Autor Tópico: Fábio Puentes e hipnoses em geral  (Lida 9877 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.066
  • Sexo: Masculino
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #25 Online: 22 de Março de 2012, 17:31:13 »
[...]
Eu, particularmente, acho que isto é combinado. O cara bota o dedo na cara, fala e a pessoa apaga. Tá parecendo um Vulcano!!! :)
[...]

Parece. A diferença é que os vulcanos põe as mãos no ombro da pessoa, perto da cabeça.  :)
Foto USGS

Offline Derfel

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.879
  • Sexo: Masculino
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #26 Online: 22 de Março de 2012, 17:49:33 »
[...]
Eu, particularmente, acho que isto é combinado. O cara bota o dedo na cara, fala e a pessoa apaga. Tá parecendo um Vulcano!!! :)
[...]

Parece. A diferença é que os vulcanos põe as mãos no ombro da pessoa, perto da cabeça.  :)

Chama-se signo-sinal e é algo combinado na sessão de hipnose. A primeira sessão é um pouco demorada e o Giga já postou algumas coisas a respeito, porém, quando a pessoa já se encontra em transe, você dá a ela um sinal que pode ser uma palavra, um gesto ou uma combinação dos dois. A partir de então, basta o sinal para a pessoa entrar em transe. Em pessoas mais sugestionáveis, pode-se conseguir a inserção do sinal durante uma apresentação, já que a pessoa encontra-se em estado pré-hipnótico (ou já hipnotizado) só de assistir ao show. Outros sinais podem ser colocados durante cultos evangélicos (em que a pessoa fica "endemoniado") ou em terrenos de candomblé, quando recebem um espírito ou a pomba-gira, em que o som do batuque se torna o sinal.

Quando eu fazia hipnose, na época da faculdade, do outro lado da sala de aula (em U) fazia um gesto em uma colega entrava em transe (depois ela mesma saía, já que não entrava em um estado profundo, e ficava aborrecida comigo... ::) ), porém isso é algo totalmente errado de se fazer, não se deve brincar com isso.

Offline Derfel

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.879
  • Sexo: Masculino
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #27 Online: 22 de Março de 2012, 18:00:08 »
A propósito, basta uma mão para realizar o golpe vulcano:

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 24.177
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #28 Online: 22 de Março de 2012, 19:46:19 »
Preciso...do...poder... :|
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.204
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #29 Online: 22 de Março de 2012, 21:27:45 »
Aposto que isso facilitaria muito seu trabalho :lol:
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.028
  • Sexo: Masculino
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #30 Online: 22 de Março de 2012, 21:53:14 »
Eu não sei se é baseado nisso, mas há algo que se aproxima desse movimento vulcano, um golpe no nervo vago, acaba desmaiando a pessoa instantâneamente.

Não sei se esse vídeo por exemplo é encenação ou se foi de verdade:

<a href="http://www.youtube.com/v/67isFmH5vQ8" target="_blank" class="new_win">http://www.youtube.com/v/67isFmH5vQ8</a>

Acho que o "axe kick" algumas vezes derruba/nocauteia também só de pegar no pescoço e ombros. Foi a impressão que tive ao ver um VHS de lutas de caratê há mais de dez anos, pelo menos...

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 24.177
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #31 Online: 22 de Março de 2012, 22:16:28 »
Aposto que isso facilitaria muito seu trabalho :lol:

Taaaaanto...
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.790
  • "Minha espada não tem partidos."
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #32 Online: 22 de Março de 2012, 22:24:19 »
Segue abaixo o link para The Nature of Hypnosis - A report prepared by a Working Party at the request of The Professional Affairs Board of The British Psychological Society, que está recebendo " page not found"  no link do meu post acima.

http://academyll.org/files/The%20Nature%20of%20Hypnosis_0.pdf

"Quem for brasileiro, siga-me." Duque de Caxias

"Vamos mudar isso aí. Tá OK?" Capitão Mito Bolsonaro

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.028
  • Sexo: Masculino
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #33 Online: 22 de Março de 2012, 22:28:03 »
O poder do Fábio Puentes também era tão bom quanto ou melhor que o golpe do Spock para as aplicações policiais. Em vez de apagar o sujeito e ter que carregá-lo, deixa ele meio sonso, fala que ele é uma criança, e que vai dar um doce ou algo assim. Ou até que estão brincando de polícia e bandido, ele é o bandido, foi preso, e agora vai para a cadeia quietinho. :biglol:

Offline Feliperj

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.144
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #34 Online: 23 de Março de 2012, 10:09:57 »
[...]
Eu, particularmente, acho que isto é combinado. O cara bota o dedo na cara, fala e a pessoa apaga. Tá parecendo um Vulcano!!! :)
[...]

Parece. A diferença é que os vulcanos põe as mãos no ombro da pessoa, perto da cabeça.  :)

Chama-se signo-sinal e é algo combinado na sessão de hipnose. A primeira sessão é um pouco demorada e o Giga já postou algumas coisas a respeito, porém, quando a pessoa já se encontra em transe, você dá a ela um sinal que pode ser uma palavra, um gesto ou uma combinação dos dois. A partir de então, basta o sinal para a pessoa entrar em transe. Em pessoas mais sugestionáveis, pode-se conseguir a inserção do sinal durante uma apresentação, já que a pessoa encontra-se em estado pré-hipnótico (ou já hipnotizado) só de assistir ao show. Outros sinais podem ser colocados durante cultos evangélicos (em que a pessoa fica "endemoniado") ou em terrenos de candomblé, quando recebem um espírito ou a pomba-gira, em que o som do batuque se torna o sinal.

Quando eu fazia hipnose, na época da faculdade, do outro lado da sala de aula (em U) fazia um gesto em uma colega entrava em transe (depois ela mesma saía, já que não entrava em um estado profundo, e ficava aborrecida comigo... ::) ), porém isso é algo totalmente errado de se fazer, não se deve brincar com isso.

Existe diferença no eletro ou em ressonância dessas pessoas qdo em transe e qdo não ?

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.790
  • "Minha espada não tem partidos."
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #35 Online: 23 de Março de 2012, 15:43:58 »
[...]
Eu, particularmente, acho que isto é combinado. O cara bota o dedo na cara, fala e a pessoa apaga. Tá parecendo um Vulcano!!! :)
[...]

Parece. A diferença é que os vulcanos põe as mãos no ombro da pessoa, perto da cabeça.  :)

Chama-se signo-sinal e é algo combinado na sessão de hipnose. A primeira sessão é um pouco demorada e o Giga já postou algumas coisas a respeito, porém, quando a pessoa já se encontra em transe, você dá a ela um sinal que pode ser uma palavra, um gesto ou uma combinação dos dois. A partir de então, basta o sinal para a pessoa entrar em transe. Em pessoas mais sugestionáveis, pode-se conseguir a inserção do sinal durante uma apresentação, já que a pessoa encontra-se em estado pré-hipnótico (ou já hipnotizado) só de assistir ao show. Outros sinais podem ser colocados durante cultos evangélicos (em que a pessoa fica "endemoniado") ou em terrenos de candomblé, quando recebem um espírito ou a pomba-gira, em que o som do batuque se torna o sinal.

Quando eu fazia hipnose, na época da faculdade, do outro lado da sala de aula (em U) fazia um gesto em uma colega entrava em transe (depois ela mesma saía, já que não entrava em um estado profundo, e ficava aborrecida comigo... ::) ), porém isso é algo totalmente errado de se fazer, não se deve brincar com isso.

Existe diferença no eletro ou em ressonância dessas pessoas qdo em transe e qdo não ?

Sim.

http://www.scirus.com/srsapp/sciruslink?src=web&url=http%3A%2F%2Fwww.bm-science.com%2Fteam%2Fart47.pdf
http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0167876097855705
http://www.scirus.com/srsapp/sciruslink?src=web&url=http%3A%2F%2Fwww.bm-science.com%2Fteam%2Fart44.pdf
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/13642056?dopt=Abstract
http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/0013469472901162
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/7670763?dopt=Abstract


« Última modificação: 23 de Março de 2012, 16:59:56 por Gigaview »
"Quem for brasileiro, siga-me." Duque de Caxias

"Vamos mudar isso aí. Tá OK?" Capitão Mito Bolsonaro

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.028
  • Sexo: Masculino
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #36 Online: 23 de Março de 2012, 17:39:08 »
Gigabyte denunciado à moderação por proselitismo da hipnose.

E os posts anteriores até confirmam a ligação com rituais religiosos.


:biglol:




Uma nota que seria talvez meio pedante se também não fosse admitidamente ignorante: lendo "por cima" essas mensagens me parece haver um pouco de confusão com hipnose/transe hipnótico e sugestão pós-hipnótica. A última seria a parte mais importante daquilo que geralmente se tem por "hipnose", e poderia até ocorrer com igual eficácia sem ela, ou, talvez melhor dizendo, sem transe hipnótico (sendo então meramente "sugestão", mas obviamente meio que tendo um significado diferente do uso regular da palavra, onde seria, imagino, algo com todos efeitos que se tem por "hipnose", mas sem as "alegorias" de relógio/pêndulo/espiral rodando e etc). Mas eu realmente não sei de nada, só li algo assim, acho que na wikipédia, alguma das vez que estava "investigando" o assunto.

Offline Derfel

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.879
  • Sexo: Masculino
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #37 Online: 23 de Março de 2012, 20:50:57 »
Não se usam relógios, pêndulos ou espirais para hipnose.


Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.494
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #39 Online: 23 de Março de 2012, 21:05:19 »
O "saco" nesse negócio de hipnose é que é sempre gente com sotaque espanhol carregado.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.028
  • Sexo: Masculino
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #40 Online: 27 de Novembro de 2012, 23:33:39 »
Citar
[...] So this raises the question of what hypnosis can actually do. It has real applications in medicine and in psychotherapy. In medicine, it has surprisingly been proven to be quite effective at pain management, in many clinical trials. One survey of 27 such trials found that 75 percent of some 933 patients found some pain relief from hypnosis. It has been shown that pre-surgical hypnosis can reduce the amount of anesthesia needed, and thus it also reduces the time needed in recovery and the severity of related side effects like nausea. It can reduce stress related hypertension. In fact, virtually all of the symptoms related to stress can be successfully mitigated in susceptible patients.

Many of us wonder about the common usages we hear about in psychotherapy, like stopping smoking, weight loss, or recovering lost memories. These are generally overblown. We like to think that we can go to a hypnotherapist who will make us no longer desire cigarettes or food, and snap like magic, the problem is solved. This is completely fictitious, as are most magically easy solutions in life. Whether hypnotherapy is effective at all in long-term behavior modification is something of an open question. Weight loss has shown good promise, but studies of using hypnosis to stop addictive behavior such as smoking or drug abuse have been much less successful. The difference is probably that weight loss is a matter of willpower alone, whereas addictions such as nicotine have additional physiological factors. Regardless, virtually all authorities agree that hypnosis should only be used to supplement conventional psychotherapy, and should not be the only tool relied upon. [...]

stage hypnosis, as practiced by showmen in front of audiences, is sometimes more real than these popular notions about clinical hypnosis. (We're discounting the stage hypnotists who use plants in the audience, or who whisper secret instructions to the subjects, or who employ other chicanery not related to hypnotism.) Stage hypnosis generally is real hypnosis, just an extremely glib example of its most basic function. Think back to the show that James Braid witnessed, where a subject found himself unable to open his eyes. In all probability, that performance was the same exact thing that showmen do today. The basic program is to take a group of people, and hypnotize them through a basic induction phase, much like Braid described. The hypnotist selects a few people from this group, and administers something akin to an abbreviated Stanford scale, selects those who respond best, and dismisses the rest. A weakness with stage hypnotism is that there are always some subjects who are only pretending to go along, and perform according to audience expectations. However, as with the Scientific American staffers, plenty of stage hypnotism subjects report actually losing simple abilities during the show (forgetting their name, being unable to move, or experiencing hallucinations such as seeing people naked), but only so long as they were consciously willing to go along. [...]

http://skeptoid.com/episodes/4330


Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.028
  • Sexo: Masculino
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #41 Online: 05 de Dezembro de 2012, 20:05:54 »
Grande contraste entre o programa de hipnose do mythbusters e o do Derren Brown. O do DB lida apenas com a possibilidade de hipnotizar alguém para cometer um assassinato contra a vontade, e não se lembrar de nada, enquanto que os MBs exploram essa e outras aplicações:

<a href="http://www.youtube.com/v/W6kgowCHZBg" target="_blank" class="new_win">http://www.youtube.com/v/W6kgowCHZBg</a>

<a href="http://www.youtube.com/v/90xfZJQzAhc" target="_blank" class="new_win">http://www.youtube.com/v/90xfZJQzAhc</a>

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.790
  • "Minha espada não tem partidos."
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #42 Online: 05 de Dezembro de 2012, 22:16:11 »
São abordagens diferentes. O Derren faz um intenso trabalho de seleção para garantir que está lidando com as pessoas mais sugestionáveis. Ele pensa e atua como mágico profissional e até mistura algumas doses de mentalismo quando tenta se comportar como um psicólogo cético. No Myth vale o que acontecer naquela hora diante das câmeras e depois vem uma tradicional avalanche de e-mails de fãs questionando o que foi feito e então vem mais um programa para refazer tudo de novo.
"Quem for brasileiro, siga-me." Duque de Caxias

"Vamos mudar isso aí. Tá OK?" Capitão Mito Bolsonaro

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.028
  • Sexo: Masculino
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #43 Online: 06 de Dezembro de 2012, 01:39:50 »
É, foi a primeira coisa que pensei, isso da seleção, se bem que achei que a do programa (do Derren mesmo) talvez ainda tivesse sido apressada demais para algo realmente sério. Pareceu sorte demais conseguir já achar alguém com o perfil necessário dentro da platéia, naquele processo, mesmo se tivesse havido uma pré-seleção anterior (a menos talvez que a pré-seleção tivesse sido toda a seleção mais apurada e a seleção no palco fosse encenação). Daí fico com a impressão de simplesmente ser armação mesmo. Alguns elementos definitivamente não são exatamente como contado, como quando falaram que a maior parte da platéia não sabia. Mas ficaram lá sentados esperando o final...

Esses programas dele são interessantes, mas tem problema das coisas ficarem sempre nesse limbo de não se saber o que é só parte do show e o que é real. E também tem algumas falhas técnicas meio mythbusterianas. Como aquele dos placebos. O cara é celebridade internacional em hipnotismo e mentalismo, e vai ser host de um documentário sobre um remédio sobre alteração comportamental? Qualquer um que não tiver um QI de ostra acharia meio suspeito. Me parece bem provável que isso fosse já surtir alguma efeito nos participantes, algo diferente de por exemplo, se o apresentador do suposto programa fosse um John Winston da vida e o Derren Brown ficasse só nos bastidores até o momento da revelação.


"Hipnose placebo", me pergunto se existe isso. :biglol:

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.790
  • "Minha espada não tem partidos."
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #44 Online: 06 de Dezembro de 2012, 01:50:02 »
Existe o que alguns chamam de pseudo-hipnose. Em shows de auditório os mentalistas tiram proveito disso. Exemplo. Ficar com dedos entrelaçados bem apertados com os indicadores afastados apontando para frente. O hipnotizador diz que os indicadores vão se tocar por mais que você resista e acabam se tocando. Não por causa de um estado hipnótico, mas porque a posição é cansativa e as pessoas acabam relaxando até os dedos se tocarem.
"Quem for brasileiro, siga-me." Duque de Caxias

"Vamos mudar isso aí. Tá OK?" Capitão Mito Bolsonaro

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.028
  • Sexo: Masculino
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #45 Online: 06 de Dezembro de 2012, 01:54:39 »
Eu acho que seria interessante pegar uns caras não-treinados em hipnose, e treiná-los num falso protocolo de hipnose (de preferência sem que soubessem ser hipnose falsa), que vá contra os princípios supostos da hipnose, mas que ainda tenha uma "estética" de hipnose a um leigo. E então tê-los como uma espécie de "controle" em hipnoses em voluntários que não sabem disso, comparando os efeitos (se algum) com os do grupo hipnotizado de verdade.

O mais próximo que já ouvi falar foi aquilo de "apenas sugestão", sem hipnose, mas acho que foge disso exatamente em não ter a "estética" da hipnose, e ainda assim funcionar.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.790
  • "Minha espada não tem partidos."
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #46 Online: 06 de Dezembro de 2012, 02:21:26 »
Existe um documentário descrevendo um experimento exatamente com esse formato. Passou uma semana atrás, não lembro se foi no Nat Geo ou no Discovery. Se passar de novo, vou postar a referência.

O experimento era descobrir se é mesmo possível programar alguém para matar mediante sugestões pós-hipnóticas disparadas com uso de palavras-chave.

Foram escolhidos vários voluntários que não conheciam a natureza do experimento. Foram feitos inúmeros testes psicológicos iniciais para traçar um perfil bem detalhado dos voluntários. Depois foram feitos testes de sugestão que filtraram 4 pessoas e por último de transe hipnótico com esses selecionados. A dúvida era saber se estavam de fato hipnotizados. Um a um foram "comandados" a entrar numa banheira com água e gelo como se estivessem entrando num banho morno e confortante. A equipe médica limitou a permanência na banheira em 2 minutos para evitar riscos de hipotermia. Apenas um voluntário chegou a usar os 2 minutos sem sentir os efeitos do frio e manter a pulsação cardiaca num ritmo normal. Os demais tiveram taquicardia severa e todos os sintomas esperados numa situação de baixa temperatura.

O escolhido foi preparado para entrar em ação. Desperto ele receberia um telefonema que tinha uma palavra chave que o induziria a um estado sonambúlico, ele deveria pegar uma maleta, sacar um revolver e atirar numa determinada pessoa. Dito e feito. Tudo saiu como programado. Após o incidente, ele não se lembrava do que tinha feito. Foi novamente hipnotizado para se lembrar. Surgiu um desconforto psicológico, em que ele passou a duvidar da equipe até que fosse apresentado à suposta vítima. O experimento criou uma insegurança no voluntário que começou a questionar se poderia novamente ser manipulado contra a vontade, o que sugere cuidados psicológicos e terapia após o experimento.

Esse programa aborda esse assunto, combinando hipnose com drogas:
http://www.natgeoeducationvideo.com/film/781/undercover-history-cia-secret-experiments
« Última modificação: 06 de Dezembro de 2012, 02:26:08 por Gigaview »
"Quem for brasileiro, siga-me." Duque de Caxias

"Vamos mudar isso aí. Tá OK?" Capitão Mito Bolsonaro

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.028
  • Sexo: Masculino
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #47 Online: 06 de Dezembro de 2012, 02:55:10 »
Uau, interessante. Outro dia vi um programa sobre algo um pouco relacionado (radiolab), uma parte era sobre pessoas que haviam sido traídas em algo meio significativo (ao menos um dos casos era por uma "con-woman"), e como ficam então meio paranóicas/esquizóides, têm dificuldes em confiar em qualquer pessoa. Acho que esse experimento aí deve ter esse efeito ao quadrado. Aliás, isso foi outra coisa que estranhei no programa do Derren Brown, o cara pareceu levar tudo muito numa boa, nem se espantar com nada, estava sempre num estado de "apatia com alguma animação".

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.790
  • "Minha espada não tem partidos."
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #48 Online: 06 de Dezembro de 2012, 03:00:39 »
Uau, interessante. Outro dia vi um programa sobre algo um pouco relacionado (radiolab), uma parte era sobre pessoas que haviam sido traídas em algo meio significativo (ao menos um dos casos era por uma "con-woman"), e como ficam então meio paranóicas/esquizóides, têm dificuldes em confiar em qualquer pessoa. Acho que esse experimento aí deve ter esse efeito ao quadrado. Aliás, isso foi outra coisa que estranhei no programa do Derren Brown, o cara pareceu levar tudo muito numa boa, nem se espantar com nada, estava sempre num estado de "apatia com alguma animação".


Achei: http://dsc.discovery.com/tv-shows/curiosity/topics/brainwashed-to-assassinate.htm
"Quem for brasileiro, siga-me." Duque de Caxias

"Vamos mudar isso aí. Tá OK?" Capitão Mito Bolsonaro

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.028
  • Sexo: Masculino
Re:Fábio Puentes e hipnoses em geral
« Resposta #49 Online: 06 de Dezembro de 2012, 03:08:14 »
Quanto a posição de uns de que seria impossível hipnotizar alguém para cometer um assassinato contra a pŕopria vontade, pensei que a próxima opção talvez pudesse ser achar alguém que quisesse assassinar a pessoa, ser cúmplice dela, e parte do plano ser hipnotizá-la para dizer que não quer/"não querer", e para não lembrar de tê-lo feito.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!