Autor Tópico: A barba, e a evolução  (Lida 7292 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Filosofo Superficial

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 340
  • Só vemos o que queremos ver
Re:A barba, e a evolução
« Resposta #25 Online: 10 de Janeiro de 2013, 13:05:25 »
Não se trata de uma vantagem evolutiva, e sim da misogenia dos homens pré históricos, na pré-história as mulheres tinham barba, mas o patriarcado paleolitico criou um conceito de beleza onde mulheres só eram bonitas se não tinha barba, e após milhares de anos de misogenia a "desevolução" (Afinal, não podemos chamar tal preconceito de evolução, né?) ocorreu e as mulheres perderam a barba.

Agora, sendo sério, na pré-historia homens eram caçadores, na europa era frio pra caralho, mas mulheres ficavam na caverna e não passavam tanto frio, homens desenvolveram mais pelos corporais que as mulheres, além disso, a testoterona acelera o crescimento de pelos.
"Se vivemos num mundo com tantas dimensões, como podemos fazer a distinção entre Ilusão e Realidade?"

"Enquanto não se escolhe, tudo permanece possível"

Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re:A barba, e a evolução
« Resposta #26 Online: 10 de Janeiro de 2013, 13:17:39 »
E as tetinhas, porque raios os homens a temos?
E o apendice tambem... Expliquem isso crias...  Desing não muito inteligente?! Coisa do estagiário?! ::)

E as amígdalas? Muita gente vive muito bem sem elas.

E o prepúcio? Os judeus vivem muito bem sem ele.

E a trajetória do nervo laringeo recorrente? Nada inteligente!

Crentes ateistas atacando as aparentes falhas da Teoria DI...  ::) E nem conseguem explicar porque os macacos pararam de evoluir e virar seres humanos!  :susto:

 :histeria:
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.265
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:A barba, e a evolução
« Resposta #27 Online: 10 de Janeiro de 2013, 13:44:42 »
Em algum momento tudo isso deve ter sido útil, assim como o mindinho do pé e os sisos. :P
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.545
  • Sexo: Masculino
Re:A barba, e a evolução
« Resposta #28 Online: 10 de Janeiro de 2013, 14:25:09 »
Não se trata de uma vantagem evolutiva, e sim da misogenia dos homens pré históricos, na pré-história as mulheres tinham barba, mas o patriarcado paleolitico criou um conceito de beleza onde mulheres só eram bonitas se não tinha barba, e após milhares de anos de misogenia a "desevolução" (Afinal, não podemos chamar tal preconceito de evolução, né?) ocorreu e as mulheres perderam a barba.

Praticamente isso. Você apenas deixou meio vago o aspecto de que antes as sociedades primitivas eram matriarcais e pacíficas, e então os neandertais perceberam que poderiam usar o pênis como arma de opressão, e então deram o golpe que se mantém até hoje.

Isso é apenas parte da história, as mulheres não perderam a barba e outros pelos completamente, elas apenas perceberam que se quiserem sobreviver, precisam se livrar deles.




Citar
Agora, sendo sério, na pré-historia homens eram caçadores, na europa era frio pra caralho, mas mulheres ficavam na caverna e não passavam tanto frio, homens desenvolveram mais pelos corporais que as mulheres, além disso, a testoterona acelera o crescimento de pelos.

Eu não sei muito a respeito, mas parece que há bastante romantização nessas reconstituições populares de "homens eram bravos caçadores que arriscavam a vida todos os dias, e as mulheres ficavam em casa cuidando das crianças e tricotando casacos de pele de urso". Parece que há alguns indícios de que as divisões de trabalho não fossem assim tão dramáticas e que boa parte da alimentação, mesmo na Europa (ou especificamente na Europa) vinha da pesca, por redes de pesca, o que além de ser algo que não é tão "másculo" a ponto de requerer fortemente essa divisão de trabalho, também pode indicar mais sedentarismo/abrigos instalados já próximos aos rios e lagos.

Essa parte de diferenças hormonais também não favorece muito, porque o cabelo em si cresce mais rápido nas mulheres, e acho que não é difícil conceber que fosse mais útil como proteção ao frio do que barba, que apenas começa a aparecer na adolescência, e demora um bocado para crescer a ponto de proteger do frio. Talvez a maior parte dos homens morresse antes de ter uma barba bem cheia, que ainda deveria ser inferior a um reles cachecol/capuz, que poderia ser feito de forma relativamente fácil.

Também tem o aspecto que a barba não se correlaciona muito de perto com as variações de testosterona ao redor do globo, e nem mesmo muito com isso de calor e frio. Os asiáticos/mongólicos, com exceção dos Ainu (que acho que devem ser os mais peludos do mundo) têm barba escassa, mesmo os esquimós. Ao mesmo tempo os nativos australianos são bastante barbudos e tem também bastante pelo corporal, mais ou menos no mesmo nível dos europeus, apesar de viverem num clima mais parecido com o africano (se bem que o clima na Austrália é de extremos, dependendo da região, mas de qualquer forma acho que eles historicamente sempre popularam mais as regiões mais quentes).


Eu não estou dizendo que definitivamente as coisas não foram assim, eu não sei como foram. Só gosto de ser meio "chato" e lembrar que é sempre possível inventar alguma explicação que pareça clara, evidente, mas que não é tão evidente assim quando se examina as coisas de forma mais aprofundada. Muitas vezes parece que ficamos sem nenhuma explicação clara preferencial, só com uma "bagunça" de possibilidades.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.545
  • Sexo: Masculino
Re:A barba, e a evolução
« Resposta #29 Online: 10 de Janeiro de 2013, 14:27:24 »
Alguém mais tem sensação de que só deixar de fazer a barba um dia ou outro faz a temperatura da cara aumentar estrondosamente nos dias quentes, mas você pode estar umas trinta vezes mais barbudo que não fará a menor diferença no frio?

Offline JohnnyRivers

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.928
  • Sexo: Masculino
  • Are we saved by the words of bastard saints?
Re:A barba, e a evolução
« Resposta #30 Online: 10 de Janeiro de 2013, 14:42:02 »
Alguém mais tem sensação de que só deixar de fazer a barba um dia ou outro faz a temperatura da cara aumentar estrondosamente nos dias quentes, mas você pode estar umas trinta vezes mais barbudo que não fará a menor diferença no frio?

Tenho essa sensação com cabelos...tanto que dei uma leve aparada (uns 20cm)
"Que homem é um homem que não torna o mundo melhor?"

"What do we need? Where do we go when we get where we don't know?
  Why should we doubt the virgin white of fallen snow when faith's our shelter from the cold?"
- Skid Row

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.545
  • Sexo: Masculino
Re:A barba, e a evolução
« Resposta #31 Online: 10 de Janeiro de 2013, 16:59:42 »
Eu não, ou ao menos longe de ser proporcional. Cabelo mais ou menos curto já "refresca" quase igual. Se fosse ser proporcional eu teria que ser "skin head", passando barbeador/navalha, ou sentiria que estou de toca mesmo se tivesse acabado de cortar com "máquina", 1 ou 2.

Vai de qualquer forma demorar um bocado para crescer a ponto de "servir de toca", acho que uns 6 meses. Nunca fiquei sem fazer a barba por tanto tempo para comparar, em algum momento deve "funcionar", seja lá quanto tempo demore.

O que eu acho estranho mesmo é a diferença que uma barba praticamente inexistente faz para esquentar e como uma quantidade razoavelmente maior ainda não parece adiantar absolutamente nada no frio.

Se bem que também nunca experimentei algo como fazer a barba só de um lado para comparar mais precisamente. Nem vou fazer.

Offline Filosofo Superficial

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 340
  • Só vemos o que queremos ver
Re:A barba, e a evolução
« Resposta #32 Online: 10 de Janeiro de 2013, 17:13:16 »
Não se trata de uma vantagem evolutiva, e sim da misogenia dos homens pré históricos, na pré-história as mulheres tinham barba, mas o patriarcado paleolitico criou um conceito de beleza onde mulheres só eram bonitas se não tinha barba, e após milhares de anos de misogenia a "desevolução" (Afinal, não podemos chamar tal preconceito de evolução, né?) ocorreu e as mulheres perderam a barba.

Praticamente isso. Você apenas deixou meio vago o aspecto de que antes as sociedades primitivas eram matriarcais e pacíficas, e então os neandertais perceberam que poderiam usar o pênis como arma de opressão, e então deram o golpe que se mantém até hoje.

Isso é apenas parte da história, as mulheres não perderam a barba e outros pelos completamente, elas apenas perceberam que se quiserem sobreviver, precisam se livrar deles.




Citar
Agora, sendo sério, na pré-historia homens eram caçadores, na europa era frio pra caralho, mas mulheres ficavam na caverna e não passavam tanto frio, homens desenvolveram mais pelos corporais que as mulheres, além disso, a testoterona acelera o crescimento de pelos.

Eu não sei muito a respeito, mas parece que há bastante romantização nessas reconstituições populares de "homens eram bravos caçadores que arriscavam a vida todos os dias, e as mulheres ficavam em casa cuidando das crianças e tricotando casacos de pele de urso". Parece que há alguns indícios de que as divisões de trabalho não fossem assim tão dramáticas e que boa parte da alimentação, mesmo na Europa (ou especificamente na Europa) vinha da pesca, por redes de pesca, o que além de ser algo que não é tão "másculo" a ponto de requerer fortemente essa divisão de trabalho, também pode indicar mais sedentarismo/abrigos instalados já próximos aos rios e lagos.

Essa parte de diferenças hormonais também não favorece muito, porque o cabelo em si cresce mais rápido nas mulheres, e acho que não é difícil conceber que fosse mais útil como proteção ao frio do que barba, que apenas começa a aparecer na adolescência, e demora um bocado para crescer a ponto de proteger do frio. Talvez a maior parte dos homens morresse antes de ter uma barba bem cheia, que ainda deveria ser inferior a um reles cachecol/capuz, que poderia ser feito de forma relativamente fácil.

Também tem o aspecto que a barba não se correlaciona muito de perto com as variações de testosterona ao redor do globo, e nem mesmo muito com isso de calor e frio. Os asiáticos/mongólicos, com exceção dos Ainu (que acho que devem ser os mais peludos do mundo) têm barba escassa, mesmo os esquimós. Ao mesmo tempo os nativos australianos são bastante barbudos e tem também bastante pelo corporal, mais ou menos no mesmo nível dos europeus, apesar de viverem num clima mais parecido com o africano (se bem que o clima na Austrália é de extremos, dependendo da região, mas de qualquer forma acho que eles historicamente sempre popularam mais as regiões mais quentes).


Eu não estou dizendo que definitivamente as coisas não foram assim, eu não sei como foram. Só gosto de ser meio "chato" e lembrar que é sempre possível inventar alguma explicação que pareça clara, evidente, mas que não é tão evidente assim quando se examina as coisas de forma mais aprofundada. Muitas vezes parece que ficamos sem nenhuma explicação clara preferencial, só com uma "bagunça" de possibilidades.

A parte do frio eu acho válida por 1 motivo, humanos que viviam em locais não tão frios, como os indios e os negros, tem pelos mais escaços... Talvez não fosse o caso de mulheres não terem e homens, mas fez uma diferença entre os povos de diversas partes do mundo...
"Se vivemos num mundo com tantas dimensões, como podemos fazer a distinção entre Ilusão e Realidade?"

"Enquanto não se escolhe, tudo permanece possível"

Offline JohnnyRivers

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.928
  • Sexo: Masculino
  • Are we saved by the words of bastard saints?
Re:A barba, e a evolução
« Resposta #33 Online: 10 de Janeiro de 2013, 17:28:22 »
Diz a lenda que os muçulmamos tem a barba comprida em suas terras gélidas...
"Que homem é um homem que não torna o mundo melhor?"

"What do we need? Where do we go when we get where we don't know?
  Why should we doubt the virgin white of fallen snow when faith's our shelter from the cold?"
- Skid Row

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.545
  • Sexo: Masculino
Re:A barba, e a evolução
« Resposta #34 Online: 10 de Janeiro de 2013, 17:37:59 »

A parte do frio eu acho válida por 1 motivo, humanos que viviam em locais não tão frios, como os indios e os negros, tem pelos mais escaços... Talvez não fosse o caso de mulheres não terem e homens, mas fez uma diferença entre os povos de diversas partes do mundo...

É, mas acho que tem o problema de que agasalhos, por mais toscos que pudessem ter sido, não só ajudariam muito mais como provavelmente eram absolutamente necessários, de forma a praticamente anular qualquer ajuda possivelmente vinda de barba especificamente (que só iria ajudar uma fração pequena da população e por alguns anos).

Ao mesmo tempo em que tem povos com menos pelos em lugares frios (esquimós), e povos tão peludos quanto europeus em lugares mais quentes (nativos australianos). E os japoneses devem estar ao mesmo tempo em ambos extremos, dentre os menos peludos no geral, e os mais peludos, os Ainu especificamente. Daí a correlação é bem mais fraca do que a que há por exemplo com a cor da pele e clima.


Isso não exclui totalmente a possibilidade, de qualquer forma. Pode ser que tenha havido vantagem só entre os europeus, seja lá como for exatamente que isso tenha se dado; ou só entre os Ainu, e na Europa ter sido apenas "por acaso". Ou ambos mesmo, e alguma vantagem até para os nativos australianos, apesar de se esperar que fossem ser mais "pelados" como índios americanos e africanos.



Eu particularmente desconfio que se há uma explicação climática/selecionista esta deve ser mais nas linhas de que fora de climas muito quentes não há tanta pressão seletiva para que a pelagem não volte*, e não que seja favoravelmente selecionada ou conservada por servir de "agasalho". Até seleção sexual me parece mais provável.

Acho que isso seria algo menos improvável para os neandertais, que ficaram mais tempo pela Europa (talvez também erectus asiáticos), e migraram para lá quando eram menos tecnológicos, de forma que esse tipo de adaptação mais "primitiva" teria maior chance de ser algo de maior ajuda.



* ou que não continue a ser eliminada; os primeiros humanos modernos a migrar para fora da África não eram iguais aos africanos atuais em seus ossos, e também não seriam necessariamente iguais em pelagem e cor de pele.

Offline Filosofo Superficial

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 340
  • Só vemos o que queremos ver
Re:A barba, e a evolução
« Resposta #35 Online: 10 de Janeiro de 2013, 17:58:07 »
Diz a lenda que os muçulmamos tem a barba comprida em suas terras gélidas...

Eu não disse que eles n tinham, disse que tinha menas kkkkkkkkkkkk
"Se vivemos num mundo com tantas dimensões, como podemos fazer a distinção entre Ilusão e Realidade?"

"Enquanto não se escolhe, tudo permanece possível"

Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.594
  • Sexo: Masculino
Re:A barba, e a evolução
« Resposta #36 Online: 10 de Janeiro de 2013, 18:21:20 »
Diz a lenda que os muçulmamos tem a barba comprida em suas terras gélidas...

Eu não disse que eles n tinham, disse que tinha menas kkkkkkkkkkkk

Menas?

Doeu aqui.

Offline Filosofo Superficial

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 340
  • Só vemos o que queremos ver
Re:A barba, e a evolução
« Resposta #37 Online: 10 de Janeiro de 2013, 18:33:01 »
Diz a lenda que os muçulmamos tem a barba comprida em suas terras gélidas...

Eu não disse que eles n tinham, disse que tinha menas kkkkkkkkkkkk

Menas?

Doeu aqui.

EU notei, mas se falei 1 besteira, qual probrema de falar outra?
"Se vivemos num mundo com tantas dimensões, como podemos fazer a distinção entre Ilusão e Realidade?"

"Enquanto não se escolhe, tudo permanece possível"

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.010
  • Sexo: Masculino
Re:A barba, e a evolução
« Resposta #38 Online: 11 de Janeiro de 2013, 00:28:07 »
Diz a lenda que os muçulmamos tem a barba comprida em suas terras gélidas...

Eu não disse que eles n tinham, disse que tinha menas kkkkkkkkkkkk

Menas?

Doeu aqui.

Sim, "menas", que é o feminino de 'menos'.  :P

Muito utilizada por um ex-presidente cujas duas mãos somavam nove dedos.

 :biglol:
Foto USGS

Offline Pagão

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.690
  • Sexo: Masculino
Re:A barba, e a evolução
« Resposta #39 Online: 11 de Janeiro de 2013, 07:57:53 »
Diz a lenda que os muçulmamos tem a barba comprida em suas terras gélidas...

As motivações religiosas são de ordem diferente das da evolução natural.... Visam reforçar a unidade e submissão da comunidade impondo certos comportamentos coletivos que os distinguem dos elementos externos à mesma...
Nenhuma argumentação racional exerce efeitos racionais sobre um indivíduo que não deseje adotar uma atitude racional. - K.Popper

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!