Autor Tópico: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?  (Lida 6489 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline 4 Ton Mantis

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.330
  • Sexo: Masculino
Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Online: 21 de Fevereiro de 2010, 15:52:41 »
Com tantas casos(comprovados)de padres(e outros "religiosos")envolvidos com pedofilia,pq a ICAR não tomas medidas realmente punitivas em relação aos mesmos ? :?: :?: :?:
« Última modificação: 22 de Fevereiro de 2010, 17:22:34 por 4 Ton Mantis »
\"Deus está morto\"-Nietzsche

\"Nietzsche está morto\"-Deus

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.218
  • Sexo: Masculino
Re: Pq o catolicismo não faz nada em relação aos pedófilos ?
« Resposta #1 Online: 21 de Fevereiro de 2010, 15:56:53 »
Quem disse que não? Ele perdoa, porque Deus é amor.



...

O próprio papa atual era encarregado de abafar casos de pedofila, você esperava o quê?

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.592
  • Sexo: Masculino
Re: Pq o catolicismo não faz nada em relação aos pedófilos ?
« Resposta #2 Online: 21 de Fevereiro de 2010, 16:55:54 »
Porque pedófilos católicos são pessoas doentes que precisam de ajuda*, bem diferente dos pedófilos de outras religiões ou ateus que são um bando de pervertidos que queimarão no fogo eterno do inferno.

*Ou talvez porque se forem expulsos soltarão a língua sobre tudo o que sabem da igreja.

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.262
  • Sexo: Masculino
Re: Pq o catolicismo não faz nada em relação aos pedófilos ?
« Resposta #3 Online: 21 de Fevereiro de 2010, 20:05:04 »
Hipocrisia.
"Deus prefere os ateus"

Offline Spitfire

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.530
  • Sexo: Masculino
Re: Pq o catolicismo não faz nada em relação aos pedófilos ?
« Resposta #4 Online: 21 de Fevereiro de 2010, 20:53:49 »
Vinde a mim as criancinhas....  ::)

Offline Lua

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.287
  • Sexo: Feminino
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #5 Online: 25 de Fevereiro de 2010, 11:39:21 »
Hipocrisia.

2

E também porque a imagem da instituição está atrelada à conduta de seus sacerdotes... Se ela expõe e deixa que a sociedade os martirize, acabará associada ao crime por eles praticado. Pelo menos é isso que pensam, apesar da conduta contrária demonstrar que 'passar a mão na cabeça' e 'pôr panos quentes' resulta numa imagem tão ruim quanto a de punir e entregar os padrófilos.
"Ajusto-me a mim, não ao mundo" Anais Nin

"A estupidez insiste sempre." Albert Camus


Offline Pellicer

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 703
  • Sexo: Masculino
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #7 Online: 25 de Fevereiro de 2010, 18:31:30 »
No Vaticano a idade de consentimento é de 12 anos (http://en.wikipedia.org/wiki/Ages_of_consent_in_Europe).

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.262
  • Sexo: Masculino
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #8 Online: 25 de Fevereiro de 2010, 22:00:05 »
Citar
Como exatamente hipocrisia? A bíblia não fala nada contra pedofilia, que eu me lembre.

Ué, se a bíblia não fala, então está liberado?

Hipocrisia no sentido de que padres são "habilitados" pela igreja para ouvir e perdoar (ou não) os pecados alheios, mas os pecados deles são varridos para debaixo do tapete.

A ICAR nunca hesitou em apontar o que considera "pecaminoso" no mundo, mas tem uma enorme "dificuldade" em admitir os seus próprios.

Se um padre faz um sermão apontando para seu fiéis o que é certo ou errado, e logo depois traça o sacristão, não é hipocrisia? Ou se alguém perguntar ele falará que não há problema na pedofilia porque a bíblia não fala nada?

Sem falar no homossexualismo, tão condenado (e ao mesmo tempo praticado) por tantos padres... a ainda por cima com crianças, porque ao que me parece a predileção dos padres pedófilos é por meninos.
« Última modificação: 25 de Fevereiro de 2010, 22:04:46 por Fabrício »
"Deus prefere os ateus"

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.373
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #9 Online: 26 de Fevereiro de 2010, 10:10:23 »
Agora é na Alemanha:

Citar
Cerca de 100 antigos alunos do Colégio Canisius, uma escola secundária da eleite berlinense, podem vir a queixar-se de que foram vítima de abusos sexuais nas décadas de 1970 e 1980.

http://www.publico.pt/Mundo/esta-a-ampliarse-um-escandalo-de-abusos-sexuais-na-alemanha_1422878?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+PublicoRSS+%28Publico.pt%29&utm_content=Netvibes

Offline Derfel

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.887
  • Sexo: Masculino
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #10 Online: 26 de Fevereiro de 2010, 14:24:49 »
Acho que o título do tópico está errado. Deveria ser "por que a Igreja Católica não faz nada em relação aos pedófilos?". Quem deve fazer alguma coisa é a instituição e não a ideologia.

Offline André Luiz

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.656
  • Sexo: Masculino
    • Forum base militar
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #11 Online: 26 de Fevereiro de 2010, 15:12:52 »
Nao faz nada porque é comum entre os religiosos fingir que nada acontece ou entao usar aquela maxima " Ele sera julgado por deus"

É sempre assim quando o criminoso é um religioso

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.592
  • Sexo: Masculino
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #12 Online: 26 de Fevereiro de 2010, 23:16:40 »
Citar
Nao faz nada porque é comum entre os religiosos fingir que nada acontece ou entao usar aquela maxima " Ele sera julgado por deus"

Pena que não se lembram do que afirmam quando tentam impor sua religião aos outros.

Quando o criminoso é do grupinho da igreja, sempre aparecem com essa para desculpar seu apoio à impunidade. Quando o assunto é eutanásia ou aborto praticado por terceiros é a primeira coisa que esquecem quando usam o surrado "É contra a vontade de Deus, é contra a lei de Deus" ou algo parecido para se intrometer na vida dos outros.

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.373
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #13 Online: 27 de Fevereiro de 2010, 10:23:29 »
Nao faz nada porque é comum entre os religiosos fingir que nada acontece ou entao usar aquela maxima " Ele sera julgado por deus"

É sempre assim quando o criminoso é um religioso
Ou, mais provavelmente, porque manter o bom nome da instituição está acima de punir seus membros.

Offline Unknown

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.329
  • Sexo: Masculino
  • Sem humor para piada ruim, repetida ou previsível
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #14 Online: 09 de Março de 2010, 17:50:50 »
Ora, é óbvio: porque aqueles que os acusam estão deturpando a realidade!

Citar
Vaticano diz que acusar Igreja por pedofilia deturpa a realidade

O Vaticano disse nesta terça-feira que a pedofilia é corrente em vários setores da sociedade e acusar apenas a Igreja Católica dessa prática é deturpar a realidade. "Concentrar os abusos apenas na Igreja leva a uma deturpação da visão", disse o porta-voz Vaticano, Federico Lombardi, em declarações à Rádio Vaticano.

Lombardi afirmou que, "certamente", a Igreja está disposta a participar das iniciativas dos Estados para fazer frente a esses casos e impedir que eles voltem a se repetir.

Além de destacar que a Igreja Católica assume sua "responsabilidade", Lombardi reiterou a importância de a proteção à infância e à adolescência serem reforçadas na Igreja e na sociedade.

O porta-voz do Vaticano também defendeu o comportamento das autoridades eclesiásticas dos países onde explodiram graves escândalos de abusos de menores por parte de religiosos nos últimos meses, entre eles Alemanha, Irlanda, Holanda e Áustria.

Para o porta-voz da Santa Sé, "as reuniões episcopais feitas pelos países envolvidos demonstraram que eles abordaram o problema com transparência e, em alguns casos, aceleraram a revelação do caso, convidando as vítimas a falar ainda que já houvesse transcorrido muito tempo", disse.

O governo alemão criticou na segunda-feira o papel da Igreja Católica nos escândalos de abusos sexuais que vieram à tona recentemente na Alemanha, nos quais também está envolvido um coral dirigido pelo irmão do papa Bento XVI.

A ministra de Justiça da Alemanha, Sabine Leutheusser-Schnarrenberger, repreendeu na segunda-feira o Vaticano, que dificultou as investigações sobre abusos sexuais em colégios católicos, onde reinava "um muro de silêncio".

http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2010/03/09/vaticano+diz+que+acusar+igreja+por+pedofilia+deturpa+a+realidade+9422078.html

Falando nisso:
Citar
Irmão do papa diz que deu tapas em alunos em coral de escola, mas nega abusos

O irmão do papa Bento 16 disse em entrevista na terça-feira que deu tapas no rosto de alunos em uma escola alemã onde foi diretor do coral, mas que não tinha consciência da brutalidade da disciplina aplicada na escola. Ele também alegou desconhecer possíveis abusos sexuais em seu coral.

O reverendo Georg Ratzinger, de 86 anos, deu as declarações a um jornal alemão após a divulgação de acusações de abusos sexuais e físicos cometidos em escolas católicas da Baviera, a região natal do papa. Escândalos de abuso sexual também abalaram as igrejas dos Estados Unidos e Irlanda.


Georg Ratzinger caminha ao lado de seu irmão, o papa Bento 16 / AP

"Durante viagens para concertos, alunos me contavam sobre o que acontecia. Mas, pelas histórias que me contaram, não me dei conta de que eu deveria tomar uma atitude. Eu não tinha consciência da extensão desses métodos brutais", disse Ratzinger ao Passauer Neue Presse.

"Se eu tivesse tido conhecimento do excesso de força que estava sendo utilizado, eu teria dito alguma coisa... Peço perdão às vítimas", disse Ratzinger, que comandou o "Regensburger Domspatzen", ou Pardais da Catedral de Regensburg -- o coral oficial da diocese de Regensburg - entre 1964 e 1994.

"No início, eu também estapeava pessoas no rosto, mas sempre fiquei com a consciência pesada", disse Ratzinger, que afirmou que o diretor da escola castigava os alunos da mesma maneira.

Ratzinger reconheceu ter aplicado castigos físicos a alunos, mas disse que nunca os espancou excessivamente e que ele e seus colegas em Regensburg nunca falaram sobre abusos sexuais. Ele disse que ficou feliz quando os castigos corporais foram proibidos, em 1980.

A diocese de Regensburg é uma das três escolas católicas do Estado meridional da Baviera em que acusações de abusos sexuais e físicos têm vindo à tona regularmente.

A diocese declarou que um padre abusou sexualmente de dois meninos em 1958 e foi sentenciado a dois anos de prisão. Outro clérigo cumpriu 11 meses de prisão em 1971 por abuso.

Outros ex-alunos disseram ter sofrido abusos sexuais, humilhações e espancamentos excessivos no início dos anos 1960, por parte de professores cujos nomes não foram citados.

O papa alemão Bento 16, ex-cardeal Joseph Ratzinger, lecionou teologia na Universidade de Regensburg entre 1969 e 1977.

Abusos na Europa

A Igreja Católica enfrenta acusações de abuso em vários países.

Relatos divulgados no mês passado disseram que padres católicos abusaram sexualmente de mais de 100 crianças em escolas jesuítas espalhadas pela Alemanha.

O arcebispo Robert Zollitsch, presidente da Conferência dos Bispos Alemães, divulgou um pedido público de desculpas e deve viajar ao Vaticano na sexta-feira para discutir o escândalo.

No mês passado o papa Bento convocou bispos irlandeses ao Vaticano para serem repreendidos por um escândalo de pedofilia, depois de um relatório governamental ter revelado que líderes da Igreja tinham acobertado o abuso corriqueiro de crianças cometido por padres durante 30 anos.

Na Holanda, mais de 200 católicos já se apresentaram para relatar abusos sexuais que teriam sofrido da parte de padres, em muitos casos décadas atrás. Os bispos holandeses devem reunir-se na terça-feira para discutir o assunto.

http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2010/03/09/irmao+do+papa+diz+que+deu+tapas+em+alunos+em+coral+de+escola+9422263.html

Aliás, vi uns comentários sobre essa última notícia por aí mas não lembro qual o tópico e nem a área (sei que não é essa porque olhei toda a primeira página)

"That's what you like to do
To treat a man like a pig
And when I'm dead and gone
It's an award I've won"
(Russian Roulette - Accept)

Offline Unknown

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.329
  • Sexo: Masculino
  • Sem humor para piada ruim, repetida ou previsível
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #15 Online: 25 de Março de 2010, 15:41:56 »
Vítimas de abusos exigem que papa divulgue arquivos de pedófilos

Vítimas de abusos sexuais cometidos por padres fizeram uma manifestação no Vaticano nesta quinta-feira, exigindo que o papa Bento 16 libere a divulgação dos arquivos sobre clérigos católicos pedófilos em todo o mundo e destitua todos os "padres predadores" de suas funções sacerdotais, imediatamente.




Vítima de abuso segura cartaz com foto do papa durante protesto no Vaticano

A manifestação acontece no momento em que um cardeal destacado denunciava o que descreveu como uma "conspiração" para desacreditar a Igreja Católica e disse que pode entender porque alguns bispos impediram a divulgação de casos de pedofilia, para não prejudicar o bom nome da Igreja.

Quatro líderes da Rede de Sobreviventes dos Abusados por Padres (Snap), dos EUA, todos os quais foram sexualmente abusados por padres, incluindo terem sido estuprados e sodomizados, ergueram fotos deles mesmos quando crianças e cartazes dizendo "Acabem com o Sigilo Agora".

"Eu pediria ao papa que por favor abrisse os arquivos da Congregação da Doutrina da Fé e entregasse todas as informações à polícia", disse Barbara Blaine, presidente da Snap.


Peter Isely, John Pilmaier e Barbara Blaine protestam

Ela se referia ao departamento no passado chefiado pelo papa na época em que ele era cardeal e que julga casos de abuso sexual.

"Eu também pediria a ele que enviasse uma ordem pública a bispos em todo o mundo no sentido de que todos os padres predadores devem ser afastados de seus cargos imediatamente", disse ela, minutos antes de a polícia apreender os passaportes dos líderes da Snap e levar os líderes embora para interrogatório.

Um escândalo sobre os alegados acobertamentos de abusos sexuais de crianças por parte de padres vem convulsionando a Igreja Católica da Europa com intensidade ainda maior que o escândalo semelhante que atingiu os Estados Unidos oito anos atrás.

Desta vez, porém, o escândalo vem chegando perigosamente perto do próprio papa, na medida em que os grupos de vítimas disseram que querem saber como ele tratou desses casos antes de sua eleição a papa, em 2005.

Foram feitas alegações de acobertamentos de abusos sexuais em Munique na época em que o papa foi arcebispo da cidade, entre 1977 e 1981. Grupos de vítimas pedem informações sobre as decisões tomadas pelo papa na época em que dirigiu o departamento doutrinal do Vaticano, entre 1981 e 2005.

http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2010/03/25/vitimas+de+abusos+exigem+que+papa+divulgue+arquivos+de+pedofilos+9439356.html

"That's what you like to do
To treat a man like a pig
And when I'm dead and gone
It's an award I've won"
(Russian Roulette - Accept)

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.373
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #16 Online: 26 de Março de 2010, 06:58:48 »
Como é que o Grande Inquisidor não sabia de nada? Incompetência?

E agora tem um cardeal dizendo que "roupa suja se lava em casa"? Que casa? Quem mora nela e quem está de fora e não deve saber?
A ICAR não são todos os católicos, vivos e mortos?

http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2010/03/25/vaticano-rebate-acusacoes-de-que-acobertou-casos-de-pedofilia-da-igreja-dos-eua-916168697.asp

Citar
A resposta mais forte por parte do Vaticano veio de um dos principais assistentes de Bento XVI, o cardeal português José Saraiva Martins. Segundo ele, não deveria ser surpresa que bispos sabiam de casos de abuso e não os denunciaram.

- Não deveríamos estar muito escandalizados se alguns bispos sabiam dos casos, mas mantiveram segredo. É isso que acontece em qualquer família, não se lava roupa suja em público - afirmou a repórteres, num café da manhã com a imprensa.

Saraiva Martins disse defender tolerância zero a casos de abuso sexual, mas afirmou que as denúncias são uma conspiração contra a Igreja.

- Isso é um pretexto para atacar a Igreja. Há um plano muito bem organizado, com um objetivo muito claro - disse, sem comentar quem estaria por trás do suposto plano.

Offline Unknown

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.329
  • Sexo: Masculino
  • Sem humor para piada ruim, repetida ou previsível
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #17 Online: 26 de Março de 2010, 15:45:44 »
Citar
Conheça os escândalos mais recentes na Igreja em vários países

A denúncia de mais um caso de abuso sexual de menores por padres da Igreja Católica - desta vez nos Estados Unidos - contribuiu para aumentar a pressão sobre o papa Bento 16.

Aqui, um resumo dos escândalos mais recentes em vários países.

ESTADOS UNIDOS

Na quinta-feira, o jornal The New York Times trouxe a notícia de que, em 1996, o cardeal Joseph Ratzinger, que veio a se tornar o papa Bento 16 em 2005, não respondeu a cartas vindas de clérigos americanos acusando um padre do Estado do Winsconsin de abusar sexualmente de menores.

O padre Lawrence Murphy, que morreu em 1998, é suspeito de ter abusado de até 200 meninos em uma escola para surdos entre 1950 e 1974.

Uma das supostas vítimas disse à BBC que o papa sabia das acusações há anos, mas não tomou nenhuma atitude.

Nas duas últimas décadas, a Igreja Católica dos Estados Unidos - principalmente a Arquidiocese de Boston - esteve envolvida em uma série de escândalos de abuso sexual infantil.

Um dos que mais chocou a população veio à tona há alguns anos, quando foi revelado que dois padres de Boston, Paul Shanley e John Geoghan, estavam envolvidos em casos de abuso nos anos 90 e foram supostamente acobertados por líderes da Igreja, que os transferiam de paróquia em paróquia.

Em 2002, o então papa João Paulo 2º convocou uma reunião de emergência com cardeais americanos, mas novos escândalos surgiram.

O arcebispo Bernard Law acabou renunciando ao posto no fim daquele ano, e, em 2003, a Arquidiocese de Boston concordou em pagar US$ 85 milhões depois de receber mais de 500 processos por abuso e omissão.

Um relatório encomendado pela Igreja em 2004 concluiu que mais de 4 mil padres americanos enfrentaram acusações de abuso sexual nos últimos 50 anos, em casos envolvendo mais de 10 mil crianças - principalmente meninos.

Em 2008, em uma visita aos Estados Unidos, Bento 16 se encontrou com vítimas dos abusos e falou "da dor e dos danos" provocados.

ALEMANHA

Desde o início de 2010, pelo menos 300 pessoas acusaram padres católicos da Alemanha de abuso sexual ou físico.

As alegações estão sendo investigadas em 18 das 27 dioceses da Igreja Católica no país natal do papa Bento 16.

Entre as acusações, está o abuso de mais de 170 crianças por padres em escolas jesuítas, além de casos dentro de um coral de meninos dirigido durante 30 anos pelo monsenhor Georg Ratzinger, irmão do papa.

Em março, o padre Peter Hullermann, que foi condenado por molestar crianças quando servia na Arquidiocese de Munique e Freising, foi suspenso de suas funções após violar uma proibição de trabalhar com menores.

No último dia 22, a diocese de Regensburg confirmou novas acusações contra quatro padres e duas freiras, em casos que teriam ocorrido nos anos 70.

O governo alemão anunciou em seguida que vai formar uma comissão de especialistas para investigar todas as acusações.

IRLANDA

No ano passado, dois documentos que examinaram acusações de pedofilia entre clérigos irlandeses relevaram a profundidade do problema no país, com casos de abuso, acobertamentos e falhas hierárquicas envolvendo milhares de vítimas durante várias décadas.

Um dos documentos mostrou que quatro arcebispos de Dublin fizeram vista grossa para casos de abuso ocorridos entre 1975 e 2004.

Quatro bispos renunciaram e toda a hierarquia da Igreja irlandesa foi convocada ao Vaticano para depor pessoalmente diante do papa Bento 16.

Em meio a isso, um novo escândalo veio à tona neste mês de março com a informação de que o chefe da Igreja Católica Irlandesa, cardeal Sean Brady, estava presente em reuniões realizadas em 1975, quando crianças fizeram um voto de silêncio sobre reclamações contra um padre pedófilo, Brendan Smyth.

Dias depois, em 20 de março, o papa Bento 16 se desculpou a vítimas de abuso sexual por clérigos da Irlanda, mas não mencionou denúncias em outros países.

HOLANDA

Ainda neste mês de março, bispos da Holanda pediram uma investigação independente diante de mais de 200 acusações de abuso sexual de crianças por padres, além de três casos ocorridos entre 1950 e 1970.

Inicialmente, as acusações envolviam a escola do mosteiro de Don Rua, no leste da Holanda.

O escândalo fez surgir dezenas de novas alegações de supostas vítimas em outras instituições do país.

ITÁLIA

Em janeiro de 2009, vários homens deficientes auditivos vieram a público para dizer que foram abusados quando eram crianças no Instituto para Surdos Antonio Provolo, na cidade de Verona, entre 1950 e 1980.

No fim do ano passado, a agência de notícias Associated Press obteve uma declaração por escrito de 67 ex-alunos da escola nomeando 24 padres e outros religiosos a quem acusavam de abuso sexual, pedofilia e castigos físicos.

A diocese de Verona disse que pretendia entrevistar as vítimas, depois de uma solicitação do Vaticano.

ÁUSTRIA

Acusações independentes de abuso sexual infantil por padres surgiram em várias regiões do país.

Após um dos escândalos, cinco padres de um mosteiro em Kremsmuesnter foram suspensos.

Em Salzburgo, o chefe de um mosteiro local renunciou ao cargo após confessar ter abusado de um menino há 40 anos, quando ele era monge.

SUÍÇA

Uma comissão formada pela Conferência dos Bispos da Suíça em 2002 vem investigando acusações de abuso envolvendo religiosos do país.

Este mês, um membro da comissão, o abade Martin Werlen, disse em uma entrevista que cerca de 60 pessoas fizeram acusações sobre casos que teriam ocorrido nos últimos 15 anos.

Um padre do cantão de Thurgau foi preso no último dia 19 sob suspeita de abuso sexual de menores.

http://noticias.br.msn.com/mundo/artigo-bbc.aspx?cp-documentid=23733675
Citar
Igreja vai sair mais forte da 'guerra' da mídia, diz colaborador do papa

Ao fazer a última oração da Quaresma, nesta sexta-feira, o pregador oficial da Casa Pontifícia, monsenhor Raniero Cantalamessa, afirmou que, se a Igreja Católica for humilde, pode se fortalecer após os escândalos dos abusos sexuais cometidos por sacerdotes.

"Se houver humildade, a Igreja vai sair mais resplandecente do que nunca desta guerra. A obstinação da mídia vai acabar tendo o efeito contrário do que se deseja", afirmou o padre Raniero Cantalamessa durante a oração, diante do papa Bento 16 e dos cardeais da Cúria Romana.

Após a denúncia de abusos não punidos pelo Vaticano, publicada pelo jornal The New York Times, os principais órgãos de informação da Santa Sé denunciaram, nesta sexta-feira, a existência de um ataque maciço da imprensa que teria a intenção de atingir o papa e a Igreja Católica.

"Há uma onda midiática feroz, que deseja sujar e atingir a Igreja Católica e o papa", escreve o jornal Avvenire, órgão da Conferência Episcopal Italiana.

Segundo o jornal existe uma grande diferença entre as acusações publicadas pelo jornal americano e a realidade, o que demonstraria uma intenção deliberada de acusar a Igreja.

"É evidente o desejo de mostrar a Igreja como se fosse uma cúpula opaca, que sabe e faz de conta que não vê. Há um desejo de lapidação em certos títulos forçados, que depois são copiados por outros jornais" , escreve o Avvenire.

Conhecimento do caso

Os documentos publicados pelo jornal The New York Times na quinta-feira, denunciando abusos cometidos pelo padre Lawrence Murphy, do Estado de Wisconsin, contra cerca de 200 crianças de uma escola para surdos, não foram lidos com atenção, segundo os órgãos de imprensa do Vaticano.

Conforme o artigo do The New York Times, o Vaticano tinha conhecimento do caso de padre Murphy, mas não tomou nenhuma providência.

O diário afirmou ter tido acesso aos documentos do processo que as vítimas apresentaram na Justiça americana. Entre eles estariam as correspondências entre os bispos do Estado e os responsáveis pela Congregação da Doutrina da Fé, órgão da Cúria Romana responsável pelas questões disciplinares da Igreja Católica.

Na época em que os documentos foram enviados para o Vaticano, o prefeito da Congregação da Doutrina da Fé era o cardeal Joseph Ratzinger, hoje papa Bento16, e o secretário do órgão era o atual secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone.

Os abusos teriam ocorrido entre 1950 e 1974, mas o caso só começou a ser investigado em 1993.

"Os documentos confirmam que os únicos a se preocupar com o mal cometido por padre Murphy foram a direção da diocese americana e a Congregação para a Doutrina da Fé, que tomou conhecimento do caso em 1996 e deu instruções sobre como tratar o problema", escreve o jornal Avvenire.

O jornal oficial da Santa Sé, Osservatore Romano, definiu o artigo do The New York Times como uma "ignóbil tentativa de atingir o papa e seus mais estreitos colaboradores".

Segundo o diário, as informações sobre a conduta de padre Murphy, enviadas ao Vaticano pela diocese americana, não faziam referência a abusos sexuais.

"Conforme a própria documentação apresentada pelo The New York Times, o arcebispo de Milwaukee pedia indicações sobre como tratar o caso de padre Murphy através da lei canônica. Mas não se referia a abusos sexuais e sim à violação do sacramento da penitência", escreve o jornal na edição desta sexta-feira.

O padre Lawrence Murphy teria violado o sacramento da penitência ao pedir, enquanto ouvia a confissão de um fiel, que este pecasse contra o sexto mandamento.

O sexto mandamento da Igreja Católica diz que o fiel não deve pecar contra a castidade. Entre os pecados gravemente contrários à castidade, estão a masturbação, ato sexual, pornografia e práticas homossexuais.

http://noticias.br.msn.com/mundo/artigo-bbc.aspx?cp-documentid=23734289

"That's what you like to do
To treat a man like a pig
And when I'm dead and gone
It's an award I've won"
(Russian Roulette - Accept)

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.592
  • Sexo: Masculino
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #18 Online: 26 de Março de 2010, 17:19:19 »
"Não deveríamos estar muito escandalizados se alguns bispos sabiam dos casos, mas mantiveram segredo. É isso que acontece em qualquer quadrilha família, não se lava roupa suja em público."

Offline Unknown

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.329
  • Sexo: Masculino
  • Sem humor para piada ruim, repetida ou previsível
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #19 Online: 27 de Março de 2010, 15:01:50 »
Papa não puniu um padre pedófilo na Alemanha, diz NYT em nova denúncia

O cardeal Joseph Ratzinger, que em 2005 foi nomeado papa Bento XVI, não fez nada para impedir que um padre acusado de pedofilia retomasse o sacerdócio em outra paróquia na Alemanha em 1980, afirma o New York Times nesta sexta-feira, um dia depois de revelar um caso parecido ocorrido nos Estados Unidos.

No final de 1979 em Essen, Alemanha, o padre Peter Hullermann foi suspenso após várias queixas de pais que o acusavam de pedofilia. Uma avaliação psiquiátrica indicou seu instintos pedófilos, indica o jornal americano.

Algumas semanas depois, em janeiro de 1980, o cardeal Ratzinger, que na época era arcebispo de Munique, dirigiu uma reunião na qual a transferência do padre de Essen para Munique foi aprovada. Dias depois da reunião, Ratzinger recebeu uma nota informando que o padre Hullermann havia retomado o serviço pastoral.

Em 1986, esse padre foi declarado culpado de ter abusado sexualmente de meninos em uma outra paróquia de Munique, após a transferência para a cidade bávara.

Nesta semana, novas acusações de pedofilia vieram à tona, envolvendo o início e o fim de seu sacerdócio.

"Esse caso é particularmente interessante porque ele revela que na época o cardeal Ratzinger estava em posição de abrir processos contra o padre ou, pelo menos, fazer com que não tivesse mais contato com crianças", destaca o jornal.

"O padre Hullermann passou diretamente da vergonha ligada à suspensão de suas funções em Essen à possibilidade de trabalhar sem qualquer restrição em Munique, mesmo tendo sido descrito como um 'perigo' na carta que pedia a transferência", acrescenta o NYT.

Pelo segundo dia consecutivo o New York Times revela documentos comprometedores para o Vaticano. Na quinta-feira, jornal divulgou informações de que o futuro papa encobriu nos anos 90 um padre americano suspeito de ter abusado de 200 crianças com deficiência auditiva de uma escola do Wisconsin (norte dos Estados Unidos).

O Vaticano saiu em defesa do papa afirmando que ele só teve conhecimento dos fatos quando o sacerdote estava idoso e muito doente.

Segundo o NYT, Ratzinger, nos anos 90 prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, ignorou denúncias de que o padre Lawrence C. Murphy teria abusado de quase 200 crianças surdas em uma escola do Wisconsin (norte dos Estados Unidos) entre 1950 e 1972. Murphy trabalhou no local entre 1950 e 1974.

Bispos apoiam papa

Nesta sexta-feira, em carta dirigida ao papa, os bispos da França expressaram vergonha e pesar perante os atos de pedofilia dentro da Igreja Católica.

"Todos sentimos vergonha e pesar perante os atos abomináveis cometidos por alguns padres e religiosos", afirmam os bispos, que, na mesma carta, defenderam o papa contra os ataques que sofreu em relação ao escândalo.

"Constatamos também que esses fatos inadmissíveis são utilizados em uma campanha para atacar o senhor e sua missão à serviço da Igreja", afirmam os prelados. Eles também enviaram "uma cordial mensagem de apoio no difícil período que atravessa nossa igreja".

Em um artigo publicado no jornal britânico The Times, o chefe máximo dos católicos da Inglaterra e de Gales também negou que a Igreja tenha acobertado os abusos sexuais. O arcebispo de Westminster, Vincent Nichols, considerou inadmissível a atitude das pessoas que abusaram sexualmente de menores.

Já a influente congregação mexicana Legionários de Cristo reconheceu nesta sexta-feira pela primeira vez os abusos sexuais cometidos por seu fundador, o falecido padre Marcial Maciel, e pediu perdão às vítimas.

Em um comunicado divulgado em Roma, os superiores da congregação admitem as "ações reprováveis" de Maciel e pedem desculpas a "todos aqueles que foram afetados, feridos ou escandalizados pelas ações reprováveis de nosso fundador".

O documento, que rompe com a tradicional posição da congregação de defender a figura do controverso fundador, está assinado pelos principais nomes da congregação, entre eles o diretor geral Alvaro Corcuera e o vigário general Luis Garza.

http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2010/03/26/papa+nao+puniu+um+padre+pedofilo+na+alemanha+diz+nyt+em+nova+denuncia+9440552.html

"That's what you like to do
To treat a man like a pig
And when I'm dead and gone
It's an award I've won"
(Russian Roulette - Accept)

Offline Unknown

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.329
  • Sexo: Masculino
  • Sem humor para piada ruim, repetida ou previsível
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #20 Online: 15 de Abril de 2010, 21:49:28 »
Quem disse que o catolicismo não faz nada em relação aos pedófilos? Taí, eles terão que fazer penitência!
Citar
Papa diz que Igreja deve cumprir penitência por casos de abuso

Em um sermão nesta quinta-feira, o papa Bento 16 afirmou que é preciso que os cristãos façam penitência em meio aos ataques que a Igreja Católica tem enfrentado em todo o mundo. Apesar de o pontífice não ter se referido de forma direta aos casos de abusos sexuais cometidos por religiosos contra crianças, o sermão representou a primeira vez que ele se referiu às críticas à atitude negligente da mais alta hierarquia da Igreja Católica perante as denúncias sobre padres pedófilos.

Por causa da indignação provocada pela revelação de inúmeros casos de padres pedófilos na Igreja, o pontífice pediu aos cristãos que façam penitência e reconheçam os erros cometidos.

"Nós cristãos nos últimos tempos temos evitado a palavra penitência, que parecia dura, mas agora, sob os ataques do mundo, que nos falam dos nossos pecados, vemos que poder fazer penitência é uma graça, vemos como é necessário fazer penitência", afirmou o papa durante uma cerimônia na Capela Paulina, no Vaticano.

"Abrir-se ao perdão, preparar-se ao perdão, e se deixar transformar. A dor da penitência, isto é, da purificação e da transformação, essa dor é graça, porque é renovação, obra da Misericórdia divina."

A inesperada homilia foi feita ante os membros da Comissão Bíblica e foi em boa parte improvisada. Bento 16 havia evitado falar dos escândalos durante a semana passada na Santa Sé.

O pronunciamento foi interpretado como uma espécie de mea culpa do papa, explicou à AFP o vaticanista Bruno Bartoloni. "Não é uma declaração solene, mas uma espécie de mea culpa. O papa disse que sente profundamente toda essa tormenta, no coração", acrescentou.

Ditaduras

O papa falou sobre penitência ao refletir sobre a primazia da obediência a Deus, que concedeu a Pedro a liberdade de se opor ao Sinédrio, a corte suprema judia, que tinha a missão de administrar a justiça aplicando a Torá, a Lei de Moisés.

"É preciso obedecer a Deus e não aos homens. A obediência a Deus dá a Pedro a liberdade de se opor à suprema instituição religiosa. Nos tempos modernos, teorizou-se a liberação do homem, inclusive da obediência a Deus, o homem seria livre, autônomo e nada mais. Mas isso é uma mentira, que a chamada autonomia não libera o homem", disse Bento 16.

Na homilia o papa disse que, as "ditaduras nazista e marxista", que não podiam aceitar um Deus sobre o poder ideológico, não existem mais, mas há outras formas de ditaduras.

"Hoje, graças a Deus, não vivemos em ditaduras, mas existem formas mais sutis de ditaduras, um conformismo que leva a agir como agem todos e pode ser uma verdadeira ditadura", afirmou.

Sob pressão

Bento 16 chegou a ser acuado pela imprensa alemã de ter acobertado um padre pedófilo quando era arcebispo de Munique. Também sofreu denúncias da imprensa americana de que teria se recusado a punir um padre acusado de abusos quando era prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, antes de ser eleito pontífice, em 2005.

As declarações do papa ocorrem três dias depois de o Vaticano ter publicado em seu site um guia de normas a serem seguidas em casos de acusações de abuso sexual contra sacerdotes.

Embora as regras não sejam novas, a divulgação do texto reflete a determinação da Igreja Católica Romana de rebater as críticas de que sua reação aos escândalos de abusos sexuais vem sendo burocrática, sigilosa e defensiva.

http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2010/04/15/papa+diz+que+igreja+deve+cumprir+penitencia+por+casos+de+abuso+9459167.html

"That's what you like to do
To treat a man like a pig
And when I'm dead and gone
It's an award I've won"
(Russian Roulette - Accept)

Offline CyberLizard

  • Nível 17
  • *
  • Mensagens: 498
  • Lagartos são os melhores
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #21 Online: 15 de Abril de 2010, 22:11:03 »
Então todos os cristãos tem que fazer penitência por causa do crime de seus sacerdotes!?!?!?!

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.592
  • Sexo: Masculino
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #22 Online: 15 de Abril de 2010, 22:19:54 »
O Bento Anti-aérea falou muito, mas nada a respeito qualquer punição aos pedófilos encastelados na igreja.

O bando de hipócritas usa a religião como escudo, não sei como ainda existe gente que dá dinheiro para os vagabundos.

Offline Mr. Mustard

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.918
  • Sexo: Masculino
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #23 Online: 15 de Abril de 2010, 23:26:04 »
O que será que os radicais islamicos pensão disto tudo?

Offline André Luiz

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.656
  • Sexo: Masculino
    • Forum base militar
Re: Pq o catolicismo não faz NADA em relação aos pedófilos ?
« Resposta #24 Online: 16 de Abril de 2010, 09:55:08 »
O que será que os radicais islamicos pensão disto tudo?

Deve ser um prato cheio pra eles

Até hoje nao entendo porque nao atacaram o Vaticano, um alvo muito mais facil e digamos "legitimo" pra causa deles

Outra coisa

Sera que nos monasterios budistas tambem rola estas paradas?
Nunca se ouviu falar, mas imagino que sim


 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!