Autor Tópico: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe  (Lida 62729 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #75 Online: 26 de Junho de 2010, 19:52:21 »
Anne


Citar
Pra ele? Que deus existe e ponto. Por mais que alguem dê voltas e voltas no assunto, explique uma concepção oposta, para o Lusitano, tudo será filosofia.


Sim, é mais ou menos isso, mas não de forma tão pontual... :ok: :arrow: Dado que efectivamente, na minha modesta opinião, você é "d . EU . s" :!: :idea: :arrow: :)

Você ja tentou mostrar-me outro tipo de ponto de vista, que invalidasse definitivamente o meu :?:
« Última modificação: 26 de Junho de 2010, 19:57:13 por lusitano »
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline Anne

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 687
  • Sexo: Feminino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #76 Online: 26 de Junho de 2010, 19:57:52 »
 :histeria:
Só rindo mesmo...

Lusitano, me diz se entendi o que vc quer dizer: que deus existe porque existe a palavra/conceito verbal deus, que foi criada por alguém que não sabia/conseguia explicar fenômenos naturais ou o porquê de humanos mais eficientes em determinados aspectos, e que tais conceitos foram mudando através dos séculos. É isso? :?

Offline Anne

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 687
  • Sexo: Feminino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #77 Online: 26 de Junho de 2010, 20:00:24 »
Não quero invalidar seu ponto de vista (pontos de vista são válidos individualmente como corretos) :ok:

Leia-se bem, individualmente. Jamais tentarei mudar seu ponto de vista. ::)

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.291
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #78 Online: 26 de Junho de 2010, 20:34:42 »
Você apenas tem de analisar um pouco melhor, o que é que realmente, os mais diversos espécimes de d(t)eístas, pretendem dizer, com a palavra "deus". E a  verdade - é que um determinado "deus", já lhe disse - que você é mais um entre nós...

Se você ainda não conhecia bem a minha justificação, para considerar como plausível a existência de "deus", aqui tem uma amostra do meu pensamento a respeito desse tão controverso e estranho ser.

Eu li toda a sua postagem, mas responderei por segmentos. Certo?

O "estranho e controverso ser", segundo o conjunto do seu texto, não existe pois a atribuição que voce dá a deus varia de um deísmo panteísta a uma deificação humana nos moldes dos deuses da antiguidade.

  
É verdade, que o conceito de "deus" é tão ambíguo e paradoxal, que por causa disso, uma pessoa que tente "pensar cientificamente", pode decidir em extremo, que de facto "deus", não existe.

Se o pensamento científico for o único tipo considerado, não há como decidir pela não-existência de deus.


Mas justamente, por causa dessa paradoxalidade conceptual, é que se deve inquirir, com o maior rigor, o que é uma pessoa que utiliza a palavra "deus", tem em mente, quando expõe o seu pensamento.

Não diria que é um paradoxo mas uma conceitualização baseada em desconhecimento do meio natural. O cristianismo escolástico lhe deu um caráter lógico mas usando como base um conjunto de petições de princípio que, ao meu ver, não são sustentáveis.


Que motivos é que originaram o aparecimento de tal palavra? Segundo certos observadores, foi a ignorância e o medo. Mas para outros mais românticos, foi o nome que consideraram poético dar aos fenómenos naturais. Assim a beleza, a força e a inteligência fora do comum, foram intituladas de "divinas".

Eu não sou tão rígido quanto outros foristas do fCC face ao comportamento humano em relação ao misticismo e a religião nos primórdios da espécie humana em geral e da civilização em particular.

Eles (humanos iniciais) não dispunham de nenhuma ferramenta intelectual mais apurada para entender o meio natural, além de que era um período onde a sobrevivência biológica era a prioridade.


Portanto, primitivamente a palavra divindade, significava as capacidades ou virtudes humanas, naturais, fora da normalidade. Os homens hercúleos, os génios de inteligência rara e espantosa, os contadores de histórias maravilhosas, enfim os sonhadores.

Hummm. Este trecho, ao meu ver, reflete a sua definição, particular, de deidade. O mais próximo que se chegaria a isto, na mitologia, seriam os deuses da antiguidade e os semi-deuseus.


As pessoas de beleza estonteante, cujo fascínio era absolutamente sedutor, as quais provocavam amor e paixão irresistivelmente avassaladores: principalmente as mulheres, pela sua qualidade de parideiras da sociedade. Evidenciando os heróis, cujos feitos extraordinários suscitavam a admiração duma determinada colectividade. Esses com absoluta legitimidade, foram os primeiros "deuses".

Novamente sua descrição está mais próxima das deidades da antiguidade clássica do que da deidade judaico-cristã atual.


Paralelamente, os animais e vegetais incrivelmente fortes e criativos, os fenómenos naturais, surpreendentemente belos e por vezes catastróficos e apavorantes - pela sua incrível potência transformativa, ou acção destrutiva - geraram na mente humana a palavra "deus".

Há muitos casos de deuses zoomórficos, deuses (fenômenos) naturais e alguns poucos de deuses vegetais.


Não havia nada de sobrenatural, quando essa palavra surgiu. Portanto, "deus" era o conceito que melhor designava o extraordinário ou fantástico, inacessível às pessoas vulgares.

Com o tempo, com a transformação da política em religião e vice-versa, é que essa palavra surpreendente, passou a ter uma conotação mítica, fora do contexto natural, inicial.

Voce descreveu perfeitamente a situação. Panteísmo, deísmo e (mono ou poli)teísmo são conceitos de deuses que se modificaram com o tempo, sem qualquer base empírica, o que indica que eles são meros constructos humanos.


E agora mais uma vez, desde que - Alexandre conheceu Hipácia e César, Cleópatra - que ficou tácitamente aceite, em termos de moderna constituição estatal, que o conceito de "deus", é simplesmente um degrau mais, na hierarquia social vigente, com todas as virtudes e defeitos, que determinadas sociedades podem ter, ou cometer, quando se atrevem a fazer exercício das prerrogativas divinas, que um estado pleno-potenciário, mais ou menos democrático, pode conferir a um homem ou mulher, que se atreveu a ambiciosa audácia de alcançar a dignidade "máxima", que os representantes de um povo, podem outurgar a um semelhante.

Ora hoje em dia, a mitologia greco-romana, está de novo a ser adoptada como uma religião mística e sócio-política por milhares de pessoas. Com o "fiasco" do cristianismo, os "deuses" pré-cristãos estão a regressar. :idea: Entre eles os descendentes dos Césares. :)

Recorrências mítico-religiosas são comuns.
« Última modificação: 26 de Junho de 2010, 23:58:19 por Geotecton »
Foto USGS

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #79 Online: 26 de Junho de 2010, 22:16:09 »
Anne

 
Citar
Só rindo mesmo...

Lusitano, me diz se entendi o que vc quer dizer: que deus existe porque existe a palavra/conceito verbal deus, que foi criada por alguém que não sabia/conseguia explicar fenômenos naturais ou o porquê de humanos mais eficientes em determinados aspectos, e que tais conceitos foram mudando através dos séculos. É isso?

A palavra/conceito de "deus; para existirem, necessariamente tem de haver algo que os justifique... Ora quem é que inventou, ou criou essa palavra/conceito, evidentemente, que o Homem :!: :arrow: :)

No contexto em que eu especulo "deus", Não é num contexto de ignorância, mas sim num contexto romântico de nomeação dos fenómenos naturais :!:

Por essa razão, eu afirmo que a beleza é "divina"

Parece-lhe, que é por eu desconhecer as causas da existência das coisas belas, que eu as divinizo? Não :!: Eu divinizo o que é belo, porque o que é belo, suscita espontaneamente o Amor :!: :!: :!: Portanto o Amor, em minha opinião, é naturalmente divino. :arrow: :idea:

Você acha, que é por eu desconhecer a estrutura química do açucar, que eu digo que ele é doce :?:    

  
 
 
« Última modificação: 26 de Junho de 2010, 22:18:13 por lusitano »
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline Anne

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 687
  • Sexo: Feminino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #80 Online: 26 de Junho de 2010, 23:05:05 »

A palavra/conceito de "deus; para existirem, necessariamente tem de haver algo que os justifique... Ora quem é que inventou, ou criou essa palavra/conceito, evidentemente, que o Homem :!: :arrow: :)

No contexto em que eu especulo "deus", Não é num contexto de ignorância, mas sim num contexto romântico de nomeação dos fenómenos naturais :!:

Por essa razão, eu afirmo que a beleza é "divina"

Parece-lhe, que é por eu desconhecer as causas da existência das coisas belas, que eu as divinizo? Não :!: Eu divinizo o que é belo, porque o que é belo, suscita espontaneamente o Amor :!: :!: :!: Portanto o Amor, em minha opinião, é naturalmente divino. :arrow: :idea:


Não existe isso de "um contexto romântico para o conceitar deus", e não estou sendo radical. No que concerne ao conceito verbal da palavra deus, concordo consigo em termos. Mesmo tendo estudado um pouco de sociologia, tudo que eu disser que pode ter acontecido para que mudanças de interpretação do conceito ocorrecem até o atual "status", será mera suposição/hipótese. O fato é que o homem criou a palavra deus e com o tempo,  atribuiu-lhe hiperpoderes.

É claro que mesmo não conhecendo a estrutura molecular da sacarose, vc sentirá o gosto, a não ser que não possua paladar. Resumindo, existe o fator papilas gustativas, que podem proporcionar-lhe o gosto doce, salgado etc.

Assim como o "amor", o paladar só é possível atravéz de um conjunto de informações que nosso cérebro processa, nada tem a ver com sua fórmula molecular (amor não tem fórmula, ou estrutura, porém, existe poruqe nosso cérebro é um rpocessador). O trabalho das paplilas é reconhecer e enviar a informação.

Sinceramente, não vejo muita diferença entre esse tipo de romantismo e ignorancia proposital.

A fórmula e nomenclatura da sacarose é essa:


C12 H22 O11

2-[3,4-dihidroxi-2,5-bis(hidroximetil)tetrahidrofuran-2-il]oxi-6-(hidroximetil)oxano-3,4,5-triol
 
desculpe, não resisti... :P Tô estudando química há 3meses... ::)
« Última modificação: 26 de Junho de 2010, 23:12:47 por Anne »

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.922
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #81 Online: 26 de Junho de 2010, 23:11:40 »
Anne

 
Citar
Só rindo mesmo...

Lusitano, me diz se entendi o que vc quer dizer: que deus existe porque existe a palavra/conceito verbal deus, que foi criada por alguém que não sabia/conseguia explicar fenômenos naturais ou o porquê de humanos mais eficientes em determinados aspectos, e que tais conceitos foram mudando através dos séculos. É isso?

A palavra/conceito de "deus; para existirem, necessariamente tem de haver algo que os justifique... Ora quem é que inventou, ou criou essa palavra/conceito, evidentemente, que o Homem :!: :arrow: :)

No contexto em que eu especulo "deus", Não é num contexto de ignorância, mas sim num contexto romântico de nomeação dos fenómenos naturais :!:

Por essa razão, eu afirmo que a beleza é "divina"

Parece-lhe, que é por eu desconhecer as causas da existência das coisas belas, que eu as divinizo? Não :!: Eu divinizo o que é belo, porque o que é belo, suscita espontaneamente o Amor :!: :!: :!: Portanto o Amor, em minha opinião, é naturalmente divino. :arrow: :idea:

Você acha, que é por eu desconhecer a estrutura química do açucar, que eu digo que ele é doce :?:   

 
 
 



Quanta embromação.

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #82 Online: 26 de Junho de 2010, 23:50:59 »
se pudermos sintetizar toda as mensagens que o Lusitano colocou nesse fórum até hoje, daria para resumir em 5 linhas. Ele escreveu 1.500 posts   :olheira:
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #83 Online: 26 de Junho de 2010, 23:52:36 »
Agnóstico

Citar
Ok somos deuses e portanto isso quer dizer que....?

Somos animais da espécie "homo sapiens" :!: :arrow: E como tal, o nosso potencial criativo é fantástico :!: :arrow: :idea:

 

nossa... que conclusão.. e tem tudo a ver com o proposto, quase não houve non sequitur. Todos nós sabemos da capacidade criativa humana e isso não tem nada a ver com as groselhas que você diz.
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #84 Online: 27 de Junho de 2010, 06:59:48 »
Anne


Citar
lusitano - Ontem às 22:16:09 - A palavra/conceito de "deus; para existirem, necessariamente tem de haver algo que os justifique... Ora quem é que inventou, ou criou essa palavra/conceito, evidentemente, que o Homem   

No contexto em que eu especulo "deus", Não é num contexto de ignorância, mas sim num contexto romântico de nomeação dos fenómenos naturais

Por essa razão, eu afirmo que a beleza é "divina"

Parece-lhe, que é por eu desconhecer as causas da existência das coisas belas, que eu as divinizo? Não  Eu divinizo o que é belo, porque o que é belo, suscita espontaneamente o Amor    Portanto o Amor, em minha opinião, é naturalmente divino. 

........................................................... .......


Não existe isso de "um contexto romântico para o conceitar deus", e não estou sendo radical.

Mil perdões :!: Mas não posso concordar consigo... Existe uma corrente filosófica, que analisa a existência dos mitos, de uma forma absolutamente poética.

Na minha opinião, as mulheres de carácter, principalmente as simpáticas, belas, bonitas e inteligentes, são automaticamente "deusas" :!: E não é por eu desconhecer a sua fisiologia... :) :) :)

Citar
No que concerne ao conceito verbal da palavra deus, concordo consigo em termos. Mesmo tendo estudado um pouco de sociologia, tudo que eu disser que pode ter acontecido para que mudanças de interpretação do conceito ocorrecem até o atual "status", será mera suposição/hipótese. O fato é que o homem criou a palavra deus e com o tempo,  atribuiu-lhe hiperpoderes.

Sim concordo :!: :arrow: Mas como o romantismo clássico, mais ou menos poético e filosófico, está de volta, em termos de eterno retorno "Nietzschiano", os "deuses" pré-cristãos, mais ou menos mortais e perfeitos, estão a regenerar-se e a humanizar-se. 

Citar
É claro que mesmo não conhecendo a estrutura molecular da sacarose, vc sentirá o gosto, a não ser que não possua paladar. Resumindo, existe o fator papilas gustativas, que podem proporcionar-lhe o gosto doce, salgado etc.

Assim como o "amor", o paladar só é possível atravéz de um conjunto de informações que nosso cérebro processa, nada tem a ver com sua fórmula molecular (amor não tem fórmula, ou estrutura, porém, existe poruqe nosso cérebro é um rpocessador). O trabalho das paplilas é reconhecer e enviar a informação.

Sinceramente, não vejo muita diferença entre esse tipo de romantismo e ignorancia proposital.

A fórmula e nomenclatura da sacarose é essa:


C12 H22 O11

2-[3,4-dihidroxi-2,5-bis(hidroximetil)tetrahidrofuran-2-il]oxi-6-(hidroximetil)oxano-3,4,5-triol
 
desculpe, não resisti...  Tô estudando química há 3meses...

:ok: :arrow: :!: Pelo vistos está a desprogramar-se para as coisas românticas :!:

Desculpe a curiosidade... Você está a estudar engenharia genética, ou medicina? :arrow: :)

Quanto a mim, as palavras e os seus significados, estão sujeitos a inflação semântica. A linguagem não é estática, é flutuante; a rigidez, dos conceitos não é permanente.

Olhe as consequências do acordo ortográfico entre os países de língua portuguesa. Portanto um idioma é flexível, em relação às definições habituais das significações mais ortodoxas e conservadoras.

No entanto, se lhe parecer bem, em vez de considerá-la "divina", considera-la-ei "doce", que para mim, é um termo equivalente :!:
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline Anne

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 687
  • Sexo: Feminino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #85 Online: 27 de Junho de 2010, 11:19:35 »
Poético? Filosófico?

Desculpe Lusitano, não sei porque, mas, acho que não sou uma pessoa romântica e pelo visto, pouco filosófica, pois não consigo acompanhar o que diz exatamente. Sou uma pessoa prática sabe? Evito os meios termos... Eles geralmente induzem ao erro.

Levar em consideração uma proposição filosófica e considerá-la como útil, torna-se difícil para mim. :vergonha:

O romanticismo e a poética pra mim são mais bem uma visão ingênua (propositada) das coisas/fatos. Como fantasiar o que é evidente só pra que a realidade não seja tão dura ou tão simples. este é o caso da corrente filosófica a que se refere. Mas este é apenas meu ponto de vista, individual, é a visão que tenho de tal conceito. Está certo ou errado? Sinceramente, não sei. E não quero cair no embate semântico de o que é certo ou errado neste ponto. O certo e o errado, a verdade é a mentira é algo bastante septado quando se trata de opiniões individuais.

Quanto a humanização dos deuses, históricamente falando, não vi jamais algum relato sobre qualquer deus que não seja humanizado, que não tenha características e ou semelhanças com seres humanos. Resumindo, tudo "farinha do mesmo saco". Sempre foi e é assim.

E não faço engenharia nem medicina. Terminei sociologia há alguns anos e agora faço um téc. em química. Vou tentar uma bolsa de engenharia química ano que vem.  ::)


Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #86 Online: 27 de Junho de 2010, 13:33:52 »
Mais um post do luso que poderia estar entre as cinco linhas que citei acima
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #87 Online: 27 de Junho de 2010, 13:47:32 »
Anne

Citar
Poético? Filosófico?

Desculpe Lusitano, não sei porque, mas, acho que não sou uma pessoa romântica e pelo visto, pouco filosófica, pois não consigo acompanhar o que diz exatamente. Sou uma pessoa prática sabe? Evito os meios termos... Eles geralmente induzem ao erro.

Em termos de rigor matemático, mais ou menos científico, também acho :!: :arrow: :ok:

Citar
O romanticismo e a poética pra mim são mais bem uma visão ingênua (propositada) das coisas/fatos. Como fantasiar o que é evidente só pra que a realidade não seja tão dura ou tão simples. este é o caso da corrente filosófica a que se refere. Mas este é apenas meu ponto de vista, individual, é a visão que tenho de tal conceito. Está certo ou errado? Sinceramente, não sei. E não quero cair no embate semântico de o que é certo ou errado neste ponto. O certo e o errado, a verdade é a mentira é algo bastante septado quando se trata de opiniões individuais.

Compreendo perfeitamente o seu ponto de vista e concordo totalmente :!: :arrow: :ok:

Citar
Quanto a humanização dos deuses, históricamente falando,
Citar
não vi jamais algum relato sobre qualquer deus que não seja humanizado
, que não tenha características e ou semelhanças com seres humanos. Resumindo, tudo "farinha do mesmo saco". Sempre foi e é assim.

Sem dúvida que continuo a concordar inteiramente consigo :!: :arrow: :ok:

Citar
E não faço engenharia nem medicina. Terminei sociologia há alguns anos e agora faço um téc. em química. Vou tentar uma bolsa de engenharia química ano que vem.

Fico feliz com a sua tentativa, faço votos que seja bem sucedida :!: :arrow: :) :
 
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline Anne

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 687
  • Sexo: Feminino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #88 Online: 27 de Junho de 2010, 14:13:15 »
E serei. :hihi: :P

Offline Derfel

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.887
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #89 Online: 27 de Junho de 2010, 17:01:44 »
Lusitano, o conceito de Deus surgiu antes da palavra que depois foi atribuída ao ser ou entidade (e que antes era plural). Todos os outros conceitos de Deus que você coloca apenas são em comparação ao conceito original. Quando dizemos que tal mulher é uma deusa, não estamos dizendo que ela seria uma deusa em si, mas que teria uma beleza tal qual a de uma deusa.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #90 Online: 27 de Junho de 2010, 18:14:08 »
Anne

Citar
E serei. :hihi: :P

:ok: :arrow: :!: :arrow: :) :) :)   
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #91 Online: 29 de Junho de 2010, 08:04:29 »
Derfel

Citar
Lusitano, o conceito de Deus surgiu antes da palavra que depois foi atribuída ao ser ou entidade (e que antes era plural). Todos os outros conceitos de Deus que você coloca apenas são em comparação ao conceito original. Quando dizemos que tal mulher é uma deusa, não estamos dizendo que ela seria uma deusa em si, mas que teria uma beleza tal qual a de uma deusa.

Segundo o que eu compreendo, de mitologia comparada, primeiro o conceito de "deus" surgiu - porque existiam de facto - objectivamente, mulheres de beleza "apaixonante à primeira vista"; e só muito depois, é que se generalizou para ideais mais abstractas sobre "deus".

Portanto - "primitivamente" - a beleza humana, principalmente a feminina, era evidentemente, divina em si mesma. :arrow: :idea:

É como na história da matemática: primeiro os números, surgiram da necessidade objectiva, de contar objectos naturais da experiência prática quotidiana. Só muitíssimo depois, é que os números se emanciparam e se tornaram abstracções transcendentes à realidade natural. :arrow: :idea:

 
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline Realidade

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 632
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #92 Online: 21 de Novembro de 2010, 12:31:31 »
Me tirem uma dúvida: Porque um único Deus não poderia existir.

Offline uiliníli

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 18.107
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #93 Online: 21 de Novembro de 2010, 21:44:21 »
Me tirem uma dúvida: Porque um único Deus não poderia existir.

Como assim?

Offline N3RD

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.493
  • Sexo: Masculino
  • O tal do "não querer"
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #94 Online: 21 de Novembro de 2010, 21:50:38 »
Só se você responder esta: Porque um único Unicórnio rosa não poderia existir ?
Não deseje.

Offline uiliníli

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 18.107
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #95 Online: 21 de Novembro de 2010, 21:53:05 »
Só se você responder esta: Porque um único Unicórnio rosa não poderia existir ?

Qualquer coisa poderia existir, é só ter criatividade. A pergunta é: por que eu deveria acreditar em uma, em vez de outra?

Offline Sofista

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 236
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #96 Online: 21 de Novembro de 2010, 22:40:48 »
Ao Lusitano.
Dependendo do conceito de Deus até ateu acredita! Mas o conceito habitual fica difícil por mais que vc tente provar o contrario, com um jogo de palavras que só tenta mostrar pseudo erudição.
Quem sou eu?Entre os crente sou ateu, entre ateus sou um crente.

Offline Adriano

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.672
  • Sexo: Masculino
  • Ativismo quântico
    • Filosofia ateísta
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #97 Online: 21 de Novembro de 2010, 23:35:19 »
Só se você responder esta: Porque um único Unicórnio rosa não poderia existir ?

Qualquer coisa poderia existir, é só ter criatividade. A pergunta é: por que eu deveria acreditar em uma, em vez de outra?
Acreditar que deus não existe é ter como evidência que todos os deuses são criações mirabolantes da humanidade. E cada vez que aparecem crentes e religiões, demonstrando esse fator ilusório e neurótico de distorção da realidade, corroboram assim com a hipótese de que deus não é um ser real.

Também valem as atuais corroborações ateístas de ficar eternamente evocando seres irreais para comparar com as crenças também irreais.  Não é a toa que fazem tal esforço.

Me tirem uma dúvida: Porque um único Deus não poderia existir.
A nossa experiência é que você, talves, jamais esclarecerá essa dúvida. Mas temos a humildade e a esperança de que através de um diálogo, que nós consideramos racional, temos nossas regras, você possa enxergar o nosso lado da questão. E assim tirar a sua própria conclusão.
Princípio da descrença.        Nem o idealismo de Goswami e nem o relativismo de Vieira. Realismo monista.

Offline uiliníli

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 18.107
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #98 Online: 22 de Novembro de 2010, 00:06:42 »
Acreditar que deus não existe é ter como evidência que todos os deuses são criações mirabolantes da humanidade. E cada vez que aparecem crentes e religiões, demonstrando esse fator ilusório e neurótico de distorção da realidade, corroboram assim com a hipótese de que deus não é um ser real.

Também valem as atuais corroborações ateístas de ficar eternamente evocando seres irreais para comparar com as crenças também irreais.  Não é a toa que fazem tal esforço.

Eu já discuti com você centenas de vezes o porquê de seu argumento ser falacioso. Não vou entrar nessa de novo.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.291
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #99 Online: 22 de Novembro de 2010, 00:11:07 »
Acreditar que deus não existe é ter como evidência que todos os deuses são criações mirabolantes da humanidade. E cada vez que aparecem crentes e religiões, demonstrando esse fator ilusório e neurótico de distorção da realidade, corroboram assim com a hipótese de que deus não é um ser real.

Também valem as atuais corroborações ateístas de ficar eternamente evocando seres irreais para comparar com as crenças também irreais.  Não é a toa que fazem tal esforço.

Eu já discuti com você centenas de vezes o porquê de seu argumento ser falacioso. Não vou entrar nessa de novo.

Eu acho que eu perdi esta parte.
Foto USGS

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!