Autor Tópico: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe  (Lida 62715 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.290
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #25 Online: 04 de Junho de 2010, 23:00:37 »
la vem o Lusitano glorificar minha bunda.

Eu li alguns comentários sobre o tema. Meus parabéns pela parte pudenda tão respeitável e idolatrada. :biglol:
Foto USGS

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #26 Online: 04 de Junho de 2010, 23:06:28 »
hahaha

Agora uma consideração interessante do Uili

Se me permitem a sinceridade, esta é a discussão mais tola que se insiste em debater neste fórum. Agnosticismo não é nada mais do que uma confissão de ignorância quanto ao valor verdade de proposições de natureza metafísica. Metafísica é o ramo da filosofia que investiga os próprios princípios da realidade e sendo assim paira além do escopo das ciências. Ciências, porfim, são o conjunto dos conhecimentos com valor verdade testável organizados de forma lógica.

Trocando em miúdos: o agnóstico é o sujeito que ignora considerações de ordem metafísica. Agora me respondam, onde está a insensatez em não opinar sobre proposições que não têm um valor verdade cogniscível? O que há de irracional em dizer que você não sabe algo que (pasme) você realmente não sabe?

Reitero: saber é uma coisa, acreditar é outra completamente diferente e eu não acredito que pessoas com o nível de conhecimento de vocês possam fazer confusão com esses dois termos.

“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #27 Online: 04 de Junho de 2010, 23:10:36 »
outro...



Creio que está resolvido que ao dizer "deus" ou "Deus" o agnóstico não faz referência ao de qualquer religião, mas ao conceito; a causa primeira, o que causou tudo e não sabemos o que é, o que causa as leis naturais e não sabemos como.

Citação de: uiliníli
No meu ponto de vista, porém, o agnosticismo não é incompatível de maneira alguma com o ateísmo porque os dois dizem respeito a coisas diferentes: o ateísmo diz respeito a acreditar, já o agnosticismo diz respeito a saber. Eu não acredito em Deus, portanto sou ateu. Eu não sei se Deus existe realmente ou não, logo sou agnóstico.

[...]

Só há uma forma racional de encarar uma questão que é desconhecida: com a dúvida. Você é livre para acreditar positivamente que Deus não existe, mas ao menos assuma que isso é uma salto de fé.

Muito bem dito. É possível racionalizar até certo ponto; daí para frente ou se admite que não tem conhecimento para avançar (agnóstico), ou se crê (teísta) ou não se crê (ateísta).



Citação de: Buckaroo Banzai
Se alguém tem alguma idéia de qual seria a causa de tudo, deve fornecer evidências para que a idéia seja a aceita; até lá a causa é simplesmente "algo", seja lá o que for.
Esse alguém certamente não será um agnóstico, já que ele é cético e reconhece que há um vácuo no conhecimento.

A falta de uma descrição lógica e razoável, tanto por ateus, para a causa primeira - o que causou tudo e não sabemos o que é, o que causa as leis naturais e não sabemos como - quanto por teístas, não permite o cético avançar.

O Big Bang, mesmo que se admita verdadeiro, não pode ser essa causa primeira, já que postula a existência de uma singularidade que nunca mais ocorreu (ausência de tempo, espaço e tudo mais); não explica o que o desencadeou; não explica como que algo sem tempo, espaço e tudo mais foi capaz de existir e gerar algo; e principalmente, não explica que veio antes do Big Bang.

O teísta oferece as histórias de seus livros sagrados, o agnóstico rejeita.

O ateu coloca o Big Bang no lugar. Explica muitas coisas, menos o principal, que é a causa primeira, como escrito acima. Portanto, não havendo explicação para o que é o principal e resolveria a questão - a causa primeira -, o agnóstico também o rejeita.



Citação de: Buckaroo Banzai
Apenas a generalização de algo trivial como causas e conseqüências para "tudo", não é uma afirmação exatamente fantástica, portanto, não é tão oneroso em evidências afirmar que tudo tem alguma causa; e não estou nem fazendo o argumento de "causa primeira", isso é uma afirmação que vale tanto para um universo que em algum momento de alguma forma tivesse começado, quanto para um eterno, quqlauqer que seja a realidade.

Já se as coisas de alguma forma "não têm causas", ou especificamente o começo do universo não foi causado por nada, é uma afirmação mais onerosa do que a de dizer que foi causado por "algo", desconhecido, porque essa relação de causa e conseqüência de eventos é algo aceito praticamente como auto-evidente, ainda que também possa ser contestado.

Exatamente.



“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline biscoito1r

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.739
  • 笑顔
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #28 Online: 04 de Junho de 2010, 23:11:59 »
engraçado é que todas as colocações que vocês apontam, acabam caindo em uma das classificações que eu coloquei  :/
Be ashamed to die until you have won some victory for humanity

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.922
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #29 Online: 04 de Junho de 2010, 23:13:25 »
la vem o Lusitano glorificar minha bunda.

Santas Nádegas...  :P

Offline biscoito1r

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.739
  • 笑顔
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #30 Online: 04 de Junho de 2010, 23:21:30 »
Citar
Aí que eu não vejo evidências de que exista(m) deus(es), mas não posso fazer uma afirmação com o grau de confidência que voce expressa na rejeição dele(s). Simples assim. Smile

As justificativas tanto do ateu-agnóstico quanto do ateu-gnóstico vem de credibilidade pessoal. Já a de um crente geralmente vem de desonestidade intelectual, salvo alguns poucos casos onde este confessa não ter absolutamente nenhum bom motivo para justificar sua crença, além de experiencias pessoais.
Be ashamed to die until you have won some victory for humanity

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #31 Online: 04 de Junho de 2010, 23:27:42 »
Voltando a velha discussão... qualquer um de nós pode se dizer Ateu em relação ao deus abraâmico.

Mas para mim a afirmação mais complexa é "Eu tenho 100% de certeza que o conjunto de experiências que meus sentidos conseguem perceber são os possíveis de serem percebidos, e que 100% da realidade pode ser percebida pelos meus sentidos"

Veja que isso não tem nada a ver com deus, não tem nada a ver com espíritos, ou pode ter algo a ver com os dois.

Por isso que o Agnóstico me cai bem. É uma postura em relação às minhas limitações.

para qualquer termos práticos, sou 100% ateu. Se existe algo, não entendo e me é irrelevante.
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.922
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #32 Online: 04 de Junho de 2010, 23:34:13 »
Sou ateu em relação a sua bunda.

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #33 Online: 04 de Junho de 2010, 23:35:38 »
Sou ateu em relação a sua bunda.

Louvada seja ela... amém
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline biscoito1r

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.739
  • 笑顔
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #34 Online: 04 de Junho de 2010, 23:36:21 »
Agnóstico
Só para ser "thought provoking", a posição de ateu-agnóstico não seria em si uma resposta a apelos a ignorância ? Ao se declarar ateu-agnóstico você se coloca em uma posição onde todas as afirmações similares ( como Saci, gnomos, fadas etc ) deveria ser sempre "não acredito mas não sei se existe", do contrário você estaria fazendo um apelo especial. Clarificando melhor, ao dizer algo como já li muitas vezes aqui de varias formas alguém dizendo "apesar da questão da existência de deus não possuir absolutamente nenhuma evidencia, esta é especial por algum motivo e portanto não pode ser colocada no mesmo patamar de outras questões na qual não possuímos evidencias de sua existência."
Be ashamed to die until you have won some victory for humanity

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #35 Online: 04 de Junho de 2010, 23:39:43 »
Não é bem assim

Eu descarto deus, saci, fada, da mesma maneira.

Só não descarto a possibilidade de haver algo fora da minha compreensão e fora do alcance de meus sentidos. Isso que tentei falar.

“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.290
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #36 Online: 04 de Junho de 2010, 23:42:52 »
Não é bem assim

Eu descarto deus, saci, fada, da mesma maneira.

Só não descarto a possibilidade de haver algo fora da minha compreensão e fora do alcance de meus sentidos. Isso que tentei falar.



Agnóstico

Poderia estar deus neste campo de não-compreensão e não-sensação?
Foto USGS

Offline biscoito1r

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.739
  • 笑顔
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #37 Online: 04 de Junho de 2010, 23:44:19 »
Não é bem assim

Eu descarto deus, saci, fada, da mesma maneira.

Só não descarto a possibilidade de haver algo fora da minha compreensão e fora do alcance de meus sentidos. Isso que tentei falar.



O indetectável e o inexistente se parecem muito.
Be ashamed to die until you have won some victory for humanity

Offline Adriano

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.672
  • Sexo: Masculino
  • Ativismo quântico
    • Filosofia ateísta
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #38 Online: 04 de Junho de 2010, 23:53:06 »
O grande problema é considerar deus como uma entidade metafísica ou um ente mitológico distinto. Deus é uma criação humana e ponto final. E levo isso de forma tão profunda que a comparo mesmo com a fé dos teístas. O comportamento do agnóstico é o de ficar esperando um crente com provas de deus. Porém como deus é uma criação humana, estes vão ficar eternamente na espera e refutando os teístas que aparecerem individualmente.

Sobre a distinção ontológica de deus, somente os teístas fazem isto e é esta distinção a base da fé deles. E deus não é metafísica por não ter nada que comprove isto. Temos somente relatos humanos e falhos sobre as suas crenças e sempre modificados e atualizados. A comparação com a mitologia é ótima por mostrar uma visão distante no tempo de outros deuses inventados.
Princípio da descrença.        Nem o idealismo de Goswami e nem o relativismo de Vieira. Realismo monista.

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.288
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #39 Online: 04 de Junho de 2010, 23:55:51 »
Citar
Para mim não, porque a construção intelectual em torno do deus metafísico aristotélico-escolástico é muito mais sofisticado que os dos demais entes mitológicos, tanto que a sua principal característica (criação ex nihilo) não pode ser refutada pela ciência, no atual estágio do conhecimento.

Ou seja, a despeito de eu não considerar factível o sobrenatural, de nenhum tipo, eu respeito os pensadores que souberam construir, de modo racional, uma questão que ainda não pode ser respondida por nós, cientistas céticos, ateus ou agnósticos.

Nenhum dos entes que eu citei podem ser refutados pela ciência. E ai?

Caro Di Ungar


Eu não fiz menção de refutar os entes sobrenaturais em geral, e sim a impossibilidade de refutar, no atual estágio científico, a afirmação de que o maior ente mitológico extraordinario (deus) seja o responsável pela existência do Universo a partir do "nada" (ontológico).

Porque, com exceção dos deuses, categoria-mor de entes extraordinários mitológicos, nenhum outro ser tem a capacidade da criação da vida e do próprio universo. Então eles são ontologicamente distintos do saci-pererê, da fada-madrinha, dos gnomos e similares.

E aí?

Aí que eu não vejo evidências de que exista(m) deus(es), mas não posso fazer uma afirmação com o grau de confidência que voce expressa na rejeição dele(s). Simples assim. :)

Desculpe, mas eu ainda não entendo  :(

Capacidade de criação do universo é apenas um atributo imaginário dado a um ser imaginário. Porque isso faria alguma diferença? Se lhe contassem que Duentes podem criar universos, então não poderias negar a existência deles?

E milhares de deuses possuem o atributo de criação do universo. Não podemos negar a existência de nenhum deles? Nem mesmo daquele que é dito ter "vomitado" o universo?

Sabemos que existem milhares de deuses criados pelo homem, sabemos que uma grande parte deles é "responsável" por criar nosso universo, cada um de um jeito diferente, e concluimos logicamente que é tudo bullshit, mas não podemos negar a existência de nenhum deles porque eles possuem um atributo imaginário especial?  :hein:
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #40 Online: 04 de Junho de 2010, 23:56:42 »
Geo


"Agnosticamente" falando, teria que te responder que não existe qualquer consideração de fundo prático que pode ser tirado daí. São considerações metafísicas que por definição não podem chegar a lugar algum.

Mas ignorando agora o formalismo e tentando colocar as coisas da maneira que vejo.

Apesar de ser maravilhado com o grau de avanço da ciência, tenho comigo dois pontos que sempre levo em consideração:
1- Estamos muito longe de ter conhecimento de coisas complexas como cérebro, universo e pasmem, até raios (conhece sprites, elvis, etc..?)
2- Temo que nossa mente não seja sequer aparelhada para entender universo e partículas sub-atômicas, por exemplo. Para a questão da partículas, costumo dizer que nosso problema não é físico, é de metáfora. Não temos em nosso cérebro metáforas e situações análogas para descrever os fenômenos, e os interpretamos apenas através de cálculos matemáticos, muitas vezes desconexos da realidade. Utilizar "bolinhas de gude", "balão de gás se expandindo", etc.. é uma tentativa de colocar em nossa mente uma analogia parcial de uma realidade que talvez não sejamos mais capazes de compreender, apenas de descrever matematicamente e fazer previsões.

Dito isso, eu tenho uma boa segurança em dizer que provavelmente nosso cérebro não permite descrever todos os espectros possíveis da realidade, mas isso não nos trás nenhuma informação a respeito de deus, evidentemente. Para mim, deus deveria estar nas coisas em que conheço, não nas que desconheço.

Minha postura então é: Muita gente muito melhor que eu tentou provar a existência de deus e não conseguiu. Não consigo encontrar uma única situação onde, para explicar a realidade, precisemos da existência de algo superior.

E por fim, a informação é completamente irrelevante. Não vai mudar em nada a minha vida.


“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline biscoito1r

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.739
  • 笑顔
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #41 Online: 05 de Junho de 2010, 00:05:10 »
Agnóstico
Então se você deixar de lado o contexto de certeza absoluta e usar apenas o contexto de certeza prática, você se consideraria um ateu-gnóstico ?
Be ashamed to die until you have won some victory for humanity

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #42 Online: 05 de Junho de 2010, 00:07:33 »
sim
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Adriano

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.672
  • Sexo: Masculino
  • Ativismo quântico
    • Filosofia ateísta
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #43 Online: 05 de Junho de 2010, 00:15:20 »
Outra coisa que me chamou atenção no tópico foi em definir o ateísmo de uma maneira específica e que já até foi muito discutida no fórum, como os exemplos que o agnóstico postou. Considero o fCC como o maior núcleo ateu brasileiro, utilizando a virtualidade formando assim um ateísmo em rede  :lol:

Portanto qualquer definição simples e sintética como a exposta no início deste tópico é apenas mais uma visão pessoal de ateísmo do que propriamente uma consideração mais ampla e geral do mesmo.
 
Princípio da descrença.        Nem o idealismo de Goswami e nem o relativismo de Vieira. Realismo monista.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.290
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #44 Online: 05 de Junho de 2010, 00:17:30 »
[...]

Desculpe, mas eu ainda não entendo  :(

Está desculpado! :biglol:

Capacidade de criação do universo é apenas um atributo imaginário dado a um ser imaginário. Porque isso faria alguma diferença? Se lhe contassem que Duentes podem criar universos, então não poderias negar a existência deles?

E milhares de deuses possuem o atributo de criação do universo. Não podemos negar a existência de nenhum deles? Nem mesmo daquele que é dito ter "vomitado" o universo?

Sabemos que existem milhares de deuses criados pelo homem, sabemos que uma grande parte deles é "responsável" por criar nosso universo, cada um de um jeito diferente, e concluimos logicamente que é tudo bullshit, mas não podemos negar a existência de nenhum deles porque eles possuem um atributo imaginário especial?  :hein:

Caro Di Ungar

Voce nega a existência de todos os deuses, em particular o judaico-cristão. Eu não creio neles por falta de evidências e pelas grandes incongruências conceituais associadas a todos os deuses, mesmo o escolástico (basta citar o problema do mal). Este é o resumo.

P.S. Não sou um teísta camuflado. :{
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.290
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #45 Online: 05 de Junho de 2010, 00:25:55 »
O grande problema é considerar deus como uma entidade metafísica ou um ente mitológico distinto.

Problema ou não, foi o que os teístas fizeram.


Deus é uma criação humana e ponto final. E levo isso de forma tão profunda que a comparo mesmo com a fé dos teístas. O comportamento do agnóstico é o de ficar esperando um crente com provas de deus. Porém como deus é uma criação humana, estes vão ficar eternamente na espera e refutando os teístas que aparecerem individualmente.

Também considero deus um personagem mitológico.

Quanto ao fato de esperar provas eternamente não há problemas para mim. Eu sou novo. :biglol:


Sobre a distinção ontológica de deus, somente os teístas fazem isto e é esta distinção a base da fé deles.

Precisamente, e ninguém o fez melhor que os cristãos escolásticos.


E deus não é metafísica por não ter nada que comprove isto.


Aqui não entendi o seu pensamento Adriano.

Primeiro, porque não há como comprovar questões metafísicas.

Segundo, que deus é a questão metafísica por essência. Aristóteles que o diga.


Temos somente relatos humanos e falhos sobre as suas crenças e sempre modificados e atualizados. A comparação com a mitologia é ótima por mostrar uma visão distante no tempo de outros deuses inventados.

Concordo.
Foto USGS

Offline Adriano

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.672
  • Sexo: Masculino
  • Ativismo quântico
    • Filosofia ateísta
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #46 Online: 05 de Junho de 2010, 00:30:23 »
É o agnosticismo uma fuga?

Era assim que eu pensava sobre o agnosticismo a 3 anos atrás, é um texto pertinente e um dos mais vistos no meu blog.
Princípio da descrença.        Nem o idealismo de Goswami e nem o relativismo de Vieira. Realismo monista.

Offline Adriano

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.672
  • Sexo: Masculino
  • Ativismo quântico
    • Filosofia ateísta
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #47 Online: 05 de Junho de 2010, 00:39:23 »
O grande problema é considerar deus como uma entidade metafísica ou um ente mitológico distinto.

Problema ou não, foi o que os teístas fizeram.
Foi o que eu disse, os teístas consideram um ente distindo e estão errados. Claro que sei que os agnósticos concordam com eles e por isso consideram a imaginação simbólica coletiva como algo icognoscível.

Sobre a distinção ontológica de deus, somente os teístas fazem isto e é esta distinção a base da fé deles.

Precisamente, e ninguém o fez melhor que os cristãos escolásticos.
Já é uma evolução chegar no teísmo escolástico e que também já foi bem discutido no fórum, inclusive com teologando, se não me engano.

E deus não é metafísica por não ter nada que comprove isto.


Aqui não entendi o seu pensamento Adriano.

Primeiro, porque não há como comprovar questões metafísicas.

Segundo, que deus é a questão metafísica por essência. Aristóteles que o diga.
E o que tem de metafísico no monstro do espaguete voador? Estas invenções de religiões "artificiais" são modelos caricatos das religiões naturais. Estas são simplesmente equívocos humanos, coletivos. E nisto não tem nada de metafísico, ainda mais analizando detalhadamente as proposições teístas mesmo as mais sofisficadas como a escolástica.
Princípio da descrença.        Nem o idealismo de Goswami e nem o relativismo de Vieira. Realismo monista.

Offline Mr."A"

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.005
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #48 Online: 05 de Junho de 2010, 00:56:40 »
Está havendo uma mistura conceitual nas discussões desse tópico. Uma coisa é pesar as possibilidades e apontar o não como mais provável sem anular a possibilidade do sim; outra é pesá-las e concluir que possuem o mesmo peso. Se ambas merecem o termo "agnosticismo", melhor especificar o termo ao usá-lo. Mas não adianta tratá-las como se fossem a mesma coisa porque não são.
« Última modificação: 05 de Junho de 2010, 00:59:10 por Acolon »
8-)

Offline Adriano

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.672
  • Sexo: Masculino
  • Ativismo quântico
    • Filosofia ateísta
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #49 Online: 05 de Junho de 2010, 01:02:25 »
A questão é sempre conceitual e por isso eu disse no início do tópico: -É uma questão semântica!

Vejo que com o Geotecton seria necessário além da questão deus, a conceituação de metafísica, que é outra palavra um tanto quanto polêmica.
Princípio da descrença.        Nem o idealismo de Goswami e nem o relativismo de Vieira. Realismo monista.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!