Autor Tópico: Ateísmo e Espiritualidade.  (Lida 15895 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Espíritos Nunca Mais

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 232
Re:Ateísmo e Espiritualidade.
« Resposta #175 Online: 12 de Dezembro de 2012, 18:55:19 »
Papo vai, papo vem, mais um Natal chegando, todo mundo indo comprar presente, etc, etc. Dia 24 todos em frente a mesa, providos de uma oração em nome dos mortos, olhos atentos uns aos outros, beijos de votos para um ano melhor, peru, porco assado e mais um Natal se passa.

Ateísmo, espiritualidade, nhok, nhok, nhok. Essas são as mastigadas na carne, com aquelas respostas na mesa onde todos ficam em silêncio, nhok, nhok, nhok. Papo no fórum, discussão, mas a maquiagem esta pronta para o dia da comemoração. Roupa limpa, passada e arrumada, reunião de todos em prol do nada! Termina o peru e depois a sobremesa, risadas do que aconteceu no ano, com as mãos postas encima da mesa.

Quantos céticos e ateus, deixam de ir em uma comemoração, por ter convicto o credo dentro do coração? Me dá licença para falar, por que nessa comemoração não vou orar, mas apenas resaltar. Mas um ano se passou e o "nada" não provou que voltou. A fome continua no mundo e a dor provando seu odor. De que adianta sentir o cheiro do perfume aqui da cabeçeira da mesa, se andando na rua, o cheiro é pior que o motivo a desejar comida na mesa?

Reunir a familia é muito bonito, que novidades todos trazem contando que milagre o virão? Todo ano é sempre assim e todos saem satisfeitos da festa, mas há quem esteja na porta, pedindo por favor senhor, que motivos se reunem? Em nome de Cristo não sabe? Peço um prato de comida porque todo dia tenho fome. Enquanto tu senhor, esta ai achando que vê milagre, me enxerga cheio de fome.

Se de tão grande é esse senhor, que faz o país parar de produzir, porque não faz o milagre da multiplicação dos pães para mim parar de fome sentir?

É ... esta aqui o prato que pediu, agora vá, porque esse ano se passou, e verdade é, porque sempre a fome não deixou de amargar o "eu" que sempre alimento me alimentou?

Espíritos Nunca Mais

No dia de Natal, que força interior carregão, para parar uma oração, questionando o motivo do credo?

Offline Filosofo Superficial

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 340
  • Só vemos o que queremos ver
Re:Ateísmo e Espiritualidade.
« Resposta #176 Online: 12 de Dezembro de 2012, 19:32:41 »
e termina assim?
Agora é só esperar a gente morrer pra descobrir de fato...  Ainda bem que dia 21 já tá logo ai :hihi:
E quem será volta pra conta?

Se existir algo agente se fala  no plano espiritual, se não existir...
"Se vivemos num mundo com tantas dimensões, como podemos fazer a distinção entre Ilusão e Realidade?"

"Enquanto não se escolhe, tudo permanece possível"

Offline Espíritos Nunca Mais

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 232
Re:Ateísmo e Espiritualidade.
« Resposta #177 Online: 12 de Dezembro de 2012, 19:52:58 »
e termina assim?
Agora é só esperar a gente morrer pra descobrir de fato...  Ainda bem que dia 21 já tá logo ai :hihi:
E quem será volta pra conta?

Se existir algo agente se fala  no plano espiritual, se não existir...
Não acredito nesse plano espiritual!
« Última modificação: 12 de Dezembro de 2012, 19:58:11 por Espíritos Nunca Mais »

Offline Filosofo Superficial

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 340
  • Só vemos o que queremos ver
Re:Ateísmo e Espiritualidade.
« Resposta #178 Online: 12 de Dezembro de 2012, 20:56:01 »
e termina assim?
Agora é só esperar a gente morrer pra descobrir de fato...  Ainda bem que dia 21 já tá logo ai :hihi:
E quem será volta pra conta?

Se existir algo agente se fala  no plano espiritual, se não existir...
Não acredito nesse plano espiritual!

Ok
"Se vivemos num mundo com tantas dimensões, como podemos fazer a distinção entre Ilusão e Realidade?"

"Enquanto não se escolhe, tudo permanece possível"

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.189
  • Sexo: Masculino
Re:Ateísmo e Espiritualidade.
« Resposta #179 Online: 17 de Dezembro de 2012, 16:53:38 »
Não ouvi, talvez interesse aos participantes do debate aqui:

Citar
Rationally Speaking #55 - Spirituality

Is "rational spirituality" a contradiction? In this episode, Massimo and Julia try to pin down what people mean when they call themselves "spiritual," what inspires spiritual experiences and attitudes, and whether spirituality can be compatible with a naturalist view of the world. Are there benefits that skeptics and other secular people could possibly get from incorporating some variants on traditional spiritual practices -- like prayer, ritual, song, communal worship, and so on -- into their own lives? Massimo and Julia examine a variety of attempts to do so, and ask: how well have such attempts worked, and do they come with any potential pitfalls for our rationality?

http://skepticmedia.org/rsaudio/rs55.mp3

Offline Espíritos Nunca Mais

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 232
Re:Ateísmo e Espiritualidade.
« Resposta #180 Online: 17 de Dezembro de 2012, 18:03:31 »
Não ouvi, talvez interesse aos participantes do debate aqui:

Citar
Rationally Speaking #55 - Spirituality

Is "rational spirituality" a contradiction? In this episode, Massimo and Julia try to pin down what people mean when they call themselves "spiritual," what inspires spiritual experiences and attitudes, and whether spirituality can be compatible with a naturalist view of the world. Are there benefits that skeptics and other secular people could possibly get from incorporating some variants on traditional spiritual practices -- like prayer, ritual, song, communal worship, and so on -- into their own lives? Massimo and Julia examine a variety of attempts to do so, and ask: how well have such attempts worked, and do they come with any potential pitfalls for our rationality?

http://skepticmedia.org/rsaudio/rs55.mp3

Não creio em um ceticismo onde a prática espiritual faça parte do "viver". Sou avesso a espiritualidade!

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.189
  • Sexo: Masculino
Re:Ateísmo e Espiritualidade.
« Resposta #181 Online: 17 de Dezembro de 2012, 18:38:10 »
Eu também não. Quando alguém me pergunta se eu "captei o espírito da coisa", digo "NÃO! NUNCA! NÃO ACREDITO NESSA IDIOTICE DE ESPÍRITO!", e vou embora rápido pois talvez não consiga conter minha vontade de bater no cara.

Offline Sofista

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 236
Re:Ateísmo e Espiritualidade.
« Resposta #182 Online: 22 de Dezembro de 2012, 10:10:02 »
Nem sei se estou respondendo no tempo certo, e nem sei se a Laurinha(referência a uma pessoa maravilhosa que conheço no mundo real, e seu nome me remete a ela),vai responder.
Minha vida é voltada para vivenciar o máximo de bem estar, estou sempre negociando comigo mesma, planejando e encontrando meios de viver melhor.
A sensação de bem estar é um estado mental, o que seria este algo mental? não seria algo criado pelo "espirito" ,  não estou aqui falar da versão dualista. Mas algo que vai além de algo físico,obstante utilizar de questões físicas para existir.
Exatamente. As sensações de plenitude e de êxtase diante do universo não tem ligação com espiritualidade. Suponho que as pessoas que acreditam que tiveram uma experiência transcedental, se iludiram com alguma experiência sensorial, que desencadeou algum processo neurológico, que as faz acreditar que "despertaram para o mundo espiritual".
Os "crentes" colocam uma explicação super estimada metafisica ao fenômeno, os descrentes colocam uma explicação subestimada física ao fenômeno que alguns se referem como sendo uma explicação niilista.

E o ateísmo, aliado as minhas experiências pessoais, tem um papel fundamental em me dotar de praticidade, em me livrar de adiamentos, em me fazer aproveitar cada oportunidade e valorizar cada momento.
falando assim o ateísmo não se afasta mto  das religiões como discurso.E a religião tb pode trazer esta praticidade, veja se esta mensagem contida na bíblia por exemplo não é bem naturalista.
Citação de: Almeida corrigida e revisada
E, interrogado pelos fariseus sobre quando havia de vir o reino de Deus, respondeu-lhes, e disse: O reino de Deus não vem com aparência exterior.
21. Nem dirão: Ei-lo aqui, ou: Ei-lo ali; porque eis que o reino de Deus está entre vós.
« Última modificação: 22 de Dezembro de 2012, 10:12:56 por Gelado »
Quem sou eu?Entre os crente sou ateu, entre ateus sou um crente.

Offline Laura

  • Nível 23
  • *
  • Mensagens: 958
Re:Ateísmo e Espiritualidade.
« Resposta #183 Online: 24 de Dezembro de 2012, 16:42:58 »
Nem sei se estou respondendo no tempo certo, e nem sei se a Laurinha(referência a uma pessoa maravilhosa que conheço no mundo real, e seu nome me remete a ela),vai responder.

Gelado, estou viajando por locais ermos, meu acesso a internet não é constante e quase não acesso o fórum. Procuro responder a todos, mas tenho demorado bastante.  :)

A sensação de bem estar é um estado mental, o que seria este algo mental? não seria algo criado pelo "espirito" ,  não estou aqui falar da versão dualista. Mas algo que vai além de algo físico,obstante utilizar de questões físicas para existir.

Penso que a sensação de bem estar é proporcionada pela liberação de certas substâncias químicas, então é algo bastante físico, pelo menos em grande parte. Claro que no meu dia a dia não penso "estou muito feliz, meu índice de serotonina deve estar alto" ou "estou apaixonada… deve ser uma combinação de neurotrofina com ocitocina", mas sabemos que nosso bem estar físico e mental depende de fatores como esses. Não entendo o que quer dizer com esse "algo mental" seja criado pelo "espírito", simplesmente porque me parece algo físico. Pode explicar melhor, tem como dar algum exemplo?

Os "crentes" colocam uma explicação super estimada metafisica ao fenômeno, os descrentes colocam uma explicação subestimada física ao fenômeno que alguns se referem como sendo uma explicação niilista.


Falando por mim, posso dizer que não estou subestimando os fenômenos que podem ser percebidos como transcendentais por aqueles que o vivenciaram, somente por considerar que eles são físicos. Pelo contrário, acredito que essas experiências sejam "reais" justamente por isso. O "reais" aqui está entre aspas porque a sensação experimentada é real, mas o que desencadeia e induz a experiência pode não ser.   

falando assim o ateísmo não se afasta mto  das religiões como discurso.E a religião tb pode trazer esta praticidade, veja se esta mensagem contida na bíblia por exemplo não é bem naturalista.

Citação de: Almeida corrigida e revisada
E, interrogado pelos fariseus sobre quando havia de vir o reino de Deus, respondeu-lhes, e disse: O reino de Deus não vem com aparência exterior.
21. Nem dirão: Ei-lo aqui, ou: Ei-lo ali; porque eis que o reino de Deus está entre vós.


Concordo, pode não se afastar como discurso (lembrando apenas que esse discurso é minha visão pessoal sobre ser atéia, pode não corresponder a de muitos outros ateus). Mas se afasta imensamente na prática; não pensar a respeito de deus, não fazer absolutamente nada a respeito de qualquer religião, não dar a mínima para o pós morte é absolutamente avesso ao que faz um crente, de qualquer crença.

Confesso que meu conhecimento sobre a Bíblia é quase nulo, mas não creio que as suas mensagens, mesmo essa que, sim, é bastante naturalista, possam trazer essa mesma praticidade, pois os cristãos acreditam que algo acontece depois da morte, baseados em muitos outros trechos desse mesmo livro. Para essa frase que afirma que "o reino de deus está entre vós" existem muitas outras que incitam a fazer ou deixar de fazer algo voltado a algum benefício ou com receio de algum castigo pós morte.

Enfim, só penso que basear a própria existência em fatos e seres sobre os quais não existe nenhuma evidência, limitando-se e desprezando acontecimentos reais, é algo totalmente nonsense. Para mim, já é motivo mais do que suficiente para ser atéia e nunca vi equivalente praticidade em crença alguma. :?

Offline Sofista

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 236
Re:Ateísmo e Espiritualidade.
« Resposta #184 Online: 27 de Janeiro de 2013, 09:56:24 »

A sensação de bem estar é um estado mental, o que seria este algo mental? não seria algo criado pelo "espirito" ,  não estou aqui falar da versão dualista. Mas algo que vai além de algo físico,obstante utilizar de questões físicas para existir.

Penso que a sensação de bem estar é proporcionada pela liberação de certas substâncias químicas, então é algo bastante físico, pelo menos em grande parte. Claro que no meu dia a dia não penso "estou muito feliz, meu índice de serotonina deve estar alto" ou "estou apaixonada… deve ser uma combinação de neurotrofina com ocitocina", mas sabemos que nosso bem estar físico e mental depende de fatores como esses. Não entendo o que quer dizer com esse "algo mental" seja criado pelo "espírito", simplesmente porque me parece algo físico. Pode explicar melhor, tem como dar algum exemplo?


É simples o que é imaginação, o que são conceitos abstratos que habitam em nossas mentes.
Alguém consegue dizer um ponto fixo onde esta a mente?
Muitos até descrevem a consciência como uma ilusão da maquina cérebro, que pra mim parece um Fetichismo de polo negativo.
Quem sou eu?Entre os crente sou ateu, entre ateus sou um crente.

Offline Mr. Mustard

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.918
  • Sexo: Masculino
Re:Ateísmo e Espiritualidade.
« Resposta #185 Online: 27 de Janeiro de 2013, 10:44:51 »
Papo vai, papo vem, mais um Natal chegando, todo mundo indo comprar presente, etc, etc. Dia 24 todos em frente a mesa, providos de uma oração em nome dos mortos, olhos atentos uns aos outros, beijos de votos para um ano melhor, peru, porco assado e mais um Natal se passa.

Ateísmo, espiritualidade, nhok, nhok, nhok. Essas são as mastigadas na carne, com aquelas respostas na mesa onde todos ficam em silêncio, nhok, nhok, nhok. Papo no fórum, discussão, mas a maquiagem esta pronta para o dia da comemoração. Roupa limpa, passada e arrumada, reunião de todos em prol do nada! Termina o peru e depois a sobremesa, risadas do que aconteceu no ano, com as mãos postas encima da mesa.

Quantos céticos e ateus, deixam de ir em uma comemoração, por ter convicto o credo dentro do coração? Me dá licença para falar, por que nessa comemoração não vou orar, mas apenas resaltar. Mas um ano se passou e o "nada" não provou que voltou. A fome continua no mundo e a dor provando seu odor. De que adianta sentir o cheiro do perfume aqui da cabeçeira da mesa, se andando na rua, o cheiro é pior que o motivo a desejar comida na mesa?

Reunir a familia é muito bonito, que novidades todos trazem contando que milagre o virão? Todo ano é sempre assim e todos saem satisfeitos da festa, mas há quem esteja na porta, pedindo por favor senhor, que motivos se reunem? Em nome de Cristo não sabe? Peço um prato de comida porque todo dia tenho fome. Enquanto tu senhor, esta ai achando que vê milagre, me enxerga cheio de fome.

Se de tão grande é esse senhor, que faz o país parar de produzir, porque não faz o milagre da multiplicação dos pães para mim parar de fome sentir?

É ... esta aqui o prato que pediu, agora vá, porque esse ano se passou, e verdade é, porque sempre a fome não deixou de amargar o "eu" que sempre alimento me alimentou?

Espíritos Nunca Mais

No dia de Natal, que força interior carregão, para parar uma oração, questionando o motivo do credo?

Confuso...

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.074
  • Sexo: Masculino
Re:Ateísmo e Espiritualidade.
« Resposta #186 Online: 27 de Janeiro de 2013, 13:26:18 »
Papo vai, papo vem, mais um Natal chegando, todo mundo indo comprar presente, etc, etc. Dia 24 todos em frente a mesa, providos de uma oração em nome dos mortos, olhos atentos uns aos outros, beijos de votos para um ano melhor, peru, porco assado e mais um Natal se passa.

Ateísmo, espiritualidade, nhok, nhok, nhok. Essas são as mastigadas na carne, com aquelas respostas na mesa onde todos ficam em silêncio, nhok, nhok, nhok. Papo no fórum, discussão, mas a maquiagem esta pronta para o dia da comemoração. Roupa limpa, passada e arrumada, reunião de todos em prol do nada! Termina o peru e depois a sobremesa, risadas do que aconteceu no ano, com as mãos postas encima da mesa.

Quantos céticos e ateus, deixam de ir em uma comemoração, por ter convicto o credo dentro do coração? Me dá licença para falar, por que nessa comemoração não vou orar, mas apenas resaltar. Mas um ano se passou e o "nada" não provou que voltou. A fome continua no mundo e a dor provando seu odor. De que adianta sentir o cheiro do perfume aqui da cabeçeira da mesa, se andando na rua, o cheiro é pior que o motivo a desejar comida na mesa?

Reunir a familia é muito bonito, que novidades todos trazem contando que milagre o virão? Todo ano é sempre assim e todos saem satisfeitos da festa, mas há quem esteja na porta, pedindo por favor senhor, que motivos se reunem? Em nome de Cristo não sabe? Peço um prato de comida porque todo dia tenho fome. Enquanto tu senhor, esta ai achando que vê milagre, me enxerga cheio de fome.

Se de tão grande é esse senhor, que faz o país parar de produzir, porque não faz o milagre da multiplicação dos pães para mim parar de fome sentir?

É ... esta aqui o prato que pediu, agora vá, porque esse ano se passou, e verdade é, porque sempre a fome não deixou de amargar o "eu" que sempre alimento me alimentou?

Espíritos Nunca Mais

No dia de Natal, que força interior carregão, para parar uma oração, questionando o motivo do credo?

Confuso...

Você não viu nada... :umm:
"Deus prefere os ateus"

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!