Enquete

Para você, havia necessidade de um regime ditatorial na sociedade descrita nesse livro, porque:

Havia um sadismo que fazia com que o governo ou queimasse os produtos de consumo ou usasse 50% do PIB com gastos militares por sadismo e depois disso precisassem de uma ditadura para evitar uma revolta por causa das más condições de vida?
3 (30%)
Por que não havia mesmo recursos suficientes e para os do partido-interno viverem bem era necessário uma ditadura, pois não daria para tanto eles como os do partido externo e os proles viverem bem?
7 (70%)

Votos Totais: 10

Autor Tópico: Enquete sobre o livro "1984"  (Lida 1143 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline LaraAS

  • Contas Excluídas
  • Nível 27
  • *
  • Mensagens: 1.386
  • Sexo: Feminino
Enquete sobre o livro "1984"
« Online: 07 de Maio de 2012, 01:04:00 »

          A minha hipótese é a primeira e eu sempre pensei que todo mundo via o livro assim, até que eu li uma critica, em que o critico comentou a parte em o Winston foi pegar um livro emprestado na caso do O´Brein e viu o ambiente e conforto muito melhor do que a média no prédio e apartamento do O´Brein.....aí o critico falou, "então se vê que não era por causa de uma visão do esforço pelo coletivo, de espírito coletivo que havia aquela ditadura mas sim para manter os privilégios de alguns, então essa idéia que alguns tem de que são as idéias coletivistas que são o problema não tem a ver".
          Eu não interpretei a idéia do livro desse modo, mas sim interpretei que havia recursos mas o partido único preferia queimar os produtos de consumo ou usá-los em 40% do PIB para a guerra por sadismo, por motivos de poder puro...(como o O´Brein disse para fazer as pessoas sofrerem que é como se garante o poder). E que isso tem a ver sim, de querer usar coletivismo abstrato numa sociedade de milhões de pessoas inter-relacionadas economicamente.
          Essa é a minha interpretação (e que é como era mesmo nos regimes comunistas até a década (a verdadeira) de 1980).
          Agora se a interpretação desse cara estivesse certa, é que não adiantaria nada fazer nada, e não por causa de uma repressão ou de burrice dos "proles", mas simplesmente porque não haveria recursos mesmo, não daria para melhorar nem depois da insurreição....a não que se julgue que uma insurreição para depôr um poder, faça vir uma abundancia escondida de de baixo das pedras....
          Na verdade, o problema do comunismo era o primeiro (além de uma certa incapacidade de logística distribuidora do sistema comunista) tanto é que isso é que explica o melhor nível de vida da Coreia do sul em comparação com a do norte e de como era o melhor nível de vida da Alemanha ocidental em comparação com a Alemanha oriental.

Offline FZapp

  • Administradores
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.821
  • Sexo: Masculino
  • El Inodoro Pereyra
    • JVMC
Re:Enquete sobre o livro "1984"
« Resposta #1 Online: 07 de Maio de 2012, 05:48:05 »
É necessária uma ditadura para manter uma sociedade sob preceitos ilógicos.

A 'queima' de recursos serve para explicar que há uma estabilidade mesmo na produção contínua. Em outra sociedade talvez haveria recursos para todos, porém lembre-se que o partido aceitou a manteve as tres classes sociais, porém de forma velada.

1984 descreve uma sociedade onde o indivíduo desaparece, só fica o Estado, na forma do Partido. Isso só é possível numa ditadura.
--
Si hemos de salvar o no,
de esto naides nos responde;
derecho ande el sol se esconde
tierra adentro hay que tirar;
algun día hemos de llegar...
despues sabremos a dónde.

"Why do you necessarily have to be wrong just because a few million people think you are?" Frank Zappa

Offline LaraAS

  • Contas Excluídas
  • Nível 27
  • *
  • Mensagens: 1.386
  • Sexo: Feminino
Re:Enquete sobre o livro "1984"
« Resposta #2 Online: 13 de Novembro de 2012, 16:00:56 »

          A minha hipótese é a primeira e eu sempre pensei que todo mundo via o livro assim, até que eu li uma critica, em que o critico comentou a parte em o Winston foi pegar um livro emprestado na caso do O´Brein e viu o ambiente e conforto muito melhor do que a média no prédio e apartamento do O´Brein.....aí o critico falou, "então se vê que não era por causa de uma visão do esforço pelo coletivo, de espírito coletivo que havia aquela ditadura mas sim para manter os privilégios de alguns, então essa idéia que alguns tem de que são as idéias coletivistas que são o problema não tem a ver".
          Eu não interpretei a idéia do livro desse modo, mas sim interpretei que havia recursos mas o partido único preferia queimar os produtos de consumo ou usá-los em 40% do PIB para a guerra por sadismo, por motivos de poder puro...(como o O´Brein disse para fazer as pessoas sofrerem que é como se garante o poder). E que isso tem a ver sim, de querer usar coletivismo abstrato numa sociedade de milhões de pessoas inter-relacionadas economicamente.
          Essa é a minha interpretação (e que é como era mesmo nos regimes comunistas até a década (a verdadeira) de 1980).
          Agora se a interpretação desse cara estivesse certa, é que não adiantaria nada fazer nada, e não por causa de uma repressão ou de burrice dos "proles", mas simplesmente porque não haveria recursos mesmo, não daria para melhorar nem depois da insurreição....a não que se julgue que uma insurreição para depôr um poder, faça vir uma abundancia escondida de de baixo das pedras....
          Na verdade, o problema do comunismo era o primeiro (além de uma certa incapacidade de logística distribuidora do sistema comunista) tanto é que isso é que explica o melhor nível de vida da Coreia do sul em comparação com a do norte e de como era o melhor nível de vida da Alemanha ocidental em comparação com a Alemanha oriental.

          Quanto é isso, é bom lembrar também, que o nível de vida o O´Brein nem era tão bom assim. É simplesmente o que se considera como classe-média-média no capitalismo. É poder de vez em quando beber vinho, e açúcar em vez de só beber bebidas alcoólicas vulgares como gin e ter sacarose não tão boa para adoçar e também é só simplesmente ter paredes pintadas a cada 4 anos e limpadas a cada 6 meses....nada do outro mundo e também não me pareceu que fosse um apartamento gigante. E também poderia acontecer o caso de que não precisasse ficar em filas para comprar as coisas, mas isso é o que é considerado normal no capitalismo.
         Para os em melhor situação viverem assim, não há a menor necessidade de tanta repressão, e se realmente só há recursos para que os inclusive em melhor situação vivam assim de um modo classe-média-média, não é uma revolta ou tentativa de revolução que vai fazer surgirem recursos das pedras.
         Mas dado que era uma sociedade industrialista ou pós-industrialista, eu só posso concluir que era por sadismo pura, por queimar produtos ou por usar 40% do pib para uso militar (essa última coisa que os regimes comunistas realmente faziam) então se é assim, a origem era o coletivismo sim, era o sado-masoquismo e ainda por cima atingindo também a pessoas não-masoquistas pelo menos,não antes do trauma e também sem ser só a versão sexual, e sobretudo não sendo nunca a versão sexual para a vítima.
        Agora uma coisa que eu notei, é o cinismo do O´Brein naquela parte em que ele perguntou para o Winston amarrado porque eles, os chefes do partido interno da Oceania, como era o O´Brein , porque eles queriam manter o poder absoluto, aí o Winston pensou que eles tinham boa intenção e que pelo menos eles pensavam que estavam ajudando e falou isso, aí o O´Brein deu o choque elétrico e falou "Isso foi cretino, cretino, você sabia muito bem que não devia dizer uma coisa dessas". Na verdade eu acho que O´Brein falou isso, porque ele era ex-comunista sincero (naquela cena em que ele se mostrou ao Winston pela primeira vez na prisão o Winston disse "Também te pegaram", aí ele respondeu "Me pegaram há muito tempo"),ex-comunista sincero que tinha acreditado que toda boa intenção dos em melhor situação é só disfarce para o domínio de classes, então ao perder a esperança em algo melhor ele mesmo se tornou cínico e sádico de vez, na verdade, mas do que os que nunca tiveram esse tipo de modo de ver demonizador dos em melhor situação, quer dizer, mais do que os que nunca acreditaram na luta de classes (estamentos,etc...) total como única solução.
       Quer dizer essa visão é péssima, faz com que os comunistas quando sinceros demonizem e façam assassinatos,  maltratos e torturas contra os de classe alta ou classe média alta, e acaso se tornem cínicos e percam as esperanças, geralmente não querem se considerar como tendo nenhuma obrigação que seja de ajudar aos em pior situação e a difusão desse tipo de ideia leva a espalhar esse tipo de ideia na população.
         

Offline Pagão

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.683
  • Sexo: Masculino
Re:Enquete sobre o livro "1984"
« Resposta #3 Online: 09 de Maio de 2013, 11:28:31 »
Fiquei com a ideia de que o fim do livro 1984 tem implícito que o protagonista está nas vésperas de ser novamente preso para ser finalmente eliminado, mas nunca li nada sobre esta possível? interpretação.

A minha convicção resulta de, numa determinada folha do livro, se explicar quando é que o opositor é definitivamente eliminado..., seria quando já estava perfeitamente reintegrado e sem qualquer vestígio de revolta..., tal como o protagonista se encontra na última folha da obra. Daí a minha interpretação... Estarei ou não certo? Gostaria da opinião de quem leu a obra.
Nenhuma argumentação racional exerce efeitos racionais sobre um indivíduo que não deseje adotar uma atitude racional. - K.Popper

Offline Muad'Dib

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.234
Re:Enquete sobre o livro "1984"
« Resposta #4 Online: 10 de Maio de 2013, 23:03:08 »
Fiquei com a ideia de que o fim do livro 1984 tem implícito que o protagonista está nas vésperas de ser novamente preso para ser finalmente eliminado, mas nunca li nada sobre esta possível? interpretação.

A minha convicção resulta de, numa determinada folha do livro, se explicar quando é que o opositor é definitivamente eliminado..., seria quando já estava perfeitamente reintegrado e sem qualquer vestígio de revolta..., tal como o protagonista se encontra na última folha da obra. Daí a minha interpretação... Estarei ou não certo? Gostaria da opinião de quem leu a obra.

É explícito mesmo.

O "camarada" do partido interno (qual era mesmo o nome dele?), quando estava torturando o Wilson no quarto 101 falou que a intenção lá era quebrar ele, fazê-lo acreditar realmente que 2 + 2 eram 5 (e o todo o resto da ideologia do "ingsoc") para depois libertá-lo e ai sim um dia, quando menos ele esperasse, ele seria "vaporizado".

Foi o que ocorreu com o outro "traidor" do partido que ficava no mesmo bar jogando xadrez e bebendo gim. Um dia virou uma "impessoa".

Offline Muad'Dib

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.234
Re:Enquete sobre o livro "1984"
« Resposta #5 Online: 10 de Maio de 2013, 23:08:05 »
É necessária uma ditadura para manter uma sociedade sob preceitos ilógicos.

A 'queima' de recursos serve para explicar que há uma estabilidade mesmo na produção contínua. Em outra sociedade talvez haveria recursos para todos, porém lembre-se que o partido aceitou a manteve as tres classes sociais, porém de forma velada.

1984 descreve uma sociedade onde o indivíduo desaparece, só fica o Estado, na forma do Partido. Isso só é possível numa ditadura.

Nós vivemos sobre preceitos ilógicos.

Offline Felipp Jarbas

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.920
  • Sexo: Masculino
Re:Enquete sobre o livro "1984"
« Resposta #6 Online: 11 de Maio de 2013, 09:29:51 »
Fiquei com a ideia de que o fim do livro 1984 tem implícito que o protagonista está nas vésperas de ser novamente preso para ser finalmente eliminado, mas nunca li nada sobre esta possível? interpretação.

A minha convicção resulta de, numa determinada folha do livro, se explicar quando é que o opositor é definitivamente eliminado..., seria quando já estava perfeitamente reintegrado e sem qualquer vestígio de revolta..., tal como o protagonista se encontra na última folha da obra. Daí a minha interpretação... Estarei ou não certo? Gostaria da opinião de quem leu a obra.

É explícito mesmo.

O "camarada" do partido interno (qual era mesmo o nome dele?), quando estava torturando o Wilson no quarto 101 falou que a intenção lá era quebrar ele, fazê-lo acreditar realmente que 2 + 2 eram 5 (e o todo o resto da ideologia do "ingsoc") para depois libertá-lo e ai sim um dia, quando menos ele esperasse, ele seria "vaporizado".

Foi o que ocorreu com o outro "traidor" do partido que ficava no mesmo bar jogando xadrez e bebendo gim. Um dia virou uma "impessoa".
O camarada é O'Brien e o protagonista é Winston, não Wilson.
Se você acha que sua crença é baseada na razão, você a defenderá com argumentos e não pela força e renunciará a ela se seus argumentos se mostrarem inválidos. (Bertrand Russell)
http://pt.wikipedia.org/wiki/Humanismo_secular
http://pt.wikipedia.org/wiki/Liberalismo_social

Offline Pagão

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.683
  • Sexo: Masculino
Re:Enquete sobre o livro "1984"
« Resposta #7 Online: 11 de Maio de 2013, 16:01:09 »
Fiquei com a ideia de que o fim do livro 1984 tem implícito que o protagonista está nas vésperas de ser novamente preso para ser finalmente eliminado, mas nunca li nada sobre esta possível? interpretação.

A minha convicção resulta de, numa determinada folha do livro, se explicar quando é que o opositor é definitivamente eliminado..., seria quando já estava perfeitamente reintegrado e sem qualquer vestígio de revolta..., tal como o protagonista se encontra na última folha da obra. Daí a minha interpretação... Estarei ou não certo? Gostaria da opinião de quem leu a obra.

É explícito mesmo.

O "camarada" do partido interno (qual era mesmo o nome dele?), quando estava torturando o Wilson no quarto 101 falou que a intenção lá era quebrar ele, fazê-lo acreditar realmente que 2 + 2 eram 5 (e o todo o resto da ideologia do "ingsoc") para depois libertá-lo e ai sim um dia, quando menos ele esperasse, ele seria "vaporizado".

Foi o que ocorreu com o outro "traidor" do partido que ficava no mesmo bar jogando xadrez e bebendo gim. Um dia virou uma "impessoa".
:ok:
Nenhuma argumentação racional exerce efeitos racionais sobre um indivíduo que não deseje adotar uma atitude racional. - K.Popper

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!