Autor Tópico: Os dois paradigmas sobre a origem da vida  (Lida 7797 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.393
Os dois paradigmas sobre a origem da vida
« Online: 25 de Dezembro de 2007, 02:10:16 »
Os dois paradigmas sobre a origem da vida
 
As teorias sobre como a vida se originou de matéria não-viva se enquadram em duas classes gerais: (a) replicador primordial, na qual uma grande molécula capaz de se replicar (como o RNA) foi formada por acaso; (b) metabolismo primordial, na qual pequenas moléculas formaram uma rede em evolução de reações estimuladas por uma fonte de energia.

Sobre o segundo caso, Robert Shapiro já disse que:

"Eu chamo esta transformação-chave de reação propulsora porque ela serve como motor que promove o processo de organização.Se B apenas se converter em A ou escapar do compartimento, nós não estaríamos no caminho que leva a maior organização.Por outro lado, se um caminho químico de múltiplos passos-digamos B para C para D para A-reconverter A em B, então os passos neste processo circular(ou ciclo) seriam favoráveis a uma operação contínua porque reabasteceriam a disponibilidade de A, permitindo a utilização contínua da liberação de energia pela reação mineral."

Dados de Günter Wächtershäuser demostraram que partes de um ciclo envolvendo a combinação e separação de aminoácidos na presença sulfetos metálicos catalisadores.A energia foi fornecida pela oxidação do monóxido de carbono em dióxido de carbono.Os pesquisadores não demonstraram a operação de um ciclo completo, capacidade de se auto-sustentar e evoluir.

Nesta mesma reportagem citada é dito que Stuart Kauffman , Doron Lancet e outros usam simulações em computador para ilustrar a viabilidade de ciclos de reação auto-sustentáveis. Tais simulações não especificam as misturas químicas exatas e as condições de reação necessárias para o estabelescimento de redes químicas auto-sustentáveis. Nós não conhecemos todos os caminhos de reação abertos para misturas de compostos orgânicos simples, muito menos suas constantes termodinâmicas.

Na visão de alguns especialistas sobre a abiogênese, o paradigma do RNA primordial está morto, porque aparecimento de uma grande molécula capaz de se autocopiar a partir de uma sopa de nucleotídeos é altamente improvável.

Mas existe um porém, na visão de Shapiro. A ribose permaneceu por muito tempo impossível de ser sintetizada em experiências de laboratório. Stanley Miller observou que a instabilidade da ribose derivada de seu grupo carbonil impede o uso da ribose e outros açúcares como reagentes pré-bióticos. Mas num cenário pré-biótica cheio de minerais cotendo boro estabilizaria carboidratos como a ribose, além do borato fornecer eventualmente um papel para impedir a decomposição da ribose.Isso mostra o quanto é arriscado a descartar linhas de pesquisa apenas porque algumas de suas peças problemas ainda não foram solucionadas.

Claro que ainda faltam a descrição dos processos sobre a evolução pré-biótica posteriores, que são quase que completamente desconhecidos. Isso dá margem a alguns criacionistas ( assumidos ou envergonhados) proclamarem a decadência da "ciência materialista". Mas, basicamente, alguns fundamentam sua argumentação assim: "oh, esse processo é complexo demais, aqui está uma prova que a matéria não-viva não pode evoluir". E noto que seria muito difícil que este tipo de argumentador viesse a estimar tal improbabilidade a partir das leis da física e da bioquímica. Muito se suspende o juízo acerca das probabilidades de formação espontânea de uma molécula auto-replicante com capacidade metabólica por causa da ignorância da química relevante para alguns processos.

Referência:

"Uma origem mais simples da vida", por Robert Shapiro;SCIENTIFIC AMERICAN BRASIL, julho de 2007.

Link: http://biologiaevolutiva.blogspot.com/2007/07/os-dois-paradigmas-sobre-origem-da-vida.html
« Última modificação: 25 de Dezembro de 2007, 02:19:03 por -Huxley- »

Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.934
Re: Os dois paradigmas sobre a origem da vida
« Resposta #1 Online: 25 de Dezembro de 2007, 12:56:10 »
Tenho algumas perguntas estúpidas sobre origem da vida, por não ser esse meu foco de estudo e acho que aqui é um bom lugar para fazê-las.

Começo questionando, de onde são oriundas essas primeiras moléculas que vagavam no nada? De uma fonte de energia? Se sim, e essa fonte de energia era o que?


obs.: eu avisei que a pergunta ia ser estúpida.

Suyndara

  • Visitante
Re: Os dois paradigmas sobre a origem da vida
« Resposta #2 Online: 02 de Janeiro de 2008, 15:15:07 »
Até agora o que se acredita é algo mais ou menos assim:

Citar
Nos primeiros momentos depois do Big Bang (a explosão ’ que deu início ao universo),foram gerados
os elementos químicos mais leves,como o hidrogênio,o hélio e o lítio 7 (este último tendo o núcleo
formado por três prótons e quatro nêutrons).Os demais,mais pesados,foram produzidos progressi-
vamente no interior das estrelas.

De forma muito resumida,o processo de formação dos elementos químicos é o seguinte:a estrela consome o combustível nuclear para repor a energia que perde por radiação.Uma vez que o combustível nuclear se acaba,a estrela passa a se contrair.Essa contínua contração dá lugar a uma nova fase de ignição do núcleo estelar.Esse processo se repete, porém em uma escala de tempo menor que a da etapa anterior.E,a cada um desses ciclos de ignição, as temperaturas aumentam.Dessa forma,as estrelas
produzem os elementos químicos.

O combustível principal das estrelas é o hidrogênio.As primeiras reações levam à fusão do hidrogênio (H)em hélio (He)e deste em carbono (C).As estrelas de pequena massa não vão além dessa fase de evolução.Nas de massa intermediária,cria-se o oxigênio (O),o neônio (Ne),bem como um conjunto de elementos intermediários.Nas de maior massa (por exemplo,aquelas que têm,pelo menos,nove vezes a massa solar),produzem-se os elementos até o ferro (Fe).

Os elementos mais pesados que o ferro são produzidos por dois processos diferentes,denominados ‘r ’(do inglês,rapid ,ou seja,rápido),que ocorre nas supernovas (estrelas que explodem ao final da vida),
e ‘s ’ (slow ,lento em inglês),que acontece em estrelas do tipo gigantes vermelhas. Além das supernovas,as gigantes vermelhas,ao atingirem o final do ciclo nuclear,lançam gás e poeira para o meio interestelar.Essa matéria ejetada se condensa em grãos sólidos,que guardam em suas ‘memórias ’as diferentes etapas pelas quais passou a estrela-fonte.A partir desse conjunto de gás e poeira,irão se formar novas estrelas,como foi o caso do Sol,que tem origem em uma massa de gás e poeira denominada nebulosa solar. Esta,por sua vez,recebeu contribuição de matéria de um grande número de estrelas que existiram antes do Sol, cuja idade é estimada em cerca de 4,5 bilhões de anos.

Tirei da revista ciência hoje, achei bem didático :vergonha:

A partir desses elementos químicos teríamos a formação das moléculas, além das teorias citadas pelo Huxley temos ainda a da origem extraterrestre que sugere que a molécula replicadora teria vindo do espaço :wink:

[]s

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.071
  • Sexo: Masculino
Re: Os dois paradigmas sobre a origem da vida
« Resposta #3 Online: 10 de Junho de 2011, 17:59:05 »
A partir desses elementos químicos teríamos a formação das moléculas, além das teorias citadas pelo Huxley temos ainda a da origem extraterrestre que sugere que a molécula replicadora teria vindo do espaço :wink:
A teoria de que algumas moléculas que originaram a vida são de origem extraterrestre (neo-panspermia) não é uma nova teoria, alternativa às outras, e sim um novo componente a qualquer uma delas. Se as moléculas se originaram em outros locais, transferimos a polêmica dos dois paradigmas para esse outro local simplesmente.

[Tópico desenterrado] :rip: :bomba-ar:

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.294
  • Sexo: Masculino
Re: Os dois paradigmas sobre a origem da vida
« Resposta #4 Online: 10 de Junho de 2011, 22:46:54 »
E, em princípio, não há a necessidade de usar a teoria da panspermia (embora ela não possa ser descartada), porque, até onde se sabe, todas as condições necessárias para o surgimento da vida estavam presentes na Terra desde o início do éon Arqueano.
Foto USGS

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.071
  • Sexo: Masculino
Re: Os dois paradigmas sobre a origem da vida
« Resposta #5 Online: 10 de Junho de 2011, 23:19:50 »
Mas ainda que as condições fossem suficientes na Terra, a neo-panspermia (neo-panspermia=/=panspermia*) pode ter fornecido vários, ou alguns dos componentes necessários à vida em concentração que dificilmente se acharia na Terra primitiva. Como você disse, não é necessária, mas é uma possibilidade tentadora, ainda mais se considerarmos que a vida surgiu em um período relativamente curto após o resfriamento da Terra (cerca de 200 milhões de anos, somente).

*Panspermia = seres vivos microscópicos chegando de fora da Terra.

Neo-panspermia = moléculas orgânicas chegando de fora da Terra, e a vida surgindo aqui.

Offline Feynman

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.273
Re: Os dois paradigmas sobre a origem da vida
« Resposta #6 Online: 15 de Junho de 2011, 10:28:37 »
Citar
Nos primeiros momentos depois do Big Bang (a explosão ’ que deu início ao universo),foram gerados
os elementos químicos mais leves,como o hidrogênio,o hélio e o lítio 7


Ahá, mas de onde veio o Big Bang???????????????

YOU CAN'T EXPLAIN THAT!
"Poetas dizem que a Ciência tira toda a beleza das estrelas - meros globos de átomos de gases. Eu também posso ver estrelas em uma noite limpa e sentí-las. Mas eu vejo mais ou menos que eles?" - Richard Feynman

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.439
  • Sexo: Masculino
Re: Os dois paradigmas sobre a origem da vida
« Resposta #7 Online: 15 de Junho de 2011, 18:27:40 »
E, em princípio, não há a necessidade de usar a teoria da panspermia (embora ela não possa ser descartada), porque, até onde se sabe, todas as condições necessárias para o surgimento da vida estavam presentes na Terra desde o início do éon Arqueano.

O problema é que isso é uma petição de princípio, assume que seja o caso.

Offline Wolfischer

  • Nível 27
  • *
  • Mensagens: 1.330
  • Sexo: Masculino
  • Que sono!
Re: Os dois paradigmas sobre a origem da vida
« Resposta #8 Online: 15 de Junho de 2011, 20:57:58 »
E, em princípio, não há a necessidade de usar a teoria da panspermia (embora ela não possa ser descartada), porque, até onde se sabe, todas as condições necessárias para o surgimento da vida estavam presentes na Terra desde o início do éon Arqueano.

O problema é que isso é uma petição de princípio, assume que seja o caso.
As condições estavam presentes também aqui, o problema é mais de tempo. A vida surgiu aqui muito rapidamente, talvez alguma coisa já tenha vindo pré-fabricada.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.439
  • Sexo: Masculino
Re: Os dois paradigmas sobre a origem da vida
« Resposta #9 Online: 15 de Junho de 2011, 21:13:19 »
Mas sabemos exatamente quais são essas condições necessárias, ou apenas se parte do princípio antrópico como hipótese nula/razoável? Apenas se assumir que o mais provável é que a vida tenha surgido aqui, portanto as condições "devem" ter ocorrido -- seja lá quais forem exatamente. Não sei se é possível dizer que de fato essas condições foram satisfeitas aqui. Que eu saiba, nem se sabe exatamente quais são, mas justamente se infere quais devem ter sido a partir do que era a Terra antes/aproximadamente dos primeiros registros de vida. "A Terra era assim, então trabalhemos com a hipótese de que algo assim foi o ambiente que criou a vida".

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.294
  • Sexo: Masculino
Re: Os dois paradigmas sobre a origem da vida
« Resposta #10 Online: 15 de Junho de 2011, 21:47:43 »
E, em princípio, não há a necessidade de usar a teoria da panspermia (embora ela não possa ser descartada), porque, até onde se sabe, todas as condições necessárias para o surgimento da vida estavam presentes na Terra desde o início do éon Arqueano.
O problema é que isso é uma petição de princípio, assume que seja o caso.

Não. Não é, porque eu não fiz uma afirmação peremptória. Basta atentar para os dois trechos destacados em negrito. Mesmo admitindo que a hipótese pode ser usada, eu reconheço, de forma implícita, que o conhecimento ainda é muito incipiente para dar uma resposta final.
« Última modificação: 25 de Março de 2016, 00:27:53 por Geotecton »
Foto USGS

Offline Zero

  • Nível 17
  • *
  • Mensagens: 464
  • Sexo: Masculino
Re:Os dois paradigmas sobre a origem da vida
« Resposta #11 Online: 08 de Julho de 2019, 12:31:10 »
Origem da Vida | Nerdologia Ensina

Playlist - Origem da Vida | Nerdologia

É uma série de vídeos que serão postados, por enquanto há apenas 1, mas já deixei o link da playlist para poder acompanhar.
“A menor minoria na Terra é o indivíduo. Aqueles que negam os direitos individuais não podem se dizer defensores das minorias.” - Ayn Rand

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!