Autor Tópico: Estados Unidos da América  (Lida 26016 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.006
  • Sexo: Masculino
Re:Estados Unidos da América
« Resposta #350 Online: 03 de Março de 2019, 16:30:38 »
O Paulo Ghiraldelli faz críticas a esquerda  que não estuda  a história americana e que quer entender a política americana apenas usando os óculos da velha propaganda esquerdista anti imperialismo. E também faz uma análise interessante do novo populismo de direita do  Trump e Bannon.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.006
  • Sexo: Masculino
Re:Estados Unidos da América
« Resposta #351 Online: 21 de Abril de 2019, 12:40:32 »



Mais de 140 milhões de pessoas são pobres nos EUA, denuncia ONG



A ONG Poor People's Campaign afirmou que 39 milhões de crianças são pobres nos Estados Unidos


Por EFE access_time 1 out 2018, 13h39 - Publicado em 26 set 2018, 17h43 more_horiz
Pobreza Estados Unidos (EUA)


EUA: 43% da população do país são pobres ou vivem com renda insuficiente (Spencer Platt/Getty Images)


Washington – Mais de 140 milhões de pessoas são pobres ou vivem com renda insuficiente para pagar suas contas nos Estados Unidos, o que representa 43% da população do total do país, considerado um dos mais ricos do mundo.

Os dados foram revelados nesta quarta-feira pela organização Poor People’s Campaign em uma audiência realizada no Congresso do país.



“Temos que mudar a narrativa. Quase a metade de nossa população é pobre e 73 milhões de mulheres e crianças vivem em condições de pobreza. É obrigatório focar nossos esforços em erradicá-la”, disse o reverendo William Barber II, copresidente da organização.


Barber II pediu à classe política para concentrar em avançar na redução da desigualdade social, do racismo e da violência.


Nos EUA, a linha de pobreza para uma pessoa menor de 65 anos é uma renda anual de US$ 11,7 mil (cerca de R$ 48 mil). Para uma família com dois filhos, segundo dados do Departamento do Censo, o valor é de US$ 24,2 mil (cerca de R$ 98 mil).


“Aqui, 39 milhões de crianças são pobres, metade do total. No país mais rico do mundo. Isso é errado, é imoral, não podemos aguentar essa situação nem um minuto mais”, afirmou outra das representantes da Poor People’s Campaign, Liz Theoharris.


Várias famílias que vivem em condições de pobreza em diferentes estados do país foram levadas pela ONG à audiência no Congresso. Nicole Hill, que cuida sozinha dos sete filhos em Detroit, disse temer que o Serviço Social coloquem as crianças para adoção devido aos cortes de água na casa em que vivem por falta de pagamento.


“O direito básico de ter água limpa é negado às pessoas só porque elas são pobres. Não é porque somos preguiçosos, mas simplesmente porque não ganhamos dinheiro suficiente. Houve cerca de 100 mil cortes de água em Detroit desde 2014, é lamentável”, afirmou Hill.


Apesar de ter dois trabalhos, a mãe não consegue pagar a conta de água em alguns meses. Por esse motivo, foi alertada pelas autoridades da cidade que seus filhos iriam levados para um centro de amparo de menores caso a situação não se revertesse.


Uma das congressistas presentes na audiência, a democrata Barbara Lee, afirmou que muitos americanos não conseguem pagar todas suas despesas mesmo tendo dois ou três empregos. O dinheiro é o suficiente apenas para que eles consigam comer.


“Isso é inaceitável”, afirmou.


O caso da salvadorenha Sandra Marquina tem relação com as políticas de migração do presidente do país, Donald Trump. O marido dela, José Chicas, chegou aos Estados Unidos em 1985, mas está “preso” há 15 meses em uma igreja da Carolina do Norte que o ofereceu proteção depois de o Serviço de Imigração e Alfândegas (ICE) ter recebido uma ordem para deportá-lo do país.


Desde junho do ano passado, Sandra e os dois filhos do casal só podem ver José dentro da igreja.


“Não é fácil. É como uma prisão. Meus filhos e eu o visitamos, mas ele não pode ir a lugar algum. Se sair da igreja, o ICE o deportará para El Salvador”, afirmou, aos prantos, Sandra.


Além da dor emocional que a situação traz para a família, Sandra também não tem condição de bancar os gastos de seus filhos e é uma das 140 milhões em condições de pobreza nos EUA.


https://exame.abril.com.br/mundo/mais-de-140-milhoes-de-pessoas-sao-pobres-nos-estados-unidos-denuncia-ong/


Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.704
  • Sexo: Masculino
Re:Estados Unidos da América
« Resposta #352 Online: 21 de Abril de 2019, 12:52:47 »
43% da população do EUA é considerada pobre? Ok.

Mas onde elas estão, pois que falamos de mais de 130 milhões de pessoas?

Esta informação parece aquela mentira propalada por petistas de que o Brasil tinha milhões de crianças de famílias pobres e abandonadas nas ruas.
Foto USGS

Online Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.156
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Estados Unidos da América
« Resposta #353 Online: 21 de Abril de 2019, 13:02:44 »
Deve ser por que nos EUA é considerado pobre quem tem renda per capta abaixo de 40 mil dólares.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.451
  • Sexo: Masculino
Re:Estados Unidos da América
« Resposta #354 Online: 21 de Abril de 2019, 18:23:33 »
43% da população do EUA é considerada pobre? Ok.

Mas onde elas estão, pois que falamos de mais de 130 milhões de pessoas?

Esta informação parece aquela mentira propalada por petistas de que o Brasil tinha milhões de crianças de famílias pobres e abandonadas nas ruas.

Vários estados do sul tem muitas casas sem água e esgoto. Os EUA são dos países de primeiro mundo o que mais tem regiões com IDH de terceiro mundo. Quase 80% diz viver de salário em salário, quase 60% diz não poder dar conta de uma conta inesperada de quinhentos dólares. Muitos dos assalariados também recebem os equivalentes a "bolsa família", SNAP/food-stamps.

Há algum tempo atrás ainda postei uma "matéria" (programa humorístico, mas lida com dados reais) que relatava sobre um "curso para landlords", onde o autor ainda mencionava que, não importa quem vencesse as eleições, Obama ou Kerry, o cenário era bom para eles pois independentemente disso era previsto que o americano pobre ficaria mais pobre, e no seu negócio, eles fazem os seus clientes reféns da pobreza.


....

Algo num nível intermediaŕio, práticas predatórias de aluguéis de terreno:

<a href="https://www.youtube.com/v/jCC8fPQOaxU" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/jCC8fPQOaxU</a>

O sujeito do curso de como explorar pobres reféns da própria pobreza, e seus alunos, são a razão de por que há tanta gente que fala de capitalismo como algo inerentemente exploratório, e do porque "socialismo" vem crescendo em popularidade.

Em alguma introdução do curso, ele fala, "se o Obama ganhar, vai ficar tudo bem, se Kerry ganhar, vai ficar tudo bem; o que importa é que de um jeito ou de outro é previsto que o americano mais pobre vai empobrecer mais nos próximos anos."

É praticamente um vilão do "Capitão Planeta", mas focado em economia/habitação em vez de poluição gratuita.

Online Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.156
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Estados Unidos da América
« Resposta #355 Online: 21 de Abril de 2019, 19:05:39 »
Se o panorama de incertezas é em algum grau uma constante assin nos EUA para tanta gente isso só substancia de modo positivo o discurso oo Trump.

Offline Fenrir

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.832
  • Sexo: Masculino
  • Cave Canem
Re:Estados Unidos da América
« Resposta #356 Online: 21 de Abril de 2019, 20:54:52 »
Para efeito de comparacao, desenvolvedores bem-pagos costumam ganhar entre 90 e 120K por ano, os famosos "six-figure".
Semana passada, vi uma oferta de uns 175K para um programador de Clojure (com conhecimentos de finanças).
Nada mal mesmo. Mas bem poucos tem os conhecimentos pedidos para aquela vaga.

Achei aqui tambem: https://jobs.braveclojure.com/. Tem uns que chegam a 180-190K
Lamento não ter estudado mais e abandonado a bananalândia quando podia.
« Última modificação: 21 de Abril de 2019, 20:59:00 por Fenrir »
"Heaven and Earth are not benevolent; They treat the myriad of creatures as straw dogs"
― Laozi

"No testimony is sufficient to establish a miracle, unless the testimony be of such a kind, that its falsehood would be more miraculous, than the fact, which it endeavors to establish"
― David Hume

“Never argue with an idiot. They will drag you down to their level and beat you with experience.”
― Mark Twain

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.451
  • Sexo: Masculino
Re:Estados Unidos da América
« Resposta #357 Online: 21 de Abril de 2019, 21:02:19 »
Mesmo programadores lá no SV vão ser "sem teto", morando em automóveis.

Citar
<a href="https://www.youtube.com/v/YLbnvwKZUGw" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/YLbnvwKZUGw</a>
When Pete D'Andrea landed a job at Google, he and his wife Kara wanted to avoid paying the sky high rent in Silicon Valley. So, Pete and Kara decided to move into Google's parking lot. After befriending the security officers on campus, the young couple lived in the parking lot for two years and saved around 80% of their income. Pete and Kara tell us how and why they did it.


<a href="https://www.youtube.com/v/6dLo8ES4Bac" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/6dLo8ES4Bac</a>

blue collar/gig worker: 19k/y
white collar tech job: 113k/y

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!