Autor Tópico: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia  (Lida 15360 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.242
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #25 Online: 11 de Setembro de 2007, 01:06:23 »
PS.: as teorias são na verdade independentes... se fosse confirmado que Marte explodiu, não quer dizer que seja um padrão geral de todos os planetas, e que a Terra esteja crescendo ou que cresceu para satisfazer os requerimentos dessa hipótese alternativa às placas tectônicas...

Offline Quasar

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.088
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #26 Online: 11 de Setembro de 2007, 11:53:34 »
Credo . . . que tópico mais doido.

Aproveitando para participar.

Se a Terra está se expandindo não deveria estar ocorrendo um aumento de massa? E esta matéria estaria vindo de onde?
"Assim como são as pessoas, são as criaturas" -  Didi Mocó

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.242
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #27 Online: 11 de Setembro de 2007, 12:21:23 »
Há os que supoem que pudesse estar apenas inflando com  a mesma massa, e os que supõem aumento de massa por mecanismos físicos doidos inventados para isso..... o Neal Adams parece defender que há no núcleo dos corpos espaciais uma "matéria primordial" que vai naturalmente aumentando e virando os tipos de partículas conhecidas.... (B.S.)

Já para explosão, uns acham que poderia ser coisas como aquecimento do núcleo dos planetas por captura constante de grávitons... a crosta não permitiria uma expansão significativa e eventualmente explodiria. Também tem qualquer coisa relacionada a fissão nuclear até. Aí eu sou mais "agnóstico", não sei refutar isso(s), só sei que não é o defendido pelo mainstream.

Offline Quasar

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.088
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #28 Online: 11 de Setembro de 2007, 20:17:43 »
Há os que supoem que pudesse estar apenas inflando com  a mesma massa, e os que supõem aumento de massa por mecanismos físicos doidos inventados para isso..... o Neal Adams parece defender que há no núcleo dos corpos espaciais uma "matéria primordial" que vai naturalmente aumentando e virando os tipos de partículas conhecidas.... (B.S.)

Já para explosão, uns acham que poderia ser coisas como aquecimento do núcleo dos planetas por captura constante de grávitons... a crosta não permitiria uma expansão significativa e eventualmente explodiria. Também tem qualquer coisa relacionada a fissão nuclear até. Aí eu sou mais "agnóstico", não sei refutar isso(s), só sei que não é o defendido pelo mainstream.

Ahhhh . . .

Isso parace ter o mesmo fundamento que o planeta gigante Hercolobus (acho que é esse o nome) que viaja pelo espaço e vai colidir com a Terra.
"Assim como são as pessoas, são as criaturas" -  Didi Mocó

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.242
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #29 Online: 11 de Setembro de 2007, 21:32:21 »
Bem, desse "Hercolubus" (e/ou "planeta X")eu não sei muito bem, mas acho que não tem nenhum cientista de verdade que tivesse defendido, não que eu me lembro. No caso do "planeta X" ao menos era um pessoal liderado por uma mulher que dizia ter contato telepático com ETs...

... mas principalmente, Hercolubus ou X, não teriam explodido, mas estariam por aí, prestes a colidir ou a dar uma guinada gravitacional invertendo os polos etc e tal (argumentos toscos e ostensivamente rebatidos)...

Narkus

  • Visitante
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #30 Online: 13 de Setembro de 2007, 02:49:06 »
Bom...

Estive analizando um pouco melhor os vídeos, e pra mim tudo indica de se tratar de um material muito tendencioso.

Algumas partes de "encaixe" dos continentes não são mostradas, o que sugere que "há partes da teoria que não podem mostradas".

Acho que é forçassão de barra mesmo, mas se o cara tiver certo ele ganhará um nobel, mesmo que tenha sido aparentemente "no chute".

Mas eu to um pouco desapontado por não achar materiais explicativos sobre a pangéia... A gente só encontra o básico do básico, não há algum material que explique, por exemplo, o que era antes da pangéia. E por que antigamente era apenas 1 continente? Eu acredito q a teoria da pangéia se sustenta hoje em dia pelas evidências dos padrões de movimentação das placas tectônicas e de alguns "encaixes" visíveis.

Mas eu não achei um material que fizesse uma ligação entre o surgimento do planeta terra e a pangéia. Ou seja... Algum material que dissesse como a terra originou e se realmente a pangeia foi o inicio de tudo ou se havia algo ainda antes da pangeia, algum outro padrao de continentes. Não sei explicar, mas eu gostaria de um material que contasse a história da formação da terra e colocasse a "pangeia" ligada a algum evento anterior.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.242
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #31 Online: 13 de Setembro de 2007, 10:27:56 »
Eu vi um vídeo de um físico (acho) "denunciando" problemas nos encaixes no vídeo do Neal Adams, mas acho que mais do que um "truque" é apenas subproduto acidental de um programa do tipo "morph". Também tem o ponto de que não são os continentes em si a questão a ser analisadas, mas os "continental shelves" em que estão, mas não sei, talvez o Adams negue isso também, não lembro.

A parte do Neal Adams em si eu prefiro nem discutir. Há outros que defenderam e/ou defendiam essa idéia sem requisitar toda uma "revolução" na física (como que na verdade a gravidade não existe, mas o que ocorre é atração magnética) e outros argumentos toscos como o da gravidade menor permitindo o tamanho grande dos dinossauros.

Antes da Pangéia haviam outros continentes um pouco fragmentados, ainda antes, outros supercontinentes, acho que Columbia foi o anterior, mas as evidências são compreensivelmente mais escassas por causa da idade antiga disso tudo (geralmente geológicas apenas paleomagnetismo e tipos de despósitos minerais, mais datação radiométrica, imagino... sem evidências biológicas "clássicas" de animais aparentados/mesma espécie "de frente um para o outro" em continentes separados).

A Pangéia então não tem relação alguma com o surgimento da Terra em si, não estava lá quando a Terra surgiu, é apenas uma das últimas maiores "aglomerações" de áreas mais altas, superficiais, dessas placas que vão surgindo, se enfiando por baixo umas das outras e se destruindo, ao mesmo tempo em que se movem por forças diversas (pressão do magma, rotação, peso maior da parte "antiga" inclinada em subdução, e talvez mais...)

A formação da Terra, se não me engano, ainda é explicada junto com a formação do sistema solar todo, nuvem de partículas se aglomerando por ação da gravidade, o sol se formando lentamente no centro de um disco que gira em torno, com primeiramente pequenos aglomerados, quase que asteróides, se chocando violentamente, até pequenos planetas em meio a um monte de colisões de corpos menores, que vão diminuindo aos poucos, sendo agregados aos planetas... nisso os planetas rochosos ainda são como que de rocha derretida apenas, e conforme a coisa vai se acalmando, a crosta vai se formando por resfriamento e também se quebrando de vez em quando, e dando início a esse processo todo.

APODman

  • Visitante
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #32 Online: 13 de Setembro de 2007, 10:54:27 »
Se a Terra estivesse se expandindo ( mesmo que micrometricamente ) teriamos alteraçoes na órbita de satélites além do que dificilmente os satélites de GPS funcionariam com precisao.

Temos problemas tb em explicar o como e pq a terra se exapandiria já que a a tendencia seria que ela colapsasse conforme o núcleo se resfria ( apesar de que seu resfriamento total levaria mais tempo do que o tempo de vida do sistema solar ). Corpos que tiveram seu núcleo resfriado apresentam contraçao evidente ( colpaso ) da crosta como é o caso de Marte, Japeto, nossa Lua e outros corpos do sistema solar.

Sinceramente nao vejo mecanismos que permitiriam uma expansao do planeta.

[ ]´s

APODman

  • Visitante
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #33 Online: 13 de Setembro de 2007, 11:22:07 »
Citar
Mas eu não achei um material que fizesse uma ligação entre o surgimento do planeta terra e a pangéia. Ou seja... Algum material que dissesse como a terra originou e se realmente a pangeia foi o inicio de tudo ou se havia algo ainda antes da pangeia, algum outro padrao de continentes.

Sim havia o Supercontinente de Rondinia até 514 milhoes de anos que entao fragmentou-se em dois continentes. O Supercontinente de Pangea formou-se a apenas 350 milhoes de anos, após a fragmentaçao e reagrupamento desses dois continentes derivados de Rondinia.

Este seria o mapa mundi a 650 milhoes de anos após o início da fragamentaçao de Rondinia:



Aqui uma animaçao retrograda que mostra o mapa mundi até 750 milhoes de anos atrás ( antes da Pangea, período Paleozóico ) :



Possivelmente existiram ainda outras configuraçoes antes de Rondinia mas acredito que a dificuldade em encontrar e determinar evidencias geológicas que permitam modelar como eram estes continentes é enorme.

Mais info em:

- http://www.scotese.com/earth.htm
- http://jan.ucc.nau.edu/~rcb7/Cambrian.html
- http://www.ucmp.berkeley.edu/geology/tectonics.html

[ ] s

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.242
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #34 Online: 13 de Setembro de 2007, 13:55:13 »
Se a Terra estivesse se expandindo ( mesmo que micrometricamente ) teriamos alteraçoes na órbita de satélites além do que dificilmente os satélites de GPS funcionariam com precisao.

Temos problemas tb em explicar o como e pq a terra se exapandiria já que a a tendencia seria que ela colapsasse conforme o núcleo se resfria ( apesar de que seu resfriamento total levaria mais tempo do que o tempo de vida do sistema solar ). Corpos que tiveram seu núcleo resfriado apresentam contraçao evidente ( colpaso ) da crosta como é o caso de Marte, Japeto, nossa Lua e outros corpos do sistema solar.

Sinceramente nao vejo mecanismos que permitiriam uma expansao do planeta.

[ ]´s

Eu também não. O que acha dos argumentos do Flandern, APODman?

E de qualquer forma, ainda que tivesse havido expansão, não sei como sustentar que seria a necessariamente partir de um globo terrestre que tivesse como superfície apenas a Pangéia e um pouco de oceano, ou bem mais área do que isso... assim, mesmo evidências para uma leve expansão recente (mais ou menos análoga a leves contrações/diminuições que parece ter tido), não poderiam ser generalizadas assim, livremente... poderia ser que tivesse só um pouco menor e/ou que o encaixe "avesso" (América com Ásia) tivesse também ocorrido durante um breve período, depois da separação "convencional" e voltado.

Por outro lado, também não sei muitas defesas possíveis para um diâmetro praticamente constante, além de pura parcimônia, principalmente, e um pouco de biogeografia e etc.... mas os "expansionistas" também tem suas evidências nesse sentido, dizem....

APODman

  • Visitante
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #35 Online: 13 de Setembro de 2007, 17:18:19 »
Eu também não. O que acha dos argumentos do Flandern, APODman?

Qual deles ? Fladern tem argumentos que sustentam desde que a Teoria da Relatividade está errada a que a aceleraçao da gravidade nao é a que pensamos ( afora a defesa de que a Face de Marte se trata realmente de uma construçao artificial ).

Nao sei mas acho que Flandern surtou desde que os cálculos ( feitos por Robert S. Harrington, descobridor da lua Caronte de Plutao ) baseados em sesu dados, quando ainda no Observatório Naval na década de 60/70,  sobre a existencia de um 12o Planeta, foram por água abaixo após as sondas Voyager fornecerem dados mais confiáveis sobre as características físicas dos planetas exteriores do sistema solar.

Desde entao ele defende cada coisa absurda ! 

Um único ponto interessante sobre Fladern é que ele, apesar de surtado, nao apoia de forma alguma as teorias malucas de Sitchin, apesar de que os esotéricos adoram cita-lo como apoiador de Sitchin.

Citar
E de qualquer forma, ainda que tivesse havido expansão, não sei como sustentar que seria a necessariamente partir de um globo terrestre que tivesse como superfície apenas a Pangéia e um pouco de oceano, ou bem mais área do que isso... assim, mesmo evidências para uma leve expansão recente (mais ou menos análoga a leves contrações/diminuições que parece ter tido), não poderiam ser generalizadas assim, livremente... poderia ser que tivesse só um pouco menor e/ou que o encaixe "avesso" (América com Ásia) tivesse também ocorrido durante um breve período, depois da separação "convencional" e voltado.

Por outro lado, também não sei muitas defesas possíveis para um diâmetro praticamente constante, além de pura parcimônia, principalmente, e um pouco de biogeografia e etc.... mas os "expansionistas" também tem suas evidências nesse sentido, dizem....

Vou levar a questao a alguns geólogos, vejamos o que nos dizem.

[ ]s

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.242
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #36 Online: 13 de Setembro de 2007, 19:16:57 »
Eu também não. O que acha dos argumentos do Flandern, APODman?

Qual deles ?

Dos relacionados a planetas explodirem e expansão implícita (que pode nem ser suficiente para essa coisa toda meio alternativa à tectônica de placas, é bom que diga-se de passagem para eventuais animadinhos com "alternativices" não acharem que está tudo explicado e etc)

Seria legal que o Angelo Melo e/ou o Dbhor também comentassem, já que são físicos, a menos que eu esteja me confundindo como faço freqüentemente :)

Citar
Planetary Explosion Mechanisms

The most frequently asked question about the eph is “What would cause a planet to explode?” We will mention three theoretical conjectures, although in-depth work must await a wider recognition of the phenomenon in the field at large.

The earliest and simplest theoretical mechanism is that of Ramsey [xiv], who noted that planets must evolve through a wide range of pressures and temperatures. This is true whether they are born cold and heat up under gravitational accretion, or born hot and cool down by radiation of heat into space. During the course of this evolution, temperatures and pressures in the cores must occasionally reach a critical point, at which a phase change (like water to ice) occurs. This will be accompanied by a volume discontinuity, which must then cause an Earth-sized or smaller planet to implode or explode, depending on whether the volume decreases or increases.

The second explosion mechanism, natural fission reactors, is currently generating some excitement in the field of geology. [xv] A uranium mine at Oklo in the Republic of Gabon is deficient in U-235 and is accompanied by fission-produced isotopes of Nd and Sm, apparently caused by self-sustaining nuclear chain reactions about 1.8 Gyr ago. Later, other natural fission chain reactors were discovered in the region. Today, uranium ore does not have this capability because the proportion of U-235 in natural uranium is too low. But 1.8 Gyr ago, the proportion was more than four times greater, allowing the self-sustaining neutron chain reactions. Additionally, these areas also functioned as fast neutron breeder reactors, producing additional fissile material in the form of plutonium and other trans-uranic elements. Breeding fissile material results in possible reactor operation continuing long after the U-235 proportion in natural uranium would have become too low to sustain neutron chain reactions. This proves the existence of an energy source in nature able to produce more than an order of magnitude more energy than radioactive decay alone. Excess planetary heat radiation is said to be gravitational in origin because all other proposed energy sources (e.g., radioactivity, accretion, and thermonuclear fusion) fall short by at least two orders of magnitude. But these natural reactors may be able to supply the needed energy. Indeed, nuclear fission chain reactions may provide the ignition temperature to set off thermonuclear reactions in stars (analogous to ignition of thermonuclear bombs).

The third planetary explosion mechanism relies on one other hypothesis not yet widely accepted, but holds out the potential for an indefinitely large reservoir of energy for exploding even massive planets and stars. If gravitational fields are continually regenerated, as in LeSage particle models of gravity [xvi], then all masses are continually absorbing energy from this universal flux. Normally, bodies would reach a thermodynamic equilibrium, whereat they radiate as much heat away as they continually absorb from the graviton flux. But something could block this heat flow and disrupt the equilibrium. For example, changes of state in a planet’s core might set up an insulating layer. In that case, heat would continue to be accumulated from graviton impacts, but could not freely radiate away. This is obviously an unstable situation. The energy excess in the interior of such a planet would build indefinitely until either the insulating layer was breached or the planet blew itself apart.

E se peer review conta alguma coisa (não é de forma alguma critério para "verdade" científica, apenas de que o autor não quer se esquivar do processo científico convencional e aumenta consideravelmente a probabilidade de não ser uma maluquice total), ele tem algo relacionado publicado no Internatinoal Journal of Astrobiology, da Cambridge Press. [aqui]

 

Citar
Fladern tem argumentos que sustentam desde que a Teoria da Relatividade está errada a que a aceleraçao da gravidade nao é a que pensamos ( afora a defesa de que a Face de Marte se trata realmente de uma construçao artificial ).

Eu acho interessante dar uma olhada nos argumentos dos "fringes", ou somente meio desconhecidos, menos "popstar" só que nessas áreas que eu entendo menos fica difícil distinguir os meramente fringes dos totalmente malucos... e ainda há o problema de poderem ser uma combinação dos dois, em alguns pontos.... como o cara que inventou o sistema de "ampliação" de ADN por RCP, ganhador de um Nobel se não me engano, ser um negador da relação entre HIV e AIDS... e aquele Lord Monboddo, meio que um dos primeiros a conceber a seleção natural antes de Wallace e Darwin, que achava que o homem descendia dos macacos, que o orangotango era um homem e que todos humanos nasciam com caudas, que eram cortadas pelas parteiras antes das pessoas verem...  :crazy:



Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.270
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #38 Online: 02 de Abril de 2010, 21:55:33 »
Acho que talvez o Geotecton queira dar uma comentada nesse tópico.

Vou ler todo o tópico e posto algo mais tarde.
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.270
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #39 Online: 02 de Abril de 2010, 22:24:36 »
Não achei nenhum material em português sobre o assunto e também não possuo conhecimentos sobre geologia suficiente para avaliar a possível veracidade deste fato.

Alguns vídeos sobre o assunto:

São vários os vídeos, mas eu não entendo muito de inglês, não consegui entender os argumentos.

Também não achei nenhum material confiável na net sobre este assunto.

O primeiro vídeo não está mais disponível.

O segundo vídeo - gordinho no sofá inflando uma bexiga, digo, o planeta Terra - só faz afirmações ad hoc e proselitismo religioso.

Comentários sobre o terceiro vídeo estarão no texto que estou preparando.
« Última modificação: 03 de Abril de 2010, 00:22:50 por Geotecton »
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.270
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #40 Online: 02 de Abril de 2010, 22:56:09 »
aff meu...

Não basta ser cético, tem que pensar tbm oras!

Eu fico irritado com esses questionamentos onde a resposta é óbvia...

Bixo... Presta atenção!

Se vc tem uma bacia cheia de agua com alguns "barquinhos" e consegue expandir a bacia isso não significa que os "barquinhos" também devam se expandir.

Eu to cético quanto a esta teoria da expansão da terra, mas não vejo sentido em fazer questionamentos tão bobos...

As placas tectônicas são divididas, a grosso modo, em oceânicas - os oceanos estão sobre elas - e as continentais - os continentes estão sobre as ditas cujas.

Se a expansão do planeta tivesse ocorrido ela poderia se realizar pelo crescimento contínuo das placas oceânicas, mas que necessariamente ficariam menos espessas.

Mas se taxa de expansão fosse maior que a capacidade de acreção, ela levaria os continentes a se quebrarem em um primeiro momento, até que uma placa oceânica se formasse entre os dois pedaços de continente e então recairíamos no caso anterior.

Se tivesse ocorrida a expansão do planeta.

Maiores detalhes logo serão fornecidos.
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.270
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #41 Online: 02 de Abril de 2010, 23:00:11 »
[...]
Essa questão sobre a expansão da terra é extraordinária, mas você não apresentou argumentos que possam questionar a validade desta teoria. Um aumento do calor interno da terra talvez podesse "dilatar" o manto expandindo a terra.
[...]

Não observei ninguém apresentar, até este ponto, nenhum dado que valide a hipótese da expansão. Só vi um vídeo de um gordinho inflando uma bexiga, digo, o planeta Terra.
« Última modificação: 03 de Abril de 2010, 00:42:58 por Geotecton »
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.270
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #42 Online: 02 de Abril de 2010, 23:04:42 »
Se o planeta está "inchando" e a quantidade de água continua a mesma, os oceanos deveriam estar retrocedendo, correto? Mas o que eu leio diz que as marés estão cada vez mais altas e que muitas ilhas do Pacífico estariam submergindo.

O processo que controla as marés geralmente é eustático (nível de base - oceano - que depende do volume total de água livre e do volume total das bacias ocoeânicas) enquanto que a elevação ou rebaixamento de ilhas (e partes de continentes) é um processo isostático (carga exercida ou aliviada sobre a placa pela quantidade de massa).
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.270
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #43 Online: 02 de Abril de 2010, 23:17:56 »
Não sei por que as placas de expandiriam somente nas extremidades então. Por que é somente assim que pode ocorrer, por se há um aumento de volume como em uma bexiga, haveria terremotos em áreas bem no meio de placas tectônicas, como no Brasil. O relevo seria terrivelmente acidentado. Como não é isso que ocorre, se as placas téctônicas crescem, deve ser só nas suas extremidades, precionando umas as outras. Também não há razão alguma para o aumento destas placas. Se existir muita pressão do magma, simplesmente este rompe a placa e surge algum vulcão, o que vai ocasionar aumento da crosta terrestre.

Uma explicação será dada em um texto que está sendo preparado.


Alguém aqui sabe me dizer se um metro cubico de magma, quando solidificado devido as resfriamento, significa 1m cubico de matéria sólida, como basalto? Se o magma estiver esfriando, talvez o planeta inche com a solidificação do magma que precionaria as placas tectônicas e tudo acima para cima. Mas para o planeta inteiro esfriar, acho que levaria bilhões de anos. Ainda vai existir atividade geológica aqui por muito muito tempo.

Após o resfriamento o volume diminui por conta da saída de fluídos do sistema, e com isto há um pequeno aumento na densidade, pois a quantidade de massa fica praticamente a mesma.

Pelo menos outros 5 bilhões de anos, segundo estimativas de Faure (1986)* entre outros geocientistas.

* Principles of Isotopic Geology. Wiley.

« Última modificação: 13 de Agosto de 2014, 22:47:11 por Geotecton »
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.270
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #44 Online: 02 de Abril de 2010, 23:26:07 »
Pseudociência.

[...]

Se a Terra tivesse crescido sem aumento de massa, a gravidade antigamente seria muito maior, não? Com um diâmetro menor? :como:


Digamos que a Terra tenha se expandido de tal modo que hoje a gravidade representasse 50,00% do que era no Jurássico. O que isto representaria para a vida terrestre?


« Última modificação: 03 de Abril de 2010, 12:36:49 por Geotecton »
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.270
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #45 Online: 02 de Abril de 2010, 23:29:51 »
Credo . . . que tópico mais doido.

Aproveitando para participar.

Se a Terra está se expandindo não deveria estar ocorrendo um aumento de massa? E esta matéria estaria vindo de onde?

Seria adicionar mais uma complicação para algo já... complicado.

Se o planeta estivesse se expandindo manteria a massa, pois não se conhece nenhum processo de criação de matéria em escala de planeta.

Se é que existe este processo em qualquer escala.
« Última modificação: 03 de Abril de 2010, 00:44:19 por Geotecton »
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.270
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #46 Online: 03 de Abril de 2010, 00:21:09 »
[...]
A formação da Terra, se não me engano, ainda é explicada junto com a formação do sistema solar todo, nuvem de partículas se aglomerando por ação da gravidade, o sol se formando lentamente no centro de um disco que gira em torno, com primeiramente pequenos aglomerados, quase que asteróides, se chocando violentamente, até pequenos planetas em meio a um monte de colisões de corpos menores, que vão diminuindo aos poucos, sendo agregados aos planetas... nisso os planetas rochosos ainda são como que de rocha derretida apenas, e conforme a coisa vai se acalmando, a crosta vai se formando por resfriamento e também se quebrando de vez em quando, e dando início a esse processo todo.

Os dados indicam que a formação da Terra ocorreu de maneira síncrona aos demais corpos principais do Sistema Solar (há exceções, mas não é o caso de se discutir isto agora).  A hipótese da Nebulosa é ainda a mais amplamente aceita. Segundo esta hipótese, a poeira estelar (na realidade, elementos químicos formados em megaestrelas) e gases sob rotação sob efeito da gravidade geraram as condições para a formação do Sol.

Uma pequena quantidade de matéria que não compôs a nossa estrela (a chamada nebulosa solar) começou a resfriar e propiciou a formação dos núcleos dos planetas interiores, ditos rochosos, e dos exteriores, ditos gasosos. Alguns estudos sugerem que estes núcleos planetários podem ter surgido e crescido rapidamente, em menos de 15 milhões de anos (Ahrens, 1994)1.

Após a fase de nebulosa solar, veio a coalescência planetesimal, isto é, pequenas porções de matéria já sólidas (e com uma pequena fração líquida) com até 1 Km de diâmetro começaram a se juntar e formar massas cada vez maiores até chegarem ao tamanho (volume) atual e, estima-se, em menos de 100 milhões de anos (Wheterill, 19902; Woolfson, 20003).

O que levou o material coalescido da Terra a fundir? Os modelos mais recentes sugerem que a conversão de energia cinética em calor pelo impacto dos planetesimais e corpos maiores e mais a absorção de partículas provenientes de material radioativo (urânio principalmente), com emissão de partículas cuja energia de movimento é absorvida como calor pelo material de entorno.

Entre os impactos, especulasse que houve um que resultou na formação da Lua, há cerca de 4,5 bilhões de anos, e na formação de uma camada com centenas de quilômetros de espessura de material derretido proveniente da fusão de 30% a 60% do material terrestre primitivo. Por conta deste impacto e por um processo muito pouco conhecido e, portanto, sujeito a revisões, resultou que a Terra teve uma estratificação exótica e de curta duração: na parte externa material mais denso e no interior menos denso e com mais fluidez.

Com o tempo houve o re-equilíbrio térmico e dinâmico que propiciou o mergulho do material externo, principalmente ferro e níquel, para o interior, formando o núcleo central, sólido devido a pressão, e um núcleo externo, líquido. Como contraponto o material menos denso e agora mais quente foi carreado para a superfície, levando a uma perda maciça de calor por irradiação e com isto solidificando-se e formando uma crosta primitiva. Entre a crosta e o núcleo formou-se o manto.

A explicação sobre a formação de placas, massas continentais e de Supercontinentes será feito na sequência.

Ah, e sobre a suposta expansão da Terra.

1. The origin of the Earth. Physics Today 47: 38-45
2. Formation of the Earth. Annual Review of Earth Planetary Sciences 8: 206-256
3. The origin and evolution of the solar system. Astronomy and Geophysics 41: 1.2-1.18
« Última modificação: 13 de Agosto de 2014, 22:47:44 por Geotecton »
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.270
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #47 Online: 04 de Abril de 2010, 12:02:12 »
Na última postagem foi explicada sinteticamente a formação do Sistema Solar, incluindo o planeta Terra, bem como a estruturação interna deste, chamada de diferenciação primordial.

A influência do calor de impacto caiu rapidamente, de tal maneira que em um dado momento houve o predomínio do calor gerado pelos elementos químicos radioativos, que estavam quase todos no manto por conta da primeira diferenciação.

Portanto, sugere-se que a partir deste momento as correntes de convecção começaram a sua atuação, como conseqüência do aquecimento e subida de material mantélico próximo às fontes maiores de radiação e do arrefecimento e descida deste material em regiões mais afastadas. Em outras palavras, o principal mecanismo para transporte das futuras placas tectônicas havia se instalado.

Os primeiros 200 milhões de anos do planeta apresentaram uma alternância de formação e destruição de crosta essencialmente basáltica. Mas neste período os elementos químicos menos densos, tais como silício, alumínio, cálcio, magnésio e potássio começaram a gradativamente a se concentrar mais próximos da superfície, inclusive formando os primeiros minerais superficiais com base na combinação com oxigênio.

Em algum dado momento, por volta dos primeiros 250 milhões de anos, houve a formação de uma crosta continental primitiva e que não foi re-absorvida. Portanto, as rochas “graníticas” mais antigas provavelmente se formaram por volta de 4,35 bilhões de anos, na porção média do Eon Hadeano.

Assim sugere-se que neste tempo já existia um tipo primitivo tanto de crosta continental, como oceânica. É possível que um processo semelhante à Tectônica de Placas já atuasse então, mas não há como corroborar esta afirmação, pois não foram observadas as feições diagnósticas deste processo nas rochas mais antigas.

Há pouco tempo foram descritas rochas do tipo ‘greenstone belt’ no Canadá com idade estimada em 4,28 bilhões de anos (http://www.livescience.com/environment/080925-oldest-rocks.html). O ‘greenstone’ é uma mistura de rochas basálticas e sedimentares. A presença de rochas sedimentares indica uma crosta anterior, portanto mais velha, pois sedimentos só se formam a partir de rochas magmáticas ou metamórficas pré-existentes.

Provavelmente se formaram vários núcleos de crosta continental, de tal modo que os geocientistas afirmam que os escudos (porções continentais com as rochas mais antigas) são os núcleos sobreviventes. Eles são encontrados no Canadá, EUA, Rússia, Austrália, Brasil e África do Sul.

Estes escudos, todos com idades absolutas maiores que 3,2 bilhões de anos e que marcam o final do eon Hadeano e o início do eon Arqueano, apresentam os seguintes indícios de Tectônica de Placas: rochas ofiolíticas, prismas de acreção e melanges, mas que foram muito retrabalhados por tectonismo e metamorfismo.

Por fim, há cerca de 2,6 bilhões de anos, no final do eon Arqueano, formou-se o mais antigo super continente conhecido, o Kenorano, que teria aglutinado os continentes da Laurência, Báltica, oeste australiano e Kalahari. Ele teria durado cerca de 100 milhões de anos.

Na sequência surgiram os supercontinentes Colúmbia, Rodínia, Pannotia e o Pangea. O Colúmbia existiu entre 2,4 e 1,9 bilhões de anos, portanto no eon Proterozóico Inferior, e reuniu a Laurência, Groenlândia, Báltica, Kalahari e a África Ocidental.

O Rodínia formou-se por volta de 1,1 bilhões de anos, na porção final do eon Proterozóico Médio, e consistia de duas grandes massas com um pequeno paleo-mar interior, o Mirovoi. De um lado estavam a Índia, Austrália, Sibéria, Antártida, China Sul, China Norte e Kalahari. Do outro estavam a Laurência, São Francisco, Congo, Rio de La Plata, Amazônia, Báltica e Oeste Africano.

O Pannotia, com idade de 630 milhões de anos, e que representa a parte final do Proterozóico Superior, aglutinava o mega continente Gondwana (Austrália, Antártida, Índia, África, América do Sul e Deserto do Saara) separado de porções menores como a Báltica, a Laurência, a Sibéria, a Avalônia, a China Sul e a China Norte. A separação era dada pelos paleo-oceanos Tethys e Iapetus. Ao largo existia o macro paleo-oceano Pantalassa.

Por fim, o Pangea, o último supercontinente, formou-se há 237 milhões de anos (eon Fanerozóico, era Paleozóica, período Triássico) e é o mais bem conhecido por todos.

Cabe lembrar que todos os continentes surgiram dos núcleos de crosta continental e foram aumentando por conta da acreção tectônica de terrenos exóticos. A formação dos supercontinentes é um processo dinâmico caótico e ocorre pelo movimento convergente de massas continentais.

Acho que isto esclarece as dúvidas sobre a formação da Terra e sua estruturação, bem como do desenvolvimento do mecanismo de convecção, da formação da crosta e dos supercontinentes.

Agora quanto à hipótese da Expansão da Terra.

Dos vídeos. O primeiro não está mais disponível. O segundo só mostra um gordinho sentado em um sofá inflando uma bexiga, digo, o planeta Terra. O terceiro vídeo é somente uma animação com conteúdo infame. Eu relutei em assisti-lo no momento que o locutor afirma, aos 52 segundos de narração, que “era ridícula a teoria que afirmava que a Índia flutuou sobre o fundo oceano (sic) e aí bateu na Ásia”. Mas tomei coragem e fui até o final. Como síntese ele propõe que a Índia sempre esteve junto à Ásia, porque não há um mecanismo que “propulsionasse-a” de encontro ao continente asiático; o Himalaia surgiu como produto de um deslizamento da parte superior da Ásia junto à Índia durante a expansão, resultando em dobramentos; a Itália tem situação análoga ao da Índia (sempre esteve na Europa e os Alpes são o deslizamento da Europa junto à Itália) e que só existiu um supercontinente, o Pangéia.

Em respeito aos verdadeiros cientistas que hipotetizaram a expansão da Terra, eu fiz uma pequena pesquisa abaixo resumida.

O autor ocidental mais antigo a sugerir que a Terra teve alguma expansão sem acréscimo de massa foi Descartes, em sua obra Princípios de Filosofia (1644). E a expansão teria ocorrido porque a Terra possuía um “fogo” interno semelhante ao Sol e antes da parte externa ficar sólida.

Em 1889, o geólogo italiano Roberto Mantovani publicou um trabalho sobre a expansão do planeta bem como sobre o movimento relativo dos continentes (drift), portanto 22 anos antes de Alfred Wegener escrever sobre a Deriva Continental.

A idéia foi retomada em 1956, pelo geólogo australiano Samuel Warren Carey. Ele afirmou que a expansão da Terra seria coerente com a expansão do Universo, bem como propôs mecanismos de aumento de massa planetária.


Argumentos contrários à expansão da Terra.

a) Não há nenhum mecanismo plausível que explique a expansão.

Mesmo que houvesse a expansão, ela teria um limite, pois do contrário, haveria o colapso da parte sólida sobre o espaço vazio interior. A não ser que haja outro mecanismo, mais implausível ainda, de criação de massa concomitante à expansão.


b) Não há nenhuma evidência astronômica para a expansão da Terra.

A expansão causaria mudanças no padrão orbital da Lua e no padrão de marés, por exemplo.


c) Não há evidências de alterações: na órbita de satélites; na medição de distância entre dois pontos geodésicos conhecidos; no funcionamento do GPS ou do GLONASS.

Aqui dependeria da suposta taxa de expansão, mas mesmo a uma taxa de 0,5mm/ano como proposto por Egyed (1956), já teria sido seria detectada.


d) Não explica como existiram outros supercontinentes.

Antes do Pangea existiram pelo menos 4 supercontinentes, sendo que o mais antigo tem 2,5 bilhões de anos. Pela hipótese de expansão só seriam possíveis outros supercontinentes se houvesse uma ou mais... contrações, o que é ainda mais implausível.


e) Não explica a rotação de um ponto geodésico.

Todos os continentes apresentaram rotações intensas ao longo de seus deslocamentos. Isto pode ser quantificado por medições paleomagnéticas.


f) Não explica a subducção.

Em uma superfície em constante crescimento (crosta em distensão) não há um mecanismo que permita gerar a subducção de uma placa, pois que esta precisa se realizar em um ambiente de compressão local.


g) Não explica a formação de montanhas.

Pela explicação do vídeo 3 não pode se formar montanhas, pois o deslocamento horizontal das placas continentais ocorre como movimento distensivo e não por esforço compressivo na face oposta da placa proveniente da abertura oceânica como no caso da Tectônica de Placas.


h) Não explica a diferença de idade entre as placas oceânicas e as continentais.

Se tivesse ocorrido a expansão do planeta, as rochas dos fundos oceânicos mais antigos deveriam ter uma idade semelhante às das rochas continentais mais antigas. Mas, enquanto estas datam de 4,28 bilhões de anos aquelas datam de no máximo 210 milhões de anos.


i) Não explica o comportamento do nível eustático (oceanos)

A profundidade dos oceanos deveria ser muito maior do que é hoje. Mas não há um só indício disto. Pelo contrário. A quantidade de depósitos sedimentares continentais mostra que houve um crescimento contínuo da superfície acima do nível dos oceanos.



Estes argumentos são suficientes para demonstrar o quão de implausível é a hipótese de expansão da Terra, sem a necessidade de recorrer a um maior conhecimento geológico.

« Última modificação: 14 de Agosto de 2014, 08:35:21 por Geotecton »
Foto USGS

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.212
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #48 Online: 04 de Abril de 2010, 12:13:27 »
:clap:
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.242
  • Sexo: Masculino
Re: A terra está se expandindo? Versão conspiratória sobre a pangéia
« Resposta #49 Online: 04 de Abril de 2010, 15:54:43 »
Faz um tempão que eu não leio sobre isso (sobre o lado mais sério da coisa, os que propoem uma física toda radicalmente diferente eu nunca perdi muito tempo em ler), as coisas mais significativas que me lembro eram dados de biogeografia sugerindo uma ligação entre a Ásia e América, mas acho que não era nada que não se pudesse explicar só com o estreito de Bering, ou, no mínimo, com uma deriva talvez um pouco mais exótica, em algum momento esses continentes terem se aproximado/encostado mais e depois voltado um pouco. Isso é só uma hipótese mais parcimoniosa se houver mesmo motivo para se supor que a capacidade de dispersão dessas espécies seria realmente insuficiente, o que não sei se é o caso. Talvez problemas adicionais surgissem de uma datação dessa hipotética junção continental ser simultânea a alguma outra, aparentemente mais condizente com um diâmetro menor da Terra, mas que no mínimo talvez poderia funcionar com uma organização diferente dos continentes com o mesmo diâmetro da Terra.


Do lado geológico, o mais interessante era isso:

Citar
Proponents of an expanding Earth argue that the mid-ocean ridges are greater in length and area than the known subduction zones and circle the entire globe in several configurations. They claim that the ocean floor is free of oceanic slab irregularities, which they believe indicates harmonious spreading unencumbered by such a process.







No artigo da wikipédia é dito que há também modelos mistos. Eu achava que havia uns australianos defendendo isso ainda hoje em artigos, mas procurando no scholar, parece que a maior parte é de um cara chamado Scalera.



Nossa. Tem um site em que um cara parece que mandou carta para o presidente falando do assunto (listada entre as referências!). Parece coisa de gente bem pirada fazer isso.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!