Autor Tópico: Influência do punk nas artes é tema de mostra em Viena  (Lida 5697 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Unknown

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.329
  • Sexo: Masculino
  • Sem humor para piada ruim, repetida ou previsível
Influência do punk nas artes é tema de mostra em Viena
« Online: 01 de Junho de 2008, 04:03:32 »
Influência do punk nas artes é tema de mostra em Viena; veja
 
   
A estilista Vivienne Westwood se tornou um ícone do movimento

Uma exposição em Viena, na Áustria, relembra a forte influência que o movimento punk teve nas artes e na cultura das últimas décadas.

A mostra Punk – No One Is Innocent (Punk – Ninguém é Inocente, em tradução livre) reúne desde obras de arte inspiradas pelo movimento até capas de discos e objetos como a bateria de uma banda punk.

Segundo os organizadores da pinacoteca Kunsthalle de Viena, o punk significou “uma quebra total das tradições na moda, na música e nas artes.”

A exposição na capital austríaca relembra o início desse movimento cultural rebelde em Londres e mostra sua comercialização e a influência que ele exerce ainda hoje.

“Influências do punk ainda são vistas hoje em dia nas passarelas de moda e nas galerias de arte”, dizem os organizadores.

Vários objetos da mostra são associados à imagem de grupos punk como os Sex Pistols.

Seu primeiro single, Anarchy in the UK, de 1976, é considerado um dos marcos iniciais do movimento no mundo.

Outros pioneiros relembrados na mostra vienense são a estilista de moda Vivienne Westwood, o fotógrafo Richard Kern e o artista gráfico Jamie Reid.

A Kunsthalle mostra como a tendência foi se espalhando gradualmente pela Europa e pelos Estados Unidos.

A mostra Punk – No One Is Innocent fica em cartaz na Kunsthalle de Viena até o dia 7 de setembro de 2008.

http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2008/05/080530_galeriapunk_mc_mp.shtml

--------------------------

Movimento Punk


O lançamento do disco Anarchy in the UK do grupo Sex Pistols, em 1976, foi um dos marcos iniciais do movimento punk.


O punk influenciou vários artistas que aderiram ao movimento, como o pintor alemão Salomé. Ele deu a este quadro o nome polêmico de Fuck 1.


Este poster anunciando o disco God Save the Queen, do Sex Pistols, também faz parte da mostra Punk - No One Is Innocent.


A estilista Vivienne Westwood, fotografada aqui em sua boutique chamada Sex, virou um verdadeiro ícone do movimento punk mundial.


Foto de Richard Kern. Segundo os organizadores, o punk significou "uma quebra total das tradições na moda, na música e nas artes."


Colagem da artista plástica Linder. A exposição relembra o início do movimento, em Londres, e mostra a influência que exerce até hoje.


Foto de Gudrun Gut, uma exponente do movimento punk alemão. A mostra fica em cartaz na Kunsthalle de Viena até o dia 7 de setembro.
« Última modificação: 01 de Junho de 2008, 04:07:35 por Unknown »

"That's what you like to do
To treat a man like a pig
And when I'm dead and gone
It's an award I've won"
(Russian Roulette - Accept)

Offline Südenbauer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.297
  • Sexo: Masculino
Re: Influência do punk nas artes é tema de mostra em Viena
« Resposta #1 Online: 01 de Junho de 2008, 10:17:30 »
A amostra será vandalizada.

Online Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.113
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Influência do punk nas artes é tema de mostra em Viena
« Resposta #2 Online: 04 de Janeiro de 2012, 19:12:52 »
O movimento punk não passa de mais uma roupinha ( com etiqueta e tudo) do mesmo conformismo recorrente do arcabouço humano das grandes ilusões.
Até onde eu sei eu não sei.



Offline Clara Alma

  • Nível 00
  • *
  • Mensagens: 5
Re:Influência do punk nas artes é tema de mostra em Viena
« Resposta #5 Online: 19 de Abril de 2012, 06:32:59 »
A cultura de Punk desenvolveu-se, como se desenvolve cada movimento alternativo com o tempo para um fenómeno das massas. Mas nem um Johnny Rotten estava livre disso, vendia os dicos, ganhava dinheiro e gastava-o. Vivienne Westwood comecava a sua carreira com os Sex Pistols e agora é uma das desenhadoras da moda mais sucedidas do mundo. Ganha milhoes. Os participantes que sobreviviam esta época intensiva trocavam todos os clips contra os Rolex Relógios. Pois, cresceram... E acho bom. O Punk tinha um certo sentido mas não tinha grande filosofia, só negava tudo. Eu nego as religioes mas não as leis da sociedade.
« Última modificação: 20 de Abril de 2012, 13:08:08 por Clara Alma »

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!