Autor Tópico: Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos  (Lida 11943 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #50 Online: 10 de Março de 2016, 13:20:28 »
Meus caros companheiros de debate;
rogo certa paciência, com leitura atenta ao texto que apresento. Informações novas e até, algumas, inesperadas. Isto foi trabalhoso e não me disponho a responder às observações que sejam frutos de leitura apressada e parcial.
Então, analisadas as ponderações acima, posso adiantar o que segue: o estudioso da DE, desde os idos de 1940, tem saciado sua sede de conhecimentos em autores, entre nós, chamados, subsidiários ou complementares.
Explico; conforme o pp Kardec dizia a DE, naquele momento, era apenas o fundamento, os alicerces do que estaria por vir; o que não é de se estranhar quando, nos dias de hoje estamos todos tomados de horror pelas atrocidades cometidas pelo fundamentalismo religioso.
É característica saudável de toda revelação sua dinâmica evolutiva. E quando me refiro à revelação, esta não precisa estar adstrita à religião tão somente, pois segundo o dizer de AEinstein, na base do conhecimento científico sempre encontraremos a intuição ou a inspiração, precedendo a equação... que em sentido amplo podemos denominar de revelação inefável. Apenas sentida, pois sua origem é desconhecida daquele que foi contemplado, pois permanece nos escrínios insuspeitados da mente.
Nós espíritas e também outros mais susceptíveis, diríamos que estes recantos obscuros da mente são na verdade as inteligências do plano invisível, que patrocinam todo o progresso humano no tempo devido.

Como dizia, aqueles autores que subsidiariam ou complementariam aspectos inabordados ainda por Kardec, se serviriam de médiuns à altura da ingente tarefa, qual seja, satisfazer a necessidade do conhecimento espiritual de inteligências mais exigentes, quanto ao ainda não devidamente esclarecido nas obras básicas de Kardec.
As atualizações são o resultado de um planejamento da Espiritualidade, sabedora de que estes conhecimentos deveriam acompanhar o progresso mental e a necessidade, cada vez maior, do homem encarnado, quanto às leis da relação entre os planos invisíveis e a criatura que trabalha e sofre na superfície do planeta.
Mas haveria de se ter o cuidado quanto ao material recebido por médiuns aqui e ali, que embora de natureza excitante ou curiosa, não se coadunava com os princípios gerais e os objetivos da DE.
Estes princípios sempre foram, trazer o esclarecimento e a consolação ao homem terreno, ante as agruras que se adivinhavam, mas com base em uma FÉ raciocinada. Sem os dogmas, imposições, liturgias ou rituais, bastante presentes nas religiões organizadas.
Estas obras complementares, não seria exagero dizer, quase transformam as feições do que até então fora trazido. Isto porque, é importante ter-se em mente, a nova doutrina encontrava um mundo, particularmente falando do mundo ocidental, em que predominavam os preconceitos e uma hegemonia massacrante da religião de Roma.
Somente o espírito independente de algumas mentes mais evoluídas conseguiam se subtrair às imposições da fé e dos costumes da época. O Catolicismo era assimilado com ênfase no fanatismo ou simplesmente, diríamos, por osmose, como reflexo das circunstâncias; sem qualquer juízo de valor.
Neste ambiente o que se propunha com a DE era praticamente uma revolução. Somente a prudência dos que supervisionavam dos planos mais altos aquele trabalho poderia impedir reações violentas, prematuras, a sufocar no nascedouro aquela luz, ainda bruxuleante. Daí, e aqui rogo se preste atenção, daí, certa conivência com a cultura e costumes impositivos que assoberbavam naquele momento.
Não que Kardec tivesse conhecimento desta restrição; prova está em certos arroubos intelectivos de sua parte, que hodiernamente se mostram totalmente inadequados aos conhecimentos novos.
Razão pela qual sempre tento trazer aos companheiros, neste debate, a diferença entre as opiniões de Kardec e os ensinamentos básicos dos Espíritos.

Voltemos então ao cerne, nesta troca de idéias. O que motiva, a mim, trazer estes assuntos em um fórum de céticos. Poderia dizer simplesmente que é um espaço democrático e que tenho tanto direito de expor meu modo de pensar quanto qualquer um, dentro das regras naturalmente.
Mas isto não explicaria nada, pois da mesma forma pergunto eu: o que leva vocês ao trabalho de pesquisa e laboração de idéias com evidente empenho de tempo e esforço, que, ao submetê-lo e compartilhar, se expõem aos flames e debates ásperos e infrutíferos, muitas vezes.
A resposta: exercício da inteligência, aprimoramento argumentativo, válvula de escape (para alguns) de recalques que desconhecem possuir, diversão e passa-tempo para outros; mas, sobretudo, esperam através da confrontação de opiniões pontificar e, muito inconscientemente, exercer liderança através da admiração que venham a conquistar.
No entanto, ao longo de certo tempo, e isto podemos constatar, alguns dos foristas já postaram muito mais de cinco mil mensagens... alguns ultrapassam os dez mil.
O fórum já não exerce tanto atrativo pois o debate entre os que pensam e avaliam pelo mesmo craveiro se torna tedioso e enfadonho.
Mas quando surge algo novo, principalmente se em desacordo com o pensamento vigente, explode uma força corporativista e todos querem se banquetear. Ironias, sarcasmos e, raros, questionamentos objetivos. 
Surpreendentemente alguns quase se tocam e se mostram flexíveis e cordatos, mas aí surge a polícia do pensamento que os chama a modos.
Voltando então à razão pela qual participo com vocês é que, em primeiro lugar, não represento a linha mais ortodoxa do Espiritismo, pois que a complexidade do que é proposto, para alguns, os leva à acomodação com Kardec; estão perdendo o trem da história. Muitas de minhas opiniões geram questionamentos básicos que motivam reflexão, ou antipatia.
Todos sabem que existe uma diferença descomunal entre a DE e o MEB, sigla pela qual é conhecido o Movimento Espírita Brasileiro. A Doutrina com seus fundamento, hoje bastante atualizados, sofre o problema da interpretação e da atitude de muitos de seus adeptos, o que permite aos não adeptos, e porque não dizer, aos muitos inimigos, ataques e críticas justificados. Este o meu campo de batalha.
Quando participo neste fórum, procuro mostrar os avanços, desde Kardec, que a doutrina apresenta, e assim quebrar um tanto a resistência dos seus críticos, levando-os a certas considerações. Talvez seja inútil, mas digo sempre: pior do que não conseguir é não tentar.

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #51 Online: 10 de Março de 2016, 13:56:07 »
É extremamente ridículo quando um religioso distorce ou usa a Ciência para legalizar sua fé.
Os evangélicos criaram o criacionismo e só se dão mal. Os espíritas agora manipulam a Física Quântica e também estão no mesmo caminho.
Isso prejudica mais as suas religiões do que fortalece.

Caros crentes, recorrer à Ciência para tentar ''provar'' seus dogmas e doutrinas só demonstra uma coisa: falta de convicção no que de fato vocês acreditam e fraqueza da fé.

Por que os paulisnistas não ficam lá bonitinhos só na bíblia deles e os espíritas só no Livro dos Espíritos e nos supostos volumes de André Luiz?

Isso serve para você, Spencer! É totalmente ridículo o senhor nos trazer um texto recheado de absurdos que pretendem soar como ciência comprobatória do kardecismo e cujo autor você nem sequer sabe se existe.

Ah, para com isso! Carpe diem... Tempus fugit...

Se for para estudar Ciência, faça bom uso dela e tenha bom senso com os novos conhecimentos que está adquirindo. É muito gratificante isso. Mas forçar tais conhecimentos para provar suas crenças?! É muito infantil e queima mais seu filme do que te eleva.

Espero que essa advertência lhe traga boas reflexões. Boa sorte!
« Última modificação: 10 de Março de 2016, 16:21:01 por Alquimista »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #52 Online: 10 de Março de 2016, 19:27:05 »
Rapaz, vc não leu uma linha sequer. Não se tocou em ciência no texto acima.
Num ponto vc tem razão. É perda de tempo.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.356
  • Haters are losers.
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #53 Online: 10 de Março de 2016, 21:53:14 »
Meus caros companheiros de debate;
rogo certa paciência, com leitura atenta ao texto que apresento. Informações novas e até, algumas, inesperadas. Isto foi trabalhoso e não me disponho a responder às observações que sejam frutos de leitura apressada e parcial.

Estou paciente e curioso.

Citar
Então, analisadas as ponderações acima, posso adiantar o que segue: o estudioso da DE, desde os idos de 1940, tem saciado sua sede de conhecimentos em autores, entre nós, chamados, subsidiários ou complementares.
Explico; conforme o pp Kardec dizia a DE, naquele momento, era apenas o fundamento, os alicerces do que estaria por vir; o que não é de se estranhar quando, nos dias de hoje estamos todos tomados de horror pelas atrocidades cometidas pelo fundamentalismo religioso.

Continuo paciente e curioso...

Citar
É característica saudável de toda revelação sua dinâmica evolutiva. E quando me refiro à revelação, esta não precisa estar adstrita à religião tão somente, pois segundo o dizer de AEinstein, na base do conhecimento científico sempre encontraremos a intuição ou a inspiração, precedendo a equação... que em sentido amplo podemos denominar de revelação inefável. Apenas sentida, pois sua origem é desconhecida daquele que foi contemplado, pois permanece nos escrínios insuspeitados da mente.

Continuo um pouco menos paciente mas ainda curioso...

Citar
Nós espíritas e também outros mais susceptíveis, diríamos que estes recantos obscuros da mente são na verdade as inteligências do plano invisível, que patrocinam todo o progresso humano no tempo devido.

Bullshit: "diríamos que estes recantos obscuros da mente são na verdade as inteligências do plano invisível"

De onde você tirou esse besteira? Inteligências do Plano Invisível? Tudo bem....já sei, não precisa explicar.

O espiritismo tem essa capacidade de tentar gerar um complexo de vira-latas nas pessoas quando tenta atribuir o fruto do estudo e da inteligência humanas a "inteligências" no "plano invisível", como se tudo que é extremamente inteligente e avançado tivesse que ter origem no além. As evidências fornecidas pelos espíritas mostram exatamente o contrário. As mensagens das inteligências do plano invisível chegam com erros científicos crassos, personagens brilhantes em vida se revelam medíocres depois de mortos e o que sobra é apenas entulho sentimentalóide. Inteligências nada inteligentes.

Citar
Como dizia, aqueles autores que subsidiariam ou complementariam aspectos inabordados ainda por Kardec, se serviriam de médiuns à altura da ingente tarefa, qual seja, satisfazer a necessidade do conhecimento espiritual de inteligências mais exigentes, quanto ao ainda não devidamente esclarecido nas obras básicas de Kardec.

Paciência esgotando mas ainda curiosa em relação às revelações....

Entre esses médiuns certamente está o "prodigioso" D.D.Home, o mesmo que psicografou uma mensagem em que Kardec se arrepende de ter criado o espiritismo. Até quando vocês vão ignorar isso?

Citar
As atualizações são o resultado de um planejamento da Espiritualidade, sabedora de que estes conhecimentos deveriam acompanhar o progresso mental e a necessidade, cada vez maior, do homem encarnado, quanto às leis da relação entre os planos invisíveis e a criatura que trabalha e sofre na superfície do planeta.

As únicas atualizações conhecidas são as notas de rodapé tentando camuflar o racismo explícito contido nas obras. O resto continua a mesma coisa, irretocada, com as mesmas asneiras de sempre. É ridículo falar em planejamento da espiritualidade quando se sabe que ainda não temos evidências da existência de um plano espiritual da mesma forma que é duplamente ridículo mencionar e atribuir sabedoria àquilo que supostamente vem desse plano fictício e cômico regular a relação entre a realidade e essa ficção.

Citar
Mas haveria de se ter o cuidado quanto ao material recebido por médiuns aqui e ali, que embora de natureza excitante ou curiosa, não se coadunava com os princípios gerais e os objetivos da DE.

A velha estória dos espíritos brincalhões. Tudo que não interessa ou é desmentido vem da pilhéria de espíritos sem mais nada para fazer. Francamente, isso é ridículo.

Citar
Estes princípios sempre foram, trazer o esclarecimento e a consolação ao homem terreno, ante as agruras que se adivinhavam, mas com base em uma FÉ raciocinada. Sem os dogmas, imposições, liturgias ou rituais, bastante presentes nas religiões organizadas.

E a água fluidificada? E as imposições de mãos? São o que? Rituais de abertura de sessões e "convite" aos espíritos com preces são comuns. As afirmações da existência da vida após a morte, espíritos, médiuns, etc são verdades aceitas sem questionamento e até agora não comprovadas. Se não são dogmas, são o que?

Citar
Estas obras complementares, não seria exagero dizer, quase transformam as feições do que até então fora trazido. Isto porque, é importante ter-se em mente, a nova doutrina encontrava um mundo, particularmente falando do mundo ocidental, em que predominavam os preconceitos e uma hegemonia massacrante da religião de Roma.
Somente o espírito independente de algumas mentes mais evoluídas conseguiam se subtrair às imposições da fé e dos costumes da época. O Catolicismo era assimilado com ênfase no fanatismo ou simplesmente, diríamos, por osmose, como reflexo das circunstâncias; sem qualquer juízo de valor.
Neste ambiente o que se propunha com a DE era praticamente uma revolução. Somente a prudência dos que supervisionavam dos planos mais altos aquele trabalho poderia impedir reações violentas, prematuras, a sufocar no nascedouro aquela luz, ainda bruxuleante. Daí, e aqui rogo se preste atenção, daí, certa conivência com a cultura e costumes impositivos que assoberbavam naquele momento.

A DE nunca foi uma revolução. Não é citada nos livros de história, nem de filosofia ou ciências. Nem na história do espiritualismo ela ou Kardec aparecem com destaque. Foi um modismo francês que sobreviveu sobretudo por causa dos crentes espiritóides brasileiros que trouxeram a novidade para o Brasil. É um caso para estudo no âmbito da antropologia social.

Citar
Não que Kardec tivesse conhecimento desta restrição; prova está em certos arroubos intelectivos de sua parte, que hodiernamente se mostram totalmente inadequados aos conhecimentos novos.
Razão pela qual sempre tento trazer aos companheiros, neste debate, a diferença entre as opiniões de Kardec e os ensinamentos básicos dos Espíritos.

Apesar de todo avanço científico e tecnológico, existem espíritas que acreditam que Jupiter é habitado dentre outras besteiras. A vontade de acreditar supera qualquer tentativa de adequação a novos conhecimentos ou se criam outras falsidades mais modernas e convenientes, como a interpretação da mecânica quântica, para abrigar velhas crenças.

Citar
Voltemos então ao cerne, nesta troca de idéias. O que motiva, a mim, trazer estes assuntos em um fórum de céticos. Poderia dizer simplesmente que é um espaço democrático e que tenho tanto direito de expor meu modo de pensar quanto qualquer um, dentro das regras naturalmente.

Paciência se esgotando.

Você ainda não se deu conta que o CC é um Clube Cético, onde esperamos discutir provas e evidências para afirmativas que normalmente os crentes fazem. Ficar repetindo aqui essas bobagens espiritóides dogmáticas é proselitismo, que é proibido pelas regras do fórum. Portanto, não se trata apenas de uma simples troca de idéias. Já conhecemos os dogmas e todas as besteiras do espiritismo não é preciso você vir nos contar de novo. Queremos novidades tangíveis na forma de evidências robustas que provam o que o espiritismo afirma. Se você não for capaz de fornece-las, melhor se dirigir a um fórum espírita.

Paciência acabada. Minha curiosidade está quase frustrada. Espero encontrar alguma coisa útil abaixo....

Citar
Mas isto não explicaria nada, pois da mesma forma pergunto eu: o que leva vocês ao trabalho de pesquisa e laboração de idéias com evidente empenho de tempo e esforço, que, ao submetê-lo e compartilhar, se expõem aos flames e debates ásperos e infrutíferos, muitas vezes.
A resposta: exercício da inteligência, aprimoramento argumentativo, válvula de escape (para alguns) de recalques que desconhecem possuir, diversão e passa-tempo para outros; mas, sobretudo, esperam através da confrontação de opiniões pontificar e, muito inconscientemente, exercer liderança através da admiração que venham a conquistar.
No entanto, ao longo de certo tempo, e isto podemos constatar, alguns dos foristas já postaram muito mais de cinco mil mensagens... alguns ultrapassam os dez mil.
O fórum já não exerce tanto atrativo pois o debate entre os que pensam e avaliam pelo mesmo craveiro se torna tedioso e enfadonho.

Besteira.

Citar
Mas quando surge algo novo, principalmente se em desacordo com o pensamento vigente, explode uma força corporativista e todos querem se banquetear. Ironias, sarcasmos e, raros, questionamentos objetivos. 
Surpreendentemente alguns quase se tocam e se mostram flexíveis e cordatos, mas aí surge a polícia do pensamento que os chama a modos.

Não notei que surgiu algo novo. Onde?



Citar
Voltando então à razão pela qual participo com vocês é que, em primeiro lugar, não represento a linha mais ortodoxa do Espiritismo, pois que a complexidade do que é proposto, para alguns, os leva à acomodação com Kardec; estão perdendo o trem da história. Muitas de minhas opiniões geram questionamentos básicos que motivam reflexão, ou antipatia.

Até agora você não acrescentou nada. Errou algumas vezes mas já foi perdoado.

Citar
Todos sabem que existe uma diferença descomunal entre a DE e o MEB, sigla pela qual é conhecido o Movimento Espírita Brasileiro. A Doutrina com seus fundamento, hoje bastante atualizados, sofre o problema da interpretação e da atitude de muitos de seus adeptos, o que permite aos não adeptos, e porque não dizer, aos muitos inimigos, ataques e críticas justificados. Este o meu campo de batalha.
Quando participo neste fórum, procuro mostrar os avanços, desde Kardec, que a doutrina apresenta, e assim quebrar um tanto a resistência dos seus críticos, levando-os a certas considerações. Talvez seja inútil, mas digo sempre: pior do que não conseguir é não tentar.


Você me fez ler essa bobajada toda e disse nada de importante. Arrasou minha paciência e curiosidade. Nota zero.

Melhor você voltar para o seu fórum espírita.
Gossip is a sort of smoke that comes from the dirty tobacco-pipes of those who diffuse it: it proves nothing but the bad taste of the smoker. George Eliot





.

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #54 Online: 11 de Março de 2016, 06:06:45 »
Vê-se, meu caro Giga, que vc pensa que conhece DE. Nem de longe.
Ao longo de suas milhares de msgs no fórum adquiriu alguns vezos, decorou algumas colocações clichês, e repete-as ao longo de meus textos. Essa de Júpiter é daquelas que menciono "opinião de Kardec"; não faz parte do corpo da obra... sempre ressaltado; mas vc insiste... isto sim, eu chamaria de besteira.

O espiritismo tem essa capacidade de tentar gerar um complexo de vira-latas nas pessoas quando tenta atribuir o fruto do estudo e da inteligência humanas a "inteligências" no "plano invisível", como se tudo que é extremamente inteligente e avançado tivesse que ter origem no além. As evidências fornecidas pelos espíritas mostram exatamente o contrário. As mensagens das inteligências do plano invisível chegam com erros científicos crassos, personagens brilhantes em vida se revelam medíocres depois de mortos e o que sobra é apenas entulho sentimentalóide. Inteligências nada inteligentes.

Outra prova de que vc não conhece a DE.
Os grandes avanços, por ex. no campo da ciência, é exatamente um prêmio ao esforço e inteligência do homem. Após dedicar-se com afinco a determinado estudo,tanto no plano físico quanto no espiritual - talvez vc desconheça que lá, também se estuda e trabalha - mas dizia, após se dedicar a determinados estudos e pesquisas, reencarna, agora, para efetivar, no plano físico, o que vem tentando ao longo de suas encarnações, nos dois mundos. Ou seja, o mérito é do indivíduo, mas agora, o que antes era obstáculo intransponível, recebe a elucidação precisa e a realização se completa.
Resumindo; o mesmo trabalhador que se esforçou ao longo do tempo, recebe, "no momento certo", a inspiração no tocante ao ponto em que sistematicamente se equivocava. Compreendeu, ou quer que desenhe? kkkkkkk
Quanto a voltar para os fóruns espíritas e deixar vc falando bobagens e com este tom malcriado, típico do garoto pirracento e contrariado... vá sonhando.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.356
  • Haters are losers.
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #55 Online: 11 de Março de 2016, 08:51:14 »
O meu conhecimento sobre a DE não está em discussão, o foco são as besteiras espiritóides como um todo. Pouco importa se um espírito mora no planeta X ou Y ou que o espírito de papai noel é feito de ectoplasma vermelho ou azul. O importante é que ninguém consegue provar que espíritos existem, inclusive você, e que apesar  disso continua acreditando nessa porcaria. Também não tenho interesse em refutar o que já está morto e sepultado. A minha perplexidade se concentra na capacidade de pessoas supostamente inteligentes de sustentarem Idéias tão contraditórios em relação à ciência atual, argumentação tosca e repleta de apelos que desafiam o bom senso e totalmente incomprovados apesar de todos os esforços.

Gossip is a sort of smoke that comes from the dirty tobacco-pipes of those who diffuse it: it proves nothing but the bad taste of the smoker. George Eliot





.

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #56 Online: 11 de Março de 2016, 09:33:37 »
mas cadê a investigação  :?:  ::)
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.126
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #57 Online: 11 de Março de 2016, 09:49:41 »
mas cadê a investigação  :?:  ::)

Homessa! Estás a falar de quê e para quem, ó Kiaturo? :hein:
GNOSE

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #58 Online: 11 de Março de 2016, 12:04:44 »
Giga, meu amigo; você precisa de ajuda.  :lol:

Offline Correio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.059
  • Gosto de saber nada de quase tudo
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #59 Online: 11 de Março de 2016, 12:27:56 »
Eu, como espírita, sinto vergonha alheia quando toda a roupa suja da DE seja assim, lavada a olhos vistos.A insistência de alguns em defender todas as bobagens da doutrina me faz concluir o cérebro como algo opcional na evolução humana.
Camarada Spencer, siga o conselho do Giga e procure ambientes mais propícios para discutir/compartilhar suas opiniões e conclusões acerca do espiritismo.
Ps.: Quando realmente algo que possa servir como prova da veracidade da existência de espíritos, aqui sera um bom cenário para debates, mas é provável que isto nunca vá acontecer  :ok:
Quando se tem pouco, pouco se tem a perder.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #60 Online: 11 de Março de 2016, 12:31:58 »
O meu conhecimento sobre a DE não está em discussão, o foco são as besteiras espiritóides como um todo. Pouco importa se um espírito mora no planeta X ou Y ou que o espírito de papai noel é feito de ectoplasma vermelho ou azul. O importante é que ninguém consegue provar que espíritos existem, inclusive você, e que apesar  disso continua acreditando nessa porcaria. Também não tenho interesse em refutar o que já está morto e sepultado. A minha perplexidade se concentra na capacidade de pessoas supostamente inteligentes de sustentarem Idéias tão contraditórios em relação à ciência atual, argumentação tosca e repleta de apelos que desafiam o bom senso e totalmente incomprovados apesar de todos os esforços.



Eu acharia mais fácil de entender um "espiritismo"/espiritualismo que se dissociasse de uns 90-99% do que já foi pregado e alegado, como esses casos de "manifestações físicas", materializações e etc. Algo análogo a deísmo ou teísmos mais fracos/menos literalistas, mais agnósticos e/ou "conservadores" quanto a milagres, ao menos casos alegados recentes. Uma "crença agnóstica" na sobrevivência da "alma" e eventuais contatos, talvez reencarnação, etc. Mas não "conforme comprovado no século XIX". Putz, boneco de papel crepom. Isso pega mal. É engraçado que parece que crença em duendes e fadas já seria algo mais largamente descartado, tenho essa impressão. Acho que já vi ser colocado isso como "espantalho". Por outro lado, ainda há pessoas que acreditam em duendes e fadas. Me pergunto se é uma crença "coincidentemente" mais comum entre espíritas.

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #61 Online: 11 de Março de 2016, 15:02:23 »
Buckaroo; sei que nos dias de hoje as pessoas não dispõem de tanto tempo, como outrora, para pesquisas que não se relacionem a interesses diretos e necessários.
Mas a motivação do saber, também reputo como necessária, talvez, prioritária.

Há poucos dias lí um texto de Fritjof Capra - "os conceitos da física moderna oferecem não raro surpreendentes paralelos face às idéias expressas nas filosofias religiosas do Extremo Oriente." (Tao da Física, pg 21). Mais ainda, quando Cesar Lattes "descobridor, com dois outros cientistas da partícula meson-pi" faz referência à sua crença na matéria extra-física, no Espírito, ou alma, como ele disse (Estado de São Paulo, nov 1994), liguei os pontinhos e passei a perceber a razão pela qual alguns físicos teóricos de nomeada, com tendências espiritualistas, procuram justificar racionalmente sua crença abordando aspectos da física quântica ou das partículas. Como nunca me interessei por este campo da física, achava tudo aquilo "uma viagem".
Mas, de fato, se existe um mundo paralelo não detectável pela tecnologia atual, talvez fosse exatamente porque a matéria que o compõe, pouco ou nada tem a ver com a nossa. (para os que gostam, O Livro dos Espíritos, q.27 aborda este tema )

Então poderia se cogitar de uma nova vertente para o Espiritismo, não agora, claro, mas quem sabe no futuro em que o aspecto religioso não fosse o mais importante e sim o científico.
« Última modificação: 11 de Março de 2016, 15:05:39 por Spencer »

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #62 Online: 11 de Março de 2016, 15:04:33 »
mas cadê a investigação  :?:  ::)

Homessa! Estás a falar de quê e para quem, ó Kiaturo? :hein:

até tu, Mamis poderosa!
só pode ser ao autor do tópico.
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #63 Online: 11 de Março de 2016, 15:06:38 »

Então poderia se cogitar de uma nova vertente para o Espiritismo, não agora, claro, mas quem sabe no futuro em que o aspecto religioso não fosse o mais importante e sim o científico.

dai nascem as varias religiões
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #64 Online: 11 de Março de 2016, 15:21:22 »

Então poderia se cogitar de uma nova vertente para o Espiritismo, não agora, claro, mas quem sabe no futuro em que o aspecto religioso não fosse o mais importante e sim o científico.

dai nascem as varias religiões

Verdade!
Mas gostaria de acrescentar um ponto de vista, quando, particularmente o Alquimista, rotula como superstição, a crença em espíritos, almas, reencarnação, etc. Ele coloca tudo na mesma vala comum, mas...

Mula sem cabeça, saci-pererê, papai noel, sexta feira 13, entre outras figuras do folclore popular, etc. são crenças típicas da mente infantil, sem qualquer respaldo da lógica.
Quanto às crenças religiosas, isto não é superstição, pois advêm de instituições e estruturas hierarquizadas milenarmente, com total aval da civilização e da cultura. cqd

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #65 Online: 11 de Março de 2016, 16:08:49 »
O DiSpencer ainda resiste, mesmo depois de tanta surra... Foi um verdadeiro massacre.

Sr. Arthur, já perdestes toda a credibilidade. Deveras foram as besteiras espalhadas por ti. Numa ocasião, falastes que Houdini participou da fraudulenta levitação de Daniel Home, noutra, trouxestes um cientista fantasma da Nasa cuja existência nem ao menos conseguistes provar. Incógnita será a estratégia que logrará ainda te salvar.

Mas um dias desses o Alquimista perdeu tempo com o filme de Bezerra de Menezes. Lá pro fim do filme, Bezerra é abordado por excelentes questionamentos provindos de um ateu, que o desafia pra uma contenda, inclusive. Então, Bezerra, um tanto pudico, roga que o ateu lhe traga um pessoa cujas dores pela perda de alguém tenham sido abrandadas pelo materialismo; roga que lhe apresente um ser liberto de vícios pelo materialismo, e assim ele continua nessa linha argumentativa como condição para aceitar o debate.

A conclusão é óbvia. O Espiritismo não passa de palavrinhas bonitas, alívio para o desespero, apelo emocional e consolação para enfermos, apenas isso. Em suma, é a solução para os fracos.

Mas religião é isso mesmo. Munida somente de frases de efeito e estórias bem elaboradas, converte e convence o povo comum, sendo que o tesão desses é ficar repetindo as frases bonitinhas que ouviram, como papagaios, sem terem a mínima noção dos absurdos que estão pregando, pois colocaram o cérebro no modo off.

O Spencer, é claro, está incluído nessa. Não trouxe nada de novo, só as mesmas ladainhas já bastante refutadas e palavras bonitinhas... só isso, palavrinhas bonitinhas que leu em livros, sem ter a mínima ideia do que está falando.   
« Última modificação: 11 de Março de 2016, 17:08:12 por Alquimista »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #66 Online: 11 de Março de 2016, 16:49:18 »
Mas gostaria de acrescentar um ponto de vista, quando, particularmente o Alquimista, rotula como superstição, a crença em espíritos, almas, reencarnação, etc. / Quanto às crenças religiosas, isto não é superstição, pois advêm de instituições e estruturas hierarquizadas milenarmente, com total aval da civilização e da cultura. / Ele coloca tudo na mesma vala comum, mas...

Mula sem cabeça,

É o que mais se vê por aí. Com total aval da civilização e da cultura. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Citar
saci-pererê,

Quem tem até sociedade secreta que acredita piamente em sua existência.

Citar
papai noel,

Mito tão popular quanto ao de Jesus. Presença exacerbada em todo final de ano. Atinge muito mais países do que o espiritismo e com total aval da civilização e da cultura.

Citar
sexta feira 13,

Que o populacho ainda dá crédito como um dia de azar, ainda com total aval da civilização e da cultura, senão não teriam tantas matérias e reportagens televisivas e o Jason nem apareceria em tantas continuações cinematográficas. Tititi hahaha...

Citar
entre outras figuras do folclore popular, etc. são crenças típicas da mente infantil, sem qualquer respaldo da lógica.

Bom, como vimos, parece que estas crenças tem muito mais total aval da civilização e da cultura do que o espiritismo, que foi um modismo que só sobrevive ainda no Brasil, e olha lá. Além do mais, espiritismo não é tão diferente assim dessas crenças, pois também não tem nenhum respaldo da lógica. 

Citar
Quanto às crenças religiosas, isto não é superstição, pois advêm de instituições e estruturas hierarquizadas milenarmente, com total aval da civilização e da cultura. cqd

Acabou de confessar que o espiritismo também é uma crença religiosa. Que erro de lógica, hein?! Que contradição!!! Kardec deve estar se revirando no túmulo. cqd

hahahahahahahahahahaha
« Última modificação: 11 de Março de 2016, 17:09:18 por Alquimista »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #67 Online: 11 de Março de 2016, 17:05:46 »
Ah, vale lembrar que a prostituição também é milenar e com total aval da civilização e da cultura, o que a coloca no mesmo grau de importância e credibilidade com as crenças religiosas, segundo a lógica spenceriana. Bem apropriado, já que a palavra Puta nasceu da religião, pois Puta (poda, em latim. Não confundir com foda...kkkkkk) era a deusa das podas (não das fodas, rs), e durante as cerimônias em sua homenagem as suas sacerdotisas se prostituíam em verdadeiros bacanais ''sagrados''.
« Última modificação: 11 de Março de 2016, 17:12:47 por Alquimista »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #68 Online: 11 de Março de 2016, 17:58:32 »
Alquímista, meu caro; muito mais fácil para mim é dizer que negar não é provar.
Mas, de suas acusações, uma parece exigir de minha parte certa atenção: dizer que Luis de Almeida, cientista respeitado, residente na cidade do Porto, que tem artigos publicados sobre sua crença no espiritismo, o que logicamente seria em mídias espiritualistas, mas também, que em julho de 2007 proferiu palestras em Universidades inglesas sobre este tema, não existe?
Neste caso particular, acho que pedir provas de sua existência seria pedir o mesmo, com relação a Jesus. Só o fato de historiadores afirmarem que existiu enquanto outros dizem que não já nos impede, por não se ter qualquer autoridade, afirmar que Jesus nunca existiu. Porém nenhum historiador jamais negou que aqueles cristãos trucidados no circo romano cantavam antes do cruel espetáculo e entravam na arena com uma serenidade de espantar... e isto mais atiçava a crueldade do populacho.
Pergunto, quantas pessoas enfrentariam a morte, podendo renegar sua fé e sobreviver, se não tivesse estado pessoalmente ou recebido indiretamente os ensinamentos do Galileu, e por isto os fizesse desprezar a pp vida?
Então, no caso de Luis de Almeida, o problema da prova está muito mais no fato de que ele não seja uma celebridade e por isto não se consegue muita coisa a respeito, embora a ADEP, Associação dos Divulgadores do Espiritismo da cidade do Porto tenha inúmeras referências a ele.
Um pequeno adendo; para os que ignoram o Espiritismo conta com centros de estudos e divulgação desde o Japão, USA, quase toda a Europa e que promovem congressos internacionais muito concorridos. Na América Latina existe uma confederação espírita pan americana  (CEPA) que congrega instituições da Argentina, Brasil, México, Colômbia, etc.
Há poucos dias, um amigo, Aroldo Dutra Filho, esteve na Inglaterra, a convite de uma Casa Espírita proferindo palestras e isto pode ser visto no Youtube.

Finalmente, Alquimista, embora vc não seja um novato no CC. ainda não aprendeu que a ética e o respeito ensinam a debater idéias e não pessoas. Quero dizer, insinuar que inventei Luiz de Almeida para reforçar algum argumento é calúnia. Pense nisto, pois a qualquer momento pode-se encontrar fontes que vc não possa recusar e então, como ficaríamos?

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #69 Online: 11 de Março de 2016, 18:41:01 »
Alquímista, meu caro; muito mais fácil para mim é dizer que negar não é provar.
Mas, de suas acusações, uma parece exigir de minha parte certa atenção: dizer que Luis de Almeida, cientista respeitado, residente na cidade do Porto, que tem artigos publicados sobre sua crença no espiritismo, o que logicamente seria em mídias espiritualistas, mas também, que em julho de 2007 proferiu palestras em Universidades inglesas sobre este tema, não existe?

O desafio ainda está de pé:
Você por acaso pode nos provar que esse Luis de Almeida de fato existe? Tem alguma foto dele? Ou algum site que não seja espírita que cita seus estudos e palestras? Agora quero ver...


Citar
Neste caso particular, acho que pedir provas de sua existência seria pedir o mesmo, com relação a Jesus. Só o fato de historiadores afirmarem que existiu enquanto outros dizem que não já nos impede, por não se ter qualquer autoridade, afirmar que Jesus nunca existiu. Porém nenhum historiador jamais negou que aqueles cristãos trucidados no circo romano cantavam antes do cruel espetáculo e entravam na arena com uma serenidade de espantar... e isto mais atiçava a crueldade do populacho.
Pergunto, quantas pessoas enfrentariam a morte, podendo renegar sua fé e sobreviver, se não tivesse estado pessoalmente ou recebido indiretamente os ensinamentos do Galileu, e por isto os fizesse desprezar a pp vida?

E os muçulmanos que se matam pela fé à Alá??? Parabéns, Spencer, você acaba de nos provar a existência de Alá e seu paraíso com as 72 virgens!!! (O Spencer está revelando ser o mestre das lógicas lúdicas...) kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Citar
Então, no caso de Luis de Almeida, o problema da prova está muito mais no fato de que ele não seja uma celebridade e por isto não se consegue muita coisa a respeito, embora a ADEP, Associação dos Divulgadores do Espiritismo da cidade do Porto tenha inúmeras referências a ele.

Como assim não é celebridade??? Não era ele o fodão Einstein do espiritismo da Nasa??? Não foi ele quem proferiu palestras nas mais renomadas universidades europeias??? Não foi ele que, de acordo com um texto seu, fez a Europa se curvar diante do espiritismo (só se for de tanto rir...)??? hahahahahahahahahahahahaha

Citar
Um pequeno adendo; para os que ignoram o Espiritismo conta com centros de estudos e divulgação desde o Japão, USA, quase toda a Europa e que promovem congressos internacionais muito concorridos. Na América Latina existe uma confederação espírita pan americana  (CEPA) que congrega instituições da Argentina, Brasil, México, Colômbia, etc.
Há poucos dias, um amigo, Aroldo Dutra Filho, esteve na Inglaterra, a convite de uma Casa Espírita proferindo palestras e isto pode ser visto no Youtube.

É tudo fruto de emigrantes brasileiros que espalham o espiritismo feito uma praga.

Citar
Finalmente, Alquimista, embora vc não seja um novato no CC.

Que nada... O Alquimista tá fazendo 1 aninho de participação no Fórum.

Citar
ainda não aprendeu que a ética e o respeito ensinam a debater idéias e não pessoas. Quero dizer, insinuar que inventei Luiz de Almeida para reforçar algum argumento é calúnia. Pense nisto, pois a qualquer momento pode-se encontrar fontes que vc não possa recusar e então, como ficaríamos?

Olha o espantalho!!!!!!!!!

Pera lá, desafio você a procurar em que momento o Alquimista o acusou de ser o criador do Luizinho.
O foi escrito é que tu caístes no conto do cienspírita da Nasa e ingenuamente acreditou. Então tome cuidado com as acusações porque quem está fazendo calúnias és tu.
« Última modificação: 11 de Março de 2016, 18:46:54 por Alquimista »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.126
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #70 Online: 11 de Março de 2016, 19:02:21 »
Alquímista, meu caro; muito mais fácil para mim é dizer que negar não é provar.
Mas, de suas acusações, uma parece exigir de minha parte certa atenção: dizer que Luis de Almeida, cientista respeitado, residente na cidade do Porto, que tem artigos publicados sobre sua crença no espiritismo, o que logicamente seria em mídias espiritualistas, mas também, que em julho de 2007 proferiu palestras em Universidades inglesas sobre este tema, não existe?

Sua munição molhada foi direcionada ao alvo errado: fui eu quem aventou a possibilidade da inexistência do citado doutor, pois pesquisei sobre ele e nada encontrei a não ser referências em sites espíritas, mas olha que interessante, encontrei referências sobre o seu colega, o qual, pelo menos para mim, até o momento, é muito mais real que o Professor Doutor Cientista Cosmólogo Luis de Almeida.

Haroldo Dutra Dias
GNOSE

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.356
  • Haters are losers.
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #71 Online: 11 de Março de 2016, 20:06:01 »
Buckaroo; sei que nos dias de hoje as pessoas não dispõem de tanto tempo, como outrora, para pesquisas que não se relacionem a interesses diretos e necessários.
Mas a motivação do saber, também reputo como necessária, talvez, prioritária.

Há poucos dias lí um texto de Fritjof Capra - "os conceitos da física moderna oferecem não raro surpreendentes paralelos face às idéias expressas nas filosofias religiosas do Extremo Oriente." (Tao da Física, pg 21). Mais ainda, quando Cesar Lattes "descobridor, com dois outros cientistas da partícula meson-pi" faz referência à sua crença na matéria extra-física, no Espírito, ou alma, como ele disse (Estado de São Paulo, nov 1994), liguei os pontinhos e passei a perceber a razão pela qual alguns físicos teóricos de nomeada, com tendências espiritualistas, procuram justificar racionalmente sua crença abordando aspectos da física quântica ou das partículas. Como nunca me interessei por este campo da física, achava tudo aquilo "uma viagem".
Mas, de fato, se existe um mundo paralelo não detectável pela tecnologia atual, talvez fosse exatamente porque a matéria que o compõe, pouco ou nada tem a ver com a nossa. (para os que gostam, O Livro dos Espíritos, q.27 aborda este tema )

Então poderia se cogitar de uma nova vertente para o Espiritismo, não agora, claro, mas quem sabe no futuro em que o aspecto religioso não fosse o mais importante e sim o científico.

Mais papagaiada. Veja como funciona a mentalidade espiritóide kardecista: se a ciência refuta uma bobagem espírita é claro que o erro é devido a um espírito brincalhão mas se alguma coisa da DE se encaixa no falacioso mundinho das interpretações da física quântica então os espíritas saem gritando que Kardec e seus espíritos amestrados acertaram de novo na mosca. Eles usam o que não conhecem para explicar o que não conseguem provar, fazem uma salada de conceitos para encaixar planos paralelos, perispíritos, ectoplasmas e outras invenções normalmente usadas em ad hocs que explicam tudo e dão sentido lógico a um nonsense que não tem o menor compromisso com a realidade.

A citação de F. Capra também não surpreende e profetizo que vem por aí em breve alguma coisa do documentário What the Bleep Do We Know!? para ilustrar outras bobagens. É típico e esperado. Cesar Lattes, coitado, tinha muitos parafusos fora do lugar, doidinho de fazer dó. Acho uma tremenda sacanagem misturar a fase do seu gênio com a fase do seu desequilíbrio mental para tirar proveito. Usar a reputação do grande cientista para respaldar besteiras é uma atitude no mínimo irresponsável. Felizmente Isaak Newton foi polpado dessa covardia quando morreu tentando calcular o diâmetro do inferno.
Gossip is a sort of smoke that comes from the dirty tobacco-pipes of those who diffuse it: it proves nothing but the bad taste of the smoker. George Eliot





.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.356
  • Haters are losers.
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #72 Online: 11 de Março de 2016, 20:26:44 »

Então poderia se cogitar de uma nova vertente para o Espiritismo, não agora, claro, mas quem sabe no futuro em que o aspecto religioso não fosse o mais importante e sim o científico.

dai nascem as varias religiões

Verdade!
Mas gostaria de acrescentar um ponto de vista, quando, particularmente o Alquimista, rotula como superstição, a crença em espíritos, almas, reencarnação, etc. Ele coloca tudo na mesma vala comum, mas...

Mula sem cabeça, saci-pererê, papai noel, sexta feira 13, entre outras figuras do folclore popular, etc. são crenças típicas da mente infantil, sem qualquer respaldo da lógica.
Quanto às crenças religiosas, isto não é superstição, pois advêm de instituições e estruturas hierarquizadas milenarmente, com total aval da civilização e da cultura.
cqd

 :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria:

Espírito brincalhão pode....sací pererê não pode.

Água fluidificada pode....pó de pirilimpimpim não pode.

Irmã Josefa pode....papai noel não pode.

Casa de Mozart em Jupiter pode....Mula sem cabeça não pode.



Gossip is a sort of smoke that comes from the dirty tobacco-pipes of those who diffuse it: it proves nothing but the bad taste of the smoker. George Eliot





.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.356
  • Haters are losers.
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #73 Online: 11 de Março de 2016, 20:37:44 »
Citação de: Spencer
Um pequeno adendo; para os que ignoram o Espiritismo conta com centros de estudos e divulgação desde o Japão, USA, quase toda a Europa e que promovem congressos internacionais muito concorridos. Na América Latina existe uma confederação espírita pan americana  (CEPA) que congrega instituições da Argentina, Brasil, México, Colômbia, etc.
Há poucos dias, um amigo, Aroldo Dutra Filho, esteve na Inglaterra, a convite de uma Casa Espírita proferindo palestras e isto pode ser visto no Youtube

Dei uma olhada em eventos de divulgação do espiritismo em outros países. Veja o caso do Japão.



Servem até feijoada acompanhada de salada e de farofa. Não se enganem. O esforço de divulgação do espiritismo é essencialmente de brasileiros. Desafio encontrar algum "centro" no exterior kardecista sem a presença de um brasileiro por perto, mais dificil ainda na França, onde tudo começou.
Gossip is a sort of smoke that comes from the dirty tobacco-pipes of those who diffuse it: it proves nothing but the bad taste of the smoker. George Eliot





.

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Uma Investigação de Médiuns que Alegam Receber Informações Sobre Mortos
« Resposta #74 Online: 11 de Março de 2016, 21:16:00 »
Citação de: Spencer
Um pequeno adendo; para os que ignoram o Espiritismo conta com centros de estudos e divulgação desde o Japão, USA, quase toda a Europa e que promovem congressos internacionais muito concorridos. Na América Latina existe uma confederação espírita pan americana  (CEPA) que congrega instituições da Argentina, Brasil, México, Colômbia, etc.
Há poucos dias, um amigo, Aroldo Dutra Filho, esteve na Inglaterra, a convite de uma Casa Espírita proferindo palestras e isto pode ser visto no Youtube

Dei uma olhada em eventos de divulgação do espiritismo em outros países. Veja o caso do Japão.



Servem até feijoada acompanhada de salada e de farofa. Não se enganem. O esforço de divulgação do espiritismo é essencialmente de brasileiros. Desafio encontrar algum "centro" no exterior kardecista sem a presença de um brasileiro por perto, mais dificil ainda na França, onde tudo começou.

 :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria: :histeria:
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!