Autor Tópico: O Medo  (Lida 21556 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline iceman

  • Nível 06
  • *
  • Mensagens: 61
  • Sexo: Masculino
    • Minha comunidade no orkut "Superstições de laboratório"
Re: O Medo
« Resposta #25 Online: 03 de Agosto de 2009, 23:46:32 »
Oi famado. A postura comum de um ateu ou agnóstico frente a uma situação de medo é uma boa pergunta. Vou tentar responder sem ficar supondo situações que nunca passei, como "estar em mar aberto só com um colete de salva vidas". Eu acho difícil dizer o que eu sentiria se estivesse nessas situações, por isso vou dar exemplos de fatos que aconteceram comigo.

Hoje eu não acredito em deus, mas já acreditei (católico) até os 14-15 anos mais ou menos. Naquela época eu sentia medo do diabo, de fantasmas, de macumba, de anfíbios (sapos), de répteis (cobras), de altura e do escuro.. mais ou menos nessa ordem.

Eu brigava as vezes com meu irmão mais novo e ele pegava uma faca de cozinha e me ameaçava, nesse momento a primeira coisa que eu sentia não era o medo de meu irmão fazer alguma coisa de mau (apesar de ele estar descontrolado), mas sim o medo do diabo influenciá-lo e ele acabar me matando. Eu rezava na frente dele, e ele soltava a faca. Isso me dava um conforto incrível, eu sentia Deus em mim.

Um dia eu acordei a noite com um barulho vindo da minha janela. Acendi a luz e não vi nada, mas quando eu apagava a luz o barulho voltava. Então decidi deixar a janela aberta e apagar a luz, não demorou muito eu vi um vulto passar de longe pela janela e me assustei, achei que era um fantasma e me cobri com o cobertor, comecei a rezar e rezar, pedindo a deus para me defender. Da mesma forma, eu passei a sentir um sentimento de conforto muito bom, que me dava muita coragem, e eu até conseguia sair de baixo do cobertor e fechar a janela e dormir tranquilo.

São situações que me recordo muito bem e a mesma coisa pode-se imaginar para macumbas, sapos, e o escuro. Hoje, por uma série de circunstâncias, eu não acredito em Deus e interpreto o medo de outra forma. Primeiro eu tento manter-me calmo (e te digo que sou mais calmo e paciente que a média) e analiso a situação com frieza.

Outro dia desses eu tive a impressão de um vulto passar pela janela várias vezes, e depois ouvi um barulho dentro de casa. A primeira coisa que pensei foi "alguém entrou em casa" (ladrão). Levantei da cadeira e meu coração começou a acelerar. A segunda coisa que pensei foi "calma, como pode um ladrão atravessar uma janela com barras de ferro? E quais as chances de um ladrão entrar no 2° andar de um prédio velho da COHAB?". Os batimentos caíram, acalmei-me e fui ver o que aconteceu. Era um morcego frugívero com uma das asas machucadas. Só isso. Não passa mais pela minha cabeça ser um fantasma ou algo sobrenatural.

Hoje não tenho medo do diabo, de fantasmas e de macumba porque sei que não existem. Eu não tenho mais medo de sapos e cobras porque aprendi a diferenciar os perigosos dos inofensivos (se aparece uma cobra que desconheço, sim eu tenho medo). Altura eu ainda tenho medo (medo iminente de morte) porque pode acontecer um acidente, mas não rezo para deus, ao invés disso eu busco ficar longe do perigo. Do escuro, as vezes tenho medo de bater a cabeça em algum lugar (medo de ferir os olhos) mas não rezo para Deus me defender dos espíritos malignos do escuro, porque sei que não existem.

Depois de virar ateu eu perdi muitos dos medos que eu tinha. Sinceramente, desde então não lembro de nenhuma situação do tipo "só Deus pode me salvar". Bem, acho que é isso..  :)
---------------------------------
"Облетев Землю в корабле-спутнике, я увидел, как прекрасна наша планета. Люди, будем хранить и приумножать эту красоту, а не разрушать её!"
Yuri Gagarin, cosmonauta soviético, primeiro homem no espaço.

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #26 Online: 04 de Agosto de 2009, 16:23:55 »
Medo é um sentimento ancestral, animalesco, intrínseco e necessário a todas as criaturas desse planeta. Por que as pessoas sentem a necessidade de lidar com ele? Como se simplesmente entendê-lo traria algum alívio ou salvação? Ele existe e ponto! Eu não tenho que encará-lo, ele existe e só, eu não sou diferente dos outros animais...

Então, diante de uma situação amedrontadora, vc curte o sofrimento, devo concluir.

Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #27 Online: 04 de Agosto de 2009, 16:26:14 »
Medo é um sentimento ancestral, animalesco, intrínseco e necessário a todas as criaturas desse planeta. Por que as pessoas sentem a necessidade de lidar com ele? Como se simplesmente entendê-lo traria algum alívio ou salvação? Ele existe e ponto! Eu não tenho que encará-lo, ele existe e só, eu não sou diferente dos outros animais...

Então, diante de uma situação amedrontadora, vc curte o sofrimento, devo concluir.
Eu não entendi isso, entendi que ele simplesmente enfrenta seus medos, ao invés da atitude escapista e pouco produtiva de se refugiar em alguma suspertição.
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.256
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re: O Medo
« Resposta #28 Online: 04 de Agosto de 2009, 16:30:15 »
Medo é um sentimento ancestral, animalesco, intrínseco e necessário a todas as criaturas desse planeta. Por que as pessoas sentem a necessidade de lidar com ele? Como se simplesmente entendê-lo traria algum alívio ou salvação? Ele existe e ponto! Eu não tenho que encará-lo, ele existe e só, eu não sou diferente dos outros animais...

Então, diante de uma situação amedrontadora, vc curte o sofrimento, devo concluir.
Eu não entendi isso, entendi que ele simplesmente enfrenta seus medos, ao invés da atitude escapista e pouco produtiva de se refugiar em alguma suspertição.

Superstição essa que não esta funcionando, como podemos ver...

Citação de: famado
Se meu filho está doente (e eu morro de medo de perder um filho)...

-"O que acontece depois que morremos?"
-"Se formos bons e tementes a Deus, iremos para o céu."
-"E é bom lá?"
-"Bom? É o melhor lugar que existe! Ficaremos para toda a eternidade ao lado de Deus e das pessoas que amamos e que já se foram. É um lugar de paz e tranquilidade onde não existe tristeza, dor, angustia, nem nada de ruim!"
-"E você acredita realmente nisso?"
-"De todo o coração."
-"Então quer dizer que se algo acontecesse com seus filhos, você nã..."
-"Algo acontecer com eles? O que vai acontecer??! Não fale uma coisas dessas!! Meus filhos não podem morrer, de jeito nenhum!! Entendeu?! Entendeu?!
-"Mas você não disse qu..."
-"Chega! Não quero mais conversa! Nunca mais me dirija a palavra!"
-" :o"
« Última modificação: 04 de Agosto de 2009, 16:35:09 por Di »
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #29 Online: 04 de Agosto de 2009, 16:31:57 »
Oi famado. A postura comum de um ateu ou agnóstico frente a uma situação de medo é uma boa pergunta. Vou tentar responder ... Bem, acho que é isso..  :)

Ok. Entendi. Eu realmente acho este caminho muito difícil. Algumas vezes fiz umas coisas erradas na vida e me senti impossibilitado de recorrer a Deus. Foi horrível para mim. Senti-me absolutamente desamparado. Mas entendo que algumas pessoas consigam administrar a situação, sem recorrer a um deus. Não é o meu caso.

Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #30 Online: 04 de Agosto de 2009, 16:36:18 »
OK, entendo a sua necessidade.

Mas nas horas difíceis lembre-se que acreditar no sobrenatural ou não não muda o fato, crentes e não-crentes estão sujeitos as mesmas leis.
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #31 Online: 04 de Agosto de 2009, 16:42:19 »
-"O que acontece depois que morremos?"
-"Se formos bons e tementes a Deus, iremos para o céu."
-"E é bom lá?"
-"Bom? É o melhor lugar que existe! Ficaremos para toda a eternidade ao lado de Deus e das pessoas que amamos e que já se foram. É um lugar de paz e tranquilidade onde não existe tristeza, dor, angustia, nem nada de ruim!"
-"E você acredita realmente nisso?"
-"De todo o coração."
-"Então quer dizer que se algo acontecesse com seus filhos, você nã..."
-"Algo acontecer com eles? O que vai acontecer??! Não fale uma coisas dessas!! Meus filhos não podem morrer, de jeito nenhum!! Entendeu?! Entendeu?!
-"Mas você não disse qu..."
-"Chega! Não quero mais conversa! Nunca mais me dirija a palavra!"
-" :o"

O estória é engraçada.

Sabe cara, eu não tenho medo da minha morte, mas tenho medo da morte de meus filhos. Isto é mais forte que eu. É algo da natureza. Um pai e uma mãe lutam para preservar a vida de sua prole. É algo animal, instintivo, incontrolável. Não posso evitar, pois perpassa meu lado racional.

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.256
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re: O Medo
« Resposta #32 Online: 04 de Agosto de 2009, 16:50:42 »
Ao contrário, esse tipo de situação envolve TOTALMENTE seu lado racional. Um pai e uma mãe sempre vão fazer o melhor para seus filhos, e você sabe, mesmo que inconscientemente, que quando eles estão doentes, o melhor é leva-los ao médico e não ficar rezando e esperando por uma cura.

Infelizmente esse lado racional só parece prevalecer em situações que envolvam a vida de pessoas que vocês amam.
« Última modificação: 04 de Agosto de 2009, 16:52:48 por Di »
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #33 Online: 05 de Agosto de 2009, 11:26:48 »
Não julgue mal todos os crentes por alguns que conhece.

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.256
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re: O Medo
« Resposta #34 Online: 05 de Agosto de 2009, 11:40:37 »
Não é um julgamento, é uma observação baseada em fatos.

Se seus filhos ficam doentes, você os leva ao hospital porque é o LÓGICO a se fazer, quando o que não seria lógico, mas seria o correto, de acordo com a tua crença, seria você rezar para deus pedindo para seu filho melhorar e ter fé nisso.

Se eu errei em algum ponto, me aponte.
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline pablito

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 347
Re: O Medo
« Resposta #35 Online: 05 de Agosto de 2009, 16:02:05 »
Citar
O medo parece ser algo que surge inevitavelmente, medo de escuro, medo da morte, medo de situações diversas. Diante disso, parece tb inevitável recorrer aos deuses.
Isso não pode ser chamado de non sequitur?
Afinal, não há uma relação necessária entre ter medo e a “inevitabilidade” de recorrer aos deuses.
Quando se tem medo pode-se recorrer à polícia (bem... talvez na Europa), a uma mão amiga e mesmo a técnicas de superação do medo. Não há uma relação inevitável entre ter medo e buscar deuses - que seriam o que? Muletas emocionais?.

Há medo de diversas coisas. Alguns bem reais, como medo de assalto no centro da cidade, medo do fogo ou medo de perder o emprego em tempos de crise.
Esses medos não são um problema, afinal, podem nos preparar para justamente evitar problemas, como tomar cuidado com a carteira ao andar pelo centro, acender a churrasqueira com cuidado ou fazer aquele curso de reciclagem quando a oportunidade aparecer.

Nem todo medo precisa ser suprimido ou curado, apenas sublimado e utilizado de modo a nos incentivar a algo útil.

Os medos fantasiosos, como de fantasma, por exemplo, de modo geral passam quando se abandonam as superstições.

Não creio que alguém “curta o medo” (talvez algum masoquista, sei lá...).
Mas reconhecer o medo é bastante útil, pois o medo liga-se a algum problema (não sei manipular o fogo, o centro da cidade é perigoso etc.) e só reconhecendo esse problema e identificando sua origem poderemos superá-lo de modo saudável, sem a criação de muletas emocionais.

Citar
pergunto: “O que vc ateísta, agnóstico e afim faz ao sentir medo? Como se conforta? Como concilia o sono? Como relaxa diante de uma situação aterradora?”
Reconhecendo o medo e respirando profunda e calmamente, busco apoio nas pessoas ao redor (se a situação o exige/permite).

Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #36 Online: 05 de Agosto de 2009, 18:09:27 »
Citar
pergunto: “O que vc ateísta, agnóstico e afim faz ao sentir medo? Como se conforta? Como concilia o sono? Como relaxa diante de uma situação aterradora?”

Aí é que está. As vezes me parece que religiosos vivem muito angustiados só com a inevitabilidade de sentir medo vez ou outra!

Ateus, agnsticos e afins entendem no "fundo da alma" um ditado extremamente sábio: "Shits happens".

Certas coisas são inevitáveis, mas os religiosos tem a necessidade de imaginar que há alguma coisa mistica que pode protegê-los. antigamente eram feitiços, deuses, amuletos mágicos, etc... Hoje em dia a maioria destas suspertições são raras, com a exeção da dos deuses.
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

Offline N3RD

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.493
  • Sexo: Masculino
  • O tal do "não querer"
Re: O Medo
« Resposta #37 Online: 05 de Agosto de 2009, 19:28:31 »
Não deseje.

Offline _tiago

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.343
Re: O Medo
« Resposta #38 Online: 05 de Agosto de 2009, 23:39:58 »
Famado,
Inevitável não significa bom que ninguém é sádico. Se eu arrebentar meu joelho com certeza vou chorar que nem um bebe!!! Não tem relação...

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #39 Online: 06 de Agosto de 2009, 14:02:35 »
Certas coisas são inevitáveis, mas os religiosos tem a necessidade de imaginar que há alguma coisa mistica que pode protegê-los. antigamente eram feitiços, deuses, amuletos mágicos, etc... Hoje em dia a maioria destas suspertições são raras, com a exeção da dos deuses.

Sim, e esta é a razão do tópico. Não consigo entender que uma pessoa não tenha necessidade de recorrer ao sobrenatural quando está com medo.


Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #40 Online: 06 de Agosto de 2009, 14:04:36 »

Afinal, não há uma relação necessária entre ter medo e a “inevitabilidade” de recorrer aos deuses.
Quando se tem medo pode-se recorrer à polícia (bem... talvez na Europa),

Aqui ou na Europa as pessoas as pessoas recorrem aos deuses. Porque vc acha que na Europa é diferente?

Offline Mussain!

  • Contas Excluídas
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.228
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #41 Online: 06 de Agosto de 2009, 14:07:28 »
Citar
Não consigo entender que uma pessoa não tenha necessidade de recorrer ao sobrenatural quando está com medo.
Ou seja, vc não consegue me entender. Já eu, consigo... Não é fácil ser ludibriado durante toda a vida e praticamente obrigado a crer e nunca questionar esse tipo de crença hehe. Deve ser isto...


Citar
Aqui ou na Europa as pessoas as pessoas recorrem aos deuses. Porque vc acha que na Europa é diferente?

a quantia de ateus é maior.
« Última modificação: 06 de Agosto de 2009, 14:09:47 por Mussain! »

Offline pablito

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 347
Re: O Medo
« Resposta #42 Online: 06 de Agosto de 2009, 14:16:06 »

Afinal, não há uma relação necessária entre ter medo e a “inevitabilidade” de recorrer aos deuses.
Quando se tem medo pode-se recorrer à polícia (bem... talvez na Europa),

Aqui ou na Europa as pessoas as pessoas recorrem aos deuses. Porque vc acha que na Europa é diferente?

Ops, explicando a piada: brincava com a "eficiência" de nossa polícia em diminuir a criminalidade.

Mas, por falar no assunto, é na Europa onde o ateísmo mais cresce.

[edição]pus aspas na palavra "eficiência" para deixar claro que fazia uma ironia[/edição

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #43 Online: 06 de Agosto de 2009, 14:24:15 »
Ou seja, vc não consegue me entender. Já eu, consigo...
A si mesmo ou a mim?


Citar
Não é fácil ser ludibriado durante toda a vida e praticamente obrigado a crer e nunca questionar esse tipo de crença hehe. Deve ser isto...

Por que obrigado a crer? Quem teria me obrigado? Porque acha que não questiono as coisas nas quais cri ou creio?

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #44 Online: 06 de Agosto de 2009, 14:25:06 »
Não é um julgamento, é uma observação baseada em fatos.


Fatos envolvendo alguns.

Offline Mussain!

  • Contas Excluídas
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.228
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #45 Online: 06 de Agosto de 2009, 14:29:20 »
Citar
Por que obrigado a crer? Quem teria me obrigado? Porque acha que não questiono as coisas nas quais cri ou creio?
"Praticamente"
o meio.
por acreditar em qualquer abobrinha que esteja contigo num livrinho qualquer ou dito por uma pessoal qualquer.

Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #46 Online: 06 de Agosto de 2009, 14:44:02 »
Citar
Por que obrigado a crer? Quem teria me obrigado? Porque acha que não questiono as coisas nas quais cri ou creio?
Voce se obriga a crer, entre outras razões como im meio de lidar com o medo, como voce mesmo disse.
Outras pessoas enfrentam seus medos sem necessidade de inventar ou seguir divindades inventadas anteriormente.

Já me vi 1 hora sob mira de uma arma e ouvindo os bandidos resolvendo se deixavam testemunha ou não, sei o que é estar em situação de morte iminente!
 Não me ocorreu rezar ou acreditar em uma divindade protetora naquela hora, só pensei em minha mulher e meus pais, e fiquei atento a qualquer possibilidade de fugir daquela situação. Me surpreendi como fui extremamente calculista, a ponto de orientar meus colegas da melhor maneira que eu podia e confortá-los.
Medo? Claro, mas não pânico, pensava claramente. Se eu não tivesse me libertado das suspertições herdadas de família possivelmente eu estaria rezando, tremendo e a beira de um colapso, como meu colega católico que depois disso deixou o emprego.
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.256
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re: O Medo
« Resposta #47 Online: 06 de Agosto de 2009, 14:56:22 »
Teu colega católico entendeu a "mensagem de deus" :biglol:
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re: O Medo
« Resposta #48 Online: 06 de Agosto de 2009, 15:01:38 »
Pois é!! Eu fui criado católico, e justamente por entender que religião é basicamente só suspertição é que consegui ficar calmo e pensar racionalmente...

Quando se é religioso se acredita no que te dizem, mas no íntimo acho que fica uma duvida: Mas será?
Acho que por isso ele quase surtou e ficou emocionalmente muito abalado.
Se ele tivesse CERTEZA de que tinha outra vida esperando por ele, o cara seria o mais calmo alí.

Talvez por isso tambem crentes tem a necessidade de vir discutir com quem não acredita no mesmo que eles, talvez achem que se convencerem um não-crente se convençam mais tambem!

Claro que um crente sempre vai dizer que acredita de verdade, mas as evidencias muitas vezes apontam para a dúvida deles...
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.570
Re: O Medo
« Resposta #49 Online: 06 de Agosto de 2009, 23:29:58 »
Engraçado. Quando era criança, era católico e desde muito pequeno tive medo de anjos. Achava horripilante a figura de uma pessoa com asas de penas e rezava para que essas criaturas ficassem afastadas de mim. Até cheguei a ter uma certa simpatia pelo diabo, porque me parecia mais real e honesto, no sentido que não ser um mero puxa-saco de deus como todos aqueles anjos andróginos.

As crianças desde muito cedo são ensinadas a admirar esse tipo de coisa, quando a ordem natural deveria ser o medo e a repulsa.

Até hoje não entendo como as pessoas não acham estranho essas coisas, como também não entendo como alguém pode exibir a imagem do cadáver de um homem crucificado como jóia ou elemento de decoração.


 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!