Autor Tópico: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?  (Lida 12854 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline 4 Ton Mantis

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.330
  • Sexo: Masculino
Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Online: 11 de Fevereiro de 2010, 21:14:34 »
Frente a acontecimentos "sobrenaturais",como um cético faz a análise dos fatos ? Simplesmente descarta,nega enfaticamente ?
\"Deus está morto\"-Nietzsche

\"Nietzsche está morto\"-Deus

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.244
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #1 Online: 11 de Fevereiro de 2010, 21:35:22 »
Que acontecimentos "sobrenaturais"?
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.415
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #2 Online: 11 de Fevereiro de 2010, 21:54:13 »

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #3 Online: 11 de Fevereiro de 2010, 22:06:48 »
e o tópico terminou. Pronto.
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.568
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #4 Online: 11 de Fevereiro de 2010, 22:52:34 »

Offline diego_h

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 140
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #5 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 01:47:16 »
Geralmente meu humor se eleva...

Essa é minha unica reação.
Equipe: Gracie Barra BH SM - Professor: Mucio Maia

"É amplamente aceito que a passagem de politeismo para monoteismo é uma evolução da especie...
falta agora aceitar que subtraindo mais um deus esta evolução alcançará seu máximo ..."


“Uma visita ao hospício mostra que a fé não prova nada.” Friedrich Nietzsche

“Se lhe ensinassem que os elfos causam a chuva, toda vez que chovesse, você veria a prova dos elfos.” Ariex

Offline Flavia

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.767
  • Sexo: Feminino
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #6 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 01:52:27 »
Ora, é só usar a principal ferramenta de um cético: a dúvida.
:)
vanitas vanitatum omnia vanitas

Offline Leafar

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.806
  • Sexo: Masculino
    • Convicção Espírita
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #7 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 08:13:54 »
Frente a acontecimentos "sobrenaturais",como um cético faz a análise dos fatos ? Simplesmente descarta,nega enfaticamente ?
Eu iria responder: "E quando é que cético analisa alguma coisa? O ônus da prova não lhes cabe."

Mas os amigos acima já responderam por mim. Obrigado!

Um abraço.
"Ide com a onda que nos arrasta; necessitamos do movimento, que é vida, ao passo que vós nos apresentais a imobilidade, que é a morte.... Queremos lançar-nos à vida, porquanto os séculos vindouros, que divisamos, têm horror à morte." (Obras Póstumas - Allan Kardec).

visite: http://conviccao-espirita.blogspot.com/2013/08/apresentacao-deste-blog.html

Offline 4 Ton Mantis

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.330
  • Sexo: Masculino
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #8 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 09:03:42 »
Que acontecimentos "sobrenaturais"?

Deixe eu perguntar melhor...cientificamente,como se analisa fatos que têm o rótulo de "sobrenaturais" ?
\"Deus está morto\"-Nietzsche

\"Nietzsche está morto\"-Deus

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.415
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #9 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 09:54:19 »
Que acontecimentos "sobrenaturais"?

Deixe eu perguntar melhor...cientificamente,como se analisa fatos que têm o rótulo de "sobrenaturais" ?

Quem rotula alguma coisa de sobrenatural é um crente por definição pois acredita que existe uma outra natureza.  Os céticos podem (e devem) admitir que existem fenômenos que não podem ser explicados (e a natureza está repleta deles), mas jamais considerar um fenômeno sobrenatural por mais estranho e desconcertante que ela possa ser. Em outras palavras, tudo é natural, porque apesar de não conhecermos as leis que regem esses fatos, eles fazem parte da nossa realidade, da nossa natureza, do nosso universo.

A aplicação do método científico ainda é o melhor caminho para se lidar com os fatos (naturais), embora isso possa lhe parecer redundante considerando a forma da sua pergunta.
« Última modificação: 12 de Fevereiro de 2010, 13:40:16 por Gigaview »

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.415
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #10 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 10:09:48 »
Frente a acontecimentos "sobrenaturais",como um cético faz a análise dos fatos ? Simplesmente descarta,nega enfaticamente ?
Eu iria responder: "E quando é que cético analisa alguma coisa? O ônus da prova não lhes cabe."

Mas os amigos acima já responderam por mim. Obrigado!

Um abraço.

Presumo que você se refere a sobrenatural = espiritual.

Os céticos usam a metodologia científica como sua ferramenta de investigação e análise e isso envolve critérios e condições bastante rigorosas que o os seus espíritos se recusam a aceitar. Evidências anedóticas não se encaixam na metodologia científica, apesar de serem bem acolhidas na pseudociência espiritóide.

Convença os seus espíritos a se materializarem num laboratório de notoriedade científica e eles serão analisados. Por que não fazem isso? Será que é só para fazer crentes como você passarem vexame defendendo o que não pode ser provado?

Offline Mr. Mustard

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.918
  • Sexo: Masculino

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.415
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #12 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 10:24:19 »
Ora, é só usar a principal ferramenta de um cético: a dúvida.
:)

Não é duvidar apenas por duvidar. Isso não é ceticismo. A dúvida deve ser criteriosa, isto é, baseada em perguntas que seguem uma metodologia de investigação. Como disse acima, pode acontecer que nos deparamos com fatos estranhos, sem respostas. Nesse ponto é necessário disciplina para não embarcar em especulações sem fundamentos. Nessa hora devemos estar preparados para dizer NÃO SEI e reiniciar todo o processo com novas perguntas num ciclo que vai se repetir sempre que necessário. Com o crente é diferente. O crente não faz perguntas, é assim por que deus quis, os espíritos disseram, Amon Rá ditou etc e por isso é verdade. Alguns fingem que fazem perguntas que só servem para reforçar verdades dogmáticas.

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #13 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 10:55:18 »
Frente a acontecimentos "sobrenaturais",como um cético faz a análise dos fatos ? Simplesmente descarta,nega enfaticamente ?
Eu iria responder: "E quando é que cético analisa alguma coisa? O ônus da prova não lhes cabe."

Mas os amigos acima já responderam por mim. Obrigado!

Um abraço.

deixa eu ver.. quando um cientista quer provar algo ele não analisa nada porque o ônus da prova não lhe cabe??

Cara, um cético pode querer provar a existência do espírito e aí lhe caberá o ônus da prova. O que não pode é um religioso querer provar a existência de um espírito através de "filosofia" (muito) barata

Eu acho que realmente o Leafar não consegue entender as coisas.. sério.
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Rios

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 223
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #14 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 11:01:04 »

Convença os seus espíritos a se materializarem num laboratório de notoriedade científica e eles serão analisados. Por que não fazem isso? Será que é só para fazer crentes como você passarem vexame defendendo o que não pode ser provado?

COMO é possível alguem acreditar que espíritos podem aparecer à vontade para:

Assombrar casas, girar mesas, mover copos, escrever livros inteiros, se comunicar via internet, etc...
Mas ao mesmo tempo são proibidos de aparecer em um laboratório de pesquisa!

caramba, é muita contradição!


Offline Dbohr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.179
  • Sexo: Masculino
  • 無門關 - Mumonkan
    • Meu blog: O Telhado de Vidro - Opinião não-solicitada distribuída livremente!
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #15 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 11:11:37 »
Sabe o que me deixa curioso, Leafar? Que em todo o mundo espiritual, que até os espíritas admitem ser povoados por espíritos baixos e zombeteiros, não tenha aparecido um só disposto a quebrar essa regra não-escrita (não-psicografada? :hihi:) e que queira se mostrar para um cientista.

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.568
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #16 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 11:36:22 »
Frente a acontecimentos "sobrenaturais",como um cético faz a análise dos fatos ? Simplesmente descarta,nega enfaticamente ?
Eu iria responder: "E quando é que cético analisa alguma coisa? O ônus da prova não lhes cabe."

Mas os amigos acima já responderam por mim. Obrigado!

Um abraço.

deixa eu ver.. quando um cientista quer provar algo ele não analisa nada porque o ônus da prova não lhe cabe??

Cara, um cético pode querer provar a existência do espírito e aí lhe caberá o ônus da prova. O que não pode é um religioso querer provar a existência de um espírito através de "filosofia" (muito) barata

Eu acho que realmente o Leafar não consegue entender as coisas.. sério.

Mais um que precisa ser mais honesto consigo mesmo. É pura autoenganação.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.415
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #17 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 13:39:30 »
O caso é mesmo patológico.

Offline Flavia

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.767
  • Sexo: Feminino
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #18 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 14:22:37 »
Ora, é só usar a principal ferramenta de um cético: a dúvida.
:)

Não é duvidar apenas por duvidar. Isso não é ceticismo. A dúvida deve ser criteriosa, isto é, baseada em perguntas que seguem uma metodologia de investigação. Como disse acima, pode acontecer que nos deparamos com fatos estranhos, sem respostas. Nesse ponto é necessário disciplina para não embarcar em especulações sem fundamentos. Nessa hora devemos estar preparados para dizer NÃO SEI e reiniciar todo o processo com novas perguntas num ciclo que vai se repetir sempre que necessário. Com o crente é diferente. O crente não faz perguntas, é assim por que deus quis, os espíritos disseram, Amon Rá ditou etc e por isso é verdade. Alguns fingem que fazem perguntas que só servem para reforçar verdades dogmáticas.

Eu não disse que era duvidar só por duvidar em momento algum. Se me faltou especificar, faço-o agora: a dúvida para saber, entender, e não um simples questionamento para ser "do contra". Se há algum evento que eu não entendo, investigo e procuro sobre o que ocorreu. E não havendo explicações, aí cabe admitir a ignorância ante o acontecido.
vanitas vanitatum omnia vanitas

Offline Leafar

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.806
  • Sexo: Masculino
    • Convicção Espírita
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #19 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 16:20:39 »
Sabe o que me deixa curioso, Leafar? Que em todo o mundo espiritual, que até os espíritas admitem ser povoados por espíritos baixos e zombeteiros, não tenha aparecido um só disposto a quebrar essa regra não-escrita (não-psicografada? :hihi:) e que queira se mostrar para um cientista.
Eu sei que a resposta não vai satisfazê-lo, mas lá vai assim mesmo, porque eu não tenho outra. Os zombeteiros e baixos podem até querer fazê-lo, mas são proibidos pelos mais altos de se manifestarem fora das condições que lhes são permitidas. Há uma citação da Revista Espírita que ilustra bem essa situação:

17. Poderíeis prestar-vos a uma pequena experiência de prova, não motivada pela curiosidade, mas pelo desejo de nos instruirmos?
Resp. – De modo algum; isto me é expressamente proibido.

18. Era para lerdes a pergunta que acabam de me trazer e respondê-la sem que eu a dissesse.
Resp. – Eu o poderia, mas, repito, isto me é proibido.

19. Como tendes consciência da proibição que vos fizeram?
Resp. – Pela comunicação do pensamento do Espírito que mo proíbe.

20. Pois bem! Eis a pergunta:....
(Revista Espírita março/1860, Estudo sobre o Espírito de pessoas vivas - Dr. Vignal, pág. 133)

http://www.opiniaoespirita.org/downloads/re_1866_feb.pdf

Portanto, os espíritos só se manifestam aonde são permitidos pelos superiores. Os bons não se manifestam indevidamente por persuasão, e os outros por constrangimento (proibição).

Um abraço.
"Ide com a onda que nos arrasta; necessitamos do movimento, que é vida, ao passo que vós nos apresentais a imobilidade, que é a morte.... Queremos lançar-nos à vida, porquanto os séculos vindouros, que divisamos, têm horror à morte." (Obras Póstumas - Allan Kardec).

visite: http://conviccao-espirita.blogspot.com/2013/08/apresentacao-deste-blog.html

Offline 4 Ton Mantis

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.330
  • Sexo: Masculino
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #20 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 16:48:47 »
Ora, é só usar a principal ferramenta de um cético: a dúvida.
:)

Não é duvidar apenas por duvidar. Isso não é ceticismo. A dúvida deve ser criteriosa, isto é, baseada em perguntas que seguem uma metodologia de investigação. Como disse acima, pode acontecer que nos deparamos com fatos estranhos, sem respostas. Nesse ponto é necessário disciplina para não embarcar em especulações sem fundamentos. Nessa hora devemos estar preparados para dizer NÃO SEI e reiniciar todo o processo com novas perguntas num ciclo que vai se repetir sempre que necessário. Com o crente é diferente. O crente não faz perguntas, é assim por que deus quis, os espíritos disseram, Amon Rá ditou etc e por isso é verdade. Alguns fingem que fazem perguntas que só servem para reforçar verdades dogmáticas.

Quer dizer que o fato de um cientista pesquisar fatos ditos "sobrenaturais" o torna um crente/religioso enrustido ?
\"Deus está morto\"-Nietzsche

\"Nietzsche está morto\"-Deus

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.568
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #21 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 17:27:09 »
Nem os fatos sobrenaturais fogem à ciência. O que os religiosos não percebem é que qualquer fato religioso, como por exemplo, a criação do mundo em 7 dias por um ser mágico ou a sua própria existência  como um todo poderoso,se comprovado, mudaria tudo aquilo que até hoje a ciência produziu, como muitas das leis da física.
Nada poderia ser como é no mundo da ciência se o mundo da religião fosse de verdade.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.415
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #22 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 18:01:17 »
Ora, é só usar a principal ferramenta de um cético: a dúvida.
:)

Não é duvidar apenas por duvidar. Isso não é ceticismo. A dúvida deve ser criteriosa, isto é, baseada em perguntas que seguem uma metodologia de investigação. Como disse acima, pode acontecer que nos deparamos com fatos estranhos, sem respostas. Nesse ponto é necessário disciplina para não embarcar em especulações sem fundamentos. Nessa hora devemos estar preparados para dizer NÃO SEI e reiniciar todo o processo com novas perguntas num ciclo que vai se repetir sempre que necessário. Com o crente é diferente. O crente não faz perguntas, é assim por que deus quis, os espíritos disseram, Amon Rá ditou etc e por isso é verdade. Alguns fingem que fazem perguntas que só servem para reforçar verdades dogmáticas.

Quer dizer que o fato de um cientista pesquisar fatos ditos "sobrenaturais" o torna um crente/religioso enrustido ?

Veja este exemplo.

Se vemos uma mesa levitando no espaço por sí mesma estamos diante de um fenômeno que contraria a gravidade (fenômeno natural) e portanto merece ser explicado.

Se vemos uma mesa levitando no espaço e acreditamos que ela é sustentada por espíritos invisíveis estamos diante de um fenômeno sobrenatural para o qual já temos uma explicação.

Cientistas de verdade observam apenas que um objeto levitou  (fato) e tentam se cercar de todas as evidências que ele levitou por sí mesmo para descobrir como e por que isso acontece depois de realizar todas análises e experimentos necessários.

Pseudocientistas poderiam partir do princípio que existem espíritos capazes de levitar coisas e tentar descobrir como eles levitam a mesa. Quando querem repetir o experimento, não hesitariam em suplicar aos espíritos que seus pedidos sejam atendidos. (Note que nas "pesquisas" de "transcomunicação instrumental" os experimentos são precedidos de sessões espíritas para chamar os agentes "responsáveis" pelo fenômeno.)

Cientistas de verdade não deixam suas crenças interferirem em suas pesquisas, que devem ser conduzidas sob o rigor da metodologia científica, por outro lado, na pseudociência vale tudo e por isso ela não vale nada.

Ainda utilizando o mesmo exemplo...

Mesas que levitam depois do jantar, diante a vovó, da titia e do cachorrinho são consideradas evidências anedóticas. Não existe lugar para evidências anedóticas na Ciência pois carecem de informações para serem consideradas com seriedade. Por outro lado, mesas não levitam em laboratórios como costumam fazer nas salas de jantar das vovós. Os crentes têm explicação pronta para isso e acusam a ciência de não levar a sério o fenômeno da levitação das mesas. E é para levar a sério?
« Última modificação: 12 de Fevereiro de 2010, 19:45:15 por Gigaview »

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #23 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 21:23:37 »
Sabe o que me deixa curioso, Leafar? Que em todo o mundo espiritual, que até os espíritas admitem ser povoados por espíritos baixos e zombeteiros, não tenha aparecido um só disposto a quebrar essa regra não-escrita (não-psicografada? :hihi:) e que queira se mostrar para um cientista.
Eu sei que a resposta não vai satisfazê-lo, mas lá vai assim mesmo, porque eu não tenho outra. Os zombeteiros e baixos podem até querer fazê-lo, mas são proibidos pelos mais altos de se manifestarem fora das condições que lhes são permitidas. Há uma citação da Revista Espírita que ilustra bem essa situação:

17. Poderíeis prestar-vos a uma pequena experiência de prova, não motivada pela curiosidade, mas pelo desejo de nos instruirmos?
Resp. – De modo algum; isto me é expressamente proibido.

18. Era para lerdes a pergunta que acabam de me trazer e respondê-la sem que eu a dissesse.
Resp. – Eu o poderia, mas, repito, isto me é proibido.

19. Como tendes consciência da proibição que vos fizeram?
Resp. – Pela comunicação do pensamento do Espírito que mo proíbe.

20. Pois bem! Eis a pergunta:....
(Revista Espírita março/1860, Estudo sobre o Espírito de pessoas vivas - Dr. Vignal, pág. 133)

http://www.opiniaoespirita.org/downloads/re_1866_feb.pdf

Portanto, os espíritos só se manifestam aonde são permitidos pelos superiores. Os bons não se manifestam indevidamente por persuasão, e os outros por constrangimento (proibição).

Um abraço.

e o bondoso deus permite espíritos obsediarem(SIC) as pessoas e não permitem que se mostrem?
E os merdas dos espíritos evoluídos fazem um livro inteiro (cheio de besteiras) e não conseguem ver o objeto de um quarto fechado e assim ajudar toda a humanidade?

Cadê o senso do ridículo?
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.415
Re: Análise cética do "sobrenatural",como se faz ?
« Resposta #24 Online: 12 de Fevereiro de 2010, 21:35:15 »
Sabe o que me deixa curioso, Leafar? Que em todo o mundo espiritual, que até os espíritas admitem ser povoados por espíritos baixos e zombeteiros, não tenha aparecido um só disposto a quebrar essa regra não-escrita (não-psicografada? :hihi:) e que queira se mostrar para um cientista.
Eu sei que a resposta não vai satisfazê-lo, mas lá vai assim mesmo, porque eu não tenho outra. Os zombeteiros e baixos podem até querer fazê-lo, mas são proibidos pelos mais altos de se manifestarem fora das condições que lhes são permitidas. Há uma citação da Revista Espírita que ilustra bem essa situação:

17. Poderíeis prestar-vos a uma pequena experiência de prova, não motivada pela curiosidade, mas pelo desejo de nos instruirmos?
Resp. – De modo algum; isto me é expressamente proibido.

18. Era para lerdes a pergunta que acabam de me trazer e respondê-la sem que eu a dissesse.
Resp. – Eu o poderia, mas, repito, isto me é proibido.

19. Como tendes consciência da proibição que vos fizeram?
Resp. – Pela comunicação do pensamento do Espírito que mo proíbe.

20. Pois bem! Eis a pergunta:....
(Revista Espírita março/1860, Estudo sobre o Espírito de pessoas vivas - Dr. Vignal, pág. 133)

http://www.opiniaoespirita.org/downloads/re_1866_feb.pdf

Portanto, os espíritos só se manifestam aonde são permitidos pelos superiores. Os bons não se manifestam indevidamente por persuasão, e os outros por constrangimento (proibição).

Um abraço.

e o bondoso deus permite espíritos obsediarem(SIC) as pessoas e não permitem que se mostrem?
E os merdas dos espíritos evoluídos fazem um livro inteiro (cheio de besteiras) e não conseguem ver o objeto de um quarto fechado e assim ajudar toda a humanidade?

Cadê o senso do ridículo?

Só faltava essa...ditadura espiritual com direito a censura. Fico tentando imaginar o que poderia acontecer ao espírito desobediente...é muita xaropada mesmo!!!!

Como é que esse pessoal leva essas porcarias a sério? Como disse antes, só pode ter origem patológica é a única explicação aceitável.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!