Autor Tópico: Kanitz, sobre as privatizações, ainda em 1995  (Lida 1038 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.185
  • Sexo: Masculino
Kanitz, sobre as privatizações, ainda em 1995
« Online: 18 de Outubro de 2010, 20:56:28 »
Citar
“Privatização”
http://blog.kanitz.com.br/2010/10/privatiza%C3%A7%C3%A3o.html

Texto que escrevi em 1995, mas que parece bem atual, por isto não mudei.

Citar
A discussão política em torno da "privatização" da Telebras e eventualmente Petrobras, seria bem menos emotiva e acalorada se ambos os lados atentassem a um pequeno e simples fato.

Tomando a Telebras somente como exemplo, 83% das ações da Telebras pertencem ao setor privado, não ao governo. Ou seja a Telebrás, do ponto de vista financeiro, já é privado.

Isto mesmo, 83% do aporte de recursos para construir a Telebras vieram inteiramente do setor privado.

Portanto, não dá para "privatizá-la" como muitos do governo estão querendo. Ela já é "privada", tanto que 83% dos dividendos vão para o setor privado e não para o governo.
Ao longo dos anos, futuros usuários de telefones investiam entre 1.000 a 4.000 reais por plano de expansão, e em troca recebiam corretamente ações da Telebras, a preço de custo.

Curiosamente, temos um "Capitalismo" de Estado onde o Estado não tem capital e obriga o próprio consumidor a desembolsar os recursos para o investimento.

Este "Capitalismo" de Estado, significa que somente os 10% mais ricos deste país, podem comprar um telefone, e assim tornarem-se mais ricos ainda.

No Capitalismo Democrático, aquele que os administradores defendem, o consumidor não precisa ser ao mesmo tempo o capitalista.

Separar o capitalista do usuário é a única forma de pessoas pobres poderem ter um telefone, sem ter que aportar 4.000 reais para ter um simples telefone.

Do ponto de vista semântico e financeiro, não faz o menor sentido falar em “privatizar” o que já é 83% privado. Tanto é que o governo estará vendendo uma posição minoritária de somente 17% das ações existentes.

Estatal é o controle administrativo, porque conseguem com 17% tomar todas as decisões. Os 83%, apesar de sermos uma democracia de direito, capitalistas não tem direito a voto.

Por que toda esta celeuma sobre o preço justo destes últimos 17%? Por que ninguém questionou o preço justo das 83% de ações que foram vendidas ao longo dos anos?

Teria a proximidade das eleições algo a ver com esta tardia discussão de preço?

Obviamente, o governo quer vender as ações com enorme ágio, mas na realidade estão vendendo o sobre-preço do bloco de controle. Controle este imoral e que será nefasto para o futuro da telefonia.

Devido uma artimanha da nossa Lei das Sociedades, é possível retirar o direito de voto de até 2/3 dos acionistas de uma empresa.

Nossa lei, permite que um pequeno grupo de acionistas, detentor neste caso de somente 17% do capital, sejam empresários ou funcionários públicos, mandarem e desmandarem nas empresas como minoritários sem a aprovasão dos acionistas majoritários.

Se constituírem holdings, como fez o governo no caso da Telebras e adicionarem empréstimos do BNDES, seria teoricamente possível controlar uma empresa tendo somente 5% das ações.

Algo parecido com o que aconteceu com a Vale do Rio Doce.

No caso da Telebras, os acionistas verdadeiramente majoritários do capital nem puderão votar sobre a "privatização", nem a favor nem contra.

Adicionando o insulto à injúria, estes 83% são chamados por advogados, políticos e jornalistas de acionistas minoritários apesar de terem a maioria das ações da empresa.

Os que querem reestatizar as empresas "privatizadas", precisam lembrar que esta reestatização só seria possível se compactuarem com a antidemocrática postura de negar o direito de voto aos acionistas majoritários.

O que deveria estar sendo exigido neste processo de "privatização" é a concessão de direito de voto a todos os acionistas, e não a venda do bloco de controle.

Assim, o governo FHC estaria implantando a sua ideia de choque de capitalismo, tornando de fato todos os pequenos investidores em pequenos capitalistas de fato, em vez de condená-los a serem eternamente os neo-bobos sem direito de voto.

Fomos a última nação a abolir a escravatura, a última a acabar com a inflação, a última a abrir o seus mercados protegidos.

Não podemos ser a última também da devolução do direito de voto aos pequenos acionistas.

 

( Em 1998, um grupo de administradores, entre os quais Raymundo Magiliano, futuro presidente da Bolsa, iniciou a bandeira do Novo Mercado, onde todo acionista tem direito a voto, e da qual me engajei e hoje sou membro da Camara de Arbitragem. Mas foi um luta e tanto contra os detentores de privilégios, como sempre ).

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.710
  • Sexo: Masculino
Re: Kanitz, sobre as privatizações, ainda em 1995
« Resposta #1 Online: 19 de Outubro de 2010, 00:40:13 »
Ótimo texto Buck.

Vamos aguardar as explicações "técnicas" dos petistas! :hihi:
Foto USGS

Offline Dodo

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.304
Re: Kanitz, sobre as privatizações, ainda em 1995
« Resposta #2 Online: 19 de Outubro de 2010, 00:54:40 »
Ótimo texto Buck.

Vamos aguardar as explicações "técnicas" dos petistas! :hihi:

Putz... o prórpio adversário do PT, que é o Serra do PSDB, se declara CONTRA futuras privatizações, a muito custo ele lembra as que foram feitas durante o governo do qual fez parte, e aqui no CC se você é contra ou tem algumas ressalvas, automaticamente você já é petista.

Putzgrila  :o

Chegou o momento de dar adeus ao fórum.  :'(


Você é único, assim como todos os outros.
Alfred E. Newman


Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.710
  • Sexo: Masculino
Re: Kanitz, sobre as privatizações, ainda em 1995
« Resposta #4 Online: 19 de Outubro de 2010, 01:01:02 »
Ótimo texto Buck.

Vamos aguardar as explicações "técnicas" dos petistas! :hihi:

Putz... o prórpio adversário do PT, que é o Serra do PSDB, se declara CONTRA futuras privatizações, a muito custo ele lembra as que foram feitas durante o governo do qual fez parte, e aqui no CC se você é contra ou tem algumas ressalvas, automaticamente você já é petista.

Putzgrila  :o

Chegou o momento de dar adeus ao fórum.  :'(

Calma Dodo.

Não fique furioso, por dois motivos.

Primeiro. Eu chamei os cavalheiros defensores do atual governo para expor o contraditório deles.

Segundo. Esta chamada foi em uma situação de total descontração. Voce não viu o símbolo com a risada irônica?
Foto USGS

Offline Dodo

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.304
Re: Kanitz, sobre as privatizações, ainda em 1995
« Resposta #5 Online: 19 de Outubro de 2010, 01:07:29 »
Nossa, que drama. :/

Não, não é.

É que nem o Huxley falou aqui uma vez:

"Dá até medo de falar algo contra os EUA por aqui, é um tabu, a partir do momento em que você fala isso, já te colocam alinhado com a extrema-esquerda."

E a coisa vem se repetindo nos últimos ANOS com o Serra/PSDB/Privatizações, se você é contra, você é petista... ou seja, está na hora de fazer que nem o Huxley, abandonar o fórum e só postar (ver, no meu caso) as gostosas.

Só isso.

Você é único, assim como todos os outros.
Alfred E. Newman

Offline Dodo

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.304
Re: Kanitz, sobre as privatizações, ainda em 1995
« Resposta #6 Online: 19 de Outubro de 2010, 01:12:46 »
Calma Dodo.

Não fique furioso, por dois motivos.

Primeiro. Eu chamei os cavalheiros defensores do atual governo para expor o contraditório deles.

Segundo. Esta chamada foi em uma situação de total descontração. Voce não viu o símbolo com a risada irônica?

Não estou furioso, vide a resposta que dei para o Buckaroo.

E não foi nada pessoal, calhou de ser a sua mensagem que disparou o alarme, só isso.

Sem ressentimentos.
Você é único, assim como todos os outros.
Alfred E. Newman

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.185
  • Sexo: Masculino
Re: Kanitz, sobre as privatizações, ainda em 1995
« Resposta #7 Online: 19 de Outubro de 2010, 01:14:09 »
Não é tanto "se você é contra, você é petista", mas "se você é petista, você é contra". Eu não sou a favor de um uso exagerado desses rótulos petista/esquerdista/direitista, mas também acho decepcionante simplesmente se abandonar a discussão por causa disso. Até porque, ainda que não seja o ideal, acho que esse fórum é o melhor espaço para uma discussão imparcial ou com todos lados equilibrados por aqui. Todo lugar que eu vejo na internet, ou tudo que se vê são torrentes de elogios para um lado e vaias ao outro, ou vice-versa. Cada um na sua realidadezinha particular e alegre onde aquele que prefere é o mocinho e o outro é o bandido, apenas raramente desafiada por raros comentários contrários, rapidamente censurados por opiniões negativas, se forem aprovados para começar.

Offline Dodo

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.304
Re: Kanitz, sobre as privatizações, ainda em 1995
« Resposta #8 Online: 19 de Outubro de 2010, 01:30:27 »
Não é tanto "se você é contra, você é petista", mas "se você é petista, você é contra". Eu não sou a favor de um uso exagerado desses rótulos petista/esquerdista/direitista, mas também acho decepcionante simplesmente se abandonar a discussão por causa disso. Até porque, ainda que não seja o ideal, acho que esse fórum é o melhor espaço para uma discussão imparcial ou com todos lados equilibrados por aqui. Todo lugar que eu vejo na internet, ou tudo que se vê são torrentes de elogios para um lado e vaias ao outro, ou vice-versa. Cada um na sua realidadezinha particular e alegre onde aquele que prefere é o mocinho e o outro é o bandido, apenas raramente desafiada por raros comentários contrários, rapidamente censurados por opiniões negativas, se forem aprovados para começar.

O que menos temos por aqui são discussões imparciais. Elas são equilibradas, apenas isso.

Quanto a abandonar o barco, o motivo não foi o seu tópico ou a minha opinião sobre as privatizações, e sim o fato de eu ter notado que as coisas aqui caíram no lugar comum.

Vou citar um exemplo de fora para não pensarem que estou implicando com alguém daqui:

O Serra é tão esquerdista quando a Dilma, mas certo blogueiro* que o apoia é tão conservador quando o Olavão.

Eu vejo assim: quem apoia candidato de esquerda é de esquerda; mas, apenas no Brasil, existe a esquerda que não é do PT e a que é, sendo que a primeira é a boazinha e a outra é a malvadinha.

Infelizmente este padrão tem se repetido aqui no CC, eis o motivo pelo qual eu acho que chegou o momento de procurar outros nichos na net.

Como eu falei para o Geotecton: Sem ressentimentos, não é nada pessoal.
Você é único, assim como todos os outros.
Alfred E. Newman

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.710
  • Sexo: Masculino
Re: Kanitz, sobre as privatizações, ainda em 1995
« Resposta #9 Online: 19 de Outubro de 2010, 01:33:31 »
Não é tanto "se você é contra, você é petista", mas "se você é petista, você é contra". Eu não sou a favor de um uso exagerado desses rótulos petista/esquerdista/direitista, mas também acho decepcionante simplesmente se abandonar a discussão por causa disso. Até porque, ainda que não seja o ideal, acho que esse fórum é o melhor espaço para uma discussão imparcial ou com todos lados equilibrados por aqui. Todo lugar que eu vejo na internet, ou tudo que se vê são torrentes de elogios para um lado e vaias ao outro, ou vice-versa. Cada um na sua realidadezinha particular e alegre onde aquele que prefere é o mocinho e o outro é o bandido, apenas raramente desafiada por raros comentários contrários, rapidamente censurados por opiniões negativas, se forem aprovados para começar.

O que menos temos por aqui são discussões imparciais. Elas são equilibradas, apenas isso.

Quanto a abandonar o barco, o motivo não foi o seu tópico ou a minha opinião sobre as privatizações, e sim o fato de eu ter notado que as coisas aqui caíram no lugar comum.

Vou citar um exemplo de fora para não pensarem que estou implicando com alguém daqui:

O Serra é tão esquerdista quando a Dilma, mas certo blogueiro* que o apoia é tão conservador quando o Olavão.

Eu vejo assim: quem apoia candidato de esquerda é de esquerda; mas, apenas no Brasil, existe a esquerda que não é do PT e a que é, sendo que a primeira é a boazinha e a outra é a malvadinha.

Infelizmente este padrão tem se repetido aqui no CC, eis o motivo pelo qual eu acho que chegou o momento de procurar outros nichos na net.

Como eu falei para o Geotecton: Sem ressentimentos, não é nada pessoal.

Não acho que isto seja motivo para se desligar do CC e sim para fomentar, ainda mais, discussões.

Mas eu respeito a sua decisão, seja ela qual for.
Foto USGS

Offline Sofista

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 236
Re: Kanitz, sobre as privatizações, ainda em 1995
« Resposta #10 Online: 19 de Outubro de 2010, 01:41:15 »

O que menos temos por aqui são discussões imparciais. Elas são equilibradas, apenas isso.


Será que existe em algum lugar do universo uma discussão imparcial?
Quem sou eu?Entre os crente sou ateu, entre ateus sou um crente.

Offline Mahul

  • Nível 17
  • *
  • Mensagens: 486
  • Sexo: Masculino
Re: Kanitz, sobre as privatizações, ainda em 1995
« Resposta #11 Online: 20 de Outubro de 2010, 18:08:01 »

O que menos temos por aqui são discussões imparciais. Elas são equilibradas, apenas isso.


Será que existe em algum lugar do universo uma discussão imparcial?
Errr...acho que não! |( Mas, sinceramente, essa coisa de PT X PSDB já está me provocando alergias. Num guento mais isso! :nojo: :olheira: Cheeegaaa!!! :enjoo:
Não gosto da direita porque ela é de direita e não gosto da esquerda porque ela também é de direita - Mestre Millôr

Deus seria reprovado em qualquer escola de engenharia - Paulo Francis

Só vou acreditar em socialismo no dia em que todo mundo puder morar em Ipanema - Grande Tom Jobim

Offline Dr. Manhattan

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.342
  • Sexo: Masculino
  • Malign Hypercognitive since 1973
Re: Kanitz, sobre as privatizações, ainda em 1995
« Resposta #12 Online: 20 de Outubro de 2010, 19:03:44 »

O que menos temos por aqui são discussões imparciais. Elas são equilibradas, apenas isso.


Será que existe em algum lugar do universo uma discussão imparcial?

Depende. O problema é que as discussões que tenho visto - não só no CC como fora, tem sido tão
ofuscadas por uma névoa ideológica que fica difícil conversar.

Por exemplo (e on-topic): As privatizações. Toda vez que surge esse assunto entre certas pessoas que conheço vem
a mesma ladainha: "foi um absurdo! Um roubo! O preço não foi justo! Blá blá blá!" Só que ninguém costuma apresentar
dados para basear essas afirmações. É só disse-me-disse, em geral fomentado por pessoas que simplesmente não
aceitam a idéia de privatização. Eu, que não tenho opinião formada sobre isso, fico sendo
acusado de "neo-liberal" ou "didireita" só por questionar se realmente foi algo tão errado assim. Até quis criar um tópico
aqui sobre isso só para tentar conseguir alguns dados concretos (só não fiz isso porque estou tendo problemas para
me conectar no fCC).
You and I are all as much continuous with the physical universe as a wave is continuous with the ocean.

Alan Watts

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.185
  • Sexo: Masculino
Re: Kanitz, sobre as privatizações, ainda em 1995
« Resposta #13 Online: 20 de Outubro de 2010, 20:53:26 »
Não é tanto "se você é contra, você é petista", mas "se você é petista, você é contra". Eu não sou a favor de um uso exagerado desses rótulos petista/esquerdista/direitista, mas também acho decepcionante simplesmente se abandonar a discussão por causa disso. Até porque, ainda que não seja o ideal, acho que esse fórum é o melhor espaço para uma discussão imparcial ou com todos lados equilibrados por aqui. Todo lugar que eu vejo na internet, ou tudo que se vê são torrentes de elogios para um lado e vaias ao outro, ou vice-versa. Cada um na sua realidadezinha particular e alegre onde aquele que prefere é o mocinho e o outro é o bandido, apenas raramente desafiada por raros comentários contrários, rapidamente censurados por opiniões negativas, se forem aprovados para começar.

O que menos temos por aqui são discussões imparciais. Elas são equilibradas, apenas isso.

Quanto a abandonar o barco, o motivo não foi o seu tópico ou a minha opinião sobre as privatizações, e sim o fato de eu ter notado que as coisas aqui caíram no lugar comum.

Vou citar um exemplo de fora para não pensarem que estou implicando com alguém daqui:

O Serra é tão esquerdista quando a Dilma, mas certo blogueiro* que o apoia é tão conservador quando o Olavão.

Eu vejo assim: quem apoia candidato de esquerda é de esquerda; mas, apenas no Brasil, existe a esquerda que não é do PT e a que é, sendo que a primeira é a boazinha e a outra é a malvadinha.

Ou vice-versa.



Citar
Infelizmente este padrão tem se repetido aqui no CC, eis o motivo pelo qual eu acho que chegou o momento de procurar outros nichos na net.

Boa sorte. Mas por favor, se encontrar, poste um link de algum lugar onde a discussão não caia comumente nisso que descreveu, ou no vice-versa. Sério, quero mesmo achar onde se discuta assim.


Citar
Como eu falei para o Geotecton: Sem ressentimentos, não é nada pessoal.

Ok.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.096
  • Sexo: Masculino
Re:Kanitz, sobre as privatizações, ainda em 1995
« Resposta #14 Online: 04 de Julho de 2018, 15:59:10 »
Infelizmente este padrão tem se repetido aqui no CC, eis o motivo pelo qual eu acho que chegou o momento de procurar outros nichos na net.

Boa sorte. Mas por favor, se encontrar, poste um link de algum lugar onde a discussão não caia comumente nisso que descreveu, ou no vice-versa. Sério, quero mesmo achar onde se discuta assim.



Acho duvidoso que tenha encontrado. 



 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!