Autor Tópico: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe  (Lida 62083 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline biscoito1r

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.739
  • 笑顔
Ateísmo é definido geralmente de duas formas.

1 - Falta de crença na existência de divindade(s). Também conhecido como ateísmo-agnóstico ou ateísmo fraco.
2 - Crença na inexistência de deus. Também conhecido como ateísmo-gnóstico ou ateísmo forte.

O primeiro eu considero como sendo o única posição intelectualmente honesta para esta questão. Podemos comparar-la a posição de "Não culpado", o que em um julgamento implica que as provas contra um acusado não foram suficientes para incriminar-lo, porém as provas de sua inocência também não foram suficientes para declarar-lo como inocente.

O segundo implica que você sabe que deus não existe e eu já observei a justificativa dessa afirmação de duas maneiras.

1 - O individuo usa um contexto prático, baseado na sua honestidade intelectual e na forma na qual observa o mundo.
2 - A crença em uma divindade é incompatível com suas crenças religiosas. ex. budistas, raëlianos.


Os religiosos geralmente gostam de atacar a posição número 2, enquanto neo-ateus ( não sabia que nome usar para tentar confundir o menos possível, mas acho que vcs sabem o que eu quero dizer ) geralmente defendem a posição numero 1, o ocorre então é a criação de um espantalho por parte dos crentes.
Be ashamed to die until you have won some victory for humanity

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.231
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #1 Online: 04 de Junho de 2010, 13:11:40 »
O número 1 também pode ser escrito, ao meu ver, assim: Não-crença pela ausência de evidências de que exista o sobrenatural, deus(es) incluso(s).

E este é o meu caso.
Foto USGS

Offline Adriano

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.672
  • Sexo: Masculino
  • Ativismo quântico
    • Filosofia ateísta
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #2 Online: 04 de Junho de 2010, 13:15:21 »
A questão abordada é puramente semântica e facilmente extrapola a linguagem ordinária e cai no mundo dos conceitos filosóficos. E o ateísmo é muito mais do que essa simples definição inicial do tópico, existe uma vasta literatura e uma grande história do ateísmo que consta de grandes nomes e grandes contribuições. Dawkins é apenas o exemplo mais atual.

Deus tem um significado mais relacionado com a cosmologia, que é a criação do universo. É uma hipótese cientificamente descartada pela física. Com relação a origem da vida, Dawkins ataca bem esta posição criacionista através da biologia.

Pela ontologia, temos a preocupação de entender o ser , os seres. Sendo assim a única menção científica e real que temos é a da vida biológica e por isto esta é muito importante para a compreensão do ateísmo.
Qualquer outra projeção mental de ser é baseada nos seres que conhecemos, os seres vivos, a biologia.

E falar de honestidade é uma característica bem religiosa e por isso a religião tem muita fundamentação ética e a moral. Eu, baseado da descrição deste tópico, seria intelectualmente menos honesto. Porém a dinâmica discursiva permite que eu mostre os meus valores ético e morais com relação ao ateísmo e toda a lógica que segue  :)
Princípio da descrença.        Nem o idealismo de Goswami e nem o relativismo de Vieira. Realismo monista.

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.279
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #3 Online: 04 de Junho de 2010, 13:16:35 »
Eu acho algo ridículo. Deus não é, em nada, diferente de Papai Noel, Fadas, Mitologias diversas, Duendes, Gnomos, Unicornios Rosas, Monstro do Espaguete, Coelhinho da Páscoa, etc. Oras, ninguém, em sã consciência, se diz agnóstico em relação aos citados, ninguém diz "Bom, não existem evidências da existência de Gnomos, mas não podemos descarta-la completamente". Ora, quão inutil é não descartar absolutamente nada, por mais RIDÍCULO que seja, só porque não pode-se provar a não-existencia desse algo? Pra que isso? Pra manter uma postura filosófica bonitinha? "Ah, não posso te confirmar que não exista um gnomo amarelo dos bosques do sul voando na órbita de júpiter a cada 21 dias terrestres, então vamos ser filosoficamente bonitinhos e deixar a questão em aberto."
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline biscoito1r

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.739
  • 笑顔
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #4 Online: 04 de Junho de 2010, 13:26:30 »
Adriano

Isso que você disse não aborda o proposito do tópico.

Di Ungar

É exatamente isso que eu disse que os ateus-gnósticos usam para se justificar. Como eu disse bem lá em cima, você utiliza como base a certeza prática. Nesse contexto tudo bem.

Geotecton

Eu digo tomate você diz tomatchi.
Be ashamed to die until you have won some victory for humanity

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.231
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #5 Online: 04 de Junho de 2010, 13:57:36 »
Eu acho algo ridículo. Deus não é, em nada, diferente de Papai Noel, Fadas, Mitologias diversas, Duendes, Gnomos, Unicornios Rosas, Monstro do Espaguete, Coelhinho da Páscoa, etc. Oras, ninguém, em sã consciência, se diz agnóstico em relação aos citados, ninguém diz "Bom, não existem evidências da existência de Gnomos, mas não podemos descarta-la completamente". Ora, quão inutil é não descartar absolutamente nada, por mais RIDÍCULO que seja, só porque não pode-se provar a não-existencia desse algo? Pra que isso? Pra manter uma postura filosófica bonitinha? "Ah, não posso te confirmar que não exista um gnomo amarelo dos bosques do sul voando na órbita de júpiter a cada 21 dias terrestres, então vamos ser filosoficamente bonitinhos e deixar a questão em aberto."

Caro Di Ungar

Voce considera como real apenas o universo cognoscível, aquele que é atingido pela razão e pelos sentidos. E voce não está errado dentro da premissa estabelecida por voce.

No entanto, não se pode ignorar a filosofia metafísica, que é a premissa utilizada por todo e qualquer crente mais erudito. E neste contexto, nenhum dos personagens mitológicos citados por você teve um tratamento intelectual como o dispensado para deus, desde Aristóteles até Platinga.

Mesmo a filosofia não-metafísica trabalha com um conceito denominado "graus de razoabilidade", e neste conceito, deus ocupa um posto muito mais elevado do que papai-noel, por exemplo. 

Então eu afirmo que, no meu entender, isto não é para "manter uma postura filosófica bonitinha", e sim de manter a coerência lógica e filosófica!
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.231
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #6 Online: 04 de Junho de 2010, 13:59:21 »
[...]
Geotecton

Eu digo tomate você diz tomatchi.

Eu sou paranaense. Então deixe o tomate para mim, e o tomatchi fica com voce. :biglol:
Foto USGS

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.279
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #7 Online: 04 de Junho de 2010, 14:07:47 »
Eu acho algo ridículo. Deus não é, em nada, diferente de Papai Noel, Fadas, Mitologias diversas, Duendes, Gnomos, Unicornios Rosas, Monstro do Espaguete, Coelhinho da Páscoa, etc. Oras, ninguém, em sã consciência, se diz agnóstico em relação aos citados, ninguém diz "Bom, não existem evidências da existência de Gnomos, mas não podemos descarta-la completamente". Ora, quão inutil é não descartar absolutamente nada, por mais RIDÍCULO que seja, só porque não pode-se provar a não-existencia desse algo? Pra que isso? Pra manter uma postura filosófica bonitinha? "Ah, não posso te confirmar que não exista um gnomo amarelo dos bosques do sul voando na órbita de júpiter a cada 21 dias terrestres, então vamos ser filosoficamente bonitinhos e deixar a questão em aberto."

Caro Di Ungar

Voce considera como real apenas o universo cognoscível, aquele que é atingido pela razão e pelos sentidos. E voce não está errado dentro da premissa estabelecida por voce.

No entanto, não se pode ignorar a filosofia metafísica, que é a premissa utilizada por todo e qualquer crente mais erudito. E neste contexto, nenhum dos personagens mitológicos citados por você teve um tratamento intelectual como o dispensado para deus, desde Aristóteles até Platinga.

Mesmo a filosofia não-metafísica trabalha com um conceito denominado "graus de razoabilidade", e neste conceito, deus ocupa um posto muito mais elevado do que papai-noel, por exemplo. 

Então eu afirmo que, no meu entender, isto não é para "manter uma postura filosófica bonitinha", e sim de manter a coerência lógica e filosófica!


Então o critério é que muita gente acredita? Muita gente acredita, por isso ele é uma hipótese mais razoável, atualmente, que Zeus, que em certa época também possuia um grande número de fiéis? Mesmo o número de evidência sendo iguais (ou seja, zero) para todos os que eu falei? Hoje em dia, mais gente acredita em Allah do que no deus judaico-cristão, então Allah é uma hipótese mais razoável só porque um número maior de malucos acredita nele? Qual a utilidade prática de ser mais razoável, aos olhos da filosofia metafísica?
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Derfel

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.887
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #8 Online: 04 de Junho de 2010, 17:26:25 »
[...]
Geotecton

Eu digo tomate você diz tomatchi.

Eu sou paranaense. Então deixe o tomate para mim, e o tomatchi fica com voce. :biglol:

É uma citação de Mel Brooks em Seinfeld...

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.231
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #9 Online: 04 de Junho de 2010, 17:27:53 »
Eu acho algo ridículo. Deus não é, em nada, diferente de Papai Noel, Fadas, Mitologias diversas, Duendes, Gnomos, Unicornios Rosas, Monstro do Espaguete, Coelhinho da Páscoa, etc. Oras, ninguém, em sã consciência, se diz agnóstico em relação aos citados, ninguém diz "Bom, não existem evidências da existência de Gnomos, mas não podemos descarta-la completamente". Ora, quão inutil é não descartar absolutamente nada, por mais RIDÍCULO que seja, só porque não pode-se provar a não-existencia desse algo? Pra que isso? Pra manter uma postura filosófica bonitinha? "Ah, não posso te confirmar que não exista um gnomo amarelo dos bosques do sul voando na órbita de júpiter a cada 21 dias terrestres, então vamos ser filosoficamente bonitinhos e deixar a questão em aberto."

Caro Di Ungar

Voce considera como real apenas o universo cognoscível, aquele que é atingido pela razão e pelos sentidos. E voce não está errado dentro da premissa estabelecida por voce.

No entanto, não se pode ignorar a filosofia metafísica, que é a premissa utilizada por todo e qualquer crente mais erudito. E neste contexto, nenhum dos personagens mitológicos citados por você teve um tratamento intelectual como o dispensado para deus, desde Aristóteles até Platinga.

Mesmo a filosofia não-metafísica trabalha com um conceito denominado "graus de razoabilidade", e neste conceito, deus ocupa um posto muito mais elevado do que papai-noel, por exemplo.  

Então eu afirmo que, no meu entender, isto não é para "manter uma postura filosófica bonitinha", e sim de manter a coerência lógica e filosófica!


Então o critério é que muita gente acredita? Muita gente acredita, por isso ele é uma hipótese mais razoável, atualmente, que Zeus, que em certa época também possuia um grande número de fiéis? Mesmo o número de evidência sendo iguais (ou seja, zero) para todos os que eu falei? Hoje em dia, mais gente acredita em Allah do que no deus judaico-cristão, então Allah é uma hipótese mais razoável só porque um número maior de malucos acredita nele? Qual a utilidade prática de ser mais razoável, aos olhos da filosofia metafísica?


Caro Di Ungar

Em momento algum eu afirmei que o maior número de crentes é um critério de validação da existência de qualquer deus, seja Javé, Allah ou Brahma.

Zeus já era considerado como mitologia, nos meios pensantes, já ao tempo de Aristóteles. No entanto, o estagiarita formalizou os predicados de um deus singular, poderoso, e que foi aproveitado pelos escolásticos no século XII para formalizar o deus metafísico por excelência nos séculos que viriam.

Por favor observe o texto do biscoito1r:

Ateísmo é definido geralmente de duas formas.

1 - Falta de crença na existência de divindade(s). Também conhecido como ateísmo-agnóstico ou ateísmo fraco.
2 - Crença na inexistência de deus. Também conhecido como ateísmo-gnóstico ou ateísmo forte.
[...]

E agora o meu:

O número 1 também pode ser escrito, ao meu ver, assim: Não-crença pela ausência de evidências de que exista o sobrenatural, deus(es) incluso(s).

E este é o meu caso.

Fica claro que a negação positiva (efetiva) do item 2 do biscoito1r é baseada em uma crença e não em uma prova material, diferente da proposição número 1, que é uma negação por falta de evidência.

Para voce é bobagem a posição 1, conforme as suas palavras:

Ora, quão inutil é não descartar absolutamente nada, por mais RIDÍCULO que seja, só porque não pode-se provar a não-existencia desse algo? Pra que isso? Pra manter uma postura filosófica bonitinha?

Para mim não, porque a construção intelectual em torno do deus metafísico aristotélico-escolástico é muito mais sofisticado que os dos demais entes
mitológicos, tanto que a sua principal característica (criação ex nihilo) não pode ser refutada pela ciência, no atual estágio do conhecimento.

Ou seja, a despeito de eu não considerar factível o sobrenatural, de nenhum tipo, eu respeito os pensadores que souberam construir, de modo racional, uma questão que ainda não pode ser respondida por nós, cientistas céticos, ateus ou agnósticos.
« Última modificação: 04 de Junho de 2010, 22:38:15 por Geotecton »
Foto USGS

Offline Derfel

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.887
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #10 Online: 04 de Junho de 2010, 17:36:54 »
oops... foi em Mad About You

Offline Derfel

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.887
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #11 Online: 04 de Junho de 2010, 17:41:48 »
E a palavra foi coupons, mas o sentido é o mesmo... não sei da onde me veio esse tomate... acho que dos tomates assassinos.

Offline Derfel

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.887
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #12 Online: 04 de Junho de 2010, 17:42:18 »
No mais concordo com o Geotecton.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #13 Online: 04 de Junho de 2010, 17:46:46 »
Geotecton


Citar
O número 1 também pode ser escrito, ao meu ver, assim: Não-crença pela ausência de evidências de que exista o sobrenatural, deus(es) incluso(s).

E este é o meu caso.

E se eu lhe disser - que os "deuses" - não são necessariamente "sobrenaturais", mas animais, de outra hierarquia auto-consciente :?: :arrow: :idea:
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #14 Online: 04 de Junho de 2010, 17:52:45 »
Adriano

Citar
Deus tem um significado mais relacionado com a cosmologia, que é a criação do universo. É uma hipótese cientificamente descartada pela física. Com relação a origem da vida, Dawkins ataca bem esta posição criacionista através da biologia.

Talvez você esteja a ser demasiado radical - na minha actual opinião mística - considero, que depende do referencial sócio-político-teológico, a equacionar... :idea:

Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #15 Online: 04 de Junho de 2010, 18:04:52 »
Di Ungar

-------
The Kid

Citar
Eu acho algo ridículo. Deus não é, em nada, diferente de Papai Noel, Fadas, Mitologias diversas, Duendes, Gnomos, Unicornios Rosas, Monstro do Espaguete, Coelhinho da Páscoa, etc.

Eu sou de opinião que - ignosticisticamente - você está enganado :!: :arrow: :idea:

Citar
Oras, ninguém, em sã consciência, se diz agnóstico em relação aos citados, ninguém diz "Bom, não existem evidências da existência de Gnomos, mas não podemos descarta-la completamente".


Eu digo :!:

Citar
Ora, quão inutil é não descartar absolutamente nada, por mais RIDÍCULO que seja, só porque não pode-se provar a não-existencia desse algo? Pra que isso? Pra manter uma postura filosófica bonitinha?

É interessante - que você sendo um "deus" - se nega a si próprio, por estar colado a um referencial "divino" doutra freguesia. :idea:

Citar
"Ah, não posso te confirmar que não exista um gnomo amarelo dos bosques do sul voando na órbita de júpiter a cada 21 dias terrestres, então vamos ser filosoficamente bonitinhos e deixar a questão em aberto."

Importa-se que eu lhe peça, para me descrever com mais detalhes, o que de facto, caracteriza um "gnomo" amarelo :?:
 
 
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.279
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #16 Online: 04 de Junho de 2010, 18:10:59 »
Citar
Para mim não, porque a construção intelectual em torno do deus metafísico aristotélico-escolástico é muito mais sofisticado que os dos demais entes
mitológicos, tanto que a sua principal característica (criação ex nihilo) não pode ser refutado pela ciência, no atual estágio do conhecimento.

Ou seja, a despeito de eu não considerar factível o sobrenatural, de nenhum tipo, eu respeito os pensadores que souberam construir, de modo racional, uma questão que ainda não pode ser respondida por nós, cientistas céticos, ateus ou agnósticos.

Nenhum dos entes que eu citei podem ser refutados pela ciência. E ai?
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Anne

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 687
  • Sexo: Feminino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #17 Online: 04 de Junho de 2010, 18:15:33 »
Ateísmo é definido geralmente de duas formas.

1 - Falta de crença na existência de divindade(s). Também conhecido como ateísmo-agnóstico ou ateísmo fraco.
2 - Crença na inexistência de deus. Também conhecido como ateísmo-gnóstico ou ateísmo forte.


E os ateus convictos? Não existem? :o
« Última modificação: 04 de Junho de 2010, 18:32:04 por Anne »

Offline Derfel

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.887
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #18 Online: 04 de Junho de 2010, 18:42:19 »
Geotecton


Citar
O número 1 também pode ser escrito, ao meu ver, assim: Não-crença pela ausência de evidências de que exista o sobrenatural, deus(es) incluso(s).

E este é o meu caso.

E se eu lhe disser - que os "deuses" - não são necessariamente "sobrenaturais", mas animais, de outra hierarquia auto-consciente :?: :arrow: :idea:
animais? :o

Offline Derfel

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.887
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #19 Online: 04 de Junho de 2010, 18:42:45 »
Ateísmo é definido geralmente de duas formas.

1 - Falta de crença na existência de divindade(s). Também conhecido como ateísmo-agnóstico ou ateísmo fraco.
2 - Crença na inexistência de deus. Também conhecido como ateísmo-gnóstico ou ateísmo forte.


E os ateus convictos? Não existem? :o

É o 2.

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.922
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #20 Online: 04 de Junho de 2010, 20:43:20 »
Ateísmo é definido geralmente de duas formas.

1 - Falta de crença na existência de divindade(s). Também conhecido como ateísmo-agnóstico ou ateísmo fraco.
2 - Crença na inexistência de deus. Também conhecido como ateísmo-gnóstico ou ateísmo forte.


E os ateus convictos? Não existem? :o

Poderíamos todos ser ateus convictos se ninguém tivesse vindo a nós com as idéias de religião e deus. Um bebê nasce descrente, nunca toque no assunto, nem deixe que alguém lhe apresente a religião de deuses, e ele vai ser um ateu sem nunca ter sido :stunned:, porque o próprio termo não precisará ser usado. Esse pra mim, é o único ateu convicto de fato que poderia existir.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.231
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #21 Online: 04 de Junho de 2010, 22:39:47 »
Geotecton


Citar
O número 1 também pode ser escrito, ao meu ver, assim: Não-crença pela ausência de evidências de que exista o sobrenatural, deus(es) incluso(s).

E este é o meu caso.

E se eu lhe disser - que os "deuses" - não são necessariamente "sobrenaturais", mas animais, de outra hierarquia auto-consciente :?: :arrow: :idea:

Caro Lusitano

Detalhe um pouco mais a sua hipótese.
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.231
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #22 Online: 04 de Junho de 2010, 22:41:40 »
Ateísmo é definido geralmente de duas formas.

1 - Falta de crença na existência de divindade(s). Também conhecido como ateísmo-agnóstico ou ateísmo fraco.
2 - Crença na inexistência de deus. Também conhecido como ateísmo-gnóstico ou ateísmo forte.


E os ateus convictos? Não existem? :o

Poderíamos todos ser ateus convictos se ninguém tivesse vindo a nós com as idéias de religião e deus. Um bebê nasce descrente, nunca toque no assunto, nem deixe que alguém lhe apresente a religião de deuses, e ele vai ser um ateu sem nunca ter sido :stunned:, porque o próprio termo não precisará ser usado. Esse pra mim, é o único ateu convicto de fato que poderia existir.

É igual ao "pecado". Se voce desconhece o conceito não há como ser "pecador".
Foto USGS

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #23 Online: 04 de Junho de 2010, 22:57:13 »
la vem o Lusitano glorificar minha bunda.
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.231
  • Sexo: Masculino
Re: Não Acreditar na Existência de Deus vs Acreditar Que Deus Não Existe
« Resposta #24 Online: 04 de Junho de 2010, 22:59:19 »
Citar
Para mim não, porque a construção intelectual em torno do deus metafísico aristotélico-escolástico é muito mais sofisticado que os dos demais entes mitológicos, tanto que a sua principal característica (criação ex nihilo) não pode ser refutada pela ciência, no atual estágio do conhecimento.

Ou seja, a despeito de eu não considerar factível o sobrenatural, de nenhum tipo, eu respeito os pensadores que souberam construir, de modo racional, uma questão que ainda não pode ser respondida por nós, cientistas céticos, ateus ou agnósticos.

Nenhum dos entes que eu citei podem ser refutados pela ciência. E ai?

Caro Di Ungar


Eu não fiz menção de refutar os entes sobrenaturais em geral, e sim a impossibilidade de refutar, no atual estágio científico, a afirmação de que o maior ente mitológico extraordinario (deus) seja o responsável pela existência do Universo a partir do "nada" (ontológico).

Porque, com exceção dos deuses, categoria-mor de entes extraordinários mitológicos, nenhum outro ser tem a capacidade da criação da vida e do próprio universo. Então eles são ontologicamente distintos do saci-pererê, da fada-madrinha, dos gnomos e similares.

E aí?

Aí que eu não vejo evidências de que exista(m) deus(es), mas não posso fazer uma afirmação com o grau de confidência que voce expressa na rejeição dele(s). Simples assim. :)
Foto USGS

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!