Autor Tópico: O que é o Eu?  (Lida 15300 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

rizk

  • Visitante
Re: O que é o Eu?
« Resposta #25 Online: 12 de Março de 2008, 21:56:01 »
Gentes, estou TÃO CANSADA desses misticismos travestidos do Mauricio e Adriano... meninos! Wake up and smell the coffee!
Olha as rugas...

:lol:
Não basta ter má-fé; tem que ser PLAGIADOR também.

Offline Adriano

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.672
  • Sexo: Masculino
  • Ativismo quântico
    • Filosofia ateísta
Re: O que é o Eu?
« Resposta #26 Online: 12 de Março de 2008, 22:13:32 »
Gentes, estou TÃO CANSADA desses misticismos travestidos do Mauricio e Adriano... meninos! Wake up and smell the coffee!
Olha as rugas...

:lol:
Não basta ter má-fé; tem que ser PLAGIADOR também.
Oras, é você quem diz que não deve se preocupar. Não fique cansada por nada, não dê tão valor assim aos meus comentários, tente ignorá-los. Não tem só você só fórum, e eu gostaria de de repente conversar com alguém que queira o mesmo comigo. Se não aparecer ninguém então simplesmente não me interago com ninguém.

O fórum é seu também, mas não é só seu. Não digo que seja meu, mas é de muitas outras pessoas que participam e o constróem com a mutua interação.

Princípio da descrença.        Nem o idealismo de Goswami e nem o relativismo de Vieira. Realismo monista.

Offline Dimitri

  • Nível 04
  • *
  • Mensagens: 47
  • Sexo: Masculino
Re: O que é o Eu?
« Resposta #27 Online: 12 de Março de 2008, 23:11:04 »
Gentes, estou TÃO CANSADA desses misticismos travestidos do Mauricio e Adriano... meninos! Wake up and smell the coffee!
Hummmm... I like coffee, don't you?  :oba:

A resposta: http://desciclo.pedia.ws/wiki/Eu
Tu és sábio, Fabulous. Desciclopédia owns :louva:

rizk

  • Visitante
Re: O que é o Eu?
« Resposta #28 Online: 12 de Março de 2008, 23:47:54 »
Oras, é você quem diz que não deve se preocupar. Não fique cansada por nada, não dê tão valor assim aos meus comentários, tente ignorá-los. Não tem só você só fórum, e eu gostaria de de repente conversar com alguém que queira o mesmo comigo. Se não aparecer ninguém então simplesmente não me interago com ninguém.

O fórum é seu também, mas não é só seu. Não digo que seja meu, mas é de muitas outras pessoas que participam e o constróem com a mutua interação.
A interação com você, Adriano, se resume a:

Adriano - diz bobagens
Colega forista - corrige as bobagens, às vezes até ENFATICAMENTE
Adriano - "AH MAS EU DISCORDO".

Não vejo interação aí.

Offline Adriano

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.672
  • Sexo: Masculino
  • Ativismo quântico
    • Filosofia ateísta
Re: O que é o Eu?
« Resposta #29 Online: 13 de Março de 2008, 06:38:59 »
Oras, é você quem diz que não deve se preocupar. Não fique cansada por nada, não dê tão valor assim aos meus comentários, tente ignorá-los. Não tem só você só fórum, e eu gostaria de de repente conversar com alguém que queira o mesmo comigo. Se não aparecer ninguém então simplesmente não me interago com ninguém.

O fórum é seu também, mas não é só seu. Não digo que seja meu, mas é de muitas outras pessoas que participam e o constróem com a mutua interação.
A interação com você, Adriano, se resume a:

Adriano - diz bobagens
Colega forista - corrige as bobagens, às vezes até ENFATICAMENTE
Adriano - "AH MAS EU DISCORDO".

Não vejo interação aí.
Ok, aceito a sua crítica, mas me dê liberdade para não ficar restrito a sua opinião apenas. Não só agora, mas da outra vez, foi especificamente você e outro forista que me puzeram na parede. Vê se me erra, se me esquece por aqui. Já sei o que você pensa de mim e também você não é nenhum exemplo de forista para me dizer algo sobre interação, vide as suas picuinhas pessoais com uma outra forista.

Vai fazer a lição de casa primeiro.  :wink:
Princípio da descrença.        Nem o idealismo de Goswami e nem o relativismo de Vieira. Realismo monista.

Offline Luis Dantas

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.195
  • Sexo: Masculino
  • Morituri Delendi
    • DantasWiki
Re: O que é o Eu?
« Resposta #30 Online: 13 de Março de 2008, 08:53:11 »
Adriano, não foi uma nem duas vezes que a situação que Rizk descreve aconteceu.  Você pode ser sido "posto na parede" por um ou dois foristas apenas, mas isso não quer dizer nada.
Wiki experimental | http://luisdantas.zip.net
The stanza uttered by a teacher is reborn in the scholar who repeats the word

Em 18 de janeiro de 2010, ainda não vejo motivo para postar aqui. Estou nos fóruns Ateus do Brasil, Realidade, RV.  Se a Moderação reconquistar meu respeito, eu volto.  Questão de coerência.

Offline Dr. Manhattan

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.342
  • Sexo: Masculino
  • Malign Hypercognitive since 1973
Re: O que é o Eu?
« Resposta #31 Online: 13 de Março de 2008, 10:30:59 »
Sobre a sua pergunta, acho que antes de afirmar que a consciência sobrevive a morte, devemos compreender o que é a consciência, correto?
Errado. Basta que encontremos evidências dessa sobrevivência. Existem inúmeros exemplos de sistemas que podemos descrever, e prever,
mesmo que não saibamos os detalhes do seu funcionamento.

Para compreendermos o que é a consciência, nós temos que observa-la por nós mesmos, porque senão tudo o que criariamos seriam mais e mais teorias e ideias, que não são a coisa em si.
Errado. Podemos, por exemplo, descobrir quais regiões do cérebro são ativadas durante uma experiência consciente. Um exemplo é quando
observamos um cubo de Necker, e nossa interpretação de sua forma tridimensional flutua. Flutuações desse tipo podem e já foram observadas.

Portanto devemos observa-la, então como faremos isso? Nossa atual situação dificulta ( senão impossibilita ) esse procedimento por causa dos nossos apegos. Nossa mente está sempre cheia, cheia de pensamentos, emoções, ideias e está amarrada pelas experiências do passado que formaram nossa personalidade. Nós podemos perceber isso fácilmente, eu, vc e qualquer um desse forum que tiver o minimo de auto-conhecimento sabe disso.
Lamento, mas isso é retórica vazia. Consciência é sempre consciência DE ALGO. Você já parte do pressuposto que se trata de algo etéreo,
parecido com o conceito escolástico da essência, sem que haja evidência alguma a favor disso.

Isso não é uma teoria, ou uma ideia, isso é um FATO que podemos observar por nós mesmos.
Da mesma forma que a existência de fadas é um FATO para algumas pessoas.

Pois bem, então como vamos observar a consciência se ela está encoberta por diversas camadas de fumaça? Também não podemos, portanto não importa se vc leu o Bhagavad Gita, ou eu tenho lido, se vc leu Platão ou quem quer que seja, tudo isso não passa de conhecimento superficial, idéias, mais ruidos apenas.
Ah, entendi: o SEU conhecimento é profundo. O resto é ruído. Você atingiu uma percepção da realidade mais clara e bem definida que nós,
meros mortais. Da mesma forma que pessoas que tomam LSD por vezes acreditam tornar-se gigantes e assim poder esmagar carros com
seus pés...

Questão de crença? Duvido muito, isso é um fato que pode ser fácilmente constatado. Agora negar esse fato e falar: "Ah, isso é tudo besteira" e continuar na mesma vidinha mediocre. Não vai resolver nada, é por isso que eu disse. PORQUE NÃO TENTAR?

Já disse e repito: o místico é um onanista que se apaixonou pela própria mão. Espero que ela possa lhe retribuir tanto amor com frequência.
You and I are all as much continuous with the physical universe as a wave is continuous with the ocean.

Alan Watts

Offline Mauricio Rubio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.019
  • Sexo: Masculino
  • Beyond Good and Evil
Re: O que é o Eu?
« Resposta #32 Online: 13 de Março de 2008, 11:54:38 »
Puts que forunzinho chato para discutir esse tipo de coisa. O ego das pessoas aqui é tão grande que elas nem se dão ao trabalho de tentar discutir o que eu propus de forma impessoal.
Eu nunca disse que o MEU conhecimento é profundo Dr. Manhattan, o que eu disse é que eu posso perceber que a mente está impregnada, ISSO É UM FATO. E também posso perceber que é um grande bem esvazia-la, isso não tem nada a ver com teorias ou formulas, isso é um conhecimento que tem que ser VIVIDO como sábiamente diz nosso querido e iluminado Buda.

Além disso, não sou só eu que falo isso, são as pessoas mais sábias da humanidade ok?

Esperava outro tipo de reação do pessoal desse forum, eu achei que vcs tinham um pouquinho mais de conhecimento de si mesmos, mas pelo visto, vcs nem se interessam por isso, assim como a grande massa. É uma pena :)

Abraços.
"Para quem a agitação não existe,
e para quem ser/existir e não ser/existir
    estão superados,
ele é alguém – que está além do medo,
        feliz,
       sem angústia,
a quem os devas não podem ver"

Buda Sakyamuni

Offline Dr. Manhattan

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.342
  • Sexo: Masculino
  • Malign Hypercognitive since 1973
Re: O que é o Eu?
« Resposta #33 Online: 13 de Março de 2008, 12:01:06 »
Argumentum ad misericordiam
Argumentum ad populum

Se não aguenta o debate, então pede pra sair.
You and I are all as much continuous with the physical universe as a wave is continuous with the ocean.

Alan Watts

Offline Mauricio Rubio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.019
  • Sexo: Masculino
  • Beyond Good and Evil
Re: O que é o Eu?
« Resposta #34 Online: 13 de Março de 2008, 12:04:01 »
Discuto com quem tem algo relevante para adicionar a discussão, estou bem de boa de discutir com uma parede que ao inves de deixar a discussão penetrar, só rebate com coisas pouco construtivas.

Então a discussão com vc acabou :)
"Para quem a agitação não existe,
e para quem ser/existir e não ser/existir
    estão superados,
ele é alguém – que está além do medo,
        feliz,
       sem angústia,
a quem os devas não podem ver"

Buda Sakyamuni

Offline Dimitri

  • Nível 04
  • *
  • Mensagens: 47
  • Sexo: Masculino
Re: O que é o Eu?
« Resposta #35 Online: 13 de Março de 2008, 12:08:09 »
Mas, Maurício, o Dr. Manhattan está discutindo com você. Se não é o que você gostaria de ouvir dele: problema é seu. Quem está sendo arrogante aqui é você. Shows de falácia e tudo. Você quer que concordemos contigo, mas não concordamos: daí você apela? Sinceramente...

Offline Laura Demarchi

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 369
  • Sexo: Feminino
Re: O que é o Eu?
« Resposta #36 Online: 13 de Março de 2008, 12:08:36 »
Puts que forunzinho chato para discutir esse tipo de coisa. O ego das pessoas aqui é tão grande que elas nem se dão ao trabalho de tentar discutir o que eu propus de forma impessoal.

Mas eu falei algo baseado no que você disse sem te cortar ou ofender, cheguei até sugerir  "eu's" coexistindo na internet, isto, nós todos aqui, informação binária ordenada da forma como entendemos! Mas você somente olhou para quem o atingiu! Não se deu o trabalho de ao menos falar algo do que achou sobre o que eu disse! Muito obrigada mesmo.
Porque concluir é melhor que acreditar!

Offline Mauricio Rubio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.019
  • Sexo: Masculino
  • Beyond Good and Evil
Re: O que é o Eu?
« Resposta #37 Online: 13 de Março de 2008, 12:27:12 »
Mas, Maurício, o Dr. Manhattan está discutindo com você. Se não é o que você gostaria de ouvir dele: problema é seu. Quem está sendo arrogante aqui é você. Shows de falácia e tudo. Você quer que concordemos contigo, mas não concordamos: daí você apela? Sinceramente...

Ele não está falando da mesma coisa que eu ...

Citar
Apenas SOMOS então....divididos em "EU'S"....mas não há uma mente coletiva, uma soma de todos os desejos...então SOMOS cada UM...1....claro que encontramos no caminho quem curte o mesmo livro,o mesmo sabor, o mesmo odor...mas não é igual, apenas ÚNICO em experiências ou maneiras de processar todas as informações como  luz,som,cheiro,tato....
O EU é só uma palavra, como lembrou minha colega rizK, mas quem SOU?....aqui, para quem desligar seu micro, não sou mais, EU era....apenas bits gerados de forma ordenada para que possa existir, neste universo virtual...quando não mais haver também ordem no meu corpo físico, deixarei de ser neste universo material...O que é eu?...Algo que passa para virar lembrança de alguém em algum agora que agora não é!

Beijos

O que vc falou também é o que eu estava querendo dizer, desde que nós nascemos nós temos experiências e acumulamos conhecimento, memória etc. E com isso nós criamos a nossa personalidade, e nosso ego. Dizendo, gosto disso, não gosto daquilo, acredito nisso, naquilo não. A ciência é a unica forma de ver o mundo, o resto é lixo. E nossa mente fica sempre apegada a esses pensamentos e então nós nos limitamos a eles, achamos que nós somos realmente isso, a personalidade ou o ego, porque não conseguimos ver o que está além dessas coisas.

Eu até agora não vi um post de alguem falando sobre o que seria a plenitude do ser, é essa a proposta do post.
Então quem quiser discutir isso, eu vou achar interessante. Mas se alguem quiser discutir outra coisa, que crie outro tópico e discuta lá.
"Para quem a agitação não existe,
e para quem ser/existir e não ser/existir
    estão superados,
ele é alguém – que está além do medo,
        feliz,
       sem angústia,
a quem os devas não podem ver"

Buda Sakyamuni

Offline Dimitri

  • Nível 04
  • *
  • Mensagens: 47
  • Sexo: Masculino
Re: O que é o Eu?
« Resposta #38 Online: 13 de Março de 2008, 12:34:20 »
Mas, Maurício, o Dr. Manhattan está discutindo com você. Se não é o que você gostaria de ouvir dele: problema é seu. Quem está sendo arrogante aqui é você. Shows de falácia e tudo. Você quer que concordemos contigo, mas não concordamos: daí você apela? Sinceramente...

Ele não está falando da mesma coisa que eu ...

Cara, você realmente leu as postagens e o artigo que ele recomendou? Compreendeu a mensagem/ponto que ele colocou?
Você quer discutir a respeito do "eu" a partir de um ponto de vista místico, já o Dr. Manhattan usa o ponto de vista científico. Mais ainda, ele usa o ceticismo científico pra questionar esse misticismo seu. E, sinceramente, misticismo algum agüenta questionamento científico: ele é desconstruído, desmistificado. :)

Offline Mauricio Rubio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.019
  • Sexo: Masculino
  • Beyond Good and Evil
Re: O que é o Eu?
« Resposta #39 Online: 13 de Março de 2008, 12:39:53 »
Mas, Maurício, o Dr. Manhattan está discutindo com você. Se não é o que você gostaria de ouvir dele: problema é seu. Quem está sendo arrogante aqui é você. Shows de falácia e tudo. Você quer que concordemos contigo, mas não concordamos: daí você apela? Sinceramente...

Ele não está falando da mesma coisa que eu ...

Cara, você realmente leu as postagens e o artigo que ele recomendou? Compreendeu a mensagem/ponto que ele colocou?
Você quer discutir a respeito do "eu" a partir de um ponto de vista místico, já o Dr. Manhattan usa o ponto de vista científico. Mais ainda, ele usa o ceticismo científico pra questionar esse misticismo seu. E, sinceramente, misticismo algum agüenta questionamento científico: ele é desconstruído, desmistificado. :)


Amigo, eu sei muito bem o que a ciência é capaz de explicar e o que não é. A ciência só cria teorias e formulas a respeito do mundo, que NÃO SÃO O MUNDO. Observar a mente de fora não é a mesma coisa que observar a mente de dentro. ISSO É OBVIO, então que discussão inutil heim? Eu falando de uma coisa, e ele falando de outra.

Isso não é misticismo, isso é observação, reflexão, intuição.

É tão dificil assim perceber sobre o que eu estou falando? Vcs não veem isso em si mesmos? Vcs não conseguem perceber o barulho e o ruido que a mente produz?

Eu quero uma discussão a nivel pessoal, quero uma opnião de cada um de vcs como SERES HUMANOS e não se limitando ao que a ciência diz. É dificil?
"Para quem a agitação não existe,
e para quem ser/existir e não ser/existir
    estão superados,
ele é alguém – que está além do medo,
        feliz,
       sem angústia,
a quem os devas não podem ver"

Buda Sakyamuni

Offline Laura Demarchi

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 369
  • Sexo: Feminino
Re: O que é o Eu?
« Resposta #40 Online: 13 de Março de 2008, 12:46:35 »
Então Mauricio, talvez não há uma plenitude para nós, como humanos. Somos tão comuns neste planeta como qualquer ser, ou melhor, alguns seres são bem raros, pode acreditar. Nós chegamos num ponto da evolução onde nosso programa busca formas cada vez melhores de sobreviver, seja aumentando o altruismo, seja com uma busca intensa de um "eu' para melhor interagir com o todo. Nosso programa nos informa que não devemos acabar e isto as vezes colapsa com a informação que temos do meio e então surgem fugas, ou erros de lógica, que nos fazem ver mais e além do todo. Daí os deuses, espíritos, estados alterados de conciência....
Minha teoria é essa e fique a vontade para destroça-la, estou aqui para aprender!

Beijo e obrigada
Porque concluir é melhor que acreditar!

Offline Mauricio Rubio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.019
  • Sexo: Masculino
  • Beyond Good and Evil
Re: O que é o Eu?
« Resposta #41 Online: 13 de Março de 2008, 12:48:57 »
Isso não é mais um conhecimento inutil que eu vou adicionar na minha mente e pronto, como é o conhecimento cientifico. Esse conhecimento TRANSFORMA completamente o ser em TODOS OS ASPECTOS da existência. Tudo o que nós fazemos é ditado pelos sentidos ou pela mente, vcs veem algo e automaticamente um pensamento ocorre baseado na sua memoria. Nós não temos controle sobre esse processo, nós não o compreendemos internamente e então somos subjulgados por ele, vcs não veem isso?

Alguns vivem buscando prazeres corporais ( comida, sexo por exemplo ) alguns vivem procurando prazeres intelectuais, essa é nossa vida, nossa busca, tudo isso está impregnado no nosso ser e nós vivemos com essa limitação.

Vc consegue perceber o que é a LIBERTAÇÃO e o que isso acarreta? Chamar isso de conhecimento inutil é simplesmente ignorância.
"Para quem a agitação não existe,
e para quem ser/existir e não ser/existir
    estão superados,
ele é alguém – que está além do medo,
        feliz,
       sem angústia,
a quem os devas não podem ver"

Buda Sakyamuni

Offline Mauricio Rubio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.019
  • Sexo: Masculino
  • Beyond Good and Evil
Re: O que é o Eu?
« Resposta #42 Online: 13 de Março de 2008, 12:58:38 »
Então Mauricio, talvez não há uma plenitude para nós, como humanos. Somos tão comuns neste planeta como qualquer ser, ou melhor, alguns seres são bem raros, pode acreditar. Nós chegamos num ponto da evolução onde nosso programa busca formas cada vez melhores de sobreviver, seja aumentando o altruismo, seja com uma busca intensa de um "eu' para melhor interagir com o todo. Nosso programa nos informa que não devemos acabar e isto as vezes colapsa com a informação que temos do meio e então surgem fugas, ou erros de lógica, que nos fazem ver mais e além do todo. Daí os deuses, espíritos, estados alterados de conciência....
Minha teoria é essa e fique a vontade para destroça-la, estou aqui para aprender!

Beijo e obrigada

Pois é Lara, mas eu não estou falando de algo unicamente humano, a consciência NÃO É HUMANA. Alias, eu não sei nem se devo chamar isso que eu estou me referindo de consciência, porque esse termo está impregnado de conceitos, não sei se devo chamar de alma porque esse está mais impregnado ainda. Portanto o uso de palavras é também uma limitação.

Existe algo que nos anima, que é o nosso Eu verdadeiro, todos os SERES tem um Eu, porém quando esse Eu está em contato com o corpo material ele se ve limitado por ele, tanto pelos sentidos com que percebe o mundo externo, quanto pela mente e por outros aspectos mais sutis. Então esse ser pensa que é esse corpo, pensa que é humano, pensa que é a Lara ou o Mauricio, porque está apegado a todas essas coisas. É MUITO, mas MUITO dificil nós percebermos isso por nós mesmos.

Não é uma questão de crença, acreditar seria idiotisse, nós temos que verificar isso por nós mesmos. Agora experimentar não requer simplesmente o querer. Tem que haver esforço e energia nessa direção, temos que nos desapegar de tudo isso a que estamos limitados, e quando isso acontecer a experiência direta acontece e vemos por nós mesmos. Existem muitas e muitas pessoas que falam sobre a Iluminação, o Buda é uma delas. Vcs podem negar o quanto vcs quiserem, isso não muda absolutamente NADA. Porém espero que tenha alguem aqui com a cabeça aberta o suficiente pra buscar saber mais a respeito e ver por si mesmo, e não continuar com esse nhe nhe nhe inutil que rola por aqui.

Abraços.
"Para quem a agitação não existe,
e para quem ser/existir e não ser/existir
    estão superados,
ele é alguém – que está além do medo,
        feliz,
       sem angústia,
a quem os devas não podem ver"

Buda Sakyamuni

Offline Laura Demarchi

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 369
  • Sexo: Feminino
Re: O que é o Eu?
« Resposta #43 Online: 13 de Março de 2008, 13:14:59 »
Mas como ver o que não se sabe o que é? Mesmo não falando Mauricio, você quer dizer que há uma vontade ou coisa nos animando, algo que não nós, interagindo com o mundo.
Infelizmente estou treinada a rechaçar qualquer coisa que não possa ser reproduzida, testada ou que no minímo se enquadre em alguma equação lógica.
Porém, estou me oferecendo a testar a sua proposta, como começar?

Porque concluir é melhor que acreditar!

Offline Mauricio Rubio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.019
  • Sexo: Masculino
  • Beyond Good and Evil
Re: O que é o Eu?
« Resposta #44 Online: 13 de Março de 2008, 14:06:02 »
Mas como ver o que não se sabe o que é? Mesmo não falando Mauricio, você quer dizer que há uma vontade ou coisa nos animando, algo que não nós, interagindo com o mundo.
Infelizmente estou treinada a rechaçar qualquer coisa que não possa ser reproduzida, testada ou que no minímo se enquadre em alguma equação lógica.
Porém, estou me oferecendo a testar a sua proposta, como começar?

Isso é tudo muito lógico Lara, e tudo se torna muito mais claro conforme vc vai avançando no caminho do auto-conhecimento. Porém existem muitas e muitas formas de conhecer o Si mesmo, isso varia conforme suas próprias tendência. Eu também estou no começo dessa longa jornada, por isso ainda especulo muito no nivel intelectual, como é o caso da nossa discussão aqui. Eu leio bastante também, pois embora os livros não mostrem a Verdade por si só ( porque essa tem que ser experimentada diretamente para ser conhecida ), eles nos ajudam e mostram alguns aspectos básicos que nós podemos começar percebendo aqui e agora para ganharmos confiança e mais tarde avançarmos por nós mesmos.

Eu não sei até onde ou quais foram as caracteristicas da minha vida que me levaram a pensar assim, porém de certa forma, isso é uma coisa que sempre esteve presente comigo, desde criança eu tinha o enorme desejo de conhecer a verdade absoluta. Sempre fui muito na minha, muito introspectivo e com certeza isso fez muita diferença nesse longo processo. Eu não te conheço, portanto tudo que eu estou falando está baseado na minha própria vida.

Eu sempre fui muito cético e sempre muito questionador, nunca aceitei argumentação de autoridade, por isso desde sempre tive em mim a liberdade de explorar as coisas por mim mesmo. Depois de muitos e muitos anos de instrospecção e reflexão eu comecei a ver que existiam varias coisas na minha vida que aconteciam e eu agia quase mecanicamente, eu não estava realmente consciente delas. E comecei a questionar tudo isso e comecei a compreender algumas dessas coisas.

Como vc pode ver, essa busca é algo extremamente pessoal, vc pode observar o mundo e dele tirar informações, mas a sabedoria é algo que vem de dentro de vc mesma. Isso é algo muito resumido, só pra te dar uma ideia das varias fases que a gente passa na vida para aprender, inclusive tirando proveito do proprio sofrimento para isso. Eu acho que a melhor coisa que eu posso te falar para vc começar a pesquisar a esse respeito, é para vc ler algumas coisas sobre o Budismo, sem acreditar nem desacreditar, só ver por si mesma e pensar em como aquilo se encaixa e se aquele conhecimento serve pra vc. Um site ótimo para isso é esse: http://www.acessoaoinsight.net
Eu aconselho muito mesmo, qualquer um que estiver interessado em auto-conhecimento dar uma olhadinha porque esse site é muito completo e foram pessoas muito dedicadas que fizeram de tudo para proporcionar esse conhecimento para nós.

Acho que é isso, qualquer coisa que vc tenha a falar a respeito eu estou aberto e podemos conversar e chegar a ideias em comum.

Bjos e abraços.
« Última modificação: 13 de Março de 2008, 14:21:14 por Mauricio Rubio »
"Para quem a agitação não existe,
e para quem ser/existir e não ser/existir
    estão superados,
ele é alguém – que está além do medo,
        feliz,
       sem angústia,
a quem os devas não podem ver"

Buda Sakyamuni

Offline Adriano

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.672
  • Sexo: Masculino
  • Ativismo quântico
    • Filosofia ateísta
Re: O que é o Eu?
« Resposta #45 Online: 13 de Março de 2008, 17:54:59 »
Adriano, não foi uma nem duas vezes que a situação que Rizk descreve aconteceu.  Você pode ser sido "posto na parede" por um ou dois foristas apenas, mas isso não quer dizer nada.

Então é a terceira, não concordo com isso.
Princípio da descrença.        Nem o idealismo de Goswami e nem o relativismo de Vieira. Realismo monista.

Offline Luis Dantas

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.195
  • Sexo: Masculino
  • Morituri Delendi
    • DantasWiki
Re: O que é o Eu?
« Resposta #46 Online: 13 de Março de 2008, 20:19:58 »
Você insiste em tentar reduzir a uma diferença de opinião o que é outra coisa bem diferente.

Não sei por que ainda perco meu tempo.
Wiki experimental | http://luisdantas.zip.net
The stanza uttered by a teacher is reborn in the scholar who repeats the word

Em 18 de janeiro de 2010, ainda não vejo motivo para postar aqui. Estou nos fóruns Ateus do Brasil, Realidade, RV.  Se a Moderação reconquistar meu respeito, eu volto.  Questão de coerência.

Offline Adriano

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.672
  • Sexo: Masculino
  • Ativismo quântico
    • Filosofia ateísta
Re: O que é o Eu?
« Resposta #47 Online: 13 de Março de 2008, 20:29:49 »
Se está perdendo o tempo está sendo bobo mesmo. Não faça isso, tem muitas coisas úteis para fazer com ele.
Princípio da descrença.        Nem o idealismo de Goswami e nem o relativismo de Vieira. Realismo monista.

Offline Barukam

  • Nível 00
  • *
  • Mensagens: 8
  • Sexo: Masculino
Re: O que é o Eu?
« Resposta #48 Online: 14 de Março de 2008, 00:06:06 »
hmm
oi oi.
Vou deixar aqui 2 links que talvez possam deixar um pouco mais claro o conceito do Eu que o Mauricio está propondo aqui.

sobre Meditação e Projeção Astral:
http://video.google.com/videoplay?docid=7939505976833408618&q=proje%C3%A7ao+astral&total=47&start=0&num=10&so=0&type=search&plindex=0
-> achei mto engraçado o sotaque do narrador, acho que é indiano :hihi:

texto de teosofia sobre Os sete princípios do homem
http://www.theosophy.ca/theosophical.ws/Portuguese/SetePrincipios.htm

Devo dizer que assistir o vídeo ou ler o texto  sugerido pode ser uma tarefa bastante penosa pra quem acredita que nada disso é possível.
De qualquer maneira, eu considero o conteúdo interessante, o difícil é a parte prática.
Se eu entendi direito o que o Maurício está dizendo( é mais ou menos o que mostra o vídeo também), uma maneira de obter essa percepção do Eu seria a meditação.
Maurício, quando eu me sentir disposto vou dar uma olhada na seção Iniciando a Meditação do site que voce recomendou.
Life isn’t divided into genres. It’s a horrifying, romantic, tragic, comical, science-fiction cowboy detective novel. You know, with a bit of pornography if you're lucky.
Alan Moore

Offline FZapp

  • Administradores
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.929
  • Sexo: Masculino
  • El Inodoro Pereyra
    • JVMC
Re: O que é o Eu?
« Resposta #49 Online: 14 de Março de 2008, 08:08:50 »
Citar
Bom, não sei se vcs conseguiram chegar no ponto que eu pretendi colocar em discussão. Visto que nenhum de vcs falou a respeito do que eu disse.

Eu não acho que isso seja uma coisa fácil de compreender. Eu mesmo demorei muito tempo e apliquei esforço e energia nessa direção. Talvez pra quem lê tudo isso pareça um jogo de palavras inutil e sem sentido, até porque a compreensão não vem lendo um tópico no forum de internet.

Mas eu peço pra quem realmente estiver interessado em discutir sobre o que eu propus, que reflita e o faça, senão nem se dêem ao trabalho de postar.

Maurício, seu texto ficou incompleto, me parece que ficaria mais claro assim:

Bom, não sei se vcs conseguiram chegar [somente] no ponto que eu pretendi colocar em discussão. Visto que nenhum de vcs falou [o que eu quero ouvir] a respeito do que eu disse.

Eu não acho que isso seja uma coisa fácil de compreender[, afinal, estou falando de algo que existe somente nas nossas cacholas]. Eu mesmo demorei muito tempo e apliquei esforço e energia nessa direção. Talvez pra quem lê tudo isso pareça um jogo de palavras inutil e sem sentido, [talvez eu imagine que o foro do Clube Cético jamaaaaaais pensou nisso!] até porque a compreensão não vem lendo um tópico no forum de internet [e por isso mesmo eu deveria imaginar que a opinião dos foristas reflete muitas leituras prévias, inclusive porque muitos foristas já demonstraram bastante conhecimento nesta área].

Mas eu peço pra quem realmente estiver interessado em discutir sobre o que eu propus [e tiver as mesmas opiniões do que eu], que reflita e o faça, senão nem se dêem ao trabalho de postar [discordando de mim].
--
Si hemos de salvar o no,
de esto naides nos responde;
derecho ande el sol se esconde
tierra adentro hay que tirar;
algun día hemos de llegar...
despues sabremos a dónde.

"Why do you necessarily have to be wrong just because a few million people think you are?" Frank Zappa

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!