Autor Tópico: O Medo  (Lida 23415 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
O Medo
« Online: 03 de Agosto de 2009, 11:01:20 »
Abri este tópico para perguntar aos meus amigos ateístas, agnósticos e afins como eles lidam com o medo.
Em um tópico qualquer, que não me lembro qual, um forista alegou que as doutrinas espíritas são dogmáticas e não passam de subterfúgio para o prosélito lidar com seus medos. Aliás, tenho lido nos diversos fóruns, muitos posts em que os ateístas acusam os teístas de utilizarem a religião como muleta para tratamento do medo. Pois muito bem, entendo que o medo é algo natural e inevitável. Um exemplo simples é minha filhinha que vai completar seis anos. Desde antes de seu nascimento eu combinei com a minha patroa de não colocar medo nela. Alertei às avós para que tb não colocassem medo nela (minha mãe gosta de falar de velho do saco e de diversos personagens que fazem as crianças ficarem com medo), mas não adiantou. Ela morre de medo de lobisomem, vampiro, da malévola (personagem maligna do clássico A Bela Adormecida), da múmia, do Michael Jackson (por causa do clipe do Thriller) e por aí vai... No momento ela não deixa minha mulher dormir comigo. Quer que a mãe durma com ela ou vem se enfiar no nosso meio em nossa cama.
O medo parece ser algo que surge inevitavelmente, medo de escuro, medo da morte, medo de situações diversas. Diante disso, parece tb inevitável recorrer aos deuses. No meu caso, que sou cristão, crente convicto, recorro ao Deus cristão. Ao orar, frente a uma situação amedrontadora, eu consigo conforto. Se meu filho está doente (e eu morro de medo de perder um filho) eu levo ao médico, mas isso não me conforta. Só depois de falar com Deus é que relaxo. Enfim, Deus (ou a idéia dele existir e atender orações) é absolutamente eficaz no tratamento do medo.
Diante do exposto, pergunto: “O que vc ateísta, agnóstico e afim faz ao sentir medo? Como se conforta? Como concilia o sono? Como relaxa diante de uma situação aterradora?”

Offline Galthaar

  • Nível 19
  • *
  • Mensagens: 596
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #1 Online: 03 de Agosto de 2009, 11:21:14 »

Quando sinto medo, me sinto vivo. Simplesmente isso.

O medo é a primeira das virtudes humanas, cultivado antes mesmo de haver uma espécie humana. Ele é saudável e necessário, o único pecado que podemos cometer é tê-lo em excesso suficiente para atrapalhar uma visão coerente do mundo, caso de grande parte dos religiosos.
"A dominação social no capitalismo, no seu nível mais fundamental, não consiste na dominação das pessoas por outras pessoas, mas na dominação das pessoas por estruturas sociais abstratas constituídas pelas próprias pessoas."

Moishe Postone, Tempo, trabalho e dominação social

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.279
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re: O Medo
« Resposta #2 Online: 03 de Agosto de 2009, 11:37:40 »
Citar
Se meu filho está doente (e eu morro de medo de perder um filho)...

Eu diria que a crença em deus não esta lhe ajudando muito...

No papel é muito bonitinho, um reino com anjinhos, paz, ao lado de um deus super gente fina, mas na prática né...
« Última modificação: 03 de Agosto de 2009, 11:40:08 por Di »
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #3 Online: 03 de Agosto de 2009, 14:37:16 »

Quando sinto medo, me sinto vivo. Simplesmente isso.

O medo é a primeira das virtudes humanas, cultivado antes mesmo de haver uma espécie humana. Ele é saudável e necessário, o único pecado que podemos cometer é tê-lo em excesso suficiente para atrapalhar uma visão coerente do mundo, caso de grande parte dos religiosos.

Vc não está respondendo. Ninguém se sente com medo e feliz ao mesmo tempo. O medo é angustiante, tira a paz, o sono, a fome, o tesão, a concentração. Como vc trata o medo? Imagine a iminência da morte, sua ou de seu filho, ou a possibilidade de perder o emprego, ou que um valentão vai te pegar de cacete quando vc sair do trabalho, sei lá... Como vc lida com isso?

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #4 Online: 03 de Agosto de 2009, 14:38:20 »
Citar
Se meu filho está doente (e eu morro de medo de perder um filho)...

Eu diria que a crença em deus não esta lhe ajudando muito...

No papel é muito bonitinho, um reino com anjinhos, paz, ao lado de um deus super gente fina, mas na prática né...

A questão não sou eu, mas vc. Como vc administra seu pavor sem recorrer a um deus?

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.279
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re: O Medo
« Resposta #5 Online: 03 de Agosto de 2009, 14:48:20 »
Isso é muito subjetivo. Pavor de que, especificamente?
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Dr. Manhattan

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.342
  • Sexo: Masculino
  • Malign Hypercognitive since 1973
Re: O Medo
« Resposta #6 Online: 03 de Agosto de 2009, 14:55:09 »
Medo... Bem, se você se refere a algum tipo de angústia, no meu caso procuro conversar com minha mulher, meus pais e meus
amigos. Ler um bom livro também ajuda. "Conversar com deus" é a sua estratégia e nao lhe censuro* por isso.


Lembro de uma história que vi na TV: no finalzinho da Segunda Guerra Mundial, o encouraçao americano Indianapolis foi afundado
por um submarino japonês. A maioria dos marinheiros sobreviveu ao afundamento e ficou flutuando com seus coletes salva-vidas,
mas boa parte desses foi devorada por tubaroes. Um dos sobreviventes guardou seu colete por muitos anos. Ele dizia que quando
estava angustiado, por causa do trabalho ou de problemas com os filhos, ele ia até o porao de sua casa e vestia o colete...


*agora, acreditar que o barbudao está ouvindo, aí é outra história. :lol:
You and I are all as much continuous with the physical universe as a wave is continuous with the ocean.

Alan Watts

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.266
Re: O Medo
« Resposta #7 Online: 03 de Agosto de 2009, 15:07:04 »
O medo é um instinto de sobrevivência mas também pode ser um alerta de perigo de ameaça que pode não envolver necessariamente a possibilidade morte, mas de perda, mudança ou insegurança, por exemplo. Colocado dessa forma, o medo é intrinseco ao comportamento de todos os animais mas no caso do homem, o ato de pensar cria medos para situações que só existem na mente das pessoas. Nós criamos os nossos fantasmas mentais e passamos a temê-los como fantasmas reais.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Mr. Mustard

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.918
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #8 Online: 03 de Agosto de 2009, 15:17:06 »
Famado,

a) Se fico com medo de perder meu emprego, procuro por outras oportunidades, verifico se eu me encaixo no perfil da vaga, se o salário é compatível com a minha renda atual e o medo some;
b) Se fico pensando que vou morrer por causa de uma gripe, ou febre, vou ao médico, sou medicado e o medo some;
c) Se um dos meus filhos ficam doentes, tomo as mesmas medidas do item "b";
d) Eu tenho muito medo de viajar de avião, mas as vezes é inevitável por conta do trabalho. Então eu levo sempre um livro do meu interesse e o medo latente some, fica somente aquele incomodo que eu não sei explicar de estar no avião, que obviamente some assim que ele pousa.
e) Para todos os itens acima, não perco em nenhum momento o otimismo. Coloco em minha mente que tudo vai passar e vai dar certo.
f) Tento não pensar em assaltos, bala perdida, atropelamente, etc. Senão vira paranóia;

Enfim, não preciso de fato, invocar nada além.

Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #9 Online: 03 de Agosto de 2009, 15:17:55 »
Medo todos sentem uma hora ou outra. Basicamente Dr. Manhatan e Gigaview já responderam, mas pelo menos eliminar os medos fictícios da religião melhoraram muito essa equação!
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.266
Re: O Medo
« Resposta #10 Online: 03 de Agosto de 2009, 15:22:53 »
Vou contar uma estória. Meus primos, quando eram crianças pequenas, vinham passar as férias na minha casa e para dormir era um tormento pois todos dormiam num mesmo quarto, com a luz acesa, e isso era desagradável para mim que também dormia alí com eles. O motivo era a cuca. Na cabecinha deles a cuca era uma ameaça e a luz acesa era uma proteção. Todos tremiam de medo da cuca e do escuro.

Preparei uma brincadeira do tipo "a cuca vem aí". No papel de cuca, eu entrava no quarto com a luz acesa ia e pegando um a um. Mostre como era fácil para a cuca ver todos com a luz acesa. Repetimos a brincadeira com a luz apagada. Entrei no quarto, esperei um pouco, me queixei que estava muito escuro, que não conseguia ver e sai do quarto sem pegar ninguém. Voltei sentei com eles, expliquei que não fazia sentido dormir com a luz acesa e a partir desse dia acabou o medo do escuro e da cuca.

No caso dos adultos, acho que é mais ou menos a mesma coisa. Os medos são na maioria das vezes irracionais, e se você parar para pensar um pouco os fantasmas desaparecem.

A pior coisa que poderia ter feito seria pedir para as crianças rezarem para se protegerem da cuca. Nesse caso estaria alimentando a idéia de um fantasma para solucionar um problema, mas na verdade estaria criando outro medo, o medo de não agradar o fantasmão que afastou a cuca... :)
« Última modificação: 03 de Agosto de 2009, 15:30:54 por Gigaview »
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #11 Online: 03 de Agosto de 2009, 15:38:36 »
O medo é um instinto de sobrevivência mas também pode ser um alerta de perigo de ameaça que pode não envolver necessariamente a possibilidade morte, mas de perda, mudança ou insegurança, por exemplo. Colocado dessa forma, o medo é intrinseco ao comportamento de todos os animais mas no caso do homem, o ato de pensar cria medos para situações que só existem na mente das pessoas. Nós criamos os nossos fantasmas mentais e passamos a temê-los como fantasmas reais.


De fato. Mas o que vc faria no caso do naufrago do Manhatan. Imagine que o tubarão tá rondando e a morte é uma possibilidade absolutamente real? O que vc faz?

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #12 Online: 03 de Agosto de 2009, 15:41:34 »

d) Eu tenho muito medo de viajar de avião, mas as vezes é inevitável por conta do trabalho. Então eu levo sempre um livro do meu interesse e o medo latente some, fica somente aquele incomodo que eu não sei explicar de estar no avião, que obviamente some assim que ele pousa.
e) Para todos os itens acima, não perco em nenhum momento o otimismo. Coloco em minha mente que tudo vai passar e vai dar certo.
f) Tento não pensar em assaltos, bala perdida, atropelamente, etc. Senão vira paranóia;

Enfim, não preciso de fato, invocar nada além.

Ok. Admirável. Eu não seria jamais capaz de agir como vc. Seria realmente muito difícil. (O medo de avião é um bom exemplo).

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #13 Online: 03 de Agosto de 2009, 15:45:29 »
Medo todos sentem uma hora ou outra. Basicamente Dr. Manhatan e Gigaview já responderam, mas pelo menos eliminar os medos fictícios da religião melhoraram muito essa equação!

Rapaz, embora vcs falem muito disso aqui, eu nunca vi ninguém com medo advindo, ou originário de doutrinas religiosas. Tipo... medo de inferno ou coisa parecida. As pessoas que se converteram ao cristianismo, que conheço, o fizeram por encontrar no Deus cristão um consolo diante de alguma angustia ou medo, ou alguma resposta para suas questões pessoais. Nunca por medo do castigo divino.

Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #14 Online: 03 de Agosto de 2009, 15:52:56 »
O verdadeiro crente deve temer a deus...Temor, medo. (não adianta vir com interpretações que o significado é esse mesmo!
Medo de desagradar a deus, medo de pecar, medo do inferno sim...A grande maioria sofre os medos fictícios que a religião impõe, alguns fazem de conta que não tem medo, dizem que é respeito ou adoração, mas todos tem medo de pensar livremente em qualquer possibilidade da não existencia do deus ou deuses que escolheram... Eles tem medo de descobrir que não tem controle de suas vidas através da figura fictícia de deuses.

Ao deixar de ser religioso, eu me livrei desses medos fictícios e inúteis e me senti realmente livre e em paz.
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 24.204
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re: O Medo
« Resposta #15 Online: 03 de Agosto de 2009, 15:55:36 »
Pois é. Eles não têm medo mas adoram ameaçar os outros com castigos... ::)
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #16 Online: 03 de Agosto de 2009, 16:01:53 »
Vou contar uma estória. Meus primos, quando eram crianças pequenas, vinham passar as férias na minha casa e para dormir era um tormento pois todos dormiam num mesmo quarto, com a luz acesa, e isso era desagradável para mim que também dormia alí com eles. O motivo era a cuca. Na cabecinha deles a cuca era uma ameaça e a luz acesa era uma proteção. Todos tremiam de medo da cuca e do escuro.

Preparei uma brincadeira do tipo "a cuca vem aí". No papel de cuca, eu entrava no quarto com a luz acesa ia e pegando um a um. Mostre como era fácil para a cuca ver todos com a luz acesa. Repetimos a brincadeira com a luz apagada. Entrei no quarto, esperei um pouco, me queixei que estava muito escuro, que não conseguia ver e sai do quarto sem pegar ninguém. Voltei sentei com eles, expliquei que não fazia sentido dormir com a luz acesa e a partir desse dia acabou o medo do escuro e da cuca.

No caso dos adultos, acho que é mais ou menos a mesma coisa. Os medos são na maioria das vezes irracionais, e se você parar para pensar um pouco os fantasmas desaparecem.

A pior coisa que poderia ter feito seria pedir para as crianças rezarem para se protegerem da cuca. Nesse caso estaria alimentando a idéia de um fantasma para solucionar um problema, mas na verdade estaria criando outro medo, o medo de não agradar o fantasmão que afastou a cuca... :)

Ok. Esse exemplo seria útil para tratar com minha filha. Mas como vc trataria o medo de avião, ou do tubarão do Manhatan?

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #17 Online: 03 de Agosto de 2009, 16:08:10 »
Isso é muito subjetivo. Pavor de que, especificamente?

De qualquer coisa. Tem um cara que trabalhava comigo que ficou impossibilitado de embarcar. Ele morre de medo de helicóptero. Tive uma colega que morria de medo de elevador (subia um monte de andares de escada). O nosso amigo Mustard citou o medo de avião e por aí vai...

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.279
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re: O Medo
« Resposta #18 Online: 03 de Agosto de 2009, 16:22:57 »
Mas isso aí são medos bestas, na minha opinião. Deve ser engraçado o cara rezar toda vez que entrasse em um elevador...

Agora, se você perguntasse sobre o medo de perder algum familiar, eu diria que eu evito, sempre que possível, pensar no assunto. Minha família é meu mundo e eu não consigo me ver sem algum deles. Basicamente eu lido com isso não lidando com isso :)
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Mussain!

  • Contas Excluídas
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.228
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #19 Online: 03 de Agosto de 2009, 17:07:08 »
Citar
O medo parece ser algo que surge inevitavelmente, medo de escuro, medo da morte, medo de situações diversas. Diante disso, parece tb inevitável recorrer aos deuses.

Conclusão totalmente precipitada e equivocada. O medo é algo instintivo, logo é natural. Ter medo é natural. A prova que vc está errado é a existência de ateus. Os teístas são tão fanáticos pelas próprias crenças que fecham totalmente os olhos e acham que todos devem sentir os mesmo medos, pensamentos e etc. Eu, e várias ateus, já passamos por momentos de "vida ou morte" e nem de longe clamamos ou pensamos em algum deus. Entenda, existem ateus. Nem todas as pessoas temem o sua crença. E ninguém é obrigado a crer nas mesmas. :ok:


Offline N3RD

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.493
  • Sexo: Masculino
  • O tal do "não querer"
Re: O Medo
« Resposta #20 Online: 03 de Agosto de 2009, 17:14:04 »
Se depois de encarados, eu rio das minhas ânsias e medos imagina se eu rezasse toda vez que sentisse medo!

Eu me mataria de vergonha! 












:medo:
Não deseje.

Offline Fred General

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 225
  • Sexo: Masculino
  • Enquanto a chuva cai, pra onde é que a gente vai?
Re: O Medo
« Resposta #21 Online: 03 de Agosto de 2009, 19:51:13 »
Pensar e solucionar o problema.
Vamos até o fim-do-mundo, só pra poder variar?
Se os pés ficarem cansados, pararemos num bar... Enquanto a chuva cai!!

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.266
Re: O Medo
« Resposta #22 Online: 03 de Agosto de 2009, 21:41:21 »
O medo é um instinto de sobrevivência mas também pode ser um alerta de perigo de ameaça que pode não envolver necessariamente a possibilidade morte, mas de perda, mudança ou insegurança, por exemplo. Colocado dessa forma, o medo é intrinseco ao comportamento de todos os animais mas no caso do homem, o ato de pensar cria medos para situações que só existem na mente das pessoas. Nós criamos os nossos fantasmas mentais e passamos a temê-los como fantasmas reais.


De fato. Mas o que vc faria no caso do naufrago do Manhatan. Imagine que o tubarão tá rondando e a morte é uma possibilidade absolutamente real? O que vc faz?

Acho que nesse caso não há muito o que fazer. Em situações extremas você recebe uma carga de adrenalina tão alta que esquece o medo e pode até fazer bobagens, ou ao contrário, simplesmente apaga. Cada um vai reagir de um modo diferente, e sinceramente, não sei qual poderia ser a minha reação. Em outras épocas poderia até suplicar ajuda divina, mas isso já está fora do meu cardápio.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.279
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re: O Medo
« Resposta #23 Online: 03 de Agosto de 2009, 21:56:17 »
Vou contar uma estória. Meus primos, quando eram crianças pequenas, vinham passar as férias na minha casa e para dormir era um tormento pois todos dormiam num mesmo quarto, com a luz acesa, e isso era desagradável para mim que também dormia alí com eles. O motivo era a cuca. Na cabecinha deles a cuca era uma ameaça e a luz acesa era uma proteção. Todos tremiam de medo da cuca e do escuro.

Preparei uma brincadeira do tipo "a cuca vem aí". No papel de cuca, eu entrava no quarto com a luz acesa ia e pegando um a um. Mostre como era fácil para a cuca ver todos com a luz acesa. Repetimos a brincadeira com a luz apagada. Entrei no quarto, esperei um pouco, me queixei que estava muito escuro, que não conseguia ver e sai do quarto sem pegar ninguém. Voltei sentei com eles, expliquei que não fazia sentido dormir com a luz acesa e a partir desse dia acabou o medo do escuro e da cuca.

No caso dos adultos, acho que é mais ou menos a mesma coisa. Os medos são na maioria das vezes irracionais, e se você parar para pensar um pouco os fantasmas desaparecem.

A pior coisa que poderia ter feito seria pedir para as crianças rezarem para se protegerem da cuca. Nesse caso estaria alimentando a idéia de um fantasma para solucionar um problema, mas na verdade estaria criando outro medo, o medo de não agradar o fantasmão que afastou a cuca... :)

Ok. Esse exemplo seria útil para tratar com minha filha. Mas como vc trataria o medo de avião, ou do tubarão do Manhatan?


"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline _tiago

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.343
Re: O Medo
« Resposta #24 Online: 03 de Agosto de 2009, 22:12:47 »
Medo é um sentimento ancestral, animalesco, intrínseco e necessário a todas as criaturas desse planeta. Por que as pessoas sentem a necessidade de lidar com ele? Como se simplesmente entendê-lo traria algum alívio ou salvação? Ele existe e ponto! Eu não tenho que encará-lo, ele existe e só, eu não sou diferente dos outros animais...

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!