Autor Tópico: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??  (Lida 18780 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Luiz Souto

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.356
  • Sexo: Masculino
  • Magia é 90% atitude
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #25 Online: 26 de Outubro de 2009, 23:32:28 »
Não sabia disso. Para mim Umbanda era como candomblé, teria uma relação mais próxima com a África.

E tem , a Umbanda não é uma dissidência do Espiritismo mas uma religião sincrética da qual este é uma das fontes. A história da fundação da Umbanda pelo médium Zélio/Caboclo Sete Encruzilhadas não tem base histórica ( embora o medium e o centro por ele fundado tenham existido).

A Umbanda é fruto da mistura de elementos religiosos africanos , católicos e espíritas no ambiente urbano do fim do séc. XIX no Rio de Janeiro.
Pela análise dos rituais e das palavras de origem africana utilizadas é certo que a Umbanda se origina principalmente da religião dos escravos bantos , que eram uma importante parcela dos escravos fluminenses. Os bantos (Angolas , Congos , Benguelas , Cambindas), ao contrário dos sudaneses ( Jejes e Nagôs , de lingua Yoruba) , não só admitiam a comunicação com o espírito dos mortos como baseavam suas práticas religiosas neste contato. Com um conjunto de crenças menos elaboradas que as dos sudaneses e mais permeáveis ao sincretismo com as práticas católicas que aqueles , os bantos acabam por assumir o panteão dos orixás iorubanos mas misturando com características dos santos católicos e realizar atividades religiosas de forma descentralizada , em pequenas casas ou grupos , com estrutura mais simples e menos hierarquicas que as organizações de culto ioruba.

Lembrar que o catolicismo ibérico , em especial o português , era pródigo em manifestações exteriores no pperíodo colonial como procissões ( das quais os escravos e negros libertos participavam com cantos e danças) e no culto doméstico dos santos que gerou um enorme conjunto de práticas semi-mágicas (p.ex. usar palma do Domingo de Ramos para esconjurar tempestades , punir ou maltratar a imagem do santo para que ele atenda ao pedido...).
No mesmo período se dá a chegada e difusão do Espiritismo que compartilha com as crenças banto a centralidade no contato com os espíritos mas apresenta uma doutrina filosófica mais elaborada e calcada no cristianismo ; aspectos da doutrina espírita , principalmente o reencarnacionismo e as práticas caritativas , são assimilados e fornecem o arcabouço teórico para unificar as práticas diversas e gerar a Umbanda. Como toda a manifestação sincrética popular não há uma "fundação" , mas um momento em que práticas aparentadas se encontram , fundem-se e criam um movimento cultural.

A Umbanda apresenta porém um problema ao utilizar o Espiritismo como fonte de sua base teórica pois este tem uma visão de evolução como sinônimo de progresso e considera as práticas mágicas ( que são a base ritual da Umbanda) como sendo parte do passado primitivo que deve ser superado e abandonado. Assim , ao mesmo tempo em que tira sua atração e eficácia das práticas magico-rituais africanas ( modificadas pelo sincretismo) , a Umbanda se vê impelida a negar sua origem "primitiva" e a buscar uma origem mais "elevada". Daí as histórias de fundação como a do médium Zélio ( fazendo da Umbanda uma dissidência popular do Espiritismo) ou as puras fantasias de um W.W. Mata e Silva (que diz ser a Umbanda a religião original da humanidade , com nome sânscrito Aun-Ban-Dah)
Se não queres que riam de teus argumentos , porque usas argumentos risíveis ?

A liberdade só para os que apóiam o governo,só para os membros de um partido (por mais numeroso que este seja) não é liberdade em absoluto.A liberdade é sempre e exclusivamente liberdade para quem pensa de maneira diferente. - Rosa Luxemburgo

Conheça a seção em português do Marxists Internet Archive

Offline Spitfire

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.530
  • Sexo: Masculino
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #26 Online: 27 de Outubro de 2009, 00:09:16 »
Nunca fui, o que acontece por lá que pode me fazer "rever meus conceitos"?

Texto de um outro fórum que frequento:

"Aos que não acreditam em Deus eu já perguntei aqui uma vez, vocês tem coragem de ir em um terreiro Ubanda, ou em alguma coisa espírita só pra ver o que acontece? tipo se lhes impressionariam e tal? e se um dia vocês fosse em um lugar desses e alguem falasse de alguma coisa que somente você sabe e mais ninguem você se impressionaria acreditaria em outro plano e espíritos? fale sinceramente tem um monte de gente que fala bem assim "EU NÃO ACREDITO EM ESPÍRITOS E NEM EM DEUS MAS NÃO TENHO CORAGEM DE IR EM UM LUGAR DESSES" pq teóricamente esses Ateus não teriam medo de nada já que não acreditam"


Bullshit... eu já fui e não vi absolutamente nada que me impressionasse, só a mesma lenga-lenga de sempre.

Mas confesso que me divirto pra caramba... gosto do ritmo e da dança.  :ok:

Offline Ônix.

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 176
  • Sexo: Masculino
  • É sabendo que se ensina!
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #27 Online: 13 de Janeiro de 2010, 15:21:19 »
Eu já.

Não vi nada demais. Mas já ouvi dizer de pessoas sem a mínima instrução que durante manifestações falam em outros idiomas. Mas como eu mesmo nunca presenciei nada dessa magnetude, prefiro me ater a comentários.
É não sabendo que se aprende!

Offline CTHULHUZINHO

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 100
  • Sexo: Masculino
  • O R'lyeh!
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #28 Online: 13 de Janeiro de 2010, 16:54:17 »
Eu já fui, numa "festa" que teve...

Bem legal uma religião onde pode beber cerveja enquanto assiste os ritos  :D
Ph'nglui mglw'nafh Cthulhu R'lyeh wgah'nagl fhtagn!

Offline O Pistoleiro

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 113
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #29 Online: 15 de Janeiro de 2010, 22:05:19 »
Eu pertencia [ao centro espírita X].
Lá tem o comandante geral, Sr. Fulano de Tal, que tem algumas filiais espalhadas pelo Rio. Antes, na época de seu pai, o Sr. Sicrano de Tal, havia mais filiais, agora só há 9. Antes tinha quase 30 se não me engano. O Sr. Sicrano "incorporou" o caboclo X e ele fundou (X) depois com o nome do seu caboclo. É seu filho que comanda a organização hoje. Voltando a estrutura de comando, essas nove filiais tem comandantes que o chefe denominou de Alta Cúpula. Uma conhecida é uma dessas comandantes, uma das mais prestigiadas, que comanda a filial de (...). Ela recebe o caboclo principal chamado (???), mas com demanda de médiuns que estão mais acostumados com o Candomblé, ela resolveu incorporar mais dois caboclos, o (?X?) e o (^^^). Fora o seu preto velho chamado (***) e sua criança chamada (&&&). Toda minha família composta de minha mãe e cinco tias( uma já falecida ), e sete primos, fazem parte da organização X. E todos tem o seus caboclos, seus velhos e suas crianças. A ovelha negra(no caso branca, já que eu sou negro... rsrsrs) da família sou eu, que nunca consegui receber um mísero caboclo. Apesar da família saber do meu ateísmo, eu ainda continuo indo a (...) todo terceiro domingo do mes, que é o dia da sessão principal. Gosto de algumas pessoas lá que me conhecem desde moleque, todas as minhas ex-namoradas eram da Tenda e o clima de (...) é ótimo nesse calor. E hábitos antigos são foda de se largar, frequentei aquela casa com assiduidade por quase 30 anos!!  
« Última modificação: 26 de Outubro de 2010, 23:01:46 por Dbohr »
Se Deus é nosso Pai (você que pensa), então Satã deve ser nosso Primo. Por que ninguém entende essas coisas importantes?

Offline Lion

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.994
  • Sexo: Masculino
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #30 Online: 16 de Janeiro de 2010, 15:27:55 »
Esses nomes são hilários......   :biglol:

Isso é verdade, antigos hábitos são difíceis de mudar....

« Última modificação: 26 de Outubro de 2010, 16:35:00 por Dbohr »

Offline Panthera

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.080
  • Sexo: Masculino
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #31 Online: 16 de Janeiro de 2010, 15:44:53 »
Eu nunca fui e agradeço qualquer convite, mas eu tive uma namorada que ia com frequência... E frequentemente ficava bêbada... Pois tomava umas pingas que ofereciam durante os trabalhos...

Putz, e eu nunca fui num desses!  :hmph:
"Ignorância é força! Guerra é paz. Liberdade é escravidão." O Partido. 1984, George Orwell

Offline Panthera

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.080
  • Sexo: Masculino
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #32 Online: 16 de Janeiro de 2010, 15:48:29 »
...Foi ato reflexo: ele levantou e deu-lhe uma porrada com tanta força que o velho desmaiou. ....
Conclusão: quinze dias depois ele conseguiu um emprego melhor que o anterior e que pagava mais.

Conclusão 2: Meter a porrada no velho benzedeiro é melhor que ser benzido.
"Ignorância é força! Guerra é paz. Liberdade é escravidão." O Partido. 1984, George Orwell

Offline O Pistoleiro

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 113
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #33 Online: 16 de Janeiro de 2010, 15:48:40 »
Esses nomes são hilários......   :biglol:

Isso é verdade, antigos hábitos são difíceis de mudar....


Eu amanhã estarei indo para lá, enquanto o pessoal fica recebendo santo, eu fico num quarto assistindo o jogo do Flamengo. Religião por religião, eu prefiro a rubro-negra :D
« Última modificação: 26 de Outubro de 2010, 16:35:59 por Dbohr »
Se Deus é nosso Pai (você que pensa), então Satã deve ser nosso Primo. Por que ninguém entende essas coisas importantes?

Offline Leafar

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.806
  • Sexo: Masculino
    • Convicção Espírita
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #34 Online: 16 de Janeiro de 2010, 19:05:31 »
Esses nomes são hilários......   :biglol:

Isso é verdade, antigos hábitos são difíceis de mudar....


Eu amanhã estarei indo para lá, enquanto o pessoal fica recebendo santo, eu fico num quarto assistindo o jogo do Flamengo. Religião por religião, eu prefiro a rubro-negra :D
http://www.youtube.com/watch?v=oM2VTrPI2dc&feature=related
« Última modificação: 26 de Outubro de 2010, 16:36:34 por Dbohr »
"Ide com a onda que nos arrasta; necessitamos do movimento, que é vida, ao passo que vós nos apresentais a imobilidade, que é a morte.... Queremos lançar-nos à vida, porquanto os séculos vindouros, que divisamos, têm horror à morte." (Obras Póstumas - Allan Kardec).

visite: http://conviccao-espirita.blogspot.com/2013/08/apresentacao-deste-blog.html

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #35 Online: 16 de Janeiro de 2010, 19:40:59 »
Alguém por aqui já foi a um centro espírita ou de umbanda ? Os adeptos dessas crenças dizem que há muitas manifestações "sobrenaturais" por lá e que,se algum ateu as presenciasse,reveria seus conceitos... ::) ::) :hein:
Já tive muitas experiências em centros de umbanda. Minha mãe me levava muito quando eu era criança. Eu sou um dos que afirmei isso que vc escreveu.
Até hoje ninguém me deu uma explicação convincente sobre o fenômeno da incorporação. São somente opiniões de quem não conhece nada do assunto. Só achismo. Se alguém me explicar o fenômeno, tim-tim por tim-tim, do ponto de vista materialista, eu viro ateu.

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #36 Online: 16 de Janeiro de 2010, 19:43:42 »

Fui umbandista por uns quinze anos , recebi guia de cambono ( responsável por auxiliar os médiuns) , participei de trozentos rituais em praia , mata , cemitério , etc...

Aí depois de tanto presenciar e meditar...virei ateu  :lol:


O amigo teria uma explicação para o que eu postei acima?

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #37 Online: 16 de Janeiro de 2010, 22:33:46 »
Famado, então mais uma opinião...

Eu era espírita e achava que entrava em contato com espíritos. Eu também ouvia vozes e ucas.

A explicação é bem simples: Seu cérebro crente te deixando levar por uma história que você acredita piamente. Auto-engano.
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.027
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #38 Online: 16 de Janeiro de 2010, 22:59:21 »
Citar
Já tive muitas experiências em centros de umbanda. Minha mãe me levava muito quando eu era criança. Eu sou um dos que afirmei isso que vc escreveu.
Até hoje ninguém me deu uma explicação convincente sobre o fenômeno da incorporação. São somente opiniões de quem não conhece nada do assunto. Só achismo. Se alguém me explicar o fenômeno, tim-tim por tim-tim, do ponto de vista materialista, eu viro ateu.

Você já fez essa pergunta antes. Postei diversos textos sobre hipnose, até lancei um tópico sobre esquizofrenia. Na época você chegou a fazer algumas perguntas que foram respondidas.

Leu o material? Esqueceu? Por que ainda não virou ateu?

Não vou repetir os links. Dá uma olhada e pula logo para o nosso lado. :hihi:
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Lion

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.994
  • Sexo: Masculino
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #39 Online: 16 de Janeiro de 2010, 23:12:02 »
Esses nomes são hilários......   :biglol:

Isso é verdade, antigos hábitos são difíceis de mudar....


Eu amanhã estarei indo para lá, enquanto o pessoal fica recebendo santo, eu fico num quarto assistindo o jogo do Flamengo. Religião por religião, eu prefiro a rubro-negra :D
http://www.youtube.com/watch?v=oM2VTrPI2dc&feature=related

ixa..... agora o Caca vai voltar a participar lá [do centro] com todas as forças  :biglol:
« Última modificação: 26 de Outubro de 2010, 23:02:35 por Dbohr »

Offline Luiz Souto

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.356
  • Sexo: Masculino
  • Magia é 90% atitude
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #40 Online: 16 de Janeiro de 2010, 23:35:47 »

Fui umbandista por uns quinze anos , recebi guia de cambono ( responsável por auxiliar os médiuns) , participei de trozentos rituais em praia , mata , cemitério , etc...

Aí depois de tanto presenciar e meditar...virei ateu  :lol:


O amigo teria uma explicação para o que eu postei acima?

Olha Famado , o questionamento da incorporação foi uma das coisas que terminaram por me afastar da Umbanda.
Como pessoas da minha família eram mediuns eu podia ver as diferenças entre a personalidade habitual e a do espírito e a conclusão é que não eram as mesmas , o espírito tinha comportamentos diferentes , manifestava posições diversas da do médium sobre um assunto e muitas vezes o criticava.
Porém com o passar do tempo ( no caso , anos) progressivamente comecei a observar que não havia uma diferença tão radical assim nas personalidades. A mudança na forma de falar , as posturas , criavam uma atmosfera que mascarava uma continuidade básica ; analisando friamente a entidade surgia como um personagem de um roteiro que o própio médium poderia ter escrito. Ainda que se apresentasse de forma que o medium conscientemente desaprovasse ( como quando incorporava um exu) nem os conselhos dados nem os comportamentos eram incompatíveis com os que o médium poderia representar .
Minha avaliação atualmente é que o fenõmeno da incorporação , seja na Umbanda seja no Espiritismo , se baseia num processo ritualmente controlado e organizado de cisão da personalidade. Aquilo que de forma patológica se apresenta como personalidade múltipla , na Umbanda ( e em outras religiões que usam técnicas de êxtase) se apresenta como a incorporação de uma entidade. Há o afloramento de uma personalidade secundária que se apresenta usando a "vestimenta" cultural esperada pelo meio onde o médium está inserido ; o seu caboclo ou preto-velho se parecerá e se comportará como os demais do centro que frequenta. Características pessoais do médium modularão também o comportamento da entidade: uum médium que desaprove o uso de bebidas alcoólicas pela entidade manifestará um que não tenha tal comportamento enquanto que outro que não tenha esta restrição terá entidades que beberão durante a sessão. Comparando a personalidade do médium com as " personalidades" das entidade a conclusão é que estas são satélites daquela: sua luz , embora distinta , é um reflexo da personalidade principal.
Mas friso que o processo da incorporação é basicamente inconsciente , a maioria dos médiuns que convivi na Umbanda saiam do transe com uma noção vaga do que aconteceu. Os que claramente mistificavam eram facilmente identificados e normnalmente excluídos das sessões.
Se não queres que riam de teus argumentos , porque usas argumentos risíveis ?

A liberdade só para os que apóiam o governo,só para os membros de um partido (por mais numeroso que este seja) não é liberdade em absoluto.A liberdade é sempre e exclusivamente liberdade para quem pensa de maneira diferente. - Rosa Luxemburgo

Conheça a seção em português do Marxists Internet Archive

Offline O Pistoleiro

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 113
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #41 Online: 16 de Janeiro de 2010, 23:41:29 »
feature=related

O vídeo é show de bola!!
ixa..... agora o Caca vai voltar a participar lá [do centro] com todas as forças  :biglol:

O mais engraçado é que o Flamengo foi o meu "salvador". Além das sessões aos terceiros domingos de cada mês em (...), há sessões todo primeiro domingo na Matriz que fica na (xxx), e toda quarta feira em (...). Dá pra perceber que coincide com os dias de jogos e entre [o Centro X] e o Mengão, eu escolhi o Mengão, e por incrivel que pareça, minha (......), aceitou isso numa boa, já que (xxxx) são obrigados a ir até hoje!!!!
Por isso eu agradeço ao verdadeiro Deus (Zico) que me afastou de falsos deuses. :ok:
« Última modificação: 26 de Outubro de 2010, 23:03:18 por Dbohr »
Se Deus é nosso Pai (você que pensa), então Satã deve ser nosso Primo. Por que ninguém entende essas coisas importantes?

Offline O Pistoleiro

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 113
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #42 Online: 16 de Janeiro de 2010, 23:51:12 »
Esqueci de dizer que tenho duas tias que até hoje me ameaçam dizendo que meu "santo" irá me fazer pagar pelo fato de eu nunca ter incorporado. Confesso que antigamente eu tinha um verdadeiro cagaço disso acontecer, mas hoje tiro de letra depois de dois anos consultando um psicólogo.
Se Deus é nosso Pai (você que pensa), então Satã deve ser nosso Primo. Por que ninguém entende essas coisas importantes?

Offline Leafar

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.806
  • Sexo: Masculino
    • Convicção Espírita
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #43 Online: 17 de Janeiro de 2010, 09:45:29 »
caca51,

A minha família é toda de (...) e eu tenho um primo umbandista (ao menos ele diz ser). Você lembra em que bairro fica [o tal centro X] (se você puder e quiser dizer, claro)? Quando eu estiver com meu primo eu pergunto se ele conhece, embora vá ser meio difícil encontrá-lo agora, pois ele se mudou para Minas.
Esqueci de dizer que tenho (ooo) que até hoje me ameaçam dizendo que meu "santo" irá me fazer pagar pelo fato de eu nunca ter incorporado. Confesso que antigamente eu tinha um verdadeiro cagaço disso acontecer, mas hoje tiro de letra depois de dois anos consultando um psicólogo.
Bem, eu sou espírita e creio na realidade das manifestações. Mas pode virar as costas e ir embora a qualquer hora. Esses espíritos não têm como cumprir as ameaças. Não há nada que o obrigue a agir contra a sua própria consciência e Deus não permitiria que um espírito desses o "punisse" por abandoná-los. Se você tiver de ser punido por algo que fez algum dia, essa punição virá de Deus, e não deles.

Eu sei que você não crê mais nisso, mas fica o conselho de qualquer forma da parte de quem ainda acredita em bons e maus espíritos, e em caso de você eventualmente voltar ao estado de dúvida.

Um abraço.


(editado para remover referências a locais e conhecidos do caca51) - a Moderação
« Última modificação: 26 de Outubro de 2010, 23:03:54 por Dbohr »
"Ide com a onda que nos arrasta; necessitamos do movimento, que é vida, ao passo que vós nos apresentais a imobilidade, que é a morte.... Queremos lançar-nos à vida, porquanto os séculos vindouros, que divisamos, têm horror à morte." (Obras Póstumas - Allan Kardec).

visite: http://conviccao-espirita.blogspot.com/2013/08/apresentacao-deste-blog.html

Offline O Pistoleiro

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 113
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #44 Online: 17 de Janeiro de 2010, 11:05:59 »
Fica na (........)
« Última modificação: 26 de Outubro de 2010, 15:36:51 por Dbohr »
Se Deus é nosso Pai (você que pensa), então Satã deve ser nosso Primo. Por que ninguém entende essas coisas importantes?

Offline Leafar

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.806
  • Sexo: Masculino
    • Convicção Espírita
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #45 Online: 17 de Janeiro de 2010, 11:20:11 »
Ok. Sei aonde fica.

Só uma dúvida. Há pouco tempo atrás eu fui a (...) e vi umas propagandas coladas em postes escrito [X]. Se refere a esse lugar?

Um abraço.

Modificado para remover referências aos locais citados pelo caca51 a pedido do próprio, para evitar problemas pessoais. A Moderação.
« Última modificação: 26 de Outubro de 2010, 23:04:24 por Dbohr »
"Ide com a onda que nos arrasta; necessitamos do movimento, que é vida, ao passo que vós nos apresentais a imobilidade, que é a morte.... Queremos lançar-nos à vida, porquanto os séculos vindouros, que divisamos, têm horror à morte." (Obras Póstumas - Allan Kardec).

visite: http://conviccao-espirita.blogspot.com/2013/08/apresentacao-deste-blog.html

Offline O Pistoleiro

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 113
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #46 Online: 17 de Janeiro de 2010, 11:24:27 »
Acho que não, todas as propagandas de X tem que levar o nome X.
« Última modificação: 26 de Outubro de 2010, 23:04:50 por Dbohr »
Se Deus é nosso Pai (você que pensa), então Satã deve ser nosso Primo. Por que ninguém entende essas coisas importantes?

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #47 Online: 17 de Janeiro de 2010, 11:46:15 »
Citar
Já tive muitas experiências em centros de umbanda. Minha mãe me levava muito quando eu era criança. Eu sou um dos que afirmei isso que vc escreveu.
Até hoje ninguém me deu uma explicação convincente sobre o fenômeno da incorporação. São somente opiniões de quem não conhece nada do assunto. Só achismo. Se alguém me explicar o fenômeno, tim-tim por tim-tim, do ponto de vista materialista, eu viro ateu.

Você já fez essa pergunta antes. Postei diversos textos sobre hipnose, até lancei um tópico sobre esquizofrenia. Na época você chegou a fazer algumas perguntas que foram respondidas.

Leu o material? Esqueceu? Por que ainda não virou ateu?

Não vou repetir os links. Dá uma olhada e pula logo para o nosso lado. :hihi:


Li o seu material e o que postou um psiquiatra daqui do fórum há algum tempo atrás. Mas tenho certeza que não é isso. Confio em algumas pessoas que incorporam e sei que não são loucas ou auto-sugeridas.

Offline Bolsonaro neles

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.618
  • Sexo: Masculino
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #48 Online: 17 de Janeiro de 2010, 12:01:34 »
Este talvez seja o melhor post de todos os que li em todos estes anos que participo de fóruns ateístas. Vamos ao debate.


Olha Famado , o questionamento da incorporação foi uma das coisas que terminaram por me afastar da Umbanda.
Era de se esperar
Citar
Como pessoas da minha família eram mediuns eu podia ver as diferenças entre a personalidade habitual e a do espírito e a conclusão é que não eram as mesmas , o espírito tinha comportamentos diferentes , manifestava posições diversas da do médium sobre um assunto e muitas vezes o criticava.
Era o meu caso
Citar
Porém com o passar do tempo ( no caso , anos) progressivamente comecei a observar que não havia uma diferença tão radical assim nas personalidades. A mudança na forma de falar , as posturas , criavam uma atmosfera que mascarava uma continuidade básica ; analisando friamente a entidade surgia como um personagem de um roteiro que o própio médium poderia ter escrito. Ainda que se apresentasse de forma que o medium conscientemente desaprovasse ( como quando incorporava um exu) nem os conselhos dados nem os comportamentos eram incompatíveis com os que o médium poderia representar .
De fato, mas há casos em que não é assim.
Citar
Minha avaliação atualmente é que o fenõmeno da incorporação , seja na Umbanda seja no Espiritismo , se baseia num processo ritualmente controlado e organizado de cisão da personalidade. Aquilo que de forma patológica se apresenta como personalidade múltipla , na Umbanda ( e em outras religiões que usam técnicas de êxtase) se apresenta como a incorporação de uma entidade. Há o afloramento de uma personalidade secundária que se apresenta usando a "vestimenta" cultural esperada pelo meio onde o médium está inserido ; o seu caboclo ou preto-velho se parecerá e se comportará como os demais do centro que frequenta. Características pessoais do médium modularão também o comportamento da entidade: uum médium que desaprove o uso de bebidas alcoólicas pela entidade manifestará um que não tenha tal comportamento enquanto que outro que não tenha esta restrição terá entidades que beberão durante a sessão. Comparando a personalidade do médium com as " personalidades" das entidade a conclusão é que estas são satélites daquela: sua luz , embora distinta , é um reflexo da personalidade principal.
Mas friso que o processo da incorporação é basicamente inconsciente , a maioria dos médiuns que convivi na Umbanda saiam do transe com uma noção vaga do que aconteceu. Os que claramente mistificavam eram facilmente identificados e normnalmente excluídos das sessões.

Muito, muito boa análise, porém incompleta.
Sabe, conheço pessoas que não conseguem incorporar , por mais que tentem. Tal como o caso de alguns ateístas aqui. Por outro lado, há aqueles que não conseguem se livrar de uma incorporação a não ser que religiosos os libertem. Há as incorporações que são independentes da vontade da pessoa. E tenho certeza, não há a mínima chance de ser loucura, porque aconteceram com pessoas que sei que não são loucas. A pessoa perde a consciência. Não lembra de nada. Outras, têm consciência, mas perdem o controle. Vêem seu corpo fazendo o que não querem fazer e sua boca falando o que não querem falar. Gostaria muito de ver isto testado em laboratório. Preciso de uma explicação convincente, que mostre como e porque o fenômeno ocorre. Não vale falar que foi somente hipnose, loucura ou auto-sugestão, porque estas três possibilidades não esgotam, enfim, não explicam todos os casos.

Offline Leafar

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.806
  • Sexo: Masculino
    • Convicção Espírita
Re: Centros Kardecistas e de Umbanda:Quem já foi ??
« Resposta #49 Online: 17 de Janeiro de 2010, 12:04:50 »

Fui umbandista por uns quinze anos , recebi guia de cambono ( responsável por auxiliar os médiuns) , participei de trozentos rituais em praia , mata , cemitério , etc...

Aí depois de tanto presenciar e meditar...virei ateu  :lol:


O amigo teria uma explicação para o que eu postei acima?

Olha Famado , o questionamento da incorporação foi uma das coisas que terminaram por me afastar da Umbanda.
Como pessoas da minha família eram mediuns eu podia ver as diferenças entre a personalidade habitual e a do espírito e a conclusão é que não eram as mesmas , o espírito tinha comportamentos diferentes , manifestava posições diversas da do médium sobre um assunto e muitas vezes o criticava.
Porém com o passar do tempo ( no caso , anos) progressivamente comecei a observar que não havia uma diferença tão radical assim nas personalidades. A mudança na forma de falar , as posturas , criavam uma atmosfera que mascarava uma continuidade básica ; analisando friamente a entidade surgia como um personagem de um roteiro que o própio médium poderia ter escrito. Ainda que se apresentasse de forma que o medium conscientemente desaprovasse ( como quando incorporava um exu) nem os conselhos dados nem os comportamentos eram incompatíveis com os que o médium poderia representar .
Minha avaliação atualmente é que o fenõmeno da incorporação , seja na Umbanda seja no Espiritismo , se baseia num processo ritualmente controlado e organizado de cisão da personalidade. Aquilo que de forma patológica se apresenta como personalidade múltipla , na Umbanda ( e em outras religiões que usam técnicas de êxtase) se apresenta como a incorporação de uma entidade. Há o afloramento de uma personalidade secundária que se apresenta usando a "vestimenta" cultural esperada pelo meio onde o médium está inserido ; o seu caboclo ou preto-velho se parecerá e se comportará como os demais do centro que frequenta. Características pessoais do médium modularão também o comportamento da entidade: uum médium que desaprove o uso de bebidas alcoólicas pela entidade manifestará um que não tenha tal comportamento enquanto que outro que não tenha esta restrição terá entidades que beberão durante a sessão. Comparando a personalidade do médium com as " personalidades" das entidade a conclusão é que estas são satélites daquela: sua luz , embora distinta , é um reflexo da personalidade principal.
Mas friso que o processo da incorporação é basicamente inconsciente , a maioria dos médiuns que convivi na Umbanda saiam do transe com uma noção vaga do que aconteceu. Os que claramente mistificavam eram facilmente identificados e normnalmente excluídos das sessões.
Isso que relatou é uma via de mão dupla. Ok, eu concordo com você que também pode ser tudo simples sugestão, cisão de personalidade, etc., pois há quem pense ser médium e não é.

Mas por outro lado, o médium pode estar também assumindo a personalidade do espírito que se comunica, por considerá-lo uma espécie de benchmarking. Você nunca admirou uma pessoa, o jeito dela, o modo de pensar, e nunca se pegou inconscientemente imitando o seu estilo? Isso vale até para os vícios. Eu mesmo me pego às vezes fazendo isso.

No caso, as primeiras incorporações seriam as mais instrutivas a esse respeito, porque então não teria havido tempo para nenhuma assimilação. Depois de 10 anos, os dois podem estar tão parecidos que realmente um pareça ser a manifestação da personalidade do outro.

Um abraço.
"Ide com a onda que nos arrasta; necessitamos do movimento, que é vida, ao passo que vós nos apresentais a imobilidade, que é a morte.... Queremos lançar-nos à vida, porquanto os séculos vindouros, que divisamos, têm horror à morte." (Obras Póstumas - Allan Kardec).

visite: http://conviccao-espirita.blogspot.com/2013/08/apresentacao-deste-blog.html

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!