Autor Tópico: O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.  (Lida 19824 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Cientista

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.266
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #100 Online: 24 de Março de 2013, 14:03:59 »
Então pense mais e tente entender.

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #101 Online: 24 de Março de 2013, 20:42:58 »
e essa questão que a falseabilidade é uma teoria não falseavel  :stunned:
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline M4dM4x

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 114
  • Sexo: Masculino
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #102 Online: 27 de Março de 2013, 23:33:53 »
Citar
Então pense mais e tente entender.
Há, na boa, estudar mais?!
Realmente procuro estudar sempre mais, conhecimento sempre serve pra alguma coisa^^
Mas veja que não é necessário estudar muito para mostrar que você não tem argumentos para defender seu ponto de vista, só sua opinião pessoal, que é claramente preconceituosa.
Deveria seguir seu conselho e "estudar mais", talvez alguma dia entenda o básico do texto principal deste post.
Obs: Caso eu esteja errado e você tenha argumentos para defender seu ponto de vista sobre deus/deuses criados, e religiosos que criam deuses, por favor, apresente os argumentos aqui!
"A loucura é algo raro em indivíduos – mas em grupos, partidos, povos e épocas é a norma".

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #103 Online: 28 de Março de 2013, 00:27:34 »
você não concorda que os deuses, todos eles, são uma criação humana?
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline M4dM4x

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 114
  • Sexo: Masculino
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #104 Online: 28 de Março de 2013, 00:59:18 »
Citar
você não concorda que os deuses, todos eles, são uma criação humana?
Não...
E se fosse depender dos argumentos do cientistas, por exemplo, é que não dá pra levar isso a sério mesmo.
"A loucura é algo raro em indivíduos – mas em grupos, partidos, povos e épocas é a norma".

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #105 Online: 28 de Março de 2013, 01:10:11 »
você leu meu tópico sobre o nascimento do deus judaico cristão?
Que tipo de deus você acredita?
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline M4dM4x

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 114
  • Sexo: Masculino
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #106 Online: 28 de Março de 2013, 01:20:48 »
Citar
você leu meu tópico sobre o nascimento do deus judaico cristão?
Que tipo de deus você acredita?
Você está falando do post sobre o ZEITGEIST? Se for já vi, e tem muita informação irrelevante ali. Já refutado faz um tempo.
Sobre a crença em deus, acho bom explicar meu ponto: É possível perceber a lógica da necessidade de um ser próxima ao deus cristão, retirando intervir na vida humana, ouvir orações etc, como explicação para o surgimento do universo. É só ver o argumento cosmológico com seriedade.
Sendo assim, vejo como postura mais racional a crença na possibilidade da existência desse deus, ao invés da descrença(ateu). Mas de forma prática minha postura em um debate se enquadra em cética/agnóstica.
"A loucura é algo raro em indivíduos – mas em grupos, partidos, povos e épocas é a norma".

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #107 Online: 28 de Março de 2013, 08:01:02 »
Não,  esse tópico aqui
http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=27448.0

O que te encanta no argumento cosmológico?  É uma petição de princípio infantil não?
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline JohnnyRivers

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.928
  • Sexo: Masculino
  • Are we saved by the words of bastard saints?
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #108 Online: 28 de Março de 2013, 08:32:15 »
Não,  esse tópico aqui
http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=27448.0

O que te encanta no argumento cosmológico?  É uma petição de princípio infantil não?

E o qual argumento não seria uma petição de principio sem, no entanto, cair no apelo a ignorância?

Pura hipocrisia apontar falácias aqui.
"Que homem é um homem que não torna o mundo melhor?"

"What do we need? Where do we go when we get where we don't know?
  Why should we doubt the virgin white of fallen snow when faith's our shelter from the cold?"
- Skid Row

Offline West

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.888
  • Sexo: Masculino
  • "Como um grão de poeira suspenso num raio de sol"
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #109 Online: 28 de Março de 2013, 08:59:16 »
Citar
você não concorda que os deuses, todos eles, são uma criação humana?
Não...
E se fosse depender dos argumentos do cientistas, por exemplo, é que não dá pra levar isso a sério mesmo.

Cara, na boa, desse jeito você é que fica difícil de ser levado a sério. Só falta agora você dizer que só o seu deus é que é o verdadeiro e todos os outros inventados.
"Houve um tempo em que os anjos perambulavam na terra.
Agora não se acham nem no céu."
__________
Provérbio Iídiche.

"Acerca dos deuses não tenho como saber nem se eles existem nem se eles não
existem, nem qual sua aparência. Muitas coisas impedem meu conhecimento.
Entres elas, o fato de que eles nunca aparecem."
__________
Protágoras.Ensaio sobre os deuses. Séc. V a.C.

Offline M4dM4x

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 114
  • Sexo: Masculino
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #110 Online: 28 de Março de 2013, 11:07:23 »
Citar
Não,  esse tópico aqui
Espero mesmo que as referência não sejam todas da wiki...Mas vamos ver.
Citar
A referência documental mais antiga encontrada de Yaveh o coloca junto com os três deuses citados e ocupando exatamente essa posição.
Tá, cadê o documental que mostra isso? Só pra gente começar a se situar sabe...
Citar
A escolha de Yaveh como deus em um cenário monolatrista se dá a partir do sofrimento que o povo de Israel enfrentou.
Mas afinal essa afirmação tem comprovação de que forma? É só suposição?
Citar
No calor da situação, Josias então "encontra" o livro de deuteronomio que estava perdido, que demonstrava que Javeh era o deus de Israel e a história anterior passa a ser completamente escrita. Sim, deuteronômio conta a história de Moisés, a arca, tudo uma estorinha de Josias e seu staff.
Cara, assim como as outras afirmações é preciso ter alguma coisa para provar isso...tem algum registro histórico?
Citar
No exílio, Isaias (o segundo) encontra a oportunidade, dentro do desespero do povo, de reescrever a história.
Mesma afirmação anterior. Claramente você crê que isso dependeu do "sofrimento do povo". Pode até ser, mas tem que mostrar algum argumento sabe. Nesse caso é fácil, precisa de registros históricos!
Citar
A mensagem aqui é que não é inesperado, dentro da seleção natural dos deuses de israel, que Yaveh seja um lunático homicida vingativo.
A velha ideia que deus é louco e vingativo e etc...Opinião pessoal.
Citar
Não fosse esse contexto, talvez tivéssemos um deus mais palatável.
Não é palatável pra você?! Porque para o resto da população é bem palatável...porque será?
Citar
O que te encanta no argumento cosmológico?  É uma petição de princípio infantil não?
É coerente com o que temos de informações sobre a origem do universo, lógico e filosoficamente simples.
Qual a petição infantil? Está falando da questão "tudo que vem a existir tem causa/inicio" mas para o argumento fazer sentido "deus/causador" não tem causa e sempre existiu? Se for, e não conseguir entender a lógico dessa necessidade, te restaria o apelo a ignorância. No geral muitos ateus preferem a ignorância, só não dá pra dizer que é mais racional.
Citar
Cara, na boa, desse jeito você é que fica difícil de ser levado a sério. Só falta agora você dizer que só o seu deus é que é o verdadeiro e todos os outros inventados.
Se é mais fácil pra você levar a sério opiniões pessoais, sem base argumentativa, ok.
Quero é debate, foca no argumento!
"A loucura é algo raro em indivíduos – mas em grupos, partidos, povos e épocas é a norma".

Offline JohnnyRivers

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.928
  • Sexo: Masculino
  • Are we saved by the words of bastard saints?
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #111 Online: 28 de Março de 2013, 11:58:33 »
Citar
Não,  esse tópico aqui
Espero mesmo que as referência não sejam todas da wiki...Mas vamos ver.

Wiki ou não, os textos do Agnóstico sobre a origem da intepretação judaica de deus são coerentes e plausíveis. Com excessão da inserção da opinião militante ateísta dele, claro.
"Que homem é um homem que não torna o mundo melhor?"

"What do we need? Where do we go when we get where we don't know?
  Why should we doubt the virgin white of fallen snow when faith's our shelter from the cold?"
- Skid Row

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #112 Online: 28 de Março de 2013, 12:08:03 »
Citar
Não,  esse tópico aqui
Espero mesmo que as referência não sejam todas da wiki...Mas vamos ver.
Citar
A referência documental mais antiga encontrada de Yaveh o coloca junto com os três deuses citados e ocupando exatamente essa posição.
Tá, cadê o documental que mostra isso? Só pra gente começar a se situar sabe...
Citar
A escolha de Yaveh como deus em um cenário monolatrista se dá a partir do sofrimento que o povo de Israel enfrentou.
Mas afinal essa afirmação tem comprovação de que forma? É só suposição?
Citar
No calor da situação, Josias então "encontra" o livro de deuteronomio que estava perdido, que demonstrava que Javeh era o deus de Israel e a história anterior passa a ser completamente escrita. Sim, deuteronômio conta a história de Moisés, a arca, tudo uma estorinha de Josias e seu staff.
Cara, assim como as outras afirmações é preciso ter alguma coisa para provar isso...tem algum registro histórico?
Citar
No exílio, Isaias (o segundo) encontra a oportunidade, dentro do desespero do povo, de reescrever a história.
Mesma afirmação anterior. Claramente você crê que isso dependeu do "sofrimento do povo". Pode até ser, mas tem que mostrar algum argumento sabe. Nesse caso é fácil, precisa de registros históricos!
Citar
A mensagem aqui é que não é inesperado, dentro da seleção natural dos deuses de israel, que Yaveh seja um lunático homicida vingativo.
A velha ideia que deus é louco e vingativo e etc...Opinião pessoal.
Citar
Não fosse esse contexto, talvez tivéssemos um deus mais palatável.
Não é palatável pra você?! Porque para o resto da população é bem palatável...porque será?
Citar
O que te encanta no argumento cosmológico?  É uma petição de princípio infantil não?
É coerente com o que temos de informações sobre a origem do universo, lógico e filosoficamente simples.
Qual a petição infantil? Está falando da questão "tudo que vem a existir tem causa/inicio" mas para o argumento fazer sentido "deus/causador" não tem causa e sempre existiu? Se for, e não conseguir entender a lógico dessa necessidade, te restaria o apelo a ignorância. No geral muitos ateus preferem a ignorância, só não dá pra dizer que é mais racional.
Citar
Cara, na boa, desse jeito você é que fica difícil de ser levado a sério. Só falta agora você dizer que só o seu deus é que é o verdadeiro e todos os outros inventados.
Se é mais fácil pra você levar a sério opiniões pessoais, sem base argumentativa, ok.
Quero é debate, foca no argumento!

responde exatamente isso lá que eu prossigo
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline M4dM4x

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 114
  • Sexo: Masculino
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #113 Online: 28 de Março de 2013, 12:10:25 »
Citar
Wiki ou não, os textos do Agnóstico sobre a origem da intepretação judaica de deus são coerentes e plausíveis. Com excessão da inserção da opinião militante ateísta dele, claro.
Coerente como o que?!
O texto SÓ teve opinião dele...Um pouco de ceticismo nessas explicação mostra que ele mostrou a "interpretação" dele e nada mais.
Mas como eu disse, para que isso possa ser levado a sério precisa só de registros históricos...
Citar
responde exatamente isso lá que eu prossigo
Isso o que? Você copiou tudo de digitei^^
"A loucura é algo raro em indivíduos – mas em grupos, partidos, povos e épocas é a norma".

Offline JohnnyRivers

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.928
  • Sexo: Masculino
  • Are we saved by the words of bastard saints?
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #114 Online: 28 de Março de 2013, 12:30:21 »
Citar
Wiki ou não, os textos do Agnóstico sobre a origem da intepretação judaica de deus são coerentes e plausíveis. Com excessão da inserção da opinião militante ateísta dele, claro.
Coerente como o que?!
O texto SÓ teve opinião dele...Um pouco de ceticismo nessas explicação mostra que ele mostrou a "interpretação" dele e nada mais.
Mas como eu disse, para que isso possa ser levado a sério precisa só de registros históricos...
Citar
responde exatamente isso lá que eu prossigo
Isso o que? Você copiou tudo de digitei^^

É pra postar tudo isso no tópico dele  :?
"Que homem é um homem que não torna o mundo melhor?"

"What do we need? Where do we go when we get where we don't know?
  Why should we doubt the virgin white of fallen snow when faith's our shelter from the cold?"
- Skid Row

Offline M4dM4x

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 114
  • Sexo: Masculino
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #115 Online: 28 de Março de 2013, 12:32:49 »
Citar
É pra postar tudo isso no tópico dele
Opa, realmente não entendi. Obrigado.
"A loucura é algo raro em indivíduos – mas em grupos, partidos, povos e épocas é a norma".

Offline Cientista

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.266
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #116 Online: 30 de Março de 2013, 19:03:46 »
Mas vou te contar...

Não tem nada que ver o que eu disse com a infalseabilidade do falsificacionismo. Não é nada disso. É muito mais fundamental. Está lá claríssimo para qualquer um entender, caramba! É esse tipo de interferência super ruidosa que dá problema. Gente que age como se "entregasse" alguma coisa e que eu nunca vejo "entregar" nada.

Assim, o Mel Gibson aí continuou sem um incentivo para pensar. Vou tentar ver se ele pensa agora. Está vendo isso, Mad? O indutivista não respondeu. Pense você e tente entender o que eu disse.

Offline Cientista

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.266
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #117 Online: 31 de Março de 2013, 14:10:01 »
E então, ô M4dM4x? Já entendeu?

Para te ajudar, selecionei duas postagens minhas em que discorro a respeito do mesmo.

http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=26492.msg686403#msg686403

http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=24235.msg625003#msg625003

Aproveite e leia tudo o que postei nos tópicos inteiros que será bom para seu engrandecimento se for capaz de aproveitar.


Por ora, sendo o mais direto possível na resposta para isso aqui:

Citar
Então pense mais e tente entender.
Há, na boa, estudar mais?!
Realmente procuro estudar sempre mais, conhecimento sempre serve pra alguma coisa^^
Mas veja que não é necessário estudar muito para mostrar que você não tem argumentos para defender seu ponto de vista, só sua opinião pessoal, que é claramente preconceituosa.
Deveria seguir seu conselho e "estudar mais", talvez alguma dia entenda o básico do texto principal deste post.
Obs: Caso eu esteja errado e você tenha argumentos para defender seu ponto de vista sobre deus/deuses criados, e religiosos que criam deuses, por favor, apresente os argumentos aqui!
Não trabalho com argumentos, só com evidências. Argumentos são coisas para brincar mas o problema é que pensadores mágicos levam essa brincadeira a sério. Já brinquei de argumentação por aqui mas estou de saco torrado dessa brincadeira. Argumentos são só para brincar de filosofia. E eu não devo ficar brincando porque já passei da fase e pega mal para mim.

Vou te dar uma chancezinha de não prosseguir em fazer tão feio pelo mundo afora. Vou fazer uma força para ser bem simples para você.

Quem afirma que deuses existem/podem existir/faz sentido que existam... é você e todos os crentes e "similares"/equivalentes. Se diz que não são invencionices, está dizendo que existem de fato. Apresente evidência(s). Eu afirmo que não existem mas não posso afirmar isso do nada, com antecipação. A largada é inextricavelmente de vocês. É primeiro necessário que alguém invencione-os e venha com a besteirada para cima de mim. É você quem me conduz à contestação. Em última (ou primeira mesmo) análise, é você quem está afirmando que não existe nada disso porque é a única coisa que deixa restar como evidência. Se vocês não imaginassem deuses, quem sabe poderiam até existir. Então, a inversão de ônus não se aplica nem mesmo quando eu afirmo que não existem pois eu não posso fazer isso primeiro. Tente entender isto, se houver uma brechinha para a realidade entrar em você sem corrompimento. Já disse isto pelo menos uma dezena de vezes por aqui. Não estou pregando ateísmo. Além do que não tenho o mais pífio interesse em provar nada para ninguém a respeito disso. Se te incomoda profundamente em tua alma que eu não acredite nas suas fantasias e que eu diga que isso é tudo o que são, prove você que não são. Não serei eu a te salvar. No máximo, posso te dar uma mãozinha como essa. Não perco tempo debatendo detalhinhos bestas supostamente sustentados em historiografia sobre artefatos mágicos (como vi em outro tópico); já disse que não sou invencionador de deuses, de modo que não tem sentido para mim discutir qualquer coisa supostamente objetiva sobre tais INVENCIONICES. Não filosofo, em suma e por fim.

Diagramado tudo isto, você tem agora a chance de suspender a filosofaria e apresentar suas evidências. TEM? NÃO?! Então não existe nenhum deus. Quando você apresentar evidência, ele(s) passa(m) a existir. Por enquanto, só "existem" nas suas fantasias e de todos os crentes, agnósticos, ateístas... tudo variações fajutas da mesmíssima coisa -- máquina de (des)funcionalidade de pensamento mágico.

Muita lorota e conversa fiada foi só o que apresentou até agora. As únicas coisas que evidenciou é... que não sabe do que está falando. É, foi só uma (que evidenciou), só isso...

Offline groo

  • Nível 00
  • *
  • Mensagens: 2
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #118 Online: 31 de Março de 2013, 17:56:37 »
Comparar Deus com o Dragão Invisivel ou o bule de chá de Russell é válido, porque se trata de um argumento sobre a dúvida daquilo que existe no mundo e sobre o ónus da Prova. Não se trata de um argumento sobre a natureza e estatuto metafísica das coisas, ou sobre causas últimas. É um argumento que não tem nada a ver com dragões invisiveis.

Offline M4dM4x

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 114
  • Sexo: Masculino
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #119 Online: 31 de Março de 2013, 18:38:55 »
Mas vou te contar...

Não tem nada que ver o que eu disse com a infalseabilidade do falsificacionismo. Não é nada disso. É muito mais fundamental. Está lá claríssimo para qualquer um entender, caramba! É esse tipo de interferência super ruidosa que dá problema. Gente que age como se "entregasse" alguma coisa e que eu nunca vejo "entregar" nada.
Assim, o Mel Gibson aí continuou sem um incentivo para pensar. Vou tentar ver se ele pensa agora. Está vendo isso, Mad? O indutivista não respondeu. Pense você e tente entender o que eu disse.
Fazer declarações do tipo "Está lá claríssimo..." e etc não convence ninguém, por que será?! A afirmação que você fez carece de evidências. O que você acha sobre um assunto não interessa neste caso.

Citar
E então, ô M4dM4x? Já entendeu?
Para te ajudar, selecionei duas postagens minhas em que discorro a respeito do mesmo.
http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=26492.msg686403#msg686403
http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=24235.msg625003#msg625003
Aproveite e leia tudo o que postei nos tópicos inteiros que será bom para seu engrandecimento se for capaz de aproveitar.

Então "cientista" até o momento você só demonstrou que simplesmente acha que os deuses foram criados (esse é o assunto). Tirando sua vontade de crer nisso não apresentou nada. É direito seu pensar assim, só não vale dizer que tem alguma base pra isso! Se tem não mostrou. E se tem tem que mostrar nesse tópico.

Citação de: Cientista
Então pense mais e tente entender.
Há, na boa, estudar mais?!
Realmente procuro estudar sempre mais, conhecimento sempre serve pra alguma coisa^^
Mas veja que não é necessário estudar muito para mostrar que você não tem argumentos para defender seu ponto de vista, só sua opinião pessoal, que é claramente preconceituosa.
Deveria seguir seu conselho e "estudar mais", talvez alguma dia entenda o básico do texto principal deste post.
Obs: Caso eu esteja errado e você tenha argumentos para defender seu ponto de vista sobre deus/deuses criados, e religiosos que criam deuses, por favor, apresente os argumentos aqui!

Citação de: Cientista
Não trabalho com argumentos, só com evidências. Argumentos são coisas para brincar mas o problema é que pensadores mágicos levam essa brincadeira a sério. Já brinquei de argumentação por aqui mas estou de saco torrado dessa brincadeira. Argumentos são só para brincar de filosofia. E eu não devo ficar brincando porque já passei da fase e pega mal para mim.
Se soubesse o que o que é um argumento e o que é uma evidência, não teria falado uma besteira dessas. Mas ainda estou esperando suas evidências...

Citação de: Cientista
Vou te dar uma chancezinha de não prosseguir em fazer tão feio pelo mundo afora. Vou fazer uma força para ser bem simples para você
Pois é, eu que estou fazendo feio...

Citação de: Cientista
Quem afirma que deuses existem/podem existir/faz sentido que existam... é você e todos os crentes e "similares"/equivalentes. Se diz que não são invencionices, está dizendo que existem de fato. Apresente evidência(s). Eu afirmo que não existem mas não posso afirmar isso do nada, com antecipação. A largada é inextricavelmente de vocês. É primeiro necessário que alguém invencione-os e venha com a besteirada para cima de mim. É você quem me conduz à contestação. Em última (ou primeira mesmo) análise, é você quem está afirmando que não existe nada disso porque é a única coisa que deixa restar como evidência. Se vocês não imaginassem deuses, quem sabe poderiam até existir. Então, a inversão de ônus não se aplica nem mesmo quando eu afirmo que não existem pois eu não posso fazer isso primeiro.

Que fuga ridícula. Até agora não disse nada...
Não importa quem afirma, ou quando afirma,  o ônus cabe ao simples fato do individuo ter feito uma afirmação. Tenta fugir da responsabilidade. Se eu tivesse afirmado alguma coisa aqui eu teria que mostrar meu ponto. Mas isso não muda que você tem que fazer isso do mesmo jeito. Não fuja, faça o que tem que fazer, isso é um debate!

Citação de: Cientista
Tente entender isto, se houver uma brechinha para a realidade entrar em você sem corrompimento. Já disse isto pelo menos uma dezena de vezes por aqui. Não estou pregando ateísmo. Além do que não tenho o mais pífio interesse em provar nada para ninguém a respeito disso.

Deveria ter o interesse de não parece crente nas suas afirmações, só preciso que faça o que tem que fazer para demonstrar seu ponto. Ou pode simplesmente admitir que é só sua opinião (foi isso que fez até agora mesmo)
Citação de: Cientista
Se te incomoda profundamente em tua alma que eu não acredite nas suas fantasias e que eu diga que isso é tudo o que são, prove você que não são. Não serei eu a te salvar. No máximo, posso te dar uma mãozinha como essa.
Não incomoda em nada, na verdade está sendo muito bom essa conversa é bom ver esse tipo de situação, é até engraçado. Digitou tanto, e até agora nada...
Citação de: Cientista
Não perco tempo debatendo detalhinhos bestas supostamente sustentados em historiografia sobre artefatos mágicos (como vi em outro tópico); já disse que não sou invencionador de deuses, de modo que não tem sentido para mim discutir qualquer coisa supostamente objetiva sobre tais INVENCIONICES. Não filosofo, em suma e por fim.
Debate realmente não é para você, afinal não consegui sustentar sua posição em algo que para você deveria ser simples. E agora emprega fuga da situação...
Citação de: Cientista
Diagramado tudo isto, você tem agora a chance de suspender a filosofaria e apresentar suas evidências. TEM? NÃO?! Então não existe nenhum deus. Quando você apresentar evidência, ele(s) passa(m) a existir. Por enquanto, só "existem" nas suas fantasias e de todos os crentes, agnósticos, ateístas... tudo variações fajutas da mesmíssima coisa -- máquina de (des)funcionalidade de pensamento mágico.
hahaha, quer dizer que eu, que não afirmei nada aqui, preciso provar alguma coisa? Mas você que claramente fez uma afirmação não precisa??? Boa, muito boa!
Citação de: Cientista
Muita lorota e conversa fiada foi só o que apresentou até agora. As únicas coisas que evidenciou é... que não sabe do que está falando. É, foi só uma (que evidenciou), só isso...
Muita lorota eu vi de você, para no final fugir da questão tentando ainda manter alguma lógica, sendo tão simples mostrar sua incapacidade de evidenciar seu ponto.
 
"A loucura é algo raro em indivíduos – mas em grupos, partidos, povos e épocas é a norma".

Offline M4dM4x

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 114
  • Sexo: Masculino
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #120 Online: 31 de Março de 2013, 18:40:53 »
Comparar Deus com o Dragão Invisivel ou o bule de chá de Russell é válido, porque se trata de um argumento sobre a dúvida daquilo que existe no mundo e sobre o ónus da Prova. Não se trata de um argumento sobre a natureza e estatuto metafísica das coisas, ou sobre causas últimas. É um argumento que não tem nada a ver com dragões invisiveis.
Sim é válido, só não pode esquecer das limitações. Que ocorrem em qualquer comparação. Mas ai depende do caso, claro.
"A loucura é algo raro em indivíduos – mas em grupos, partidos, povos e épocas é a norma".

Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.934
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #121 Online: 31 de Março de 2013, 20:18:07 »
Comparar Deus com o Dragão Invisivel ou o bule de chá de Russell é válido, porque se trata de um argumento sobre a dúvida daquilo que existe no mundo e sobre o ónus da Prova. Não se trata de um argumento sobre a natureza e estatuto metafísica das coisas, ou sobre causas últimas. É um argumento que não tem nada a ver com dragões invisiveis.
Sim é válido, só não pode esquecer das limitações. Que ocorrem em qualquer comparação. Mas ai depende do caso, claro.

Quais são as limitações que devo levar em consideração quando comparo o Deus do Mohaj com o Pai João? E por quê?

Offline M4dM4x

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 114
  • Sexo: Masculino
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #122 Online: 31 de Março de 2013, 20:27:06 »
Comparar Deus com o Dragão Invisivel ou o bule de chá de Russell é válido, porque se trata de um argumento sobre a dúvida daquilo que existe no mundo e sobre o ónus da Prova. Não se trata de um argumento sobre a natureza e estatuto metafísica das coisas, ou sobre causas últimas. É um argumento que não tem nada a ver com dragões invisiveis.
Sim é válido, só não pode esquecer das limitações. Que ocorrem em qualquer comparação. Mas ai depende do caso, claro.
Quais são as limitações que devo levar em consideração quando comparo o Deus do Mohaj com o Pai João? E por quê?
Olha que pergunta...(Mas vou responder, vai que é uma dúvida de verdade)
Que eu saiba toda comparação começa assim, eu pego a definição das "coisas" vejo onde tem semelhanças, baseado nos meus critérios, e ai mostro, ou seja eu "comparei". O porque depende do seu objetivo em comparar alguma coisa! Pode compara um veículo com outro, um pessoa com outra, um animal com um vegetal. Use a imaginação, mas procure não ser ilógico/irracional! Você quer comparar eles pra quê?
"A loucura é algo raro em indivíduos – mas em grupos, partidos, povos e épocas é a norma".

Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.934
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #123 Online: 31 de Março de 2013, 20:42:25 »
Conforme esperado!  :biglol:

Começou a resposta com leve provocação ao meus post:

Quais são as limitações que devo levar em consideração quando comparo o Deus do Mohaj com o Pai João? E por quê?
Olha que pergunta...(Mas vou responder, vai que é uma dúvida de verdade)

depois não respondeu minha pergunta, com situações inventivas:

Quais são as limitações que devo levar em consideração quando comparo o Deus do Mohaj com o Pai João? E por quê?
Que eu saiba toda comparação começa assim, eu pego a definição das "coisas" vejo onde tem semelhanças, baseado nos meus critérios, e ai mostro, ou seja eu "comparei". O porque depende do seu objetivo em comparar alguma coisa!

Deixando ao final uma recomendação pessoal e uma dúvida para que eu responda:

Quais são as limitações que devo levar em consideração quando comparo o Deus do Mohaj com o Pai João? E por quê?
Use a imaginação, mas procure não ser ilógico/irracional! Você quer comparar eles pra quê?

Corram para as colinas!  :nojo:

Offline M4dM4x

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 114
  • Sexo: Masculino
Re:O "erro" em comparar: Dragão na garagem (Carl Sagan) com Deus.
« Resposta #124 Online: 31 de Março de 2013, 20:47:56 »
Conforme esperado!  :biglol:
Começou a resposta com leve provocação ao meus post:
Pelo visto você está com problemas sérios de interpretação de texto, isso não era esperado!
Você quer comparar alguma coisa? Quer comparar deus com outra coisa? Então compare! Vou falar de uma comparação que você ainda nem fez?Faz a comparação que quiser, ai agente vê...
"A loucura é algo raro em indivíduos – mas em grupos, partidos, povos e épocas é a norma".

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!