Autor Tópico: O fascista mora ao lado  (Lida 20038 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Pasteur

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.294
  • Sexo: Masculino
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #25 Online: 09 de Dezembro de 2012, 20:46:35 »
Ah mais uma questão, cadê os gays e as feministas desse fórum?  :o

No perfil ainda não temos essa classificação.

Offline AleYsatis

  • Nível 19
  • *
  • Mensagens: 584
  • "I went out to the insane asylum"
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #26 Online: 09 de Dezembro de 2012, 20:51:38 »
Ah mais uma questão, cadê os gays e as feministas desse fórum?  :o

No perfil ainda não temos essa classificação.

Cá entre nós uma falha, eu mesmo tive de deixar meu perfil sem classificação de sexo. Poderia ser incluído ali uma opção de terceiro sexo.  :)
O, Death
O, Death
Won't you spare me over 'til another year?

Offline Price

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.564
  • Manjo das putarias
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #27 Online: 09 de Dezembro de 2012, 20:56:31 »
E a homofobia não pode ser enquadrada nas leis já existentes para agressão? NÃOOO! Porque, porque há um ódio especifico que também se formos sinceros todos sabem que existe, e com as punições normais NÂO ESTAMOS VENDO ISSO DIMINUIR NA SOCIEDADE. Esta espécie de crime precisa ser vista com agravantes para sanar ou diminuir isso através do exemplo, alias não é para isso que servem as punições, para darem exemplos a população que as quer praticar?
Para isso não é necessário uma nova lei, e sim uma pequena retificação especificando os agravantes na lei atual.

Outra questão, mas com isso se cria uma classe especial na sociedade que deveria ser uma sociedade de igualdade. SIMMMM!!! Mas ter igualdade real de direitos não significa ter igualdade de tratamento, entendam, se uma classe é vitimizada pelo simples fato de ser a minoria que é, então  estado tem o DEVER de criar leis que de certa forma "priorizem" este classe, porque esta "priorização" na verdade só está a serviço de conseguir a tal igualdade que todo mundo aqui concorda que deve existir.
Negativo, leis excludentes são leis que colocam indivíduos em um plano acima ou abaixo da sociedade em geral. Por exemplo, querem criar leis onde os gays não podem ser negados em entrevistas de emprego nem podem ser demitidos, esse tipo de lei não é emanciapora da minoria gay, e sim opressora sobre o resto da sociedade.

Acho um erro burro, com todo o respeito, acreditar que os grupos devem ser tratados iguais para que tenhamos igualdades de direitos. Os grupos, ou todas as minorias são tratados DE FORMA DIFERENTE, então SE FAZ NECESSÁRIO LEIS DIFERENTES para GARANTIR na sociedade que a longo prazo eles sejam REALMENTE IGUAIS, e essas leis não sejam mais necessárias.
A lógica não procede. Se são contra o tratamento especial dado pela sociedade, porque querem também um tratamento especial pelos legisladores/juristas?

Leis diferentes devem ser feitas para casos diferentes, a Lei Maria da Penha é um sucesso pois pode abrangir toda e qualquer agressão doméstica, entre casais e parentes, ao contrário da "proteção para a mulher" originalmente idealizada.
O estatuto dos idosos, por exemplo, que foi um maquiado de leis já existentes, não conseguiu diminuir os crimes contra estes.
Se você aceitar algumas colocações minhas...
A única e verdadeira razão de eu fazer este comentário em resposta é deixar absolutamente claro que NÃO ACEITO "colocações" suas nem de quem quer que seja.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.192
  • Sexo: Masculino
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #28 Online: 09 de Dezembro de 2012, 21:02:39 »
Minha opinião:

Um agressor que agride um hétero e um que agride um gay por ser gay merece a mesma punição? NÃOOO!!! Porque, porque não se agrediu por heterofobia e sim por qualquer outro motivo, e mesmo que alguém loucamente alegue que pode ter alguém que possua essa heterofobia ela pode muito bem ser enquadrada nas leis de agressão atuais porque isso de "heterofobia" não é um problema social, alias se formos ser sinceros aqui, nem existir existe né.

E a homofobia não pode ser enquadrada nas leis já existentes para agressão? NÃOOO! Porque, porque há um ódio especifico que também se formos sinceros todos sabem que existe, e com as punições normais NÂO ESTAMOS VENDO ISSO DIMINUIR NA SOCIEDADE. Esta espécie de crime precisa ser vista com agravantes para sanar ou diminuir isso através do exemplo, alias não é para isso que servem as punições, para darem exemplos a população que as quer praticar?

Outra questão, mas com isso se cria uma classe especial na sociedade que deveria ser uma sociedade de igualdade. SIMMMM!!! Mas ter igualdade real de direitos não significa ter igualdade de tratamento, entendam, se uma classe é vitimizada pelo simples fato de ser a minoria que é, então  estado tem o DEVER de criar leis que de certa forma "priorizem" este classe, porque esta "priorização" na verdade só está a serviço de conseguir a tal igualdade que todo mundo aqui concorda que deve existir.

Acho um erro burro, com todo o respeito, acreditar que os grupos devem ser tratados iguais para que tenhamos igualdades de direitos. Os grupos, ou todas as minorias são tratados DE FORMA DIFERENTE, então SE FAZ NECESSÁRIO LEIS DIFERENTES para GARANTIR na sociedade que a longo prazo eles sejam REALMENTE IGUAIS, e essas leis não sejam mais necessárias. Só não vê isso pra mim, quem não tem um mínimo de visão social e já acha que estamos todos tendo os nossos direitos respeitados, então não precisaríamos de leis que "privilegiassem" temporariamente ninguém...

Podemos fazer um teste aqui pra comprovar essa tese de que já temos os mesmo direitos:

Quem não pode beijar o namorado(a) na rua sem ser abordado e agredido em 80% das vezes (de alguma maneira, mesmo que verbal) levanta a mão???

Quem não pode casar com todos os direitos de casamento??

Quem não pode adotar filhos, levanta a mão??

Quem está sujeito a ser agredido e assassinado por ser simplesmente o que, da um grito??

Quem é obrigado a ser visto como cidadão de segunda categoria e ridicularizado desde sempre em escolas, famílias e todos os outros meios??

Quem paga seus impostos para ter todos os direitos que todo mundo tem??
EU!!!!!

Cansei, quem quiser vai a lista com mais alguns direitos que não tenho e que justificam um tratamento diferenciado pra mim até que esses direitos estejam resguardados:

http://carlosalexlima.blogspot.com.br/2009/07/pelo-menos-78-direitos-sao-negados.html

E qual é a relação disto tudo com o 'vizinho fascista'?
Foto USGS

Offline AleYsatis

  • Nível 19
  • *
  • Mensagens: 584
  • "I went out to the insane asylum"
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #29 Online: 09 de Dezembro de 2012, 21:55:19 »

E qual é a relação disto tudo com o 'vizinho fascista'?

O texto do "vizinho fascista" estava se referindo especificamente a esta agressão:

http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2012/12/suspeitos-de-agredir-gay-em-sp-negam-homofobia-diz-advogado.html

E eu grifei esta parte do texto em vermelho abaixo que é para marcar uma posição de que a nossa sociedade é fascista não só porque essas agressões ocorrem, mas que é fascista porque a grande maioria das pessoas ainda que não sejam diretamente agressores fazem de tudo para refrear os processos legais de criminalização da homofobia e de outras questões de minorias.

"No Brasil de 2012 ninguém encoraja a perseguição de “diferentes” indefesos. Mas desencoraja o bastante?  Um governo deixa de criminalizar a homofobia por conveniência política. Um articulista compara gays a cabras numa revista semanal. Um policial mata um garoto preto e pobre porque “parece” bandido. Um juiz absolve rapazes de “boa família” que queimam um morador de rua."

E porque ao que me pareceu é esse o tema que o tópico está tratando, ou eu fumei de mais aqui, o que também é provável... Mas para você estamos falando do que aqui, mesmo? :hihi:

E mesmo que estejamos falando de outra coisa, o que você acha disso que eu falei?
« Última modificação: 09 de Dezembro de 2012, 21:57:58 por AleYsatis »
O, Death
O, Death
Won't you spare me over 'til another year?

Offline LaraAS

  • Contas Excluídas
  • Nível 27
  • *
  • Mensagens: 1.386
  • Sexo: Feminino
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #30 Online: 09 de Dezembro de 2012, 22:57:40 »
               Para Geotecton:

              O problema dele é ver o mal NOS OUTROS, é a visão de que combater o mal é combater OS OUTROS, receita certa para buscar bodes expiatórios.
              O que mais importa é combater o mal EM SI MESMO, dentro de si mesmo, e isso para se melhorar nas relações com as pessoas concretas com que se relaciona pessoalmente ou nas quais pensa assim como quando se faz caridade.
              Para a política, o que importa é o interesse bem entendido, e não o motivo sacralizado de querer "combater o mal" vigiando vizinhos estilo ditadura comunista.
              Agora eu não sou auto-depreciativa como mulher, sou a favor da facção do feminismo a favor de coisas estilo ajudas para a conciliação entre o trabalho e cuidar dos filhos e a favor do abolicionismo da prostituição. Agora o que eu penso é que se deve argumentar com os homens, em termo de seu interesse bem entendido para o feminismo em geral, mesmo porque vai ser isso mesmo que vai adiantar, porque se não for interesse bem entendido vai ser paternalismo, pois a verdade, é que hoje a maioria dos deputados e prefeitos, governadores etc....são homens e mesmo em países em que há cotas para mulheres, antes das cotas a maioria era de homens, então foram eles que votaram a favor das próprias cotas para mulheres.
             Então ou é interesse bem entendido ou é paternalismo, e provavelmente o motivo principal é o interesse bem entendido, se bem que um pouco de motivos éticos certamente também existiram, eu não sou maniqueísta, mas certamente que a maior parte dos motivos foram por interesse bem entendido da parte dos homens, inclusive quando ao voto feminino etc...
             Na verdade acho que é justamente o fato de não conseguir ser totalmente "metido a machão" ou "a machona" o que frusta tipos como ele, o fato de depender dos outros, ter que negociar com os outros, por isso é que ele fica projetando, vendo demônios com rabos para tudo quanto é lado.
             Agora o que eu sei que ele me dá medo.
« Última modificação: 09 de Dezembro de 2012, 23:01:27 por LaraAS »

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.133
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #31 Online: 09 de Dezembro de 2012, 23:13:13 »
Ah mais uma questão, cadê os gays e as feministas desse fórum?  :o

No perfil ainda não temos essa classificação.

Cá entre nós uma falha, eu mesmo tive de deixar meu perfil sem classificação de sexo. Poderia ser incluído ali uma opção de terceiro sexo.  :)

Ué, mas você não é contra definição de gêneros?
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline _tiago

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.343
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #32 Online: 09 de Dezembro de 2012, 23:15:07 »
Giga, ultimamente eu tenho feito esforço pra não alimentar... :)

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.133
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #33 Online: 09 de Dezembro de 2012, 23:24:28 »
Giga, ultimamente eu tenho feito esforço pra não alimentar... :)

Pois é....

Melhor não dar muita corda mesmo senão vem aquela ladainha toda de novo...
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 28.192
  • Sexo: Masculino
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #34 Online: 09 de Dezembro de 2012, 23:27:41 »
Agora o que eu sei que ele me dá medo.

Ele não me 'dá medo' e acho-o extremamente pessimista na análise da situação dos homossexuais no Brasil.
Foto USGS

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.025
  • Sexo: Masculino
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #35 Online: 09 de Dezembro de 2012, 23:48:07 »
E a homofobia não pode ser enquadrada nas leis já existentes para agressão? NÃOOO! Porque, porque há um ódio especifico que também se formos sinceros todos sabem que existe, e com as punições normais NÂO ESTAMOS VENDO ISSO DIMINUIR NA SOCIEDADE.

Não vemos diminuição de acordo com quais critérios de mensuração?

Como a criminalização atuaria para "diminuir o ódio"? Acho que no máximo poderia se esperar que desencorajasse os crimes motivados por esse ódio (com todo o problema de substanciar a motivação), ou deixasse fora das ruas agressores que talvez tivessem maior chaince de reincidir. Mas não vejo como pessoas que odeiem homossexuais/etc vão começar a ter uma melhor imagem deles a partir do momento em que a lei determinasse punições mais severas do que para uma mesma agressão/crime quando feito sem essa motivação. Aliás, acho mais provável a coisa se dar na direção contrária, alimentar os discursos de "ditadura gay" e esse tipo de coisa.
 

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.025
  • Sexo: Masculino
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #36 Online: 09 de Dezembro de 2012, 23:50:28 »
Por exemplo, querem criar leis onde os gays não podem ser negados em entrevistas de emprego nem podem ser demitidos, esse tipo de lei não é emanciapora da minoria gay, e sim opressora sobre o resto da sociedade.

 :o Em absoluto, ou se alguma investigação concluísse que a demissão/negação se deu com esse motivo?

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.025
  • Sexo: Masculino
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #37 Online: 09 de Dezembro de 2012, 23:54:24 »
Ah mais uma questão, cadê os gays e as feministas desse fórum?  :o

No perfil ainda não temos essa classificação.

Teria que se ter esses dois símbolos apenas como extremos (ou talvez apenas próximos do extremo com um pouco mais para além -- para mulheres XXX e homens XYY), e toda uma gradação entre eles, vários ângulos da seta ao redor do círculo, setas intermediárias entre cruzes, e todas as tonalidades de cores possíveis. E talvez alguns animados e que mudam de cor, também em todas as permutações possíveis.

Offline AleYsatis

  • Nível 19
  • *
  • Mensagens: 584
  • "I went out to the insane asylum"
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #38 Online: 09 de Dezembro de 2012, 23:54:51 »
Na verdade já estou até concordando com vocês gente. Minha visão é que é pessimista mesmo, éq ue agente sabe que gay é frescurento e chora a toa né, querem se fazer de vitima, querem ser especiais, agente sabe de tudo isso. Dai as vezes vem um querendo discutir que popostas poderiam ser feitas pra mudar, e uns vão dizer apenas, mudar o que não há problema nenhum com o tratamento que os gays recebem na sociedade. E mesmo os que vem os seus problemas não fazem senão criticar as formas de lutas e tal. Apresentar alguma alternativa não precisa. Ah é, alternativa para que se a questão da homofobia está na cabeça dos gays apenas...

O mesmo vale para o feminismo, lutar pra que, as mulheres já estão em igualdade não é...

É verdade, pensei bem e estou concordando, vamo dexa tudo como tá que tá bom. Vamos CONSERVAR  a sociedade em todas as suas estruturas...
O, Death
O, Death
Won't you spare me over 'til another year?

Offline Price

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.564
  • Manjo das putarias
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #39 Online: 09 de Dezembro de 2012, 23:59:02 »
Ah mais uma questão, cadê os gays e as feministas desse fórum?  :o

No perfil ainda não temos essa classificação.

Teria que se ter esses dois símbolos apenas como extremos (ou talvez apenas próximos do extremo com um pouco mais para além -- para mulheres XXX e homens XYY), e toda uma gradação entre eles, vários ângulos da seta ao redor do círculo, setas intermediárias entre cruzes, e todas as tonalidades de cores possíveis. E talvez alguns animados e que mudam de cor, também em todas as permutações possíveis.

Ir contra isso é claramente a supressão de minorias e opressão do gay que tanto sofre, é mais um retrato da sociedade facista, patriarcal, neo-conservadora, neo-liberal e machista.
Se você aceitar algumas colocações minhas...
A única e verdadeira razão de eu fazer este comentário em resposta é deixar absolutamente claro que NÃO ACEITO "colocações" suas nem de quem quer que seja.

Offline AleYsatis

  • Nível 19
  • *
  • Mensagens: 584
  • "I went out to the insane asylum"
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #40 Online: 10 de Dezembro de 2012, 00:04:41 »
Ah mais uma questão, cadê os gays e as feministas desse fórum?  :o

No perfil ainda não temos essa classificação.

Teria que se ter esses dois símbolos apenas como extremos (ou talvez apenas próximos do extremo com um pouco mais para além -- para mulheres XXX e homens XYY), e toda uma gradação entre eles, vários ângulos da seta ao redor do círculo, setas intermediárias entre cruzes, e todas as tonalidades de cores possíveis. E talvez alguns animados e que mudam de cor, também em todas as permutações possíveis.

Ir contra isso é claramente a supressão de minorias e opressão do gay que tanto sofre, é mais um retrato da sociedade facista, patriarcal, neo-conservadora, neo-liberal e machista.

Não vou ficar mais enxendo o saco aqui, daqui a poko eu caio fora. Deixa eu fazer uma pergunta séria, sem provocação, deixando as diferenças ideológico-polípiticas queria saber de verdade de vocês. O movimento homossexual para vocês não tem nenhum porque de ser? Não há um problema real com o tratamento de homossexuais, mulheres, negros? Ou que vocês questionam são os métodos e as abordagens que estamso usando?
O, Death
O, Death
Won't you spare me over 'til another year?

Offline Price

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.564
  • Manjo das putarias
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #41 Online: 10 de Dezembro de 2012, 00:05:19 »
Por exemplo, querem criar leis onde os gays não podem ser negados em entrevistas de emprego nem podem ser demitidos, esse tipo de lei não é emanciapora da minoria gay, e sim opressora sobre o resto da sociedade.

 :o Em absoluto, ou se alguma investigação concluísse que a demissão/negação se deu com esse motivo?

E que investigação que vai poder ser limpa com as ONGs de Direitos Humanos em cima?

As igrejas não poderão criticar gays, gays que estiverem se beijando em um local proibido não poderão ser removidos do local, não poderão ser demitidos nem terem empregos negados. Em breve também terão assento preferencial no transporte público.

http://www.projetocandeia.xpg.com.br/10.html
http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/a-falsa-denuncia-de-homofobia-no-%E2%80%9Cfantastico%E2%80%9D-demonstra-por-que-a-tal-lei-anti-homofobia-nao-pode-ser-aprovada-ou-o-tiro-no-pe-da-militancia-gay/
Se você aceitar algumas colocações minhas...
A única e verdadeira razão de eu fazer este comentário em resposta é deixar absolutamente claro que NÃO ACEITO "colocações" suas nem de quem quer que seja.

Offline Price

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.564
  • Manjo das putarias
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #42 Online: 10 de Dezembro de 2012, 00:06:13 »
Ah mais uma questão, cadê os gays e as feministas desse fórum?  :o

No perfil ainda não temos essa classificação.

Teria que se ter esses dois símbolos apenas como extremos (ou talvez apenas próximos do extremo com um pouco mais para além -- para mulheres XXX e homens XYY), e toda uma gradação entre eles, vários ângulos da seta ao redor do círculo, setas intermediárias entre cruzes, e todas as tonalidades de cores possíveis. E talvez alguns animados e que mudam de cor, também em todas as permutações possíveis.

Ir contra isso é claramente a supressão de minorias e opressão do gay que tanto sofre, é mais um retrato da sociedade facista, patriarcal, neo-conservadora, neo-liberal e machista.

Não vou ficar mais enxendo o saco aqui, daqui a poko eu caio fora. Deixa eu fazer uma pergunta séria, sem provocação, deixando as diferenças ideológico-polípiticas queria saber de verdade de vocês. O movimento homossexual para vocês não tem nenhum porque de ser? Não há um problema real com o tratamento de homossexuais, mulheres, negros? Ou que vocês questionam são os métodos e as abordagens que estamso usando?

Já fiz quase uma dezena de contraargumentos dirigidos a você e ainda não obtive resposta, passo.
Se você aceitar algumas colocações minhas...
A única e verdadeira razão de eu fazer este comentário em resposta é deixar absolutamente claro que NÃO ACEITO "colocações" suas nem de quem quer que seja.

Offline LaraAS

  • Contas Excluídas
  • Nível 27
  • *
  • Mensagens: 1.386
  • Sexo: Feminino
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #43 Online: 10 de Dezembro de 2012, 00:39:18 »
E a homofobia não pode ser enquadrada nas leis já existentes para agressão? NÃOOO! Porque, porque há um ódio especifico que também se formos sinceros todos sabem que existe, e com as punições normais NÂO ESTAMOS VENDO ISSO DIMINUIR NA SOCIEDADE.

Não vemos diminuição de acordo com quais critérios de mensuração?

Como a criminalização atuaria para "diminuir o ódio"? Acho que no máximo poderia se esperar que desencorajasse os crimes motivados por esse ódio (com todo o problema de substanciar a motivação), ou deixasse fora das ruas agressores que talvez tivessem maior chaince de reincidir. Mas não vejo como pessoas que odeiem homossexuais/etc vão começar a ter uma melhor imagem deles a partir do momento em que a lei determinasse punições mais severas do que para uma mesma agressão/crime quando feito sem essa motivação. Aliás, acho mais provável a coisa se dar na direção contrária, alimentar os discursos de "ditadura gay" e esse tipo de coisa.


           Engraçado que quando se trata de crimes de sangue e/ou cruéis a frio por motivos de inveja tanto de dinheiro quanto de prestígio (esse último caso acontece sobretudo entre pobres e dos negros e mulatos perceptiveis entre si) aí em geral pelo menos para casos em que isso acontece no capitalismo e em sociedades não-islâmicas, esse pessoal fala que "agravar a pena não adianta nada" "o que a gente tem que ver são os traumas dos criminosos"  "eles são vítimas da sociedade" e etc...etc...etc.....nem de longe esse pessoal fala em aumentar as penas, nem muito menos em criminalizar textos que falam que falam que as diferenças de dinheiro e de prestigio vem de injustiças sociais propositais ou de alguma especie de trambique dos que têm mais dinheiro ou mais prestigio, coisa que sem embargo é falada em certo tipo de marxismo vulgar como o de Eduardo Galeano, Chiavenato etc, e em certo tipo de psicologia de botequim, ou então em tentativas de misturas de marxismo vulgar com psicologia (estilo Marcusi).
           No entanto uma coisa que psicologia séria fala é que "a culpa irreal gera o ódio real", incentivar as pessoas a se sentirem culpadas, ou terem o impulso para isso só porque se incomodam ao ver um beijo gay ou se por que concordam com a noção de que a prática homossexual é pecado (e não se iludam com a democracia e ainda mais internet, não dá para evitar panfletos clandestinos, depois de 1956 nem na URSS conseguiram evitar os samtisas..., no entanto dá para dar uma noção de mártir em relação aos com esse tipo de idéias e sentimentos.)
           Num caso desses me parece é que os crimes ligados a essas coisas vão é piorar com isso.
           No caso dos negros e mulatos perceptíveis, pelo menos na sua versão cainists, aumentaram os crimes contra eles desde a segunda metade da década de 1960, com o movimentos anti-racista mas forte, tá certo que são eles mesmo fazendo esses crimes entre si, mas o fato é que aumentaram.
           E depois, segundo Kinsley 40% da população é bissexual, e proibir que essa população faça tratamentos para incentivar seu lado hétero, só tende a gerar mais ódio dessas pessoas contra os gays puros (já há suspeitas de que os principais homófobos venham dessa parte da população).
           

Offline LaraAS

  • Contas Excluídas
  • Nível 27
  • *
  • Mensagens: 1.386
  • Sexo: Feminino
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #44 Online: 10 de Dezembro de 2012, 00:44:37 »
E a homofobia não pode ser enquadrada nas leis já existentes para agressão? NÃOOO! Porque, porque há um ódio especifico que também se formos sinceros todos sabem que existe, e com as punições normais NÂO ESTAMOS VENDO ISSO DIMINUIR NA SOCIEDADE.

Não vemos diminuição de acordo com quais critérios de mensuração?

Como a criminalização atuaria para "diminuir o ódio"? Acho que no máximo poderia se esperar que desencorajasse os crimes motivados por esse ódio (com todo o problema de substanciar a motivação), ou deixasse fora das ruas agressores que talvez tivessem maior chaince de reincidir. Mas não vejo como pessoas que odeiem homossexuais/etc vão começar a ter uma melhor imagem deles a partir do momento em que a lei determinasse punições mais severas do que para uma mesma agressão/crime quando feito sem essa motivação. Aliás, acho mais provável a coisa se dar na direção contrária, alimentar os discursos de "ditadura gay" e esse tipo de coisa.


           Engraçado que quando se trata de crimes de sangue e/ou cruéis a frio por motivos de inveja tanto de dinheiro quanto de prestígio (esse último caso acontece sobretudo entre pobres e dos negros e mulatos perceptiveis entre si) aí em geral pelo menos para casos em que isso acontece no capitalismo e em sociedades não-islâmicas, esse pessoal fala que "agravar a pena não adianta nada" "o que a gente tem que ver são os traumas dos criminosos"  "eles são vítimas da sociedade" e etc...etc...etc.....nem de longe esse pessoal fala em aumentar as penas, nem muito menos em criminalizar textos que falam que falam que as diferenças de dinheiro e de prestigio vem de injustiças sociais propositais ou de alguma especie de trambique dos que têm mais dinheiro ou mais prestigio, coisa que sem embargo é falada em certo tipo de marxismo vulgar como o de Eduardo Galeano, Chiavenato etc, e em certo tipo de psicologia de botequim, ou então em tentativas de misturas de marxismo vulgar com psicologia (estilo Marcusi).
           No entanto uma coisa que psicologia séria fala é que "a culpa irreal gera o ódio real", incentivar as pessoas a se sentirem culpadas, ou terem o impulso para isso só porque se incomodam ao ver um beijo gay ou se por que concordam com a noção de que a prática homossexual é pecado (e não se iludam com a democracia e ainda mais internet, não dá para evitar panfletos clandestinos, depois de 1956 nem na URSS conseguiram evitar os samtisas..., no entanto dá para dar uma noção de mártir em relação aos com esse tipo de idéias e sentimentos.)
           Num caso desses me parece é que os crimes ligados a essas coisas vão é piorar com isso.
           No caso dos negros e mulatos perceptíveis, pelo menos na sua versão cainists, aumentaram os crimes contra eles desde a segunda metade da década de 1960, com o movimentos anti-racista mas forte, tá certo que são eles mesmo fazendo esses crimes entre si, mas o fato é que aumentaram.
           E depois, segundo Kinsley 40% da população é bissexual, e proibir que essa população faça tratamentos para incentivar seu lado hétero, só tende a gerar mais ódio dessas pessoas contra os gays puros (já há suspeitas de que os principais homófobos venham dessa parte da população).
         

          Correção, samizdat era o nome dos panfletos clandestinos na URSS de depois de 1956.

Offline Osler

  • Nível 25
  • *
  • Mensagens: 1.115
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #45 Online: 10 de Dezembro de 2012, 00:48:59 »
E que investigação que vai poder ser limpa com as ONGs de Direitos Humanos em cima?

As igrejas não poderão criticar gays, gays que estiverem se beijando em um local proibido não poderão ser removidos do local, não poderão ser demitidos nem terem empregos negados. Em breve também terão assento preferencial no transporte público.

http://www.projetocandeia.xpg.com.br/10.html
http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/a-falsa-denuncia-de-homofobia-no-%E2%80%9Cfantastico%E2%80%9D-demonstra-por-que-a-tal-lei-anti-homofobia-nao-pode-ser-aprovada-ou-o-tiro-no-pe-da-militancia-gay/

Em quais lugares se é proibido beijar?
“Como as massas são inconstantes, presas de desejos rebeldes, apaixonadas e sem temor pelas conseqüências, é preciso incutir-lhes medo para que se mantenham em ordem. Por isso, os antigos fizeram muito bem ao inventar os deuses e a crença no castigo depois da morte”. – Políbio

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.025
  • Sexo: Masculino
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #46 Online: 10 de Dezembro de 2012, 00:50:17 »
Por exemplo, querem criar leis onde os gays não podem ser negados em entrevistas de emprego nem podem ser demitidos, esse tipo de lei não é emanciapora da minoria gay, e sim opressora sobre o resto da sociedade.

 :o Em absoluto, ou se alguma investigação concluísse que a demissão/negação se deu com esse motivo?

E que investigação que vai poder ser limpa com as ONGs de Direitos Humanos em cima?

E o que um gay/negro/ateu/etc pode fazer em caso de suspeita de ter sido demitido ou recusado apenas por este motivo? Tecnicamente não é legal, não, apesar de não haver legislação específica para cada um desses grupos e outros.



Citação de: Price
As igrejas não poderão criticar gays, gays que estiverem se beijando em um local proibido não poderão ser removidos do local, não poderão ser demitidos nem terem empregos negados. Em breve também terão assento preferencial no transporte público.

Digamos que houvesse tanto anti-semitismo quanto homofobia (não sei quais são as proporções, pode ser que até haja mais anti-semitismo) e então se propusesse uma lei similar. Também se poderia dizer "igrejas cristãs não poderão criticar judeus, judeus que estiverem comendo comida kosher em um local proibido não poderão ser removidos do local, não poderão ser demitidos nem terem empregos negados. Em breve também terão assento preferencial no transporte público".

Algumas dessas perdas não me parecem realmente importantes (igrejas proibidas de criticar gays -- que arranjem um tema mais relevante para o sermão), além de também soarem meio exageradas (não poder se reclamar de gays se beijando em local inapropriado), ao menos num mundo razoável, que talvez não seja o caso. E isso de lugar reservado no ônibus parece ser só piada mesmo embora eu tenha uma vaga lembrança de algo meio relacionado, mas talvez fosse só uma analgia que alguém fez mesmo.



Pergunto isso seriamente mas desconfio que o Price está só trolando/parodiando talvez desde a primeira postagem nesses tópicos relacionados...  :biglol:

Offline AleYsatis

  • Nível 19
  • *
  • Mensagens: 584
  • "I went out to the insane asylum"
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #47 Online: 10 de Dezembro de 2012, 00:51:15 »
Ah mais uma questão, cadê os gays e as feministas desse fórum?  :o

No perfil ainda não temos essa classificação.

Teria que se ter esses dois símbolos apenas como extremos (ou talvez apenas próximos do extremo com um pouco mais para além -- para mulheres XXX e homens XYY), e toda uma gradação entre eles, vários ângulos da seta ao redor do círculo, setas intermediárias entre cruzes, e todas as tonalidades de cores possíveis. E talvez alguns animados e que mudam de cor, também em todas as permutações possíveis.

Ir contra isso é claramente a supressão de minorias e opressão do gay que tanto sofre, é mais um retrato da sociedade facista, patriarcal, neo-conservadora, neo-liberal e machista.

Não vou ficar mais enxendo o saco aqui, daqui a poko eu caio fora. Deixa eu fazer uma pergunta séria, sem provocação, deixando as diferenças ideológico-polípiticas queria saber de verdade de vocês. O movimento homossexual para vocês não tem nenhum porque de ser? Não há um problema real com o tratamento de homossexuais, mulheres, negros? Ou que vocês questionam são os métodos e as abordagens que estamso usando?

Já fiz quase uma dezena de contraargumentos dirigidos a você e ainda não obtive resposta, passo.
Eu já entendi os seus contra-argumentos e o das pessoas que também contra-argumetaram, por isso quero só saber se eu entendi certo. Para alguns parece que simplesmente a questão da homofobia é mais um criação dos próprios gay não só para se legitimarem, mas para ganharem direitos extras, como você mesma disse de não poder ser mandada embora e tal.

Pelos seus comentários em si, parace que você até enxerga o problema da homofobia, mas acha que podme ser resolvidos dentro das leis que já temos e tal. É isso?

Obviamente que não concordo, mas adianta então ficar discutindo, são visões diferentes, eu particularmente não acredito que sem um envestimento mais agressivo vamos ver mudanças. As leis estão ai faz tempo, os direitos humanos tudo isso ai. Mas se foi isso mesmo que você quiz dizer, entendo o seu ponto de vista.

Só uma confição, eu realmente achei estranho que em todo o fórum não tenham pouquissimos ou quase nenhum que enxergue essas lutas pelos meus prismas. o que é interessante para mostrar pra nós como os ambientes mudam, na universidade é raro eu ver pessoas que pensam como você, a não ser mais com o pessoal da área de exatas com quem não tenho contato. Mas é smepre interessante conhecer a diferença.
O, Death
O, Death
Won't you spare me over 'til another year?


Offline Osler

  • Nível 25
  • *
  • Mensagens: 1.115
Re:O fascista mora ao lado
« Resposta #49 Online: 10 de Dezembro de 2012, 01:09:29 »
“Como as massas são inconstantes, presas de desejos rebeldes, apaixonadas e sem temor pelas conseqüências, é preciso incutir-lhes medo para que se mantenham em ordem. Por isso, os antigos fizeram muito bem ao inventar os deuses e a crença no castigo depois da morte”. – Políbio

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!