Autor Tópico: Ponto de ruptura  (Lida 6053 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline EuSouOqueSou

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.960
  • Sexo: Masculino
  • Question not thy god, for thy god doth not respond
Ponto de ruptura
« Online: 05 de Agosto de 2012, 23:48:41 »
"Mudar uma mente é um processo lento onde fatos vão se acumulando em cima de fatos até que existe um ponto de ruptura. A maioria dos ateus são de ex-crentes que um dia passaram por esse processo."
http://bulevoador.com.br/2012/08/36586/

Então, todos os ateus ex-teístas passaram por uma fase de questionamento até que finalmente "caiu a ficha" de que não existe um deus (ou se existe, é um grande FDP).

No meu caso, esse "gatilho" foi disparado pela notícia abaixo:

http://www.old.diariodepernambuco.com.br/nota.asp?materia=20090202213102

Isso foi a gota d´água, foi o tiro de misericórdia nos temores ou receios que eu ainda tinha de ser condenado a danação eterna do fogo no mármore dos infernos.

Imaginei todas as explicações e racionalizações crentais possíveis para justificar esse fato, mas foi demais para minha mínima inteligência:

"se deus existe e permitiu uma atrocidade dessas, eu me recuso a servir a esse deus." - pensei

No início foi mais uma revolta sim, mas com o tempo a idéia foi amadurecendo até que o óbvio se mostrou claro como água.

Esse foi o meu ponto de ruptura.
Qualquer sistema de pensamento pode ser racional, pois basta que as suas conclusões não contrariem as suas premissas.

Mas isto não significa que este sistema de pensamento tenha correspondência com a realidade objetiva, sendo este o motivo pelo qual o conhecimento científico ser reconhecido como a única forma do homem estudar, explicar e compreender a Natureza.

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.169
  • Sexo: Masculino
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #1 Online: 06 de Agosto de 2012, 07:27:16 »
No meu caso não houve um "gatilho". Na verdade eu "acreditava" em deus burocraticamente, ou seja, porque fui condicionado desde criança e me dava um certo conforto nas horas difíceis. Além disso, na verdade eu nunca tinha pensado muito no assunto também.

Até que um dia resolvi parar para pensar sobre o assunto, e percebi que na verdade sempre soube intuitivamente que a hipotese de existência de deuses não tinha lógica nenhuma... também li algumas coisas dos dois lados, teísta e ateu, e percebi facilmente que a lógica ateísta é claramente superior à teísta, onde você simplesmente tem que aceitar uma série de absurdos para que faça "sentido".
"Deus prefere os ateus"

Offline Price

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.564
  • Manjo das putarias
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #2 Online: 06 de Agosto de 2012, 09:18:47 »
Minha descrença surgiu recentemente quando comecei a notar a massiva alegoria e contradições na bíblia, e quando notei que o maior apologista evangélico vivo defende que a bíblia está errada e concorda com a ciência em alguns pontos (Lane Craig, que aceita a verdadeira idade do universo, entre outros).

Sinto que estou prestes a desacreditar nos meus deuses, que eu criei, pois eles não me respondem mais. :(

Ps.: Odeio 90% do site Bule Voador.
Se você aceitar algumas colocações minhas...
A única e verdadeira razão de eu fazer este comentário em resposta é deixar absolutamente claro que NÃO ACEITO "colocações" suas nem de quem quer que seja.

Offline Rocky Joe

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.755
  • Sexo: Masculino
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #3 Online: 06 de Agosto de 2012, 10:33:42 »
Quando era criança, a minha descrença surgiu por algo que parece bobo, o fato de Deus exigir que seus seguidores o amem. Sabia que amor não pode ser obrigado e também sabia que eu não amava Deus; achava esquisito amar algo que nunca encontrei. Então deixei de ir à igreja e me tornei sem religião, isso lá pelos 10-12 anos. A partir daí para o ateísmo foi um lento processo gradual.

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.256
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #4 Online: 06 de Agosto de 2012, 11:17:26 »
Eu não tive isso. Desde que me lembro por gente, eu nunca acreditei em deus, tanto que, ainda criança, fui "convidado a me retirar" da catequese, e deram a sugestão para minha mãe de que eu retornasse quando levasse o negócio a sério. Nunca mais voltei lá. :lol:
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Luiz F.

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.744
  • Sexo: Masculino
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #5 Online: 06 de Agosto de 2012, 18:10:18 »
Eu também nunca acreditei em nenhum deus. Quando criança, as minhas idas à catequese (por obrigação) eram mais pra ver os amigos e ouvir umas histórias que eu tinha certeza que eram fictícias.

O engraçado é que eu achava que todo mundo encarasse as coisas mais ou menos como eu, quando eu cresci mais um pouco é que eu fui percebendo que as pessoas realmente levavam à sério tudo aquilo. A partir disso eu comecei a me considerar ateu. (Embora pouquíssimas pessoas saibam disso)
"Você realmente não entende algo se não consegue explicá-lo para sua avó."
Albert Einstein

Offline _tiago

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.343
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #6 Online: 06 de Agosto de 2012, 18:16:25 »
Sempre fui agnóstico por pura preguiça. Um dia, no segundo capítulo do Gene Egoísta, tive uma epifania: deuses são completamente desnecessários.  :P

Offline Feynman

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.273
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #7 Online: 06 de Agosto de 2012, 18:50:41 »
Sempre fui agnóstico por pura preguiça

2

Só ganhei convicção da total improcedência de deus lá pelo final da graduação (!), quando comecei a ligar os pontos de tudo o que já tinha lido e aprendido (já tinha lido O Mundo Assombrado pelos Demônios há tempos). Daí li o "O Maior Espetáculo da Terra", vi uma meia dúzia de entrevistas e debates na internet, chequei alguns textos históricos e artigos esparsos, e, quando comecei a ler Deus Uma Ilusão, eu já não precisava sequer continuar a lê-lo (embora o tenha feito, até o final). O processo todo deve ter levado menos de um ano (tirando toda a formação anterior, que certamente foi determinante).
"Poetas dizem que a Ciência tira toda a beleza das estrelas - meros globos de átomos de gases. Eu também posso ver estrelas em uma noite limpa e sentí-las. Mas eu vejo mais ou menos que eles?" - Richard Feynman

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 24.204
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #8 Online: 07 de Agosto de 2012, 12:34:19 »
Fui católico pelo catecismo, pelas meninas do catecismo e por um Super Nintendo. Mas já zoava com a igreja e com o pânico dos outros desde uns 12, 13 anos, então, acho que foi por aí...
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline calvino

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.387
  • Sexo: Masculino
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #9 Online: 07 de Agosto de 2012, 23:33:31 »
O meu foi.... opa, pera lá  :biglol:
"Se a moralidade representa o modo como gostaríamos que o mundo funcionasse, a economia representa o modo como ele realmente funciona" Freakonomics.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.714
  • Sexo: Masculino
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #10 Online: 08 de Agosto de 2012, 00:17:30 »
O meu foi.... opa, pera lá  :biglol:

E aí calvino, tudo bem?

Você está "sumidaço"...
« Última modificação: 08 de Agosto de 2012, 20:24:28 por Geotecton »
Foto USGS

Offline calvino

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.387
  • Sexo: Masculino
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #11 Online: 08 de Agosto de 2012, 00:56:16 »
Você está "sumidaço"...

Pois é.
Entrei para ver as discussões sobre o mensalão, achei que haveriam grandes e bons debates mas o negócio lá no tópico está meio fraco.
Bom, de volta por tempo indeterminado e participações .... esporádicas.

Em resumo, bom vê-los!
"Se a moralidade representa o modo como gostaríamos que o mundo funcionasse, a economia representa o modo como ele realmente funciona" Freakonomics.

Offline LaraAS

  • Contas Excluídas
  • Nível 27
  • *
  • Mensagens: 1.386
  • Sexo: Feminino
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #12 Online: 08 de Agosto de 2012, 13:22:24 »
Eu também nunca acreditei em nenhum deus. Quando criança, as minhas idas à catequese (por obrigação) eram mais pra ver os amigos e ouvir umas histórias que eu tinha certeza que eram fictícias.

O engraçado é que eu achava que todo mundo encarasse as coisas mais ou menos como eu, quando eu cresci mais um pouco é que eu fui percebendo que as pessoas realmente levavam à sério tudo aquilo. A partir disso eu comecei a me considerar ateu. (Embora pouquíssimas pessoas saibam disso)

   
           Uma coisa que me deixou espantada foi quando eu li que cerca de 50% da população tanto do Brasil quanto da Europa Ocidental acredita no criacionismo e não acredita na evolução. Mas o que me deixou mas espantada ainda foi quando eu li que cerca 22% das pessoas do Brasil e da Europa ocidental de hoje acredita em inferno eterno, antes eu pensava que os que acreditam em vida após a morte mas não em reencarnação, acreditassem só em alguma espécie de purgatório finito,antes eu pensava que ninguém mais acreditava em inferno eterno no ocidente dos dias de hoje.
« Última modificação: 09 de Agosto de 2012, 12:08:43 por LaraAS »

Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #13 Online: 08 de Agosto de 2012, 16:43:38 »
Tem muita gente que acredita em espiritismo e crenças similares aqui tambem... Se bobear não é um numero muito diferente dos que acreditam em criacionismo. São essas apenas algumas das bobagens em que a população acredita, tem ainda as teorias conspiratórias, ufos, etc...

Eu mesmo já acreditei em bobagens tipo ufo e reencarnação / espiritismo (mas não era espírita). Essa foi a primeira crença que caiu, o catolicismo logo em seguida... a ufolatria demorou mais um pouco  :vergonha:, e o Daniken me ajudou com suas  groselhas de deuses astronautas a ver a falta de bom senso nessa crença específica!  :hihi:
« Última modificação: 08 de Agosto de 2012, 16:47:55 por Contini »
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

Offline _tiago

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.343
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #14 Online: 08 de Agosto de 2012, 17:22:45 »
Você está "sumidaço"...

Pois é.
Entrei para ver as discussões sobre o mensalão, achei que haveriam grandes e bons debates mas o negócio lá no tópico está meio fraco.
Bom, de volta por tempo indeterminado e participações .... esporádicas.

Em resumo, bom vê-los!
Seja bem vindo ao FCC!
Não se esqueça de passar lá no tópico de apresentações! :P

(Eu era oooô... Como era mesmo??)
« Última modificação: 08 de Agosto de 2012, 17:24:52 por _tiago »

Offline ss

  • Nível 05
  • *
  • Mensagens: 54
  • Sexo: Masculino
  • Skeptical
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #15 Online: 03 de Setembro de 2012, 20:11:18 »
Eu sempre quis entender como as coisas funcionavam, quando eu era jovem ate ons 14 anos eu tinha medo de jesus monitorar meus pensamentos, dai eu li sobre evolução lá com 15 anos, dai achei muito mais interessante a ideia de evolução que juntei 1+1 e logo vendo a miséria do mundo e quão injusto o mesmo é, já foi suficiente pra mim abandonar crenças em deuses, o que demorei mais um pouco pra desacreditar foi em ufos pois eu queria muito que seres de outros planetas estive-sem realmente nos visitando, mas hoje sabemos de todas as limitações e distâncias que seria impossível conhecermos nosso universo por completo quanto mais outros.
Somos uma espécie de macaco!!!
Qual o problema nisso?

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.714
  • Sexo: Masculino
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #16 Online: 03 de Setembro de 2012, 21:35:29 »
Seja bem vindo, forista italobarbiot.
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.714
  • Sexo: Masculino
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #17 Online: 03 de Setembro de 2012, 21:38:58 »
Eu sempre quis entender como as coisas funcionavam, quando eu era jovem ate ons 14 anos eu tinha medo de jesus monitorar meus pensamentos, dai eu li sobre evolução lá com 15 anos, dai achei muito mais interessante a ideia de evolução que juntei 1+1 e logo vendo a miséria do mundo e quão injusto o mesmo é, já foi suficiente pra mim abandonar crenças em deuses, o que demorei mais um pouco pra desacreditar foi em ufos pois eu queria muito que seres de outros planetas estive-sem realmente nos visitando, mas hoje sabemos de todas as limitações e distâncias que seria impossível conhecermos nosso universo por completo quanto mais outros.

Não entendi a sua frase "mas hoje sabemos de todas as limitações e distâncias que seria impossível conhecermos nosso universo por completo quanto mais outros". Eu acho que as palavras 'universo' e 'mais outros' deveriam ser substituídas pelas palavras 'galáxia' e 'mais outras', pois até onde sabemos com elevado grau de confiança, só existe um Universo.
Foto USGS

Offline ss

  • Nível 05
  • *
  • Mensagens: 54
  • Sexo: Masculino
  • Skeptical
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #18 Online: 03 de Setembro de 2012, 22:07:16 »
então se você analisar a física de um modo mais conservador e lógico veras que, buraco de minhocas e outras teorias que possibilitariam uma curvatura no espaço são muito ilógicas, os buracos negros devem ser o acumulo de gravitons ou algum fenômeno físico ainda não entendido, mas chegando lá a matéria seria destruída e transformada e não atravessaríamos esse buraco negro chegando a outra dimensão, com base nesse raciocínio eu descarto a possibilidade de viagens intergaláticas, e sobre os multi-universos eu não vejo lógica no mesmo, 3 dimensões como base, e eu não considero o tempo como real, e sim como uma ferramente de medida de um período, não sendo físico e portanto real, com base nisso não ha possibilidade lógica para multiversos no meu raciocínio lógico, como não ha evidencias do mesmo fico com minha teoria.
Somos uma espécie de macaco!!!
Qual o problema nisso?

Offline Feynman

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.273
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #19 Online: 03 de Setembro de 2012, 22:55:15 »
italobarbiot, primeiramente, bem vindo. Segundamente, ilógico é que não é (aquelas coisas a que se referistes). Pode ser difícil de acreditar, difícil de entender, difícil de aceitar... mas poucas coisas são tão matematicamente lógicas quanto as propaladas pelo modelo padrão da cosmologia. Mas acho que entendi o que quisesses passar com o "ilógico". São coisas realmente bastante intangíveis.

E sem querer ser chato e já sendo, mas tudo na mais tranquila paz: "como não ha evidencias do mesmo fico com minha teoria". Louvável. Mas não tens uma teoria... apenas algumas subjetividades. Por enquanto.

Mais uma vez, bem vido.
"Poetas dizem que a Ciência tira toda a beleza das estrelas - meros globos de átomos de gases. Eu também posso ver estrelas em uma noite limpa e sentí-las. Mas eu vejo mais ou menos que eles?" - Richard Feynman

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.714
  • Sexo: Masculino
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #20 Online: 03 de Setembro de 2012, 23:03:26 »
então se você analisar a física de um modo mais conservador e lógico veras que, buraco de minhocas e outras teorias que possibilitariam uma curvatura no espaço são muito ilógicas,

A curvatura do espaço ocorre pela presença de massa, até onde eu (pouco) sei. Quanto mais massivo for um corpo, mais o espaço se deformará.


os buracos negros devem ser o acumulo de gravitons ou algum fenômeno físico ainda não entendido,

Os "buracos negros" são entidades cósmicas razoavelmente bem entendidas e surgem do colapso gravitacional de estrelas supermassivas.


mas chegando lá a matéria seria destruída e transformada e não atravessaríamos esse buraco negro chegando a outra dimensão,

Esta possibilidade não passa de uma especulação.


de com base nesse raciocínio eu descarto a possibilidade de viagens intergaláticas,

As viagens intergalácticas podem ocorrer caso ocorra um avanço tecnológico na área de propulsão e que permita uma velocidade "tendendo" a c.


e sobre os multi-universos eu não vejo lógica no mesmo,

É uma possibilidade teórica.


3 dimensões como base, e eu não considero o tempo como real, e sim como uma ferramente de medida de um período, não sendo físico e portanto real, com base nisso não ha possibilidade lógica para multiversos no meu raciocínio lógico, como não ha evidencias do mesmo fico com minha teoria.

A possibilidade teórica do multi-verso existe. Demonstrá-la é onde reside o problema.
Foto USGS

Offline ss

  • Nível 05
  • *
  • Mensagens: 54
  • Sexo: Masculino
  • Skeptical
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #21 Online: 03 de Setembro de 2012, 23:58:37 »
Possibilidades são muitas para vários temas da ciência moderna, muitas dessas possibilidades são meras especulações e confundem a mente de alguns cientistas, tem algumas teorias cientificas como por exemplo a do multiversos que realmente deixa alguns cientistas num delírio que até parecem alguns crentes, eu vi um documentário sobre multiverso na discovery channel que falou tanta coisa sem o minimo sentido que eu pensei que estava vendo um programa religioso de tanta asneira que ouvi, uma delas foi devido ao universo ser infinito, numa extremidade do universo devido a essa infinidade do universo os átomos se reagrupariam de uma mesma forma que eu como individuo, tudo estaria se replicando em algum lugar do universo devido a infinidade do mesmo, e que nunca alcansariamos   a nós mesmo replicados devido as distâncias e mais um monte de baboseira, dizendo que o universo é de uma forma só quando estamos olhando quando não estamos ele está numa forma de vazio que nossa mente molda a realidade, físicos falando um monte de bobagens empolgados com a mesma que parecia um pastor falando de "jesuiz", esse monte de besteira que escrevi ta no documentário olhem e tirem suas conclusões.   (não achei o link do documentários pois minha net é movel e lenta e não deu pra procurar mas é um documentário apresentado pelo morgan freeman).
Somos uma espécie de macaco!!!
Qual o problema nisso?

Offline ss

  • Nível 05
  • *
  • Mensagens: 54
  • Sexo: Masculino
  • Skeptical
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #22 Online: 04 de Setembro de 2012, 00:08:12 »
Correção, devido existir um número infinito de universos existiria infinitas copias nossas fazendo coisas diferentes em outros universos essa era a teoria.
Somos uma espécie de macaco!!!
Qual o problema nisso?

Offline Feynman

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.273
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #23 Online: 04 de Setembro de 2012, 13:47:53 »
Não quero dar a impressão (também já dando) de que estas "especulações" são coisas reais, mas, parece, italobarbiot, que achas que estas especulações ("meras especulações, delírio, crentes, asneira, bobagens, besteira", como sugeristes), são efetivamente asnices que um cientista asinino regurgita durante o sono. A menos que suas palavras (bastante despontuadas, diga-se) não tenham conseguido passar o que estavas pensando, parece que tens uma ideia bastante distorcida da atividade científica. Estas "especulações", que efetivamente merecem este apanágio, são resultado de sistemas físico-matemáticos bastante fundamentados no que há de mais poderoso em nossa ciência. Se acontecem realmente em nosso universo (ou em outros) ou não é uma outra discussão, em um outro tom, que não este que usasses.

E, na ciência, ser possível já é algo muito intrinsecamente interessante. Pois acaba por se tornar compulsório na Natureza. Agora, cuidado com isso, também considero que estes documentários fazem muito barulho pra poucas possibilidades. Mas é um exercício, no mínimo, bem vindo para a perscrutação científica, e a história da ciência mostra que não se deve haver um limite para o que o cientista ache ser ou não possível. Se não é possível, seu estudo serviu para delimitar esta possibilidade. Se é, o mesmo é coroado como mais uma grande contribuição para nosso entendimento.

Repetindo de novo mais uma vez novamente: também considero estas especulações bastante impalpáveis. Só cuidado ao colocá-las no mesmo patamar da crendice estritamente subjetiva. Ainda que sejam muito improváveis, e até mesmo nefelibatas, originam-se em sistemas bastante diferentes que o da mera crença religiosa.
"Poetas dizem que a Ciência tira toda a beleza das estrelas - meros globos de átomos de gases. Eu também posso ver estrelas em uma noite limpa e sentí-las. Mas eu vejo mais ou menos que eles?" - Richard Feynman

Offline mz

  • Nível 09
  • *
  • Mensagens: 93
  • Sexo: Masculino
  • "Eu não acardito"
Re:Ponto de ruptura
« Resposta #24 Online: 04 de Setembro de 2012, 14:19:58 »
Quando eu era pequeno (até os 11 anos) eu rezava e me esforçava para ver sentido naquilo, mas me sentia falando sozinho.
Até gostava de ir na missa, fiz a catequese e fui bem CDF, minha professora me adorava. Mas achava tudo meio bobo.

Minha curiosidade científica de pré-adolescente ajudou a derrubar de vez a crença, e lembro que aos 13 anos já dizia que não acreditava em deus se alguém me perguntasse... mas não consigo lembrar o momento ou o que me fez desacreditar de vez.

Meus pais só souberam disto bem mais tarde, quando eu já tinha vinte e poucos anos, e até hoje sentem muito por isto...
"Yeah, well, you know, that's just, like, your opinion, man."
― The Dude (The Big Lebowski)

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!