Autor Tópico: Tópico para notícias bizarras  (Lida 487686 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.242
  • Sexo: Masculino
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6925 Online: 13 de Agosto de 2017, 12:42:06 »
Acho que está correto mesmo, o tele-estupro:

Citar
Estupro

Art. 213.  Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso:


Achava que essa parte de "ato libidinoso" diverso de penetração fosse algo como atentado violento ao pudor ou algo assim.






Sim, a pessoa tem sua intimidade invadida, e é ameaçada de ter ela exposta na internet se não continuar mandando mais fotos e vídeos íntimos para o extorquidor.

Isso também é terrível, e emocionalmente doloroso, mas eu intencionava sugerir o significado de "torsão sexual", fisicamente dolorosa.
Neste caso "sextorsão" é uma junção de "sexo" + "extorsão".

Sim, deve ser é mais algo informal, meio como sexploitation e blaxploitation.

Será que também tem blaxtortion? :hein:

Offline Skeptikós

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 4.083
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6926 Online: 13 de Agosto de 2017, 12:48:39 »
Não sei, hehe. Mas eu concordo que o texto da lei pode se aplicar a este episódio, mas que fica estranho chamar isso de estupro virtual, fica.
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar


Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.821
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6928 Online: 22 de Agosto de 2017, 08:39:49 »
Citar
Preso por abuso sexual, padre diz ter ‘dom’ para reconstituir virgindade

Ele confessou cinco casos, mas número de vítimas é ‘inquantificável’, segundo MP

Um padre preso no interior de Goiás por supostos abuso sexual e compartilhamento de pornografia infantil confessou, em depoimento ao Ministério Público (MP), a prática em pelo menos cinco casos e atribuiu os atos a um "dom" para "santificar" partes do corpo feminino como rosto, seios, nádegas e vagina. Segundo o relato do acusado, que atuava em Caiapônia, a 335 quilômetros de Goiânia, o "dom" incluía a possibilidade de reconstituição da virgindade a partir do toque na vagina das vítimas.
[...]
Primeiro, no depoimento, o padre reconheceu ter trocado mensagens com vítimas via Whatsapp. "Antes de tudo, o depoente gostaria de expor que tem um 'dom'", cita a transcrição do depoimento. "Em oração, teve uma inspiração. Em unção percebeu que rosto, seio, nádegas e vagina, tudo faz parte de um mesmo corpo e que é possível a santificação destas áreas específicas do corpo tanto pela oração, quanto pelo toque", continua.

O toque com as mãos deve ocorrer "dependendo da gravidade física ou espiritual da dor que assola a pessoa", segundo Iran. Há três anos, conforme o depoimento, o padre identificou que poderia exercer seu "dom particular" por meio do Whatsapp. "Recebia diversos pedidos de intervenção de outras cidades, e decidiu intervir pelo Whatsapp. Quando o pecado dizia respeito a uma relação extraconjugal ou pecado de carne o depoente, por vezes, pedia para ver partes do corpo desnudas, inclusive a vagina aberta porque, assim, poderia dar a benção e a santificação através de uma oração", registra o termo de declaração ao MP.

O padre não soube dizer em quantas mulheres e adolescentes ele tocou a vagina: "Já interveio por muita gente e não sabe dizer o número." Essas pessoas tinham "problema de carne", conforme o religioso, e uma das vítimas precisou ser tocada porque "isso decorre da eucaristia". "A eucaristia é um mistério pois o pão e o vinho, com a imposição das mãos e a oração, se transformam em corpo e sangue de Cristo. Que por isto o depoente crê que as mãos têm o poder de transmitir a graça pela unção."
[...]
No caso de outra vítima, Iran estabeleceu a necessidade de três encontros para se restabelecer a virgindade, na própria paróquia da igreja na cidade, conforme o depoimento. "O depoente tocava na vagina pela parte externa fazendo o sinal da cruz." Ele negou ter introduzido o pênis na vítima.

O MP suspeita da atuação de um grupo de oração no abuso sexual a vítimas, e questionou Iran sobre a suposta atuação do grupo. "Este grupo reconhece o dom da santificação pelo toque", disse. No caso de pornografia infantil, o padre reconheceu ter recebido fotos de uma criança de 11 anos nua, "enviadas pela própria mãe da criança". A menina estava com "fluxo menstrual muito forte e desregulado", e partiu do padre o pedido das fotos, conforme o depoimento.
[...]
Advogado do padre, Leonardo Couto Vilela nega que houve abuso sexual. Ele atribui a "fé" o que ocorria na paróquia:

– Os toques não tinham qualquer intenção, não havia qualquer lascívia. A mão ficava espalmada. O padre era a ponte entre a pessoa e Deus, a motivação era religiosa. Ele era um intermediador. Havia inclusive consentimento dos pais.
https://oglobo.globo.com/sociedade/preso-por-abuso-sexual-padre-diz-ter-dom-para-reconstituir-virgindade-21729487#ixzz4qToB4Qdp

Offline Skeptikós

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 4.083
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6929 Online: 23 de Agosto de 2017, 09:18:17 »
Falam isso como se ela tivesse cometido um crime:

Se bem que me parece que os ativistas destes movimentos desejam mesmo tornar isso um crime.
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.726
  • Sexo: Masculino
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6930 Online: 23 de Agosto de 2017, 09:27:15 »
Falam isso como se ela tivesse cometido um crime:

Se bem que me parece que os ativistas destes movimentos desejam mesmo tornar isso um crime.

Isso parece coisa de jovem. Eles aprendem alguns rótulos, e como bons seres humanos que são, saem etiquetando tudo. Canso de ver nerd nas redes que sigo apontando o dedo e gritando "white washing" para tudo o que sai no cinema. Eles não entendem a sutileza de usar atores conhecidos no ocidente para facilitar a aceitação do filme.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.821
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6931 Online: 23 de Agosto de 2017, 09:32:53 »
Se bem que me parece que os ativistas destes movimentos desejam mesmo tornar isso um crime.
Neste caso, é crime um negro falar línguas europeias, como inglês ou português?
É crime um negro alisar e clarear o cabelo?
É crime um índio se vestir como o branco?

Offline Skeptikós

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 4.083
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6932 Online: 23 de Agosto de 2017, 09:36:52 »
Eles alegariam que estes elementos da cultura branco, cristã ocidental não é um símbolo de luta como os da cultura negra, e que os brancos ocidentais não foram oprimidos por aqueles que agora assimilaram a sua cultura, e que por tanto não se deve comparar a reação do oprimido com a do opressor.

Provavelmente diriam algo neste sentido.
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.269
  • Sexo: Masculino
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6933 Online: 23 de Agosto de 2017, 09:46:36 »
Falam isso como se ela tivesse cometido um crime:

Se bem que me parece que os ativistas destes movimentos desejam mesmo tornar isso um crime.

Quero ver se entendi.

Uma idiota usa um adereço e é criticada por idiotas que afirmam que tal adereço é representativo de uma 'raça', e como tal membros de outras 'raças' não podem usar?



P.S.

O adereço também é idiota.
Foto USGS

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.821
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6934 Online: 23 de Agosto de 2017, 09:54:15 »
Quero ver se entendi.

Uma idiota usa um adereço e é criticada por idiotas que afirmam que tal adereço é representativo de uma 'raça', e como tal membros de outras 'raças' não podem usar?
Isso aí. Da mesma forma, andaram criticando brancos que usavam turbante.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.726
  • Sexo: Masculino
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6935 Online: 23 de Agosto de 2017, 11:00:27 »
Falam isso como se ela tivesse cometido um crime:

Se bem que me parece que os ativistas destes movimentos desejam mesmo tornar isso um crime.

Quero ver se entendi.

Uma idiota usa um adereço e é criticada por idiotas que afirmam que tal adereço é representativo de uma 'raça', e como tal membros de outras 'raças' não podem usar?



P.S.

O adereço também é idiota.

Geo, essa tal de apropriação cultural virou uma coisa seríssima entre os movimentos defensores de minorias e extremo-esquerdistas em geral.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline André Luiz

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.637
  • Sexo: Masculino
    • Forum base militar
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6936 Online: 23 de Agosto de 2017, 15:54:20 »
Vixe, imagine declarar o imposto de renda com algarismos romanos já que estes hindus que os árabes promoveram são apropriação cultural

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.057
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6937 Online: 24 de Agosto de 2017, 20:34:39 »
Enjoou... :enjoo:

"Pure Evil: Man Admits He’s Tired of Eating Human Flesh"

http://mysteriousuniverse.org/2017/08/pure-evil-man-admits-hes-tired-of-eating-human-flesh/

Esse guloso abaixo vai enjoar também...

Man Claims to Eat Electricity Instead of Food

http://mysteriousuniverse.org/2017/08/man-claims-to-eat-electricity-instead-of-food/
« Última modificação: 24 de Agosto de 2017, 20:41:16 por Gigaview »

Offline Gauss

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.209
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6938 Online: 18 de Setembro de 2017, 18:55:13 »
Que comece o exorcismo. Retrocedemos uns 100 anos, né?

Citar
Justiça permite tratar homossexualidade como doença
Liminar de juiz do DF determina que terapias de “reversão sexual” não podem ser proibidas por Conselho Federal de Psicologia

A Justiça Federal do Distrito Federal permitiu, em caráter liminar, que psicólogos possam tratar gays e lésbicas como doentes e possam fazer terapias de “reversão sexual” sem sofrer nenhum tipo de censura por parte do Conselho Federal de Psicologia (CFP). Esse tipo de tratamento é proibido por meio de uma resolução editada pelo CFP em 1999, já que desde 1990 a homossexualidade deixou de ser considerada doença pela Organização Mundial da Saúde. O CFP vai recorrer às instâncias superiores.

Na decisão, o juiz Waldemar Cláudio de Carvalho acata parcialmente o pedido de liminar da ação popular que requeria a suspensão da resolução 01/1999, na qual são estabelecidas as normas de conduta dos psicólogos no tratamento de questões envolvendo orientação sexual. O juiz mantém a resolução, mas determina que o Conselho Federal de Psicologia não impeça os psicólogos de promover estudos ou atendimento profissional, de forma reservada, pertinente à reorientação sexual, sem nenhuma possibilidade de censura ou necessidade de licença prévia.

Pedro Paulo Bicalho, diretor do CFP e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), disse que a classe considera essa decisão um retrocesso sem precedentes. “O juiz mantém a resolução em vigor, mas descaracteriza o princípio ético da resolução. Mais do que isso. Ele pede que o Conselho interprete a resolução de outra forma. Mas somente a psicologia pode dizer como devemos interpretar uma resolução, e não o direito. Da forma como foi colocado, abre um precedente perigoso”, avalia Bicalho.

De acordo com ele, essa resolução foi elaborada pela própria categoria e serve como embasamento para julgamentos de práticas profissionais consideradas antiéticas. “Essa resolução tem servido como garantia de direitos da população LGBT. Ela é referência mundial e está traduzida em três línguas. Vamos recorrer até a última instância, se for necessário”, afirma Bicalho.

O Brasil tem cerca de 300.000 psicólogos e até hoje apenas três profissionais foram julgados pela prática de “reversão sexual”. Nenhum foi cassado.

Symmy Larrat, presidente da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Travestis e Transexuais (ABGLT), disse que a entidade repudia a decisão da Justiça e a considera um equivoco ao querer determinar como o CFP deve agir, referente a uma resolução da categoria.

“Para nós, LGBT, esta decisão nos coloca de volta num cenário onde homossexuais eram tratados como doentes e torturados. Sabemos que há práticas de tortura psicológica e até exorcismos sendo cometidos contra jovens homossexuais e esta decisão reforça este tipo de situação. Infelizmente a homofobia está internalizada no Judiciário também, mas acreditamos que o Superior Tribunal Federal não permitirá que isso ocorra”, afirmou Larrat.

‘Cura gay’

A decisão da Justiça Federal permite algo que um PDC (Projeto de Decreto Legislativo) pretendia conseguir. Em 2011, o deputado federal do PSDB de Goiás, João Campos, protocolou na Câmara dos Deputados um PDC para suspender a resolução do Conselho Federal de Psicologia, o que ficou conhecido como projeto da “cura gay”.

Dois anos depois e sob muitos protestos, o projeto foi aprovado pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, mas após quinze dias o próprio autor fez um requerimento pedindo o cancelamento da tramitação de sua proposta. O PSOL, do deputado federal Jean Wyllys, pede mais do que o arquivamento da proposta: quer que ela não possa ser reapresentada. Dois dias depois, um novo projeto de suspensão da resolução foi apresentado, e imediatamente rejeitado.
http://veja.abril.com.br/brasil/justica-permite-tratar-homossexualidade-como-doenca/

Será que o MBL vai se pronunciar? Ou o Fernando Holiday vai entrar para o exorcismo?
Citação de: Gauss
Bolsonaro é um falastrão conservador e ignorante. Atualmente teria 8% das intenções de votos, ou seja, é o Enéas 2.0. As possibilidades desse ser chegar a presidência são baixíssimas, ele só faz muito barulho mesmo, nada mais que isso. Não tem nenhum apoio popular forte, somente de adolescentes desinformados e velhos com memória curta que acham que a ditadura foi boa só porque "tinha menos crime". Teria que acontecer uma merda muito grande para ele chegar lá.

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.223
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6939 Online: 19 de Setembro de 2017, 19:29:15 »
Da mesma forma que uma pessoa pode procurar um psicólogo para compreender/aceitar/lidar com sua "tendência" à homoafetividade, porquê outra não poderia consultar o mesmo psicólogo para compreender/aceitar/lidar com sua "tendência" à heteroafetividade?

Quer dizer que uma pessoa pode questionar sua heteroafetividade mas nunca o contrário???

O indivíduo que "opta" por uma condição homossexual estará condenado à ela até sua morte???

É isso que estão defendendo??
GNOSE

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.726
  • Sexo: Masculino
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6940 Online: 19 de Setembro de 2017, 20:12:18 »
Que comece o exorcismo. Retrocedemos uns 100 anos, né?

Citar
Justiça permite tratar homossexualidade como doença
Bom mesmo é que o Estado proíba tudo.

Eles não estão obrigando os gays a se tratarem, mas permitindo que os psicólogos façam isso. Se o argumento for de que não é apoiado pela ciência, teríamos que proibir cartomante, homeopatia, etc.

Acho um tema cinza.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.057
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6941 Online: 19 de Setembro de 2017, 21:25:23 »
Da mesma forma que uma pessoa pode procurar um psicólogo para compreender/aceitar/lidar com sua "tendência" à homoafetividade, porquê outra não poderia consultar o mesmo psicólogo para compreender/aceitar/lidar com sua "tendência" à heteroafetividade?

Quer dizer que uma pessoa pode questionar sua heteroafetividade mas nunca o contrário???

O indivíduo que "opta" por uma condição homossexual estará condenado à ela até sua morte???

É isso que estão defendendo??

Exato.

Além disso, mesmo concordando que a homossexualidade não seja uma doença em si, por que deveríamos eliminar a possibilidade de tratamento no caso dela ser uma doença de fato (ou sintoma de algum distúrbio) em alguns casos, mesmo que raríssimos? Como identificar a doença e esses casos sem a possibilidade de uma pesquisa sem censura ou necessidade de licenças constrangedoras?

Se o medo é a instituição da "cura gay", não há o que temer pois ela já existe e é praticada no meio evangélico.

Não devemos esquecer que em qualquer caso o tratamento é uma opção do paciente.

Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.595
  • Sexo: Masculino
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6942 Online: 19 de Setembro de 2017, 22:00:47 »
Desculpem pela seriedade do tema, mas eu não resisti.

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 21.412
  • Sexo: Masculino
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6943 Online: 19 de Setembro de 2017, 22:10:22 »
Desculpem pela seriedade do tema, mas eu não resisti.

Supositórios?

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.123
  • Sexo: Masculino
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6944 Online: 20 de Setembro de 2017, 15:31:48 »
"Deus prefere os ateus"

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.223
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6945 Online: 20 de Setembro de 2017, 18:44:12 »
E, no meio do redemunho, o mais honesto parágrafo que já havia lido:

"Esta semana, após decisão da justiça liberando psicólogos a realizarem tratamento para homossexuais que desejem rever sua orientação sexual,..."

Nua e crua.

GNOSE

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 21.412
  • Sexo: Masculino
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6946 Online: 20 de Setembro de 2017, 19:05:11 »
E, no meio do redemunho, o mais honesto parágrafo que já havia lido:

"Esta semana, após decisão da justiça liberando psicólogos a realizarem tratamento para homossexuais que desejem rever sua orientação sexual,..."

Nua e crua.



A esquerdalha imunda posta textos na internet dando a entender falsamente que o tal tratamento é obrigatório.

Não é obrigatório, mas era proibido dar assistência a quem quisesse.


Offline Gauss

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.209
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6947 Online: 20 de Setembro de 2017, 20:23:13 »
Acontece o seguinte: O Conselho Federal de Psicologia apenas estava dizendo que seus psicólogos estavam proibidos de fazer um "tratamento" sem respaldo científico. Da mesma forma que  o mesmo órgão proíbe o uso de "exorcismo" pelos seus filiados (apesar de o mesmo órgão reconhecer a psicanálise como ciência, mas enfim). O "tratamento" feito em igrejas ou outros órgãos não filiados ao CFP nunca foram proibidos de praticar isso, pois não são clínicas de psicologia. O juiz basicamente utilizou o seu superpoder dado pelo Conto de Fadas pela Constituição de 1988 para bancar o sabe-tudo sobre psicologia.
Citação de: Gauss
Bolsonaro é um falastrão conservador e ignorante. Atualmente teria 8% das intenções de votos, ou seja, é o Enéas 2.0. As possibilidades desse ser chegar a presidência são baixíssimas, ele só faz muito barulho mesmo, nada mais que isso. Não tem nenhum apoio popular forte, somente de adolescentes desinformados e velhos com memória curta que acham que a ditadura foi boa só porque "tinha menos crime". Teria que acontecer uma merda muito grande para ele chegar lá.

Offline Gauss

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.209
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6948 Online: 20 de Setembro de 2017, 20:28:42 »
Que comece o exorcismo. Retrocedemos uns 100 anos, né?

Citar
Justiça permite tratar homossexualidade como doença
Bom mesmo é que o Estado proíba tudo.

Eles não estão obrigando os gays a se tratarem, mas permitindo que os psicólogos façam isso. Se o argumento for de que não é apoiado pela ciência, teríamos que proibir cartomante, homeopatia, etc.

Acho um tema cinza.
Lorentz, você iria se tratar com um médico que não têm seu 'CRM'? Você acha que o CFM não serve para nada (bem, eles reconhecem a homeopatia como ciência, né...)? Quem você acha que poderia determinar como deve ser executada a Medicina, a Psicologia, a Engenharia, etc. no Brasil?
Citação de: Gauss
Bolsonaro é um falastrão conservador e ignorante. Atualmente teria 8% das intenções de votos, ou seja, é o Enéas 2.0. As possibilidades desse ser chegar a presidência são baixíssimas, ele só faz muito barulho mesmo, nada mais que isso. Não tem nenhum apoio popular forte, somente de adolescentes desinformados e velhos com memória curta que acham que a ditadura foi boa só porque "tinha menos crime". Teria que acontecer uma merda muito grande para ele chegar lá.

Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.595
  • Sexo: Masculino
Re:Tópico para notícias bizarras
« Resposta #6949 Online: 20 de Setembro de 2017, 21:28:18 »
Que comece o exorcismo. Retrocedemos uns 100 anos, né?


Será que o MBL vai se pronunciar? Ou o Fernando Holiday vai entrar para o exorcismo?


Para quem queria a opinião de Fernando Holiday, a hora chegou:

Citar
A CURA GAY BATEU A PORTA SIM E O NOME DE SEU EMBRIÃO É "REORIENTAÇÃO SEXUAL"

O debate voltou e a desinformação veio junto. Apesar de discordar parcialmente da decisão, antes preciso alertar que a sentença dada por um juiz no DF não trata a homossexualidade como doença e foi baseada no princípio da liberdade científica. Além disso, também precisamos atentar para o fato de que muitos homossexuais não se sentem confortáveis com sua orientação sexual e querem procurar ajuda quanto a isso e os que quiserem têm todo o direito de fazê-lo. Assim como deve ser garantido aos psicólogos a liberdade de tratarem disso com seus pacientes.

Minha discordância com a sentença está no fato de que, a partir da decisão, verdadeiros embusteiros da psicologia poderão vender a tal da "reorientação sexual" com a chancela do Estado mesmo sem nenhuma comprovação científica do método, além de completo repúdio de psicólogos pelo mundo inteiro. Acredito que o Conselho Federal de Psicologia não pode ser obrigado a reconhecer como profissionais da saúde alguns charlatões. Se quiserem oferecer esse serviço, que ofereçam. Mas, não com a chancela oficial e reconhecida pelo ESTADO de Psicólogos. Por fim, permitir e reconhecer tal tipo de terapia é um passo para o retorno de fantasmas do passado, que faziam homossexuais passarem por diversos experimentos humilhantes e que falharam miseravelmente na tentativa de classificá-los como doentes mentais.

Ainda no vídeo, faço um alerta para a simplificação indevida no debate. Por um lado, a esquerda que se aproveita politicamente do fato para lançar mentiras e usar os gays para suas pautas. Por outro lado, parte de uma direita que é preconceituosa e ignorante, aproveita para destilar seus preconceitos. Nenhum desses contribuem com a sociedade e demonstram um profundo desrespeito com uma questão muito sensível para nós que somos homossexuais.


Enzo Martins
Reorientação sexual não é charlatanismo. Muitas pessoas, por exemplo, são vítimas de abuso quando crianças e desenvolvem, por conta disso, um comportamento homossexual. Essas pessoas precisam de ajuda pra identificar e reverter essa orientação, e psicólogas como a Marisa Lobo fazem isso. A Marisa Lobo já reportou quase 100 casos de ex-gays só que ela atendeu, e eles são muito gratos a ela. Vão dizer que essas pessoas não existem? Que estão mentindo? Então provem que elas estão mentindo.

Roverson Melo
Charlatão por charlatão (tratamentos sem comprovação científica), não estou vendo ninguém proibindo homeopatia, acupuntura, florais, psicanálise, e por aí vai... Proibir qualquer atividade consentida entre adultos que não prejudica terceiros é autoritarismo.


<a href="https://www.youtube.com/v/simEVYK9ahc" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/simEVYK9ahc</a>

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!