Autor Tópico: A arca de Noé  (Lida 3860 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Herf

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.380
A arca de Noé
« Online: 21 de Junho de 2008, 15:55:26 »
Não sei quem é o autor, encontrei no arquivo do falecido fórum da STR.

A arca de Noé

Para começar, não havia espaço na arca para os grandes dinossauros, e de cara eles foram deixados de fora. Isso explica sua extinção. Depois, pegar um casal de cada bicho de cada canto do mundo foi bem difícil. Naquela época, uma viagem à Austrália, por exemplo, para pegar Cangurus, Kiwis e Coalas, durava meses, as vezes mais de um ano. Ir na Amazônia pegar onças pintadas, jaguatiricas, tamanduás, jacarés, 30 espécies diferentes de macacos, 70000 espécies diferentes de insetos, 60 espécies diferentes de cobras e serpentes, 150 espécies de aves, 120 espécies diferentes de sapos, pererecas, salamandras, largatos e outros pequenos répteis e anfíbios, etc. Exigia uma verdadeira aventura de meses em mata fechada, navegando por afluentes do amazonas. Bem, já que o Pantanal fica por perto, aproveitaram para pegar uns avestruzes, mais espécies de jacarés, mais umas 250 espécies de aves, outras 50000 espécies de insetos e sei lá mais o que.

Sem contar a viagem que era para pegar pinguins e ursos polares, com os perigos de encalhar no gelo do Ártico e da Antártida. Na África a coisa foi também bem difícil, pois um verdadeiro safári teve que ser montado para capturar leões, elefantes, rinocerontes, zebras, gnus, girafas e mais umas 50000 espécies de todos os tipos, entre insetos, mamíferos, répteis, aves, etc.

Se navegar ao redor de todo o mundo, durante anos, além de embrenhar milhares de quilômetros por terra adentro para procurar os espécimes já foi extremamente difícil, isso foi brincadeira comparado à dificuldade de capturá-los. Os bichos não queriam nem saber que haveria um dilúvio e se recusavam terminantemente a colaborar. Como não havia rifles com dardos tranquilizantes na época, a coisa era bem complicada no caso se animais grandes e ferozes, ou muito velozes. Pegar um único Leão foi tão complicado que cogitou-se deixá-los de fora, depois que ele estraçalhou metade dos homens destinados à capturá-lo. Finalmente, o conseguiram com uma rede, até que alguém teve a brilhante idéia de pegar apenas filhotes. Isso facilitava as coisas, mas nem tanto pois as mães os protegiam muito bem, e era preciso muita paciência para pegar os bambinos numa hora em que estivessem longe das zelosas mamães.

Bem, pelo menos economizava espaço, e não precisavam ficar correndo atrás de gazelas que se evaporavam saltitando a 80 km/h. Mas não havia muita facilidade em capturar as 700 mil espécimes diferentes de insetos, algumas só viviam escondidas debaixo da terra, outras no topo de árvores imensas, algumas dentro de troncos, sem contar as que eram muito pequenas e de difícil localização, e outras mais , como todas as espécimes de formigas, abelhas e cupins, só tinham uma única fêmea fértil em toda a colônia, exigindo úma procura árdua e cheia de picadas indesejadas, mais o problema adicional os zangões só apareciam em determinadas épocas do ano.

Também foi complicado achar 1 milhão e 400 mil vidrinhos para armazenar um macho e fêmea de cada, pois muitas vezes, se colocados juntos, eles se devoravam.

Mas mesmo o extraordinariamente complicado problema acima fica insignificante perto da estupenda e colossal tarefa de logística que era acondicionar e alimentar os animais. Além dos 1.400.000 vidros para os insetos, havia necessidade de centenas de milhares de jaulas, cercados, gaiolas, etc para as demais espécies. Mas o pior de tudo: Eles precisavam sera alimentados de algum modo, durante todos os anos nos quais a arca viajaria pelo mundo capturando as espécimes. E alimentar milhões de bichinhos famintos todos os dias, durante anos, não era tarefa simples: Mesmo um filhote de leão consumia mais de 2kg de carne fresca por dia, e portanto só para ele e sua companheiro seriam necessários armazenar no mínimo 8kg de carne por dia, 1456 kg para cada ano que permancessem a bordo, isso sem considerar que sua necessidade de comida aumentaria conforme crescescem: com apenas 1 ano de idade, o leão, já quase adulto, consumiria uns 7 kg de carne por dia. Havendo milhares de outros carnívoros a bordo, isso significava que, numa viagem de apenas 2 ou 3 anos, por exemplo, uma estimativa da ordem de milhares de toneladas de carne fresca precisaria ser armazenada previamente, numa época que não havia geladeira. A carne poderia ser seca e salgada, mas isso seria mais uma carga de trabalho imensa, e trabalho já havia muito!. Alguém sugeriu que trouxessem milhares de cavalos extras vivos e os fossem matando durante a viagem, mas alimentar um monte de cavalos também era problema, se fossem 1000 cavalos, e cada um comendo 10 kg de capim por dia, seriam necessários mais de três mil e quinhentas toneladas de capim num único ano.

Na verdade, havia necessidade de muito mais capim, pois muitos de outros animais também o usavam como alimento. Para piorar, alguns só comiam determinada espécime de capim, relva, folhagem, erva, verdura, legume, fruta etc, sendo preciso armazenar generosas provisões, sempre na casa das toneladas, de uma enorme variedade de espécimes vegetais. Claro, nada disso poderia se estragar durante anos de viagem!! A coisa era tão complexa que alguém sugeriu então plantar na arca pomares com milhares de tipos de plantas, que gerariam frutos, mas isso exigiria um espaço tão grande que surgiu uma discussão sobre o fato de que esse espaço poderia ter sido cedido aos Dinossauros, que assim não seriam extintos.

Bastou alguém lembrar das dificuldades em alimentar Tiranossauros e Brontossauros para todos calarem a boca. De qualquer forma, alguém teria que tratar de todas as plantas, e mesmo assim uma boa provisão teria de ser feita inicialmente, até que estas começassem a frutificar, e a idéia foi abandonada.

Também havia a tarefa de limpar o local onde os animais estavam, e eram toneladas de urina e fezes a serem varridas e jogadas ao mar todos os dias, sem contar o trabalho de limpar individualmente milhares de gaiolas, jaulas, cercados, etc. E isso também era perigoso em casos de animais ferozes.

Aliás, não se sabe quantas pessoas foram destinadas à tarefa de manter os animais alimentados e limpos. Mesmo considerando que o alimento era colocado bem próximo, ou em alguns casos, mesmo dentro da habitáculo em que viviam (no caso de nã perecíveis, por exemplo), mesmo que apenas uns 5% dos animais precisam de atenção díaria, em esquema de rodízio, e considerando que fosse gasto com cada um apenas 10 minutos na alimentação/higiene, já teríamos milhares de horas/homem de trabalho a serem feitas por dia.

Considerando uma jornada de 12 horas diárias (o que significa que cada pessoa podia alimentar 144 animais por dia, se trabalhasse em ritmo frenético), teríamos a necessidade de muitas centenas de pessoas dedicadas só essa tarefa.

Lembrem-se de que, haveria cavalos para matar e esquartejar, distribuir a carne, etc. E isso não resolve o problema dos alimentos perecíveis, que fica inexplicado (seriam secos? conservados em sal ou em mel? Mas e o trabalho para secar e salgar tantos alimentos?)
E diversos outros problemas aconteceram na viagem: Alguns animais adoeciam e morriam, e era preciso voltar e pegar mais um, o que atrasava a viagem toda por conta de uma única espécime. Isso era muito sério, especialmente no caso dos insetos, que morriam à toa, sem contar aqueles cujo ciclo de vida era de apenas alguns dias ou meses.

A coisa ficou especialmente complicada quando morreu um espécime só encontrado no interior da África, quando eles já estavam na austrália. Alguém sugeriu pegar pelo menos 3 de cada espécime e sexo, por garantia; foi prontamente jogado ao mar após um acesso de fúria dos demais, pois isso iria triplicar o trabalho já hercúleo. Noé teve de intervir e após recolher o infeliz das águas, lembrou que Deus havia sido bem claro ao sugerir apenas um casal de cada. Mas havia o problema das perdas. Uns disseram que entregassem o destino dos animais para Deus, se morressem, era por que essa era Sua vontade. Após intensa discussão, assim foi decidido, pois concluiu-se de que seria impossível terminar a viagem se voltassem toda vez que um morresse. Isso explica a enorme quantidade de animais extintos.
E há um enigma de engenharia, nunca explicado, pois a arca mostrou-se estupidamente grande, para abrigar tantos animais e tantas provisões. Lembrando que os animais deviam ser dispostos de maneira ordenada, a fim de garantir correta ventilação e permitir sua alimentação bem como higiene de seus viveiros, uma arca com centenas de milhares de bichos e milhares de toneladas de provisões deveria ser muito maior que um superpetroleiro moderno (que mede mais de 300 metros e chega a pesar 200.000 toneladas, e cuja construção pode demorar mais de 1 ano em um estaleiro moderno).

Não se sabia como construír um navio tão grande, numa época em que os maiores navios eram simples barcaças. A quantidade de madeira seria imensa, o projeto teria de ser muito bem feito para não se desmanchar sob o próprio peso. Noé deveria ser um engenheiro nato, e tinha um séquito de carpinteiros da melhor estirpe. Fora isso, o sistema de propulsão teria que ser muito forte, numa época em que inexistiam motores a vapor ou a explosão. Alguém sugeriu um batalhão de remadores, mas um navio daquele tamanho exigiria tantos remadores quanto a população de uma cidade, e alojar e alimentar adequadamente esse pessoal durante anos no mar exigiria muito mais espaço e muito mais provisões, e consequentemente uma arca muito maior, com a necessidade de mais remadores ainda, etc.
A idéia de usar velas também não era boa, estas teriam de ser estupidamente grandes, com uma área imensa, para conseguir mover algo tão pesado. Não se sabe como poderiam ser manejadas velas tão grandes, montadas em mastros tão pesados. A tarefa de recolher as velas em tempo hábil, diante de uma tempestade, por exemplo (hipótese bem provável numa viagem de anos em mar), seria algo inimaginável.

Bem, a solução adotada deve ter sido tão genial que resolveram não contar pra ninguém.
Claro, há de se considerar que cada animal deveria ser devolvido ao seu habitat original após o dilúvio, o que dobra não só o tempo da viagem mas também duplica a necessidade de provisões e etc etc etc. Portanto, podem multiplicar por 2 a maioria dos cálculos acima.

Outro porém e que, havendo apenas um casal de cada espécie, o cruzamento consangúíneo deve ter sido bem degradante para o código genético da mesma, o que talvez explique o fato dos animais de hoje serem bem mais estúpidos que os de antigamente (vide o fato das serpentes terem perdido sua capacidade de falar).

 :histeria: :histeria:

Offline J Ricardo

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.203
  • Sexo: Masculino
  • trolling mode
Re: A arca de Noé
« Resposta #1 Online: 21 de Junho de 2008, 16:53:00 »
Lembro desse tópico, fiz um comentário nele em "Dom,17 Nov 2002 8:28 pm".

Não foi um tópico (e ainda não é) muito engraçado para os criacionista.

Offline André Luiz

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.656
  • Sexo: Masculino
    • Forum base militar
Re: A arca de Noé
« Resposta #2 Online: 23 de Junho de 2008, 15:42:16 »

 :lol:

Por mais hilario que seja o texto, os criacionistas vao sempre alegar que o poder de deus deu um jeitinho em todos estes problemas apontados

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.520
  • Sexo: Masculino
Re: A arca de Noé
« Resposta #3 Online: 23 de Junho de 2008, 17:56:43 »

 :lol:

Por mais hilario que seja o texto, os criacionistas vao sempre alegar que o poder de deus deu um jeitinho em todos estes problemas apontados

Usei esses mesmos argumentos com um crente, o cara respondeu que os animais foram andando até a arca e na viagem não precisaram comer nada porque Deus  fez com que fosse assim...


Não adianta, conta fanatismo religioso não tem argumento racional que funcione.

Offline Orelix Atlas

  • Nível 02
  • *
  • Mensagens: 24
Re: A arca de Noé
« Resposta #4 Online: 06 de Outubro de 2008, 11:35:44 »
Respondi as principais objeções e dúvidas sobre o dilúvio, no seguinte link:http://criacionismoevidencias.blogspot.com/2008/10/respondendo-sobre-o-dilvio-e-arca-de-no.html

É muito interessante e esclarecedor. Veja, e depois entre em contato...

Obrigado. :)

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.996
  • Sexo: Masculino
Re: A arca de Noé
« Resposta #5 Online: 06 de Outubro de 2008, 19:04:45 »
Respondi as principais objeções e dúvidas sobre o dilúvio, no seguinte link:http://criacionismoevidencias.blogspot.com/2008/10/respondendo-sobre-o-dilvio-e-arca-de-no.html

É muito interessante e esclarecedor. Veja, e depois entre em contato...

Obrigado. :)

Colocar a mesma coisa em vários tópicos (us 4 ou 5, me parece), nesse tipo de padrão, é spam e flood.

Seria melhor criar um tópico só como "Comprovei cientificamente o dilúvio" e reproduzir o seu texto no tópico, ou os trechos mais importantes.

Offline Guardião

  • Nível 19
  • *
  • Mensagens: 582
  • Sexo: Masculino
  • O que não me mata... me torna mais forte...
Re: A arca de Noé
« Resposta #6 Online: 06 de Outubro de 2008, 19:37:36 »
sem contar que spam e flood é contra as regras do tópico

Offline Fabulous

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.425
Re: A arca de Noé
« Resposta #7 Online: 06 de Outubro de 2008, 20:31:41 »
Usei esses mesmos argumentos com um crente, o cara respondeu que os animais foram andando até a arca e na viagem não precisaram comer nada porque Deus  fez com que fosse assim...


Não adianta, conta fanatismo religioso não tem argumento racional que funcione.


Ahhhhhhhhhhhh... me da muita raiva. :bravo:
MSN: fabulous3700@hotmail.com

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.520
  • Sexo: Masculino
Re: A arca de Noé
« Resposta #8 Online: 07 de Outubro de 2008, 07:57:24 »
Usei esses mesmos argumentos com um crente, o cara respondeu que os animais foram andando até a arca e na viagem não precisaram comer nada porque Deus  fez com que fosse assim...


Não adianta, conta fanatismo religioso não tem argumento racional que funcione.


Ahhhhhhhhhhhh... me da muita raiva. :bravo:

Outra parte legal da conversa foi quando eu disse que tem uns lugares com altitude de 3.000 metros ou mais acima do mar e que fisicamente seria impossível a água subir tanto por mais que chova porque a água evapora do oceano e não seria possível encobrir a Terra toda como está na Bíblia já que a quantidade de água disponível é sempre a mesma.

Perguntei se ele tinha alguma idéia da quantidade de água que seria necessária para fazer os todos os oceanos subirem só uns 10 cms...

"Se Deus quiser ele pode fazer aparecer mais água e fazer tudo sumir depois, ele é Deus e criou o Universo!"

Tem hora que não sei mesmo se só estão tirando sarro ou se acreditam na besteira que afirmam.

Offline Fenrir

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 2.088
  • Sexo: Masculino
  • Cave Canem
Re: A arca de Noé
« Resposta #9 Online: 07 de Outubro de 2008, 08:27:05 »
Tentar explicar racionalmente a arca de Noé...

Realmente, ainda há muito o que ser ver nesta vida!


Eu sugeriria o seguinte experimento para a turma cética:

Colocar ou inventar (mais) uma história estapafúrdia na bíblia, relacionada com criacionismo e da-la a um crente literal não muito perspicaz (pleonasmo) e inclinado a explicar "racionalmente" estas coisas ultramega nonsense.

Esperamos e vemos o que sai da cartola.

Depois Mostramos a fraude à cobaia involuntária

E Esperamos de novo o que virá daí.

Tipo assim inspirado no caso "Great Carlos" do James Randi.

Já tentaram isto alguma vez?
"Heaven and Earth are not benevolent; They treat the myriad of creatures as straw dogs"
― Laozi

"No testimony is sufficient to establish a miracle, unless the testimony be of such a kind, that its falsehood would be more miraculous, than the fact, which it endeavors to establish"
― David Hume

“Never argue with an idiot. They will drag you down to their level and beat you with experience.”
― Mark Twain

Offline uiliníli

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 18.107
  • Sexo: Masculino
Re: A arca de Noé
« Resposta #10 Online: 07 de Outubro de 2008, 11:54:11 »
Usei esses mesmos argumentos com um crente, o cara respondeu que os animais foram andando até a arca e na viagem não precisaram comer nada porque Deus  fez com que fosse assim...

Fico imaginando uma capivara cruzando o Atlântico a nado para chegar até a arca, lá no Oriente Médio, e depois do dilúvio fazendo a viagem de volta... No seu ponto mais estreito, entre o Brasil e Serra Leoa, o Atlântico tem 3000 km. Não sei qual é a velocidade com que uma capivara nada, mas se ela for tão rápida quanto o recordista mundial dos 50m nado livre humano, Eamon Sulivan (e puder manter a sua velocidade por todo o percurso, sem parar nem para dormir) ela nadará 50 metros em cerca de 20 segundos, ou 150 metros por minuto. Seriam 20 000 minutos de viagem, ou cerca de quinze dias. Ida e volta, ela terá passado um mês nadando. Por que Deus não deixou a coitadinha ficar paradinha boiando mesmo, em vez de fazê-la nadar 6000 km?

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.520
  • Sexo: Masculino
Re: A arca de Noé
« Resposta #11 Online: 07 de Outubro de 2008, 12:08:28 »
Eles sempre tem uma resposta pronta para esses casos:

"Quem somos nós para entender os motivos de Deus?" :lol:

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.996
  • Sexo: Masculino
Re: A arca de Noé
« Resposta #12 Online: 07 de Outubro de 2008, 13:10:31 »
Usei esses mesmos argumentos com um crente, o cara respondeu que os animais foram andando até a arca e na viagem não precisaram comer nada porque Deus  fez com que fosse assim...

Fico imaginando uma capivara cruzando o Atlântico a nado para chegar até a arca, lá no Oriente Médio, e depois do dilúvio fazendo a viagem de volta... No seu ponto mais estreito, entre o Brasil e Serra Leoa, o Atlântico tem 3000 km. Não sei qual é a velocidade com que uma capivara nada, mas se ela for tão rápida quanto o recordista mundial dos 50m nado livre humano, Eamon Sulivan (e puder manter a sua velocidade por todo o percurso, sem parar nem para dormir) ela nadará 50 metros em cerca de 20 segundos, ou 150 metros por minuto. Seriam 20 000 minutos de viagem, ou cerca de quinze dias. Ida e volta, ela terá passado um mês nadando. Por que Deus não deixou a coitadinha ficar paradinha boiando mesmo, em vez de fazê-la nadar 6000 km?

Ora, para os tubarões não comerem todas.

Alguns fundamentalistas "científicos" dizem que antes do dilúvio, a organização dos continentes era a Pangéia.

Outras opções mais viáveis de qualquer forma, seriam:

 - em vez de matar por afogamento cada homem, mulher, idoso e criança do mundo (que seriam bilhões segundo alguns criacionistas), poderia simplesmente fazê-los cairem mortos e se desintegrarem de modo mágico. Com menos requintes de crueldade.

 - matar todos animais terrestres na enchente também, e depois mandar à terra que os fizesse de novo, como na primeira criação. Assim Noé e os outros só precisariam construir uma arca menor, levar comida, e talvez não fossem vítimas de chacota pela escória a ser eiliminada.

 - teletransportar animais diversos para uma fazenda de Noé, que ficasse protegida dentro de um tipo de campo de força, meio como lance de "abrir o mar". Com tubarões vigiando o perímetro para nenhum espertinho que tentar não morrer afogado se safar.

 - todos animais terrestres e pessoas a serem salvas poderiam ficar temporariamente vivendo dentro de algumas baleias.

Etc. Preferencialmente algum esquema mais milagroso, que não pudesse ser interpretado como uma grande enchente natural, local, exagerada por um povo primitivo, já que teria que fazer algo milaagroso para sumir com toda a água que falta, de qualquer jeito.

Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re: A arca de Noé
« Resposta #13 Online: 07 de Outubro de 2008, 13:17:51 »
Putz... Se eu tivesse tempo e habilidade de escritor eu ia criar uma estoria baseada nessas ideias e pedir pros criacionistas refutarem!!!
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

Offline Fenrir

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 2.088
  • Sexo: Masculino
  • Cave Canem
Re: A arca de Noé
« Resposta #14 Online: 07 de Outubro de 2008, 13:34:53 »

[...]

Alguns fundamentalistas "científicos" dizem que antes do dilúvio, a organização dos continentes era a Pangéia.

[...]


Aha! E é só um mero detalhe a deriva continental se dar numa velocidade no minimo umas 10.000 vezes menor...

A "logica" deles é mais ou menos esta:

Esta na bíblia e vai contra a ciência? pior para a ciencia.
Vai contra a logica? pior para a logica.
Vai contra o senso comum? pior para o senso comum.
É moralmente repreensível? justifique usando o contexto da epoca.
Esta visivelmente incorreto? apele para alguma hermeneutica.

Contra este tipo de coisa não há argumentação racional que chegue!

Se o fundamentalista é inofensivo
apenas podemos sentir pena, muita pena.

Se o fundamentalista é perigoso
devemos usar contra ele algo que evidentemente ele não dispõe: inteligencia.
No fim ela sempre vence não importa quantos porretes os fundamentalistas tragam em suas mãos.
"Heaven and Earth are not benevolent; They treat the myriad of creatures as straw dogs"
― Laozi

"No testimony is sufficient to establish a miracle, unless the testimony be of such a kind, that its falsehood would be more miraculous, than the fact, which it endeavors to establish"
― David Hume

“Never argue with an idiot. They will drag you down to their level and beat you with experience.”
― Mark Twain

Offline uiliníli

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 18.107
  • Sexo: Masculino
Re: A arca de Noé
« Resposta #15 Online: 07 de Outubro de 2008, 15:34:22 »
Putz... Se eu tivesse tempo e habilidade de escritor eu ia criar uma estoria baseada nessas ideias e pedir pros criacionistas refutarem!!!

O problema é só tempo então, pois quem escreveu o Gênesis certamente também não tinha o menor talento.

Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re: A arca de Noé
« Resposta #16 Online: 07 de Outubro de 2008, 15:37:13 »
   
Putz... Se eu tivesse tempo e habilidade de escritor eu ia criar uma estoria baseada nessas ideias e pedir pros criacionistas refutarem!!!

O problema é só tempo então, pois quem escreveu o Gênesis certamente também não tinha o menor talento.
:histeria:    :ok:
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

Offline Eremita

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.833
  • Sexo: Masculino
  • Ecce.
Re: A arca de Noé
« Resposta #17 Online: 14 de Outubro de 2008, 02:34:15 »
Noé contando os besouros:

"Um casal de besouros...
Dois...
Três...
100623...
100624...
100625..."

Daí chega o elefante, dá uma bundada sem querer no Noé, que responde:
"Seu filho de uma quadrúpede! Narigudo dos infernos! Agora vou ter que começar de novo!!!"
Latebra optima insania est.

Offline Churrumino

  • Nível 08
  • *
  • Mensagens: 83
  • Sexo: Masculino
Re: A arca de Noé
« Resposta #18 Online: 17 de Outubro de 2008, 10:20:18 »

Outro porém e que, havendo apenas um casal de cada espécie, o cruzamento consangúíneo deve ter sido bem degradante para o código genético da mesma, o que talvez explique o fato dos animais de hoje serem bem mais estúpidos que os de antigamente (vide o fato das serpentes terem perdido sua capacidade de falar).



 :histeria: :histeria:
 :histeria: :histeria:
 :histeria: :histeria:
 :histeria: :histeria:
 :histeria: :histeria:
 :histeria: :histeria:
 :histeria: :histeria:

Offline Alessandro

  • Nível 04
  • *
  • Mensagens: 42
  • Sexo: Masculino
Re: A arca de Noé
« Resposta #19 Online: 23 de Agosto de 2010, 23:33:49 »
 :histeria: :histeria:Essa tal de arca era realmente uma furada total!!!!
"Dêem-me uma alavanca e um ponto de apoio e eu moverei o mundo". ...

Arquimedes

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.186
  • Sexo: Masculino
Re: A arca de Noé
« Resposta #20 Online: 24 de Agosto de 2010, 00:08:58 »
Respondi as principais objeções e dúvidas sobre o dilúvio, no seguinte link:http://criacionismoevidencias.blogspot.com/2008/10/respondendo-sobre-o-dilvio-e-arca-de-no.html

É muito interessante e esclarecedor. Veja, e depois entre em contato...

Obrigado. :)

É a mesma sequencia de sandices travestidas de (pseudo)ciência, acrescidas de algumas "pérolas", como esta:

Citação de: E o Criacionismo Responde...
Antes do dilúvio, os oceanos não eram tão fundos, e consequentemente, eram mais rasos. Uma grande parte das águas dos oceanos atuais estavam nas fontes subterrâneas. Por que a maior parte das águas veio do subterrâneo?

Para se ter uma idéia dos "especialistas" consultados pelo forista Orelix Atlas, vejam esta citação:

Citação de: E o Criacionismo Responde...
— Fontes:
* Parte deste estudo, são de autoria do amigo Criacionista Rafael Pavani, que explicou muito bem algumas questões sobre o dilúvio em:
www.evo.bio.br/layout/Rafael1.html
www.evo.bio.br/layout/Rafael3.html
www.evo.bio.br/layout/Rafael5.html


Para quem não conhece o senhor Rafael Pavani, basta consultar este tópico do fCC, em que toda a parte da "explicação geológica do dilúvio" é refutada.

Seria ótimo se o forista Orelix Atlas voltasse e fizesse um colóquio sobre o tema.


« Última modificação: 24 de Agosto de 2010, 00:23:05 por Geotecton »
Foto USGS

Offline André Luiz

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.656
  • Sexo: Masculino
    • Forum base militar
Re: A arca de Noé
« Resposta #21 Online: 24 de Agosto de 2010, 10:32:59 »
Sera que eles nao sabem que este mito sobre diluvio é uma copia meia boca do original sumerio?

Mas acho que até sei o argumento que vao usar

- Se este mito esta em quase todas as culturas é porque realmente aconteceu, mas os outros povos o interpretam de forma errada

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!