do médium com as " personalidades" das entidade a conclusão é que estas são satélites daquela: sua luz , embora distinta , é um reflexo da personalidade principal.
Mas friso que o processo da incorporação é basicamente inconsciente , a maioria dos médiuns que convivi na Umbanda saiam do transe com uma noção vaga do que aconteceu. Os que claramente mistificavam eram facilmente identificados e normnalmente excluídos das sessões.

Muito, muito boa análise, porém incompleta.
Sabe, conheço pessoas que não conseguem incorporar , por mais que tentem. Tal como o caso de alguns ateístas aqui. Por outro lado, há aqueles que não conseguem se livrar de uma incorporação a não ser que religiosos os libertem. Há as incorporações que são independentes da vontade da pessoa. E tenho certeza, não há a mínima chance de ser loucura, porque aconteceram com pessoas que sei que não são loucas. A pessoa perde a consciência. Não lembra de nada. Outras, têm consciência, mas perdem o controle. Vêem seu corpo fazendo o que não querem fazer e sua boca falando o que não querem falar. Gostaria muito de ver isto testado em laboratório. Preciso de uma explicação convincente, que mostre como e porque o fenômeno ocorre. Não vale falar que foi somente hipnose, loucura ou auto-sugestão, porque estas três possibilidades não esgotam, enfim, não explicam todos os casos.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Leafar em 17 de Janeiro de 2010, 12:04:50

Fui umbandista por uns quinze anos , recebi guia de cambono ( responsável por auxiliar os médiuns) , participei de trozentos rituais em praia , mata , cemitério , etc...

Aí depois de tanto presenciar e meditar...virei ateu  :lol:


O amigo teria uma explicação para o que eu postei acima?

Olha Famado , o questionamento da incorporação foi uma das coisas que terminaram por me afastar da Umbanda.
Como pessoas da minha família eram mediuns eu podia ver as diferenças entre a personalidade habitual e a do espírito e a conclusão é que não eram as mesmas , o espírito tinha comportamentos diferentes , manifestava posições diversas da do médium sobre um assunto e muitas vezes o criticava.
Porém com o passar do tempo ( no caso , anos) progressivamente comecei a observar que não havia uma diferença tão radical assim nas personalidades. A mudança na forma de falar , as posturas , criavam uma atmosfera que mascarava uma continuidade básica ; analisando friamente a entidade surgia como um personagem de um roteiro que o própio médium poderia ter escrito. Ainda que se apresentasse de forma que o medium conscientemente desaprovasse ( como quando incorporava um exu) nem os conselhos dados nem os comportamentos eram incompatíveis com os que o médium poderia representar .
Minha avaliação atualmente é que o fenõmeno da incorporação , seja na Umbanda seja no Espiritismo , se baseia num processo ritualmente controlado e organizado de cisão da personalidade. Aquilo que de forma patológica se apresenta como personalidade múltipla , na Umbanda ( e em outras religiões que usam técnicas de êxtase) se apresenta como a incorporação de uma entidade. Há o afloramento de uma personalidade secundária que se apresenta usando a "vestimenta" cultural esperada pelo meio onde o médium está inserido ; o seu caboclo ou preto-velho se parecerá e se comportará como os demais do centro que frequenta. Características pessoais do médium modularão também o comportamento da entidade: uum médium que desaprove o uso de bebidas alcoólicas pela entidade manifestará um que não tenha tal comportamento enquanto que outro que não tenha esta restrição terá entidades que beberão durante a sessão. Comparando a personalidade do médium com as " personalidades" das entidade a conclusão é que estas são satélites daquela: sua luz , embora distinta , é um reflexo da personalidade principal.
Mas friso que o processo da incorporação é basicamente inconsciente , a maioria dos médiuns que convivi na Umbanda saiam do transe com uma noção vaga do que aconteceu. Os que claramente mistificavam eram facilmente identificados e normnalmente excluídos das sessões.
Isso que relatou é uma via de mão dupla. Ok, eu concordo com você que também pode ser tudo simples sugestão, cisão de personalidade, etc., pois há quem pense ser médium e não é.

Mas por outro lado, o médium pode estar também assumindo a personalidade do espírito que se comunica, por considerá-lo uma espécie de benchmarking. Você nunca admirou uma pessoa, o jeito dela, o modo de pensar, e nunca se pegou inconscientemente imitando o seu estilo? Isso vale até para os vícios. Eu mesmo me pego às vezes fazendo isso.

No caso, as primeiras incorporações seriam as mais instrutivas a esse respeito, porque então não teria havido tempo para nenhuma assimilação. Depois de 10 anos, os dois podem estar tão parecidos que realmente um pareça ser a manifestação da personalidade do outro.

Um abraço.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: O Pistoleiro em 17 de Janeiro de 2010, 12:25:43
Olha Famado , o questionamento da incorporação foi uma das coisas que terminaram por me afastar da Umbanda.

Esse também foi o meu maior problema, não conseguia aceitar o fato que um espírito entrava em mim, e este ditava as coisas que deveria fazer e falar. E na umbanda, não sei se voces sabem, pelo menos na Tenda é assim, voce trabalha semi inconsciente, diferente do candomblé. Até hoje não consigo aceitar o fato que alguém incorpore, e divida as ações, ao mesmo tempo, com um espirito. Havia uma cidadã que dava passe nas pessoas e ao mesmo tempo pedia o número do cpf para o "passe" ser mais efetivo. Soube depois que ela estava presa pelo artigo 171.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 17 de Janeiro de 2010, 12:57:32
Como disse, há o caso de embuste, loucura ou auto-sugestão, mas não são todos assim.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Moro em 17 de Janeiro de 2010, 13:23:40
não, são todos assim. Ou embuste, ou auto sugestão.

Se não fosse assim, os eventos que eles dizem ver, as histórias que eles contam,os fenômenos que dizem promover, poderiam ser checados.

Até hoje, nada foi. Portanto, os eventos são mentirosos.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: O Pistoleiro em 17 de Janeiro de 2010, 13:28:14
Como disse, há o caso de embuste, loucura ou auto-sugestão, mas não são todos assim.

Desculpe famado, mas para mim são todos assim. Eu gostaria de saber realmente o que este país tem de especial para que Ogum, Iemanjá, Xangô e etc, resolvessem se estabelecer só por aqui.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: O Pistoleiro em 17 de Janeiro de 2010, 13:37:35
Ou, sei lá, que algum frances incorpore também o caboclo de minha tia, Seu Poeira por exemplo, que ficaria conhecido como Votre Poussière (eu traduzi no google)
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Gigaview em 17 de Janeiro de 2010, 14:52:32
De vez em quando incorporo um caboclo escocês que só  bebe whiskey 12 anos.  :histeria:
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 17 de Janeiro de 2010, 23:08:04
não, são todos assim. Ou embuste, ou auto sugestão.

Se não fosse assim, os eventos que eles dizem ver, as histórias que eles contam,os fenômenos que dizem promover, poderiam ser checados.

Até hoje, nada foi. Portanto, os eventos são mentirosos.

Gostaria de ver um estudo sobre isso, mas não há nada de interessante. Apenas parte-se do princípio que a incorporação é charlatanismo, auto-sugestão ou loucura. Gostaria de ver alguma coisa que não partisse destas premissas, mas da premissa de que há algo a ser investigado e devemos descobrir do que se trata.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 17 de Janeiro de 2010, 23:11:29
Como disse, há o caso de embuste, loucura ou auto-sugestão, mas não são todos assim.

Desculpe famado, mas para mim são todos assim. Eu gostaria de saber realmente o que este país tem de especial para que Ogum, Iemanjá, Xangô e etc, resolvessem se estabelecer só por aqui.

Quem são as entidades (Ogum, Iemanjá, Xangô e etc) não vem ao caso. Eu até acho que eles não são quem dizem que são. O problema é saber se há alguém ali ou não.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Gigaview em 17 de Janeiro de 2010, 23:18:39
Como disse, há o caso de embuste, loucura ou auto-sugestão, mas não são todos assim.

Desculpe famado, mas para mim são todos assim. Eu gostaria de saber realmente o que este país tem de especial para que Ogum, Iemanjá, Xangô e etc, resolvessem se estabelecer só por aqui.

Quem são as entidades (Ogum, Iemanjá, Xangô e etc) não vem ao caso. Eu até acho que eles não são quem dizem que são. O problema é saber se há alguém ali ou não.

Famado, você já visitou um hospício? Se ainda não foi, deveria.
Chegando lá, procure descobrir se alguns são aquilo que dizem ser.
Você vai ficar surpreso.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luiz Souto em 17 de Janeiro de 2010, 23:58:03
Muito, muito boa análise, porém incompleta.
Sabe, conheço pessoas que não conseguem incorporar , por mais que tentem. Tal como o caso de alguns ateístas aqui. Por outro lado, há aqueles que não conseguem se livrar de uma incorporação a não ser que religiosos os libertem. Há as incorporações que são independentes da vontade da pessoa. E tenho certeza, não há a mínima chance de ser loucura, porque aconteceram com pessoas que sei que não são loucas. A pessoa perde a consciência. Não lembra de nada. Outras, têm consciência, mas perdem o controle. Vêem seu corpo fazendo o que não querem fazer e sua boca falando o que não querem falar. Gostaria muito de ver isto testado em laboratório. Preciso de uma explicação convincente, que mostre como e porque o fenômeno ocorre. Não vale falar que foi somente hipnose, loucura ou auto-sugestão, porque estas três possibilidades não esgotam, enfim, não explicam todos os casos.


O que acontece no fenômeno da "incorporação" não é loucura , mas está num continuum de alterações da consciência que vai desde a consciência normal de vigília até a completa fragmentação da personalidade nos casos de psicose.
Eu não classifico os fenômenos apresentados pelos mediuns na Umbanda e Candomblé nem como hipnose , loucura ou auto-sugestão ( falo do médium "normal" deixando de lado os casos óbvios de mistificação e doença mental). Na hipnose há uma redução do auto-controle e a obediência a uma ordem externa , não é assim que ocorre uma sessão , não há um comando por parte da direção do terreiro para que o médium se comporte de tal e tal maneira. A auto-sugestão certamente tem um papel em alguns casos mas não dá conta dos indivíduos que rejeitam conscientemente a incorporação ( conheço diversos que lamentam o fato de trabalharem como médiuns , que sinceramemte dizem que não gostam de incorporar , vários que mantém em segredo nas relações de trabalho ou nas pessoais o fato de serem umbandistas e incorporarem) nem dos que desejam incorporar mas não conseguem ( que era meu caso).
Quanto á loucura  minha opinião é que ,ao contrário do que já vi expresso por outros foristas , para muitas pessoas o fato de estarem integradas em uma casa de umbanda ou candomblé na verdade é o que mantém sua sanidade mental. Aqui entramos na discussão do como e porquê do fenômeno da incorporação.

O porquê de algumas pessoas incorporarem (e outras não) me parece estar relacionado à alterações básicas da peersonalidade , com conflitos interiores que predispõem à ocorrência dos cisões de personalidade. Qualquer um que frequentou por um tempo um terreiro pode atestar que boa parte das pessoas que chegam lá e iniciam um processo de aprendizagem de incorporação o fazem mais por necessidade do que por desejo. São pessoas que se encontram desequilibradas ou descentradas e inconscientemente estão a procura de algo que reequilibre sua psique ( e acho que no final esta é a razão básica , mas não única , pela qual as religiões existem).

A forma como ocorre esse reequilíbrio na umbanda e candomblé é pela inserção do indivíduo em uma comunidade que compartilha um ambiente cultural com símbolos , práticas e obrigações que criam um sentido para o seu universo pessoal.A cisão da personalidade que preexistia à entrada no culto ( mesmo que de forma incipiente) é estimulada e organizada por técnicas de êxtase ( canto ritmado , palmas , incenso , etc...) e se expressa pela manifestação de personalidades secundárias que fazem o papel de interlocutores com a personalidade principal.
Exemplificando:o indivíduo tem um problema no relacionamento familiar que o angustia e para o qual conscientemente busca ajuda. Seu caboclo , ao se manifestar , mandará recado para seu cavalo para que se comporte de tal e tal forma e faça tal e tal trabalho para restaurar a harmonia perdida. Há uma transferência do conflito interno para  o exterior: uma parcela da personalidade do médium encarna a postura que inconscientemente ele já tinha e dialoga com a personalidade consciente ; a realização do trabalho ritualistico ( banho , despacho ,etc..) estimula e manifesta no real a  postura tomada interiormente.

Ou, sei lá, que algum frances incorpore também o caboclo de minha tia, Seu Poeira por exemplo, que ficaria conhecido como Votre Poussière (eu traduzi no google)

A "entidade" que se manifesta está claramente vinculada ao ambiente cultural do médium , daí a variação das entidades não só entre as diversas religiões afro como entre ramos da mesma religião.
Um exemplo claro disso pode ser visto no seguinte , em relação aos cultos de origem yorubana ( infelizmente não me recordo o texto em que li o relato , faz muito tempo):
No início da década de 80 um grupo de sacerdotes nigerianos veio ao Brasil , especificamente a Salvador , para aprender no candomblé sobre Oxossi. Motivo: o culto do orixá tinha se extinguido na Nigéria em virtude do desaparecimento dos membros da tribo que o cultuavam , sua sobrevivência se mantinha no Brasil pela vinda como escravos de sacerdotes do culto. De forma inversa diversos orixás existentes na Àfrica não se manifestam no Brasil por ter-se perdido o conhecimento de como cultuá-los.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: O Pistoleiro em 18 de Janeiro de 2010, 00:58:04
A "entidade" que se manifesta está claramente vinculada ao ambiente cultural do médium , daí a variação das entidades não só entre as diversas religiões afro como entre ramos da mesma religião.
Um exemplo claro disso pode ser visto no seguinte , em relação aos cultos de origem yorubana ( infelizmente não me recordo o texto em que li o relato , faz muito tempo):
No início da década de 80 um grupo de sacerdotes nigerianos veio ao Brasil , especificamente a Salvador , para aprender no candomblé sobre Oxossi. Motivo: o culto do orixá tinha se extinguido na Nigéria em virtude do desaparecimento dos membros da tribo que o cultuavam , sua sobrevivência se mantinha no Brasil pela vinda como escravos de sacerdotes do culto. De forma inversa diversos orixás existentes na Àfrica não se manifestam no Brasil por ter-se perdido o conhecimento de como cultuá-los.


Luiz, posso lhe dizer com toda certeza que voce conhece mais da religião que meu antigo Pai de santo, chefe espiritual da Tenda.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 18 de Janeiro de 2010, 18:01:06
Luiz, sua análise é bastante boa, mas me parece muito complicada. Que dizer... na sua opinião a incorporação é a manifestação de personalidades secundárias. Mas como isso pode ocorrer em massa? Há relatos de incorporações em todas as culturas e em todos os tempos. O ser humano então seria muito propenso a manifestar personalidades secundárias?... Me parece uma explicação complexa demais para algo simples.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 18 de Janeiro de 2010, 18:17:46
Famado, você já visitou um hospício? Se ainda não foi, deveria.
Chegando lá, procure descobrir se alguns são aquilo que dizem ser.
Você vai ficar surpreso.

Já, mas acho muito mais que muitos ficam loucos por causa das incorporações do que incorporam por serem loucos.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Mr. Mustard em 18 de Janeiro de 2010, 21:30:13
Famado, você já visitou um hospício? Se ainda não foi, deveria.
Chegando lá, procure descobrir se alguns são aquilo que dizem ser.
Você vai ficar surpreso.

Já, mas acho muito mais que muitos ficam loucos por causa das incorporações do que incorporam por serem loucos.

O mais triste é que além de ver pessoas esclarecidas acreditando que mecanismos cerebrais são "incoporações", ainda temos que aceitar que ninguém incorpora alguém relevante, somente o lixo do lixo. Esses malucos só incoporam entidades que em NADA, nada mesmo vem à agregar. Lamentável mesmo.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luiz Souto em 19 de Janeiro de 2010, 00:08:02
Luiz, sua análise é bastante boa, mas me parece muito complicada. Que dizer... na sua opinião a incorporação é a manifestação de personalidades secundárias. Mas como isso pode ocorrer em massa? Há relatos de incorporações em todas as culturas e em todos os tempos. O ser humano então seria muito propenso a manifestar personalidades secundárias?... Me parece uma explicação complexa demais para algo simples.

Sim , o fato de fenômenos de cisão da personalidade serem relatados nas mais diversas culturas indica uma propensão da mente humana para isto. As incorporações nas religiões afro , as saídas do corpo dos xamãs , as visões extáticas dos místicos cristãos são exemplos de um mesmo tipo de alteração da consciência cujas características são modificadas pelo universo simbólico  de cada cultura.
Na base disto está a predisposição da mente humana à alienação  em que os homens projetam para o exterior suas criações mentais e são confrontados por elas como fatos externos. A alienação , está na base não só das manifestações ditas mediúnicas , mas a nível puramente secular também dos fanatismos políticos como no nazismo e no estalinismo ( daí sua semelhança com as religiões)
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luis Dantas em 19 de Janeiro de 2010, 01:19:30
Interessante Análise, Luiz.

Me lembra muito da psicanálise, particularmente a Junguiana.  Me parece que a idéia básica é que o simbolismo, o ritual e a possibilidade de reforço social no ambiente do terreiro oferecem à pessoa aflita a possibilidade de dar forma aos seus conflitos, e a partir dessa forma encontrar uma perspectiva de enfrentá-los de alguma forma.

Você tem razão quanto à motivação ser mais a necessidade do que a vontade.  De fato, os umbandistas (e até certo ponto os espíritas) que conheço passam uma nítida impressão de não saber o que poderiam fazer se não tivessem acesso às suas entidades.

Se isso contribui em última análise para preservar ou para agredir a sanidade mental, já é uma questão que considero mais complicada.  A curto prazo, com certeza alivia as pressões... mas ao mesmo tempo, contribui para a formação de padrões de comportamento quase invariavelmente destrutivos.

Deve-se notar também que há uma diferença clara e significativa entre as crenças mediúnicas e as religiões propriamente ditas.  Pelo menos, o que eu considero digno de ser chamado de religião.  Mediunidade, como evidenciado pelos fatos e elaborado entre outros por René Guenón, é uma atividade sem qualquer valor religioso e só serve mesmo para aliviar a pressão emocional.  E ainda assim a um preço muito alto, provavelmente alto demais, pago em clareza de raciocínio e em capacidade moral.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luiz Souto em 19 de Janeiro de 2010, 01:58:05
Interessante Análise, Luiz.

Me lembra muito da psicanálise, particularmente a Junguiana.  Me parece que a idéia básica é que o simbolismo, o ritual e a possibilidade de reforço social no ambiente do terreiro oferecem à pessoa aflita a possibilidade de dar forma aos seus conflitos, e a partir dessa forma encontrar uma perspectiva de enfrentá-los de alguma forma.


Minha visão da religião deve muito à analise junguiana já que foi devido a ela que superei uma abordagem limitada ( derivada do marxismo ) que encarava a religião apenas do ponto de vista negativo , como falsa consciência , e passei a considerar os aspectos positivos do fenômeno religioso tanto na integração da psique individual quanto na coesão e troca simbólica social.
Agora é importante observar que a análise que fiz do fenômeno mediúnico se refere basicamente á Umbanda e ao Espiritismo , que são  religiões urbanas modernas. O mediunismo em religiões de sociedades pré-modernas , como as religiões africanas das quais deriva o Candomblé , tem mais um caráter de formação e manutenção dos laços sociais dentro da comunidade do que a harmonização do indivíduo descentrado ; nos cultos yorubanos e bantos os orixás são ancestrais da tribo e os cultos são formadores da consciência grupal que é indissociável da individual , já que o indivíduo não é entendido fora de sua tribo e as relações interpessoais são reguladas pelos mitos e simbolos.

Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 19 de Janeiro de 2010, 22:41:12
Famado, você já visitou um hospício? Se ainda não foi, deveria.
Chegando lá, procure descobrir se alguns são aquilo que dizem ser.
Você vai ficar surpreso.

Já, mas acho muito mais que muitos ficam loucos por causa das incorporações do que incorporam por serem loucos.

O mais triste é que além de ver pessoas esclarecidas acreditando que mecanismos cerebrais são "incoporações", ainda temos que aceitar que ninguém incorpora alguém relevante, somente o lixo do lixo. Esses malucos só incoporam entidades que em NADA, nada mesmo vem à agregar. Lamentável mesmo.

Aí é que está Mr. Mustard. Embora a análise do L Souto seja altamente técnica e explique a coisa como sendo um mecanismo cerebral, continua não se encaixando nos casos que me marcaram. O fato é que não quero descrever minhas experiências. Elas não servem obviamente como prova para as pessoas em geral, mas provam para mim que há de fato uma entidade incorporada. Há algo ali.

Eu gostaria de saber se há uma explicação do tipo: as incorporações acontecem porque esta parte do cérebro é utilizada e a pessoa manifesta características de outra pessoa. Veja que se no laboratório nós ativarmos esta parte uma tal personalidade se manifesta e inclusive fala outros idiomas e blá-blá-blá. É algo assim que eu esperava.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luiz Souto em 19 de Janeiro de 2010, 23:03:07

Eu gostaria de saber se há uma explicação do tipo: as incorporações acontecem porque esta parte do cérebro é utilizada e a pessoa manifesta características de outra pessoa. Veja que se no laboratório nós ativarmos esta parte uma tal personalidade se manifesta e inclusive fala outros idiomas e blá-blá-blá. É algo assim que eu esperava.

Na verdade várias manifestações descritas como "incorporações" ou "paranormalidade" foram registradas em situações de ativação de determinadas áreas cerebrais ou vistas em quadros patológicos.
Experiências de saída do corpo tem sido relacionadas a estimulação em áreas de lobo temporal , estimulação direta de áreas encefálicas podem fazer vivenciar lembranças de forma nítida...
Uma grande ferramenta para análise são as alterações localizadas em determinadas áreas cerebrais , já que ao comparar o que acontece na patologia com o funcionamento normal do orgão podemos inferir o papel daquelas áreas na estrutura cerabral. Alterações extremas como os casos de psicose com múltiplas personalidades também permitem criar um modelo explicativo para os casos menos complexos ( ou não patológicos).
A manifestação de capacidades desconhecidas do médium ( como falar línguas que não aprendeu) permanecem altamente controversos , todos os relatos que já li eram questionáveis seja por falta de comprovação ( como p.ex. afirmar-se que o médium incorporou um espírito chinês e falou a língua , mas nenhum dos circunstantes também a falava) , seja porque não se podia afastar que o médium tivesse tido acesso ao conhecimento apresentado
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Gigaview em 19 de Janeiro de 2010, 23:49:52
Citar
Há algo ali.

Talvez você queira acreditar que há algo ali, apesar de todas as explicações apresentadas que sugerem o contrário.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Moro em 20 de Janeiro de 2010, 00:12:16
Famado, eu fui criado em um terreiro de umbanda e realmente entendo o que você está falando. Meu pai era uma espécie de braço direito da "entidade chefe" do terreiro. Quem incorporava era um de irmão de criação de meu pai.

Para quem está inserido no ambiente há tantas coisas mágicas e provas tão contundentes que realmente parece insanidade não acreditar nelas. Quando você disse que tem provas mas estas estão no âmbito de suas experiências pessoais, leve em consideração que por incrível que pareça, todas as milhões de provas de encarnação são do mesmo tipo da sua.

Então a discussão fica sendo algo como "é possível milhões de pessoas estarem se enganando, serem malucas, embusteiras ou ter uma cisão da personalidade?", este último como postulado pelo Luiz?

Vamos deixar de lado questões meramente técnicas como argumentos "ad populum" são uma falácia e não podem provar nada portanto, pronto, acabou a discussão. E quero também deixar de lado a real motivação de quem "incorpora" um espírito (discordo um pouco de Luiz mas nada relevante agora, e a explicação dele foi fantástica).
E por conhecer os médiuns do culto, posso dizer com razoável certeza de que esses não estavam mentindo, e com certeza de que não estavam enriquecendo (poderia dizer no máximo ajudando a sobreviver).

Meu ponto é: Quem aceita a existência do fenômeno, independentemente da motivação do médium, tem sua capacidade crítica afetada? todos esses milhões de pessoas?

Eu posso te contar algumas coisas maravilhosas: Não sei o porque eu passei um período de minha infância (talvez 10 aos 11 anos) acreditando que meu pai e minha mãe estavam juntos apenas para cumprir tabela. Juntando-se isso a outros problemas que tinha em casa, isso estava me gerando um comportamento cínico, algo niilista.
Em um sábado, no pós culto, Pai José me olhou, desenhou uns rabiscos no papel, e disse: "O amor de seu pai pela sua mãe é real e não duvide disso". Bingo, ele, então, me ajudou mais do que você pode imaginar a enfrentar esse problema.
Por duas outras oportunidades, uma talvez com 30 anos e outra com 35 (há dois anos), tive a oportunidade de contar para o meu pai e perguntar para ele se ele sabia, e ele surpreso, me jurou que não, que não havia dito nada.

Guarde esse ponto agora.

À época eu era (na verdade sou) extremamente curioso. E por se curioso , criança, e filho de seu braço direito, me dava ao luxo de fazer-lhe uma série de perguntas:
De onde vieram as músicas do culto? O que é o triângulo das bermudas? Onde você fica quando está incorporando? Qual a origem do universo? Já existe uma briga formal entre o bem e o mal, entre outras perguntas.
Algumas respostas:
1- As músicas vieram de minhas andanças pela áfrica no século XVII - Fato: as músicas estão no cancioneiro umbanda padrão e são um sincretismo de um monte de coisas, inclusive cristianismo.
2- Quando você for adulto te conto.
3- Fico aprendendo em uma escola de anjos - Fato: A escola não estava ensinando muito, o conteúdo do espírito era bem similar ao do meu tio, inclusive citações de telejornais.
4- Uma explosão de planetas - Fato: Sem comentários.
5- Quando você for adulto te conto.

E mais um sem número de coisas sem sentido que ele dizia, como meter o pau na jovem guarda (não sou tão velho cáspita mas ele encanva com isso), que éramos um grupo de escolhidos, que era para tomar banho com sabão de coco (lavar o cabelo também), o que quer dizer que passei a infância toda me ralando com essa merda e achando o máximo, e e mais diversas coisas absurdas.

Agora juntando os dois pontos: É meio improvável que alguém com uma capacidade mediúnica pode fazer um rabisco, interpretar a minha alma e dar esse diagnóstico avançado enquanto solta um conjunto de estultices dignas de um lesado. É improvável que o espirito esteja incorporado e, por uma razão do destino, tenha acesso aos mesmos conhecimentos que meu tio tinha. É improvável que, alguém a tanto tempo morto com acesso a tantas informações, seja tão ignorante a ponto de errar coisas tão básicas como ele fazia.
Outro ponto, por mais que ele tenha me ajudado, ele deixou de lado realmente os problemas que me assombravam e que foram purgados depois de muitos anos e de muito "sangue". Algo como tratar de uma unha em quem tem cancer.

O mais provável que aconteceu? Meu pai contou. Ou o médium inferiu a informação da maneira de como olhava para os dois.
Os tratamentos que ele fazia? Acredite, os remédios eram banais.


O ponto é que o mecanismo de crença funciona como um poderosíssimo "adequador" de realidades. Você encara um fato, mas não seus olhos que estão vendo. O que está vendo são seus olhos, sua crença, a experiência influenciada pela história dos outros, wishfull thinking. Você confirma as informações que encaixam com sua crença, e simplesmente ignora o que não convém.

É um mecanismo do cérebro, funcionamos assim, a mente tem que ser treinada para agir de maneira diferente. Por isso Famado, que o método científico, ao tentar contrapor verdades que aceitamos a fenômenos externos que são comprováveis por terceiros, é a única maneira de podermos admitir tais tipos de fenômeno como confiáveis. A mente humana não é confiável, temos que entender isso e as implicações disso.

Então a resposta é: Milhões e milhões de pessoas se enganam diariamente para viver sua vida de acordo com seu conjunto de crenças, e estão dispostas a defender isso até o último sopro de sua vida.
Tirar-lhes isso significa mudar/destruir sua vida. É muito sério para sua mente deixar passar sem tentar reagir.
Se eu assistisse aos mesmos cultos hoje, viria o absurdo de cara. À época, minha mente não permitiu.

Quanto aos estudos que você disse que queria ver: Acredite, tem muitos. Todos fracos e contestados.








Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Gigaview em 20 de Janeiro de 2010, 00:32:40
Citar
A mente humana não é confiável, temos que entender isso e as implicações disso.

Penso o mesmo. Isso explica quase tudo.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 20 de Janeiro de 2010, 16:28:18
Obrigado Agnóstico. Sua análise tb é excelente. Contudo ela parece explicar apenas uma parte.

Sabe, tinha um amigo meu que era da Igreja Universal. Ele fazia aquele trabalho de fim de ano em Copacabana, de importunar os umbandistas em seus cultos na praia. Ele saia exorcizando um monte deles. Depois de algum tempo já não tinha mais ninguém para exorcizar. Só sobravam os picaretas. Os que não estavam incorporados de fato. Apenas embusteiros e autosugeridos (penso eu). Vc teria (e o Luiz Souto se tiver tb agradeço) alguma opinião sobre o exorcismo. Vc já viu alguém sendo exorcizado? 
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luiz Souto em 20 de Janeiro de 2010, 21:29:58
Obrigado Agnóstico. Sua análise tb é excelente. Contudo ela parece explicar apenas uma parte.

Sabe, tinha um amigo meu que era da Igreja Universal. Ele fazia aquele trabalho de fim de ano em Copacabana, de importunar os umbandistas em seus cultos na praia. Ele saia exorcizando um monte deles. Depois de algum tempo já não tinha mais ninguém para exorcizar. Só sobravam os picaretas. Os que não estavam incorporados de fato. Apenas embusteiros e autosugeridos (penso eu). Vc teria (e o Luiz Souto se tiver tb agradeço) alguma opinião sobre o exorcismo. Vc já viu alguém sendo exorcizado? 
Seu amigo exorcizou todos os umbandistas que faziam os trabalhos de fim de ano em Copacabana até só sobrar os picaretas ?
 :histeria: :histeria: :histeria:

Ok , voltando a falar sério:

Presumo poder analisar o raciocínio do seu amigo da seguinte forma:
" Todas as entidades de Umbanda são demoníacas e o Demônio não resiste ao poder de Jesus , logo , os que não foram exorcizados eram mistificadores." Brilhante enquanto raciocínio auto -justificador. :)

Quanto ao exorcismo , se você se refere ao da IURD e congêneres ( e não ao exorcismo católico) devo dizer que não só o conheço como  , assim como os outros rituais da IURD , é uma pastiche ou "releitura" evangélica de práticas umbandistas.Não há diferença fundamental entre o exorcismo na IURD e a dessobsessão na Umbanda exceto pelo fato que Jesus ser a única "entidade" invocada e a teatralidade explícita não ser comum na Umbanda ( geralmente o descarrego/desobsessão é uma sessão vedada ao público).

Não é a toa que eu denomino a IURD de "Macumba do Bispo" já que ela foi conscientemente moldada como uma concorrente às religiões afro. Se analisar os testemunhos de conversão verá que a maioria são de ex-integrantes de cultos afro , raramente se encontra um espírita ( embora os umbandistas costumem se denominar espíritas) , e o ambiente ritualístico que encontram tem uma similaridade explícita com os rituais dos terreiro/centros de onde vieram. Convenhamos que deixar de fazer o descarrego no terreiro para fazer na Universal mais próxima de sua casa não é nenhuma mudança tão significativa. Daí o sucesso da IURD em arrebanhar conversos das religiões afro , coisa que as denominações evangélicas mais tradicionais nunca conseguiram ( não me consta que batistas , metodistas e muito menos luteranos fizessem sessões de descarrego e distribuição de óleo ungido...).
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: FxF em 20 de Janeiro de 2010, 22:51:02
Talvez seja por isso que as IURD pareça tão exóticas com seus exorcismos ao vivo com danças...
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Leafar em 20 de Janeiro de 2010, 23:06:26
De tanto falarem mal de umbandistas, acabam se assemelhando a eles mais do que qualquer outra seita protestante.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Fabrício em 21 de Janeiro de 2010, 06:43:36
Citar
De tanto falarem mal de umbandistas, acabam se assemelhando a eles mais do que qualquer outra seita protestante.

É verdade. Mas é bem pelo caminho que o Luiz falou, eles se apropriaram dos rituais da umbanda, deram uma maquiada, e com isso conseguiram atrair fiéis que antes eram umbandistas e de outros cultos afro... além do que o "exorcismo espetáculo" e as "curas" deles causam praticamente uma histeria coletiva que só reforça o "poder" dos "bispos".

O Edir Macedo pode ser o maior dos picaretas, mas entende muito bem de marketing e da mentalidade do "crente padrão" brasileiro, principalmente das camadas mais pobres da população. :hmph:.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: André Luiz em 21 de Janeiro de 2010, 08:52:10
Macumba de Bispo foi otima   :histeria:

Tanto as alegaçoes dos evangelicos quanto a dos espiritas curiosamente nunca acontecem em uma fila de banco ou fazendo compras no supermercado
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 21 de Janeiro de 2010, 10:36:57
Conheci uma menina e um rapaz que ambos tinham problemas de incorporação em público. Na sala de aula aconteceu várias vezes. A menina ficava toda torta em plena aula. Era um alvoroço. Já o rapaz tinha o mesmo problema, mas incoporava no meio da rua mesmo. Ele incorporava uma entidade no meio da rua e ecusava uns e outros de serem gays. Era bastante engraçado porque os que ele acusava ficavam meio envergonhados como se realmente estivessem sendo desmascarados.

A Maria Rita tb diz que incorpora quando inicia um show.

Bem, a última pergunta é a seguinte: Porque a maioria das pessoas que incorporam são mulheres e, quando homens, são gays?

(Se o Leafar puder responder tb eu agradeceria)
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Mr. Mustard em 21 de Janeiro de 2010, 10:52:36
Famado,

Já que você acredita com gosto em incoporação, não acha que está forçando um pouquinho a barra perguntando o porquê da incorporação neste fórum?

Esta sua pergunta será prontamente atendida num fórum espírita, não acha? Já que os argumentos céticos não te convence, o dos espíritas certamente. (até rimou, viu?) :-)
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: André Luiz em 21 de Janeiro de 2010, 11:38:15

Ela quer algo vindo da ciencia para que ele possa ajustar a crença dele
 
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Leafar em 21 de Janeiro de 2010, 19:11:08
Bem, a última pergunta é a seguinte: Porque a maioria das pessoas que incorporam são mulheres e, quando homens, são gays?

(Se o Leafar puder responder tb eu agradeceria)
Não sei. Talvez haja algum tipo de predisposição física ou mesmo psicológica. É o mesmo que aconteceu em Morzine, ou seja, o mal atacou em sua grande maioria mulheres jovens. Mas há homens que também podem ser afetados, embora mais raros, como você mesmo disse.

Os Possessos de Morzine (http://www.opiniaoespirita.org/esopdm_ak.htm)

E só uma retificação: a incorporação propriamente dita ocorre sempre com a vontade permissiva do médium. Se o espírito assume o médium contra a vontade dele, trata-se de uma possessão.

Um abraço.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Gigaview em 21 de Janeiro de 2010, 19:17:27
Bem, a última pergunta é a seguinte: Porque a maioria das pessoas que incorporam são mulheres e, quando homens, são gays?

(Se o Leafar puder responder tb eu agradeceria)
Não sei. Talvez haja algum tipo de predisposição física ou mesmo psicológica. É o mesmo que aconteceu em Morzine, ou seja, o mal atacou em sua grande maioria mulheres jovens. Mas há homens que também podem ser afetados, embora mais raros, como você mesmo disse.

Os Possessos de Morzine (http://www.opiniaoespirita.org/esopdm_ak.htm)

E só uma retificação: a incorporação propriamente dita ocorre sempre com a vontade permissiva do médium. Se o espírito assume o médium contra a vontade dele, trata-se de uma possessão.

Um abraço.

De novo Leafar? Que coisa mais cansativa...
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 21 de Janeiro de 2010, 21:55:39
Famado,

Já que você acredita com gosto em incoporação, não acha que está forçando um pouquinho a barra perguntando o porquê da incorporação neste fórum?

Esta sua pergunta será prontamente atendida num fórum espírita, não acha? Já que os argumentos céticos não te convence, o dos espíritas certamente. (até rimou, viu?) :-)

Cara, eu quero saber o que algumas pessoas informadas e experientes daqui acham de determinados casos. Vc não vê que eu procuro respostas? Dá pra ser um pouquinho mais paciente? Perguntar não ofende.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luis Dantas em 21 de Janeiro de 2010, 22:03:00
Bem, a última pergunta é a seguinte: Porque a maioria das pessoas que incorporam são mulheres e, quando homens, são gays?

A pergunta não foi dirigida a mim, mas mesmo assim vou palpitar:

Porque os papéis culturais encorajam certos tipos de pessoas a resistir ao comportamento mediúnico.  Acontece de, na nossa cultura, essas pessoas não serem tão frequentes entre mulheres e homossexuais.

Ou, se preferir: porque mulheres que são tratadas como se devessem ser sempre previsíveis e submissas, e homossexuais que são tratados como se fossem pessoas completamente diferente de quem realmente são tendem a ter mais abertura para mostrar aspectos de suas personalidades que normalmente não seriam reconhecidos.  Estão predispostos a sofrer cisões de personalidade porque se sentem mais desconfortáveis com a personalidade que tem de mostrar publicamente no cotidiano.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Gigaview em 21 de Janeiro de 2010, 22:16:47
Existe também a idéia que a mediunidade está próxima de uma condição de hipersensibilidade. Culturalmente, mulheres e gays tendem a se colocar nessa situação.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luiz Souto em 21 de Janeiro de 2010, 23:51:08
Bem, a última pergunta é a seguinte: Porque a maioria das pessoas que incorporam são mulheres e, quando homens, são gays?

A pergunta não foi dirigida a mim, mas mesmo assim vou palpitar:

Porque os papéis culturais encorajam certos tipos de pessoas a resistir ao comportamento mediúnico.  Acontece de, na nossa cultura, essas pessoas não serem tão frequentes entre mulheres e homossexuais.

Ou, se preferir: porque mulheres que são tratadas como se devessem ser sempre previsíveis e submissas, e homossexuais que são tratados como se fossem pessoas completamente diferente de quem realmente são tendem a ter mais abertura para mostrar aspectos de suas personalidades que normalmente não seriam reconhecidos.  Estão predispostos a sofrer cisões de personalidade porque se sentem mais desconfortáveis com a personalidade que tem de mostrar publicamente no cotidiano.

Olha Dantas no geral eu concordo mas faria alguns reparos baseados no que vivi na Umbanda.
Tanto na Umbanda quanto no Candomblé a participação feminina é grande , mas raramente vi homossexuais como médiuns já que na Umbanda tradicional há um preconceito contra eles. Possivelmente pela herança cristã/espírita o homossexualismo explícito era visto como desviante , não me lembro de nenhum dos médiuns homens dos centros que frequentei serem homossexuais. Enquanto as mulheres "incorporavam" tanto entidades masculinas e femininas os homens só incorporavam entidades masculinas.
Já no Candomblé a situação é completamente diferente , a abertura para os médiuns homossexuais é grande (a ponto das más línguas dizerem que ser homosexual é pré requisito para ser babalorixá  :lol:). Isto se dá porque a sexualidade no Candomblé não é vista pela ótica cristã do pecado original , sexo só para procriação , etc,.. que contamina mesmo aqueles que teoricamente discordam desta visão. O panteão yorubá contempla orixás no mínimo ambíguos como Oxumarê , Ossâin , Logun-Edê que apresentam características hermafroditas e são altamente respeitados ( nenhum destes foi assimilado pela Umbanda).
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Moro em 22 de Janeiro de 2010, 00:04:50
No centro que eu frequentava havia mais mulheres também. Mas o médium principal e seus assessores eram todos homens.

Pai José então ficava tagarelando a noite inteira e os outros médiuns não falavam nada e ficavam dançando os pontos que eram cantados. A única coisa que me chamava atenção era uma mulher que girava o tempo todo sem parar.

Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: CTHULHUZINHO em 22 de Janeiro de 2010, 10:29:45
E já fui nas festas comer e beber de graça... ótimo programa, se tiverem conhecidos que pratiquem peçam pra levar vocês, afinal seu ceticismo não será abalado e o bucho vai ficar cheio :hihi:
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Mr. Mustard em 22 de Janeiro de 2010, 10:51:27
Famado,

Já que você acredita com gosto em incoporação, não acha que está forçando um pouquinho a barra perguntando o porquê da incorporação neste fórum?

Esta sua pergunta será prontamente atendida num fórum espírita, não acha? Já que os argumentos céticos não te convence, o dos espíritas certamente. (até rimou, viu?) :-)

Cara, eu quero saber o que algumas pessoas informadas e experientes daqui acham de determinados casos. Vc não vê que eu procuro respostas? Dá pra ser um pouquinho mais paciente? Perguntar não ofende.

Beleza :ok:

Boa sorte na sua cruzada (já que as cruzadas não levaram à nada...), hehehe.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 22 de Janeiro de 2010, 13:56:47

Ela quer algo vindo da ciencia para que ele possa ajustar a crença dele
 

Ao contrário. Eu gostaria de saber se há algo que pudesse desfazê-la.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 22 de Janeiro de 2010, 13:59:03
Bem, a última pergunta é a seguinte: Porque a maioria das pessoas que incorporam são mulheres e, quando homens, são gays?

A pergunta não foi dirigida a mim, mas mesmo assim vou palpitar:

Porque os papéis culturais encorajam certos tipos de pessoas a resistir ao comportamento mediúnico.  Acontece de, na nossa cultura, essas pessoas não serem tão frequentes entre mulheres e homossexuais.

Ou, se preferir: porque mulheres que são tratadas como se devessem ser sempre previsíveis e submissas, e homossexuais que são tratados como se fossem pessoas completamente diferente de quem realmente são tendem a ter mais abertura para mostrar aspectos de suas personalidades que normalmente não seriam reconhecidos.  Estão predispostos a sofrer cisões de personalidade porque se sentem mais desconfortáveis com a personalidade que tem de mostrar publicamente no cotidiano.

É uma possibilidade.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 22 de Janeiro de 2010, 13:59:37
Existe também a idéia que a mediunidade está próxima de uma condição de hipersensibilidade. Culturalmente, mulheres e gays tendem a se colocar nessa situação.

Tb é possível.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 22 de Janeiro de 2010, 14:02:25
No centro que eu frequentava havia mais mulheres também. Mas o médium principal e seus assessores eram todos homens.

Pai José então ficava tagarelando a noite inteira e os outros médiuns não falavam nada e ficavam dançando os pontos que eram cantados. A única coisa que me chamava atenção era uma mulher que girava o tempo todo sem parar.



Pois é, essa coisa de girar a noite inteira, beber litros de cachaça e andar em cima de caco de vidro sem se prejudicar é difícil de explicar não acha?
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 22 de Janeiro de 2010, 14:07:54


Os Possessos de Morzine (http://www.opiniaoespirita.org/esopdm_ak.htm)

E só uma retificação: a incorporação propriamente dita ocorre sempre com a vontade permissiva do médium. Se o espírito assume o médium contra a vontade dele, trata-se de uma possessão.

Um abraço.
Isso. Possessão é o que eu queria dizer. Tudo que perguntei aqui era relativo a possessão. Ou seja, a entidade entrar na pessoa sem ela querer.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 22 de Janeiro de 2010, 14:10:19

Olha Dantas no geral eu concordo mas faria alguns reparos baseados no que vivi na Umbanda.
Tanto na Umbanda quanto no Candomblé a participação feminina é grande , mas raramente vi homossexuais como médiuns já que na Umbanda tradicional há um preconceito contra eles. Possivelmente pela herança cristã/espírita o homossexualismo explícito era visto como desviante , não me lembro de nenhum dos médiuns homens dos centros que frequentei serem homossexuais. Enquanto as mulheres "incorporavam" tanto entidades masculinas e femininas os homens só incorporavam entidades masculinas.
Já no Candomblé a situação é completamente diferente , a abertura para os médiuns homossexuais é grande (a ponto das más línguas dizerem que ser homosexual é pré requisito para ser babalorixá  :lol:). Isto se dá porque a sexualidade no Candomblé não é vista pela ótica cristã do pecado original , sexo só para procriação , etc,.. que contamina mesmo aqueles que teoricamente discordam desta visão. O panteão yorubá contempla orixás no mínimo ambíguos como Oxumarê , Ossâin , Logun-Edê que apresentam características hermafroditas e são altamente respeitados ( nenhum destes foi assimilado pela Umbanda).

Na IURD o número de possessos tb é maioria feminina e e de homossexuais.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: CTHULHUZINHO em 22 de Janeiro de 2010, 23:42:14
Pois é, essa coisa de girar a noite inteira, beber litros de cachaça e andar em cima de caco de vidro sem se prejudicar é difícil de explicar não acha?
Na verdade não, tenho um amig@ que incorpora e já tive que ajudar a tirar os cacos de vidro e levar pra dar ponto no pé... durante o ritual é claro que ele não sentia nada, alcoolizado e em transe que estava, mas depois eram semanas pra se recuperar. Óbvio que as outras pessoas que viam não faziam essa acompanhamento, mas ja fiquei sabendo que são muito comuns os ferimentos graves tratados as escondidas...
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Gigaview em 22 de Janeiro de 2010, 23:50:49
No centro que eu frequentava havia mais mulheres também. Mas o médium principal e seus assessores eram todos homens.

Pai José então ficava tagarelando a noite inteira e os outros médiuns não falavam nada e ficavam dançando os pontos que eram cantados. A única coisa que me chamava atenção era uma mulher que girava o tempo todo sem parar.



Pois é, essa coisa de girar a noite inteira, beber litros de cachaça e andar em cima de caco de vidro sem se prejudicar é difícil de explicar não acha?

Você tem mesmo certeza que essas coisas são verdadeiras?
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: FxF em 23 de Janeiro de 2010, 00:14:08
Andar sobre cacos de vidro... andar sobre brasa... não tem nenhum "milagre" nisso. Você anda de leve, as brasas ficam debaixo do carvão e os cacos não perfuram. Ué!

Beber litros de cachaça? Não tô com saco hoje pra fazer piada sobre o Lula... :hihi:
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Moro em 23 de Janeiro de 2010, 01:31:31
No centro que eu frequentava havia mais mulheres também. Mas o médium principal e seus assessores eram todos homens.

Pai José então ficava tagarelando a noite inteira e os outros médiuns não falavam nada e ficavam dançando os pontos que eram cantados. A única coisa que me chamava atenção era uma mulher que girava o tempo todo sem parar.



Pois é, essa coisa de girar a noite inteira, beber litros de cachaça e andar em cima de caco de vidro sem se prejudicar é difícil de explicar não acha?

não, tem gente que consegue girar sem ficar tonto, só isso. Tem gente que entorta alicate, quebra algemas, fica 1 hora numa piscina de gelo, e tem gente que gira.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 23 de Janeiro de 2010, 23:30:32
Pois é, e todos eles costumam freqüentar coincidentemente os centros de macumba por aí afora.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bolsonaro neles em 23 de Janeiro de 2010, 23:31:45
No centro que eu frequentava havia mais mulheres também. Mas o médium principal e seus assessores eram todos homens.

Pai José então ficava tagarelando a noite inteira e os outros médiuns não falavam nada e ficavam dançando os pontos que eram cantados. A única coisa que me chamava atenção era uma mulher que girava o tempo todo sem parar.



Pois é, essa coisa de girar a noite inteira, beber litros de cachaça e andar em cima de caco de vidro sem se prejudicar é difícil de explicar não acha?

Você tem mesmo certeza que essas coisas são verdadeiras?

Os cacos de vidro podem ser truque (assim como as brasas) mas a cachaça e o rodopio são muito estranhos.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Pandora em 23 de Janeiro de 2010, 23:35:51
Já fui em centro espírita e em candomblé (nem sei exatamente qual é a realação disso com umbanda e tô com preguiça de pesquisar) não senti nada que as outras pessoas ali sentiram (presenças, arrepios, etc) e o fato das pessoas incorporarem (ou acharem que estão) não me pareceu mais "especial", verossímel ou surpreendente que as pessoas nas igrejas evangélicas que gritam/falam coisas do tipo shilibimmagabitutelafa e acham que estão "falando línguas", como elas dizem.
 
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Tupac em 28 de Janeiro de 2010, 14:09:25
Essse do falando em linguas é uma vergonha alheia cruel... pqp... hahuah

Quando ia na igreja eu ficava olhando as pessoas orarem em vez de orar (isso mais pra quando ja era adolescente...), e ficava tentando imaginar se era possivel e por que não acontecia comigo...
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Bulldog em 28 de Janeiro de 2010, 17:37:41
- la na mata tem a folha da Jurema, a lei de umbanda quem não pode não a tema.. (é assim mesmo)

e a do viramundo
Ô, cadê Vira Mundo, Pemba?
Ta na terrêra, Pemba
Com seu cambono, Pemba
Veado no mato corredor
Cadê meu mano caçador?
Cadê caboclo Ventania?
Oxóssi na mata é vencedor

Caboclo Ventania , Viramundo , Sete-flechas ,Arranca-toco , tem nome de caboclo para todos os gostos.
Nome de preto-velho então... è um monte de Pai e Mãe que não acaba mais.

Os dois tão se empolgando, daqui a pouco um grita eparei meu pai, e o outro canta pra baixar! :histeria: :histeria: :histeria:
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luis Dantas em 28 de Janeiro de 2010, 22:03:32
Tanto na Umbanda quanto no Candomblé a participação feminina é grande , mas raramente vi homossexuais como médiuns já que na Umbanda tradicional há um preconceito contra eles. Possivelmente pela herança cristã/espírita o homossexualismo explícito era visto como desviante , não me lembro de nenhum dos médiuns homens dos centros que frequentei serem homossexuais. Enquanto as mulheres "incorporavam" tanto entidades masculinas e femininas os homens só incorporavam entidades masculinas.

Talvez seja uma característica regional, então.  Os terreiros umbandistas aqui em Curitiba são bastante abertos a homossexuais.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Spitfire em 28 de Janeiro de 2010, 22:21:14
Ué, até onde eu sei é bastante comum os "pai de santo" serem "santas".
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Luis Dantas em 29 de Janeiro de 2010, 07:09:22
E é, mas não estamos discordando nesse ponto.  Pais-de-santo (ou pais-no-santo, creio) são algo que se encontra no Candomblé, não na Umbanda.
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: diego_h em 03 de Fevereiro de 2010, 23:54:50
Ué, até onde eu sei é bastante comum os "pai de santo" serem "santas".

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Um tal de tião, pai de santo aqui na minha cidade, tem um salão de cabelo com o nome de 'Santinha'...
Nos cartazes que são encontrados pregados nos postes pode-se ver:

[Pai tião: faz e desfaz... bla bla bla... contato pelo cel: xyz ou no 'santinha's hair fashion']

 :histeria:
Título: Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Pasqually em 24 de Outubro de 2018, 11:52:39
Famado, então mais uma opinião...

Eu era espírita e achava que entrava em contato com espíritos. Eu também ouvia vozes e ucas.

A explicação é bem simples: Auto-engano.
Tá bom.

A explicação que não explica nada.
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Gigaview em 24 de Outubro de 2018, 12:27:30
Famado, então mais uma opinião...

Eu era espírita e achava que entrava em contato com espíritos. Eu também ouvia vozes e ucas.

A explicação é bem simples: Auto-engano.
Tá bom.

A explicação que não explica nada.

Se esses espíritos e vozes só existem para ele, na mente dele, o autoengano não é uma explicação satisfatória para o que não exige muita explicação, é um diagnóstico, no caso pessoal e consciente, do ato de estar sendo ludibriado pelos seus próprios pensamentos.

Tudo é maya, meu caro. Admitir o auto engano é ter consciência disso. Buscar explicações, justificativas, possibilidades, seja lá o que for, é parte do maya. É como buscar sentido e significado no rorschach das nuvens que se formam no céu.
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Gorducho em 24 de Outubro de 2018, 14:43:33
É... essas alegações existem desde sempre mas até hoje não temos como saber o que de fato "sejam". O que podemos dizer é que a diversidade das formas, muito dependentes de contexto cultural — um adepto espírita brasileiro dificilmente enxergaria um espírito da forma como a médium de En Dor lobrigou o espírito do Samuel, por exemplo...— descartam serem seres extra-paciente.
Poderia ser as tais "formas-pensamento" construídas pelo próprio ou pelo grupo; construções do inconsciente que se apresentam no consciente; [you name it]...
Menos "espíritos" espíritas.
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Fenrir em 22 de Março de 2019, 19:50:26
Nunca fui, o que acontece por lá que pode me fazer "rever meus conceitos"?

Texto de um outro fórum que frequento:

"Aos que não acreditam em Deus eu já perguntei aqui uma vez, vocês tem coragem de ir em um terreiro Ubanda, ou em alguma coisa espírita só pra ver o que acontece? tipo se lhes impressionariam e tal? e se um dia vocês fosse em um lugar desses e alguem falasse de alguma coisa que somente você sabe e mais ninguem você se impressionaria acreditaria em outro plano e espíritos? fale sinceramente tem um monte de gente que fala bem assim "EU NÃO ACREDITO EM ESPÍRITOS E NEM EM DEUS MAS NÃO TENHO CORAGEM DE IR EM UM LUGAR DESSES" pq teóricamente esses Ateus não teriam medo de nada já que não acreditam"

Uma experiencia interessante seria dar informações falsas no centro (ou deixar vazar) e depois ver se elas aparecem
nas "revelações" dadas pelo médium. Sabem se alguem tentou isso?
Ja ouvi dizer que tem centros com ajudantes cuja função é garimpar informações para passar aos médiums.
Uma variação disso seria sabotar técnicas de leitura fria comportando-se ou deixando transparecer que é um tipo de
pessoa diferente do que realmente é ou que está vivendo situações irreais ("atuando", por ex simulando tristeza, desleixo)
e ver o que os médiuns "concluem" disso.
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Gigaview em 22 de Março de 2019, 20:24:20
Nunca fui, o que acontece por lá que pode me fazer "rever meus conceitos"?

Texto de um outro fórum que frequento:

"Aos que não acreditam em Deus eu já perguntei aqui uma vez, vocês tem coragem de ir em um terreiro Ubanda, ou em alguma coisa espírita só pra ver o que acontece? tipo se lhes impressionariam e tal? e se um dia vocês fosse em um lugar desses e alguem falasse de alguma coisa que somente você sabe e mais ninguem você se impressionaria acreditaria em outro plano e espíritos? fale sinceramente tem um monte de gente que fala bem assim "EU NÃO ACREDITO EM ESPÍRITOS E NEM EM DEUS MAS NÃO TENHO CORAGEM DE IR EM UM LUGAR DESSES" pq teóricamente esses Ateus não teriam medo de nada já que não acreditam"

Uma experiencia interessante seria dar informações falsas (ou deixar vazar) e depois ver se elas aparecem nas "revelações" dadas pelo médium
Sabem se alguem tentou isso?
Ja ouvi dizer que tem centros com ajudantes cuja função é garimpar informações para passar aos médiums
Uma variação disso seria sabotar técnicas de leitura fria comportando-se ou deixando transparecer que é um tipo de pessoa diferente do que realmente é ou que estå vivendo situações irreais ("atuando", por ex simulando tristeza, desleixo) e ver o que os médiuns concluem disso

Sim, isso é manjado demais (hot reading). Quase todos os centros fazem isso, alguns organizadamente, outros informalmente (fofoca). O vídeo abaixo mostra algumas situações desse tipo e de leituras equivocadas por parte dos médiuns:



O experimento público mais interessante que conheço é esse abaixo. Veja tudo até o último minuto!



Esse experimento foi baseado no  Philip Experiment realizado nos anos 70. Já postei várias vezes, talvez você já tenha visto antes.

https://en.wikipedia.org/wiki/Philip_experiment

Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Fenrir em 22 de Março de 2019, 22:25:06
O último nao me lembro de ter visto seu post sobre o ultimo e não conhecia nenhum dos 3.
Queria ter visto a reação dos participantes do experimento ao ver a Jane vivinha da silva.
Comentei aqui em casa sobre os videos. Valeu o post!
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Metatron em 26 de Março de 2019, 19:14:44
Quem costuma "burlar" os clientes são os videntes e leituristas da sorte.

Isso não é kardecismo.

Eu já frequentei tanto Umbanda como centros espíritas, todos muito sérios.

É óbvio que os médiuns erram, pois são humanos. Muitos são inseguros, o que bloqueia a comunicação com os Espíritos.

São poucos os grandes médiuns, como Chico Xavier (ainda insuperado), Gasparetto, e outros.

A pergunta é: Vocês já frequentaram algum?
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Gigaview em 26 de Março de 2019, 20:20:34
Quem costuma "burlar" os clientes são os videntes e leituristas da sorte.

Isso não é kardecismo.

O mesmo papo de sempre. Os Gasparettos eram kardecistas? E CX? E o Arigó? O João de Deus certamente nunca foi... :lol:

O único kardecista foi Kardec. O resto é uma questão de preferência pessoal.

Citar
Eu já frequentei tanto Umbanda como centros espíritas, todos muito sérios.

Sei... :lol: Tenho certeza disso.

Citar
É óbvio que os médiuns erram, pois são humanos. Muitos são inseguros, o que bloqueia a comunicação com os Espíritos.

Talvez seja vergonha. Espíritos dizem muita besteira, sempre melodramáticos e sentimentalóides.

Citar
São poucos os grandes médiuns, como Chico Xavier (ainda insuperado), Gasparetto, e outros.

Já foi discutido aqui o "talento" de CX. O Gasparetto, coitado só passava vergonha com aquelas psicopictografias de baixa qualidade desnecessariamente pintadas com os pés. Só era superado pelo irmão que teve a coragem de canalizar John Lennon no programa do Jô Soares falando um inglês péssimo, dentre outros personagens. A mãe, essa sim era esperta, faturou vendendo os livros que psicografava e arrumou briga com a FEB. Todos picaretas.

Citar
A pergunta é: Vocês já frequentaram algum?

Frequentar? Nunca. Aqui em casa já avisei que se isso, dentre outras coisas, acontecer é para providenciar internação imediata sem levar em consideração as minhas palavras, se necessário com uso de camisa de força. Nada contra quem frequenta e nada contra esses centros, com excessão daqueles que se dedicam à picaretagem.
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Fenrir em 26 de Março de 2019, 20:35:13
Quem costuma "burlar" os clientes são os videntes e leituristas da sorte.

Isso não é kardecismo.

Eu já frequentei tanto Umbanda como centros espíritas, todos muito sérios.

É óbvio que os médiuns erram, pois são humanos. Muitos são inseguros, o que bloqueia a comunicação com os Espíritos.

São poucos os grandes médiuns, como Chico Xavier (ainda insuperado), Gasparetto, e outros.

A pergunta é: Vocês já frequentaram algum?

Não enrola. Todo mundo aqui sabe distinguir videntes e quiromantes de kardecismo.
Voce leu mesmo essa thread?? Inclusive tem foristas no CC que sabem de cor as musicas cantadas nos centros de Umbanda.
E sim, há centros espíritas que fazem essas coisas, de vidente & quiromante, como voce diz. Vou achar a referencia e postar.

O centro que frequentei, por um bom tempo em BH, era Kardecista. Meus parentes espíritas eram todos Kardecistas.
Acho que tinham preconceito contra Umbanda.
Lá havia uma grande mesa, num ponto mais alto, onde os médiuns ficavam e a platéia se espalhava mais abaixo
em cadeiras de madeira, como aquelas que se veem em igrejas. Era pequeno: não cabia mais que umas 200 pessoas.

As atividades lá eram basicamente essas:
* Os médiuns incorporavam os espíritos e, quando algum deles se revelava de um tipo pouco evoluído,
maligno ou desesperado alguem passava a doutrina-lo (isso era sempre feito com luzes apagadas)
* Liam trechos dos livros de Kardec ou da Bíblia e discutiam a respeito
* Davam passes em salinhas localizadas lado-a-lado atrás das fileiras de cadeiras

Tudo ou quase tudo era feito pelos médiuns. Vez por outra alguem da platéia participava, por ex fazendo uma pergunta.
Fora isso tinha aquelas festinhas, por ex: junina ou para arrecadar dinheiro para caridade, semelhantes as que a ICAR faz.
Cheguei a ir numa dessas festas uma vez num lugar bem, bem pobre. Era uma casa ou hospital para pessoas com paralisia cerebral.

Não me lembro de presenciar nenhum espírito que alegasse ser parente de algum dos presentes.
Acho que os médiuns deste centro eram mais cautelosos..

Anos depois, meus parentes que eram kardecistas abandonaram o espiritismo:
Alguns se debandaram para uma seita chamada Brahma Kumaris, outros se tornaram crentes...
Ja eu me tornei um diabólico, maligno e maldito cético ateu
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Fenrir em 26 de Março de 2019, 21:16:42
Sobre a referencia mencionada na postagem anterior - Foi do Waldo Vieira:

Citar
Sobre Chico, o que Waldo Vieira revelou foi que Chico não atuava sozinho, e muitas informações específicas como nome do morto, data de falecimento, apelidos e outras informações mais pessoais eram repassadas para Chico através de terceiros. Waldo Vieira dizia que outras pessoas, que estavam ao lado dos “médiuns”, circulavam pelas salas de espera, coletavam algumas informações com as mães desesperadas e as transmitiam para o “médium” diretamente ao pé do ouvido, ou as registrava em cartas enviadas para o “médium”. Um simples exemplo disso seria: “Olha, Chico, uma senhora de nome Maria de Fátima, de 59 anos, irá lhe procurar no próximo domingo para receber informação de seu filho João Pereira Neto, que morreu num terrível acidente de carro aos 35 anos de idade. As pessoas chamavam ele de Neto, e ele deixou duas filhas Beatriz e Isabel de 10 e 11 anos.”

O quote veio daqui: https://jornalggn.com.br/noticia/a-farsa-do-espiritismo/

Claro, você vai desprezar isso porque foi o Waldo Vieira quem disse. Nem precisa se dar ao trabalho de escrever.
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Metatron em 27 de Março de 2019, 09:48:25

O mesmo papo de sempre. Os Gasparettos eram kardecistas? E CX? E o Arigó? O João de Deus certamente nunca foi... :lol:

O único kardecista foi Kardec. O resto é uma questão de preferência pessoal.

E o que dizer dos 3,8 milhões de espíritas (kardecistas) no Brasil, também seguem uma "preferência pessoal"?

Citar
Eu já frequentei tanto Umbanda como centros espíritas, todos muito sérios.

Sei... :lol: Tenho certeza disso.

Na Umbanda, no final dos anos 70 até início dos anos 90, frequentei um terreiro muito bom, para acompanhar minhã mãe que participava da gira. Eu não me interessava em virar adepto, preferi a DE. Mas gostava muito dos rituais e do som dos atabaques.

Você deveria experimentar, é mágico!

Depois, após ser encaminhado por um colega de trabalho, comecei a frequentar a FEESP (Federação Espírita do Estado de São Paulo). Nem preciso dizer que foi amor à primeira vista. Fiz cinco anos de cursos. Trabalhei como "passista" na Câmara de Passes. Lá conheci a minha esposa, com quem tive duas meninas. Desenvolvi mediunidade, vi e ouvi coisas incríveis, incorporei mediunicamente gente desencarnada muito famosa.

Uma pena que esse tempo bom já passou...

 :(

Citar
É óbvio que os médiuns erram, pois são humanos. Muitos são inseguros, o que bloqueia a comunicação com os Espíritos.

Talvez seja vergonha. Espíritos dizem muita besteira, sempre melodramáticos e sentimentalóides.

São bloqueios mentais, eu mesmo não consegui seguir "carreira" mediúnica por causa da minha enorme timidez: odeio quando me torno o centro das atenções...

Meu mentor espiritual, que em vida fora meu tio, me deu altas broncas!

 :(

Citar
São poucos os grandes médiuns, como Chico Xavier (ainda insuperado), Gasparetto, e outros.

Já foi discutido aqui o "talento" de CX. O Gasparetto, coitado só passava vergonha com aquelas psicopictografias de baixa qualidade desnecessariamente pintadas com os pés. Só era superado pelo irmão que teve a coragem de canalizar John Lennon no programa do Jô Soares falando um inglês péssimo, dentre outros personagens. A mãe, essa sim era esperta, faturou vendendo os livros que psicografava e arrumou briga com a FEB. Todos picaretas.

Os Gasparetto se afastaram muito da doutrina. Dá para compará-los aos bispos evangélicos que cultuam a teologia da prosperidade.

Chico Xavier nem se discute, mano. Maior exemplo de espírita cristão de todos os tempos. Simplesmente impoluto.

Citar
A pergunta é: Vocês já frequentaram algum?

Frequentar? Nunca. Aqui em casa já avisei que se isso, dentre outras coisas, acontecer é para providenciar internação imediata sem levar em consideração as minhas palavras, se necessário com uso de camisa de força. Nada contra quem frequenta e nada contra esses centros, com excessão daqueles que se dedicam à picaretagem.

Rsrs...

Como você tem um pré-julgamento de algo que você desconhece? Não lhe parece desonestidade intelectual?

 ::)
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Gorducho em 27 de Março de 2019, 09:54:06
A pergunta é: Vocês já frequentaram algum?
Claro :!: :bravo:
Eu me CRIEI dentro do espiritismo. Mamãe foi evangelizadora no "oficialismo" da FEB (me lembro ouvir ela falar no "corpo fluídico de Jesus" por exemplo...) com 2 cursos concluídos. Íamos nas séances à noite e domingo na evangelização.
Vovó eventualmente ia num Terreiro, inclusive se curou dum cobreiro ali — e nós íamos junto, bien sûr..
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Metatron em 27 de Março de 2019, 09:59:15
Claro, você vai desprezar isso porque foi o Waldo Vieira quem disse. Nem precisa se dar ao trabalho de escrever.

Tenho minhas dúvidas: terá sido mesmo Waldo Veira quem disse isso? Nesses tempos de internet, falsificar citações é a coisa mais fácil, afinal, ela tudo aceita.

Aconselho a leitura dos livros "Por trás do Véu de Ísis" e "As Vidas de Chico Xavier", ambos do jornalista Marcel Souto Maior:

Citar
Como se processa este intercâmbio com o outro mundo? Como explicar as cartas assinadas por mortos - escritas por médiuns, de olhos fechados, em sessões públicas -, repletas de detalhes como nomes, sobrenomes, apelidos de família e minúcias sobre as circunstâncias da morte? "Por trás do véu de Ísis" é um diário desta busca. Um mergulho num universo marcado por dor, saudade, esperança e desconfiança também: o mundo dos pais que perderam filhos e procuram, nas mensagens psicografadas, a prova de que eles continuam vivos. Marcel Souto Maior percorre um terreno movediço, onde consciente e inconsciente se encontram e onde os riscos de fraude ou de auto-sugestão são permanentes. O que diz a ciência? O que dizem os médiuns? Será que já é possível comprovar, cientificamente, a vida depois da morte? As respostas estão em "Por trás do véu de Ísis", a mais completa e intrigante reportagem já produzida sobre este território onde vivos e mortos se encontram. O véu de Ísis - citado numa mensagem psicografada por Chico Xavier - simboliza, na mitologia egípcia, a teia que separa morte e vida, eterno e profano. É uma ponta deste véu que Marcel ergue nesta investigação jornalística. "As Vidas de Chico Xavier" Chico Xavier viveu seus 92 anos no limite. Com um pé na terra e outro no além, fechou os olhos e pôs no papel poemas, crônicas, mensagens. Em 2002, o médium que foi eleito um dos brasileiros mais importantes do século XX encerrou sua missão. Virou mito. Este livro traz sua história escrita pelo jornalista Marcel Souto Maior.
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Gorducho em 27 de Março de 2019, 10:01:07
E o que dizer dos 3,8 milhões de espíritas (kardecistas) no Brasil
:hmph:
Praticamente não tem kardecistas no Brasil. Note que o "oficialismo" FEB NÃO É kardecista (CX + Roustaing :no:).
O cosmo aristotélico de CX com as "esferas" é de inspiração anglo, completamente diferente do cosmo kardecista inspirado pelo Jean Reynaud :no:
Me lembro de mamãe falando no "corpo fluídico de Jesus" :ok:
Ela devia achar que baby JC enganava a Maria desviando o leite ::)
Quando Maria, sendo Jesus, na aparência, pequenino, lhe dava o seio — o leite era desviado pelos Espíritos superiores que o cercavam, de um modo bem simples: em vez de ser sorvido pelo "menino", que dele não precisava, era restituído à massa do sangue por uma ação fluídica, que se exercia sobre Maria, inconsciente dela.
Não vos espanteis de que o leite fosse assim restituído à massa do sangue.
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Metatron em 27 de Março de 2019, 10:34:27
Praticamente não tem kardecistas no Brasil. Note que o "oficialismo" FEB NÃO É kardecista (CX + Roustaing :no:).

Gorducho, não sei como está hoje, mas quando fiz os 5 anos de cursos NA FEESP, era só Kardec na veia. Estudamos principalmente o LE e o LM.

É certo que a maioria das pessoas lê e segue os ensinamentos de Chico Xavier, tido como um complemento à Doutrina.

E quando a gente fala "kardecista", não é somente por causa do Codificador, mas para diferenciar o Espiritismo da DE do espiritualismo de outras vertentes, como por exemplo Umbanda e Candomblé. Os leigos confundem muito uns com os outros.
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Gorducho em 27 de Março de 2019, 11:14:37
NA FEESP, era só Kardec na veia. Estudamos principalmente o LE e o LM.
:stunned:
Não lhe ensinaram que tem uma "colônia" bem em cima do prédio :?: :?: :?:
Citar
É certo que a maioria das pessoas lê e segue os ensinamentos de Chico Xavier, tido como um complemento à Doutrina.
Então... o cosmo em "esferas" de CX é anglo.
A própria FEB reconheceu isso. Se tem dúvidas veja n'O Reformador julho de '45.
No oficialismo FEB eu diria que os escritos de CX têm papel análogo os Atos ou às Epístolas do cristianismo "clássico" (não espírita); sendo na prática escritos Canônicos, Sagrados. Isso não teria problema se como lhe falei a cosmologia não fosse completamente diferente da kardecista.
Ademais: veja que nas cartinhas consoladoras a cosmologia já é outra :no: Não se fala nas "colônias", no umbral... certo  :?:
Citar
Os leigos confundem muito uns com os outros.
Mas nós somo especialistas, então há que haver precisão técnica entre técnicos :ok:
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Sergiomgbr em 27 de Março de 2019, 11:41:10

Quando Maria, sendo Jesus, na aparência, pequenino, lhe dava o seio — o leite era desviado pelos Espíritos superiores que o cercavam, de um modo bem simples: em vez de ser sorvido pelo "menino", que dele não precisava, era restituído à massa do sangue por uma ação fluídica, que se exercia sobre Maria, inconsciente dela.
Não vos espanteis de que o leite fosse assim restituído à massa do sangue.

É cada coisa cabulosa que a gente acha que nunca vai ver mas vê... A consternação e inominavi...
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Gigaview em 27 de Março de 2019, 11:54:48
Pois é... :histeria:
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Metatron em 27 de Março de 2019, 17:52:11
NA FEESP, era só Kardec na veia. Estudamos principalmente o LE e o LM.
:stunned:
Não lhe ensinaram que tem uma "colônia" bem em cima do prédio :?: :?: :?:

Muitos diziam muitas coisas, mas os ensinamentos eram de Kardec...
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Gorducho em 27 de Março de 2019, 18:33:06
Muitos diziam muitas coisas, mas os ensinamentos eram de Kardec...
Menos mal então :ok:
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Gigaview em 27 de Março de 2019, 22:03:21
Espíritos concorrendo ao Oscar....

Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Metatron em 28 de Março de 2019, 13:35:52
Muito bom!
Título: Re:Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
Enviado por: Geotecton em 28 de Março de 2019, 14:38:34
Que bos..!