Autor Tópico: Fundamentos do Ceticismo?  (Lida 3706 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Unbedeutend_F_Organisch

  • Visitante
Fundamentos do Ceticismo?
« Online: 28 de Fevereiro de 2005, 09:59:35 »
Quero abrir o tópico para discutir quais são os fundamentos do Ceticismo, sendo livre a opinião a favor ou contra.
Se os fundamentos do Ceticismo são listáveis, a definição de Ceticismo , os limites ou falhas, por que trás muitas reações negativas...
Seria o ceticismo uma 'teoria prática'(aquilo que se ensina para por em prática como a etiqueta) ?
Ceticismo é uma espécie de cientificismo?
A Ciência para muitos não adquire conhecimento da realidade, mas apenas aproximações , sendo o adquirimento da realidade algo que nunca seria atingido pela Ciência.Dessa forma, a Ciência é apenas uma atividade mais complexa que as Pseudociências(e Religiões)  e nada mais.Como resolver tal problema?


Para mim, esse último  problema se resolve com refutacionismo(não sei se era essa a opinião de Popper), se aceitamos  não ser possível um conhecimento da realidade(seja pela eterna dúvida se nós existirmos, daquilo de vemos existir, da nossa percepção não ser apenas uma simulação totalmente oposta da realidade), então as teorias ou crenças que alegam ser sem defeitos em sua descrição da realidade, logo erradas pela pretensão,algo que chamaríamos de dogma.
O que ocorre(relatado por Popper) é que uma teoria sempre é refutada, e é descoberto um defeito ao qual não recorreremos no futuro, uma teoria científica deve ser refutável por uma teoria com menos defeitos, assim melhorando(no sentido de tirar os erros)cada vez mais.
Explicada a situação, basta concluir, existe por aí muitas crenças "donas da verdade" - entre elas o Misticismo, Religiões e Algumas Pseudociências- e por isso diferenciadas da Ciência, se for melhor especificar, as teorias refutáveis.Há algumas chamadas Pseudociências que podem serem consideradas como hipóteses científicas porém refutadas.
Alguns exemplos: Homeopatia e Ufologia poderiam ser consideradas hipóteses científicas

Já Criacionismo usando o argumento de Omphalos não, pois o argumento de Omphalos apesar de patético é não-refutável(o argumento de Omphalos é uma espécie de "deus fez" sem restrição alguma)




Atenção:Pediria que quem fosse contra expressasse através de argumentos, não expressões pejorativas, e também que se mantivesse um bom debate

Offline Südenbauer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.297
  • Sexo: Masculino
Re.: Fundamentos do Ceticismo?
« Resposta #1 Online: 28 de Fevereiro de 2005, 19:30:21 »
Um nome: Sócrates

Unbedeutend_F_Organisch

  • Visitante
Re: Re.: Fundamentos do Ceticismo?
« Resposta #2 Online: 01 de Março de 2005, 11:33:16 »
Citação de: Fernando
Um nome: Sócrates


Sócrates, ele era bem eclético, não só ensinava como criticava.

Offline Südenbauer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.297
  • Sexo: Masculino
Re.: Fundamentos do Ceticismo?
« Resposta #3 Online: 02 de Março de 2005, 01:40:07 »
E incentivava o questionamento de tudo.
Não aceitava algo como verdadeiro por causa de autoridade.

Existe muito ceticismo nele.

Offline Tash

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.191
  • Sexo: Masculino
    • http://about.me/alganet
Re.: Fundamentos do Ceticismo?
« Resposta #4 Online: 11 de Março de 2005, 02:16:56 »
Até Buddha dizia que você não deve aceitar os ensinamentos (Dharma) por mero respeito, e sim estudá-los e questioná-los.

Offline Südenbauer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.297
  • Sexo: Masculino
Re.: Fundamentos do Ceticismo?
« Resposta #5 Online: 11 de Março de 2005, 18:53:15 »
É, mas a Ciência tem suas origens na grécia. Assim, estamos falando do ceticismo científico ocidental.

Offline Agnostic

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.049
  • Sexo: Masculino
  • simply agnostic
    • Para Além da Loucura e da Razão
Re.: Fundamentos do Ceticismo?
« Resposta #6 Online: 16 de Março de 2005, 17:08:35 »
Acho isso muito simples. Ceticismo é algo que TODO MUNDO tem, só varia a área. Quando você vai comprar um carro usado, por exemplo, e o vendedor lhe diz: "o carro está ótimo, motor perfeito, sem problema algum, e o preço está abaixo do valor de mercado", você não acredita nisso simplesmente e sai levando o carro pra casa. Você vai analisar o carro, ver se as informações conferem, se o carro está realmente bom e aí sim você faz o negócio, caso o carro esteja realmente de acordo com o que o vendedor disse.

Apenas ocorre que a diferença no nosso caso, nós ateus, agnósticos, racionalistas e afins, é que usamos esse ceticismo para outras áreas, como as alegações da existência de entidades metafísicas, fenômenos paranormais em alguns casos e coisas do tipo. Até na religião existe ceticismo: o que se vê muito são religiosos da religião X serem muito céticos quanto aos dogmas/crenças da religião Y.
Who cares?

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!