Autor Tópico: Telepatia - Um experimento interessante  (Lida 4378 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #25 Online: 18 de Dezembro de 2009, 19:58:43 »
Citar
Gigaview:
........................................................... .

Re: Telepatia - Um experimento interessante
........................................................... .

Meu caríssimo telepata,

Sugiro que você procure o zoológico de sua cidade e tente reproduzir a experiência. Pergunte aos bichos o que aconteceu. Além dos cães selvagens, tente com os lobos e hienas, "ouça" também outras espécies. Talvez a sabedoria dos elefantes tenha muito a lhe dizer. Depois volte aqui e transcreva o que aconteceu.


Obrigado pela sua resposta.  :)

Citar
Pode ser que você seja um Dr Dolitle (http://pt.wikipedia.org/wiki/Dr._Dolittle)

Não me dedico à veterinária, nem como amador... Ademais sou ligeiramente insociável, principalmente para com os animais. A "história" que lhe contei, pode-se dizer, que foi um acidente absolutamene inesperado.

Citar
ou como sempre achei, apenas um enorme cabedal de ... , bem, você imagina o que, não é?

Lastimo, mas sou pobre de imaginação. :|

Citar
Amém prá vc também.


Etc. :ok:
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #26 Online: 18 de Dezembro de 2009, 20:23:44 »
Citar
Mr. Mustard

........................................................... .

Re: Telepatia - Um experimento interessante

........................................................... ..

Que hei-de pensar deste acontecimento?
........................................................... ...

O cão gostou de você... Ele abanou o rabo? Se sim, gostou mais ainda. Já aconteceu comigo também. As vezes os animais, logo de primeira, simpatizam. O que há demais nisto?

Sim, pode ser que o cão tenha simpatizo comigo ao primeiro cheiro, para não dizer à primeira vista, mas não reparei se ele abanou o rabo.

Não considero anormal que isso possa acontecer... Mas considero demais, o facto de ele "simpaticamente", se ter antecipado em ir ao arbusto, tirar e vir entregar-me exactamente o fruto, que eu estava preparado para ir buscar.

Eu que nunca fui de brincadeiras com câes, nem com outros animais, até que tinha uma má experiência com eles, (fui mordido diversas vezes e a primeira vez em criança), fiquei abismado de espanto. Isto é: fiquei KO.

Foi uma experiência positiva, mas estarrecedora. Ademais, eu não estava para socializar com cães. Foi portanto um acontecimento, que me deixou impressionadíssimo :!:
« Última modificação: 18 de Dezembro de 2009, 20:28:16 por lusitano »
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline _tiago

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.343
Re: Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #27 Online: 18 de Dezembro de 2009, 20:34:16 »
Num momento o Lusitano afirma isso,

Citar
Mabumbo P.

...................................................

Na verdade, a minha primeira idéia é a de que você está mentindo.
A segunda, é que você sonhou.
A terceira, é que a erva era da boa! (Erva, doce, bala, pó...)

Você imaginou que eu estava mentindo e as outras possibilidades mais, porque lhe pareceu evidente, que eu estava relatando uma ocorrência telepática natural e espontânea entre um canídeo e um humano, não é?

Pois se pensou isso, pensou exactamente o mesmo que eu, embora eu não o tenha afirmado. Todavia fi-lo subentender claramente.

A si parece-lhe que é impossível a existência natural e espontânea da telepatia entre animais e humanos, já para não dizer entre os da nossa espécie?

Onde afirma em negrito que estava a mentir

Num seguinte momento, afirma o que se segue,
Citar
Gigaview

...........................................................

Re: Telepatia - Um experimento interessante:

...........................................................

Citação de: lusitano  em  13 Dez 2009, 16:48:57

Carísimos:

Estava eu, fazendo campismo e praia, na ilha do Mussulo, ao largo da cidade de Luanda, quando um grupo de cães "selvagens" se veio postar perto da minha tenda.

Entretanto eu contemplava o fruto de um pequeno arbusto, que se encontrava acerca de quinze metros do lugar onde me encontrava acampado.

Hesitava eu, se havia de o ir colher para experimentar o seu sabor, quando um dos cães, para o meu maior espanto, se dirigiu ao arbusto, colheu o fruto com a boca e veio entregar-mo.

As únicas testemunhas de tal evento, foram os outros cães da matilha.

Que hei-de pensar deste acontecimento?
........................................................



Caríssimo: Você criou o presente tópico, aparentemente, para "demonstrar" que os fenómenos "telepáticos" são fraude, ou puro "bullishit", como você costuma dizer - já para não mencionar os diversos "doces" frutíferos - que você apelida de "groselha"....

Eu apresento-lhe o relato dum evento, que a mim, se afigura obviamente como um acontecimento "telepático" e você como resposta à pergunta que coloco no fim da ocorrência - Que hei-de pensar deste acontecimento? - você faz vista grossa e responde-me: Deveria pensar que está no tópico errado.

Eu "especulando" que pela qualidade e quantidade dos seus postes, você é um "autêntico" especialista na área, ao ler a sua resposta, ponho a mesma pergunta inicial...

Que hei-de pensar da sua resposta: Devo acreditar que você é muitíssimo espirituoso, ademais inconsequente? Estou acreditando que sim!

Amém!

Aqui ele volta atrás, dizendo que foi realmente um relato verídico.

Confusões, talvez minhas à parte, pergunto, meu caro Portuga, acreditas ou não em telepatias de alguma espécie!?!?!?

Offline _tiago

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.343
Re: Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #28 Online: 18 de Dezembro de 2009, 20:36:07 »
Por isso eu disse que vc estaria de joguinhos!!

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #29 Online: 18 de Dezembro de 2009, 20:39:54 »
Citar
Gigaview:

........................................................... .
Re: Telepatia - Um experimento interessante
........................................................... .

Esqueci....

Em relação ao tópico errado, serviria qualquer um na seção de Papo-Furado.


Ah... Então não há duvida, que você é mesmo espirituoso :!: :!: :!: :idea: :hihi: :ok: E eu, sou capaz de apreciar uma boa piada... :D
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #30 Online: 18 de Dezembro de 2009, 21:10:31 »
Citar
Mabumbo P.

Mensagens: 869

Ave!

Re: Telepatia - Um experimento interessante
........................................................... ...

Num momento o Lusitano afirma isso...

........................................................... ...

Na verdade, a minha primeira idéia é a de que você está mentindo.
A segunda, é que você sonhou.
A terceira, é que a erva era da boa! (Erva, doce, bala, pó...)

........................................................... .................................

Você imaginou que eu estava mentindo e as outras possibilidades mais, porque lhe pareceu evidente, que eu estava relatando uma ocorrência telepática natural e espontânea entre um canídeo e um humano, não é?

Pois se pensou isso, pensou exactamente o mesmo que eu, embora eu não o tenha afirmado. Todavia fi-lo subentender claramente.

........................................................... ..

Onde afirma em negrito que estava a mentir.


Mil perdões :!: :!: :!: Foi uma infeliz forma de eu me exprimir. O que eu de facto supunha estar a dizer, era que tinha deixado subentendido, que de facto se tratava de telepatia, não de mentira.  

Citar
A si parece-lhe que é impossível a existência natural e espontânea da telepatia entre animais e humanos, já para não dizer entre os da nossa espécie?

........................................................... ....

Num seguinte momento, afirma o que se segue;

........................................................... .....

Eu apresento-lhe o relato dum evento, que a mim, se afigura obviamente como um acontecimento "telepático" e você como resposta à pergunta que coloco no fim da ocorrência - Que hei-de pensar deste acontecimento? - você faz vista grossa e responde-me: Deveria pensar que está no tópico errado.

Eu "especulando" que pela qualidade e quantidade dos seus postes, você é um "autêntico" especialista na área, ao ler a sua resposta, ponho a mesma pergunta inicial...

Que hei-de pensar da sua resposta: Devo acreditar que você é muitíssimo espirituoso, ademais inconsequente? Estou acreditando que sim!

Amém!

Aqui ele volta atrás, dizendo que foi realmente um relato verídico.

Caríssimo: peço-lhe as mais absolutas desculpas!!! De facto você apanhou-me em flagrante delito de mau emprego da linguagem, mas não de mentira.  :vergonha:

Citar
Confusões, talvez minhas à parte, pergunto, meu caro Portuga, acreditas ou não em telepatias de alguma espécie!?!?!?


Acredito :!: principalmente depois do extraordinário evento que relatei.
Por causa disso, temo ter-me tornado esquisofrénico ou paranóico. Incluso, já fui diversas vezes ao psiquiatra, tentar tratar-me de algum tipo de psicose, motivado por esse acontecimento. :stunned:

Mabumbo P. - Fico-lhe eternamente grato, por me mostrar o meu paralogismo linguístico. Incorri num erro gramatical lamentável, que gerou um mal-entendido, do qual não me tinha apercebido. :arrow: :) :ok: :)
« Última modificação: 19 de Dezembro de 2009, 06:32:01 por lusitano »
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.450
Re: Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #31 Online: 18 de Dezembro de 2009, 22:33:04 »
Citar
Mabumbo P.

Mensagens: 869

Ave!

Re: Telepatia - Um experimento interessante
........................................................... ...

Num momento o Lusitano afirma isso...

........................................................... ...

Na verdade, a minha primeira idéia é a de que você está mentindo.
A segunda, é que você sonhou.
A terceira, é que a erva era da boa! (Erva, doce, bala, pó...)

........................................................... .................................

Você imaginou que eu estava mentindo e as outras possibilidades mais, porque lhe pareceu evidente, que eu estava relatando uma ocorrência telepática natural e espontânea entre um canídeo e um humano, não é?

Pois se pensou isso, pensou exactamente o mesmo que eu, embora eu não o tenha afirmado. Todavia fi-lo subentender claramente.

........................................................... ..

Onde afirma em negrito que estava a mentir.


Mil perdões :!: :!: :!: Foi uma infeliz forma de eu me exprimir. O que eu de facto supunha estar a dizer, era que tinha deixado subentendido, que de facto se tratava de telepatia, não de mentira. 

Citar
A si parece-lhe que é impossível a existência natural e espontânea da telepatia entre animais e humanos, já para não dizer entre os da nossa espécie?

........................................................... ....

Num seguinte momento, afirma o que se segue;

........................................................... .....

Eu apresento-lhe o relato dum evento, que a mim, se afigura obviamente como um acontecimento "telepático" e você como resposta à pergunta que coloco no fim da ocorrência - Que hei-de pensar deste acontecimento? - você faz vista grossa e responde-me: Deveria pensar que está no tópico errado.

Eu "especulando" que pela qualidade e quantidade dos seus postes, você é um "autêntico" especialista na área, ao ler a sua resposta, ponho a mesma pergunta inicial...

Que hei-de pensar da sua resposta: Devo acreditar que você é muitíssimo espirituoso, ademais inconsequente? Estou acreditando que sim!

Amém!

Aqui ele volta atrás, dizendo que foi realmente um relato verídico.

Caríssimo: peço-lhe as mais absolutas desculpas!!! De facto você apanhou-me em flagrante delito de mau emprego da linguagem, mas não de mentira.  :vergonha:

Citar
Confusões, talvez minhas à parte, pergunto, meu caro Portuga, acreditas ou não em telepatias de alguma espécie!?!?!?


Acredito :!: principalmente depois do extraordinário evento que relatei.
Por causa disso, temo ter-me tornado esquisofrénico ou paranóico. Incluso, já fui diversas vezes ao psiquiatra, tentar tratar-me de algum tipo de psicose, motivado por esse acontecimento. :stunned:

Está explicado. Agora começo a entender o seu ponto de vista.

Se cuida amigo.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Mr. Mustard

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.918
  • Sexo: Masculino
Re: Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #32 Online: 19 de Dezembro de 2009, 00:53:37 »
Citar
Mr. Mustard

........................................................... .

Re: Telepatia - Um experimento interessante

........................................................... ..

Que hei-de pensar deste acontecimento?
........................................................... ...

O cão gostou de você... Ele abanou o rabo? Se sim, gostou mais ainda. Já aconteceu comigo também. As vezes os animais, logo de primeira, simpatizam. O que há demais nisto?

Sim, pode ser que o cão tenha simpatizo comigo ao primeiro cheiro, para não dizer à primeira vista, mas não reparei se ele abanou o rabo.

Não considero anormal que isso possa acontecer... Mas considero demais, o facto de ele "simpaticamente", se ter antecipado em ir ao arbusto, tirar e vir entregar-me exactamente o fruto, que eu estava preparado para ir buscar.

Eu que nunca fui de brincadeiras com câes, nem com outros animais, até que tinha uma má experiência com eles, (fui mordido diversas vezes e a primeira vez em criança), fiquei abismado de espanto. Isto é: fiquei KO.

Foi uma experiência positiva, mas estarrecedora. Ademais, eu não estava para socializar com cães. Foi portanto um acontecimento, que me deixou impressionadíssimo :!:

Ah Sr. Lusitano, os animais são incríveis, fantásticos. Certa vez, eu indo para minha casa, um cão, não sei dizer qual raça, me avançou... Achei muito estranho, mas o cão ameaçava morder a barra de minha calça e virava a cabeça para o meu lado oposto... E então, seguindo os conselhos da minha família, fiquei paralizado antes que o cão me mordesse... Segundos depois, o cão foi embora e outros segundos depois, trouxe-me um filhote preso à sua boca, como quem estivesse querendo mostrar seu filhote.

Então, eu desci até a altura do cão e ele me deixou o filhote e foi embora... Porque?

A explicação para isto, segundo uma veterinária que consultei, é que os homens, para um cão, são os "donos da matilha". Por isso a confiança, já que são domesticados a muito tempo. A seleçao natural se fez presente para a sobrevivência do filhote... Que hoje está muito bem, pois doei o mesmo para uma família que desejava um cão de guarda.

É uma caso solidário e bonito, mas nada além.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #33 Online: 19 de Dezembro de 2009, 06:48:41 »
Citar
Mr. Mustard:

Ah Sr. Lusitano, os animais são incríveis, fantásticos. Certa vez, eu indo para minha casa, um cão, não sei dizer qual raça, me avançou... Achei muito estranho, mas o cão ameaçava morder a barra de minha calça e virava a cabeça para o meu lado oposto... E então, seguindo os conselhos da minha família, fiquei paralizado antes que o cão me mordesse... Segundos depois, o cão foi embora e outros segundos depois, trouxe-me um filhote preso à sua boca, como quem estivesse querendo mostrar seu filhote.

Então, eu desci até a altura do cão e ele me deixou o filhote e foi embora... Porque?

A explicação para isto, segundo uma veterinária que consultei, é que os homens, para um cão, são os "donos da matilha". Por isso a confiança, já que são domesticados a muito tempo. A seleçao natural se fez presente para a sobrevivência do filhote... Que hoje está muito bem, pois doei o mesmo para uma família que desejava um cão de guarda.

É uma caso solidário e bonito, mas nada além.

Parece-me uma explicação muito razoável, para a extraordinária simpatia, que os câes, eventualmente possam ter para connosco. Até pode servir para justificar os fenómenos aparentemente "telepáticos" ocasionais, verificados entre eles e nós...  :idea:  :)

Portanto, em relação à minha experiência, você descarta a "telepatia", não é assim?
« Última modificação: 19 de Dezembro de 2009, 06:52:37 por lusitano »
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #34 Online: 19 de Dezembro de 2009, 06:56:00 »
Citar
Gigaview:

Está explicado. Agora começo a entender o seu ponto de vista.

Se cuida amigo.

Obrigado. :ok: :)
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline Mr. Mustard

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.918
  • Sexo: Masculino
Re: Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #35 Online: 19 de Dezembro de 2009, 09:21:26 »
Citar
Mr. Mustard:

Ah Sr. Lusitano, os animais são incríveis, fantásticos. Certa vez, eu indo para minha casa, um cão, não sei dizer qual raça, me avançou... Achei muito estranho, mas o cão ameaçava morder a barra de minha calça e virava a cabeça para o meu lado oposto... E então, seguindo os conselhos da minha família, fiquei paralizado antes que o cão me mordesse... Segundos depois, o cão foi embora e outros segundos depois, trouxe-me um filhote preso à sua boca, como quem estivesse querendo mostrar seu filhote.

Então, eu desci até a altura do cão e ele me deixou o filhote e foi embora... Porque?

A explicação para isto, segundo uma veterinária que consultei, é que os homens, para um cão, são os "donos da matilha". Por isso a confiança, já que são domesticados a muito tempo. A seleçao natural se fez presente para a sobrevivência do filhote... Que hoje está muito bem, pois doei o mesmo para uma família que desejava um cão de guarda.

É uma caso solidário e bonito, mas nada além.

Parece-me uma explicação muito razoável, para a extraordinária simpatia, que os câes, eventualmente possam ter para connosco. Até pode servir para justificar os fenómenos aparentemente "telepáticos" ocasionais, verificados entre eles e nós...  :idea:  :)

Portanto, em relação à minha experiência, você descarta a "telepatia", não é assim?

Sr. Lusitano,

Neste caso, eu descarto, pois as evidências da domesticação se fazem mais fortes. Obviamente que eu não sei em que níveis estão os experimentos com a telepatia... Se é que são feitos pelo método científico.

Enfim, eu subestimava muitos os animais até procurar entender um pouco mais sobre eles. Atualmente eu mudei bastante minha opinião.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #36 Online: 19 de Dezembro de 2009, 11:25:03 »
Citar
Mr. Mustard:

Portanto, em relação à minha experiência, você descarta a "telepatia", não é assim?

...................................................

Sr. Lusitano,

Neste caso, eu descarto, pois as evidências da domesticação se fazem mais fortes. Obviamente que eu não sei em que níveis estão os experimentos com a telepatia... Se é que são feitos pelo método científico.

Enfim, eu subestimava muitos os animais até procurar entender um pouco mais sobre eles. Atualmente eu mudei bastante minha opinião.


Pode tratar-me por artur.

..............................................

Do que eu tenho chegado a compreender como - método "científico" - também não sei, até que ponto chegaram as investigações sobre "telepatia" animal. Mas o certo, é que entendo perfeitamente, o que pode acontecer, quando existe simpatia, entre os animais, incluindo nós os humanos. Afinal, por algum motivo, contam-se histórias semelhantes à do "Tarzan". :)
 
 
« Última modificação: 20 de Dezembro de 2009, 07:31:38 por lusitano »
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #37 Online: 25 de Dezembro de 2009, 23:05:46 »
Citar
Mabumbo P.

...................................................

Na verdade, a minha primeira idéia é a de que você está mentindo.
A segunda, é que você sonhou.
A terceira, é que a erva era da boa! (Erva, doce, bala, pó...)

Você imaginou que eu estava mentindo e as outras possibilidades mais, porque lhe pareceu evidente, que eu estava relatando uma ocorrência telepática natural e espontânea entre um canídeo e um humano, não é?

Pois se pensou isso, pensou exactamente o mesmo que eu, embora eu não o tenha afirmado. Todavia fi-lo subentender claramente.

A si parece-lhe que é impossível a existência natural e espontânea da telepatia entre animais e humanos, já para não dizer entre os da nossa espécie?
:histeria:

Opção 1: Está Mentindo
Opção 2: Está Mentindo
Opção 3: Está Mentindo
... 1212:  Está Mentindo
....1213:  O cão selvagem era na verdade o totó do vizinho que está acostumado a trazer coisas para pessoas
....1214: Sobrou um pouco da erva para mim?
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #38 Online: 28 de Dezembro de 2009, 14:39:07 »
agnóstico:

Citar
Opção 1: Está Mentindo
Opção 2: Está Mentindo
Opção 3: Está Mentindo
... 1212:  Está Mentindo :!: :arrow: :histeria:

Como você demonstraria, que eu estava mentindo?

Suponho que você não leu a resposta completa a esta mensagem. Mas se entretanto leu... Pode ficar descansado que não menti.

Citar
....1213:  O cão selvagem era na verdade o totó do vizinho que está acostumado a trazer coisas para pessoas

Talvez... Mas o "totó" do vizinho é um cão telepata?

Citar
....1214: Sobrou um pouco da erva para mim?

Não - não sobrou... Todavia, eu não tinha a certeza, que a erva, produzia alucinações "telepáticas". :). Entretanto, posso assegurar-lhe que nessa altura não estava a consumir erva, nem estava pedrado, com nenhuma espécie de neuro-tóxico. :)
 
 
 
« Última modificação: 28 de Dezembro de 2009, 14:43:11 por lusitano »
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.450
Re:Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #39 Online: 08 de Novembro de 2019, 12:07:22 »
A telepatia é igual ao sinal da internet e pode ser usada como uatiszap, mas quem não tem o dom precisa treinar muito.

« Última modificação: 08 de Novembro de 2019, 16:12:09 por Gigaview »
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Gorducho

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.917
  • Sexo: Masculino
Re:Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #40 Online: 11 de Novembro de 2019, 06:43:12 »
Irei compartir 1 experiência que se sucedeu circa -1/2h (espero que meu correligionário Analista Marciano não veja esta comunicação ::))
Tamos num hotel e a sala de pequenos almoços é espelhada. Eu tavo pensando -- nem falei sonoramente...-- que dá sensação de espaço, but this is somewhat dangerous...
5- min a moça que atende, funcionaria do estabelecimento, entrou direto no espelho bem defronte d'adonde tavum -- QUASE bateu a bandeja que carregava no... Ambos rimos, eu logo de frente! 
Não quis falar pra ela que eu tavo pensando por motivos óbvios: :diabo:
Eu, especializado em Espiritismo, atribuo ao magnetismo animal...
+ gostaria de escutar a opinião dos Srs. cujo foco ser telepatia; hipnoses ::) -- em especial a do Sr. Gigaview : ¿que ser?
A gente demos Probabilidade & Estatística na Escola, certo :?:
Então acaso se descarta desde logo, right :?:
É 1 forma de telepatia indireta -- visto que meu pensamento em nada tinha a ver com a moça... :?:
Se  :ok:: o agente dessa é vibrações do FU (magnetismo animal -- vide o trecho em latim que eu pus cá algumas semanas atrás...)
 :?:
« Última modificação: 11 de Novembro de 2019, 07:04:40 por Gorducho »

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.450
Re:Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #41 Online: 11 de Novembro de 2019, 11:14:32 »
Por que atribui ao magnetismo animal?
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Pedro Reis

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.958
Re:Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #42 Online: 11 de Novembro de 2019, 15:47:25 »
Não sei se dá para descartar acaso.

Será que em toda a vida de uma pessoa, nunca ela irá presenciar uma grande coincidência?

Eu já vi muita coisa estranha, não sei se posso usar acaso como explicação, mas vou relatar um fato que me veio à memória agora e que tenho certeza que foi acaso:

Há muito tempo estava eu com um casal de amigos em um bar e a moça jogou a guimba do cigarro que estava fumando no chão (mal educada, né?).

Eu não vi, mas imediatamente eles me chamaram atenção e me mostraram o filtro do cigarro no chão: tinha caído em pé! Não sei como foi, se deu umas cambalhotas e parou em pé, se foi direto... mas estava em pé como se tivesse sido colocado ali.

Me lembro que meu amigo ainda falou: "mas qual a chance disso acontecer?"

Offline Pedro Reis

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.958
Re:Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #43 Online: 11 de Novembro de 2019, 15:51:36 »
Citar
Sabe aquelas coincidências inacreditáveis da vida? Alguns chamam de sorte, outros de bugs na Matrix, mas o fato é que quase todo mundo tem alguma história impressionante para contar, desde as mais corriqueiras do dia a dia até os acontecimentos mais assustadores.

Nessa lista, reunimos alguns dos casos mais surpreendentes de coincidências que ficaram conhecidas mundialmente. Fique confortável na cadeira e acompanhe alguns dos acontecimentos assustadores da história.

1. Livro de infância
Enquanto a romancista Anne Parrish estava passeando por livrarias parisienses na década de 20, ela visualizou um dos seus títulos favoritos na infância, “Jack Frost and Other Stories”. Ela então pegou o livro e mostrou o exemplar para seu marido, dizendo carinhosamente que aquela obra havia marcado a sua infância.

Ele então abriu o livro e, na folha de rosto, encontrou a inscrição “Anne Parrish, 209 N. Weber Street, Colorado Springs”. Aquele era o próprio livro de Anne, que havia marcado seu nome e endereço na parte interna do exemplar.

2. Coincidência literária
No século 19, o famoso escritor de horror Edgar Allan Poe escreveu uma obra chamada “A Narrativa de Arthur Gordon Pym”. Ela conta a saga de quatro sobreviventes de um naufrágio que estavam em um barco salva-vidas por muitos dias, até que decidiram matar o grumete (aprendiz de marinheiro) chamado Richard Parker e alimentar-se de sua carne.



Fonte da imagem: Reprodução/NeoSurrealismArt

Alguns anos mais tarde, no ano de 1884, a embarcação Mignonette afundou e também restaram apenas quatro sobreviventes. Após ficaram em um barco salva-vidas por muitos dias, eles também decidiram matar seu grumete e alimentarem-se de sua carne. Como se a história já não fosse macabra e assustadora o suficiente, o nome do aprendiz morto também era Richard Parker.

3. Mortes gêmeas
Em 2002, aos 70 anos de idade, dois irmãos gêmeos morreram com poucas horas de diferença, em acidentes separados ao norte da Finlândia. O primeiro dos gêmeos morreu quando foi atingido por um caminhão enquanto andava de bicicleta em Raahe, a 600 km da capital Helsinki.

Algumas horas depois, a apenas 1,5 km do local, faleceu em outro acidente o seu irmão. “Isso é uma coincidência histórica. Embora a estrada seja muito ocupada, os acidentes não ocorrem todos os dias”, disse a policial Marja-Leena Huhtala à Reuters. “Eu fiquei de cabelos em pé quando ouvi que os dois eram irmãos, e gêmeos idênticos ainda!”, complementa Huhtala.

4. Gêmeos com a mesma vida
A história de Jim Lewis e Jim Springer é ainda mais impressionante. Eles são gêmeos e foram separados no nascimento. Sem nunca saberem um da existência do outro, ambos foram batizados com o mesmo nome. Ambos escolheram suas profissões pela habilidade para desenho mecânico e carpintaria.


Fonte da imagem: Reprodução/Listverse

Os dois se casaram com uma mulher chamada Linda e ambos tiveram um filho, um chamado de James Alan e o outro James Allan. Ambos se divorciaram após um tempo e casaram com outras mulheres, ambas chamadas Betty. Para completar a coincidência, ambos deram o nome de Toy a seus cachorros.

5. Coincidência Real
Essa história concentra uma série de coincidências e lembra um pouco os acontecimentos dos irmãos gêmeos acima. Em Monza, na Itália, o rei Umberto I foi a um pequeno restaurante para jantar e, quando o dono do local se apresentou ao monarca, Umberto percebeu que eles eram tão parecidos em seus rostos e corpos que poderiam ser considerados gêmeos.


Fonte da imagem: Reprodução/Italian Monarchist

Os dois homens então começaram a discutir as similaridades notáveis entre eles e descobriram muito mais do que a semelhança física: ambos nasceram no mesmo dia, do mesmo ano (14 de março de 1844) e na mesma cidade; ambos se casaram com uma mulher chamada Margherita; o chef abriu o restaurante no mesmo dia em que o rei Umberto foi coroado como rei da Itália.

Por fim, no dia 29 de julho de 1900, o rei foi informado de que o chef havia morrido naquele dia em um misterioso acidente com arma de fogo. Umberto então foi a público expressar seu pesar pelo ocorrido e acabou sendo assassinado também com um tiro, por um rebelde em meio à multidão.

6. O morto da sorte
Em 1858, nos Estados Unidos, Robert Fallon foi morto a tiros como um ato de vingança durante um jogo de poker. Segundo os jogadores, Fallon havia trapaceado no jogo para ganhar US$ 600 e, por isso, merecia a morte. Com o lugar do jogador vazio, os jogadores passaram a procurar uma nova pessoa para ocupar aquele assento.


Fonte da imagem: Reprodução/TheBankrollers

Um corajoso topou assumir o lugar considerado de azar e passou a jogar como o morto. Antes que a polícia chegasse ao local, o novo jogador já havia transformado os US$ 600 em US$ 2.200, algo que pode ser encarado como uma vingança do morto contra os jogadores que o mataram.

A polícia exigiu apenas os US$ 600 originais como parte da herança de Fallon. No processo de investigação para encontrar o herdeiro, os policiais acabaram descobrindo que o jogador que tomou o lugar de Fallon era ninguém menos do que o seu próprio filho, que não via o pai fazia quase uma década!

7. A queda constante do bebê
No ano de 1930, um homem chamado Joseph Figlock estava caminhando pelas ruas de Detroit quando uma mãe descuidada deixou que seu filho caísse da janela do pequeno prédio em que moravam. O bebê caiu em cima de Figlock e, como a queda foi amortecida, ambos saíram ilesos.

Um ano depois, o mesmo bebê caiu da mesma janela e, pasme, atingiu novamente Joseph Figlock, que estava passando mais uma vez pelo local. Novamente, ambos sobreviveram e saíram intactos do ocorrido.

8. Coincidência fotográfica
Em 1914, uma mãe alemã deixou uma chapa de filme para ser revelada com a foto de seu filho em uma loja de Estrasburgo. Com o início da Primeira Guerra Mundial, ela não pôde voltar à cidade para pegar o filme e acreditou que a foto estava perdida.


Fonte da imagem: Reprodução/Listverse

Dois anos depois, ela comprou uma nova placa de filme em Frankfurt, que fica a mais de 100 km de distância da primeira cidade, para tirar uma foto de sua filha recém-nascida. Após a revelação do filme, ela descobriu que aquela era, na verdade, a mesma chapa utilizada por ela para fazer a foto de seu filho.

O filme jamais foi revelado e foi erroneamente vendido como um filme virgem – e, surpreendentemente, comprado pela mesma mulher. O resultado foi uma foto de dupla exposição, que mostra as imagens de seus dois filhos sobrepostas.

9. Morte atrasada
Em 1883, Henry Ziegland rompeu o relacionamento com sua namorada, que, com a angústia do término, cometeu suicídio. Enfurecido, o irmão da garota caçou Ziegland e atirou contra ele. Acreditando que havia matado o ex-namorado de sua irmã, o jovem tirou sua própria vida. No entanto, Ziegland estava vivo.

A bala passou de raspão por sua cabeça e atingiu uma árvore próxima. Anos mais tarde, Ziegland resolveu derrubar a árvore, que ainda estava com a bala endereçada a ele alojada em sua casca. No entanto, como ela era muito grande, o rapaz resolveu que seria melhor explodi-la com dinamite. A forte explosão foi o bastante para lançar a bala com força na cabeça de Ziegland, que morreu instantaneamente.

10. Gavetas com teletransporte
Em 1953, o repórter Irv Kupcinet estava em Londres para cobrir a coroação de Elizabeth II. Em uma das gavetas do quarto do Hotel Savoy, ele encontrou alguns itens que, por identificações inscritas, pertenciam ao famoso astro de basquete Harry Hannin que, coincidentemente, era seu amigo.



Apenas dois dias depois – e antes que Kupcinet pudesse contar ao amigo algo sobre o ocorrido – o repórter recebeu uma carta de Hannin contando que durante sua estadia no Hotel Meurice, em Paris, ele encontrou em uma gaveta uma gravata com o nome de Kupcinet nela.

A foto do caso número 8

« Última modificação: 11 de Novembro de 2019, 15:54:41 por Pedro Reis »

Offline Gorducho

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.917
  • Sexo: Masculino
Re:Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #44 Online: 11 de Novembro de 2019, 16:00:00 »
Só queria escutar a opinião...
Convenhamos que é MUITO acaso pois a própria funcionária que atende o local. Se fosse 1 HÓSPEDE vá lá...
E menos de 5' d'eu cogitar no risco da parede espelhada --arredondei pra cima, foi 5-'.
🤔
« Última modificação: 11 de Novembro de 2019, 16:05:48 por Gorducho »

Offline Pedro Reis

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.958
Re:Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #45 Online: 11 de Novembro de 2019, 16:17:12 »
Me lembrei de uma interessante.

Quando era adolescente foi morar uma família em uma casa vizinha à minha. Eram os pais e um casal de filhas duas filhas. O pai era capitão da marinha mercante.

( Casal de filhas não, né! Hahahaha! )

Um dia essas meninas estavam na minha casa e não sei porque minha mãe estava mostrando um álbum com fotografias antigas. De repente ela viu a foto de um barco gaiola no amazonas e gritou: "O barco do meu avô!"

Meu pai, que estava presente, riu e disse: "Não, esse é o barco do MEU AVÔ!"

A menina insistiu que o barco era do avô dela, e meu pai explicou que esse tipo de barco gaiola era muito comum no Pará, em todo o Amazonas, etc e tal... e que era coincidência que ambas as famílias tivessem vindo do Pará e o avô dos dois tenham tido um barco gaiola...

Ele já estava achando isso muita coincidência, claro, mas ela continuava insistindo que aquele era o barco do avô dela.

No dia seguinte ela trouxe as fotos para comprovar: era mesmo o barco do avô dela.

Os antepassados do meu pai são do Pará e avô dele foi barão da borracha durante o ciclo da borracha. Era muito rico e tinha alguns destes barcos que lá servem para transporte e comércio. Quando acabou repentinamente o ciclo da borracha, eles ficaram praticamente na miséria, assim como a maioria dos barões da borracha naquela época. Acabaram vendendo tudo quase tudo que tinham e vieram para o Rio de Janeiro.

O avô dela comprou o barco que foi do avô do meu pai.

« Última modificação: 11 de Novembro de 2019, 16:28:51 por Pedro Reis »

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.450
Re:Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #46 Online: 11 de Novembro de 2019, 17:38:38 »
Só queria escutar a opinião...
Convenhamos que é MUITO acaso pois a própria funcionária que atende o local. Se fosse 1 HÓSPEDE vá lá...
E menos de 5' d'eu cogitar no risco da parede espelhada --arredondei pra cima, foi 5-'.
🤔


Coincidência. Muitas coisas passam pela nossa cabeça a toda hora, a maioria passa tão rápido que quase não percebemos e são esquecidas após alguns minutos, principalmente riscos de acidentes. Você apenas criou um evento significativo a partir da ligação da lembrança de um desses pensamentos com o acidente ocorrido. Você também teve a ajuda da alta probabilidade de acontecer um acidente num ambiente espelhado segundo uma avaliação de risco realizada conscientemente.

Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.450
Re:Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #47 Online: 11 de Novembro de 2019, 17:51:15 »
É preciso também não descartar a hipótese de um evento paranormal, como a formação da "nuvem" de invisibilidade que é usada desde o tempo de Aquenáton pelos rosacruzes. Você pode ter "expelido" inconscientemente a nuvem que ofuscou a visão da moça provocando o acidente. Segundo Reich, pode ser uma nuvem de orgones, isto é, de átomos vibratórios do fluido vital emanados a partir de uma excitação da libido. Não confundir com ectoplasma, apesar da existência de estudos que provam que ele também pode ser emanado dos órgãos sexuais dos médiuns.
« Última modificação: 11 de Novembro de 2019, 17:54:42 por Gigaview »
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Gorducho

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.917
  • Sexo: Masculino
Re:Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #48 Online: 11 de Novembro de 2019, 18:34:24 »
Se lembra da cadeira Probabilidade & Estatística :?:
Eu digo que o fato é probabilisticamente impossível no ambito do materialismo.
E sim, m/tese explanatoria guarda CERTA analogia. M/pensamento criou uma Mannigfaltigkeit (so to say) vibratória limitada -- semelhante a uma forma-pensamento em termos teosóficos -- no FU, que afetou &c.
Analogia c/telepatia é no sentido que ambos fenômenos se utilizam das propriedades elásticas do FU :|
« Última modificação: 11 de Novembro de 2019, 18:43:48 por Gorducho »

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.433
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Telepatia - Um experimento interessante
« Resposta #49 Online: 11 de Novembro de 2019, 18:40:48 »
Irei compartir 1 experiência que se sucedeu circa -1/2h (espero que meu correligionário Analista Marciano não veja esta comunicação ::))
Tamos num hotel e a sala de pequenos almoços é espelhada. Eu tavo pensando -- nem falei sonoramente...-- que dá sensação de espaço, but this is somewhat dangerous...
5- min a moça que atende, funcionaria do estabelecimento, entrou direto no espelho bem defronte d'adonde tavum -- QUASE bateu a bandeja que carregava no... Ambos rimos, eu logo de frente! 
Não quis falar pra ela que eu tavo pensando por motivos óbvios: :diabo:
Eu, especializado em Espiritismo, atribuo ao magnetismo animal...
+ gostaria de escutar a opinião dos Srs. cujo foco ser telepatia; hipnoses ::) -- em especial a do Sr. Gigaview : ¿que ser?
A gente demos Probabilidade & Estatística na Escola, certo :?:
Então acaso se descarta desde logo, right :?:
É 1 forma de telepatia indireta -- visto que meu pensamento em nada tinha a ver com a moça... :?:
Se  :ok:: o agente dessa é vibrações do FU (magnetismo animal -- vide o trecho em latim que eu pus cá algumas semanas atrás...)
 :?:
Desde  esse  não falar "sonoramente" eu, costumo pensar mentalmente, as vezes falando mentamente, ou  fruindo uma experiência que sequer é expressa em  palavras mentais.

As  vezes me vejo absorto a tagarelar mentalmente.  O que é  mais inquietante é  que as vezes parece que  todo  mundo tá ouvindo.

 São inúmeras as  vezes também que estando  eu  a falar mentalmente,  ouço alguém a tossir do nada ou a  raspar a garganta ou outra coisa do tipo, como se aquilo estivesse  endereçado a mim, como que a dizer, silêncio! por estar falando mentalmente 'alto' demais.  É uma piração.

Definitivamente  esse  assunto não é maniqueisticamente  0 ou 1.
« Última modificação: 11 de Novembro de 2019, 19:28:48 por Sergiomgbr »
Até onde eu sei eu não sei.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!