Autor Tópico: Açúcar é uma DROGA?  (Lida 15189 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Atheist

  • Visitante
Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #25 Online: 11 de Julho de 2005, 22:28:19 »
Um pouco de bioquímica básica sobre carboidratos

Carboidratos são moléculas derivadas de cetonas ou aldeídos, tendo também várias hidroxilas em sua composição química. São a fonte primária de energia utilizada pelas células, desde bactérias até mamíferos superiores.

Os carboidratos são classificados de três formas.

1. De acordo com as moléculas das quais são derivadas, podem ser cetoses ou aldoses;
2. De acordo com o número de átomos de Carbono, podem ser trioses (ex: diidroxicetona e gliceraldeído), tetroses (ribulose, entre outros), pentoses (ribose, desoxirribose), hexose (glicose, galactose, frutose - ver figura 1 em anexo);
3. De acordo com o número de unidades básicas podem ser monossacarídeos (como a ribose, glicose, frutose - ver figura 1), dissacarídeos (como a sacarose, maltose e lactose - ver figura 2), ou polissacarídeos (como o amido e o glicogênio - ver figura 3).

A glicose é a fonte primária de energia (ATP) das células. Alguns tecidos, como o cerebral, utiliza exclusivamente glicose para obter energia enquanto outros podem também utilizar lipídios (há uma exceção, mas não é o que eu chamaria de opção, relacionada com corpos cetônicos).

A glicose é completamente oxidada nos organismos que possuem mitocôndrias, gerando cerca de 38 moles de ATP por mol de glicose em condições de aerobiose. A degradação da glicose ainda forma intermediários que podem ser convertidos em aminoácidos ou lipídios.

Exemplos de carboidratos e como acontece a sua digestão

O amido é um dos carboidratos mais abundantes nos vegetais depois da celulose. É composto por uma cadeia ramificada de moléculas de glicose. É a forma pela qual os vegetais armazenam glicose. O amido começa a ser digerido na boca, sendo quebrado em moléculas menores. No intestino, a digestão continua, liberando dissacarídeos e posteriormente monossacarídeos. Apenas monossacarídeos são absorvidos pelo intestino.

A celulose também é um polímero de glicose, mas como tem ligações beta(1-4), diferente das ligações alfa(1-4) do amido, não pode ser degradado por nenhuma enzima de mamíferos. Ruminantes e outros herbívoros conseguem obter a glicose da celulose apenas graças à microorganismos presentes em seu trato gastrointestinal.

A sacarose é o dissacarídeo mais comum na natureza. É encontrado em inúmeros vegetais, como a cana-de-açúcar, beterraba, entre outros. Como outros dissacarídeos, a sacarose não é absorvida inteira, mas sim, é reduzida a seus monossacarídeos, glicose e frutose, no intestino. Assim acontece com todos os dissacarídeos.

A lactose é um dissacarídeo presente no leite. É composto por uma ligação entre uma molécula de glicose e uma de galactose. Mamíferos em geral apresentam no início da infância uma enzima chamada lactase, responsável pela quebra desta molécula em seus monossacarídeos no intestino. Algumas pessoas, principalmente afro-decendentes e de origem de algumas regiões da Ásia perdem esta enzima conforme o avanço da idade, tornando-se adultos intolerantes à lactose. Nestas pessoas a lactose causa diarréia e outros problemas.

A maltose é um dissacarídeo presente no malte. É composto por duas moléculas de glicose. A quebra do amido resulta neste dissacarídeo, antes de sua degradação para que a glicose possa ser absorvida.

Finalmente, o glicogênio é uma cadeia ramificada (ainda mais que o amido) de moléculas de glicose. É a reserva de glicose dos animais.

Controle básico da glicemia

Glicemia é o nível de glicose no sangue. O organismo humano (por exemplo) precisa manter um nível basal de glicose no sangue para fornecer suprimento constante ao cérebro e outros tecidos que dependem exclusivamente de glicose. Grandes alterações neste nível provoca hipoglicemia (baixo nível de glicose) ou hiperglicemia (alto nível de glicose no sangue).

O controle destes níveis é realizado principalmente (mas não somente) por dois hormônios secretados pelo pâncreas: insulina e glucagon.

Quando nos alimentamos, os carboidratos são digeridos conforme escrito acima, e os monossacarídeos são absorvidos pelo intestino. O aumento do nível de glicose no sangue (não importa de onde ele venha) libera insulina. Isto é necessário, uma vez que vários tecidos dependem de insulina para fazer com que a glicose entre nas células para ser degradada. A insulina promove, então, a quebra da glicose (glicólise) e seu armazenamento no fígado e músculos, na forma de glicogênio (glicogênese).

Em jejum (8-12 horas após refeições) o nível de glicose está baixo. Isto provoca a liberação de glucagon. O glucagon atua no fígado promovendo a quebra do glicogênio (glicogenólise), liberando glicose para o sangue. Com a baixa concentração de glicogênio (não há muita reserva de glicogênio, armazenar energia na forma de lipídio é muito mais interessante), o fígado começa a utilizar aminoácidos para produzir glicose (gliconeogênese). Infelizmente nosso organismo não possui enzimas que possam produzir glicose a partir de lipídios. Os tecidos que utilizam fontes alternativas de energia, como os lipídios, assim o fazem. Entretanto, o cérebro precisa de glicose, por isso todo este sistema de manutenção da glicemia.

P.S.: como eu nunca havia mexido com anexos aqui no fórum, a ordem das figuras está invertida.

Offline Luis Brudna

  • Nível 18
  • *
  • Mensagens: 525
    • Gluon
Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #26 Online: 11 de Julho de 2005, 22:33:52 »
Bioquímica é bem legal. Gostava de ficar olhando e entendendo os ciclos.   (sou químico)

  Não é fácil, mas se for estudando aos poucos e com cuidado, dá pra mergulhar numa área apaixonante.

  O assunto é tão interligado que eu acabei esquecendo boa parte, tem que achar o fio da meada.  :?

Atheist

  • Visitante
Re: Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #27 Online: 11 de Julho de 2005, 23:22:48 »
Citação de: Euzébio
Citação de: Atheist
Não conheço por completo o processo de refinação do açúcar, mas não acho que seja motivo para alarde.


Que beleza, hein, Atheist? Não conhece e ainda defende?

Vamos pesquisar um pouco mais...

Já ouvi dizer que tudo o que é refinado (incluindo gente!) é prejudicial à saúde.


Euzébio, eu não preciso conhecer a metodologia para saber a bioquímica. Eu sei bioquímica, sei como a sacarose é digerida. Não preciso muito mais que isso para interpretar uma informação nova. O processo de refinação não vai influenciar na digestão da sacarose, que vai continuar sendo da mesma forma, quebrada em glicose e frutose e apenas estes monossacarídeos são absorvidos.

Se você prestou atenção nos textos que você caçou, viu que em 100g de açúcar refinado tem 99,9g de carboidratos!!! Ou seja, é sacarose quase pura! Qual o problema nisso?

Você acha que aquela quantidade ínfima de vitamina e sais minerais presentes no açúcar mascavo faria alguma diferença? Quem é que em sã consciência vai usar açúcar como fonte de vitaminas?

Por isso prefiro a sacarose que eu uso pura, ou o mais perto disso. Vitaminas obtenho de outras formas, assim como cálcio, muito melhor no leite.

Euzébio, tome cuidado com as fontes que você pesquisa... Já escrevi isso a você...

Compare o texto que escrevi (principalmente me relação aos tipos de carboidratos) com os seus e veja por si mesmo os absurdos. Tenha certeza de que o que eu escrevi está baseado em anos de pesquisa em bioquímica (não minhas, mas dos autores dos livros que leio, como o Voet e o Lehningher, entre outros).

Offline Euzébio

  • Nível 27
  • *
  • Mensagens: 1.311
  • Sexo: Masculino
  • Eu acredito em Saci!
    • A Hipótese AA Revisitada
Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #28 Online: 12 de Julho de 2005, 12:02:45 »
Citação de: Angelo Melo
Então não tem sentido demonizar o açucar por liberar muita insulina no organismo e continuar comendo o seu sucrilhos de cada dia.


Ah, calma lá! Sucrilhos só nas manhãs de domingo, açúcar refinado é todo dia, toda hora (tem açúcar até no creme dental!)...
"A fé é a força da vida. Se o homem vive é porque acredita em alguma coisa."

Offline Euzébio

  • Nível 27
  • *
  • Mensagens: 1.311
  • Sexo: Masculino
  • Eu acredito em Saci!
    • A Hipótese AA Revisitada
Re: Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #29 Online: 12 de Julho de 2005, 12:06:53 »
Citação de: Atheist
E qual o problema com o enxofre? Muitas proteínas têm enxofre, sabia?


O problema está no excesso, não é isso?
"A fé é a força da vida. Se o homem vive é porque acredita em alguma coisa."

Offline Euzébio

  • Nível 27
  • *
  • Mensagens: 1.311
  • Sexo: Masculino
  • Eu acredito em Saci!
    • A Hipótese AA Revisitada
Re: Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #30 Online: 12 de Julho de 2005, 12:09:09 »
Citação de: Unbedeutend Organisch
Sei que você não vai dar bola, porque o seu negócio é carnaval,


Eu odeio carnaval...

 :)
"A fé é a força da vida. Se o homem vive é porque acredita em alguma coisa."

Atheist

  • Visitante
Re: Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #31 Online: 12 de Julho de 2005, 13:57:41 »
Citação de: Euzébio
Citação de: Atheist
E qual o problema com o enxofre? Muitas proteínas têm enxofre, sabia?


O problema está no excesso, não é isso?


Excesso de açúcar?

Excesso de açúcar, combinado com sedentarismo, pode causar obesidade (embora não seja o único fator) e com isso pode vir outros problemas como hipertensão e diabetes (leia o que o Angelo escreveu). De qualquer forma, está longe do que os textos estão pregando. Não há qualquer confirmação bioquímica disso. Mesmo o texto do INMETRO.

Uma coisa é certa: se seu organismo não recebe glicose o suficiente, ele fabrica utilizando aminoácidos. É infantil brigar contra a sacarose, seja ela em forma de açúcar mascavo ou refinado.

Se você acha melhor utilizar açúcar mascavo, tudo bem. Mas ninguém usa açúcar como fonte de vitaminas. Imagine comer 100g de açúcar mascavo para ter um nada de fósforo ou vitamina...

Eu não gosto, detesto rapa-dura, garapa, essas coisas... Vou na sacarose quase pura do açúcar refinado mesmo. Mas aí é gosto, pois açúcar para mim é fonte de glicose (e frutose) e só, não busco vitaminas nele. Para isso basta comer uma fruta. Precisamos de tão pouco em vitaminas e minerais que não vai ser o açúcar nossa única fonte.

Offline Euzébio

  • Nível 27
  • *
  • Mensagens: 1.311
  • Sexo: Masculino
  • Eu acredito em Saci!
    • A Hipótese AA Revisitada
Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #32 Online: 12 de Julho de 2005, 14:59:40 »
Citação de: Atheist
Em jejum (8-12 horas após refeições) o nível de glicose está baixo. Isto provoca a liberação de glucagon. O glucagon atua no fígado promovendo a quebra do glicogênio (glicogenólise), liberando glicose para o sangue. Com a baixa concentração de glicogênio (não há muita reserva de glicogênio, armazenar energia na forma de lipídio é muito mais interessante), o fígado começa a utilizar aminoácidos para produzir glicose (gliconeogênese). Infelizmente nosso organismo não possui enzimas que possam produzir glicose a partir de lipídios. Os tecidos que utilizam fontes alternativas de energia, como os lipídios, assim o fazem. Entretanto, o cérebro precisa de glicose, por isso todo este sistema de manutenção da glicemia.


Costumo fazer jejum de 12 horas às quartas-feiras (das 6h00 às 18h00)!

 :)
"A fé é a força da vida. Se o homem vive é porque acredita em alguma coisa."

Offline Südenbauer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.297
  • Sexo: Masculino
Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #33 Online: 12 de Julho de 2005, 15:20:48 »
Por que?

Atheist

  • Visitante
Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #34 Online: 12 de Julho de 2005, 15:47:31 »
Citação de: Euzébio
Citação de: Atheist
Em jejum (8-12 horas após refeições) o nível de glicose está baixo. Isto provoca a liberação de glucagon. O glucagon atua no fígado promovendo a quebra do glicogênio (glicogenólise), liberando glicose para o sangue. Com a baixa concentração de glicogênio (não há muita reserva de glicogênio, armazenar energia na forma de lipídio é muito mais interessante), o fígado começa a utilizar aminoácidos para produzir glicose (gliconeogênese). Infelizmente nosso organismo não possui enzimas que possam produzir glicose a partir de lipídios. Os tecidos que utilizam fontes alternativas de energia, como os lipídios, assim o fazem. Entretanto, o cérebro precisa de glicose, por isso todo este sistema de manutenção da glicemia.


Costumo fazer jejum de 12 horas às quartas-feiras (das 6h00 às 18h00)!

 :)


Até umas 12 horas, dependendo da última alimentação até que não tem problemas, mas jejuns prolongados não são recomendados. Para não complicar, não expliquei alguns detalhes aí...

A glicose não apenas é quebrada para produzir energia. Ela serve de substrato para a produção de aminoácidos. No meio do caminho, alguns intermediários participam da própria quebra da glicose no Ciclo de Krebs, dentro da mitocôndria. O Ciclo de Krebs também é utilizado para a oxidação dos lipídios, ou seja, na oxidação dos lipídios é necessário que haja muitos destes intermediários disponíveis para que uma molécula, a acetil-CoA não se acumule. O problema é que em jejum e falta de glicose, os aminoácidos estão direcionados para a produção de glicose, diminuindo drasticamente os intermediários que participam do ciclo de Krebs. Isso faz com que haja um excesso de Acetil-CoA nos tecidos que podem utilizar lipídios para obter energia. Este acetil-CoA em excesso produz algumas substâncias que até hoje são chamadas de "corpos cetônicos", embora nem todas elas sejam exatamente isso. Estes corpos cetônicos caem na corrente sanguínea e deixam o sangue ligeiramente ácido (percebe que a falta de glicose é que causa acidose e não o inverso?). Acidose (baixo pH sanguíneo) é prejudicial aos tecidos. Excesso de corpos cetônicos no sangue faz com que os rins sejam prejudicados, eliminando-os pela urina - cetonúria. A pessoa também fica com hálito de cetona. Existe um viés interessante: o cérebro eventualmente pode utilizar estes corpos cetônicos como fonte de energia, embora preferencialmente utilize glicose. Mas este pequeno benefício não compensa os danos.

Estes sintomas são semelhantes aos de pessoas com diabetes, pois a dificuldade na entrada de glicose nas células faz com que o mesmo processo aconteça lá, mesmo com altas taxas de glicose no sangue.

Por isso, não é interessante ficar sem se alimentar muito tempo.

E ao contrário do que os textos ridículos falam, glicose é bom, seu cérebro agradece!

Offline Euzébio

  • Nível 27
  • *
  • Mensagens: 1.311
  • Sexo: Masculino
  • Eu acredito em Saci!
    • A Hipótese AA Revisitada
Re: Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #35 Online: 12 de Julho de 2005, 16:10:52 »
Citação de: Fernando
Por que?


Certa vez li um texto sobre yoga, onde se dizia que o corpo necessita de pelo menos uma vez por semana de um tempo mais prolongado (12 horas) para eliminar resíduos alimentares. Algo assim como a gente come muito mais do que necessita e não dá tempo ao corpo para absorver tudo o que comemos.

Faço isso há mais de ano...

Vencer a fome é algo muito gratificante!
"A fé é a força da vida. Se o homem vive é porque acredita em alguma coisa."

Offline Nina

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.805
  • Sexo: Feminino
    • Biociência.org
Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #36 Online: 12 de Julho de 2005, 16:15:07 »
Livros sobre Yoga são tratados de bioquímica ou só achismo mesmo?

 :nao3:
"A ciência é mais que um corpo de conhecimento, é uma forma de pensar, uma forma cética de interrogar o universo, com pleno conhecimento da falibilidade humana. Se não estamos aptos a fazer perguntas céticas para interrogar aqueles que nos afirmam que algo é verdade, e sermos céticos com aqueles que são autoridade, então estamos à mercê do próximo charlatão político ou religioso que aparecer." Carl Sagan.

Offline L. Duran

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.077
  • Sexo: Masculino
    • Falando de Autismo
Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #37 Online: 12 de Julho de 2005, 16:25:20 »
Eu elimino resíduos alimentares todo dia... :merda:
"O mundo necessita de todos os tipos de mente trabalhando juntas." - Temple Grandin

http://falandodeautismo.com.br

Offline Euzébio

  • Nível 27
  • *
  • Mensagens: 1.311
  • Sexo: Masculino
  • Eu acredito em Saci!
    • A Hipótese AA Revisitada
Re: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #38 Online: 12 de Julho de 2005, 16:26:57 »
Citação de: Atheist
Provas de que o diabetes surgiu após o surgimento do açúcar de mesa?


Mas, afinal, quando surgiu o diabetes? Esta é uma doença muito recente, não é mesmo?
"A fé é a força da vida. Se o homem vive é porque acredita em alguma coisa."

Offline Marcelo Terra

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.126
  • Sexo: Masculino
Re: Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #39 Online: 12 de Julho de 2005, 16:30:44 »
Citação de: Euzébio
Certa vez li um texto sobre yoga, onde se dizia que o corpo necessita de pelo menos uma vez por semana de um tempo mais prolongado (12 horas) para eliminar resíduos alimentares.


Baseado no que afirmam isso?

Citar
Algo assim como a gente come muito mais do que necessita e não dá tempo ao corpo para absorver tudo o que comemos.


É só comer menos...

Citar
Vencer a fome é algo muito gratificante!


Eu venço a fome comendo... é muito gratificante mesmo.

Offline Euzébio

  • Nível 27
  • *
  • Mensagens: 1.311
  • Sexo: Masculino
  • Eu acredito em Saci!
    • A Hipótese AA Revisitada
Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #40 Online: 12 de Julho de 2005, 16:56:59 »
Açúcar, vício moderno e perigoso

Açúcar é alimento? Pode-se comê-lo à vontade?
Muitos o restringem somente por medo de engordar
Mas afinal, como atua no nosso corpo? O que acontece?

 


         A sacarose, o açúcar branco, é um carbohidrato simples, um dissacarídeo. Quando ingerido se divide, metade em glicose e metade em frutose. Proporciona só calorias vazias, porque o açúcar refinado não contém nenhum nutriente. É que o refino extrai, por processo químico, a sacarose do melaço, da garapa, adicionando conservantes e clarificantes químicos para ficar solto, branco e bonito. Fibras, sais minerais, proteínas, vitaminas, tudo é eliminado com o refino! Calorias vazias induzem a uma desnutrição generalizada!
 
Na formação da molécula de sacarose, ocorre a condensação das moléuculas de alfa-glicose e beta-furanose, com perda de uma molécula de água, H2O formanda pelo hidrogênio do carbono 1 da alfa-glicose e o grupo -OH  do carbono 2 da beta-furanose (veja a reação abaixo)



          A primeira parte da sacarose escapa do processo digestivo químico do corpo e se converte diretamente em glicose e causa súbita elevação de açúcar no sangue. É que as moléculas da sacarose não necessitam de digestão complexa por serem de estrutura molecular simples. Com isso, o açúcar vai direto para o sangue e rompe o delicado equilíbrio de glicose e de oxigênio na corrente sangüínea.

A glicose aparece na forma cíclica  de alfa-glicose (alfa-piranose)
           

 

A frutose aparece também na forma cíclica de  beta-furanose (a reação de ciclização ocorre entre o grupo cetona e o grupo carboxila (-OH) do carbono 5).
 

 

          Isso faz o nosso pâncreas intervir e produz insulina em quantidade para limpar o excesso de açúcar. A insulina converte a glicose em glicogênio, armazenando-o nos depósitos naturais, o fígado e os músculos, como reserva futura. Porém, a súbita retirada da glicose resulta em falta de açúcar na corrente sangüínea, em hipoglicemia! Exige a volta de glicose, e, com isso, as nossas glândulas supra-renais, então, são obrigadas a produzir hormônios para converter glicogênio estocado em glicose, que será um pré-cursor fundamental para a produção de ATP, a moeda energética de nosso organismo.

         

          Mas isso gera um efeito montanha-russa, cujo ponto mais baixo de hipoglicemia é de duas a quatro horas após a refeição. O indivíduo sente-se cansado e volta a ter fome. Caso ele novamente comer um carboidrato simples, mais perturbações voltam a acontecer. Com o passar dos anos, a constante necessidade de insulina e as quedas no nível de glicose no sangue provocam avarias nas glândulas, por excesso de trabalho, sem falar dos efeitos no cérebro cujas células mais sensíveis, os neurônios, são afetados. O resultado em breve pode ser o colapso do pâncreas e a hiperglicemia, e significar o diabetes, bem como aterosclerose.

        O açúcar refinado é um produto concentrado que o organismo não necessita, ao contrário, rejeita devido aos transtornos que causa na química do corpo. A outra metade da sacarose, a frutose tem um outro rumo no organismo. Vai produzir um acetato, a matéria-prima para a montagem das moléculas de colesterol. O vício em açúcar branco resulta numa condição superácida no organismo, que descalcifica e desmineraliza. O corpo passa a ter falta de cálcio, de magnésio, de zinco, de selênio, entre outros nutrientes protetores.
 
 

         Em realidade, o açúcar branco, refinado, é uma aberração do ponto de vista alimentar. Seu consumo precisa ser moderado. Quando se precisa usar açúcar, deve-se usar o mascavo ou, pelo menos, o cristal. O açúcar mascavo dura vários meses se conservado no refrigerador.

         Os jovens de hoje são cada vez mais viciados em açúcar. Já não conhecem a água pura, que é o que o corpo precisa e pede. Somente bebem água açucarada, refrigerantes. Muitos adultos estão na mesma, fogem de efeitos do açúcar e pensam proteger-se optando por adoçantes artificiais.

Emiliano Chemello e Felipe G. Pandolfo
echemell@ucs.br - fgpandol@ucs.br


Para saber mais: Universidade de Caxias do Sul
"A fé é a força da vida. Se o homem vive é porque acredita em alguma coisa."

Offline Marcelo Terra

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.126
  • Sexo: Masculino
Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #41 Online: 12 de Julho de 2005, 17:01:31 »
Citar
Quando se precisa usar açúcar, deve-se usar o mascavo ou, pelo menos, o cristal.


Deve-se usar por que?

Citar
Muitos adultos estão na mesma, fogem de efeitos do açúcar e pensam proteger-se optando por adoçantes artificiais.


O que tem os adoçantes?

Offline Rodion

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.872
Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #42 Online: 12 de Julho de 2005, 17:53:18 »
vendo essas imagens...
alguns açúcares não são hidrocarbonetos, álcoois?
"Notai, vós homens de ação orgulhosos, não sois senão os instrumentos inconscientes dos homens de pensamento, que na quietude humilde traçaram freqüentemente vossos planos de ação mais definidos." heinrich heine

Atheist

  • Visitante
Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #43 Online: 12 de Julho de 2005, 20:00:12 »
Ai, Euzébio!!!

Você não leu uma vírgula do que escrevi!!!!

Atheist

  • Visitante
Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #44 Online: 12 de Julho de 2005, 20:04:45 »
Citação de: Euzébio
A sacarose, o açúcar branco, é um carbohidrato simples, um dissacarídeo. Quando ingerido se divide, metade em glicose e metade em frutose. Proporciona só calorias vazias, porque o açúcar refinado não contém nenhum nutriente. É que o refino extrai, por processo químico, a sacarose do melaço, da garapa, adicionando conservantes e clarificantes químicos para ficar solto, branco e bonito. Fibras, sais minerais, proteínas, vitaminas, tudo é eliminado com o refino! Calorias vazias induzem a uma desnutrição generalizada!


E quem é que usa açúcar refinado como única fonte de vitaminas e proteínas??? Quem come açúcar puro??? Você não leu minha última postagem, incrível!

O que os fulanos esqueceram foi que aminoácidos são produzidos pela glicose. Metade dos aminoácidos que compõem nossas proteínas são fabricadas pelo nosso organismo desta maneira, a partir da glicose. Glicose é a principal fonte de energia da célula. De onde glicose não é nutriente????

Não estou recomendando que você pare de comer outras coisas e coma só açúcar refinado. O que estou dizendo é que este tipo de texto é um atentado ao conhecimento humano!

Por favor, Euzébio, leia o que eu escrevo. Ficarei feliz e não pensando que perdi tempo.

Atheist

  • Visitante
Re: Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #45 Online: 12 de Julho de 2005, 20:06:21 »
Citação de: bruno
vendo essas imagens...
alguns açúcares não são hidrocarbonetos, álcoois?


De certa forma. As hidroxilas ligadas em todos os átomos de carbono indicam isso. Entretanto, além da função álcool eles também são cetonas ou aldeídos.

Atheist

  • Visitante
Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #46 Online: 12 de Julho de 2005, 20:31:06 »
Citação de: Euzébio
O açúcar refinado é um produto concentrado que o organismo não necessita, ao contrário, rejeita devido aos transtornos que causa na química do corpo. A outra metade da sacarose, a frutose tem um outro rumo no organismo.


O quê???

A primeira reação da glicose no processo de quebra é a fosfatação, tornando-se glicose 6-fosfato. Isso impede sua saída da célula e o marca para o próximo passo, que é uma isomerização, tornando-se, pasme Euzébio, frutose-6-fosfato. A frutose pode ser fosfatada e pular os primeiros passos. A partir daqui é tudo igual.

Citação de: Euzébio
Vai produzir um acetato, a matéria-prima para a montagem das moléculas de colesterol.


Lembra da Acetil-CoA??? Ela é acetato. E de onde vem a maior parte das moléculas de acetil-CoA? Dos lipídios (ácidos graxos), embora a glicose (assim como a frutose) também tenha o acetil-CoA como intermediário em sua completa oxidação.

Caramba... Isso é que é querer desvirtuar o foco da questão...

Além disso, qual o problema com o colesterol? O colesterol é fonte primária de hormônios esteróides, como a testosterona, e de sais biliares. Além disso, faz parte da bainha de mielina, uma membrana extra que reveste os axônios dos neurônios. Além disso, colesterol também participa de membranas celulares, auxiliando na estabilidade.

Citação de: Euzébio
O vício em açúcar branco resulta numa condição superácida no organismo, que descalcifica e desmineraliza.


Demonstração bioquímica??? Não encontro em meus livros de bioquímica sobre isso...

Citação de: Euzébio
O corpo passa a ter falta de cálcio, de magnésio, de zinco, de selênio, entre outros nutrientes protetores.


"Nutrientes protetores". Típico de pseudociência. Provas bioquímicas de que há depleção nos mineirais... Onde estão? Estes minerais são reutilizados no organismo. Precisamos de uma quantidade pequena deles e uma alimentação balanceada é suficiente.

Euzébio, por favor, leia o que eu escrevo e você vai conseguir pensar por si mesmo... Posso te passar algumas fontes seguras sobre bioquímica e nutrição.

Atheist

  • Visitante
Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #47 Online: 12 de Julho de 2005, 20:32:46 »
É brincadeira... Estou lendo o texto aos poucos... Harper deve estar revirando no túmulo... Krebs também... Assassinaram a bioquímica!

Euzébio, não pense que tudo que eu poderia escrever sobre seu texto já acabou... Estou sem saco mesmo, mas não consegui ver uma linha (exceto o que demonstra as estruturas químicas dos carboidratos) verdadeira nele...

Atheist

  • Visitante
Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #48 Online: 12 de Julho de 2005, 20:39:08 »
Pesquisei pelos autores no Scholar... Nenhum artigo...

Pesquisei no Currículo Lattes, apenas um deles tem currículo Lattes. Está graduando-se (desde 2000) em licenciatura em Química pela Universidade de Caxias do Sul. Nenhum artigo publicado em revista indexada, tampouco na área.

Sem querer fazer apelo de autoridade, sou muito mais eu...  :wink:

Offline Euzébio

  • Nível 27
  • *
  • Mensagens: 1.311
  • Sexo: Masculino
  • Eu acredito em Saci!
    • A Hipótese AA Revisitada
Re: Re.: Açúcar é uma DROGA?
« Resposta #49 Online: 14 de Julho de 2005, 09:32:30 »
Citação de: Atheist
Sem querer fazer apelo de autoridade, sou muito mais eu...  :wink:


Oras, Atheist, por que me acusas de não ler-te? Se não tivesse lido, não postaria esta contra-parte.

Sabe o que eu vou fazer? Vou copiar/colar as suas respostas e enviar para os autores deste texto para ver o que dizem.

 :)
"A fé é a força da vida. Se o homem vive é porque acredita em alguma coisa."

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!