Autor Tópico: E agora, Vegans?  (Lida 688 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.015
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
E agora, Vegans?
« Online: 20 de Fevereiro de 2012, 21:42:47 »
Carne cultivada em laboratório avança rumo a hambúrguer sintético

Hambúrguer artificial

O Dr. Mark Post, um dos principais pesquisadores mundiais na área da "carne sintética", anunciou estar ainda mais próximo de produzir seu primeiro hambúrguer em laboratório.

O cientista holandês anunciou seus mais recentes avanços durante uma palestra na conferência If, no Canadá.

Post e seus colegas da Universidade Maastricht usaram células-tronco de tecido muscular de bois para produzir células musculares adultas.

O objetivo da pesquisa é duplo.

O primeiro é produzir uma carne rica em proteínas e com menor teor de gordura, ou seja, uma carne mais saudável.

O segundo é substituir a criação de gado que, segundo o Dr. Post, é uma das atividades humanas mais agressivas ao meio ambiente.

"Um vegetariano em um Hummer [um dos maiores jipes vendidos pela indústria automobilística] faz muito menos estrago do que um comedor de carne em uma bicicleta," afirmou ele.
Carne cultivada em laboratório avança rumo a hambúrguer sintético
Os "puns" e os arrotos das vacas estão entre os maiores emissores de metano na atmosfera.

Para o pesquisador, a carne artificial pode reduzir a pegada deixada pelo ser humano no meio ambiente em mais de 60%.

Falta o sabor

As fibras musculares criadas pelo Dr. Post parecem-se com filetes de alguns frutos do mar.

A equipe agora pretende misturá-las com sangue e gordura - tudo desenvolvido artificialmente - para criar o tão esperado hambúrguer sintético.

Segundo o Dr. Post, esse primeiro hambúrguer de carne artificial deverá ser insosso, e eles precisarão trabalhar no sabor em uma segunda etapa.

Fonte

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.212
  • Sexo: Masculino
Re:E agora, Vegans?
« Resposta #1 Online: 20 de Fevereiro de 2012, 21:49:56 »
Citar
Carne cultivada em laboratório avança rumo a hambúrguer sintético
[...]
"Um vegetariano em um Hummer [um dos maiores jipes vendidos pela indústria automobilística] faz muito menos estrago do que um comedor de carne em uma bicicleta," afirmou ele.
[...]

Claro, claro. Para se produzir um Hummer não há nenhum impacto ambiental, pois eles são colhidos de árvores do tipo "pé-de-Hummer".


Citar
[...]
As fibras musculares criadas pelo Dr. Post parecem-se com filetes de alguns frutos do mar.
[...]

Então "ferrou". Odeio "frutos-do-mar"!!!
Foto USGS

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.015
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:E agora, Vegans?
« Resposta #2 Online: 20 de Fevereiro de 2012, 21:50:52 »
A pergunta é... Os Vegans repudiam produtos que envolvam maus tratos ou sacrifícios de animais, então como fica? A carne artificial é feita com células de animais, então poderiam argumentar que ainda assim algum bicho foi enclausurado e espetado para se extrairem as suas células, mas, e se forem células de animais absolutamente livres que nem tenham tido algum contato com o ser humano e só lhe foram extraídas células depois de mortos? Vegan vai comer carninha? :?

Offline José H.

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 254
  • Sexo: Masculino
Re:E agora, Vegans?
« Resposta #3 Online: 20 de Fevereiro de 2012, 22:07:53 »
Não tem muito a ver com o tópico, mas me lembrei desses aqui: http://pt.wikipedia.org/wiki/Freeganismo

Perto desses, os vegans são "normais". Vasculhar lixeiras diariamente, haja paciência.  :hihi:

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.015
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:E agora, Vegans?
« Resposta #4 Online: 20 de Fevereiro de 2012, 22:25:06 »
Não tem muito a ver com o tópico, mas me lembrei desses aqui: http://pt.wikipedia.org/wiki/Freeganismo

Perto desses, os vegans são "normais". Vasculhar lixeiras diariamente, haja paciência.  :hihi:
E os radicalgans, que não comem bichos nem plantas nem fungos nem minerais, porque o planeta é Gaia, a Terra viva.

                                                                          :rip:

Offline Dodo

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.304
Re:E agora, Vegans?
« Resposta #5 Online: 20 de Fevereiro de 2012, 23:31:33 »
Não tem muito a ver com o tópico, mas me lembrei desses aqui: http://pt.wikipedia.org/wiki/Freeganismo

Perto desses, os vegans são "normais". Vasculhar lixeiras diariamente, haja paciência.  :hihi:

Já trabalhou em lixão?

Haja estômago... se bem que eu tomava uns iogurtes descartados pela "sociedade de consumo" e conheço gente que já disputou um "queijão" com um cachorro.
Você é único, assim como todos os outros.
Alfred E. Newman

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.015
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:E agora, Vegans?
« Resposta #6 Online: 17 de Outubro de 2018, 17:54:22 »
Agora com frango,



Citar
                            O frigorífico que produz carne de frango sem matar uma ave
                                                     
Há uma crise iminente diante do crescente apetite por carne no mundo. Será que um frango que cisca em uma fazenda em São Francisco pode ser a solução?

Em 1931, Winston Churchill previu que um dia a raça humana "escaparia do absurdo de criar uma galinha inteira para comer o peito ou a asa, produzindo essas partes separadamente".

Oitenta e sete anos depois, esse dia chegou, como descobrimos na Just, empresa de alimentos em São Francisco, nos EUA, onde provamos nuggets de frango fabricados a partir das células de uma pena de galinha.

O frango - que tinha gosto de frango - ainda estava vivo, supostamente ciscando em uma fazenda não muito longe do laboratório.

O pai que alimenta o filho com hambúrguer todos os dias
Aumento no consumo de ultraprocessados pode elevar incidência de câncer, diz pesquisa
Essa carne não deve ser confundida com os hambúrgueres vegetarianos à base de verduras e legumes e outros produtos substitutos de carne que estão ganhando popularidade nos supermercados.


Não, trata-se de carne real fabricada a partir de células animais. Elas são chamadas de diversas formas: carne sintética, in vitro, cultivada em laboratório ou até mesmo "limpa".

São necessários cerca de dois dias para produzir um nugget de frango em um pequeno biorreator, usando uma proteína para estimular as células a se multiplicarem, algum tipo de suporte para dar estrutura ao produto e um meio de cultura - ou desenvolvimento - para alimentar a carne conforme ela se desenvolve.

O resultado ainda não está disponível comercialmente em nenhum lugar do planeta, mas o presidente-executivo da Just, Josh Tetrick, diz que estará no cardápio em alguns restaurantes até o fim deste ano.

"Nós fazemos coisas como ovos, sorvete ou manteiga de plantas e fazemos carne apenas a partir de carne. Você simplesmente não precisa matar o animal", explica Tetrick.

Nós provamos e os resultados foram impressionantes. A pele era crocante e a carne, saborosa, embora a textura interna fosse um pouco mais macia do que a de um nugget do McDonald's ou do KFC, por exemplo.

Tetrick e outros empresários que trabalham com "carne celular" dizem que querem impedir o abate de animais e proteger o meio ambiente da degradação da pecuária intensiva industrial.

Eles afirmam estar resolvendo o problema de como alimentar a crescente população sem destruir o planeta, ressaltando que sua carne não é geneticamente modificada e não requer antibióticos para crescer.

A Organização das Nações Unidas (ONU) diz que a criação de animais para a alimentação humana é uma das principais causas do aquecimento global e da poluição do ar e da água. Mesmo que a indústria pecuária convencional se esforce para se tornar mais eficiente e sustentável, muitos duvidam que será capaz de acompanhar o crescente apetite global por proteína.

Abatemos 70 bilhões de animais por ano para alimentar sete bilhões de pessoas, destaca Uma Valeti, cardiologista que fundou a Memphis Meats, empresa de carnes fabricadas a partir de células, na Califórnia.

Segundo ele, a demanda global por carne está dobrando, à medida que mais pessoas saem da pobreza. Nesse ritmo, acrescenta, a humanidade não conseguirá criar gado e frango suficientes para saciar o apetite de nove bilhões de pessoas até 2050.

"Assim, podemos literalmente cultivar carne vermelha, aves ou frutos do mar diretamente dessas células animais", diz Valeti.
https://www.bbc.com/portuguese/geral-45887742

Offline Peter Joseph

  • Nível 29
  • *
  • Mensagens: 1.536
  • Sexo: Masculino
  • Ela, a Entropia!
Re:E agora, Vegans?
« Resposta #7 Online: 17 de Outubro de 2018, 18:48:50 »
 E agora fazendeiros e frigoríficos?  :biglol:
"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente." - Krishnamurti

"O progresso é a concretização de Utopias." – Oscar Wilde
O Minhocário - https://ominhocario.wordpress.com/

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.983
Re:E agora, Vegans?
« Resposta #8 Online: 19 de Outubro de 2018, 09:44:11 »
Carne celular, no futuro, será apenas comida de pobre, igual a Soylent Green, comida típica para alimentar a praga comunista que insiste em não acabar de vez.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!