Autor Tópico: O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?  (Lida 35749 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Mr. Mustard

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.918
  • Sexo: Masculino
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #75 Online: 15 de Setembro de 2012, 20:42:35 »
Me mostre manifestações de americanos apoiando o assassinato de árabes muçulmanos, dizendo que vão provocar outro holocausto, mandando a liberdade pro inferno, pedindo que cortem a garganta dos muçulmanos.

Não se esqueça que a morte de Osama Bin Laden, quando anunciada pelo então Presidente Barack Obama, foi um dia de festa nos EUA, nação que naquele dia, se sentiu "vingada",

Parafraseando o grupo de rock nacional, os Titãs: "[...] Miséria é miséria em qualquer canto. Riquezas são diferentes", ou seja, as visões de alívio (ou justiça , são diferentes).

Offline Fabi

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.801
  • Sexo: Feminino
  • que foi?
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #76 Online: 15 de Setembro de 2012, 20:45:05 »
Não se esqueça que a morte de Osama Bin Laden, quando anunciada pelo então Presidente Barack Obama, foi um dia de festa nos EUA, nação que naquele dia, se sentiu "vingada",
É que ele provocou a morte de 3 mil pessoas... por motivo fútil.
Difficulter reciduntur vitia quae nobiscum creverunt.

“Deus me dê a serenidadecapacidade para aceitar as coisas que não posso mudar, a coragem para mudar o que posso, e a sabedoria para saber a diferença” (Desconhecido)

Offline Muad'Dib

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.424
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #77 Online: 15 de Setembro de 2012, 20:47:32 »
Não se esqueça que a morte de Osama Bin Laden, quando anunciada pelo então Presidente Barack Obama, foi um dia de festa nos EUA, nação que naquele dia, se sentiu "vingada",
É que ele provocou a morte de 3 mil pessoas... por motivo fútil.

Há quem diga que foi uma execução sumária.


Offline Fabi

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.801
  • Sexo: Feminino
  • que foi?
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #78 Online: 15 de Setembro de 2012, 20:49:31 »
Há quem diga que foi uma execução sumária.
E...?

Se fosse o contrário, os islâmicos teocratas em vez dos americanos, você estaria defendendo essa morte.
Difficulter reciduntur vitia quae nobiscum creverunt.

“Deus me dê a serenidadecapacidade para aceitar as coisas que não posso mudar, a coragem para mudar o que posso, e a sabedoria para saber a diferença” (Desconhecido)

Offline Mr. Mustard

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.918
  • Sexo: Masculino
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #79 Online: 15 de Setembro de 2012, 20:52:58 »
Primeiro não é ridículo, existe uma grande diferença entre a pena de morte americana e a pena de morte por motivos religiosos dos países islâmicos. E isso tem que ficar claro pra evitar o tu quoque: .."se eles matam, eu também posso".. e não é assim, existe diferença.

É impressionante a capacidade de sua argumentação de encontrar elementos válidos na ação de matar. Cesso aqui a minha tentativa de humanizar os meus.

Dignas de pena até que matem alguém ou obriguem alguém a seguir a religião deles. Ou você quer outra inquisição?

Na verdade, quem sustenta uma "Nova Inquisição" é você. Isto está claro para mim na sua argumentação: não gosta das ofensas dirigidas pelo "intocável" Islâ sem direito a resposta, apoia a pena de morte pelo "moderno e justo" judiciário americano e ainda tenta, de alguma forma, responsabilizar a ignorância religiosa de gente que não faz a menor ideia do que é direitos humanos universais, como um mal a ser compelido.

Eles precisam de educação minha cara Forista, só educação.

Nada mais.

Offline Muad'Dib

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.424
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #80 Online: 15 de Setembro de 2012, 20:54:33 »
Há quem diga que foi uma execução sumária.
E...?

Se fosse o contrário, os islâmicos teocratas em vez dos americanos, você estaria defendendo essa morte.

Para com isso né Fabi. De novo?

Outro dia eu falei que o capitalismo era uma merda e você quis me degolar porque eu era um comunista com saudades do Stalin. Agora eu falo que os EUA executaram sem julgamento um assassino violando os princípios básicos do Estado de Direitp e você diz que eu sou um fundamentalista islâmico?

Execução sumárias são aceitáveis em quais casos na sua opnião?

Offline Mr. Mustard

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.918
  • Sexo: Masculino
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #81 Online: 15 de Setembro de 2012, 21:00:23 »
É que ele provocou a morte de 3 mil pessoas... por motivo fútil.

"Vamos fazer uma baita festa de arromba por aquele homem que matou 3 mil dos nossos"...

É isso mesmo?

Offline Mr. Mustard

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.918
  • Sexo: Masculino
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #82 Online: 15 de Setembro de 2012, 21:06:27 »
Cara Forista Fabi,

Eu sinceramente não estou medindo forças com você.

Gostaria de deixar isso registrado.

Eu tão somente não consigo, seja por ignorância, seja por zelo a vida, encontrar elementos que sustenter retirar a vida de uma pessoa.

Sabemos da limitação intelectual dos islâmicos em geral e também sabemos das nossas. E por conta disto, precisamos encontrar um denominador comum que sustente a paz. Não há meios de encontrar um equilibrio sem a premissa de que a vida é o valor maior que uma pessoa possa ter.

Offline homemcinza

  • Nível 22
  • *
  • Mensagens: 805
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #83 Online: 15 de Setembro de 2012, 21:07:42 »
Primeiro não é ridículo, existe uma grande diferença entre a pena de morte americana e a pena de morte por motivos religiosos dos países islâmicos. E isso tem que ficar claro pra evitar o tu quoque: .."se eles matam, eu também posso".. e não é assim, existe diferença.

É impressionante a capacidade de sua argumentação de encontrar elementos válidos na ação de matar. Cesso aqui a minha tentativa de humanizar os meus.

Dignas de pena até que matem alguém ou obriguem alguém a seguir a religião deles. Ou você quer outra inquisição?

Na verdade, quem sustenta uma "Nova Inquisição" é você. Isto está claro para mim na sua argumentação: não gosta das ofensas dirigidas pelo "intocável" Islâ sem direito a resposta, apoia a pena de morte pelo "moderno e justo" judiciário americano e ainda tenta, de alguma forma, responsabilizar a ignorância religiosa de gente que não faz a menor ideia do que é direitos humanos universais, como um mal a ser compelido.

Eles precisam de educação minha cara Forista, só educação.

Nada mais.
Ola a todos!!!

Desculpe a intromissão mas se você acha tão fácil por que entã, você não vai para o Islam educar eles? Ou adote um criminoso em serie para tentar reeduca-lo a fim de evitar a morte dele? Ja parou pra pensar que ha pessoas sem recuperação, amigo? Por fatores diversos.
Entendo o seu discurso sobre educar e blá blá blá, mas na prática isso não funciona, tem pessoas que não querem ser educadas e nunca serão. Não existe mundo perfeito, nós somos isso desde o início do mundo...apenas nos modernizamos

Não precisamos mais queimar gente em praça publica, hoje compramos um tv de 75 polegadas e ficamos asistindo as mortes e desgraças pela tv enquanto almoçamos como faziam na Idade Média...fazendo os comentários mais demagógicos e hipócrita possíveis e na maioria das vezes torcendo para que o "leão vença na arena".

Repare, nada mudou realmente...ainda somos atraídos pelas mesmas coisas.
Achar que somente educar resolve alguma coisa é ingenuidade.
E olha, não sou a favor de guerras nem assassinatos de qualquer forma, apenas analiso as coisas como são.


Offline Muad'Dib

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.424
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #84 Online: 15 de Setembro de 2012, 21:16:33 »
Dizer "já que você é contra a pena de morte por que não adota um assassino?", é por demais falacioso.

Qual a solução? Limpeza étnica?

Offline Feynman

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.273
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #85 Online: 15 de Setembro de 2012, 21:18:25 »
Seja bem vindo homemcinza, se fores passar um tempo por aqui, e se quiser, passa lá no tópico de apresentações:
http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=198.0
"Poetas dizem que a Ciência tira toda a beleza das estrelas - meros globos de átomos de gases. Eu também posso ver estrelas em uma noite limpa e sentí-las. Mas eu vejo mais ou menos que eles?" - Richard Feynman

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.760
  • Sexo: Masculino
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #86 Online: 15 de Setembro de 2012, 21:20:06 »
Me mostre manifestações de americanos apoiando o assassinato de árabes muçulmanos, dizendo que vão provocar outro holocausto, mandando a liberdade pro inferno, pedindo que cortem a garganta dos muçulmanos.

Não se esqueça que a morte de Osama Bin Laden, quando anunciada pelo então Presidente Barack Obama, foi um dia de festa nos EUA, nação que naquele dia, se sentiu "vingada",

Parafraseando o grupo de rock nacional, os Titãs: "[...] Miséria é miséria em qualquer canto. Riquezas são diferentes", ou seja, as visões de alívio (ou justiça , são diferentes).

Não entendi a ligação da citação dos titãs. E o que tem a ver que os americanos celebraram a morte do Bin Laden? É bem diferente, o foco de ódio/vingança em um uma figura responsável pela morte milhares, e o "foco" a toda uma uma população, ou mais (os "infiéis"). A citação da música era sobre "diferenças" na visão de alívio ou justiça, mas a diferença é tão grande que não vejo qualquer sentido em conectar. É praticamente a mesma coisa que falar de nazistas com placas "morte aos judeus" e então soltar algo como "não podemos esquecer que judeus comemoraram a morte daquele neonazista que matou uma série de judeus". É de se ficar apenas em silêncio, sem entender o que isso poderia importar. Ou, como diria o DDV de forma mais sucinta, "sim, e daí?"

Offline Fabi

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.801
  • Sexo: Feminino
  • que foi?
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #87 Online: 15 de Setembro de 2012, 21:34:36 »
Execução sumárias são aceitáveis em quais casos na sua opnião?
No caso do Bin Laden era difícil tirar ele do Paquistão e levar pra qualquer lugar. Onde levar? Como evitar que ele virasse um ídolo para os islâmicos fanáticos? Era complicado, os americanos optaram pelo mais fácil, executar e sumir com o corpo. Não que isso seja aceitável, só era a melhor opção no momento.

Na verdade, quem sustenta uma "Nova Inquisição" é você. Isto está claro para mim na sua argumentação: não gosta das ofensas dirigidas pelo"intocável" Islâ sem direito a resposta ,
Ofensas não, ameaças.
apoia a pena de morte pelo "moderno e justo" judiciário americano
Não apoio, só acho que eles tem uma explicação um pouco razoável, coisa que os islâmicos não tem.
e ainda tenta, de alguma forma, responsabilizar a ignorância religiosa de gente que não faz a menor ideia do que é direitos humanos universais, como um mal a ser compelido.
Eu até concordaria com isso se não tivesse islâmicos em países laicos ocidentais tentando impor a Sharia, praticando estupros contra infiéis. Hoje mesmo eu vi uma manifestação de islâmicos na Austrália. Vai dizer que nesses países eles não tem acesso a educação?

Eles precisam de educação minha cara Forista, só educação.

Nada mais.
Eles precisam ser repreendidos. Ou talvez eles precisem mesmo ter uma coisa como a Inquisição Espanhola, pra mostrar ao mundo e ficar registrado na história o quanto essa religião pode ser danosa, igual o cristianismo. Infelizmente uma boa mancha na história é a única coisa que funciona.
Difficulter reciduntur vitia quae nobiscum creverunt.

“Deus me dê a serenidadecapacidade para aceitar as coisas que não posso mudar, a coragem para mudar o que posso, e a sabedoria para saber a diferença” (Desconhecido)

Offline homemcinza

  • Nível 22
  • *
  • Mensagens: 805
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #88 Online: 15 de Setembro de 2012, 21:35:20 »
Seja bem vindo homemcinza, se fores passar um tempo por aqui, e se quiser, passa lá no tópico de apresentações:
http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=198.0
Ok Feynman, passarei lá. Grato!!

Offline Mr. Mustard

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.918
  • Sexo: Masculino
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #89 Online: 15 de Setembro de 2012, 21:35:57 »
Ola a todos!!!

Olá homemcinza, seja bem vindo. Há um tópico (que sinceramente não sei o link, desculpe) para apresentação de novos Foristas! :-)

Desculpe a intromissão mas se você acha tão fácil por que entã, você não vai para o Islam educar eles? Ou adote um criminoso em serie para tentar reeduca-lo a fim de evitar a morte dele? Ja parou pra pensar que ha pessoas sem recuperação, amigo? Por fatores diversos.

Respondendo a sua primeira pergunta: eu não vou para países islâmicos, pois eu moro no Brasil e trabalho também no Brasil. Aqui no FCC, debatemos o contexto do tópico e colocamos nossa opinião. Eu realmente não tento mudar o mundo sentando aqui, no conforto do meu lar, e isso pode até ser encarado como comodidade de minha parte, mas alguém, em alguma época, resolveu criar um site de debates, onde cada um coloca, expõe e debate suas opiniões. E é isto o que eu tenho feito aqui.

Respondendo a sua segunda pergunta: Um assassino em série é um termo policial/jurídico para aquele que pratica o assassinato compulsivamente e há um vasto catálogo de seu modus operandi, inclusive na Internet. Se para você, eliminar a vida de um psicopata é algo plausível, eu mesmo acho que não, mas mantê-lo afastado da sociedade, por toda ou parte da vida, é o suficiente, na minha visão.

Respondendo a sua terceira pergunta: sim, é possível que existam pessoas sem recuperação, do que nós chamamos de vida harmoniosa e sociável. Para isto, já existem e creio que por muitos e muitos anos, instituições, sejam penitenciárias, sejam psiquiátricas, que as preservem do convívio geral. Creio até que sua pergunta seja emocionalmente equivocada.

Entendo o seu discurso sobre educar e blá blá blá, mas na prática isso não funciona, tem pessoas que não querem ser educadas e nunca serão. Não existe mundo perfeito, nós somos isso desde o início do mundo...apenas nos modernizamos

O problema não é educar um extrato que não quer ser educado, o importante é que o extrato maior, ou seja, a grande maioria educada, mantém a sociedade exatamente do jeito que ela é: pacífica. Você inverteu a visão de Sociedade para uma visão apocalíptica, onde ninguém se salva e todos são trogloditas. Repense sua afirmação e verá que a Sociedade é boa, exceto pelos elementos que você afirma (e tendo a concordar), desvirtuam o bem comum. Ou seja, a educação É O REALMENTE o caminho, pois imagine uma Sociedade 100% não educada?

Não precisamos mais queimar gente em praça publica, hoje compramos um tv de 75 polegadas e ficamos asistindo as mortes e desgraças pela tv enquanto almoçamos como faziam na Idade Média...fazendo os comentários mais demagógicos e hipócrita possíveis e na maioria das vezes torcendo para que o "leão vença na arena".

Repare, nada mudou realmente...ainda somos atraídos pelas mesmas coisas.
Achar que somente educar resolve alguma coisa é ingenuidade.
E olha, não sou a favor de guerras nem assassinatos de qualquer forma, apenas analiso as coisas como são.

Não acredito que educar vai resolver 100% dos problemas, acredito apenas que a educação vai proporcionar, como eu disse antes, a estabilização da Sociedade, permitindo ao Estado identificar aqueles que, seja por qualquer motivo, não aceitem paz estabelecida pelas Leis e o senso comum de convívio social.

Offline Mr. Mustard

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.918
  • Sexo: Masculino
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #90 Online: 15 de Setembro de 2012, 21:37:57 »
Me mostre manifestações de americanos apoiando o assassinato de árabes muçulmanos, dizendo que vão provocar outro holocausto, mandando a liberdade pro inferno, pedindo que cortem a garganta dos muçulmanos.

Não se esqueça que a morte de Osama Bin Laden, quando anunciada pelo então Presidente Barack Obama, foi um dia de festa nos EUA, nação que naquele dia, se sentiu "vingada",

Parafraseando o grupo de rock nacional, os Titãs: "[...] Miséria é miséria em qualquer canto. Riquezas são diferentes", ou seja, as visões de alívio (ou justiça , são diferentes).

Não entendi a ligação da citação dos titãs. E o que tem a ver que os americanos celebraram a morte do Bin Laden? É bem diferente, o foco de ódio/vingança em um uma figura responsável pela morte milhares, e o "foco" a toda uma uma população, ou mais (os "infiéis"). A citação da música era sobre "diferenças" na visão de alívio ou justiça, mas a diferença é tão grande que não vejo qualquer sentido em conectar. É praticamente a mesma coisa que falar de nazistas com placas "morte aos judeus" e então soltar algo como "não podemos esquecer que judeus comemoraram a morte daquele neonazista que matou uma série de judeus". É de se ficar apenas em silêncio, sem entender o que isso poderia importar. Ou, como diria o DDV de forma mais sucinta, "sim, e daí?"

Buckaroo Banzai,

Desde que entrei no FCC, em 2009, você nunca entendeu nada de minha argumentação. Então não vai ser em 2012 que isso vai mudar.

Let it Be,

Em tempo: desnecessário dizer que isto não é uma ofensa ao Forista Buckaroo Banzai, mas apenas a discordância de argumentos de longa data.
« Última modificação: 15 de Setembro de 2012, 21:55:56 por Mr. Mustard »

Offline Mr. Mustard

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.918
  • Sexo: Masculino
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #91 Online: 15 de Setembro de 2012, 21:50:59 »
Eu até concordaria com isso se não tivesse islâmicos em países laicos ocidentais tentando impor a Sharia, praticando estupros contra infiéis. Hoje mesmo eu vi uma manifestação de islâmicos na Austrália. Vai dizer que nesses países eles não tem acesso a educação?

Parece até o Barata Tenno :-)

Não Fabi, eu não vou dizer que (e tirando as palavras que você colocou em minha boca, digo, teclado) que os Australianos não possuem acesso a informação.

Mas qual é amostagem da população que o fez Fabi? Nós vamos cometer o erro aqui de generalizar um país inteiro pela demonstração de intolerância religiosa por um grupo de quantas pessoas? 200? 300? Deixe estar... Isto é realmente relevante para um país como a Austrália e seus habitantes que realmente não estão "nem aí" para essa porcaria islâmica?

Pondere-se Fabi, pondere-se,

Eles precisam ser repreendidos. Ou talvez eles precisem mesmo ter uma coisa como a Inquisição Espanhola, pra mostrar ao mundo e ficar registrado na história o quanto essa religião pode ser danosa, igual o cristianismo. Infelizmente uma boa mancha na história é a única coisa que funciona.

Uma boa mancha na história Fabi é o que lhe faz repudiar o Facismo, Nazismo e principalmente o Holocausto.

Espero sinceramente que você mude radicalmente sua afirmação.

Offline homemcinza

  • Nível 22
  • *
  • Mensagens: 805
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #92 Online: 15 de Setembro de 2012, 22:10:07 »
Ola a todos!!!
O problema não é educar um extrato que não quer ser educado, o importante é que o extrato maior, ou seja, a grande maioria educada, mantém a sociedade exatamente do jeito que ela é: pacífica. Você inverteu a visão de Sociedade para uma visão apocalíptica, onde ninguém se salva e todos são trogloditas. Repense sua afirmação e verá que a Sociedade é boa, exceto pelos elementos que você afirma (e tendo a concordar), desvirtuam o bem comum. Ou seja, a educação É O REALMENTE o caminho, pois imagine uma Sociedade 100% não educada?


Não acredito que educar vai resolver 100% dos problemas, acredito apenas que a educação vai proporcionar, como eu disse antes, a estabilização da Sociedade, permitindo ao Estado identificar aqueles que, seja por qualquer motivo, não aceitem paz estabelecida pelas Leis e o senso comum de convívio social.
Bom, não vou quotar tudo se não vai ficar enorme isto aqui e eu particularmente odeio quotes enormes...

Apenas posso dizer que compartilho com você  a mesma visão sobre vários aspectos, por ex. o individuo "serial killer" ficar recluso e tal...desde que funcione, se vc reparou eu me posicionei contra a morte de qualquer ser humano. Não sei se em uma situação extrema eu cometeria um crime, talvez sim. Acredito que isso também pode variar de situação para situação.

Há um episódio de uma série que vi este dias de relance em que um assassino pega 3 garotas amigas e as tranca por dias sem comida nem agua e um certo dia ele diz a duas delas que se matarem a terceira, que esta quase morrendo, elas duas serão libertas. O que acontece? Você deve imaginar.
Em situações extremas nunca sabemos como agiriamos. E ai? Nessa situação, tudo bem?  Apenas quero ressaltar que somos influenciados pelo ambiente, situação e tudo o mais. Dançamos conforme a música.

Quanto a educação, também penso como você, que educação pode modificar o individuo e tal. Principalmente aquele que busca por isso.  Mas no caso do Islam você acha que apenas educação resolveria? Não, não resolveria. O problema ali é muito mais sério.
Os professores de lá são religiosos, praticamente todos são religiosos e se alguém falar alguma coisa contra a religião os resultados estão aí. Então, honestamente, educação no Islam hoje não resolve nada pois eles vão apenas reproduzir o que já está em vigência. E eu não me atrevo a dizer o que resolveria. Se é que há solução.
Aqui em nosso país não resolve, imagine lá. Talvez daqui a 1000 anos quando toda esta geração estiver debaixo do chão. Mas eu não vou estar vivo mesmo, então não faz muita diferença.

Só pra ilustrar um pouco, um dia eu estava numa roda de conversa com um escritor que tinha escrito sobre Jesus não existir, as bitolações das religiões e coisas assim. Tinham cristãos, ateus, agnosticos, a fauna toda. E tinha uma senhora muçulmana, advinha quem saiu p da vida,  esbravejando e se sentiu ofendida com o entrevistado por ele dizer que não existia nenhum Deus. Ganha um doce quem advinhar.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.903
  • Sexo: Masculino
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #93 Online: 15 de Setembro de 2012, 22:11:13 »
Pobreza e ignorância Geotecton.

Onde tem pobreza e ignorância o extremismo floresce.

Será mesmo assim meu caro Iabadabadu? A Índia é extremamente pobre, com um sistema de castas nojento e ainda assim a quantidade de extremistas religiosos por lá é muito pequeno e que, por coincidência ou não, geralmente são islâmicos.


Assim como os EUA e a Europa são os expoentes máximos do ocidente, o Oriente médio o é para os islâmicos.

Talvez.


Se o ocidente trata o Oriente médio da forma como trata, os fundamentalistas religiosos usam esse tratamento para mostrar aos Islâmicos não-árabes o que o ocidente "pensa" deles.

As ações de governos diferem frequentemente do que as suas respectivas populações pensam sobre o assunto. Mas, por mais malucos e extremistas que o EUA possa ter, ainda assim é muito menor que os congêneres islâmicos.


É tudo um jogo hipócrita e sem sentido, mas é como as coisas funcionam.

Então todas e quaisquer ações passam a ser "aceitáveis".


Dizer que é porque o corao é um livro violento e que os islâmicos baseiam seus atos nele é se esquecer que nós, ateus ou não, somos altamente influenciados pela forma cristã de pensar. E a bíblia é um livro indecente. Por que eles ficaram violentos com o corão e nós não ficamos com a bíblia?

Porque nossa civilização passou por experiências que a deles jamais experimentou, incluindo a sistematização da Ciência, o desenvolvimento do pensamento crítico-racional, a luta popular e intelectual contra formas tirânicas de poder e pensamento, entre outros aspectos.
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.903
  • Sexo: Masculino
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #94 Online: 15 de Setembro de 2012, 22:15:00 »
Geo,
Eu nem pensei em quantificar a generalização, eu apenas pensava que também a cometemos. O resultado da deles é, ao que parece, bem pior, mas eu só comentei que também incorremos no mesmo erro. Acho só necessário um cuidado aqui pra não aflorar preconceitos que poderia piorar tudo.

http://en.wikipedia.org/wiki/Generalization

Eu concordo _tiago. Mas eu entendo que o Ocidente já passou por tantas experiências negativas que o tornaram bem mais amadurecido tanto no trato de questões de liberdade de expressão como no do respeito aos direitos individuais.

O Oriente Médio e o mundo islâmico em geral estão muito longe de tal amadurecimento.
« Última modificação: 15 de Setembro de 2012, 22:19:55 por Geotecton »
Foto USGS

Offline Fabi

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.801
  • Sexo: Feminino
  • que foi?
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #95 Online: 15 de Setembro de 2012, 22:16:28 »
Uma boa mancha na história Fabi é o que lhe faz repudiar o Facismo, Nazismo e principalmente o Holocausto.

Espero sinceramente que você mude radicalmente sua afirmação.
O catolicismo também tem uma mancha na história. E isso não melhorou a tolerância dentro do catolicismo? Não foi uma coisa benéfica para a humanidade? Não foi isso que fez a humanidade sair da superstição e aderir a ciência?

Eu não vou mudar a minha afirmação, aliás, não sou eu que determino as manchas na história.
Difficulter reciduntur vitia quae nobiscum creverunt.

“Deus me dê a serenidadecapacidade para aceitar as coisas que não posso mudar, a coragem para mudar o que posso, e a sabedoria para saber a diferença” (Desconhecido)

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.903
  • Sexo: Masculino
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #96 Online: 15 de Setembro de 2012, 22:19:13 »
O que seria uma generalização "muito pior"?
As "generalizações" deles desembocam, em muitas oportunidades, em uma violência contra patrimônio e contra pessoas ocidentais e são calcadas em uma clara manipulação por parte de dirigentes políticos e religiosos, com fins ideológicos e que parece, no final, uma catarse coletiva de um bando de frustrados semi-analfabetos. Os seus procedimentos e resultados tem uma forte semelhança com o nacionalismo ocidental.
Só por que você falou,
Al-Qaeda pede a muçulmanos para intensificar protestos anti-EUA

O extremismo tem, na ignorância e na alienação, um campo muito fértil.
Foto USGS

Offline Mr. Mustard

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.918
  • Sexo: Masculino
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #97 Online: 15 de Setembro de 2012, 22:24:44 »
Só pra ilustrar um pouco, um dia eu estava numa roda de conversa com um escritor que tinha escrito sobre Jesus não existir, as bitolações das religiões e coisas assim. Tinham cristãos, ateus, agnosticos, a fauna toda. E tinha uma senhora muçulmana, advinha quem saiu p da vida,  esbravejando e se sentiu ofendida com o entrevistado por ele dizer que não existia nenhum Deus. Ganha um doce quem advinhar.

homemcinza,

Não é maravilhoso (e ao mesmo tempo triste) nós vivenciarmos isto?

Podemos avaliar as opiniões daqueles mais ou menos intruídos? Eu, particularmente acredito ser fantástico.

Partilhamos do mesmo ar, do mesmo meio, da mesma tecnologia... Enfim, partilhamos o mesmo de tudo o que é natutal nesta Terra. Amanhã, passa a m***a de um meteoro, por exemplo e sendo absolutamente apocalíptico, acaba com tudo o que é vida... Então eu me pergunto: O que há de importante nessa vida? Eu mesmo respondo: religião, orgulho e preconceito é o que definitivamente não É! :-)

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.903
  • Sexo: Masculino
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #98 Online: 15 de Setembro de 2012, 22:29:17 »
Brasil é um dos países mais violentos do mundo.

Sim, mas muito pouca violência provém da intolerância e ou fanatismo religioso.


O grau de violência aqui é comparável a de países em guerra. Maior que em qualquer país árabe.

Eu não conheço os números, mas eu acho que em termos proporcionais há países árabes e ou islâmicos mais violentos. De qualquer modo, eu realmente não sei.


Aqui tem tortura, pedofilia, poligamia...

E qual país não tem?


e tudo que qualquer bom livro sagrado gosta de retratar como divino.

Eu não entendi.


Nós temos uma bancada religioso fortíssima que dita o que o estado laico pode ou não pode fazer.

Em termos, sim, mas eles são bem menos fortes do que voce acredita.


Somos corruptos do presidente ao gari.

Cuidado, pois há muitas pessoas que não são assim. Mas eu concordo que a impressão geral é esta.


Estamos acabando com a floresta amazônica de forma irresponsável.

A partir do momento que alcançamos o estágio de civilização, a degradação ambiental tornou-se uma marca de nossa espécie. Não existe uma única exceção.


Todo brasileiro é um selvagem? A maioria o é? O brasileiro é um erro evolutivo ou alguma espécie de humanoíde em um patamar inferior ao americano ou europeu?

O brasileiro é fruto de suas próprias idiossincrasias.
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.903
  • Sexo: Masculino
Re:O que tem de tão ofensivo no vídeo sobre Maomé?
« Resposta #99 Online: 15 de Setembro de 2012, 22:31:34 »
Qual seria a solução para o oriente médio então?

Cristianização?

O passar do tempo...
Foto USGS

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!