Autor Tópico: Inteligência artificial  (Lida 8029 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Sdelareza

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 215
Re:Inteligência artificial
« Resposta #125 Online: 27 de Dezembro de 2017, 20:04:45 »
A consciência é considerado um fenômeno biológico.

Será que a matemática é usada na biologia? Tem uns artigos que dizem que sim mas não citam exemplos.

Se existir uma formula matemática para definir a consciência, deve ser uma formula química e não um algoritmo.

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 2.010
Re:Inteligência artificial
« Resposta #126 Online: 28 de Dezembro de 2017, 03:56:36 »
O pensamento ateu é muito engraçado.. Riem do pensamento religioso, mas no fundo os dois carregam alta dose de pensamento mágico.


Pra minha própria surpresa eu mais ou menos concordo com o Micrômegas.

O problema da consciência é mesmo muito, muito difícil. E desconcertante.

Algumas pessoas, incluindo filósofos, parece que porque a Ciência se frusta quando intenta construir hipóteses puramente materialistas para explicar a origem da consciência, fundamentadas em fenômenos e propriedades conhecidas do universo,  acabam apelando para explicações muito forçadas. De muitas maneiras semelhantes a forma como pessoas religiosas querem explicar a origem e existência de tudo.

Mas do religioso se espera mesmo o pensamento mágico: é aceitável que ele se satisfaça com a resposta "foi Deus" e não dê o próximo passo óbvio e questione quem foi o Criador de Deus, ou como é possível que Deus tenha sempre existido, ou como é possível que algo venha a ser do nada, ou de onde e como Deus obteria seus ilimitados poderes mágicos...

Mas estas são as mesmas perguntas que fazemos em relação ao próprio universo, às próprias leis que regem este universo, questões estas que o pensamento mágico responde com "foi Deus".

Mas quando se observa que à hipótese deísta ainda caberiam as mesmas questões e perplexidades que dirigimos à REALIDADE do universo, constata-se que o pensamento mágico nada responde. Serve apenas para substituir a sábia percepção da própria ignorância por uma tola, porém reconfortante, ilusão de entendimento.

A melhor resposta quando não se tem nenhuma continua sendo um prudente e honesto "não sei".

Aí eu sou obrigado a concordar com o Micrômegas: a hipótese "funcionalista" ou me foi mal explicada ou é uma piada que não se leva a sério.  Isso é completamente indistinguível de puro pensamento mágico.

Me refiro a alguém propor que a causa da consciência não sejam fenômenos físicos, fenômenos naturais que existam por si só, mas uma abstração, um algoritmo, procedimentos, uma espécie qualquer de ritual de passos que por magia poderiam despertar a vida em coisas inanimadas como chips de silício. Sem nem mesmo que se tente estabelecer uma hipótese explicativa baseada em causa/efeito de fenômenos cientificamente reconhecidos, demonstrando a relação entre uma dada sequência qualquer de ações abstratas e o fenômeno consciência.

Ora, isso é exatamente o mesmo que acreditar em "simpatias".

Você quer atrair dinheiro em 2018? Tente o seguinte algoritmo:

1 - Vista uma roupa branca na virada do ano.
2 - Com uma peça verde.
3 - Parta um limão em cruz à meia noite.
4 - Jogue um pedaço por seu ombro direito.
5 - Chupe os outros 3.
6 - Dê 3 pulinhos!

Se você é capaz de duvidar que tal sequência condicione a sua prosperidade no próximo ano, não tem como aceitar que fluxos específicos de cargas elétricas em dispositivos eletrônicos ( ou os mesmos fluxos agora com fluidos em um hipotético computador hidráulico ) podem ser geradores da consciência nessa máquina.  Quer dizer, não as cargas elétricas em si, os campos eletromagnéticos e sua interação com a natureza material da máquina, fenômenos quânticos ocorrendo no âmago da matéria, ou coisa que o valha, mas magicamente o algoritmo, uma abstração que nem é um fenômeno em si mesmo, porém uma ideia na cabeça de alguém que só faz sentido e tem significado enquanto ideia quando interpretada por um outro cérebro que observa o comportamento da máquina comandada pelo algoritmo.

Sem o observador humano a semântica do algoritmo não existe. Existiria um sistema e fenômenos eletromagnéticos ocorrendo no sistema.

Pois esta semântica é algo puramente abstrato e não algo em si mesmo, assim como a semântica ( interpretação mágica ) das ações propostas na simpatia acima descrita.

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 2.010
Re:Inteligência artificial
« Resposta #127 Online: 28 de Dezembro de 2017, 04:11:31 »
A consciência é considerado um fenômeno biológico.

Será que a matemática é usada na biologia? Tem uns artigos que dizem que sim mas não citam exemplos.

Se existir uma formula matemática para definir a consciência, deve ser uma formula química e não um algoritmo.

Acho que você quer dizer que a consciência só poderia ser explicada de um ponto de vista materialista pelo entendimento dos fenômenos físicos ( fenômenos naturais condicionados pelas leis universais ) causadores da consciência, e de como estes fenômenos causam a consciência, ou no mínimo de evidências empíricas de que tais fenômenos causa a consciência.

Da mesma forma que obtemos evidências de que matéria causa o fenômeno da gravidade, e podemos descrever com uma equação ( fórmula ) o fenômeno da gravidade, mesmo que se tenha uma ideia menos precisa sobre COMO a matéria gera a gravidade.

Porém seria não científico propor a hipótese de que um algoritmo possa gerar a gravidade.

Acho que foi isso que você quis dizer e eu enxergo do mesmo modo a questão. Porém como a Ciência se encontra no presente momento ainda totalmente no escuro no que concerne a associar fenômenos físicos conhecidos ao fenômeno da manifestação de consciência, surgem abordagens do problema que simplesmente dispensam uma relação intrínseca com quaisquer fenômenos físicos.

Offline Sdelareza

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 215
Re:Inteligência artificial
« Resposta #128 Online: 03 de Janeiro de 2018, 21:30:00 »
Na verdade, o cérebro e o sistema nervoso operam por meio de mecanismos elétricos e químicos (ou eletroquímicos).

Então, a formula da consciência deveria ser uma equação combinando química e física.

Como química e física são duas áreas bem distintas, talvez seja por isso que não tem um expert nas duas capaz de deduzir
essa suposta equação.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.786
  • Sexo: Masculino
Re:Inteligência artificial
« Resposta #129 Online: 04 de Janeiro de 2018, 09:34:09 »
Na verdade, o cérebro e o sistema nervoso operam por meio de mecanismos elétricos e químicos (ou eletroquímicos).

Então, a formula da consciência deveria ser uma equação combinando química e física.

Como química e física são duas áreas bem distintas, talvez seja por isso que não tem um expert nas duas capaz de deduzir
essa suposta equação.


Não. Não é por isso. A questão é que nem mesmo a ultracomplexa  bioquímica que ocorre numa única célula é viável de ser reduzida a física, em fórmulas analíticas. Muito menos o que acontece em dezenas de bilhões de células.

Na verdade, pelo que eu saiba nem mesmo toda a química é reduzida a física, os químicos tem métodos próprios para resolver diversos problemas, os quais prescindem  que sempre se use  métodos da física. Em tese, tal redução poderia sempre ser feita, mas a quantidade de trabalho computacional seria enorme.



« Última modificação: 04 de Janeiro de 2018, 09:38:33 por JJ »

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!