Autor Tópico: Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?  (Lida 4633 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.511
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #25 Online: 05 de Fevereiro de 2018, 17:02:03 »
Postei errado no outro tópico...aqui vai:

Mais do Prof. Molion:

http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=26898.msg703414#msg703414
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Pavlov probably thought about feeding his dogs every time someone rang a bell.

Offline Gauss

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.232
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #26 Online: 05 de Fevereiro de 2018, 19:50:41 »
Postei errado no outro tópico...aqui vai:

Mais do Prof. Molion:

http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=26898.msg703414#msg703414
A minha universidade dando espaço para esse tipo de gente...  :vergonha:
Citação de: Gauss
Bolsonaro é um falastrão conservador e ignorante. Atualmente teria 8% das intenções de votos, ou seja, é o Enéas 2.0. As possibilidades desse ser chegar a presidência são baixíssimas, ele só faz muito barulho mesmo, nada mais que isso. Não tem nenhum apoio popular forte, somente de adolescentes desinformados e velhos com memória curta que acham que a ditadura foi boa só porque "tinha menos crime". Teria que acontecer uma merda muito grande para ele chegar lá.

Offline Pedro Reis

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.981
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #27 Online: 19 de Outubro de 2018, 11:39:17 »
Tudo está perdido.


Offline Pedro Reis

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.981
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #28 Online: 26 de Setembro de 2019, 01:03:28 »
Atenção para a crise do clima nos oceanos chegará tarde demais

Novo relatório do IPCC aponta impactos do aquecimento global nos mares e consequências graves para a vida na Terra



25.set.2019 às 18h31

Marcelo Leite

SÃO PAULO

O leitor mais provável da Folha, assim como três quartos da população brasileira, não mora em região costeira. Por isso é improvável que tome nota –mas deveria– dos riscos que corre com o impacto da crise do clima nos oceanos, tema de relatório científico divulgado quarta-feira (25).
 
Todas as populações da Terra dependem do mar, de uma maneira ou de outra. Eis a mensagem central da publicação “O Oceano e a Criosfera num Clima em Transformação”, do IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudança do Clima), órgão criado em 1988 para relatar o estado da arte da pesquisa climatológica.
 
O texto, conhecido pela sigla em inglês SROCC, completa a trilogia de estudos encomendada ao IPCC em 2016, na esteira do Acordo de Paris. O primeiro contemplou consequências de não limitar o aquecimento a 1,5ºC, como recomenda o tratado (1ºC já se foi); o segundo, impactos dos usos da terra (agricultura, pecuária e florestas); agora, oceanos.
 
Para ter alguma chance de não cruzar esse limiar, seria preciso cortar pelo menos à metade a queima de combustíveis fósseis até 2030. No ano passado, calcula-se que elas aumentaram 2,7%. Nessa toada, no final do século poderá haver entre 2,9ºC e 3,4ºC de aquecimento.

 
Crise do Clima

Mares cobrem 71% da superfície do planeta e absorvem 90% desse calor adicionado à atmosfera com o aquecimento global. Sem esse serviço prestado por eles, já estaríamos fritos e torrados.
 
Líquidos aquecidos se expandem, aprende-se ainda no ensino fundamental. À medida que absorvem calor, os oceanos aumentam de volume, e seu nível médio se eleva.
 
Águas mais quentes fornecem energia para ciclones tropicais (furacões e tufões), tornando mais frequentes os de força máxima (5), como em 2018. Além disso, forçam a migração de espécies marinhas importantes para a pesca, que fornece 17% da proteína animal consumido na Terra.
 
Há outro fator a contribuir para a elevação do mar: derretimento de geleiras terrestres, as que repousam sobre a Antártida, a Groenlândia e as cadeias de montanhas, como os Andes. Esse componente, registra o SROCC, já ultrapassou a expansão térmica como motor da subida das águas oceânicas, acelerando-a.
 
No ritmo atual de lançamento de carbono (gases do efeito estufa) no ar, os oceanos se elevarão até 1,1 m nos próximos 80 anos. Pode parecer pouco a quem mora a mais de 700 m de altitude, como os paulistanos, mas tem efeitos desastrosos para a população costeira, suas propriedades e os responsáveis por sua infraestrutura.
 
Pergunte a um habitante de Santos (SP) o que está acontecendo na Ponta da Praia, como mostrou reportagem da série Crise do Clima em junho de 2018.
 
Há no planeta 680 milhões de pessoas, quase um décimo da população mundial, vivendo em áreas vulneráveis a erosão marinha e a marés meteorológicas (ressacas) cada vez mais destruidoras.
 
Há mais, contudo. Oceanos absorvem também parte do dióxido de carbono (CO2, principal gás do efeito estufa) e suas águas se tornam mais ácidas. Uma ameaça letal para organismos que formam conchas calcárias e para colônias de coral, como a Grande Barreira na Austrália e Abrolhos no Brasil, reduto de grande biodiversidade.
 
Outros 670 milhões de pessoas vivem em áreas montanhosas e dependem de geleiras em desaparição para obter água de uso humano, irrigação e pecuária. É o caso da maior parte da população do Peru, país que, de resto, depende da pesca oceânica tanto para alimentação quanto para exportações.
 
Além das geleiras terrestres, o aquecimento global está afetando as plataformas de gelo que se estendem sobre o mar e também o gelo marinho. Esta última camada, menos espessa, que se expande no inverno e se retrai no verão, encolhe de modo acelerado nos oceanos polares, o Ártico e o Austral.
 
No polo Norte, onde não há um continente, só gelo sobre o mar, o retrocesso assume ritmo dramático. Os dois recordes de menor superfície no mês de setembro (verão boreal) se verificaram nesta década, em 2012 e 2019 –vale dizer, neste exato momento.

 
São partes da criosfera decisivas para o clima e a meteorologia, por exemplo no Sul e no Sudeste do Brasil. Uma mudança drástica nos padrões de chuva, ventos e temperatura, por aqui, sem dúvida atrairia mais atenção para o que ocorre nos oceanos mais distantes. Mas aí já seria tarde demais.
« Última modificação: 26 de Setembro de 2019, 01:07:39 por Pedro Reis »

Offline Pedro Reis

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.981
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #29 Online: 26 de Setembro de 2019, 01:06:42 »
Há muitos tópicos redundantes. Sobre mudanças climáticas são vários, não sabia onde postar.

O Olavo de Carvalho, por exemplo, recebeu a distinção imerecida de uns 5 ou 6 tópicos. Será que não dá pra juntar todos estes tópicos redundantes em um só?

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.467
  • Sexo: Masculino
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #30 Online: 26 de Setembro de 2019, 08:37:01 »
Isso deve gerar dificuldades na ordenação das mensagens, para evitar embaralhamentos que podem gerar alguma confusão. Um trabalhão de edição.

Idealmente se teria um plug-in que, antes de publicar um novo tópico, sugeriria possíveis tópicos relacionados onde o novo poderia ser uma continuidade. Mas isso só ajuda a evitar mais tópicos redundantes no futuro. Quando foristas não-flooders/mirrorers forem postar. Outra coisa interessante que já vi em algum outro fórum era um "rodapé" com tópicos relacionados, o que não deixa de ser um tipo de "fusão" dos tópicos, ainda que não literal. E evitando as dificuldades com edição, ordenação de linhas de argumentação/discussão.

Talvez um paliativo razoável, mais prático, fosse pegar dentre esses tópicos, aqueles com mais mensagens (e com menos divergência, não adianta ser mais volumoso mas ter mudando de assunto na metade do tempo), e "fixá-los," reduzindo as chances de serem criados ainda mais tópicos redundantes. Talvez mudando o título conforme for apropriado.









Tudo está perdido.


<a href="https://www.youtube.com/v/C0J8j7GuLuQ" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/C0J8j7GuLuQ</a>

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.419
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #31 Online: 26 de Setembro de 2019, 09:19:29 »
1. O Polo Norte está derretendo. Já se fala em rotas marítimas passando por lá e em exploração mineral.
2. Esse monte de guerras e migrações em várias partes do mundo são atribuídas à religião, aos traficantes etc. Sim, estas são as causas visíveis e que dão manchete, mas, em muitos casos, é a seca crescente que leva aos conflitos quando uma população invade a terra alheia fugindo da seca.
3. Falando em seca, muitas populações na América do Sul e Ásia dependem da água do degelo das montanhas. Se este gelo acabar, os rios secarão.
3. Se um milhão de cientistas defenderem que há um aquecimento global, os céticos se agarrarão aos poucos que duvidam dele. Se o gelo num pequeno trecho do Polo Sul aumenta, os céticos vão ignorar que o resto está derretendo muito mais depressa. Se há um recorde de frio no inverno dos EUA,  todos debocham dos ambientalistas, mas fingem que não veem que do Canadá para cima ou na Escandinávia os invernos estão cada vez menos frios.
4. Você sabia que é possível ser de direita e mesmo assim aceitar que há um aquecimento?
« Última modificação: 26 de Setembro de 2019, 09:21:33 por Fernando Silva »

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.419
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #32 Online: 26 de Setembro de 2019, 09:23:49 »
"Estive na Itália no inverno e estava frio, portanto não há aquecimento global" (político brasileiro idiota cujo nome me escapa no momento)

Offline Marciano

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.214
  • “Was mich nicht umbringt, macht mich stärker.”
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #33 Online: 26 de Setembro de 2019, 09:38:44 »
1. O Polo Norte está derretendo. Já se fala em rotas marítimas passando por lá e em exploração mineral.
2. Esse monte de guerras e migrações em várias partes do mundo são atribuídas à religião, aos traficantes etc. Sim, estas são as causas visíveis e que dão manchete, mas, em muitos casos, é a seca crescente que leva aos conflitos quando uma população invade a terra alheia fugindo da seca.
3. Falando em seca, muitas populações na América do Sul e Ásia dependem da água do degelo das montanhas. Se este gelo acabar, os rios secarão.
3. Se um milhão de cientistas defenderem que há um aquecimento global, os céticos se agarrarão aos poucos que duvidam dele. Se o gelo num pequeno trecho do Polo Sul aumenta, os céticos vão ignorar que o resto está derretendo muito mais depressa. Se há um recorde de frio no inverno dos EUA,  todos debocham dos ambientalistas, mas fingem que não veem que do Canadá para cima ou na Escandinávia os invernos estão cada vez menos frios.
4. Você sabia que é possível ser de direita e mesmo assim aceitar que há um aquecimento?

Eu não sou negacionista. Acredito que realmente possa estar acontecendo. Só não tenho certeza é se é devido à ação humana ou se é devido a causas naturais, pois pelo que me informei até agora, já houve outros períodos de aquecimento global antes da industrialização.

Por falta de tempo de ficar procurando em livros e revistas, vou citar a Scientific American:

Citar
Earth’s Orbital Shifts May Have Triggered Ancient Global Warming

Citar
A new study combining astronomical and geologic data hints at an extraterrestrial cause for extreme climate change 56 million years ago

Citar
Some 56 million years ago, during the transition between the Paleocene and Eocene epochs, Earth caught a fever. In a span of scarcely 20,000 years—not even a rounding error in most measures of geologic time—massive amounts of carbon dioxide flowed into the atmosphere, and average temperatures rose by five to eight degrees Celsius. The planet was transformed. Crocodiles basked on Arctic beaches lined with palm trees, and steamy swamps and jungles stretched across much of the midlatitudes. Such “hyperthermal” events periodically come and go throughout Earth’s history, but this one was particularly intense for unclear reasons. For decades, researchers have puzzled over what triggered this Paleocene-Eocene Thermal Maximum (PETM), peering through the lens of the past to better understand our planet’s present-day warming. A surge in volcanic eruptions likely played a role, perhaps aided by a comet impact. But a new study suggests the PETM may have been instigated by subtle shifts in Earth’s orbit around the sun.

Determining where Earth was tens of millions of years ago is a surprisingly thorny problem, because the sun and its planets form a chaotic system, in which minuscule orbital changes can, over time, magnify into enormous effects. Astronomers’ best models of planetary motions cannot go further back in time than about 50 million years. Geologists can help by seeking clues about Earth’s paleoclimate in ancient seafloor sediments and using those data to extrapolate information about the planet’s past position, relative to the sun. In the new study, published in Science, Richard Zeebe, a paleoceanographer at the University of Hawaii at Manoa, and Lucas Lourens, a geoscientist at Utrecht University in the Netherlands, combined astronomical and geologic data to push our detailed knowledge of Earth’s position back another eight million years, linking the PETM’s onset with a larger cycle of orbital change.

“Given an orbital trigger for the PETM and the strong evidence for orbital pacing of the subsequent hyperthermals, no other trigger is necessary,” Zeebe says.



Citar
A 405,000-YEAR CLOCK

Citar
Earth’s orbit is eccentric, meaning it has changed repeatedly over time. Nudged by the gravitation of Jupiter, Mars, Venus and other planets, our world’s axial tilt and precession are always slowly shifting. And its orbit slips between circular and elliptical paths in complex cycles across millennia. One cycle in particular, with a duration of 405,000 years, helps geologists calibrate planetary dynamics using sediment records: like clockwork, when this cycle brought Earth closer to the sun, the climate warmed, leaving behind evidence laid down in rock.

In their study, Zeebe and Lourens examined geologic records to identify orbital eccentricity cycles, calculating a new astronomical solution for the positions and velocities of the planets in the past and checking it against the sediments from Atlantic Ocean seafloors. “We came up with a remarkable match,” Zeebe says. “The geologic record and our calculation seem to be very much in agreement until 58 million years ago.” Most significantly, Zeebe and Lourens’s calculations show the PETM also began around one of the 405,000-year cycles, which tracks with past hyperthermal events, suggesting planetary dynamics initiated it.

“We’ve been waiting for someone to do something like this for some time,” says Linda Hinnov, a paleoclimatologist at George Mason University, who was not involved in the study. She says that figuring out which of the many proposed astronomical solutions for planetary dynamics fit the geologic data is key to illuminating where Earth was more than 50 million years ago. The new study could provide an anchor to pushing that window even further back in time, she adds.

https://www.scientificamerican.com/article/earths-orbital-shifts-may-have-triggered-ancient-global-warming/

A direita não existia há 50 milhões de anos. Nem a esquerda. Nem os humanos.

𝕸𝖆𝖗𝖈𝖎𝖆𝖓𝖔

Offline Marciano

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.214
  • “Was mich nicht umbringt, macht mich stärker.”
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #34 Online: 26 de Setembro de 2019, 09:43:50 »
Se já aconteceu por causas naturais, acho precipitado atribuir à ação humana. Ademais, ainda que esta seja a causa do atual aquecimento global, isto já é antigo, pois o assunto surgiu no século XIX. Não vejo muita coisa que possamos fazer a respeito, a não ser que voltemos à época pré-industrial.

Acho que ninguém vai abrir mão de toda a tecnologia atual, tudo aquilo que causaria efeito estufa, aquecimento, etc.

Se for mesmo causado por ações humanas, o que se pode fazer a respeito que realmente detenha o processo?
𝕸𝖆𝖗𝖈𝖎𝖆𝖓𝖔

Offline Gorducho

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.921
  • Sexo: Masculino
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #35 Online: 26 de Setembro de 2019, 10:00:19 »
Está o Sol a causar aquecimento global?
One of the “smoking guns” that tells us the Sun is not causing global warming comes from looking at the amount of the Sun’s energy that hits the top of the atmosphere. Since 1978, scientists have been tracking this using sensors on satellites and what they tell us is that there has been no upward trend in the amount of the Sun’s energy reaching Earth.
A second smoking gun is that if the Sun were responsible for global warming, we would expect to see warming throughout all layers of the atmosphere, from the surface all the way up to the upper atmosphere (stratosphere). But what we actually see is warming at the surface and cooling in the stratosphere. This is consistent with the warming being caused by a build-up of heat-trapping gases near the surface of the Earth, and not by the Sun getting “hotter.”

Citação de: Analista Marciano
Acho que ninguém vai abrir mão de toda a tecnologia atual, tudo aquilo que causaria efeito estufa, aquecimento, etc.
Claro que não. Ao contrário: a expectativa hoje em dia é que haja AUMENTO constante de consumo, particularmente inserindo populações hoje marginalizadas desse processo.
Citar
Se for mesmo causado por ações humanas, o que se pode fazer a respeito que realmente detenha o processo?
De prático nada. O fulcro real é a superpopulação da crosta propiciada pela Revolução Industrial e seu consequente superconsumo. E é essa realidade que ocasionará o fim da sociedade humana terrícola nos termos que hoje conhecemos.
« Última modificação: 26 de Setembro de 2019, 10:09:57 por Gorducho »

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.467
  • Sexo: Masculino
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #36 Online: 26 de Setembro de 2019, 10:02:03 »
Se já aconteceu por causas naturais, acho precipitado atribuir à ação humana. Ademais, ainda que esta seja a causa do atual aquecimento global, isto já é antigo, pois o assunto surgiu no século XIX. Não vejo muita coisa que possamos fazer a respeito, a não ser que voltemos à época pré-industrial.

Acho que ninguém vai abrir mão de toda a tecnologia atual, tudo aquilo que causaria efeito estufa, aquecimento, etc.

Se for mesmo causado por ações humanas, o que se pode fazer a respeito que realmente detenha o processo?



É o conhecimento das causas naturais que permite atribuir o que se observa no presente à ação humana. Os gases do efeito estufa causam o efeito estufa, sejam eles emitidos naturalmente ou industrialmente, e eles vêm sido emitidos numa quantidade que não é acompanhada pela "captura" natural, ao mesmo tempo em que outros fatores naturais estão ou "estáveis"/desprezíveis no momento, ou já indo na direção contrária (enfraquecimento solar).



Não é necessário abrir mão de tecnologia atual:


[...]

A CONSERVATIVE solution to global warming (Part 1)

<a href="https://www.youtube.com/v/D99qI42KGB0" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/D99qI42KGB0</a>

Fontes listadas na descrição do vídeo.




A conservative solution to climate change - part 2

<a href="https://www.youtube.com/v/6fV6eeckxTs" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/6fV6eeckxTs</a>


Também não descartaria geogengenharia climática, embora isso seja algo abrangente e possa haver abordagens específicas que não sejam realmente desejáveis, responsáveis.

Offline Pedro Reis

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.981
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #37 Online: 26 de Setembro de 2019, 10:52:26 »
Isso deve gerar dificuldades na ordenação das mensagens, para evitar embaralhamentos que podem gerar alguma confusão. Um trabalhão de edição.



Nosso competente e talentoso webmaster poderia mesclar as mensagens intercalando-as pelo critério de ordem cronológica. Ficaria como um tópico sobre um mesmo assunto, mas apresentando algumas conversas paralelas.

Algo que acontece, ás vezes.

Offline Pedro Reis

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.981
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #38 Online: 26 de Setembro de 2019, 11:25:31 »
Citação de: Marciano
Eu não sou negacionista. Acredito que realmente possa estar acontecendo. Só não tenho certeza é se é devido à ação humana ou se é devido a causas naturais, pois pelo que me informei até agora, já houve outros períodos de aquecimento global antes da industrialização.


Períodos de aquecimento e de resfriamento fazem parte da história do planeta. Mas normalmente não ocorrem com essa rapidez  que atualmente se verifica.

Se uma mudança climática global já aconteceu antes a taxas semelhantes (não sei se exatamente com a mesma velocidade) foi porque algum colossal cataclismo, como a erupção do super vulcão Toba há 70 mil anos, provocou a alteração do clima. O que confirma que atualmente a causa deve ser antropogênica, uma vez que, recentemente, nenhum super vulcão explodiu e nem fomos atingidos por um grande asteroide. Ao menos que alguém tenha notado.

Meu caro Marciano, eu acho que se você conseguir ser honesto consigo mesmo a respeito desse assunto, vai admitir para si mesmo que a sua dificuldade em aceitar que as mudanças climáticas sejam consequência do efeito estufa, está condicionada não pela razão, mas pelas lentes ideológicas que você usa para enxergar o mundo.

Tente dar respostas convincentes à estas questões:

- Se nada disso tem relação com efeito estufa então como foi possível, HÁ 40 ANOS, os climatologistas construírem modelos que previram efeitos como o derretimento da calota polar ártica e até um inédito furacão no hemisfério sul, baseados justamente em uma dinâmica de aumento de temperatura que teoricamente seria esperada como consequência de um efeito estufa, em consonância com as previsões relativas às taxas de emissão de gases de efeito estufa? Ainda: se as causas, como você especula, são naturais e não compreendidas, como foi possível fazer previsões razoavelmente acuradas sem entender as causas do fenômeno? Isso não existe em Ciência.

- Você viu o vídeo produzido pela Shell que eu postei? Um vídeo tão alarmista quanto qualquer um do Greenpeace. Faz sentido pensar que a Shell também está participando da conspiração comunista/onguista do aquecimento global?

Gostaria de conhecer suas reflexões a respeito destes pontos em específico.

Offline Pedro Reis

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.981
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #39 Online: 26 de Setembro de 2019, 11:30:46 »

Também não descartaria geogengenharia climática, embora isso seja algo abrangente e possa haver abordagens específicas que não sejam realmente desejáveis, responsáveis.

Os cientistas falam em tornar Marte habitável estimulando a criação de uma atmosfera juntamente com uma biosfera.

Fico pensando: se isso não for viagem na maionese, muito mais fácil seria transformar os desertos do norte da África na floresta tropical que já foram um dia no passado. Talvez resolvesse o nosso problema ou pelo menos evitasse a catástrofe maior.

Offline Pedro Reis

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.981
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #40 Online: 26 de Setembro de 2019, 11:31:55 »
Está o Sol a causar aquecimento global?
One of the “smoking guns” that tells us the Sun is not causing global warming comes from looking at the amount of the Sun’s energy that hits the top of the atmosphere. Since 1978, scientists have been tracking this using sensors on satellites and what they tell us is that there has been no upward trend in the amount of the Sun’s energy reaching Earth.
A second smoking gun is that if the Sun were responsible for global warming, we would expect to see warming throughout all layers of the atmosphere, from the surface all the way up to the upper atmosphere (stratosphere). But what we actually see is warming at the surface and cooling in the stratosphere. This is consistent with the warming being caused by a build-up of heat-trapping gases near the surface of the Earth, and not by the Sun getting “hotter.”

Citação de: Analista Marciano
Acho que ninguém vai abrir mão de toda a tecnologia atual, tudo aquilo que causaria efeito estufa, aquecimento, etc.
Claro que não. Ao contrário: a expectativa hoje em dia é que haja AUMENTO constante de consumo, particularmente inserindo populações hoje marginalizadas desse processo.
Citar
Se for mesmo causado por ações humanas, o que se pode fazer a respeito que realmente detenha o processo?
De prático nada. O fulcro real é a superpopulação da crosta propiciada pela Revolução Industrial e seu consequente superconsumo. E é essa realidade que ocasionará o fim da sociedade humana terrícola nos termos que hoje conhecemos.

E simplesmente vamos nos resignar, dar de ombros e aceitar?

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.487
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #41 Online: 26 de Setembro de 2019, 12:19:26 »
Mas então por que se preocupar?
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.487
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #42 Online: 26 de Setembro de 2019, 12:26:36 »
Ou com o que se preocupar?

No meu tempo de vida só estarei colhendo prejuízos das trapalhadas alheias, por que teria eu que arcar com mais ainda o ônus de sanar algo com um esforço que não será compartilhado a contento por possivelmente a mesma maioria que continuaria a causar tudo isso?
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.467
  • Sexo: Masculino
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #43 Online: 26 de Setembro de 2019, 12:28:18 »

Também não descartaria geogengenharia climática, embora isso seja algo abrangente e possa haver abordagens específicas que não sejam realmente desejáveis, responsáveis.

Os cientistas falam em tornar Marte habitável estimulando a criação de uma atmosfera juntamente com uma biosfera.

Fico pensando: se isso não for viagem na maionese, muito mais fácil seria transformar os desertos do norte da África na floresta tropical que já foram um dia no passado. Talvez resolvesse o nosso problema ou pelo menos evitasse a catástrofe maior.

Acho que essas coisas de "terraformação" são faladas só em termos quase de ficção científica, pensando no futuro ao longo dos séculos e milênios, não "política." Inclusive mesmo quando isso eventualmente se tornasse "política," ainda deveria ser algo bem lento.

Não sei o quanto "florestamento" ameniza as coisas, acho que o ritmo de captura de CO2 por crescimento das árvores requereria reflorestamentos massivos por todo o planeta para dar conta de capturar todo o "excesso". Mas ainda assim, seria só isso, depois seria necessário continuar reduzindo emissões com tecnologias mais limpas. As florestas em si emitem CO2 em algum grau, elas só funcionam "contra" mais em sua preservação (já que o desflorestamento é inerentemente emissão de mais CO2) do que no crescimento.







Isso deve gerar dificuldades na ordenação das mensagens, para evitar embaralhamentos que podem gerar alguma confusão. Um trabalhão de edição.



Nosso competente e talentoso webmaster poderia mesclar as mensagens intercalando-as pelo critério de ordem cronológica. Ficaria como um tópico sobre um mesmo assunto, mas apresentando algumas conversas paralelas.

Algo que acontece, ás vezes.

Acho que causaria algumas ambigüidades em alguns pontos, por pessoas respondendo a outras sem citação, e não ficar claro a que linha de conversa se refere. Mas talvez o "Re: Tópico original" mantido em cada mensagem ajudasse a sanar isso, ainda que dependa de quem estiver lendo perceber.









Ou com o que se preocupar?

No meu tempo de vida só estarei colhendo prejuízos das trapalhadas alheias, por que teria eu que arcar com mais ainda o ônus de sanar algo com um esforço que não será compartilhado a contento por possivelmente a mesma maioria que continuaria a causar tudo isso?

Da mesma forma, para que se preocupar com a previdência? É só emprestar mais, e/ou imprimir dinheiro. Bola para frente.

Offline Gorducho

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.921
  • Sexo: Masculino
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #44 Online: 26 de Setembro de 2019, 13:29:06 »
E simplesmente vamos nos resignar, dar de ombros e aceitar?
Non ! non !  :vergonha:
Sou completamente contra essa postura absurda do governo brasileiro em relação à devastação da Amazonia e tudo :no:
Não precisamos ACELERAR o fim; e devemos viver da melhor forma possível até lá :ok:
Reconheço que foi simplório dizer de prático nada.
Es decir: de prático nada pra evitar o desfecho que é causado pela superpopulação; + devemos fazer o possível pra amenizar a existencia até lá. E mesmo prorrogá-la, bien sûr.
Reduzir o uso de plásticos; transportes coletivos... :ok:
Como 1 paciente diagnosticado c/moléstia fatal irá se tratar pra adiar e ter a melhor possível qualidade de vida (sem dores; viajar e comer bem enquanto der...).
ME RETRATO NESSE PARTICULAR :louva:
Citação de: Sr. Buckaroo Banzai
É só emprestar mais, e/ou imprimir dinheiro. Bola para frente.
Bom, esse é o mantra da Economia atual...
Não pode faltar criação de moeda eletrônica ($ impresso já foi sucesso) "crédito" pra manter o consumo e as bolhas especulativas ;P
« Última modificação: 26 de Setembro de 2019, 13:42:27 por Gorducho »

Offline Horacio

  • Nível 06
  • *
  • Mensagens: 62
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #45 Online: 26 de Setembro de 2019, 13:51:23 »
O problema é o tamanho dos incentivos economicos existentes para o desenvolvimento de tecnologias de controle e modificações climáticas. Outro problema é a condução da percepção publica sobre o tema por um lobby midiatico-tecnocrático viciado em memes superficias e manipulação ideológica. A combinação dos dois explica boa parte da cegueira da sociedade para a exploração e manipulação doentia de crianças por parte do Extinction Rebellion ao mesmo tempo em que a população é envenenada de todas as formas por problemas ambientais muito mais graves do que o CO2.
« Última modificação: 26 de Setembro de 2019, 13:56:24 por Horacio »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.524
  • Sexo: Masculino
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #46 Online: 27 de Setembro de 2019, 09:03:48 »


Enfim, esse terrorismo ambiental, o catastofrismo apocaliptico do aquecimento global faz muito mal à ciência, porque se perde o foco objetivo científico e passa a ter uso político, como o Al Goro está fazendo com o IPCC, altamente contestado. Isso faz muito mais mal do que bem.


Concordo contigo. Acontece que nós estamos do lado do "politicamente incorreto" ao questionar o aquecimento global. Mas, dane-se o "politicamente correto"!!! Não posso defender algo que não acredito.

Por exemplo: fazem propaganda para que nós usemos a água de forma racinável. Dizem que essa fonte está se esgotando. Ora, aqui na minha cidade (João Pessoa) chove torrencialmente há dias sem parar. É água pra dedeu. Toda essa água está descendo pelos esgotos. Por que não temos uma estrutura para captar essa água? A cidade está inundada. Nossas casas poderiam captar essa água para ser usada.

Daqui há um ano, quando a seca castigar... os discursos serão os mesmos... temos que racionar água... blá, blá, blá...

Meio non-sequitur... de aquecimento global, para economia de água... essas coisas são apenas infimamente relacionadas.

Você está ciente de que o índice pluviométrico de todas as cidades não é igual a esse, e de que o tratamento de água para consumo envolve custos, certo?

Com relação ao custo, tudo bem. Mas a quantidade de agua no planeta não diminuiu e nem aumentou.





Sim, a quantidade de água no planeta não diminuiu e nem aumentou.  Mas, a água potável, e disponível com baixo custo em determinado local pode, sim, diminuir.  Mesmo uma grande fonte de água, como o aquífero Guarani, pode vir a ser contaminado com substâncias tóxicas, e então ficar imprestável para consumo humano ou animal, até mesmo para irrigação de plantações (no caso da substância tóxica passar para a planta, e assim fazer parte da cadeia alimentar) .


« Última modificação: 27 de Setembro de 2019, 09:08:16 por JJ »

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.467
  • Sexo: Masculino
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #47 Online: 30 de Setembro de 2019, 14:38:17 »
Citar

https://qz.com/1069298/the-3-of-scientific-papers-that-deny-climate-change-are-all-flawed/

[...]

But what about those 3% of papers that reach contrary conclusions? Some skeptics have suggested that the authors of studies indicating that climate change is not real, not harmful, or not man-made are bravely standing up for the truth, like maverick thinkers of the past. (Galileo is often invoked, though his fellow scientists mostly agreed with his conclusions—it was church leaders who tried to suppress them.)

Not so, according to a review published in the journal of Theoretical and Applied Climatology. The researchers tried to replicate the results of those 3% of papers—a common way to test scientific studies—and found biased, faulty results.

Katharine Hayhoe, an atmospheric scientist at Texas Tech University, worked with a team of researchers to look at the 38 papers published in peer-reviewed journals in the last decade that denied anthropogenic global warming.

“Every single one of those analyses had an error—in their assumptions, methodology, or analysis—that, when corrected, brought their results into line with the scientific consensus,” Hayhoe wrote in a Facebook post.

[...]








O principal motor da subida do nivel das aguas eh expansao termica mesmo.

Mais recentemente li que é apenas um terço do aumento do nível do mar que é atribuído a expansão térmica. Foram mudando as estimativas. Mas talvez isso já fosse uma revisão anterior a essa mensagem, e não de lá para cá. Não lembro de onde vi isso.

Citar
https://sealevel.nasa.gov/understanding-sea-level/global-sea-level/thermal-expansion

In brief

Ocean water expands as it warms, filling larger volumes. The ocean absorbs more than 90 percent of the heat that greenhouse gases trap in Earth’s atmosphere, making thermal expansion a significant contributor to global sea-level rise — about one-third of the total observed.

[...]











Sim, a quantidade de água no planeta não diminuiu e nem aumentou.  Mas, a água potável, e disponível com baixo custo em determinado local pode, sim, diminuir.  Mesmo uma grande fonte de água, como o aquífero Guarani, pode vir a ser contaminado com substâncias tóxicas, e então ficar imprestável para consumo humano ou animal, até mesmo para irrigação de plantações (no caso da substância tóxica passar para a planta, e assim fazer parte da cadeia alimentar) .


Mesmo onde chove torrencialmente, a água potável pode faltar se não é usada com racionalidade. Basta o governo e/ou empresas não administrarem bem as coisas.

Haver a possibilidade teórica de maior aproveitamento via captação (inexistante) não muda essa realidade.

Offline Pedro Reis

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.981
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #48 Online: 30 de Setembro de 2019, 16:12:59 »


Acho que essas coisas de "terraformação" são faladas só em termos quase de ficção científica, pensando no futuro ao longo dos séculos e milênios, não "política." Inclusive mesmo quando isso eventualmente se tornasse "política," ainda deveria ser algo bem lento.

Não sei o quanto "florestamento" ameniza as coisas, acho que o ritmo de captura de CO2 por crescimento das árvores requereria reflorestamentos massivos por todo o planeta para dar conta de capturar todo o "excesso". Mas ainda assim, seria só isso, depois seria necessário continuar reduzindo emissões com tecnologias mais limpas. As florestas em si emitem CO2 em algum grau, elas só funcionam "contra" mais em sua preservação (já que o desflorestamento é inerentemente emissão de mais CO2) do que no crescimento.


Provavelmente é ficção científica. Infelizmente.

Porque o reflorestamento (ou florestamento) é uma forma de capturar carbono. Costuma-se dizer "sequestrar" carbono.

Uma planta é constituída de carbono, carbono que ela obtém da atmosfera. Estima-se que cada hectare de floresta sequestre entre 150 a 200 toneladas de carbono. Depois disso, do florestamento de uma área, estabelece-se um processo cíclico em que parte desse carbono é emitida e reabsorvida. Emitida e absorvida... Mas se for possível produzir uma floresta em uma área atualmente desértica, cada hectare desta floresta, para crescer, terá sequestrado algumas centenas de toneladas de carbono da atmosfera. (Lei de Lavoisier)

E ainda haveria outros benefícios econômicos.



A maior parte da área clara que aparece nesta imagem de satélite do norte da África é desértica. Mas no passado era verde, quase toda coberta por savanas e pradarias. Tendo havido também mais ao sul áreas de floresta onde hoje é apenas deserto.

Se essa região gigantesca pudesse ser transformada em uma amazônia africana, cada molécula orgânica da imensa floresta teria sido obtida do CO2 atmosférico.



Offline Brienne of Tarth

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.486
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Há certeza no meio científico sobre a causa do aquecimento global?
« Resposta #49 Online: 30 de Setembro de 2019, 16:26:29 »
Ou com o que se preocupar?

No meu tempo de vida só estarei colhendo prejuízos das trapalhadas alheias, por que teria eu que arcar com mais ainda o ônus de sanar algo com um esforço que não será compartilhado a contento por possivelmente a mesma maioria que continuaria a causar tudo isso?

"Quem planta tâmaras não colhe tâmaras..."
GNOSE

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!