Autor Tópico: Tópico Coringa  (Lida 129340 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2800 Online: 02 de Janeiro de 2017, 16:18:20 »
Antigamente a música era "ODE A ALEGRIA". Mas hoje o que se vê por aí tá mais pra "(PAG)ODE (D)A ALEGRIA"!!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...
« Última modificação: 02 de Janeiro de 2017, 16:25:51 por Alquimista »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2801 Online: 02 de Janeiro de 2017, 18:41:07 »
Isso também seria igualmente sem sentido. A ideia é que não há, pelo menos até hoje, nenhum método objetivo para mensurar valor artístico.

Se arte não é sinônimo de técnica, então arte é o que é vendido como arte. E assim o valor artístico é apenas o valor de mercado.

Um quarto sujo, mijo, um monte de gente pelada enfiando o dedo umas nas outras, etc, tudo pode ser "arte"; basta que se consiga vender como tal a alguém ("vender" incluindo exposição ou performance socialmente tida como "de arte"). Esse é o critério mais objetivo que foge daquele rejeitado como elitismo técnico.



Citar
Tudo que já foi proposto até o momento foram apenas versões empoladas de "o que eu acho bonito é bom, o que eu acho feio é ruim". Assim, a pretensiosidade de julgar objetivamente obras de arte como melhores ou piores, partindo geralmente de pessoas que sequer se deram o trabalho de tentar entender seu contexto ou seu significado, acaba sendo comparável a tentar impor um critério objetivo para dizer quais as cores mais bonitas e quais as mais feias de uma paleta. Não que as pessoas não possam expressar preferência. Obviamente podem, e é até provável que haja elementos que se sobressaiam na preferência pública, mas daí emergir uma métrica objetiva, "algorítmica" de beleza já é outra história.

Acho que arte como técnica não tem esse problema mencionado da subjetividade, ao mesmo tempo em que "beleza" talvez possa até ser incorporada com algum grau de objetividade (mas argumentavelmente não seria sempre a intenção), há "universais" em beleza (curiosamente, em um museu onde tem praticamente só arte moderna, é um único quadro mais tradicional onde as pessoas passam mais tempo olhando*). Ao mesmo tempo, acho que oda essa coisa de "se dar ao trabalho de entender o contexto e sigificado", muitas vezes é uma forma empolada de defender como são chiquérrimos os babados das roupas invisíveis do imperador.

E provavelmente é objetivamente refutável, com as pessoas, provavelmente mesmo especialistas, praticamente nunca chegando a consensos sobre significado e valor de obras, em testes cegos. Deve ser pior do que aqueles testes de provadores de vinho, e as pessoas também deverão confundir qualquer coisa aleatória com "obras de arte" se forem assim apresentadas, e confabular valor artístico para elas.



Citar
O cara do Youtube eu não lembro o nome nem o canal "oficial" dele mas por coincidência o vídeo a que eu me referi apareceu no Facebook esses dias. Acho que dá para assistir mesmo sem estar logado.

https://www.facebook.com/alkaisersrock/videos/597188507098816/

Argh. John qualquer coisa Watson ou Watson qualquer coisa. Libertaróide direitinha conspiracionista revoltadinho.





*



Christina's world, de Andrew Wyeth

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2802 Online: 02 de Janeiro de 2017, 21:39:39 »
Isso também seria igualmente sem sentido. A ideia é que não há, pelo menos até hoje, nenhum método objetivo para mensurar valor artístico. Tudo que já foi proposto até o momento foram apenas versões empoladas de "o que eu acho bonito é bom, o que eu acho feio é ruim". Assim, a pretensiosidade de julgar objetivamente obras de arte como melhores ou piores, partindo geralmente de pessoas que sequer se deram o trabalho de tentar entender seu contexto ou seu significado, acaba sendo comparável a tentar impor um critério objetivo para dizer quais as cores mais bonitas e quais as mais feias de uma paleta. Não que as pessoas não possam expressar preferência. Obviamente podem, e é até provável que haja elementos que se sobressaiam na preferência pública, mas daí emergir uma métrica objetiva, "algorítmica" de beleza já é outra história.

O cara do Youtube eu não lembro o nome nem o canal "oficial" dele mas por coincidência o vídeo a que eu me referi apareceu no Facebook esses dias. Acho que dá para assistir mesmo sem estar logado.

https://www.facebook.com/alkaisersrock/videos/597188507098816/

Não procede porque as cores pelas cores só podem ser mensuradas numa medida escalar categórica ou nominal!!!!!!!

Mas é interessante o assunto. No mundo da arte é onde existem os maiores preconceitos, achismos e CRENÇAS contra os próprios artistas e suas vertentes.
90% dos nomes que citarei aqui vocês nunca ouviram falar!!!!

O ALQUIMISTA durante sua iniciação artística também achava que o mundo musical se resumia e morria apenas com os GRANDE GÊNIOS da música ocidental.   
Hoje O ALQUIMISTA se dedica à denominada MÚSICA ANTIGA e já sentiu de perto o preconceito da escol dos diletantes ''eruditos''.
Compositores como Francesco da Milano, Albert de Rippe, Morlaye e di Lassus são considerados como uma ''arte inferior'' se comparados aos heróis do romantismo ou os vanguardistas contemporâneos.
Mesmo o grande Gustav Leonhardt, quando foi ao Brasil apresentar a MÚSICA DAS MÚSICAS, com obras sublimes de um Couperin (Louis e François) ou do fantástico e bombástico Forqueray, a maioria do público arregou e foi embora durante o concerto. Não tinham ouvidos iniciados pra uma arte tão esotérica...
Mas quando precisei de alternativas pra tocar sonatas além das de Mozart ou Haydn, já bastante batidas e conhecidas, descobri uma miríade de compositores clássicos e barrocos GENIAIS, como o pioneiro da FORMA SONATA, G.B. Platti, os espanhóis Albero e Gallés, e J.L. Dussek, que foi uma grata surpresa (antecipou absurdamente em plena ERA MOZART o estilo chopiniano e, ao contrário da CRENÇA GERAL, foi o primeiro a tocar de perfil para o público burguês e não Liszt!!!).
Posso afirmar sem dúvida alguma que peregrinei por toda a produção musical do BARROCO e do PERÍODO CLÁSSICO e o que foi que descobri????
Não tem jeito!!!!  Cada período teve mesmo os seus esplendores máximos!!!!! No período clássico não encontrei nada que superasse a produção mozartiana, mesmo no piano, já que a verve de Mozart é tida mais como operística do que instrumental.
O mesmo pode-se dizer de Vivaldi e Bach (principalmente este!) no barroco, mesmo diante de Hércules como Marin Marais!!!!!
Em cada período então tiveram aqueles que se sobressaíram mais que os outros.   
« Última modificação: 02 de Janeiro de 2017, 21:43:08 por Alquimista »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline EuSouOqueSou

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.773
  • Sexo: Masculino
  • Question not thy god, for thy god doth not respond
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2803 Online: 12 de Janeiro de 2017, 00:48:10 »
Citar
Germany Green Party Pledges To Pay For Free Sex With Prostitutes | But ‘Strictly’ For The Poor
https://www.360nobs.com/2017/01/germany-green-party-pledges-pay-free-sex-prostitutes-strictly-poor/

Isso que é um país de 1o mundo, onde as necessidades mais básicas da população são atendidas. Infelizmente o Brasil está a milhoes de anos de chegar a tão avançado estágio de sociedade.
Qualquer sistema de pensamento pode ser racional, pois basta que as suas conclusões não contrariem as suas premissas.

Mas isto não significa que este sistema de pensamento tenha correspondência com a realidade objetiva, sendo este o motivo pelo qual o conhecimento científico ser reconhecido como a única forma do homem estudar, explicar e compreender a Natureza.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2804 Online: 19 de Janeiro de 2017, 18:44:01 »
Citar
Germany Green Party Pledges To Pay For Free Sex With Prostitutes | But ‘Strictly’ For The Poor
https://www.360nobs.com/2017/01/germany-green-party-pledges-pay-free-sex-prostitutes-strictly-poor/

Isso que é um país de 1o mundo, onde as necessidades mais básicas da população são atendidas. Infelizmente o Brasil está a milhoes de anos de chegar a tão avançado estágio de sociedade.

https://mic.com/articles/85201/the-surprising-way-the-netherlands-is-helping-its-disabled-have-sex

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2805 Online: 25 de Janeiro de 2017, 21:15:27 »
Uma vez tinha perguntado por aqui se era possível encaixar as "dimensões do som" numa visualização como o do sistema de Munsell para as cores...

Citar
https://www.researchgate.net/publication/232448756_Color_and_Sound_Physical_and_Psychophysical_Relations


... There are approaches based on intuition as well
as approaches based on psychology, psychophysics, physics,
and physiology. The classical comparison relies on
the fact that the stimuli for the sensations of pitch in
sound, and hue in color, are mainly determined by the
wavelength of the auditory energy and the visible energy,
both taken as undulatory phenomena. On this basis, a
comparison is usually drawn between the chromatic scale
of sounds and the hue circle. This criterion has been followed
to such extent to relate a sound of specific frequency
with a determined spectral color. The comparison can be
expanded and refined by considering the other variables
of sound and color, too. This article relates luminosity
of color with loudness of sound, saturation of color with
timbre of sound, and size of color with duration of sound.
There are psychological and physical arguments to support
such a comparison.

...

Correspondence between some color wheels and some types of musical scales. The 5 main hues of Munsell correspond
with the 5 sounds in a pentatonic scale, generally used in Indian American music. However, a difference should be noted, in that
Munsell proposes 5 equal intervals and the pentatonic scale has nonequal intervals (intervals in tones: 1-1½-1-1-1½). The 6 hues
of Küppers adequately correspond with the hexatonic or whole-tone scale, composed of 6 equal intervals (6 tones), profusely
used by Debussy. The 7 colors of Newton and his proportional division of the chromatic circle (with unequal sectors) correspond
with a diatonic minor natural scale with the VI degree raised (having unequal intervals of whole tones and semitones). The 12
hues in which both Itten and Pope divide the color circle in perceptually equal intervals correspond with the 12 sounds in a
tempered chromatic scale, with intervals of semitones, which has been in use from Bach to the present. The 24 hues of the
Ostwald’s chromatic circle correspond with the 24 sounds in a quarter-tone scale, used in twentieth century microtonal music.

...



FIG. 4. Comparison between luminosity in color and loudness in sound. (a) A plane of constant hue from the Munsell atlas, with the variation of value (or luminosity), which increases upward. (b) Representation of the increase in sound intensity by means of wave amplitude. (c) Traditional musical notation for a scale of loudness. In traditional musical notation, the sign " m " is not used as a dynamic marking to represent an intermediate step between " mp " and " mf " . It has been introduced here simply to make the scale of loudness correspond with the steps of Munsell's scale of values.

...


Offline Jack Carver

  • Nível 25
  • *
  • Mensagens: 1.136
  • Sexo: Masculino
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2806 Online: 25 de Janeiro de 2017, 23:27:40 »
Parece aqueles games.

<a href="https://www.youtube.com/v/kQc718a541g" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/kQc718a541g</a>
O Brasil é um país de sabotadores profissionais.

“Dêem-me controle sobre o dinheiro de uma nação e não me importa quem faz as suas leis. - Mayer Amschel Rothschild

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2807 Online: 26 de Janeiro de 2017, 01:41:15 »
É só impressão minha ou tem FDP que fica tentando atrapalhar a polícia?

Parecia ter gente entrando na frente de propósito hora ou outra, e turminhas que, imagino, teriam tido tempo para sacar o que acontecia e abrir caminho na rua.

De qualquer forma eu me pergunto sobre o custo-risco/benefício desse tipo de operação.

Criança pequena jogando bola, ou mesmo um cachorro idiota que pode derrubar o policial nessa velocidade e acabar indo das rodas para cadeira de rodas, se tiver sorte.

Offline AlienígenA

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.333
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2808 Online: 26 de Janeiro de 2017, 09:29:39 »
Não sabia onde comentar, vai aqui.

Nome cotado para a vaga no STF,

Citar
Ives Gandra Filho soltou uma nota à imprensa para rebater as acusações de que defende a "submissão da mulher ao homem":

"Diante de notícias veiculadas pela imprensa, descontextualizando quatro parágrafos de obra jurídica de minha lavra, venho esclarecer não ter postura nem homofóbica, nem machista. Deixo claro no artigo citado, de 70 páginas, sobre direitos fundamentais, que as pessoas homossexuais devem ser respeitadas em sua orientação e ter seus direitos garantidos, ainda que não sob a modalidade de matrimônio para sua união. Por outro lado, ao tratar das relações familiares, faço referência apenas, de passagem, ao princípio da autoridade como insito a qualquer comunidade humana, com os filhos obedecendo aos pais e a mulher ao marido no âmbito familiar, calcado em obra da filósofa judia-cristã Edith Stein, morta em campos de concentração nazista."

"O compartilhamento da autoridade sempre me pareceu evidente, tendo sido essa a que meus pais casados há 58 anos viveram e a qual são seus filhos muito gratos. Por outro lado, cabe lembrar que fui relator no Plenário do TST do processo que garantiu às mulheres o direito ao intervalo de 15 minutos antes de qualquer sobrejornada de trabalho, decisão referendada pela Suprema Corte. As demais posturas que adoto em defesa da vida e da família são comuns a católicos e evangélicos, não podendo ser desconsideradas 'a priori' numa sociedade democrática."

http://www.oantagonista.com/posts/ives-gandra-filho-nao-sou-homofobico-nem-machista

Tive uma recaída e fui ler os comentários... Jesus, toma conta!  :olheira:


Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.071
  • Sexo: Masculino
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2809 Online: 26 de Janeiro de 2017, 10:04:40 »
Bela técnica de rebater as acusações, confirmando exatamente as coisas de que foi acusado.

Offline Gauss

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.776
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2810 Online: 26 de Janeiro de 2017, 10:20:28 »
Já não é algo batido ficar acusando conservadores de 'homofobia e misoginia'? Os 'progressistas' nunca serão levados a sério pelos seus adversários políticos se continuarem insistindo nessa infantilidade de que quem não concorda com eles fomenta o ódio ao 'oprimidos pela sociedade patriarcal'. Uma coisa é acusar a extrema-direita estilo Le Pen, outra é acusar os mais moderados, tipo os democratas faziam com Romney (que integra a maior ala do partido Republicano: Moderates). Mas eu não sei quais são exatamente as posições políticas do Ives Gandra Filho, se ele é moderado ou ultraconservador.
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.071
  • Sexo: Masculino
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2811 Online: 26 de Janeiro de 2017, 10:26:45 »
Não é machismo e homofobia isso que ele está defendendo? Achar que homossexuais não são aptos ao casamento e que mulheres devem ser submetidas à autoridade dos maridos em qualquer comunidade humana?

Não sei se há algum eufemismo mais confortável para isso.

Offline Gauss

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.776
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2812 Online: 26 de Janeiro de 2017, 10:32:39 »
Não é machismo e homofobia isso que ele está defendendo? Achar que homossexuais não são aptos ao casamento e que mulheres devem ser submetidas à autoridade dos maridos em qualquer comunidade humana?

Não sei se há algum eufemismo mais confortável para isso.
Eu não concordo com as ideias que ele defende, mas acho meio "exagerado" acusar ele disso. Partir para histeria e agressão ao invés do diálogo é sempre ruim. Ele defende ideias que infelizmente têm uma grande aceitação dentro da ótica popular, e o conservadorismo é algo que sempre existirá. Atirar no ar um matéria panfletária serve apenas para aumentar o ódio do outro lado.
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Shadow

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.446
  • "Alguns teóricos dos antigos astronautas...."
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2813 Online: 26 de Janeiro de 2017, 10:41:06 »
Não é machismo e homofobia isso que ele está defendendo? Achar que homossexuais não são aptos ao casamento e que mulheres devem ser submetidas à autoridade dos maridos em qualquer comunidade humana?

Não sei se há algum eufemismo mais confortável para isso.
Eu não concordo com as ideias que ele defende, mas acho meio "exagerado" acusar ele disso. Partir para histeria e agressão ao invés do diálogo é sempre ruim. Ele defende ideias que infelizmente têm uma grande aceitação dentro da ótica popular, e o conservadorismo é algo que sempre existirá. Atirar no ar um matéria panfletária serve apenas para aumentar o ódio do outro lado.

Se a OAB/RJ é contra o cara é coisa de apoiá-lo. A OAB/RJ elegeu Presidente o abominável Wadih Damous.
http://www.oantagonista.com/posts/oab-rj-repudia-ives-gandra
"Who knows what evil lurks in the hearts of men? The Shadow knows..."

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.071
  • Sexo: Masculino
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2814 Online: 26 de Janeiro de 2017, 10:41:59 »
É machismo a partir de que ponto? Só se a pessoa começar a incitar violência física?

Acho que a maioria concorda que considerar que mulheres devem obediência aos homens em qualquer comunidade humana já está bem dentro do conceito.

Offline Gauss

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.776
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2815 Online: 26 de Janeiro de 2017, 10:46:06 »
É machismo a partir de que ponto? Só se a pessoa começar a incitar violência física?

Acho que a maioria concorda que considerar que mulheres devem obediência aos homens em qualquer comunidade humana já está bem dentro do conceito.
Para mim está. Mas na ótica dos conservadores não. Existem inclusive mulheres que pensam como este cidadão. E dificilmente serão convencidas do contrário.
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline AlienígenA

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.333
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2816 Online: 26 de Janeiro de 2017, 10:50:02 »
Não é machismo e homofobia isso que ele está defendendo? Achar que homossexuais não são aptos ao casamento e que mulheres devem ser submetidas à autoridade dos maridos em qualquer comunidade humana?

Não sei se há algum eufemismo mais confortável para isso.
Eu não concordo com as ideias que ele defende, mas acho meio "exagerado" acusar ele disso. Partir para histeria e agressão ao invés do diálogo é sempre ruim. Ele defende ideias que infelizmente têm uma grande aceitação dentro da ótica popular, e o conservadorismo é algo que sempre existirá. Atirar no ar um matéria panfletária serve apenas para aumentar o ódio do outro lado.

Pois é. Foi justamente o que aconteceu. Minha intenção foi justamente chamar a atenção para isso, não para a matéria em si. O nível de alguns comentários é desanimador.

Offline Gauss

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.776
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2817 Online: 26 de Janeiro de 2017, 10:56:34 »
Não é machismo e homofobia isso que ele está defendendo? Achar que homossexuais não são aptos ao casamento e que mulheres devem ser submetidas à autoridade dos maridos em qualquer comunidade humana?

Não sei se há algum eufemismo mais confortável para isso.
Eu não concordo com as ideias que ele defende, mas acho meio "exagerado" acusar ele disso. Partir para histeria e agressão ao invés do diálogo é sempre ruim. Ele defende ideias que infelizmente têm uma grande aceitação dentro da ótica popular, e o conservadorismo é algo que sempre existirá. Atirar no ar um matéria panfletária serve apenas para aumentar o ódio do outro lado.

Pois é. Foi justamente o que aconteceu. Minha intenção foi justamente chamar a atenção para isso, não para a matéria em si. O nível de alguns comentários é desanimador.
Eu achei uma irresponsabilidade da Folha fazer essa matéria panfletária. Agora todo mundo está a acusando da "Fake News"(Não que às vezes não seja). Depois não dá para reclamar quando portais obscuros passarem a ser considerados fontes sérias de notícias.
http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/01/1852822-cotado-para-o-stf-defende-que-mulher-obedeca-ao-marido.shtml
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.071
  • Sexo: Masculino
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2818 Online: 26 de Janeiro de 2017, 11:16:07 »
O que tem de panfletário? Quero realmente entender.

Há algo no texto que não seja verdade? Ou o que te incomoda é estarem noticiando?

Offline Gauss

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.776
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2819 Online: 26 de Janeiro de 2017, 12:34:22 »
O que tem de panfletário? Quero realmente entender.

Há algo no texto que não seja verdade? Ou o que te incomoda é estarem noticiando?
Eu não me incomodo com nada. Este cidadão  nem deveria ser cotado para ser ministro do STF. Mas tem uma turma realmente grande que se incomoda com isso, e eu só acho que a Folha deveria ter mais cuidado.

A matéria é chamativa em seu título: "Cotado para o STF defende que mulher obedeça ao marido". Pessoas como nós acham absurdo que um cotado para este cargo importante pense assim. Porém, para grande parte da população(talvez até a maioria) isso é normal, e é assim que as coisas deveriam ser. A Folha tenta passar a impressão que é um pensamento errado, contrariando o que essa parte da população pensa.

E ainda 'linka' o homem à reforma trabalhista, que já é um assunto diferente em relação às ideias ultraconservadoras defendidas por ele.

O efeito disso  é a simples negação dessas pessoas às notícias e maior relevância para sites que agradam a narrativa delas. Ou você quer que sites como "O Reacionário"(o Brasil247 da direita) sejam levados mais a sério que a Folha? Isso é o que me incomoda.
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2820 Online: 26 de Janeiro de 2017, 17:45:11 »
É machismo a partir de que ponto? Só se a pessoa começar a incitar violência física?

Acho que a maioria concorda que considerar que mulheres devem obediência aos homens em qualquer comunidade humana já está bem dentro do conceito.
Para mim está. Mas na ótica dos conservadores não. Existem inclusive mulheres que pensam como este cidadão. E dificilmente serão convencidas do contrário.

Sim, e então?

Sua posição é a de simplesmente "acatar" a versão "minimalista" desses conceitos, de forma que a maior parte das pessoas não seja sexista/racista/homofóbica? :hein:


Como a Folha/outra publicação de postura não-conservadora/retrógrada deveria abordar isso? Ou não deveria? :hein:



Enquanto eu penso que parte do "progressivismo" descambou para histeria e hiper-sensibilidade pura e simples, e esses extremos devem até ajudar o "conservadorismo" a se passar por algo mais racional por contraste, esse nível de comentário ainda me parece (numa análise bem superficial, mas que parece bastar) ainda "elementar". Apesar de haver muitas pessoas conservadoras, penso que a "civilização ocidental", incluindo a conservadora, tem por "machismo" já coisas muito menos graves do que selvageria, brutalidade. Incluindo isso de "mulher tem que obedecer o marido". Não se pode nivelar por baixo.


Eu penso que um caso análogo ao que está fazendo seria mais aceitável em algo como, uma matéria estar "condenando" alguém como reacioário-talebanesco por declarações moderadas (isso é, não pró apedrejamento) contra promiscuidade e/ou infidelidade conjugal. Valorizar a família é um valor conservador ainda dentro dos padrões não-retrógrados/imbecis, mas isso não tem como implicação o poder patriarcal, poderia se argumentar, nem mesmo que a "família" seja necessariamente centrada num casal heterossexual.

Offline Gauss

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.776
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2821 Online: 26 de Janeiro de 2017, 18:46:28 »
É machismo a partir de que ponto? Só se a pessoa começar a incitar violência física?

Acho que a maioria concorda que considerar que mulheres devem obediência aos homens em qualquer comunidade humana já está bem dentro do conceito.
Para mim está. Mas na ótica dos conservadores não. Existem inclusive mulheres que pensam como este cidadão. E dificilmente serão convencidas do contrário.

Sim, e então?

Sua posição é a de simplesmente "acatar" a versão "minimalista" desses conceitos, de forma que a maior parte das pessoas não seja sexista/racista/homofóbica? :hein:
Não. Minha crítica é em relação ao adjetivismo político dos 'progressistas' mesmo.  Adjetivar é algo banal, falacioso, e muitas vezes autoritário.

Citar
Como a Folha/outra publicação de postura não-conservadora/retrógrada deveria abordar isso? Ou não deveria? :hein:
Da forma como quiserem. São propriedades privadas e são geridas conforme seus respectivos donos querem. O problema da reportagem da Folha para mim está no último parágrafo, que tenta ligar ele com a Reforma Trabalhista, que é outro assunto  diferente, de forma a dar entender qual o padrão real dos apoiadores de uma reforma. Isso geraria o panfletarismo. Mas pode ser histeria minha também.

Citar
Enquanto eu penso que parte do "progressivismo" descambou para histeria e hiper-sensibilidade pura e simples, e esses extremos devem até ajudar o "conservadorismo" a se passar por algo mais racional por contraste, esse nível de comentário ainda me parece (numa análise bem superficial, mas que parece bastar) ainda "elementar". Apesar de haver muitas pessoas conservadoras, penso que a "civilização ocidental", incluindo a conservadora, tem por "machismo" já coisas muito menos graves do que selvageria, brutalidade. Incluindo isso de "mulher tem que obedecer o marido". Não se pode nivelar por baixo.
Esse Ives Gandra Filho é membro do Opus Dei. Não preciso falar nada, né?

Citar
Eu penso que um caso análogo ao que está fazendo seria mais aceitável em algo como, uma matéria estar "condenando" alguém como reacioário-talebanesco por declarações moderadas (isso é, não pró apedrejamento) contra promiscuidade e/ou infidelidade conjugal. Valorizar a família é um valor conservador ainda dentro dos padrões não-retrógrados/imbecis, mas isso não tem como implicação o poder patriarcal, poderia se argumentar, nem mesmo que a "família" seja necessariamente centrada num casal heterossexual.
É o que a OAB fez. As posições dele em relação aos homossexuais não é muito diferente da posição de outros conservadores, não necessariamente homofóbicos. Mas a OAB já o taxou  de homofóbico.


Adjetivismo. Até xenofóbico ele já virou.
http://justificando.cartacapital.com.br/2017/01/26/seccionais-da-oab-emitem-nota-de-repudio-contra-indicacao-de-ives-ao-stf/
« Última modificação: 26 de Janeiro de 2017, 18:52:09 por Gauss »
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2822 Online: 26 de Janeiro de 2017, 19:40:34 »
Ah, não sabia dessa de tentativa de desqualificação de algo que não tem nada a ver por "associação". Imaginava que ao menos fosse algo mais relacionado ao criticado*. Isso é bem ridículo mesmo, apelação bem falaciosa.



* tanto quanto sei, as reformas trabalhisas não pretendem ter diferenciações adicionais para homens e mulheres, e muito menos para homossexuais, ou teria algo assim? :hein:

Fim da diferença de idade para aposentadoria, talvez?

Offline Gauss

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.776
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2823 Online: 26 de Janeiro de 2017, 21:16:16 »
* tanto quanto sei, as reformas trabalhisas não pretendem ter diferenciações adicionais para homens e mulheres, e muito menos para homossexuais, ou teria algo assim? :hein:

Fim da diferença de idade para aposentadoria, talvez?

Essa é a reforma previdenciária.

Aqui a reforma trabalhista:
http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2016/12/22/governo-propoe-reforma-trabalhista-veja-o-que-pode-mudar-nas-regras-atuais.htm
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.071
  • Sexo: Masculino
Re:Tópico Coringa
« Resposta #2824 Online: 26 de Janeiro de 2017, 23:37:48 »
O que tem de panfletário? Quero realmente entender.

Há algo no texto que não seja verdade? Ou o que te incomoda é estarem noticiando?

A matéria é chamativa em seu título: "Cotado para o STF defende que mulher obedeça ao marido".

Mas essa é uma informação absolutamente correta, não há nenhum exagero ou distorção. Ele foi bem claro ao defender que a mulher deve obedecer ao marido. Ele foi até mais extremo, dizendo que isso é ínsito, ou seja, que é algo determinado pela natureza, inato. Não é a manchete que é chamativa, é o próprio fato em si, que a manchete descreve de forma particularmente precisa e neutra.

Citar
Pessoas como nós acham absurdo que um cotado para este cargo importante pense assim. Porém, para grande parte da população(talvez até a maioria) isso é normal, e é assim que as coisas deveriam ser. A Folha tenta passar a impressão que é um pensamento errado, contrariando o que essa parte da população pensa.

Isso deveria ser menos problema ainda. Se é algo com que a maioria concorda, qual o problema de terem noticiado? E onde a Folha insinua que é um comportamento errado? Não vi nenhuma frase de condenação às opiniões dele na matéria.

Citar
E ainda 'linka' o homem à reforma trabalhista, que já é um assunto diferente em relação às ideias ultraconservadoras defendidas por ele.

Há outras grandes participações dele na política atual que poderiam ter sido citadas em vez dessa? O que ele fez recentemente de mais destaque do que essa participação na elaboração da reforma trabalhista?

Citar
O efeito disso  é a simples negação dessas pessoas às notícias e maior relevância para sites que agradam a narrativa delas. Ou você quer que sites como "O Reacionário"(o Brasil247 da direita) sejam levados mais a sério que a Folha? Isso é o que me incomoda.

Esses sites já são levados mais a sério que a mídia mainstream. Também acho péssimo, mas não atribuo isso a problemas da mídia mainstream. As pessoas simplesmente têm uma tendência natural e acreditarem no que confirma suas crenças prévias, então, quanto mais disponíveis forem, mais serão acessados esses portais e "jornalismo" de nicho. Acho que a mídia séria tem pouco a fazer quanto a isso, e seria ainda pior se tentasse começar a "agradar" esses leitores com tendência ao extremismo para não perdê-los.

Até aqui no fórum mesmo, se perguntássemos, acho que terá havido um aumento no número de pessoas que se informam mais por blogs e veículos pequenos de mídia, escritos por poucas pessoas, e diminuição na quantidade de pessoas que leem grandes portais de jornais e revistas. Pelo menos observando o que as pessoas escrevem nos tópicos de notícias, há a impressão de que existe essa tendência. Pouco disso é culpa da mídia mainstream.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!