Forum Clube Cetico

Discussões => História, Sociedade, Comportamento e Filosofia => Tópico iniciado por: Barata Tenno em 26 de Agosto de 2011, 12:58:12

Título: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Barata Tenno em 26 de Agosto de 2011, 12:58:12

Citar
"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante; assista




"Filho da puta, você não morreu ainda? Olha pra cá! Maldito. Não morreu ainda", diz uma das vozes, enquanto a imagem, em close, mostra a cena forte: um homem pardo, caído, espumando pela boca. Os olhos dele estão paralisados, em choque, com as pupilas dilatadas. A roupa está ensopada de sangue.

Ao fundo, é possível ouvir uma comunicação entre carros da polícia e os nomes Copom (Central de Operações da Polícia Militar) e Rota, grupo especial da PM paulista. Há um veículo Astra, de cor azul, com as portas abertas.



"Estrebucha! Filho da puta", diz uma outra voz.

Há um segundo homem estendido no chão. Ele está de bruços, algemado e chora.

"Tomara que morra a caminho [do hospital]. Não vai morrer, não?", diz, com ar de deboche, um outro PM.

As cenas estão gravadas em um vídeo obtido pela Folha. Elas estão nas mãos da cúpula da Segurança Pública paulista há duas semanas.

O Comando Geral da PM, o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, da Polícia Civil, e o Ministério Público Estadual querem saber quem são os dois homens que aparecem caídos no chão e como eles foram feridos.

Além disso, investigam onde e quando as imagens foram feitas. Há suspeita de que o episódio tenha ocorrido na Grande São Paulo e que as imagens tenham sido gravadas pelos próprios PMs (numa cena de crime como a que aparece no vídeo, apenas policiais têm livre acesso).

As autoridades também buscam informações se os suspeitos estão vivos ou mortos ou se estão presos.


Folha (http://www1.folha.uol.com.br/multimidia/videocasts/964738-estrebucha-diz-pm-a-baleado-agonizante-assista.shtml)





Citar
PM identifica envolvidos em filmagem de suspeitos agonizantes



A Polícia Militar identificou dez policiais militares que estavam no local onde dois homens feridos foram filmados agonizando. Eles são do 38º Batalhão e um deles gravou as imagens, diz a PM. Seus nomes não foram divulgados. O vídeo foi publicado pela Folha.com nesta quarta-feira.

"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante

No vídeo, é possível ouvir: "Filho da puta, você não morreu ainda? Olha pra cá! Maldito. Não morreu ainda". A câmera mostra então uma cena forte: um homem pardo, caído, espumando pela boca, com a roupa ensopada de sangue.

Segundo a polícia o caso ocorreu no dia 9 de maio de 2008, no Parque São Rafael, zona leste de São Paulo.

Os homens teriam sido feridos por um guarda civil. Acionada, a PM enviou quatro carros e dez homens para o local.

O homem que aparece espumando pela boca no vídeo é Tiago Silva de Oliveira, e era suspeito de ter roubado R$ 525, dois celulares e um talão de cheques.

Segundo a PM, ele chegou a ser socorrido ao hospital de Sapopemba, mas morreu três dias depois.

O outro homem ferido que aparece no vídeo tem 16 anos e não teve seu nome divulgado. Segundo a PM ele está vivo e foi ouvido sobre o caso hoje.

O major Levi Félix, da Corregedoria da PM, afirmou que o fato de o caso ter ocorrido em 2008 não minimiza sua gravidade.

As cenas estão nas mãos da cúpula da Segurança Pública paulista há duas semanas.

RESISTÊNCIAS

Entre janeiro e junho deste ano, 334 pessoas foram mortas por PMs (em serviço ou não) no Estado de São Paulo. A média diária é de 1,85. Desse total, 241 óbitos ocorreram em casos de "resistência seguida de morte em serviço". No mesmo período, o número de policiais militares mortos (em serviço ou não) foi de 25.

Folha (http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/965312-pm-identifica-envolvidos-em-filmagem-de-suspeitos-agonizantes.shtml)


Nao entendi o crime pelo qual os PMs vao ser afastados.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 26 de Agosto de 2011, 13:07:33
Omissão de socorro e alguma outra punição por comentários anti-éticos.

Mas eles não deverão ser punidos pela omissão por que existe uma Portaria Interministerial do Ministério da Justiça que proíbe que policiais prestem socorro a vítimas de arma de fogo sob pena de prisão em flagrante por desfazer o local do crime.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Gaúcho em 26 de Agosto de 2011, 13:08:55
Bandido bom é bandido morto.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Geotecton em 26 de Agosto de 2011, 13:17:03
[...]
Mas eles não deverão ser punidos pela omissão por que existe uma Portaria Interministerial do Ministério da Justiça que proíbe que policiais prestem socorro a vítimas de arma de fogo sob pena de prisão em flagrante por desfazer o local do crime.

Mesmo em situações-limite onde há risco claro de vida para a vítima, mesmo que seja somente um suspeito?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 26 de Agosto de 2011, 13:36:35
[...]
Mas eles não deverão ser punidos pela omissão por que existe uma Portaria Interministerial do Ministério da Justiça que proíbe que policiais prestem socorro a vítimas de arma de fogo sob pena de prisão em flagrante por desfazer o local do crime.

Mesmo em situações-limite onde há risco claro de vida para a vítima, mesmo que seja somente um suspeito?

Sim. E se você parar pra pensar friamente na situação, também vai concordar.

Nós prestamos muito socorros de emergência, mas geralmente são grávidas, acidentados em ocorrências de trânsito, pessoas de idade e semelhantes onde não há o risco de haver a possibilidade de ter se desfeito a cena do crime.

Claro, além dos motivos óbvios, o policial não recebe equipamento de risco biológico. EU não ponho a mão em bandido que tá sangrando. Como já disse aqui, amigo meu tomou cusparada na cara de um camarada que mordeu a língua e tem 6 meses que tá com o c... na mão esperando pra não ter HIV como o cara não tinha. 6 meses tomando coquetel e fazendo acompanhamento mensal, além de estar receoso de se aproximar da mulher e dos filhos.

Em MG, uma Instrução da Corregedoria desse ano diz que será preso por desfazer o local do crime qualquer policial que tocar em feridos com armas de fogo com a intenção de levá-los ao hospital.

Como disse, os comentários dos policiais foram infelizes e a imprensa fazendo "mimimi" sem conhecer esse tipo de legislação não ajuda. Mas punidos por omissão eles não serão mesmo. A NÃO SER que eles não tenham acionado o serviço de emergência. Isso a reportagem não observa.

Juiz: Por que vocês não ajudaram?
Policial: Não são fornecidos pelo Estado meios para socorro de vítimas com risco biológico para os agentes. Além de haver uma portaria Federal que veta o socorro a vítimas de arma de fogo onde policiais ou agentes públicos possam estar envolvidos.
Juiz: E os comentários?
Policial: Não mudam o fato de que não são fornecidos meios...

EDIT: Ah sim, tinha me esquecido. Que se f... os bandidos. Quem estiver com dó, pega e leva pra casa.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Osler em 26 de Agosto de 2011, 15:11:40
EDIT: Ah sim, tinha me esquecido. Que se f... os bandidos. Quem estiver com dó, pega e leva pra casa.

Tìpico comentário de um Ateu, vê-se logo que está afastado de Jesus  :biglol:
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Moro em 27 de Agosto de 2011, 00:31:16
Um comentario ridículo.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: ReVo em 27 de Agosto de 2011, 01:04:22
Imagino se fosse o policial ferido e o bandido de pé. Na minha cabeça, o bandido não perguntaria, ele cravaria de bala o policial e iria embora sorrindo, pois teria acabado de se torna mais um ídolo da bandidagem.  :)
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 27 de Agosto de 2011, 08:13:10


EDIT: Ah sim, tinha me esquecido. Que se f... os bandidos. Quem estiver com dó, pega e leva pra casa.
Bandido bom é bandido morto.

Esse é o grau de civilização da nossa sociedade, é lamentável.  :(
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 27 de Agosto de 2011, 09:08:52
Interessante como a língua é o chicote do corpo...

Aliás... o teclado. :)
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Týr em 27 de Agosto de 2011, 10:36:57
Isso é mais comum do que pode parecer.

Esses dias recuperei uma moto furtada. No BO constava o seguinte:

"Abordamos o Sr. XXX que estava sobre a moto parada e de capacete. Constatamos que a moto era objeto de furto. Então demos voz de prisão. Em seguida levamos o Sr. XXX para atendimento médico na UAI Pampulha. Após o dirigimos até a 1ª DP".

Eu só fico abismado como estes camburões da PM são tão fácil de bater a cabeça, todo mundo se machuca.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Titoff em 27 de Agosto de 2011, 12:06:21
Imagino se fosse o policial ferido e o bandido de pé. Na minha cabeça, o bandido não perguntaria, ele cravaria de bala o policial e iria embora sorrindo, pois teria acabado de se torna mais um ídolo da bandidagem.  :)

Bom, um representa o Estado e suas regras (leis) e o outro não. Estimularia eliminar as diferenças que tornam possível você identificar quem é quem?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: EuSouOqueSou em 27 de Agosto de 2011, 12:08:56
MORRE DIABO!

(http://www.morrediabo.com.br/morre-diabo.jpg)

:p
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Gaúcho em 27 de Agosto de 2011, 12:17:42


EDIT: Ah sim, tinha me esquecido. Que se f... os bandidos. Quem estiver com dó, pega e leva pra casa.
Bandido bom é bandido morto.

Esse é o grau de civilização da nossa sociedade, é lamentável.  :(


Eu não sou civilizado?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 27 de Agosto de 2011, 12:31:25


EDIT: Ah sim, tinha me esquecido. Que se f... os bandidos. Quem estiver com dó, pega e leva pra casa.
Bandido bom é bandido morto.

Esse é o grau de civilização da nossa sociedade, é lamentável.  :(


Eu não sou civilizado?
Não. Desejar a morte de bandido, mesmo não agindo de maneira alguma para contribuir com isso e externar essa opinião é crime de acordo com o...

Opa, peraí...
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 27 de Agosto de 2011, 15:09:51


EDIT: Ah sim, tinha me esquecido. Que se f... os bandidos. Quem estiver com dó, pega e leva pra casa.
Bandido bom é bandido morto.

Esse é o grau de civilização da nossa sociedade, é lamentável.  :(


Eu não sou civilizado?

Você eu não conheço, seu comentário demonstra uma absurda falta de senso de justiça e total falta de conhecimento do que é um bandido e do que é um cidadão, de acordo com todas a melhores constituições democráticas do nosso tempo. Infelizmente é um comentário bem comum. :(
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Barata Tenno em 27 de Agosto de 2011, 15:15:53


EDIT: Ah sim, tinha me esquecido. Que se f... os bandidos. Quem estiver com dó, pega e leva pra casa.
Bandido bom é bandido morto.

Esse é o grau de civilização da nossa sociedade, é lamentável.  :(


Eu não sou civilizado?

Você eu não conheço, seu comentário demonstra uma absurda falta de senso de justiça e total falta de conhecimento do que é um bandido e do que é um cidadão, de acordo com todas a melhores constituições democráticas do nosso tempo. Infelizmente é um comentário bem comum. :(
Explique o negrito por favor.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 27 de Agosto de 2011, 15:23:24


EDIT: Ah sim, tinha me esquecido. Que se f... os bandidos. Quem estiver com dó, pega e leva pra casa.
Bandido bom é bandido morto.

Esse é o grau de civilização da nossa sociedade, é lamentável.  :(


Eu não sou civilizado?

Você eu não conheço, seu comentário demonstra uma absurda falta de senso de justiça e total falta de conhecimento do que é um bandido e do que é um cidadão, de acordo com todas a melhores constituições democráticas do nosso tempo. Infelizmente é um comentário bem comum. :(
Explique o negrito por favor.

Basicamente leia-se como Direitos Humanos. Somente a garantia de que sem ser julgado e condenado, um bandido ou um cidadão comum não tenha que pagar com a pena capital pelo seu crime, que não sabemos quais foram, porque foram e em que condições se deram. Os policiais, num caso como esse não são cidadãos, são criminosos, tão hediondo quanto qualquer assassino.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 27 de Agosto de 2011, 15:27:30
Os policiais, num caso como esse não são cidadãos, são criminosos, tão hediondo quanto qualquer assassino.

E você consegue tipificar o crime deles, Juca?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Barata Tenno em 27 de Agosto de 2011, 15:35:02


EDIT: Ah sim, tinha me esquecido. Que se f... os bandidos. Quem estiver com dó, pega e leva pra casa.
Bandido bom é bandido morto.

Esse é o grau de civilização da nossa sociedade, é lamentável.  :(


Eu não sou civilizado?

Você eu não conheço, seu comentário demonstra uma absurda falta de senso de justiça e total falta de conhecimento do que é um bandido e do que é um cidadão, de acordo com todas a melhores constituições democráticas do nosso tempo. Infelizmente é um comentário bem comum. :(
Explique o negrito por favor.

Basicamente leia-se como Direitos Humanos. Somente a garantia de que sem ser julgado e condenado, um bandido ou um cidadão comum não tenha que pagar com a pena capital pelo seu crime, que não sabemos quais foram, porque foram e em que condições se deram. Os policiais, num caso como esse não são cidadãos, são criminosos, tão hediondo quanto qualquer assassino.
Voce sabe que nao foram os policiais que mataram os rapazes no caso supracitado ne?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 27 de Agosto de 2011, 15:52:40

Basicamente leia-se como Direitos Humanos. Somente a garantia de que sem ser julgado e condenado, um bandido ou um cidadão comum não tenha que pagar com a pena capital pelo seu crime, que não sabemos quais foram, porque foram e em que condições se deram. Os policiais, num caso como esse não são cidadãos, são criminosos, tão hediondo quanto qualquer assassino.

A pessoa não deixa de ser cidadã por ter cometido um crime ou delito. Se o caso dos policiais foi crime ou não ainda não posso dizer, mas com certeza houve um problema ético na forma que os detidos foram tratados. Quanto ao atendimento, concordo com o diegojaf que deve-se ter EPI para tanto, o que leva a outra questão: o estado tem o dever de fornecer esse EPI, pelo menos luvas, óculos, avental e máscara para primeiros socorros.
Quanto ao "bandido bom é bandido morto", se alguém rouba uma banana no supermercado é um bandido, ele deve ser morto???
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 27 de Agosto de 2011, 16:12:42

Basicamente leia-se como Direitos Humanos. Somente a garantia de que sem ser julgado e condenado, um bandido ou um cidadão comum não tenha que pagar com a pena capital pelo seu crime, que não sabemos quais foram, porque foram e em que condições se deram. Os policiais, num caso como esse não são cidadãos, são criminosos, tão hediondo quanto qualquer assassino.

A pessoa não deixa de ser cidadã por ter cometido um crime ou delito. Se o caso dos policiais foi crime ou não ainda não posso dizer, mas com certeza houve um problema ético na forma que os detidos foram tratados. Quanto ao atendimento, concordo com o diegojaf que deve-se ter EPI para tanto, o que leva a outra questão: o estado tem o dever de fornecer esse EPI, pelo menos luvas, óculos, avental e máscara para primeiros socorros.
Quanto ao "bandido bom é bandido morto", se alguém rouba uma banana no supermercado é um bandido, ele deve ser morto???
Não sei se o Di Gaúcho falou sério ou estava brincando, mas suponhamos que ele tenha falado sério. Acho que a frase dele se aplica, não aos que roubam para sobreviver, como o cara que rouba uma banana, mas sim aos que roubam por não quer nada com a vida, aos assassinos, estupradores, pedófilos, etc.
Lógico que roubar, em qualquer hipótese, é errado, porém há explicação (não uma justificativa) para aqueles que roubam por pura necessidade. Já cansei de ver playboy roubando, fazendo merda na rua, entre outras coisas. Não que eu ache que ele deva morrer por isso, mas caso tome um tiro, não sou eu que lamentarei a sua dor, ou eventual morte.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 27 de Agosto de 2011, 16:18:13
Voce sabe que nao foram os policiais que mataram os rapazes no caso supracitado ne?

Para o Juca e seus semelhantes, devido processo legal e presunção de inocência só serve pra esquerda e cia. O resto é culpado (mesmo que não exista crime pra tipificar) até que se prove o contrário (ou passe da oposição para situação...). :lol:
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Moro em 27 de Agosto de 2011, 16:38:10
Imagino se fosse o policial ferido e o bandido de pé. Na minha cabeça, o bandido não perguntaria, ele cravaria de bala o policial e iria embora sorrindo, pois teria acabado de se torna mais um ídolo da bandidagem.  :)

Claro nao existe escala para os criminosos, fumou um baseado ou roubou 500 cruzeros, ele seria capaz de torturar uma criança de 5 anos. Ou mesmo que haja essa escala, a poliça é capaz de na hora entender se o bandido merece ou nao.

E claro que as frases dos policiais enquanto morre um ser humano nao são relevantes para tipifica-los como assassinos, já que a- ou bandido bom é bandido morto OU b- eles nao infringiram nenhuma lei então nao importa os requintes de crueldade.

Nada mais do que o esperado de alguns seres que são absolutistas morais
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Moro em 27 de Agosto de 2011, 16:41:44
E por outro lado, se o bandido fosse de direita OU o policial membro da guarda de fidel, estaria tudo OK para o Juca, pois precisamos quebrar gravetos para implantar o paraíso na terra.


No geral, de um extremo ou de outro, tosqueira pura.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Gaúcho em 27 de Agosto de 2011, 16:43:20
Você eu não conheço, seu comentário demonstra uma absurda falta de senso de justiça

Como assim "senso de justiça"? Eu só gosto quando um bandido morre. Ponto. Não tem nenhuma filosofia por trás da minha frase, não.

e total falta de conhecimento do que é um bandido e do que é um cidadão, de acordo com todas a melhores constituições democráticas do nosso tempo. Infelizmente é um comentário bem comum. :(

Bandido comete crimes. Cidadão é a pessoa física, nacional (nata ou naturalizada), no pleno exercício dos direitos políticos. Qual a dúvida? :?

Quanto ao "bandido bom é bandido morto", se alguém rouba uma banana no supermercado é um bandido, ele deve ser morto???

Não. Eu não enxergo tudo preto e branco, não. Eu consigo ver a diferença entre um bandido que rouba um pão para alimentar seus filhos e um vagabundo que me aponta uma arma para levar meu carro.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 27 de Agosto de 2011, 16:46:03

Não sei se o Di Gaúcho falou sério ou estava brincando, mas suponhamos que ele tenha falado sério. Acho que a frase dele se aplica, não aos que roubam para sobreviver, como o cara que rouba uma banana, mas sim aos que roubam por não quer nada com a vida, aos assassinos, estupradores, pedófilos, etc.
Lógico que roubar, em qualquer hipótese, é errado, porém há explicação (não uma justificativa) para aqueles que roubam por pura necessidade. Já cansei de ver playboy roubando, fazendo merda na rua, entre outras coisas. Não que eu ache que ele deva morrer por isso, mas caso tome um tiro, não sou eu que lamentarei a sua dor, ou eventual morte.
Ainda não se justifica a frase. Não se trata de se lamentar ou não a morte de alguém durante um delito (até porque ele próprio assume esse risco, consciente ou não), mas que após estar sob a custódia do estado ele deve ser julgado e punido proporcionalmente ao crime cometido (o que não significa execução sumária) e, após a pena, ser reintroduzido à sociedade reabilitado (ainda que a taxa seja baixa, ainda mais no Brasil, existe sim ex-detentos reabilitados).
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 27 de Agosto de 2011, 17:23:27
Qual seria a pena para uma pessoa, sem nenhum tipo de distúrbio mental, que tenha cometido um crime hediondo, como por exemplo o assassinato de Galdino Jesus dos Santos, que foi queimado vivo por 5 jovens de classe média-alta?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 27 de Agosto de 2011, 17:48:45
A que foi estipulada pelo legislador, levando em consideração os agravantes do crime. De qualquer forma, não deve ser tal que não permita a reabilitação (o que, obviamente, a pena de morte não permite). Como disse em outro tópico, tenho repensado a pena capital para casos muito específicos.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 27 de Agosto de 2011, 17:59:35
Creio que todos nós sabemos, de acordo com o Art. 121 do Código Penal brasileiro (com os agravantes descritos no § 2º, incisos II, III e IV), qual é a pena para tal crime. O que eu quero saber é, para você, qual a pena adequada.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Barata Tenno em 27 de Agosto de 2011, 18:16:24

Não sei se o Di Gaúcho falou sério ou estava brincando, mas suponhamos que ele tenha falado sério. Acho que a frase dele se aplica, não aos que roubam para sobreviver, como o cara que rouba uma banana, mas sim aos que roubam por não quer nada com a vida, aos assassinos, estupradores, pedófilos, etc.
Lógico que roubar, em qualquer hipótese, é errado, porém há explicação (não uma justificativa) para aqueles que roubam por pura necessidade. Já cansei de ver playboy roubando, fazendo merda na rua, entre outras coisas. Não que eu ache que ele deva morrer por isso, mas caso tome um tiro, não sou eu que lamentarei a sua dor, ou eventual morte.
Ainda não se justifica a frase. Não se trata de se lamentar ou não a morte de alguém durante um delito (até porque ele próprio assume esse risco, consciente ou não), mas que após estar sob a custódia do estado ele deve ser julgado e punido proporcionalmente ao crime cometido (o que não significa execução sumária) e, após a pena, ser reintroduzido à sociedade reabilitado (ainda que a taxa seja baixa, ainda mais no Brasil, existe sim ex-detentos reabilitados).
Utopia é uma coisa tão reconfortante né?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Moro em 27 de Agosto de 2011, 19:15:25
Na hora de argumentar contra usuários de maconha, coloca-se a lei como marco absoluto. Na hora de se esperar que a policia haja como se espera ao ter em sua guarda um criminoso, a lei e os procedimentos são meio utópicos.

Em comum, a mensagem e o pensamento de  "pau na bandidagem" ou "bandido bom é bandido morto". Bem sintomático.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 27 de Agosto de 2011, 19:24:17
Na hora de argumentar contra usuários de maconha, coloca-se a lei como marco absoluto. Na hora de se esperar que a policia haja como se espera ao ter em sua guarda um criminoso, a lei e os procedimentos são meio utópicos.

Em comum, a mensagem e o pensamento de  "pau na bandidagem" ou "bandido bom é bandido morto". Bem sintomático.

Acho que você está confundindo as coisas.

Você consegue achar onde os policiais agiram contra a lei? Você consegue tipificar a conduta deles como? A ambulância havia sido chamada, o socorro foi prestado. Ponto final.

Queria que eles jogassem os pilas na viatura sem equipamentos de risco biológico? Por que? A lei manda que façam isso? Onde? Eles recebem auxílio insalubridade pra correr esse risco?

Como já disse, os comentários podem ter sido infelizes, mas nada além disso foi cometido. A lei foi cumprida. O que você chama de "marco absoluto" nada mais é do que padronização de procedimentos diante da norma legal.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 27 de Agosto de 2011, 19:41:07
Não sou juiz ou mesmo estudioso da lei para dar uma resposta adequada, mas o período máximo de encarceramento não deve passar de 30 anos, ainda que sua pena tenha sido maior. De qualquer forma, o objetivo da pena não é, como você parece entender ou querer me induzir a, reparar o dano sofrido pela família ou pela vítima. Se assim o fosse, estaríamos de volta à Lei de Talião, do olho por olho, dentre por dente. O objetivo da pena é punir, educar e reabilitar. Se eu fosse parente da vítima, provavelmente não aceitaria menos que esse pessoal fosse condenado à morte lenta sob cozimento lento em óleo fervente, mas isso é justiça e vingança tribal, o Estado é impessoal e deve tratar do caso impessoalmente sob a orientação da legislação em vigor, ainda que pareça injusto para alguns, é isso que nos assegura um estado civilizado.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Geotecton em 27 de Agosto de 2011, 19:44:12
[...]
o Estado é impessoal e deve tratar do caso impessoalmente sob a orientação da legislação em vigor, ainda que pareça injusto para alguns, é isso que nos assegura um estado civilizado.

A menos que se instaure, legalmente, a pena de morte.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 27 de Agosto de 2011, 19:59:56
Não sou juiz ou mesmo estudioso da lei para dar uma resposta adequada, mas o período máximo de encarceramento não deve passar de 30 anos, ainda que sua pena tenha sido maior. De qualquer forma, o objetivo da pena não é, como você parece entender ou querer me induzir a, reparar o dano sofrido pela família ou pela vítima. Se assim o fosse, estaríamos de volta à Lei de Talião, do olho por olho, dentre por dente. O objetivo da pena é punir, educar e reabilitar. Se eu fosse parente da vítima, provavelmente não aceitaria menos que esse pessoal fosse condenado à morte lenta sob cozimento lento em óleo fervente, mas isso é justiça e vingança tribal, o Estado é impessoal e deve tratar do caso impessoalmente sob a orientação da legislação em vigor, ainda que pareça injusto para alguns, é isso que nos assegura um estado civilizado.
A minha intenção com a pena capital não é reparar danos, se fosse, realmente seria olho por olho e dente por dente. A minha intenção, como você mesmo exemplificou, é punir.
No caso que eu citei, eram 5 jovens de classe média-alta, educação de qualidade tenho certeza que não lhes faltou, e em casos específicos como o citado, a pena na minha opinião seria a morte. Eu, particularmente, não vejo uma pessoa que comete tal barbaridade sendo reeducada. Mas é questão de opinião.
Explique a parte em negrito, por favor. Deu a entender que com a pena de morte instaurada o Estado deixaria de tratar os casos impessoalmente.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: ReVo em 27 de Agosto de 2011, 20:03:31
Creio que todos nós sabemos, de acordo com o Art. 121 do Código Penal brasileiro (com os agravantes descritos no § 2º, incisos II, III e IV), qual é a pena para tal crime. O que eu quero saber é, para você, qual a pena adequada.

O caso do índio Gauldino vale a pena ser pesquisado.
Se não me engano, houve uma desclassificação do art. 121 para ser tipificado como art. 129.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 27 de Agosto de 2011, 20:12:25
Creio que todos nós sabemos, de acordo com o Art. 121 do Código Penal brasileiro (com os agravantes descritos no § 2º, incisos II, III e IV), qual é a pena para tal crime. O que eu quero saber é, para você, qual a pena adequada.

O caso do índio Gauldino vale a pena ser pesquisado.
Se não me engano, houve uma desclassificação do art. 121 para ser tipificado como art. 129.
Acho difícil isso ter acontecido ReVo, pelo o que eu li 4 deles (1 era menor de idade) pegaram 14 anos de prisão, a maior pena para o crime descrito no Art. 129, § 3º é de 4 a 12 anos.
Mas tirando a pena, é possível isso ter acontecido, já que eles alegaram que era apenas uma "brincadeira" para "dar um susto".

Edit: "O julgamento correu o risco de ser anulado devido ao fato de a presidente do Tribunal do Júri, a juíza Sandra de Santis, ser considerada impedida de dar a sentença final por ter participado da parte inicial do processo, além de ter classificado o crime como lesão corporal seguida de morte, decisão contrária a que levou os acusados a júri popular. "
Eles foram julgados pelo crime descrito no Art. 121 mesmo, mas quase foram julgados pelo descrito no Art. 129.

http://www.terra.com.br/noticias/retrospectiva2001/brasil/julgamento_galdino.htm
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Moro em 27 de Agosto de 2011, 21:01:53
Na hora de argumentar contra usuários de maconha, coloca-se a lei como marco absoluto. Na hora de se esperar que a policia haja como se espera ao ter em sua guarda um criminoso, a lei e os procedimentos são meio utópicos.

Em comum, a mensagem e o pensamento de  "pau na bandidagem" ou "bandido bom é bandido morto". Bem sintomático.

Acho que você está confundindo as coisas.

Você consegue achar onde os policiais agiram contra a lei? Você consegue tipificar a conduta deles como? A ambulância havia sido chamada, o socorro foi prestado. Ponto final.

Queria que eles jogassem os pilas na viatura sem equipamentos de risco biológico? Por que? A lei manda que façam isso? Onde? Eles recebem auxílio insalubridade pra correr esse risco?

Como já disse, os comentários podem ter sido infelizes, mas nada além disso foi cometido. A lei foi cumprida. O que você chama de "marco absoluto" nada mais é do que padronização de procedimentos diante da norma legal.

Os policiais nao podem prestar auxilio?

Se fosse alguém "de bem" também nao poderia prestar ajuda?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Barata Tenno em 27 de Agosto de 2011, 21:05:45
Na hora de argumentar contra usuários de maconha, coloca-se a lei como marco absoluto. Na hora de se esperar que a policia haja como se espera ao ter em sua guarda um criminoso, a lei e os procedimentos são meio utópicos.

Em comum, a mensagem e o pensamento de  "pau na bandidagem" ou "bandido bom é bandido morto". Bem sintomático.

Acho que você está confundindo as coisas.

Você consegue achar onde os policiais agiram contra a lei? Você consegue tipificar a conduta deles como? A ambulância havia sido chamada, o socorro foi prestado. Ponto final.

Queria que eles jogassem os pilas na viatura sem equipamentos de risco biológico? Por que? A lei manda que façam isso? Onde? Eles recebem auxílio insalubridade pra correr esse risco?

Como já disse, os comentários podem ter sido infelizes, mas nada além disso foi cometido. A lei foi cumprida. O que você chama de "marco absoluto" nada mais é do que padronização de procedimentos diante da norma legal.

Os policiais nao podem prestar auxilio?

Se fosse alguém "de bem" também nao poderia prestar ajuda?
Ele ja disse na página anterior:

Além de haver uma portaria Federal que veta o socorro a vítimas de arma de fogo onde policiais ou agentes públicos possam estar envolvidos.

Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Moro em 27 de Agosto de 2011, 21:19:29
Eu li. Qual portaria?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 27 de Agosto de 2011, 21:37:51
Na hora de argumentar contra usuários de maconha, coloca-se a lei como marco absoluto. Na hora de se esperar que a policia haja como se espera ao ter em sua guarda um criminoso, a lei e os procedimentos são meio utópicos.

Em comum, a mensagem e o pensamento de  "pau na bandidagem" ou "bandido bom é bandido morto". Bem sintomático.

Acho que você está confundindo as coisas.

Você consegue achar onde os policiais agiram contra a lei? Você consegue tipificar a conduta deles como? A ambulância havia sido chamada, o socorro foi prestado. Ponto final.

Queria que eles jogassem os pilas na viatura sem equipamentos de risco biológico? Por que? A lei manda que façam isso? Onde? Eles recebem auxílio insalubridade pra correr esse risco?

Como já disse, os comentários podem ter sido infelizes, mas nada além disso foi cometido. A lei foi cumprida. O que você chama de "marco absoluto" nada mais é do que padronização de procedimentos diante da norma legal.

Os policiais nao podem prestar auxilio?

Se fosse alguém "de bem" também nao poderia prestar ajuda?

Como eu disse na primeira página, prestar socorro = prisão em flagrante por desfazer local do crime. A juíza morta recentemente era muito famosa por ter punido vários policiais por desfazerem a cena do crime prestando socorro a baleados, inclusive alguns policiais. A ordem do Ministério da Justiça é clara. O policial deve facilitar o socorro, mas manter o local preservado. A partir do momento em que ele está envolvido em uma situação com disparos de arma de fogo, ele é suspeito para realizar quaisquer atos e estes devem ser amparados pela autoridade policial, que é o Delegado. Burocracia? Sim. Mas se a população desconfia tanto da atuação de policiais, nada mais correto do que criar amparo legal para a sua atuação e consequentemente, maior transparência para os atos.

Mas ainda assim, é engraçado pensar que se estes policiais tivessem prestado o socorro, teriam sido acusados por homicídio, processados e depois de todos os estresses possíveis, condenados por desfazerem a cena.

O Estado não fornece material de risco biológico. Eu tenho amigos que estão há 6 meses tomando coquetel anti-HIV por teres prestado socorro a pessoas que acabaram estourando sangue nele. 6 meses receoso de chegar perto dos filhos. Eu não recebo pra isso e por falta de amparo legal, evito correr riscos onde não estou coberto. Se faço e quando faço, assumo e aguento as consequências.

Quando prestamos socorro para grávidas até o hospital, pagamos as multas pelos radares avançados. Quando levamos pessoas acidentadas na viatura, somos nós que lavamos o sangue com pinho sol ou o que tiver à mão.

Não existe legislação que ampare a atuação policial no Brasil. Tudo depende do entendimento do juiz e da jurisprudência. No caso concreto, não há que se falar em crime de omissão. Atualmente, graças ao MJ, "Prestar socorro" quer dizer telefonar para a ambulância.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 27 de Agosto de 2011, 23:07:40
Luiz, não visualizo negrito aqui, mas imagino a parte que você se refere. Como o Geo disse, o estado pode legalizar a pena de morte (ainda que não concorde com ela), mas existe todo um processo para que ela possa ser aplicada. O que me referia era o sentimento de vingança que acomete os familiares e, em alguns casos, a sociedade como um todo. E é nesse clima de revolta que normalmente as discussões sobre maioridade penal e pena capital retornam de tempos em tempos, o que acaba por viciar o discurso.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 27 de Agosto de 2011, 23:16:44
Eu li. Qual portaria?

4.226/2010. Ela determinou a criação de instruções conjuntas das ouvidorias dos Estados para regular a atuação policiall quando da ocorrência com armas de fogo. A juíza morta baseou algumas sentenças utilizando essa portaria que parte do pressuposto que policiais em ocorrências com armas de fogo SEMPRE desfazem o local do crime para dificultar as investigações.

Ela veio para reafirmar uma portaria anterior, da época do caso dos banqueiros presos e algemados em rede nacional, que pretendia criar uma regulação sobre a atuação da PF.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 27 de Agosto de 2011, 23:33:10
Luiz, não visualizo negrito aqui, mas imagino a parte que você se refere. Como o Geo disse, o estado pode legalizar a pena de morte (ainda que não concorde com ela), mas existe todo um processo para que ela possa ser aplicada. O que me referia era o sentimento de vingança que acomete os familiares e, em alguns casos, a sociedade como um todo. E é nesse clima de revolta que normalmente as discussões sobre maioridade penal e pena capital retornam de tempos em tempos, o que acaba por viciar o discurso.
O que deve voltar a ocorrer a partir do Domingo, quando o Fantástico vai exibir a reportagem sobre alunos malucos...
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 27 de Agosto de 2011, 23:42:48
Luiz, não visualizo negrito aqui, mas imagino a parte que você se refere. Como o Geo disse, o estado pode legalizar a pena de morte (ainda que não concorde com ela), mas existe todo um processo para que ela possa ser aplicada. O que me referia era o sentimento de vingança que acomete os familiares e, em alguns casos, a sociedade como um todo. E é nesse clima de revolta que normalmente as discussões sobre maioridade penal e pena capital retornam de tempos em tempos, o que acaba por viciar o discurso.
A parte que coloquei en negrito é essa: "Estado é impessoal e deve tratar do caso impessoalmente sob a orientação da legislação em vigor, ainda que pareça injusto para alguns, é isso que nos assegura um estado civilizado."

Sim, existe esse sentimento, mas na minha opinião, a pena de morte serve para punir e não para vingar. Por causa desse sentimento de revolta e vingança, que normalmente, as discussões sobre esses assuntos não são produtivas. Eu, por exemplo, evito usar a falácia de apelo à emoção perguntando "e se fosse com um parente seu?".
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 27 de Agosto de 2011, 23:43:53
Que reportagem é essa sobre alunos malucos, Diego?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 27 de Agosto de 2011, 23:46:01
Sobre alunos que estão agredindo professores em escolas de ensino fundamental.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 27 de Agosto de 2011, 23:47:42
São malucos mesmo, ou estão batendo e ameaçando professores por notas, etc.?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 27 de Agosto de 2011, 23:53:59
Mini marginais. Botando fogo nas escolas, atacando professores, saindo no braço entre eles. Nada de problema mental, só social mesmo...
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 27 de Agosto de 2011, 23:55:04
Entendi.
Se tem capacidade para fazer isso por si mesmo, tem capacidade para ser punido como um maior de idade é hoje em dia.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 28 de Agosto de 2011, 00:56:58

Basicamente leia-se como Direitos Humanos. Somente a garantia de que sem ser julgado e condenado, um bandido ou um cidadão comum não tenha que pagar com a pena capital pelo seu crime, que não sabemos quais foram, porque foram e em que condições se deram. Os policiais, num caso como esse não são cidadãos, são criminosos, tão hediondo quanto qualquer assassino.
Voce sabe que nao foram os policiais que mataram os rapazes no caso supracitado ne?
[/quote]

Você sabe que eu estava falando do comentário do Diego e do Di, não?

O fato é que no caso dos policiais fica evidente a total falta de ética profissional, a total falta de sentimento humano, a barbárie travestida de autoridade. Não espero que sejam bonzinhos com bandidos, espero apenas que hajam como policiais honestos e cumpridores das leis, assegurando que elas não sejam quebradas, principalmente por eles mesmos.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 28 de Agosto de 2011, 00:58:01
Voce sabe que nao foram os policiais que mataram os rapazes no caso supracitado ne?

Para o Juca e seus semelhantes, devido processo legal e presunção de inocência só serve pra esquerda e cia. O resto é culpado (mesmo que não exista crime pra tipificar) até que se prove o contrário (ou passe da oposição para situação...). :lol:

Espantalho Diego.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Barata Tenno em 28 de Agosto de 2011, 01:05:35


Você sabe que eu estava falando do comentário do Diego e do Di, não?

O fato é que no caso dos policiais fica evidente a total falta de ética profissional, a total falta de sentimento humano, a barbárie travestida de autoridade. Não espero que sejam bonzinhos com bandidos, espero apenas que hajam como policiais honestos e cumpridores das leis, assegurando que elas não sejam quebradas, principalmente por eles mesmos.
E onde os policiais foram desonestos ou descumpriram alguma lei?
And by the way, acho que o que eles mostraram ali foi um puro e simples sentimento humano, a maioria dos cidadãos brasileiros faria o mesmo, no minimo.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 28 de Agosto de 2011, 01:11:11



Como assim "senso de justiça"? Eu só gosto quando um bandido morre. Ponto. Não tem nenhuma filosofia por trás da minha frase, não.


Filosofia não tem mesmo. Tem falta de senso crítico, pois não existe "bandido bom", até mesmo o bandido morto é ruim. Tem falta de senso de justiça, pois existe inúmeros graus de criminalidade, e pouquíssimos são aceitos com a pena capital nos países que a aplicam. Falta de sentimento humano, pois existe uma pessoa ali, e falta de discernimento e conhecimento do que são os Direitos Humanos, que garante que qualquer pessoa tem o direito de ser julgada por seus crimes, garantindo assim que não pague mais por menos ou até mesmo que um inocente pague.



Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 28 de Agosto de 2011, 01:13:36


Você sabe que eu estava falando do comentário do Diego e do Di, não?

O fato é que no caso dos policiais fica evidente a total falta de ética profissional, a total falta de sentimento humano, a barbárie travestida de autoridade. Não espero que sejam bonzinhos com bandidos, espero apenas que hajam como policiais honestos e cumpridores das leis, assegurando que elas não sejam quebradas, principalmente por eles mesmos.
E onde os policiais foram desonestos ou descumpriram alguma lei?
And by the way, acho que o que eles mostraram ali foi um puro e simples sentimento humano, a maioria dos cidadãos brasileiros faria o mesmo, no minimo.

Você zombaria de uma pessoa agonizante? Nem de longe eu faria isso.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Barata Tenno em 28 de Agosto de 2011, 01:18:54
Eu sou contra pena de morte Juca, mas a graaade maioria da população brasileira é a favor. Quantas vezes ja vimos reportagens da população linxando criminosos? Porque voce acha que Datena e CIA fazem tanto sucesso?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Barata Tenno em 28 de Agosto de 2011, 01:19:48
E me responda que crime os policias cometeram.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Gaúcho em 28 de Agosto de 2011, 02:00:24
Filosofia não tem mesmo. Tem falta de senso crítico, pois não existe "bandido bom", até mesmo o bandido morto é ruim.

Por que é ruim? Quem define isso?

Tem falta de senso de justiça, pois existe inúmeros graus de criminalidade, e pouquíssimos são aceitos com a pena capital nos países que a aplicam.

Novamente, mais uma vez, de novo, não tem nada a ver com uma busca por justiça. Quando eu leio que bandidos trocaram tiros com a polícia e foram mortos, eu fico feliz. Me agrada. Anima meu dia. Simples assim.

E, como já expliquei, eu consigo diferenciar o cara que rouba uma galinha para alimentar a família e o vagabundo que aponta uma arma para uma pessoa inocente para roubar seu carro, bolsa, etc. Se conseguirem prender ele, ótimo. Se matarem ele, ótimo também.

Falta de sentimento humano, pois existe uma pessoa ali,

Falta de sentimento? Minha indignação é exatamente por eu ter sentimento e conseguir me colocar no lugar das vítimas. É por eu já ter estado no lugar delas! Quer ter pena de alguém?? Tenha pena das vítimas! Elas são os humanos prejudicados nessa situação, são elas que não fizeram nada de errado e tiveram um bem roubado, algo que muitas vezes ainda nem terminaram de pagar, algo que foi comprado com muito suor de trabalho honesto! Tu sabe qual é a sensação de comprar um carro, parcelar em 60x e ter ele roubado depois da 3º parcela, e ele não ter seguro? E tu acha que se o ladrão acabar levando uns tiros da polícia, eu devo ter pena? Devo pensar "tadinho, tem um humano ali"? Por Thor, é de rir isso...

e falta de discernimento e conhecimento do que são os Direitos Humanos, que garante que qualquer pessoa tem o direito de ser julgada por seus crimes, garantindo assim que não pague mais por menos ou até mesmo que um inocente pague.

Eu não sou contra julgamento. Se prenderem o bandido e ele for julgado e condenado de acordo com a lei, ótimo. Mas eu também não sou contra mata-lo se preciso. E, muito menos, vou fingir que o fato não me agrada.

Aliás, do jeito que tu coloca, parece que eu sou a favor que policiais executem sumariamente bandidos que estiverem sob suas custódias, o que não poderia estar mais longe da verdade.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Adriano em 28 de Agosto de 2011, 02:33:15
Como já disse, os comentários podem ter sido infelizes, mas nada além disso foi cometido. A lei foi cumprida. O que você chama de "marco absoluto" nada mais é do que padronização de procedimentos diante da norma legal.

Aliás, do jeito que tu coloca, parece que eu sou a favor que policiais executem sumariamente bandidos que estiverem sob suas custódias, o que não poderia estar mais longe da verdade.
Interessante como certos comentários mais expressivos podem trazer a tona outros ângulos interpretativos, as vezes não condizentes com o sentido intencionado  :|
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 28 de Agosto de 2011, 05:47:33
E me responda que crime os policias cometeram.

Poius é. Tem duas páginas que peço isso, mas imagino que assim como tantas vezes antes, ficaremos sem resposta.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 28 de Agosto de 2011, 09:44:27
Eu sou contra pena de morte Juca, mas a graaade maioria da população brasileira é a favor. Quantas vezes ja vimos reportagens da população linxando criminosos? Porque voce acha que Datena e CIA fazem tanto sucesso?

Não é uma grande maioria, o quadro mais dividido.
http://oglobo.globo.com/pais/mat/2008/04/06/apoio_pena_de_morte_cai_no_brasil_diz_pesquisa-426711764.asp

Citar
E me responda que crime os policias cometeram.

Não sei, o Diego já relativizou o comportamento deles ali, o que pra mim não muda a canalhice e demonstra como ainda existem maus policiais trabalhando, também demonstra a banalização da vida, da violência e da ausência da ética na vida profissional. Embora,  eu estivesse falando do sentimento de justiceiro que alguns aqui demonstraram, o que é comum no Brasil, sem dúvida.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 28 de Agosto de 2011, 10:16:52
Não sei, o Diego já relativizou o comportamento deles ali, o que pra mim não muda a canalhice e demonstra como ainda existem maus policiais trabalhando, também demonstra a banalização da vida, da violência e da ausência da ética na vida profissional. Embora,  eu estivesse falando do sentimento de justiceiro que alguns aqui demonstraram, o que é comum no Brasil, sem dúvida.


O único "relativizando" as coisas aqui é você que quer que os policiais sejam punidos por uma conduta que VOCÊ acha que deveria ser criminosa, ignorando lei e jurisprudências. Me poupe...
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 28 de Agosto de 2011, 10:17:41


Por que é ruim? Quem define isso?

O fato de ser bandido já é algo ruim por definição, não existe bandido bom.



Citar
Novamente, mais uma vez, de novo, não tem nada a ver com uma busca por justiça. Quando eu leio que bandidos trocaram tiros com a polícia e foram mortos, eu fico feliz. Me agrada. Anima meu dia. Simples assim.

A mim só mostra essa porcaria que está contaminou nossa sociedade, a banalização da violência; isso tende a se perpetuar quando pessoas ficam felizes com a morte de outras, quando acham que esse é um bom caminho, e que policiais devem matar bandidos. Sua frase foi bem explícita Di, não tente tervergisar.

Citar
E, como já expliquei, eu consigo diferenciar o cara que rouba uma galinha para alimentar a família e o vagabundo que aponta uma arma para uma pessoa inocente para roubar seu carro, bolsa, etc. Se conseguirem prender ele, ótimo. Se matarem ele, ótimo também.

É desumano seu pensamento. Sua frase foi bem explícita Di, não tente tergiversar. Você simplesmente reforça o álibi que criou os justiceiros, as milícias, e o comportamento anti-ético que mostraram os policiais no vídeo, e que acompanha grande número de policiais. Você mostrou numa frase, que despreza o sistema judiciário do nosso tempo, e mostra um comportamento típico de velho-oeste, de mundo cão. Não adianta soltar uma pérola dessas e depois dizer que não é bem assim. A besteira já foi dita.



Citar
Falta de sentimento? Minha indignação é exatamente por eu ter sentimento e conseguir me colocar no lugar das vítimas. É por eu já ter estado no lugar delas! Quer ter pena de alguém?? Tenha pena das vítimas! Elas são os humanos prejudicados nessa situação, são elas que não fizeram nada de errado e tiveram um bem roubado, algo que muitas vezes ainda nem terminaram de pagar, algo que foi comprado com muito suor de trabalho honesto! Tu sabe qual é a sensação de comprar um carro, parcelar em 60x e ter ele roubado depois da 3º parcela, e ele não ter seguro? E tu acha que se o ladrão acabar levando uns tiros da polícia, eu devo ter pena? Devo pensar "tadinho, tem um humano ali"? Por Thor, é de rir isso...

Ok, mas você pode contar a história daquela pessoa que estava ali agonizando? Eu não, não sei o que ao longo da vida do sujeito levou ele acabar por levar uma bala de um policial e morrer daquela maneira. Não há nada de bom nisso. Não tem a ver com pena, culpa ou qualquer outra coisa. Tem a ver com respeito a vida. O policial por muitas vezes está cumprindo com aquilo que foi designado ao balear um bandido numa troca de tiros, a partir dali, a ética, o decoro e o profissionalismo tem ser imperativos. Eu sei a sensação de ser roubado, sei a sensação de ter alguém morto na família. Assim como milhares de brasileiros. E também sei que o fim da violência, passa pelo fim da violência. Tanto policial, quanto marginal.

Citar
Eu não sou contra julgamento. Se prenderem o bandido e ele for julgado e condenado de acordo com a lei, ótimo. Mas eu também não sou contra mata-lo se preciso. E, muito menos, vou fingir que o fato não me agrada.

Como eu disse, agora você esta apenas tergiversando.

Citar
Aliás, do jeito que tu coloca, parece que eu sou a favor que policiais executem sumariamente bandidos que estiverem sob suas custódias, o que não poderia estar mais longe da verdade.

Talvez você não tenha a intenção deliberada, mas sua frase dita como foi, corroba o justiçamento que muitas vezes acontece,
já que bandido bom é bandido morto...
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 28 de Agosto de 2011, 10:24:20
Não sei, o Diego já relativizou o comportamento deles ali, o que pra mim não muda a canalhice e demonstra como ainda existem maus policiais trabalhando, também demonstra a banalização da vida, da violência e da ausência da ética na vida profissional. Embora,  eu estivesse falando do sentimento de justiceiro que alguns aqui demonstraram, o que é comum no Brasil, sem dúvida.


O único "relativizando" as coisas aqui é você que quer que os policiais sejam punidos por uma conduta que VOCÊ acha que deveria ser criminosa, ignorando lei e jurisprudências. Me poupe...

Não estou entendendo? Porque você esta dizendo que eu disse que era crime? Eu acho que em relação aos fatos, é mais uma revelação da falta de ética e profissionalimo que atinge uma parte das forças policiais do país. Você mesmo disse que eles podem ter cometido omissão de socorro, e também disse que pode não dar em nada. Meu comentários mais ácidos foram contra a banalização e a aceitação da violência que o seu comentário e também do Di revelaram.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Geotecton em 28 de Agosto de 2011, 10:32:25
Eu sou contra pena de morte Juca, mas a graaade maioria da população brasileira é a favor. Quantas vezes ja vimos reportagens da população linxando criminosos? Porque voce acha que Datena e CIA fazem tanto sucesso?
Não é uma grande maioria, o quadro mais dividido.
http://oglobo.globo.com/pais/mat/2008/04/06/apoio_pena_de_morte_cai_no_brasil_diz_pesquisa-426711764.asp

Não tenho como contestar esta pesquisa mas no universo amostral de pessoas com quem lido me diz que o número de pessoas pró-pena de morte é significativamente maior que 47,00%.


E me responda que crime os policias cometeram.
Não sei, o Diego já relativizou o comportamento deles ali, o que pra mim não muda a canalhice e demonstra como ainda existem maus policiais trabalhando, também demonstra a banalização da vida, da violência e da ausência da ética na vida profissional. Embora,  eu estivesse falando do sentimento de justiceiro que alguns aqui demonstraram, o que é comum no Brasil, sem dúvida.

Pelo que eu li até o momento, aqueles policiais não cometeram crime nenhum, mas mostra uma faceta muito, muito preocupante: A desumanização de pessoas que são agentes públicos.

Sim, eu sei que afirmar que houve um "ato desumano" por parte deles é muito fácil, em especial para quem está longe do cotidiano que envolve a ação policial, como o perigo de vida, a baixa remuneração e a falta de reconhecimento, como é o meu caso.

Mas não posso ignorar o fato de que aqueles policiais, em situações-limite, podem tirar a vida de um (ou) mais elemento(s) sob a forma de vingança, pois mesmo sabendo que boa parte deles (bandidos) faz parte da escória da humanidade, eles ainda assim tem de passar por um ritual jurídico que envolve um julgamento e a condenação.

E para que fique bem claro, acho que o sistema prisional tem de ser ampliado, as condenações devem ser mais rigorosas e integralmente cumpridas e a pena de morte tem sim que ser considerada uma alternativa em nosso Código Penal.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 28 de Agosto de 2011, 10:33:08
Não sei, o Diego já relativizou o comportamento deles ali, o que pra mim não muda a canalhice e demonstra como ainda existem maus policiais trabalhando, também demonstra a banalização da vida, da violência e da ausência da ética na vida profissional. Embora,  eu estivesse falando do sentimento de justiceiro que alguns aqui demonstraram, o que é comum no Brasil, sem dúvida.


O único "relativizando" as coisas aqui é você que quer que os policiais sejam punidos por uma conduta que VOCÊ acha que deveria ser criminosa, ignorando lei e jurisprudências. Me poupe...

Não estou entendendo? Porque você esta dizendo que eu disse que era crime? Eu acho que em relação aos fatos, é mais uma revelação da falta de ética e profissionalimo que atinge uma parte das forças policiais do país. Você mesmo disse que eles podem ter cometido omissão de socorro, e também disse que pode não dar em nada. Meu comentários mais ácidos foram contra a banalização e a aceitação da violência que o seu comentário e também do Di revelaram.
Os policiais, num caso como esse não são cidadãos, são criminosos, tão hediondo quanto qualquer assassino.
Não existe pena sem lei anterior que a defina e não existe culpado até o trânsito em julgado de sentença irrecorrível. Mas você convenientemente esquece destas coisas em alguns momentos, mas se lembra rapidamente quando tratamos alguns determinados políticos como bandidos.

Relativização ou duplipensar? :)
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Dodo em 28 de Agosto de 2011, 10:37:13
Uma vez eu perguntei para um amigo que é policial como era o tratamento dado para o bandido ferido, ele respondeu mais ou menos o que o Diego falou, com apenas uma ressalva:

- Olha, é praticamente IMPOSSÌVEL, pelo menos para a maioria de nós (policiais), tratar com carinho alguém que estava tentando te matar apenas alguns minutos atrás.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 28 de Agosto de 2011, 10:47:11
Não sei, o Diego já relativizou o comportamento deles ali, o que pra mim não muda a canalhice e demonstra como ainda existem maus policiais trabalhando, também demonstra a banalização da vida, da violência e da ausência da ética na vida profissional. Embora,  eu estivesse falando do sentimento de justiceiro que alguns aqui demonstraram, o que é comum no Brasil, sem dúvida.


O único "relativizando" as coisas aqui é você que quer que os policiais sejam punidos por uma conduta que VOCÊ acha que deveria ser criminosa, ignorando lei e jurisprudências. Me poupe...

Não estou entendendo? Porque você esta dizendo que eu disse que era crime? Eu acho que em relação aos fatos, é mais uma revelação da falta de ética e profissionalimo que atinge uma parte das forças policiais do país. Você mesmo disse que eles podem ter cometido omissão de socorro, e também disse que pode não dar em nada. Meu comentários mais ácidos foram contra a banalização e a aceitação da violência que o seu comentário e também do Di revelaram.
Os policiais, num caso como esse não são cidadãos, são criminosos, tão hediondo quanto qualquer assassino.
Não existe pena sem lei anterior que a defina e não existe culpado até o trânsito em julgado de sentença irrecorrível. Mas você convenientemente esquece destas coisas em alguns momentos, mas se lembra rapidamente quando tratamos alguns determinados políticos como bandidos.

Relativização ou duplipensar? :)

Não se regojize. Eu estava explicando a parte em negrito que o Barata me pediu em ralação ao argumento que eu usei contra o infeliz comentário do Di, talvez deva ir lá e reler o quotes desde o começo.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Barata Tenno em 28 de Agosto de 2011, 11:16:32
Eu ainda não vi onde os policiais erraram. Não foram eles que atiraram nos bandidos, eles acionaram o SAMU, e em tempo, tanto que um dos bandidos sobreviveu. Ele cumpriu com suas funções profissionais, que mais que voce quer Juca? Ele tem direito a ter uma opinião pessoas, e como ja vimos, é uma opinião bem comum. É canalhice desejar a morte de alguém? Então meio mundo é canalha.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Gaúcho em 28 de Agosto de 2011, 12:07:29
O fato de ser bandido já é algo ruim por definição, não existe bandido bom.

Eu perguntava do fato de que bandido morto é ruim. Por que eu deveria achar ruim quando um bandido morre, essa foi minha pergunta.

A mim só mostra essa porcaria que está contaminou nossa sociedade, a banalização da violência; isso tende a se perpetuar quando pessoas ficam felizes com a morte de outras, quando acham que esse é um bom caminho, e que policiais devem matar bandidos. Sua frase foi bem explícita Di, não tente tervergisar.

Sim, minha frase não poderia ser mais clara. Você que está vendo sentidos e reflexões profundas onde não existe. Quando um bandido morre, eu acho bom. Tem como eu ser mais claro?

É desumano seu pensamento. Sua frase foi bem explícita Di, não tente tergiversar.

Você acha mesmo que eu estou tentando "dizer que não é bem assim"? Sério, Juca? Então eu não sei como eu poderia ser mais claro, só se eu desenhar aqui pra ti.

Você simplesmente reforça o álibi que criou os justiceiros, as milícias, e o comportamento anti-ético que mostraram os policiais no vídeo, e que acompanha grande número de policiais.

Meu pensamento é desumano? Não, não. Desumano é matar alguém para rouba-lo. Desumano é sequestrar alguém. Desumano é estuprar. Desumano é desviar recursos que deveriam ir para a saúde, educação, segurança. Desejar que esses criminosos paguem, e ficar feliz quando eles morrem não é desumano. Pelo menos, eu não acho. Se eu meditar um pouco, talvez eu até consiga argumentar que esse sentimento de indignação é o que me faz humano.

Você acha que os policiais foram anti-éticos. Eu digo que os cara chamaram a ambulância, que é mais do que um bandido faria, logo depois de enche-lo de bala. Eu digo que os policiais foram extremamente profissionais e não deixaram de agir de acordo com a lei, mesmo tendo suas vidas colocadas em risco, todos os dias, por bandidos como eles.

Você mostrou numa frase, que despreza o sistema judiciário do nosso tempo, e mostra um comportamento típico de velho-oeste, de mundo cão. Não adianta soltar uma pérola dessas e depois dizer que não é bem assim. A besteira já foi dita.

Você tirou tudo isso da frase "bandido bom é bandido morto"? Eu nem gosto muito de ficar apontando essas coisas, mas... Falácia da falsa dicotomia. Não é porquê eu ache bom quando um bandido morre que eu sou contra o sistema judiciário.

Eu não sou nenhum filósofo da hipermodernidade, Juca. Não tente ver mensagens ocultas nas minhas frases. Elas são sempre tão simples quanto aparentam.

Ok, mas você pode contar a história daquela pessoa que estava ali agonizando? Eu não, não sei o que ao longo da vida do sujeito levou ele acabar por levar uma bala de um policial e morrer daquela maneira.

Não, não sei. Não faço a mínima ideia do por quê. Claro que todas as minhas opiniões postadas aqui referem-se a bandidos, independente de quem é ou porquê o rapaz do vídeo levou um tiro.

Não há nada de bom nisso.

Aqui discordaremos, como esperado. Se ele era um bandido, e levou um tiro em uma tentativa de assalto, sequestro, etc, eu consigo ver o lado bom. O lado bom é que é ele ali estirado no chão, e não um cidadão inocente. Se ele morrer, ele não vai mais colocar a vida de ninguém em risco, ótimo. Caso ele não morra, mas for processado, julgado e condenado, já me serve também. Mas a vantagem da morte dele é a certeza da não-reincidência.


Não tem a ver com pena, culpa ou qualquer outra coisa. Tem a ver com respeito a vida.

Eu guardo meu respeito à vida a quem respeita a vida alheia.

O policial por muitas vezes está cumprindo com aquilo que foi designado ao balear um bandido numa troca de tiros, a partir dali, a ética, o decoro e o profissionalismo tem ser imperativos. Eu sei a sensação de ser roubado, sei a sensação de ter alguém morto na família. Assim como milhares de brasileiros. E também sei que o fim da violência, passa pelo fim da violência. Tanto policial, quanto marginal.

E, como já falei, não tinha como os policiais terem sido mais profissionais. Fizeram TUDO de acordo com a lei. Você quer condená-los por opiniões pessoais, o que é risível.

Como eu disse, agora você esta apenas tergiversando.

Como eu já disse, você está me atribuindo mais filosofia e reflexão do que realmente possuo. Obrigado, de qualquer maneira.

Talvez você não tenha a intenção deliberada, mas sua frase dita como foi, corroba o justiçamento que muitas vezes acontece,
já que bandido bom é bandido morto...

Mais um pouco e talvez você me convença de que o que eu penso não é o que eu penso, mas sim o que você pensa que eu penso.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Hold the Door em 28 de Agosto de 2011, 13:20:47
Ok, mas você pode contar a história daquela pessoa que estava ali agonizando? Eu não, não sei o que ao longo da vida do sujeito levou ele acabar por levar uma bala de um policial e morrer daquela maneira.

Juca, eles não foram baleados por um policial. Eles foram baleados por um guarda civil, os policiais só foram lá depois para atender a ocorrência.

Ele não morreu "daquela maneira". Ele morreu três dias depois no hospital de Sapopemba. O que mostra que não houve omissão alguma de socorro. A própria frase infeliz de um dos PMs demosntra isso, quando deseja que ele morra a caminho do hospital.

Vou resumir a situação para você: dois bandidos trocam tiros com um guarda civil e um deles é ferido gravemente. A PM é acionada e vai ao local. Ao chegar lá, acionam o SAMU e o homem ferido é levado ao hopital de Sapopemba, onde morre três dias depois, o outro continua vivo. Entre a chegada dos PMs e o encaminhamento para o hospital eles fazem comentários infelizes desejando a morte do ferido.

Apesar da falta de ética nos comentários, eles agiram rigorosamente dentro da lei e do protocolo. Então Juca, afinal, que crime eles cometeram?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 28 de Agosto de 2011, 13:54:46


EDIT: Ah sim, tinha me esquecido. Que se f... os bandidos. Quem estiver com dó, pega e leva pra casa.
Bandido bom é bandido morto.

Esse é o grau de civilização da nossa sociedade, é lamentável.  :(


Eu não sou civilizado?

Você eu não conheço, seu comentário demonstra uma absurda falta de senso de justiça e total falta de conhecimento do que é um bandido e do que é um cidadão, de acordo com todas a melhores constituições democráticas do nosso tempo. Infelizmente é um comentário bem comum. :(
Explique o negrito por favor.

Basicamente leia-se como Direitos Humanos. Somente a garantia de que sem ser julgado e condenado, um bandido ou um cidadão comum não tenha que pagar com a pena capital pelo seu crime, que não sabemos quais foram, porque foram e em que condições se deram. Os policiais, num caso como esse não são cidadãos, são criminosos, tão hediondo quanto qualquer assassino.

Há uma confusão aí. Vocês estão pedindo que eu explique o meu comentário em negrito, como se eu tivesse qualificado como crime o que os policiais fizeram. Ele está no contexto das resposta que dei ao Barata, sobre o comentário do Di Gaúcho, "Bandido bom é bandido morto" e do outro do Diego, é só ler. Essa frase pra mim, demonstrou o desejo que quando policiais matam bandidos, deliberadamente ou não, isso é aceitável para ele. Quanto ao fato do vídeo, ele demonstra o despreparo e a falta de ética dos policiais, é repugnante, o que é bem comum infelizmente, e mostra que esses policiais estão longe de trabalhar com a isenção e a honestidade que a profissão exige. Se houve crime, o fato é outro, e se vocês entenderam que ali eu estava falando desses policiais do vídeo, não era deles que eu me referia exatamente, embora as suas atitudes no vídeo fossem bem sintomáticas.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 28 de Agosto de 2011, 14:08:10
Eu ainda não vi onde os policiais erraram. Não foram eles que atiraram nos bandidos, eles acionaram o SAMU, e em tempo, tanto que um dos bandidos sobreviveu. Ele cumpriu com suas funções profissionais, que mais que voce quer Juca? Ele tem direito a ter uma opinião pessoas, e como ja vimos, é uma opinião bem comum. É canalhice desejar a morte de alguém? Então meio mundo é canalha.

Barata, a questão não foram os procedimentos tomados que, aparentemente, estavam corretos. A questão são os comentários (que ainda por cima foram filmados e, hoje, divulgados! :susto: ). Os comentários refletem falta ética e falta de profissionalismo. Mudando o enfoque dos policiais para a minha área: não posso chegar para uma paciente que várias lesões de cárie e má higiene oral e dizer "a senhora é uma porca imunda e merece ter a dor que está sentindo!", entendeu?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 28 de Agosto de 2011, 14:08:33


Você tirou tudo isso da frase "bandido bom é bandido morto"? Eu nem gosto muito de ficar apontando essas coisas, mas... Falácia da falsa dicotomia. Não é porquê eu ache bom quando um bandido morre que eu sou contra o sistema judiciário.

Eu não sou nenhum filósofo da hipermodernidade, Juca. Não tente ver mensagens ocultas nas minhas frases. Elas são sempre tão simples quanto aparentam.


Di, você disse o que disse, está lá, é uma frase bem forte. Depois confrontado com o fato de que existem diferentes graus de criminalidade, de que existe um estado de direito, e que a pena capital é muito forte para delitos comuns e até mesmo para muitos delitos graves, relativizou. Eu até acredito que você não pense assim exatamente, e respeito o seu direito de dizer que não fica triste quando morre um bandido, embora continue achando desumano. Mas isso não tira a responsabilidade pelo que você falou primeiro. No contexto dessa frase a gente pode interpretar facilmente que o que é bom, é que a sociedade, ou os policiais, matem todos os bandidos quando possível, ou que é aceitável que um bandido morra antes de ser julgado culpado ou não, antes de tipificar seu crime, antes de saber do contexto e antes que ele possa ser acusado e se defender perante um tribunal. Você foi muito infeliz.

Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 28 de Agosto de 2011, 14:12:03
Há uma confusão aí. Vocês estão pedindo que eu explique o meu comentário em negrito, como se eu tivesse qualificado como crime o que os policiais fizeram. Ele está no contexto das resposta que dei ao Barata, sobre o comentário do Di Gaúcho, "Bandido bom é bandido morto" e do outro do Diego, é só ler. Essa frase pra mim, demonstrou o desejo que quando policiais matam bandidos, deliberadamente ou não, isso é aceitável para ele. Quanto ao fato do vídeo, ele demonstra o despreparo e a falta de ética dos policiais, é repugnante, o que é bem comum infelizmente, e mostra que esses policiais estão longe de trabalhar com a isenção e a honestidade que a profissão exige. Se houve crime, o fato é outro, e se vocês entenderam que ali eu estava falando desses policiais do vídeo, não era deles que eu me referia exatamente, embora as suas atitudes no vídeo fossem bem sintomáticas.
Beleza, você não quis classificar a atitude dos policiais como crime, mas foi o que deu a entender.
Parece que você entendeu que o Di Gaúcho torce para os policiais matem todos os bandidos. Eu sei que a frase 'bandido bom é bandido morto' dá a entender isso, mas ele já explicou que não é o caso.
E eu concordo com ele, se o bandido (não me refiro aqueles que roubam comida por necessidade) venha a morrer em um assalto ou qualquer outro crime, para mim está ótimo. Respeito é pra quem tem. Não que isso dê direito dos policiais de meterem bala em qualquer bandido, isso seria um tu quoque, mas com certeza não garante aos bandidos o direito de reclamar do tratamento recebido.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: DDV em 28 de Agosto de 2011, 14:20:36
Mais de 99% dos seres humanos não consegue desejar o bem para quem lhe faz o mal.

Aquele mandamento de Jesus Cristo é utópico.

Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Adriano em 28 de Agosto de 2011, 14:25:23
Há uma confusão aí. Vocês estão pedindo que eu explique o meu comentário em negrito, como se eu tivesse qualificado como crime o que os policiais fizeram. Ele está no contexto das resposta que dei ao Barata, sobre o comentário do Di Gaúcho, "Bandido bom é bandido morto" e do outro do Diego, é só ler. Essa frase pra mim, demonstrou o desejo que quando policiais matam bandidos, deliberadamente ou não, isso é aceitável para ele. Quanto ao fato do vídeo, ele demonstra o despreparo e a falta de ética dos policiais, é repugnante, o que é bem comum infelizmente, e mostra que esses policiais estão longe de trabalhar com a isenção e a honestidade que a profissão exige. Se houve crime, o fato é outro, e se vocês entenderam que ali eu estava falando desses policiais do vídeo, não era deles que eu me referia exatamente, embora as suas atitudes no vídeo fossem bem sintomáticas.
Beleza, você não quis classificar a atitude dos policiais como crime, mas foi o que deu a entender.
Parece que você entendeu que o Di Gaúcho torce para os policiais matem todos os bandidos. Eu sei que a frase 'bandido bom é bandido morto' dá a entender isso, mas ele já explicou que não é o caso.
E eu concordo com ele, se o bandido (não me refiro aqueles que roubam comida por necessidade) venha a morrer em um assalto ou qualquer outro crime, para mim está ótimo. Respeito é pra quem tem. Não que isso dê direito dos policiais de meterem bala em qualquer bandido, isso seria um tu quoque, mas com certeza não garante aos bandidos o direito de reclamar do tratamento recebido.
Bandidos não fazem simplesmente reclamações. Eles agem com rigor e violência contra policiais, tornando a situação como uma guerra civil mesmo. Além do agravante da corrupção, que não impede a existência de bandidos fardados, uma situação com gravidade muito maior e que, infelizmente, alimenta mais ainda o crime organizado. Nesta situação, os bandidos se infiltram nas funções daqueles que deveriam nos defender.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Hold the Door em 28 de Agosto de 2011, 14:43:40
Eu ainda não vi onde os policiais erraram. Não foram eles que atiraram nos bandidos, eles acionaram o SAMU, e em tempo, tanto que um dos bandidos sobreviveu. Ele cumpriu com suas funções profissionais, que mais que voce quer Juca? Ele tem direito a ter uma opinião pessoas, e como ja vimos, é uma opinião bem comum. É canalhice desejar a morte de alguém? Então meio mundo é canalha.

Barata, a questão não foram os procedimentos tomados que, aparentemente, estavam corretos. A questão são os comentários (que ainda por cima foram filmados e, hoje, divulgados! :susto: ). Os comentários refletem falta ética e falta de profissionalismo. Mudando o enfoque dos policiais para a minha área: não posso chegar para uma paciente que várias lesões de cárie e má higiene oral e dizer "a senhora é uma porca imunda e merece ter a dor que está sentindo!", entendeu?

Sim, faltou ética. Mas eles só podem ser punidos por isso e se houver alguma legislação especifica, como um código de ética policial, prevendo punição para esses casos.

No caso hipotético acima, você provavelmente levaria uma advertência caso ela prestasse queixa, mas não creio que perdesse o CRO só por causa disso.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 28 de Agosto de 2011, 14:47:18
Eu ainda não vi onde os policiais erraram. Não foram eles que atiraram nos bandidos, eles acionaram o SAMU, e em tempo, tanto que um dos bandidos sobreviveu. Ele cumpriu com suas funções profissionais, que mais que voce quer Juca? Ele tem direito a ter uma opinião pessoas, e como ja vimos, é uma opinião bem comum. É canalhice desejar a morte de alguém? Então meio mundo é canalha.

Barata, a questão não foram os procedimentos tomados que, aparentemente, estavam corretos. A questão são os comentários (que ainda por cima foram filmados e, hoje, divulgados! :susto: ). Os comentários refletem falta ética e falta de profissionalismo. Mudando o enfoque dos policiais para a minha área: não posso chegar para uma paciente que várias lesões de cárie e má higiene oral e dizer "a senhora é uma porca imunda e merece ter a dor que está sentindo!", entendeu?
Creio que a intenção não foi comparar as duas situações, mas se foi, isso é falácia da falsa analogia.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: DDV em 28 de Agosto de 2011, 15:02:31
Eu ainda não vi onde os policiais erraram. Não foram eles que atiraram nos bandidos, eles acionaram o SAMU, e em tempo, tanto que um dos bandidos sobreviveu. Ele cumpriu com suas funções profissionais, que mais que voce quer Juca? Ele tem direito a ter uma opinião pessoas, e como ja vimos, é uma opinião bem comum. É canalhice desejar a morte de alguém? Então meio mundo é canalha.

Barata, a questão não foram os procedimentos tomados que, aparentemente, estavam corretos. A questão são os comentários (que ainda por cima foram filmados e, hoje, divulgados! :susto: ). Os comentários refletem falta ética e falta de profissionalismo. Mudando o enfoque dos policiais para a minha área: não posso chegar para uma paciente que várias lesões de cárie e má higiene oral e dizer "a senhora é uma porca imunda e merece ter a dor que está sentindo!", entendeu?
Creio que a intenção não foi comparar as duas situações, mas se foi, isso é falácia da falsa analogia.

A analogia seria correta se o dentista falasse assim com os micróbios que causam a cárie.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 28 de Agosto de 2011, 15:21:59
A cárie é uma doença multifatorial não é causada apenas por bactérias. Existem 2 componentes que são causados pelo indivíduo: dieta e fatores do hospedeiro (saliva, qualidade do esmalte, higiene) e o tempo.

Não é uma falsa analogia, trata-se de uma relação profissional e a postura do profissional frente ao objeto de seu trabalho.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Cumpadi em 28 de Agosto de 2011, 15:26:43
Por que faltou ética? Para mim a opnião, ao menos nesse fórum, está bem dividida. Ética não é algo que possua um dono...
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 28 de Agosto de 2011, 15:34:46
[...]
Não é uma falsa analogia, trata-se de uma relação profissional e a postura do profissional frente ao objeto de seu trabalho.
Uma pessoa que sofre com a dores que ela mesmo causou (no caso a falta de higiene resultando na cárie), é totalmente diferente de uma pessoa que sofre as dores de um tiro consequente de seu desrespeito perante outros cidadãos. Então, sim, é uma falsa analogia.
Como eu disse em um comentário anterior, isso não dá o direito ao policial de rir da dor do bandido, porém caso aconteça, ele (o bandido) não pode reclamar que está recebendo um tratamento injusto. Vou repitir, respeito é pra quem tem.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 28 de Agosto de 2011, 15:45:47
Não é uma falsa analogia. No caso em questão trata-se da analogia de relações de trabalho e ética. A ética trata da moral e não é ético ou moral tecer comentários ofensivos dessa natureza tanto em caso quanto em outro. Não é crime, não gerará punição, mas é ética e profissionalmente errado.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Adriano em 28 de Agosto de 2011, 15:47:14
[...]
Não é uma falsa analogia, trata-se de uma relação profissional e a postura do profissional frente ao objeto de seu trabalho.
Uma pessoa que sofre com a dores que ela mesmo causou (no caso a falta de higiene resultando na cárie), é totalmente diferente de uma pessoa que sofre as dores de um tiro consequente de seu desrespeito perante outros cidadãos. Então, sim, é uma falsa analogia.
Como eu disse em um comentário anterior, isso não dá o direito ao policial de rir da dor do bandido, porém caso aconteça, ele (o bandido) não pode reclamar que está recebendo um tratamento injusto. Vou repitir, respeito é pra quem tem.
Reduzir a delinquência e a criminalidade a uma questão moral, como o respeito, é muito impróprio e reducionista com a questão. Os policiais foram desrespeitos com a vida dos bandidos. E normalmente a classe policial se considera acima da sociedade, algo muito semelhante aos seus patrões do poder executivo. Que aliás, se contentam em manter taxas "satisfatórias" no controle da criminalidade. Por isto os direitos humanos são cobrados dos representantes do estado de direito e não comparando policias com as atitudes dos bandidos, dizendo que estes fariam pior.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 28 de Agosto de 2011, 15:57:42
São dois casos totalmente diferentes, então é uma falsa analogia. A questão sobre ética pode não ser, mas os casos em si são diferentes.
Veja, em nenhum momento eu defendi que o comportamento dos policiais foi ético. Não há dúvida alguma de que NÃO foi ético. A questão é, se você não respeita os outros, não tem direito algum de cobrar respeito.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 28 de Agosto de 2011, 16:36:34
Luiz, se você não conseguiu entender a analogia, paciência. Vamos para frente. Você não precisa gostar da pessoa, concordar com ela ou mesmo respeitá-la, mas se você for um agente do estado deve ter uma postura condizente com sua função.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 28 de Agosto de 2011, 16:45:22
Isso não está em questão aqui, pelo menos não de minha parte. Como eu disse, a questão é, se acontecer, o bandido não pode reclamar.
Não vou dizer que sinto pena de bandidos, porque eu realmente não sinto. Tenho que dizer, infelizmente, que algumas pessoas só aprendem a noção de respeito para com o próximo na base da porrada.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 28 de Agosto de 2011, 16:47:39
Não sei, o Diego já relativizou o comportamento deles ali, o que pra mim não muda a canalhice e demonstra como ainda existem maus policiais trabalhando, também demonstra a banalização da vida, da violência e da ausência da ética na vida profissional. Embora,  eu estivesse falando do sentimento de justiceiro que alguns aqui demonstraram, o que é comum no Brasil, sem dúvida.


O único "relativizando" as coisas aqui é você que quer que os policiais sejam punidos por uma conduta que VOCÊ acha que deveria ser criminosa, ignorando lei e jurisprudências. Me poupe...

Não estou entendendo? Porque você esta dizendo que eu disse que era crime? Eu acho que em relação aos fatos, é mais uma revelação da falta de ética e profissionalimo que atinge uma parte das forças policiais do país. Você mesmo disse que eles podem ter cometido omissão de socorro, e também disse que pode não dar em nada. Meu comentários mais ácidos foram contra a banalização e a aceitação da violência que o seu comentário e também do Di revelaram.
Os policiais, num caso como esse não são cidadãos, são criminosos, tão hediondo quanto qualquer assassino.
Não existe pena sem lei anterior que a defina e não existe culpado até o trânsito em julgado de sentença irrecorrível. Mas você convenientemente esquece destas coisas em alguns momentos, mas se lembra rapidamente quando tratamos alguns determinados políticos como bandidos.

Relativização ou duplipensar? :)

Não se regojize. Eu estava explicando a parte em negrito que o Barata me pediu em ralação ao argumento que eu usei contra o infeliz comentário do Di, talvez deva ir lá e reler o quotes desde o começo.
Ahnn sim. Entendi. Você não quis dizer o que você disse, mas o Di por outro lado, quis dizer o que não disse. Bacana.

Pro seu lado a interpretação é restritiva, do outro, extensiva. Ok. :ok:
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 28 de Agosto de 2011, 17:33:29
Claro que pode reclamar. Ele não deixa de ser cidadão e ter direitos por ser bandido. Ele não pode reclamar do seu Manoel da esquina, mas dos agentes do estado sim.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 28 de Agosto de 2011, 17:49:07
Por que faltou ética? Para mim a opnião, ao menos nesse fórum, está bem dividida. Ética não é algo que possua um dono...

Mas a ética não é relativa.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: DDV em 28 de Agosto de 2011, 17:51:40
Claro que pode reclamar. Ele não deixa de ser cidadão e ter direitos por ser bandido. Ele não pode reclamar do seu Manoel da esquina, mas dos agentes do estado sim.

Concordo, acrescentando que como toda profissão, bandidos também têm a sua ética.  :D
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: DDV em 28 de Agosto de 2011, 17:54:26
Por que faltou ética? Para mim a opnião, ao menos nesse fórum, está bem dividida. Ética não é algo que possua um dono...

Mas a ética não é relativa.

É sim.

Você por exemplo, interpreta situações iguais de formas completamente diferentes a depender de quem é o criminoso e a vítima, em todas as discussões.

Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 28 de Agosto de 2011, 17:54:41
Não sei, o Diego já relativizou o comportamento deles ali, o que pra mim não muda a canalhice e demonstra como ainda existem maus policiais trabalhando, também demonstra a banalização da vida, da violência e da ausência da ética na vida profissional. Embora,  eu estivesse falando do sentimento de justiceiro que alguns aqui demonstraram, o que é comum no Brasil, sem dúvida.


O único "relativizando" as coisas aqui é você que quer que os policiais sejam punidos por uma conduta que VOCÊ acha que deveria ser criminosa, ignorando lei e jurisprudências. Me poupe...

Não estou entendendo? Porque você esta dizendo que eu disse que era crime? Eu acho que em relação aos fatos, é mais uma revelação da falta de ética e profissionalimo que atinge uma parte das forças policiais do país. Você mesmo disse que eles podem ter cometido omissão de socorro, e também disse que pode não dar em nada. Meu comentários mais ácidos foram contra a banalização e a aceitação da violência que o seu comentário e também do Di revelaram.
Os policiais, num caso como esse não são cidadãos, são criminosos, tão hediondo quanto qualquer assassino.
Não existe pena sem lei anterior que a defina e não existe culpado até o trânsito em julgado de sentença irrecorrível. Mas você convenientemente esquece destas coisas em alguns momentos, mas se lembra rapidamente quando tratamos alguns determinados políticos como bandidos.

Relativização ou duplipensar? :)

Não se regojize. Eu estava explicando a parte em negrito que o Barata me pediu em ralação ao argumento que eu usei contra o infeliz comentário do Di, talvez deva ir lá e reler o quotes desde o começo.
Ahnn sim. Entendi. Você não quis dizer o que você disse, mas o Di por outro lado, quis dizer o que não disse. Bacana.

Pro seu lado a interpretação é restritiva, do outro, extensiva. Ok. :ok:

Não, eu disse o que disse, e você insiste em descontextualizar. O Di disse o que disse, e tentou relativizar, demonstrando que, ainda bem , não leva aquilo ao pé da letra. A propósito, você concorda com aquela frase do Di? Você concorda com a atitude dos policiais do vídeo?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Sergiomgbr em 28 de Agosto de 2011, 17:55:14
Imaginando o  dentista falando com o micróbio: Estrebucha, micróbio! Miserento! :lol:
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 28 de Agosto de 2011, 18:09:15
Não sei, o Diego já relativizou o comportamento deles ali, o que pra mim não muda a canalhice e demonstra como ainda existem maus policiais trabalhando, também demonstra a banalização da vida, da violência e da ausência da ética na vida profissional. Embora,  eu estivesse falando do sentimento de justiceiro que alguns aqui demonstraram, o que é comum no Brasil, sem dúvida.


O único "relativizando" as coisas aqui é você que quer que os policiais sejam punidos por uma conduta que VOCÊ acha que deveria ser criminosa, ignorando lei e jurisprudências. Me poupe...

Não estou entendendo? Porque você esta dizendo que eu disse que era crime? Eu acho que em relação aos fatos, é mais uma revelação da falta de ética e profissionalimo que atinge uma parte das forças policiais do país. Você mesmo disse que eles podem ter cometido omissão de socorro, e também disse que pode não dar em nada. Meu comentários mais ácidos foram contra a banalização e a aceitação da violência que o seu comentário e também do Di revelaram.
Os policiais, num caso como esse não são cidadãos, são criminosos, tão hediondo quanto qualquer assassino.
Não existe pena sem lei anterior que a defina e não existe culpado até o trânsito em julgado de sentença irrecorrível. Mas você convenientemente esquece destas coisas em alguns momentos, mas se lembra rapidamente quando tratamos alguns determinados políticos como bandidos.

Relativização ou duplipensar? :)

Não se regojize. Eu estava explicando a parte em negrito que o Barata me pediu em ralação ao argumento que eu usei contra o infeliz comentário do Di, talvez deva ir lá e reler o quotes desde o começo.
Ahnn sim. Entendi. Você não quis dizer o que você disse, mas o Di por outro lado, quis dizer o que não disse. Bacana.

Pro seu lado a interpretação é restritiva, do outro, extensiva. Ok. :ok:

Não, eu disse o que disse, e você insiste em descontextualizar. O Di disse o que disse, e tentou relativizar, demonstrando que, ainda bem , não leva aquilo ao pé da letra. A propósito, você concorda com aquela frase do Di? Você concorda com a atitude dos policiais do vídeo?
Como já disse antes, depende. A frase do Di demonstra bem o que eu penso sobre a bandidagem, mas claro que assim como ele bem explicou, existem bandidos e bandidos. Mas isto é só a MINHA opinião e eu jamais tentaria colocar ela em prática. É só uma opinião, nada mais.

Quanto à atitude dos policiais, você se refere ao que? A eles terem chamado o SAMU? Sim, concordo. É extremamente fácil um policial ser punido ao ser acusado por omissão e eles terem realizado este acionamento impedirá isto. Ponto pra eles.

Agora, se você se refere aos comentários, como disse, foram infelizes, mas não fizeram absolutamente nenhuma diferença no atendimento dos criminosos. Não é como se eles tivessem dito "Tomara que você morra" enquanto colocava o cano das armas nos ferimentos e girava para doer e sangrar mais.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 28 de Agosto de 2011, 18:12:27

Como já disse antes, depende. A frase do Di demonstra bem o que eu penso sobre a bandidagem, mas claro que assim como ele bem explicou, existem bandidos e bandidos. Mas isto é só a MINHA opinião e eu jamais tentaria colocar ela em prática. É só uma opinião, nada mais.

Quanto à atitude dos policiais, você se refere ao que? A eles terem chamado o SAMU? Sim, concordo. É extremamente fácil um policial ser punido ao ser acusado por omissão e eles terem realizado este acionamento impedirá isto. Ponto pra eles.

Agora, se você se refere aos comentários, como disse, foram infelizes, mas não fizeram absolutamente nenhuma diferença no atendimento dos criminosos. Não é como se eles tivessem dito "Tomara que você morra" enquanto colocava o cano das armas nos ferimentos e girava para doer e sangrar mais.

Desculpe, acho que não deveria ter feito essa pergunta, dado que você é policial.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 28 de Agosto de 2011, 18:17:31
Por que faltou ética? Para mim a opnião, ao menos nesse fórum, está bem dividida. Ética não é algo que possua um dono...

Mas a ética não é relativa.

É sim.

Você por exemplo, interpreta situações iguais de formas completamente diferentes a depender de quem é o criminoso e a vítima, em todas as discussões.


Sim, por exemplo, no caso concreto, os policiais não são cidadãos por serem criminosos, assassinos cruéis (mesmo que não tenham matado ninguém e nem tenham sido condenados), mas no caso do Battisti, que foi condenado com o devido processo legal de um regime democrático, o assassino é um cidadão de bem que merece todas as benesses do Estado.

Vai entender... :lol:
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 28 de Agosto de 2011, 18:18:16

Como já disse antes, depende. A frase do Di demonstra bem o que eu penso sobre a bandidagem, mas claro que assim como ele bem explicou, existem bandidos e bandidos. Mas isto é só a MINHA opinião e eu jamais tentaria colocar ela em prática. É só uma opinião, nada mais.

Quanto à atitude dos policiais, você se refere ao que? A eles terem chamado o SAMU? Sim, concordo. É extremamente fácil um policial ser punido ao ser acusado por omissão e eles terem realizado este acionamento impedirá isto. Ponto pra eles.

Agora, se você se refere aos comentários, como disse, foram infelizes, mas não fizeram absolutamente nenhuma diferença no atendimento dos criminosos. Não é como se eles tivessem dito "Tomara que você morra" enquanto colocava o cano das armas nos ferimentos e girava para doer e sangrar mais.

Desculpe, acho que não deveria ter feito essa pergunta, dado que você é policial.

Desculpe, acho que não deveria ter respondido a essa pergunta dado que você é... bem... você. :)
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 28 de Agosto de 2011, 18:22:50
Claro que pode reclamar. Ele não deixa de ser cidadão e ter direitos por ser bandido. Ele não pode reclamar do seu Manoel da esquina, mas dos agentes do estado sim.
Sim, perante a lei ele tem o direito de reclamar, mas não foi isso que eu quis dizer, falha minha.
O que eu quero dizer é pessoal mesmo, como eu vou cobrar algo de alguém, sendo que eu mesmo não cumpro o que estou cobrando?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 28 de Agosto de 2011, 18:24:33



Como já disse antes, depende. A frase do Di demonstra bem o que eu penso sobre a bandidagem, mas claro que assim como ele bem explicou, existem bandidos e bandidos. Mas isto é só a MINHA opinião e eu jamais tentaria colocar ela em prática. É só uma opinião, nada mais.

Quanto à atitude dos policiais, você se refere ao que? A eles terem chamado o SAMU? Sim, concordo. É extremamente fácil um policial ser punido ao ser acusado por omissão e eles terem realizado este acionamento impedirá isto. Ponto pra eles.

Agora, se você se refere aos comentários, como disse, foram infelizes, mas não fizeram absolutamente nenhuma diferença no atendimento dos criminosos. Não é como se eles tivessem dito "Tomara que você morra" enquanto colocava o cano das armas nos ferimentos e girava para doer e sangrar mais.

Desculpe, acho que não deveria ter feito essa pergunta, dado que você é policial.

Desculpe, acho que não deveria ter respondido a essa pergunta dado que você é... bem... você. :)

Bem, apesar de você ter me levado a mal, fui sincero quando pedi desculpas, você é policial, e talvez você ficasse exposto a uma opinião controversa.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Geotecton em 28 de Agosto de 2011, 18:39:00
Imaginando o dentista falando com o micróbio: Estrebucha, micróbio! Miserento! :lol:

Hehehehehehe.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Fabrício em 28 de Agosto de 2011, 18:39:55
Já que estou dando meu pitaco agora, bandido perigoso bom é bandido perigoso morto :D... quem define a periculosidade, como o pitaco é meu, sou eu mesmo :hihi:. Mas fazer um assalto a mão armada já é um forte fator a favor da periculosidade.

Agora, os policiais chamaram o SAMU, mandaram os vagabundos pobres rapazes feridos para o  hospital. Mas realmente falharam nos comentários. Deviam na verdade ter segurado a mão dos pobrezinhos, dito que eles iam conseguir viver uma vida ainda longa e produtiva, com muitos assaltos e tiroteios pela frente. Que eles merecem ser felizes e que podem contar com eles. Um beijinho na testa ou bochecha quando entrassem na ambulância também iria bem.

Francamente...

Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Geotecton em 28 de Agosto de 2011, 18:44:57
Desculpe, acho que não deveria ter feito essa pergunta, dado que você é policial.

Desculpe, acho que não deveria ter respondido a essa pergunta dado que você é... bem... você. :)

Senhores.

"Alfinetadas" baseadas em birra não acrescentam nada ao debate.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Geotecton em 28 de Agosto de 2011, 19:58:36
Resumindo.

a) Os policiais em questão seguiram a lei ao não prestarem socorro aos feridos e ao chamarem o SAMU;

b) Os policiais em questão foram infelizes (anti-éticos), no mínimo, ao proferirem um escárnio perante o sofrimento físico de pessoas mesmo que delinquentes/criminosas.

c) Os policiais em questão, enquanto agentes do Estado, são obrigados a manter um mínimo de postura civilizada mesmo sob agressões verbais de pessoas delinquentes/criminosas.

d) Todos os foristas acham que as penas tem que ser cumpridas totalmente (sem condescendência) em um sistema prisional que deveria ser modernizado e ampliado.

e) Alguns foristas acham que a pena capital deveria ser implementada.


Faltou alguma coisa?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Gaúcho em 28 de Agosto de 2011, 20:03:53
Citação de: Juca
Di, você disse o que disse, está lá, é uma frase bem forte. Depois confrontado com o fato de que existem diferentes graus de criminalidade, de que existe um estado de direito, e que a pena capital é muito forte para delitos comuns e até mesmo para muitos delitos graves, relativizou.

Não, Juca, eu não relativei, eu fui OBRIGADO a apontar o óbvio. Eu não poderia imaginar, nem em meus sonhos mais malucos, que apareceria um forista, leria a minha frase, apontaria o dedo para mim e gritasse: Olha lá!!! Olha lá!! O Di é a favor de que matem pessoas que roubam pirulitos!! Ele quer que executem aquele pai de 5 filhos, que em um momento de desespero, roubou um saco de massa e feijão no supermercado!! Desumanooooooo, desumanoooooooooooooooo!!!!11eleven

E só pra deixar claro, eu não recuo um passo no que falei. Mas, veja bem, o que eu falei, e não o que você imagina que eu pensei quando falei o que eu falei, entende?

Citação de: Juca
Eu até acredito que você não pense assim exatamente, e respeito o seu direito de dizer que não fica triste quando morre um bandido, embora continue achando desumano.

Com certeza é uma opinião válida, e você tem direito a ela.

Citação de: Juca
Mas isso não tira a responsabilidade pelo que você falou primeiro. No contexto dessa frase a gente pode interpretar facilmente que o que é bom, é que a sociedade, ou os policiais, matem todos os bandidos quando possível,

"A gente", não, Juca. Você. Você foi a única pessoa nesse fórum que interpretou a minha frase daquele jeito extremo. Todos os outro parecem terem entendido.

Citação de: Juca
ou que é aceitável que um bandido morra antes de ser julgado culpado ou não, antes de tipificar seu crime, antes de saber do contexto e antes que ele possa ser acusado e se defender perante um tribunal.

Olha, se o bandido fez por onde para morrer antes de ser julgado, eu acho totalmente aceitável, preferível até. Eu sei que você acha desumano e tal, mas paciência.

Citação de: Juca
Você foi muito infeliz.

OK.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz F. em 28 de Agosto de 2011, 22:09:08
Engraçado. Então dois vagabundos assaltam um cidadão honesto e pagante de impostos, enfrentam policiais (que nós pagamos o salário), levam uns tiros (cujas armas e munições nós compramos), e depois esses policiais (que nós pagamos o salário) chamam o SAMU (cuja estrutura e salários nós pagamos) e no meio tempo em que o SAMU chega os malvados policiais riem dos pobrezinhos bandidos. Depois os vagabundos são levados para o hospital (em que toda estrutura é paga por nós) para receberem atendimento de médicos e enfermeiros (cujos salários são pagos por nós) e eu ainda tenho que sentir pena???

Então tá :no:
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 28 de Agosto de 2011, 22:21:10
E por que você deve sentir pena? :hein:
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Gaúcho em 28 de Agosto de 2011, 22:34:18
Porque não sentir é desumano.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz F. em 28 de Agosto de 2011, 22:45:51
Disse pena no sentido de empatia para com a dor desses vagabundos, pena no sentido de ficar indignado com uma suposta agressão aos direitos humanos desses delinquentes, pena no sentido de crucificar a atitude desses policiais que feriram a dignidade dos pobrezinhos dos marginais. Se esses fdp tivessem morrido, pra mim melhor. Pelo menos as balas seriam bem gastas.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Cientista em 28 de Agosto de 2011, 22:57:39
Só eu mesmo sei o quanto minha vida é um festival de decepções. É minha experiência "pessoal e intransferível"(?... bobagem!, nada é intransferível ou, melhor, 'incopiável'). Aqui mesmo, muitas decepções de desanimar profundamente.

Mas, quando vejo atitudes humanas como a desses policiais, pelo menos uma ponta de esperança na espécie humana se revigora em mim (afinal, se um homem, um humano, pode reconhecer os valores e os desvalores, as diferenças entre indivíduos, talvez as máquinas também possam... ...não resisti).

Parabéns a esses policiais que manifestam toda a sua humanidade com total dignidade e, ainda assim, cumprem com o acordo social a que anuiram no engajamento à função que exercem. Não há dúvida de que seus desejos pessoais eram de executar os criminosos. Qualquer pessoa que respeita a vida do próximo como norma de conduta, deseja o mesmo. Mas, acima disso, respeitaram o acordo. Para quem não respeita o acordo, o acordo não vale mais; NÃO DEVE VALER MAIS. Marginais perdem o direito à cidadania porque cidadania é exercício pleno; não é uma coisa que se ganha como dádiva simplesmente por possuir dado genoma, é uma coisa que se conquista com sacrifício, como o que esses policiais fizeram ao não eliminar os vermes (estou considerando-os na hipótese de serem de fato criminosos), indo contra seus desejos pessoais e respeitando a lei. Não há absolutamente nada de infeliz nos comentários deles.

E reitero minhas congratulações aos mesmos por demonstrarem que possuem o sentimento devido que seres humanos devem ter com relação a bandidos e cumprirem seus papéis.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Adriano em 28 de Agosto de 2011, 23:12:26
e) Alguns foristas acham que a pena capital deveria ser implementada.


Faltou alguma coisa?
Esta opinião dentro do contexto do tópico, e no final de sequencia lógica dos argumentos, resume ainda mais a questão  :biglol:

Vamos fazer uma limpeza ética fuzilando todos os bandidos e os corruptos e deixar o mundo melhor, concordo com a boa vontade de todos  :anjo:
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz F. em 28 de Agosto de 2011, 23:30:29
e) Alguns foristas acham que a pena capital deveria ser implementada.


Faltou alguma coisa?
Esta opinião dentro do contexto do tópico, e no final de sequencia lógica dos argumentos, resume ainda mais a questão  :biglol:

Vamos fazer uma limpeza ética fuzilando todos os bandidos e os corruptos e deixar o mundo melhor, concordo com a boa vontade de todos  :anjo:

Sim. Sugiro começarmos por Brasília.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Adriano em 28 de Agosto de 2011, 23:43:42
e) Alguns foristas acham que a pena capital deveria ser implementada.


Faltou alguma coisa?
Esta opinião dentro do contexto do tópico, e no final de sequencia lógica dos argumentos, resume ainda mais a questão  :biglol:

Vamos fazer uma limpeza ética fuzilando todos os bandidos e os corruptos e deixar o mundo melhor, concordo com a boa vontade de todos  :anjo:

Sim. Sugiro começarmos por Brasília.
Vamos ser mais específicos companheiro, vamos atacar o congresso nacional e deixar os civis inocentes intactos. Viva la revolucion  :{
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Temma em 28 de Agosto de 2011, 23:52:00
Mais de 99% dos seres humanos não consegue desejar o bem para quem lhe faz o mal.

Aquele mandamento de Jesus Cristo é utópico.



99% das pessoas mentem, então está tudo bem em mentir.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 29 de Agosto de 2011, 00:02:06
Tá difícil de achar a parte que diz que é certo/está tudo bem em não desejar o bem a quem lhe fez mal.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz F. em 29 de Agosto de 2011, 00:03:18
e) Alguns foristas acham que a pena capital deveria ser implementada.


Faltou alguma coisa?
Esta opinião dentro do contexto do tópico, e no final de sequencia lógica dos argumentos, resume ainda mais a questão  :biglol:

Vamos fazer uma limpeza ética fuzilando todos os bandidos e os corruptos e deixar o mundo melhor, concordo com a boa vontade de todos  :anjo:

Sim. Sugiro começarmos por Brasília.
Vamos ser mais específicos companheiro, vamos atacar o congresso nacional e deixar os civis inocentes intactos. Viva la revolucion  :{

Mas era essa a ideia desde o começo... Não era?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Adriano em 29 de Agosto de 2011, 00:17:58
e) Alguns foristas acham que a pena capital deveria ser implementada.


Faltou alguma coisa?
Esta opinião dentro do contexto do tópico, e no final de sequencia lógica dos argumentos, resume ainda mais a questão  :biglol:

Vamos fazer uma limpeza ética fuzilando todos os bandidos e os corruptos e deixar o mundo melhor, concordo com a boa vontade de todos  :anjo:

Sim. Sugiro começarmos por Brasília.
Vamos ser mais específicos companheiro, vamos atacar o congresso nacional e deixar os civis inocentes intactos. Viva la revolucion  :{

Mas era essa a ideia desde o começo... Não era?
Com certeza. Temos até um mapa após a colonização cético-ateísta (http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=25045.msg615141#msg615141) :biglol:

(http://img710.imageshack.us/img710/314/mapmun.jpg)
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Geotecton em 29 de Agosto de 2011, 00:26:57
[...]
e) Alguns foristas acham que a pena capital deveria ser implementada.

Faltou alguma coisa?
Esta opinião dentro do contexto do tópico, e no final de sequencia lógica dos argumentos, resume ainda mais a questão  :biglol:
[...]

Não é nem uma "opinião" e nem foi um "final da sequência lógica dos argumentos", porque não é uma opinião e nem foi um argumento.

Foi apenas um apanhado de algumas ideias dos foristas que participaram neste tópico.

Leia-o desde o começo.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Adriano em 29 de Agosto de 2011, 00:43:17
[...]
e) Alguns foristas acham que a pena capital deveria ser implementada.

Faltou alguma coisa?
Esta opinião dentro do contexto do tópico, e no final de sequencia lógica dos argumentos, resume ainda mais a questão  :biglol:
[...]

Não é nem uma "opinião" e nem foi um "final da sequência lógica dos argumentos", porque não é uma opinião e nem foi um argumento.

Foi apenas um apanhado de algumas ideias dos foristas que participaram neste tópico.

Leia-o desde o começo.
Foi a parte do texto que mais rendeu polêmica e discordâncias  :)

A sua postagem sobre o tópico é um resumo oficial? Estou acompanhando o tópico deste o início e ainda participei. E digo mais, muito do nosso entendimento sobre as opiniões dos tópicos, não se reduzem simplesmente aos mesmos. E tem outro tópico com uma temática muito semelhante, que inclusive fiz uma correlação entre os dois, para ilustrar um ponto (http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=25388.msg628623#msg628623)  :wink:
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Geotecton em 29 de Agosto de 2011, 08:38:33
Foi a parte do texto que mais rendeu polêmica e discordâncias  :)
[...]

A parte que mais rendeu polêmicas não foi sobre a pena de morte mas sobre o comportamento dos policiais e das palavras (e possíveis intenções subliminares) por eles proferidas.


A sua postagem sobre o tópico é um resumo oficial?

É óbvio que não e voce sabe disto.


Estou acompanhando o tópico deste o início e ainda participei. E digo mais, muito do nosso entendimento sobre as opiniões dos tópicos, não se reduzem simplesmente aos mesmos.

E foi por isto que eu fiz um resumo pessoal e ainda escrevi no final

Faltou alguma coisa?

Então procure não "enxergar" mais coisas ou intenções nos meus textos, do que aquelas que eu realmente quero transmitir.


E tem outro tópico com uma temática muito semelhante, que inclusive fiz uma correlação entre os dois, para ilustrar um ponto (http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=25388.msg628623#msg628623)  :wink:

Ok!
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Temma em 29 de Agosto de 2011, 09:08:39
Tá difícil de achar a parte que diz que é certo/está tudo bem em não desejar o bem a quem lhe fez mal.

Poisé, mas é sempre seguro eliminar as sugestões.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Adriano em 29 de Agosto de 2011, 12:05:29
Foi a parte do texto que mais rendeu polêmica e discordâncias  :)
[...]

A parte que mais rendeu polêmicas não foi sobre a pena de morte mas sobre o comportamento dos policiais e das palavras (e possíveis intenções subliminares) por eles proferidas.
O que está estreitamente interligado, pois a análise social e psicológica ficou embotada através do mero cumprimento legal dos profissionais em questão. E como foi abordado também, é contraditório com a acusação que se faz dos níveis hierárquicos superiores (corruptos) embora sendo salientado mais como um erro do Juca, mas eu "enxergo" nos demais também. Apenas  num sentido contrário.

Faltou alguma coisa?
Então procure não "enxergar" mais coisas ou intenções nos meus textos, do que aquelas que eu realmente quero transmitir.
Tipo o que o Juca fez com o texto do Di Gaúcho? Pois é, para mim é totalmente "desconexo" a observação desta pena de morte num tópico sobre abusos éticos policiais. Neste contexto sou favorável ao Juca.

Porém vejo que uma das forças do crime está justamente na aplicação "liberdade" da pena capital em seu cotidiano, mas não o acho mais eficiente que o estado oficial por isto.

E me responda que crime os policias cometeram.
Poius é. Tem duas páginas que peço isso, mas imagino que assim como tantas vezes antes, ficaremos sem resposta.
Veja que a "imaginação" corre solta de ambos os lados. E eu aqui fazendo análise do discurso  :vergonha:

 :P
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _tiago em 29 de Agosto de 2011, 12:10:55
Achei o comentário do policial insensível, simplesmente esconde a raiva que ele tem do marginal. Nenhuma novidade. Se ainda assim ele cumpriu com sua função, palmas pra ele, que não deixou a raiva (suposta!) interferir na sua conduta.
Agora, uma suspensão pra aprender a ficar de boca calada e não ser descuidado quando houver uma câmera próxima, isso deveria ocorrer sim.

Quando ao comentário do Di, pura ironia que a maioria das pessoas soltam quando vêem um criminoso sendo morto, ainda mais nos dias de hoje.
Juro, me dá uma sensação de alívio isso... :P
Alguém não entendeu essa outra ironia em 5, 4, 3...
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Adriano em 29 de Agosto de 2011, 12:50:41
Agora, uma suspensão pra aprender a ficar de boca calada e não ser descuidado quando houver uma câmera próxima, isso deveria ocorrer sim.
A maior ironia é que os próprios PMs se delataram, fazendo a gravação  :biglol:

Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Adriano em 29 de Agosto de 2011, 13:17:39
E para descontrair, basta saber que tem PMs gravados em situações mais constrangedoras:

http://www.youtube.com/v/WO5E5cu_xaQ

E foi punido.

Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Osler em 29 de Agosto de 2011, 14:30:16
Alguns pontos que gostaria de comentar,

Não acho que a punição de privação de liberdade (ou qualquer outra punição) tenha ou deva ter como prioridade a re-educação.  Nem considero a punição pura e simples uma coisa característica apenas de sociedade primitivas.  A meu ver a punição de privação da liberdade serve para:

1) Punir - fundamental, quem comete uma violação da lei deve receber uma punição
2) Excluir o indivíduo pernicioso do convivio com a sociedade - proteger a sociedade
3) Exemplificar - funciona como mecanismo coercetivo de outras condutas delituosas, o medo da punição funciona (muito) como controle da sociedade
4) Re-educar

Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 29 de Agosto de 2011, 15:15:30
o 3 também é educar.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 29 de Agosto de 2011, 15:20:16

Juro, me dá uma sensação de alívio isso... :P

Não entendi como você pode estar aliviado com a morte de um outro ser humano. :)
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 29 de Agosto de 2011, 15:26:00

e) Alguns foristas acham que a pena capital deveria ser implementada.


Tenho imaginado ultimamente que a pena de morte poderia ser aplicada em casos como homicídios de magistrados, promotores, policiais em serviço, oficiais de justiça, auditores fiscais e alguns outros que possa estar esquecendo. O justificativa seria para desestimular crimes contra aqueles que combatem crimes e coibir intimidações. É só uma ideia que ainda não está madura para mim.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Mr."A" em 29 de Agosto de 2011, 15:36:41
Pena de morte é algo muito delicado, mesmo nos casos que você citou. Ela é 100% irreversível e se um inocente for condenado, é um erro irreparável, ainda que se indenize as famílias ou se tente outras alternativas de compensação.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 29 de Agosto de 2011, 15:47:25
Concordo com você, por isso é uma ideia ainda em gestação para mim. Mas isso poderia diminuir a probabilidade de crimes como o da juíza que foi assassinada no Rio.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: DDV em 29 de Agosto de 2011, 15:59:33

Juro, me dá uma sensação de alívio isso... :P

Não entendi como você pode estar aliviado com a morte de um outro ser humano. :)

Refere-se ao bandido??

 :histeria: :histeria: :histeria:

Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 29 de Agosto de 2011, 15:59:45
Concordo também. Eu sei que a pena de morte, hoje, é totalmente inviável no Brasil, e não a vejo sendo viável por um bom tempo. Sou a favor de melhorar, e muito, a educação, e também o sistema judiciário, para então a pena de morte ser viável.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: DDV em 29 de Agosto de 2011, 16:01:25

e) Alguns foristas acham que a pena capital deveria ser implementada.


Tenho imaginado ultimamente que a pena de morte poderia ser aplicada em casos como homicídios de magistrados, promotores, policiais em serviço, oficiais de justiça, auditores fiscais e alguns outros que possa estar esquecendo. O justificativa seria para desestimular crimes contra aqueles que combatem crimes e coibir intimidações. É só uma ideia que ainda não está madura para mim.

Se você concorda que a pena de morte pode desestimular crimes contra estas pessoas, por que não estender esse benefício a todos os seres humanos do país?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: DDV em 29 de Agosto de 2011, 16:02:10
Concordo também. Eu sei que a pena de morte, hoje, é totalmente inviável no Brasil, e não a vejo sendo viável por um bom tempo. Sou a favor de melhorar, e muito, a educação, e também o sistema judiciário, para então a pena de morte ser viável.

[2]
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 29 de Agosto de 2011, 17:30:31

e) Alguns foristas acham que a pena capital deveria ser implementada.


Tenho imaginado ultimamente que a pena de morte poderia ser aplicada em casos como homicídios de magistrados, promotores, policiais em serviço, oficiais de justiça, auditores fiscais e alguns outros que possa estar esquecendo. O justificativa seria para desestimular crimes contra aqueles que combatem crimes e coibir intimidações. É só uma ideia que ainda não está madura para mim.

Se você concorda que a pena de morte pode desestimular crimes contra estas pessoas, por que não estender esse benefício a todos os seres humanos do país?


Eu disse que TENHO IMAGINADO essa ideia, como uma ideia em desenvolvimento mesmo. Seria nesses casos muito específicos (e com especificidades dentro deles), para não incorrer no risco da condenação de um inocente (que ainda está passível de ocorrer), mas tem razão: o ideal seria não haver pena de morte em nenhuma circunstância.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _tiago em 29 de Agosto de 2011, 18:15:14
Não entendi como você pode estar aliviado com a morte de um outro ser humano. :)

Era uma ironia, mas... Fico sim, Derfel.
Minha moral (e é o que defendo!) diz que devem ser julgados. Se culpados, presos e, cumpridos os anos de prisão, reinseridos à sociedade. Mas quando um caso de latrocínio o sujeito resistiu e tomou um tiro, eu realmente me sinto aliviado, de certa forma, vingado. Inclusive, acho que isso é muito mais comum e normal ao luto (hipócrita?) de que foi-se a vida de um simples ser humano – eu realmente não consigo fazer essa nivelação.

E sério,
Alguém aqui ao saber da morte de um homicida se compadece, se sente infeliz? Curiosidade minha.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 29 de Agosto de 2011, 18:20:38
Não entendi como você pode estar aliviado com a morte de um outro ser humano. :)

Era uma ironia, mas... Fico sim, Derfel.
Minha moral (e é o que defendo!) diz que devem ser julgados. Se culpados, presos e, cumpridos os anos de prisão, reinseridos à sociedade. Mas quando um caso de latrocínio o sujeito resistiu e tomou um tiro, eu realmente me sinto aliviado, de certa forma, vingado. Inclusive, acho que isso é muito mais comum e normal ao luto (hipócrita?) de que foi-se a vida de um simples ser humano – eu realmente não consigo fazer essa nivelação.

E sério,
Alguém aqui ao saber da morte de um homicida se compadece, se sente infeliz? Curiosidade minha.


Me compadecer não. Mas infeliz sim. É uma vida que foi desperdiçada, e não digo isso quando ele morreu, digo isso quando ele se encaminhou para o crime, ali foi que começou a jogar sua vida na lata do lixo.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 29 de Agosto de 2011, 18:30:18
Não entendi como você pode estar aliviado com a morte de um outro ser humano. :)

Era uma ironia, mas... Fico sim, Derfel.
Minha moral (e é o que defendo!) diz que devem ser julgados. Se culpados, presos e, cumpridos os anos de prisão, reinseridos à sociedade. Mas quando um caso de latrocínio o sujeito resistiu e tomou um tiro, eu realmente me sinto aliviado, de certa forma, vingado. Inclusive, acho que isso é muito mais comum e normal ao luto (hipócrita?) de que foi-se a vida de um simples ser humano – eu realmente não consigo fazer essa nivelação.

E sério,
Alguém aqui ao saber da morte de um homicida se compadece, se sente infeliz? Curiosidade minha.


Ninguém mais nota smileys.. :(

Eu, pessoalmente, fico indiferente, já que se trata de um número ou estatística. Contudo, se presenciasse o ato, acho que ficaria desconfortável com a sua morte e mesmo infeliz sim.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: DDV em 29 de Agosto de 2011, 18:33:45
Não entendi como você pode estar aliviado com a morte de um outro ser humano. :)

Era uma ironia, mas... Fico sim, Derfel.
Minha moral (e é o que defendo!) diz que devem ser julgados. Se culpados, presos e, cumpridos os anos de prisão, reinseridos à sociedade. Mas quando um caso de latrocínio o sujeito resistiu e tomou um tiro, eu realmente me sinto aliviado, de certa forma, vingado. Inclusive, acho que isso é muito mais comum e normal ao luto (hipócrita?) de que foi-se a vida de um simples ser humano – eu realmente não consigo fazer essa nivelação.

E sério,
Alguém aqui ao saber da morte de um homicida se compadece, se sente infeliz? Curiosidade minha.


Me compadecer não. Mas infeliz sim. É uma vida que foi desperdiçada, e não digo isso quando ele morreu, digo isso quando ele se encaminhou para o crime, ali foi que começou a jogar sua vida na lata do lixo.

Eu só tenho esse pensamento para com as vítimas do bandido. Estou c****** e andando para a dele.

Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 29 de Agosto de 2011, 18:50:16
Não entendi como você pode estar aliviado com a morte de um outro ser humano. :)

Era uma ironia, mas... Fico sim, Derfel.
Minha moral (e é o que defendo!) diz que devem ser julgados. Se culpados, presos e, cumpridos os anos de prisão, reinseridos à sociedade. Mas quando um caso de latrocínio o sujeito resistiu e tomou um tiro, eu realmente me sinto aliviado, de certa forma, vingado. Inclusive, acho que isso é muito mais comum e normal ao luto (hipócrita?) de que foi-se a vida de um simples ser humano – eu realmente não consigo fazer essa nivelação.

E sério,
Alguém aqui ao saber da morte de um homicida se compadece, se sente infeliz? Curiosidade minha.


Ninguém mais nota smileys.. :(

Eu, pessoalmente, fico indiferente, já que se trata de um número ou estatística. Contudo, se presenciasse o ato, acho que ficaria desconfortável com a sua morte e mesmo infeliz sim.

Eu já estou na fase não sei se da insensibilidade ou da aceitação que esse tipo de coisa acontece e você não pode fazer absolutamente nada para impedir. A primeira vez que vi um cadáver decorrente de ação policial, foi meio sinistro. Depois vi uns executados por traficantes, sem cabeça. Mais sinistro ainda.

Mas semana passada eu me surpreendi quando uma mulher saltou de cima de um viaduto aqui da região e quando cheguei no local alguns minutos depois, quando uma viatura já havia chegado e a perícia estava a caminho. Apesar de lamentar muito a situação do marido e dos filhos que estavam próximos, não pude deixar de pensar que por dois metros pra esquerda, ela teria caído na nossa área e portanto, aumentaria nossas estatísticas de morte. Virei para o cara que estava comigo e falei: "Bora almoçar?".
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Temma em 29 de Agosto de 2011, 19:11:25
O meu problema quanto à pena de morte é que eu considero a vida como um fim último. Tirar uma vida é o maior dos maus, a conduta mais reprovável, é por si o mal a ser combatido, é uma postura em que se considera a vida um valor próximo ao "sagrado". Essa valoração da vida como única só foi obtida mediante grande evolução moral, pois, pelo contrário, o natural é a fúria, a retaliação, o olho por olho, onde o banal é a morte. e por isso mesmo acredito que deve haver sempre um reforço desses valores. O problema é justamente esse, em vez de reforçar o valor da vida, na pena de morte o Estado abraça a solução que deseja combater, no fim, regressando à barbarie natural


Obviamente sinto forte empatia pelas vítimas(muito mais que pelos bandidos, ainda que gostem de acusar o contrário  :P), ou aos que agem no calor do momento retaliando na mesma moeda, mas execuções à frio não me parecem o caminho certo, ainda mais quando são colocadas como soluções, em detrimento de outras alternativas (30 anos de prisão, sem grandes atenuantes, me parecem razoável para coibir quaisquer tipos de crimes, inclusive sendo preferível a alguns a morte que isto)

Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 29 de Agosto de 2011, 19:32:38
Tendo a concordar com Temma
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Barata Tenno em 29 de Agosto de 2011, 19:35:54
Eu sou contra pena de morte, mas sou a favor de prisão perpétua.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 29 de Agosto de 2011, 19:44:38
Tendo a concordar com Temma

Também concordo.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: gilberto em 29 de Agosto de 2011, 19:51:21
Eu acho que deveria ter dispositivos legais para responsabilização ou condenação vitalícia, que pode ser prisão ou penalidades e restrições mais brandas. Por exemplo, no caso de homicídio, o criminoso deveria cumprir o tempo de prisão determinado, e continuar responsabilizado em pagar pensão para os parentes finaceiramente prejudicados com a perda, e também ter restrições de morar, trabalhar e transitar nas cidades próximas da família da vítima (define-se uma distância), e talvez até proibir de se expressar/comunicar por meios que possa constranger ou ofender os familiares da vítima.

PS. lembro que a assassina da atriz filha da glória perez foi estudar na mesma faculdade da prima da vítima, e teve uma briga com a prima alegando que a assassina (com a pena já cumprida) ofendia de propósito a memória da vítima e de seus familiares.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 29 de Agosto de 2011, 19:51:29
“A violência policial é a negação da eficiência”, a argumentação dela é perfeita.

http://g1.globo.com/globo-news/noticia/2011/08/violencia-policial-e-negacao-da-eficiencia-diz-nancy-cardia.html
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 29 de Agosto de 2011, 19:57:43
Eu acho que deveria ter dispositivos legais para responsabilização ou condenação vitalícia, que pode ser prisão ou penalidades e restrições mais brandas. Por exemplo, no caso de homicídio, o criminoso deveria cumprir o tempo de prisão determinado, e continuar responsabilizado em pagar pensão para os parentes finaceiramente prejudicados com a perda, e também ter restrições de morar, trabalhar e transitar nas cidades próximas da família da vítima (define-se uma distância), e talvez até proibir de se expressar/comunicar por meios que possa constranger ou ofender os familiares da vítima.

PS. lembro que a assassina da atriz filha da glória perez foi estudar na mesma faculdade da prima da vítima, e teve uma briga com a prima alegando que a assassina (com a pena já cumprida) ofendia de propósito a memória da vítima e de seus familiares.

Sei que talvez não tenha lá muita relação, mas toda vez que veja sobre condenação vitalícia me vem a cabeça a condenação eterna do inferno cristão. :medo:
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: DDV em 29 de Agosto de 2011, 19:59:08
O meu problema quanto à pena de morte é que eu considero a vida como um fim último. Tirar uma vida é o maior dos maus, a conduta mais reprovável, é por si o mal a ser combatido, é uma postura em que se considera a vida um valor próximo ao "sagrado".

Eu tenho exatamente esse mesmo pensamento, por isso acho que vida só se paga com vida.

Qualquer punição para homicídio doloso pré-meditado que seja menor do que a morte é desvalorizar a vida da vítima, anulando completamente a sua assunção inicial sobre a sacralidade da vida.



Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: DDV em 29 de Agosto de 2011, 20:01:52
Citação de: Temma
O problema é justamente esse, em vez de reforçar o valor da vida, na pena de morte o Estado abraça a solução que deseja combater, no fim, regressando à barbarie natural

Pelo contrário! A pena de morte para homicídios torna ainda mais valiosa a vida, já que o custo e risco de se tirar uma é alto.

Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: gilberto em 29 de Agosto de 2011, 20:03:05
Naninanão, a palavra VITALÍCIO é mais restrita que PERPÉTUA ou ETERNA, pois vitalício se encerra com a morte ... as outras não. Mas é tudo a mesma bostica ...
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Diegojaf em 29 de Agosto de 2011, 20:09:13
Eu acho que deveria ter dispositivos legais para responsabilização ou condenação vitalícia, que pode ser prisão ou penalidades e restrições mais brandas. Por exemplo, no caso de homicídio, o criminoso deveria cumprir o tempo de prisão determinado, e continuar responsabilizado em pagar pensão para os parentes finaceiramente prejudicados com a perda, e também ter restrições de morar, trabalhar e transitar nas cidades próximas da família da vítima (define-se uma distância), e talvez até proibir de se expressar/comunicar por meios que possa constranger ou ofender os familiares da vítima.

PS. lembro que a assassina da atriz filha da glória perez foi estudar na mesma faculdade da prima da vítima, e teve uma briga com a prima alegando que a assassina (com a pena já cumprida) ofendia de propósito a memória da vítima e de seus familiares.

Sei que talvez não tenha lá muita relação, mas toda vez que veja sobre condenação vitalícia me vem a cabeça a condenação eterna do inferno cristão. :medo:
Para nós ateus, é isso. A eternidade.

Mas mesmo condenações perpétuas nos EUA podem ser revistas depois de um período mínimo de X anos cumpridos. Pelo menos uns 30 anos o cara fica antes de ter direito à possibilidade, caso seja conveniente, de conseguir a condicional.

Ao contrário da pouca vergonha que é aqui...
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Temma em 29 de Agosto de 2011, 20:29:23
Citação de: Temma
O problema é justamente esse, em vez de reforçar o valor da vida, na pena de morte o Estado abraça a solução que deseja combater, no fim, regressando à barbarie natural

Pelo contrário! A pena de morte para homicídios torna ainda mais valiosa a vida, já que o custo e risco de se tirar uma é alto.


Sua premissa é que a pena de morte tem um poder de dissuasão maior que outras penas, como prisão perpétua ou uma vida inteira na cadeia. Não sei se isso é verdade. É comum depoimentos de criminosos que oferecem resistência à polícia dizendo que só levarão eles mortos. Virou até um clichê nos cinemas.


Pensando bem, a ameaça de morte tem até certo grau de incentivo à "cultura do crime", torna o caminho sem volta, é a condenação última, que não deixa oportunidades posteriores. E é mais ou menos assim que vejo criminosos a encarando. A incidência de mortes entre jovens criminosos já é altíssima. Bandidos falam-se da morte com grande desdém, e suas ações corroboram com isso.

Obviamente, sei que na iminência da morte todos tentam se salvar, mas antecipadamente todos acabam por colocar suas vidas em risco. É intríseco à marginalidade.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Temma em 29 de Agosto de 2011, 20:37:47
O meu problema quanto à pena de morte é que eu considero a vida como um fim último. Tirar uma vida é o maior dos maus, a conduta mais reprovável, é por si o mal a ser combatido, é uma postura em que se considera a vida um valor próximo ao "sagrado".

Eu tenho exatamente esse mesmo pensamento, por isso acho que vida só se paga com vida.

Qualquer punição para homicídio doloso pré-meditado que seja menor do que a morte é desvalorizar a vida da vítima, anulando completamente a sua assunção inicial sobre a sacralidade da vida.




Entendo. A questão é que, digamos, antes do cometimento de um crime, autor e vítima são sagrados. E de alguma forma a vida do primeiro perderia a sacralidade, o que contradiz a própria origem da palavra.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Dodo em 29 de Agosto de 2011, 23:20:54
Eu tava aqui pensando com meus botões:

- Será que o Datena vai dizer que esses policiais agiram assim porque não tinham Deus no coração?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 29 de Agosto de 2011, 23:43:23
O meu problema quanto à pena de morte é que eu considero a vida como um fim último. Tirar uma vida é o maior dos maus, a conduta mais reprovável, é por si o mal a ser combatido, é uma postura em que se considera a vida um valor próximo ao "sagrado". Essa valoração da vida como única só foi obtida mediante grande evolução moral, pois, pelo contrário, o natural é a fúria, a retaliação, o olho por olho, onde o banal é a morte. e por isso mesmo acredito que deve haver sempre um reforço desses valores. O problema é justamente esse, em vez de reforçar o valor da vida, na pena de morte o Estado abraça a solução que deseja combater, no fim, regressando à barbarie natural
A liberdade é o dos bem mais valioso do ser humano, privá-lo desse bem é o maior dos maus e totalmente contra os preceitos da democracia, que prega justamente a liberdade. O problema com a prisão perpétua é justamente esse, em vez de reforçar o valor da liberdade, na prisão perpétua o Estado (que seja democrático) abraça a solução que deseja combater.

Viu? Funciona comigo também.  :lol:

Obviamente sinto forte empatia pelas vítimas(muito mais que pelos bandidos, ainda que gostem de acusar o contrário  :P), ou aos que agem no calor do momento retaliando na mesma moeda, mas execuções à frio não me parecem o caminho certo, ainda mais quando são colocadas como soluções, em detrimento de outras alternativas (30 anos de prisão, sem grandes atenuantes, me parecem razoável para coibir quaisquer tipos de crimes, inclusive sendo preferível a alguns a morte que isto)
A minha visão de pena de morte, é o que o nome já diz, uma pena/punição. Não vejo a pena de morte como vingança (olho por olho), não vejo como um redutor da criminalidade, porque realmente não é. Na minha opinião há crimes que merecem sim, ser punidos com a morte. Como por exemplo o caso que eu citei antes do jovens que atearam fogo no índio, ou um vídeo que vi recentemente, de alguns jovens ateando fogo em cachorro. Há crimes que eu até vejo  uma explicação (não uma justificativa), e esses nem isso possuem, e pra mim merecem ser punidos com a morte.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Temma em 30 de Agosto de 2011, 00:43:45
O meu problema quanto à pena de morte é que eu considero a vida como um fim último. Tirar uma vida é o maior dos maus, a conduta mais reprovável, é por si o mal a ser combatido, é uma postura em que se considera a vida um valor próximo ao "sagrado". Essa valoração da vida como única só foi obtida mediante grande evolução moral, pois, pelo contrário, o natural é a fúria, a retaliação, o olho por olho, onde o banal é a morte. e por isso mesmo acredito que deve haver sempre um reforço desses valores. O problema é justamente esse, em vez de reforçar o valor da vida, na pena de morte o Estado abraça a solução que deseja combater, no fim, regressando à barbarie natural
A liberdade é o dos bem mais valioso do ser humano, privá-lo desse bem é o maior dos maus e totalmente contra os preceitos da democracia, que prega justamente a liberdade. O problema com a prisão perpétua é justamente esse, em vez de reforçar o valor da liberdade, na prisão perpétua o Estado (que seja democrático) abraça a solução que deseja combater.

Viu? Funciona comigo também.  :lol:


isso está mais pra um chiste do que pra um argumento válido. Liberdade não me parece ser o fim último da democracia. A democracia possibilita a liberdade, mas ela é muito mais instrumento para resolver o problema do poder. Já a liberdade é na verdade um conjunto amplo de conceitos sobre realizações humanas(ir e vir, expressar-se, opção sexual, credo, posse), que em certo sentido nunca são plenas (porque ocorrem conflitos). E liberdade plena não é uma ânsia de todas os simpatizantes da democracia, do tipo, queremos cada vez mais e mais, mais e mais, democracias democráticas. (http://www.youtube.com/watch?v=deG9z83w0Yg) Nem todo o ocidente é minarquista/anarquista (é sempre bom lembrar)

Depois, qualquer outro valor a ser cultivado tem por background a valorização da vida, sem o reconhecimento dessa última a coisa toda ficaria sem sentido


E essa questão é que dentre tantos direitos promovidos pelo Estado (vida, liberdade, propriedade, etc), há o problema prático de serem criadas sanções para criminosos, algo tem que ser feito. houve uma evolução histórica para que a moeda de troca fosse a liberdade, já foram castigos corporais, ou a própria vida, mas por alguma razão essas penas receberam a alcunha de desumanas. Lol, Estou até achando engraçado de certa forma eu ter que explicar porque tirar a vida é mais desumano que tirar a liberdade, é que pra mim é algo tão auto-evidente que não se tem sentido questionar.


Mas você tocou num ponto interessante. a prisão perpétua é algo sem volta, também. De certa forma também me oponho a ela, no sentido que acho adequado que as penas possam ser revistas, conforme o comportamento e avaliações psicológicas. Então, pra mim, dentre as coisas mais perfeitas da nossa constituição(e acho que tem um bocado de coisas erradas nela), estão esses dois institutos.



enfim, não acho que valorização da vida e valorização da liberdade são conceitos equivalentes. vida seria o bem inestimável, binária, frágil, que é qualitativa por si só, já a liberdade uma abstração, impossível de ser alcançada.


esse  post eu viajei demais, posso estar falando alguma merda aí no meio, relevem


Citar
Obviamente sinto forte empatia pelas vítimas(muito mais que pelos bandidos, ainda que gostem de acusar o contrário  :P), ou aos que agem no calor do momento retaliando na mesma moeda, mas execuções à frio não me parecem o caminho certo, ainda mais quando são colocadas como soluções, em detrimento de outras alternativas (30 anos de prisão, sem grandes atenuantes, me parecem razoável para coibir quaisquer tipos de crimes, inclusive sendo preferível a alguns a morte que isto)
A minha visão de pena de morte, é o que o nome já diz, uma pena/punição. Não vejo a pena de morte como vingança (olho por olho), não vejo como um redutor da criminalidade, porque realmente não é.

Eu vejo como além da punição pela maneira com que reivindicam a pena de morte quando ocorrem crimes hediondos. A coisa passa da pena ao deleite. Acredite, você não vai ver ninguém com essa fissura em relação à privação de liberdade.


Como o DDV falou antes, esse sentimento, de se regozijar com o sofrimento do "inimigo", é algo humano, latente em todos nós. Eu não vejo porque isso tem que ser transferido ao Estado na resolução de conflitos.

Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 30 de Agosto de 2011, 00:50:06
Temma, a comparação que fiz foi uma piada, por isso coloquei um smiley no final.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Luiz Otávio em 30 de Agosto de 2011, 00:59:07
Eu vejo como além da punição pela maneira com que reivindicam a pena de morte quando ocorrem crimes hediondos. A coisa passa da pena ao deleite. Acredite, você não vai ver ninguém com essa fissura em relação à privação de liberdade.


Como o DDV falou antes, esse sentimento, de se regozijar com o sofrimento do "inimigo", é algo humano, latente em todos nós. Eu não vejo porque isso tem que ser transferido ao Estado na resolução de conflitos.
Não entendi em qual sentido isso afeta a possibilidade de haver pena de morte.
Você acha que passaria a ser como um espetáculo, onde as pessoas iriam se deleitar ao ver outra sofrendo a pena de morte.
Isso vai de cada pessoa, umas podem até gostar (como no caso da família de uma vítima de assassinato), outras não.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Gaúcho em 30 de Agosto de 2011, 13:05:18
Li, hoje, um exemplo de noticia que anima meu dia:

Citar
Policial do BOE mata DOIS em Porto Alegre

Um policial do Batalhão de Operações Especiais (BOE) da Polícia Militar gaúcha matou dois assaltantes na manhã desta segunda-feira em Porto Alegre (RS). Ele estava em uma pet shop da sua família, localizada na rua São Manoel, bairro Santana, quando a dupla chegou e anunciou o assalto. O PM, que não estava de serviço, portava uma pistola.

Ele foi colocado de joelhos e, enquanto os criminosos reviravam a loja, sacou a arma e matou os assaltantes. O policial chegou a ser atingido entre o braço e as costas, mas foi socorrido no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) e passa bem.


Fonte (http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI5320820-EI5030,00-RS+policial+mata+durante+assalto+a+pet+shop+da+familia.html)

Eu peguei essa notícia no Orkut, e os comentários são bem interessantes. Claro que não vou usar um ad populum para validar um ponto de vista, mas é interessante notar que 100% dos comentários emitem uma opinião parecida com a minha.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Sergiomgbr em 30 de Agosto de 2011, 13:36:03
Li, hoje, um exemplo de noticia que anima meu dia:

Citar
Policial do BOE mata DOIS em Porto Alegre

Um policial do Batalhão de Operações Especiais (BOE) da Polícia Militar gaúcha matou dois assaltantes na manhã desta segunda-feira em Porto Alegre (RS). Ele estava em uma pet shop da sua família, localizada na rua São Manoel, bairro Santana, quando a dupla chegou e anunciou o assalto. O PM, que não estava de serviço, portava uma pistola.

Ele foi colocado de joelhos e, enquanto os criminosos reviravam a loja, sacou a arma e matou os assaltantes. O policial chegou a ser atingido entre o braço e as costas, mas foi socorrido no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) e passa bem.


Fonte (http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI5320820-EI5030,00-RS+policial+mata+durante+assalto+a+pet+shop+da+familia.html)

Eu peguei essa notícia no Orkut, e os comentários são bem interessantes. Claro que não vou usar um ad populum para validar um ponto de vista, mas é interessante notar que 100% dos comentários emitem uma opinião parecida com a minha.
Ou você usa aborda a questão pelo lado emocional/subjetivo, ou pelo lado racional/objetivo.
Perlo emocional você vai vingar/perdoar, desprezar/aquiescer, considerar/odiar, concomitantemente ou alternadamente e ciclicamente, infinitamente. Pelo lado objetivo você executa a letra e ponto final.

Qual é a lei???
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Geotecton em 30 de Agosto de 2011, 13:39:40
Li, hoje, um exemplo de noticia que anima meu dia:

Citar
Policial do BOE mata DOIS em Porto Alegre

Um policial do Batalhão de Operações Especiais (BOE) da Polícia Militar gaúcha matou dois assaltantes na manhã desta segunda-feira em Porto Alegre (RS). Ele estava em uma pet shop da sua família, localizada na rua São Manoel, bairro Santana, quando a dupla chegou e anunciou o assalto. O PM, que não estava de serviço, portava uma pistola.

Ele foi colocado de joelhos e, enquanto os criminosos reviravam a loja, sacou a arma e matou os assaltantes. O policial chegou a ser atingido entre o braço e as costas, mas foi socorrido no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) e passa bem.


Fonte (http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI5320820-EI5030,00-RS+policial+mata+durante+assalto+a+pet+shop+da+familia.html)

Eu peguei essa notícia no Orkut, e os comentários são bem interessantes. Claro que não vou usar um ad populum para validar um ponto de vista, mas é interessante notar que 100% dos comentários emitem uma opinião parecida com a minha.

Não foi 100%. Mas está próximo.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 30 de Agosto de 2011, 16:03:22
Li, hoje, um exemplo de noticia que anima meu dia:

Citar
Policial do BOE mata DOIS em Porto Alegre

Um policial do Batalhão de Operações Especiais (BOE) da Polícia Militar gaúcha matou dois assaltantes na manhã desta segunda-feira em Porto Alegre (RS). Ele estava em uma pet shop da sua família, localizada na rua São Manoel, bairro Santana, quando a dupla chegou e anunciou o assalto. O PM, que não estava de serviço, portava uma pistola.

Ele foi colocado de joelhos e, enquanto os criminosos reviravam a loja, sacou a arma e matou os assaltantes. O policial chegou a ser atingido entre o braço e as costas, mas foi socorrido no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) e passa bem.


Fonte (http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI5320820-EI5030,00-RS+policial+mata+durante+assalto+a+pet+shop+da+familia.html)

Eu peguei essa notícia no Orkut, e os comentários são bem interessantes. Claro que não vou usar um ad populum para validar um ponto de vista, mas é interessante notar que 100% dos comentários emitem uma opinião parecida com a minha.

E qual a consideração em ser 100% de comentários da mesma ordem que os seus? Mostra que 100%, ou quase, só falam besteiras de cunho vingativo e imediatista.

Citar
tem que mata tudo mesmo

TINHA QUE SER UNS 200 POR DIA!!

pena que foi só dois

Tinha que matar mil por dia

Daqui a pouco os pseudo-cults da comunidade vão dizer que ele é um assassino, que merece prisão perpétua e que os bandidos são meras vítimas da sociedade...
BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO.

ahh,como eh bom ler isso!

Se a opinião deles é parecida com a sua, sua argumentação de que você sabe que existe diferenças de escala entre criminosos e crimes, não passou de um subterfúgio para fugir da generalização grosseira da sua frase primeira, pra mim é pura contradição.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Geotecton em 30 de Agosto de 2011, 16:18:24
Li, hoje, um exemplo de noticia que anima meu dia:
Citar
Policial do BOE mata DOIS em Porto Alegre
[...]
Eu peguei essa notícia no Orkut, e os comentários são bem interessantes. Claro que não vou usar um ad populum para validar um ponto de vista, mas é interessante notar que 100% dos comentários emitem uma opinião parecida com a minha.
E qual a consideração em ser 100% de comentários da mesma ordem que os seus? Mostra que 100%, ou quase, só falam besteiras de cunho vingativo e imediatista.

Eu discordo do sentido de sua adjetivação _Juca_. O sentimento dos leitores e comentaristas, ainda que expresse aparentemente uma satisfação por vingança, mostra o quanto a sociedade está vulnerável ao problema da violência e o quanto os governantes estão distantes deste mesmo problema, sentados confortavelmente em seus gabinetes e vendo o "circo pegar fogo".


Se a opinião deles é parecida com a sua, sua argumentação de que você sabe que existe diferenças de escala entre criminosos e crimes, não passou de um subterfúgio para fugir da generalização grosseira da sua frase primeira, pra mim é pura contradição.

Eu acho que foi uma mistura de retórica e provocação, com alguma pitada de revolta por parte do Di.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 30 de Agosto de 2011, 16:49:10


Eu discordo do sentido de sua adjetivação _Juca_. O sentimento dos leitores e comentaristas, ainda que expresse aparentemente uma satisfação por vingança, mostra o quanto a sociedade está vulnerável ao problema da violência e o quanto os governantes estão distantes deste mesmo problema, sentados confortavelmente em seus gabinetes e vendo o "circo pegar fogo".

Pra mim a questão central é a abordagem que fazemos quanto à resposta que queremos que o poder público dê a questão da segurança pública. Poucos governantes vão encarar a questão da segurança pública como deve sê-lo, já que grande parte da população defende e aprova a violência para conter a violência e o imediatismo justiceiro pela execução de criminosos pela polícia. A mim, é preciso modernizar a polícia e o judiciário, e fazer entender que o respeito aos Direitos Humanos são a priori a melhor maneira de defender a sociedade da violência e da criminalidade generalizada, tanto do bandido comum, quanto dos policiais. A resposta à violência urbana, passa essencialmente pelo fim da violência policial e pelo fim do senso equivocado que grande parte dos brasileiros tem sobre esse tema. Como disse a professora, "A violência policial é a negação da eficiência".

Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Gaúcho em 30 de Agosto de 2011, 19:44:22
Li, hoje, um exemplo de noticia que anima meu dia:

Citar
Policial do BOE mata DOIS em Porto Alegre

Um policial do Batalhão de Operações Especiais (BOE) da Polícia Militar gaúcha matou dois assaltantes na manhã desta segunda-feira em Porto Alegre (RS). Ele estava em uma pet shop da sua família, localizada na rua São Manoel, bairro Santana, quando a dupla chegou e anunciou o assalto. O PM, que não estava de serviço, portava uma pistola.

Ele foi colocado de joelhos e, enquanto os criminosos reviravam a loja, sacou a arma e matou os assaltantes. O policial chegou a ser atingido entre o braço e as costas, mas foi socorrido no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) e passa bem.


Fonte (http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI5320820-EI5030,00-RS+policial+mata+durante+assalto+a+pet+shop+da+familia.html)

Eu peguei essa notícia no Orkut, e os comentários são bem interessantes. Claro que não vou usar um ad populum para validar um ponto de vista, mas é interessante notar que 100% dos comentários emitem uma opinião parecida com a minha.

E qual a consideração em ser 100% de comentários da mesma ordem que os seus? Mostra que 100%, ou quase, só falam besteiras de cunho vingativo e imediatista.

Citar
tem que mata tudo mesmo

TINHA QUE SER UNS 200 POR DIA!!

pena que foi só dois

Tinha que matar mil por dia

Daqui a pouco os pseudo-cults da comunidade vão dizer que ele é um assassino, que merece prisão perpétua e que os bandidos são meras vítimas da sociedade...
BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO.

ahh,como eh bom ler isso!

Se a opinião deles é parecida com a sua, sua argumentação de que você sabe que existe diferenças de escala entre criminosos e crimes, não passou de um subterfúgio para fugir da generalização grosseira da sua frase primeira, pra mim é pura contradição.

Hein? Contradição? Quantas vezes eu falei que, quando alguém tenta roubar, por exemplo, uma lanchonete, e é morto na ação, eu fico contente? Umas trinta? Daí eu posto uma notícia exatamente disso, e digo que fiquei feliz, e estou me contradizendo? :olheira:

E uma coisa não se torna automaticamente besteira só porquê você acha, Juca. Eu sei, mundo injusto.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: DDV em 30 de Agosto de 2011, 20:27:17
Se a maioria dos brasileiros é ignorante por não pensar como o Juca em relação à bandidagem, logo também foram ignorantes ao votarem no Lula.

Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 30 de Agosto de 2011, 20:29:53


Hein? Contradição? Quantas vezes eu falei que, quando alguém tenta roubar, por exemplo, uma lanchonete, e é morto na ação, eu fico contente? Umas trinta? Daí eu posto uma notícia exatamente disso, e digo que fiquei feliz, e estou me contradizendo? :olheira:

E uma coisa não se torna automaticamente besteira só porquê você acha, Juca. Eu sei, mundo injusto.

Di ,fica claro que você não está feliz "apenas" porque os ladrões foram mortos.. Está feliz porque se sente vingado. Está feliz com a suposta "justiça" que foi feita. E está feliz porque de acordo com a sua linha de raciocínio  e a de todos os comentários do orkut, incluído o seu aqui,  matar criminosos é a melhor maneira de acabar com eles.

Mas deixa eu te contar uma coisa, o Brasil é um dos países que mais mata criminosos ( estou vendo sua cara de felicidade ) e mesmo assim a criminalidade não baixa.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 30 de Agosto de 2011, 20:34:25
Se a maioria dos brasileiros é ignorante por não pensar como o Juca em relação à bandidagem, logo também foram ignorantes ao votarem no Lula.



Ad populum em via inversa. Além de ser o seu velho espantalho.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Barata Tenno em 30 de Agosto de 2011, 21:15:18


Hein? Contradição? Quantas vezes eu falei que, quando alguém tenta roubar, por exemplo, uma lanchonete, e é morto na ação, eu fico contente? Umas trinta? Daí eu posto uma notícia exatamente disso, e digo que fiquei feliz, e estou me contradizendo? :olheira:

E uma coisa não se torna automaticamente besteira só porquê você acha, Juca. Eu sei, mundo injusto.

Di ,fica claro que você não está feliz "apenas" porque os ladrões foram mortos.. Está feliz porque se sente vingado. Está feliz com a suposta "justiça" que foi feita. E está feliz porque de acordo com a sua linha de raciocínio  e a de todos os comentários do orkut, incluído o seu aqui,  matar criminosos é a melhor maneira de acabar com eles.

Mas deixa eu te contar uma coisa, o Brasil é um dos países que mais mata criminosos ( estou vendo sua cara de felicidade ) e mesmo assim a criminalidade não baixa.
Nao lembro dele ou de nenhum comentario dizer que matar criminosos eh uma medida para diminuir a criminalidade. Acho que todos usam como modo de impedir a reincidência e punição pelo crime cometido.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Barata Tenno em 30 de Agosto de 2011, 21:17:08
Se a maioria dos brasileiros é ignorante por não pensar como o Juca em relação à bandidagem, logo também foram ignorantes ao votarem no Lula.



Ad populum em via inversa. Além de ser o seu velho espantalho.
Nao eh ad populum Juca, voce se contradiz quando diz que os eleitores do Lula sao conscientes, mas chama esses mesmos eleitores de ignorantes quando nao concordam com seu ponto de vista. Eles sao ignorantes ou conscientes afinal?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 30 de Agosto de 2011, 21:37:16
Se a maioria dos brasileiros é ignorante por não pensar como o Juca em relação à bandidagem, logo também foram ignorantes ao votarem no Lula.



Ad populum em via inversa. Além de ser o seu velho espantalho.
Nao eh ad populum Juca, voce se contradiz quando diz que os eleitores do Lula sao conscientes, mas chama esses mesmos eleitores de ignorantes quando nao concordam com seu ponto de vista. Eles sao ignorantes ou conscientes afinal?

Quem chamou quem de ignorante ? Até agora eu não chamei ninguém de ignorante, pelo contrário, só vejo gente bem informada aqui no fórum.. E qual a relação entre eleitores do Lula e o pensamento conservador que aflige os comentários do Orkut e do Di? Sinceramente, eu só vejo uma tentativa de criar um espantalho e desviar o assunto.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Fabrício em 30 de Agosto de 2011, 21:38:20
Li, hoje, um exemplo de noticia que anima meu dia:

Citar
Policial do BOE mata DOIS em Porto Alegre

Um policial do Batalhão de Operações Especiais (BOE) da Polícia Militar gaúcha matou dois assaltantes na manhã desta segunda-feira em Porto Alegre (RS). Ele estava em uma pet shop da sua família, localizada na rua São Manoel, bairro Santana, quando a dupla chegou e anunciou o assalto. O PM, que não estava de serviço, portava uma pistola.

Ele foi colocado de joelhos e, enquanto os criminosos reviravam a loja, sacou a arma e matou os assaltantes. O policial chegou a ser atingido entre o braço e as costas, mas foi socorrido no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) e passa bem.


Fonte (http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI5320820-EI5030,00-RS+policial+mata+durante+assalto+a+pet+shop+da+familia.html)

Eu peguei essa notícia no Orkut, e os comentários são bem interessantes. Claro que não vou usar um ad populum para validar um ponto de vista, mas é interessante notar que 100% dos comentários emitem uma opinião parecida com a minha.

E qual a consideração em ser 100% de comentários da mesma ordem que os seus? Mostra que 100%, ou quase, só falam besteiras de cunho vingativo e imediatista.

Citar
tem que mata tudo mesmo

TINHA QUE SER UNS 200 POR DIA!!

pena que foi só dois

Tinha que matar mil por dia

Daqui a pouco os pseudo-cults da comunidade vão dizer que ele é um assassino, que merece prisão perpétua e que os bandidos são meras vítimas da sociedade...
BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO.

ahh,como eh bom ler isso!

Se a opinião deles é parecida com a sua, sua argumentação de que você sabe que existe diferenças de escala entre criminosos e crimes, não passou de um subterfúgio para fugir da generalização grosseira da sua frase primeira, pra mim é pura contradição.

Hein? Contradição? Quantas vezes eu falei que, quando alguém tenta roubar, por exemplo, uma lanchonete, e é morto na ação, eu fico contente? Umas trinta? Daí eu posto uma notícia exatamente disso, e digo que fiquei feliz, e estou me contradizendo? :olheira:

E uma coisa não se torna automaticamente besteira só porquê você acha, Juca. Eu sei, mundo injusto.

Eu também fico feliz, vingado ou seja lá o que for quando acontece um caso como este que o Di relatou. Acho o cúmulo da hipocrisia ficar com dózinha de vagabundo que pega um arma e sai por ai ameaçando cidadãos de bem. Se o cara sai de casa armado para ameaçar a vida de pessoas honestas e leva chumbo, ótimo, um a menos.
Eu entendo da mesma forma que o Di (ou de forma parecida), ninguém está aqui defendendo assassinato a sangue frio, execuções depois que os FDP dos bandidos estão dominados, embora alguns mereçam. Mas em um tiroteio, ou no calor do momento, se os bandidos levam bala e não as pessoas honestas, ótimo para mim. Não vou ficar fingindo que me importo com eles porque são seres humanos, no momento que sairam ameaçando outros seres humanos, assumiram o risco. Melhor mortos do que matando pessoas indefesas pouco tempo depois. Mas se forem presos e condenados, também tá valendo.

O Juca parece o Leafar e  outros religiosos, o duplipensar é claro. Os EUA invadem o território do Paquistão e matam o Bin Laden? Ele clama pelo Direito Internaciona! O MST invade propriedades privadas? É justificável, afinal são de esquerda. Policiais fazem todo o procedimento correto, sem desrespeitar a lei, mas xingam os bandidos? Crime hediondo! Um terrorista assassino condenado judicialmente, por um Estado de Direito, recebe um vergonhoso salvo conduto do governo brasileiro? Justificável, é de esquerda. O povo comemora a morte de um bandido? Cambada de ignorantes! Esse mesmo povo vota no Lula? Cidadãos conscientes!
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 30 de Agosto de 2011, 22:04:07


Eu também fico feliz, vingado ou seja lá o que for quando acontece um caso como este que o Di relatou. Acho o cúmulo da hipocrisia ficar com dózinha de vagabundo que pega um arma e sai por ai ameaçando cidadãos de bem. Se o cara sai de casa armado para ameaçar a vida de pessoas honestas e leva chumbo, ótimo, um a menos.
Eu entendo da mesma forma que o Di (ou de forma parecida), ninguém está aqui defendendo assassinato a sangue frio, execuções depois que os FDP dos bandidos estão dominados, embora alguns mereçam. Mas em um tiroteio, ou no calor do momento, se os bandidos levam bala e não as pessoas honestas, ótimo para mim. Não vou ficar fingindo que me importo com eles porque são seres humanos, no momento que sairam ameaçando outros seres humanos, assumiram o risco. Melhor mortos do que matando pessoas indefesas pouco tempo depois. Mas se forem presos e condenados, também tá valendo.

O Juca parece o Leafar e  outros religiosos, o duplipensar é claro. Os EUA invadem o território do Paquistão e matam o Bin Laden? Ele clama pelo Direito Internaciona! O MST invade propriedades privadas? É justificável, afinal são de esquerda. Policiais fazem todo o procedimento correto, sem desrespeitar a lei, mas xingam os bandidos? Crime hediondo! Um terrorista assassino condenado judicialmente, por um Estado de Direito, recebe um vergonhoso salvo conduto do governo brasileiro? Justificável, é de esquerda. O povo comemora a morte de um bandido? Cambada de ignorantes! Esse mesmo povo vota no Lula? Cidadãos conscientes!


Nsssssaaaa!!!! Se quer encerrar o assunto de qualquer maneira, né?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Fabrício em 31 de Agosto de 2011, 05:52:39


Eu também fico feliz, vingado ou seja lá o que for quando acontece um caso como este que o Di relatou. Acho o cúmulo da hipocrisia ficar com dózinha de vagabundo que pega um arma e sai por ai ameaçando cidadãos de bem. Se o cara sai de casa armado para ameaçar a vida de pessoas honestas e leva chumbo, ótimo, um a menos.
Eu entendo da mesma forma que o Di (ou de forma parecida), ninguém está aqui defendendo assassinato a sangue frio, execuções depois que os FDP dos bandidos estão dominados, embora alguns mereçam. Mas em um tiroteio, ou no calor do momento, se os bandidos levam bala e não as pessoas honestas, ótimo para mim. Não vou ficar fingindo que me importo com eles porque são seres humanos, no momento que sairam ameaçando outros seres humanos, assumiram o risco. Melhor mortos do que matando pessoas indefesas pouco tempo depois. Mas se forem presos e condenados, também tá valendo.

O Juca parece o Leafar e  outros religiosos, o duplipensar é claro. Os EUA invadem o território do Paquistão e matam o Bin Laden? Ele clama pelo Direito Internaciona! O MST invade propriedades privadas? É justificável, afinal são de esquerda. Policiais fazem todo o procedimento correto, sem desrespeitar a lei, mas xingam os bandidos? Crime hediondo! Um terrorista assassino condenado judicialmente, por um Estado de Direito, recebe um vergonhoso salvo conduto do governo brasileiro? Justificável, é de esquerda. O povo comemora a morte de um bandido? Cambada de ignorantes! Esse mesmo povo vota no Lula? Cidadãos conscientes!


Nsssssaaaa!!!! Se quer encerrar o assunto de qualquer maneira, né?

Ué, só estou dizendo o que eu vejo dos seus posts... sua postura claramente varia de acordo com sua ideologia.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 31 de Agosto de 2011, 08:52:19


Eu também fico feliz, vingado ou seja lá o que for quando acontece um caso como este que o Di relatou. Acho o cúmulo da hipocrisia ficar com dózinha de vagabundo que pega um arma e sai por ai ameaçando cidadãos de bem. Se o cara sai de casa armado para ameaçar a vida de pessoas honestas e leva chumbo, ótimo, um a menos.
Eu entendo da mesma forma que o Di (ou de forma parecida), ninguém está aqui defendendo assassinato a sangue frio, execuções depois que os FDP dos bandidos estão dominados, embora alguns mereçam. Mas em um tiroteio, ou no calor do momento, se os bandidos levam bala e não as pessoas honestas, ótimo para mim. Não vou ficar fingindo que me importo com eles porque são seres humanos, no momento que sairam ameaçando outros seres humanos, assumiram o risco. Melhor mortos do que matando pessoas indefesas pouco tempo depois. Mas se forem presos e condenados, também tá valendo.

O Juca parece o Leafar e  outros religiosos, o duplipensar é claro. Os EUA invadem o território do Paquistão e matam o Bin Laden? Ele clama pelo Direito Internaciona! O MST invade propriedades privadas? É justificável, afinal são de esquerda. Policiais fazem todo o procedimento correto, sem desrespeitar a lei, mas xingam os bandidos? Crime hediondo! Um terrorista assassino condenado judicialmente, por um Estado de Direito, recebe um vergonhoso salvo conduto do governo brasileiro? Justificável, é de esquerda. O povo comemora a morte de um bandido? Cambada de ignorantes! Esse mesmo povo vota no Lula? Cidadãos conscientes!


Nsssssaaaa!!!! Se quer encerrar o assunto de qualquer maneira, né?

Ué, só estou dizendo o que eu vejo dos seus posts... sua postura claramente varia de acordo com sua ideologia.

Ta bom. Suas conclusões começam com um Ad Hominem e termina com um espantalho. Além de conter vários fatos em que suas conclusões são bem equivocadas sobre o que venho dizendo nesse post. Aliás, suas conclusões nem são suas, é apenas um apanhado do que outros foristas concluíram nesse e em outros posts,  e sugiro que se quer provar que seu ponto de vista está certo, se atenha aos fatos que estão em discussão,  e não ataque com Ad Hominens.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Gaúcho em 31 de Agosto de 2011, 12:14:32


Hein? Contradição? Quantas vezes eu falei que, quando alguém tenta roubar, por exemplo, uma lanchonete, e é morto na ação, eu fico contente? Umas trinta? Daí eu posto uma notícia exatamente disso, e digo que fiquei feliz, e estou me contradizendo? :olheira:

E uma coisa não se torna automaticamente besteira só porquê você acha, Juca. Eu sei, mundo injusto.

Di ,fica claro que você não está feliz "apenas" porque os ladrões foram mortos.. Está feliz porque se sente vingado. Está feliz com a suposta "justiça" que foi feita. E está feliz porque de acordo com a sua linha de raciocínio  e a de todos os comentários do orkut, incluído o seu aqui,  matar criminosos é a melhor maneira de acabar com eles.

Mas deixa eu te contar uma coisa, o Brasil é um dos países que mais mata criminosos ( estou vendo sua cara de felicidade ) e mesmo assim a criminalidade não baixa.

Novamente, o que eu penso não é o que eu penso, mas sim o que o Juca pensa que eu penso. Eu nunca disse que mata-los era a melhor maneira de acabar com eles, eu sempre deixei claro que não tinha nada a ver com justiça, e eu com certeza nunca falei que me sentia vingado. Tudo o que eu fiz foi disser que quando um bandido morria, eu me sentia feliz. Existe alguma maneira de você aceitar essa premissa simples sem entrar em profundas reflexões filosóficas sobre meus pensamentos?

Olha só, o Fabrício não teve problemas em entender, leia bem o post dele:

Citação de: Fabrício
Eu também fico feliz, vingado ou seja lá o que for quando acontece um caso como este que o Di relatou. Acho o cúmulo da hipocrisia ficar com dózinha de vagabundo que pega um arma e sai por ai ameaçando cidadãos de bem. Se o cara sai de casa armado para ameaçar a vida de pessoas honestas e leva chumbo, ótimo, um a menos.
Eu entendo da mesma forma que o Di (ou de forma parecida), ninguém está aqui defendendo assassinato a sangue frio, execuções depois que os FDP dos bandidos estão dominados, embora alguns mereçam. Mas em um tiroteio, ou no calor do momento, se os bandidos levam bala e não as pessoas honestas, ótimo para mim. Não vou ficar fingindo que me importo com eles porque são seres humanos, no momento que sairam ameaçando outros seres humanos, assumiram o risco. Melhor mortos do que matando pessoas indefesas pouco tempo depois. Mas se forem presos e condenados, também tá valendo.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 31 de Agosto de 2011, 12:50:36
Esse tópico já está nessa de quem disse o quê há uns três dias. Sugiro aos envolvidos mudar o enfoque das discussões do "eu disse e você disse" e do "meu pai é mais bonito que o seu" para o tema do tópico. Se não já profetizo uns cartões e um tópico trancado. :)
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Gaúcho em 31 de Agosto de 2011, 14:09:59
Eu acho que seria um exagero. Eu e o Juca, apesar de estarmos discordando em alguns pontos, não deixamos nunca de discuti-los com educação e sem usar de ad hominem. De qualquer maneira, eu acho que não tenho muito mais o que acrescentar sobre o que eu penso sobre o assunto. Minha opinião já foi exposta aqui, então, bom debate para quem fica.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 31 de Agosto de 2011, 14:12:10
Não se preocupe: eu sou um péssimo profeta! :biglol:
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 31 de Agosto de 2011, 18:42:36


Novamente, o que eu penso não é o que eu penso, mas sim o que o Juca pensa que eu penso. Eu nunca disse que mata-los era a melhor maneira de acabar com eles, eu sempre deixei claro que não tinha nada a ver com justiça, e eu com certeza nunca falei que me sentia vingado. Tudo o que eu fiz foi disser que quando um bandido morria, eu me sentia feliz. Existe alguma maneira de você aceitar essa premissa simples sem entrar em profundas reflexões filosóficas sobre meus pensamentos?



Ok, ok !!! Entendi, não precisa desenhar. :lol: O que acontece Di, é que apesar de você não desejar a morte, nem ter sede por vingança, ou muito menos defender a justiça com as próprias mãos, essa linha de pensamento, a qual você colocou e muita gente defende ( e muita gente é contra), essa do " bandido bom é bandido morto", carrega implicações muito graves em decorrência da perpetuação da violência na sociedade. Ela defende o a violência como forma de conter a própria violência ( ela, não você), e sabemos que a violência urbana é uma espiral de ódio que se alimenta dela mesma, da vingança, da justiça com as próprias mão e da violência generalizada. Não tem como dar certo, quando essa corrente de comportamento é dominante, tanto nas ações quanto nas palavras. É minha opinião.

Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 31 de Agosto de 2011, 18:51:54
Esse tópico já está nessa de quem disse o quê há uns três dias. Sugiro aos envolvidos mudar o enfoque das discussões do "eu disse e você disse" e do "meu pai é mais bonito que o seu" para o tema do tópico. Se não já profetizo uns cartões e um tópico trancado. :)

Não é pra tanto, concordo com o Di. As vezes é bom deixar o tópico esquentar um pouco e as intervenções devem ser pra quando um começa ofender o outro, ou as falácias começarem a se multiplicar. :ok:
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Fabrício em 31 de Agosto de 2011, 19:29:40
Já que estamos entrando no clima de paz e amor, relendo meu post vi que realmente eu exagerei, estava meio azedo ontem e acabei descontando no tópico... Juca, desculpe se te ofendi, OK?
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 31 de Agosto de 2011, 20:35:25
Já que estamos entrando no clima de paz e amor, relendo meu post vi que realmente eu exagerei, estava meio azedo ontem e acabei descontando no tópico... Juca, desculpe se te ofendi, OK?

Sem grilo, você não me ofendeu.  :ok:
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Sergiomgbr em 31 de Agosto de 2011, 21:20:12
Já que estamos entrando no clima de paz e amor, relendo meu post vi que realmente eu exagerei, estava meio azedo ontem e acabei descontando no tópico... Juca, desculpe se te ofendi, OK?

Sem grilo, você não me ofendeu.  :ok:
:chorao:
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Moro em 01 de Setembro de 2011, 00:42:40
Voce sabe que nao foram os policiais que mataram os rapazes no caso supracitado ne?

Para o Juca e seus semelhantes, devido processo legal e presunção de inocência só serve pra esquerda e cia. O resto é culpado (mesmo que não exista crime pra tipificar) até que se prove o contrário (ou passe da oposição para situação...). :lol:

Espantalho Diego.

A mais pura, clara, cristalina verdade ( a do Diego neste caso )
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Moro em 01 de Setembro de 2011, 00:53:16
Na verdade, desta vez eu concordo em boa parte com a argumentação do Juca, ainda que saiba que se o policial fosse barbudo com a camisa do Che em um pais socialista ele iria criar uma de suas historias ridículas.

Ainda que nao tenham cometido crime, os policiais agiram como imbecis animais. Bem simples, nao servem para vestir a farda.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Moro em 01 de Setembro de 2011, 01:08:27
Resumindo.

a) Os policiais em questão seguiram a lei ao não prestarem socorro aos feridos e ao chamarem o SAMU;

b) Os policiais em questão foram infelizes (anti-éticos), no mínimo, ao proferirem um escárnio perante o sofrimento físico de pessoas mesmo que delinquentes/criminosas.

c) Os policiais em questão, enquanto agentes do Estado, são obrigados a manter um mínimo de postura civilizada mesmo sob agressões verbais de pessoas delinquentes/criminosas.

d) Todos os foristas acham que as penas tem que ser cumpridas totalmente (sem condescendência) em um sistema prisional que deveria ser modernizado e ampliado.

e) Alguns foristas acham que a pena capital deveria ser implementada.


Faltou alguma coisa?

Nao. Perfeito. Só acrescento que policiais,como humanos, tem todo o direito de ficarem putos em diversos casos, sendo isso uma interpretacao de cada um. Por exemplo, eu entenderia a reacao dos policiais caso o sujeito os tenha ameacado ou atentado contra a vida deles em uma situação fora da perseguição, onde no calor da batalha ninguém pensa mais em nada.. Por outro lado, o calor da batalha serve para os policiais também. :-) creio que devo reconsiderar minha posição... Só posso afirmar que os policiais não são santos, nada mais que isso
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Derfel em 01 de Setembro de 2011, 07:25:58
Calor da batalha? A troca de tiros não foi com a Guarda Municipal? Acho que a PM foi prestar apoio e quando chegou já tinha terminado.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Geotecton em 01 de Setembro de 2011, 08:34:45
Calor da batalha? A troca de tiros não foi com a Guarda Municipal? Acho que a PM foi prestar apoio e quando chegou já tinha terminado.

Eu acho que foi uma expressão retórica, porque o Agnóstico está ciente da situação.
Título: Re: "Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: _Juca_ em 01 de Setembro de 2011, 08:38:39
Na verdade, desta vez eu concordo em boa parte com a argumentação do Juca, ainda que saiba que se o policial fosse barbudo com a camisa do Che em um pais socialista ele iria criar uma de suas historias ridículas.

Ainda que nao tenham cometido crime, os policiais agiram como imbecis animais. Bem simples, nao servem para vestir a farda.

Também estava com saudades... :biglol:
Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: JJ em 21 de Julho de 2018, 12:27:35
8/jul/2018 10h07


Ladrão pede celular e atira em jovem no Garavelo, em Aparecida de Goiânia;


veja vídeo


Depois de entregar celular, jovem é alvejado na barriga.



Momento em que jovem é alvejado. Imagem: reprodução/ BillGuerra
Um jovem foi alvejado por volta das 8h30 nesta quarta-feira (18/7), no setor Garavelo, em Aparecida de Goiânia.

Logo depois, um suspeito, identificado como Rafael de Jesus Oliveira, foi preso na região do Terminal Padre Pelágio, no Bairro Ipiranga, em Goiânia. Ele estava armado e utilizando a mesma moto que foi usada no crime. E, segundo a Polícia Civil, é roubada. A vítima foi socorrida e encaminhada com vida ao Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (HUAPA), onde passa por cirurgia.

O jovem foi socorrido. Aguardando informações.

Momento em que jovem entrega celular:


https://diaonline.com.br/2018/07/18/ladrao-pede-celular-e-atira-em-jovem-no-garavelo-em-aparecida-de-goiania/



Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Gauss em 21 de Julho de 2018, 13:28:03
"Não reaja, o bandido não vai atirar."
Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: JungF em 21 de Julho de 2018, 15:18:53
Pelas imagens do vídeo, ele não reagiu.
Como se explica?

Interessante o distanciamento, para uma análise fria e imparcial... desde que não seja conosco ou um de nossos afeiçoados.

Conclusão: um monstro com forma humana...

Li um posto do forista Moro, neste tópico, tempos atrás: ele dizia que o criminoso que rouba algum objeto pode eventualmente estuprar uma criança!
Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: JJ em 21 de Julho de 2018, 18:12:09
Pelas imagens do vídeo, ele não reagiu.
Como se explica?

Interessante o distanciamento, para uma análise fria e imparcial... desde que não seja conosco ou um de nossos afeiçoados.

Conclusão: um monstro com forma humana...




O rapaz não reagiu.  O  ladrão simplesmente resolveu que era uma boa ideia atirar na vítima, e atirou.   

Um policial numa entrevista falou que o cara é extremamente frio.




Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: JJ em 21 de Julho de 2018, 21:33:39

14/11/2003 - 11h39


Estudante foi violentada e torturada por acusados, diz polícia


da Folha Online

A estudante Liana Friedenbach, 16, morta com o namorado Felipe Silva Caffé, 19, em Embu-Guaçu, na Grande São Paulo, foi violentada e torturada pelos acusados de envolvimento na morte do casal, segundo afirmaram policiais que investigam o crime. O resultado do laudo pericial sobre o estupro, no entanto, ainda não foi concluído.

O adolescente R.A.C, 16, o Champinha, apontado como o líder do grupo, "idealizou o abuso contra Liana, oferecendo-a aos outros comparsas", disse o delegado Silvio Balangio Júnior, da Delegacia Seccional de Taboão da Serra.

Felipe morreu com um tiro na nuca no último dia 2, e Liana, a facadas, na madrugada de quarta-feira, segundo a polícia. Ainda segundo a polícia, Champinha foi o responsável por matar Liana e ajudou Paulo César da Silva Marques, 32, o Pernambuco, a matar Felipe.

Além de Pernambuco e de R.A.C., estão detidos Antonio Matias de Barros, 48, Antônio Caetano Silva, 50, e Aguinaldo Pires, 41.

Reprodução

Os estudantes Felipe e Liana
Crime

Os namorados estavam desaparecidos desde o último dia 31, quando foram acampar em um sítio abandonado em Embu-Guaçu, na Grande São Paulo. No dia 1º, Champinha e Pernambuco seguiram para pescar na região quando viram o casal. "Quando viu Liana, Champinha disse para Pernambuco: 'Olha que menina gostosa'. Depois, teve a idéia de roubar os estudantes", disse o delegado.

Na tarde do mesmo dia, Pernambuco e Champinha abordaram os estudantes enquanto eles dormiam na barraca. A dupla, no entanto, se decepcionou ao não encontrar armas nem muito dinheiro e decidiu levar os namorados para a casa de Barros, na mesma região.

Durante o trajeto, Liana disse aos criminosos que sua família tinha dinheiro. A garota sugeriu que a dupla pedisse resgate e, depois, libertasse ela e seu namorado. Segundo a polícia, nesse momento, Champinha decidiu matar Felipe e ficar com a menina.

Barros não estava em sua casa e os quatro seguiram, então, para a casa de Silva, que também não estava. No entanto, Pernambuco e Champinha decidiram ficar e usar o local como cativeiro. Conforme a polícia, na noite do dia 1º, Pernambuco violentou Liana, enquanto Felipe permanecia em outro quarto. A garota, disseram os acusados, estava em estado de choque e não reagiu.

Tiro

Na manhã do dia seguinte, os quatro saíram para caminhar no meio do matagal. Pernambuco seguiu na frente com Felipe e matou o estudante, com um tiro na nuca. Liana, que estava com Champinha, ouviu o tiro, mas não viu seu namorado morrer. Ao perguntar sobre Felipe, Champinha disse para ela que o rapaz havia sido libertado.

No mesmo dia, Pernambuco fugiu para São Paulo e Liana ficou com o adolescente na casa de Silva. Conforme a polícia, ela foi violentada por Champinha.

No dia 3, Silva chegou em casa acompanhado por Pires e viram a estudante no local. Champinha, então, apresentou-a como sua namorada, e ofereceu a menina para os colegas. A estudante foi violentada por Pires, segundo a polícia.

No mesmo dia, um irmão de Champinha disse para ele voltar para casa, porque sua mãe estava preocupada e havia "muita polícia" na região. Champinha disse ao irmão que Liana era sua namorada. Disse também que a garota iria embora e que ele precisava acompanhá-la até a rodoviária.

Matagal

Na madrugado do dia 5, Champinha levou a estudante até o matagal, onde tentou degolá-la. Depois, ainda de acordo com a polícia, golpeou a cabeça de Liana com uma peixeira. Quando a estudante caiu no chão, o adolescente ainda desferiu diversos golpes nas costas e no tórax da menina.

Os corpos das vítimas foram encontrados na última segunda-feira (10). Liana e Felipe mentiram sobre a viagem para os pais. Liana havia dito que iria para Ilhabela, no litoral, com um grupo de jovens da comunidade israelita. A família de Felipe disse que sabia que o rapaz iria acampar, mas acreditava que ele estaria com amigos.

Envolvimento

Saiba qual foi o envolvimento de cada um dos acusados no crime, segundo a Polícia Civil:

- Champinha: idealizou a abordagem ao casal, participou do assassinato de Felipe, abusou sexualmente de Liana, e ofereceu a estudante para Pernambuco e para Agnaldo. Matou Liana a facadas.

- Pernambuco: participou do sequestro dos estudantes, abusou sexualmente de Liana, matou Felipe com um tiro na nuca e fugiu.

- Antônio Caetano: dono da casa usada como cativeiro, forneceu alimentos para Liana e Champinha e presenciou atos de violência sexual contra a estudante.

- Agnaldo Pires: abusou sexualmente de Liana.

- Antônio Matias: caseiro da primeira casada procurada para servir de cativeiro. Responsável por esconder a espingarda que matou Felipe, ele soube dos abusos sexuais contra Liana, mas não procurou a polícia.


https://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u85580.shtml

Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: JJ em 21 de Julho de 2018, 21:35:10


E tem gente que  acha  que  o  Estado  tem que cuidar  desses monstros. 


Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: JJ em 21 de Julho de 2018, 21:37:12


Champinha

Roberto Aparecido Alves Cardoso ("Champinha").
Considerado o líder do bando, "Champinha", era menor de idade na época da morte do casal e foi internado por três anos na Unidade Experimental de Saúde da Unidade Tietê da Fundação Casa (antiga Febem), na Vila Maria, zona norte de São Paulo.[3] Após o período apreendido, o Ministério Público apresentou uma ação de interdição civil contra "Champinha", que foi acolhida pela Justiça. Um laudo psiquiátrico apontou que ele tem doenças mentais graves, como transtorno de personalidade antissocial e leve retardo mental e, por esta razão, não pode ser colocado em liberdade. Ele permanece na Unidade Experimental de Saúde, sob os cuidados do Estado.[4][5]


No dia 2 de maio de 2007, "Champinha" fugiu da Fundação Casa. A fuga ocorreu por volta das 18h, quando ele escapou com pelo menos um comparsa. Ambos escalaram o muro de sete metros de altura utilizando-se de uma escada. Recapturado 11 horas depois, foi novamente internado numa unidade para doentes mentais infratores.[6][7]


Em 17 de dezembro de 2007, uma emissora de TV filmou "Champinha" numa casa confortável, decorada em alto padrão, com sofá, TV de 29 polegadas e cinco refeições diárias feitas por nutricionistas. O vídeo gerou grande revolta e críticas ao governo. O então governador José Serra defendeu a situação dele dizendo que ele estaria melhor ali do que nas ruas cometendo delitos. O secretário da Justiça de São Paulo também repudiou a imprensa, dizendo que queriam linchar moralmente o Estado. "Champinha" custaria ao Estado cerca de 12 mil reais mensais.[8]


https://pt.wikipedia.org/wiki/Caso_Liana_Friedenbach_e_Felipe_Caff%C3%A9
Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: JJ em 21 de Julho de 2018, 21:38:23


E as leis pró bandidos assassinos que temos no Brasil ainda fazem com o Estado tenha que gastar 12.000 reais por mês com  o monstro.


Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Buckaroo Banzai em 21 de Julho de 2018, 21:50:53
Essas leis são o interesse daqueles que detém o PODER. Espernear a vontade nos fóruns não mudará qualquer coisa.
Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: JJ em 21 de Julho de 2018, 21:53:02

Essas leis são o interesse daqueles que detém o PODER. Espernear a vontade nos fóruns não mudará qualquer coisa.


Pior que não adianta quase nada mesmo. Serve para mostrar indignação,  mas  fica mais ou menos  por isso mesmo.


 
Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: JungF em 21 de Julho de 2018, 22:35:09
Aí está a razão pela qual o Bolsonaro pode ser eleito. Ele já disse que a Lei do direito dos manos precisa revisão.
Espero que sim.
Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: pehojof em 22 de Julho de 2018, 00:18:35


E tem gente que  acha  que  o  Estado  tem que cuidar  desses monstros.

Não é essencialmente diferente de gente que acha que "o Estado"* tem que cuidar de quem tem menor capacidade produtiva para manter "igualdade". É o mesmo princípio que basila: "são todos iguais, um não é mais monstro que outro; só, eventualmente, fez algo feinho que qualquer um outro faria também numa eventualidade qualquer." :no:

* O Estado não, os impostos pagos por quem paga. :hmph:




E as leis pró bandidos assassinos que temos no Brasil ainda fazem com o Estado tenha que gastar 12.000 reais por mês com  o monstro.

O Estado não, a população que paga impostos, vítimas dos bandidos diga-se. :wink:




Essas leis são o interesse daqueles que detém o PODER. Espernear a vontade nos fóruns não mudará qualquer coisa.

Os que violam a constituição em seu artigo 1, usurpando o PODER que é todo do povo em democrática maioria. :ok:



Aí está a razão pela qual o Bolsonaro pode ser eleito. Ele já disse que a Lei do direito dos manos precisa revisão.
Espero que sim.

E qual a prerrogativa de um presidente quanto a isso? :idea: Depois dele ter sido deputado por 30 anos ou mais? :x

Por que ele não pega o texto da constituição e mostra sistematicamente toda vez que se apresenta para dizer abobrinhas e, em vez delas, mostra ao povo o artigo 1 para o povo entender que se ele se manisfestar de forma inequívoca, insofismável e inconteste, o pulhas como ele serão obrigados a obedecer a lei e referendar a população quanto a cada uma dessas questões críticas da sociedade?! :hmph:
Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Buckaroo Banzai em 22 de Julho de 2018, 12:16:25
Aí está a razão pela qual o Bolsonaro pode ser eleito. Ele já disse que a Lei do direito dos manos precisa revisão.
Espero que sim.

A pena de morte generalizada é a opção mais humana, com menor reincidência, e menor sofrimento com aprisionamento em condições degradantes.
Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Gauss em 22 de Julho de 2018, 13:46:12
Aí está a razão pela qual o Bolsonaro pode ser eleito. Ele já disse que a Lei do direito dos manos precisa revisão.
Espero que sim.

A pena de morte generalizada é a opção mais humana, com menor reincidência, e menor sofrimento com aprisionamento em condições degradantes.
Eu acho bastante válida uma discussão de legalização da pena de morte para alguns crimes hediondos. Não acho injusto a pena de morte para homicídios premeditados, por exemplo.
Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: JungF em 23 de Julho de 2018, 21:12:36
Depõe contra o autor, frases clichês, tipo, aqui no Brasil.... e senta o pau!
Brasileiro é sempre ..... e senta o pau!
Não vale à pena, pois no Brasil... e senta o pau!
 
O Brasil, por tudo o que já vi até hoje, tanto cá quanto lá, não é tão maravilhoso como gostaríamos e merecemos, mas ainda assim é excepcional, falando de modo geral.
Sabemos que os ajustes começaram e levarão algum tempo para que possamos sentir seus benefícios. Esta geração é testemunha da fatos auspiciosos, mas que levantaram o tapete e exibiram a sujeira e o odor desagradável que havia e disso, amargamente nos queixamos.

As respostas a tantos e tão variados problemas jamais serão dadas por um líder, partido, ou instituição.
Apenas o tempo e o povo estarão a altura de fazê-lo, no tempo devido.

Uma geração nova está a caminho e a ela está designada a responsabilidade das radicais alterações que se fazem necessárias.
Então, qualquer que seja o candidato eleito, ele não nos dará o que esperamos embora possa estar pavimentando o caminho para os seguintes.
Importante não descrer no imenso potencial que este país possui: sua gente, sua terra e seu "Jeitinho".
Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: JJ em 23 de Julho de 2018, 21:16:39


Fantástico - mostra como Champinha vive atualmente


Conhecendo nossos direitos

Publicado em 3 de nov de 2013

O Champinha entrou para a história policial como um dos assassinos mais violentos do Brasil.

Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: JJ em 24 de Julho de 2018, 09:45:58
Filho de criação de uma das vítimas, jovem de 13 anos também foi atacado e acabou internado em um hospital; principal suspeito do triplo homicídio nega ter cometido o crime


Um crime bárbaro marcou a madrugada do município Embu Guaçú, na Grande São Paulo, nesta segunda-feira (06). Por volta das 3h30, um casal e uma mulher foram brutalmente assassinados a machadadas. O caso foi registrado na delegacia central da cidade.



Imagem de machado parecido com o usado por assassino na madrugada desta segunda-feira


Segundo a Polícia Civil, uma das vítimas é Juveni Aparecida Alves, de 32 anos, irmã de criação de Roberto Aparecido Alves Cardoso, o Champinha. Ele é o autor confesso das mortes de Felipe Caffé e Liana Friedenbach, crime que chocou o País em 2003, quando o jovem tinha 16 anos, e reabriu o debate pela diminuição da maioridade penal.


Leia mais:

Relembre o caso Liana Friedenbach


Juveni foi assassinada na rua, no momento em que passava em frente à residência onde estava o casal Adelino Oliveira e Tatiana Oliveira. Os dois foram mortos a machadadas dentro da casa, que posteriormente foi incendiada pelo assassino. Filho de criação de Adelino, um adolescente de 13 anos também foi atacado no local, mas sobreviveu. Ele foi internado no Hospital de Itapecerica da Serra com ferimentos leves.


Leia também:

Ministério Público pede fechamento de unidade onde Champinha está preso
 
Por unanimidade, STJ mantém Champinha em hospital psiquátrico

O principal suspeito do triplo homicídio é Rafael de Morais Pereira, de 20 anos, irmão de criação de Adelino. Ele foi preso por volta das 12h desta segunda-feira, mas não confessou o homicídio. Segundo a polícia, ele é usuário de drogas.

Fonte: Último Segundo - iG @


http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/sp/2015-04-06/irma-de-champinha-e-casal-sao-mortos-a-machadadas-na-grande-de-sao-paulo.html



Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: JJ em 24 de Julho de 2018, 09:46:59



Pelo visto a violência é algo normal na região.


Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Gaúcho em 24 de Julho de 2018, 10:08:01
Aí está a razão pela qual o Bolsonaro pode ser eleito. Ele já disse que a Lei do direito dos manos precisa revisão.
Espero que sim.

O que precisa de revisão é o nosso código penal, que data da década de 40.

Progressão de regime é uma das coisas mais bizarras no direito penal brasileiro. Um condenado a 30 anos pode estar de volta às ruas em 6.
Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Geotecton em 24 de Julho de 2018, 17:45:30
Aí está a razão pela qual o Bolsonaro pode ser eleito. Ele já disse que a Lei do direito dos manos precisa revisão.
Espero que sim.

O que precisa de revisão é o nosso código penal, que data da década de 40.

Progressão de regime é uma das coisas mais bizarras no direito penal brasileiro. Um condenado a 30 anos pode estar de volta às ruas em 6.

Ponha na lista de absurdos, o indulto presidencial.
Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Gauss em 24 de Julho de 2018, 19:04:20
Aí está a razão pela qual o Bolsonaro pode ser eleito. Ele já disse que a Lei do direito dos manos precisa revisão.
Espero que sim.

O que precisa de revisão é o nosso código penal, que data da década de 40.

Progressão de regime é uma das coisas mais bizarras no direito penal brasileiro. Um condenado a 30 anos pode estar de volta às ruas em 6.

Ponha na lista de absurdos, o indulto presidencial.
Isso não é exclusividade nossa, copiamos dos EUA. Ao invés de copiarmos as coisas boas do sistema penal americano...
Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: JJ em 30 de Julho de 2018, 14:01:05
3 0  D E  J U L H O D E  2 0 1 8  P O R   A R A R I P I N A   E M   FO C O


‘Novo Cangaço’ deixa cidades do sertão da Bahia sem dinheiro



Foi em em dezembro de 1929 que Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, passou pelas cidades de Cansanção e Queimadas, na região nordeste da Bahia, acompanhado de outros 15 homens do seu bando.

Na primeira cidade, barbeou-se, perfumou a si a e a seus cavalos e acabou com os estoques do conhaque Macieira de 5 Estrelas, o seu preferido. Na segunda, matou sete policiais, roubou 22 contos de reis e ainda ordenou que fizessem um baile em sua homenagem.

Oito décadas após sua morte, em 28 de julho de 1938, o fantasma de Lampião continua a assombrar Cansanção, Queimadas e outras cidades do Nordeste. Desta vez, por meio de bandos armados que invadem cidades e assaltam bancos, numa modalidade de crime que ficou conhecida como “novo Cangaço”.

Com a destruição de agências bancárias, moradores das pequenas cidades do sertão passaram a enfrentar um problema em comum: a escassez de dinheiro em espécie.

Assim como seus antepassados que viram Lampião, moradores de cidades como Cansanção, Nova Fátima, Nordestina, Araci e São Domingos têm que pegar a estrada e rumar para cidades vizinhas para conseguir sacar dinheiro.

Banco do Brasil, Bradesco e Caixa Econômica Federal não divulgam dados sobre ataques a suas agências. Mas sindicatos de bancários confirmam que parte das agências que foram destruídas está sendo retomadas sem o serviço de saque. Só na Bahia são 20 cidades nesta situação.

O estado teve 108 ataques a bancos em 2017, segundo a Secretaria da Segurança.

O Banco do Nordeste, único a divulgar dados sobre ataques, teve três agências destruídas nos últimos anos. Duas retomaram as atividades sem o serviço de saque.

Em Nova Fátima, com 10 mil habitantes, a agência do Bradesco foi atacada quatro vezes nos últimos cinco anos — a última foi em novembro de 2017, quando um bando  explodiu os caixas.  Agora há apenas um caixa eletrônico sem opção de saques.

“Ficamos de mãos atadas. Se precisar de dinheiro para qualquer coisa, tenho que pegar a a estrada”, afirma o aposentado Cosme Maia da Visitação, 83, que costuma gastar R$ 20 com passagens, ida e volta, para se deslocar para a cidade vizinha de Retirolândia.

Sem os bancos, a opção para saques na cidade são os correspondentes bancários. Na prática, lojas disponibilizam parte dos recursos que arrecadam com as vendas para saque, numa operação mediada pelo banco. A oferta de dinheiro, contudo, é limitada.

Todo início de mês, longas filas se formam no maior supermercado de Nova Fátima.

“É uma humilhação”, diz o aposentado Manuel Lima Filho, 63, que costuma precisar de dinheiro para comprar nas feiras e pagar diárias de funcionários que às vezes o ajudam em sua roça onde cria bodes e planta sisal.

A principal consequência da falta de dinheiro nos caixas eletrônicos recai sobre o comércio local, que acaba perdendo os poucos clientes para cidades vizinhas.

“Com o banco aqui na frente já tínhamos pouco movimento, imagine sem ele. Ficamos prejudicados”, afirma José Maria Ramos, 74, dono de uma padaria em São Domingos, cidade onde a única agência do Banco do Brasil foi incendiada em março.

Na cidade vizinha de Valente, com 30 mil moradores, o Banco do Brasil está sem o serviço de saque desde fevereiro de 2017, quando teve o seu cofre arrombado por bandidos.

Com a restrição, moradores usam a criatividade. Dono de uma loja de material de construção, Gêneses Miranda, 35, diz que consegue dinheiro em espécie para seus clientes, que compensam o valor entregue com transferências bancárias.

A cortesia, diz, tem como objetivo fidelizar a clientela e evitar que eles comprem em outros municípios: “Se a pessoa viaja para outra cidade para ir ao banco, sempre acaba comprando alguma coisinha e gastando por lá”, diz.

Além da dificuldade em obter dinheiro em espécie, os moradores das pequenas cidades nordestinas também convivem com o medo. “A gente fica apreensivo, né? Eles [bandidos] já chegam atirando”, diz o aposentado Eunóbio Lopes, 87, vizinho de uma agência atacada no ano passado em Nova Fátima.

Coordenador de Policiamento Especializado da Polícia Militar da Bahia, coronel Humberto Sturaro diz que a polícia possui tropas especializadas e treinada atuar no sertão. É o caso da Cipe Caatinga, uma espécie de versão moderna das antigas volantes que perseguiam cangaceiros.

Sturaro afirma ver semelhanças entre o antigo e o novo Cangaço: “Eles agem tipo Lampião mesmo. Atacam, escondem áreas isoladas da caatinga. A diferença é que hoje estamos mais preparados para combatê-los”, afirma. A Bahia teve 108 ataques em 2017.

A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) diz que o setor investe cerca de R$ 9 bilhões por ano em segurança. E diz que o número de ataques vêm caindo: foram 217 assaltos e tentativas registrados em 2017 no país —108 na Bahia — contra 339 no ano anterior.

Cidade com marcas profundas da passagem de Lampião em 1929, Queimadas teve seus bancos destruídos por bandidos em 2015, mas teve o serviço retomado. Hoje, a cidade atrai moradores das vizinhas Cansanção e Nordestina, alvos de ataques recentes.

O aposentado Elias Marques, 67, que foi delegado na cidade nos anos 1980, lamenta a violência que veio com a ação do novo Cangaço. E diz que os bandidos atuais são mais perigosos do que os cangaceiros de antigamente.

Fala embasado no histórico da família. Foi a seu avô, Nonato Marques, a quem coube recolher do dinheiro dos moradores que seria entregue aos cangaceiros em 1929. “Lampião era bandido perigoso, mas não tinha a mesma tecnologia, armas e transporte que os bandos de hoje. Sinto que estamos a mercê do crime.”


http://araripinaemfoco.net/novo-cangaco-deixa-cidades-do-sertao-da-bahia-sem-dinheiro/


Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: JungF em 30 de Julho de 2018, 16:47:34
Existem duas coisas, bem atuais, que me deixam perplexo... catatônico, mesmo!
E são facilmente solucionáveis ou podem atingir um grau muito satisfatório.

A violência, sem controle, o que é absurdo pois o Estado se quisesse mostraria aos vagabundos a força militar que tem. Mas a constituição, bla,bla,bla...

A miséria, quando vemos crianças subnutridas, em lixões ou com esgoto sanitário à porta de seus miseráveis barracos.
Em Brasilia brinda-se com Champagne Dom Pérignon Oenothèque .



Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: pehojof em 30 de Julho de 2018, 20:33:23
Existem duas coisas, bem atuais, que me deixam perplexo... catatônico, mesmo!
E são facilmente solucionáveis ou podem atingir um grau muito satisfatório.

A violência, sem controle, o que é absurdo pois o Estado se quisesse mostraria aos vagabundos a força militar que tem. Mas a constituição, bla,bla,bla...

A miséria, quando vemos crianças subnutridas, em lixões ou com esgoto sanitário à porta de seus miseráveis barracos.
Em Brasilia brinda-se com Champagne Dom Pérignon Oenothèque .

Engana-se muito e redondamente, meu caro colega! O que está sem controle é a bandidagem. :nojo: :enjoo: :no: A violência está muito mais que controlada, está bloqueada, impedida, criminalizada, a violência contra a bandidagem! :x :hmph: |( É crime combater criminosos como se deve, não entendeu ainda?... :idea: Claro que não, ainda não entendeu também que o que você crê ser "fácil", simplesmente não é! :( Num mundo incontido pelas liberalidades extremas que aberrações como o abortismo causam. :olheira: :'( :no:
Título: Re:"Estrebucha!", diz PM a baleado agonizante
Enviado por: Buckaroo Banzai em 30 de Julho de 2018, 23:19:17
Aí está a razão pela qual o Bolsonaro pode ser eleito. Ele já disse que a Lei do direito dos manos precisa revisão.
Espero que sim.

O que precisa de revisão é o nosso código penal, que data da década de 40.

Progressão de regime é uma das coisas mais bizarras no direito penal brasileiro. Um condenado a 30 anos pode estar de volta às ruas em 6.

O que talvez faça sentido quando a condenação a 30 anos já for algo absurdo para começar. Nos EUA tem casos de prisão perpétua desengatada por se roubar uma jaqueta, somada a um histórico anterior de outros crimes, acho que não necessariamente muito piores.

Dizem que no Brasil (como nos EUA) a maior parte dos prisioneiros está condenada por crimes não-violentos, até mesmo apenas transacionais.

Acho que esse entupimento de gente acaba "forçando" acelerar essa progressão/redução de pena de forma acelerada e descabida. Mas acho que ainda não explica os absurdos de indultos de natal para criminosos perigosos, parece que é gente com intenção de sabotar a sociedade mesmo.


https://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/preso-em-saida-temporaria-invade-salao-de-beleza-e-estupra-cliente.ghtml

Que critérios tem o indulto de natal? É difícil não imaginar que o "responsável" por soltar um cara desses não quer ver o circo pegar fogo para ajudar a defender maior repressão policial e etc e tal.