Autor Tópico: Um historiador e ex-ateu, agora espírita  (Lida 18455 vezes)

0 Membros e 2 Visitantes estão vendo este tópico.

Offline Enio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.081
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #100 Online: 10 de Setembro de 2010, 20:06:23 »
O nível do espírito tem uma relação direta com a moral deste. Pessoas muito egoístas, pessoas que tem muito preconceito, pessoas muito orgulhosas e vaidosas, pessoas que tem a mente muto fechada para as coisas, pessoas que acham que o bom da vida é só sexo, beber e competir estão entre os inferiores (no campo moral).

Porém espíritos moralmente inferiores podem ser muito inteligentes, e usar esta inteligência para denegrir o próximo (muitos que reencarnam com doença mental é porque usaram sua inteligência para o mal). Autistas reencarnam assim porque usaram sua influência para o mal. Portanto ninguém é coitado. Aquele que não aceita a reencarnação fica preso nesta ilusão de que existem coitados. Só seriam coitados animais irracionais, que ainda não chegaram ao patamar da humanidade em termos de evolução. Não têm malícia. O ser humano tem.

Já os considerados superiores são aqueles que tem caráter mais amadurecido e tendem para o cooperativismo (altruísmo), respeito, costumam não se apegarem muito em coisas materiais e são mais intuitivos. Existem aqueles que tem moral superior, mas falta ter mais conhecimento sobre as coisas. Estão entre aqueles que tem moral superior, mas costumam ser inocentes das coisas, não têm malícia. Não conheço Tiririca e nem Charles Manson de perto, portanto não vou classificá-los. Mas como todos conhecem melhor Jesus e Gandhi, então pude classificá-los. Estes conceitos tiro majoritariamente do Espiritismo... e de minha lógica intuitiva.

Mais uma coisa. Nem todos os de moralidade superior vão ser religiosos. Alguns podem ser ateus, outros preferem ter uma visão própria da espiritualidade e de Deus.

A Terra oca é absurda porque já provaram que não poderia ser assim. E não tem buracos nos pólos que nos levam ao interior da Terra, só terra na Antártida e mar no Pólo Norte. Já com relação aos espíritos, isso fica em aberto, até porque a ciência pelo seu método ainda não desvendou realidades mais sutis, mas talvez chegue lá um dia. Mas quando este dia chegar, vai dizer que são universos paralelos. Mas isso não significa que não existam universos paralelos feitos de matéria mais sutil. Se consideram que universos paralelos podem ter outras formas de matéria, então porque não a como está escrita no Espiritismo?

Mas infelizmente existem aqueles que acham que pelo fato de nossa tecnologia não ter alcançado estas realidades, que acham que isso é fantasia de religioso. O mundo espiritual não precisa nem ser religioso, pode ser tão natural quanto o nosso, mas com leis físicas diferentes. Eu penso assim, que existem tanto universos paralelos semelhantes ao nosso universo quanto outros feitos de uma matéria diferente. E como por enquanto não tem como se refutar isso, fica mesmo em aberto. Não há como dizer que não existe. Não há certeza absoluta.

Com certeza da forma como as religiões ortodoxas explicam, está mais centralizado no homem e no seu emocional, e daí fica fantasioso. Mas explicar de forma mais natural, imparcial e não centralizada no homem fica mais plausível. É assim que eu vejo a espiritualidade, de forma não ortodoxa. Considero que a espiritualidade explicada da forma como as religiões explicam é absurda, mas se explicarmos de uma forma mais natural, assim como nosso próprio universo, então vai ficar melhor.

Há, no meio espírita, relatos de espíritos que dizem que são céticos quanto à existência de outras realidades fora da realidade em que se encontram (o que inclui nossa realidade material). E estes foram céticos quando encarnados.


Citar
Quando você diz "Voláteis + calor + nutrientes = vida!", o que te faz pensar, quando os cientistas laureados com o Nobel por descobrirem o DNA, cujo trabalho longo e determinado que de fato evidenciou algo, escutassem este tipo de pérola?

Penso que achar que tudo deve apenas ser descoberto por métdos minuciosos é orgulho de acadêmico. Não há espaço para intuição. É como que se fosse proibido descobrir algo somente pela dedução. E claro, não concordo com isso. Uma espécie de censura. No caso dos que descobriram o DNA, eles tiveram quer optar pelo método analítico. Mas há certas coisas que por enquanto só pelo intuitivo. Se querem saber sobre método intuitivo, pesquisem sobre Pietro Ubaldi.

Offline Lion

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.994
  • Sexo: Masculino
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #101 Online: 10 de Setembro de 2010, 20:47:36 »
Enio,

No tópico que você iniciou chamado “Sobre mim, minha filosofia, ideologia e ceticismos” eu sugeri para você a leitura de um livro do Carl Sagan chamado “O Mundo Assombrado Pelos Demônios”. Você disse que iria procurar ler o livro....  E então teve tempo para ler? O que achou?

Offline Mr. Mustard

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.918
  • Sexo: Masculino
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #102 Online: 10 de Setembro de 2010, 23:28:30 »
Penso que achar que tudo deve apenas ser descoberto por métdos minuciosos é orgulho de acadêmico. Não há espaço para intuição. É como que se fosse proibido descobrir algo somente pela dedução. E claro, não concordo com isso. Uma espécie de censura. No caso dos que descobriram o DNA, eles tiveram quer optar pelo método analítico. Mas há certas coisas que por enquanto só pelo intuitivo. Se querem saber sobre método intuitivo, pesquisem sobre Pietro Ubaldi.

De forma alguma que a intuição deva ser proibida!
Muito pelo contrário! Ela é absolutamente necessária!

Mas deduzir que a cena de um crime pode ser esclarecida por um médium após uma "conversa" com a vítima...

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.211
  • Sexo: Masculino
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #103 Online: 11 de Setembro de 2010, 01:51:08 »
Citação de: Geotecton
O que significa "interior dela (Terra)"? Seriam tocas ou cavernas?

Isso não tem nada a ver com Terra oca. A Terra não seria oca. Essa teoria é absurda! Lacerta também acha isso absurdo...

Sem dúvida!


O que haveria seriam cavernas, muitas delas em determinadas regiões do planeta, principalmente América do Norte, centro da Ásia, se não me engano Austrália e parte da América do Sul, fora outras possíveis localidades.

Cavernas "latu sensu" existem em todos os continentes.


Algumas cavernas ou túneis seriam naturais, outros seriam artificiais.

Por definição não existem cavernas artificiais!


Estas cavernas estão no subsolo.

É alguma brincadeira?


Há relatos de pessoas que se depararam com túneis gigantescos. Houve o caso em que chegaram a fechar uma mina.

O que são estes relatos sobre "túneis gigantescos"?

Considerando a soma dos comprimentos, o sistema de cavernas Mammoth, no estado de Kentucky (EUA), é o maior, com cerca de 579 km mapeados.


As naturais talvez tenham se formado talvez por corrente subterrânea de lava ou então pela presença de água, quando a posição dos continentes estava diferente, há muitos milhões de anos atrás.

As cavernas se formam de muitas maneiras. As mais famosas surgiram pela dissolução de rochas calcáreas.

A posição relativa dos continentes, pela deriva tectônica, não tem influência na formação de cavernas.


Teriam se formado de forma semelhante como as cavernas se formam. O interior da crosta terrestre estaria cheio destas cavernas. E talvez o de Marte também.  8-)

Todas as cavernas conhecidas se encontram na crosta. Não há nenhum indício de que existam cavernas no manto (de fato é fisicamente impossível, mas isto não vem ao caso, agora).

Pela definição de caverna, Marte possivelmente deve ter alguma.  


Só não me pergunte como é que alguma espécie poderia sobreviver nestas cavernas. Se estes reptilianos realmente existem e se são nativos deste mundo, então, para sobreviverem, teriam já descoberto o fogo na época, ou alguma fonte de energia e alimento para se manterem vivos e depois se desenvolverem. Existem cavernas que possuem correntes subterrâneas de água, e nestes locais teriam tido água abundante. Não foram todas as espécies que pereceram. Muitas teriam sobrevivido naquele período. Os mamíferos sobreviveram, por exemplo.

Existem animais que vivem em cavernas, e algumas chegam a ser endêmicas.

Não se conhece nenhum animal, reptiliano ou não, que tenha aprendido o uso do fogo, com exceção do homem.

A qual evento de extinção voce se refere, pois não ficou claro para mim. Foi o evento "K-T"?


Alguns dinossauróides teriam se protegido em tais cavernas por um longo tempo (só saíam em busca de comida). Provalelmente depois de um tempo, quando a terra voltou ao normal, estes reptilianos voltaram à superfície, mas já teriam se adaptado ao subsolo. Não conquistam a superfície por causa da interferência de uma espécie alienígena que teria criado o ser humano a partir de macacos (a Terra seria o jardim zoológico deles). Lecerta diz que os reptilianos se preparam para um provável futuro encontro com esta raça (Illojiim). Os Illojiim apenas queriam que uma raça inteligente se formasse, por motivos desconhecidos.

Aparentemente voce se referia ao evento "K-T".

Especulativamente. Voce saberia informar qual foi a espécie de dinossauro que teria se protegido e se adaptado em cavernas? Do que eles se alimentariam, seja no subsolo ou seja em suas investidas na superfície?

Os dados da biologia e da paleontologia não indicam que o homem provem do macaco e sim que ambos são primatas e descendentes de um ancestral comum. Além disto, a total ausência de fósseis de dinossauros nos últimos 65 milhões de anos apontam para a extinção deles, sem considerar que o mais antigo fóssil de hominídeo tem idade estimada em 7 milhões de anos.

Ou seja, há um intervalo de 58 milhões de anos entre o último fóssil de dinossauro e o primeiro fóssil de hominídeo.


É estranho como o ser humano se desenvolveu tão rápido em cerca de 2 milhões de anos. As espécies normalmente demoram muito mais tempo para sofrerem mudanças tão profundas em sua evolução, da forma como o homem sofreu. O ser humano teria evoluído errado (neste caso produto de engenharia alien). De acordo com o relato de Lacerda, os reptilianos teriam se desenvolvido em 10 milhões de anos.

Sem menosprezar as suas informações, em quais revistas especializadas eu posso obter tais dados e conclusões?


No caso de Marte, as fotos teriam sido com cores reais. Eu sei que Marte é avermelhado, na verdade estou me referindo à cor da atmosfera, que seria azul, e não vermelha ou amarela (que segundo alguns seriam causadas por filtragem de cor, e isso feito de propósito para se esconder do público a idéia de um Marte mais semelhante à Terra).

Não há menor nencessidade de alguém esconder nada sobre Marte, porque ele não pode ser semelhante à Terra por diversos motivos, dos quais cito apenas quatro: Não possui atividade tectônica conhecida; sua atmosfera é menor e de composição química diferente e não possui água em estado líquido permanente e, mesmo assim, o volume deste composto é uma fração ínfima ao que existe aqui.


Marte é majoritariamente vermelho, mas não seria tanto da forma como a NASA mostra. Esse vermelho em excesso não me parece natural. Há desertos avermelhados aqui na Terra, mas não chegam à saturação como ocorre em Marte. Eu penso sim que há manipulação das cores por parte das agências espaciais. As imagens originais ficariam guardadas, só em contato com os membros mais internos destas agências. Penso que as autoridades querem que fiquemos na ignorância. E isso é verdade. E uma verdade está bem em nosso território nacional, pela falta de verbas na educação para se manter a corrupção...  :nojo:

Sem dúvida que há manipulação das imagens pelas agências, mas não por motivos conspiracionistas e sim metodológicos. Cada cor (banda) realça uma propriedade natural diferente, de tal modo que a análise em múltiplas bandas traz resultados científicos mais abrangentes.

E o vermelho da paisagem marciana é totalmente natural, e isto decorre da ausência de oxigênio livre na atmosfera; da ausência de agentes de intemperismo físico-químico na superfície e da grande quantidade de óxido de ferro presentes nas rochas e sedimentos.

Se voce quiser ver as imagens da superfície de Marte eis um bom "link" da NASA.
« Última modificação: 11 de Setembro de 2010, 01:59:01 por Geotecton »
Foto USGS

Offline Enio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.081
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #104 Online: 11 de Setembro de 2010, 09:24:04 »
Citar
Mas deduzir que a cena de um crime pode ser esclarecida por um médium após uma "conversa" com a vítima...

Já vi casos de médiums que disseram coisas compatíveis com a cena do crime... e sem ela ter tido contato com as informações deste.

Depois falarei sobre Marte e mostrerei algumas imagens. Tenho compromisso agora!

Offline uiliníli

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 18.107
  • Sexo: Masculino
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #105 Online: 11 de Setembro de 2010, 12:46:25 »
Citar
Mas deduzir que a cena de um crime pode ser esclarecida por um médium após uma "conversa" com a vítima...

Já vi casos de médiums que disseram coisas compatíveis com a cena do crime... e sem ela ter tido contato com as informações deste.

Depois falarei sobre Marte e mostrerei algumas imagens. Tenho compromisso agora!


Qual era o nome do médium? Em que cidade? Quando? Quais são os detalhes do crime?
Essas afirmações soltas sem nenhuma informação relevante não passam de evidências anedotas e não têm valor nenhum.

Offline Enio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.081
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #106 Online: 11 de Setembro de 2010, 20:30:12 »
Citar
Estas cavernas estão no subsolo. É alguma brincadeira?
Estas cavernas estariam a alguns quilômetros abaixo da superfície e ainda não são conhecidas pelo homem. No caso da mina, eles teriam ido muito fundo e encontrado um grande complexo de cavernas, como se fossem va verdade túneis, ficaram com medo e fecharam a mina. Não vejo problema em existirem cavernas mais profundas. Não estariam no manto, mas a alguns quilômetros abaixo da crosta. Mais ou menos uns 4 quilômetros ou pouco mais, dependendo da localização delas. Haveriam tanto cavernas quanto túneis que ligam estas cavernas. Estes túneis poderiam ser tanto artificiais ou então como que canais subterrâneos interligando cavernas. E é nestas cavernas que os reptilianos morariam.

De acordo com Lacerta, não estão em contato com as populações por motivos religiosos (as pessoas vão achar que são demônios), e eles não estariam interessados em nós e querem evitar confusão. Preferem viver onde vivem, pois viver no subterrâneo permite maior controle so que na superfície. Isaac Asimov escreveu que há vantagens em se viver no subterrâneo, como maior controle de temperatura, sem variação de clima para atrapalhar e os terremotos causam danos menores do que na superfície. Talvez no futuro o ser humano descubra as vantagens de se viver no subterrâneo. Além disso, o contato com minérios fica facilitado, já que estão no subterrâneo mesmo!

Se bem que já existem algumas cidades subterrâneas em países frios como Canadá. Mas isso é somente por conta do frio.


Citar
Não se conhece nenhum animal, reptiliano ou não, que tenha aprendido o uso do fogo, com exceção do homem.
Como você disse, a ciência não conhece isso. O homem não sabe de todo o passado da Terra. Só "sabe" de alguns momentos com base em achados arqueológicos e pela geologia, mas acho que só isso não é o suficiente para dizer como foram exatamente os momentos ocorridos. Só pode fazer especulações do que achou e pode entender no momento.

No caso dos reptilianos, se é que existem (lembrando que sou agnóstico em relação a isso), é muito mais tempo e o homem ainda não existia quando estes reptilianos eram primitivos. Como estas espécies teriam preferido viver em cavernas mais profundas (que a gente ainda não teria acesso), provavelmente as evidências vão estar nelas. Lembrando que estas cavernas ficam a quilômetros abaixo da superfície. Não sei como teriam feito para viverem nelas. A não ser se em tais cavernas haver alguma fonte de luz, seja geológica ou biológica.

O tempo de evolução que achei sobre reptilianos foi no Arquivo Lacerta. Já no caso do homem, estima-se que evoluiu em 1 ou 2 milhões de anos. Mas como os animais costumam demorar mais para evoluir, então daí é que vem estas indagações. E é por isso que há aqueles que acham que o homem seria na verdade produto de manipulação genética (e eu não vejo problema algum em termos sido cobaias no passado).


Voltando ao caso de Marte, se houve vida inteligente há milhões de anos antes de um evento cataclísmico (como o que dizimou dinossauros, só que numa escala maior), então talvez tenham preferido viver no subterrâneo, pois a superfície ficou muito mais inóspita. E como no subterrâneo há maior controle, minerais e calor, além de estar protegido da radiação, então acho sim provável que existam nichos com um ecossistema subterrâneo, apesar da aparente esterilidade da superfície. Marte teria muita água no seu interior. Se o manto de Marte for "líquido", então há muita chance de haver fonte de calor interna. Quanto à coloração da paisagem, eu já vi as fotos marcianas. O que me ocorre em mente são estas imagens:




Como podem ver, estas são imagens reais. O Marte azulado é imagem do Hubble, o mesmo em relação ao que aparece com céu esverdeado durante tempestade de areia. Raylight Scattering tanto na Terra quanto em Marte seriam semelhantes, dado as imagens, a imagem em que aparece manchas verdes é real, mas foi censurada. A que aparece a paisagem marciana semelhante à terrestre eles esqueceram de pintá-la.





As três imagens acima são um acomposição que fiz de várias fotos. As que aparecem manchas verdes são reais, e são baseadas numa foto maior, cujo link é: http://esamultimedia.esa.int/images/marsexpress/032-060404-0097-6-co-02-VallesMarineris.jpg As que falo sobre água também são reais, sendo que a primeira é a idéia de haver lençóis subterrâneos de água, ver esta http://www.msss.com/mars_images/moc/2006/11/07/index.html e esta http://hiroc.lpl.arizona.edu/images/TRA/TRA_000827_1875/TRA_000827_1875_IRB.jpg e esta http://www.esa.int/export/externals/images/ob_22_reull_p.jpg. Já a última composição são de imagens tiradas pelas sondas, sendo que nelas eu equlibrei as cores por uma opção que faz isso automaticamente, de forma que as cores ficassem semelhantes às das imagens em que Marte é azulado. Digo, que as imagens amareladas que os astrônomos colocam no site não são compatíveis com as imagens de Marte tiradas pelo Hubble, e por telecópios amadores. Sinceramente, eu acho sim que eles nos escondem algo. Portanto antes de dizer que Marte não tem algo de especial, eu fico com um pé atrás. Por causa destas evidências.

E além disso, há um artigo em que há especulação de que o céu marciano, fora do período de tempestades (em que realmente o céu ficar avermelhado), o céu ficaria azul com nuvens brancas brilhantes. Só não me lembro onde está este artigo.

Eu não estou inventando coisas, mas estou me baseando nestas evidências.

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.382
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #107 Online: 11 de Setembro de 2010, 20:45:23 »
Citar
Talvez no futuro o ser humano descubra as vantagens de se viver no subterrâneo. Além disso, o contato com minérios fica facilitado, já que estão no subterrâneo mesmo!

Como ficar privado da luz do sol pro exemplo. Uma graaande vantagem.

Offline Enio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.081
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #108 Online: 11 de Setembro de 2010, 23:17:13 »
A luz em cidades subterrâneas seria artificial, e uma nova tecnologia poderia, em cada cidade, imitar um sol. Não seria como o sol que nos expomos, mas ainda seria uma forte fonte de luz, capaz de transformar uma cidade subterrânea escura em dia. E então, com o passar das horas, este sol escurecer, o que equivaleria às noites, em que este sol se apagaria, fazendo os postes acenderem. O teto da caverna estaria enfeitado com pontos brilhantes durante a noite, imitando as estrelas.

Ou então haveria, durante o período noturno da caverna, uma espécie de planetário holográfico, que acompanharia ao vivo o movimento dos astros, por meio de receptores na superfície, dando-nos a sensação de uma verdadeira noite no subterrâneo. E isso com um sistema de brisas mais frias por meio de um controle térmico, dando-nos a sensação de que estamos na superfície. Tudo no subterrâneo seria imitado.

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.382
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #109 Online: 11 de Setembro de 2010, 23:47:40 »
A luz em cidades subterrâneas seria artificial, e uma nova tecnologia poderia, em cada cidade, imitar um sol. Não seria como o sol que nos expomos, mas ainda seria uma forte fonte de luz, capaz de transformar uma cidade subterrânea escura em dia. E então, com o passar das horas, este sol escurecer, o que equivaleria às noites, em que este sol se apagaria, fazendo os postes acenderem. O teto da caverna estaria enfeitado com pontos brilhantes durante a noite, imitando as estrelas.

Ou então haveria, durante o período noturno da caverna, uma espécie de planetário holográfico, que acompanharia ao vivo o movimento dos astros, por meio de receptores na superfície, dando-nos a sensação de uma verdadeira noite no subterrâneo. E isso com um sistema de brisas mais frias por meio de um controle térmico, dando-nos a sensação de que estamos na superfície. Tudo no subterrâneo seria imitado.


Tudo é possível na Ilha da Fantasia, Tatuuu....!!!

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #110 Online: 12 de Setembro de 2010, 01:17:02 »
Mestre, mestre.... O avião, o avião!!!!!
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Lion

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.994
  • Sexo: Masculino
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #111 Online: 12 de Setembro de 2010, 01:33:33 »
Esse papo me faz lembrar da minha sobrinha de 6 anos, ela também tem a imaginação super fértil e faz especulações fantasiosas sobre povos que vivem no fundo do mar, monstros, dinossauros que segundo ela teriam escapado da “pedra gigante que caiu do céu”. Ela tem uma teoria para praticamente tudo e tudo tem uma lógica. Claro, existe “lógica” porque dentro da cabecinha dela tudo faz sentido.  

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.113
  • Sexo: Masculino
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #112 Online: 12 de Setembro de 2010, 06:37:28 »
Lion, sua sobrinha se chama "Ênia"?
"Deus prefere os ateus"

Offline Enio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.081
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #113 Online: 12 de Setembro de 2010, 08:52:49 »
E se haver uma catástrofe na superfície da terra, como impacto de asteróide? Para onde o homem se rufugiria? Há em filmes os soldados mandando pessoas para túneis ou cavernas com instalações para estas pessoas habitarem ali. Penso que se este evento ocorrer, e não tiver como evitar, então a melhor solução seria se refugiar em instalações subterrâneas. Mas como as pessoas teriam que ficar várias gerações ali, então seria necessário criar um sistema que imite as condições na superfície. E com o avanço da tecnologia isso será possível. Não vejo porque isso não ser possível. Num evento desses, com certeza o capitalismo já estaria acabado, já que ninguém poderia ficar na superfície mesmo por algumas gerações, exceto para monitoração e para coletar material. Tudo passaria a ser controlado por militares e cientistas.

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #114 Online: 12 de Setembro de 2010, 09:12:19 »
E se haver uma catástrofe na superfície da terra, como impacto de asteróide? Para onde o homem se rufugiria? Há em filmes os soldados mandando pessoas para túneis ou cavernas com instalações para estas pessoas habitarem ali. Penso que se este evento ocorrer, e não tiver como evitar, então a melhor solução seria se refugiar em instalações subterrâneas. Mas como as pessoas teriam que ficar várias gerações ali, então seria necessário criar um sistema que imite as condições na superfície. E com o avanço da tecnologia isso será possível. Não vejo porque isso não ser possível. Num evento desses, com certeza o capitalismo já estaria acabado, já que ninguém poderia ficar na superfície mesmo por algumas gerações, exceto para monitoração e para coletar material. Tudo passaria a ser controlado por militares e cientistas.
Fantástico mundo de Bob Enio....
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.113
  • Sexo: Masculino
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #115 Online: 12 de Setembro de 2010, 09:23:43 »
Citar
E se haver uma catástrofe na superfície da terra, como impacto de asteróide? Para onde o homem se rufugiria? Há em filmes os soldados mandando pessoas para túneis ou cavernas com instalações para estas pessoas habitarem ali. Penso que se este evento ocorrer, e não tiver como evitar, então a melhor solução seria se refugiar em instalações subterrâneas. Mas como as pessoas teriam que ficar várias gerações ali, então seria necessário criar um sistema que imite as condições na superfície. E com o avanço da tecnologia isso será possível. Não vejo porque isso não ser possível. Num evento desses, com certeza o capitalismo já estaria acabado, já que ninguém poderia ficar na superfície mesmo por algumas gerações, exceto para monitoração e para coletar material. Tudo passaria a ser controlado por militares e cientistas.

E se haver (?) um catástrofe na superficie da terra, como a crosta se abrir, a lava escapar, derreter as geleiras e inundar todo o planeta? Para onde o homem se rufugiria (?)? Há em filmes os soldados mandando pessoas construírem naves para escapar para outros planetas e as pessoas habitarem ali. Penso que se este evento ocorrer, e não tiver como evitar, então a melhor solução seria se refugiar em Vênus. Mas como as pessoas teriam que ficar várias gerações ali, então seria necessário criar um sistema que imite as condições da Terra. E com o avanço da tecnologia isso será possível. Não vejo porque isso não ser possível. Num evento desses, com certeza o capitalismo já estaria acabado, já que ninguém pode ser capitalista em Vênus, planeta onde os capitalistas naturalmente morrem em algumas gerações, exceto se forem torcedores do América. Tudo passaria a ser controlado por atores de cinema e jardineiros.
"Deus prefere os ateus"

Offline Lion

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.994
  • Sexo: Masculino
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #116 Online: 12 de Setembro de 2010, 11:00:47 »
Lion, sua sobrinha se chama "Ênia"?

 :histeria:

Não.... O nome dela é Nátalie

Offline Lion

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.994
  • Sexo: Masculino
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #117 Online: 12 de Setembro de 2010, 11:04:59 »
Tudo é possível na Ilha da Fantasia, Tatuuu....!!!

Só porque o cara gosta do subsolo você chama ele de tatu?  :nao3:



 :P

Offline Enio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.081
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #118 Online: 12 de Setembro de 2010, 11:06:42 »
Citar
E se haver (?) um catástrofe na superficie da terra, como a crosta se abrir, a lava escapar, derreter as geleiras e inundar todo o planeta? Para onde o homem se rufugiria (?)? Há em filmes os soldados mandando pessoas construírem naves para escapar para outros planetas e as pessoas habitarem ali. Penso que se este evento ocorrer, e não tiver como evitar, então a melhor solução seria se refugiar em Vênus. Mas como as pessoas teriam que ficar várias gerações ali, então seria necessário criar um sistema que imite as condições da Terra. E com o avanço da tecnologia isso será possível. Não vejo porque isso não ser possível. Num evento desses, com certeza o capitalismo já estaria acabado, já que ninguém pode ser capitalista em Vênus, planeta onde os capitalistas naturalmente morrem em algumas gerações, exceto se forem torcedores do América. Tudo passaria a ser controlado por atores de cinema e jardineiros.

Não seria melhor em Marte? Vênus é mais difícil de colonizar. Em Marte, de acordo com astrônomos, a colonização seria mais fácil. Colonizar Vênus não sria um caso emergencial, mas um experimento que levaria no mínimo alguns séculos. Não seria necessário terraformar Marte, mas fazer colônias subterrâneas. O jogo Doom 3 mostra isso. Quanto ao capitalismo, é só uma especulação, pois num caso desses não haveria mais uma bolsa de valores, e com certeza o sistema acabaria mudando, claro, ainda havendo elites. Com a nossa atual tecnologia ficaria melhor colonizar Marte, não Vênus. Não vejo nenhuma relação disso com time de futebol. Como assim, sermos controlado por atores de cinema e jardineiros? Acho mais provável que cientistas e militares fiquem no comando. Ao menos alguém vai acabar ficando no comando.

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.113
  • Sexo: Masculino
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #119 Online: 12 de Setembro de 2010, 11:27:23 »
Citar
Não seria melhor em Marte? Vênus é mais difícil de colonizar. Em Marte, de acordo com astrônomos, a colonização seria mais fácil. Colonizar Vênus não sria um caso emergencial, mas um experimento que levaria no mínimo alguns séculos. Não seria necessário terraformar Marte, mas fazer colônias subterrâneas. O jogo Doom 3 mostra isso. Quanto ao capitalismo, é só uma especulação, pois num caso desses não haveria mais uma bolsa de valores, e com certeza o sistema acabaria mudando, claro, ainda havendo elites. Com a nossa atual tecnologia ficaria melhor colonizar Marte, não Vênus. Não vejo nenhuma relação disso com time de futebol. Como assim, sermos controlado por atores de cinema e jardineiros? Acho mais provável que cientistas e militares fiquem no comando. Ao menos alguém vai acabar ficando no comando.

Ênio, você tem sua fantasias teorias, eu tenho as minhas  :)...

Segundo um livro que li, atores de cinema e jardineiros são os mais indicados para governar a humanidade em caso de habitarmos outro planeta. A beleza dos jardins e dos filmes nos levariam a um recomeço de paz e harmonia. Exceções existiriam, claro, como o Robin Willians e o Steven Segal. Marte seria uma opção, mas vi um documentário de um cientista da NASA onde ele afirmava que o subsolo de Marte é habitado por anões cinzas canibais que tem um profundo gosto por carne humana bem passada (sendo esta a causa da extinção dos Braquívoros, raça extremamente evoluída espiritualmente que colonizou Marte quando a Terra era povoada pelos Atlantes).

Segundo a doutrina espírita futebolística, só encarnam nos torcedores do América espíritos superiores, que usam esta curta passagem no nosso planeta para exercitarem a paciência ante as frustrações e progredirem nos planos astrais superiores. Sendo assim, acho que seriam estes seres de luz os mais capacitados a conduzir a sociedade venusiana.
"Deus prefere os ateus"

Offline Lion

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.994
  • Sexo: Masculino
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #120 Online: 12 de Setembro de 2010, 11:31:29 »
O tópico mudou de direção, mas ainda continua na Ilha da Fantasia.   :lol:

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.113
  • Sexo: Masculino
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #121 Online: 12 de Setembro de 2010, 11:40:01 »
Citar
O tópico mudou de direção, mas ainda continua na Ilha da Fantasia.

Fale por você, minhas teorias são todas cientificamente comprovadas!! |(
"Deus prefere os ateus"

Offline Lion

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.994
  • Sexo: Masculino
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #122 Online: 12 de Setembro de 2010, 11:51:10 »
Citar
O tópico mudou de direção, mas ainda continua na Ilha da Fantasia.

Fale por você, minhas teorias são todas cientificamente comprovadas!! |(

Tudo bem não vou estender o assunto, mas só gostaria de dizer que suas explicações sobre Marte não são totalmente aceitas pela comunidade científica. Como bem lembrou o Enio o jogo Doom 3 mostra que as possibilidades de colônias subterrâneas em Marte é uma opção viável.

Não seria necessário terraformar Marte, mas fazer colônias subterrâneas. O jogo Doom 3 mostra isso.

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.113
  • Sexo: Masculino
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #123 Online: 12 de Setembro de 2010, 11:58:10 »
Citar
Como bem lembrou o Enio o jogo Doom 3 mostra que as possibilidades de colônias subterrâneas em Marte é uma opção viável.

Não tinha reparado :susto:! Bem se o Doom 3 mostra isto não há como contestar, toda minha teoria Venusiana cai por terra :'(...
"Deus prefere os ateus"

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.382
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re: Um historiador e ex-ateu, agora espírita
« Resposta #124 Online: 12 de Setembro de 2010, 12:42:04 »
Tudo é possível na Ilha da Fantasia, Tatuuu....!!!

Só porque o cara gosta do subsolo você chama ele de tatu?  :nao3:



 :P

Pelo jeito nunca assistiu né...?


 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!