Forum Clube Cetico

Discussões => História, Sociedade, Comportamento e Filosofia => Tópico iniciado por: Aronax em 02 de Novembro de 2012, 16:22:01

Título: sistema penitenciário
Enviado por: Aronax em 02 de Novembro de 2012, 16:22:01
Companheiros do fórum....recebi por email este texto abaixo. Sem levar em conta a legitimidade do mesmo, achei interessante....posto aqui no papo furado, perguntando:
1) Será real?
2) O que pesam deste assunto?

Citar
A filosofia que dirige o sistema carcerário japonês é diferente da que rege todos os outros presídios ocidentais, que tentam reeducar o preso para que ele se reintegre a Sociedade. O objetivo, no Japão, é levar o condenado ao arrependimento. Como errou, não é mais uma pessoa honrada e precisa pagar por isso.
“Além de dar o devido castigo em nome das vítimas, o período de permanência na prisão serve como um momento de reflexão no qual induzimos o preso ao arrependimento”,
explica Yutaka Nagashima,diretor do Instituto de Pesquisa da Criminalidade do Ministério da Justiça.

Os métodos para isso são duros para olhos ocidentais, mas em nada lembram os presídios brasileiros, famosos pela superlotação, formação de quadrilhas, violência interna e até abusos sexuais.

 organização e limpeza imperam.

 detentos têm espaço de sobra.

 Ficam no máximo seis por cela.

 Estrangeiros têm um quarto individual.

 Ninguém fica sem trabalhar e não tem tempo livre para arquitetar fugas.

 O dia do preso japonês começa às 6h50min.

O preso volta à cela e fica ali até 17h25min, quando sai para o jantar.

 Às 8h tem que retornar ao quarto, de onde só sairá no dia seguinte.

 Banhos não fazem parte da programação diária.

 No verão eles acontecem duas vezes por semana.

 No inverno apenas um a cada sete dias.

 “Não pode ser diferente porque faltam funcionários. Mas damos toalhas molhadas para eles limparem o corpo”
justifica-se Yoshihito Sato, especialista em segurança do Departamento de Correção do Ministério da Justiça.

Apesar das reclamações, quem vêm do exterior, recebem um tratamento melhor que os japoneses:
 Além do quarto individual, ganham cama e um aparelho de televisão onde passam aulas de japonês.
  A comida é diferenciada. Não é servido nada que desagrade religiosamente qualquer crença de um povo. Para os arianos, por exemplo, não é oferecida carne bovina.

 O Japão não aceita acordos de extradição.
  Afinal, como causou sofrimento à população, o criminoso tem que pagar por isso no Japão mesmo.

Logo ao chegar à penitenciária, os presos recebem uma rígida lista do que poderão ou não fazer:

 Olhar nos olhos de um policial, por exemplo, é absolutamente proibido.
 
 Cigarro não é permitido em hipótese alguma.

 Na hora da refeição o detento deve ficar de olhos fechados até que receba um sinal para abri-los.

 Qualquer transgressão a uma das determinações e o detento termina numa cela isolada. Apesar de oferecer tudo o que teria num quarto normal (privada, pia e cobertor), ela tem pouca iluminação. Se houver reincidência na falha, será punido com algemas de couro, que imobilizam os braços nas costas.

  Sem a ajuda das mãos, o preso tem que comer como se fosse um cachorro. Também tem dificuldades para fazer as necessidades fisiológicas.

Assim, conhecido o caso japonês, é interessante ver que nenhuma ou quase nenhuma “Ong” de direitos humanos interfere no sistema, dita políticas ou o governo permite que Senador (como fez, numa ocasião, o senador Eduardo Suplicy) durma entre os presos, sob a justificativa de impedir represálias do Estado após rebeliões.





Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 02 de Novembro de 2012, 19:07:21
Citar
O objetivo, no Japão, é levar o condenado ao arrependimento. Como errou[...]

Nesse ponto, as ONGs brasileiras gritam: "Como assim? Se arrepender de que? Eles não são culpados pelo que fizeram e são meras vítimas do sistema que..."

E amparados na cultura de vitimização do criminoso, seguimos...

Muito interessante o tratamento japonês. Mas ele parte do embasamento que o japonês tem de que o universo não gira ao redor do umbigo dele e que o bem estar da sociedade é mais importando do que o dele como indivíduo isolado.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Dodo em 02 de Novembro de 2012, 23:25:44
Citar
Ex-detento revela em mangá bastidores do sistema carcerário japonês

Autobiografia em mangá mostra o rígido sistema carcerário japonês
Para os brasileiros, a primeira imagem que vem à cabeça quando se pensa em um presídio é a de dezenas de descamisados enfurnados em uma jaula de poucos metros quadrados. Nada mais diferente do cenário que encontramos em "Na Prisão", um mangá que mostra o ambiente extremamente ordenado dos presídios japoneses.

Trata-se de um relato autobiográfico de Kazuichi Hanawa, criador de mangás que foi preso por porte ilegal de armas em 1994. E o que era uma mera excentricidade (Hanawa tomou gosto por armamentos de forma um tanto infantil, lendo mangás de guerra) terminou por lhe custar três anos na prisão.

A opressão no presídio japonês se dá justamente pelo excesso de regras, que vão desde a forma de andar aos minutos contados do banho e a maneira de dobrar as roupas. Tudo capturado com maestria pelo traço de Hanawa a partir de suas memórias, uma vez que era proibido desenhar na prisão.

Há regulamentos de como se vestir no verão ou no inverno, formas de dobrar o uniforme, modos de sentar, banhos cronometrados nos minutos --dois para se lavar, um para se enxaguar-- e um complexo sistema de cardápios que divide a comida pelos dias da semana. Há até mesmo formas diferentes de andar baseado em cada situação, assim como linhas no chão para que todos sigam em fila indiana.

Outro fato interessante é a psicologia dos detentos, com uma muito comum sensação de culpa de estar sendo "um fardo à sociedade". Isso aparece de forma particularmente quando o autor retrata o ridiculamente delicioso e farto cardápio semanal, contendo todo o tipo de guloseimas. Há também a alegria de quando a rotina é modificada de qualquer forma. Um dia, quando o banho é transferido da manhã para a tarde por um único dia, o mero posicionamento diferente do Sol torna o evento uma experiência completamente diferente e marcante. A edição da Conrad também traz um glossário que descreve os diferentes tipos de comida mencionados em "Na Prisão".

Uma obra que revela a dificuldade em se manter a identidade em um ambiente no qual cada aspecto mínimo da sua existência é medido e controlado.

http://www1.folha.uol.com.br/livrariadafolha/690673-ex-detento-revela-em-manga-bastidores-do-sistema-carcerario-japones.shtml
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 03 de Novembro de 2012, 00:42:54
Eu conheci um brasileiro que já tinha sido preso no Brasil e depois foi preso no Japão, e ele me disse que a prisão brasileira era uma colônia de férias comparada a prisão japonesa.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gaúcho em 03 de Novembro de 2012, 17:53:11
Espera ele passar um tempinho no central aqui de POA.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Rocky Joe em 03 de Novembro de 2012, 22:42:34
Citar
Ex-detento revela em mangá bastidores do sistema carcerário japonês

Autobiografia em mangá mostra o rígido sistema carcerário japonês
Para os brasileiros, a primeira imagem que vem à cabeça quando se pensa em um presídio é a de dezenas de descamisados enfurnados em uma jaula de poucos metros quadrados. Nada mais diferente do cenário que encontramos em "Na Prisão", um mangá que mostra o ambiente extremamente ordenado dos presídios japoneses.

Trata-se de um relato autobiográfico de Kazuichi Hanawa, criador de mangás que foi preso por porte ilegal de armas em 1994. E o que era uma mera excentricidade (Hanawa tomou gosto por armamentos de forma um tanto infantil, lendo mangás de guerra) terminou por lhe custar três anos na prisão.

A opressão no presídio japonês se dá justamente pelo excesso de regras, que vão desde a forma de andar aos minutos contados do banho e a maneira de dobrar as roupas. Tudo capturado com maestria pelo traço de Hanawa a partir de suas memórias, uma vez que era proibido desenhar na prisão.

Há regulamentos de como se vestir no verão ou no inverno, formas de dobrar o uniforme, modos de sentar, banhos cronometrados nos minutos --dois para se lavar, um para se enxaguar-- e um complexo sistema de cardápios que divide a comida pelos dias da semana. Há até mesmo formas diferentes de andar baseado em cada situação, assim como linhas no chão para que todos sigam em fila indiana.

Outro fato interessante é a psicologia dos detentos, com uma muito comum sensação de culpa de estar sendo "um fardo à sociedade". Isso aparece de forma particularmente quando o autor retrata o ridiculamente delicioso e farto cardápio semanal, contendo todo o tipo de guloseimas. Há também a alegria de quando a rotina é modificada de qualquer forma. Um dia, quando o banho é transferido da manhã para a tarde por um único dia, o mero posicionamento diferente do Sol torna o evento uma experiência completamente diferente e marcante. A edição da Conrad também traz um glossário que descreve os diferentes tipos de comida mencionados em "Na Prisão".

Uma obra que revela a dificuldade em se manter a identidade em um ambiente no qual cada aspecto mínimo da sua existência é medido e controlado.

http://www1.folha.uol.com.br/livrariadafolha/690673-ex-detento-revela-em-manga-bastidores-do-sistema-carcerario-japones.shtml


Tem um filme também, que retrata a mesma história. É belíssimo. É uma pena que eu não saiba mais o título, gostaria de rever.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Dodo em 04 de Novembro de 2012, 10:00:13
Eu conheci um brasileiro que já tinha sido preso no Brasil e depois foi preso no Japão, e ele me disse que a prisão brasileira era uma colônia de férias comparada a prisão japonesa.

Se for preso de colarinho branco ou preso comum com muitos recursos, com certeza. Ambos se beneficiam, ou do sistema capenga ou da corrupção.

Espera ele passar um tempinho no central aqui de POA.

Tem o mini-presídio aqui da minha cidade, não sei os números corretos, mas deve ser algo como: cabe cinquenta, tem quinhentos! Não consigo me enxergar passando férias num lugar desses.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: biscoito1r em 04 de Novembro de 2012, 21:20:11
Lembro que assisti uns dois episódios da série "Férias na Prisão"( Locked up abroad - US, Banged up abroad - UK ) onde o sujeito fica preso no Japão, eles dizem que a prisão japonesa é a mais estrita do mundo, por exemplo, quando o sujeito vai para a sua cela, ele precisa fica sentando em posição japonesa até a hora de dormir, não pode encostar na parede ou deitar e fica passando toda hora um guarda dizendo DAME DAME DAME. Até os banhos são tomados de certa forma especifica.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 04 de Novembro de 2012, 21:52:37
Prisão brasileira é cheia, mas o cara passa o dia jogando bola, assistindo teve, jogando baralho, fazendo sequestro falso pelo telefone, controlando o tráfico, com visita íntima e comida boa...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Pasteur em 04 de Novembro de 2012, 22:08:37
Prisão brasileira é cheia, mas o cara passa o dia jogando bola, assistindo teve, jogando baralho, fazendo sequestro falso pelo telefone, controlando o tráfico, com visita íntima e comida boa...

Não, não, obrigado, prefiro ser preso no Canadá ou na Noruega...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Felipp Jarbas em 08 de Novembro de 2012, 18:04:56
Umas dúvidas:Por que não separam detentos pela gravidade e violência de seus crimes.Presos por crimes não violentos não seriam mais "recuperáveis" do que assaltantes e traficantes ? Essa segregação é proibida por lei ? Já foi tentada alguma vez ?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 08 de Novembro de 2012, 18:22:11
Umas dúvidas:Por que não separam detentos pela gravidade e violência de seus crimes.Presos por crimes não violentos não seriam mais "recuperáveis" do que assaltantes e traficantes ? Essa segregação é proibida por lei ? Já foi tentada alguma vez ?
A lei manda separar, maaaas... a lei manda um monte de coisas...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: biscoito1r em 08 de Novembro de 2012, 18:41:57
Umas dúvidas:Por que não separam detentos pela gravidade e violência de seus crimes.Presos por crimes não violentos não seriam mais "recuperáveis" do que assaltantes e traficantes ? Essa segregação é proibida por lei ? Já foi tentada alguma vez ?
A lei manda separar, maaaas... a lei manda um monte de coisas...
Tem lei que pega e lei que não pega, a um tempo atrás um deputado tentou fazer uma lei obrigando a todas as leis que não pegaram, pegarem. Infelizmente essa lei acabou não pegando.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Laura em 08 de Novembro de 2012, 18:50:37
Umas dúvidas:Por que não separam detentos pela gravidade e violência de seus crimes.Presos por crimes não violentos não seriam mais "recuperáveis" do que assaltantes e traficantes ? Essa segregação é proibida por lei ? Já foi tentada alguma vez ?
A lei manda separar, maaaas... a lei manda um monte de coisas...

Na maioria das unidades deve faltar espaço para separar dessa forma.

Acredito que os presídios não são exatamente colônias de férias, mas são verdadeiras escolas de bandidagem. Se juntar ladrões de galinhas com traficantes, assaltantes de banco e afins, imagine o resultado... :/
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 08 de Novembro de 2012, 18:56:43
Umas dúvidas:Por que não separam detentos pela gravidade e violência de seus crimes.Presos por crimes não violentos não seriam mais "recuperáveis" do que assaltantes e traficantes ? Essa segregação é proibida por lei ? Já foi tentada alguma vez ?
A lei manda separar, maaaas... a lei manda um monte de coisas...

Na maioria das unidades deve faltar espaço para separar dessa forma.

Acredito que os presídios não são exatamente colônias de férias, mas são verdadeiras escolas de bandidagem. Se juntar ladrões de galinhas com traficantes, assaltantes de banco e afins, imagine o resultado... :/


Olha, é e não é. A coisa não funciona assim como um clubinho onde você entra ladrão de galinhas e fica preso com um traficante e sai de lá traficante. Presos pé de chinelo dificilmente têm oportunidade para ascender até conseguir um bom contato e passar a integrar uma quadrilha. Existe um sistema de castas e os presos que têm mais "moral" não aceitam qualquer um. Não é fácil fazer amizade, especialmente se o cara tiver uma pena mais leve.

O que acontece com mais frequência é que o cara que foi preso por um furto não vai ser recuperado. Vai cumprir parte da pena, sair e reincidir porque não há motivos para não o fazer. Numa dessas ele fica mais conhecido, faz uma amizade com um cara intermediário e daí vai subindo degrau por degrau, até possuir contatos interessantes. Faz favores como levar recados pra família e por aí vai ganhando uns conhecidos.

Mas isso não acontece com essa frequência e nem com todos. Alguns são bunda de peru a vida inteira. Nasceram 155 e vão morrer 155 mesmo depois de 50 condenações.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Canopus em 08 de Novembro de 2012, 19:09:45
Acredito que os presídios não são exatamente colônias de férias, mas são verdadeiras escolas de bandidagem. Se juntar ladrões de galinhas com traficantes, assaltantes de banco e afins, imagine o resultado... :/

'Taí um caso que foge ao lugar-comum e que se nivela por cima. Aquele que não conhece as malandragens, passa a conhecer. Escola do crime em regime de internato.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Mussain! em 13 de Novembro de 2012, 15:53:28
Como deveria ser na minha opinião:

Sem desculpas, no que diz respeito ao ato consumado. Tava doidinho? Não, só quis aparecer? Seja lá o que for, se seu ato provocar medidas drásticas, será penalizado com medidas drásticas.

Ou seja, matou um pai de família que sustentava 3 filhos, vais ficar responsável pelo sustento destes. O governo vai arranjar trabalho para vc? Não. Arranje rápido um ou irá para penitenciária que presta serviços das mais variadas necessidades sociais. Sou obrigado? Não, temos a pena final, morte, ponto Ah, a vítima tinha mais grana que eu? Paga-se por proporcionalidade. A família escolhe se ainda vai querer o percentual estabelecido ou doar este para instituições, seja governamentais ou não, que façam trabalhos em prol da sociedade.

O mesmo raciocínio para as demais situações, ou seja, "bagunçou", conserte ou faça pelo menos quase...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Pasteur em 14 de Novembro de 2012, 05:22:49
Citar
Prisões no Brasil são medievais, afirma ministro da Justiça

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo (PT), classificou nesta terça-feira (13) como “medievais” as condições das prisões brasileiras. "Se fosse para cumprir muitos anos na prisão, em alguns dos nossos presídios, eu preferiria morrer". Ele diz ainda que “os presídios brasileiros precisam ser melhorados. Entre passar anos num presídio brasileiro e perder a vida, eu talvez preferisse perder a vida. Os seres humanos quando não são tratados como humanos eles se sentem injustamente violentados", afirmou ao responder se apoiava a adoção da pena de morte e da prisão perpétua no Brasil, em entrevista coletiva após evento sobre segurança, organizado pelo Lide (Grupo de Líderes Empresariais), em São Paulo.

Cardozo diz ser contrário a ambas penas, explicando que é necessário melhorar o atual sistema prisional, ao invés de adotar essas medidas. "Não é uma postura de governante, é uma postura de cidadão que acha que a pena de morte não é solução para nada”.

O ministro também afirmou que o crescimento do crime organizado é possível apenas em associação com algum nível de corrupção no Estado. “Não existe crime organizado que cresça sem desmando, sem corrupção. A violência gerada por organizações criminosas dificilmente se enraíza sem um certo grau de corrupção no Estado. Isso não é no Brasil, é no mundo."

“Não há crime organizado que funcione sem a corrupção. E falo corrupção no sentido amplo, não só do agente público, mas também do mundo privado que às vezes gosta de dar um jeitinho. Quando você paga uma propina para um guarda não te multar você está movendo engrenagem muito maior do que você pensa, você está viciando costumes, e pode estar criando braços da criminalidade que vai te matar mais tarde”, disse.


http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/11/13/prisoes-no-brasil-sao-medievais-afirma-ministro-da-justica.htm



Título: O Japão e o crime
Enviado por: Hold the Door em 24 de Novembro de 2012, 12:23:39
Citar
O Japão e o crime

Os índices de criminalidade no Japão são dos mais baixos entre os países desenvolvidos. Segundo relatório divulgado pelo Ministério da Justiça local, o total de crimes cometidos no país apresenta queda pelo nono ano consecutivo.

Em termos de qualidade de vida, isso faz diferença. Na noite em que começaram a queimar ônibus em Florianópolis, eu saí para jantar com amigos em Tóquio.

Enquanto, no Brasil, pessoas se trancavam em casa com medo da violência, eu caminhava sozinho, na madrugada, por um dos maiores parques da cidade. Cruzei com atletas noturnos e casais namorando nos bancos. Todos tranquilos.[...]

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/mundo/79816-o-japao-e-o-crime.shtml
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 24 de Novembro de 2012, 12:42:04
Aí que saudade de casa.....
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: DDV em 24 de Novembro de 2012, 15:21:03
Aí que saudade de casa.....

Por que saiu de lá?

Tá parecendo alguns nordestinos que foram pra São Paulo e ficam dizendo que estão com saudades de sua terra, em um tom como se o Nordeste fosse o paraíso e São Paulo o inferno, deixando no ar a pergunta sobre o porquê de terem então saído de lá.   :biglol:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 24 de Novembro de 2012, 15:24:39
Aí que saudade de casa.....

Por que saiu de lá?

Tá parecendo alguns nordestinos que foram pra São Paulo e ficam dizendo que estão com saudades de sua terra, em um tom como se o Nordeste fosse o paraíso e São Paulo o inferno, deixando no ar a pergunta sobre o porquê de terem então saído de lá.   :biglol:

Trabalho, o chefe me mandou para uma temporada na América Latina pra reestruturar as cadeias de comando. Ta mais difícil do que eu imaginava. Era pra ser 1 anos, ja se foi 1 e meio e esta longe de acabar. Se o Brasil tivesse o nivel educacional da Argentina ou fosse mais seguro para atrair altos executivos estrangeiros seria tão mais fácil...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: DDV em 24 de Novembro de 2012, 15:35:32
Aí que saudade de casa.....

Por que saiu de lá?

Tá parecendo alguns nordestinos que foram pra São Paulo e ficam dizendo que estão com saudades de sua terra, em um tom como se o Nordeste fosse o paraíso e São Paulo o inferno, deixando no ar a pergunta sobre o porquê de terem então saído de lá.   :biglol:

Trabalho, o chefe me mandou para uma temporada na América Latina pra reestruturar as cadeias de comando. Ta mais difícil do que eu imaginava. Era pra ser 1 anos, ja se foi 1 e meio e esta longe de acabar. Se o Brasil tivesse o nivel educacional da Argentina ou fosse mais seguro para atrair altos executivos estrangeiros seria tão mais fácil...

 Que roubada! :(
Título: Re:O Japão e o crime
Enviado por: Skorpios em 25 de Novembro de 2012, 06:31:25
Citar
O Japão e o crime

Os índices de criminalidade no Japão são dos mais baixos entre os países desenvolvidos. Segundo relatório divulgado pelo Ministério da Justiça local, o total de crimes cometidos no país apresenta queda pelo nono ano consecutivo.

Em termos de qualidade de vida, isso faz diferença. Na noite em que começaram a queimar ônibus em Florianópolis, eu saí para jantar com amigos em Tóquio.

Enquanto, no Brasil, pessoas se trancavam em casa com medo da violência, eu caminhava sozinho, na madrugada, por um dos maiores parques da cidade. Cruzei com atletas noturnos e casais namorando nos bancos. Todos tranquilos.[...]

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/mundo/79816-o-japao-e-o-crime.shtml

Não me incomodaria nem um pouco em viver num lugar assim.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Aronax em 25 de Novembro de 2012, 12:26:00
Nem eu me incomodaria.....outro pais com uma visão e realidade bem diferente da nossa é Cingapura.....infelizmente não estou localizando material sobre isto....se alguém achar , por favor poste aqui.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gaúcho em 25 de Novembro de 2012, 13:19:54
Na Nova Zelândia é normal tu sair da balada de madrugada e encontrar pessoas nas praças mexendo em seus notebooks, ou até mesmo dormindo em bancos com suas mochilas largadas ao lado despreocupadamente.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Vento Sul em 25 de Novembro de 2012, 13:48:51
Mudando de emborná prá piquá, acho que no Brasil a filosofia carcerária é que enjaulando, deixando o indivíduo no ócio com tempo prá pensar e arrumar armações e aprender alguma coisa nova relativo ao crime.

Acho que o sistema carcerário do Brasil devia ser em prisões em que o preso trabalha, de sol a sol, em alguma penintenciária agrícola, construida no norte do país, em vez de ganhar saidinhas por bom comportamento, ele ganharia a visita dos seus familiares, pago com seu trabalho lá dentro. Os funcionários do presídios seriam terceirizados por alguma empresa de segurança, que seria avaliada e paga, levando-se em consideração a produtividade dos presos, e o comportamento dos mesmos, assim haveria um rodízio administrativo. Se esta empresa falhasse na segurança, ela deixaria de receber o total.

Imagino o norte do país, bem no meio da floresta, longe de celulares, etc.  Estaria também longe dos grandes centros e capitais do país.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: AleYsatis em 08 de Dezembro de 2012, 06:31:22
30 ANOS DE VIGIAR E PUNIR (FOUCAULT) Juarez Cirino dos Santos

"O objetivo de FOUCAULT, em  Vigiar e Punir, é descrever a  história do poder de punir como história da prisão, cuja instituição muda o estilo penal, do  suplício do corpo da época medieval para a  utilização do tempo  no arquipélago carcerário  do capitalismo moderno.

 Assim, demonstrando a natureza política do  poder de punir, o suplício do corpo  do estilo medieval
(roda, fogueira etc.) é um ritual público de dominação pelo terror: o objeto da pena criminal é o corpo do condenado, mas o objetivo da pena criminal é a massa do povo, convocado para testemunhar a vitória do soberano sobre o criminoso, o rebelde que ousou desafiar o poder.

 O processo medieval é inquisitorial e  secreto: uma sucessão de interrogatórios dirigidos para a
confissão, sob juramento ou sob tortura, em completa ignorância da acusação e das provas; mas a  execução penal  é pública, porque o sofrimento do condenado, mensurado para reproduzir a atrocidade do crime, é um ritual político de controle social pelo medo.

No estudo da prisão, a originalidade de FOUCAULT consiste em abandonar o critério tradicional dos  efeitos negativos de repressão da criminalidade, definido pelas formas jurídicas e delimitado pelas conseqüências da aplicação da lei penal, para pesquisar os efeitos positivos da prisão, como tática política de  dominação orientada pelo  saber científico, que define a moderna tecnologia  do poder de punir, caracterizada pelo investimento  do corpo por relações de poder, a matriz comum das ciências sociais contemporâneas.

Desse ponto de vista, o sistema punitivo seria um subsistema social garantidor do  sistema  de produção da vida material, cujas práticas punitivas consubstanciam uma  economia política do corpo para criar  docilidade  e extrair utilidade das forças corporais.

 A perspectiva histórica da pesquisa de FOUCAULT parece assumir que as relações de produção  da vida material engendram as  relações de dominação  do sistema punitivo, orientadas para (re)construir o corpo como força produtiva – ou seja, como poder produtivo –, e como força submetida, mediante constituição de um poder político sobre o poder econômico do corpo.

Na linguagem de Vigiar e Punir, as relações de saber e de controle do sistema punitivo constituem a microfísica do poder, a estratégia das classes dominantes para produzir a alma como prisão do corpo do condenado – a forma acabada da  ideologia de submissão  de todos os vigiados, corrigidos e utilizados na produção material das sociedades modernas.

 Nesse contexto, o binômio  poder/saber  aparece em relação de constituição recíproca: o  poder produz o  saber que legitima e reproduz o poder.

No estudo de FOUCAULT, a instituição da prisão substitui o espetáculo punitivo da sociedade feudal, porque a ilegalidade dos corpos  da economia feudal de subsistência foi substituída pela ilegalidade dos bens da economia capitalista de privação. Na formação social erigida sobre a relação capital/trabalho assalariado, as ilegalidades são reestruturadas pela  posição de classe dos autores: a ilegalidade dos bens  das classes populares, julgada por tribunais ordinários, é punida com prisão – ao contrário da ilegalidade dos direitos  da burguesia, estimulada pelos silêncios, omissões  e tolerâncias da legislação, imune à punição ou sancionada com multas –, legitimada pela
ideologia do  contrato social, em que a posição de membro da sociedade implica aceitação das normas e a prática de infrações determina aceitação da punição. Neste ponto, o gênio de FOUCAULT formula a primeira grande hipótese crítica do trabalho, que parece ser o fio condutor da pesquisa descrita no livro, além de vincular Vigiar e Punir à tradição principal da Criminologia Crítica: o sistema penal é definido como instrumento de gestão diferencial da criminalidade – e não de supressão da criminalidade."

*Grifos meus
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Geotecton em 08 de Dezembro de 2012, 09:53:58
Citar
[...]
No estudo de FOUCAULT, a instituição da prisão substitui o espetáculo punitivo da sociedade feudal, porque a ilegalidade dos corpos  da economia feudal de subsistência foi substituída pela ilegalidade dos bens da economia capitalista de privação. Na formação social erigida sobre a relação capital/trabalho assalariado, as ilegalidades são reestruturadas pela  posição de classe dos autores: a ilegalidade dos bens  das classes populares, julgada por tribunais ordinários, é punida com prisão – ao contrário da ilegalidade dos direitos  da burguesia, estimulada pelos silêncios, omissões  e tolerâncias da legislação, imune à punição ou sancionada com multas –, legitimada pela ideologia do  contrato social, em que a posição de membro da sociedade implica aceitação das normas e a prática de infrações determina aceitação da punição. Neste ponto, o gênio de FOUCAULT formula a primeira grande hipótese crítica do trabalho, que parece ser o fio condutor da pesquisa descrita no livro, além de vincular Vigiar e Punir à tradição principal da Criminologia Crítica: "O sistema penal é definido como instrumento de gestão diferencial da criminalidade – e não de supressão da criminalidade."

Tudo o que foi descrito aconteceu ipsis literis em todos os países com regimes socialistas e ou comunistas e, é claro, não houve uma só palavra de Foucault sobre isto.

Conveniente, não é mesmo?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 08 de Dezembro de 2012, 15:53:24
Citar
O Japão e o crime

Os índices de criminalidade no Japão são dos mais baixos entre os países desenvolvidos. Segundo relatório divulgado pelo Ministério da Justiça local, o total de crimes cometidos no país apresenta queda pelo nono ano consecutivo.

Em termos de qualidade de vida, isso faz diferença. Na noite em que começaram a queimar ônibus em Florianópolis, eu saí para jantar com amigos em Tóquio.

Enquanto, no Brasil, pessoas se trancavam em casa com medo da violência, eu caminhava sozinho, na madrugada, por um dos maiores parques da cidade. Cruzei com atletas noturnos e casais namorando nos bancos. Todos tranquilos.[...]

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/mundo/79816-o-japao-e-o-crime.shtml


Seria legal se os países fossem meio como empresas, e se pudesse contratar o Japão para administrar o sistema prisional e policial brasileiro, talvez o Canadá para a saúde, Hong Kong ou Cingapura para economia, e algum lugar com leis ambientais que prestassem para as leis ambientais...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 08 de Dezembro de 2012, 15:57:24
Citar
[...]
No estudo de FOUCAULT, a instituição da prisão substitui o espetáculo punitivo da sociedade feudal, porque a ilegalidade dos corpos  da economia feudal de subsistência foi substituída pela ilegalidade dos bens da economia capitalista de privação. Na formação social erigida sobre a relação capital/trabalho assalariado, as ilegalidades são reestruturadas pela  posição de classe dos autores: a ilegalidade dos bens  das classes populares, julgada por tribunais ordinários, é punida com prisão – ao contrário da ilegalidade dos direitos  da burguesia, estimulada pelos silêncios, omissões  e tolerâncias da legislação, imune à punição ou sancionada com multas –, legitimada pela ideologia do  contrato social, em que a posição de membro da sociedade implica aceitação das normas e a prática de infrações determina aceitação da punição. Neste ponto, o gênio de FOUCAULT formula a primeira grande hipótese crítica do trabalho, que parece ser o fio condutor da pesquisa descrita no livro, além de vincular Vigiar e Punir à tradição principal da Criminologia Crítica: "O sistema penal é definido como instrumento de gestão diferencial da criminalidade – e não de supressão da criminalidade."

Tudo o que foi descrito aconteceu ipsis literis em todos os países com reguimes socialistas e ou comunistas e, é claro, não houve uma só palavra de Foucault sobre isto.

Conveniente, não é mesmo?

Você perde tempo lendo verborragia pós-modernista? É bem capaz de umas pequenas modificações no gerador de pós-modernismo ser capaz de criar um texto melhor do que o original, se pudéssemos inserir algumas palavras-chave para estabelecer uma temática.

http://www.elsewhere.org/pomo/


"Post modernism disrobed" - de Richard Dawkins:
http://www.physics.nyu.edu/faculty/sokal/dawkins.html
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Canopus em 08 de Dezembro de 2012, 16:21:03
Seria legal se os países fossem meio como empresas, e se pudesse contratar o Japão para administrar o sistema prisional e policial brasileiro, talvez o Canadá para a saúde, Hong Kong ou Cingapura para economia, e algum lugar com leis ambientais que prestassem para as leis ambientais...

Essa foi a melhor ideia que tive conhecimento hoje!

Realmente, já pensou que maravilha?  :clapping:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: AleYsatis em 08 de Dezembro de 2012, 20:49:51
Citar
[...]
No estudo de FOUCAULT, a instituição da prisão substitui o espetáculo punitivo da sociedade feudal, porque a ilegalidade dos corpos  da economia feudal de subsistência foi substituída pela ilegalidade dos bens da economia capitalista de privação. Na formação social erigida sobre a relação capital/trabalho assalariado, as ilegalidades são reestruturadas pela  posição de classe dos autores: a ilegalidade dos bens  das classes populares, julgada por tribunais ordinários, é punida com prisão – ao contrário da ilegalidade dos direitos  da burguesia, estimulada pelos silêncios, omissões  e tolerâncias da legislação, imune à punição ou sancionada com multas –, legitimada pela ideologia do  contrato social, em que a posição de membro da sociedade implica aceitação das normas e a prática de infrações determina aceitação da punição. Neste ponto, o gênio de FOUCAULT formula a primeira grande hipótese crítica do trabalho, que parece ser o fio condutor da pesquisa descrita no livro, além de vincular Vigiar e Punir à tradição principal da Criminologia Crítica: "O sistema penal é definido como instrumento de gestão diferencial da criminalidade – e não de supressão da criminalidade."

Tudo o que foi descrito aconteceu ipsis literis em todos os países com reguimes socialistas e ou comunistas e, é claro, não houve uma só palavra de Foucault sobre isto.

Conveniente, não é mesmo?

Você perde tempo lendo verborragia pós-modernista? É bem capaz de umas pequenas modificações no gerador de pós-modernismo ser capaz de criar um texto melhor do que o original, se pudéssemos inserir algumas palavras-chave para estabelecer uma temática.

http://www.elsewhere.org/pomo/


"Post modernism disrobed" - de Richard Dawkins:
http://www.physics.nyu.edu/faculty/sokal/dawkins.html

Ataque a ideia não ataque o pensador. Agente está aqui pra aprender e ensinar se há erros tão graves nessa visão pós-moderna não guarde só para você me ensinem...  :)

Não estou mesmo entrando em questões de ideologia política, não sou de esquerda nem de direita, questiono inclusive essas categorias hoje em dia. A questão pra mim muito pertinente em Foucault é que o sistema carcerário está sempre a serviço da manutenção de qualquer sistema seja o capitalista, seja um comunista e que portanto é uma ferramenta de coerção e de dominação que precisa ser questionada não importa que sistema o aplique.

Veja, não mera coisa de "pessoa dos direitos humanos que defende bandido", ma sé tentar fazer uma reflexão a fundo dos PORQUÊS da criminalidade, antes de os COMO DEVEMOS punir o criminoso para que este não faça mais e para servir de exemplo. A questão não é só o dó ( e eu tenho) do condenado, mas antes saber como funcionam as estruturas sociais que favorecem o "nascimento" de um bandido. Se agente conseguir entender isso agente consegue acabar com essas estruturas na raiz diminuindo a criminalidade não porque estamos exterminando os "ratos criados" e saciando nosso anseio sádico, mas porque estaremos trabalhando na causa, no extermínio das condições e dos "ninhos" onde estão nascendo esses "ratos" que cada vez mais infestam as sociedades.

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Rocky Joe em 08 de Dezembro de 2012, 22:59:46
Citar
[...]
No estudo de FOUCAULT, a instituição da prisão substitui o espetáculo punitivo da sociedade feudal, porque a ilegalidade dos corpos  da economia feudal de subsistência foi substituída pela ilegalidade dos bens da economia capitalista de privação. Na formação social erigida sobre a relação capital/trabalho assalariado, as ilegalidades são reestruturadas pela  posição de classe dos autores: a ilegalidade dos bens  das classes populares, julgada por tribunais ordinários, é punida com prisão – ao contrário da ilegalidade dos direitos  da burguesia, estimulada pelos silêncios, omissões  e tolerâncias da legislação, imune à punição ou sancionada com multas –, legitimada pela ideologia do  contrato social, em que a posição de membro da sociedade implica aceitação das normas e a prática de infrações determina aceitação da punição. Neste ponto, o gênio de FOUCAULT formula a primeira grande hipótese crítica do trabalho, que parece ser o fio condutor da pesquisa descrita no livro, além de vincular Vigiar e Punir à tradição principal da Criminologia Crítica: "O sistema penal é definido como instrumento de gestão diferencial da criminalidade – e não de supressão da criminalidade."

Tudo o que foi descrito aconteceu ipsis literis em todos os países com reguimes socialistas e ou comunistas e, é claro, não houve uma só palavra de Foucault sobre isto.

Conveniente, não é mesmo?

Você perde tempo lendo verborragia pós-modernista? É bem capaz de umas pequenas modificações no gerador de pós-modernismo ser capaz de criar um texto melhor do que o original, se pudéssemos inserir algumas palavras-chave para estabelecer uma temática.

http://www.elsewhere.org/pomo/


"Post modernism disrobed" - de Richard Dawkins:
http://www.physics.nyu.edu/faculty/sokal/dawkins.html

Quem para mim é uma perca de tempo ler é o Dawkins. :P
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Vento Sul em 12 de Dezembro de 2012, 09:44:26
Seria legal se os países fossem meio como empresas, e se pudesse contratar o Japão para administrar o sistema prisional e policial brasileiro, talvez o Canadá para a saúde, Hong Kong ou Cingapura para economia, e algum lugar com leis ambientais que prestassem para as leis ambientais...

Você esta se esquecendo que japoneses administram japoneses, canadenses administram canadenses, e assim por diante, cada qual com sua cultura e diferentes níveis de educação.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 12 de Dezembro de 2012, 10:38:03
Diferentes mesmo entre eles, não um nível homogêneo em cada país. Não acho que cada país está necessariamente fazendo o melhor para sua cultura específica e que nada poderia ser melhor se aplicassem princípios de regiões que têm melhores resultados. Pode bem ser necessário ter cuidados especiais eventuais por diferenças culturais, mas temo que a principal diferença seja o "jeitinho brasileiro" que atrapalharia que os próprios brasileiros replicassem métodos eficazes de outras regiões.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 18 de Janeiro de 2013, 10:42:35
Citar
Primeira penitenciária público-privada do país começa a receber detentos
Redação @ 18.01.2013 BH 1 comentário



A partir desta sexta-feira (18), começa a transferência de detentos de unidades da região metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) para a Unidade I do Complexo Prisional Público Privado (CPPP), em Ribeirão das Neves, um projeto do governo de Minas Gerais que inova ao apresentar a primeira Parceria Público Privada (PPP) no sistema prisional do país. A Subsecretaria de Administração Prisional prevê que, nas primeiras três semanas, metade da primeira unidade já esteja ocupada. No total, o complexo terá capacidade para 3.040 pessoas após a construção das cinco unidades previstas.

No modelo adotado em Minas Gerais, o consórcio Gestores Prisionais Associados (GPA), ganhador da licitação, é responsável por construir e administrar o complexo, obedecendo 380 indicadores de desempenho definidos pelo governo, por meio de um  contrato de concessão com prazo de 27 anos – dois anos para a construção e 25 anos para operação do complexo. Foram investidos R$ 280 milhões na nova penitenciária. O Estado irá pagar ao grupo R$ 2.700 mensais por cada preso que estiver no complexo.



O consórcio será responsável pela manutenção da penitenciária e gestão dos serviços exigidos pelo governo, que incluem atividades educativas e de formação profissional, fornecimento de refeições e uniformes, tratamento de saúde, atendimento psicológico e assistência jurídica aos presos. A unidade garantirá ao Estado 0% de ociosidade entre presos aptos para atividades de trabalho, estudo, esporte e de treinamento profissional para aqueles que queiram participar.
http://www.bhaz.com.br/primeira-penitenciaria-publico-privada-do-pais-comeca-a-receber-detentos/

Pior é ouvir um sociólogo dizer que as novas medidas de segurança são uma forma de desumanizar os presos... :sleepy:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Skorpios em 18 de Janeiro de 2013, 11:22:38
Citar
Primeira penitenciária público-privada do país começa a receber detentos
Redação @ 18.01.2013 BH 1 comentário



A partir desta sexta-feira (18), começa a transferência de detentos de unidades da região metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) para a Unidade I do Complexo Prisional Público Privado (CPPP), em Ribeirão das Neves, um projeto do governo de Minas Gerais que inova ao apresentar a primeira Parceria Público Privada (PPP) no sistema prisional do país. A Subsecretaria de Administração Prisional prevê que, nas primeiras três semanas, metade da primeira unidade já esteja ocupada. No total, o complexo terá capacidade para 3.040 pessoas após a construção das cinco unidades previstas.

No modelo adotado em Minas Gerais, o consórcio Gestores Prisionais Associados (GPA), ganhador da licitação, é responsável por construir e administrar o complexo, obedecendo 380 indicadores de desempenho definidos pelo governo, por meio de um  contrato de concessão com prazo de 27 anos – dois anos para a construção e 25 anos para operação do complexo. Foram investidos R$ 280 milhões na nova penitenciária. O Estado irá pagar ao grupo R$ 2.700 mensais por cada preso que estiver no complexo.



O consórcio será responsável pela manutenção da penitenciária e gestão dos serviços exigidos pelo governo, que incluem atividades educativas e de formação profissional, fornecimento de refeições e uniformes, tratamento de saúde, atendimento psicológico e assistência jurídica aos presos. A unidade garantirá ao Estado 0% de ociosidade entre presos aptos para atividades de trabalho, estudo, esporte e de treinamento profissional para aqueles que queiram participar.
http://www.bhaz.com.br/primeira-penitenciaria-publico-privada-do-pais-comeca-a-receber-detentos/

Pior é ouvir um sociólogo dizer que as novas medidas de segurança são uma forma de desumanizar os presos... :sleepy:

E os que não quiserem?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 18 de Janeiro de 2013, 11:39:27
E os que não quiserem?

Vão para as penitenciárias do Estado. Pra ir pra essa tem que estar disposto a trabalhar.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gaúcho em 18 de Janeiro de 2013, 11:50:12
R$2.700,00 por preso me parece um bom preço. Acredito que o Estado deva gastar bem mais que isso por preso nos presídios públicos.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Pasteur em 18 de Janeiro de 2013, 11:50:57
Será que os presos terão mais conforto nestas unidades?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 18 de Janeiro de 2013, 11:53:21
R$2.700,00 por preso me parece um bom preço. Acredito que o Estado deva gastar bem mais que isso por preso nos presídios públicos.

Na teoria, o valor ao Estado nos presídios comuns é de R$2.800. Mas o preço é só da manutenção e não leva em consideração que os agentes são concursados (custam mais). Neste caso, pelo que eu entendi, haverão alguns agentes penitenciários que irão trabalhar com a intervenção caso necessário, mas a maioria será de funcionários contratados.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 18 de Janeiro de 2013, 12:04:29
Seria legal se os países fossem meio como empresas, e se pudesse contratar o Japão para administrar o sistema prisional e policial brasileiro, talvez o Canadá para a saúde, Hong Kong ou Cingapura para economia, e algum lugar com leis ambientais que prestassem para as leis ambientais...

Você esta se esquecendo que japoneses administram japoneses, canadenses administram canadenses, e assim por diante, cada qual com sua cultura e diferentes níveis de educação.


E ainda ia pagar como, com água de côco?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Skorpios em 18 de Janeiro de 2013, 13:01:35
E os que não quiserem?

Vão para as penitenciárias do Estado. Pra ir pra essa tem que estar disposto a trabalhar.

Prevejo que vão sobrar vagas...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 18 de Janeiro de 2013, 17:17:18
Quem para mim é uma perca de tempo ler é o Dawkins. :P

Autor arcaico, ainda parado no positivismo. Acredita não só em "genes" (ciência burguesa), mas que são "egoístas". Quando esse cara demonstrar o primeiro sinal de ter lido pelo menos Khun, aí então talvez valesse a pena ler alguma "crítica" dele ao pós-modernismo.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 18 de Janeiro de 2013, 17:18:17
Seria legal se os países fossem meio como empresas, e se pudesse contratar o Japão para administrar o sistema prisional e policial brasileiro, talvez o Canadá para a saúde, Hong Kong ou Cingapura para economia, e algum lugar com leis ambientais que prestassem para as leis ambientais...

Você esta se esquecendo que japoneses administram japoneses, canadenses administram canadenses, e assim por diante, cada qual com sua cultura e diferentes níveis de educação.


E ainda ia pagar como, com água de côco?

:hein:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 18 de Janeiro de 2013, 17:33:25
Seria legal se os países fossem meio como empresas, e se pudesse contratar o Japão para administrar o sistema prisional e policial brasileiro, talvez o Canadá para a saúde, Hong Kong ou Cingapura para economia, e algum lugar com leis ambientais que prestassem para as leis ambientais...

Você esta se esquecendo que japoneses administram japoneses, canadenses administram canadenses, e assim por diante, cada qual com sua cultura e diferentes níveis de educação.


E ainda ia pagar como, com água de côco?

:hein:

Não tem dinheiro nem pra construir mais presídios e acabar com a superlotação, se paga uma merreca pra polícia, onde vai achar dinheiro pro que canadenses, japoneses iam pedir pra administrar?  :)     



Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 18 de Janeiro de 2013, 18:16:22
Ah, sim. Então teria que começar com plágios da economia dos países em condições suficientemente parecidas, mas com melhor verba.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Geotecton em 18 de Janeiro de 2013, 19:21:21
Seria legal se os países fossem meio como empresas, e se pudesse contratar o Japão para administrar o sistema prisional e policial brasileiro, talvez o Canadá para a saúde, Hong Kong ou Cingapura para economia, e algum lugar com leis ambientais que prestassem para as leis ambientais...

Você esta se esquecendo que japoneses administram japoneses, canadenses administram canadenses, e assim por diante, cada qual com sua cultura e diferentes níveis de educação.


E ainda ia pagar como, com água de côco?

:hein:
Não tem dinheiro nem pra construir mais presídios e acabar com a superlotação, se paga uma merreca pra polícia, onde vai achar dinheiro pro que canadenses, japoneses iam pedir pra administrar?  :)     

"Onde vai achar dinheiro?"

Revisão de obras superfaturadas, corte de cargos comissionados, aplicação do limite constitucional de salários, demissão de funcionários públicos ociosos, eliminação de remuneração de políticos, revisão salarial de diversas classes do funcionalismo, melhoria na gestão...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 18 de Janeiro de 2013, 20:43:25
Ah, sim. Então teria que começar com plágios da economia dos países em condições suficientemente parecidas, mas com melhor verba.

Não é má idéia.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 18 de Janeiro de 2013, 20:44:22
Seria legal se os países fossem meio como empresas, e se pudesse contratar o Japão para administrar o sistema prisional e policial brasileiro, talvez o Canadá para a saúde, Hong Kong ou Cingapura para economia, e algum lugar com leis ambientais que prestassem para as leis ambientais...

Você esta se esquecendo que japoneses administram japoneses, canadenses administram canadenses, e assim por diante, cada qual com sua cultura e diferentes níveis de educação.


E ainda ia pagar como, com água de côco?

:hein:
Não tem dinheiro nem pra construir mais presídios e acabar com a superlotação, se paga uma merreca pra polícia, onde vai achar dinheiro pro que canadenses, japoneses iam pedir pra administrar?  :)     

"Onde vai achar dinheiro?"

Revisão de obras superfaturadas, corte de cargos comissionados, aplicação do limite constitucional de salários, demissão de funcionários públicos ociosos, eliminação de remuneração de políticos, revisão salarial de diversas classes do funcionalismo, melhoria na gestão...

Meu amigo, já te disseram que você é um sonhador... :P
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gaúcho em 19 de Janeiro de 2013, 00:56:22
 You may say I'm a dreamer, But I'm not the only one ♫

:P
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Mussain! em 19 de Janeiro de 2013, 15:06:35
Isto seria para regularizar toda a política do país, não só as penitenciárias hehe.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 19 de Janeiro de 2013, 15:22:39
Isto seria para regularizar toda a política do país, não só as penitenciárias hehe.

E não precisaria de mais medida nenhuma, praticamente tudo estaria resolvido.  :lol:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 05 de Abril de 2013, 00:58:35
Citar
O Japão e o crime

Os índices de criminalidade no Japão são dos mais baixos entre os países desenvolvidos. Segundo relatório divulgado pelo Ministério da Justiça local, o total de crimes cometidos no país apresenta queda pelo nono ano consecutivo.

Em termos de qualidade de vida, isso faz diferença. Na noite em que começaram a queimar ônibus em Florianópolis, eu saí para jantar com amigos em Tóquio.

Enquanto, no Brasil, pessoas se trancavam em casa com medo da violência, eu caminhava sozinho, na madrugada, por um dos maiores parques da cidade. Cruzei com atletas noturnos e casais namorando nos bancos. Todos tranquilos.[...]

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/mundo/79816-o-japao-e-o-crime.shtml

Citar
[...] Japan’s dueling concepts of  “tatamae,” meaning the perceived truth or appearance of propriety, and the “honnae,” or the hidden truth. It is a Shinto philosophy that looks to sometimes explain moral dysfunctions.

This separation between the two versions of truth was so wide that it led Tokyo police investigator, Hiromasa Saikawa, to publicly question the procedures involved in conducting murder investigations, in the wake of the wrestler’s death; particularly in a country where law enforcement regularly boasts an arrest rate greater than 96 percent. According to Saikawa, in Japan when there is a suspicion of murder, the police look to identify a killer, much like any country with an honest law and order system. But unlike in other nations, it is only if authorities can identify a suspect, do cops initiate a murder case. If there is no identifiable suspect, then a case can potentially be closed and ruled as an “abandoned body.” This obviously manipulates Japan’s crime statistics in such a manner, that it can’t ever accurately be known what the nation’s true murder rate is, or the police’s ability to solve such crimes. Hiromasa Saikawa officially resigned the Tokyo police force in protest of this investigative procedure.

[...]

http://filthyskies.com/2011/11/17/freakonomics-on-cheating-enviornments/


"Jeitinho japonês".
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 05 de Abril de 2013, 09:26:30
Guardadas as devidas proporções, é um jeitinho sim, mas nem só de homicídios vive o índice de crimes violentos.

Por aqui a coisa é muito mais descarada. Certa vez um oficial queria que eu registrasse uma tentativa de homicídio onde o cara deu 3 tiros na mulher, como se fosse lesão corporal. Quando eu disse que não, ele ameaçou, tentou racionalizar e o escambau. Eu disse que se ele fazia questão, então ele poderia fazer o registro ele mesmo, mas aí ele se recusou e ficou como homicídio tentado. E isso aconteceu na comunicação do rádio, onde tudo fica gravado. Fazem o mesmo transformando roubos em furtos.

No Brasil:
Corpo encontrado com 3 tiros na lagoa? Afogamento.
Corpo encontrado queimado no meio dos pneus? Crime ambiental e multa pra família.
Corpo encontrado enterrado no meio da mata com 19 tiros? Curupira, logo, força maior.

E os índices de violência caem.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Skorpios em 05 de Abril de 2013, 09:51:50
Aqui a polícia militar de uns tempos para cá, guardadas as devidas proporções, só aceita denuncias de perturbação do sossego alheio se pelo menos duas pessoas fizerem a queixa e se identificarem, com nome, endereço e CPF.
Como a maioria não quer se envolver, os registros caíram e consequentemente as ocorrencias diminuiram, o que fica ótimo nas estatísticas...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 05 de Abril de 2013, 10:41:50
Aqui a polícia militar de uns tempos para cá, guardadas as devidas proporções, só aceita denuncias de perturbação do sossego alheio se pelo menos duas pessoas fizerem a queixa e se identificarem, com nome, endereço e CPF.
Como a maioria não quer se envolver, os registros caíram e consequentemente as ocorrencias diminuiram, o que fica ótimo nas estatísticas...

No caso de perturbação entre vizinhos, por já haver uma previsão no Código Civil, vai sempre ser aplicado o princípio de intervenção mínima e se pode ser resolvido na esfera cível, deve ser tratado assim.

A perturbação do sossego e do trabalho alheio, contravenção penal, só ocorre quando um número indeterminado de pessoas é atingido pelo incômodo, neste caso será ação pública incondicionada e portanto, dispensaria até mesmo um reclamante específico, mas pra isso, deve haver como comprovar a materialidade da contravenção e como ouvido de polícia não é decibelímetro e eu nunca vi um aparelho destes no mundo real, fica complicado. Tem gente que leva o cara conduzido, mas por conta e risco de segurar um abuso de autoridade.

Já disse, a união faz a força, junta uns vizinhos, tochas, ancinhos (não anciões) e arrumem um advogado... ::)
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Skorpios em 05 de Abril de 2013, 10:51:10

Já disse, a união faz a força, junta uns vizinhos, tochas, ancinhos (não anciões) e arrumem um advogado... ::)

Não precisa mais. Mudaram.... :clap: :clap: :clap: :clap: :clap:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: ReVo em 05 de Abril de 2013, 12:14:32
Guardadas as devidas proporções, é um jeitinho sim, mas nem só de homicídios vive o índice de crimes violentos.

Por aqui a coisa é muito mais descarada. Certa vez um oficial queria que eu registrasse uma tentativa de homicídio onde o cara deu 3 tiros na mulher, como se fosse lesão corporal. Quando eu disse que não, ele ameaçou, tentou racionalizar e o escambau. Eu disse que se ele fazia questão, então ele poderia fazer o registro ele mesmo, mas aí ele se recusou e ficou como homicídio tentado. E isso aconteceu na comunicação do rádio, onde tudo fica gravado. Fazem o mesmo transformando roubos em furtos.

No Brasil:
Corpo encontrado com 3 tiros na lagoa? Afogamento.
Corpo encontrado queimado no meio dos pneus? Crime ambiental e multa pra família.
Corpo encontrado enterrado no meio da mata com 19 tiros? Curupira, logo, força maior.

E os índices de violência caem.

Primeiro, eu ri com a sua postagem. Depois, lembrei que você é parte da corporação e que não é piada.
Mórbida verdade. Imagino o índice de casos arquivados.
Obrigado por compartilhar essa dura realidade. 
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: O Grande Capanga em 05 de Abril de 2013, 12:41:09
Guardadas as devidas proporções, é um jeitinho sim, mas nem só de homicídios vive o índice de crimes violentos.

Por aqui a coisa é muito mais descarada. Certa vez um oficial queria que eu registrasse uma tentativa de homicídio onde o cara deu 3 tiros na mulher, como se fosse lesão corporal. Quando eu disse que não, ele ameaçou, tentou racionalizar e o escambau. Eu disse que se ele fazia questão, então ele poderia fazer o registro ele mesmo, mas aí ele se recusou e ficou como homicídio tentado. E isso aconteceu na comunicação do rádio, onde tudo fica gravado. Fazem o mesmo transformando roubos em furtos.

No Brasil:
Corpo encontrado com 3 tiros na lagoa? Afogamento.
Corpo encontrado queimado no meio dos pneus? Crime ambiental e multa pra família.
Corpo encontrado enterrado no meio da mata com 19 tiros? Curupira, logo, força maior.

E os índices de violência caem.

Isso lembra aquela cena do Tropa de Elite: corpo encontrado com tiro na praia, o aspira coloca homicídio e o coronel manda colocar afogamento. Aí o aspira fala que tem tiro no corpo e o coronel pergunta se ele é legista pra saber a causa da morte.  :hihi:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 05 de Abril de 2013, 13:17:06
Isso lembra aquela cena do Tropa de Elite: corpo encontrado com tiro na praia, o aspira coloca homicídio e o coronel manda colocar afogamento. Aí o aspira fala que tem tiro no corpo e o coronel pergunta se ele é legista pra saber a causa da morte.  :hihi:

É desse jeito mesmo. Por exemplo, em um dia acontecem 5 roubos. Como administrar isso? Se fossem 5 roubos cometidos pelo mesmo sujeito dentro de um lapso temporal que dê a entender que foram atos contínuos um atrás do outro, se registra como crime continuado e voilá. Os 5 roubos viram 1 ou 2. E o milagre estatístico acontece. O detalhe é que o que define "mesmo agente autor" é o fato de todas terem ocorrido de moto, logo, deve ser o mesmo cara. Quem é o policial para decidir isso? Afinal, o supervisor sentado numa sala com ar condicionado a 50km dali disse que é, então, deve ser.

E isso é fato em todos os Estados e, creio eu, todas as áreas da administração pública. Geralmente ocorre quando o Executivo diz que quer uma redução em índices (saúde, educação e segurança geralmente são os alvos) e não oferece meios pra esta redução acontecer. Por exemplo, no ano passado, cerca de 4000 policiais se aposentaram no Estado. Neste ano, o número vai ser semelhante. Então, são 8.000 policiais a menos nas ruas e o pessoal do próximo concurso só deve tomar posse depois da Copa de 2014.

Então, se numa empresa você não tem efetivo nem logística, vai fazer o que? No Estado, a maquiagem começa aí, obrigando os servidores através de resoluções e memorandos completamente ilegais, a cumprirem determinações ridículas como abandonar viaturas com o giroflex (as luzinhas) ligadas em um centro comercial e colocar o policial a 2km dali, no policiamento à pé, porque a viatura tem poderes mágicos de prevenção ao crime. A parte irritante foi quando ocorreu um assalto a um comércio em frente ao local onde esta viatura estava e o comandante da unidade disse que era absurdo que o policial não estivesse ali e decidiu puni-lo por abandono de posto. Quando o punido então apresentou a ordem por escrito que havia recebido, foi arquivada a punição, mas ele foi transferido pro nariz de MG.

O resumo é: O discurso que vocês recebem do Estado (seja município, estado ou união) é completamente diferente daquele que é feito ao público interno. Para nós, sobra o "custe o que custar", até que o custo aparece e viramos bodes expiatórios.  Os índices não demonstram nada. É patético ver gente trazendo estatísticas fornecidas por agências reguladoras que são vinculadas ao poder público e dirigidas por pessoas nomeadas em cargos de confiança, que podem ser retiradas a bel prazer do Executivo. TODAS, sem exceção, TODAS as informações foram maquiadas em algum ponto, por pressão aos servidores na ponta da linha ou por manobras das "mentes pensantes" no final. Não adianta informatizar se o humano responsável por inserir e gerar as informações ainda tiver interesse na melhora dos índices.

Nos últimos meses, quanto mais eu estudo sobre direito administrativo, mais eu me revolto com essa bagaceira.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Price em 05 de Abril de 2013, 13:24:31
Por isso que a fiscalização e normativação privada dá tão certo.

Diego, porque os camaradas não trazem essa podridão ao público?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 05 de Abril de 2013, 13:36:19
Por isso que a fiscalização e normativação privada dá tão certo.

Diego, porque os camaradas não trazem essa podridão ao público?

Trazem, mas não dá Ibope. Se você pegar um Boletim Interno de qualquer órgão de governo, vai ver o monte de jogos de interesse político, arbitrariedades, favorecimentos, etc.

Administração pública permite tudo. Até que um ato seja submetido ao controle do judiciário, o servidor desobediente já foi transferido, punido por alguma bobagem (transferência por ter saído da cidade onde trabalha durante sua folga. Já viu isso? Militarismo tem...) e em depressão em alguma cidade do interior.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 05 de Abril de 2013, 13:39:51
:histeria: :histeria: :histeria: :histeria:

Puta coincidência. Acabaram de postar no Facebook... :lol:

Citar
Policiamento ostensivo para "inglês ver" nas praças da capital

Ernesto Braga - Do Hoje em Dia

 

CARLOS RHIENCK

Como descrito pela PM, viatura fechada, com o giroflex ligado, mas sem sinal de PMs, na Praça 7

O aposentado Hélio José Veloso, de 66 anos, teve a carteira roubada próximo à Praça 7, no Centro de Belo Horizonte. Ele olhou para os lados e não encontrou nenhum policial militar. Ao caminhar em direção à rodoviária, viu uma viatura com as luzes do giroflex acesas.

(http://www.hojeemdia.com.br/polopoly_fs/1.45773.1350466385!/image/image.jpg_gen/derivatives/landscape_714/image.jpg)

http://www.hojeemdia.com.br/minas/policiamento-ostensivo-para-ingles-ver-nas-pracas-da-capital-1.45772
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Moro em 05 de Abril de 2013, 15:04:20
O Derfel tem que ler o depoimento do Diego.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Geotecton em 18 de Abril de 2013, 01:43:54
O Derfel tem que ler o depoimento do Diego.

Ele e vários outros foristas.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: O Grande Capanga em 21 de Abril de 2013, 12:42:59
Diegojaf, uma coisa muito parecida que ocorre no Paraná:

http://www.parana-online.com.br/editoria/policia/news/661700/?noticia=NOVAS+VIATURAS+ENFEITAM+A+CIDADE+E+NAO+ATENDEM+OCORRENCIAS
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 21 de Abril de 2013, 20:18:15
Algumas capitais do nordeste também se utilizam desse modus operandi...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _tiago em 23 de Abril de 2013, 22:44:09
Citar
CONHEÇA A PRISÃO-CLUBE QUE ESTÁ MEXENDO COM O SISTEMA PENAL EUROPEU

Fonte:
http://revistasamuel.uol.com.br/conteudo/view/20331/Conheca_a_prisao_clube_que_esta_mexendo_com_o_sistema_penal_europeu.shtml

Afrouxando as algemas, o presídio de baixa-segurança da ilha de Bastoy, na Noruega, conseguiu alcançar a menor taxa de reincidência criminal do mundo

À disposição dos 120 moradores da ilha norueguesa de Bastoy, há quadra de tênis, campo de futebol, saunas, câmara de bronzeamento artificial, sala de cinema, estúdio musical e uma biblioteca. Os quartos são mobiliados e equipados com TV a cabo. O trabalho na fazenda, na colheita, na lavanderia, na balsa ou na pesca rende cerca de 57 coroas norueguesas (ou 20 reais) por dia para cada um. Ao contrário do que se imagina, no presídio com a menor taxa de reincidência da Europa não há celas, armas, cassetetes ou câmeras de monitoramento; apenas uma regra: nada de álcool, drogas e violência.
Bastoy é um dos únicos quatro presídios de baixa-segurança do mundo. Na ilha, os apenados — que durante as noites têm apenas cinco guardas para vigiá-los — fazem tudo do que a criminologia moderna os privou. Os ex-assassinos, ex-ladrões e ex-traficantes trabalham, estudam, se divertem, se exercitam e tomam sol. Aqui, o prefixo “ex” não é por mera generosidade, e sim pela baixíssima taxa de reincidência criminal. Apenas 16% dos que cumpriram pena em Bastoy voltam ao crime; no Brasil, o índice supera os 70%. O êxito do “corretivo” aplicado na ilha já faz com que a Noruega pense em expandir o modelo, iniciativa que causa arrepios nos penalistas mais rígidos e revanchistas.

(...)
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _tiago em 23 de Abril de 2013, 22:45:05
Não consegui postar o vídeo no formato [flash]http://...[/flash]

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 24 de Abril de 2013, 00:35:01
Me lembrou algo não sobre sistema penitenciário em si, mas reintegração:


Citar
[...] 3. What is the Impact of Your Work?

Researchers have numerous objective ways to measure impact. Delancey Street has been viewed and reviewed by a wide variety of people. Dr. Karl Menninger (the founder of the Menninger’s Clinic and often considered the grandfather of the American mental health movement at its height) conducted a long-term study on Delancey Street graduates that demonstrated a phenomenal success rate of 98%. He summarized his findings with the statement, “Delancey Street is an incredible mixture of hard practicality and idealism. It is the best and most successful rehabilitation program I have studied in the world.” Studies have been performed by the California State Board of Corrections, and by independent evaluators who have used success indicators such as arrest, recidivism of drug use, risk behaviors, social and emotional well being indicators such as perceived self-worth, education achievement indicators, among others. All the studies demonstrated success among Delancey Street Foundation participants. (Visit the Delancey CIRCLE and Life Learning Academy sections for evaluation results.)

http://www.delanceystreetfoundation.org/faq.php


http://en.wikipedia.org/wiki/Delancey_Street_Foundation

Eles tem uma série de empresas (ou apenas restaurantes e transportadoras) que empregam apenas ex-presidiários que vivem sob um rígido código de honra. Eles também vivem numa espécie de comunidade, compartilhando alojamentos, de forma que supostamente tende a fazê-los policiarem uns aos outros e a si mesmos, quanto aos desvios do aceitável. Acho que até algum dos fundadores se auto-baniu de lá por ter dirigido bêbado.

Dizem que os "participantes" tem um índice de reincidência muito baixo, mas não sei se isso é real ou ""trapaça", como descontando esses que são banidos... daí a não-reincidência seria 100% por definição...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Vento Sul em 24 de Abril de 2013, 00:51:08
Não consegui postar o vídeo no formato [flash]http://...[/flash]


http://vimeo.com/moogaloop.swf?clip_id=28980038
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _tiago em 24 de Abril de 2013, 09:16:47
 :)
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _tiago em 24 de Abril de 2013, 09:18:49

Poderiam selecionar alguns crimes e testar as iniciativas aqui. Afirmar que o sucesso lá fora há de se repetir aqui é arriscado.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Mercedez em 24 de Abril de 2013, 10:54:28
Penso que talvez no Japão aja um excesso   de rigor ,mas na verdade o sistema carcerário brasileiro é péssimo e não leva a mudanças de atitudes, só mudanças para pior. Ficar o tempo todo de papo pro ar certamente não ajuda em nada.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Skorpios em 24 de Abril de 2013, 11:15:34
O que será que preciso fazer para ser preso lá? ::)
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 25 de Abril de 2013, 21:17:19
O que será que preciso fazer para ser preso lá? ::)

Não muito, não separar o lixo e não pagar a multa que vier por isso ja garante 1 mes de cana.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Fabi em 25 de Abril de 2013, 23:59:19
Mas se for da máfia japonesa é zero anos de cadeia, principalmente se for alto escalão e comandar um esquema terrível de tráfico de pessoas e drogas.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 26 de Abril de 2013, 00:05:13
Mas se for da máfia japonesa é zero anos de cadeia, principalmente se for alto escalão e comandar um esquema terrível de tráfico de pessoas e drogas.

O chefe da maior familia mafiosa do Japão e segunda maior do mundo esta preso. Pesquise antes de falar besteira,
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Price em 26 de Abril de 2013, 08:21:54
O Beira-Mar também. :rolleyes:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _tiago em 26 de Abril de 2013, 17:58:11
Será!? :)
Em uma semana ele tira mais dinheiro que eu no mês! :P
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gaúcho em 26 de Abril de 2013, 18:01:05
Citar
Governo prepara pacote para tentar reduzir superlotação em presídios
Plano que deve ser lançado em maio prevê investimento e mudança em leis.
Segundo ministério, presídios têm 310,6 mil vagas e 548 mil presos.


O governo federal deve lançar em maio um novo plano com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos detentos e estimular a adoção de penas alternativas, a fim de tentar reduzir a superlotação nos presídios.

O pacote vai prever investimentos na infraestrutura do sistema penitenciário nacional, melhorias de gestão e propostas de mudança na legislação.

A elaboração do plano foi encomendada pela presidente Dilma Rousseff, segundo informou ao G1 um membro do governo envolvido no trabalho, mas que preferiu não se identificar. Outro integrante da equipe que atua na elaboração do plano confirmou as informações.

Em relação à superlotação, a intenção é estimular – para crimes que envolvem menor grau de violência – a aplicação de penas que não levem necessariamente o autor para a prisão. Exemplos de penas como essas seriam a prestação de serviço comunitário, monitoramento do condenado por meio de tornozeleira eletrônica ou prisão domiciliar. No mês que vem, o STF discutirá em audiência pública se condenados podem ir para prisão domiciliar devido à falta de vagas no regime semiaberto.

Quanto à qualidade de vida do preso, algumas das medidas que o plano pretende implantar são instalação de unidades educacionais em presídios, melhoria do atendimento de saúde, controle do uso de drogas e capacitação profissional dos agentes e dos detentos.

A execução das medidas do pacote deverá ficar a cargo do Conselho Nacional de Justiça (CNJ),  do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.

Chamado de Acordo de Cooperação para Melhoria do Sistema Prisional e Redução do Déficit Prisional, também terá a adesão de Ministério da Justiça, Senado, Câmara, Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e Conselho Nacional dos Defensores Públicos Gerais (Condege).

O plano começou a ser debatido no segundo semestre de 2012 e já estava em discussão quando o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que "preferia morrer" a ficar preso no Brasil.

Dados do Sistema de Informações Penitenciárias (Infopen) do Ministério da Justiça, atualizados em dezembro do ano passado, mostram que a população carcerária no país é de 548 mil pessoas. No entanto, os estabelecimentos penais dispõem de 310,6 mil vagas (déficit é de 237,4 mil vagas).

Diretrizes
O novo plano do governo federal prevê três eixos de atuação: mudanças no sistema do Judiciário, modernização do sistema prisional e melhoria da qualidade de vida dos detentos.

Na área da Justiça, o objetivo é reduzir o déficit de vagas com a adoção de penas alternativas e medidas cautelares, além da diminuição da duração de processos.

Além disso, o governo quer modernizar a gestão dos presídios por meio do Depen e integrar dados penitenciários com um Cadastro Nacional de Presos. Há ainda previsão de melhoria na capacitação dos servidores do sistema penitenciário.

O acordo também fará com que a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República coordene políticas para que os presos tenham acesso a educação e saúde. Está prevista a construção e ampliação de espaços educacionais nos presídios, mas não há informações sobre valores de investimentos e nem de onde os recursos sairão.

Há previsão de estímulo à remissão de pena pelo estudo e capacitação profissional de presos, além de uma pesquisa sobre consumo de drogas dentro das penitenciárias.

Para cumprir as metas, o governo pretende usar projetos já em andamento no Congresso, além de enviar novas propostas ao Legislativo a fim de atender aos objetivos do plano.

A finalidade de se propor um acordo entre todos os poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário), que está em fase final de elaboração, é facilitar a aprovação e a execução das propostas do plano.

Fonte (http://g1.globo.com/brasil/noticia/2013/04/governo-prepara-pacote-para-tentar-reduzir-superlotacao-em-presidios.html)
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Price em 27 de Abril de 2013, 11:29:13
Será!? :)
Em uma semana ele tira mais dinheiro que eu no mês! :P

Por isso os emoticons.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _tiago em 27 de Abril de 2013, 12:51:45
Será!? :)
Em uma semana ele tira mais dinheiro que eu no mês! :P

Por isso os emoticons.

Por isso os emoticons. :)
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 14 de Maio de 2013, 13:26:59
http://www.youtube.com/v/xnpePG_wTCA
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 14 de Maio de 2013, 18:39:16
Curioso. Eu não entendo bem como funciona o lado comercial da coisa, de onde vem o lucro. Não é como se existisse exatamente um mercado tradicional disso, toda a coisa de oferta e demanda, os consumidores indo atrás do que julgam ser a melhor oferta, e a concorrência tentendo melhorar para aumentar sua fatia do mercado. E de onde vem o pessoal com o know-how, não é como medicina e saúde, como se sempre tivesse existido o privado paralelo ao estatal.   
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Sofista em 17 de Maio de 2013, 09:33:28
Por isso que a fiscalização e normativação privada dá tão certo.

Diego, porque os camaradas não trazem essa podridão ao público?

Trazem, mas não dá Ibope. Se você pegar um Boletim Interno de qualquer órgão de governo, vai ver o monte de jogos de interesse político, arbitrariedades, favorecimentos, etc.

Administração pública permite tudo. Até que um ato seja submetido ao controle do judiciário, o servidor desobediente já foi transferido, punido por alguma bobagem (transferência por ter saído da cidade onde trabalha durante sua folga. Já viu isso? Militarismo tem...) e em depressão em alguma cidade do interior.
Só um pergunta as prisões no Japão são publicas ou privadas?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 21 de Maio de 2013, 22:54:25
The Young Turks, NÃO é clipe de rap:

https://www.youtube.com/v/EKk351OTmvs

Eles mencionam já ter abordado muito o assunto, mas calha de ser o primeiro que vi deles no tema.

Já tinha visto alguma coisa sobre essa possibilidade/interpretação das coisas, talvez tenha até postado por aí em outro tópico.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gabarito em 29 de Junho de 2013, 07:35:01
Citar
Por falta de criminosos, Holanda estuda fechar prisões
Yahoo! NotíciasYahoo! Notícias – 15 horas atrás

A Holanda enfrenta uma série de protestos da população nos últimos dias. O motivo é a proposta do governo de fechar 19 prisões no país por conta da falta de criminosos para ocupar as celas. A medida visa economizar mais de 270 milhões de euros.

A razão concedida pelo Estado é que a taxa de criminalidade no país baixou drasticamente nos últimos anos. Um sistema de tornozeleiras com GPS, que fazendo com que os presos sejam rastreados ao invés de ficarem encarcerados, é um dos responsáveis pela baixa utilização dos presídios.

Em 2009 a Holanda colocou em pauta o assunto ao fechar oito presídios por baixa utilização. Agora, entidades protestam que mais de 2 mil pessoas ficarão sem empregos caso a medida seja adotada. A oposição ao governo ainda trabalha com a teoria de que as tornozeleiras não têm a mesma eficácia que o encarceiramento.•


E a coisa por aqui...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Skorpios em 29 de Junho de 2013, 11:37:09
Citar
Por falta de criminosos, Holanda estuda fechar prisões
Yahoo! NotíciasYahoo! Notícias – 15 horas atrás

A Holanda enfrenta uma série de protestos da população nos últimos dias. O motivo é a proposta do governo de fechar 19 prisões no país por conta da falta de criminosos para ocupar as celas. A medida visa economizar mais de 270 milhões de euros.

A razão concedida pelo Estado é que a taxa de criminalidade no país baixou drasticamente nos últimos anos. Um sistema de tornozeleiras com GPS, que fazendo com que os presos sejam rastreados ao invés de ficarem encarcerados, é um dos responsáveis pela baixa utilização dos presídios.

Em 2009 a Holanda colocou em pauta o assunto ao fechar oito presídios por baixa utilização. Agora, entidades protestam que mais de 2 mil pessoas ficarão sem empregos caso a medida seja adotada. A oposição ao governo ainda trabalha com a teoria de que as tornozeleiras não têm a mesma eficácia que o encarceiramento.•


E a coisa por aqui...

Será que eles não aceitariam alguns dos nossos? :wink:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Geotecton em 30 de Junho de 2013, 23:07:51
Citar
Por falta de criminosos, Holanda estuda fechar prisões
Yahoo! NotíciasYahoo! Notícias – 15 horas atrás

A Holanda enfrenta uma série de protestos da população nos últimos dias. O motivo é a proposta do governo de fechar 19 prisões no país por conta da falta de criminosos para ocupar as celas. A medida visa economizar mais de 270 milhões de euros.

A razão concedida pelo Estado é que a taxa de criminalidade no país baixou drasticamente nos últimos anos. Um sistema de tornozeleiras com GPS, que fazendo com que os presos sejam rastreados ao invés de ficarem encarcerados, é um dos responsáveis pela baixa utilização dos presídios.

Em 2009 a Holanda colocou em pauta o assunto ao fechar oito presídios por baixa utilização. Agora, entidades protestam que mais de 2 mil pessoas ficarão sem empregos caso a medida seja adotada. A oposição ao governo ainda trabalha com a teoria de que as tornozeleiras não têm a mesma eficácia que o encarceiramento.•


E a coisa por aqui...

Será que eles não aceitariam alguns dos nossos? :wink:

Eu não os mandaria para a Holanda e sim para as penitenciárias com aquecimento elétrico que existem em alguns estados do EUA.  :P
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 12 de Setembro de 2013, 18:39:46
Nos EUA, foram implementados programas chamados "scared straight", algo como "endireitando por amedrontamento", consistindo em levar jovens/adolescentes que tinham cometidos apenas delitos menores para visitar condenados por crimes graves, para criar uma imagem mais clara, e desencorajadora, dos prospectos da vida criminosa. Seria bastante razoável supor que algo assim teria resultados variando de "bom" a "neutro", mas aparentemente os efeitos teriam sido negativos. Os jovens que fizeram essas visitas acabaram cometendo mais crimes do que outros jovens em condições similares, que não participaram desses programas.


Citar
Scary -- and ineffective
Traumatizing at-risk kids is not the way to lead them away from crime and drugs

January 31, 2011|By Laurie O. Robinson and Jeff Slowikowski
"Scared straight" programs have long been wildly popular in this country as a get-tough response to juvenile crime. They typically involve bringing at-risk youths into an adult prison, where they are confronted — in shocking and brutal fashion — by adult inmates. These programs may include tours of the facility and personal stories from prisoners and may even integrate the youths into the prison population for up to a day. Experiencing the harsh reality of life behind bars is thought to deter kids from a life of crime by frightening them into changing their behavior.

[...]

In contrast to the claims of proponents, Mr. Petrosino and his colleagues found that these programs did not deter teenage participants from offending; in fact, they were more likely to offend in the future. Across the evaluated programs, participants were up to 28 percent more likely to offend than youths who didn't participate. To add insult to injury, a number of youths reported to evaluators that adult inmates sexually propositioned them and tried to steal their belongings. Not only was scared straight found not to deter criminal behavior, the study strongly suggested the program caused harm.

The fact that these types of programs are still being touted as effective, despite stark evidence to the contrary, is troubling. In the decades following the original scared straight program, states across the country developed similar models in the hopes that this get-tough approach would make an impact on their impressionable youth. As it turns out, the impact was not the one they had hoped for. [...]

http://articles.baltimoresun.com/2011-01-31/news/bs-ed-scared-straight-20110131_1_straight-type-programs-straight-program-youths

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Mussain! em 12 de Setembro de 2013, 20:16:20
Nos EUA, foram implementados programas chamados "scared straight", algo como "endireitando por amedrontamento", consistindo em levar jovens/adolescentes que tinham cometidos apenas delitos menores para visitar condenados por crimes graves, para criar uma imagem mais clara, e desencorajadora, dos prospectos da vida criminosa. Seria bastante razoável supor que algo assim teria resultados variando de "bom" a "neutro", mas aparentemente os efeitos teriam sido negativos. Os jovens que fizeram essas visitas acabaram cometendo mais crimes do que outros jovens em condições similares, que não participaram desses programas.

Aqui no Brasil isso iria dá no mesmo, um completo fracasso. Aqui, "ser amigo", "irmão" e etc de um presidiário, "dá moral"., ou seja, dá status e amedronta os outros.

Sobre penitenciárias fico ainda com minhas ideias, se roubou um carro, deve pagar, se matou um pai de família com filhos menores, será obrigado a criá-los e etc. Náo é com temor, pancadas que criminosos deixam de ser criminosos, se isso acontecesse, esse maladrinhos que vivem apanhando de policiais todos os dias não cometeriam mais delitos. Minha ideia é reverter determinada perca, fato, seja material ou de vida, para pelo menos algo próximo do que era antes deste determinado fato ou perca.

A recusa de tais "oportunidade de reverter suas burrices-crimes", por exemplo, matar um pai de família e deixar os filhos deste à sorte, seria dado o direito a um irmão, parente, amigo ou qualquer um que conheça a vítima,  de matá-lo. Simples assim.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 12 de Setembro de 2013, 20:32:08
A recusa de tais "oportunidade de reverter suas burrices-crimes", por exemplo, matar um pai de família e deixar os filhos deste à sorte, seria dado o direito a um irmão, parente, amigo ou qualquer um que conheça a vítima,  de matá-lo. Simples assim.

Esse tipo de coisa só viria a ser "lei" em algum lugar no oriente médio ou em favelas dominadas por gangues.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Mussain! em 12 de Setembro de 2013, 21:39:28
Por quê? Sabia que acontece pior bem onde vc mora...? No Brasil, é extremamente comum estupro, tortura, assassinatos e um monte de tipo de humilhação de todas as formas nos presídios brasileiros, humilhações essas que vão desde de presos, passando por funcionários e chegando até em pessoas que estão lá simplemente para visitar seus parentes (Como mães, filhos, amigos, parentes do presidiário). Mas concordo com vc, a maior parte desses que são humilhados, torturados e assassinados, são sim um bando de favelados... rsrsrsrs...

Isso acontece toda hora, e muito provaveelmente está acontecendo neste exato momento que nós discutimos. Um fulano sendo estuprado ou torturado ou espancado agora mesmo.... Parece que as pessoas acham isso normal, ou pelo menos não querem saber da verdade, já que eles estão lá, e nós estamos com nosso controle da TV na mão, comendo pipoca.

Amigo, pessoas morrem todas as horas, boas ou ruins, velhas ou novas... Isso é fato. Eliminar pessoas que não fazem um mínimo de esforço para viver em uma sociedade, deveria ser direito de quem sofre pelas mesmas, mas não opcional. Reverter seu péssimo ato é que deveria estar em questão, e este direito ser dado. Se essas pessoas querem viver na selva, que vá, é uma solução e não se precisa eiminá-las... Da mesma forma, ninguém consegue reviver uma pessoa morta... Não vemos bandidos reviver a filha do Sr. José que perdeu a vida num assalto por um mísero celular... E pagar um celular de volta ao Sr. José, é no mínimo, um grande insulto....

Por exemplo, aqui no Brasil lembro de uma mulher que foi presa por pegar uma lata de leite de um supermercado. Foi pegue, não foi o dia dela, ela pague a lata de leite e fique "com a ficha suja", para constar nos bancos de dados da polícia a índole da mulher. Mas qual o objetivo de um estado que pega esta mulher, coloca numa cela, propensa a violências, sendo alimentada, mantida num local, pelo próprio estado?

Isso é uma burrice, perca de tempo e dinheiro, o nosso dinheiro.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 13 de Setembro de 2013, 02:55:10
Surtou.

Eu disse que pode bem ocorrer de maneira ilegal. O que não é surpreendente.

Só não pense que isso vai ser lei "no papel" algum dia num futuro próximo. Nem um Enéas da vida proporia uma coisa dessas, vai contra tudo que se tem de lei no país. A constituição proíbe pena de morte. Pena de morte por vingança pessoal então, simplesmente ninguém vai nem pensar em propor uma lei assim (ninguém legalmente designado para isso). Só se fosse para chamar atenção mesmo.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Mussain! em 13 de Setembro de 2013, 07:18:39
É engraçado essa óptica de "a nosso constituição proíbe a pena de morte". A pena de morte existe, só não é legalizada, só não está "no papel", como vc mesmo citou. Essa semana mesmo uma garota aqui, estudante, gente boa, foi assassinada com dois tiros num assalto, só porque ela tentou arrancar com o carro. Pra ela, foi pena de morte... Isso acontece toda hora, em todos os locais do Brasíl. E constituição por constiuição, temos um monte que só está lá "no papel", como essa do capítulo II dos direitos sociais:

"Art. 6º São direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a
previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta
Constituição. Alterado pela Emenda Constitucional n° 064 / 2010 (DOU de 05.02.2010) vigência a partir de 05.02.2010 Redação
Anterior

proibição de diferença de salários, de exercício de funções e de critério de admissão por motivo de sexo,
idade, cor ou estado civil"

E por aí vai.... Coisas que "no papel", é lindo, mas na realidade não se aplica.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 13 de Setembro de 2013, 08:12:12
É engraçado essa óptica de "a nosso constituição proíbe a pena de morte". A pena de morte existe, só não é legalizada, só não está "no papel", como vc mesmo citou. Essa semana mesmo uma garota aqui, estudante, gente boa, foi assassinada com dois tiros num assalto, só porque ela tentou arrancar com o carro. Pra ela, foi pena de morte... Isso acontece toda hora, em todos os locais do Brasíl. E constituição por constiuição, temos um monte que só está lá "no papel", como essa do capítulo II dos direitos sociais:

"Art. 6º São direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a
previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta
Constituição. Alterado pela Emenda Constitucional n° 064 / 2010 (DOU de 05.02.2010) vigência a partir de 05.02.2010 Redação
Anterior

proibição de diferença de salários, de exercício de funções e de critério de admissão por motivo de sexo,
idade, cor ou estado civil"

E por aí vai.... Coisas que "no papel", é lindo, mas na realidade não se aplica.


Isso não é pena de morte, é assassinato. Coisas distintas.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 13 de Setembro de 2013, 08:18:47
Nossa lei prevê pena de morte por fuzilamento em diversos casos. Não existe nenhuma norma constitucional que seja absoluta. Todas são ou podem ser mitigadas por alguma razão.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Mussain! em 13 de Setembro de 2013, 09:14:38
Isso mesmo, boa resposta. E é por isso que mantenho este meu pensamento, já que a decisão extrema de "dar fim neste suposto criminoso", é opcional, e não o governa que irá decretar pena de morte, como é o de costume em outros países. Como não se pode confiar num governo, quanto mais no governo Brasileiro, seria uma boa este direito ser dado a vítima ou próximos a ela. Elas escolhem o que fazer, mas ainda sim, será dado direito também ao criminoso, de escolher reverter seus atos de forma a deixar a situação das vítimas próximo do que era antes deste suposto crime. Caso este se recuse, aí sim, será dado o direito a vítima ou próximos a ela, de eliminá-lo.

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gaúcho em 13 de Setembro de 2013, 16:04:27
Só conheço pena de morte em tempo de guerra.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 13 de Setembro de 2013, 16:05:52
Ainda assim, é uma mitigação ao direito à vida.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 13 de Setembro de 2013, 16:11:43
Isso mesmo, boa resposta. E é por isso que mantenho este meu pensamento, já que a decisão extrema de "dar fim neste suposto criminoso", é opcional, e não o governa que irá decretar pena de morte, como é o de costume em outros países. Como não se pode confiar num governo, quanto mais no governo Brasileiro, seria uma boa este direito ser dado a vítima ou próximos a ela. Elas escolhem o que fazer, mas ainda sim, será dado direito também ao criminoso, de escolher reverter seus atos de forma a deixar a situação das vítimas próximo do que era antes deste suposto crime. Caso este se recuse, aí sim, será dado o direito a vítima ou próximos a ela, de eliminá-lo.



Interessante, voce não confia no governo, mas confia que o sistema judiciário brasileiro sempre vai pegar o cara certo?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Mussain! em 13 de Setembro de 2013, 16:35:43
Isso mesmo, boa resposta. E é por isso que mantenho este meu pensamento, já que a decisão extrema de "dar fim neste suposto criminoso", é opcional, e não o governa que irá decretar pena de morte, como é o de costume em outros países. Como não se pode confiar num governo, quanto mais no governo Brasileiro, seria uma boa este direito ser dado a vítima ou próximos a ela. Elas escolhem o que fazer, mas ainda sim, será dado direito também ao criminoso, de escolher reverter seus atos de forma a deixar a situação das vítimas próximo do que era antes deste suposto crime. Caso este se recuse, aí sim, será dado o direito a vítima ou próximos a ela, de eliminá-lo.



Interessante, voce não confia no governo, mas confia que o sistema judiciário brasileiro sempre vai pegar o cara certo?
Seria um ponto a se discutir. Quando estava argumentando antes, só estava pensando em casos claros, com testemunha oculares ou câmeras e etc.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 13 de Setembro de 2013, 16:37:57
Isso mesmo, boa resposta. E é por isso que mantenho este meu pensamento, já que a decisão extrema de "dar fim neste suposto criminoso", é opcional, e não o governa que irá decretar pena de morte, como é o de costume em outros países. Como não se pode confiar num governo, quanto mais no governo Brasileiro, seria uma boa este direito ser dado a vítima ou próximos a ela. Elas escolhem o que fazer, mas ainda sim, será dado direito também ao criminoso, de escolher reverter seus atos de forma a deixar a situação das vítimas próximo do que era antes deste suposto crime. Caso este se recuse, aí sim, será dado o direito a vítima ou próximos a ela, de eliminá-lo.



Interessante, voce não confia no governo, mas confia que o sistema judiciário brasileiro sempre vai pegar o cara certo?
Seria um ponto a se discutir. Quando estava argumentando antes, só estava pensando em casos claros, com testemunha oculares ou câmeras e etc.

Mesmo nesses casos, testemunhas oculares mentem, cameras não contam motivos, etc.... Decidir sobre a vida e morte de alguém é uma responsabilidade gigante.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Mussain! em 13 de Setembro de 2013, 16:42:50
Isso mesmo, boa resposta. E é por isso que mantenho este meu pensamento, já que a decisão extrema de "dar fim neste suposto criminoso", é opcional, e não o governa que irá decretar pena de morte, como é o de costume em outros países. Como não se pode confiar num governo, quanto mais no governo Brasileiro, seria uma boa este direito ser dado a vítima ou próximos a ela. Elas escolhem o que fazer, mas ainda sim, será dado direito também ao criminoso, de escolher reverter seus atos de forma a deixar a situação das vítimas próximo do que era antes deste suposto crime. Caso este se recuse, aí sim, será dado o direito a vítima ou próximos a ela, de eliminá-lo.



Interessante, voce não confia no governo, mas confia que o sistema judiciário brasileiro sempre vai pegar o cara certo?
Seria um ponto a se discutir. Quando estava argumentando antes, só estava pensando em casos claros, com testemunha oculares ou câmeras e etc.

Mesmo nesses casos, testemunhas oculares mentem, cameras não contam motivos, etc.... Decidir sobre a vida e morte de alguém é uma responsabilidade gigante.
E exatamente por isso que tenho esse ideal. Agora, basta classificar os casos, onde se aplicaria esta "lei" e tal. Por exemplo, temos diversos casos comprovados de assasinatos, assumidos de criminosos que matavam por "ela só ter trinta reais e ser dentista", "ela tentou correr quando eu queria seu carro, seu celular, sua bolsa" e etc.

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 13 de Setembro de 2013, 17:04:00
Isso mesmo, boa resposta. E é por isso que mantenho este meu pensamento, já que a decisão extrema de "dar fim neste suposto criminoso", é opcional, e não o governa que irá decretar pena de morte, como é o de costume em outros países. Como não se pode confiar num governo, quanto mais no governo Brasileiro, seria uma boa este direito ser dado a vítima ou próximos a ela. Elas escolhem o que fazer, mas ainda sim, será dado direito também ao criminoso, de escolher reverter seus atos de forma a deixar a situação das vítimas próximo do que era antes deste suposto crime. Caso este se recuse, aí sim, será dado o direito a vítima ou próximos a ela, de eliminá-lo.



Interessante, voce não confia no governo, mas confia que o sistema judiciário brasileiro sempre vai pegar o cara certo?
Seria um ponto a se discutir. Quando estava argumentando antes, só estava pensando em casos claros, com testemunha oculares ou câmeras e etc.

Mesmo nesses casos, testemunhas oculares mentem, cameras não contam motivos, etc.... Decidir sobre a vida e morte de alguém é uma responsabilidade gigante.
E exatamente por isso que tenho esse ideal. Agora, basta classificar os casos, onde se aplicaria esta "lei" e tal. Por exemplo, temos diversos casos comprovados de assasinatos, assumidos de criminosos que matavam por "ela só ter trinta reais e ser dentista", "ela tentou correr quando eu queria seu carro, seu celular, sua bolsa" e etc.



Casos comprovados por quem? Pela polícia? Voce confia que a polícia nunca erra? Que 100% dos policiais são honestos?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 13 de Setembro de 2013, 17:18:22
Esse negócio de olho por olho me lembra o Taliban...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gaúcho em 13 de Setembro de 2013, 17:27:50
Bom, se bobear, a solução de homicídios no Brasil deve ser parecida com a do Afeganistão...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Mussain! em 13 de Setembro de 2013, 18:37:27
Isso mesmo, boa resposta. E é por isso que mantenho este meu pensamento, já que a decisão extrema de "dar fim neste suposto criminoso", é opcional, e não o governa que irá decretar pena de morte, como é o de costume em outros países. Como não se pode confiar num governo, quanto mais no governo Brasileiro, seria uma boa este direito ser dado a vítima ou próximos a ela. Elas escolhem o que fazer, mas ainda sim, será dado direito também ao criminoso, de escolher reverter seus atos de forma a deixar a situação das vítimas próximo do que era antes deste suposto crime. Caso este se recuse, aí sim, será dado o direito a vítima ou próximos a ela, de eliminá-lo.



Interessante, voce não confia no governo, mas confia que o sistema judiciário brasileiro sempre vai pegar o cara certo?
Seria um ponto a se discutir. Quando estava argumentando antes, só estava pensando em casos claros, com testemunha oculares ou câmeras e etc.

Mesmo nesses casos, testemunhas oculares mentem, cameras não contam motivos, etc.... Decidir sobre a vida e morte de alguém é uma responsabilidade gigante.
E exatamente por isso que tenho esse ideal. Agora, basta classificar os casos, onde se aplicaria esta "lei" e tal. Por exemplo, temos diversos casos comprovados de assasinatos, assumidos de criminosos que matavam por "ela só ter trinta reais e ser dentista", "ela tentou correr quando eu queria seu carro, seu celular, sua bolsa" e etc.



Casos comprovados por quem? Pela polícia? Voce confia que a polícia nunca erra? Que 100% dos policiais são honestos?
Sim, pela polícia também, afinal de contas eles são treinados para isto. Mas também por testemunhas, índole do acusado, gravações, confissões e todos esses procedimentos que os forenses conhecem.

Bom, se bobear, a solução de homicídios no Brasil deve ser parecida com a do Afeganistão...
Não, é bem pior por aqui. Só a cidade que eu moro, nada mais na menos, ocupa o décimo primeiro posto no rank de violência em todo o planeta terra... É mas ou menos como o leandro karnal diz em uma de suas palestras: "morre mais pessoas só no transito brasileiro, do que na guerra do vietnã"... Na bahia, os índices de homicídio são assustadores. Pena de morte é fichinha pra esses crimes...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 13 de Setembro de 2013, 20:36:37
Bom, se bobear, a solução de homicídios no Brasil deve ser parecida com a do Afeganistão...

(http://www.meionorte.com/imagens/2013/05/22/7eecb48bef20e43e1bd54e6280602b31.jpg)

(http://www.noticiasbizarras.com.br/wp-content/uploads/2012/06/crack-jacarezinho.jpg)

Citar
Crimes proibidos por “leis” do tráfico afligem favelas pacificadas do Rio

Roubos e furtos crescem após expulsão de traficantes, apontam ISP e moradores

Surra, tiro na mão, expulsão da favela ou morte são penas impostas por traficantes a quem rouba ou furta em comunidades não pacificadas do Rio de Janeiro. As chamadas “leis” do tráfico determinam que os problemas sejam resolvidos dentro da própria comunidade sem a intervenção da polícia. Embora a chegada das UPPs (Unidade de Polícia Pacificadora) tenha reduzido os homicídios e a presença ostensiva de traficantes, roubos e furtos aumentaram na região das favelas, segundo apontam dados do ISP (Instituto de Segurança Pública). [...]

http://www.wscom.com.br/noticia/policial/%22LEIS%E2%80%9D+DO+TRAFICO+AFLIGEM+FAVELAS+DO+RIO-114195

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Mussain! em 13 de Setembro de 2013, 20:46:53
Ou seja, até de uma forma bem primitiva se mostra que esse minha metodologia funcionaria, imagine esta sendo bem catalogada e estudada seriamente....
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 14 de Setembro de 2013, 01:34:39
Voce percebeu que todas as formas de julgamento possíveis passam por humanos e que humanos são sujeitos a erros? E que é impossível reverter a pena de morte? Nos EUA tem dezenas de casos em que se descobrea iinocência do acusado depois de décadas no corredor da morte, isso num sistema policial e judiciário bem melhor que o Brasi. 
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Mussain! em 14 de Setembro de 2013, 14:22:41
Mas lá se supõe muitas coisas e alguns métodos são bastante questionáveis, e também não tem esse direito ao criminoso, o qual falei.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gabarito em 07 de Janeiro de 2014, 15:09:29
A coisa anda muito feia lá pelas terras Sarney.

Citar
Presos filmam decapitados em penitenciária no Maranhão; veja vídeo (http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2014/01/1394160-presos-filmam-decapitados-em-penitenciaria-no-maranhao-veja-video.shtml)
07/01/2014 - 03h00

EDUARDO SCOLESE
COORDENADOR DA AGÊNCIA FOLHA
Ouvir o texto

"Tem que ajeitar o foco", diz um preso a um colega que acabara de ligar a câmera do celular em meio a um grupo de detentos rebelados.

Vencida a discussão técnica, o que se segue é um documento explícito do horror praticado no complexo de Pedrinhas, em São Luís, no Maranhão, onde 62 presos foram mortos desde o ano passado.

São dois minutos e 32 segundos em que os próprios amotinados filmam em detalhes três rivais decapitados. E se divertem exibindo os corpos –ou que restam deles.

O vídeo, gravado no dia 17 de dezembro, começa com os presos caminhando por dez segundos dentro da penitenciária. Para preservar suas identidades, tomam o cuidado de exibir apenas os pés.

No foco principal, um homem de chinelos pretos e bermuda branca dá passos apertados, até que no oitavo segundo da caminhada o chão verde molhado de água se transforma num piso ensopado de sangue.

Dois segundos adiante, a câmera se levanta abruptamente e mostra o saldo do motim no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Pedrinhas, um bairro da zona rural da capital maranhense.

Estão lá, diante da câmera e de comentários em tom de comemoração, os corpos de Diego Michael Mendes Coelho, 21, Manoel Laércio Santos Ribeiro, 46, e Irismar Pereira, 34.

O gestão Roseana Sarney (PMDB) não quis comentar o vídeo, enviado ao governo pela Folha. Disse apenas que imagens supostamente registradas em Pedrinhas estão sendo divulgadas e poderão ser alvo de inquérito para investigar a sua veracidade.

ATENÇÃO: imagens fortes (http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2014/01/1394160-presos-filmam-decapitados-em-penitenciaria-no-maranhao-veja-video.shtml)

CABEÇAS

As imagens, encaminhadas à Folha pelo Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Maranhão, são chocantes.

Nas costas de um desses corpos, de bruços, estão duas cabeças, lado a lado. Elas são exibidas como troféus.

Ao lado, o terceiro decapitado ainda tem a cabeça encostada ao pescoço.

Um dos presos grita: "Bota [o corpo] de frente pra filmar direito". Outro pede: "Não puxa a cabeça dele".

Em vão. Um outro colega, também de chinelos, enfia os pés na poça de sangue, se aproxima e, com a ponta dos dedos, ergue a cabeça, puxada pelos cabelos.

A cabeça escapa, cai no chão, mas é erguida novamente e colocada ao lado das outras duas. Os presos mantêm o clima de comemoração.

A câmera se aproxima e foca as cabeças bem de perto. Os três parecem ter sido torturados antes de terem as cabeças cortadas. Há marcas de cortes no rosto e por todo o corpo, que parecem ter sido feitas com facas e estiletes.

A câmera segue filmando. Gira e mostra corpos e cabeças de diferentes ângulos. Um dos presos, já descalço, coloca o pé sobre um dos corpos, em sinal de domínio sobre os inimigos.

Neste momento, o vídeo, que traz à tona o cenário de caos no sistema penitenciário do Maranhão, chega ao segundo minuto.

Um dos presos se abaixa, pega uma das cabeças e a gira em direção à câmera.

"Filma aí esse maldito, desgraçado", diz um deles sobre um dos decapitados, com aparelhos nos dentes e o rosto todo riscado. "Vira de lado, vira de lado", pede outro.

Nenhum rosto aparece no vídeo. Mas o chão molhado, de água e de sangue, permite visualizar, no reflexo, uma meia dúzia de presos.

Segundo o governo do Maranhão, que não quis comentar as imagens, as três mortes foram resultado de uma briga entre membros da mesma facção criminosa.

A maior rivalidade no complexo, porém, é de presos da capital versus presos do interior do Estado. Eles formam duas facções diferentes.

Essa rivalidade é citada em relatório do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), que conclui que o governo tem sido incapaz de coibir a violência.

Foi de dentro do complexo que saíram as ordens para os atentados ocorridos no último final de semana.

O relatório cita a superlotação de Pedrinhas (com 1.700 vagas, abriga 2.500) e relata casos de estupros de mulheres que entram no presídio para visitas íntimas.

Colaborou DIÓGENES CAMPANHA, de São Paulo
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 07 de Janeiro de 2014, 15:15:51
"Está tudo sob controle". "Será apurado". "Os responsáveis serão punidos".
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gaúcho em 07 de Janeiro de 2014, 15:53:50
Se está tudo lotado, a opção mais óbvia é a criação de mais indultos.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Mussain! em 07 de Janeiro de 2014, 17:01:20
Ou a lei lá que eu falei hehehehehe
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 08 de Janeiro de 2014, 08:41:37
Citar
Em meio a caos nos presídios Roseana Sarney licita 80 kg de lagosta

BERNARDO MELLO FRANCO
EDITOR INTERINO DO "PAINEL"
Ouvir o texto

O banquete de Roseana Com os presídios em chamas, o Maranhão escolherá nesta semana as empresas que abastecerão as geladeiras de Roseana Sarney (PMDB) em 2014. A lista da governadora inclui 80 kg de lagosta fresca, uma tonelada e meia de camarão e oito sabores de sorvete. As iguarias deverão ser entregues na residência oficial e na casa de praia usada pela peemedebista. O Estado prevê gastar R$ 1 milhão para alimentar a família Sarney e seus convidados até o fim do ano.

Fartura A lista dos palácios maranhenses também inclui 750 kg de patinha de caranguejo, por R$ 39 mil. O governo do Estado comprará ainda duas toneladas de peixe e mais de cinco toneladas de carne bovina e suína.

Para adoçar As residências oficiais receberão 50 caixas de bombom e 30 pacotes de biscoito champanhe. Outro item curioso: R$ 108 mil em ração para peixes.

Jesus tá vendo O edital ainda prevê a compra de 2.500 garrafas de 1 litro de "refrigerante rosado" com "água gaseificada, açúcar e extrato de guaraná". Descrição sob medida para a compra do guaraná Jesus, bebida famosa do Maranhão.

Martelo Com tantas encomendas, o governo fará duas licitações para escolher os fornecedores. O primeiro pregão, de R$ 617 mil, está marcado para amanhã às 14h30. O segundo foi agendado para esta sexta-feira.

Em silêncio Com tradição de enfrentar governos para defender os direitos humanos, a OAB não tem dado um pio sobre a barbárie nas prisões do Maranhão. O presidente da entidade, Marcos Vinicius Coêlho, foi advogado de Roseana no TSE.
http://www1.folha.uol.com.br/colunas/painel/2014/01/1394673-em-meio-a-caos-nos-presidios-roseana-sarney-licita-80-kg-de-lagosta.shtml
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: West em 08 de Janeiro de 2014, 10:54:33
Na lei é tudo muito bonito, perfeito, mas na prática...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gabarito em 09 de Janeiro de 2014, 08:21:47
Citar
Omissão
Para poupar Sarney, Cardozo silencia sobre motim (http://www.diariodopoder.com.br/noticias/para-poupar-sarney-cardozo-silencia-sobre-motim-2/)

Ministros calam sobre situação em presídios para não incomodar Sarney
Publicado: 9 de janeiro de 2014 às 0:01 - Atualizado às 20:12
Por: Redação

Pisando em ovos para não chatear o cacique José Sarney (PMDB), o tão corajoso ministro José Cardozo (Justiça) – que já chegou a admitir que prefere morrer a ficar preso no Brasil – silencia sobre a chacina de detentos no Maranhão. A omissão de Cardozo, que evita declarações mais fortes, não contradiz a política da pasta, que investiu em 17 anos apenas 53% dos R$ 4,3 bilhões disponíveis para melhoria das cadeias.

Segundo dados do próprio Ministério da Justiça, o Fundo Penitenciário Nacional é contingenciado para cumprir a meta de superávit primário.

Campeões no ranking dos piores presídios, os governos de Roseana Sarney (PMDB-MA) e Tarso Genro (PT-RS) querem saber é das urnas.

A sempre falante Maria do Rosário (Direitos Humanos) também se calou sobre a decapitação de presos. Só voltou de férias ontem.

O presidente do STF, Joaquim Barbosa, mandou, em 20 de dezembro, uma equipe de juízes para apurar mortes nos presídios do Maranhão.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 09 de Janeiro de 2014, 08:28:40
Citar
Omissão
Para poupar Sarney, Cardozo silencia sobre motim (http://www.diariodopoder.com.br/noticias/para-poupar-sarney-cardozo-silencia-sobre-motim-2/)

Ministros calam sobre situação em presídios para não incomodar Sarney
Publicado: 9 de janeiro de 2014 às 0:01 - Atualizado às 20:12
Por: Redação

Pisando em ovos para não chatear o cacique José Sarney (PMDB), o tão corajoso ministro José Cardozo (Justiça) – que já chegou a admitir que prefere morrer a ficar preso no Brasil – silencia sobre a chacina de detentos no Maranhão. A omissão de Cardozo, que evita declarações mais fortes, não contradiz a política da pasta, que investiu em 17 anos apenas 53% dos R$ 4,3 bilhões disponíveis para melhoria das cadeias.

Segundo dados do próprio Ministério da Justiça, o Fundo Penitenciário Nacional é contingenciado para cumprir a meta de superávit primário.

Campeões no ranking dos piores presídios, os governos de Roseana Sarney (PMDB-MA) e Tarso Genro (PT-RS) querem saber é das urnas.

A sempre falante Maria do Rosário (Direitos Humanos) também se calou sobre a decapitação de presos. Só voltou de férias ontem.

O presidente do STF, Joaquim Barbosa, mandou, em 20 de dezembro, uma equipe de juízes para apurar mortes nos presídios do Maranhão.

"Está tudo sob controle", "A situação já está dominada", "Puniremos os responsáveis".

O BBB começou. Mais uma coisa pra desviar a atenção do povão. Acho melhor colocar ritalina na água das redes de abastecimento.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gabarito em 09 de Janeiro de 2014, 09:52:01
Cadê Maria do Rosário?
Cadê José Cardozo?

Por que esses tipos só aparecem quando não há necessidade deles e se escondem quando seus cargos exigem que se pronunciem :?: :?: :?:

Maria do Rosário é aquela que perseguiu blogueiro humorista, jogando a Polícia Federal em cima dele só porque não gostou dos comentários de humor da página dele, botando pra correr a liberdade de expressão que a Constituição garante. É a mesma que circulou fofoca em rede social, leia-se tuíter, acusando a oposição de boatos sobre o Bolsa Família, o que foi apurado depois que a própria CEF tinha dado início à comédia aloprada de erros.

Ela, José Cardozo e Gilberto Carvalho também se uniram, em companhia de Dilma, numa gritaria quando se deu a tal desocupação do Pinheirinho, em São Paulo. A Polícia Militar cumpria uma decisão judicial. Os extremistas de esquerda infiltrados entre os moradores incitaram o confronto com a polícia. Naquele ato não houve uma morte sequer.

Agora nós temos decapitados, crianças incendiadas, esposas de presidiários submetidas a "estupros consentidos" no galpão comum da penitenciária...

E nenhum deles dá um pio!


Sobre a situação dos presídios do Maranhão:
Citar
Há, no estado, apenas 128,5 presos por 100 mil habitantes — para comparar: em São Paulo, são 633,1. Assim, o Maranhão prende pouco — 5.417 pessoas em 2012 — e trata seus detentos como bestas-feras. O resultado é o que se vê.

A edição desta terça da Folha informa que um contrato firmado em 2011 entre o governo do estado e o Depen — órgão do Ministério da Justiça que coordena a política penitenciária nacional — foi cancelado. Ele previa o repasse de R$ 20 milhões para a construção de dois presídios, com capacidade para abrigar 513 detentos. Segundo o governo maranhense, “um mês e sete dias depois de o Estado do Maranhão ter cumprido as últimas exigências do Depen”, um decreto invalidou “todos os restos a pagar não liquidados até o dia 30 de junho [de 2013]”. E o dinheiro não apareceu.

Cadê José Eduardo Cardozo, ministro da Justiça? Cadê Maria do Rosário, dos Direitos Humanos? Cadê Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência e homem encarregado de fazer a tal “interlocução” com os chamados “setores organizados da sociedade”? Desapareceram. Sumiram. Uma ocorrência como essa em um estado que fosse governado pela oposição geraria uma falação dos diabos. Desde 2004, só dois dos sete contratos do Depen com o Maranhão foram concluídos.

Cabe ao departamento acompanhar as execuções penais Brasil afora. Outra de suas atribuições é justamente fiscalizar as instituições prisionais. Mas quê… No ano passado, o governo federal investiu em presídios 34,2% menos do que em 2012: caiu de R$ 361,9 milhões para R$ 238 milhões. E tal queda se deu num ano em que a violência explodiu no país.


Agora, sobre a dinastia Sarney:
Citar
O homem está no poder, no estado, pessoalmente ou por intermédio de prepostos, desde 1966. Só a ditadura dos Irmãos Castro, em Cuba, é mais longeva, Sarney também construiu a sua ilha de atraso. Nestes 48 anos em que o estado está sob a gestão da família, sucessivos governos se encarregaram de transformar a vida da população numa rotina de pobreza e desesperança.

http://www.youtube.com/v/XmYSZhwLUpA

Citar
Em 2000, Roseana Sarney era apontada como pré-candidata do então PFL à Presidência. Ocupava o primeiro lugar nas pesquisas. O chefão petista a esculhambava impiedosamente, atacando também seu pai, José Sarney. O segundo momento se deu em 2006. Lula estava disputando a reeleição e fazia um comício no Maranhão, ao lado de Roseana, que já havia se aliado a ele em 2002. Aí a mulher já tinha virado heroína.

A ex-inimiga Roseana acabou virando amiga do peito. O petismo classifica as pessoas em heroínas ou bandidas na exata medida em que servem ou não servem a seu projeto.


Não deu para culpar o antecessor:
Citar
Políticos costumam culpar os antecessores pelos problemas crônicos enfrentados por suas gestões. Mas a governadora Roseana Sarney (PMDB), no quarto mandato no Maranhão, não poderá fazê-lo: com exceção de um período de dois anos, o Estado é governado desde 1966 pelos integrantes do clã político de José Sarney. O único revés do grupo ocorreu em 2006, quando Jackson Lago (PDT) derrotou Roseana nas urnas. Mas ele só resistiu até o começo de 2009, dois anos depois da posse: a Justiça Eleitoral tirou o cargo do pedetista sob a acusação de compra de votos. Roseana herdou o mandato, e venceu também as eleições de 2010.

Sarney nunca fez oposição a um presidente da República: apoiou a ditadura militar enquanto lhe interessou e foi pulando de barco até firmar a improvável aliança com o PT de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Dos dois, recebe deferências – e o poder de nomear afilhados em órgãos importantes da administração federal. Enquanto isso, os maranhenses convivem com um cenário desolador: segundo dados do Atlas do Desenvolvimento, o Estado tem o penúltimo lugar no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), à frente apenas de Alagoas. A renda per capita, de 348 reais, é a menor do país. Apenas 4,5% dos municípios do estado têm rede de esgoto.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 20,8% dos maranhenses eram analfabetos em 2012. Pior: o número significa um aumento em relação a 2009, quando 19,1% da população não sabiam ler e escrever. Ou seja, durante o governo de Roseana, a situação se agravou – o Maranhão foi o único Estado do Nordeste que regrediu no período.

Um dos poucos índices nos quais o Maranhão não se destacava negativamente no plano nacional era a violência. Mas, como mostra o episódio de Pedrinhas, isto também é passado: entre 2000 e 2010, a taxa de mortes por armas de fogo no Estado subiu 282%. O surgimento de facções criminosas tornou mais evidente o fracasso do governo nessa questão. O governo do Estado falhou ao evitar o conflito sangrento entre criminosos encarcerados e novamente depois, ao tentar debelá-lo. Por fim, receberá ajuda do governo federal para resolver a situação, com a transferência de detentos para outras unidades prisionais do país.

O Maranhão já era pobre quando Sarney assumiu o poder. E sabe-se que não é fácil resolver o problema do subdesenvolvimento crônico. Mas, em 2014, isso já não pode ser usado como desculpa.


E mais sobre o incêndio ao ônibus:
Citar
Os detentos devem ter ouvido a sua ladainha macabra e ordenaram aos “companheiros” que estavam nas ruas que botassem o terror na população. A menina Ana Clara Santos Souza, de 6 anos, morreu às 6h45 de segunda-feira no Hospital Estadual Infantil Juvêncio Matos, em São Luís. Ela teve 95% do corpo queimado em um ataque a um ônibus ocorrido no dia 3. A ordem para atacar os ônibus saiu… dos presídios para as ruas.

Não creio que Dilma tenha telefonado para a mãe de Ana Clara.
Não creio que Maria do Rosário tenha telefonado para a mãe de Ana Clara.
Não creio que José Eduardo Cardozo tenha telefonado para a mãe de Ana Clara.
Não creio que Gilberto Carvalho tenha telefonado para a mãe de Ana Clara.

Os petistas só são defensores fanáticos dos direitos humanos no quintal dos adversários.


Vídeo chocante da ação criminosa que matou a menina:

http://www.youtube.com/v/5kUKuygHIUQ

Citar
As câmeras de segurança do ônibus atacado e incendiado na última sexta-feira por bandidos em São Luís do Maranhão gravaram a morte da menina Ana Clara Santos Souza, de 6 anos. Ela entrou no carro com a mãe, Juliane, de 22, e a irmã, Lorane, de 1 ano, às 20h07. No minuto seguinte, um bandido conhecido como “Porca Preta” entrou com uma pistola na mão e rendeu o motorista.

As imagens da câmera não mostram, mas, do lado de fora, seis comparsas – sendo três menores de idade — cercavam o veículo. Um deles despejou gasolina no interior do carro e ateou fogo. Em pânico, os passageiros começaram a correr em direção à saída. Quando chegou a vez de Juliane e suas filhas, as chamas tomaram conta da escada. As três foram atingidas. A mãe e a filha menor correram para dentro do ônibus. Ana Clara ficou na escada, no meio do fogo. Uma passageira chegou a pular por cima dela para conseguir escapar.

Quando a menina saiu do ônibus, já estava com o corpo em chamas. As câmeras mostram Ana Clara perambulando pela rua por alguns segundos, em choque. Ela morreu dois dias depois, com 95% do corpo queimado, na UTI pediátrica do Hospital Estadual Juvêncio Matos. A mãe, que teve 40% do corpo queimado, e a irmã continuam internadas em estado grave.

A polícia já sabe que a ordem para os ataques perpetrados em São Luís nos últimos dias, incluindo o que matou Ana Clara, partiu de um detento do presidio de Pedrinhas, Jorge Henrique Amorim Martins, o “Dragão” — um dos líderes da facção criminosa Bonde dos 40, que disputa com o Primeiro Comando do Maranhão o domínio sobre os presídios e a venda de drogas no Estado.

A ordem inicial de Dragão, dada às 17h da sexta-feira, era para promover quarenta ataques na cidade, não apenas contra ônibus, mas também contra contêineres que abrigavam postos de atendimento da PM. Seria uma represália à entrada da PM em Pedrinhas naquele mesmo dia. Na ação, os PMs quebraram ventiladores, misturaram água sanitária em sacos de arroz que os presos haviam guardado dentro das celas e puseram sabão em pó no café.

Os criminosos só não levaram o plano adiante porque a Polícia Civil, que interceptava as conversas dos detentos com autorização judicial, conseguiu passar a informação para a PM, que aumentou o patrulhamento e retirou seus contêineres das ruas. Os principais comparsas de Dragão do lado de fora da penitenciária, entre eles Porca Preta, foram presos ao longo do final de semana.

Meus pêsames ao Maranhão.

... e acho que o Brasil todo também merece pêsames.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gabarito em 09 de Janeiro de 2014, 16:19:57
E seguem os desmantelos no Maranhão. Enquanto o açougue de Pedrinhas providencia "carne de terceira" em abates de filme de terror, o governo do estado faz a sua parte e providencia carne de primeira para encher o bucho, afinal ninguém é de ferro.

A licitação do pregão eletrônico seria aberta hoje, quinta-feira, mesmo depois dos horrores dos últimos dias. Não é notícia antiga, não. O governo está acompanhando as barbáries do dia-a-dia lá em Pedrinhas e no resto do estado ao mesmo tempo que se encarrega de providenciar os itens de luxo, como se vê abaixo:

Citar
Após adiar compra de lagosta, Maranhão agora quer banquete com uísque e caviar (http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/apos-adiar-compra-de-lagosta-maranhao-agora-quer-banquete-com-uisque-e-caviar)

Governo Roseana Sarney abriu nova licitação nesta quinta-feira para comprar bebidas importadas e pratos sofisticados para eventos oficiais
Bruna Fasano

(http://veja1.abrilm.com.br/assets/images/2012/1/61404/atos-secretos-2009-20030911-14-size-598.jpg)
A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB) (Joedson Alves/AE)

Às voltas com uma crise no sistema prisional do Estado, o governo do Maranhão abriu um pregão para comprar uísque escocês, champanhe, caviar e vinhos importados, no valor de 1,4 milhão de reais. O edital foi publicado nesta quinta-feira no site da Comissão Central Permanente de Licitação. O pregão está marcado para o próximo dia 17 e o contrato terá vigência até o final do ano. 

Esta é a segunda compra de luxo publicada pelo governo do Maranhão. Na quarta-feira, o jornal Folha de S.Paulo mostrou que a administração estadual havia aberto licitação para comprar 80 quilos de lagosta fresca e uma tonelada e meia de camarão para abastecer a residência oficial e a casa de praia da governadora Roseana Sarney (PMDB). A compra, entretanto, foi adiada nesta quinta.

Vídeo mostra o ataque selvagem que matou a menina Ana Clara (http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/exclusivo-video-mostra-o-ataque-selvagem-que-matou-a-menina-ana-clara)

O novo edital determina que a empresa vencedora da licitação deverá fornecer champanhe para as recepções, jantares, coquetéis e brunchs oficiais. As bebidas devem ser servidas em “mil copos e taças de cristal para vinho branco, tinto, água, champanhe, licor e uísque”. O edital alerta que “durante os eventos, deverão ser servidos em quantidades suficientes para todos os convidados bebidas, entradas, almoços e jantares”.

No menu de entradas, constam caviar, petiscos com carne de siri, bolinhos de bacalhau e patinhas de caranguejo. Como prato principal, estão na lista filé mignon ao molho de gorgonzola, salada de camarão, carne de carneiro, bacalhau com natas, pato ao molho de laranjas, risoto de lagostas e peru.

Para ornamentar jantares e coquetéis, a empresa que vencer a licitação deverá providenciar tapetes estilo persa Golpayagan Sherkat Floral – um modelo similar está à venda na internet por até 24.000 reais.

A coisa anda muito feia mesmo, lá nas terras Sarney.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 09 de Janeiro de 2014, 18:57:27
É necessário fazer esse investimento para não abalar a moral da população. Sinalizar que tudo vai ficar bem, não há motivo para desespero. Se nos deixamos entrar em histeria pelo que está ocorrendo nos presídios, o terrorismo do PSDB terá vencido. Temos que dizer não ao "medo" e seguir em frente, com esperança, certeza em nossos corações que nossos verdadeiros líderes farão o melhor, sempre se reerguendo após cada tentativa de sabotagem golpista.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Arcanjo Lúcifer em 09 de Janeiro de 2014, 19:33:58
Citar
Omissão
Para poupar Sarney, Cardozo silencia sobre motim (http://www.diariodopoder.com.br/noticias/para-poupar-sarney-cardozo-silencia-sobre-motim-2/)

Ministros calam sobre situação em presídios para não incomodar Sarney
Publicado: 9 de janeiro de 2014 às 0:01 - Atualizado às 20:12
Por: Redação

Pisando em ovos para não chatear o cacique José Sarney (PMDB), o tão corajoso ministro José Cardozo (Justiça) – que já chegou a admitir que prefere morrer a ficar preso no Brasil – silencia sobre a chacina de detentos no Maranhão. A omissão de Cardozo, que evita declarações mais fortes, não contradiz a política da pasta, que investiu em 17 anos apenas 53% dos R$ 4,3 bilhões disponíveis para melhoria das cadeias.

Segundo dados do próprio Ministério da Justiça, o Fundo Penitenciário Nacional é contingenciado para cumprir a meta de superávit primário.

Campeões no ranking dos piores presídios, os governos de Roseana Sarney (PMDB-MA) e Tarso Genro (PT-RS) querem saber é das urnas.

A sempre falante Maria do Rosário (Direitos Humanos) também se calou sobre a decapitação de presos. Só voltou de férias ontem.

O presidente do STF, Joaquim Barbosa, mandou, em 20 de dezembro, uma equipe de juízes para apurar mortes nos presídios do Maranhão.

O Cardozo não é o mesmo petista que criticava as condições desumanas do Genoíno na cadeia com água mineral e médico particular atendendo na jaula?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 09 de Janeiro de 2014, 20:44:05
Do massacre do Carandiru o PiG não fala nada... silêncio total...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: West em 09 de Janeiro de 2014, 21:37:08
O sistema prisional brasileiro, no papel, tem tudo que podemos imaginar de um sistema perfeito, como acontece com 99, 9% das leis neste país. Podem pesquisar que voces se surpreenderão, como eu me surpreendi. Tudo aqui é de faz de conta, a começar pelas leis. É tudo tão perfeito, quase choro de emoção toda vez que leio a constituição federal.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: JJ em 10 de Janeiro de 2014, 12:43:22
Cadê Maria do Rosário?
Cadê José Cardozo?

Por que esses tipos só aparecem quando não há necessidade deles e se escondem quando seus cargos exigem que se pronunciem :?: :?: :?:

Maria do Rosário é aquela que perseguiu blogueiro humorista, jogando a Polícia Federal em cima dele só porque não gostou dos comentários de humor da página dele, botando pra correr a liberdade de expressão que a Constituição garante.


A Constituição não garante a liberdade de difamação.



.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: DDV em 10 de Janeiro de 2014, 13:11:35
quase choro de emoção toda vez que leio a constituição federal.

Aproveitando o gancho, eu li umas partes da constituição americana e notei interessantes diferenças em relação à brasileira quanto à redação e ao "espírito":

1- A constituição brasileira usa e abusa de termos genéricos e "emotivos" (Ex: "É garantido o direito de expressão"), enquanto a americana usa termos mais secos, específicos e diretos (Ex: "O congresso não deve fazer leis a respeito de se estabelecer uma religião, ou proibir o seu livre exercício, ou diminuir a liberdade de imprensa, ou...").

Percebe-se que a constituição americana, além de ser mais enxuta (poucas leis, mas todas cumpridas), deixa menos margem para dúvidas interpretativas.


2- A constituição brasileiro em sua maior parte trata de "deveres do estado", ou seja, o estado é visto como um grande provedor, benfeitor ou "redentor" econômico da população. Nos EUA é o inverso: a maior parte das leis é proibindo o estado de fazer determinadas coisas, sendo o mesmo visto como um "vilão", como uma ameaça à liberdade e aos direitos da população, como algo que deve ser mantido longe o máximo possível.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gabarito em 10 de Janeiro de 2014, 15:46:03
Cadê Maria do Rosário?
Cadê José Cardozo?

Por que esses tipos só aparecem quando não há necessidade deles e se escondem quando seus cargos exigem que se pronunciem :?: :?: :?:

Maria do Rosário é aquela que perseguiu blogueiro humorista, jogando a Polícia Federal em cima dele só porque não gostou dos comentários de humor da página dele, botando pra correr a liberdade de expressão que a Constituição garante.


A Constituição não garante a liberdade de difamação.






O que o blogueiro fez e faz todos os dias é humor. Inclusive muito mais suave do que o que se vê todos os dias nos blogs do PT, como os que seguem abaixo:



(http://www.conversaafiada.com.br/wp-content/uploads/2013/12/bessinha_fhc1.jpg) (http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2013/12/01/odio-de-fhc-a-lula-atinge-o-paroxismo/)

(http://www.conversaafiada.com.br/wp-content/uploads/2010/10/foto011.jpg) (http://www.conversaafiada.com.br/cultura/2010/10/25/as-melhores-charges-do-serrojas-no-segundo-turno-vote/)

Clique na imagem para ver de onde vêm essas charges de péssimo gosto.
É o mesmo que chama a comentarista Mírian Leitão de Urubóloga, todo santo dia.

Agora eu pergunto se alguma vez as vítimas de tais "difamações", como diz você, alguma vez processou ou jogou a Polícia Federal atrás do blogueiro! Por que não? Porque a isso se chama liberdade de expressão, mesmo que essa liberdade chegue ao ponto em que alguns setores da imprensa paga com dinheiro público, BB, CEF, Correios e outros, chegou. Numa sarjeta muito suja para publicar esse nível de humor.

O que a secretária Maria do Rosário fez foi usar de um cargo de autoridade para intimidar gente miúda. O nome disso é covardia. Um cargo para garantir os Direitos Humanos que começa amordaçando setores de comunicação, aplicando censura dura e simples.

E deu em quê? Você pode me dizer? Deu em nada. Por quê? Porque o que o blogueiro fez foi caracterizado como livre manifestação de ideias.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Vento Sul em 11 de Janeiro de 2014, 21:25:40
Então ela não tinha (ou usou) tanta artoridade ansim... prevaleceu a livre expressão do blogueiro, mas não se prendam a esses pequenos detalhes, o que é visível é o menos importante, as artimanhas da imprensa, seja ela qual for, são bem mais capciosas, invisíveis, na TV a copa está dando certo, a Fifa elogia, a globo e colegas têm que faturar.
Outro porém é que tentam passar a idéia que no maranhão a coisa é diferente do resto das prisões no brasil, os celulares evoluiram e agora filmam... uma hora cai na rede. Podia virar mania mesmo, e já virou, essas coisas vão ser copiadas, e a realidade vai aparecendo, mas para o desconsolo, vão virando rotina e nos acostumamos.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gabarito em 12 de Janeiro de 2014, 15:32:58
(https://ci6.googleusercontent.com/proxy/7rFKIqOoDShMZwa2mzZP6CtwffPUSbRlPHXpOiKGZ59xZCqddv4QobrzT-e1FFnzTEmreGT6GuroNvTF39DRVro5PHeFLxC7igq42r_NXr2DsFdiwUM=s0-d-e1-ft#http://www.casseta.com.br/lapena/files/2014/01/roseana-balao.jpg)
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 12 de Janeiro de 2014, 16:38:21
(https://ci6.googleusercontent.com/proxy/7rFKIqOoDShMZwa2mzZP6CtwffPUSbRlPHXpOiKGZ59xZCqddv4QobrzT-e1FFnzTEmreGT6GuroNvTF39DRVro5PHeFLxC7igq42r_NXr2DsFdiwUM=s0-d-e1-ft#http://www.casseta.com.br/lapena/files/2014/01/roseana-balao.jpg)

Se os Maranhenses continuarem elegendo eles, merecem cada coisa horrível e inomínavel que acontecer com eles.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Fabrício em 12 de Janeiro de 2014, 17:03:26
(https://ci6.googleusercontent.com/proxy/7rFKIqOoDShMZwa2mzZP6CtwffPUSbRlPHXpOiKGZ59xZCqddv4QobrzT-e1FFnzTEmreGT6GuroNvTF39DRVro5PHeFLxC7igq42r_NXr2DsFdiwUM=s0-d-e1-ft#http://www.casseta.com.br/lapena/files/2014/01/roseana-balao.jpg)

Se os Maranhenses continuarem elegendo eles, merecem cada coisa horrível e inomínavel que acontecer com eles.

Fato.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 12 de Janeiro de 2014, 17:27:28
http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2013-03-14/roseana-sarney-e-acusada-de-fraudar-eleicao-para-o-governo-do-maranhao.html
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 12 de Janeiro de 2014, 17:42:58
http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2013-03-14/roseana-sarney-e-acusada-de-fraudar-eleicao-para-o-governo-do-maranhao.html

É, nesse caso, independente de em quem eles votem, não faz diferença.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Arcanjo Lúcifer em 12 de Janeiro de 2014, 18:14:06
http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2013-03-14/roseana-sarney-e-acusada-de-fraudar-eleicao-para-o-governo-do-maranhao.html

É, nesse caso, independente de em quem eles votem, não faz diferença.

Não tinha um tópico em que eu dizia que o sistema eleitoral era uma merda cheia de fraudes de todo tipo?

E o pessoal insistia que a coisa era segura? :)
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 12 de Janeiro de 2014, 18:30:20
São só mais notícias golpistas e difamadoras.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 13 de Janeiro de 2014, 09:42:52
O que está por trás dos presídios do Maranhão:

http://andradetalis.wordpress.com/2014/01/10/a-corrupta-privatizacao-dos-presidios-tem-pedrinhas-como-exemplo-de-enriquecimento-ilicito-tortura-e-morte/
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Geotecton em 13 de Janeiro de 2014, 10:13:16
O que está por trás dos presídios do Maranhão:

http://andradetalis.wordpress.com/2014/01/10/a-corrupta-privatizacao-dos-presidios-tem-pedrinhas-como-exemplo-de-enriquecimento-ilicito-tortura-e-morte/

Parece que o blogueiro quis ressaltar o mote petista de que a "privatização" é a culpada pelo problema. Como se naquele estado, a corrupção e a criminalidade de 'colarinho branco' estatal já não fossem um modus operandi há mais de 40 anos, ou seja, desde que a principal família local chegou ao poder.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 13 de Janeiro de 2014, 10:28:29
O que está por trás dos presídios do Maranhão:

http://andradetalis.wordpress.com/2014/01/10/a-corrupta-privatizacao-dos-presidios-tem-pedrinhas-como-exemplo-de-enriquecimento-ilicito-tortura-e-morte/

Pra começar, o texto já se refere às privatizações de penitenciárias como algo ruim, quando a situação do Maranhão é completamente atípica, partindo de uma empresa que possui sócios diretamente ligados em outras atividades com fim lucrativo a autoridades do estado.

No mais, aquela velha ladainha de que ali dentro só tem gente de bem, que quer se recuperar, seguir a vida e se enquadrar na sociedade. Todos uns coitadinhos, a decaptação dos colegas não é um crime, é um grito de socorro pra sociedade...

"As revoltas nos presídios não são brigas entre facções criminosas."? Bobagem sem tamanho. Qualquer um que já entrou sabe que ali dentro eles se tratam como países em guerra com demarcações de limites que se desrespeitadas, viram guerra. E as rebeliões em boa parte das vezes são quando a facção dominante, com maioria entre os presos, determina a ação. O pretexto são sempre melhorias ou retaliações contra atividades do Estado que "pioram" as benesses deles e aproveitam e definem a supremacia dentro do estabelecimento, matando rivais.

O fato é que o cidadão comum já tem preocupações demais pra conseguir vivem no dia a dia, saindo de casa, indo trabalhar e conseguindo voltar vivo sem que algum vagabundo tente matar ele por R$10. A população carcerária não inspira qualquer sentimento de empatia na maioria esmagadora da população, não a classe média "inimiga" do povo brasileiro, como estes manés dos direitos dos manos insistem, mas os mais de 70% da população que querem a pena de morte e a redução da maioridade penal.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 13 de Janeiro de 2014, 10:36:40
O que está por trás dos presídios do Maranhão:

http://andradetalis.wordpress.com/2014/01/10/a-corrupta-privatizacao-dos-presidios-tem-pedrinhas-como-exemplo-de-enriquecimento-ilicito-tortura-e-morte/

Pra começar, o texto já se refere às privatizações de penitenciárias como algo ruim, quando a situação do Maranhão é completamente atípica, partindo de uma empresa que possui sócios diretamente ligados em outras atividades com fim lucrativo a autoridades do estado.

No mais, aquela velha ladainha de que ali dentro só tem gente de bem, que quer se recuperar, seguir a vida e se enquadrar na sociedade. Todos uns coitadinhos, a decaptação dos colegas não é um crime, é um grito de socorro pra sociedade...

"As revoltas nos presídios não são brigas entre facções criminosas."? Bobagem sem tamanho. Qualquer um que já entrou sabe que ali dentro eles se tratam como países em guerra com demarcações de limites que se desrespeitadas, viram guerra. E as rebeliões em boa parte das vezes são quando a facção dominante, com maioria entre os presos, determina a ação. O pretexto são sempre melhorias ou retaliações contra atividades do Estado que "pioram" as benesses deles e aproveitam e definem a supremacia dentro do estabelecimento, matando rivais.

O fato é que o cidadão comum já tem preocupações demais pra conseguir vivem no dia a dia, saindo de casa, indo trabalhar e conseguindo voltar vivo sem que algum vagabundo tente matar ele por R$10. A população carcerária não inspira qualquer sentimento de empatia na maioria esmagadora da população, não a classe média "inimiga" do povo brasileiro, como estes manés dos direitos dos manos insistem, mas os mais de 70% da população que querem a pena de morte e a redução da maioridade penal.

A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Dodo em 13 de Janeiro de 2014, 10:42:08
O mais engraçado é que a macacada conservadora (não estou me referindo ao Sr Diego, que fique bem claro) detona os direitos humanos mas acha lindo quando as igrejas implantadas dentro dos presídios convertem dezenas ou centenas de presos e até ajudam estes a conseguirem liberdade condicional, sendo que a gente sabe muito bem o que acontece com a maioria destes "convertidos".
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Geotecton em 13 de Janeiro de 2014, 10:43:52
O que está por trás dos presídios do Maranhão:

http://andradetalis.wordpress.com/2014/01/10/a-corrupta-privatizacao-dos-presidios-tem-pedrinhas-como-exemplo-de-enriquecimento-ilicito-tortura-e-morte/

Pra começar, o texto já se refere às privatizações de penitenciárias como algo ruim, quando a situação do Maranhão é completamente atípica, partindo de uma empresa que possui sócios diretamente ligados em outras atividades com fim lucrativo a autoridades do estado.

No mais, aquela velha ladainha de que ali dentro só tem gente de bem, que quer se recuperar, seguir a vida e se enquadrar na sociedade. Todos uns coitadinhos, a decaptação dos colegas não é um crime, é um grito de socorro pra sociedade...

"As revoltas nos presídios não são brigas entre facções criminosas."? Bobagem sem tamanho. Qualquer um que já entrou sabe que ali dentro eles se tratam como países em guerra com demarcações de limites que se desrespeitadas, viram guerra. E as rebeliões em boa parte das vezes são quando a facção dominante, com maioria entre os presos, determina a ação. O pretexto são sempre melhorias ou retaliações contra atividades do Estado que "pioram" as benesses deles e aproveitam e definem a supremacia dentro do estabelecimento, matando rivais.

O fato é que o cidadão comum já tem preocupações demais pra conseguir vivem no dia a dia, saindo de casa, indo trabalhar e conseguindo voltar vivo sem que algum vagabundo tente matar ele por R$10. A população carcerária não inspira qualquer sentimento de empatia na maioria esmagadora da população, não a classe média "inimiga" do povo brasileiro, como estes manés dos direitos dos manos insistem, mas os mais de 70% da população que querem a pena de morte e a redução da maioridade penal.

A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.

Sim.

E tudo isto é de responsabilidade do Estado e, em particular, dos sucessivos governos 'coronealistas' daquela unidade da federação.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Mussain! em 13 de Janeiro de 2014, 10:50:17
Citar
saindo de casa, indo trabalhar e conseguindo voltar vivo sem que algum vagabundo tente matar ele por R$10.

Verdade pura.

Citar
mas os mais de 70% da população que querem a pena de morte e a redução da maioridade penal

Não sabia desses 70%, mas gostaria muito se fosse fato. E a redução da maioridade penal já deveria ter acontecido, é óbvio que a maioria da população quer isto, principalmente aquelas que moram próximos a assaltos constantes de menores... Tipo praias.

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 13 de Janeiro de 2014, 11:08:05
A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.

Isso não é inerente a um sistema carcerário privatizado, mas a uma administração pública que deve ser o melhor exemplo de cleptocracia do Brasil.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 13 de Janeiro de 2014, 11:44:49
A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.

Isso não é inerente a um sistema carcerário privatizado, mas a uma administração pública que deve ser o melhor exemplo de cleptocracia do Brasil.

Inerente ao um sistema privatizado corrupto. O sistema pode ser ser de administração pública ou não, e não é isso que determina o bom funcionamento.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: West em 13 de Janeiro de 2014, 13:22:38
quase choro de emoção toda vez que leio a constituição federal.

Aproveitando o gancho, eu li umas partes da constituição americana e notei interessantes diferenças em relação à brasileira quanto à redação e ao "espírito":

1- A constituição brasileira usa e abusa de termos genéricos e "emotivos" (Ex: "É garantido o direito de expressão"), enquanto a americana usa termos mais secos, específicos e diretos (Ex: "O congresso não deve fazer leis a respeito de se estabelecer uma religião, ou proibir o seu livre exercício, ou diminuir a liberdade de imprensa, ou...").

Percebe-se que a constituição americana, além de ser mais enxuta (poucas leis, mas todas cumpridas), deixa menos margem para dúvidas interpretativas.


2- A constituição brasileiro em sua maior parte trata de "deveres do estado", ou seja, o estado é visto como um grande provedor, benfeitor ou "redentor" econômico da população. Nos EUA é o inverso: a maior parte das leis é proibindo o estado de fazer determinadas coisas, sendo o mesmo visto como um "vilão", como uma ameaça à liberdade e aos direitos da população, como algo que deve ser mantido longe o máximo possível.


A constituição americana é juridicamente o extremo oposto da brasileira. Enquanto que a brasileira é considerada como do tipo analítica, contendo normas de natureza (materialmente) não propriamente constitucionais (matéria própria de lei) e por isso extensa, a americana é tida como sintética, ou seja, cuida apenas do mínimo necessário à organização do estado e à proteção dos direitos e garantias individuais e coletivas. A constituição brasileira estabelece um estado provedor do tipo wellfare (bem-estar social), enquanto a americana um estado liberal de intervenção social e "econômica" mínima.

A constituição brasileira parece mais uma mescla de carta de intenções e de lei. Matéria constitucional mesmo é o de menos.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 13 de Janeiro de 2014, 13:59:53
A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.

Isso não é inerente a um sistema carcerário privatizado, mas a uma administração pública que deve ser o melhor exemplo de cleptocracia do Brasil.

Inerente ao um sistema privatizado corrupto. O sistema pode ser ser de administração pública ou não, e não é isso que determina o bom funcionamento.

Por que não "inerente a um sistema nordestino privatizado corrupto".

Por que só "privatizado" vai com a associação incidental a "corrupto"?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 13 de Janeiro de 2014, 14:25:07
A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.

Isso não é inerente a um sistema carcerário privatizado, mas a uma administração pública que deve ser o melhor exemplo de cleptocracia do Brasil.

Inerente ao um sistema privatizado corrupto. O sistema pode ser ser de administração pública ou não, e não é isso que determina o bom funcionamento.

Por que não "inerente a um sistema nordestino privatizado corrupto".

Por que só "privatizado" vai com a associação incidental a "corrupto"?

Bucktroll, faça como queira, dá na mesma. Eu sugiro assim, sistema nordestino sarneysista ( petista se preferir) privatizado ou público corrupto.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 13 de Janeiro de 2014, 14:31:58
Ou só não se aproveite a oportunidade para demonizar as privatizações diabólicas.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 13 de Janeiro de 2014, 14:40:11
Ou só não se aproveite a oportunidade para demonizar as privatizações diabólicas.

Só porque no texto está escrito que o sistema privatizado é corrupto não quer dizer que se está demonizando a privatização. Acho que está subentendendo além da conta, mas pode ficar a lição para quem defende que o modelo privatizado está livre dos problemas do modelo público.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 13 de Janeiro de 2014, 15:49:57
Ou só não se aproveite a oportunidade para demonizar as privatizações diabólicas.

Só porque no texto está escrito que o sistema privatizado é corrupto não quer dizer que se está demonizando a privatização. Acho que está subentendendo além da conta, mas pode ficar a lição para quem defende que o modelo privatizado está livre dos problemas do modelo público.

Não, ele deixou bem claro no início e no fim que o problema é a privatização, que de forma geral, vai criar um "mercado escravo" de presidiários. É quase que unânime entre sociólogos que existe uma conspiração em andamento entre polícia, judiciário e empresas para aumentar o encarceramento e assim, aumentar os lucros destas empresas.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Fabrício em 13 de Janeiro de 2014, 16:07:16
Sou levado a concordar com o Juca, o texto não me pareceu uma crítica à privatização em sim, mas sim ao caso específico do Maranhão, onde a relação entre as empresas e a família Sarney parecem ser bem imorais (surpresa! :umm:).

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 13 de Janeiro de 2014, 16:58:52
Ou só não se aproveite a oportunidade para demonizar as privatizações diabólicas.

Só porque no texto está escrito que o sistema privatizado é corrupto não quer dizer que se está demonizando a privatização. Acho que está subentendendo além da conta, mas pode ficar a lição para quem defende que o modelo privatizado está livre dos problemas do modelo público.

Não, ele deixou bem claro no início e no fim que o problema é a privatização, que de forma geral, vai criar um "mercado escravo" de presidiários. É quase que unânime entre sociólogos que existe uma conspiração em andamento entre polícia, judiciário e empresas para aumentar o encarceramento e assim, aumentar os lucros destas empresas.

Ele não explicitou que o problema seja a privatização como modelo, ele deixou bem claro do início ao fim que a privatização é podre, assim como a gestão pública que privatizou. Mesmo que ele seja contra as privatizações em si ( o que não está no texto), ainda assim o problema é pertinente, mostra que os "direitos dos manos" tem que ser respeitado se você quer um sistema judiciário/carcerário disciplinador e corretivo. Não adianta nada ficar entupindo e desrespeitando o mínimo básico para a sobrevivência dentro dos presídios, ainda mais quando entupir é encher o bolso, o que fica pior ainda do ponto de vista ético, e dá margem para essa suposta unanimidade desses supostos sociólogos.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 13 de Janeiro de 2014, 17:08:04
Citar
Culpam as facções criminosas, os governos paralelos, histórias assombrosas de terrorismo, quando tudo é fruto da corrupção que existe fora das cadeias.

O governo do Maranhão informou que 131 milhões já foram investidos para melhorias nos presídios. Esqueceu de acrescentar que o sistema carcerário de Pedrinhas é privatizado.

É. "privatizado" é só incidentalmente mencionado... poderiam bem ter dito "esqueceram de acrescentar que é algo ocorrendo no nordeste", informação inocente, acrescentada só a título de curiosidade...  :umm:

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Arcanjo Lúcifer em 13 de Janeiro de 2014, 20:45:31
O que está por trás dos presídios do Maranhão:

http://andradetalis.wordpress.com/2014/01/10/a-corrupta-privatizacao-dos-presidios-tem-pedrinhas-como-exemplo-de-enriquecimento-ilicito-tortura-e-morte/

Citar
O governo do Maranhão informou que 131 milhões já foram investidos para melhorias nos presídios. Esqueceu de acrescentar que o sistema carcerário de Pedrinhas é privatizado.

Denunciou a revista Época: “O gasto do governo Roseana Sarney  com as duas principais fornecedoras de mão de obra para os presídios do Maranhão chegou a R$ 74 milhões em 2013, um aumento de 136% em relação a 2011. Uma das empresas que mais receberam verba, a Atlântica Segurança Técnica, tem como representante oficial Luiz Carlos Catanhêde Fernandes, sócio de Jorge Murad, marido da governadora, em outra empresa, a Pousada dos Lençóis Empreendimentos Turísticos.”

Então não diria que o problema é a privatização, diria que o problema é a família Sarney.

Não acha?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Arcanjo Lúcifer em 13 de Janeiro de 2014, 20:50:10
O que está por trás dos presídios do Maranhão:

http://andradetalis.wordpress.com/2014/01/10/a-corrupta-privatizacao-dos-presidios-tem-pedrinhas-como-exemplo-de-enriquecimento-ilicito-tortura-e-morte/

Pra começar, o texto já se refere às privatizações de penitenciárias como algo ruim, quando a situação do Maranhão é completamente atípica, partindo de uma empresa que possui sócios diretamente ligados em outras atividades com fim lucrativo a autoridades do estado.

No mais, aquela velha ladainha de que ali dentro só tem gente de bem, que quer se recuperar, seguir a vida e se enquadrar na sociedade. Todos uns coitadinhos, a decaptação dos colegas não é um crime, é um grito de socorro pra sociedade...

"As revoltas nos presídios não são brigas entre facções criminosas."? Bobagem sem tamanho. Qualquer um que já entrou sabe que ali dentro eles se tratam como países em guerra com demarcações de limites que se desrespeitadas, viram guerra. E as rebeliões em boa parte das vezes são quando a facção dominante, com maioria entre os presos, determina a ação. O pretexto são sempre melhorias ou retaliações contra atividades do Estado que "pioram" as benesses deles e aproveitam e definem a supremacia dentro do estabelecimento, matando rivais.

O fato é que o cidadão comum já tem preocupações demais pra conseguir vivem no dia a dia, saindo de casa, indo trabalhar e conseguindo voltar vivo sem que algum vagabundo tente matar ele por R$10. A população carcerária não inspira qualquer sentimento de empatia na maioria esmagadora da população, não a classe média "inimiga" do povo brasileiro, como estes manés dos direitos dos manos insistem, mas os mais de 70% da população que querem a pena de morte e a redução da maioridade penal.

A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.

Segundo o próprio link que vc postou, cada preso consome 3 a 4 mil Reais mensais em alimentos, vc conhece alguma família brasileira, fora da política, que gasta de 3 a 4 mil mensais por cabeça só com alimentação?

Se comem lavagem é por causa do esquema acima.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Arcanjo Lúcifer em 13 de Janeiro de 2014, 20:52:28
A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.

Isso não é inerente a um sistema carcerário privatizado, mas a uma administração pública que deve ser o melhor exemplo de cleptocracia do Brasil.

Inerente ao um sistema privatizado corrupto. O sistema pode ser ser de administração pública ou não, e não é isso que determina o bom funcionamento.

Cite algum caso em que não exista corrupção na administração pública de qualquer governo, de qualquer partido.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Vento Sul em 14 de Janeiro de 2014, 01:37:13
Cite algum caso em que não exista corrupção na administração pública de qualquer governo, de qualquer partido.

A má gestão soma mais que a corrupção, tanto no serviço público como privado.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 14 de Janeiro de 2014, 16:00:08
Segundo o próprio link que vc postou, cada preso consome 3 a 4 mil Reais mensais em alimentos, vc conhece alguma família brasileira, fora da política, que gasta de 3 a 4 mil mensais por cabeça só com alimentação?

Se comem lavagem é por causa do esquema acima.

Esse é o custo "dos alimentos" apenas, ou da alimentação, toda estrutura, alimentos, mão-de-obra, gás, limpeza, etc, etc?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 14 de Janeiro de 2014, 17:05:35
O que está por trás dos presídios do Maranhão:

http://andradetalis.wordpress.com/2014/01/10/a-corrupta-privatizacao-dos-presidios-tem-pedrinhas-como-exemplo-de-enriquecimento-ilicito-tortura-e-morte/

Citar
O governo do Maranhão informou que 131 milhões já foram investidos para melhorias nos presídios. Esqueceu de acrescentar que o sistema carcerário de Pedrinhas é privatizado.

Denunciou a revista Época: “O gasto do governo Roseana Sarney  com as duas principais fornecedoras de mão de obra para os presídios do Maranhão chegou a R$ 74 milhões em 2013, um aumento de 136% em relação a 2011. Uma das empresas que mais receberam verba, a Atlântica Segurança Técnica, tem como representante oficial Luiz Carlos Catanhêde Fernandes, sócio de Jorge Murad, marido da governadora, em outra empresa, a Pousada dos Lençóis Empreendimentos Turísticos.”

Então não diria que o problema é a privatização, diria que o problema é a família Sarney.

Não acha?


Nunca falei que fosse um ou outro, e o texto fala que o problema é a privatização daquele presídio e não o ato de privatizar em si, pra você ver, que o sistema privado terceirizado não muda nada em relação ao sistema público se a gestão é fraudulenta.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Luiz F. em 14 de Janeiro de 2014, 18:54:39
O principal problema é uma variável chamada brasileiro.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Arcanjo Lúcifer em 14 de Janeiro de 2014, 18:55:31
Cite algum caso em que não exista corrupção na administração pública de qualquer governo, de qualquer partido.

A má gestão soma mais que a corrupção, tanto no serviço público como privado.

Má gestão é quando alguém dá prejuízo ao Estado por ser incompetente, 99% dos casos mostrados no CC eram corrupção pura e simples.

Aqui pouco se importam se afundarão uma empresa pública desde que isso dê lucro.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Arcanjo Lúcifer em 14 de Janeiro de 2014, 19:18:32
Segundo o próprio link que vc postou, cada preso consome 3 a 4 mil Reais mensais em alimentos, vc conhece alguma família brasileira, fora da política, que gasta de 3 a 4 mil mensais por cabeça só com alimentação?

Se comem lavagem é por causa do esquema acima.

Esse é o custo "dos alimentos" apenas, ou da alimentação, toda estrutura, alimentos, mão-de-obra, gás, limpeza, etc, etc?

Acredito que inclui custo total, mas veja bem, vamos dizer que tudo seja terceirizado e a comida seja fornecida pelo valor mais baixo de R$3.000,00 por trinta dias seguidos e com três refeições ao dia.

São 90 refeições ao mês por detento, dá 33 paus por refeição que é bem mais que a média cobrada por uma refeição em um restaurante self-service popular no bairro da Lapa onde trabalho.

Comendo muito bem, minha média por lá é de 25 paus com sobremesa e um suco ou refrigerante.


O colega acima disse que servem lavagem na cadeia?

Se servem lavagem a 33 paus por refeição tem algo errado nisso, principalmente sabendo que existem restaurantes lá perto que vendem uma comida mais simples naquelas quentinhas por uns 15 paus e que ainda devem ser melhores que a comida da cadeia.

Chutando alto, acredito que o custo por refeição para cada detento não passe de uns dez paus porque essas empresas compram alimentos diretamente do produtor.

Se calcular pelo valor maior de R$ 4.000,00 dá quase 45 paus por refeição.


Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Arcanjo Lúcifer em 14 de Janeiro de 2014, 19:24:55
O que está por trás dos presídios do Maranhão:

http://andradetalis.wordpress.com/2014/01/10/a-corrupta-privatizacao-dos-presidios-tem-pedrinhas-como-exemplo-de-enriquecimento-ilicito-tortura-e-morte/

Citar
O governo do Maranhão informou que 131 milhões já foram investidos para melhorias nos presídios. Esqueceu de acrescentar que o sistema carcerário de Pedrinhas é privatizado.

Denunciou a revista Época: “O gasto do governo Roseana Sarney  com as duas principais fornecedoras de mão de obra para os presídios do Maranhão chegou a R$ 74 milhões em 2013, um aumento de 136% em relação a 2011. Uma das empresas que mais receberam verba, a Atlântica Segurança Técnica, tem como representante oficial Luiz Carlos Catanhêde Fernandes, sócio de Jorge Murad, marido da governadora, em outra empresa, a Pousada dos Lençóis Empreendimentos Turísticos.”

Então não diria que o problema é a privatização, diria que o problema é a família Sarney.

Não acha?


Nunca falei que fosse um ou outro, e o texto fala que o problema é a privatização daquele presídio e não o ato de privatizar em si, pra você ver, que o sistema privado terceirizado não muda nada em relação ao sistema público se a gestão é fraudulenta.

Se fosse uma concorrência limpa e honesta de verdade não haveria problema, mas tem os Sarney no meio.


Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gabarito em 19 de Janeiro de 2014, 14:03:27
Inferno astral ainda não acabou. Tem mais encrenca pela frente:


Citar

Agentes penitenciários agora ameaçam greve (http://www.diariodopoder.com.br/noticias/agentes-penitenciarios-do-maranhao-ameacam-greve/)
 
Jan 19th 2014, 13:37, by Myrcia Hessen

(https://ci3.googleusercontent.com/proxy/U1R3Sdu-bAE-eMdPRhumqHIirDvCIYzUPo3BQZ5j1l60XMMcQho7wlvmrv6EUtxnYBaMTiTaA75O9_XK6WtezH8OnNcUJEiTYV6szXq314NX6P07O04LdtqJp2qMcFs7T-eJbkwVdZyZdFhTmacYROqKE08=s0-d-e1-ft#http://www.diariodopoder.com.br/wp-content/uploads/2014/01/Foto-Penitenciaria-de-Pedrinhas.jpg)
Foto Penitenciaria de Pedrinhas
 
Os agentes penitenciário do Maranhão ameaçam entrar de greve. O local sofre com uma crise no sistema prisional que hoje movimenta os governos federal, estadual e o Poder Judiciário para encontrar uma solução.

A assembleia geral está marcada para a próxima quarta-feira (22) e, segundo o Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário (Sindspem), trata-se de uma resposta à Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária do Maranhão (Sejap), que publicou no Diário Oficial uma portaria para transferir para o Grupo Especial de Operações Penitenciárias (Geop), da Sejap, a responsabilidade integral pela segurança nos presídios estaduais.

Entre as unidades afetadas pela medida estão o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís (MA), que abriga 2.200 mesmo possuindo apenas 1.700 vagas.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 21 de Janeiro de 2014, 14:51:23
A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.

Isso não é inerente a um sistema carcerário privatizado, mas a uma administração pública que deve ser o melhor exemplo de cleptocracia do Brasil.

Inerente ao um sistema privatizado corrupto. O sistema pode ser ser de administração pública ou não, e não é isso que determina o bom funcionamento.

Por que não "inerente a um sistema nordestino privatizado corrupto".

Por que só "privatizado" vai com a associação incidental a "corrupto"?

Bucktroll, faça como queira, dá na mesma. Eu sugiro assim, sistema nordestino sarneysista ( petista se preferir) privatizado ou público corrupto.


Cartão amarelo ao forista Juca por ofensa ao forista Buckaroo. Se voce reclama quando é chamado de religioso e coisas afins não pode chamar os outros de trolll e esperar que fique por isso mesmo. Aconselho ao forista que evite ofensas.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 21 de Janeiro de 2014, 15:14:16
Gostaria de mencionar que eu não "denunciei", apesar de não concordar com a caracterização disso como "trolagem".

Me parece claro que há a tentativa de culpar privatização por associação, da mesma forma que racistas poderiam fazer apenas trocando "privatizado" por "nordestino". Se achassem um texto num blog de alguém com links para qualquer autor direitista brasileiro, seria simplesmente insustentável tentar dizer que uma frase como "esqueceram de dizer que o presídio é nordestino" não tem viés racista. Já o mesmo preconceito, em nível "lógico", é aceito como se fosse a coisa mais razoável do mundo quando vem da esquerda e tem como alvo privatização, ou até mesmo as classes média (ao menos a antiga, não a "nova"/"pós-Lula", essa deve ainda ser moralmente superior) e alta, de vez em quando.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Mussain! em 21 de Janeiro de 2014, 17:58:40
Ô besteira essa de cartão... O Buckaroo não é nem criança pra ta se sentindo ofendido com uma baitolagem dessa... Velhos tempos do alenônimo, praticamente dono do site, onde já o chamei de corno e ele me chamou de viado, e nem por isso teve essa viadagem aí de cartão...

Edit:

Mussolim, seu viado! Muda logo seu e-mail que as mensagens tão vindo pra mim! :hmph:
Já mudei, seu corno!  :histeria: :histeria:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 21 de Janeiro de 2014, 19:24:46
Ô besteira essa de cartão... O Buckaroo não é nem criança pra ta se sentindo ofendido com uma baitolagem dessa... Velhos tempos do alenônimo, praticamente dono do site, onde já o chamei de corno e ele me chamou de viado, e nem por isso teve essa viadagem aí de cartão...

Edit:

Mussolim, seu viado! Muda logo seu e-mail que as mensagens tão vindo pra mim! :hmph:
Já mudei, seu corno!  :histeria: :histeria:

Se quiser xingar e ser xingado, o Realidade esta la pra isso. A permanência aqui é facultativa, fica quem quer.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Vento Sul em 21 de Janeiro de 2014, 22:29:58
Mudando de emborná prá piquá, acho que no Brasil a filosofia carcerária é que enjaulando, deixando o indivíduo no ócio com tempo prá pensar e arrumar armações e aprender alguma coisa nova relativo ao crime.

Acho que o sistema carcerário do Brasil devia ser em prisões em que o preso trabalha, de sol a sol, em alguma penintenciária agrícola, construida no norte do país, em vez de ganhar saidinhas por bom comportamento, ele ganharia a visita dos seus familiares, pago com seu trabalho lá dentro. Os funcionários do presídios seriam terceirizados por alguma empresa de segurança, que seria avaliada e paga, levando-se em consideração a produtividade dos presos, e o comportamento dos mesmos, assim haveria um rodízio administrativo. Se esta empresa falhasse na segurança, ela deixaria de receber o total.

Imagino o norte do país, bem no meio da floresta, longe de celulares, etc.  Estaria também longe dos grandes centros e capitais do país.
Eu postei isso há muito tempo, mas a pergunta que fica é por que querem, gostam de ter penitenciárias improdutivas, e caras nos seus quintais? É que dá um lucro danado, para todos os "envolvidos". Todos.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 21 de Janeiro de 2014, 23:28:10
Citar
O sucesso das penas alternativas
21 de junho de 2010 | 0h 00

[...] Além de ajudar a desafogar prisões superlotadas, as penas alternativas têm reduzido os índices de reincidência criminal. Uma pesquisa realizada pelo grupo de criminologia da Faculdade de Direito da Universidade de Brasília entre condenados a penas alternativas, por crime de furto e roubo no Distrito Federal, revelou que a reincidência entre eles é de 24,2% ? ante uma taxa de 54% entre os condenados que cumprem pena em penitenciária. No caso dos crimes mais leves, como rixa e delitos de trânsito, a reincidência cai para 1,6%, segundo as estatísticas do Conselho Nacional de Justiça.

Para os juízes criminais, as penas alternativas poderiam ser aplicadas em maior número de casos, não fossem as deficiências na estrutura necessária à fiscalização de seu cumprimento. Esse é um dos desafios que as autoridades têm de enfrentar.

http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,o-sucesso-das-penas-alternativas,569695,0.htm


24/02/2010
“Sistema penal precisa ser reduzido”, diz Juarez Cirino

“O sistema penal precisa ser reduzido. Não precisamos de um Direito Penal melhor, precisamos de qualquer coisa melhor que o Direito Penal, que a prisão, que hoje não serve para nada”, afirmou nesta terça-feira (23), em Curitiba, o professor-doutor em Direito Penal da Universidade Federal do Paraná, Juarez Cirino. Segundo ele, as mudanças devem passar por três eixos principais: descriminalização, despenalização e desinstitucionalização, que incluem políticas sociais, penas alternativas efetivas, reintegração de egressos e avaliação de crimes “insignificantes”.

Cirino participou do “Seminário Sistema Penitenciário: Desafios e Soluções”, promovido pelo Governo do Paraná no Canal da Música. Ele afirmou que os objetivos do sistema prisional de ressocialização e correção estão fracassando há 200 anos, e que nada está sendo feito para mudar esta situação. “Prisão nenhuma cumpre estes objetivos, no mundo todo. Com prisão não se resolve o problema da criminalidade”, disse.

Segundo o professor, o problema se soma ao fato de que não há políticas efetivas de tratamento dos presos e dos egressos. “Fora da prisão, o preso perde o emprego e os laços afetivos. Dentro da prisão, há a prisionalização, quando o sujeito, tratado como criminoso, aprende a agir como um. Ele desaprende as normas do convívio social para aprender as regras da sobrevivência na prisão, ou seja, a violência e a malandragem. Sendo assim, quando retorna para a sociedade e encontra as mesmas condições anteriores, vem a reincidência. A prisão garante a desigualdade social em uma sociedade desigual, até porque pune apenas os miseráveis”, argumentou.

Por isso Cirino defende o desenvolvimento de políticas que valorizem o emprego, a moradia, a saúde, a educação dos egressos. “A criminologia mostra que não existe resposta para o crime sem políticas sociais capazes de construir uma democracia real, que oportunizem aos egressos condições de vida”, disse.

Aliado a este processo está a superlotação das prisões. Para Cirino, há três eixos que precisam ser trabalhados para resolver o problema: a descriminalização, a despenalização e a desinstitucionalização. Sobre a descriminalização, Cirino defende que é necessário se reduzir as condenações por crimes classificados como “insignificantes”. “Temos crimes que resultam de propósitos governamentais, de políticas especificas, que entram no princípio da insignificância e que enchem as prisões. São crimes como os relacionados às drogas e ao aborto”, disse.

A despenalização refere-se “a uma atitude democrática dos juízes”. “Na criminalidade patrimonial, por exemplo, cujos índices são grandes, poderia ser estabelecido que, se o dano tem até um salário-mínimo, não há significância e, portanto, não há lesão de bem jurídico, e não se aplica pena”, disse.

Já a desinstitucionalização envolve o livramento condicional. “Os diretores de prisão costumam relatar que um preso não teve bom comportamento, então, não merece o livramento condicional. Claro que merece, se ele já cumpriu dois terços da pena. A questão é muito subjetiva”, disse. “Há ainda a remissão penal, quando a cada três dias de trabalho o preso tem um dia de redução da pena. Mas a Justiça entende que este trabalho deve ser produtivo, e não inclui o artesanal. E se a prisão não tiver o trabalho produtivo? E não poderia ser a proporção de um dia de trabalho para reduzir um dia de pena?”, pondera.

Cirino defende que outra alternativa é o preso pagar a vítima ou seus descendentes valores que variam de um a 300 salários mínimos, como forma de justiça restaurativa e pena restritiva de direito. “O valor varia de acordo com o que preso poderia pagar. A vítima não está interessada na prisão ou na punição do sujeito, mas em uma forma de compensação”, falou.

http://www.seminariosistemapenitenciario.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=19&tit=Sistema-penal-precisa-ser-reduzido-diz-Juarez-Cirino (http://www.seminariosistemapenitenciario.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=19&tit=Sistema-penal-precisa-ser-reduzido-diz-Juarez-Cirino)
http://www.seminariosistemapenitenciario.pr.gov.br/ (http://www.seminariosistemapenitenciario.pr.gov.br/)


Acho que não tem muito tempo que vi qualquer coisa, acho que do Kahneman ou Ariely, que um bom jeito de colocar a pessoa na direção certa quando comete os primeiros crimes ou infrações, são penas alternativas que colocam a pessoa em um tipo de envolvimento comunitário, algo que faça a pessoa se sentir alguém que presta e ajuda a comunidade.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 22 de Janeiro de 2014, 10:36:36
A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.

Isso não é inerente a um sistema carcerário privatizado, mas a uma administração pública que deve ser o melhor exemplo de cleptocracia do Brasil.

Inerente ao um sistema privatizado corrupto. O sistema pode ser ser de administração pública ou não, e não é isso que determina o bom funcionamento.

Por que não "inerente a um sistema nordestino privatizado corrupto".

Por que só "privatizado" vai com a associação incidental a "corrupto"?

Bucktroll, faça como queira, dá na mesma. Eu sugiro assim, sistema nordestino sarneysista ( petista se preferir) privatizado ou público corrupto.


Cartão amarelo ao forista Juca por ofensa ao forista Buckaroo. Se voce reclama quando é chamado de religioso e coisas afins não pode chamar os outros de trolll e esperar que fique por isso mesmo. Aconselho ao forista que evite ofensas.

Porque então você não deu um cartão pra cada um que me chamou de religioso?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Geotecton em 22 de Janeiro de 2014, 10:38:51
A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.

Isso não é inerente a um sistema carcerário privatizado, mas a uma administração pública que deve ser o melhor exemplo de cleptocracia do Brasil.

Inerente ao um sistema privatizado corrupto. O sistema pode ser ser de administração pública ou não, e não é isso que determina o bom funcionamento.

Por que não "inerente a um sistema nordestino privatizado corrupto".

Por que só "privatizado" vai com a associação incidental a "corrupto"?

Bucktroll, faça como queira, dá na mesma. Eu sugiro assim, sistema nordestino sarneysista ( petista se preferir) privatizado ou público corrupto.


Cartão amarelo ao forista Juca por ofensa ao forista Buckaroo. Se voce reclama quando é chamado de religioso e coisas afins não pode chamar os outros de trolll e esperar que fique por isso mesmo. Aconselho ao forista que evite ofensas.

Porque então você não deu um cartão pra cada um que me chamou de religioso?

Denuncie-os para a Moderação.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 22 de Janeiro de 2014, 10:43:06
A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.

Isso não é inerente a um sistema carcerário privatizado, mas a uma administração pública que deve ser o melhor exemplo de cleptocracia do Brasil.

Inerente ao um sistema privatizado corrupto. O sistema pode ser ser de administração pública ou não, e não é isso que determina o bom funcionamento.

Por que não "inerente a um sistema nordestino privatizado corrupto".

Por que só "privatizado" vai com a associação incidental a "corrupto"?

Bucktroll, faça como queira, dá na mesma. Eu sugiro assim, sistema nordestino sarneysista ( petista se preferir) privatizado ou público corrupto.


Cartão amarelo ao forista Juca por ofensa ao forista Buckaroo. Se voce reclama quando é chamado de religioso e coisas afins não pode chamar os outros de trolll e esperar que fique por isso mesmo. Aconselho ao forista que evite ofensas.

Porque então você não deu um cartão pra cada um que me chamou de religioso?

Denuncie-os para a Moderação.

Porque? Não precisou de denuncia do "ofendido" para eu levar um cartão.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Mussain! em 22 de Janeiro de 2014, 12:23:44
A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.

Isso não é inerente a um sistema carcerário privatizado, mas a uma administração pública que deve ser o melhor exemplo de cleptocracia do Brasil.

Inerente ao um sistema privatizado corrupto. O sistema pode ser ser de administração pública ou não, e não é isso que determina o bom funcionamento.

Por que não "inerente a um sistema nordestino privatizado corrupto".

Por que só "privatizado" vai com a associação incidental a "corrupto"?

Bucktroll, faça como queira, dá na mesma. Eu sugiro assim, sistema nordestino sarneysista ( petista se preferir) privatizado ou público corrupto.


Cartão amarelo ao forista Juca por ofensa ao forista Buckaroo. Se voce reclama quando é chamado de religioso e coisas afins não pode chamar os outros de trolll e esperar que fique por isso mesmo. Aconselho ao forista que evite ofensas.

Porque então você não deu um cartão pra cada um que me chamou de religioso?

Denuncie-os para a Moderação.

Porque? Não precisou de denuncia do "ofendido" para eu levar um cartão.

Exato. Este é o problema. A mãozinha que tem o poder da varinha mágica quer punir, ela pune, mesmo se a pessoa NÃO denunciar e NÃO se sentir ofendida...

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 22 de Janeiro de 2014, 12:27:24
A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.

Isso não é inerente a um sistema carcerário privatizado, mas a uma administração pública que deve ser o melhor exemplo de cleptocracia do Brasil.

Inerente ao um sistema privatizado corrupto. O sistema pode ser ser de administração pública ou não, e não é isso que determina o bom funcionamento.

Por que não "inerente a um sistema nordestino privatizado corrupto".

Por que só "privatizado" vai com a associação incidental a "corrupto"?

Bucktroll, faça como queira, dá na mesma. Eu sugiro assim, sistema nordestino sarneysista ( petista se preferir) privatizado ou público corrupto.


Cartão amarelo ao forista Juca por ofensa ao forista Buckaroo. Se voce reclama quando é chamado de religioso e coisas afins não pode chamar os outros de trolll e esperar que fique por isso mesmo. Aconselho ao forista que evite ofensas.

Porque então você não deu um cartão pra cada um que me chamou de religioso?

Denuncie-os para a Moderação.

Porque? Não precisou de denuncia do "ofendido" para eu levar um cartão.

Sim, precisou de denuncia pra voce levar cartão, pode não ter sido do ofendido, mas alguém denunciou. Voce ja foi avisado que esta sob regime de tolerancia zero, ja foi avisado que ofensas, e falacias e provocações em geral seriam punidas, sugiro que fique mais atento de agora em diante, se não gosta do modo que alguém esta debatendo, denuncie, se a sua denuncia não der em nada voce tem a escolha de não debater com essa pessoa; voce não é novo por aqui, sabe como a banda toca.

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Geotecton em 22 de Janeiro de 2014, 13:18:07
A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.
Isso não é inerente a um sistema carcerário privatizado, mas a uma administração pública que deve ser o melhor exemplo de cleptocracia do Brasil.
Inerente ao um sistema privatizado corrupto. O sistema pode ser ser de administração pública ou não, e não é isso que determina o bom funcionamento.
Por que não "inerente a um sistema nordestino privatizado corrupto".

Por que só "privatizado" vai com a associação incidental a "corrupto"?
Bucktroll, faça como queira, dá na mesma. Eu sugiro assim, sistema nordestino sarneysista ( petista se preferir) privatizado ou público corrupto.
Cartão amarelo ao forista Juca por ofensa ao forista Buckaroo. Se voce reclama quando é chamado de religioso e coisas afins não pode chamar os outros de trolll e esperar que fique por isso mesmo. Aconselho ao forista que evite ofensas.
Porque então você não deu um cartão pra cada um que me chamou de religioso?
Denuncie-os para a Moderação.
Porque? Não precisou de denuncia do "ofendido" para eu levar um cartão.

São vários moderadores e um deles considerou suficiente o que você escreveu dentro de um contexto para lhe dar um cartão por causa de uma denúncia, embora não tenha sido o "ofendido".

Se você considera injusta a sua punição, recorra aos demais moderadores.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Mussain! em 22 de Janeiro de 2014, 14:13:53
A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.
Isso não é inerente a um sistema carcerário privatizado, mas a uma administração pública que deve ser o melhor exemplo de cleptocracia do Brasil.
Inerente ao um sistema privatizado corrupto. O sistema pode ser ser de administração pública ou não, e não é isso que determina o bom funcionamento.
Por que não "inerente a um sistema nordestino privatizado corrupto".

Por que só "privatizado" vai com a associação incidental a "corrupto"?
Bucktroll, faça como queira, dá na mesma. Eu sugiro assim, sistema nordestino sarneysista ( petista se preferir) privatizado ou público corrupto.
Cartão amarelo ao forista Juca por ofensa ao forista Buckaroo. Se voce reclama quando é chamado de religioso e coisas afins não pode chamar os outros de trolll e esperar que fique por isso mesmo. Aconselho ao forista que evite ofensas.
Porque então você não deu um cartão pra cada um que me chamou de religioso?
Denuncie-os para a Moderação.
Porque? Não precisou de denuncia do "ofendido" para eu levar um cartão.

São vários moderadores e um deles considerou suficiente o que você escreveu dentro de um contexto para lhe dar um cartão por causa de uma denúncia, embora não tenha sido o "ofendido".

Se você considera injusta a sua punição, recorra aos demais moderadores.

Eu recorri a minha e até hoje...

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Skorpios em 22 de Janeiro de 2014, 14:21:56
Eu recorri a minha e até hoje...

É a burocracia. Mas não desanima. Uma hora sai. :umm:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Geotecton em 22 de Janeiro de 2014, 14:30:31
A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.
Isso não é inerente a um sistema carcerário privatizado, mas a uma administração pública que deve ser o melhor exemplo de cleptocracia do Brasil.
Inerente ao um sistema privatizado corrupto. O sistema pode ser ser de administração pública ou não, e não é isso que determina o bom funcionamento.
Por que não "inerente a um sistema nordestino privatizado corrupto".

Por que só "privatizado" vai com a associação incidental a "corrupto"?
Bucktroll, faça como queira, dá na mesma. Eu sugiro assim, sistema nordestino sarneysista ( petista se preferir) privatizado ou público corrupto.
Cartão amarelo ao forista Juca por ofensa ao forista Buckaroo. Se voce reclama quando é chamado de religioso e coisas afins não pode chamar os outros de trolll e esperar que fique por isso mesmo. Aconselho ao forista que evite ofensas.
Porque então você não deu um cartão pra cada um que me chamou de religioso?
Denuncie-os para a Moderação.
Porque? Não precisou de denuncia do "ofendido" para eu levar um cartão.

São vários moderadores e um deles considerou suficiente o que você escreveu dentro de um contexto para lhe dar um cartão por causa de uma denúncia, embora não tenha sido o "ofendido".

Se você considera injusta a sua punição, recorra aos demais moderadores.
Eu recorri a minha e até hoje...

Entendido.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 22 de Janeiro de 2014, 14:41:51
A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.

Isso não é inerente a um sistema carcerário privatizado, mas a uma administração pública que deve ser o melhor exemplo de cleptocracia do Brasil.

Inerente ao um sistema privatizado corrupto. O sistema pode ser ser de administração pública ou não, e não é isso que determina o bom funcionamento.

Por que não "inerente a um sistema nordestino privatizado corrupto".

Por que só "privatizado" vai com a associação incidental a "corrupto"?

Bucktroll, faça como queira, dá na mesma. Eu sugiro assim, sistema nordestino sarneysista ( petista se preferir) privatizado ou público corrupto.


Cartão amarelo ao forista Juca por ofensa ao forista Buckaroo. Se voce reclama quando é chamado de religioso e coisas afins não pode chamar os outros de trolll e esperar que fique por isso mesmo. Aconselho ao forista que evite ofensas.

Porque então você não deu um cartão pra cada um que me chamou de religioso?

Denuncie-os para a Moderação.

Porque? Não precisou de denuncia do "ofendido" para eu levar um cartão.

Sim, precisou de denuncia pra voce levar cartão, pode não ter sido do ofendido, mas alguém denunciou. Voce ja foi avisado que esta sob regime de tolerancia zero, ja foi avisado que ofensas, e falacias e provocações em geral seriam punidas, sugiro que fique mais atento de agora em diante, se não gosta do modo que alguém esta debatendo, denuncie, se a sua denuncia não der em nada voce tem a escolha de não debater com essa pessoa; voce não é novo por aqui, sabe como a banda toca.



Se a denúncia partiu de um moderador eu sugiro que por questões éticas vocês retirem o cartão, se não, não importa.

 Agora analisem bem o contexto, o Buck agiu com trollismo na resposta, eu já protestei formalmente contra o abuso desse "recurso" da parte dele, eu já disse outras vezes que ele age como troll e já pedi outra que ele respondesse sem trollismo, pois pra mim isso só polui o debate. Não teria nada contra se fosse uma vez o outra, pois é até engraçado as vezes, mas muito enche o saco e se torna bulling. Então quando fui provocado com o mesmo trollismo de sempre, respondi com o "Bucktroll", e mais trollismo, pois sei que dificilmente vou ter um debate mais produtivo que isso com ele, o que é pena, porque é um dos foristas mais inteligentes.

Então, sou trollado irritantemente pelo mesmo forista infinitamente, acuso o problema, nada é feito,e na primeira vez que uso um termo que nem mesmo chega a ser uma ofensa em si, sou punido assim na lata? Convenhamos...



Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Mussain! em 22 de Janeiro de 2014, 14:46:52
E esse negócio de moderador poder "denunciar", é bem antiético... Se o caso em questão envolver ele próprio, até entenderia, mas qualquer caso ficar à critério de um viu... Ta aí o meu cartão e agora o do juca que não deixam mentir... Como se fôssemos trolls, e é porque temos tempo pra caralho na casa contribuindo e sendo ativos no fórum...

Obs: Coincidentemente, os dois foram aplicados pelo mesmo moderador, Barata...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 22 de Janeiro de 2014, 15:05:19
A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.

Isso não é inerente a um sistema carcerário privatizado, mas a uma administração pública que deve ser o melhor exemplo de cleptocracia do Brasil.

Inerente ao um sistema privatizado corrupto. O sistema pode ser ser de administração pública ou não, e não é isso que determina o bom funcionamento.

Por que não "inerente a um sistema nordestino privatizado corrupto".

Por que só "privatizado" vai com a associação incidental a "corrupto"?

Bucktroll, faça como queira, dá na mesma. Eu sugiro assim, sistema nordestino sarneysista ( petista se preferir) privatizado ou público corrupto.


Cartão amarelo ao forista Juca por ofensa ao forista Buckaroo. Se voce reclama quando é chamado de religioso e coisas afins não pode chamar os outros de trolll e esperar que fique por isso mesmo. Aconselho ao forista que evite ofensas.

Porque então você não deu um cartão pra cada um que me chamou de religioso?

Denuncie-os para a Moderação.

Porque? Não precisou de denuncia do "ofendido" para eu levar um cartão.

Sim, precisou de denuncia pra voce levar cartão, pode não ter sido do ofendido, mas alguém denunciou. Voce ja foi avisado que esta sob regime de tolerancia zero, ja foi avisado que ofensas, e falacias e provocações em geral seriam punidas, sugiro que fique mais atento de agora em diante, se não gosta do modo que alguém esta debatendo, denuncie, se a sua denuncia não der em nada voce tem a escolha de não debater com essa pessoa; voce não é novo por aqui, sabe como a banda toca.



Se a denúncia partiu de um moderador eu sugiro que por questões éticas vocês retirem o cartão, se não, não importa.

 Agora analisem bem o contexto, o Buck agiu com trollismo na resposta, eu já protestei formalmente contra o abuso desse "recurso" da parte dele, eu já disse outras vezes que ele age como troll e já pedi outra que ele respondesse sem trollismo, pois pra mim isso só polui o debate. Não teria nada contra se fosse uma vez o outra, pois é até engraçado as vezes, mas muito enche o saco e se torna bulling. Então quando fui provocado com o mesmo trollismo de sempre, respondi com o "Bucktroll", e mais trollismo, pois sei que dificilmente vou ter um debate mais produtivo que isso com ele, o que é pena, porque é um dos foristas mais inteligentes.

Então, sou trollado irritantemente pelo mesmo forista infinitamente, acuso o problema, nada é feito,e na primeira vez que uso um termo que nem mesmo chega a ser uma ofensa em si, sou punido assim na lata? Convenhamos...





Não que tenha sido o caso, mas que diferença faz a denuncia ter sido feita por um moderador? Alem de moderadores, todos somos foristas, que se percebemos algo errado, temos o direito de denunciar e pedir a opinião dos nossos colegas.


Juca, ofensa é ofensa, se debater com o Buckaroo te incomoda, não debata com ele, simples. É voce que esta em regime de tolerancia zero, não ele, voce foi advertido sobre esse tipo de comportamento, foi avisado inumeras vezes, não me venha com essa de que seu cartão saiu do nada.

Um forista levou amarelo porque voce achou ofensivo quando ele disse que debater com voce é como debater com um muro e agora voce vem com esse papinho de que chamar de troll não é ofensa?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 22 de Janeiro de 2014, 15:15:30
A superlotação, o descaso, o maltrato, a comida lavagem e a corrupção só favorecem o problema, você sabe muito bem disso.
Isso não é inerente a um sistema carcerário privatizado, mas a uma administração pública que deve ser o melhor exemplo de cleptocracia do Brasil.
Inerente ao um sistema privatizado corrupto. O sistema pode ser ser de administração pública ou não, e não é isso que determina o bom funcionamento.
Por que não "inerente a um sistema nordestino privatizado corrupto".

Por que só "privatizado" vai com a associação incidental a "corrupto"?
Bucktroll, faça como queira, dá na mesma. Eu sugiro assim, sistema nordestino sarneysista ( petista se preferir) privatizado ou público corrupto.
Cartão amarelo ao forista Juca por ofensa ao forista Buckaroo. Se voce reclama quando é chamado de religioso e coisas afins não pode chamar os outros de trolll e esperar que fique por isso mesmo. Aconselho ao forista que evite ofensas.
Porque então você não deu um cartão pra cada um que me chamou de religioso?
Denuncie-os para a Moderação.
Porque? Não precisou de denuncia do "ofendido" para eu levar um cartão.

São vários moderadores e um deles considerou suficiente o que você escreveu dentro de um contexto para lhe dar um cartão por causa de uma denúncia, embora não tenha sido o "ofendido".

Se você considera injusta a sua punição, recorra aos demais moderadores.

Eu recorri a minha e até hoje...




Decisão do conselho publicada.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 22 de Janeiro de 2014, 15:37:20



Não que tenha sido o caso, mas que diferença faz a denuncia ter sido feita por um moderador? Alem de moderadores, todos somos foristas, que se percebemos algo errado, temos o direito de denunciar e pedir a opinião dos nossos colegas.


Juca, ofensa é ofensa, se debater com o Buckaroo te incomoda, não debata com ele, simples. É voce que esta em regime de tolerancia zero, não ele, voce foi advertido sobre esse tipo de comportamento, foi avisado inumeras vezes, não me venha com essa de que seu cartão saiu do nada.

Um forista levou amarelo porque voce achou ofensivo quando ele disse que debater com voce é como debater com um muro e agora voce vem com esse papinho de que chamar de troll não é ofensa?

Faz muita diferença porque ele julga esse mesmo cartão, mas se não é o caso, não vejo problema.

Mas no caso de ofensa ser ofensa, você nega que o Buck haja como troll em metade dos posts dele? Qual o problema se eu o chamo de troll, sendo que a resposta dele foi trollismo, que ele é um troll costumeiro e que ainda outros, inclusive, já o chamaram assim sem nenhuma consequência? Pra mim isso não foi tolerância zero, não, foi parcialidade impar. O Buck se porta como Troll, em 50% dos casos posta com ironias sobre a opinião do forista do qual ele discorda, eu já protestei e fui ignorado, então eu vejo como uma puta de uma parcialidade sem igual essa decisão de dar cartão por isso.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 22 de Janeiro de 2014, 15:50:24



Não que tenha sido o caso, mas que diferença faz a denuncia ter sido feita por um moderador? Alem de moderadores, todos somos foristas, que se percebemos algo errado, temos o direito de denunciar e pedir a opinião dos nossos colegas.


Juca, ofensa é ofensa, se debater com o Buckaroo te incomoda, não debata com ele, simples. É voce que esta em regime de tolerancia zero, não ele, voce foi advertido sobre esse tipo de comportamento, foi avisado inumeras vezes, não me venha com essa de que seu cartão saiu do nada.

Um forista levou amarelo porque voce achou ofensivo quando ele disse que debater com voce é como debater com um muro e agora voce vem com esse papinho de que chamar de troll não é ofensa?

Faz muita diferença porque ele julga esse mesmo cartão, mas se não é o caso, não vejo problema.

Mas no caso de ofensa ser ofensa, você nega que o Buck haja como troll em metade dos posts dele? Qual o problema se eu o chamo de troll, sendo que a resposta dele foi trollismo, que ele é um troll costumeiro e que ainda outros, inclusive, já o chamaram assim sem nenhuma consequência? Pra mim isso não foi tolerância zero, não, foi parcialidade impar. O Buck se porta como Troll, em 50% dos casos posta com ironias sobre a opinião do forista do qual ele discorda, eu já protestei e fui ignorado, então eu vejo como uma puta de uma parcialidade sem igual essa decisão de dar cartão por isso.

Quase nunca o moderador que faz a denuncia é o mesmo que aplica o cartão, e mesmo que seja esse o caso, se achar injusto o forista tem sempre a chance de recorrer, voce ja teve cartões retirados e confirmados, acho que esta mais do que claro que o conselho daqui é justo.


Voce achar o Buckaroo um troll não te da o direito de chama-lo de troll, o fato de voce ter protestado não significa que automaticamente todos tem que concordar com voce e se seu protesto foi voce pode xingar a vontade.

Tem gente que te acha um muro e levou cartão por chama-lo assim, eu devo levar em consideração se voce é  ou não um muro ou não antes de dar o cartão por ofensa? Novamente vou dar a dica, se não consegue debater com ele por acha-lo um troll, não debata, é o mesmo conselho dado pra quem levou advertencias e amarelos por chamar voce de religioso, de muro, etc.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 22 de Janeiro de 2014, 15:56:25



Não que tenha sido o caso, mas que diferença faz a denuncia ter sido feita por um moderador? Alem de moderadores, todos somos foristas, que se percebemos algo errado, temos o direito de denunciar e pedir a opinião dos nossos colegas.


Juca, ofensa é ofensa, se debater com o Buckaroo te incomoda, não debata com ele, simples. É voce que esta em regime de tolerancia zero, não ele, voce foi advertido sobre esse tipo de comportamento, foi avisado inumeras vezes, não me venha com essa de que seu cartão saiu do nada.

Um forista levou amarelo porque voce achou ofensivo quando ele disse que debater com voce é como debater com um muro e agora voce vem com esse papinho de que chamar de troll não é ofensa?

Faz muita diferença porque ele julga esse mesmo cartão, mas se não é o caso, não vejo problema.

Mas no caso de ofensa ser ofensa, você nega que o Buck haja como troll em metade dos posts dele? Qual o problema se eu o chamo de troll, sendo que a resposta dele foi trollismo, que ele é um troll costumeiro e que ainda outros, inclusive, já o chamaram assim sem nenhuma consequência? Pra mim isso não foi tolerância zero, não, foi parcialidade impar. O Buck se porta como Troll, em 50% dos casos posta com ironias sobre a opinião do forista do qual ele discorda, eu já protestei e fui ignorado, então eu vejo como uma puta de uma parcialidade sem igual essa decisão de dar cartão por isso.

Quase nunca o moderador que faz a denuncia é o mesmo que aplica o cartão, e mesmo que seja esse o caso, se achar injusto o forista tem sempre a chance de recorrer, voce ja teve cartões retirados e confirmados, acho que esta mais do que claro que o conselho daqui é justo.


Voce achar o Buckaroo um troll não te da o direito de chama-lo de troll, o fato de voce ter protestado não significa que automaticamente todos tem que concordar com voce e se seu protesto foi voce pode xingar a vontade.

Tem gente que te acha um muro e levou cartão por chama-lo assim, eu devo levar em consideração se voce é  ou não um muro ou não antes de dar o cartão por ofensa? Novamente vou dar a dica, se não consegue debater com ele por acha-lo um troll, não debata, é o mesmo conselho dado pra quem levou advertencias e amarelos por chamar voce de religioso, de muro, etc.


Ok, ele pode se portar como troll ( quantos "duzentos" exemplos você quer?) e eu não posso chamá-lo de Troll. Os outros foristas que eu chamei de troll, eu podia? E os outros que chamaram ele de troll, também podiam?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 22 de Janeiro de 2014, 16:11:48



Não que tenha sido o caso, mas que diferença faz a denuncia ter sido feita por um moderador? Alem de moderadores, todos somos foristas, que se percebemos algo errado, temos o direito de denunciar e pedir a opinião dos nossos colegas.


Juca, ofensa é ofensa, se debater com o Buckaroo te incomoda, não debata com ele, simples. É voce que esta em regime de tolerancia zero, não ele, voce foi advertido sobre esse tipo de comportamento, foi avisado inumeras vezes, não me venha com essa de que seu cartão saiu do nada.

Um forista levou amarelo porque voce achou ofensivo quando ele disse que debater com voce é como debater com um muro e agora voce vem com esse papinho de que chamar de troll não é ofensa?

Faz muita diferença porque ele julga esse mesmo cartão, mas se não é o caso, não vejo problema.

Mas no caso de ofensa ser ofensa, você nega que o Buck haja como troll em metade dos posts dele? Qual o problema se eu o chamo de troll, sendo que a resposta dele foi trollismo, que ele é um troll costumeiro e que ainda outros, inclusive, já o chamaram assim sem nenhuma consequência? Pra mim isso não foi tolerância zero, não, foi parcialidade impar. O Buck se porta como Troll, em 50% dos casos posta com ironias sobre a opinião do forista do qual ele discorda, eu já protestei e fui ignorado, então eu vejo como uma puta de uma parcialidade sem igual essa decisão de dar cartão por isso.

Quase nunca o moderador que faz a denuncia é o mesmo que aplica o cartão, e mesmo que seja esse o caso, se achar injusto o forista tem sempre a chance de recorrer, voce ja teve cartões retirados e confirmados, acho que esta mais do que claro que o conselho daqui é justo.


Voce achar o Buckaroo um troll não te da o direito de chama-lo de troll, o fato de voce ter protestado não significa que automaticamente todos tem que concordar com voce e se seu protesto foi voce pode xingar a vontade.

Tem gente que te acha um muro e levou cartão por chama-lo assim, eu devo levar em consideração se voce é  ou não um muro ou não antes de dar o cartão por ofensa? Novamente vou dar a dica, se não consegue debater com ele por acha-lo um troll, não debata, é o mesmo conselho dado pra quem levou advertencias e amarelos por chamar voce de religioso, de muro, etc.


Ok, ele pode se portar como troll ( quantos "duzentos" exemplos você quer?) e eu não posso chamá-lo de Troll. Os outros foristas que eu chamei de troll, eu podia? E os outros que chamaram ele de troll, também podiam?

Va fazendo denuncias, se o conselho votar e achar que ele esta realmente sendo um troll e atrapalhando o fórum, ele será punido, ou pode ser que o conselho não concorde com a sua visão. Ai cabe a você decidir se respeita as decisões do conselho ou se vai querer xingar e levar cartão por isso.

Os outros foristas que chamaram ele de troll não foram denunciados, as outras vezes que voce chamou alguém de troll não foram denunciadas, a moderação não é onisciente e tu quoque não é um bom argumento aqui no CC.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 22 de Janeiro de 2014, 16:16:39
Trolagem = fazer algum comentário com o intuito de gerar polêmica totalmente gratuita, só para as pessoas perderem tempo.

Expor falhas no seu argumento de forma irônica =/= trolagem
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 22 de Janeiro de 2014, 16:25:31



Não que tenha sido o caso, mas que diferença faz a denuncia ter sido feita por um moderador? Alem de moderadores, todos somos foristas, que se percebemos algo errado, temos o direito de denunciar e pedir a opinião dos nossos colegas.


Juca, ofensa é ofensa, se debater com o Buckaroo te incomoda, não debata com ele, simples. É voce que esta em regime de tolerancia zero, não ele, voce foi advertido sobre esse tipo de comportamento, foi avisado inumeras vezes, não me venha com essa de que seu cartão saiu do nada.

Um forista levou amarelo porque voce achou ofensivo quando ele disse que debater com voce é como debater com um muro e agora voce vem com esse papinho de que chamar de troll não é ofensa?

Faz muita diferença porque ele julga esse mesmo cartão, mas se não é o caso, não vejo problema.

Mas no caso de ofensa ser ofensa, você nega que o Buck haja como troll em metade dos posts dele? Qual o problema se eu o chamo de troll, sendo que a resposta dele foi trollismo, que ele é um troll costumeiro e que ainda outros, inclusive, já o chamaram assim sem nenhuma consequência? Pra mim isso não foi tolerância zero, não, foi parcialidade impar. O Buck se porta como Troll, em 50% dos casos posta com ironias sobre a opinião do forista do qual ele discorda, eu já protestei e fui ignorado, então eu vejo como uma puta de uma parcialidade sem igual essa decisão de dar cartão por isso.

Quase nunca o moderador que faz a denuncia é o mesmo que aplica o cartão, e mesmo que seja esse o caso, se achar injusto o forista tem sempre a chance de recorrer, voce ja teve cartões retirados e confirmados, acho que esta mais do que claro que o conselho daqui é justo.


Voce achar o Buckaroo um troll não te da o direito de chama-lo de troll, o fato de voce ter protestado não significa que automaticamente todos tem que concordar com voce e se seu protesto foi voce pode xingar a vontade.

Tem gente que te acha um muro e levou cartão por chama-lo assim, eu devo levar em consideração se voce é  ou não um muro ou não antes de dar o cartão por ofensa? Novamente vou dar a dica, se não consegue debater com ele por acha-lo um troll, não debata, é o mesmo conselho dado pra quem levou advertencias e amarelos por chamar voce de religioso, de muro, etc.


Ok, ele pode se portar como troll ( quantos "duzentos" exemplos você quer?) e eu não posso chamá-lo de Troll. Os outros foristas que eu chamei de troll, eu podia? E os outros que chamaram ele de troll, também podiam?

Va fazendo denuncias, se o conselho votar e achar que ele esta realmente sendo um troll e atrapalhando o fórum, ele será punido, ou pode ser que o conselho não concorde com a sua visão. Ai cabe a você decidir se respeita as decisões do conselho ou se vai querer xingar e levar cartão por isso.

Os outros foristas que chamaram ele de troll não foram denunciados, as outras vezes que voce chamou alguém de troll não foram denunciadas, a moderação não é onisciente e tu quoque não é um bom argumento aqui no CC.

Não se trata de tu quoque, mas de dois pesos duas medidas, ao não atentamento que ele agiu como Troll, inclusive no post que originou o cartão. Porque fui punido por chamá-lo de Troll, se ele respondeu com o trollismo costumeiro?

Seguinte, esquece, não precisa responder, segue a vida, dois cartões em uma semana, nesse ritmo não vou longe no fórum, tolerância zero, provocação alta...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Moro em 22 de Janeiro de 2014, 16:27:10
não acho, como já afirmei, o Buck troll. De fato é um dos foristas de melhor contribuição do CC. Mas o que vale a opinião de um velho direitista reacionário que não consegue engolir todo o bem que um pobre operário fez ao Brasil..
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 22 de Janeiro de 2014, 16:37:34



Não que tenha sido o caso, mas que diferença faz a denuncia ter sido feita por um moderador? Alem de moderadores, todos somos foristas, que se percebemos algo errado, temos o direito de denunciar e pedir a opinião dos nossos colegas.


Juca, ofensa é ofensa, se debater com o Buckaroo te incomoda, não debata com ele, simples. É voce que esta em regime de tolerancia zero, não ele, voce foi advertido sobre esse tipo de comportamento, foi avisado inumeras vezes, não me venha com essa de que seu cartão saiu do nada.

Um forista levou amarelo porque voce achou ofensivo quando ele disse que debater com voce é como debater com um muro e agora voce vem com esse papinho de que chamar de troll não é ofensa?

Faz muita diferença porque ele julga esse mesmo cartão, mas se não é o caso, não vejo problema.

Mas no caso de ofensa ser ofensa, você nega que o Buck haja como troll em metade dos posts dele? Qual o problema se eu o chamo de troll, sendo que a resposta dele foi trollismo, que ele é um troll costumeiro e que ainda outros, inclusive, já o chamaram assim sem nenhuma consequência? Pra mim isso não foi tolerância zero, não, foi parcialidade impar. O Buck se porta como Troll, em 50% dos casos posta com ironias sobre a opinião do forista do qual ele discorda, eu já protestei e fui ignorado, então eu vejo como uma puta de uma parcialidade sem igual essa decisão de dar cartão por isso.

Quase nunca o moderador que faz a denuncia é o mesmo que aplica o cartão, e mesmo que seja esse o caso, se achar injusto o forista tem sempre a chance de recorrer, voce ja teve cartões retirados e confirmados, acho que esta mais do que claro que o conselho daqui é justo.


Voce achar o Buckaroo um troll não te da o direito de chama-lo de troll, o fato de voce ter protestado não significa que automaticamente todos tem que concordar com voce e se seu protesto foi voce pode xingar a vontade.

Tem gente que te acha um muro e levou cartão por chama-lo assim, eu devo levar em consideração se voce é  ou não um muro ou não antes de dar o cartão por ofensa? Novamente vou dar a dica, se não consegue debater com ele por acha-lo um troll, não debata, é o mesmo conselho dado pra quem levou advertencias e amarelos por chamar voce de religioso, de muro, etc.


Ok, ele pode se portar como troll ( quantos "duzentos" exemplos você quer?) e eu não posso chamá-lo de Troll. Os outros foristas que eu chamei de troll, eu podia? E os outros que chamaram ele de troll, também podiam?

Va fazendo denuncias, se o conselho votar e achar que ele esta realmente sendo um troll e atrapalhando o fórum, ele será punido, ou pode ser que o conselho não concorde com a sua visão. Ai cabe a você decidir se respeita as decisões do conselho ou se vai querer xingar e levar cartão por isso.

Os outros foristas que chamaram ele de troll não foram denunciados, as outras vezes que voce chamou alguém de troll não foram denunciadas, a moderação não é onisciente e tu quoque não é um bom argumento aqui no CC.

Não se trata de tu quoque, mas de dois pesos duas medidas, ao não atentamento que ele agiu como Troll, inclusive no post que originou o cartão. Porque fui punido por chamá-lo de Troll, se ele respondeu com o trollismo costumeiro?

Seguinte, esquece, não precisa responder, segue a vida, dois cartões em uma semana, nesse ritmo não vou longe no fórum, tolerância zero, provocação alta...

Perceba o seu erro, voce esta usando uma petição de princípio aqui, voce parte da premissa de que o Buckaroo é um troll e a partir dai monta o seu argumento contra o cartão. Veja bem, em nenhum momento o conselho puniu  Buckaroo por trolismo, voce achar que ele é um troll não te da o direito de chama-lo de troll, eu achar alguém aqui idiota não me da o direito de chama-lo de idiota. Imagina a pessoa que disse que debater com voce é como debater com uma porta refutando o cartão dizendo "Porque fui punido por chamá-lo de porta, se ele respondeu como uma porta?" ou  "Porque fui punido por chama-lo de religioso, se ele responde com a religiosidade costumeira?"
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: AlienígenA em 22 de Janeiro de 2014, 17:03:50
Humor, seja ácido ou sarcástico, não é trollismo. Nem ofensa. É um dos muitos modos de debater. Cabe a cada um filtrar. Se não gosta, evita ou ignora o outro em vez de querer mudar o modo do outro. Tem quem goste/não se importe.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 22 de Janeiro de 2014, 17:13:54
Nesse caso mal é algo com "humor"...

Só coloquei que é equivalente (em lógica/oportunismo/(des)honestidade) culpar "privatização" e culpar "os nordestinos", no caso.

Sem ter como defender, a saída pela esquerda é acusar de trolismo.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 22 de Janeiro de 2014, 17:37:24



Não que tenha sido o caso, mas que diferença faz a denuncia ter sido feita por um moderador? Alem de moderadores, todos somos foristas, que se percebemos algo errado, temos o direito de denunciar e pedir a opinião dos nossos colegas.


Juca, ofensa é ofensa, se debater com o Buckaroo te incomoda, não debata com ele, simples. É voce que esta em regime de tolerancia zero, não ele, voce foi advertido sobre esse tipo de comportamento, foi avisado inumeras vezes, não me venha com essa de que seu cartão saiu do nada.

Um forista levou amarelo porque voce achou ofensivo quando ele disse que debater com voce é como debater com um muro e agora voce vem com esse papinho de que chamar de troll não é ofensa?

Faz muita diferença porque ele julga esse mesmo cartão, mas se não é o caso, não vejo problema.

Mas no caso de ofensa ser ofensa, você nega que o Buck haja como troll em metade dos posts dele? Qual o problema se eu o chamo de troll, sendo que a resposta dele foi trollismo, que ele é um troll costumeiro e que ainda outros, inclusive, já o chamaram assim sem nenhuma consequência? Pra mim isso não foi tolerância zero, não, foi parcialidade impar. O Buck se porta como Troll, em 50% dos casos posta com ironias sobre a opinião do forista do qual ele discorda, eu já protestei e fui ignorado, então eu vejo como uma puta de uma parcialidade sem igual essa decisão de dar cartão por isso.

Quase nunca o moderador que faz a denuncia é o mesmo que aplica o cartão, e mesmo que seja esse o caso, se achar injusto o forista tem sempre a chance de recorrer, voce ja teve cartões retirados e confirmados, acho que esta mais do que claro que o conselho daqui é justo.


Voce achar o Buckaroo um troll não te da o direito de chama-lo de troll, o fato de voce ter protestado não significa que automaticamente todos tem que concordar com voce e se seu protesto foi voce pode xingar a vontade.

Tem gente que te acha um muro e levou cartão por chama-lo assim, eu devo levar em consideração se voce é  ou não um muro ou não antes de dar o cartão por ofensa? Novamente vou dar a dica, se não consegue debater com ele por acha-lo um troll, não debata, é o mesmo conselho dado pra quem levou advertencias e amarelos por chamar voce de religioso, de muro, etc.


Ok, ele pode se portar como troll ( quantos "duzentos" exemplos você quer?) e eu não posso chamá-lo de Troll. Os outros foristas que eu chamei de troll, eu podia? E os outros que chamaram ele de troll, também podiam?

Va fazendo denuncias, se o conselho votar e achar que ele esta realmente sendo um troll e atrapalhando o fórum, ele será punido, ou pode ser que o conselho não concorde com a sua visão. Ai cabe a você decidir se respeita as decisões do conselho ou se vai querer xingar e levar cartão por isso.

Os outros foristas que chamaram ele de troll não foram denunciados, as outras vezes que voce chamou alguém de troll não foram denunciadas, a moderação não é onisciente e tu quoque não é um bom argumento aqui no CC.

Não se trata de tu quoque, mas de dois pesos duas medidas, ao não atentamento que ele agiu como Troll, inclusive no post que originou o cartão. Porque fui punido por chamá-lo de Troll, se ele respondeu com o trollismo costumeiro?

Seguinte, esquece, não precisa responder, segue a vida, dois cartões em uma semana, nesse ritmo não vou longe no fórum, tolerância zero, provocação alta...

Perceba o seu erro, voce esta usando uma petição de princípio aqui, voce parte da premissa de que o Buckaroo é um troll e a partir dai monta o seu argumento contra o cartão. Veja bem, em nenhum momento o conselho puniu  Buckaroo por trolismo, voce achar que ele é um troll não te da o direito de chama-lo de troll, eu achar alguém aqui idiota não me da o direito de chama-lo de idiota. Imagina a pessoa que disse que debater com voce é como debater com uma porta refutando o cartão dizendo "Porque fui punido por chamá-lo de porta, se ele respondeu como uma porta?" ou  "Porque fui punido por chama-lo de religioso, se ele responde com a religiosidade costumeira?"

Ta bom, Barata. Buck não se comporta como troll, porque você simplesmente acha que ele não é, ponto. Eu já te falei em quantos duzentos exemplos você gostaria de ver? Você como moderador mais do que ninguém sabe do que eu estou falando, não se faça de desentendido e não me venha com falácia de petição de princípio. É um fato. Ironizar a opinião alheia sistematicamente, é o que?

Me mostre essas crianças! Quero nome, RG e CPF e foto de cada uma delas [/Famado]

É só deixarem de ser folgados e trabalharem para comer. Assim que eles não aprendem mesmo. [/famado]

A hipótese "local" não exclui a origem dos aminoácidos em outros lugares também, seria a mesma origem deles, só que ocorrendo em vários lugares.

E acho que não há fortes razões para supor uma origem unicamente local também, não sei se há quem defenda que de alguma forma foi tudo produzido aqui.

Não sei sobre a quiralidade, acho que a mesma explicação também pode se aplicar independentemente nos dois casos, maior fragilidade das formas mais raras. No artigo que eu citei é mencionado outro artigo, que, segundo o resumo do outro autor, confirmaria que há uma "transferência" de quiralidade, então se apenas os aminoácidos "ETs" fossem desproporcionalmente levógiros, ainda poderiam "infectar" os terrestres, mas acho que a idéia é de que seria meio que uma "propagação" da "levogiridade", ou que isso também poderia ocorrer/necessariamente ocorreria.

Puliça também. Tem que acabar com a puliça do gunverno. Vamos ver se o povo aprende a ser macho e responsável.

Mas o nosso PIB ainda por cima é muito mais social.

As elites não se conformam com o sucesso que e o respeito que o Brasil conquistou  depois que Lula e Dilma começaram a arrumar a casa.

"Se fosse no tempo de FHC, aí sim; mas agora, depois que um operário, e uma mulher, foram presidentes dessa coisa? Simplesmente não pode ser, eles tem que estar errados, tenho que dar um jeito de desqualificar as opiniões dos estrangeiros a quem normalmente vejo como superiores aos demais brasileiros"

São só mais notícias golpistas e difamadoras.

Do massacre do Carandiru o PiG não fala nada... silêncio total...

É necessário fazer esse investimento para não abalar a moral da população. Sinalizar que tudo vai ficar bem, não há motivo para desespero. Se nos deixamos entrar em histeria pelo que está ocorrendo nos presídios, o terrorismo do PSDB terá vencido. Temos que dizer não ao "medo" e seguir em frente, com esperança, certeza em nossos corações que nossos verdadeiros líderes farão o melhor, sempre se reerguendo após cada tentativa de sabotagem golpista.

Citar
Conselho de Defesa de Direitos da Pessoa Humana

Quer dizer que eles não lidam com a defesa dos direitos das pessoas desumanas?


Citar
Mensaleiro
Filha de Genoino cria site para pagar multa da condenação do pai (http://www.diariodopoder.com.br/noticias/filha-de-genoino-cria-site-para-pagar-multa-do-pai/)

O Olavo de Carvalho também pede doações, mas ninguém acha ruim. [/Dodo]

(http://2.bp.blogspot.com/-NoIZddNqvec/UMn2Kf9NDUI/AAAAAAAAN6E/tNToHbSDpGo/s1600/marcos+valerio-lula%5B2%5D1.jpg)

Os direitistas vão ficar quietinhos...

Mentira golpista, manipulação dos mercados para tentar destruir a concorrência -- e não uma concorrência qualquer, mas a única concorrência que se preocupa com o social.

Só dos últimos 15 dias. Não, não é troll.   :umm: :hmph:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Moro em 22 de Janeiro de 2014, 17:50:46
isso não é trollagem. É ironia, e normalmente apenas pessoas muito apegados a um ponto de vista confundem os dois.

É fácil achar dentro do fórum frases muito parecidas com a que ele postou vindo de outros foristas, sem contar na internet e nas groselhas ditas por nossos governantes.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Fabrício em 22 de Janeiro de 2014, 17:58:39
isso não é trollagem. É ironia, e normalmente apenas pessoas muito apegados a um ponto de vista confundem os dois.

É fácil achar dentro do fórum frases muito parecidas com a que ele postou vindo de outros foristas, sem contar na internet e nas groselhas ditas por nossos governantes.

Também acho, e inclusive acho positivo, senão as discussões ficam muito sem graça e monótonas, serve para evidenciar um ponto de vista com uma certa dose de humor.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 22 de Janeiro de 2014, 18:04:21
isso não é trollagem. É ironia, e normalmente apenas pessoas muito apegados a um ponto de vista confundem os dois.

É fácil achar dentro do fórum frases muito parecidas com a que ele postou vindo de outros foristas, sem contar na internet e nas groselhas ditas por nossos governantes.

Também acho, e inclusive acho positivo, senão as discussões ficam muito sem graça e monótonas, serve para evidenciar um ponto de vista com uma certa dose de humor.

Não quando elas são sistemáticas, e a maioria contra as sua opiniões, e com o claro objetivo da provocação e não da discussão.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Moro em 22 de Janeiro de 2014, 18:09:05
sistemática e contra suas opiniões é porque você está em um fórum onde suas opiniões (petismo, lulismo e esquerdismo) estão longe de ser majoritárias e são debatidas sistematicamente em todos os tópicos. Por isso a sensação de perseguição.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _tiago em 22 de Janeiro de 2014, 20:47:06
Se o que o Buck faz vez ou outra não é trollagem, como aqueles exemplos postados pelo Juca, precisamos de uma definição dela pro fórum. Por que, a meu ver...

Citar
Na Internet, a gíria derivou-se da expressão “trolling for suckers”, algo como “lançando a isca para os trouxas”. Assim, na rede o termo designa uma pessoa cujo comportamento tende a desestabilizar uma discussão e irritar outras pessoas.

http://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2013/06/o-que-sao-trolls-e-o-que-e-trollagem.html

Eu, pessoalmente, não me importo, gosto do Buck. Vez ou outra ele irrita, mas pô, isso aqui não é quarta-série. Alguma trollagem na Internet sempre tem, normal. Agora, não poder nunca mais chamar o Buck de BuckTroll ou sacaneá-lo, coisa que ele sequer se ofende, é acabar com a graça do fórum :P.

Não sei se posso pedir, mas peço que revejam esse cartão do Juca.

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 22 de Janeiro de 2014, 21:11:33
Nenhum desses exemplos dados pelo Juca são trolagem, são ou formas não formais/super-sérias de se colocar um ponto, seja só como "charge textual" já como "ponto inicial" (em vez de, "eu acho comunismo insensato porque ..."), ou contestando a argumentação (como as respostas ao famado, estendendo a mesma lógica até onde ele provavelmente deixa de aceitar). Ou até 100% sérios, como na mensagem do tópico sobre panspermia, que ele deve ter colado por engano.

É quase como colocar o Skorpios como troll por causa do mal/mau e também citar algumas piadas do tópico "piadinhas" como embasamento.

:hein:



... algumas vezes essas paródias acabam sendo "trolagem acidental", em função da lei de Poe, mas de modo geral eu explico que não estava falando sério. Me lembro de só ter dado continuidade umas duas vezes, uma aqui e outra no FR. Aqui, recentemente com o famado, mas achava que ele fazia o mesmo "do outro lado" (meio como eu e o Gigaview de vez em quando discutimos inovações teóricas nas ciências espirituais e astrossociológicas).

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 22 de Janeiro de 2014, 21:30:11
Se o que o Buck faz vez ou outra não é trollagem, como aqueles exemplos postados pelo Juca, precisamos de uma definição dela pro fórum. Por que, a meu ver...

Citar
Na Internet, a gíria derivou-se da expressão “trolling for suckers”, algo como “lançando a isca para os trouxas”. Assim, na rede o termo designa uma pessoa cujo comportamento tende a desestabilizar uma discussão e irritar outras pessoas.

http://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2013/06/o-que-sao-trolls-e-o-que-e-trollagem.html

Eu, pessoalmente, não me importo, gosto do Buck. Vez ou outra ele irrita, mas pô, isso aqui não é quarta-série. Alguma trollagem na Internet sempre tem, normal. Agora, não poder nunca mais chamar o Buck de BuckTroll ou sacaneá-lo, coisa que ele sequer se ofende, é acabar com a graça do fórum :P.

Não sei se posso pedir, mas peço que revejam esse cartão do Juca.



O Juca e o Agnóstico foram avisados inúmeras vezes que ofensas, provocações e afins cometidos por eles teria tolerância zero. O Juca é o primeiro a reclamar e denunciar a moderação qualquer ofensa que é feita a ele. Qual a dificuldade em entender isso? Houve um aviso, ele escolheu não seguir esse aviso e levou um cartão, por fazer exatamente a mesma coisa que ele reclama que os outros fazem, ofender.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _tiago em 22 de Janeiro de 2014, 21:30:19
Nenhum desses exemplos dados pelo Juca são trolagem, são ou formas não formais/super-sérias de se colocar um ponto, seja só como "charge textual" já como "ponto inicial" (em vez de, "eu acho comunismo insensato porque ..."), ou contestando a argumentação (como as respostas ao famado, estendendo a mesma lógica até onde ele provavelmente deixa de aceitar). Ou até 100% sérios, como na mensagem do tópico sobre panspermia, que ele deve ter colado por engano.

É quase como colocar o Skorpios como troll por causa do mal/mau e também citar algumas piadas do tópico "piadinhas" como embasamento.

:hein:



... algumas vezes essas paródias acabam sendo "trolagem acidental", em função da lei de Poe, mas de modo geral eu explico que não estava falando sério. Me lembro de só ter dado continuidade umas duas vezes, uma aqui e outra no FR. Aqui, recentemente com o famado, mas achava que ele fazia o mesmo "do outro lado" (meio como eu e o Gigaview de vez em quando discutimos inovações teóricas nas ciências espirituais e astrossociológicas).



Então, meu caro, a coisa precisa ser melhor definida, então. A meu ver, aquilo lá é trollagem, sacaneada de leve, se preferir outro termo, tal qual ironias, em geral. E talvez a melhor perspectiva pra avaliar uma trollagem não seja essa sua, de quem fala, mas aquela de quem ouve. Quem escuta é quem se ofende, não quem fala. Tem gente que acha que é trollagem, eu sou um deles e realmente não me importo, principalmente suas conversas com o Giga. Agora, não poder nunca mais te chamar de BuckTroll daí acaba com a graça, ainda mais que você é praticamente uma instituição aqui do fórum... :P

Enfim, o Juca postou algo, você deu uma sacaneada, e a vida segue. Não vejo motivo pra cartão.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _tiago em 22 de Janeiro de 2014, 21:36:31
Se o que o Buck faz vez ou outra não é trollagem, como aqueles exemplos postados pelo Juca, precisamos de uma definição dela pro fórum. Por que, a meu ver...

Citar
Na Internet, a gíria derivou-se da expressão “trolling for suckers”, algo como “lançando a isca para os trouxas”. Assim, na rede o termo designa uma pessoa cujo comportamento tende a desestabilizar uma discussão e irritar outras pessoas.

http://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2013/06/o-que-sao-trolls-e-o-que-e-trollagem.html

Eu, pessoalmente, não me importo, gosto do Buck. Vez ou outra ele irrita, mas pô, isso aqui não é quarta-série. Alguma trollagem na Internet sempre tem, normal. Agora, não poder nunca mais chamar o Buck de BuckTroll ou sacaneá-lo, coisa que ele sequer se ofende, é acabar com a graça do fórum :P.

Não sei se posso pedir, mas peço que revejam esse cartão do Juca.



O Juca e o Agnóstico foram avisados inúmeras vezes que ofensas, provocações e afins cometidos por eles teria tolerância zero. O Juca é o primeiro a reclamar e denunciar a moderação qualquer ofensa que é feita a ele. Qual a dificuldade em entender isso? Houve um aviso, ele escolheu não seguir esse aviso e levou um cartão, por fazer exatamente a mesma coisa que ele reclama que os outros fazem, ofender.

Anyway, vocês decidem. Dúvida pertinente: isso significa que eu nunca mais vou poder chamar o Buck de Buck****?  :umm:

**** Dica: começa com "T". :P
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 22 de Janeiro de 2014, 21:43:55
Então, meu caro, a coisa precisa ser melhor definida, então. A meu ver, aquilo lá é trollagem, sacaneada de leve, se preferir outro termo, tal qual ironias, em geral. E talvez a melhor perspectiva pra avaliar uma trollagem não seja essa sua, de quem fala, mas aquela de quem ouve. Quem escuta é quem se ofende, não quem fala. Tem gente que acha que é trollagem, eu sou um deles e realmente não me importo, principalmente suas conversas com o Giga. Agora, não poder nunca mais te chamar de BuckTroll daí acaba com a graça, ainda mais que você é praticamente uma instituição aqui do fórum... :P

Enfim, o Juca postou algo, você deu uma sacaneada, e a vida segue. Não vejo motivo pra cartão.

Então, vem um criacionista, coloca que o homem não pode vir do macaco porque os macacos ainda existem; se eu disser que o mesmo valeria para raças de cães e lobos, estou "trolando", uma vez que ele não vai gostar da comparação?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 22 de Janeiro de 2014, 21:46:17
Se o que o Buck faz vez ou outra não é trollagem, como aqueles exemplos postados pelo Juca, precisamos de uma definição dela pro fórum. Por que, a meu ver...

Citar
Na Internet, a gíria derivou-se da expressão “trolling for suckers”, algo como “lançando a isca para os trouxas”. Assim, na rede o termo designa uma pessoa cujo comportamento tende a desestabilizar uma discussão e irritar outras pessoas.

http://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2013/06/o-que-sao-trolls-e-o-que-e-trollagem.html

Eu, pessoalmente, não me importo, gosto do Buck. Vez ou outra ele irrita, mas pô, isso aqui não é quarta-série. Alguma trollagem na Internet sempre tem, normal. Agora, não poder nunca mais chamar o Buck de BuckTroll ou sacaneá-lo, coisa que ele sequer se ofende, é acabar com a graça do fórum :P.

Não sei se posso pedir, mas peço que revejam esse cartão do Juca.



O Juca e o Agnóstico foram avisados inúmeras vezes que ofensas, provocações e afins cometidos por eles teria tolerância zero. O Juca é o primeiro a reclamar e denunciar a moderação qualquer ofensa que é feita a ele. Qual a dificuldade em entender isso? Houve um aviso, ele escolheu não seguir esse aviso e levou um cartão, por fazer exatamente a mesma coisa que ele reclama que os outros fazem, ofender.

Eu denuncio qualquer ofensa, como é isso? Talvez em todos esses anos de fórum tenha feito isso uma meia dúzia de vezes, não muito mais, se fizesse todas as denúncias, que inclusive você disse pra fazer, o conselho teria muito trabalho mesmo.

Quanto a tolerância zero, pra mim ficou implícito que era em razão e especificamente pela rivalidade com o forista supracitado, pois em tantas outras discussões com tantos outros forista houve aspereza de ambos os lados e nunca  ninguém se incomodou.

Qualquer um pode me tirar do fórum a partir de agora, basta procurar e denunciar as vezes que eu chamei o Buck de troll depois dessa advertência de tolerância zero.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _tiago em 22 de Janeiro de 2014, 21:53:25
Então, meu caro, a coisa precisa ser melhor definida, então. A meu ver, aquilo lá é trollagem, sacaneada de leve, se preferir outro termo, tal qual ironias, em geral. E talvez a melhor perspectiva pra avaliar uma trollagem não seja essa sua, de quem fala, mas aquela de quem ouve. Quem escuta é quem se ofende, não quem fala. Tem gente que acha que é trollagem, eu sou um deles e realmente não me importo, principalmente suas conversas com o Giga. Agora, não poder nunca mais te chamar de BuckTroll daí acaba com a graça, ainda mais que você é praticamente uma instituição aqui do fórum... :P

Enfim, o Juca postou algo, você deu uma sacaneada, e a vida segue. Não vejo motivo pra cartão.

Então, vem um criacionista, coloca que o homem não pode vir do macaco porque os macacos ainda existem; se eu disser que o mesmo valeria para raças de cães e lobos, estou "trolando", uma vez que ele não vai gostar da comparação?

Não, na verdade eu acho que você teria um bom ponto! :)
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: AlienígenA em 22 de Janeiro de 2014, 22:30:17
Citar
Na Internet, a gíria derivou-se da expressão “trolling for suckers”, algo como “lançando a isca para os trouxas”. Assim, na rede o termo designa uma pessoa cujo comportamento tende a desestabilizar uma discussão e irritar outras pessoas.

http://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2013/06/o-que-sao-trolls-e-o-que-e-trollagem.html

Não me lembro de ter visto o Buckaroo desestabilizando um debate, apenas um ou outro forista sensível ao estilo sarcástico, mas isso é subjetivo. Difícil enquadrar. Tanto que muitos aprovam.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 22 de Janeiro de 2014, 23:04:17
Se o que o Buck faz vez ou outra não é trollagem, como aqueles exemplos postados pelo Juca, precisamos de uma definição dela pro fórum. Por que, a meu ver...

Citar
Na Internet, a gíria derivou-se da expressão “trolling for suckers”, algo como “lançando a isca para os trouxas”. Assim, na rede o termo designa uma pessoa cujo comportamento tende a desestabilizar uma discussão e irritar outras pessoas.

http://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2013/06/o-que-sao-trolls-e-o-que-e-trollagem.html

Eu, pessoalmente, não me importo, gosto do Buck. Vez ou outra ele irrita, mas pô, isso aqui não é quarta-série. Alguma trollagem na Internet sempre tem, normal. Agora, não poder nunca mais chamar o Buck de BuckTroll ou sacaneá-lo, coisa que ele sequer se ofende, é acabar com a graça do fórum :P.

Não sei se posso pedir, mas peço que revejam esse cartão do Juca.



O Juca e o Agnóstico foram avisados inúmeras vezes que ofensas, provocações e afins cometidos por eles teria tolerância zero. O Juca é o primeiro a reclamar e denunciar a moderação qualquer ofensa que é feita a ele. Qual a dificuldade em entender isso? Houve um aviso, ele escolheu não seguir esse aviso e levou um cartão, por fazer exatamente a mesma coisa que ele reclama que os outros fazem, ofender.

Eu denuncio qualquer ofensa, como é isso? Talvez em todos esses anos de fórum tenha feito isso uma meia dúzia de vezes, não muito mais, se fizesse todas as denúncias, que inclusive você disse pra fazer, o conselho teria muito trabalho mesmo.

Quanto a tolerância zero, pra mim ficou implícito que era em razão e especificamente pela rivalidade com o forista supracitado, pois em tantas outras discussões com tantos outros forista houve aspereza de ambos os lados e nunca  ninguém se incomodou.

Qualquer um pode me tirar do fórum a partir de agora, basta procurar e denunciar as vezes que eu chamei o Buck de troll depois dessa advertência de tolerância zero.
Denuncie mais, qualquer coisa que voce acha que quebre as regras deve ser denunciada, mas se voce pede o reenforço constante de uma lei não deve estranhar que esse reenforço seja usado quando voce infringi-la.

Tolerancia zero é tolerancia zero, significa que os dois tem seguir as regras a risca, não somente um com o outro, mas no fórum inteiro. Qual o sentido em proibir voces de se xingarem e deixarmos voces xingarem o resto dos membros? Se houve ofensas antes e ninguém denunciou antes e nenhum moderador viu, sorte sua, era pra ter levado cartão antes. Agora a mensagem foi denunciada e voce levou cartão.

Não precisa se preocupar, voce ja levou um cartão por chamar o Buck de troll, o que passou esta incluido no cartão, outro cartão só se voce ofender alguém a partir de agora.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Barata Tenno em 22 de Janeiro de 2014, 23:05:39
Se o que o Buck faz vez ou outra não é trollagem, como aqueles exemplos postados pelo Juca, precisamos de uma definição dela pro fórum. Por que, a meu ver...

Citar
Na Internet, a gíria derivou-se da expressão “trolling for suckers”, algo como “lançando a isca para os trouxas”. Assim, na rede o termo designa uma pessoa cujo comportamento tende a desestabilizar uma discussão e irritar outras pessoas.

http://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2013/06/o-que-sao-trolls-e-o-que-e-trollagem.html

Eu, pessoalmente, não me importo, gosto do Buck. Vez ou outra ele irrita, mas pô, isso aqui não é quarta-série. Alguma trollagem na Internet sempre tem, normal. Agora, não poder nunca mais chamar o Buck de BuckTroll ou sacaneá-lo, coisa que ele sequer se ofende, é acabar com a graça do fórum :P.

Não sei se posso pedir, mas peço que revejam esse cartão do Juca.



O Juca e o Agnóstico foram avisados inúmeras vezes que ofensas, provocações e afins cometidos por eles teria tolerância zero. O Juca é o primeiro a reclamar e denunciar a moderação qualquer ofensa que é feita a ele. Qual a dificuldade em entender isso? Houve um aviso, ele escolheu não seguir esse aviso e levou um cartão, por fazer exatamente a mesma coisa que ele reclama que os outros fazem, ofender.

Anyway, vocês decidem. Dúvida pertinente: isso significa que eu nunca mais vou poder chamar o Buck de Buck****?  :umm:

**** Dica: começa com "T". :P


Pode, mas se alguém denunciar e voce tiver um histórico de ofensas, pode ser que leve uma advertencia, se insistir em manter a mesma attude, ai sim pode ser que leve um cartão. Mas cada caso é um caso, cada forista é um forista.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Geotecton em 23 de Janeiro de 2014, 00:35:55
[...]
Qualquer um pode me tirar do fórum a partir de agora, basta procurar e denunciar as vezes que eu chamei o Buck de troll depois dessa advertência de tolerância zero.

Negativo.

O passado está todo contido no cartão específico.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gigaview em 23 de Janeiro de 2014, 01:14:44
Talvez um dos motivos de o Buck não ter denunciado, foi porque ele não se importou muito em ser chamado de BuckTroll. O Juca atirou mas errou e levou um cartão como se tivesse acertado. Ainda há tempo de justificar o cartão emitido, dando ao Juca nova oportunidade de acertar o Buck combinando criativamente nomes verdadeiramente ofensivos ou de instituir no CC uma penalidade de "tentativa de ofensa".
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gigaview em 23 de Janeiro de 2014, 01:23:50

...meio como eu e o Gigaview de vez em quando discutimos inovações teóricas nas ciências espirituais e astrossociológicas.


Cabe destacar que você fugiu do debate como uma alma penada perseguida por orbs devoradores de ectoplasma.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: AlienígenA em 23 de Janeiro de 2014, 01:37:20
Nesse caso mal é algo com "humor"...

Eu ri.

Citar
Só coloquei que é equivalente (em lógica/oportunismo/(des)honestidade) culpar "privatização" e culpar "os nordestinos", no caso.

Por isso mesmo a graça. Mas confesso que às vezes tenho dificuldade de saber se foi acidental ou proposital. Pensei nisso (http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=16759.msg775724#msg775724).  :P
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 23 de Janeiro de 2014, 09:54:07

...meio como eu e o Gigaview de vez em quando discutimos inovações teóricas nas ciências espirituais e astrossociológicas.


Cabe destacar que você fugiu do debate como uma alma penada perseguida por orbs devoradores de ectoplasma.

Só se estiver falando de algo ocorrido em algum universo paralelo...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 23 de Janeiro de 2014, 10:16:22
Talvez um dos motivos de o Buck não ter denunciado, foi porque ele não se importou muito em ser chamado de BuckTroll. O Juca atirou mas errou e levou um cartão como se tivesse acertado. Ainda há tempo de justificar o cartão emitido, dando ao Juca nova oportunidade de acertar o Buck combinando criativamente nomes verdadeiramente ofensivos ou de instituir no CC uma penalidade de "tentativa de ofensa".

Seria algo como um Minority Report Cético?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 23 de Janeiro de 2014, 10:40:33
E o sistema penitenciário, hein?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Muad'Dib em 23 de Janeiro de 2014, 12:30:39
E o sistema penitenciário, hein?

A merda de sempre.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Skorpios em 23 de Janeiro de 2014, 13:10:08
E o sistema penitenciário, hein?
:biglol:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 23 de Janeiro de 2014, 13:19:22
E o sistema penitenciário, hein?

A merda de sempre.

Nem sempre foi merda. Por exemplo, o famoso parricida Damien, teve um fim bem rápido e exemplar:

Citar
[Damiens fora condenado, a 2 de março de 1757], a pedir perdão publicamente diante da poria principal da Igreja de Paris [aonde devia ser] levado e acompanhado numa carroça, nu, de camisola, carregando uma tocha de cera acesa de duas libras; [em seguida], na dita
carroça, na praça de Greve, e sobre um patíbulo que aí será erguido, atenazado nos mamilos, braços, coxas e barrigas das pernas, sua mão direita segurando a faca com que cometeu o dito parricídio, queimada com fogo de enxofre, e às partes em que será atenazado se aplicarão chumbo derretido, óleo fervente, piche em fogo, cera e enxofre derretidos conjuntamente, e a seguir seu corpo será puxado e desmembrado por quatro cavalos e seus membros e corpo consumidos ao fogo, reduzidos a cinzas, e suas cinzas lançadas ao vento.

Finalmente foi esquartejado [relata a Gazette d’Amsterdam]. Essa última operação foi muito longa, porque os cavalos utilizados não estavam afeitos à tração; de modo que, em vez de quatro, foi preciso colocar seis; e como isso não bastasse, foi necessário, para desmembrar as coxas do infeliz, cortar-lhe os nervo s e retalhar-lhe as juntas... Afirma-se que, embora ele sempre tivesse sido um grande praguejador, nenhuma blasfêmia lhe escapou dos lábios; apenas as dores excessivas faziam-no dar gritos horríveis, e muitas vezes repetia: “Meu Deus, tende piedade de mim; Jesus, socorrei-me”.

Os espectadores ficaram todos edificados com a solicitude do cura de Saint-Paul que, a despeito de sua idade avançada, não perdia nenhum momento para consolar o paciente.

[O comissário de polícia Bouton relata]: Acendeu-se o enxofre, mas o fogo era tão fraco que a pele das costas da mão mal e mal sofreu.  Depois, um executor, de mangas arregaçadas acima dos cotovelos, tomou umas tenazes de aço preparadas ad hoc, medindo cerca de um pé e meio de comprimento, atenazou-lhe primeiro a barriga da perna direita, depois a coxa, daí passando às duas partes da barriga do braço direito; em seguida os mamilos. Este executor, ainda que forte e robusto, teve grande dificuldade em arrancar os pedaços de carne que tirava em suas tenazes duas ou três vezes do mesmo lado ao torcer, e o que ele arrancava formava em cada parte uma chaga do tamanho de
um escudo de seis libras. Depois desses suplícios, Damiens, que gritava muito sem contudo blasfemar, levantava a cabeça e se olhava; o mesmo carrasco tirou com uma colher de ferro do caldeirão daquela droga fervente e derramou-a fartamente sobre cada ferida. Em seguida,
com cordas menores se ataram as cordas destinadas a atrelar os cavalos, sendo estes atrelados a seguir a cada membro ao longo das coxas
, das pernas e dos braços. O senhor Le Breton, escrivão, aproximou-se diversas vezes do paciente para lhe perguntar se tinha algo a dizer. Disse que não; nem é preciso dizer que ele gritava, com cada tortura, da forma como costumamos ver representados os condenados: “Perdão,
meu Deus! Perdão, Senhor”. Apesar de todos esses sofrimentos referidos acima, ele levantava de vez em quando a cabeça e se olhava com
destemor. As cordas tão apertadas pelos homens que puxavam as extremidades faziam-no sofrer dores inexprimíveis. O senhor Le Breton aproximou-se outra vez dele e perguntou-lhe se não queria dizer nada; disse que não. Achegaram-se vários confessores e lhe falaram demoradamente; beijava conformado o crucifixo que lhe apresentavam; estendia os lábios e dizia sempre: “Perdão, Senhor”.

Os cavalos deram uma arrancada, puxando cada qual um membro em linha reta, cada cavalo segurado por um carrasco. Um quarto de hora mais tarde, a mesma cerimônia, e enfim, após várias tentativas, foi necessário fazer os cavalos puxar da seguinte forma: os do braço direito à cabeça, os das coxas voltando para o lado dos braços, fazendo-lhe romper os braços nas juntas Esses arrancos foram repetidos várias vezes, sem resultado. Ele levantava a cabeça e se olhava. Foi necessário colocar dois cavalos, diante das atrelados às coxas, totalizando seis cavalos. Mas sem resultado algum.

Enfim o carrasco Samson foi dizer ao senhor Le Breton que não havia meio nem esperança de se conseguir e lhe disse que perguntas se às autoridades se desejavam que ele fosse coitado em pedaços. O senhor Le Breton, de volta da cidade, deu ordem que se fizessem novos esforços, o que foi feito; mas os cavalos empacaram e um dos atrelados às coxas caiu na laje. Tendo voltado os confessores , falaram-lhe outra vez. Dizia-lhes ele (ouvi-o falar). “Beijem-me. reverendos”. O senhor cura de Saint-Paul não teve coragem, mas o de Marsilly passou por baixo da corda do braço esquerdo e beijou-o na testa. Os carrascos se reuniram, e Damiens dizia-lhes que não blasfemassem, que cumprissem seu oficio, pois não lhes queria mal por isso; rogava-lhes que orassem a Deus por ele e recomendava ao cura de Saint-Paul que rezasse por e
le na primeira missa. Depois de duas ou três tentativas, o carrasco Samson e o que lhe havia atenazado tiraram cada qual do bolso uma faca e lhe cortaram as coxas na junção com o tronco do corpo; os quatro cavalos, colocando toda força, levaram-lhe as duas coxas de arrasto, isto
é: a do lado direito por primeiro, e depois a outra ; a seguir fizeram o mesmo com os braços, com as espáduas e axilas e as quatro partes ; foi preciso cortar as carnes até quase aos ossos; os cavalos, puxando com toda força , arrebataram-lhe o braço direito primeiro e depois o outro.
Uma vez retiradas essas quatro partes, desceram os confessores para lhe falar, mas o carrasco informou-lhes que ele estava morto, embo
ra, na verdade, eu visse que o homem se agitava, mexendo o maxilar inferior como se falasse. Um dos carrascos chegou mesmo a dizer pouco depois que, assim que eles levantaram o tronco para o lançar na fogueira, ele ainda estava vivo. Os quatro membros, uma vez soltos das cordas dos cavalos, foram lançados numa fogueira preparada no local sito em linha reta do patíbulo, depois o tronco e o resto foram cobertos de achas e gravetos de lenha, e se pôs fogo à palha ajuntada a essa lenha. ...Em cumprimento da sentença, tudo foi reduzido a cinzas. O último pedaço encontrado nas brasas só acabou de se consumir às dez e meia da noite. Os pedaços de carne e o tronco permaneceram cerca de quatro horas ardendo. Os oficiais, entre os quais me encontrava eu e meu filho, com alguns arqueiros formados em destacamento, permanecemos no local até mais ou menos onze horas.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Fabrício em 23 de Janeiro de 2014, 13:56:30

Citar
[Damiens fora condenado, a 2 de março de 1757], a pedir perdão publicamente diante da poria principal da Igreja de Paris [aonde devia ser] levado e acompanhado numa carroça, nu, de camisola, carregando uma tocha de cera acesa de duas libras; [em seguida], na dita
carroça, na praça de Greve, e sobre um patíbulo que aí será erguido, atenazado nos mamilos, braços, coxas e barrigas das pernas, sua mão direita segurando a faca com que cometeu o dito parricídio, queimada com fogo de enxofre, e às partes em que será atenazado se aplicarão chumbo derretido, óleo fervente, piche em fogo, cera e enxofre derretidos conjuntamente, e a seguir seu corpo será puxado e desmembrado por quatro cavalos e seus membros e corpo consumidos ao fogo, reduzidos a cinzas, e suas cinzas lançadas ao vento.

Finalmente foi esquartejado [relata a Gazette d’Amsterdam]. Essa última operação foi muito longa, porque os cavalos utilizados não estavam afeitos à tração; de modo que, em vez de quatro, foi preciso colocar seis; e como isso não bastasse, foi necessário, para desmembrar as coxas do infeliz, cortar-lhe os nervo s e retalhar-lhe as juntas... Afirma-se que, embora ele sempre tivesse sido um grande praguejador, nenhuma blasfêmia lhe escapou dos lábios; apenas as dores excessivas faziam-no dar gritos horríveis, e muitas vezes repetia: “Meu Deus, tende piedade de mim; Jesus, socorrei-me”.

Os espectadores ficaram todos edificados com a solicitude do cura de Saint-Paul que, a despeito de sua idade avançada, não perdia nenhum momento para consolar o paciente.

[O comissário de polícia Bouton relata]: Acendeu-se o enxofre, mas o fogo era tão fraco que a pele das costas da mão mal e mal sofreu.  Depois, um executor, de mangas arregaçadas acima dos cotovelos, tomou umas tenazes de aço preparadas ad hoc, medindo cerca de um pé e meio de comprimento, atenazou-lhe primeiro a barriga da perna direita, depois a coxa, daí passando às duas partes da barriga do braço direito; em seguida os mamilos. Este executor, ainda que forte e robusto, teve grande dificuldade em arrancar os pedaços de carne que tirava em suas tenazes duas ou três vezes do mesmo lado ao torcer, e o que ele arrancava formava em cada parte uma chaga do tamanho de
um escudo de seis libras. Depois desses suplícios, Damiens, que gritava muito sem contudo blasfemar, levantava a cabeça e se olhava; o mesmo carrasco tirou com uma colher de ferro do caldeirão daquela droga fervente e derramou-a fartamente sobre cada ferida. Em seguida,
com cordas menores se ataram as cordas destinadas a atrelar os cavalos, sendo estes atrelados a seguir a cada membro ao longo das coxas
, das pernas e dos braços. O senhor Le Breton, escrivão, aproximou-se diversas vezes do paciente para lhe perguntar se tinha algo a dizer. Disse que não; nem é preciso dizer que ele gritava, com cada tortura, da forma como costumamos ver representados os condenados: “Perdão,
meu Deus! Perdão, Senhor”. Apesar de todos esses sofrimentos referidos acima, ele levantava de vez em quando a cabeça e se olhava com
destemor. As cordas tão apertadas pelos homens que puxavam as extremidades faziam-no sofrer dores inexprimíveis. O senhor Le Breton aproximou-se outra vez dele e perguntou-lhe se não queria dizer nada; disse que não. Achegaram-se vários confessores e lhe falaram demoradamente; beijava conformado o crucifixo que lhe apresentavam; estendia os lábios e dizia sempre: “Perdão, Senhor”.

Os cavalos deram uma arrancada, puxando cada qual um membro em linha reta, cada cavalo segurado por um carrasco. Um quarto de hora mais tarde, a mesma cerimônia, e enfim, após várias tentativas, foi necessário fazer os cavalos puxar da seguinte forma: os do braço direito à cabeça, os das coxas voltando para o lado dos braços, fazendo-lhe romper os braços nas juntas Esses arrancos foram repetidos várias vezes, sem resultado. Ele levantava a cabeça e se olhava. Foi necessário colocar dois cavalos, diante das atrelados às coxas, totalizando seis cavalos. Mas sem resultado algum.

Enfim o carrasco Samson foi dizer ao senhor Le Breton que não havia meio nem esperança de se conseguir e lhe disse que perguntas se às autoridades se desejavam que ele fosse coitado em pedaços. O senhor Le Breton, de volta da cidade, deu ordem que se fizessem novos esforços, o que foi feito; mas os cavalos empacaram e um dos atrelados às coxas caiu na laje. Tendo voltado os confessores , falaram-lhe outra vez. Dizia-lhes ele (ouvi-o falar). “Beijem-me. reverendos”. O senhor cura de Saint-Paul não teve coragem, mas o de Marsilly passou por baixo da corda do braço esquerdo e beijou-o na testa. Os carrascos se reuniram, e Damiens dizia-lhes que não blasfemassem, que cumprissem seu oficio, pois não lhes queria mal por isso; rogava-lhes que orassem a Deus por ele e recomendava ao cura de Saint-Paul que rezasse por e
le na primeira missa. Depois de duas ou três tentativas, o carrasco Samson e o que lhe havia atenazado tiraram cada qual do bolso uma faca e lhe cortaram as coxas na junção com o tronco do corpo; os quatro cavalos, colocando toda força, levaram-lhe as duas coxas de arrasto, isto
é: a do lado direito por primeiro, e depois a outra ; a seguir fizeram o mesmo com os braços, com as espáduas e axilas e as quatro partes ; foi preciso cortar as carnes até quase aos ossos; os cavalos, puxando com toda força , arrebataram-lhe o braço direito primeiro e depois o outro.
Uma vez retiradas essas quatro partes, desceram os confessores para lhe falar, mas o carrasco informou-lhes que ele estava morto, embo
ra, na verdade, eu visse que o homem se agitava, mexendo o maxilar inferior como se falasse. Um dos carrascos chegou mesmo a dizer pouco depois que, assim que eles levantaram o tronco para o lançar na fogueira, ele ainda estava vivo. Os quatro membros, uma vez soltos das cordas dos cavalos, foram lançados numa fogueira preparada no local sito em linha reta do patíbulo, depois o tronco e o resto foram cobertos de achas e gravetos de lenha, e se pôs fogo à palha ajuntada a essa lenha. ...Em cumprimento da sentença, tudo foi reduzido a cinzas. O último pedaço encontrado nas brasas só acabou de se consumir às dez e meia da noite. Os pedaços de carne e o tronco permaneceram cerca de quatro horas ardendo. Os oficiais, entre os quais me encontrava eu e meu filho, com alguns arqueiros formados em destacamento, permanecemos no local até mais ou menos onze horas.

Se acontecer uns 4 casos destes em uma manhã nos presídios do Maranhão considera-se que foi um dia tranquilo.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 23 de Janeiro de 2014, 14:06:47

Citar
[Damiens fora condenado, a 2 de março de 1757], a pedir perdão publicamente diante da poria principal da Igreja de Paris [aonde devia ser] levado e acompanhado numa carroça, nu, de camisola, carregando uma tocha de cera acesa de duas libras; [em seguida], na dita
carroça, na praça de Greve, e sobre um patíbulo que aí será erguido, atenazado nos mamilos, braços, coxas e barrigas das pernas, sua mão direita segurando a faca com que cometeu o dito parricídio, queimada com fogo de enxofre, e às partes em que será atenazado se aplicarão chumbo derretido, óleo fervente, piche em fogo, cera e enxofre derretidos conjuntamente, e a seguir seu corpo será puxado e desmembrado por quatro cavalos e seus membros e corpo consumidos ao fogo, reduzidos a cinzas, e suas cinzas lançadas ao vento.

Finalmente foi esquartejado [relata a Gazette d’Amsterdam]. Essa última operação foi muito longa, porque os cavalos utilizados não estavam afeitos à tração; de modo que, em vez de quatro, foi preciso colocar seis; e como isso não bastasse, foi necessário, para desmembrar as coxas do infeliz, cortar-lhe os nervo s e retalhar-lhe as juntas... Afirma-se que, embora ele sempre tivesse sido um grande praguejador, nenhuma blasfêmia lhe escapou dos lábios; apenas as dores excessivas faziam-no dar gritos horríveis, e muitas vezes repetia: “Meu Deus, tende piedade de mim; Jesus, socorrei-me”.

Os espectadores ficaram todos edificados com a solicitude do cura de Saint-Paul que, a despeito de sua idade avançada, não perdia nenhum momento para consolar o paciente.

[O comissário de polícia Bouton relata]: Acendeu-se o enxofre, mas o fogo era tão fraco que a pele das costas da mão mal e mal sofreu.  Depois, um executor, de mangas arregaçadas acima dos cotovelos, tomou umas tenazes de aço preparadas ad hoc, medindo cerca de um pé e meio de comprimento, atenazou-lhe primeiro a barriga da perna direita, depois a coxa, daí passando às duas partes da barriga do braço direito; em seguida os mamilos. Este executor, ainda que forte e robusto, teve grande dificuldade em arrancar os pedaços de carne que tirava em suas tenazes duas ou três vezes do mesmo lado ao torcer, e o que ele arrancava formava em cada parte uma chaga do tamanho de
um escudo de seis libras. Depois desses suplícios, Damiens, que gritava muito sem contudo blasfemar, levantava a cabeça e se olhava; o mesmo carrasco tirou com uma colher de ferro do caldeirão daquela droga fervente e derramou-a fartamente sobre cada ferida. Em seguida,
com cordas menores se ataram as cordas destinadas a atrelar os cavalos, sendo estes atrelados a seguir a cada membro ao longo das coxas
, das pernas e dos braços. O senhor Le Breton, escrivão, aproximou-se diversas vezes do paciente para lhe perguntar se tinha algo a dizer. Disse que não; nem é preciso dizer que ele gritava, com cada tortura, da forma como costumamos ver representados os condenados: “Perdão,
meu Deus! Perdão, Senhor”. Apesar de todos esses sofrimentos referidos acima, ele levantava de vez em quando a cabeça e se olhava com
destemor. As cordas tão apertadas pelos homens que puxavam as extremidades faziam-no sofrer dores inexprimíveis. O senhor Le Breton aproximou-se outra vez dele e perguntou-lhe se não queria dizer nada; disse que não. Achegaram-se vários confessores e lhe falaram demoradamente; beijava conformado o crucifixo que lhe apresentavam; estendia os lábios e dizia sempre: “Perdão, Senhor”.

Os cavalos deram uma arrancada, puxando cada qual um membro em linha reta, cada cavalo segurado por um carrasco. Um quarto de hora mais tarde, a mesma cerimônia, e enfim, após várias tentativas, foi necessário fazer os cavalos puxar da seguinte forma: os do braço direito à cabeça, os das coxas voltando para o lado dos braços, fazendo-lhe romper os braços nas juntas Esses arrancos foram repetidos várias vezes, sem resultado. Ele levantava a cabeça e se olhava. Foi necessário colocar dois cavalos, diante das atrelados às coxas, totalizando seis cavalos. Mas sem resultado algum.

Enfim o carrasco Samson foi dizer ao senhor Le Breton que não havia meio nem esperança de se conseguir e lhe disse que perguntas se às autoridades se desejavam que ele fosse coitado em pedaços. O senhor Le Breton, de volta da cidade, deu ordem que se fizessem novos esforços, o que foi feito; mas os cavalos empacaram e um dos atrelados às coxas caiu na laje. Tendo voltado os confessores , falaram-lhe outra vez. Dizia-lhes ele (ouvi-o falar). “Beijem-me. reverendos”. O senhor cura de Saint-Paul não teve coragem, mas o de Marsilly passou por baixo da corda do braço esquerdo e beijou-o na testa. Os carrascos se reuniram, e Damiens dizia-lhes que não blasfemassem, que cumprissem seu oficio, pois não lhes queria mal por isso; rogava-lhes que orassem a Deus por ele e recomendava ao cura de Saint-Paul que rezasse por e
le na primeira missa. Depois de duas ou três tentativas, o carrasco Samson e o que lhe havia atenazado tiraram cada qual do bolso uma faca e lhe cortaram as coxas na junção com o tronco do corpo; os quatro cavalos, colocando toda força, levaram-lhe as duas coxas de arrasto, isto
é: a do lado direito por primeiro, e depois a outra ; a seguir fizeram o mesmo com os braços, com as espáduas e axilas e as quatro partes ; foi preciso cortar as carnes até quase aos ossos; os cavalos, puxando com toda força , arrebataram-lhe o braço direito primeiro e depois o outro.
Uma vez retiradas essas quatro partes, desceram os confessores para lhe falar, mas o carrasco informou-lhes que ele estava morto, embo
ra, na verdade, eu visse que o homem se agitava, mexendo o maxilar inferior como se falasse. Um dos carrascos chegou mesmo a dizer pouco depois que, assim que eles levantaram o tronco para o lançar na fogueira, ele ainda estava vivo. Os quatro membros, uma vez soltos das cordas dos cavalos, foram lançados numa fogueira preparada no local sito em linha reta do patíbulo, depois o tronco e o resto foram cobertos de achas e gravetos de lenha, e se pôs fogo à palha ajuntada a essa lenha. ...Em cumprimento da sentença, tudo foi reduzido a cinzas. O último pedaço encontrado nas brasas só acabou de se consumir às dez e meia da noite. Os pedaços de carne e o tronco permaneceram cerca de quatro horas ardendo. Os oficiais, entre os quais me encontrava eu e meu filho, com alguns arqueiros formados em destacamento, permanecemos no local até mais ou menos onze horas.

Se acontecer uns 4 casos destes em uma manhã nos presídios do Maranhão considera-se que foi um dia tranquilo.

Eu li esse livro há uns 5 anos pra minha monografia e até hoje eu ainda fico meio enjoado quando releio. :lol:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 23 de Janeiro de 2014, 14:19:52
Hoje em dia o parricida é internado em um spa onde tem acompanhamento psicológico.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _tiago em 23 de Janeiro de 2014, 21:28:21
O Champinha está escondido por aí, em algum hospital psiquiátrico.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 18 de Março de 2014, 18:14:55
https://www.youtube.com/v/1b3qRs-EMpA
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gigaview em 18 de Março de 2014, 18:45:46
O conceito de "Gladiator School" está totalmente equivocado. Deveriam adotar o sistema brasileiro de "Business School". Aqui a penitenciária forma bandidos com graduação, mestrado, doutorado e pós-doutorado e bandido que não tenha tido uma passagem pela penitenciária nem é considerado um "mano de responsa" pela comunidade bandida. Ao contrário do americano, o sistema brasileiro já nasceu orientado para a maximização dos lucros, inclusive, mesmo antes da internet já praticava a gerência virtual, comandando ações externas de imensas quadrilhas numa sofisticada rede de serviços terceirizados. Os americanos ainda têm muito que aprender, pois o nosso sistema público já é privado há muito tempo.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Lakatos em 17 de Maio de 2016, 10:27:29
Prende primeiro, pergunta depois: 41% dos presos no Brasil são provisórios

(http://imguol.com/c/noticias/2015/02/04/francisco-teve-sua-tatuagem-confundida-com-a-de-sequestrador-e-passou-dois-meses-preso-1423063443444_615x300.jpg)
Francisco teve sua tatuagem confundida com a de sequestrador e passou dois meses preso

Francisco* estava no sofá assistindo televisão e aproveitando seu primeiro dia de férias quando a polícia quebrou o portão e invadiu sua casa gritando, com armas em punho. Apesar de não saber do que se tratava, o coletor de lixo não reagiu nem para dizer que era trabalhador de carteira assinada.

Por experiência anterior (ele já havia passado seis meses em um Centro de Detenção Provisória e depois inocentado), sabia que seria pior tentar argumentar naquele momento. A filha de 15 anos estava no banho, a mulher e a filha mais nova, de cinco anos, não estavam na casa, localizada no litoral sul de São Paulo.

Foi levado algemado para a delegacia do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), na capital. Só então ficou sabendo que a vítima de um sequestro, um homem que pagara R$ 400 mil de resgate, havia supostamente reconhecido sua tatuagem em um álbum de pessoas com passagem pelo sistema carcerário, apresentado pela polícia.

A vítima teria dito que o sequestrador tinha uma tatuagem no braço, e escolhido Francisco no álbum com fotos de ex-detentos que batiam com a descrição de tipo físico e da tatuagem mostrada pela polícia. Mesmo com provas e testemunhas de que estava trabalhando nos dias em que a vítima afirmou ter ficado 24 horas sob olhares do algoz, em outra cidade, Francisco ficou preso por dois meses no Centro de Detenção Provisória de Pinheiros, em São Paulo, em uma cela "pequenininha assim", com mais de 50 pessoas, "às vezes mais, às vezes menos", esperando que o delegado chamasse a vítima para um novo reconhecimento.

"O delegado dizia que não estava encontrando o homem" conta a mulher de Francisco, que acabou ela mesma descobrindo o endereço e passando ao delegado. "Só aí que ele ficou sem graça e chamou pra reconhecer" lembra a mulher. Durante os dois meses em que esteve no CDP, Francisco não viu as filhas, porque não queria que as meninas passassem pela humilhação da revista vexatória. O que mais o marcou foram as revistas com cães dentro das celas, quando eram obrigados a se despir e se encolher "com os cães fungando no cangote".

Quando saiu, perdeu o emprego. "Me disseram que foi porque a empresa foi vendida e tiveram que demitir algumas pessoas", explica. Diz que a filha pequena chora quando vê passar um carro de polícia na rua –tem medo que levem o pai mais uma vez. Sua mulher tem trabalhado dobrado pra sustentar a casa enquanto ele procura outro serviço. Mas, com seu nome ainda não liberado do processo, "tá bem difícil".

O caso de Francisco dá feição humana aos números escandalosos do encarceramento provisório no Brasil, denunciados por vários órgãos de defesa de direitos humanos e, mais recentemente, pelo Relatório Mundial 2015, da Human Rights Watch, publicado em janeiro, que analisa anualmente avanços e retrocessos na proteção dos direitos humanos em mais de 90 países.

Sobre o Brasil, destaca esse gargalo do sistema penitenciário entre denúncias de tortura, tratamento cruel, desumano ou degradante e falta de infraestrutura dos presídios. Em setembro de 2014, o Grupo de Trabalho da ONU sobre Prisão Arbitrária também apresentou um relatório apontando a superlotação endêmica, o acesso à Justiça severamente deficiente e o encarceramento como regra e não exceção, mesmo em casos de delitos leves e sem violência.

O "Mapa das Prisões" da organização de direitos humanos Conectas mostra um crescimento de 317,9% na taxa de encarceramento (número de presos por cada grupo de 100 mil habitantes) do país entre 1992 e 2013, passando de 74 para 300,96, enquanto a Rússia, por exemplo, registrou redução de cerca de 4% no mesmo período.

Segundo os últimos dados disponibilizados pelo InfoPen do Ministério da Justiça de junho de 2013, o Brasil contava com mais de 581 mil pessoas privadas de liberdade, 41% delas em prisão provisória. É a quarta maior população carcerária do mundo, atrás apenas de Estados Unidos, China e Rússia. O déficit de vagas supera 230 mil.

No Estado do Amazonas, mais de 70% dos encarcerados são presos provisórios e, em São Paulo, 36% do total, segundo os últimos dados do Ministério da Justiça. Mas, de acordo com Bruno Shimizu, defensor público do Núcleo de Situação Carcerária de São Paulo, o número de provisórios é ainda maior, já que esta conta diz respeito apenas aos presos sem julgamento, não incluindo os que não tiveram ainda o processo concluído: "Os dados apontados pelo Depen não mostram um número real, porque quando a pessoa tem uma sentença de 1o grau, ela continua sendo inocente até o fim do processo".

Uma pesquisa feita em parceria entre Depen (Departamento Penitenciário Nacional) e Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) apontou que, em 37,2% dos casos em que há aplicação de prisão provisória, os réus não são condenados à prisão ao final do processo ou recebem penas menores que seu período de encarceramento inicial.

Pela ordem pública

"O Brasil é conhecido internacionalmente como um país que extrapola qualquer limite no número de prisões preventivas. É uma prisão que, pela Constituição, é excepcionalíssima, e na prática ela é a regra. No fim das contas, serve como uma forma antecipada de pena e como forma de contenção social mesmo", diz o defensor público coordenador do Núcleo de Situação Carcerária, Patrick Cacicedo.

Ele explica que a prisão preventiva ou cautelar, segundo a lei, serve para garantir o andamento regular do processo. "Pela lei e pela nossa Constituição, que diz que 'ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória', ela só deve ser utilizada quando se tiver elementos concretos que mostrem que aquela pessoa vai atrapalhar o andamento do processo de alguma maneira, fugir, em casos de crimes contra a ordem econômica do país ou para a garantia da ordem pública. E é aí que se prende mais. Porque ninguém sabe o que é 'ordem pública'. É um termo vago. Quando não se tem um motivo concreto –e quase nunca tem–, ela faz valer a grande maioria das prisões preventivas", explica.

Muitas vezes, como mostra a pesquisa Tecer Justiça – Presas e presos provisórios da cidade de São Paulo, feita pelo ITTC (Instituto Terra, Trabalho e Cidadania) e Pastoral Carcerária, o primeiro contato entre o defensor e o acusado coincide com a realização da audiência de instrução, debates e julgamento, que pode vir a acontecer meses após a prisão.

*Os nomes foram trocados para preservar a identidade dos entrevistados



http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2015/02/05/prende-primeiro-pergunta-depois-41-dos-presos-no-brasil-sao-provisorios.htm

Links sobre os dados no texto original.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 02 de Junho de 2016, 08:02:12
o sistema não esta falido por prender temporariamente alguns inocentes e sim por manter soltos muitos culpados que dificilmente cumprem suas penas integralmente, muito pelo contrario são soltos o mais rápido  possível e pelo que me lembro normalmente os "inocentes" presos normalmente são de ex detentos "regenerados".
a verdade é que a maioria dos presos estão livres para continuar aterrorizando pagadores de impostos e para isso não é necessário nenhum estudo , basta observar que a maioria capturada são de  reincidentes com extensas capivaras, se encontram livres por indultos, semi abertos , condicional , resumindo ha mais bandido soltos do que presos é isso que justifica o alto índice de criminalidade.
ja vi uma latrocida afirmar quando menor infratora , toda vez que cometia um crime o delegado perguntava se era de menor então dava um lanche para ela e mandava embora isso a incentivou a continuar no crime, só depois da maior idade e cometer alguns assassinatos o poder publico resolveu mante-la presa.
moral da história, no Brasil  para ficar preso tem que matar no minimo duas pessoas. :vergonha:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 02 de Junho de 2016, 18:01:11
Não, não são soltos "o mais rápido possível", muitos ficam presos mesmo depois de cumprir a pena. Você está só inventando coisas.

http://www.plox.com.br/caderno/pol%C3%ADcia/no-brasil-mesmo-ap%C3%B3s-cumprir-pena-33-dos-presos-continuam-na-cadeia

Até UM TERÇO dos que já cumpriram a pena continuam presos.

A duração das penas é de acordo com a gravidade dos crimes e antecedentes, com preferência a penas mais severas, mais duras, em vez de penas alternativas, que possivelmente seriam melhores na redução da criminalidade, enquanto penas mais duras tendem até a agravar, ao mesmo tempo em que custa mais caro em dinheiro também, o regime prisional em si. Paga-se mais caro para se ferrar mais a sociedade e o estado. Brazil-zil-zil-zil!

http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2013-10-03/falta-de-controle-desestimula-juizes-e-inibe-aplicacao-de-penas-alternativas.html
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Lakatos em 02 de Junho de 2016, 21:02:18
"Não é necessário nenhum estudo" = "Eu presumo minha própria onisciência apesar de as evidências apontarem o contrário"
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 03 de Junho de 2016, 13:01:14
"Não é necessário nenhum estudo" = "Eu presumo minha própria onisciência apesar de as evidências apontarem o contrário"
sabe nada inocente, minha onisciência foi confirmada quando tive uma arma apontada para minha cara, pseudos socialistas deveriam ir pregar uma sociedade mais humana la onde a bala come solta, tente convencer bandidos a trabalharem se conseguir sucesso volte aqui para dar  depoimento do seu desenvolvimento humanista pratico.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 03 de Junho de 2016, 14:06:40
Não, não são soltos "o mais rápido possível", muitos ficam presos mesmo depois de cumprir a pena. Você está só inventando coisas.

http://www.plox.com.br/caderno/pol%C3%ADcia/no-brasil-mesmo-ap%C3%B3s-cumprir-pena-33-dos-presos-continuam-na-cadeia

Até UM TERÇO dos que já cumpriram a pena continuam presos.

A duração das penas é de acordo com a gravidade dos crimes e antecedentes, com preferência a penas mais severas, mais duras, em vez de penas alternativas, que possivelmente seriam melhores na redução da criminalidade, enquanto penas mais duras tendem até a agravar, ao mesmo tempo em que custa mais caro em dinheiro também, o regime prisional em si. Paga-se mais caro para se ferrar mais a sociedade e o estado. Brazil-zil-zil-zil!

http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2013-10-03/falta-de-controle-desestimula-juizes-e-inibe-aplicacao-de-penas-alternativas.html
eu acho que de tanto pesquisar a sociedade de outros paises, voce começa a querer acreditar na existência de um Brasil melhor  :hihi:
vocês devem ter razão a grande maioria de preso são de inocentes inofensivos que foram presos injustamente, deveriam serem soltos e ressarcidas pelo estado.
neste caso o governo poderia economizar muito ao invés gastar 2300,00 por mês deveria aposentar bandidos com rendimentos de 1300,00 sob a promessa de que nunca mais voltarão a reincidir, o problema desse raciocínio é que muitas pessoas que trabalham duro para ganhar esses 1300,00 passaram achar que o crime no brasil realmente compensa, ja que até juiz corrupto se aposenta integralmente .
A justiça no brasil é uma piada, por isso é comum ver  brasileiros presos em outros paises chorarem para serem julgados pela justiça brasileira, pois sabem que aqui  poucos ficam presos.condena-se a a mais de 100 anos ja sabendo que teoricamente só sera cumprido 30 anos de pena maxima, que na pratica a grande maioria dos assassinos não ficam em regime fechado nem 6 anos.
tudo é motivo para reduzir penas e  soltar presos:
réu primário
endereço fixo
crime passional
adquirir religião dentro da cadeia
bom comportamento
regime semi aberto
prisão domiciliar
liberdade condicional

se nada disso conseguir liberar vagas então milhares de indultos transformam presos em "fugitivos" livres para continuar barbarizando, presta atenção que a maioria dos bandidos capturados são de reincidentes do mesmo tipo de crime roubo, assassinos, estupros, ou seja o cara é mais um dos agraciados pelo sistema "prende e solta".
E nós crentes rezando toda noite para Deus proteger nossas famílias e  amenizar um pouco essa situação de predadores soltos.
Quanto ao custo prisionais a questão é simples a grande maioria dos presos são de parasitas anti sociais que se recusam a terem que trabalhar , por isso mesmo não aceitam regras, logo o governo não pode obrigar o cidadão de bem cumpridor de leis sociais a ter que trabalharem para sustentar seus próprios predadores, isso é imoral!
Somos uma nação atrofiada por sermos obrigados a carregar peso pior que inutil ,"nocivo"  na costas, o barco brasil ta afundando cada vez mais é justo jogar coisa imprestáveis na agua para que a uteis possam se salvar.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 03 de Junho de 2016, 14:15:07
as penas no brasil variam de acordo com as vagas disponíveis nos presídios, ha um super deficit, ta tão difícil arrumar uma vaga em presídios que logo o governo estará abrindo concursos para poder ser preso, mas o problema dos concurso é que dificilmente os candidatos aprovados com méritos serão chamados.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: JJ em 04 de Junho de 2016, 06:10:05
E o sistema penitenciário, hein?

A merda de sempre.

Nem sempre foi merda. Por exemplo, o famoso parricida Damien, teve um fim bem rápido e exemplar:

Citar
[Damiens fora condenado, a 2 de março de 1757], a pedir perdão publicamente diante da poria principal da Igreja de Paris [aonde devia ser] levado e acompanhado numa carroça, nu, de camisola, carregando uma tocha de cera acesa de duas libras; [em seguida], na dita
carroça, na praça de Greve, e sobre um patíbulo que aí será erguido, atenazado nos mamilos, braços, coxas e barrigas das pernas, sua mão direita segurando a faca com que cometeu o dito parricídio, queimada com fogo de enxofre, e às partes em que será atenazado se aplicarão chumbo derretido, óleo fervente, piche em fogo, cera e enxofre derretidos conjuntamente, e a seguir seu corpo será puxado e desmembrado por quatro cavalos e seus membros e corpo consumidos ao fogo, reduzidos a cinzas, e suas cinzas lançadas ao vento.

Finalmente foi esquartejado [relata a Gazette d’Amsterdam]. Essa última operação foi muito longa, porque os cavalos utilizados não estavam afeitos à tração; de modo que, em vez de quatro, foi preciso colocar seis; e como isso não bastasse, foi necessário, para desmembrar as coxas do infeliz, cortar-lhe os nervo s e retalhar-lhe as juntas... Afirma-se que, embora ele sempre tivesse sido um grande praguejador, nenhuma blasfêmia lhe escapou dos lábios; apenas as dores excessivas faziam-no dar gritos horríveis, e muitas vezes repetia: “Meu Deus, tende piedade de mim; Jesus, socorrei-me”.

Os espectadores ficaram todos edificados com a solicitude do cura de Saint-Paul que, a despeito de sua idade avançada, não perdia nenhum momento para consolar o paciente.

[O comissário de polícia Bouton relata]: Acendeu-se o enxofre, mas o fogo era tão fraco que a pele das costas da mão mal e mal sofreu.  Depois, um executor, de mangas arregaçadas acima dos cotovelos, tomou umas tenazes de aço preparadas ad hoc, medindo cerca de um pé e meio de comprimento, atenazou-lhe primeiro a barriga da perna direita, depois a coxa, daí passando às duas partes da barriga do braço direito; em seguida os mamilos. Este executor, ainda que forte e robusto, teve grande dificuldade em arrancar os pedaços de carne que tirava em suas tenazes duas ou três vezes do mesmo lado ao torcer, e o que ele arrancava formava em cada parte uma chaga do tamanho de
um escudo de seis libras. Depois desses suplícios, Damiens, que gritava muito sem contudo blasfemar, levantava a cabeça e se olhava; o mesmo carrasco tirou com uma colher de ferro do caldeirão daquela droga fervente e derramou-a fartamente sobre cada ferida. Em seguida,
com cordas menores se ataram as cordas destinadas a atrelar os cavalos, sendo estes atrelados a seguir a cada membro ao longo das coxas
, das pernas e dos braços. O senhor Le Breton, escrivão, aproximou-se diversas vezes do paciente para lhe perguntar se tinha algo a dizer. Disse que não; nem é preciso dizer que ele gritava, com cada tortura, da forma como costumamos ver representados os condenados: “Perdão,
meu Deus! Perdão, Senhor”. Apesar de todos esses sofrimentos referidos acima, ele levantava de vez em quando a cabeça e se olhava com
destemor. As cordas tão apertadas pelos homens que puxavam as extremidades faziam-no sofrer dores inexprimíveis. O senhor Le Breton aproximou-se outra vez dele e perguntou-lhe se não queria dizer nada; disse que não. Achegaram-se vários confessores e lhe falaram demoradamente; beijava conformado o crucifixo que lhe apresentavam; estendia os lábios e dizia sempre: “Perdão, Senhor”.

Os cavalos deram uma arrancada, puxando cada qual um membro em linha reta, cada cavalo segurado por um carrasco. Um quarto de hora mais tarde, a mesma cerimônia, e enfim, após várias tentativas, foi necessário fazer os cavalos puxar da seguinte forma: os do braço direito à cabeça, os das coxas voltando para o lado dos braços, fazendo-lhe romper os braços nas juntas Esses arrancos foram repetidos várias vezes, sem resultado. Ele levantava a cabeça e se olhava. Foi necessário colocar dois cavalos, diante das atrelados às coxas, totalizando seis cavalos. Mas sem resultado algum.

Enfim o carrasco Samson foi dizer ao senhor Le Breton que não havia meio nem esperança de se conseguir e lhe disse que perguntas se às autoridades se desejavam que ele fosse coitado em pedaços. O senhor Le Breton, de volta da cidade, deu ordem que se fizessem novos esforços, o que foi feito; mas os cavalos empacaram e um dos atrelados às coxas caiu na laje. Tendo voltado os confessores , falaram-lhe outra vez. Dizia-lhes ele (ouvi-o falar). “Beijem-me. reverendos”. O senhor cura de Saint-Paul não teve coragem, mas o de Marsilly passou por baixo da corda do braço esquerdo e beijou-o na testa. Os carrascos se reuniram, e Damiens dizia-lhes que não blasfemassem, que cumprissem seu oficio, pois não lhes queria mal por isso; rogava-lhes que orassem a Deus por ele e recomendava ao cura de Saint-Paul que rezasse por e
le na primeira missa. Depois de duas ou três tentativas, o carrasco Samson e o que lhe havia atenazado tiraram cada qual do bolso uma faca e lhe cortaram as coxas na junção com o tronco do corpo; os quatro cavalos, colocando toda força, levaram-lhe as duas coxas de arrasto, isto
é: a do lado direito por primeiro, e depois a outra ; a seguir fizeram o mesmo com os braços, com as espáduas e axilas e as quatro partes ; foi preciso cortar as carnes até quase aos ossos; os cavalos, puxando com toda força , arrebataram-lhe o braço direito primeiro e depois o outro.
Uma vez retiradas essas quatro partes, desceram os confessores para lhe falar, mas o carrasco informou-lhes que ele estava morto, embo
ra, na verdade, eu visse que o homem se agitava, mexendo o maxilar inferior como se falasse. Um dos carrascos chegou mesmo a dizer pouco depois que, assim que eles levantaram o tronco para o lançar na fogueira, ele ainda estava vivo. Os quatro membros, uma vez soltos das cordas dos cavalos, foram lançados numa fogueira preparada no local sito em linha reta do patíbulo, depois o tronco e o resto foram cobertos de achas e gravetos de lenha, e se pôs fogo à palha ajuntada a essa lenha. ...Em cumprimento da sentença, tudo foi reduzido a cinzas. O último pedaço encontrado nas brasas só acabou de se consumir às dez e meia da noite. Os pedaços de carne e o tronco permaneceram cerca de quatro horas ardendo. Os oficiais, entre os quais me encontrava eu e meu filho, com alguns arqueiros formados em destacamento, permanecemos no local até mais ou menos onze horas.



Brutalidade nível 1000.  E os que participaram desse  show de brutalidade não deviam ser melhores do que o apenado. E o pior é que ainda  tem muita gente que acha que tortura e penas cruéis são coisas que deveriam existir como penalidades atuais.  Realmente parece que a civilidade é apenas uma casca,   se  houvesse uma grande calamidade/catástrofe que destruísse as instituições do atual estado de direito que temos nas nações mais avançadas (ou até mesmo no Brasil), certamente que teríamos um retorno a barbárie, e haveria muita gente apoiando tais penas brutais.

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 04 de Junho de 2016, 08:46:58
mais brutal do que alguem entrar na sua casa abusar os seus entes queridos, roubar seus bens adquiridos com muito suor e tirar sua vida sem direito a defesa?
Não trata-se de punição nem vingança, apenas a necessária razão de retirarmos da sociedade os elementos que não desejam ganhar a vida honestamente.
O trabalho é o preço que pagamos para termos  direito a vida em liberdade, temos  como obrigação  sustentarmos animais que colocamos em cativeiro, ja que tiramos deles a possibilidade de trabalharem livre na busca pelo alimento,mas porque deveríamos  ser obrigados a trabalhar para sustentar nossos predadores quando eles podem também optar pelo sustento digno ?
Falta de caráter é  mais doença do querer ser, do que algo que vem de fora  .
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 04 de Junho de 2016, 10:36:19
Que discurso tão anticristão, Criaturo? estranho para quem vive citando Jesus e sua moral...  :nao3:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 04 de Junho de 2016, 11:43:03
mais estranho é ver um cético apoiando os ensinamentos cristãos
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 04 de Junho de 2016, 12:47:12



Brutalidade nível 1000.  E os que participaram desse  show de brutalidade não deviam ser melhores do que o apenado. E o pior é que ainda  tem muita gente que acha que tortura e penas cruéis são coisas que deveriam existir como penalidades atuais.  Realmente parece que a civilidade é apenas uma casca,   se  houvesse uma grande calamidade/catástrofe que destruísse as instituições do atual estado de direito que temos nas nações mais avançadas (ou até mesmo no Brasil), certamente que teríamos um retorno a barbárie, e haveria muita gente apoiando tais penas brutais.



Prisões em latas de sardinha são penas cruéis. Muitas pessoas prefeririam alguma forma de castigo físico apenas (até porque o aprisionamento poderá incluir castigos físicos adicionais à pena legal, incluindo mas não limitado a estupro, por exemplo.)

Sim, deve ser natural o apoio a penas bárbaras em colapso de civilização, já que, se suficientemente brutais, provavelmente são o caminho mais eficiente em custos de volta à civilização, com a remoção defintiva, incapacitação, ou intimidação efetiva dos elementos de comportamento menos civilizado.

Não estou sugerindo que deva ser o caminho adotado.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: El Elyon em 04 de Junho de 2016, 14:40:48
Citar
mais estranho é ver um cético apoiando os ensinamentos cristãos

Não é nenhuma surpresa, um Ateu poder sem problemas algumas seguir o mesmo ideário que guiava a mais-ou-menos mística e filósofa anarquista Simone Weil: "Eu não sou católica; mas considero a idéia cristã, que tem suas raízes no pensamento grego e no curso de séculos tem alimentado todas as nossas civilizações européias, como algo ao qual não se pode renunciar sem se tornar degradado."

Além, as noções jurídicas de proporcionalidade de penas e da preferencia da recuperação a punição não são cristãs - são iluministas. O Cristianismo se banqueteia e tem orgasmos molhados com Jornadas Espirituais que mostram ao Inferno como um local de punição desproporcional através do Inferno, onde pessoas são punidas eternamente e infinitamente por atos temporais e limitados (vide Apocalipse de São Pedro, Jornada do Pseudo-Dioniso ao Inferno e Paraíso e a Divina Comédia de Dante Alighieri).
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 04 de Junho de 2016, 14:43:27
Richard Dawkins, PAPA ateu, momentos após o seu batismo cristão nas águas do mar:

(https://livewithoutlovingmoney.files.wordpress.com/2012/05/atheistsforjesus.jpg)


Cristianismo ateu. E agora, crentes?


Citação de: neo-esquerdardado
Isso é apropriação cultural! Não pode! Processem-no!!!!!11111



https://www.youtube.com//v/n6TuZ9F-PGo
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 04 de Junho de 2016, 17:28:14
mais estranho é ver um cético apoiando os ensinamentos cristãos

Estranho por que? Duvidar da divindade do sujeito ou da sua simples existência não me faz discordar de muito que ele disse ou que disseram que ele disse. Até porque os ensinamentos dele é que batem com o que eu sou e não eu que sigo os ensinamentos dele.  :ok:

Já, se basear em seus ensinamentos e fundamentar argumentos de crença no que ele disse ou disseram que ele disse e por outro lado adotar um discurso diametralmente oposto, isso sim é muito estranho. Apesar de que eu já esperava por isso. Me faz duvidar se o sujeito crê realmente naquilo que tanto defende.

Num mundo hipotético, se Jesus retornasse hoje os próprios cristãos iriam crucificá-lo.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: El Elyon em 04 de Junho de 2016, 20:39:02
Citar
Num mundo hipotético, se Jesus retornasse hoje os próprios cristãos iriam crucificá-lo.

Com certeza - Baderneiro desempregado de 30 anos que viaja pelo país com seus amigos, não paga impostos e ainda invade um grande templo, incomoda seus fieis e faz algazarra com seus sacerdotes para fugir e depois armar uma festinha com seus amigos, até que um deles tem um surto de consciência e dedura ele para autoridades competentes. Pior ainda, esse vagabundo ainda pregava uma mensagem subversiva, dizendo que Pessoas de Bem não iriam ao Céus, mas sim os pobres e dizia que era mais fácil um camelo passar pelo buraco da agulha do que um rico ir para o Céu. 

Uma figura como essa quem mais é que cair na porrada e morrer no xilindró. :hihi:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 04 de Junho de 2016, 20:48:35



Brutalidade nível 1000.  E os que participaram desse  show de brutalidade não deviam ser melhores do que o apenado. E o pior é que ainda  tem muita gente que acha que tortura e penas cruéis são coisas que deveriam existir como penalidades atuais.  Realmente parece que a civilidade é apenas uma casca,   se  houvesse uma grande calamidade/catástrofe que destruísse as instituições do atual estado de direito que temos nas nações mais avançadas (ou até mesmo no Brasil), certamente que teríamos um retorno a barbárie, e haveria muita gente apoiando tais penas brutais.



Prisões em latas de sardinha são penas cruéis. Muitas pessoas prefeririam alguma forma de castigo físico apenas (até porque o aprisionamento poderá incluir castigos físicos adicionais à pena legal, incluindo mas não limitado a estupro, por exemplo.)

Sim, deve ser natural o apoio a penas bárbaras em colapso de civilização, já que, se suficientemente brutais, provavelmente são o caminho mais eficiente em custos de volta à civilização, com a remoção defintiva, incapacitação, ou intimidação efetiva dos elementos de comportamento menos civilizado.

Não estou sugerindo que deva ser o caminho adotado.

não trata-se de vingança social e sim da razão em querer isolar pessoas nocivas a sociedade ,O trabalho é o preço que pagamos para termos  direito a vida em liberdade, temos  como obrigação  sustentarmos animais que colocamos em cativeiro, ja que tiramos deles a possibilidade de trabalharem livre na busca pelo alimento,mas porque deveríamos  ser obrigados a trabalhar para sustentar nossos predadores quando eles podem também optar pelo sustento digno ?
Falta de caráter é  mais doença do querer ser, do que algo que vem de fora  .
mal grado mimimimimis  a lei da vida é simples e objetiva "trabalhe ou morra de fome" isto não é premio nem castigo apenas a razão da vida.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 04 de Junho de 2016, 20:56:02
mais estranho é ver um cético apoiando os ensinamentos cristãos

Estranho por que? Duvidar da divindade do sujeito ou da sua simples existência não me faz discordar de muito que ele disse ou que disseram que ele disse. Até porque os ensinamentos dele é que batem com o que eu sou e não eu que sigo os ensinamentos dele.  :ok:

Já, se basear em seus ensinamentos e fundamentar argumentos de crença no que ele disse ou disseram que ele disse e por outro lado adotar um discurso diametralmente oposto, isso sim é muito estranho. Apesar de que eu já esperava por isso. Me faz duvidar se o sujeito crê realmente naquilo que tanto defende.

Num mundo hipotético, se Jesus retornasse hoje os próprios cristãos iriam crucificá-lo.


putz! era só o que me faltava um cético mais crente do que eu! Agora sua fé me fez passar vergonha !  :oops:

só me resta concordar! :ok:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: El Elyon em 04 de Junho de 2016, 20:57:22
Citar
mal grado mimimimimis  a lei da vida é simples e objetiva "trabalhe ou morra de fome" isto não é premio nem castigo apenas a razão da vida.

Dada essa exposição, é moralmente aceitável que aqueles, por motivos diversos, são incapazes de trabalhar morram de fome ou outras formas de carestias?

Citar
Falta de caráter é  mais doença do querer ser, do que algo que vem de fora  .

Curioso, se considera ela uma doença, não seria produtivo tratá-la?  :)
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 04 de Junho de 2016, 21:14:33
Citar
Num mundo hipotético, se Jesus retornasse hoje os próprios cristãos iriam crucificá-lo.

Com certeza - Baderneiro desempregado de 30 anos que viaja pelo país com seus amigos, não paga impostos e ainda invade um grande templo, incomoda seus fieis e faz algazarra com seus sacerdotes para fugir e depois armar uma festinha com seus amigos, até que um deles tem um surto de consciência e dedura ele para autoridades competentes. Pior ainda, esse vagabundo ainda pregava uma mensagem subversiva, dizendo que Pessoas de Bem não iriam ao Céus, mas sim os pobres e dizia que era mais fácil um camelo passar pelo buraco da agulha do que um rico ir para o Céu. 

Uma figura como essa quem mais é que cair na porrada e morrer no xilindró. :hihi:
mas que levantador de falsos testemunhos  :vergonha:
a verdade é que fariseus hipócritas tentavam armar ciladas politicas para jogar os  romanos  contra jesus,mas jesus que não queria se envolver em politicas de homens mesquinhos, recomendou a eles que pagassem seus impostos a cesar.
voce representa muito bem os fariseus que diziam a João B que não bebia que estava possuído por demônios, veio Jesus que comia e bebia com seus amigos e diziam que era um glutão  e bêbado e que tambem estava possuído por Belzebu .
E Jesus lhe disse: " a sabedoria é justificada por ações e não por suas palavras frívolas" :P
ele disse que pessoas egoistas e hipócritas não entram no céu, mas que nicodemos o rico cobrador de impostos entraria.
Céticos tentam aumentar suas razões criando  espantalhos cristãos , se sentem campões detonando seus próprios joão bobos  :bate: :1o:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: El Elyon em 04 de Junho de 2016, 21:37:07
Citar
mas que levantador de falsos testemunhos 

A grande elegância dos Evangelhos é que eles são tão díspares em certos pontos que com o quote-mining adequado, qualquer narrativa é possível. Do Jesus Apocalipticista ao Jesus Surfista, do Jesus que Reencarna ao Jesus Revolucionário, do Jesus Messias Secreto (Marcos) ao Jesus Super Herói (João).  :)

Citar
a verdade é que fariseus hipócritas tentavam armar ciladas politicas para jogar os  romanos  contra jesus,mas jesus que não queria se envolver em politicas de homens mesquinhos, recomendou a eles que pagassem seus impostos a cesar.

Hora de uma lição básica sobre sectos judaicos no Novo Testamento - Os Sacerdotes com influência política e contatos com os romanos, especialmente os do Templo de Jerusalém (Grande Sinédrio) eram os Saduceus. Os Fariseus eram um secto judaico minoritário e estrito em sua interpretação da Torá, mas quase sem poder e influencia política. Pode-se discutir se eles eram hipócritas ou Jesus era incompetente e limitado em seu conhecimento da Lei, mas isso é um detalhe menor.

Citar
ele disse que pessoas egoistas e hipócritas não entram no céu, mas que nicodemos o rico cobrador de impostos entraria.

E Jesus também disse em Mateus 19:20-24:

Disse-lhe o jovem: Tudo isso tenho guardado desde a minha mocidade; que me falta ainda?
Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me.
E o jovem, ouvindo esta palavra, retirou-se triste, porque possuía muitas propriedades.
Disse então Jesus aos seus discípulos: Em verdade vos digo que é difícil entrar um rico no reino dos céus.
E, outra vez vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus.


E em Lucas 6:20,21:

E, levantando ele os olhos para os seus discípulos, dizia: Bem-aventurados vós, os pobres, porque vosso é o reino de Deus.
Bem-aventurados vós, que agora tendes fome, porque sereis fartos. Bem-aventurados vós, que agora chorais, porque haveis de rir.


Que diga-se de passagem, é levemente diferente do trecho equivalente que aparece nas Beatitudes segundo São Mateus.

Citar
Céticos tentam aumentar suas razões criando  espantalhos cristãos , se sentem campões detonando seus próprios joão bobos 

Curiosamente, você não atacou os pontos mais importantes do meu espantalho: Baderneiro desempregado de 30 anos que viaja pelo país com seus amigos, não paga impostos e ainda invade um grande templo, incomoda seus fieis e faz algazarra com seus sacerdotes para fugir e depois armar uma festinha com seus amigos, até que um deles tem um surto de consciência e dedura ele para autoridades competentes.

Afinal, qual era o emprego de Jesus nesse período? Como um membro produtivo e digno da sociedade, ele teria um, não? Ou dependia dos outros? O dinheiro que tinha, pagava seu justo quinhão ao Estado? E obedecia as leis? Afinal, Roma era a autoridade legítima instalada em Jerusalém, reconhecida pelo Grande Templo. Curioso, não?  :)
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 04 de Junho de 2016, 21:47:28
Citar
mal grado mimimimimis  a lei da vida é simples e objetiva "trabalhe ou morra de fome" isto não é premio nem castigo apenas a razão da vida.

Dada essa exposição, é moralmente aceitável que aqueles, por motivos diversos, são incapazes de trabalhar morram de fome ou outras formas de carestias?
El Elyon , sempre aprecio a sua sabedoria mas desta vez espero que esteja brincando, ou então que esta sua pergunta descabida seja apenas parte de um futuro argumento  inteligente estratégico !
de qualquer forma a lei de natureza é mecânica, não discrimina ninguém ela é justa para todos que não trabalharem irão morrer de fome, a não ser que almas generosas sacrifiquem seu trabalho em benefícios dos incapacitados, e nisto até os ditos irracionais trabalham para sustentar suas proles.
A falta de razão consiste em sermos obrigados a trabalhar para sustentar pessoas capazes ao auto sustento,mas optam por viverem como parasitas sociais, se apoderando do fruto do trabalho dos outros, então fica a pergunta por que devemos trabalhar duro para sustentar nossos potenciais predadores ? 

Falta de caráter é  mais doença do querer ser, do que algo que vem de fora  .
Citar
Curioso, se considera ela uma doença, não seria produtivo tratá-la?  :)
a vontade é o próprio ser, a maioria ja nasce contaminada por um virus de uma natureza parasita , sua razão lhe diz que é prazeroso viver do trabalho alheio, estas pessoas egocêntricas são desprovidas de razão social, veem no outro uma forma de alimento facil.
Mas  a melhor maneira de curar um membro atrofiado e obriga-lo a trabalhar, mesmo contrariando a sua natureza e não seria exatamente essa a Razão de haver   um estomago? Sem ele ainda estaríamos na idade da pedra!
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 04 de Junho de 2016, 22:15:05
mais estranho é ver um cético apoiando os ensinamentos cristãos

Estranho por que? Duvidar da divindade do sujeito ou da sua simples existência não me faz discordar de muito que ele disse ou que disseram que ele disse. Até porque os ensinamentos dele é que batem com o que eu sou e não eu que sigo os ensinamentos dele.  :ok:

Já, se basear em seus ensinamentos e fundamentar argumentos de crença no que ele disse ou disseram que ele disse e por outro lado adotar um discurso diametralmente oposto, isso sim é muito estranho. Apesar de que eu já esperava por isso. Me faz duvidar se o sujeito crê realmente naquilo que tanto defende.

Num mundo hipotético, se Jesus retornasse hoje os próprios cristãos iriam crucificá-lo.


putz! era só o que me faltava um cético mais crente do que eu! Agora sua fé me fez passar vergonha !  :oops:

só me resta concordar! :ok:

Não, nada a ver com fé. Não tenho todo um sistema de crenças em algo sobrenatural que seja verdade.
Apenas empatia por outros seres humanos. Se o individuo precisa de fé, religião pra ser bom, ele deve ter algum problema.
Pra bandidos, por piores que sejam deve haver puniçao através da justiça por mais falha que ela seja. Isso independe de ter fé ou não.

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 04 de Junho de 2016, 23:00:24
Citar
mas que levantador de falsos testemunhos 

A grande elegância dos Evangelhos é que eles são tão díspares em certos pontos que com o quote-mining adequado, qualquer narrativa é possível. Do Jesus Apocalipticista ao Jesus Surfista, do Jesus que Reencarna ao Jesus Revolucionário, do Jesus Messias Secreto (Marcos) ao Jesus Super Herói (João).  :)

Jesus resumiu todo ensinamento em :"sacrifício próprio em favor dos outros" mais claro impossível.

Citar
a verdade é que fariseus hipócritas tentavam armar ciladas politicas para jogar os  romanos  contra jesus,mas jesus que não queria se envolver em politicas de homens mesquinhos, recomendou a eles que pagassem seus impostos a cesar.

Citar
Hora de uma lição básica sobre sectos judaicos no Novo Testamento - Os Sacerdotes com influência política e contatos com os romanos, especialmente os do Templo de Jerusalém (Grande Sinédrio) eram os Saduceus. Os Fariseus eram um secto judaico minoritário e estrito em sua interpretação da Torá, mas quase sem poder e influencia política. Pode-se discutir se eles eram hipócritas ou Jesus era incompetente e limitado em seu conhecimento da Lei, mas isso é um detalhe menor.
saduceus não acreditavam no Deus de moisés nem na vida após a morte, percebe alguma semelhança ?
a importância dos fariseus era tão grande aos judeus ao ponto de preferirem negar que Jesus tinha curado seu filho Bartimeu cego de nascença, pois temeram serem expulsos da sinagoga.
alem do que foram eles que convenceram politicamente aos romanos matarem jesus.
Não ha  o que discutir eles armavam armadilhas  para matarem Jesus, pois tinha inveja da moral cristã que ia muito alem  do deus sanguinolento dos exércitos dos fariseus, não se conformavam que Jesus sendo pobre era considerado o mestre, pois alem de conhecer o AT ensinava com autoridade pratica.
Tambem tinha inveja dos feitos de Jesus de forma que ele evidenciava a mesquinharia hipócrita dos fariseus e dizia lhes: "Fariseus hipócritas não entram nem deixam os outros entrarem no céu, por isto prostitutas e cobradores de impostos entraram primeiro que voces no reino dos céus." pois em vão me horam com seu labios (ma chamando de mestre),mas os seus corações estão muito distantes dos meus ensinamentos!



Citar
E Jesus também disse em Mateus 19:20-24:

Disse-lhe o jovem: Tudo isso tenho guardado desde a minha mocidade; que me falta ainda?
Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me.
E o jovem, ouvindo esta palavra, retirou-se triste, porque possuía muitas propriedades.
Disse então Jesus aos seus discípulos: Em verdade vos digo que é difícil entrar um rico no reino dos céus.
E, outra vez vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus.


E em Lucas 6:20,21:

E, levantando ele os olhos para os seus discípulos, dizia: Bem-aventurados vós, os pobres, porque vosso é o reino de Deus.
Bem-aventurados vós, que agora tendes fome, porque sereis fartos. Bem-aventurados vós, que agora chorais, porque haveis de rir.


Que diga-se de passagem, é levemente diferente do trecho equivalente que aparece nas Beatitudes segundo São Mateus.

ninguem poderá mar a dois deuses, o que esta no céu ou o deus da riquezas terrenas, pois ira abandonar um  e passar a servir ao outro.
Pessoas que se acham auto suficientes tendem a desprezar Deus e se tornam arrogantes escravos da matéria, no caso do rapaz rico ele considerava mais importante o deus do dinheiro mas nem sempre isto é uma regra, pois dentre os ricos e pobres sempre haverá tambem céticos cristão como o nosso amigo Cinza.
Tambem ha pastores evangélicos ateus e hipócritas demagogos a tosquiar suas ovelhas crentes.
 

Citar
Curiosamente, você não atacou os pontos mais importantes do meu espantalho: Baderneiro desempregado de 30 anos que viaja pelo país com seus amigos, não paga impostos e ainda invade um grande templo, incomoda seus fieis e faz algazarra com seus sacerdotes para fugir e depois armar uma festinha com seus amigos, até que um deles tem um surto de consciência e dedura ele para autoridades competentes.

Afinal, qual era o emprego de Jesus nesse período? Como um membro produtivo e digno da sociedade, ele teria um, não? Ou dependia dos outros? O dinheiro que tinha, pagava seu justo quinhão ao Estado? E obedecia as leis? Afinal, Roma era a autoridade legítima instalada em Jerusalém, reconhecida pelo Grande Templo. Curioso, não?  :)
veja só como seu espantalho é ridiculo:
perguntaram "seu mestre não paga impostos?"
Jesus: o que lhes parece  o rei cobra impostos dos seus filhos ou apenas dos estranhos ? respoderam apenas dos estranhos.
Jesus: então isenta apenas seus filhos
mas para que não se escandalizem lance o anzol e dentro do peixe estara uma  moeda pague o impostos por mim e por voces
por acaso sou eu que  proponho diversão chutando cachorro morto?
por que empurraria um espantalho débil pronto a pular para o abismo das mentiras?
Denegrir e tentar desvirtuar a  sabedoria cristã é oficio de céticos, para isso se fazem de cegos leem e fingem não entender, se bem que as asneiras são tantas que as vezes alguns demonstram realmente não terem entendidos, outros como no seu caso apenas se divertem distorcendo provocando os crentes mais fanáticos. (é isso que chamo de cético gostarem de chutar cachorro morto, incoerências biblicas) e eu me divirto tentando evidenciar  as incoerências céticas.
Jesus discursava nos templos com sabedoria e autoridade divina que contrariava o deus dos exercitos sanguinolento ao qual os fariseus serviam, por isso despertava  inveja e a ira deles  que procuravam mata-lo.
dizem que Judas como muitos outros judeus esperavam por um lider politico religiosos para livra-los da opressão romana, mas por ter convivido com Jesus aprendeu a ter fé que ele era o enviado de Deus, então resolveu entrega-lo  tentando-o a liberar  o seu lado negro da força, só ai que percebeu que Jesus não era seguidor do deus sanguinolento do exercito de fariseus, após perceber  a merda que tinha feito, se matou.

li em algum lugar que jesus ajudava seu pai no oficio de carpinteiro

no entanto todos missionário desapegado que sai em missão religiosa pelo mundo é um desocupado e os que ficam levantando falso testemunhos são oque céticos ?  :hihi:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: El Elyon em 05 de Junho de 2016, 00:00:22
Citar
Jesus resumiu todo ensinamento em :"sacrifício próprio em favor dos outros" mais claro impossível.

Sim - assim como outras figuras do mesmo período, notavelmente o Rabino Hillel. Mas os Evangelhos não são restritos apenas a isso, como qualquer um que leu reconhece.

Citar
saduceus não acreditavam no Deus de moisés nem na vida após a morte, percebe alguma semelhança ?

Saduceus obviamente acreditavam na Deus de Moisés, já que eram um grupo judaico e adeptos da Torá. A questão da vida após a morte é questionável, citando a Wikipedia por conveniência: The Sadducees did not believe in resurrection of the dead, which was a central tenet believed by Early Christians. The Sadducees supposedly believed in the traditional Jewish concept of Sheol for those who had died. According to the New Testament, the Pharisees believed in the resurrection, but Josephus, who himself was a Pharisee, claims that the Pharisees held that only the soul was immortal and the souls of good people would be resurrected and “pass into other bodies,” while “the souls of the wicked will suffer eternal punishment.”

Citar
a importância dos fariseus era tão grande aos judeus ao ponto de preferirem negar que Jesus tinha curado seu filho Bartimeu cego de nascença, pois temeram serem expulsos da sinagoga.

Isso fala, ao máximo, da importância farisaica em Jericó, a cidade onde a cura do cego (que só é nomeado em um dos 3 Evangelhos) se passou.

Citar
alem do que foram eles que convenceram politicamente aos romanos matarem jesus.

Nope, foram as autoridades do Templo de Jerusalém, que eram Saduceus.

Citar
Não ha  o que discutir eles armavam armadilhas  para matarem Jesus, pois tinha inveja da moral cristã que ia muito alem  do deus sanguinolento dos exércitos dos fariseus, não se conformavam que Jesus sendo pobre era considerado o mestre, pois alem de conhecer o AT ensinava com autoridade pratica.

Fariseus não tinham simpatia com Jesus Cristo, o que não é uma surpresa - rivalidade entre sectos religiosos é algo que persiste por todo o especto de crenças. Mas é exótico alegar inveja a mentalidade cristã, já que não havia nenhum Cristão durante o período em que Jesus viveria - Jesus e seus Apóstolos eram Judeus, assim como seus oponentes, e o conflito entre sectos relatados nos Evangelhos só faz sentido assumindo um background judaico comum.

Citar
ninguem poderá mar a dois deuses, o que esta no céu ou o deus da riquezas terrenas, pois ira abandonar um  e passar a servir ao outro.
Pessoas que se acham auto suficientes tendem a desprezar Deus e se tornam arrogantes escravos da matéria, no caso do rapaz rico ele considerava mais importante o deus do dinheiro mas nem sempre isto é uma regra, pois dentre os ricos e pobres sempre haverá tambem céticos cristão como o nosso amigo Cinza.
Tambem ha pastores evangélicos ateus e hipócritas demagogos a tosquiar suas ovelhas crentes.

Okay, agradeço sua pregação moralística, o que é em geral irrelevante para a discussão. E obrigado por confirmar minha afirmação que parte importante da pregação de Jesus Cristo era a oposição a riquezas materiais e o desprezo por instituições formais/mundanas.

Citar
perguntaram "seu mestre não paga impostos?"
Jesus: o que lhes parece  o rei cobra impostos dos seus filhos ou apenas dos estranhos ? respoderam apenas dos estranhos.
Jesus: então isenta apenas seus filhos
mas para que não se escandalizem lance o anzol e dentro do peixe estara uma  moeda pague o impostos por mim e por voces

Poderia fazer citações bíblica de maneira, digamos, convencional? Eu reconheço Mateus 17, a minha pergunta foi feita justamente devido a esse trecho, mas adoraria que citasse diretamente, não paráfrases livres. Mas já que reconheceu a pergunta, porque não menciona que quem foi pescar para pagar os impostos de Jesus e de Pedro foi o próprio Pedro?  :)

Citar
li em algum lugar que jesus ajudava seu pai no oficio de carpinteiro

O que ele certamente não exercia mais quando iniciou seus (tipicamente entendidos como) 3 anos de pregação ao lado dos discípulos. Ao que parece, ele não obedecia a lei natural do "Ou trabalha-se ou morre de fome", e mesmo assim você o coloca como um paragono moral.  :)

Citar
no entanto todos missionário desapegado que sai em missão religiosa pelo mundo é um desocupado

Eu apenas apliquei os seus critérios morais na figura de Jesus Cristo, como um toque de humor. Incomoda tanto reconhecer isso? :)

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 05 de Junho de 2016, 12:34:03
Citar
Jesus resumiu todo ensinamento em :"sacrifício próprio em favor dos outros" mais claro impossível.

Sim - assim como outras figuras do mesmo período, notavelmente o Rabino Hillel. Mas os Evangelhos não são restritos apenas a isso, como qualquer um que leu reconhece.

Jesus veio para confirmar as verdadeiras leis de Deus e revogar as hipócritas humanas, então o fato de concordar com outros  que ja haviam ensinada as leis de Deus como "misericórdia quero e não holocaustos" não diminui sua autoridade moral.


Citar
Saduceus obviamente acreditavam na Deus de Moisés, já que eram um grupo judaico e adeptos da Torá. A questão da vida após a morte é questionável, citando a Wikipedia por conveniência: The Sadducees did not believe in resurrection of the dead, which was a central tenet believed by Early Christians. The Sadducees supposedly believed in the traditional Jewish concept of Sheol for those who had died. According to the New Testament, the Pharisees believed in the resurrection, but Josephus, who himself was a Pharisee, claims that the Pharisees held that only the soul was immortal and the souls of good people would be resurrected and “pass into other bodies,” while “the souls of the wicked will suffer eternal punishment.”

No mesmo dia chegaram junto dele os saduceus, que dizem não haver ressurreição, e o interrogaram,

Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus.
Porque na ressurreição nem casam nem são dados em casamento; mas serão como os anjos de Deus no céu.
E, acerca da ressurreição dos mortos, não tendes lido o que Deus vos declarou, dizendo:
Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó? Ora, Deus não é Deus dos mortos, mas dos vivos.
E, as turbas, ouvindo isto, ficaram maravilhadas da sua doutrina.
E os fariseus, ouvindo que ele fizera emudecer os saduceus, reuniram-se no mesmo lugar.
Mateus 22:23-34


alem do que foram eles que convenceram politicamente aos romanos matarem jesus.
Citar
Nope, foram as autoridades do Templo de Jerusalém, que eram Saduceus.

Mas alguns deles foram ter com os fariseus, e disseram-lhes o que Jesus tinha feito.
Depois os principais dos sacerdotes e os fariseus formaram conselho, e diziam: Que faremos? porquanto este homem faz muitos sinais.
Se o deixamos assim, todos crerão nele, e virão os romanos, e tirar-nos-ão o nosso lugar e a nação.
E Caifás, um deles que era sumo sacerdote naquele ano, lhes disse: Vós nada sabeis,
João 11:46-49

Jesus colocava fariseus, saduceus e escribas tudo dentro do mesmo saco da inveja


Citar
Fariseus não tinham simpatia com Jesus Cristo, o que não é uma surpresa - rivalidade entre sectos religiosos é algo que persiste por todo o especto de crenças. Mas é exótico alegar inveja a mentalidade cristã, já que não havia nenhum Cristão durante o período em que Jesus viveria - Jesus e seus Apóstolos eram Judeus, assim como seus oponentes, e o conflito entre sectos relatados nos Evangelhos só faz sentido assumindo um background judaico comum.
antes de Jesus todo judeu era fariseu seguidor dos ensinos de Moisés, os que aceitaram Jesus como cristo, passaram a ser cristãos.
ha um enorme abismo entre o deus do amor pregado por Jesus e o deus  de Moisés pregando  Jesus na cruz!
Fariseus invejavam os feitos de Jesus e tambem pelos seus ensinos morais práticos em detrimento da hipocrisia deles.

ninguem poderá amar a dois deuses, o que esta no céu ou o deus da riquezas terrenas, pois ira abandonar um  e passar a servir ao outro.
Pessoas que se acham auto suficientes tendem a desprezar Deus e se tornam arrogantes escravos da matéria, no caso do rapaz rico ele considerava mais importante o deus do dinheiro mas nem sempre isto é uma regra, pois dentre os ricos e pobres sempre haverá tambem céticos cristão como o nosso amigo Cinza.
Tambem ha pastores evangélicos ateus e hipócritas demagogos a tosquiar suas ovelhas crentes.

Citar
Okay, agradeço sua pregação moralística, o que é em geral irrelevante para a discussão. E obrigado por confirmar minha afirmação que parte importante da pregação de Jesus Cristo era a oposição a riquezas materiais e o desprezo por instituições formais/mundanas.
a discussão teve inicio com seu espantalho imoral cristão, então eu que agradeço por evidenciar a contradição desse seu espantalho cristão, afirmando jesus ser de uma alta moral desapegada , lembrando que não somos  aquilo que temos e sim que temos aquilo que somos.
"pois onde estará o seu coração tambem estará o seu melhor tesouro"
As unicas instituições que Jesus repudiou foi as religiosas hipocritas da época, ensinando que Deus não habita templos feito por mãos humanas e sim  homens feito por ele .
ja quanto as leis sociais mandou pagar impostos a Cesar.



perguntaram "seu mestre não paga impostos?"
Jesus: o que lhes parece  o rei cobra impostos dos seus filhos ou apenas dos estranhos ? respoderam apenas dos estranhos.
Jesus: então isenta apenas seus filhos
mas para que não se escandalizem lance o anzol e dentro do peixe estara uma  moeda pague o impostos por mim e por voces
Citar
Poderia fazer citações bíblica de maneira, digamos, convencional? Eu reconheço Mateus 17, a minha pergunta foi feita justamente devido a esse trecho, mas adoraria que citasse diretamente, não paráfrases livres. Mas já que reconheceu a pergunta, porque não menciona que quem foi pescar para pagar os impostos de Jesus e de Pedro foi o próprio Pedro?  :)


costumo confiar na minha memória biblica,mas atendendo seu pedido ai vai:

E, chegando eles a Cafarnaum, aproximaram-se de Pedro os que cobravam as dracmas, e disseram: O vosso mestre não paga as dracmas?
Disse ele: Sim. E, entrando em casa, Jesus se lhe antecipou, dizendo: Que te parece, Simão? De quem cobram os reis da terra os tributos, ou o censo? Dos seus filhos, ou dos alheios?
Disse-lhe Pedro: Dos alheios. Disse-lhe Jesus: Logo, estão livres os filhos.
Mas, para que os não escandalizemos, vai ao mar, lança o anzol, tira o primeiro peixe que subir, e abrindo-lhe a boca, encontrarás um estáter; toma-o, e dá-o por mim e por ti.
Mateus 17:24-27

o mais importante é como Jesus sabia que haveria uma moeda na boca do peixe que pedro iria pescar ? isso só pode ser mentira não é mesmo ?

li em algum lugar que jesus ajudava seu pai no oficio de carpinteiro
Citar
O que ele certamente não exercia mais quando iniciou seus (tipicamente entendidos como) 3 anos de pregação ao lado dos discípulos. Ao que parece, ele não obedecia a lei natural do "Ou trabalha-se ou morre de fome", e mesmo assim você o coloca como um paragono moral.  :)
Jesus durante esses três anos executou o grande trabalho de angariar prosélitos do bem comum que até nos dias de hoje sua palavra consegue transformar ladrões, assassinos e drogados e parasitas sociais em pessoas aceitáveis socialmente.
assim "nem só de pão viverá o homem e sim das palavras de Deus"

por isso disse a Pedro a trocará sua função de pescador de peixe e passará a ser pescador de homens.

no entanto todos missionário desapegado que sai em missão religiosa pelo mundo é um desocupado
Citar
Eu apenas apliquei os seus critérios morais na figura de Jesus Cristo, como um toque de humor. Incomoda tanto reconhecer isso? :)

não incomoda só acho que não foi muito feliz  :hihi:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: El Elyon em 07 de Junho de 2016, 17:42:35
Citar
antes de Jesus todo judeu era fariseu seguidor dos ensinos de Moisés, os que aceitaram Jesus como cristo, passaram a ser cristãos.
ha um enorme abismo entre o deus do amor pregado por Jesus e o deus  de Moisés pregando  Jesus na cruz!
Fariseus invejavam os feitos de Jesus e tambem pelos seus ensinos morais práticos em detrimento da hipocrisia deles.

Nope - o farisaísmo é um secto judaico restrito, não faz sentido dizer "todo judeu era fariseu" porque isso implica uma união e coerência dentro do judaísmo muito maior do que existiu, ainda mais em uma religião não-estrutura e centralizada institucionalmente e que logo passará pela Diáspora com a destruição do Templo de Jerusalém (que Jesus profetizou em 3 Evangelhos - afinal, é fácil prever um evento que já ocorrera quanto os Evangelhos foram escritos  :))

E a alegação da inveja farisaica a Jesus é basicamente propaganda cristã - você mal encontrará menções a Jesus nos escritos judaicos dos primeiros séculos da Era Comum, conforme o Cristianismo foi se distanciando de suas raízes judaicas e se tornando uma religião distinta através da conversão de não-judeus nos territórios romanos.

Citar
alem do que foram eles que convenceram politicamente aos romanos matarem jesus.

No mesmo capítulo, versículo 57: Ora, os principais dos sacerdotes e os fariseus tinham dado ordem para que, se alguém soubesse onde ele estava, o denunciasse, para o prenderem.

Quem realmente continha mais autoridade e influência em Jerusalém - membros do Sanhendrin/Sinédrio, o centro histórico dos atos cúlticos judaicos, e que tinham contatos com autoridades romanas ou um grupo pequeno de entusiastas da Lei Mosaica?

Citar
a discussão teve inicio com seu espantalho imoral cristão, então eu que agradeço por evidenciar a contradição desse seu espantalho cristão, afirmando jesus ser de uma alta moral desapegada , lembrando que não somos  aquilo que temos e sim que temos aquilo que somos.

Estranho como subitamente passou a defender a desocupação e baderna quando ela é vestida pelo rótulo de "alta moral desapegada".  :)

Citar
Jesus durante esses três anos executou o grande trabalho de angariar prosélitos

Isso não me parece uma profissão honesta, de um homem de família, que sustenta esposa e filhos (que aliás, Jesus não tinha). Parece a mesma desculpa usada por Revolucionários da DCE.  :)

Citar
do bem comum que até nos dias de hoje sua palavra consegue transformar ladrões, assassinos e drogados e parasitas sociais em pessoas aceitáveis socialmente.

Os mesmo ladrões, assassinos e drogados que você defende que sejam eliminadas e mortos, ao invés de reabilitados?  :)
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 08 de Junho de 2016, 09:25:51
Citar
antes de Jesus todo judeu era fariseu seguidor dos ensinos de Moisés, os que aceitaram Jesus como cristo, passaram a ser cristãos.
ha um enorme abismo entre o deus do amor pregado por Jesus e o deus  de Moisés pregando  Jesus na cruz!
Fariseus invejavam os feitos de Jesus e tambem pelos seus ensinos morais práticos em detrimento da hipocrisia deles.

Nope - o farisaísmo é um secto judaico restrito, não faz sentido dizer "todo judeu era fariseu" porque isso implica uma união e coerência dentro do judaísmo muito maior do que existiu, ainda mais em uma religião não-estrutura e centralizada institucionalmente e que logo passará pela Diáspora com a destruição do Templo de Jerusalém (que Jesus profetizou em 3 Evangelhos - afinal, é fácil prever um evento que já ocorrera quanto os Evangelhos foram escritos  :))

E a alegação da inveja farisaica a Jesus é basicamente propaganda cristã - você mal encontrará menções a Jesus nos escritos judaicos dos primeiros séculos da Era Comum, conforme o Cristianismo foi se distanciando de suas raízes judaicas e se tornando uma religião distinta através da conversão de não-judeus nos territórios romanos.

todos entram hebreus no Egito e sairam judeus seguidores do deus dos exercitos sanguinolentos  de moises, depois  ficando conhecidos como fariseus seguidores da lei  torá de moises.
dissensões como  saduceus ou essênios provavelmente se deram por conta da promiscuidade entre o deus dos exercitos de moises com o deuses pagãos a exemplo de "sansão e dalila"
Quanto as profecias biblicas de fato elas forma confirmadas dentro da biblia, as do AT forma cumpridas no NT, resta saber se se são reais ou inventadas, manipuladas para dar credibilidades.
De qualquer forma por experiencia própria creio haver previsão do futuro em alguns casos espontâneos .
Saberia me descrever a saga dos judeus até caírem nas mãos dos alemães ?


Citar
No mesmo capítulo, versículo 57: Ora, os principais dos sacerdotes e os fariseus tinham dado ordem para que, se alguém soubesse onde ele estava, o denunciasse, para o prenderem.

Quem realmente continha mais autoridade e influência em Jerusalém - membros do Sanhendrin/Sinédrio, o centro histórico dos atos cúlticos judaicos, e que tinham contatos com autoridades romanas ou um grupo pequeno de entusiastas da Lei Mosaica?
principais sacerdotes do torá = leis de moises = fariseus ? ::)


Citar
Estranho como subitamente passou a defender a desocupação e baderna quando ela é vestida pelo rótulo de "alta moral desapegada".  :) Isso não me parece uma profissão honesta, de um homem de família, que sustenta esposa e filhos (que aliás, Jesus não tinha). Parece a mesma desculpa usada por Revolucionários da DCE.  :)

esse seu espantalho do tipo cachorro morto é a cara do celtismo, pois "dai a cesar o que é de cesar e a Deus as coisas que são de Deus"
ao materialista cabe desenvolver a consciência experimentando as reações da matéria, aos espiritualistas cabe descoberta da essência que move a materia.
o medico estuda para devolver a visão ao cego, no entanto ambos são o produto da mesma vontade divina.
repito : disse jesus aos fariseus hipócritas:"a sabedoria são justificada por ações e não por palavras frívolas"
Jesus é chamado de mestre por ser o medico das almas, digamos que tenha criado o remédio do amor capaz de converter caráteres e amenizar  egoismo humano.
Não existe remédio da ciência humana capaz de transformar ladrões , prostitutas , drogados e egoistas  em pessoas uteis socialmente  este trabalho cristão ainda hoje continua exercendo grande papel missionário dentro dos presídios.
Quanto ao celibato de Jesus: " todo aquele que faz a vontade de Deus são meu pai ,mãe e irmãos"
voce tenta denegrir a sabedoria de Jesus, por crer que ele seja apenas uma invenção humana,mas pode estar errado difamando a memória de uma pessoa real.


Jesus durante esses três anos executou o grande trabalho de angariar prosélitos do bem comum que até nos dias de hoje sua palavra consegue transformar ladrões, assassinos e drogados e parasitas sociais em pessoas aceitáveis socialmente.
Citar
Os mesmo ladrões, assassinos e drogados que você defende que sejam eliminadas e mortos, ao invés de reabilitados?  :)

ah, vá! vai dizer que esta tendo  fé que possam ser  reabilitados? Caramba! ta começando a ter mais fé do que eu! parabéns!  :ok:
Não defendo que sejam eliminados ou mortos e sim que seja o racionalmente  necessário  isola-los da sociedade a qual ja demonstraram ser nocivos e obriga-los a cumprir a lei universal do trabalhar  pelo próprio sustento, provavelmente para eles seria o mesmo que decretar  pena de morte, quando ironicamente essa é a legitima pena da vida a qual todo ser vivo esta submetido, exceto auto  marginalizados.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 08 de Junho de 2016, 17:26:08
https://www.youtube.com/v/HfEsz812Q1I

É bem embasbacante até mesmo já se esperando ver prisões-spas.

É impossível não pensar que trazidas para o Brasil, as pessoas fariam fila para ser presas, ou até fraudando os crimes, com BO falso e continuar a fraude daí por diante, se for possível. Nas linhas do americano que roubou um dólar para conseguir tratamento médico no sistema prisional.


Sobre diferenças culturais da população, lembro de ter visto uma vez algo sobre o projeto Delancey Street Foundation, nos EUA, onde um preso/ex depunha que achava estar sendo "o esperto" por conseguir se enquadrar nesse tipo de pena, "passando a perna no sistema", mas que, apesar dessa visão maliciosa da coisa, acabou se regenerando mesmo, colocado para trabalhar e tal, onde deve ter continuado empregado depois.


Lembro de ter visto uma série de reportagens na Record, há alguns anos, sobre prisões ao redor do mundo. Tinham ainda algumas indo na direção de algo mais humano, "prisões" abertas, trabalho, etc e tal, ainda dentro do que eu acharia razoável no Brasil. Acho que talvez fosse na Turquia isso, mas não lembro.

Em algum país asiático tinha o outro lado, umas situações medonhas de prisões. Um caso bem triste de um menino de uns oito anos que, a reportagem especulava, talvez tivesse sido meio que abandonado pelos pais e dado-se um jeito de ser condenado por estupro, que ele dizia nem saber o que significava.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Spencer em 08 de Junho de 2016, 17:31:25
El Elyon ou Criaturo, já que vcs parecem entender do riscado, saberiam explicar porque, no Ev. de Marcos Jesus disse aos discípulos:

A vós vos é dado o mistério do reino de Deus; mas aos de fora tudo se lhes propõe em parábolas, para que vendo, vejam, e não percebam; e ouvindo, ouçam, e não entendam, para que não suceda que se convertam e sejam perdoados

Sempre me intrigou tal disposição: ensinar por parábolas para que os não iniciados permanecessem na ignorância, e assim não se convertessem e fossem perdoados.
Sinceramente, não acredito que Jesus tenha dito tal coisa.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 08 de Junho de 2016, 17:32:59
Tem que evitar a superlotação no paraíso. 14 mil vagas, só.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Spencer em 08 de Junho de 2016, 17:34:11
 :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: El Elyon em 08 de Junho de 2016, 22:45:51
Citar
todos entram hebreus no Egito e sairam judeus seguidores do deus dos exercitos sanguinolentos  de moises, depois  ficando conhecidos como fariseus seguidores da lei  torá de moises.

Não torne judaísmo como algo sinônimo de farisaísmo, isso é um erro primário em história judaica. O farisaísmo é um movimento sócio religioso surgido em resposta a Monarquia Hasmoneana (instaurada após a Revolta dos Macabeus e a queda de Antíoco III,  monarca da linhagem selecêutica) e o estabelecimento da elite sacerdotal com simpatias ao elementos culturais helênicos, que daria origem aos Saduceus.

Além, sua caracterização dos Fariseus como seguidores estritos da Torá é hilária, porque tecnicamente os Saduceus que eram seguidores estritos do Pentateuco (a Torá Escrita) - a ponto de rejeitarem todo o resto do Tanakh, como os Profetas (Neviim) quanto os Escritos ou Literatura Histórica (Kethuvim), além de toda tradição oral derivada da Torá (que posteriormente foi compilada no Mishná e Midrash), que eram bem aceitos por Fariseus.

Citar
dissensões como  saduceus ou essênios provavelmente se deram por conta da promiscuidade entre o deus dos exercitos de moises com o deuses pagãos a exemplo de "sansão e dalila"

Improvável.

Citar
Saberia me descrever a saga dos judeus até caírem nas mãos dos alemães ?

Em 'broad strokes", sim, mas com qual propósito?

Citar
voce tenta denegrir a sabedoria de Jesus, por crer que ele seja apenas uma invenção humana,mas pode estar errado difamando a memória de uma pessoa real.

Não - estou apenas demonstrando como uma figura que você elege como parágono moral pode ser descrita sem problema algum como o tipo de pessoa que você se opõe radicalmente e desumaniza. É tremendamente curioso que o Jesus como descrito na Bíblia é tão distante do tipo de "Homem Ideal" que seus adeptos moralmente conservadores tanto elogiam.

Citar
ah, vá! vai dizer que esta tendo  fé que possam ser  reabilitados? Caramba! ta começando a ter mais fé do que eu! parabéns!  :ok:

Eu não sou o tipo de descrente que se ofende com a palavra "Fé", então utilizá-la para rotular afirmações minhas não terá o impacto que imagina ter. Acaba sendo novamente curioso como você a usa como se ela pudesse soar ofensiva, talvez uma forma de Projeção?  :)

Citar
Não defendo que sejam eliminados ou mortos e sim que seja o racionalmente  necessário  isola-los da sociedade a qual ja demonstraram ser nocivos e obriga-los a cumprir a lei universal do trabalhar  pelo próprio sustento, provavelmente para eles seria o mesmo que decretar  pena de morte, quando ironicamente essa é a legitima pena da vida a qual todo ser vivo esta submetido, exceto auto  marginalizados.

Diga-me, Jesus Cristo aprovaria tal postura e determinação? :)
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 09 de Junho de 2016, 08:48:33

É bem embasbacante até mesmo já se esperando ver prisões-spas.

É impossível não pensar que trazidas para o Brasil, as pessoas fariam fila para ser presas, ou até fraudando os crimes, com BO falso e continuar a fraude daí por diante, se for possível. Nas linhas do americano que roubou um dólar para conseguir tratamento médico no sistema prisional.
pois a idéia é justamente ao contrario impor aos autos marginalizados o remedio que eles rejeitam até morte: "trabalhar, estudar  e terem  que seguir regras"  :ok:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 09 de Junho de 2016, 09:13:51
El Elyon ou Criaturo, já que vcs parecem entender do riscado, saberiam explicar porque, no Ev. de Marcos Jesus disse aos discípulos:

A vós vos é dado o mistério do reino de Deus; mas aos de fora tudo se lhes propõe em parábolas, para que vendo, vejam, e não percebam; e ouvindo, ouçam, e não entendam, para que não suceda que se convertam e sejam perdoados

Sempre me intrigou tal disposição: ensinar por parábolas para que os não iniciados permanecessem na ignorância, e assim não se convertessem e fossem perdoados.
Sinceramente, não acredito que Jesus tenha dito tal coisa.
o problema é que se voce acabar com a ilusão de certas pessoas , elas te mataram!
Pois se comprazem  na ilusão de que estão fazendo a coisa certa, ou seja desejam continuar se iludindo de que são "bonzinhos", a exemplo dos " direitos humanos" para humanos que auto se animalizam.
A estas pessoas voce planta apenas sementes em terras rasas, que só o  tempo poderá aprofundar e adubar, ai sim poderá produzir bons frutos !   :chorao: :chorao: :bua: :bua:
Ja para pessoas aradas e adubadas pelo tempo, apenas jogue sementes ao vento que elas brotaram facilmente.

me parece que estas frases apresentando um Jesus sadico e discriminador  contradiz esse : "vim chamar injustos ao arrependimento , Deus faz o sol brilhar para todos, os sãos não precisam de médico"
veja o que ele diz:

Escutai vós, pois, a parábola do semeador.
Ouvindo alguém a palavra do reino, e não a entendendo, vem o maligno, e arrebata o que foi semeado no seu coração; este é o que foi semeado ao pé do caminho.
O que foi semeado em pedregais é o que ouve a palavra, e logo a recebe com alegria;
Mas não tem raiz em si mesmo, antes é de pouca duração; e, chegada a angústia e a perseguição, por causa da palavra, logo se ofende;
E o que foi semeado entre espinhos é o que ouve a palavra, mas os cuidados deste mundo, e a sedução das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera;
Mateus 13:18-22

estes ultimos são os fariseus que mandaram Jesus para Cruz, por ja conhecer o coração deles e sua mas intenções Jesus nem quis perder seu tempo tentando tirar leite de pedras, sua  função não era transformar demônios em anjos, por que magicas divinas não existem, sua missão é realizar o maior milagre possível convencer o homem a ser menos egoístas.
pena que alguns se comprazem mais  pedindo por um show de magicas exigindo um Jesus gênio da lampada.  :no:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 09 de Junho de 2016, 10:43:24
Citar
todos entram hebreus no Egito e sairam judeus seguidores do deus dos exercitos sanguinolentos  de moises, depois  ficando conhecidos como fariseus seguidores da lei  torá de moises.

Não torne judaísmo como algo sinônimo de farisaísmo, isso é um erro primário em história judaica. O farisaísmo é um movimento sócio religioso surgido em resposta a Monarquia Hasmoneana (instaurada após a Revolta dos Macabeus e a queda de Antíoco III,  monarca da linhagem selecêutica) e o estabelecimento da elite sacerdotal com simpatias ao elementos culturais helênicos, que daria origem aos Saduceus.
e deve ser mesmo, sempre achei que fariseus eram os seguidores da leis de moisés, Jesus dizia a eles "quando seu pais seguiam Moises pelos desertos ."
poderia ser assim todo o povo de Israel sairam hebreus do Egito então se dividiram (12 tribos uma delas israel) em: Fariseus (que agora não sei mais o que são  :biglol:) , os Judeus, os saduceus e os nazireus :?:
E ja percebeu que o problema desses sectarismo é o egoismo dos "eus"? :hihi:

Citar
Além, sua caracterização dos Fariseus como seguidores estritos da Torá é hilária, porque tecnicamente os Saduceus que eram seguidores estritos do Pentateuco (a Torá Escrita) - a ponto de rejeitarem todo o resto do Tanakh, como os Profetas (Neviim) quanto os Escritos ou Literatura Histórica (Kethuvim), além de toda tradição oral derivada da Torá (que posteriormente foi compilada no Mishná e Midrash), que eram bem aceitos por Fariseus.

1 E depois disto Jesus andava pela Galiléia, e já não queria andar pela Judéia, pois os judeus procuravam matá-lo.
E os judeus maravilhavam-se, dizendo: Como sabe este letras, não as tendo aprendido? (lembra da inveja, alias  Jesus era vagabundo ou estudioso? ::)
Jesus lhes respondeu, e disse: A minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou.
Se alguém quiser fazer a vontade dele, pela mesma doutrina conhecerá se ela é de Deus, ou se eu falo de mim mesmo.(tai um bom desafio aos céticos)
Quem fala de si mesmo busca a sua própria glória; mas o que busca a glória daquele que o enviou, esse é verdadeiro, e não há nele injustiça.(trabalhar por si mesmo é mais honroso do que trabalhar somente pelos outros ?) ::)
Não vos deu Moisés a lei? e nenhum de vós observa a lei. Por que procurais matar-me?
João 7:15-19

Judeus não foi um nome dado aos moradores da tribo de Judá ?

como pode ser os saduceus seguirem as leis de moises se não acreditavam na ressurreição enquanto os Judeus sim, até diziam ser joão batista e Jesus alguns dos antigos profetas ressuscitados (ou seria reencarnados ?)

Saberia me descrever a saga dos judeus até caírem nas mãos dos alemães ?
Citar
Em 'broad strokes", sim, mas com qual propósito?
comprovar minhas expeculações das leis reencarnação e o carma


voce tenta denegrir a sabedoria de Jesus, por crer que ele seja apenas uma invenção humana,mas pode estar errado difamando a memória de uma pessoa real.
Citar
Não - estou apenas demonstrando como uma figura que você elege como parágono moral pode ser descrita sem problema algum como o tipo de pessoa que você se opõe radicalmente e desumaniza. É tremendamente curioso que o Jesus como descrito na Bíblia é tão distante do tipo de "Homem Ideal" que seus adeptos moralmente conservadores tanto elogiam.
sim essa é a hipocrisia destacada por Jesus: "em vão me horam com seus labios porque seus corações estão longe da minha salvação!)
E voce se acha bom tentando evidenciar a hipocrisia dos outros,mas saiba que esta equivocado, pois em nenhum momento me declarei cristão ou seguidor de alguma religião, ai sim voce teria razão pois:  "se intitular  cristão não é ser cristão!"


ah, vá! vai dizer que esta tendo  fé que possam ser  reabilitados? Caramba! ta começando a ter mais fé do que eu! parabéns!  :ok
Citar
Eu não sou o tipo de descrente que se ofende com a palavra "Fé", então utilizá-la para rotular afirmações minhas não terá o impacto que imagina ter. Acaba sendo novamente curioso como você a usa como se ela pudesse soar ofensiva, talvez uma forma de Projeção?  :):
Sim de projetar a evidencia que absolutamente não existem descrentes, voce mesmo demosntra a crença de que todo ser humano é recuperável , então mal grado todo o meu ceticismo apresentado, ainda crês na salvação da humanidade!  :biglol:
"o fato é que sem fé ninguém dará nem  o o próximo passo, pois a fé é o motor da vida"

Não defendo que sejam eliminados ou mortos e sim que seja o racionalmente  necessário  isola-los da sociedade a qual ja demonstraram ser nocivos e obriga-los a cumprir a lei universal do trabalhar  pelo próprio sustento, provavelmente para eles seria o mesmo que decretar  pena de morte, quando ironicamente essa é a legitima pena da vida a qual todo ser vivo esta submetido, exceto auto  marginalizados.[/quote]
Citar
Diga-me, Jesus Cristo aprovaria tal postura e determinação? :)

sim pois quem cala consente!  : se voce pode ter fé então por que eu não posso ser cético? :hihi

deixe que ele fale por si mesmo:

E quando sopra o vento sul, vocês dizem: ‘Vai fazer calor’, e assim ocorre.
Hipócritas! Vocês sabem interpretar o aspecto da terra e do céu. Como não sabem interpretar o tempo presente?
"Por que vocês não julgam por si mesmos o que é justo?
Quando algum de vocês estiver indo com seu adversário para o magistrado, faça tudo para se reconciliar com ele no caminho; para que ele não o arraste ao juiz, o juiz o entregue ao oficial de justiça, e o oficial de justiça o jogue na prisão.
Eu lhe digo que você não sairá de lá enquanto não pagar o último centavo".
Lucas 12:55-59

creio que ele diria : " dai a cesar o que é de cesar, pague seus impostos, cumpra sua leis com os homens e tambem as de Deus,horas! o estomago que nos obriga ao trabalho que mantm nossas vidas, é uma imposição divina, logo os que se recusam ao trabalho são infratores do céu e da terra, e os que defendem a malandragem são coniventes com elas"  :P
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: El Elyon em 09 de Junho de 2016, 14:27:36
Citar
poderia ser assim todo o povo de Israel sairam hebreus do Egito então se dividiram (12 tribos uma delas israel) em: Fariseus (que agora não sei mais o que são  :biglol:) , os Judeus, os saduceus e os nazireus :?:

Não, pois segundo a cronologia judaica padrão (que é bastante aceita também por cristãos), ao menos mil anos separam o Êxodo da Revolta dos Macabeus. Você está interpretando a afirmação de Jesus como se fosse uma afirmação histórica - quando é uma crítica a noção mosaica de sacerdócio e sua aderência legalística a Lei.

Citar
Judeus não foi um nome dado aos moradores da tribo de Judá ?

Foi - e posteriormente se tornou sinônimo a todos adeptos da religião inspirada pelo Pentateuco/Torá, seja lá qual sua origem (afinal, durante o período em que Jesus pregava, já haviam se passado 500 anos desde o Exílio na Babilônia, e posteriormente a região de Israel passou por uns 300 anos de domínio helênico devido a conquista da Pérsia feita por Alexandre).

Citar
como pode ser os saduceus seguirem as leis de moises se não acreditavam na ressurreição enquanto os Judeus sim,

Duas respostas básicas, a primeira escriturária: Não há indicações explícitas no Pentateuco/Torá acerca da noção de Ressurreição, e esses eram os únicos livros aceitos como autoritários/canônicos por Saduceus. Basta notar que Jesus não citou nenhum dos trechos da Literatura Profética como Isaías 26:29 ou Daniel 12:2 que responderiam o tópico rapidamente e sem ambiguidade, mas sim teve que citar o Livro do Êxodo e fazer uma interpretação não muito clara dele para justificar tal noção.

E a resposta pragmática: Religiosos discordam em praticamente todo detalhe possível de sua Escritura, e todos eles insistem que são os Adeptos da Doutrina Correta.

Citar
comprovar minhas expeculações das leis reencarnação e o carma

Oh my. Meus anos de experiencia indicam que toda vez que "Judeus", "Reencarnação" e "Carma" são usados na mesma frase, é uma interpretação que tentará justificar a moralidade e o merecimento do Holocausto. Caso seja isso, eu não tenho o menor interesse em continuar nesse tópico, não apenas pelo absurdo moral óbvio como também por seu provável desconhecimento acerca de história judaica (especialmente não-bíblica).  :)

Citar
sim essa é a hipocrisia destacada por Jesus: "em vão me horam com seus labios porque seus corações estão longe da minha salvação!)
E voce se acha bom tentando evidenciar a hipocrisia dos outros,mas saiba que esta equivocado, pois em nenhum momento me declarei cristão ou seguidor de alguma religião, ai sim voce teria razão pois:  "se intitular  cristão não é ser cristão!"

Então encontre o trecho onde lhe chamei de Cristão,criaturo (eu o chamei de conservador moral). :) Sei do seu ecleticismo sincrético entre espiritismo, cristianismo e noções deísticas de Divindade.

Citar
voce mesmo demosntra a crença de que todo ser humano é recuperável , então mal grado todo o meu ceticismo apresentado, ainda crês na salvação da humanidade!

Apenas dois detalhes relevantes - Preferência moral por métodos não-agressivos e crença/confiança na eficácia em reabilitação de criminosos (não-violentos) não é equivalente da afirmação " todo ser humano é recuperável", assim como não implica em desejo de "salvação da humanidade" (ser salva de quê, afinal de contas? :)).

Citar
cumpra sua leis com os homens

Ele cumpriu-as tão bem que terminou sendo crucificado pelas mesmas autoridades que segundo você ele clamou por lealdade e obediência.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 09 de Junho de 2016, 16:23:53

Citar
Judeus não foi um nome dado aos moradores da tribo de Judá ?

Foi - e posteriormente se tornou sinônimo a todos adeptos da religião inspirada pelo Pentateuco/Torá, seja lá qual sua origem (afinal, durante o período em que Jesus pregava, já haviam se passado 500 anos desde o Exílio na Babilônia, e posteriormente a região de Israel passou por uns 300 anos de domínio helênico devido a conquista da Pérsia feita por Alexandre).
então os fariseus, escribas e saduceus eram chamados de Judeus?


como pode ser os saduceus seguirem as leis de moises se não acreditavam na ressurreição enquanto os Judeus sim
Citar
Duas respostas básicas, a primeira escriturária: Não há indicações explícitas no Pentateuco/Torá acerca da noção de Ressurreição, e esses eram os únicos livros aceitos como autoritários/canônicos por Saduceus. Basta notar que Jesus não citou nenhum dos trechos da Literatura Profética como Isaías 26:29 ou Daniel 12:2 que responderiam o tópico rapidamente e sem ambiguidade, mas sim teve que citar o Livro do Êxodo e fazer uma interpretação não muito clara dele para justificar tal noção. ,
na biblia Isaias 26 só vai até o paragrafo :21 de onde tirou este isaias 26:29 profético?

Isaias: 19 Mas os teus mortos viverão; seus corpos ressuscitarão. Vocês, que voltaram ao pó, acordem e cantem de alegria. O teu orvalho é orvalho de luz; a terra dará à luz os seus mortos.

 tambem criam em espíritos de mortos vivos veja:

Então Saul disse aos seus auxiliares: "Procurem uma mulher que invoca espíritos, para que eu a consulte". Eles disseram: "Existe uma em En-Dor".
Saul então se disfarçou, vestindo outras roupas, e foi à noite, com dois homens, até a casa da mulher. Ele disse a ela: "Invoque um espírito para mim, fazendo subir aquele cujo nome eu disser".
A mulher, porém, lhe disse: "Certamente você sabe o que Saul fez. Ele eliminou os médiuns e os espíritas da terra de Israel. Por que você está preparando uma armadilha contra mim que me levará à morte? "
Saul jurou-lhe pelo Senhor: "Juro pelo nome do Senhor que você não será punida por isso".
"Quem devo fazer subir? ", perguntou a mulher. Ele respondeu: "Samuel".
Quando a mulher viu Samuel, gritou e disse a Saul: "Por que me enganaste? Tu mesmo és Saul! "
O rei lhe disse: "Não tenha medo. O que você está vendo? " A mulher disse a Saul: "Vejo um ser que sobe do chão".
Ele perguntou: "Qual a aparência dele? " E disse ela: "Um ancião vestindo um manto está subindo". Então Saul ficou sabendo que era Samuel, inclinou-se e prostrou-se, rosto em terra.
Samuel perguntou a Saul: "Por que você me perturbou, fazendo-me subir? " Respondeu Saul: "Estou muito angustiado. Os filisteus estão me atacando e Deus se afastou de mim. Ele já não responde nem por profetas nem por sonhos; por isso o chamei para dizer-me o que fazer".
Disse Samuel: "Por que você me chamou, já que o Senhor se afastou de você e se tornou seu inimigo?
O Senhor fez o que predisse por meu intermédio: rasgou de suas mãos o reino e o deu a seu próximo, a Davi.
Porque você não obedeceu ao Senhor nem executou a grande ira dele contra os amalequitas, ele lhe faz isso hoje.
O Senhor entregará você e o povo de Israel nas mãos dos filisteus, e amanhã você e seus filhos estarão comigo. O Senhor também entregará o exército de Israel nas mãos dos filisteus".
Na mesma hora Saul caiu estendido no chão, aterrorizado pelas palavras de Samuel. Suas forças haviam se esgotado, pois ele tinha passado todo aquele dia e toda aquela noite sem comer.
1 Samuel 28:7-20



Citar
E a resposta pragmática: Religiosos discordam em praticamente todo detalhe possível de sua Escritura, e todos eles insistem que são os Adeptos da Doutrina Correta.
sim por isto que disse que as religiões possuem "eus": saduceus , judeus,nazireus,mas agora a moda são os "istas":  teistas , ateistas, deistas e maluquistas

comprovar minhas expeculações das leis reencarnação e o carma

Citar
Oh my. Meus anos de experiencia indicam que toda vez que "Judeus", "Reencarnação" e "Carma" são usados na mesma frase, é uma interpretação que tentará justificar a moralidade e o merecimento do Holocausto. Caso seja isso, eu não tenho o menor interesse em continuar nesse tópico, não apenas pelo absurdo moral óbvio como também por seu provável desconhecimento acerca de história judaica (especialmente não-bíblica).  :)
de fato meus conhecimentos são apenas os apresentados na biblia, justificar não ! apenas evidenciar a coincidência dos fatos, dai cada um que tire sua conclusão.



sim essa é a hipocrisia destacada por Jesus: isaias "em vão me horam com seus labios porque seus corações estão longe da minha salvação!)
E voce se acha bom tentando evidenciar a hipocrisia dos outros,mas saiba que esta equivocado, pois em nenhum momento me declarei cristão ou seguidor de alguma religião, ai sim voce teria razão pois:  "se intitular  cristão não é ser cristão!"
Citar
Então encontre o trecho onde lhe chamei de Cristão,criaturo (eu o chamei de conservador moral). :) Sei do seu ecleticismo sincrético entre espiritismo, cristianismo e noções deísticas de Divindade.

ué seu argumento é de que a doutrina de Jesus é imoral, pois trata-se de um desocupado e baderneiro, desrespeitador das leis institucionais, o meu é evidenciar o seu equivoco.
voce não me chamou de cristão apenas tentou evidência minha hipocrisia em defender a moral cristã e contraditoriamente querer condenar aos que supõe que jesus perdoaria,espero ter conseguido esclarecer mais este  equivoco!


voce mesmo demonstra a crença de que todo ser humano é recuperável , então mal grado todo o meu ceticismo apresentado, ainda crês na salvação da humanidade!
Citar
Apenas dois detalhes relevantes - Preferência moral por métodos não-agressivos e crença/confiança na eficácia em reabilitação de criminosos (não-violentos) não é equivalente da afirmação " todo ser humano é recuperável", assim como não implica em desejo de "salvação da humanidade" (ser salva de quê, afinal de contas? :)).

 a natureza estomacal é violenta, pois ela nos obriga a trabalhar ?
obrigar o outro a trabalhar para me sustentar , é ser violento ? pois resumindo é isso que todo ladrão faz!
Se salvar dela mesmo! antes que seja tarde de mais! :hihi:



cumpra sua leis com os homens
Citar
Ele cumpriu-as tão bem que terminou sendo crucificado pelas mesmas autoridades que segundo você ele clamou por lealdade e obediência.

bom ele ensinou que devemos pagar nossas dividas a outros homens, repeitar as leis sociais  humanas, pagando o imposto.
assim não foi crucificado pelos romanos que lavou as mãos , por ser um infratores sim, pela politica de  religiosos  hipócritas .
judiação! vai continuar tentando segurar de pé este seu espantalho cristão?   :biglol:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: El Elyon em 09 de Junho de 2016, 19:01:49
Citar
então os fariseus, escribas e saduceus eram chamados de Judeus?

Sim - vide o próprio Saulo/Paulo de Tarso (ou melhor, o autor do Atos dos Apóstolos, que era nativo da Província da Cilícia, hoje parte da Turquia e se proclamava Judeu sem ser questionado: Mas Paulo lhe disse: Na verdade que sou um homem judeu, cidadão de Tarso, cidade não pouco célebre na Cilícia; rogo-te, porém, que me permitas falar ao povo. (Atos 21:39). Ou de um período próximo, Flávio Josefo, historiador judeu e fariseu (embora tivesse ascendência hasmoneana).

Citar
na biblia Isaias 26 só vai até o paragrafo :21 de onde tirou este isaias 26:29 profético?

Erro de grafia - o correto, como citou é Isaías 26:19.

Citar
tambem criam em espíritos de mortos vivos veja:

Que consta no Livro dos Reis (no Tanakh, 1 Reis e 2 Reis são um livro só) que é parte da Literatura Profética por narrar os feitos de Elias e Eliseu - e não aceito por Saduceus. Contudo, um detalhe relevante é que nós não temos nenhum texto escrito por um autor saduceu sobre o que saduceus acreditavam, apenas o que adversários (Cristãos) e aqueles brevemente interessados (Flávio Josefo) escreveram sobre eles.

Citar
ué seu argumento é de que a doutrina de Jesus é imoral, pois trata-se de um desocupado e baderneiro, desrespeitador das leis institucionais, o meu é evidenciar o seu equivoco.

Não mencionei nada sobre o ethos e a doutrina de Jesus (até porque ela varia de acordo com cada Evangelho), mas sim como seu modo de vida era significativamente diferente daquele pregado por conservadores morais que o elegem como parágono moral.

Citar
voce não me chamou de cristão apenas tentou evidência minha hipocrisia em defender a moral cristã e contraditoriamente querer condenar aos que supõe que jesus perdoaria

Enfim uma afirmação correta sobre o que escrevi. :)

Citar
Se salvar dela mesmo! antes que seja tarde de mais!

Embora eu não seja um otimista quanto a natureza humana, a postura "homo homini lupus" ou "o homem é o lobo do homem" é em geral improdutiva e justifica diversos atos que considero indesejáveis, especialmente sua propensão a ceder uma quantidade indesejável de poder ao Estado.

Citar
a natureza estomacal é violenta, pois ela nos obriga a trabalhar ?
obrigar o outro a trabalhar para me sustentar , é ser violento ? pois resumindo é isso que todo ladrão faz!

Essa dicotomia de 'trabalho" e "crime" é curiosa, porque ela não é válida a diversos tipos de criminosos que encarceramos. E o grande problema de forçar presos a trabalharem é que isso é efetivamente escravidão (incrível como conservadores morais tendem a querem trazer de volta os atos mais imorais possíveis, não?), além de gerar uma série de externalidades preocupantes.
Citar
assim não foi crucificado pelos romanos que lavou as mãos , por ser um infratores sim, pela politica de  religiosos  hipócritas .

Note que essa é a alegação cristã - o que sabemos sobre administração e legislação romana indica que Jesus provavelmente foi eliminado pelos mesmos motivos que outros judeus antirromanos e antissaduceus da época.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 10 de Junho de 2016, 10:29:30
Citar
tambem criam em espíritos de mortos vivos veja:

Citar
Que consta no Livro dos Reis (no Tanakh, 1 Reis e 2 Reis são um livro só) que é parte da Literatura Profética por narrar os feitos de Elias e Eliseu - e não aceito por Saduceus. Contudo, um detalhe relevante é que nós não temos nenhum texto escrito por um autor saduceu sobre o que saduceus acreditavam, apenas o que adversários (Cristãos) e aqueles brevemente interessados (Flávio Josefo) escreveram sobre eles.
a biblia foi escrita por ateus de saduceus

Citar
Não mencionei nada sobre o ethos e a doutrina de Jesus (até porque ela varia de acordo com cada Evangelho), mas sim como seu modo de vida era significativamente diferente daquele pregado por conservadores morais que o elegem como parágono moral.
existe pouca diferença entre os evangelhos que não chega a deturpar o principal sentido cristão, mas concordo que algumas passagens parecem ser contraditórias como não querer ensinar claramente aos fariseus, para que sejam condenados.
mas esta sendo ambíguo:
1) o modo de vida de jesus desapegado e na pratica do bem não é seguido pelos que se intitulam cristãos(como voce  acusa minha visão corretiva penal)
2)Jesus era um infrator de leis ,baderneiro e desocupado e seus seguidores não são


voce não me chamou de cristão apenas tentou evidência minha hipocrisia em defender a moral cristã e contraditoriamente querer condenar aos que supõe que jesus perdoaria
Citar
Enfim uma afirmação correta sobre o que escrevi. :)
entendimento correto de uma afirmação incorreta, se não então baseado no seu entendimentos da moral evangélica cristã  justifique por que devemos alimentar parasitas sociais incentivando a ociosidade deles?

Se salvar dela mesmo! antes que seja tarde de mais!
Citar
Embora eu não seja um otimista quanto a natureza humana, a postura "homo homini lupus" ou "o homem é o lobo do homem" é em geral improdutiva e justifica diversos atos que considero indesejáveis, especialmente sua propensão a ceder uma quantidade indesejável de poder ao Estado.
permissividade em prol de uma libertinagem travestida de liberdade tem agravado a deficiência moral do homem, causando a sua auto  destruição social , no campo intelectual a mesma ciência que salva também  é a mesma que destrói.
O nosso pais é um dos mais violentos do mundo, ironicamente exitem os que acusam o governo de ser o pais que mais prende:
Prender muito aumenta a violência, ou prendemos muito por que ja existe tal violência?
Tem os que defendem que devemos soltar os muitos que estão presos indevidamente, que ha muitos casos onde não ha necessidade de ficarem mais presos (penas alternativas?), concordo que dentro deste sistema falido ha sim descasos e ate falta de recursos , para julgamentos e maior eficacia do cumprimento da lei, imagine que em SP Fóruns que representam a justiça, foram despejados por falta de pagamento de aluguel,  a justiça brasileira tambem esta sendo  composta por "sem tetos", dai associação ao MST.... :histeria: pode isto seu El Eliyon ?
pois bem vamos as causas e sugestões  de melhoria  :
Falta educação, disciplina, respeito as leis, muita libertinagem,impunidades,muitos direitos e poucos deveres, excesso de assistencialismo paternalista gerando mendigos sociais e incentivos a procriação alem da capacidades governamental, na cidades falta espaço, educação eficiente, agua, saneamento,empregos,saude, sobra gente,transito, poluição e muita violência.
Ainda não somos um pais sério, vivemos num faz de contas brincando de nos enganarmos para levarmos alguma vantagem,precisamos evoluir moralmente aprendendo a seguir e respeitar regras sociais desde o berço.
O governo atual age como se fosse um pai "bonzinho" o salvador da patria , sem discriminação,permissivo e acolhedor, é uma hipocrisia linda "todos na escola" onde serão preparados para adentrarem a sociedade.
Mentira! as escolas hoje em dia são verdadeiras fabricas de infratores sociais, desde as creches, educação infantil não existem regra de condutas sociais, muito menos punições, correções,consequências, obrigações,cobrança por responsabilidade, ou seja muitos diretos e nenhum dever moral e cívico.
A deseducação infatil é o primeiro adubo para uma má formação social, é al que o estado de calamidade publica ensina o futuro cidadão infrator que o estado tem a obrigação de sustenta-lo, que não ha nenhuma obrigação de respeito, nem de seguir regras, que ele é um ser livre para fazer o que quiser que nada de mal ira lhe acontecer E O PIOR É QUE TEM RAZÃO! ja houve casos reais onde uma criança deu uma bica na canela de uma faxineira a mulher caiu e quebrou a perna,levado a diretoria tambem chutou a diretora, qual medida foi tomada nenhuma! eles brincam que estão fazendo sexo de baixo das mesas, mandam a as professoras irem tomar ...café, meninos batem nas meninas,se negam a estudar, na verdade estão amparados pelo melECA que proíbe o professor de alfabetizar  dentro do ensino infantil, desnecessário é apontar que   na sequencia do ensino fundamental esta situação  piora ainda  mais entregando a sociedade cidadães mal educados a desrespeitarem leis achando que a sociedade tem obrigação de sustentar a malandragem deles pois ja aprenderam que nada mal lhes acontecerá, ja nós os palhaços sociais mais reprimidos sabemos que todas as pessoas cumpridoras das leis e aptas ao trabalho  só tem direito ao alimento  mediante dever do trabalho, caso nos  negarmos, alem da falta de direitos para humanos direitos governo permitirá nossa morte pela auto inanição, ainda irá confiscar todas nossas propriedades por descumprimento do dever social de débitos de impostos.
Perceba que esta mentalidade social permissiva, dedica-se exclusivamente a criação de mais direitos e  menos deveres, veja o que faz o monstro da "progressão continuada" promovendo alunos que se negam ao dever de estudar, todo aluno tem o direito de permanecer dentro da escola mesmo se negando a estudar, irônicamente e coerente temente diabólico, aos que se negam a estudar serão promovidos também a   " progressão de pena" fora dos presídios...ha....ha...ha...ha..ha...que palhaçada  :jester:
Melhor seria liberar geral e assumir o desgoverno total, cada um faz o que bem entende e salve-se quem puder ? :no:
Creio que deveríamos dar uma melhorada na fonte dos males sociais, onde são plantadas as primeiras sementinhas dos mal educados, na educação infantil é la que deve ser criado regras , deveres e corretivos de conduta sociais.
1) pre requisito para educação infantil publica, os pais devem estar trabalhando
2) 1o desrespeito a regras, advertência escrita aos pais
3) 2o, suspensão por um dia e dobrada nas reincidências
4) 5a suspensão expulsão do ensino infantil
5) alfabetização a partir do ingresso no ensino publico
6)padronização nacional do ensino com  apostilas de  federais
7)avaliação da secretaria de ensino e reprovação automática pelo sistema informatizado
8) após segunda reprovação o aluno perdera o direito a progressão de série pelo sistema de ensino publico, mas não o direito de realizar testes para comprovar sua capacidade em ser promovido a serie seguinte.
Regras necessárias a inibição da criação de novos seres  infratores anti sociais



 a natureza estomacal é violenta, pois ela nos obriga a trabalhar ?
obrigar o outro a trabalhar para me sustentar , é ser violento ? pois resumindo é isso que todo ladrão faz!

Citar
Essa dicotomia de 'trabalho" e "crime" é curiosa, porque ela não é válida a diversos tipos de criminosos que encarceramos. E o grande problema de forçar presos a trabalharem é que isso é efetivamente escravidão (incrível como conservadores morais tendem a querem trazer de volta os atos mais imorais possíveis, não?), além de gerar uma série de externalidades preocupantes.
em nome de uma falsas moralidade "bondosa" é que são cometida as maiores barbaridades, porque "pais bonzinhos criam filhos mauzinhos" contraposto que "Bons pais criam bons filhos".
Não trata-se de hipocrisia e sim de desvirtuamento da sua parte, pois esta na moda inversão de valores  os que se negam ao trabalho digno, desrespeitam leis  e atacam a sociedade, são tratados como  vitimas?
horas! desigualdade não é um fruto social ,antes da natureza do ser humano, então ha capacidades diferentes e suas justas consequências, este negócio de : "IGUALDADE DE DIREITOS HUMANOS PARA HUMANOS DIFERENTES" é balela utópica! pois a cada um será dado conforme suas obras.
Desrespeitar a lei do trabalho digno não é a unica causa de ser anti social, porem é a maior causa da violência "querer ter o que o outro produziu "
Incrível é querer fingir não entender que : "TRABALHAR PELO AUTO SUSTENTO" é uma lei da natureza imposta a todo ser vivo, nascemos com um estomago e temos que trabalhar para sustenta-lo "é a vida"! E você tem a liberdade de morrer sem precisar trabalhar, eis a democracia :biglol:

assim não foi crucificado pelos romanos que lavou as mãos , por ser um infratores sim, pela politica de  religiosos  hipócritas .
Citar
Note que essa é a alegação cristã - o que sabemos sobre administração e legislação romana indica que Jesus provavelmente foi eliminado pelos mesmos motivos que outros judeus antirromanos e antissaduceus da época.
como disse o meu conhecimento bíblico se limita aos fatos que são apresentado pela bíblia, ela diz que os fariseus temendo a reação popular, comprou  alguns populares  com propinas e incitou pilatos a matar Jesus, que testemunhou não encontrar nele nenhuma infração, acreditando assim estar lavando suas mãos de sangue inocente.
ou seja provavelmente voce não ira conseguir provar o que tenta afirmar :hihi: 
a saber seu espantalho cristão e dele tambem sou cético
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 10 de Junho de 2016, 11:00:22
Se seu conhecimentos se limita  "fatos biblicos"  você está fazendo de forma errada. Não historicamente. Pois tudo o que está nos evangelhos pode ter sido forjado visto que foram escritos muitos anos depois. Ou você acha que alguém ficou anotando todos os diálogos de jesus e 50/60 anos depois escreveu minuciosamente cada passagem? É muita ingenuidade pensar isso.
 Além do mais você necessitaria de outras fontes extra-biblicas que corroborassem essas histórias e toda a comunidade que estuda isso sabe que isso não existe, além de parcos documentos, alguns já descartados como fraudes que citam cristãos. Nenhum de fonte primária. Ninguém viu esse grande acontecimento da humanidade senão os caras interessados nesse grande acontecimento. No minimo estranho.
E ainda tem de considerar que apenas este quatro evangelhos foram escolhidos, hé outros evangelhos que contradizem totalmente estes. estes evangelhos que estão aí por isso não entraram, Há evangelhos em que Jesus é um menino levado faznedo peripecias com seus superpoderes. tem um dos evangelhos que tira a culpa dos Judeus e a coloca sobre Pilatos. Enfim. Então lhe pergunto: qual é a história verdadeira? Não sabemos.

Mas é claro você não vai dar a minima pra isso.


O mais estranho disso é ver alguém que defende tanto o cristianismo e bla bla bla agir de forma tão oposta a isso. Lembre-se no livro ficcional que você ama o herói foi crucificado junto de dois ladrões e levou eles junto pro céu. Quer algo mais evidente da mensagem desse cara? Ainda vai ficar com esse discurso? Se vai, então para de se apoiar nas palavras do seu herói para fundamentar seus pontos. Assuma que você pensa assim e pronto. Deixe sua crença de lado pois você está sendo contraditório.

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 10 de Junho de 2016, 11:22:07
Se seu conhecimentos se limita  "fatos biblicos"  você está fazendo de forma errada. Não historicamente. Pois tudo o que está nos evangelhos pode ter sido forjado visto que foram escritos muitos anos depois. Ou você acha que alguém ficou anotando todos os diálogos de jesus e 50/60 anos depois escreveu minuciosamente cada passagem? É muita ingenuidade pensar isso.
tem razão não podemos mesmo provar autoria nem veracidades biblicas
Citar
O mais estranho disso é ver alguém que defende tanto o cristianismo e bla bla bla agir de forma tão oposta a isso. Lembre-se no livro ficcional que você ama o herói foi crucificado junto de dois ladrões e levou eles junto pro céu. Quer algo mais evidente da mensagem desse cara? Ainda vai ficar com esse discurso? Se vai, então para de se apoiar nas palavras do seu herói para fundamentar seus pontos. Assuma que você pensa assim e pronto. Deixe sua crença de lado pois você está sendo contraditório.
aqui voce compartilha do mesmo argumento equivocado do El Elyon, de que na pratica deturpo os ensinamentos de Jesus, quando na realidade por falta de um melhor entendimento  são  voces os  que questionam a  justiça da moral cristã bem mais do que  eu.

quanto ao ladrão indo pra o céu veja :

Replicou-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: Todo o que comete pecado, é escravo do pecado.
O escravo não fica para sempre na casa; o filho fica para sempre.
Se, pois, o Filho vos libertar, sereis realmente livres.
Sei que sois descendência de Abraão; mas procurais tirar-me a vida, porque a minha palavra não cabe em vós.
Eu falo o que tenho visto na presença de meu Pai; e vós fazeis o que ouvistes de vosso pai.
João 8:34-38

reencarnação e carma

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 10 de Junho de 2016, 14:48:15
Se você viu reencarnação e carma aí isso só demonstra o quanto a biblía é uma colcha de retalhos capaz de justificar qualquer coisa, aquilo que você deseja ser o correto e se contradizer ao mesmo tempo. Você interpreta os trechos como quer.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 10 de Junho de 2016, 15:23:45
Se você viu reencarnação e carma aí isso só demonstra o quanto a biblía é uma colcha de retalhos capaz de justificar qualquer coisa, aquilo que você deseja ser o correto e se contradizer ao mesmo tempo. Você interpreta os trechos como quer.

Replicou-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: Todo o que comete pecado, é escravo do pecado.
O escravo não fica para sempre na casa; o filho fica para sempre.
Se, pois, o Filho vos libertar, sereis realmente livres.
Sei que sois descendência de Abraão; mas procurais tirar-me a vida, porque a minha palavra não cabe em vós.
Eu falo o que tenho visto na presença de meu Pai; e vós fazeis o que ouvistes de vosso pai.
João 8:34-38

A casa de Deus Pai é a morada do céu  onde ficaram para sempre os filhos que obedecem suas leis, os filhos que desobedecem as leis do Pai não ficaram la para sempre pois ainda são escravos do ego e só se libertaram praticando os ensinos de Jesus, então poderão entrar e ficar no céu para sempre.
óbviamente que morada no céu que Deus habita é um local simbólico , mais verdadeiro seria isso "o reino dos céus esta dentro de vós, por isso onde estiver o vosso coração tambem estará o vosso tesouro"
ou seja quem consegue libertar-se do próprio ego encontrara o céu dentro de si mesmo, então "olha que ja esta curado vá e não volte a pecar para que mal pior não volte a te atormentar".
Jesus disse que o ladrão ficaria em paz ,mas não afirmou que ficaria para sempre! porque o pra sempre o mesmo é muito tedioso!
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 10 de Junho de 2016, 15:57:46
Cara, antes de mais nada, use corretamente ficaram (passado) e ficarão (futuro) pois muda todo o sentido da frase.


Sobre o trecho posso intrerpretar apenas: "perdoe a si mesmo e viva em paz". Nada de reencarnação aí, além, etc. Como eu disse voce interpreta como acha mais bonito que isso seja, ao gosto do cliente. Buffetzão religioso.
Ou agora você vai me demonstrar que tem as chaves para a interpretação correta vindas diretamente do além para sua cabeça?

Jesus pra mim era só mais um desses gurus de frases de almanaque. Enrolando pro povo achar que ele tava falando algo tão imcompreensivel. Se vivesse hoje escreveria livros de autoajuda.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Spencer em 10 de Junho de 2016, 16:28:21

E ainda tem de considerar que apenas este quatro evangelhos foram escolhidos, hé outros evangelhos que contradizem totalmente estes. estes evangelhos que estão aí por isso não entraram, Há evangelhos em que Jesus é um menino levado faznedo peripecias com seus superpoderes. tem um dos evangelhos que tira a culpa dos Judeus e a coloca sobre Pilatos. Enfim. Então lhe pergunto: qual é a história verdadeira? Não sabemos.
Tempos atrás dizia-se que este Jesus histórico nunca existiu e que os Evangelhos são aquela colcha de retalhos que vc menciona. Posteriormente descobre-se, através de estudiosos bíblicos que havia sim, ao tempo de Jesus ou pouco depois, um historiador que faz referencias a um personagem que se enquadrava nos relatos sobre Jesus: Flavio Josefo, Judeu, educado em Roma e bem visto como erudito e pesquisador, entre os romanos. FJosefo cita os Evangelhos e dá detalhes quado interpreta passagens in Atos dos Apóstolos. Ali, ele menciona a morte de Tiago, à espada, por Herodes.
Através de relatos semelhantes a este e, documentada a existência de outros personagens daquela fase do cristianismo primitivo, (Herode, Pilatos, Caifás, etc) deslinda-se, pouco a pouco a trajetória do Messias. Sua morte e os motivos, fazem parte da História Judaico-cristã.
Por outro lado, se o primeiro relato evangélico aparece 30 anos após a morte de Jesus ou seja, em 64 d.c. e cujo autor foi Marcos, na verdade os fatos ali contidos são narrados por Pedro, e anotados por Marcos. Acredita-se em anexação de documentos esparsos, da mesma época e que,atendendo ao Cânone da ICAR, passaram a ser copiados, como um documento único.

Existem fatos e situações que entram para a História e se tornam pervasivos e no entanto serão sempre anotações e interpretações de contexto e circunstância, deste ou daquele historiador, ou grupos envolvidos no registro.
No caso de Jesus, ocorre algo semelhante. A perseguição e martírio dos cristãos, as cartas de Paulo, análises e comentários paralelos, por estudioso, se tornaram testemunhas históricas, como se presenciais fossem. Acresce notar que o ambiente da Palestina, pequeno, acanhado, rude e simplório, não oferecia o cenário ideal para repercussão daquilo que por ali ocorria.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Skorpios em 10 de Junho de 2016, 16:32:13
Eu só gostaria de saber o que o sistema penitenciário tem a ver com essa discussão... :hein:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 10 de Junho de 2016, 16:33:08
Falta de Jesus no coração leva as pessoas ao sistema penitenciário.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 10 de Junho de 2016, 16:43:56

E ainda tem de considerar que apenas este quatro evangelhos foram escolhidos, hé outros evangelhos que contradizem totalmente estes. estes evangelhos que estão aí por isso não entraram, Há evangelhos em que Jesus é um menino levado faznedo peripecias com seus superpoderes. tem um dos evangelhos que tira a culpa dos Judeus e a coloca sobre Pilatos. Enfim. Então lhe pergunto: qual é a história verdadeira? Não sabemos.
Tempos atrás dizia-se que este Jesus histórico nunca existiu e que os Evangelhos são aquela colcha de retalhos que vc menciona. Posteriormente descobre-se, através de estudiosos bíblicos que havia sim, ao tempo de Jesus ou pouco depois, um historiador que faz referencias a um personagem que se enquadrava nos relatos sobre Jesus: Flavio Josefo, Judeu, educado em Roma e bem visto como erudito e pesquisador, entre os romanos. FJosefo cita os Evangelhos e dá detalhes quado interpreta passagens in Atos dos Apóstolos. Ali, ele menciona a morte de Tiago, à espada, por Herodes.
Através de relatos semelhantes a este e, documentada a existência de outros personagens daquela fase do cristianismo primitivo, (Herode, Pilatos, Caifás, etc) deslinda-se, pouco a pouco a trajetória do Messias. Sua morte e os motivos, fazem parte da História Judaico-cristã.
Por outro lado, se o primeiro relato evangélico aparece 30 anos após a morte de Jesus ou seja, em 64 d.c. e cujo autor foi Marcos, na verdade os fatos ali contidos são narrados por Pedro, e anotados por Marcos. Acredita-se em anexação de documentos esparsos, da mesma época e que,atendendo ao Cânone da ICAR, passaram a ser copiados, como um documento único.

Existem fatos e situações que entram para a História e se tornam pervasivos e no entanto serão sempre anotações e interpretações de contexto e circunstância, deste ou daquele historiador, ou grupos envolvidos no registro.
No caso de Jesus, ocorre algo semelhante. A perseguição e martírio dos cristãos, as cartas de Paulo, análises e comentários paralelos, por estudioso, se tornaram testemunhas históricas, como se presenciais fossem. Acresce notar que o ambiente da Palestina, pequeno, acanhado, rude e simplório, não oferecia o cenário ideal para repercussão daquilo que por ali ocorria.


Eu até não duvido que tenha existido um cara como jesus, mas dai a ter superpoderes é outra coisa...
Porém, Josefo não é testemunha e supostamente relata o que relataram pra ele...e ainda muita gente considera a parte onde Josefo fala dos cristãos como uma interpolação.  Ou seja adicionaram aquele trecho posteriormente em uma cópia pra inserir Jesus dentro da História.
http://ceticismo.net/religiao/a-maior-farsa-de-todos-os-tempos/as-falsificacoes/

encontrei ainda este tópico aqui sobre Josefo.
http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=24316.0


Os primeiros escritos não seriam as cartas Paulinas? os evangelhos se não me enganam datam de periodo posterior e não eram "assinados" Os nomes doram dados pela Igreja que a bel prazer nomeou eles com nomes de 4 apostolos.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 10 de Junho de 2016, 20:02:52
Eu só gostaria de saber o que o sistema penitenciário tem a ver com essa discussão... :hein:
historicamente temas relacionados a moralidades naturalmente atraem questões religiosas, sendo quase  inevitável deixar o conceito  Deus de fora.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 10 de Junho de 2016, 20:04:43
Falta de Jesus no coração leva as pessoas ao sistema penitenciário.
certo e tambem a autoridade da moral cristã tem evitado muitas reincidências
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 11 de Junho de 2016, 12:38:41
Cara, antes de mais nada, use corretamente ficaram (passado) e ficarão (futuro) pois muda todo o sentido da frase.


Sobre o trecho posso intrerpretar apenas: "perdoe a si mesmo e viva em paz". Nada de reencarnação aí, além, etc. Como eu disse voce interpreta como acha mais bonito que isso seja, ao gosto do cliente. Buffetzão religioso.
Ou agora você vai me demonstrar que tem as chaves para a interpretação correta vindas diretamente do além para sua cabeça?

Jesus pra mim era só mais um desses gurus de frases de almanaque. Enrolando pro povo achar que ele tava falando algo tão imcompreensivel. Se vivesse hoje escreveria livros de autoajuda.

tem razão quanto aos erros de português e atropelamento da concordância gramatical, mas sempre conto com a perspicácia dos antagonista . :ok:
Jesus não foi chamado de mestre por ter cursado uma faculdadezinha, se acha os ensinamento deles pura enrolação é sinal que não conseguiu entender muita coisa.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 11 de Junho de 2016, 12:49:42
Cara, antes de mais nada, use corretamente ficaram (passado) e ficarão (futuro) pois muda todo o sentido da frase.


Sobre o trecho posso intrerpretar apenas: "perdoe a si mesmo e viva em paz". Nada de reencarnação aí, além, etc. Como eu disse voce interpreta como acha mais bonito que isso seja, ao gosto do cliente. Buffetzão religioso.
Ou agora você vai me demonstrar que tem as chaves para a interpretação correta vindas diretamente do além para sua cabeça?

Jesus pra mim era só mais um desses gurus de frases de almanaque. Enrolando pro povo achar que ele tava falando algo tão imcompreensivel. Se vivesse hoje escreveria livros de autoajuda.

tem razão quanto aos erros de português e atropelamento da concordância gramatical, mas sempre conto com a perspicácia dos antagonista . :ok:
Jesus não foi chamado de mestre por ter cursado uma faculdadezinha, se acha os ensinamento deles pura enrolação é sinal que não conseguiu entender muita coisa.

São obviedades, meu caro!
Eu os compreendi perfeitamente até porque são bem simples, ele se existiu chupou de outros que vieram antes dele. Qual a grande novidade que ele disse que qualquer pessoa de bem não saberia? ( ou que disseram que o personagem disse)

E pela sua argumentação e pelo que tem demonstrado por aqui quem não entendeu bulhufas do que ele falou foi você. Tem que se decidir se quer o Jesus cangaceiro justiceiro ou o jesus hippie paz e amor...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Rhyan em 11 de Junho de 2016, 12:54:49
A porcentagem de presidiários provisórios, com crimes menores, e que cometeram crimes sem vítimas é assustadora.

E ainda tem gente defendendo que tráfico de drogas deveria ser crime hediondo.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Skorpios em 11 de Junho de 2016, 13:05:01
Falta de Jesus no coração leva as pessoas ao sistema penitenciário.
:biglol:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Skorpios em 11 de Junho de 2016, 13:05:40
Falta de Jesus no coração leva as pessoas ao sistema penitenciário.
certo e tambem a autoridade da moral cristã tem evitado muitas reincidências

 :susto:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 11 de Junho de 2016, 13:25:28
A porcentagem de presidiários provisórios, com crimes menores, e que cometeram crimes sem vítimas é assustadora.

E ainda tem gente defendendo que tráfico de drogas deveria ser crime hediondo.

Contrabando de tabaco também é, ou vale só para as drogas "categoricamente" ilegais, mais associadas a crimes hediondos mesmo? :hein:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 11 de Junho de 2016, 14:16:01
A porcentagem de presidiários provisórios, com crimes menores, e que cometeram crimes sem vítimas é assustadora.

E ainda tem gente defendendo que tráfico de drogas deveria ser crime hediondo.
Eu defendo que traficantes  de droga sejam julgados la na indonésia
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 11 de Junho de 2016, 14:18:22
Falta de Jesus no coração leva as pessoas ao sistema penitenciário.
certo e tambem a autoridade da moral cristã tem evitado muitas reincidências

 :susto:

muitos deixam de praticar crimes e vicios, por se converterem ao cristianismo
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 11 de Junho de 2016, 14:35:12

São obviedades, meu caro!
Eu os compreendi perfeitamente até porque são bem simples, ele se existiu chupou de outros que vieram antes dele. Qual a grande novidade que ele disse que qualquer pessoa de bem não saberia? ( ou que disseram que o personagem disse)

E pela sua argumentação e pelo que tem demonstrado por aqui quem não entendeu bulhufas do que ele falou foi você. Tem que se decidir se quer o Jesus cangaceiro justiceiro ou o jesus hippie paz e amor...

a sabedoria de Jesus na pratica supera a teoria apresentada até então.
o numero de ovelhas selvagens ja passa dos limites , então ha necessidade da haver mais pastores enérgicos impondo ordem e progresso social no barraco Brasil.
 :chicote: :brasil: :clapping:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 11 de Junho de 2016, 14:42:45


muitos deixam de praticar crimes e vicios, por se converterem ao... (adicione aqui a religião, grupo, seita, instituição de sua preferência)

mas
muitos também não deixam de cometer crimes só por serem cristãos ou religiosos

aliás grande parte dos criminosos são religiosos...

Esse tipo de afirmação não serve pra muita coisa.


Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 11 de Junho de 2016, 14:48:37


a sabedoria de Buda na pratica supera a teoria apresentada até então.

ai eu pergunto:
e dai?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 11 de Junho de 2016, 15:15:19
Nenhuma folha cai sem que Deus queira; está na bíblia.

Então se alguém comete um "crime" contra alguém, é porque este merece sofrer o crime, é pior que o "criminoso".

A carmologia também explica a esse fato descrito rudimentarmente na bíblia.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Spencer em 11 de Junho de 2016, 15:51:35
A porcentagem de presidiários provisórios, com crimes menores, e que cometeram crimes sem vítimas é assustadora.

E ainda tem gente defendendo que tráfico de drogas deveria ser crime hediondo.
Realmente se nos ativermos às consequências do tráfico, que basicamente gera um percentual considerável da violência, a legalização das drogas poderia ser uma solução; pelo menos, da maconha.
O que o Estado investe em recursos para coibir o tr. da maconha não faz sentido algum. O Álcool e o fumo trazem as mesmas consequências sociais.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Spencer em 11 de Junho de 2016, 16:03:39
Nenhuma folha cai sem que Deus queira; está na bíblia.

Então se alguém comete um "crime" contra alguém, é porque este merece sofrer o crime, é pior que o "criminoso".

A carmologia também explica a esse fato descrito rudimentarmente na bíblia.
Esta frase não se encontra na Bíblia, embora haja outras com significado semelhante.

Encontrei isto na Net:
Alcorão
“Ele possui as chaves do incognoscível, coisa que ninguém, além d"Ele, possui; Ele sabe o que há na terra e no mar; e não cai uma folha (da árvore) sem que Ele disso tenha ciência; não há um só grão, no seio da terra, ou nada verde, ou seco, que não esteja registrado no livro lúcido” (6ª Surata versículo 59)

Jesus dizia: O escândalo é necessário, mas ai daquele que o promova. Mt.18; 7

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 11 de Junho de 2016, 17:21:23
Afirmar que algo aconteça a despeito da vontade contrária de Deus é questionar sua onipotência, oniciência, como se ele fosse um deusinho qualquer de quem alguém poderia se esconder atrás de um arbusto, mesmo sendo uma das únicas duas pessoas no planeta inteiro.

Citar
Mateus 10:29Nova Versão Internacional (NVI-PT)

29 Não se vendem dois pardais por uma moedinha[a]? Contudo, nenhum deles cai no chão sem o consentimento do Pai de vocês.

Citar
Mateus 10:29-31O Livro (OL)

29/31 Nem um pardal — que vale menos que uma moeda — poderá cair no chão sem que o vosso Pai o saiba. Os próprios cabelos da vossa cabeça estão contados. Portanto, não se preocupem! Para ele, vocês valem mais do que muitos pardais juntos.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 11 de Junho de 2016, 22:38:47


muitos deixam de praticar crimes e vicios, por se converterem ao... (adicione aqui a religião, grupo, seita, instituição de sua preferência)

mas
muitos também não deixam de cometer crimes só por serem cristãos ou religiosos

aliás grande parte dos criminosos são religiosos...

Esse tipo de afirmação não serve pra muita coisa.
isto acontece porque os santos estão no céu
então para partidarista céticos não,mas para os familiares e para a sociedade onde  religiões conseguem transformar seres anti sociais em cidadães voltados ao bem comum é de grande valia.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 11 de Junho de 2016, 22:41:15


a sabedoria de Buda na pratica supera a teoria apresentada até então.

ai eu pergunto:
e dai?
Buda deu o exemplo pratico desejando o bem dos inimigos quando lhes enfiavam uma lança ?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 11 de Junho de 2016, 23:03:05
Nenhuma folha cai sem que Deus queira; está na bíblia.

Então se alguém comete um "crime" contra alguém, é porque este merece sofrer o crime, é pior que o "criminoso".

A carmologia também explica a esse fato descrito rudimentarmente na bíblia.

Exato!eis a prova:

https://www.youtube.com/v/XkZ6g6YvyUQ


a lei do carma é mecanica onde ações geram reações o sentido delas são conceitos  pessoais

dor de barriga não é uma vingança contra os gulosos, nem a   dor do dente cariado é uma punição contra o preguiçoso.
A lei natural é a razão que conduz ao sentido comum  desfazendo a idéia do caos.

As criaturas exercitam esta razão natural tentando impor um sentido comum anulando parte do livre arbitrio das individualidades que vão no sentido contrario ao do bem comum social.

  a vingança improdutiva pertence ao seres racionalmente inferiores, então ações violentas despertam sentimentos 
 vingativos em todos os seres que as sofreram, de fato todas as coisas acontecem da forma que Deus deseja ,mas toda ação vingativa manifesta a vontade das suas individualidades humanas. 
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 11 de Junho de 2016, 23:07:10


muitos deixam de praticar crimes e vicios, por se converterem ao... (adicione aqui a religião, grupo, seita, instituição de sua preferência)

mas
muitos também não deixam de cometer crimes só por serem cristãos ou religiosos

aliás grande parte dos criminosos são religiosos...

Esse tipo de afirmação não serve pra muita coisa.
isto acontece porque os santos estão no céu
então para partidarista céticos não,mas para os familiares e para a sociedade onde  religiões conseguem transformar seres anti sociais em cidadães voltados ao bem comum é de grande valia.

Sim, santos estão no céu, assim como as nuvens, ok! Show me the papers!



E quando eu disse que isso não é válido? eu também acho válido qualquer coisa que transforme o individuo em alguem melhor

se ele acha que crer em papai noel o fará uma pessoa melhor, ok!

pare de tentar associar ceticos a pessoas que não desejam ou querem o bem dos outros.

Pare de associar "praticar o bem" com "crenças" ou "fé" em algo invisivel.

Uma coisa não está associada a outra

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 11 de Junho de 2016, 23:07:50


a sabedoria de Buda na pratica supera a teoria apresentada até então.

ai eu pergunto:
e dai?
Buda deu o exemplo pratico desejando o bem dos inimigos quando lhes enfiavam uma lança ?

E quem desejou o bem dos inimigos quando lhe enfiavam uma lança?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Rhyan em 12 de Junho de 2016, 05:25:19
A porcentagem de presidiários provisórios, com crimes menores, e que cometeram crimes sem vítimas é assustadora.

E ainda tem gente defendendo que tráfico de drogas deveria ser crime hediondo.

Contrabando de tabaco também é, ou vale só para as drogas "categoricamente" ilegais, mais associadas a crimes hediondos mesmo? :hein:

Não entendi bem a questão legal. A lei de crimes hediondos não considera o tráfico de entorpecentes como crime hediondo, mas o coloca como um crime inafiançável, sem indulto e tal.

Contrabando (descaminho) é um crime bem menor, você apenas evitou os impostos. É um crime contra o sistema tributário. O caso do tráfico é uma mercadoria proibida.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 13 de Junho de 2016, 09:56:49
Afirmar que algo aconteça a despeito da vontade contrária de Deus é questionar sua onipotência, oniciência, como se ele fosse um deusinho qualquer de quem alguém poderia se esconder atrás de um arbusto, mesmo sendo uma das únicas duas pessoas no planeta inteiro.

Citar
Mateus 10:29Nova Versão Internacional (NVI-PT)

29 Não se vendem dois pardais por uma moedinha[a]? Contudo, nenhum deles cai no chão sem o consentimento do Pai de vocês.


a onisciência divina é algo bem ilógico  antes mesmo da ação poder conhecer todas infinitas consequências , um ser onisciente não pode raciocinar.
como Deus pode conhecer seu próximo pensamento ante dele existir?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 13 de Junho de 2016, 10:06:54


a sabedoria de Buda na pratica supera a teoria apresentada até então.

ai eu pergunto:
e dai?
Buda deu o exemplo pratico desejando o bem dos inimigos quando lhes enfiavam uma lança ?

E quem desejou o bem dos inimigos quando lhe enfiavam uma lança?

"perdoai porque eles não sabem o que fazem"

34 Contudo um dos soldados lhe furou o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 13 de Junho de 2016, 18:38:01


a sabedoria de Buda na pratica supera a teoria apresentada até então.

ai eu pergunto:
e dai?
Buda deu o exemplo pratico desejando o bem dos inimigos quando lhes enfiavam uma lança ?

E quem desejou o bem dos inimigos quando lhe enfiavam uma lança?

"perdoai porque eles não sabem o que fazem"

34 Contudo um dos soldados lhe furou o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água.

me parece uma pessoa que tem compaixão até por seus inimigos, pessoas ruins, refugos da sociedade...um cara que ofereceria a outra face e amaria seus inimigos...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 13 de Junho de 2016, 18:49:09
Mas escurraaçva quermesseiros na base da chicotada.

(https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/51/c9/30/51c930c0c3e1723d932259019058b939.jpg)

“Com toda a certeza vos afirmo que dificilmente um rico entrará no Reino dos céus. E lhes digo mais: É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no Reino dos céus”. - Jesus F. Christ

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 13 de Junho de 2016, 21:24:10
Contraditório como os fiéis.

Acho que entendo porque chamam ele de primeiro socialista:

Defende os marginalizados, os bandidos, mas não tolera os ricos, os empreendedores, aqueles que detém o capital.
 
Mas é claro somos nós, céticos que não temos a sutileza para compreender sua verdadeira mensagem.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gauss em 13 de Junho de 2016, 22:56:59
Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada;
Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra;
E assim os inimigos do homem serão os seus familiares.
Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim.
E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim.
Quem achar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a sua vida, por amor de mim, achá-la-á.

Mateus 10:34-39
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 13 de Junho de 2016, 23:22:08
"Conservadores" idolatram a um revolucionário cultural socialista confesso, que tem como missão declarada a destruição das famílias! Hippie que transformava água em bebidas alcoólicas, liberando geral!

E ele nunca se casou... nunca teve filho... sei não...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gauss em 13 de Junho de 2016, 23:41:30
E ele nunca se casou... nunca teve filho... sei não...

Beijou Judas e foi traído depois...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 13 de Junho de 2016, 23:45:29
Por aí...


essas passagens que o Gauss citou geralmente são interpretadas de forma alegórica, mais ou menos na linha de "Jesus veio colocar pai contra irmão, pois alguns dentro da familia acreditarão nele e outros não, causando dissenção." E não algo literal de que ele seria um guerreiro.

Mas daí quando jesus fala que era filho de deus todo mundo entende como algo literal: Sim ele é realmente o filho de um Deus (ou ele mesmo na forma do filho) quando também poderia ser algo alegórico.
Sempre a gosto do cliente.


Toda essa conversa sobre a moral de Jesus me fez pensar aqui:

Qual é a moral oficial  que o Vaticano, que possui o copyright de Jesus, prega:

Um Jesus todo paz e amor que ama seus inimigos incondicionalmente ou um Jesus justiceiro?

Qual a moral oficial?

acho que a coisa é tão complexa devido a todas estas passagens contraditórias que fica dificil estabelecer uma, mas sei lá, deve ter...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gauss em 14 de Junho de 2016, 00:03:03

Qual é a moral oficial  que o Vaticano, que possui o copyright de Jesus, prega:



Talvez algo relacionado a essas palavras:

Mateus 19:13-15:

Naquele momento, foram-lhe trazidas crianças para que lhes impusesse as mãos e fizesse uma oração. Os discípulos, porém, as repreendiam. Jesus, todavia, disse: "Deixai as crianças e não as impeçais de vir a mim, pois delas é o Reino dos Céus". Em seguida impôs-lhes as mãos e partiu dali.

Marcos 10:13-16:

Traziam-lhes crianças para que as tocasse, mas os discípulos as repreendiam. Vendo isso, Jesus ficou indignado e disse: "Deixai as crianças virem a mim. Não as impeçais, pois delas é o Reino de Deus. Em verdade vos digo: aquele que não receber o Reino de Deus como uma criança, não entrará nele". Então, abraçando-as, abençoou-as, impondo as mãos sobre elas.

Lucas 18:15-17:

Traziam-lhe até mesmo as criancinhas para que as tocasse; vendo isso, os discípulos as reprovavam. Jesus, porém chamou-as dizendo: "deixai as criancinhas virem a mim e não as impeçais, pois delas é o Reino de Deus. Em verdade vos digo, aquele que não receber o Reino de Deus como uma criancinha, não entrará nele".

Desculpa, não resisti.

Mas imagino que há variações conforme as doutrinas católicas. Jesuítas, Franciscanos, Beneditinos e outros têm conceitos um pouco diferentes de suas fés, não?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 15 de Junho de 2016, 09:38:43


a sabedoria de Buda na pratica supera a teoria apresentada até então.

ai eu pergunto:
e dai?
Buda deu o exemplo pratico desejando o bem dos inimigos quando lhes enfiavam uma lança ?

E quem desejou o bem dos inimigos quando lhe enfiavam uma lança?

"perdoai porque eles não sabem o que fazem"

34 Contudo um dos soldados lhe furou o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água.

me parece uma pessoa que tem compaixão até por seus inimigos, pessoas ruins, refugos da sociedade...um cara que ofereceria a outra face e amaria seus inimigos...
parabéns ,pela sabedoria !
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 15 de Junho de 2016, 09:50:47


muitos deixam de praticar crimes e vicios, por se converterem ao.
.. (adicione aqui a religião, grupo, seita, instituição de sua preferência)

mas
muitos também não deixam de cometer crimes só por serem cristãos ou religiosos

aliás grande parte dos criminosos são religiosos...

Esse tipo de afirmação não serve pra muita coisa.
isto acontece porque os santos estão no céu
então para partidarista céticos não,mas para os familiares e para a sociedade onde  religiões conseguem transformar seres anti sociais em cidadães voltados ao bem comum é de grande valia.

Sim, santos estão no céu, assim como as nuvens, ok! Show me the papers!



E quando eu disse que isso não é válido? eu também acho válido qualquer coisa que transforme o individuo em alguem melhor

se ele acha que crer em papai noel o fará uma pessoa melhor, ok!

pare de tentar associar ceticos a pessoas que não desejam ou querem o bem dos outros.

Pare de associar "praticar o bem" com "crenças" ou "fé" em algo invisivel.

Uma coisa não está associada a outra

A maioria dos ceticos atacam religiõe por crerem que são perniciosas aos homens
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 15 de Junho de 2016, 10:15:38
Mas escurraaçva quermesseiros na base da chicotada.
Contraditório como os fiéis.

Acho que entendo porque chamam ele de primeiro socialista:

Defende os marginalizados, os bandidos, mas não tolera os ricos, os empreendedores, aqueles que detém o capital.
 
Mas é claro somos nós, céticos que não temos a sutileza para compreender sua verdadeira mensagem.
Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada;
Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra;
E assim os inimigos do homem serão os seus familiares.
Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim.
E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim.
Quem achar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a sua vida, por amor de mim, achá-la-á.

Mateus 10:34-39
“Com toda a certeza vos afirmo que dificilmente um rico entrará no Reino dos céus. E lhes digo mais: É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no Reino dos céus”. - Jesus F. Christ

alguns tipo de céticos parecem "fofoqueiros dos infernos", adoram denegrir , desvirtuar aquilo que diminui  suas razões.
o importante é ser do contra se fez , deixou de fazer ou fez diferente é  mal do mesmo jeito, pois voce ja se decidiram que possuem uma razão superior agora basta ficar tentando provar ridicularizando seu próprios espantalhos céticos "cristão".
mas como ele disse aos seu semelhantes fariseus " a sabedoria é justificada por ações e não por palavras frívolas"
Jesus fez sua ultima ceia na casa de um homem ladrão e muito rico, logo não faz acepção de pessoas.
de fato religiosos se matam ao longo do tempo
Ele não é a favor dos falsos testemunhos, nem de transformarem religião em comercio.
As pessoas só lembram de Deus diante das dificuldades por isso a maioria dos ricos se tornam soberbos
por que iria constituir familia, sabendo que morreria com apenas 33 anos ?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 15 de Junho de 2016, 10:23:15
"Conservadores" idolatram a um revolucionário cultural socialista confesso, que tem como missão declarada a destruição das famílias! Hippie que transformava água em bebidas alcoólicas, liberando geral!

E ele nunca se casou... nunca teve filho... sei não...

E disse o Senhor: A quem, pois, compararei os homens desta geração, e a quem são semelhantes?
São semelhantes aos meninos  :baby: que, assentados nas praças, clamam uns aos outros, e dizem: Tocamo-vos flauta, e não dançastes; cantamo-vos lamentações, e não chorastes.
Porque veio João o Batista, que não comia pão nem bebia vinho, e dizeis: Tem demônio;
Veio o Filho do homem, que come e bebe, e dizeis: Eis aí um homem comilão e bebedor de vinho, amigo dos publicanos e pecadores.
Mas a sabedoria é justificada por todos os seus filhos.
Lucas 7:31-35
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 15 de Junho de 2016, 12:56:33


muitos deixam de praticar crimes e vicios, por se converterem ao.
.. (adicione aqui a religião, grupo, seita, instituição de sua preferência)

mas
muitos também não deixam de cometer crimes só por serem cristãos ou religiosos

aliás grande parte dos criminosos são religiosos...

Esse tipo de afirmação não serve pra muita coisa.
isto acontece porque os santos estão no céu
então para partidarista céticos não,mas para os familiares e para a sociedade onde  religiões conseguem transformar seres anti sociais em cidadães voltados ao bem comum é de grande valia.

Sim, santos estão no céu, assim como as nuvens, ok! Show me the papers!



E quando eu disse que isso não é válido? eu também acho válido qualquer coisa que transforme o individuo em alguem melhor

se ele acha que crer em papai noel o fará uma pessoa melhor, ok!

pare de tentar associar ceticos a pessoas que não desejam ou querem o bem dos outros.

Pare de associar "praticar o bem" com "crenças" ou "fé" em algo invisivel.

Uma coisa não está associada a outra

A maioria dos ceticos atacam religiõe por crerem que são perniciosas aos homens

è claro agora você vai me mostrar as pesquisas que indicam que a maioria dos céticos ataca religião por estes motivos...


Quanto ao que você negritou acima. Releia.
Eu disse que sua afirmação não quer dizer muita coisa, pois posso trocar ela por qualquer outra religião, irmandade, etc. Não quer dizer que porque se tornou cristão que o individuo se tornará uma pessoa melhor. Posso me tornar melhor sentado olhando pra um pé de bananeira.

Eu não quis dizer que o ato em si de melhorar o individuo através da religião não era válido tanto é que "eu também acho válido qualquer coisa que transforme o individuo em alguem melhor"

São duas coisas diferentes.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 15 de Junho de 2016, 12:59:02


a sabedoria de Buda na pratica supera a teoria apresentada até então.

ai eu pergunto:
e dai?
Buda deu o exemplo pratico desejando o bem dos inimigos quando lhes enfiavam uma lança ?

E quem desejou o bem dos inimigos quando lhe enfiavam uma lança?

"perdoai porque eles não sabem o que fazem"

34 Contudo um dos soldados lhe furou o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água.

me parece uma pessoa que tem compaixão até por seus inimigos, pessoas ruins, refugos da sociedade...um cara que ofereceria a outra face e amaria seus inimigos...
parabéns ,pela sabedoria !

Que bom que concorda! Como eu sempre digo: cristãos nunca seguem o que seu mestre fazia. Falam falam falam mas as atitudes são totalmente opostas.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 16 de Junho de 2016, 11:05:36

Quanto ao que você negritou acima. Releia.
Eu disse que sua afirmação não quer dizer muita coisa, pois posso trocar ela por qualquer outra religião, irmandade, etc. Não quer dizer que porque se tornou cristão que o individuo se tornará uma pessoa melhor. Posso me tornar melhor sentado olhando pra um pé de bananeira.

Eu não quis dizer que o ato em si de melhorar o individuo através da religião não era válido tanto é que "eu também acho válido qualquer coisa que transforme o individuo em alguem melhor"

São duas coisas diferentes.
ok :ok:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 16 de Junho de 2016, 11:08:58

Que bom que concorda! Como eu sempre digo: cristãos nunca seguem o que seu mestre fazia. Falam falam falam mas as atitudes são totalmente opostas.

"Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim."
Mateus 15:8

 tem razão! absolutamente na pratica não ha se quer um cristão."

Esta verdade só enaltece ainda mais a  grandiosidade de Jesus
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Spencer em 16 de Junho de 2016, 13:40:23

Que bom que concorda! Como eu sempre digo: cristãos nunca seguem o que seu mestre fazia. Falam falam falam mas as atitudes são totalmente opostas.

"Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim."
Mateus 15:8

 tem razão! absolutamente na pratica não ha se quer um cristão."

Esta verdade só enaltece ainda mais a  grandiosidade de Jesus
Mesmo nos meus tempos de cético já nutria admiração por Jesus. Assistia, quando criança, aos filmes de sua crucificação que passavam na semana santa, e chegava em casa desconsolado.
Percebi, analisando os Evangelhos que ele resumia todas as Leis de Moisés num único mandamento: amar seu próximo como a si mesmo e a ele fazer o que gostaria que lhe fizesse.
Não via muita originalidade nos demais ensinamentos, que de um modo geral outros avatares e homens santos já ensinavam.
Mas suas parábolas revelam expressões desconhecidas da inteligência comum.
Apenas para se ter uma ideia, ele ensina que os ricos operosos e diligentes são essenciais para o progresso do mundo e louva-os, na parabola do administrador infiel.
Quanto a: "dificilmente um rico entrará no céu"; sabidamente os prazeres, luxos e maus costumes tornam suas vidas pouco proveitosas espiritualmente, mas não serão ricos eternamente. Também experimentarão as agruras, o sofrimento e a pobreza - não necessariamente de bens materiais.
Ele ensina que somente a riqueza pode propiciar o progresso.  - Entendamos; como haveria centros de pesquisa, laboratórios, grandes empresas que empregam milhares, se não houvesse o capital acumulado e o desejo do lucro. Tudo tem seu tempo.
Na Parábola do Joio e do Trigo, ele ensina que o Bem e o Mal crescem simultaneamente e não são reconhecidos pelo homem, em princípio. Somente mais tarde seus frutos os diferenciarão e então cada um terá o destino que lhe compete.
Ou alimento na mesa do trabalhador ou o fogo das provações. (não se trata do fogo do inferno).

Quanto ao cristão, fiel e cumpridor de seus deveres, a Parábola do Semeador esclarece que alguns o são em trinta por cento, outros em sessenta e outros em cem por cento, em relação aos compromissos espirituais assumidos. Isto é compreensível, pois não?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 16 de Junho de 2016, 14:16:21
pois é Spencer, Jesus é um ser de uma razão profunda que em alguns casos foge a razão humano do tipo "desejar o bem aos inimigos" só ele deu esse exemplo pratico na sua dolorosa morte.
ele espalha sementes de conhecimentos que só brotaram em razões mais profundas  :ok:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 16 de Junho de 2016, 15:41:01
Concordo.  Realmente Jesus é uma personagem inacreditável!
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Alquimista em 17 de Junho de 2016, 02:23:57

Que bom que concorda! Como eu sempre digo: cristãos nunca seguem o que seu mestre fazia. Falam falam falam mas as atitudes são totalmente opostas.

"Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim."
Mateus 15:8

 tem razão! absolutamente na pratica não ha se quer um cristão."

Esta verdade só enaltece ainda mais a  grandiosidade de Jesus
Mesmo nos meus tempos de cético já nutria admiração por Jesus. Assistia, quando criança, aos filmes de sua crucificação que passavam na semana santa, e chegava em casa desconsolado.
Percebi, analisando os Evangelhos que ele resumia todas as Leis de Moisés num único mandamento: amar seu próximo como a si mesmo e a ele fazer o que gostaria que lhe fizesse.
Não via muita originalidade nos demais ensinamentos, que de um modo geral outros avatares e homens santos já ensinavam.
Mas suas parábolas revelam expressões desconhecidas da inteligência comum.
Apenas para se ter uma ideia, ele ensina que os ricos operosos e diligentes são essenciais para o progresso do mundo e louva-os, na parabola do administrador infiel.
Quanto a: "dificilmente um rico entrará no céu"; sabidamente os prazeres, luxos e maus costumes tornam suas vidas pouco proveitosas espiritualmente, mas não serão ricos eternamente. Também experimentarão as agruras, o sofrimento e a pobreza - não necessariamente de bens materiais.
Ele ensina que somente a riqueza pode propiciar o progresso.  - Entendamos; como haveria centros de pesquisa, laboratórios, grandes empresas que empregam milhares, se não houvesse o capital acumulado e o desejo do lucro. Tudo tem seu tempo.
Na Parábola do Joio e do Trigo, ele ensina que o Bem e o Mal crescem simultaneamente e não são reconhecidos pelo homem, em princípio. Somente mais tarde seus frutos os diferenciarão e então cada um terá o destino que lhe compete.
Ou alimento na mesa do trabalhador ou o fogo das provações. (não se trata do fogo do inferno).

Quanto ao cristão, fiel e cumpridor de seus deveres, a Parábola do Semeador esclarece que alguns o são em trinta por cento, outros em sessenta e outros em cem por cento, em relação aos compromissos espirituais assumidos. Isto é compreensível, pois não?

pois é Spencer, Jesus é um ser de uma razão profunda que em alguns casos foge a razão humano do tipo "desejar o bem aos inimigos" só ele deu esse exemplo pratico na sua dolorosa morte.
ele espalha sementes de conhecimentos que só brotaram em razões mais profundas  :ok:


Je(gue)$u$ não existe (e nunca existiu) e tudo o que está nos evangelhos é (im)puro lixo por um único e simples motivo.

O gênesis tá todo errado. É ladainha absoluta. Potoca!!! Peta!!!

Como não existia morte antes do pecado original??? Que raciocínio absurdo é esse???
Claro, os jegues que escreveram o gêguesis nunca desconfiariam que um dia iríamos descobrir fósseis de dinossauros, de hominídeos, de grandes extinções, ou seja, de tudo que confirma a Teoria da Evolução, (mas a bíblia é a Teo(de deus)Ria(de rir mesmo) da Involução. Total!!!) e de que houve mortes, muiiiiiitas mortes antes da SUPOSTA queda do homem. (Puxa, os jegues nem pensaram em predadores como tubarão, leão, aves de rapina... pra que servem...)
Outro erro do gênesis, se todos humanos provém de Adão e Ivo, como existiam seres humanos nas américas? De onde eles vieram? Dos descendentes de Noé, tendo os continentes se divido após o dilúvio? kkkkkkkkkkkkkkkkkkk  Por isso nunca passou pela cabeça dos europeus que haveria vida humana além mar.
Ora, vamos lá, diletos crentes, sejam sensatos e admitam. A cada nova descoberta da Ciência, a bíblia atrofia e perde o valor. Vocês não vão querer admitir que a narração da criação e da queda é um relato verídico, real, não é mesmo? Não vão pagar este mico, né?

Pois bem, mas o que isso tem a ver com Je(gue)$u$???
Tudo a ver. Depois da suposta queda, os filhos de Adão e Ivo (digam bem rápido: meu pai, Eva e Adão rsss) foram proibidos de desfrutar a vida eterna. Pois não é que o filho do (corno) José deu uma passadinha por aqui (ou por lá, em Israel) somente pra se oferecer em sacrifício e contornar a situação (a redenção)???
Ora, o gênesis tá errado, se Adão não pode existir, claro que o mesmo acontecerá com a lenda de Je$u$, pois sua suposta missão e existência está totalmente entrelaçada com o gênesis e com o (vi)Adão.  E por mais que queiram acreditar, ninguém nunca achará uma prova que o Je$u$ dos evangegues existiu de fato. Jamais!!!
É como um efeito dominó, se a primeira peça cai (o gênesis), cai (por terra) todo o restante (a reba da bíblia). Simples assim... MEMA!!!

Os fanáticos nunca enxergarão a verdade. São lavados cerebrais autoiludidos que se deixam enganar pela letra morta (o papel aceita tudo!).
Porém, culturalmente a coisa ainda tem um valor, mas somente a título de curiosidade.
Pois a bíblia ao pé da letra não vale nada. cqd    Senão como estorinhas bobas, para os bobos. E ponto final!  hahahahahahahaha
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Spencer em 17 de Junho de 2016, 05:25:13
Alquimistico, meu caro, vc só entende de AMORC hahahahahahahahahahahah
Jesus não tem nada a ver com Adão, Dilúvio, Dinossauros. Vc talvez não tenha aprendido que a Biblia se compõe de dois livros distintos entre si, embora a ICAR tenha se esforçado para criar vínculos entre os dois.
O Antigo Testamento, este que os criacionistas radicais gostam de citar, contém todos os erros possíveis e imagináveis, de concordância histórica a discrepâncias morais.
Há séculos que somente religiosos fanáticos e ignorantes, ou muito ortodoxos, se apegam ao AT, pois este lhes atende às idiossincrasias e dá suporte às excentricidades religiosas.
O NT, cuja única relação importante com o VT é que Jesus menciona seus profetas, visando uma acomodação com as crenças de seu povo, de modo a trazer o que é conhecido como a Nova Lei: a moral evangélica.
Então, a ignorância crassa, mas compreensível, está nas críticas sob a ótica da razão e da ciência de um livro que não passa de uma narrativa épico/religiosa de um povo antigo, no seio do qual Jesus somente surgirá após 42 gerações.
Então, antes de se servir dessa adjetivação de baixíssimo nível e que só o desmerece ante os que o leem, melhor ficar na sua AMORC, pois de Jesus vc não entende nada. :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria:

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Alquimista em 17 de Junho de 2016, 07:28:04
Alquimistico, meu caro, vc só entende de AMORC hahahahahahahahahahahah
Jesus não tem nada a ver com Adão, Dilúvio, Dinossauros. Vc talvez não tenha aprendido que a Biblia se compõe de dois livros distintos entre si, embora a ICAR tenha se esforçado para criar vínculos entre os dois.
O Antigo Testamento, este que os criacionistas radicais gostam de citar, contém todos os erros possíveis e imagináveis, de concordância histórica a discrepâncias morais.
Há séculos que somente religiosos fanáticos e ignorantes, ou muito ortodoxos, se apegam ao AT, pois este lhes atende às idiossincrasias e dá suporte às excentricidades religiosas.
O NT, cuja única relação importante com o VT é que Jesus menciona seus profetas, visando uma acomodação com as crenças de seu povo, de modo a trazer o que é conhecido como a Nova Lei: a moral evangélica.
Então, a ignorância crassa, mas compreensível, está nas críticas sob a ótica da razão e da ciência de um livro que não passa de uma narrativa épico/religiosa de um povo antigo, no seio do qual Jesus somente surgirá após 42 gerações.
Então, antes de se servir dessa adjetivação de baixíssimo nível e que só o desmerece ante os que o leem, melhor ficar na sua AMORC, pois de Jesus vc não entende nada. :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria:



Quem não entende nada de Je(gue)$u$ (e também de nada de nada, nem nadica de nada) és tu. Só de besteirol espiritista. E ainda continua inventado novas besteiras (Como isso é possível???!!!).
Certeza que nunca leu a bíblia e fica repetindo automaticamente as asneiras lidas em livrinhos charlatanescos espíritas. Tudo uma papagaiada só. Só gogó.

A linhagem de Je$u$ tá ligada ao AT. Por isso Maria teve que desposar (o corno) José. Je$u$ foi anunciado pelo Gabriel, que tá no AT. Je$u$ nasceu (forçadamente) em Belém, porque ali havia nascido Davi, rei do AT. Je$u$ emulou por diversas vezes milagres dos profetas do AT, como os de Elias, Moisés. Je$u$ foi crucificado, como profetizado no AT. Teve sede na cruz e lhe deram de beber, novamente profetizado no AT. E a lista continua...

Dizer que Je$u$ não tem nada a ver com o AT é fruto de completa ignorância teológica. Qualquer padre, bispo ou pa$tor morreria de rir de tamanha asneira. A bíblia não é matéria de espiritismo. Que espiritismo fique com as bobagens colossais de Kardec e Cia.

Mas o principal erro crassíssimo seu, DiSpencer, é não reconhecer que Je$u$ está interligado a Adão.
E a redenção?????????? Pô, não é possível que não é capaz de entender nada!!!!!!!!!!
Basta uma olhada simples nos evangegues pra provar que a genealogia de Je$u$ provém de Adão (já fez esse cálculo??? É claro que não). Tá ligada a Adão. Tal comprovação é inquestionável!!! Irrefutável!!!.
Se Adão não existiu, Jesus também não. E ponto final!!!!!!!!

Não cometa outra gafe que nem aquela do Almeidinha. Seu filme tá mais do que queimado por aqui. Qualquer teólogo ou expert da bíblia ou de Je$u$ nem te daria moral, diante de tanta besteira. (Pô, é a milésima vez que já é refutado. Não é possível!!! Haja saco!!!)

Ah, quanto ao trocim da AMORC, foi uma pegadinha... Pegadinha do M(ALLAN)dro. hahahahahahaha   Que até você caiu, por ter pego o bo(n)de andando. kkkkkkkkkkkkkkkkkk
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Alquimista em 17 de Junho de 2016, 07:40:34
Citação de: Spencer
Jesus não tem nada a ver com Adão... Vc talvez não tenha aprendido que a Biblia se compõe de dois livros distintos entre si... blá, blá, blá...

A prova:

«Ora o mesmo Jesus, ao começar o seu ministério, tinha cerca de trinta anos, sendo filho (como se julgava) de José, filho de Heli, filho de Matã, filho de Levi, filho de Melqui, filho de Janai, filho de José, filho de Matatias, filho de Amós, filho de Naum, filho de Esli, filho de Nagai, filho de Máate, filho de Matatias, filho de Semei, filho de José, filho de Jodá, filho de Joanã, filho de Resá, filho de Zorobabel, filho de Salatiel, filho de Neri, filho de Melqui, filho de Adi, filho de Cosã, filho de Elmadã, filho de Er, filho de Josué, filho de Eliézer, filho de Jorim, filho de Matã, filho de Levi, filho de Simeão, filho de Judá, filho de José, filho de Jonã, filho de Eliaquim, filho de Meleá, filho de Mená, filho de Matatá, filho de Natã, filho de Davi, filho de Jessé, filho de Obede, filho de Boaz, filho de Salá, filho de Naassom, filho de Aminadabe, filho de Admim, filho de Arni, filho de Esrom, filho de Farés, filho de Judá, filho de Jacó, filho de Isaque, filho de Abraão, filho de Terá, filho de Nacor, filho de Serugue, filho de Ragaú, filho de Faleque, filho de Éber, filho de Salá, filho de Cainã, filho de Arfaxade, filho de Sem, filho de Noé, filho de Lameque, filho de Matusalém, filho de Enoque, filho de Jarete, filho de Maleleel, filho de Cainã, filho de Enos, filho de Sete, filho de Adão, filho de Deus.» (Lucas 3:23-38)

E agora, Spencer, qual a desculpinha pra refutar a geguealogia que tá no próprio evangegue do NT?????????? hahahahahahahahaha
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 17 de Junho de 2016, 08:28:54
Concordo.  Realmente Jesus é uma personagem inacreditável!

fale apenas por si mesmo  :hmph:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 17 de Junho de 2016, 08:57:54


Je(gue)$u$ não existe (e nunca existiu) e tudo o que está nos evangelhos é (im)puro lixo por um único e simples motivo.

O gênesis tá todo errado. É ladainha absoluta. Potoca!!! Peta!!!
vejo que voce tem muita fé,mas se estiver errado estará levantando falsos testemunhos! :no:

Citar
Como não existia morte antes do pecado original??? Que raciocínio absurdo é esse???

o maior absurdo é voce querer atribuir aos ensinamentos de  Jesus as pataquadas de Moises


Citar
Claro, os jegues que escreveram o gêguesis nunca desconfiariam que um dia iríamos descobrir fósseis de dinossauros, de hominídeos, de grandes extinções, ou seja, de tudo que confirma a Teoria da Evolução, (mas a bíblia é a Teo(de deus)Ria(de rir mesmo) da Involução. Total!!!) e de que houve mortes, muiiiiiitas mortes antes da SUPOSTA queda do homem. (Puxa, os jegues nem pensaram em predadores como tubarão, leão, aves de rapina... pra que servem...)

negativo ! a biblia corrobora sim a teoria da evolução da espécies eis a prova:

4 Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis.
30 E a jumenta disse a Balaão: Porventura não sou a tua jumenta, em que cavalgaste desde o tempo em que me tornei tua até hoje? Acaso tem sido o meu costume fazer assim contigo? E ele respondeu: Não.

 :biglol:



Citar
Outro erro do gênesis, se todos humanos provém de Adão e Ivo, como existiam seres humanos nas américas? De onde eles vieram? Dos descendentes de Noé, tendo os continentes se divido após o dilúvio? kkkkkkkkkkkkkkkkkkk  Por isso nunca passou pela cabeça dos europeus que haveria vida humana além mar.
Ora, vamos lá, diletos crentes, sejam sensatos e admitam. A cada nova descoberta da Ciência, a bíblia atrofia e perde o valor. Vocês não vão querer admitir que a narração da criação e da queda é um relato verídico, real, não é mesmo? Não vão pagar este mico, né?

toda história tem um pouco de verdade, talvez o diluvio tenha sido uma enchente local, a travessia uma maré baixa.....etc.

Citar
Pois bem, mas o que isso tem a ver com Je(gue)$u$???
Faz sentido chamar Jesus de jegue e auto se proclamar  mestre.  :vergonha:


Citar
Tudo a ver. Depois da suposta queda, os filhos de Adão e Ivo (digam bem rápido: meu pai, Eva e Adão rsss) foram proibidos de desfrutar a vida eterna. Pois não é que o filho do (corno) José deu uma passadinha por aqui (ou por lá, em Israel) somente pra se oferecer em sacrifício e contornar a situação (a redenção)???
morrer todos vão, mas nem todos serão considerados mestres


Citar
Ora, o gênesis tá errado, se Adão não pode existir, claro que o mesmo acontecerá com a lenda de Je$u$, pois sua suposta missão e existência está totalmente entrelaçada com o gênesis e com o (vi)Adão.  E por mais que queiram acreditar, ninguém nunca achará uma prova que o Je$u$ dos evangegues existiu de fato. Jamais!!!

Os fanáticos nunca enxergarão a verdade. São lavados cerebrais autoiludidos que se deixam enganar pela letra morta (o papel aceita tudo!). 

muitas besteiras que voce ja disse ou fez,não possui registros físicos , então elas nunca poderão ser provadas isso significa que elas são inexistentes ?

Citar
Porém, culturalmente a coisa ainda tem um valor, mas somente a título de curiosidade.
Pois a bíblia ao pé da letra não vale nada. cqd    Senão como estorinhas bobas, para os bobos. E ponto final!  hahahahahahahaha

os ensinamentos de Jesus se praticados de boa vontade é capaz de construir um mundo muito melhor
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 17 de Junho de 2016, 09:11:30
Alquimistico, meu caro, vc só entende de AMORC hahahahahahahahahahahah

não ele é um cara preconceituoso, arrogante que auto se denomina um "mestre" cópia mal feita do Cientista, por isso  apenas tentou especular o espiritismo e AMORC apenas em busca de milagres e prodígios, mas "a  essa geração má e perversa não será concedida nenhum milagre"....
ou seja ele não conseguiu perceber que o maior milagre de Jesus e que todas essas escolas misticas ensinam é a alquimia da alma, então por mais uma ironia ele tambem se denomina "o Alquimista". :hihi:

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 17 de Junho de 2016, 09:36:31

Dizer que Je$u$ não tem nada a ver com o AT é fruto de completa ignorância teológica. Qualquer padre, bispo ou pa$tor morreria de rir de tamanha asneira. A bíblia não é matéria de espiritismo. Que espiritismo fique com as bobagens colossais de Kardec e Cia.
engana-se por conhecer a doutrina espirita rasamente assim como a AMORC e os ensinamentos de Jesus, falta de espiritualidade é isso que justifica seu ceticismo.
saiba que algumas casas espiritas promovem  curso de um ano sobre o evangelho de Jesus e na pratica os espiritas são os mais cristãos.



Citar
Mas o principal erro crassíssimo seu, DiSpencer, é não reconhecer que Je$u$ está interligado a Adão.
E a redenção?????????? Pô, não é possível que não é capaz de entender nada!!!!!!!!!!
Basta uma olhada simples nos evangegues pra provar que a genealogia de Je$u$ provém de Adão (já fez esse cálculo??? É claro que não). Tá ligada a Adão. Tal comprovação é inquestionável!!! Irrefutável!!!.
Se Adão não existiu, Jesus também não. E ponto final!!!!!!!!

Não cometa outra gafe que nem aquela do Almeidinha. Seu filme tá mais do que queimado por aqui. Qualquer teólogo ou expert da bíblia ou de Je$u$ nem te daria moral, diante de tanta besteira. (Pô, é a milésima vez que já é refutado. Não é possível!!! Haja saco!!!)


o principal é não saber reconhecer qual é a mensagem pratica de Jesus que poderia melhorar voce e a sua vida "mestre dos céticos alquimistas" :louva:

muito difícil haver registros confiáveis  de 4mil anos entre a genealogia de Jesus até  adão, mas repito alguns céticos desprovidos de melhores argumentos  são fofoqueiros do inferno semelhantes aos fariseus  que se apegavam  mosquitinhos de hipocrisia e deixavam passar os grandes ensinamentos desapercebidos.
que importa de onde veio Jesus , se era descendente de adão , josé ou do espirito santo, se era negro branco, virgem, gay ou tarado, se bebia e se divertia com seus amigos, se fazia milagres , se ressuscitou ?
O mais importante são seus ensinamentos este sim são os verdadeiros milagres as eternas leis divinas universais capaz de transformar seres humanos.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Spencer em 17 de Junho de 2016, 13:06:59
Citação de: Spencer
Jesus não tem nada a ver com Adão... Vc talvez não tenha aprendido que a Biblia se compõe de dois livros distintos entre si... blá, blá, blá...

A prova:

«Ora o mesmo Jesus, ao começar o seu ministério, tinha cerca de trinta anos, sendo filho (como se julgava) de José, filho de Heli, filho de Matã, filho de Levi, filho de Melqui, filho de Janai, filho de José, filho de Matatias, filho de Amós, filho de Naum, filho de Esli, filho de Nagai, filho de Máate, filho de Matatias, filho de Semei, ........ filho de Arfaxade, filho de Sem, filho de Noé, filho de Lameque, filho de Matusalém, filho de Enoque, filho de Jarete, filho de Maleleel, filho de Cainã, filho de Enos, filho de Sete, filho de Adão, filho de Deus.» (Lucas 3:23-38)

E agora, Spencer, qual a desculpinha pra refutar a geguealogia que tá no próprio evangegue do NT?????????? hahahahahahahahaha
Alquímio, num prodigioso esforço de boa vontade, vou entender que vc, em seus arrazoados, no fundo gostaria de aprender sobre este tema; então preste a atenção:
Lucas, que vc citou como prova, não era sequer contemporâneo de Jesus e a sua genealogia é procedente de Mateus, assim copiada por Lucas, contando apenas as 42 gerações, ou seja, até Abraão.
E aqui está a curiosa razão para se produzir esta genealogia: provar que a linhagem de Jesus tinha origem na realeza hebraica, pois José era da descendência do Rei Davi. Lucas se serve do AT para estender toda a descendência, de Abraão até Adão. Ora, é exatamente o simbolismo bíblico do AT que está em questão. Petição de Princípio.

Finalmente o ponto: Quod erat demonstrandum a genealogia aqui discutida, elaborada por Lucas, extrapola o documento original, que é de Mateus, logo não é o argumento cabal como vc pretende.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Alquimista em 17 de Junho de 2016, 15:23:52
O Criaturo nem me darei ao trabalho de responder. O garoto claramente perdeu o chão e ficou chiliquento. Basta lembrar do que afirmou aqui e ponto final:


Ou seja, até Adão e Eva descobriram o prazer através da via do sofrimento, como eu queria lhe demonstrar.

haha, aí é que está!!!

Sem querer você acabou por negar a existência de Jesus Cristo e o propósito da sua missão divina.

Pois se a narrativa de Adão e Eva foi só uma metáfora, a vinda de Jesus Cristo com o propósito de resgate não tem mais sentido algum.
E o pior, se se nega a existência real da narrativa do Gênesis, toda a Bíblia perde o sentido também.
Entenda, uma cadeia de eventos desde Jesus Cristo para trás, passado por eventos e linhas de sucessão, tudo isso leva única e exclusivamente à Adão. Se se nega a existência de Adão, se nega também a de Jesus Cristo. Entendeu?

Se Adão não passou de uma metáfora, temos que obrigatoriamente dizer o mesmo de Jesus Cristo. Um está inextricavelmente relacionado ao outro.

A casa caiu. O barco afundou. Você caiu na minha armadilha argumentativa e agora não pode mais continuar a justificar os ensinamentos de Jesus Cristo. Nem o seu sacrifício (ligado a Adão) e a sua ressurreição se salvam. Perderam completamente o sentido agora.

Não disse que Jesus Cristo era apenas uma simples figura mitológica como outras?

Então como fica agora, meu caro?

primeiro devo esclarecer que não sou religioso, pelo contrario creio no "desligare"
segundo que historias mal contadas não são totalmente mentirosas , apenas  um pouco fantasiadas segundo a necessidade .
o interessante é sempre perceber qual é a moral da historia ?
o fato de adão e eva ser uma metáfora, não exclui a possibilidade de ter sido inspiradas em pessoas  reais
alem do que adão em hebraico significa raça, Deus criou uma raça humana e não um unico homem.
a genealogia de Jesus descrita na biblia pode ser verdadeira,mas volto afirmar que que os dados históricos não devem ser mais importante do que os ensinamentos em si, estes são verdadeiros se duvida, comece a pratica-los e veja se não haverá progresso pessoal e social ?

(E ainda comete o erro de traduzir o nome Adão como raça. hahahahahaha)


Quanto ao Spencer, só desculpinhas, as mesmas desculpinhas esfarrapadas, falácias, bobagens e contradições de sempre. O Spencer é puro gogó.

Ele pôs o evangegue de Lucas à prova e duvidou da sua veracidade, mas o defende com unhas e dentes neste ensaio fajuto sobre a parábola do filho pródigo: http://www.espiritismobh.net/index.php?option=com_k2&view=item&id=113:parabola-do-filho-prodigo&Itemid=1
Quanta contradição!!!

Falar é fácil! Disparou um monte de bobagens e só enrolou ao falar sobre a geguealogia de Lucas, mas não foi capaz de entender o principal sentido daquilo ter sido feito: provar ao povo judeu que Je$u$ era o messias profetizado pelo AT, ou seja, traçar um link inquestionável entre o Je$u$ e o AT. E isso, querendo ou não, entrelaça com Adão.

E mesmo que a genealogia de Mateus, suponhamos, fosse a correta, ainda assim temos uma relação genealógica com Abraão , o AT e, concomitantemente, com Adão.
E é aí que o Spencer ''peca'' novamente. Coitado, sem querer acabou provando ainda mais que Je$u$ é pura potoca. Deu corda pra se enforcar e a cada palavra dita corrobora ainda mais o Alquimista.
Pois Abraão (assim como Adão e Je(gue)$u$) nunca existiu, e seu mito escancara outro famoso erro do gênesis, ratificando que a bíblia não passa de simples mitologia barata.
Que erro é esse? É o erro da circuncisão, é claro. O gêguesis tenta nos convencer que a circuncisão foi uma prática instituída por deus como  sinal de sua aliança com o povo de Israel, através de Abraão. Só que o bizarro costume já era prática comum há muito, muito tempo lá no Egito. Como a bíblia é cara de pau, né?! kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Mas ainda há diversas e diversas provas que ligam Je$u$ a Adão. Vamos analisar mais uma delas, a do Templo de Salomão:

«...expulsou a todos do templo, as ovelhas bem como os bois, derramou pelo chão o dinheiro dos cambistas, virou as mesas e disse aos que vendiam as pombas: Tirai daqui estas coisas; não façais da casa de meu Pai uma casa de negócio.» (João 2:15-16).

''Casa de meu Pai''. Por que o rabi diria isso senão para provar que há uma explícita ligação entre ele e o AT???????????


«... expulsou todos os que ali vendiam e compravam, derribou as mesas dos cambistas, e as cadeiras dos que vendiam as pombas; e disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; vós, porém, a fazeis covil de salteadores.» (Mateus 21:12-13)'

''A minha casa..." Mais evidente ainda o link entre o rabi e o AT.


A referência ao AT é «Esta casa que é chamada do meu nome, porventura se tornou aos vossos olhos um covil de salteadores?» (Jeremias 7:11).

Como queríamos demonstrar!!!!!!!!!!!!



Conclusão: é evidente que os evangelistas se esforçaram para dizer que Je$u$ seria o verdadeiro messias profetizado e esperado do Antigo Testamento, e essa ladainha toda, sem dúvida nenhuma, começou lá com Adão e o pecado original.
Se Adão nunca existiu, Je$u$ também não.   É indubitável!!!  E contra fatos não há argumentos!

Como falei antes, a bíblia não é matéria do espiritismo. Esta só deve se ocupar das bobagens de Kardec e sua gangue.
Os espíritas, ao distorcer as escrituras e passar por cima dos estudos teológicos, estão em grave erro, como os evangélicos e os católicos sempre afirmaram. Pois o espiritismo é pura mentira.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 17 de Junho de 2016, 17:13:17
É aquilo de sempre...quando o AT queima o filme da religião, o AT não tem nada a ver com o NT. Aquilo é pura lorota. Descarte-o. fique apenas com os ensinamentos de JC.

Quando o AT fundamenta Jesus aí é citado com pompas.

Contradição é o que não falta em religiosos.

O mais incrível é que eles não percebem que podem ser bons uns com os outros sem precisar de Jesus. Tirando Jesus da historia da humanidade, ainda existiriam pessoas boas como sempre existiu. O problema é que eles põem na conta de "pessoas boas" as pessoas que simplesmente viram religiosos e isso não é o correto. É mais provavel que existam mais canalhas religiosos no mundo do que ateus, dado que estatisticamente somos um mundo religioso ainda. Então dizer que se não fosse pela religião o mundo seria pior, é balela. A religião sempre esteve aí fora desde a aurora do homem e o que mudamos? Não muito. Religião é apenas um mecanismo pra você se sentir bem consigo mesmo achando que está fazendo a coisa certa.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Alquimista em 17 de Junho de 2016, 17:40:51
Concordo.  Realmente Jesus é uma personagem inacreditável!

hahahahahahahaha  Bem bolada essa!!!

É aquilo de sempre...quando o AT queima o filme da religião, o AT não tem nada a ver com o NT. Aquilo é pura lorota. Descarte-o. fique apenas com os ensinamentos de JC.

Quando o AT fundamenta Jesus aí é citado com pompas.

Exatamente! Esse é o ponto!
Tá mais do que provado por A+B que o AT e NT é o mesmo lixo só. Farinha do mesmo saco. Mas aí vem o Cria e o Spencer com suas desculpinhas pra lá de esfarrapadas e ingênuas tentando frustradamente justificar o óbvio, e estão dispostos a pagar este mico porque lá no fudim eles sabem que estão sendo enganados, iludidos, e que tudo que leem é pura lorota, e ainda acham que é a única coisa que lhes dão forças. kkkkkkkkkkkkkk   Quanta hipocrisia!!!

Citar
Contradição é o que não falta em religiosos.

E haja saco pra aturar as bobagens deles, viu?! É de dar dó!!!

Citar
O mais incrível é que eles não percebem que podem ser bons uns com os outros sem precisar de Jesus.

Show! Disse tudo.
É ridículo como eles ''acreditam'' e repetem que nem papagaios os ensina(ju)mentos de Je$u$ sem terem no mínimo um conhecimento teológico daquilo que falam, mas a justificativa para isso é simples: utilização de palavrinhas bonitinhas simplesmente como fachada pra ocultar algo mais grave que ocorre com eles. É tudo fachada!!!

Citar
Tirando Jesus da historia da humanidade, ainda existiriam pessoas boas como sempre existiu. O problema é que eles põem na conta de "pessoas boas" as pessoas que simplesmente viram religiosos e isso não é o correto. É mais provavel que existam mais canalhas religiosos no mundo do que ateus, dado que estatisticamente somos um mundo religioso ainda. Então dizer que se não fosse pela religião o mundo seria pior, é balela. A religião sempre esteve aí fora desde a aurora do homem e o que mudamos? Não muito. Religião é apenas um mecanismo pra você se sentir bem consigo mesmo achando que está fazendo a coisa certa.

Correto! Os ensina(ju)mentos de Je(gue)$u$ só nos trouxe: ódio, racismo, confusão, fanatismo, xenofobia, idolatria, ignorância, perseguição, inquisição, exploração, charlatanismo, separação, involução, Edir Macedo e todo lixo que é possível imaginar.

Amor, compaixão e dar a outra face é pura e simplesmente fachada!!!!!!!!!!! 
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Spencer em 17 de Junho de 2016, 18:35:57
O grande problema é que não se está tratando de convencer alguém a mudar o seu modo de pensar, mas mostrar porque se pensa dessa ou daquela forma.
Neste ponto, tanto o Greyman como o Analfaquimista, :biglol: preferem não trazer qualquer argumento justificando sua posição ateísta, ou sequer descontruindo os argumentos contrários, não. É uma enxurrada de adjetivos depreciativos e nada mais..
Caras; acordem!
O que vcs sabem nós sabemos e o que sabemos vcs sabem também. É tudo uma questão de interpretação, de ponto de vista.

"...É ridículo como eles ''acreditam'' e repetem que nem papagaios os ensina(ju)mentos de Je$u$ sem terem no mínimo um conhecimento teológico daquilo que falam, mas a justificativa para isso é simples: utilização de palavrinhas bonitinhas simplesmente como fachada pra ocultar algo mais grave que ocorre com eles. É tudo fachada!!!"

como prossegui, depois disto?
Ninguém ignora que mesmo antes de Jesus, sempre existiram pessoas boas. Mas vcs afirmam que os religiosos desconhecem a bondade sem Jesus. Caramba!

Entendam que se vcs menosprezam a inteligencia do interlocutor, é fazer pouco caso da própria inteligência. Se um homem de saber discute com um ignorante, fica-se sem saber quem de fato é ignorante.
Considere seu adversário como digno de suas idéias, para que ele se mostre a altura do seu argumento.
Então, meus queridos pombinhos GMs em xadrez, encerro por aqui.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Alquimista em 17 de Junho de 2016, 18:49:34
O grande problema é que não se está tratando de convencer alguém a mudar o seu modo de pensar, mas mostrar porque se pensa dessa ou daquela forma.

Bobagem! Mais bobagens...

Citar
Neste ponto, tanto o Greyman como o Analfaquimista, :biglol:

Que horror de trocadilho. Totalmente sem originalidade.

Citar
preferem não trazer qualquer argumento justificando sua posição ateísta,

Nem é preciso justificar. Tá na cara! Nós estudamos, usamos o cérebro, somos mais espertos e superiores. 

Citar
ou sequer descontruindo os argumentos contrários, não.

É o que mais foi feito em relação às suas ''pastagens''. Só não enxerga quem não quer.

Citar
É uma enxurrada de adjetivos depreciativos e nada mais..
Caras; acordem!
O que vcs sabem nós sabemos e o que sabemos vcs sabem também. É tudo uma questão de interpretação, de ponto de vista.

"...É ridículo como eles ''acreditam'' e repetem que nem papagaios os ensina(ju)mentos de Je$u$ sem terem no mínimo um conhecimento teológico daquilo que falam, mas a justificativa para isso é simples: utilização de palavrinhas bonitinhas simplesmente como fachada pra ocultar algo mais grave que ocorre com eles. É tudo fachada!!!"

como prossegui, depois disto?
Ninguém ignora que mesmo antes de Jesus, sempre existiram pessoas boas. Mas vcs afirmam que os religiosos desconhecem a bondade sem Jesus. Caramba!

Quanto mimimi de quem tá desesperado e sem argumentos!  (((Nem o ''Consolador'' pra te consolar. kkkkkkkkkkkk)))

Citar
Entendam que se vcs menosprezam a inteligencia do interlocutor, é fazer pouco caso da própria inteligência. Se um homem de saber discute com um ignorante, fica-se sem saber quem de fato é ignorante.
Considere seu adversário como digno de suas idéias, para que ele se mostre a altura do seu argumento.

Bobagem! Estamos é sendo caridosos na esperança de que aprendam coisas melhores, elevadas, ajudando os que tem pouca sabedoria. Isso sim é caridade!  hahahahahahahahaha 

Citar
Então, meus queridos pombinhos GMs em xadrez, encerro por aqui.

Outra vez vai fugir do debate por falta de argumentos??? Só porque viu que está completamente equivocado??? Putz! Já é a milésima vez que corre do Alquimista...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 17 de Junho de 2016, 19:34:11
Minha posição não é ateista, mas sim de duvidar dessa história.

Argumentar sobre o que Jesus quis dizer com determinada passagem é perda de tempo pois esta aberto a muitas interpretações e não se chega a lugar algum.

da mesma forma citar passagens para provar algo em nossa realidade não muda nada. é como citar qualquer livro de ficção.

O importante é: ele realmente disse tudo o que disseram que ele disse? Não temos como saber pois a Igreja teve todo o tempo do mundo para fabricar documentos. Não temos originais, não temos testemunhas extra-biblicas, não temos nada. Apenas a versão da Igreja. Eu não vejo os evangelhos como documentos fidedignos de história, mas sim da pra se ter uma ideia da mentalidade da época.

Se não podemos confiar que este documentos são 100% verdadeiros porque perder tempo com o que ele quis dizer?

Seus argumentos ja foram descontruidos varias vezes. Em varios momentos voce e Criaturo ja foram contraditorios aqui no forum.
mas crenças são assim mesmo, contraditorias por natureza.

Eu não tenho a crença e nem a certeza de que esta personagem existiu na historia. Caso surjam novas evidencias apontando para sua existencia eu estarei muito interessado. Não sou ingenuo de acreditar em uma coisa só porque esta no papel. Escrito há tanto tempo em uma epoca nebulosa e de dominio da Igreja. Temos que ir além do que esta no papel e nos perguntarmos porque isto foi escrito, qual a intenção, comparar com documentos da epoca e tudo mais. E quando se faz isso o resultado é insatisfatorio...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Spencer em 18 de Junho de 2016, 07:49:43
Minha posição não é ateista, mas sim de duvidar dessa história.

Argumentar sobre o que Jesus quis dizer com determinada passagem é perda de tempo pois esta aberto a muitas interpretações e não se chega a lugar algum.

da mesma forma citar passagens para provar algo em nossa realidade não muda nada. é como citar qualquer livro de ficção.

O importante é: ele realmente disse tudo o que disseram que ele disse? Não temos como saber pois a Igreja teve todo o tempo do mundo para fabricar documentos. Não temos originais, não temos testemunhas extra-biblicas, não temos nada. Apenas a versão da Igreja. Eu não vejo os evangelhos como documentos fidedignos de história, mas sim da pra se ter uma ideia da mentalidade da época.

Se não podemos confiar que este documentos são 100% verdadeiros porque perder tempo com o que ele quis dizer?

Seus argumentos ja foram descontruidos varias vezes. Em varios momentos voce e Criaturo ja foram contraditorios aqui no forum.
mas crenças são assim mesmo, contraditorias por natureza.

Eu não tenho a crença e nem a certeza de que esta personagem existiu na historia. Caso surjam novas evidencias apontando para sua existencia eu estarei muito interessado. Não sou ingenuo de acreditar em uma coisa só porque esta no papel. Escrito há tanto tempo em uma epoca nebulosa e de dominio da Igreja. Temos que ir além do que esta no papel e nos perguntarmos porque isto foi escrito, qual a intenção, comparar com documentos da epoca e tudo mais. E quando se faz isso o resultado é insatisfatorio...
Diante seus argumentos, sensatos e corretos, no que tange à razão de suas dúvidas, tenho que concordar.
Resta apenas verificar uma afirmativa: a contradição, na crença.

É verdade que as religiões exercem forte apelo a um gama variada de sentimentos pessoais. Tanto assim é que este apelo independe do grau de cultura e inteligência do homem. Mas fica claro também que o nível de racionalidade é fator importante para a seleção desta crença: tribal, ritualística, antropofágica ou com maior ou menor inclusão da análise crítica. Mas seja como for, se examinadas as religiões apenas sob a perspectiva da ciência, o fator de convencimento que poderá exercer sobre o ceticismo e o ateísmo é praticamente nulo.
Não seria exatamente nulo devido a existência de fatos inexplicáveis, não somente sob a ótica do sobrenatural, como também aqueles das "lacunas" que a ciência não pode e não se interessa em explicar. Entendo isto como perfeitamente natural, embora aquelas exceções não sejam suficiente para arrastar qualquer pessoa em direção a fé.
Mas existem explicações, complexas, admito, mas que se enquadram, pelo menos enquanto justificativa, para que se abrace uma crença religiosa.
 
O homem traz em si mesmo, em grau variado, a consciência do certo e do errado; do bem e do mal, e  conseqüentemente o instinto de penas e castigos. Não é comum que se desperte por vontade própria essa noção que subjaz no limiar do subconsciente, mas que influencia em nossas escolhas e atitudes.

Basta observar que diante de enfermidades incuráveis, dolorosas, e outros sofrimentos por que passam, raros são aqueles que preferem "o não existir" e resignadamente suportam uma vida que nenhuma alegria ou compensação lhes traz. 
Esta consciência de certo/errado/penas/castigos, explica porque certos criminosos em reclusão, mais ou menos inteligentes, se convertem até o ponto do fanatismo, pela força do incognoscível que gera o remorso e arrependimento.

Mas, por qual razão, homens de notável saber e cultura se tornam religiosos absolutamente convictos?
Como eu dizia, existem razões complexas, mas existem.
Não espero que se aceite essas razões, exatamente pela sua natureza, pela sua qualidade.
A quase certeza da existência de uma vida após a morte, disseminada entre a razão, a lógica e a ignorância crassa, advém das reencarnações milenares. O próprio homem, crente e praticante, se questionado, não saberá explicar sua fé.
Esta falta de explicação traz consigo a incapacidade de convencer os demais.
E aqui surgem as Religiões, meio sem nexo, dogmáticas, radicais, combativas, ou, tranqüilas, quase indiferentes no seu proselitismo.
Tantas religiões => tantos deuses.
Uma coisa é certa: ser cético, ateu, deblaterar contra Deus e Religiões é fato comum e pelo que sei, não leva ninguém para o Inferno ou paraíso. :biglol: :biglol:
Então, meu caro homemcinza; escrevendo assim, meio improviso, sobre tema tão complexo, certamente algo ficará sem entendimento, mas prossigamos,

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 18 de Junho de 2016, 12:02:46

Diante seus argumentos, sensatos e corretos, no que tange à razão de suas dúvidas, tenho que concordar.
Resta apenas verificar uma afirmativa: a contradição, na crença.

É verdade que as religiões exercem forte apelo a um gama variada de sentimentos pessoais. Tanto assim é que este apelo independe do grau de cultura e inteligência do homem. Mas fica claro também que o nível de racionalidade é fator importante para a seleção desta crença: tribal, ritualística, antropofágica ou com maior ou menor inclusão da análise crítica. Mas seja como for, se examinadas as religiões apenas sob a perspectiva da ciência, o fator de convencimento que poderá exercer sobre o ceticismo e o ateísmo é praticamente nulo.
Não seria exatamente nulo devido a existência de fatos inexplicáveis, não somente sob a ótica do sobrenatural, como também aqueles das "lacunas" que a ciência não pode e não se interessa em explicar. Entendo isto como perfeitamente natural, embora aquelas exceções não sejam suficiente para arrastar qualquer pessoa em direção a fé.
Mas existem explicações, complexas, admito, mas que se enquadram, pelo menos enquanto justificativa, para que se abrace uma crença religiosa.

Ok talvez eu me refira mais ao aspecto teologico, das literaturas que se contradizem e da aplicação dos fiies que tem de viver contraditoriamente ao que pregam e não o ato de crer em si.  É claro que a crença não discrimina e isso sim é objeto interessante de estudo. Por que cremos?
 
Citar
O homem traz em si mesmo, em grau variado, a consciência do certo e do errado; do bem e do mal, e  conseqüentemente o instinto de penas e castigos. Não é comum que se desperte por vontade própria essa noção que subjaz no limiar do subconsciente, mas que influencia em nossas escolhas e atitudes.

Basta observar que diante de enfermidades incuráveis, dolorosas, e outros sofrimentos por que passam, raros são aqueles que preferem "o não existir" e resignadamente suportam uma vida que nenhuma alegria ou compensação lhes traz. 
Esta consciência de certo/errado/penas/castigos, explica porque certos criminosos em reclusão, mais ou menos inteligentes, se convertem até o ponto do fanatismo, pela força do incognoscível que gera o remorso e arrependimento.

Mas, por qual razão, homens de notável saber e cultura se tornam religiosos absolutamente convictos?

estar convicto não é prova de que existe o além ou deuses é aqui é que você se engana....veja...

Citar
Como eu dizia, existem razões complexas, mas existem.
Não espero que se aceite essas razões, exatamente pela sua natureza, pela sua qualidade.
A quase certeza da existência de uma vida após a morte, disseminada entre a razão, a lógica e a ignorância crassa, advém das reencarnações milenares. O próprio homem, crente e praticante, se questionado, não saberá explicar sua fé.
Esta falta de explicação traz consigo a incapacidade de convencer os demais.
E aqui surgem as Religiões, meio sem nexo, dogmáticas, radicais, combativas, ou, tranqüilas, quase indiferentes no seu proselitismo.
Tantas religiões => tantos deuses.

Que eu saiba não temos quase certeza da vida após a morte. Alias o que é uma quase certeza? Pode ser auto-engano. Eui não nego que existam razões complexas, sim elas existem. Mas o problema é você pular do "não sei o que é isso" para "isso é o além vida, os espeiritos, reencarnação". Você já esta partindo do principio de que ela existe e ainda tenta explicar esta certeza citando reencarnações milenares  que pra todos os efeitos não há comprovação. Isso é crença. São mais os seus desejos. Enfim, faltam provas, a subjetividade do "eu senti", "experimentei tal coisa" pode nos enganar e não sevre como prova. Também já vi e experimentei algumas mas depois vi que poderiam ser explicadas de outra forma.


Citar
Uma coisa é certa: ser cético, ateu, deblaterar contra Deus e Religiões é fato comum e pelo que sei, não leva ninguém para o Inferno ou paraíso. :biglol: :biglol:

É este deblaterar que nos faz pensar. Aceitar tudo sem criticar nos torna ovelhas obedientes prontas pro abate.
Eu costumo, pensar, dizer, que se Deus existe e te deu um cerebro ele quer que você o use-o até mesmo para duvidar disso tudo.


Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 18 de Junho de 2016, 12:21:47
Minha posição não é ateista, mas sim de duvidar dessa história.

Argumentar sobre o que Jesus quis dizer com determinada passagem é perda de tempo pois esta aberto a muitas interpretações e não se chega a lugar algum.

da mesma forma citar passagens para provar algo em nossa realidade não muda nada. é como citar qualquer livro de ficção.

O importante é: ele realmente disse tudo o que disseram que ele disse? Não temos como saber pois a Igreja teve todo o tempo do mundo para fabricar documentos. Não temos originais, não temos testemunhas extra-biblicas, não temos nada. Apenas a versão da Igreja. Eu não vejo os evangelhos como documentos fidedignos de história, mas sim da pra se ter uma ideia da mentalidade da época.

Se não podemos confiar que este documentos são 100% verdadeiros porque perder tempo com o que ele quis dizer?

Seus argumentos ja foram descontruidos varias vezes. Em varios momentos voce e Criaturo ja foram contraditorios aqui no forum.
mas crenças são assim mesmo, contraditorias por natureza.

Eu não tenho a crença e nem a certeza de que esta personagem existiu na historia. Caso surjam novas evidencias apontando para sua existencia eu estarei muito interessado. Não sou ingenuo de acreditar em uma coisa só porque esta no papel. Escrito há tanto tempo em uma epoca nebulosa e de dominio da Igreja. Temos que ir além do que esta no papel e nos perguntarmos porque isto foi escrito, qual a intenção, comparar com documentos da epoca e tudo mais. E quando se faz isso o resultado é insatisfatorio...

Mestre, qual é o mandamento mais importante na lei de Moisés?
Ao que Jesus respondeu: 'Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, com toda a tua alma e com todo o teu entendimento .
Este é o primeiro e o maior dos mandamentos
O segundo é parecido: 'Amarás o teu semelhante como te amas a ti próprio .
Todos os outros mandamentos e preceitos dos antigos escritos sagrados nascem destas duas leis.
Mateus 22:36-40

bom o primeiro ja sei que ignoras, então pratique  o segundo de boa vontade e seras um perfeito cristão e se não obter nenhum progresso enquanto pessoa, se em nada  conseguir melhorar a sua vida nem dos seus próximos, então suas palavras serão verdadeiras e as de Jesus serão falsas.
Muito bla...bla....bla...bla...teórico  e pouca ação pratica .
Ta lançado o desafio!
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 18 de Junho de 2016, 12:42:22
Sugiro aos moderadores fazerem um pulpito aqui pro criaturo. Só ta faltando isso. Ta parecendo um pastor a todo momento citando versiculo pra responder comentarios.

Guarde seus desafios pra você, eu não preciso seguir este livro pois não tenho religião e nenhum compromisso com essas palavras. Deus se existir e quiser que me siga!
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Alquimista em 18 de Junho de 2016, 16:06:01
Minha posição não é ateista, mas sim de duvidar dessa história.

Argumentar sobre o que Jesus quis dizer com determinada passagem é perda de tempo pois esta aberto a muitas interpretações e não se chega a lugar algum.

da mesma forma citar passagens para provar algo em nossa realidade não muda nada. é como citar qualquer livro de ficção.

O importante é: ele realmente disse tudo o que disseram que ele disse? Não temos como saber pois a Igreja teve todo o tempo do mundo para fabricar documentos. Não temos originais, não temos testemunhas extra-biblicas, não temos nada. Apenas a versão da Igreja. Eu não vejo os evangelhos como documentos fidedignos de história, mas sim da pra se ter uma ideia da mentalidade da época.

Se não podemos confiar que este documentos são 100% verdadeiros porque perder tempo com o que ele quis dizer?

Seus argumentos ja foram descontruidos varias vezes. Em varios momentos voce e Criaturo ja foram contraditorios aqui no forum.
mas crenças são assim mesmo, contraditorias por natureza.

Eu não tenho a crença e nem a certeza de que esta personagem existiu na historia. Caso surjam novas evidencias apontando para sua existencia eu estarei muito interessado. Não sou ingenuo de acreditar em uma coisa só porque esta no papel. Escrito há tanto tempo em uma epoca nebulosa e de dominio da Igreja. Temos que ir além do que esta no papel e nos perguntarmos porque isto foi escrito, qual a intenção, comparar com documentos da epoca e tudo mais. E quando se faz isso o resultado é insatisfatorio...

Mestre, qual é o mandamento mais importante na lei de Moisés?
Ao que Jesus respondeu: 'Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, com toda a tua alma e com todo o teu entendimento .
Este é o primeiro e o maior dos mandamentos
O segundo é parecido: 'Amarás o teu semelhante como te amas a ti próprio .
Todos os outros mandamentos e preceitos dos antigos escritos sagrados nascem destas duas leis.
Mateus 22:36-40

bom o primeiro ja sei que ignoras, então pratique  o segundo de boa vontade e seras um perfeito cristão e se não obter nenhum progresso enquanto pessoa, se em nada  conseguir melhorar a sua vida nem dos seus próximos, então suas palavras serão verdadeiras e as de Jesus serão falsas.
Muito bla...bla....bla...bla...teórico  e pouca ação pratica .
Ta lançado o desafio!

Vocês sabiam que os mandamentos da lei de Moisés foram todos plagiados do Antigo Egito???

É isso mesmo!!! É só lerem o famoso Papiro de Ani (Livro dos Mortos). Tá tudo lá!!!
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Alquimista em 18 de Junho de 2016, 16:11:49
Mandamento: “Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão”
Papiro de Ani: “Eu não amaldiçoei Deus.”

Mandamento: “Honra teu pai e tua mãe”
Papiro de Ani: “Não tenho me oposto à minha família e parentes.”

Mandamento: “Não matarás (assassinato).”
Papiro de Ani: “Eu não cometi crime.”

Mandamento: “Não cometerás adultério”.
Papiro de Ani: “Eu não cometi adultério”.

Mandamento: “Não furtarás”.
Papiro de Ani: “Eu não roubei.”

Mandamento: “Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.”
Papiro de Ani: “Eu não proferi mentiras.”

Mandamento: “Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.”
Papiro de Ani: “Eu não defraudei o homem humilde de sua propriedade.”
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Alquimista em 18 de Junho de 2016, 16:45:03
O homem traz em si mesmo, em grau variado, a consciência do certo e do errado; do bem e do mal, e  conseqüentemente o instinto de penas e castigos.

Bobagem colossal elevada ao quadrado!!!!!!!!!!
Trazem nada. Estas ''(in)consciências'' são relativas. Variam de cultura pra cultura, de tempos em tempos. Senão como você explica os cristãos da Ku Klux Klan e o escravagismo??????? Afffffff...

Citar
Não é comum que se desperte por vontade própria essa noção que subjaz no limiar do subconsciente, mas que influencia em nossas escolhas e atitudes.

Bobagem colossal elevada ao cubo!!!!!!
Na verdade são impostas por osmose social e cultural.

Citar

Esta consciência de certo/errado/penas/castigos, explica porque certos criminosos em reclusão, mais ou menos inteligentes, se convertem até o ponto do fanatismo, pela força do incognoscível que gera o remorso e arrependimento.

Como o Maníaco do parque e o Guilherme de Pádua????????????  hahahahahahahhahahahaha

Não, meu exótico Ingênuoencer, ou os criminosos estão utilizando a religião como fachada (o que é mais provável), ao vestirem a máscara do ''bom samaritano'', ou é a própria condição deles (a de fraqueza moral) que lhes permitiram adentrar facilmente no antro sórdido do autoengano e da autoilusão.
Pouco importa. No fim o resultado é o mesmo. Somente trocaram um vício pelo outro. E uma forma de roubar ''aceitável''. hahahahaha
Ou vai me dizer que um degenerado tem condições de dosar o que é bom e mau para uma determinada cultura?! Ele é um oportunista!
Tem fé demais na escola do crime (vulgo sistema penitenciário brasileiro) este Ingênuoencer. Fé cega e muito mal raciocinada. Afffffffff...   

Citar
Por qual razão, homens de notável saber e cultura se tornam religiosos absolutamente convictos?

Convictos não!!! Iludidos, como tu.

Como disse antes, fraqueza moral, medo, angústias e moléstias psicológicas costumam ser a porta de entrada da religião (você sabe bem do que o Mestre tá falando).
Quaisquer ''homens de notável saber e cultura'' podem padecer dessas enfermidades.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: homemcinza em 18 de Junho de 2016, 16:59:07


Vocês sabiam que os mandamentos da lei de Moisés foram todos plagiados do Antigo Egito???

É isso mesmo!!! É só lerem o famoso Papiro de Ani (Livro dos Mortos). Tá tudo lá!!!

e depois o NT plagiou o propio AT.

JESUS nascendo e sendo perseguido por um tirano que ordena matar as criancinhas, os milagres emulados, etc etc etc
http://verdades.forumeiros.com/t25-semelhanca-de-moises-com-jesus

O que nisso tudo não foi copiado de outro lugar?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Spencer em 18 de Junho de 2016, 17:14:15
O que vc esqueceu de comentar é que no Papiro de Ani, que são as confissões que os mortos faziam, daquilo que entendiam como pecado, e que na verdade não eram apenas dez, mas centenas.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Alquimista em 18 de Junho de 2016, 17:21:15
O que vc esqueceu de comentar é que no Papiro de Ani, que são as confissões que os mortos faziam, daquilo que entendiam como pecado, e que na verdade não eram apenas dez, mas centenas.

Blá, blá blá...  Redundância...

Pouco importa. Os mandamentos também eram dezenas, à imagem e semelhança de sua fonte, o Papiro de Ani. O que fizeram depois foi somente escolher os ''dez mais convenientes''.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 18 de Junho de 2016, 18:23:45

Ok talvez eu me refira mais ao aspecto teologico, das literaturas que se contradizem e da aplicação dos fiies que tem de viver contraditoriamente ao que pregam e não o ato de crer em si.  É claro que a crença não discrimina e isso sim é objeto interessante de estudo. Por que cremos?
apenas porque seria ilógico não crer.
por exemplo apenas pela crença é que eu K estou escrevendo, acreditando que voce depois ira ler ,mas como posso ter certeza que isto ira acontecer?
só pensamos em dar o proximo passo por acreditarmos que iremos nos mover para algum lugar,mas isso nem sempre sera verdade, muitas das crenças se perderão pelo caminho, mas acreditar que ha um caminho a ser percorrido é necessário, pois sem fé  não podemos ir  a lugar algum.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 18 de Junho de 2016, 18:43:35
Sugiro aos moderadores fazerem um pulpito aqui pro criaturo. Só ta faltando isso. Ta parecendo um pastor a todo momento citando versiculo pra responder comentarios.

Guarde seus desafios pra você, eu não preciso seguir este livro pois não tenho religião e nenhum compromisso com essas palavras.

Cara voce anda se queimando a toa!

primeiro foram voces que começaram a discutir sobre a biblia  .
seu comentário questionou qual era a importância da biblia, é justo eu citar o trecho mais importante dela "amar ao seu próximo como a ti mesmo" ,mas parece que voce entendeu devo " crucificar  o meu próximo "

em terra de ateus, cetico  postando passagem biblica esta apenas argumentando, se for um crente estará  proselitizando ?


Citar
Deus se existir e quiser que me siga!
amém pastor Cinza
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Alquimista em 18 de Junho de 2016, 19:36:20
Outro grande exemplo de que a bíblia plagiou descaradamente o Antigo Egito.

Com vocês, o Salmo 104, ou melhor, o Hino a Aton, ou os dois????????????

Hino a Aton
Senhor de tudo, senhor do céu, senhor da terra
Teus raios abraçam a terra
Tu me armas os fundamentos da terra
Como são numerosas tuas obras
Os navios vão para baixo e para cima, o fluxo.....

Salmo 104
Ó senhor, tu és grande
Quem te cobre de luz como um vestido
Quem lançou os alicerces da terra
Ó senhor quão variadas são as tuas obras
Como os navios partem para lá e para cá


hahahahahahahahahahahahahaha


Não esqueçam do detalhe (pra lá de bizarro) da circuncisão:

"E a aliança que eu faço com vocês e com seus futuros descendentes, e que vocês devem observar, é a seguinte: circuncidem todos os homens. Circuncidem a carne do prepúcio. Este será o sinal da aliança entre mim e vocês. Quando completarem oito dias, todos os meninos de cada geração serão circuncidados; também os escravos nascidos em casa ou comprados de estrangeiros, que não sejam da raça de vocês" (Gênesis, 17: 10-11).

Só que os egípcios já praticavam há muito, muuuuiiiiiiiito tempo antes, como pode ser visto em Saqqara no túmulo do médico Ankh-ma-Hor, da VI dinastia (c. 2323 a 2150 a.C.).

(http://2.bp.blogspot.com/_Srr9q3M_zV8/S0UZAO66hMI/AAAAAAAAAVU/nvuUReTbkC8/s400/relevo+egipcio+com+cena+da+circunsi%C3%A7%C3%A3o.jpg)

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


E se pensam que acabou, ainda tem mais, beeeemmmmmmm mais!!!!!!!!
Pois a SERPENTE COMO SÍMBOLO DO MAL é plagiada também do Papiro de Ani. Leiam um trecho:

“As almas do leste seguem-te, louvam-te as almas do oeste. Soberano de todos os deuses, teu coração se alegra dentro do teu sacrário; pois o demônio serpente Nac foi condenado ao fogo, e teu coração será alegre para sempre.”

Quem estuda egiptologia sabe que eles acreditavam no demônio serpente Apófis.

O que podemos concluir sobre a... ''biba''???? Além do Gêguesis estar todo errado, como vimos antes, temos Je(gue)$u$ plagiando profetas do AT, o NT plagiando o AT, e agora quase toda a ''biba'' plagiando o Antigo Egito. Até a ideia de deus ''único'' é plagiada do Egito (Aton/Adonai)!!! Putz!!! (Não é a toa que lhe dedicaram um Salmo exclusivo, o 104. kkkkkkkkkkkkkkkkkk)

Como se pode notar, é bastante óbvio que ''Moisés'' trouxe cosigo muito mais que ''escravos hebreus'' quando deixou o Egito. Pois evidentemente ''ele'' trouxe também um monte de sou-fé-nir importado diretamente dos Faraós. (Que mancada!!!)

hahahahahahahahahahahaha
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Alquimista em 18 de Junho de 2016, 20:46:38
Se alguém algum dia pretender abrir um negócio de produtos importados diretamente do Egito, taí uma boa sugestão de nome:
Importadora Moisés. (Até o nome ''Moisés'' é plagiado importado do Egito - Percebam a semelhança com Ramsés, Tutmés.) 

Já bolei até um ótimo slogan:

Moisés, Produtos importados.
Trazendo até você os mais luxuosos artigos de fé diretamente da terra dos Faraós.


hahahahahahahahahaha


E olha que ainda nem falamos sobre o plágio de Noé e o dilúvio da epopeia sumeriana Gilgamesh.

É bem curioso o fato de que os plágios bíblicos se deram sobre as lendas de povos sobre os quais os hebreus estiveram justamente escravizados. Não é mera coincidência que mais tarde se esforçaram tanto para queimar o filme tanto do Egito quanto da Babilônia.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Alquimista em 18 de Junho de 2016, 20:58:04
Exodus, produtos importados, também é um ótimo nome.  Kkkkkkkkkkkkk
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Pedro Reis em 19 de Junho de 2016, 01:28:45
Mandamento: “Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão”
Papiro de Ani: “Eu não amaldiçoei Deus.”

[...]

Mandamento: “Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.”
Papiro de Ani: “Eu não defraudei o homem humilde de sua propriedade.”

Salve Alquimio!

Uma pergunta: Tem certeza que essa fonte é confiável?

Porque eu também já acreditei naquela história, tão repetida nas esquinas da internet,  de que o mito de Hórus era muito semelhante ao mito Jesus, mas é pura balela.

Associam a narrativa dos Evangelhos a vários mitos, querendo, com isso, demonstrar que Jesus é apenas um mito costurado de muitos outros. O problema é que alguns destes argumentos não precisam nem ser verificados porque são realmente ridículos. Como apontar supostas relações da história de Jesus com deuses nórdicos.

Fica difícil conceber como mitologia nórdica poderia ter influenciado os autores dos evangelhos do século I, já que quase seguramente estes sequer sabiam da existência dos vikings.

Mais bisonho que isto é o argumento que é repetido em Zeitgeist quando tenta provar que o cristianismo é um sincretismo com antigos cultos solares. A expressão "Son of God" seria derivada de "Sun God". Que loucura! Esse trocadilho só funciona em inglês, uma língua que nem existia ainda.

É uma pena que pessoas queiram combater religião com mentiras ou pesquisa desleixada, porque em linhas gerais eu creio que Zeitgeist  não é totalmente desprovido de razão em suas considerações, mas estes erros grosseiros desmoralizam totalmente o filme.

Bom, eu sei que há semelhanças surpreendentes entre a história de Krishna ( escrita séculos antes ) e a de Jesus. Mas sei porque tenho o Bhagavad Gita e já li! Porque não dá para confiar em fontes de internet.

Por isso a minha pergunta, porque sei que há muita gente simplesmente inventando do nada estas correlações. Fabricando versões de textos sagrados que jamais existiram.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Alquimista em 19 de Junho de 2016, 02:17:17
Mandamento: “Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão”
Papiro de Ani: “Eu não amaldiçoei Deus.”

[...]

Mandamento: “Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.”
Papiro de Ani: “Eu não defraudei o homem humilde de sua propriedade.”

Salve Alquimio!

Grande Pedrão!!! Tudo bem, cara?

Citar
Uma pergunta: Tem certeza que essa fonte é confiável?

A do Papiro de Ani é 100% confiável. Tá garantido!

Citar
Porque eu também já acreditei naquela história, tão repetida nas esquinas da internet,  de que o mito de Hórus era muito semelhante ao mito Jesus, mas é pura balela.

É verdade, apesar de alguns ecos. Veja a seguir e me diga se a imagem representa Maria com o bebê Jesus ou Ísis com o bebê Hórus:

(https://clavielle.files.wordpress.com/2010/10/isis_suckling_horusbronze_664-332bc1.png)

Soa familiar???

(http://jessicajewettonline.com/wp-content/uploads/2010/11/maryisis.jpg)


Porém, segundo minhas pesquisas, o mito de Osíris/Ísis/Hórus está mais relacionado à lenda maçônica de Hiram Abi do que de Jesus.

O mito Jesus, na verdade, bebeu mais na fonte do AT. Vemos em vários momentos Jesus copiando Moisés, Elias e Josué (principalmente os dois primeiros), assim como várias profecias do AT.
Não deixa de ser curioso o trecho enigmático a seguir:

“Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro e aos irmãos Tiago e João e os levou, em particular, a um alto monte. E foi transfigurado diante deles; o seu rosto resplandecia como o sol, e as suas vestes tornaram-se brancas como a luz. E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele.
Então, disse Pedro a Jesus: Senhor, bom é estarmos aqui; se queres, farei aqui três tendas; uma será tua, outra para Moisés, outra para Elias. Falava ele ainda, quando uma nuvem luminosa os envolveu; e eis, vindo da nuvem, uma voz que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo; a ele ouvi.
Ouvindo-a os discípulos, caíram de bruços, tomados de grande medo. Aproximando-se deles, tocou-lhes Jesus, dizendo: Erguei-vos e não temais! Então, eles, levantando os olhos, a ninguém viram, senão Jesus.” Mateus 17:1-8
   

Bom, o motivo de Jesus emular tanto Moisés, Elias e as antigas profecias foi que os evangelistas se esforçaram bastante numa tentativa de provar que o nazareno seria o messias esperado e profetizado pelo AT. Senão nenhum judeu compraria a ideia.
Quanto à crucificação, temos também um link direto com o AT, mas dessa vez com Adão (o que o Spencer até agora não entendeu). Tiveram que p(r)egar Jesus pra Cristo para resolverem a questão do pecado original e resgatar ao homem o direito à vida eterna (a salvação/redenção). E aí mora o problema: se o gênesis foi uma simples metáfora, Jesus também o será, assim como resto da bíblia (efeito dominó).   

Citar
Associam a narrativa dos Evangelhos a vários mitos, querendo, com isso, demonstrar que Jesus é apenas um mito costurado de muitos outros. O problema é que alguns destes argumentos não precisam nem ser verificados porque são realmente ridículos. Como apontar supostas relações da história de Jesus com deuses nórdicos.

Fica difícil conceber como mitologia nórdica poderia ter influenciado os autores dos evangelhos do século I, já que quase seguramente estes sequer sabiam da existência dos vikings.

hahahahahaha   Aí é forçação de barra mesmo. Muito desse fenômeno pop aproveitou a onda literária de Dan Brown e brincar de (distorcer) mitos, associando livremente uns aos outros, se tornou um passatempo divertido, ao mesmo tempo que polêmico e... rentável.
Você deve se lembrar das provocações do Alquimista naquele episódio épico do Pano de Turim.  hahahahahahaha

Citar
Mais bisonho que isto é o argumento que é repetido em Zeitgeist quando tenta provar que o cristianismo é um sincretismo com antigos cultos solares. A expressão "Son of God" seria derivada de "Sun God". Que loucura! Esse trocadilho só funciona em inglês, uma língua que nem existia ainda.

Como disse, Jesus foi fabricado tendo como molde mais o AT.
A expressão "Sun God" pode soar meio que forçada, mas há sim uma associação solar na colcha de retalhos do mito Jesus. O domingo, ou Dies Solis, ou Sun-Day (dia do Sol), por exemplo, se tornou o dia sagrado do cristianismo devido a Constantino (no Concílio de Nicéia), que usurpou ''o dia do Sol'' (do deus Sol Invictus) como o de Jesus justamente para ''conformar'' os mais inconformados.

Com o 25/12 foi a mesma coisa. Usurparam a Saturnália (solstício de inverno) e as festas sagradas da vinda do deus sol.

Também é curiosa a relação astrológica entre o sol e os 12 signos zodiacais com Jesus e o ''grupo dos doze'' (ecos da Babilônia?), mas aí já é pura especulação.

Citar
É uma pena que pessoas queiram combater religião com mentiras ou pesquisa desleixada, porque em linhas gerais eu creio que Zeitgeist  não é totalmente desprovido de razão em suas considerações, mas estes erros grosseiros desmoralizam totalmente o filme.

Com certeza. Muito dessa web modinha começou com Dan Brown. 

Citar
Bom, eu sei que há semelhanças surpreendentes entre a história de Krishna ( escrita séculos antes ) e a de Jesus. Mas sei porque tenho o Bhagavad Gita e já li! Porque não dá para confiar em fontes de internet.

Por isso a minha pergunta, porque sei que há muita gente simplesmente inventando do nada estas correlações. Fabricando versões de textos sagrados que jamais existiram.

Claro!!! Mas as fontes que o Alquimista posta aqui são puras e cristalinas, potáveis e naturais. Pode beber à vontade. Mata a sede de qualquer cético.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Alquimista em 19 de Junho de 2016, 02:42:36
Pedro, tem um documentário muito interessante que você pode (e deve!) assistir aqui:

http://www.dailymotion.com/video/x1t3134_segredos-da-biblia-os-rivais-de-jesus-natgeo_shortfilms

(Presta bastante atenção na parte que fala do deus Mitra. 25:40)
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 19 de Junho de 2016, 12:34:48
Curioso que tanto na arte do Egito antigo quanto na medieval européia bebês eram representados meio como adultos em miniatura. Tinha ouvido dizer que isso era uma espécie de simbologia/ideologia européia, e não só dificuldade dos artistas em arranjarem bebês de verdade como modelo. Agora a mesma coisa no Egito antigo me faz perguntar se isso tem a mesma origem/idéia por trás, ou se é alguma espécie de coincidência...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 14 de Março de 2017, 19:21:07
https://www.youtube.com/v/u51_pzax4M0

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 24 de Março de 2017, 19:58:41
https://www.youtube.com/v/u51_pzax4M0
os mimimismis e dozinha dos bandidos continuam, mas dos pais de familias catando latinhas na rua ninguem se comove?
sim de fato a maioria dos presos são os de menos estudo menos ainda vontade de trabalhar, ou voce acha que a maioria das pessoas trabalhadoras natas que crescem vagabundos anti sociais ignorantes?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 24 de Março de 2017, 20:26:05
"Mimimi" e "dózinha de bandido" é espantalho. Qualquer chance de solução ou melhora (ou mesmo desaceleração no agravamento de um problema cíclico) depende de se estudar o que dá certo e o que dá errado, e não ceder a chavões populistas de apelo intuitivo fácil.

https://www.theatlantic.com/magazine/archive/2015/10/the-black-family-in-the-age-of-mass-incarceration/403246/
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: DDV em 24 de Março de 2017, 20:29:12
Os países com menores taxas de homicídio intencional são os islâmicos, e estes têm penas muito duras. Devemos copiá-los?

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 24 de Março de 2017, 20:46:23
https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_countries_by_intentional_homicide_rate

Acho que não é bem forte essa primeira correlação*, e não sei se as penas duras nesse caso seguramente determinantes disso. Ao mesmo tempo talvez não seja tão simplesmente "copiar e colar", podendo haver incompatibilidade com diferentes contextos.


* sem contar todo o aspecto de totalitarianismo, que normalmente não vamos querer copiar, a maioria de nós, imagino. E ainda tem que se descontar o fato de pessoas linchadas por crimes como ser homossexual, adúltero, ou vítima de estupro, não contam como homicídios.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 24 de Março de 2017, 21:59:35
Os países com menores taxas de homicídio intencional são os islâmicos, e estes têm penas muito duras. Devemos copiá-los?

criatividade não é mesmo o forte dos céticos!
deixe esse negócio de copiar governos americano para o temer, aqui a nossa realidade é bem mais cruel! ja que a dores sociais são  inevitáveis que sofram mais os seres anti sociais.
Ao invés de copiar  governos que dizem mais respeito a outras culturas, que tal adequar leis segundo nossa dura realidade?
voce acha racional obrigar vitimas a trabalharem para sustentar seus predadores ?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 25 de Março de 2017, 08:32:56
Você fala de não copiar políticas americanas, para então sugerí-las ao final?

Teoricamente a lei brasileira (talvez da totalidade dos países livres) proibem trabalho escravo, então qualquer coisa assim teria que tomar cuidado para não acabar desenvolvendo essa indústria. Acredito que é algo que encontra algum sucesso mas mais nas linhas de penas alternativas. Acho que o resultado final é apenas o de redução de custos e não de lucros ao estado, o condenado não vai geralmente ser produtivo ao ponto de pagar seu próprio custo, mas pode ser reduzido se comparado a apenas dar bolsa na faculdade do crime por uns tempos e soltá-lo na formatura.

Evidentemente, essas penas alternativas devem se adequar ao tipo de crime cometido, prevendo alguns espantalhos recorrentes.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 25 de Março de 2017, 09:21:02
"Mimimi" e "dózinha de bandido" é espantalho. Qualquer chance de solução ou melhora (ou mesmo desaceleração no agravamento de um problema cíclico) depende de se estudar o que dá certo e o que dá errado, e não ceder a chavões populistas de apelo intuitivo fácil.

https://www.theatlantic.com/magazine/archive/2015/10/the-black-family-in-the-age-of-mass-incarceration/403246/

Velho, você nunca falou tão bem. Parabéns.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: JJ em 25 de Março de 2017, 09:50:38
Os países com menores taxas de homicídio intencional são os islâmicos, e estes têm penas muito duras. Devemos copiá-los?




E a China também tem um índice muito baixo, tão baixo quanto o da super islâmica AS.  E aí  vamos copiar  a  China ?


https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_pa%C3%ADses_por_taxa_de_homic%C3%ADdio_intencional




Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: JJ em 25 de Março de 2017, 10:01:01
Os países com menores taxas de homicídio intencional são os islâmicos, e estes têm penas muito duras. Devemos copiá-los?




E a Noruega tem um índice ainda mais baixo do que a super islâmica Arábia Saudita ou da China.  E aí vamos copiar quem ?


Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 25 de Março de 2017, 10:06:49
As gulags.

https://www.theatlantic.com/international/archive/2012/10/inside-russias-prison-system/263806/
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 25 de Março de 2017, 22:10:50
"Mimimi" e "dózinha de bandido" é espantalho. Qualquer chance de solução ou melhora (ou mesmo desaceleração no agravamento de um problema cíclico) depende de se estudar o que dá certo e o que dá errado, e não ceder a chavões populistas de apelo intuitivo fácil.

https://www.theatlantic.com/magazine/archive/2015/10/the-black-family-in-the-age-of-mass-incarceration/403246/

Velho, você nunca falou tão bem. Parabéns.

psicologia barata quer padronizar reações de seres imprevisíveis, em situação e culturas diferentes.
muito estudo...bla...bla...bla..bla.. téoricos e na  pratica o resultado diarios é o que estamos vendo nos jornais e nas ruas!  :'( :chorao: :chorao: :chorao:

diga ai voce que demonstra ser um estudioso técnico, quais seriam suas soluções para melhorias ?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 25 de Março de 2017, 23:01:00
Você fala de não copiar políticas americanas, para então sugerí-las ao final?

Teoricamente a lei brasileira (talvez da totalidade dos países livres) proibem trabalho escravo, então qualquer coisa assim teria que tomar cuidado para não acabar desenvolvendo essa indústria. Acredito que é algo que encontra algum sucesso mas mais nas linhas de penas alternativas. Acho que o resultado final é apenas o de redução de custos e não de lucros ao estado, o condenado não vai geralmente ser produtivo ao ponto de pagar seu próprio custo, mas pode ser reduzido se comparado a apenas dar bolsa na faculdade do crime por uns tempos e soltá-lo na formatura.

Evidentemente, essas penas alternativas devem se adequar ao tipo de crime cometido, prevendo alguns espantalhos recorrentes.

algo fede nesta comparação ,voce esta invertendo valores, trabalho "escravo" seria um pai de familia que necessita viajar 3hs para conseguir chegar ao seu local de trabalho e passar 8hs limpando uma galaria de esgoto sem ter direito a ar fresco, luz do sol, banho,cama, comida e a sua integridade assegurada pelo governo!
volto a perguntar se voce acha justo ele ser obrigado a trabalhar para sustentar um bandido que tenha estuprado e matado a filha dele?um pai  que trabalha duro por um salario que não cobre o minimo das necessidade da sua familia, sendo  obrigado a pagar impostos para sustentar seus predadores! Existe sim um governo de ladões feito para ladrões, sugando e  escravizando pessoas honestas!
O Governo de ladrões que é a verdadeira maquina de escravizar pessoas honestas, FDPs que gostam de tirar de pessoas trabalhadoras e honestas para dar para vagabundos natos!       
Vejo  maior injustiça obrigar jovens a começarem a  trabalhar aos 16 anos  contribuindo até aos 70 , 80 anos por uma efêmera aposentadoria!
Suas penas alternativas é a hipocrisia dos injustos do tempo de moises quando um estuprador quitava sua divida oferecendo um cordeiro!

Espantalho um ova! he...he..he..he..he

Temos varios casos onde motoristas alcoolizados, documentos irregulares atropela e mata pessoas vai para a delegacia paga "a sua pena alternativa" em espécies( ou o cabrito de moises) ao estado,mais um agrado por fora ao delegado e sai no mesmo dia!
Mais uma vitoria da hipocrisia, as vitimas perdem a vidas das pessoas amadas, arrimos de familia e custeio com funerais.
O governo corrupto e hipócrita ganha duas vezes uma se livrando de mais um preso e mais as onerosas fianças! 
Fio ! (é melhor do que  véio, né?) Deixe para os hipócritas travestidos de  socialistas bancarem o advogado do diabo, todos nós sabemos qual é a pena alternativa que dispensara necessidade de novas penas alternativas!

Ninguem aqui ta fazendo apologia ao trabalho escravo de palias, para não nos tornamos piores do que eles, queremos é aplicar a eles a mesma justiça social que nos é imposta:

Quem não trabalha, morre de fome!

Porque na hora da necessidade alheia, não podemos contar com nenhum socialista demagogo hipócritas!
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 26 de Março de 2017, 10:21:37
O que eu considero justo ou não, não tem necessariamente amparo legal, ou a mínima chance de vir a ter em países civilizados. Acho que já seria justo pena de morte para assalto a mão armada carregada, por exemplo.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 26 de Março de 2017, 13:38:16
O que eu considero justo ou não, não tem necessariamente amparo legal, ou a mínima chance de vir a ter em países civilizados. Acho que já seria justo pena de morte para assalto a mão armada carregada, por exemplo.
Sério? ::)

Desde quando? pelo que ja discutimos a esse respeito, voce me parece mais um dos  socialistas
"bonzinhos"

civilidade e justiça são coisa bem questionáveis, se existissem paises civilizados de fato, não haveria necessidade de se fazer justiça!
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 26 de Março de 2017, 14:56:37
Praticamente desde sempre. Se você está disposto a matar (implícito em assalto com arma letal), deve estar disposto a morrer. Nada mais justo.

Uma coisa é o que eu consideraria justo num cenário "mágico", ideal, e o possível ou ideal com as limitações práticas, tanto legais quanto operacionais.


"Civilização" e "justiça" não significa que todos os indivíduos sejam civilizados e justos, apenas que existem instituições capazes de impedir que problemas sejam "resolvidos" através da barbárie, mas tentando encontrar o caminho mais justo.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 27 de Março de 2017, 08:37:19
"Mimimi" e "dózinha de bandido" é espantalho. Qualquer chance de solução ou melhora (ou mesmo desaceleração no agravamento de um problema cíclico) depende de se estudar o que dá certo e o que dá errado, e não ceder a chavões populistas de apelo intuitivo fácil.

https://www.theatlantic.com/magazine/archive/2015/10/the-black-family-in-the-age-of-mass-incarceration/403246/

Velho, você nunca falou tão bem. Parabéns.

psicologia barata quer padronizar reações de seres imprevisíveis, em situação e culturas diferentes.
muito estudo...bla...bla...bla..bla.. téoricos e na  pratica o resultado diarios é o que estamos vendo nos jornais e nas ruas!  :'( :chorao: :chorao: :chorao:

diga ai voce que demonstra ser um estudioso técnico, quais seriam suas soluções para melhorias ?

Posso te falar o que não está dando certo no Brasil. A grande violência e  repressão policial, o endurecimento da lei, juízes que prendem em massa.

Nos últimos 30 anos é isso que está acontecendo no Brasil e o problema só piora,
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Geotecton em 27 de Março de 2017, 09:31:43
"Mimimi" e "dózinha de bandido" é espantalho. Qualquer chance de solução ou melhora (ou mesmo desaceleração no agravamento de um problema cíclico) depende de se estudar o que dá certo e o que dá errado, e não ceder a chavões populistas de apelo intuitivo fácil.

https://www.theatlantic.com/magazine/archive/2015/10/the-black-family-in-the-age-of-mass-incarceration/403246/

Velho, você nunca falou tão bem. Parabéns.

psicologia barata quer padronizar reações de seres imprevisíveis, em situação e culturas diferentes.
muito estudo...bla...bla...bla..bla.. téoricos e na  pratica o resultado diarios é o que estamos vendo nos jornais e nas ruas!  :'( :chorao: :chorao: :chorao:

diga ai voce que demonstra ser um estudioso técnico, quais seriam suas soluções para melhorias ?
Posso te falar o que não está dando certo no Brasil. A grande violência e  repressão policial, o endurecimento da lei, juízes que prendem em massa.

Nos últimos 30 anos é isso que está acontecendo no Brasil e o problema só piora,

Sério mesmo que você considera estes os fatores pelo crescimento da violência no Brasil?

O péssimo aparato para investigação policial; a impunidade de criminosos mais abonados e ou influentes; a conivência de diversas autoridades e governos (Brizola no Rio, por exemplo) com criminosos e um código penal extremamente condescendente com os criminosos, incluindo a ECA para os adolescentes; é que são os reais responsáveis pelo aumento da criminalidade.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Shadow em 27 de Março de 2017, 09:52:16
"Mimimi" e "dózinha de bandido" é espantalho. Qualquer chance de solução ou melhora (ou mesmo desaceleração no agravamento de um problema cíclico) depende de se estudar o que dá certo e o que dá errado, e não ceder a chavões populistas de apelo intuitivo fácil.

https://www.theatlantic.com/magazine/archive/2015/10/the-black-family-in-the-age-of-mass-incarceration/403246/

Velho, você nunca falou tão bem. Parabéns.

psicologia barata quer padronizar reações de seres imprevisíveis, em situação e culturas diferentes.
muito estudo...bla...bla...bla..bla.. téoricos e na  pratica o resultado diarios é o que estamos vendo nos jornais e nas ruas!  :'( :chorao: :chorao: :chorao:

diga ai voce que demonstra ser um estudioso técnico, quais seriam suas soluções para melhorias ?
Posso te falar o que não está dando certo no Brasil. A grande violência e  repressão policial, o endurecimento da lei, juízes que prendem em massa.

Nos últimos 30 anos é isso que está acontecendo no Brasil e o problema só piora,

Sério mesmo que você considera estes os fatores pelo crescimento da violência no Brasil?

O péssimo aparato para investigação policial; a impunidade de criminosos mais abonados e ou influentes; a conivência de diversas autoridades e governos (Brizola no Rio, por exemplo) com criminosos e um código penal extremamente condescendente com os criminosos, incluindo a ECA para os adolescentes; é que são os reais responsáveis pelo aumento da criminalidade.

Como sempre a culpa é da polícia.....
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 27 de Março de 2017, 11:21:07


Sério mesmo que você considera estes os fatores pelo crescimento da violência no Brasil?

Eu não disse isso, você precisa reler meu comentário, eu disse que a repressão dura não resolveu o problema e não acredito que mais repressão vai resolver alguma coisa. E enquanto não tratarmos os Direitos Humanos como algo fundamental para o combate ao ciclo da violência, duvido que qualquer ação no sentido de endurecimento mude esse panorama.



Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 27 de Março de 2017, 16:08:48
"Mimimi" e "dózinha de bandido" é espantalho. Qualquer chance de solução ou melhora (ou mesmo desaceleração no agravamento de um problema cíclico) depende de se estudar o que dá certo e o que dá errado, e não ceder a chavões populistas de apelo intuitivo fácil.

https://www.theatlantic.com/magazine/archive/2015/10/the-black-family-in-the-age-of-mass-incarceration/403246/

Velho, você nunca falou tão bem. Parabéns.

psicologia barata quer padronizar reações de seres imprevisíveis, em situação e culturas diferentes.
muito estudo...bla...bla...bla..bla.. téoricos e na  pratica o resultado diarios é o que estamos vendo nos jornais e nas ruas!  :'( :chorao: :chorao: :chorao:

diga ai voce que demonstra ser um estudioso técnico, quais seriam suas soluções para melhorias ?

Posso te falar o que não está dando certo no Brasil. A grande violência e  repressão policial, o endurecimento da lei, juízes que prendem em massa.

Nos últimos 30 anos é isso que está acontecendo no Brasil e o problema só piora,
verdade é necessário uma maior liberdade de ação e respeito aos policiais.
Sim precisamos endurecer leis acabando principalmente com as muitas que mandam libertar bandidos.
Acabar tambem com os juizes que mandam soltar em massa naturalmente trabalham para o crime organizado!
advogado do diabo?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 27 de Março de 2017, 16:10:08
"Mimimi" e "dózinha de bandido" é espantalho. Qualquer chance de solução ou melhora (ou mesmo desaceleração no agravamento de um problema cíclico) depende de se estudar o que dá certo e o que dá errado, e não ceder a chavões populistas de apelo intuitivo fácil.

https://www.theatlantic.com/magazine/archive/2015/10/the-black-family-in-the-age-of-mass-incarceration/403246/

Velho, você nunca falou tão bem. Parabéns.

psicologia barata quer padronizar reações de seres imprevisíveis, em situação e culturas diferentes.
muito estudo...bla...bla...bla..bla.. téoricos e na  pratica o resultado diarios é o que estamos vendo nos jornais e nas ruas!  :'( :chorao: :chorao: :chorao:

diga ai voce que demonstra ser um estudioso técnico, quais seriam suas soluções para melhorias ?
Posso te falar o que não está dando certo no Brasil. A grande violência e  repressão policial, o endurecimento da lei, juízes que prendem em massa.

Nos últimos 30 anos é isso que está acontecendo no Brasil e o problema só piora,

Sério mesmo que você considera estes os fatores pelo crescimento da violência no Brasil?

O péssimo aparato para investigação policial; a impunidade de criminosos mais abonados e ou influentes; a conivência de diversas autoridades e governos (Brizola no Rio, por exemplo) com criminosos e um código penal extremamente condescendente com os criminosos, incluindo a ECA para os adolescentes; é que são os reais responsáveis pelo aumento da criminalidade.

 :ok:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 27 de Março de 2017, 16:11:08

Como sempre a culpa é da polícia.....

ou se não das vitimas  :hein:
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 27 de Março de 2017, 16:14:58


Sério mesmo que você considera estes os fatores pelo crescimento da violência no Brasil?

Eu não disse isso, você precisa reler meu comentário, eu disse que a repressão dura não resolveu o problema e não acredito que mais repressão vai resolver alguma coisa. E enquanto não tratarmos os Direitos Humanos como algo fundamental para o combate ao ciclo da violência, duvido que qualquer ação no sentido de endurecimento mude esse panorama.

a quais repressões se refere e direitos humanos para os que se comportam como predadores  ?
voce considera o justo equilíbrio entre  direito e o dever ?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: DDV em 27 de Março de 2017, 16:46:41
Posso te falar o que não está dando certo no Brasil. A grande violência e  repressão policial, o endurecimento da lei, juízes que prendem em massa.

Nos últimos 30 anos é isso que está acontecendo no Brasil e o problema só piora,

A violência e repressão policial reduziram significativamente (maior vigilância e punição sobre os mesmos, novos policiais com mentalidade mais 'moderna'), as leis NÃO estão mais duras, pelo contrário (vide a progressão de pena, os indultos, a possibilidade de recorrer em liberdade) e os juízes NÃO estão prendendo em massa, muito pelo contrário (isso em parte é culpa da ineficiência investigativa da polícia civil, que não produz provas satisfatórias).

Então Juca, o que você falou acima, a realidade é o contrário de tudo isso. Suas idéias não correspondem aos fatos.

Esse maior rigor contra criminosos do colarinho branco (mas não contra os criminosos em geral) é coisa de 3 anos atrás, no máximo, possibilitado pelas delações premiadas (que não haviam antes).
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Lorentz em 27 de Março de 2017, 17:51:32
Posso te falar o que não está dando certo no Brasil. A grande violência e  repressão policial, o endurecimento da lei, juízes que prendem em massa.

Nos últimos 30 anos é isso que está acontecendo no Brasil e o problema só piora,

A violência e repressão policial reduziram significativamente (maior vigilância e punição sobre os mesmos, novos policiais com mentalidade mais 'moderna'), as leis NÃO estão mais duras, pelo contrário (vide a progressão de pena, os indultos, a possibilidade de recorrer em liberdade) e os juízes NÃO estão prendendo em massa, muito pelo contrário (isso em parte é culpa da ineficiência investigativa da polícia civil, que não produz provas satisfatórias).

Então Juca, o que você falou acima, a realidade é o contrário de tudo isso. Suas idéias não correspondem aos fatos.

Esse maior rigor contra criminosos do colarinho branco (mas não contra os criminosos em geral) é coisa de 3 anos atrás, no máximo, possibilitado pelas delações premiadas (que não haviam antes).

O Juca fala como se o Bolsonaro tivesse governado o Brasil nos últimos 14 anos.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 27 de Março de 2017, 19:13:32
Citar
Tetraplégico tem prisão domiciliar negada

....

Apesar de não ter sido condenado quando teve o pedido de prisão domiciliar rejeitado, o detento era reincidente no tráfico de drogas --por isso a sua pena, de sete anos de prisão, tem sido cumprida em regime fechado.

Em sua casa, na periferia de Brasília, a polícia encontrou nove pedras de crack, mais de 60 gramas de maconha e R$ 900 em dinheiro.

Ele disse que não estava sozinho em casa e que a droga não era dele. Reconheceu, apenas, posse de parte da droga, para consumo próprio.

...

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2013/12/1382178-tetraplegico-tem-prisao-domiciliar-negada.shtml



Citar
Editorial: Presos demais
...

Os outros dois fatores são velhas mazelas nacionais: morosidade da Justiça, que mantém encarcerados presos que poderiam já gozar de progressão de pena, e excesso de rigor de magistrados contra acusados de tráfico de drogas.

Um estudo de 2011 do Núcleo de Estudos da Violência da USP mostrou que muitos dos presos como traficantes na cidade de São Paulo eram de baixa periculosidade. Apenas 3% portavam uma arma no momento da prisão, por exemplo, e a quantidade média de droga apreendida com eles era baixa.

Apesar disso, nove entre dez acusados responderam ao processo todo na prisão. Embora mais da metade das condenações fosse inferior a quatro anos de reclusão, requisito para o juiz conceder substituição por penas alternativas, isso só ocorria em 5% dos casos.

Prisões existem para afastar criminosos violentos do convívio social. Encher cárceres de dependentes e pequenos traficantes, onde ficarão sob o jugo de facínoras e em condições subumanas, não é o modo mais eficiente de deter o crime.


http://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2013/06/1289287-editorial-presos-demais.shtml



Há algum tempo ouvi reportagem que comentava que dentre as trapalhadas que fizeram, teve uma de um cara que já deveria ter sido solto há décadas, mas continuava mofando na cadeia.


Acho que isso de considerar comércio de drogas ilegais (e não os crimes associados especificamente) como crime hediondo talvez seja a maior insistência de murro em ponta de faca do sistema no Brasil.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 27 de Março de 2017, 20:46:08
Posso te falar o que não está dando certo no Brasil. A grande violência e  repressão policial, o endurecimento da lei, juízes que prendem em massa.

Nos últimos 30 anos é isso que está acontecendo no Brasil e o problema só piora,

A violência e repressão policial reduziram significativamente (maior vigilância e punição sobre os mesmos, novos policiais com mentalidade mais 'moderna'), as leis NÃO estão mais duras, pelo contrário (vide a progressão de pena, os indultos, a possibilidade de recorrer em liberdade) e os juízes NÃO estão prendendo em massa, muito pelo contrário (isso em parte é culpa da ineficiência investigativa da polícia civil, que não produz provas satisfatórias).

Então Juca, o que você falou acima, a realidade é o contrário de tudo isso. Suas idéias não correspondem aos fatos.

Esse maior rigor contra criminosos do colarinho branco (mas não contra os criminosos em geral) é coisa de 3 anos atrás, no máximo, possibilitado pelas delações premiadas (que não haviam antes).
e o resultado dessa palhaçada é a violência vivenciada pelos cidadães honestos
Sr. juca falar que os bandidos que são vitimas da violencia seria apenas uma  piada irônica se não fosse uma grande inversão de valores da sua parte, como ja disse ta parecendo coisa de juiz comprado pelo PCC, coisa de advogado do diabo!
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Criaturo em 28 de Março de 2017, 07:16:52
este raciocinio do Juca querendo tratar bandidos como se eles agissem como pessoas de bem, me fez lembrar de um filme onde um presidio o carcereiro novato ficava indignado com o duro tratamento dado aos presos.
Então para dar o exemplo começou tratar bandidos como se eles fossem pessoas comuns, chamando pelos nomes  pedia por favor Sr., com licença , posso revista-lo, tudo conforme aos direitos humanos!
Até que um dia houve uma rebelião pegaram ele e mais outro carcereiro  colocaram uma faca no pescoço e ameaçando que iriam cortar as cabeças deles, então  o outro disse: "esta vendo o que acontece quando voce começa chamar bandido de Sr."
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Freya em 28 de Março de 2017, 11:53:56
o que os críticos dos direitos humanos não compreendem, é que se bandidos realmente tivessem acesso aos direitos humanos aos quais fazem jus, muito provavelmente a grande maioria não seria bandido.

Curioso é ver "cidadãos de bem" destilando ódio e violência contra algumas classes sociais, e ainda se sentindo superiores porque pensam que estão moralmente justificados.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: _Juca_ em 28 de Março de 2017, 12:28:30
este raciocinio do Juca querendo tratar bandidos como se eles agissem como pessoas de bem, me fez lembrar de um filme onde um presidio o carcereiro novato ficava indignado com o duro tratamento dado aos presos.
Então para dar o exemplo começou tratar bandidos como se eles fossem pessoas comuns, chamando pelos nomes  pedia por favor Sr., com licença , posso revista-lo, tudo conforme aos direitos humanos!
Até que um dia houve uma rebelião pegaram ele e mais outro carcereiro  colocaram uma faca no pescoço e ameaçando que iriam cortar as cabeças deles, então  o outro disse: "esta vendo o que acontece quando voce começa chamar bandido de Sr."


Eu não sei qual a volta no seu raciocínio que você dá pra chegar a uma conclusão que eu não dei.

O número de presos no Brasil dobrou nos ultimos 10 anos (http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/06/numero-de-presos-dobra-em-10-anos-e-passa-dos-600-mil-no-pais.html), e a violência (http://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&id=27412) e os crimes (http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/11/brasil-tem-terceira-maior-taxa-de-roubos-da-america-latina-diz-pnud.html) só aumentaram. Então qual o problema com a repressão se ela aumentou muito e não resolveu o problema? O problema está exatamente na repressão, no tipo de repressão que estamos facultando à população.

Primeiro, a polícia militar trata todo bandido como inimigo e não como um cidadão que deve ser preso pelo seu crime. Essa grande diferença na retórica já resulta numa grande diferença prática na ação policial que não vai estar na rua para combater um inimigo e sim para cumprir a lei.

Depois o sistema carcerário brasileiro é medieval, não há condições sanitárias, não há trabalho, não há educação, não há um plano de resgate de criminosos de volta para a sociedade, existem alguns presídios dignos, mas a maioria está entregue e superlotados.  Os presos, perigosos ou não, violentos ou não, crimes grandes ou pequenos, são tratados como lixo e assim como lixo eles continuarão sendo, e lixo continuaram produzindo. Não se quebra o ciclo da violência e da criminalidade quando nossa sociedade prende e julga um criminoso, ela aumenta e produz mais violência e crimes, porque naõ estimulamos que eles se recuperem. As sociedades mais avançadas e que fazem dos Direitos Humanos seu pilar, são as que mais conseguem recuperar seus cidadãos da criminalidade e da violência. É fato. Porque vamos na direção contrária? Porque desprezamos o que de melhor a sociedade tem, se o que temos hoje não dá certo?

Ainda tem a questão do tráfico de drogas, que só piora o que já é ruim. Prendemos usuários, prendemos pequenos traficantes, na maioria jovens de 18 a 24 anos, além do tráfico arregimentar menores de idade. A repressão às drogas não deu certo em lugar nenhum do mundo, a sociedade continua consumindo drogas (https://nacoesunidas.org/29-milhoes-de-adultos-dependem-de-drogas-aponta-relatorio-do-unodc/)  e gastando cada vez mais dinheiro para reprimi-las sem qualquer efeito prático, a não ser fazer com que oo tráfico de drogas tenha a maior taxa de lucro jamais vista em qualquer outro produto e esses lucros fiquem nas mãos de marginais sociais, que fazem uso da violência para vender seu produto, já que não existem regras nem regulamento pelo Estado para o seu comércio.
Qual a semelhança entre Pablo Escobar e Jorge Paulo Lehmam? Os dois multimilionários vendendo drogas, só que o primeiro um dos homens mais violentos já vistos, e o segundo um super empresário pacato que duvido que mate uma mosca, um vendia drogas ilegais o outro drogas legais um grande comércio de uma grande cadeia produtiva, percebe a diferença que a repressão representa?

Existem várias outras coisas que não são a causa em si mas que ainda contribuem para a violência, como a péssima distribuição de renda e o racismo por exemplo, não é uma conta exata, mas querer mais do mesmo, muita repressão sem reeducação, sem respeito aos Direitos Humanos é piorar ainda mais o quadro, que é o que está acontecendo. E como a violência só aumenta, numa solução simplista a população acha que a repressão é pequena e o tratamento a bandidos brando, e pressiona por mais repressão e mais violência contra marginais, num ciclo que nunca acaba.

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Lorentz em 28 de Março de 2017, 13:01:45
Eu concordo em boa parte. Você consegue imaginar uma solução para tudo isso, Juca?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Shadow em 28 de Março de 2017, 13:26:11
Eu concordo em boa parte. Você consegue imaginar uma solução para tudo isso, Juca?

1. Desmilitarizar e desarmar e polícia, que terá apenas o papel de assegurar direitos e orientar quanto a seu exercício;
2. Descriminalização de todos os crimes. As estatísticas cairiam a zero.
3. Renda mínima para todos, assegurada pelo Estado.
4. Fim de todas as prisões.
5. Maior poder aos sovietes.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gaúcho em 28 de Março de 2017, 13:39:47
"Mimimi" e "dózinha de bandido" é espantalho. Qualquer chance de solução ou melhora (ou mesmo desaceleração no agravamento de um problema cíclico) depende de se estudar o que dá certo e o que dá errado, e não ceder a chavões populistas de apelo intuitivo fácil.

https://www.theatlantic.com/magazine/archive/2015/10/the-black-family-in-the-age-of-mass-incarceration/403246/

Velho, você nunca falou tão bem. Parabéns.

psicologia barata quer padronizar reações de seres imprevisíveis, em situação e culturas diferentes.
muito estudo...bla...bla...bla..bla.. téoricos e na  pratica o resultado diarios é o que estamos vendo nos jornais e nas ruas!  :'( :chorao: :chorao: :chorao:

diga ai voce que demonstra ser um estudioso técnico, quais seriam suas soluções para melhorias ?

Posso te falar o que não está dando certo no Brasil. A grande violência e  repressão policial, o endurecimento da lei, juízes que prendem em massa.

Nos últimos 30 anos é isso que está acontecendo no Brasil e o problema só piora,

"Endurecimento da lei". Nosso código penal é da década de 40 e não acompanhou as mudanças desde então. Em um país onde os assassinos dos Richthofen já estão soltos, Guilherme de Pádua já está até casado, assassinos não cumprem mais de dez anos de prisão, quando muito, ouvir falar em endurecimento da lei é de rachar a cara.

Pergunta pra qualquer policial sobre a rigidez da lei, e deixa ele te falar dos casos onde o criminoso sai da delegacia antes dele.

Citar
Suspeito de atirar contra quatro pessoas em Florianópolis é solto horas após prisão em flagrante
Um jovem de 20 anos suspeito de ferir quatro pessoas a tiros no bairro Ingleses, no norte da Ilha, em Florianópolis, foi solto poucas horas após ser preso em flagrante na quarta-feira. Segundo a Polícia Militar, ele tem 14 passagens policiais e uma condenação por tráfico de drogas.

Na audiência de custódia em que definiria a necessidade da conversão de prisão em flagrante para provisória ou a liberdade provisória, a juíza Erica Lourenço de Lima Ferreira optou pela segunda opção. Na justificativa, a magistrada diz que, em relação aos tiros nos Ingleses, "(...) tudo indica que se trata de acertos de contas entre membros de facções criminosas, o que não coloca em risco a sociedade, já que é fato isolado e determinado. A prisão do conduzido pode inclusive trazer risco a sua vida".

Também foram determinadas medidas cautelares para conceder a liberdade, como o suspeito ficar em casa entre 22h e 6h nos dias úteis e não se ausentar das comarcas da região por mais de oito dias sem comunicar a Justiça. A juíza citou ainda que, pela legislação, a prisão preventiva é uma medida excepcional que só deve ser aplicada quando as medidas cautelares não forem adequadas à situação concreta — o que na avaliação da magistrada não seria o caso desta ocorrência.

O crime aconteceu no começo da madrugada de quarta-feira na Estrada Dom João Becker, à 0h20min. Segundo a Polícia Militar (PM), três homens e uma mulher foram baleados perto de um restaurante.

Guilherme Fernandes Varela, Joice Caroline Germina, Thiago Denis da Conceição e Cristian Henrique Dias foram atingidos. A maior parte dos disparos atingiu os braços e as pernas das vítimas. Todos foram encontrados conscientes pela PM, mas a situação de Guilherme era mais grave porque um dos tiros o acertou na costela.

Depois de atender a ocorrência, viaturas fizeram buscas nas redondezas e encontraram o jovem de 20 anos suspeito de atirar nos quatro. Ele foi encontrado na comunidade do Siri e disse aos policiais que foi junto a outro rapaz até o local e atirou nas vítimas. O jovem estava com uma pistola calibre 45 e sete munições intactas.

http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticias/noticia/2017/03/suspeito-de-atirar-contra-quatro-pessoas-em-florianopolis-e-solto-horas-apos-prisao-em-flagrante-9745176.html

Pessoa de bem, assim como todos nós. Quem nunca teve que acertar contas com desafetos antes? Com certeza ele também fez uma varredura do local e teve certeza que não havia nenhum civil nos arredores que pudesse ser pego no fogo cruzado. Como todo cidadão de bem faz antes de acertar contas.

Lei dura demais. Ameniza aí pra nós, pô.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 28 de Março de 2017, 14:05:01
5. Maior poder aos sovietes.

Não é maior poder... é todo o poder.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Muad'Dib em 28 de Março de 2017, 14:07:20
5. Maior poder aos sovietes.

Não é maior poder... é todo o poder.

O que você pensa sobre a desmilitarização da polícia?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Shadow em 28 de Março de 2017, 14:14:43
5. Maior poder aos sovietes.

Não é maior poder... é todo o poder.

Na briguinha interna se pedia maior poder aos comitês locais...rs
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Shadow em 28 de Março de 2017, 14:15:33
5. Maior poder aos sovietes.

Não é maior poder... é todo o poder.

O que você pensa sobre a desmilitarização da polícia?

Não sou judeu mas vou responder uma pergunta com outra pergunta:  qual o problema da militarização?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 28 de Março de 2017, 14:30:55
5. Maior poder aos sovietes.

Não é maior poder... é todo o poder.

O que você pensa sobre a desmilitarização da polícia?

Tanta coisa... :lol:

Mas no momento em que o partido do trabalhador está atrasando e parcelando meu salário há mais de um ano, provavelmente minha opinião e minha visão estão contaminadas com o desejo de ter as mesmas liberdades de outros trabalhadores (greve, vale transporte, alimentação, hora extra) e com o emputecimento decorrente dessa situação.

Mas como cidadão, com foco no função final, que é segurança pública, eu já fui pró-desmilitarização. Nesse momento eu não sei se faria realmente grande diferença. A PM varia muito de estado para estado e essa particularidade deve ser observada.

Para a atividade policial, o militarismo à moda das FFAA é muito mais uma questão de tradição e vaidade do que necessidade. O policiamento militarizado gendarme é mais do que comum ao redor do mundo, sem muitas polêmicas. No Brasil o problema parece ser o vínculo mais próximo com as FFAA e o passado da Ditadura Militar, que o pessoal das "esquerdas" insiste em não deixar morrer porque senão eles perdem o principal espantalho.

Um exemplo é que em MG a PM está prestes a assumir o TCO, praticamente eliminando o papel da PC no Estado, que não faz concurso pra delegado desde 2011 e se encontra completamente sucateada. A situação dos caras é de dar dó e o governo parece estar meio que sabotando a PC, como se fosse mais fácil dar mais atribuições à PM do que consertar e reequipar a PC.

Então passamos para o RJ, onde a PC tem maior visibilidade que a PM e SP, onde as duas parecem se complementar de forma mais equivalente.

Essas características mudam muito de um estado para o outro. Uma maior liberdade para observar as características regionais já poderia fazer uma grande diferença sem que seja necessário mexer no vespeiro que é a desmilitarização.

Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Muad'Dib em 28 de Março de 2017, 14:48:01
https://www.youtube.com/v/Jxhu8ctP3hQ

Eu acabei ficando com uma visão pró-militarização depois desse vídeo. Mesmo com todos os problemas que, de fato, existem e são evidentes, não sei se com o grau de criminalidade (que é pior que muitas guerras) uma polícia militarizada seja algo errado. Fico pensando se não é melhor trabalhar o sistema vigente ao invés de refazer tudo do zero.


EDIT: Editei as tags do seu link. O vídeo não estava sendo exibido..
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: DDV em 28 de Março de 2017, 20:40:35
o que os críticos dos direitos humanos não compreendem, é que se bandidos realmente tivessem acesso aos direitos humanos aos quais fazem jus, muito provavelmente a grande maioria não seria bandido.

Elabore.

Citar
Curioso é ver "cidadãos de bem" destilando ódio e violência contra algumas classes sociais,

Bandido é 'classe social' agora?

Tá igual aquele advogado que disse que bandido era uma 'profissão'.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 28 de Março de 2017, 21:40:46
Eu acabei ficando com uma visão pró-militarização depois desse vídeo. Mesmo com todos os problemas que, de fato, existem e são evidentes, não sei se com o grau de criminalidade (que é pior que muitas guerras) uma polícia militarizada seja algo errado. Fico pensando se não é melhor trabalhar o sistema vigente ao invés de refazer tudo do zero.

Não é nem questão de certo ou errado. A razão pela qual os militares (oficiais superiores) não querem a desmilitarização são basicamente a vaidade pessoal, a "tradição". Nenhum entra no mérito de ser prejudicial à atividade policial ou à segurança pública. Eu já vi oficiais dizendo que o grande medo deles é que assim que acabar o militarismo, o soldado vai poder mandar ele tomar no olho do cu dele. Como se nos demais órgãos da administração pública o povo passasse o dia mandando o chefe tomar no rabo.

Quanto aos praças, se você entrar em um grupo de discussões de PMs, vai ver que a razão principal é a previdência e o plano de saúde, que são melhores que a média. Hierarquia e disciplina são normais numa relação de trabalho. Militar ou não, a natureza da PM é bem diversa da PC e isso molda o tipo de profissional mais do que a norma administrativa que regula a profissão.

E quanto a "guerra", como eu disse em outro tópico (ou nesse mesmo, não lembro), atuar na criminalidade só com PM é enxugar gelo, a fábrica não vai fechar. E a militarização do policial que faz esse serviço pouco ou nada influi na sua atuação.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: JJ em 29 de Março de 2017, 08:28:07

Número de homicídios no Brasil é maior do que o de países em guerra


Na Síria, em 4 anos, morreram 256 mil pessoas. No Brasil, quase 279 mil.

Em 2015, Sergipe, Alagoas e Rio Grande do Norte foram os mais violentos.


O Brasil tomou conhecimento nesta sexta-feira (28) de um número espantoso, assustador. No ano passado, o país teve 170 assassinatos por dia.


O Brasil não está em guerra com ninguém, mas quando se olha para dentro o que se vê é uma guerra urbana. Em 2015, 58 mil pessoas foram assassinadas no país. É como se a cada nove minutos uma pessoa fosse morta de forma violenta.

O Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que fez o cálculo trágico, afirma que morre mais gente assassinada no Brasil do que em países que estão, de fato, em guerra.


Na Síria, por exemplo, em quatro anos, morreram 256 mil pessoas. No Brasil, no mesmo período, quase 279 mil.

Proporcionalmente, três estados do Nordeste foram os mais violentos no ano passado: Sergipe, Alagoas e Rio Grande do Norte. Os que registraram menos assassinatos por 100 mil habitantes foram Santa Catarina e São Paulo.


Entre milhares dessas mortes, houve muitos casos de chacinas, como a que aconteceu em Carapicuíba, na Grande São Paulo, em setembro de 2015. Quatro adolescentes, entre 16 e 18 anos de idade, que trabalhavam como entregadores de pizza, foram fuzilados por quatro homens que chegaram num carro em frente à pizzaria. Nenhum dos que morreram tinha passagem pela polícia, e o inquérito foi arquivado, sem solução. Restou ao pessoal do bairro fazer uma homenagem para três dos quatro que morreram: Douglas, Carlos Eduardo e Mateus. O outro, a mãe dele não permitiu fazer o grafite.


“Eu sinto que a justiça realmente não foi feita. Isso é uma ferida aberta que nunca vai ser totalmente preenchida”, disse Juarez Sabino de Souza, pai de uma das vítimas.
Em todo o país, a polícia, que deveria fazer parte da solução, está virando uma das causas e, também, estatística. Por dia, são nove mortos pelas armas da polícia e pelo menos um policial morto.


Proporcionalmente, segundo o fórum, temos a polícia que mais mata e a que mais morre no mundo.

“Há condições de mudar esse cenário. Precisa ter vontade política, prioridade e precisa, acima de tudo, ter disposição para enfrentar o problema”, disse Renato Sérgio de Lima, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.


http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2016/10/numero-de-homicidios-no-brasil-e-maior-do-que-o-de-paises-em-guerra.html




Independentemente das causas, algo tem de ser feito para diminuir de forma significativa este números de homicídios no Brasil. A situação atual é inaceitável, é absurda.  :x





Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: JJ em 29 de Março de 2017, 08:40:48
Diegojaf,


Você que trabalha na área,  e que estuda questões relacionadas à segurança pública,  considera que quais medidas poderiam ser feitas para reduzirmos pela metade o índice de homicídios intencionais no Brasil (de 21 para 10.5 por 100.000)  num prazo de digamos 4 anos ? 


E para chegarmos a um índice de homicídios intencionais no Brasil semelhante ao dos Estados Unidos que é de 4.2 por 100.000 num prazo de digamos 8 anos ? 



 :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?:



Lista de países por taxa de homicídio intencional

https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_pa%C3%ADses_por_taxa_de_homic%C3%ADdio_intencional




Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Diegojaf em 29 de Março de 2017, 14:03:15
Diegojaf,


Você que trabalha na área,  e que estuda questões relacionadas à segurança pública,  considera que quais medidas poderiam ser feitas para reduzirmos pela metade o índice de homicídios intencionais no Brasil (de 21 para 10.5 por 100.000)  num prazo de digamos 4 anos ? 


E para chegarmos a um índice de homicídios intencionais no Brasil semelhante ao dos Estados Unidos que é de 4.2 por 100.000 num prazo de digamos 8 anos ? 



 :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?:



Lista de países por taxa de homicídio intencional

https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_pa%C3%ADses_por_taxa_de_homic%C3%ADdio_intencional






Não vejo nenhuma fórmula engessada para isso. Pelo meu ponto de vista, existem diversas formas que vão agradar de acordo com a ideologia de cada um.

Se te agrada, você tem uma forma de lidar com o problema através do aumento da repressão, com maiores poderes legais e políticos para as polícias e para o judiciário. Por outro lado, você pode legalizar algumas drogas (visto que o índice de homicídios ligados ao tráfico de drogas chega aos 80%) e talvez isso gere efeitos positivos como vem acontecendo nos EUA. Você também pode trabalhar preventivamente com programas que evitem o ingresso de jovens no crime e corretivamente com melhorias no sistema penitenciário que diminuam o nível de reincidência (que se não me engano, girava em torno dos 75%). Você pode fazer tudo isso em conjunto ou só uma dessas coisas com força desproporcional.

Acho que no primeiro caso (um pouco de tudo) você teria queda na criminalidade a longo prazo. No segundo (investir desproporcionalmente em uma dessas coisas), você vai ter uma queda imediata na criminalidade, mas provavelmente menos sustentável a longo prazo e com outros problemas políticos em geral.

No Brasil o grande problema é provavelmente que cada medida pertence a um determinado grupo que a monopoliza. O grupo que quer aumentar a repressão descarta completamente qualquer melhoria no sistema penitenciário, o que seria "mordomia para bandido". O grupo da liberação das drogas acha que a polícia é uma âncora para o desenvolvimento do país e que assim que as drogas forem liberadas, a violência acaba.

Infelizmente as ideias foram tomadas de reféns desses grupos políticos e  o pragmatismo agora é mal visto por todos.

É como quando certo forista daqui reclamava que as manifestações contra a corrupção não eram "de verdade" porque só o grupo dele era legítimo para pedir a solução de problemas no Brasil. Eu posso querer acabar com o crime, mas eu não posso querer utilizar nenhuma das ideias dos outros grupos, pois isso é desonestidade.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Lorentz em 29 de Março de 2017, 14:06:57
O governo precisa investir em cidadania. Isso sim!


Dinheiro > (magia negra) > cidadãos mais esclarecidos e educados

É simples!
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: DDV em 29 de Março de 2017, 14:13:13
Diegojaf,


Você que trabalha na área,  e que estuda questões relacionadas à segurança pública,  considera que quais medidas poderiam ser feitas para reduzirmos pela metade o índice de homicídios intencionais no Brasil (de 21 para 10.5 por 100.000)  num prazo de digamos 4 anos ? 


E para chegarmos a um índice de homicídios intencionais no Brasil semelhante ao dos Estados Unidos que é de 4.2 por 100.000 num prazo de digamos 8 anos ? 



 :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?:



Lista de países por taxa de homicídio intencional

https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_pa%C3%ADses_por_taxa_de_homic%C3%ADdio_intencional

Temos que olhar os países com PIB per capita próximos ao brasileiro, porém com menores índices de homicídio intencional, e ver como são suas políticas de segurança, educação, etc

Países com PIB per capita 4 ou 5 vezes maior que o brasileiro logicamente terão menores índices, mas o Brasil ainda levará muitas décadas (se tudo der certo) para alcançá-los. Precisamos de soluções adequadas à nossa realidade.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 29 de Março de 2017, 14:24:59
Deve ser bem importante um trabalho de "marketing" para se conseguir enquadrar as melhores medidas, seja lá quais forem, de forma compatível, com apelo, aos diferentes valores ideológicos principais.

Penas alternativas >>> economia, transmissão de VALORES, e pena pesada para os bandidos de verdade, não para ladrão de galinha e moleque a quem faltaram umas palmadas e puxão de orelha, para depois soltarem assassino e estuprador por incompetência e prisão lotada.

Policiamento onde/como for realmente necessário >>> aquelas de quando as UPPs estavam dando certo e a população local aprovava, numa imagem contrastando bastante daquela narrativa de polícia como "exterminadores/opressores de negros e pobres". Do outro lado, "prender vendedor de baseado é só fingir mostrar serviço em vez de prender bandido de verdade".




Diegojaf,


Você que trabalha na área,  e que estuda questões relacionadas à segurança pública,  considera que quais medidas poderiam ser feitas para reduzirmos pela metade o índice de homicídios intencionais no Brasil (de 21 para 10.5 por 100.000)  num prazo de digamos 4 anos ? 


E para chegarmos a um índice de homicídios intencionais no Brasil semelhante ao dos Estados Unidos que é de 4.2 por 100.000 num prazo de digamos 8 anos ? 



 :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?:



Lista de países por taxa de homicídio intencional

https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_pa%C3%ADses_por_taxa_de_homic%C3%ADdio_intencional

Temos que olhar os países com PIB per capita próximos ao brasileiro, porém com menores índices de homicídio intencional, e ver como são suas políticas de segurança, educação, etc

Países com PIB per capita 4 ou 5 vezes maior que o brasileiro logicamente terão menores índices, mas o Brasil ainda levará muitas décadas (se tudo der certo) para alcançá-los. Precisamos de soluções adequadas à nossa realidade.

Bem como variação regional nacional em cidades/estados comparáveis.

 
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: JJ em 30 de Março de 2017, 09:14:23

Não vejo nenhuma fórmula engessada para isso. Pelo meu ponto de vista, existem diversas formas que vão agradar de acordo com a ideologia de cada um.

Se te agrada, você tem uma forma de lidar com o problema através do aumento da repressão, com maiores poderes legais e políticos para as polícias e para o judiciário. Por outro lado, você pode legalizar algumas drogas (visto que o índice de homicídios ligados ao tráfico de drogas chega aos 80%) e talvez isso gere efeitos positivos como vem acontecendo nos EUA. Você também pode trabalhar preventivamente com programas que evitem o ingresso de jovens no crime e corretivamente com melhorias no sistema penitenciário que diminuam o nível de reincidência (que se não me engano, girava em torno dos 75%). Você pode fazer tudo isso em conjunto ou só uma dessas coisas com força desproporcional.

Acho que no primeiro caso (um pouco de tudo) você teria queda na criminalidade a longo prazo. No segundo (investir desproporcionalmente em uma dessas coisas), você vai ter uma queda imediata na criminalidade, mas provavelmente menos sustentável a longo prazo e com outros problemas políticos em geral.

No Brasil o grande problema é provavelmente que cada medida pertence a um determinado grupo que a monopoliza. O grupo que quer aumentar a repressão descarta completamente qualquer melhoria no sistema penitenciário, o que seria "mordomia para bandido". O grupo da liberação das drogas acha que a polícia é uma âncora para o desenvolvimento do país e que assim que as drogas forem liberadas, a violência acaba.

Infelizmente as ideias foram tomadas de reféns desses grupos políticos e  o pragmatismo agora é mal visto por todos.

É como quando certo forista daqui reclamava que as manifestações contra a corrupção não eram "de verdade" porque só o grupo dele era legítimo para pedir a solução de problemas no Brasil. Eu posso querer acabar com o crime, mas eu não posso querer utilizar nenhuma das ideias dos outros grupos, pois isso é desonestidade.


Tudo o que você colocou aí faz bastante sentido, e  muita gente que estuda o tema segurança pública certamente concordará.

Seja como for,  eu e certamente  muita gente seria favorável a ações mais enérgicas contra os crimes que incluem homicídio intencional, o que não dá de modo algum é continuar com esses índices assustadores que geram uma  grande percepção de insegurança e impunidade.


Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 02 de Junho de 2017, 13:40:19
https://www.youtube.com/v/G-lDr3DQnHo

Citar
UCLA Professor of Public Affairs Mark Kleiman is "angry about having too much crime and an intolerable number of people behind bars." The United States is home to five percent of the world's population and 25 percent of the world's prisoners, yet, says Kleiman, our high incarceration rate isn't making us safer.

In his book, "When Brute Force Fails," Kleiman explains that, when it comes to punishment, there is a trade-off between severity and swiftness. For too long the U.S. has erred heavily on the side of severity, but if we concentrate enforcement and provide immediate consequences for law-breakers, Kleiman says we can both reduce the crime rate and put fewer people in prison.


"Reason" é um nome muito bom para uma revista ou movimento. "Então você discorda da Razão? Tsc, tsc, tsc..."
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gauss em 02 de Junho de 2017, 16:39:46
É um bom portal sobre assuntos libertários. É revista e Think Thank.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 02 de Junho de 2017, 17:09:18
Não pasa de uma outra pífia tentativa de camuflagem do socialismo fabiano.

Acho que aquele cara do "whose line is it anyway" é membro fundador ou algo assim.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Gauss em 02 de Junho de 2017, 18:05:23
Não pasa de uma outra pífia tentativa de camuflagem do socialismo fabiano.

Acho que aquele cara do "whose line is it anyway" é membro fundador ou algo assim.
A Reason "is not a true libertarian" para a turma do Mises, pois eles são a favor da vacinação obrigatória e da proibição de dirigir embriagado. E ousam em aceitar que o Aquecimento Global é real (apesar de não serem tão  a favor assim do Acordo de Paris).
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 02 de Junho de 2017, 18:26:11
Eles são a favor das crianças serem arrastadas por seus pais aos prantos, para terem dolorosamente injetadas substâncias patogênicas em seu sangue, sob a mira de uma arma.

E no trânsito, também a onipresente ameaça armada do totalitarismo estatal. Este idealmente deve ser vigiado não por radares, mas por franco-atiradores, assim, o tempo todo pode ter alguém com uma mira na sua cabeça, pronto para eliminá-lo, caso desobedeça a algum capricho dos burocratas.

E chamam isso de "liberdade". Só se for "liberdade de agir exatamente como eu desejo, ou morrer".
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: El Elyon em 06 de Junho de 2017, 15:50:37
Citação de: Gauss
A Reason "is not a true libertarian" para a turma do Mises, pois eles são a favor da vacinação obrigatória e da proibição de dirigir embriagado.

Nem mesmo von Mises é um "true libertarian" para os Rothbardianos que são majoritários no von Mises Institute. Eles precisam forçar muito a "exegética" para tornar o autor de frases como "Liberalism is not anarchism, nor has it anything whatsoever to do with anarchism." (Liberalism: In the Classical Tradition, capítulo 7) um simpático do AnCapismo/Rothbardismo que defendem (normalmente dizendo que "Mises não se opunha ao nosso tipo peculiar de anarquia").  :)“
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 08 de Junho de 2017, 07:03:06
Citar
https://www.vice.com/en_au/article/german-prisons-are-kinder-gentler-and-safer-than-the-ones-in-america-617

As a recent touring group of US officials found out, German inmates wear their own clothes, cook their own meals, and aren't put in solitary for more than eight hours at a time.

...

There are different expectations for their corrections officers—who are drawn primarily from the ranks of lawyers, social workers, and mental health professionals to be part of a "therapeutic culture" between staff and offenders—and they consequently receive more training and higher pay. There is little to no violence—including in communal kitchens where there are knives and other potentially dangerous implements. And the maximum time inmates spend in any kind of punitive solitary is eight hours.

"Find a [security] camera," Gregg Marcantel, the corrections secretary of New Mexico, said as he walked through the prison's main corridor. "There aren't any!" When he heard that prisons in Berlin have 33 physicians to care for 4,200 inmates, Marcantel's response was a hearty, "Good God!" That's a ratio of about one doctor for 127 prisoners. In Virginia's state system, according to a recent count, there was one doctor for every 750 inmates.

We walked through pristine white cells that looked more like dorm rooms at a liberal arts college than the steel and concrete boxes most US prisoners call home. The toilets and sinks were white and ceramic, nothing like the stainless steel bowls bolted to the wall in many US prisons (Heidering Prison opened in 2013, but such toilets have been installed in older prisons as well). Most prisoners have knives and forks in their cells. Though the prisoners cannot access the internet, they have telephones in their rooms, and they can call anyone—even the media.

...

There are different expectations for their corrections officers—who are drawn primarily from the ranks of lawyers, social workers, and mental health professionals to be part of a "therapeutic culture" between staff and offenders—and they consequently receive more training and higher pay. There is little to no violence—including in communal kitchens where there are knives and other potentially dangerous implements. And the maximum time inmates spend in any kind of punitive solitary is eight hours.

"Find a [security] camera," Gregg Marcantel, the corrections secretary of New Mexico, said as he walked through the prison's main corridor. "There aren't any!" When he heard that prisons in Berlin have 33 physicians to care for 4,200 inmates, Marcantel's response was a hearty, "Good God!" That's a ratio of about one doctor for 127 prisoners. In Virginia's state system, according to a recent count, there was one doctor for every 750 inmates.

We walked through pristine white cells that looked more like dorm rooms at a liberal arts college than the steel and concrete boxes most US prisoners call home. The toilets and sinks were white and ceramic, nothing like the stainless steel bowls bolted to the wall in many US prisons (Heidering Prison opened in 2013, but such toilets have been installed in older prisons as well). Most prisoners have knives and forks in their cells. Though the prisoners cannot access the internet, they have telephones in their rooms, and they can call anyone—even the media.

...
In Germany, prosecutors and judges are not elected. As career civil servants, they are insulated from public opinion. Their work is more "technical," said Gero Meinen, who directs the prison system in Berlin. The role is to protect the rational system of correction—which aims to restrict freedom the least amount necessary—from the retributive impulses that individual victims and society in general might feel.

...


Curioso isso. Se não me engano, a Alemanha é dos países europeus mais culturalmente conservadores.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Skorpios em 28 de Junho de 2017, 07:45:20
Uma opinião sobre o assunto... ::)

Citar
Prisão, coisa do passado (https://canalcienciascriminais.jusbrasil.com.br/artigos/472310461/prisao-coisa-do-passado?utm_campaign=newsletter-daily_20170627_5518&utm_medium=email&utm_source=newsletter)

Por André Peixoto de Souza

Tenho refletido sobre o instrumento prisão e sua completa obsolescência nos tempos de hoje. O ato de encarcerar, gradear, enjaular um ser humano.

Já foi dito e repisado que as prisões são mecanismos tipicamente burgueses de punição, na passagem do sistema feudal para o sistema capitalista, o que daria sentido de ideologia ou estrutura à pena (de prisão, dentre outras).

Os tradicionais castigos corporais se renderam, nessa transição paradigmática, às galés (para cruzar o Atlântico e resgatar as riquezas das colônias) e a outras formas de punição que objetivavam tirar do caminho os “vagabundos” – morte, mutilações, exílio.

Todavia, de outro lado, as Casas de Correção inauguraram nova proposta de punição na esfera do encarceramento, no escopo de converter a possível força de trabalho do apenado. Nesse aspecto, Thomas Morus havia teorizado contrariamente à pena de morte, sob argumento que o seu trabalho era mais louvável e lucrativo que a sua morte.

E esse sistema tem a sua história. No início, as Casas eram limpas e bem administradas, mas não demorou para ficarem em estado deplorável. Isso porque a lógica do cárcere foi alterada muito rapidamente.

“O cárcere tornou-se a principal forma de punição no mundo ocidental no exato momento em que o fundamento econômico da casa de correção foi destruído pelas mudanças industriais” (Rusche-Kirchheimer).

Eis o raciocínio: revolução industrial suscita máquinas, vapor etc., e os prisioneiros se tornam inúteis; no ócio, a pena é meramente repressiva e intimidatória, de caráter meramente e estritamente punitivo, e não produtivo – razão de ser na sua (re) criação moderna.

Há que se considerar, também, uma espécie de “cerimônia penal” concernente no castigo adequado ao crime cometido. O encarceramento no tempo (aqui, o tempo como operador da pena) é a separação criminoso-sociedade, e assim a prisão se torna a forma essencial de punição.

Na forma essencial, prevalece o poder disciplinar (Foucault). Um poder que se dirige ao sujeito para fazê-lo obediente, sujeito a hábitos, regras, e ordens. Ao final, esse “corpo” se torna submisso e “dócil”. No entanto, e definitivamente,

“as prisões não diminuem a taxa de criminalidade (...). A detenção provoca a reincidência (...). A prisão não pode deixar de fabricar delinquentes (...). A prisão torna possível, ou melhor, favorece a organização de um meio de delinquentes, solidários entre si, hierarquizados, prontos para todas as cumplicidades futuras” (Foucault).

Esses clássicos da criminologia crítica, que bem compreendem o fenômeno histórico-sócio-econômico da criação das “segregações dos corpos”, e que merecem ser complementados por autores do calibre de Pavarini, Wacquant, Baratta, Zaffaroni, Juarez Cirino, dentre outros, colocam o sistema prisão no seu devido lugar: um passado deveras obsoleto que não merece estar mais entre nós.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 28 de Junho de 2017, 08:28:47
Esses sujeitos fariam melhor à "causa" se em vez de textos meio sakamotóides como esse, relatassem sobre variações mais bem sucedidas ao redor do mundo, tanto em países mais ideais, ainda distantes de nossa realidade, como eventuais estágios "intermediários" em realidades mais próximas.

O conservador típico começa a ler isso e é sinônimo para ele de algum texto com um nome como "adote um estuprador".
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Skorpios em 01 de Julho de 2017, 10:31:48
Outra opinião.

Citar
Sim, prender resolve! (https://hyagootto.jusbrasil.com.br/artigos/473665567/sim-prender-resolve?utm_campaign=newsletter-daily_20170630_5541&utm_medium=email&utm_source=newsletter)

É provável que todo brasileiro já tenha ouvido pelo menos duas frases, quase dogmas que ecoam diuturnamente na imprensa: "prender não resolve" e "as cadeias no Brasil estão superlotadas, é preciso desencarcerar", como se isso já não fosse política adotada pelo país há décadas.

O principal fundamento adotado por quem repercute a ideia de que prender não resolve é que as prisões não cumprem sua função ressocializadora, pois a taxa de reincidência é alta.

Ademais, países com IDH mais alto é normal fechar presídios. Tenta-se, de alguma forma, estabelecer um nexo entre o fechamento de penitenciárias e o desenvolvimento do país. Um erro crasso!

Países desenvolvidos fecham presídios porque a criminalidade é muito baixa, ou seja, isso é o resultado, não a solução: os presídios não foram fechados para que a criminalidade reduzisse. É óbvio, mas necessita ficar claro.

Ademais, construir presídios não precisa ser algo que ocorre "em vez de" construir escolas. É necessário construir uma escola para educação básica? Faça-se. Precisa-se de uma nova penitenciária? Pois bem, mãos à obra!

Uma coisa jamais pode ser vista como excludente da outra; deve-se aliar, na medida do possível, as necessidades públicas, sem desconsiderar, é claro, as limitações orçamentárias.

A educação é necessária, mas a punição também. E o que seria a punição se não uma espécie de educação?! Um país que é leniente com a criminalidade demonstra à coletividade que o crime compensa, que não tem consequências relevantes.

Antes de ressocializar, a segregação do delinquente tem como finalidade tirar de circulação um indivíduo que não tem condições de permanecer vivendo em sociedade e, ainda, puni-lo, mostrar-lhe que desvios de conduta são errados e não podem passar em branco. Com isso, também a sociedade passa a ter fé em suas instituições e temer as consequências de seus atos. Assim, a saída é andar no caminho da retidão.

Mas, para isso, a punição precisa ser exemplar. Justa e proporcional ao delito praticado, nem mais, nem menos. Não se pode esquecer, também, da necessária fiscalização, pois de nada adianta uma previsão abstrata de penalidade se os casos concretos não recebem a devida solução.

A questão da superlotação é um problema real; no entanto, a solução proposta é absurda. Se faltam escolas, o Poder Público tem o dever de construir mais escolas. Não pode a Administração, em virtude da ausência de espaços físicos suficientes, mandar as crianças para casa e negar-lhes o acesso à educação básica. Assim é também com a sociedade e o necessário cumprimento da justiça.

A justiça, assim como a educação básica, é uma necessidade essencial da sociedade, portanto, precisa ser suprida a contento.

Os espaços físicos devem adequar-se à demanda social, não o contrário. Fazer políticas de segurança pública (ou de falta dela) partindo da premissa de que o problema é a insuficiência de presídios é equivocado, porque desvia o real foco: o cometimento de crime exige a reprimenda. Ponto!

Falta de presídios não é efetivamente um problema de segurança pública, mas de infraestrutura. Influencia, sim, pois os apenados precisam permanecer em locais adequados, humanos. Mas, repita-se, a ausência de espaços físicos é um problema a ser cumprido com ampliação e construção de novos presídios e só.

Como se não bastasse, o discurso de que o Brasil prende muito, além de equivocado, passa a sensação de que vige no país uma política de lei e ordem, quando, na verdade, é necessário fazer absurdos para ser efetivamente segregado.

Crimes com pena de até 2 anos geram transação penal (art. 61 da Lei n. 9.099/95). Delitos com pena mínima de até 1 ano geram suspensão condicional do processo (art. 89 da Lei n. 9.099/95). Crimes com pena de até 4 anos geram pena alternativa, restritiva de direitos (art. 44 do Código Penal).

Sem falar, é claro, que o indivíduo que comete um crime estará livre em pouco tempo (a progressão, via de regra, ocorre após cumprido 1/6 da reprimenda imposta - art. 112 da LEP). Quanto aos crimes hediondos, a reprimenda também não é tão mais firme assim (2/5, conforme art. 2º, § 2º, da Lei n. 8.072/90).

Ao passo em que essas alterações na legislação foram sendo implementadas, a criminalidade cresce de maneira assombrosa.

Não é mero acaso que, cada vez mais, tornem-se públicos casos infelizes em que particulares resolvem tomar para si o poder/dever de fazer justiça. Reflexo de um sistema penal em frangalhos, fruto de um discurso infundado que esvazia sua coercibilidade.

Além da fragilidade das investigações em geral (só 5% dos homicídios são solucionados, por exemplo), o Brasil já possui uma política extremamente desencarceradora e leniente com a criminalidade. Afrouxar ainda mais as amarras é, simplesmente, dar de ombros aos altíssimos índices de criminalidade que assolam a população.

A criminalidade sempre existiu e continuará existindo enquanto houver sociedade. A vida em coletividade exige regras de conduta que, uma vez transgredidas, exigem reprimenda, sob pena de se tornarem corriqueiras, comuns.

Coibir práticas delitivas não é como enxugar gelo, é como limpar uma casa. Ela pode ficar limpa por algum tempo, mas voltará a ficar suja e precisará de uma nova limpeza. Nem por isso parar de limpá-la é uma saída adequada: o mofo, a sujeira e o pó tomarão conta dela. O trabalho é árduo e contínuo, mas essencial.

Afirmar que prender não resolve por não ressocializar é reduzir o objetivo da prisão à simples ressocialização. Antes disso, como já dito, prisão serve para punir, retirar do convívio o transgressor, educar, mostrar à população que praticar delitos é ruim e tem consequências.

Não se pode prender por prender, a justiça não aceita bodes expiatórios. Mas é fato notório: o Brasil prende muito... Muito menos do que deveria!

Hyago de Souza Otto
Escritor nas horas vagas; cidadão indignado, apartidário e vigilante
24 anos, bacharel em Direito pela UNOESC (2015/2). Foi assistente de Promotoria de Justiça no MPSC (2016/2017), laborou em escritório de advocacia (2015/2016), foi estagiário do MPSC (2014/2015) e do Poder Judiciário/SC (2012/2014). Aprovado no XIV Exame da OAB. Desde 2017 é Técnico Judiciário e assessor em gabinete no Poder Judiciário/SC. Amante do Direito e interessado em assuntos políticos.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 01 de Julho de 2017, 11:17:07
Opinião aparentemente equivocada. O Brasil lota presídios com criminosos de baixa periculosidade que saem de lá piores.

Por que será que as pessoas têm tanta resistência a aceitar aquilo que empiricamente se mostra melhor, se esforçando para defender a própria "teoria" que confabularam?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: AlienígenA em 01 de Julho de 2017, 11:36:13
Opinião aparentemente equivocada. O Brasil lota presídios com criminosos de baixa periculosidade que saem de lá piores.

Não será que, justamente por causa de todos os problemas estruturais, a percepção dos criminosos de baixa periculosidade, lá dentro, com o exemplo dos criminosos de alta periculosidade, de que o crime compensa, deveria ser considerada também?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 01 de Julho de 2017, 12:24:46
Não sei se entendi o que perguntou.

A percepção de que o crime compensa, onde e quando quer que se forme, deve ser em parte formada por ter uma cadeia cheia de criminosos de menor periculosidade, e um monte de mais perigosos, recebendo recompensa maior por crimes maiores, livres.

Junte ainda ao fato dos menos perigosos, depois de soltos, naturalmente, terem maior dificuldade de conseguir algum trabalho honesto. Então não é surpreende que continuem naquilo com que já tenham alguma experiência, mas "progredindo" para ganhos mais altos, e com uma empatia reduzida pelo ser humano.



Não é só isso, tem ainda o problema do aliciamento já na infância, de filhos de bandidos e tudo mais... se a solução para tudo isso é só "cadeia", acho que é importantíssimo começarmos a pensar em presídios arranha-céus.






É algo comum que as pessoas sejam condenadas por crimes (como assaltos) que não cometeram, no Brasil?

O que a vítima de uma condenação dessas pode fazer?

LMGTFM:

Citar
https://oglobo.globo.com/brasil/as-injusticas-da-justica-brasileira-18541969

... Pesquisas independentes, no entanto, mostram a gravidade das prisões injustas no Brasil. Em 2013, só no Rio, 772 foram presos, supostamente em flagrante, para depois serem absolvidos. O levantamento foi realizado pelo Instituto Sou da Paz em parceria com o Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC), da Universidade Cândido Mendes. O número, que inclui pessoas inocentadas e liberadas por falta de provas, corresponde a cerca de 10% dos 7.734 flagrantes na cidade durante o ano.

....

Em 1976, o então mecânico e motorista foi preso por um assassinato cometido por um homônimo na mesma cidade em que morava, Cabo de Santo Agostinho (PE). Condenado, passou seis anos encarcerado, até o verdadeiro criminoso ser detido por outro delito. Marcos, então, foi solto, mas seu martírio ainda não havia se encerrado. Três anos depois, ele foi parado numa blitz e reconhecido por policiais que sabiam da primeira acusação, mas não de sua inocência. O juiz que cuidou dessa nova prisão tampouco se preocupou em ler seu processo e o mandou de volta para o presídio, onde permaneceu até 1998. Nesse período, contraiu tuberculose e ficou cego, até mais uma vez ser solto pelo reconhecimento do equívoco. No total, Marcos passou 19 anos preso e, depois, iniciou uma nova luta por reparação. Em 2011, no dia em que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu pelo pagamento de uma indenização de R$ 2 milhões, Marcos sofreu um infarto e morreu.

...


:/


Alguma dúvida de que, atendendo a clamores por fim de impunidade, prisão mais dura, de menores, etc, vão aumentar muito o número de coisas como essas, aqui no braziu-ziuziuziw?
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: AlienígenA em 01 de Julho de 2017, 13:15:31
Não sei se entendi o que perguntou.

A percepção de que o crime compensa, onde e quando quer que se forme, deve ser em parte formada por ter uma cadeia cheia de criminosos de menor periculosidade, e um monte de mais perigosos, recebendo recompensa maior por crimes maiores, livres.

Junte ainda ao fato dos menos perigosos, depois de soltos, naturalmente, terem maior dificuldade de conseguir algum trabalho honesto. Então não é surpreende que continuem naquilo com que já tenham alguma experiência, mas "progredindo" para ganhos mais altos, e com uma empatia reduzida pelo ser humano.



Não é só isso, tem ainda o problema do aliciamento já na infância, de filhos de bandidos e tudo mais... se a solução para tudo isso é só "cadeia", acho que é importantíssimo começarmos a pensar em presídios arranha-céus.

Só cadeia é justamente o problema e não cadeia em si. E o discurso gira muito em torno de "mais cadeia" de um lado e "menos cadeia" do outro. Não se prende muito, se prende mal. Quando criminosos de alta periculosidade não são punidos exemplarmente, bandidos de baixa periculosidade proliferam, tornando-se uma praga, como se pode constatar. O crime compensa, tanto para uns quanto para outros, esses se tornando cada vez piores. A solução não é prender mais ou menos, mas prender melhor, separando uns dos outros, com penas (não necessariamente reclusão) proporcionais a gravidade dos crimes, em espaços que os comportem. Prender menos criminosos de baixa periculosidade sem, ao mesmo tempo, prender mais criminosos de alta periculosidade, não resolve o problema, pode até agravá-lo. Esse começa no sistema penal, o penitenciário é só a parte mais visível. Justiça, quando não funciona, necessariamente promove injustiças.
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 02 de Agosto de 2017, 14:10:05
https://www.youtube.com/v/kVTzIZ1ZVYU

Citar
http://edition.cnn.com/2016/03/23/politics/john-ehrlichman-richard-nixon-drug-war-blacks-hippie/index.html

...

One of Richard Nixon's top advisers and a key figure in the Watergate scandal said the war on drugs was created as a political tool to fight blacks and hippies, according to a 22-year-old interview recently published in Harper's Magazine.

"The Nixon campaign in 1968, and the Nixon White House after that, had two enemies: the antiwar left and black people," former Nixon domestic policy chief John Ehrlichman told Harper's writer Dan Baum for the April cover story published Tuesday.
"You understand what I'm saying? We knew we couldn't make it illegal to be either against the war or black, but by getting the public to associate the hippies with marijuana and blacks with heroin. And then criminalizing both heavily, we could disrupt those communities," Ehrlichman said. "We could arrest their leaders. raid their homes, break up their meetings, and vilify them night after night on the evening news. Did we know we were lying about the drugs? Of course we did."
Ehrlichman's comment is the first time the war on drugs has been plainly characterized as a political assault designed to help Nixon win, and keep, the White House.

...


Que virada de caráter para o partido que liderou a abolição da escravidão...
Título: Re:sistema penitenciário
Enviado por: Buckaroo Banzai em 31 de Maio de 2018, 19:27:52
:?: Como se compatibiliza o componente humanitário dessas prisões-spa de primeiro mundo, para a realidade brasileira? Não é "premiar o crime" para muitos ser "prisioneiro" em algo que é comparável a um spa de luxo?

Eu penso que uma combinação de redução do luxo sem acrescentar brutalidade (https://oglobo.globo.com/brasil/presidio-em-minas-adota-novo-modelo-consegue-recuperar-60-dos-presos-20806983), bem como políticas para maiores/melhores oportunidades fora da cadeia, para populações mais em risco. A exemplo de algo que já se tem de mais humanitário e funcional no Brasil, a um custo menor, poderia se ter a verba excedente investida em algo mais estritamente "preventivo", se é que esse seria o termo apropriado. Escolas de tempo maior e que conseguissem já ir formando o aluno para alguma atividade profissional, talvez até o agenciando e empregando. No mínimo talvez em atividades comunitárias parecidas com aquelas usadas como pena alternativa.

Isso está se aproximando um pouco de uma versão limitada da idéia de "garantia de emprego", e mais fundida ao ensino médio.