Autor Tópico: Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?  (Lida 21513 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Tupac

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.902
Re: Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #100 Online: 11 de Junho de 2008, 02:37:37 »
Citar
Comunicações mais recentes, como as da mãe de Francisco Cândido Xavier (Cartas de uma Morta - 1935) ou mesmo de Ramatís (O Planeta Marte e os discos voadores - 1955), falam de um mundo mais espiritualizado que o nosso, cuja tecnologia está muito além da que atingimos. Diria que são mais coerentes com os conhecimentos atuais e provavelmente mais próximas da verdade. Não há um consenso formado sobre a questão e é importante notar que sua solução definitiva não poderá ser dada pela Doutrina Espírita (não está no escopo do Espiritismo estudar detalhadamente a vida em outros planetas, substituindo as pesquisas espaciais).

E qual prova de que eles são mais avançados?
Postularam alguma teoria nova?
Demonstraram algo?
Nos deram alguma informação que ja não fosse conhecida pela tecnologia atrasada dos terraquios?

Sei não...
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida."
 - Carl Sagan

"O que é afirmado sem argumentos, pode ser descartado sem argumentos." - Navalha de Hitchens

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #101 Online: 11 de Junho de 2008, 08:01:48 »
Citar
Vc já deveria me conhecer bem o suficiente para saber que não sigo essa groselhada toda...

Segue sim. Porque mesmo sabendo que essas coisas todas que os espíritos falaram são falsas, ainda acredita que existiam espiritos falando e não era o CX e o Kardec que estavam escrevendo por eles mesmo (o que por ockham seria muito mais plausivel), ainda mais porque eram coisas que eles acreditavam.

Deixa te dizer, Vitor. Te falei que eu era espirita, vou te dar mais uma informação para sua equação: Eu era espirita com mediunidade avançada.

O que fui vendo com o tempo (tempo demais):

1- Que as coisas que eu ouvia (fisicamente até) não fazia sentido, não eram referenciaveis
2- Que os lugares em que eu estava quando me projetava não podiam ser encontrados. Mesmo quando controlava a minha posição e me movia por mim mesmo, e podia buscar referencias, coisas escritas, conexões entre algumas conversas, informações com pessoas... nada existia fora da experiencia, isto é, não podia ser verificada.
3- Os mediuns (diversos) que convivi não falavam nada que não podia ser dito por algum leitor de mão

Então: Reputei o fenomeno a um bug/comportamento de minha mente, simplesmente.
Reforçado pelas inconsistencias da crença, incluindo a base Kardecista, abandonei o espiritismo, os fenomenos se reduziram praticamente a zero (segundo os espiritas os espiritos me abandonaram porque eu não dava mais bola para eles, segundo EU mesmo, quando parei de acreditar todo o meu viés interpretativo caiu por terra e o fenomeno fisico que eu tinha passou a ser interpretado de outra maneira)

De quebra, ganhei a cura para a gagueira, porque ela era alimentada pela questão espirita de carma e culpa, purificação, etc..

Outro exemplo: Fizemos, minha esposa e eu, diversas tentativas de ter filhos (tinhamos problemas com aborto, etc..). Já não era espirita, quando ela ficou grávida, tive um sentimento inequívoco que ela estava nesta condição. Reputei isso a alguma coisa de espirito, energias? De modo algum, porque havia outras explicações mais plausíveis para um cético (ela estava fazendo tratamento (era de se esperar o filho), meu desejo de ter o filho era bem forte, se depois ela não estivesse grávida eu provavelmente iria esquecer do ocorrido (estatísticas dos grandes numeros)

Então eu reputo realmente a crença como, além de prejudicial, algo que destroi nossa capacidade de interpretação. Acreditou em uma religião, vc vai ganhar a comunidade etc.., que muitas vezes é saudável para a pessoa, MAS vai ter sua capacidade crítica avariada.

Dentro deste mesmo conceito, não consigo sequer imaginar que um PABX possa ser influenciado pela energia (imensuravel e indetectavel) de uma pessoa. Vou reputar de uma maneira clara ao viés interpretativo dos crentes (que a maioria é) que estavam la.

POR ISSO, que prefiro postar com pessoas que não são crentes sobre esse assunto, como parece ser o caso do Tupac. Por que não teremos a merda da dissonancia cognitiva entre nós e partimos mais ou menos do mesmo ponto. E como disse, considero o assunto importante, e poderei ver melhor as evidencias se não tiver que rebater coisas que considero absurdas. Veja, os seus posts sobre o caso Piper me parecem todo um grande absurdo, as questoes dos construtos, detecção das informações dos mortos a partir dos vivos da sala, etc.., e para vc faz todo o sentido.

Então, Vitor, por isso que não quero mais postar contigo mas sim com pessoas que não acreditam.  Porque quem acredita, acredita mesmo, e nesse sentido a parapsicologia vai virar a apologética do espiritismo. Por favor, não me cite nem me conteste.
« Última modificação: 11 de Junho de 2008, 08:30:11 por Agnostico »
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Vitor Moura

  • Nível 22
  • *
  • Mensagens: 824
Re: Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #102 Online: 11 de Junho de 2008, 08:23:24 »
Pois é Vitor, a teoria desenvolvida pelos ceticos de que havia uma ponte entre a Africa e a America do Sul foi refutada por outro grupo de ceticos que souberam observar os fatos.

Realmente, argumentos que não ajudam o espiritismo em nada.

Não, Tupac. Não foi por outro grupo de céticos, mas por um grupo de crentes na Teoria de Alfred Weneger! É isso que o artigo da Skeptical Inquirer mostra. Inclusive, mostra o comportamento cético hostil para com Weneger e danoso para com a Ciência.

Os argumentos ajudam o espiritismo -  não que eu o esteja defendendo - na medida em que mostram que mais dano à Ciência foi causado por céticos do que por crentes em uma teoria tida como "esdrúxula".

Offline Vitor Moura

  • Nível 22
  • *
  • Mensagens: 824
Re: Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #103 Online: 11 de Junho de 2008, 08:28:57 »
Citar
Comunicações mais recentes, como as da mãe de Francisco Cândido Xavier (Cartas de uma Morta - 1935) ou mesmo de Ramatís (O Planeta Marte e os discos voadores - 1955), falam de um mundo mais espiritualizado que o nosso, cuja tecnologia está muito além da que atingimos. Diria que são mais coerentes com os conhecimentos atuais e provavelmente mais próximas da verdade. Não há um consenso formado sobre a questão e é importante notar que sua solução definitiva não poderá ser dada pela Doutrina Espírita (não está no escopo do Espiritismo estudar detalhadamente a vida em outros planetas, substituindo as pesquisas espaciais).

E qual prova de que eles são mais avançados?
Postularam alguma teoria nova?
Demonstraram algo?
Nos deram alguma informação que ja não fosse conhecida pela tecnologia atrasada dos terraquios?

Sei não...

Não há prova nenhuma de que existam marcianos, muito menos que sejam mais avançados. O próprio autor do artigo mostra isso apenas como possível. No entanto, no fim repete a diretriz de Kardec, de que entre o que os espíritos diziam e o que a Ciência dizia, ficássemos com a Ciência.

Offline Vitor Moura

  • Nível 22
  • *
  • Mensagens: 824
Re: Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #104 Online: 11 de Junho de 2008, 08:41:35 »
Citar
Vc já deveria me conhecer bem o suficiente para saber que não sigo essa groselhada toda...

Segue sim. Porque mesmo sabendo que essas coisas todas que os espíritos falaram são falsas, ainda acredita que existiam espiritos falando e não era o CX e o Kardec que estavam escrevendo por eles mesmo (o que por ockham seria muito mais plausivel), ainda mais porque eram coisas que eles acreditavam.

01. Eu não acredito em nada, eu concluo.

02. Há médiuns e médiuns. Há médiuns de uma qualidade excepcional, como Piper ou Leonard, e outros que exibem fenômenos puramente anímicos (fabulações do inconsciente) como Helene Smith, ou Chico Xavier na maioria dos casos. Mas... isso não quer dizer que tenham exibido tais fenômenos sempre. A lâmina de Ockham não pode ser usada para preferir a hipótese de fraude, pois tais casos anímicos são bem conhecidos na literatura psíquica também. Mesmo Chico exibiu alguns fenômenos que parecem autênticos. Se não concorda, paciência.

Deixa te dizer, Vitor. Te falei que eu era espirita, vou te dar mais uma informação para sua equação: Eu era espirita com mediunidade avançada.

O que fui vendo com o tempo (tempo demais):

1- Que as coisas que eu ouvia (fisicamente até) não fazia sentido, não eram referenciaveis
2- Que os lugares em que eu estava quando me projetava não podiam ser encontrados. Mesmo quando controlava a minha posição e me movia por mim mesmo, e podia buscar referencias, coisas escritas, conexões entre algumas conversas, informações com pessoas... nada existia fora da experiencia, isto é, não podia ser verificada.
3- Os mediuns (diversos) que convivi não falavam nada que não podia ser dito por algum leitor de mão

Então: Reputei o fenomeno a um bug/comportamento de minha mente, simplesmente.
Reforçado pelas inconsistencias da crença, incluindo a base Kardecista, abandonei o espiritismo, os fenomenos se reduziram praticamente a zero (segundo os espiritas os espiritos me abandonaram porque eu não dava mais bola para eles, segundo EU mesmo, quando parei de acreditar todo o meu viés interpretativo caiu por terra e o fenomeno fisico que eu tinha passou a ser interpretado de outra maneira)

De quebra, ganhei a cura para a gagueira, porque ela era alimentada pela merda espirita de carma, pagando pecados etc..

Outro exemplo: Fizemos, minha esposa e eu, diversas tentativas de ter filhos (tinhamos problemas com aborto, etc..). Já não era espirita, quando ela ficou grávida, tive um sentimento inequívoco que ela estava nesta condição. Reputei isso a alguma coisa de espirito, energias? De modo algum, porque havia outras explicações mais plausíveis para um cético (ela estava fazendo tratamento (era de se esperar o filho), meu desejo de ter o filho era bem forte, se depois ela não estivesse grávida eu provavelmente iria esquecer do ocorrido (estatísticas dos grandes numeros)

Então eu reputo realmente a crença como, além de prejudicial, algo que destroi nossa capacidade de interpretação. Acreditou em uma religião, vc vai ganhar a comunidade etc.., que muitas vezes é saudável para a pessoa, MAS vai ter sua capacidade crítica avariada.

Dentro deste mesmo conceito, não consigo sequer imaginar que um PABX possa ser influenciado pela energia (imensuravel e indetectavel) de uma pessoa. Vou reputar de uma maneira clara ao viés interpretativo dos crentes (que a maioria é) que estavam la.

POR ISSO, que prefiro postar com pessoas que não são crentes sobre esse assunto, como parece ser o caso do Tupac. Por que não teremos a merda da dissonancia cognitiva entre nós e partimos mais ou menos do mesmo ponto. E como disse, considero o assunto importante, e poderei ver melhor as evidencias se não tiver que rebater coisas que considero absurdas. Veja, os seus posts sobre o caso Piper me parecem todo um grande absurdo, as questoes dos construtos, detecção das informações dos mortos a partir dos vivos da sala, etc.., e para vc faz todo o sentido.

Então, Vitor, por isso que não quero mais postar contigo mas sim com pessoas que não acreditam.  Porque quem acredita, acredita mesmo, e nesse sentido a parapsicologia vai virar a apologética do espiritismo. Por favor, não me cite nem me conteste.

01. Se quer debater com quem não acredita, não há motivo para não debater comigo. Eu não acredito em nada, apenas concluo.

02. Sua vida pessoal não me interessa nem um pouco.

03. Na medida em que vc me cita, eu tenho direito de resposta -  e vou usá-lo, pode ter certeza disso.

04. O próprio artigo cético mostra que é melhor ser "crente" em alguma teoria esdrúxula do que um cético que mata a Ciência.

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #105 Online: 11 de Junho de 2008, 10:30:29 »
Ok, então está fechado, civilizadamente. Também não te citarei.
« Última modificação: 11 de Junho de 2008, 10:32:36 por Agnostico »
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Tupac

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.902
Re: Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #106 Online: 11 de Junho de 2008, 14:30:22 »
Citar
O próprio artigo cético mostra que é melhor ser "crente" em alguma teoria esdrúxula do que um cético que mata a Ciência.

Partindo desse pressuposto, devemos então crer na "teoria" esdruxúla do Criacionismo, na "teoria" esdruxúla do Hinduísmo, devemos até crer na hipotese do Deus Bumba ser a grande verdade. Ó deus bumba, vomite sua sabedoria sobre nós... epa, mas isso ta parecendo miojo kkk.

Teorias necessitam de evidências, e "afirmações extraordinarias exigem evidencias extraordinarias". Wegener não postulou sua teoria de forma contundente o suficiente e além disso fez previsões erradas, mas quando novos fatos surgiram eles tiveram que repensar chegando assim ao patamar atual, ela demorou pra ser aceita, mas foi, não vejo onde existiu o ato prejudicial que você diz. é assim que funciona, se existem fatos que corroborem mais a teoria A em detrimento da teoria B, então esta será a escolhida, quando a segunda puder explicar mais fatos do que a primeira, esta então passa ser o consenso. besteira sua chama-los de crentes, eles apenas eram ceticos quanto a explicação ortodoxa e resolveram reanalisar os fatos.
« Última modificação: 11 de Junho de 2008, 14:33:24 por Tupac »
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida."
 - Carl Sagan

"O que é afirmado sem argumentos, pode ser descartado sem argumentos." - Navalha de Hitchens

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.121
Re: Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #107 Online: 11 de Junho de 2008, 15:57:26 »
O que estamos discutindo é a existência do fenômeno de “obtenção de informações por meios anômalos” primeiro, através da “técnica” da psicografia e agora, através de relatos de “recordação”    espontânea de fatos, situações e acontecimentos vinculadas a locais e/ou tempos no passado como se fossem vivências pessoais verdadeiras.

A psicografia é uma “técnica” que usa o efeito ideomotor para expor o inconsciente em trabalhos que envolvem a criatividade, e pode ser utilizada por qualquer pessoa. A psicografia já foi utilizado por escritores ou, na sua versão artística – a psicopictografia, por pintores, conquistando lugar especial dentre os surrealistas. A técnica em si, nada tem de paranormal, e não faz sentido posicionar a psicografia como um fenômeno espírita. O espiritismo apenas adotou a técnica da psicografia como “ferramenta” de comunicação com “espíritos”. Mesmo assim existem casos de manifestação de “espíritos” de pessoas vivas. Comprovar o mundo espiritual através da psicografia seria o mesmo que comprovar a existência física do pato Donald através do aparelho de televisão.

Da mesma forma, resolveram chamar “relatos de  recordação espontânea de fatos, situações e acontecimentos vinculadas a locais e/ou tempos no passado como se fossem vivências pessoais verdadeiras” de evidências da reencarnação do espírito, e pior ainda, reduzir a explicação do “fenômeno” à própria teoria da reencarnação.

Também não devemos nos esquecer que “existem” fenômenos paranormais relatados que podem competir entre si para gerar  “obtenção de informações por meios anômalos”. Por exemplo, pessoas dizem ler “fatos, situações e acontecimentos vinculadas a locais e/ou tempos no passado” ao tocar em objetos, pessoas ou visitar imóveis ou ambientes, etc. Uma pessoa tocando um livro seria capaz de dizer em detalhes informações sobre a vida do seu dono, hábitos, sentimentos e até de doenças. Uma criança, de 4 a 10 anos, com essa “capacidade” não poderia atribuir a si essas informações como se fossem “vivências pessoais verdadeiras”? Por que então atribuí-las a lembranças de vidas passadas?

Da mesma forma, por que atribuir a espíritos o que poderia ser uma manifestação legítima da criatividade subconsciente ou a manifestação de um mecanismo ainda desconhecido, que um dia poderá ser naturalmente explicado, de obter informações impossíveis de se captar pelos cinco sentidos? Antes das câmeras de infravermelho ou do radar a “visão” de algumas espécies animais estava bem próxima de uma capacidade paranormal.

É possível discutir o assunto sem a preocupação de tentar provar a psicografia ou a reencarnação como evidências da manifestação de espíritos? É possível tratar o fenômeno sem se envolver com as armadilhas do wishfull thinking? Discutir como se não existisse a Doutrina Espírita, ou outras idéias pré-concebidas? Será que um crente seria capaz de se abster de sua fé e adotar temporariamente uma postura cética?
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Vitor Moura

  • Nível 22
  • *
  • Mensagens: 824
Re: Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #108 Online: 11 de Junho de 2008, 18:45:46 »
Citar
O próprio artigo cético mostra que é melhor ser "crente" em alguma teoria esdrúxula do que um cético que mata a Ciência.

Partindo desse pressuposto, devemos então crer na "teoria" esdruxúla do Criacionismo, na "teoria" esdruxúla do Hinduísmo, devemos até crer na hipotese do Deus Bumba ser a grande verdade. Ó deus bumba, vomite sua sabedoria sobre nós... epa, mas isso ta parecendo miojo kkk.

Ninguém aqui falou em "crer" em tais teorias. O autor do artigo é bem explícito quanto ao método que deve ser usado para separar as teorias esdrúxulas que devem ser ouvidas das que não devem.

Então a pergunta para o jovem cientista é esta: como sei que anomalias perseguir e a qual permanecer cético? Foi dito que alguns cientistas desenvolvem um nariz para anomalias autênticas. Se você não tem a sorte destes poucos, você também pode usar o método de tentativa-e-erro para eliminar anomalias falsas, mas isto exige tempo. Uma melhor opção é adotar a seguinte regra geral: se uma anomalia existe por décadas, sobreviveu a muitas tentativas em falseamento experimental, e é considerada como uma anomalia pela única razão que você não pode pensar em um mecanismo que não se encaixa no “grande quadro” da ciência, então vá atrás dela, pois pode levar a uma mina de ouro

Reencarnação, telepatia, comunicação de espíritos, todas estas teorias resistem como anomalias que resistem ao tempo, sobrevivendo a tentativas de falseamento.

Teorias necessitam de evidências, e "afirmações extraordinarias exigem evidencias extraordinarias".

E ele apresentou.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Alfred_Wegener

Uma teoria destas, para ser aceite, necessitaria de uma grande quantidade de provas que a suportassem. Wegener descobriu então que grandes estruturas geológicas em diferentes continentes pareciam ter ligação. Por exemplo, os Apalaches na América do Norte ligavam-se à terras altas Escocesas e os estratos rochosos existentes na África do Sul eram idênticos àqueles encontrados em Santa Catarina no Brasil. O meteorologista constatou também que fósseis muitas vezes encontrados em certos locais indicavam um clima muito diferente do clima dos dias de hoje. Por exemplo, fósseis de plantas tropicais encontravam-se na ilha de Spitsbergen no Ártico. Todos estes factos suportavam a teoria de Alfred Wegener da deriva continental Em 1915 a primeira edição de A Origem dos Continentes e Oceanos , onde Wegener explicava a sua teoria, foi publicada, sendo procedida de outras edições em 1920, 1922 e 1929. Wegener afirmava que há cerca de 300 milhões de anos os continentes formavam uma única massa, Pangéia (do grego "toda a Terra"). A Pangéia fragmentou-se e os seus fragmentos andaram "à deriva" desde então. Wegener não foi o primeiro a sugerir que os continentes estiveram em tempos ligados, mas foi o primeiro a apresentar provas extensas de vários campos de estudo.

Wegener não postulou sua teoria de forma contundente o suficiente

Esse é o problema: para os céticos, nunca é contundente o suficiente. Mas sendo assim, como novas teorias são adotadas? Max Planck respondeu a essa pergunta muito bem: uma nova verdade científica não triunfa convencendo seus oponentes e fazendo com que vejam a luz, mas porque seus oponentes finalmente morrem e uma nova geração cresce familiarizada com ela.

e além disso fez previsões erradas, mas quando novos fatos surgiram eles tiveram que repensar chegando assim ao patamar atual, ela demorou pra ser aceita, mas foi,

Infelizmente quando isso aconteceu ele já estava morto e enterrado e não pôde receber o pedido de desculpas dos céticos.

não vejo onde existiu o ato prejudicial que você diz.

O atraso na ciência já é prejudicioal o suficiente. A pancadaria cética pode levar ao desestímulo de outros cientistas em replicar a pesquisa, gerando atraso na aceitação. Se os céticos em vez da vontade de tacar pedra tivessem uma verdadeira vontade em fazer ciência, tirariam a bunda da cadeira e iriam a campo fazer pesquisa sem recorrer a distorções, fraudes etc. Há casos em que o prejuízo cético é ainda mais notável, gerando a morte de milhares de pessoas. Quer ver?

http://br.geocities.com/existem_espiritos/ceticismo_impede_progresso

é assim que funciona, se existem fatos que corroborem mais a teoria A em detrimento da teoria B, então esta será a escolhida, quando a segunda puder explicar mais fatos do que a primeira, esta então passa ser o consenso.[/

Fatos não faltavam na teoria de Weneger. Mas faltavam na teoria dos céticos criada em resposta à teoria dele.

besteira sua chama-los de crentes, eles apenas eram ceticos quanto a explicação ortodoxa e resolveram reanalisar os fatos.

Então os que são adeptos da sobrevivência são apenas céticos da teoria materialista e resolveram reanalisar os fatos. Ótimo! Somos todos irmãos no ceticismo! :)
« Última modificação: 12 de Junho de 2008, 00:58:12 por Vitor Moura »

Offline citizendium

  • Nível 07
  • *
  • Mensagens: 71
  • Sexo: Masculino
Re: Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #109 Online: 07 de Abril de 2012, 18:01:55 »
Citar
O próprio artigo cético mostra que é melhor ser "crente" em alguma teoria esdrúxula do que um cético que mata a Ciência.

Partindo desse pressuposto, devemos então crer na "teoria" esdruxúla do Criacionismo, na "teoria" esdruxúla do Hinduísmo, devemos até crer na hipotese do Deus Bumba ser a grande verdade. Ó deus bumba, vomite sua sabedoria sobre nós... epa, mas isso ta parecendo miojo kkk.

Ninguém aqui falou em "crer" em tais teorias. O autor do artigo é bem explícito quanto ao método que deve ser usado para separar as teorias esdrúxulas que devem ser ouvidas das que não devem.

Então a pergunta para o jovem cientista é esta: como sei que anomalias perseguir e a qual permanecer cético? Foi dito que alguns cientistas desenvolvem um nariz para anomalias autênticas. Se você não tem a sorte destes poucos, você também pode usar o método de tentativa-e-erro para eliminar anomalias falsas, mas isto exige tempo. Uma melhor opção é adotar a seguinte regra geral: se uma anomalia existe por décadas, sobreviveu a muitas tentativas em falseamento experimental, e é considerada como uma anomalia pela única razão que você não pode pensar em um mecanismo que não se encaixa no “grande quadro” da ciência, então vá atrás dela, pois pode levar a uma mina de ouro

Reencarnação, telepatia, comunicação de espíritos, todas estas teorias resistem como anomalias que resistem ao tempo, sobrevivendo a tentativas de falseamento.

Teorias necessitam de evidências, e "afirmações extraordinarias exigem evidencias extraordinarias".

E ele apresentou.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Alfred_Wegener

Uma teoria destas, para ser aceite, necessitaria de uma grande quantidade de provas que a suportassem. Wegener descobriu então que grandes estruturas geológicas em diferentes continentes pareciam ter ligação. Por exemplo, os Apalaches na América do Norte ligavam-se à terras altas Escocesas e os estratos rochosos existentes na África do Sul eram idênticos àqueles encontrados em Santa Catarina no Brasil. O meteorologista constatou também que fósseis muitas vezes encontrados em certos locais indicavam um clima muito diferente do clima dos dias de hoje. Por exemplo, fósseis de plantas tropicais encontravam-se na ilha de Spitsbergen no Ártico. Todos estes factos suportavam a teoria de Alfred Wegener da deriva continental Em 1915 a primeira edição de A Origem dos Continentes e Oceanos , onde Wegener explicava a sua teoria, foi publicada, sendo procedida de outras edições em 1920, 1922 e 1929. Wegener afirmava que há cerca de 300 milhões de anos os continentes formavam uma única massa, Pangéia (do grego "toda a Terra"). A Pangéia fragmentou-se e os seus fragmentos andaram "à deriva" desde então. Wegener não foi o primeiro a sugerir que os continentes estiveram em tempos ligados, mas foi o primeiro a apresentar provas extensas de vários campos de estudo.

Wegener não postulou sua teoria de forma contundente o suficiente

Esse é o problema: para os céticos, nunca é contundente o suficiente. Mas sendo assim, como novas teorias são adotadas? Max Planck respondeu a essa pergunta muito bem: uma nova verdade científica não triunfa convencendo seus oponentes e fazendo com que vejam a luz, mas porque seus oponentes finalmente morrem e uma nova geração cresce familiarizada com ela.

e além disso fez previsões erradas, mas quando novos fatos surgiram eles tiveram que repensar chegando assim ao patamar atual, ela demorou pra ser aceita, mas foi,

Infelizmente quando isso aconteceu ele já estava morto e enterrado e não pôde receber o pedido de desculpas dos céticos.

não vejo onde existiu o ato prejudicial que você diz.

O atraso na ciência já é prejudicioal o suficiente. A pancadaria cética pode levar ao desestímulo de outros cientistas em replicar a pesquisa, gerando atraso na aceitação. Se os céticos em vez da vontade de tacar pedra tivessem uma verdadeira vontade em fazer ciência, tirariam a bunda da cadeira e iriam a campo fazer pesquisa sem recorrer a distorções, fraudes etc. Há casos em que o prejuízo cético é ainda mais notável, gerando a morte de milhares de pessoas. Quer ver?

http://br.geocities.com/existem_espiritos/ceticismo_impede_progresso

é assim que funciona, se existem fatos que corroborem mais a teoria A em detrimento da teoria B, então esta será a escolhida, quando a segunda puder explicar mais fatos do que a primeira, esta então passa ser o consenso.[/

Fatos não faltavam na teoria de Weneger. Mas faltavam na teoria dos céticos criada em resposta à teoria dele.

besteira sua chama-los de crentes, eles apenas eram ceticos quanto a explicação ortodoxa e resolveram reanalisar os fatos.

Então os que são adeptos da sobrevivência são apenas céticos da teoria materialista e resolveram reanalisar os fatos. Ótimo! Somos todos irmãos no ceticismo! :)

 :ok:
“Um pouco de ciência nos afasta de Deus. Muito, nos aproxima.” Louis Pasteur

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.186
  • Sexo: Masculino
Re:Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #110 Online: 07 de Abril de 2012, 19:46:14 »
[...]
Ninguém aqui falou em "crer" em tais teorias. O autor do artigo é bem explícito quanto ao método que deve ser usado para separar as teorias esdrúxulas que devem ser ouvidas das que não devem.
Reencarnação, telepatia, comunicação de espíritos, todas estas teorias resistem como anomalias que resistem ao tempo, sobrevivendo a tentativas de falseamento.
[...]
Fatos não faltavam na teoria de Weneger. Mas faltavam na teoria dos céticos criada em resposta à teoria dele.
[...]

Errado.

A teoria Geotectônica vigente explicava satisfatoriamente (para a época) a maioria das principais feições geológicas conhecidas então, em especial as grandes cordilheiras de montanhas. E o grande ceticismo em relação à teoria de Wegener, é que este não foi capaz de apresentar um mecanismo de deslocamento dos continentes que fosse eficiente e verificável.

Então a tentativa de traçar uma comparação entre a teoria de Wegener (que ficou esquecida por um tempo) e as polêmicas (e até agora refutadas) hipóteses sobre espíritos e reencarnação é uma falácia (a da falsa analogia).
Foto USGS

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.209
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #111 Online: 20 de Novembro de 2015, 19:35:32 »
[...]
Ninguém aqui falou em "crer" em tais teorias. O autor do artigo é bem explícito quanto ao método que deve ser usado para separar as teorias esdrúxulas que devem ser ouvidas das que não devem.
Reencarnação, telepatia, comunicação de espíritos, todas estas teorias resistem como anomalias que resistem ao tempo, sobrevivendo a tentativas de falseamento.
[...]
Fatos não faltavam na teoria de Weneger. Mas faltavam na teoria dos céticos criada em resposta à teoria dele.
[...]

Errado.

A teoria Geotectônica vigente explicava satisfatoriamente (para a época) a maioria das principais feições geológicas conhecidas então, em especial as grandes cordilheiras de montanhas. E o grande ceticismo em relação à teoria de Wegener, é que este não foi capaz de apresentar um mecanismo de deslocamento dos continentes que fosse eficiente e verificável.

Então a tentativa de traçar uma comparação entre a teoria de Wegener (que ficou esquecida por um tempo) e as polêmicas (e até agora refutadas) hipóteses sobre espíritos e reencarnação é uma falácia (a da falsa analogia).
Essa coisa de América do Sul emendar nas costas da África e outras "emendinhas" não deixa muito claro pra onde vão as terras imersas entre as regiões emersas consideradas.
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.735
  • Sexo: Masculino
Re:Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #112 Online: 21 de Novembro de 2015, 11:46:19 »
Essa coisa de América do Sul emendar nas costas da África e outras "emendinhas" não deixa muito claro pra onde vão as terras imersas entre as regiões emersas consideradas.

Imersas = para baixo.
Emersas = para cima.

Isso responde?
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.209
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #113 Online: 21 de Novembro de 2015, 12:43:47 »
Essa coisa de América do Sul emendar nas costas da África e outras "emendinhas" não deixa muito claro pra onde vão as terras imersas entre as regiões emersas consideradas.

Imersas = para baixo.
Emersas = para cima.

Isso responde?
E por que seria assim? Uma conta mágica com base apenas na molhação? Para baixo onde? Para cima onde? E se algo vai pra baixo, o que substitui o que foi pra baixo? Continua muito "superficial",sem trocadilhos.
« Última modificação: 21 de Novembro de 2015, 12:46:24 por Sergiomgbr »
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.735
  • Sexo: Masculino
Re:Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #114 Online: 21 de Novembro de 2015, 15:53:46 »
Essa coisa de América do Sul emendar nas costas da África e outras "emendinhas" não deixa muito claro pra onde vão as terras imersas entre as regiões emersas consideradas.

Imersas = para baixo.
Emersas = para cima.

Isso responde?
E por que seria assim? Uma conta mágica com base apenas na molhação? Para baixo onde? Para cima onde? E se algo vai pra baixo, o que substitui o que foi pra baixo? Continua muito "superficial",sem trocadilhos.

Para baixo é para o manto. Para cima é para a crosta, criando montanhas. O que substitui o que foi para baixo é solo novo, como o oceano atlântico inteiro.

Mas existe a possibilidade de eu não ter entendido suas dúvidas.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.209
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #115 Online: 21 de Novembro de 2015, 16:30:28 »
Essa coisa de América do Sul emendar nas costas da África e outras "emendinhas" não deixa muito claro pra onde vão as terras imersas entre as regiões emersas consideradas.

Imersas = para baixo.
Emersas = para cima.

Isso responde?
E por que seria assim? Uma conta mágica com base apenas na molhação? Para baixo onde? Para cima onde? E se algo vai pra baixo, o que substitui o que foi pra baixo? Continua muito "superficial",sem trocadilhos.

Para baixo é para o manto. Para cima é para a crosta, criando montanhas. O que substitui o que foi para baixo é solo novo, como o oceano atlântico inteiro.

Mas existe a possibilidade de eu não ter entendido suas dúvidas.
Você compreendeu. Óbvio que entre um litoral e outro, principalmente um que se proponha ser o "encaixe" do outro, como o que se "sugere" com parte oriental da América do Sul  coincidindo fisicamente como um encaixe com a parte ocidental da África e no meio o oceano Atlântico, intuitivamente se imagine que as terras imersas devam ser descontinuadas de alguma forma, mas eu acho simplista até o nível da imponderabilidade(a um nível de algo como a ideia do "ajuste fino" criacionista), que tão somente a parte imersa ceda, com se houvesse uma força oculta preservando o desenho de cada área emersa a ser "encaixada".
Até onde eu sei eu não sei.


Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.209
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #117 Online: 21 de Novembro de 2015, 16:38:11 »
Espera aew, eu devia ter lido toda a yottabítica literatura disponível a respeito???
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.209
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #118 Online: 21 de Novembro de 2015, 16:50:08 »
Essa coisa de América do Sul emendar nas costas da África e outras "emendinhas" não deixa muito claro pra onde vão as terras imersas entre as regiões emersas consideradas.

Imersas = para baixo.
Emersas = para cima.

Isso responde?
E por que seria assim? Uma conta mágica com base apenas na molhação? Para baixo onde? Para cima onde? E se algo vai pra baixo, o que substitui o que foi pra baixo? Continua muito "superficial",sem trocadilhos.

Para baixo é para o manto. Para cima é para a crosta, criando montanhas. O que substitui o que foi para baixo é solo novo, como o oceano atlântico inteiro.

Mas existe a possibilidade de eu não ter entendido suas dúvidas.
Você compreendeu. Óbvio que entre um litoral e outro, principalmente um que se proponha ser o "encaixe" do outro, como o que se "sugere" com parte oriental da América do Sul  coincidindo fisicamente como um encaixe com a parte ocidental da África e no meio o oceano Atlântico, intuitivamente se imagine que as terras imersas devam ser descontinuadas de alguma forma, mas eu acho simplista até o nível da imponderabilidade(a um nível de algo como a ideia do "ajuste fino" criacionista), que tão somente a parte imersa ceda, com se houvesse uma força oculta preservando o desenho de cada área emersa a ser "encaixada".
Algo como pegar uma cartolina e recortá-la nos formatos dos continentes, depois encher uma bacia de água e colocar os pedaços de papel recortados dentro e encaixá-los apenas os deslizando sobre a água, como se entre um pedaço e outro de papel não houvessem "terras imersas" tão sólidas quanto as emersas representadas pelos recortes de papel.
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.013
  • Sexo: Masculino
Re:Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #119 Online: 21 de Novembro de 2015, 17:02:02 »
Acho que o que acontece é algo como que as crostas continentais praticamente literalmente "bóiam" (o quão literalmente puder ser "boiar na pedra/no magma" e não na água), sendo menos densas do que as oceânicas, que afundam. Como espuma versus água, só uma espuma consideravelmente mais "seca". Talvez leite vs nata.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.209
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #120 Online: 21 de Novembro de 2015, 18:00:11 »
É a explicação que há... Pouco "consistente", sem trocadilhos.
« Última modificação: 21 de Novembro de 2015, 18:02:17 por Sergiomgbr »
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.186
  • Sexo: Masculino
Re:Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #121 Online: 22 de Novembro de 2015, 01:08:20 »
É a explicação que há... Pouco "consistente", sem trocadilhos.

Qual é a explicação pouco consistente?
Foto USGS

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.209
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #122 Online: 22 de Novembro de 2015, 01:22:34 »
É a explicação que há... Pouco "consistente", sem trocadilhos.

Qual é a explicação pouco consistente?
Geotecton, toda informação que você precisa já está nos posts anteriores nessa página mesmo.
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.186
  • Sexo: Masculino
Re:Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #123 Online: 22 de Novembro de 2015, 01:57:36 »
Essa coisa de América do Sul emendar nas costas da África e outras "emendinhas" não deixa muito claro pra onde vão as terras imersas entre as regiões emersas consideradas.
Imersas = para baixo.
Emersas = para cima.

Isso responde?
E por que seria assim? Uma conta mágica com base apenas na molhação? Para baixo onde? Para cima onde? E se algo vai pra baixo, o que substitui o que foi pra baixo? Continua muito "superficial",sem trocadilhos.

Essa coisa de América do Sul emendar nas costas da África e outras "emendinhas" não deixa muito claro pra onde vão as terras imersas entre as regiões emersas consideradas.
Imersas = para baixo.
Emersas = para cima.

Isso responde?
E por que seria assim? Uma conta mágica com base apenas na molhação? Para baixo onde? Para cima onde? E se algo vai pra baixo, o que substitui o que foi pra baixo? Continua muito "superficial",sem trocadilhos.
Para baixo é para o manto. Para cima é para a crosta, criando montanhas. O que substitui o que foi para baixo é solo novo, como o oceano atlântico inteiro.

Mas existe a possibilidade de eu não ter entendido suas dúvidas.
Você compreendeu. Óbvio que entre um litoral e outro, principalmente um que se proponha ser o "encaixe" do outro, como o que se "sugere" com parte oriental da América do Sul  coincidindo fisicamente como um encaixe com a parte ocidental da África e no meio o oceano Atlântico, intuitivamente se imagine que as terras imersas devam ser descontinuadas de alguma forma, mas eu acho simplista até o nível da imponderabilidade(a um nível de algo como a ideia do "ajuste fino" criacionista), que tão somente a parte imersa ceda, com se houvesse uma força oculta preservando o desenho de cada área emersa a ser "encaixada".

Simplificadamente, as "terras emersas" são constituídas quase 100% de crosta continental. As exceções são algumas ilhotas nos meio dos oceanos, surgidas quase todas por ação de hot spots trazendo material direto do manto ou por estarem em regiões conhecidas como 'arcos-de-ilha', que constituem parte da crosta oceânica retrabalhada. As 'terras imersas' são constituídas em sua imensa maioria por crosta oceânica.

A crosta oceânica é muito mais nova que a crosta continental. De fato, a porção mais antiga de oceano não chega a 290 milhões de anos, ao passo que as grandes porções de continente mais antigos (conhecidos como 'crátons') tem mais de 3,5 bilhões de anos. E isto ocorre porque quase todo material que subducta (ou seja, mergulha e é reabsorvido no manto) é da crosta oceânica.

Então não entendi onde está a dúvida e ou o problema?
« Última modificação: 22 de Novembro de 2015, 02:00:53 por Geotecton »
Foto USGS

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.209
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Vitor Moura: Psicografia foi comprovado segundo qual fonte?
« Resposta #124 Online: 22 de Novembro de 2015, 11:04:35 »
Essa coisa de América do Sul emendar nas costas da África e outras "emendinhas" não deixa muito claro pra onde vão as terras imersas entre as regiões emersas consideradas.
Imersas = para baixo.
Emersas = para cima.

Isso responde?
E por que seria assim? Uma conta mágica com base apenas na molhação? Para baixo onde? Para cima onde? E se algo vai pra baixo, o que substitui o que foi pra baixo? Continua muito "superficial",sem trocadilhos.

Essa coisa de América do Sul emendar nas costas da África e outras "emendinhas" não deixa muito claro pra onde vão as terras imersas entre as regiões emersas consideradas.
Imersas = para baixo.
Emersas = para cima.

Isso responde?
E por que seria assim? Uma conta mágica com base apenas na molhação? Para baixo onde? Para cima onde? E se algo vai pra baixo, o que substitui o que foi pra baixo? Continua muito "superficial",sem trocadilhos.
Para baixo é para o manto. Para cima é para a crosta, criando montanhas. O que substitui o que foi para baixo é solo novo, como o oceano atlântico inteiro.

Mas existe a possibilidade de eu não ter entendido suas dúvidas.
Você compreendeu. Óbvio que entre um litoral e outro, principalmente um que se proponha ser o "encaixe" do outro, como o que se "sugere" com parte oriental da América do Sul  coincidindo fisicamente como um encaixe com a parte ocidental da África e no meio o oceano Atlântico, intuitivamente se imagine que as terras imersas devam ser descontinuadas de alguma forma, mas eu acho simplista até o nível da imponderabilidade(a um nível de algo como a ideia do "ajuste fino" criacionista), que tão somente a parte imersa ceda, com se houvesse uma força oculta preservando o desenho de cada área emersa a ser "encaixada".

Simplificadamente, as "terras emersas" são constituídas quase 100% de crosta continental. As exceções são algumas ilhotas nos meio dos oceanos, surgidas quase todas por ação de hot spots trazendo material direto do manto ou por estarem em regiões conhecidas como 'arcos-de-ilha', que constituem parte da crosta oceânica retrabalhada. As 'terras imersas' são constituídas em sua imensa maioria por crosta oceânica.

A crosta oceânica é muito mais nova que a crosta continental. De fato, a porção mais antiga de oceano não chega a 290 milhões de anos, ao passo que as grandes porções de continente mais antigos (conhecidos como 'crátons') tem mais de 3,5 bilhões de anos. E isto ocorre porque quase todo material que subducta (ou seja, mergulha e é reabsorvido no manto) é da crosta oceânica.

Então não entendi onde está a dúvida e ou o problema?
Tanto a duvida quanto o "problema"(principalmente), persistem pra quem quer continuar a identificá-los. Eu acho simplista toda esse "embasamento", sem trocadilhos! das crostas continentais em relação às oceânicas.
Até onde eu sei eu não sei.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!