Autor Tópico: Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.  (Lida 43214 vezes)

0 Membros e 2 Visitantes estão vendo este tópico.

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #175 Online: 29 de Dezembro de 2014, 23:24:13 »
Alias, Zeichner, não te falei bem vindo!! Tinha outro nick quando você visitava anteriormente o fórum. Fez falta!
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Beto L.

  • Nível 00
  • *
  • Mensagens: 4
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #176 Online: 21 de Abril de 2015, 21:42:41 »
A teoria dos astronautas antigos é realmente polêmica. O que eu não entendo é tanta aversão a essa ideia. Não me parece tão absurdo pensar que alguma civilização avançada, em algum momento da história do planeta terra, tenha vindo aqui e tido contato com alguns povos antigos. Não estou afirmando nada, apenas ponderando que isto não é uma ideia absurda como alguns colocam.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.735
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #177 Online: 21 de Abril de 2015, 21:58:34 »
A teoria dos astronautas antigos é realmente polêmica. O que eu não entendo é tanta aversão a essa ideia. Não me parece tão absurdo pensar que alguma civilização avançada, em algum momento da história do planeta terra, tenha vindo aqui e tido contato com alguns povos antigos. Não estou afirmando nada, apenas ponderando que isto não é uma ideia absurda como alguns colocam.

Se você pensar nas distâncias e no gasto de tempo e energia para um veículo com seres vivos chegar aqui, e ainda saberem que existem seres vivos de antemão, você começa a notar o quanto é difícil.

É sempre fácil apelar para a tecnologia para justificar esses feitos, mas a tecnologia não pode mudar as leis da física. Ela está limitada às leis da física.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.182
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #178 Online: 21 de Abril de 2015, 22:00:52 »
Você se esquece da tecnologia de gerar wormholes, e de viagens no tempo (os alienígenas do passado podem nem ser alienígenas, nem do passado). Tudo de acordo com a relatividade de Einstein.

Ambas essas hipóteses ainda estão dentro da assunção de que o universo não é uma simulação, situação na qual as "impossibilidades físicas" poderiam ser arbitrariamente violadas.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.735
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #179 Online: 21 de Abril de 2015, 22:12:26 »
Você se esquece da tecnologia de gerar wormholes, e de viagens no tempo (os alienígenas do passado podem nem ser alienígenas, nem do passado). Tudo de acordo com a relatividade de Einstein.

Ambas essas hipóteses ainda estão dentro da assunção de que o universo não é uma simulação, situação na qual as "impossibilidades físicas" poderiam ser arbitrariamente violadas.

Ah é, se os profetas Wachowski estiverem certos, de acordo com a filosofia platônica, podemos estar dentro de uma simulação, o que permitiria violar as leis da física. Tem um físico que já comprovou que o universo está construído com base em código de computador:

"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.182
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #180 Online: 21 de Abril de 2015, 22:18:51 »
<a href="https://www.youtube.com/v/YOxDb_BbXzU" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/YOxDb_BbXzU</a>

O curioso é que, se supomos que é apenas possível que o universo/nossa experiência atual seja uma simulação, então é automaticamente mais provável que seja, a menos que se suponha que a civilização que fosse criar tais simulações fosse deixar de fazê-lo em pouco tempo, totalizando um tempo menor de existência de simulações de universo, do que da história real.

Offline Beto L.

  • Nível 00
  • *
  • Mensagens: 4
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #181 Online: 21 de Abril de 2015, 22:28:25 »
A teoria dos astronautas antigos é realmente polêmica. O que eu não entendo é tanta aversão a essa ideia. Não me parece tão absurdo pensar que alguma civilização avançada, em algum momento da história do planeta terra, tenha vindo aqui e tido contato com alguns povos antigos. Não estou afirmando nada, apenas ponderando que isto não é uma ideia absurda como alguns colocam.

Se você pensar nas distâncias e no gasto de tempo e energia para um veículo com seres vivos chegar aqui, e ainda saberem que existem seres vivos de antemão, você começa a notar o quanto é difícil.

É sempre fácil apelar para a tecnologia para justificar esses feitos, mas a tecnologia não pode mudar as leis da física. Ela está limitada às leis da física.

Concordo que as tecnologias não podem alterar as leis da física. A tecnologia se utiliza das leis da física. Baseado nisso podemos dizer que uma viagem intergalática é algo inverossímil? Acho que não... Nosso conhecimento a respeito das leis da física é irrisório. A maior parte do que compõe o universo (matéria e energia escura) permanece como algo hermético e misterioso para nós. A mecânica quântica também nos mostra que pouquíssimo entendemos sobre o funcionamento sub-atômico da realidade. Por isso, o fato de algo parecer impossível baseado em nosso atual conhecimento não quer dizer que tal coisa seja realmente impossível.

Pense em apenas 200 anos atrás... baseado no que os seres humanos conheciam na época, era impossível algo como comunicação instantânea entre pessoas em lados opostos do planeta. Hoje isso é absolutamente normal. Significa que naquela época a humanidade não conhecia as leis físicas que permitiram que fosse inventadas coisas como telefone, internet, etc...

Daqui a 200 anos poderemos conhecer muito melhor as leis físicas... e eu apostaria que sim, será perfeitamente possível transportar pessoas através de distâncias intergaláticas.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.735
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #182 Online: 21 de Abril de 2015, 22:34:55 »
A teoria dos astronautas antigos é realmente polêmica. O que eu não entendo é tanta aversão a essa ideia. Não me parece tão absurdo pensar que alguma civilização avançada, em algum momento da história do planeta terra, tenha vindo aqui e tido contato com alguns povos antigos. Não estou afirmando nada, apenas ponderando que isto não é uma ideia absurda como alguns colocam.

Se você pensar nas distâncias e no gasto de tempo e energia para um veículo com seres vivos chegar aqui, e ainda saberem que existem seres vivos de antemão, você começa a notar o quanto é difícil.

É sempre fácil apelar para a tecnologia para justificar esses feitos, mas a tecnologia não pode mudar as leis da física. Ela está limitada às leis da física.

Concordo que as tecnologias não podem alterar as leis da física. A tecnologia se utiliza das leis da física. Baseado nisso podemos dizer que uma viagem intergalática é algo inverossímil? Acho que não... Nosso conhecimento a respeito das leis da física é irrisório. A maior parte do que compõe o universo (matéria e energia escura) permanece como algo hermético e misterioso para nós. A mecânica quântica também nos mostra que pouquíssimo entendemos sobre o funcionamento sub-atômico da realidade. Por isso, o fato de algo parecer impossível baseado em nosso atual conhecimento não quer dizer que tal coisa seja realmente impossível.

Pense em apenas 200 anos atrás... baseado no que os seres humanos conheciam na época, era impossível algo como comunicação instantânea entre pessoas em lados opostos do planeta. Hoje isso é absolutamente normal. Significa que naquela época a humanidade não conhecia as leis físicas que permitiram que fosse inventadas coisas como telefone, internet, etc...

Daqui a 200 anos poderemos conhecer muito melhor as leis físicas... e eu apostaria que sim, será perfeitamente possível transportar pessoas através de distâncias intergaláticas.

Vejam bem, a tecnologia avançou, mas o conhecimento da física não. A teoria da relatividade já tem mais de 100 anos. E a velocidade da luz foi medida há uns 300 anos, mas isso não implica em podermos atingir a velocidade da luz.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.735
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #183 Online: 21 de Abril de 2015, 22:37:46 »
Outra coisa interessante, já faz quase 50 anos que o homem pisou pela primeira vez na Lua, mas hoje não temos nenhum veículo disponível para repetir o feito. Não importa se o computador moderno é 1 bilhão de vezes mais rápido que o computador que equipava a Apollo 11, pois isso sozinho não nos leva à Lua.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.251
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #184 Online: 22 de Abril de 2015, 00:24:03 »
A teoria dos astronautas antigos é realmente polêmica. O que eu não entendo é tanta aversão a essa ideia. Não me parece tão absurdo pensar que alguma civilização avançada, em algum momento da história do planeta terra, tenha vindo aqui e tido contato com alguns povos antigos. Não estou afirmando nada, apenas ponderando que isto não é uma ideia absurda como alguns colocam.

As teorias dos astronautas antigos, viajantes do tempo/universos paralelos e similares podem ser interessantes como obras de ficção. Absurdo é leva-las a sério. Primeiro, pela falta de evidências pois até agora, tudo que foi apresentado como evidências ou provas foi explicado ou desmentido. Segundo, pelas manobras pseudocientíficas que os teóricos realizam para que tudo faça sentido no escopo da teoria. Terceiro, pelas falsificações de artefatos, como as pedras de Ica, por exemplo.

A existência de civilizações avançadas no universo com tecnologia para chegar aqui é outra conversa, que também é outra especulação sem evidências. Ninguém sabe se elas existem e ficar apontado probabilidades utilizando critérios duvidosos para acreditar na possibilidade delas existirem também é uma forma de ilusão e não difere muito dos métodos dos teóricos do astronauta antigo. Pior ainda, é admitir a possibilidade da existência dessas civilizações e julgar as limitações de suas tecnologia (que não conhecemos) a partir da nossa ciência e tecnologia para impor a impossibilidade de termos sido visitados por uma delas no passado.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.251
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #185 Online: 22 de Abril de 2015, 00:39:09 »
A teoria dos astronautas antigos é realmente polêmica. O que eu não entendo é tanta aversão a essa ideia. Não me parece tão absurdo pensar que alguma civilização avançada, em algum momento da história do planeta terra, tenha vindo aqui e tido contato com alguns povos antigos. Não estou afirmando nada, apenas ponderando que isto não é uma ideia absurda como alguns colocam.

Se você pensar nas distâncias e no gasto de tempo e energia para um veículo com seres vivos chegar aqui, e ainda saberem que existem seres vivos de antemão, você começa a notar o quanto é difícil.

É sempre fácil apelar para a tecnologia para justificar esses feitos, mas a tecnologia não pode mudar as leis da física. Ela está limitada às leis da física.

Concordo que as tecnologias não podem alterar as leis da física. A tecnologia se utiliza das leis da física. Baseado nisso podemos dizer que uma viagem intergalática é algo inverossímil? Acho que não... Nosso conhecimento a respeito das leis da física é irrisório. A maior parte do que compõe o universo (matéria e energia escura) permanece como algo hermético e misterioso para nós. A mecânica quântica também nos mostra que pouquíssimo entendemos sobre o funcionamento sub-atômico da realidade. Por isso, o fato de algo parecer impossível baseado em nosso atual conhecimento não quer dizer que tal coisa seja realmente impossível.

Pense em apenas 200 anos atrás... baseado no que os seres humanos conheciam na época, era impossível algo como comunicação instantânea entre pessoas em lados opostos do planeta. Hoje isso é absolutamente normal. Significa que naquela época a humanidade não conhecia as leis físicas que permitiram que fosse inventadas coisas como telefone, internet, etc...

Daqui a 200 anos poderemos conhecer muito melhor as leis físicas... e eu apostaria que sim, será perfeitamente possível transportar pessoas através de distâncias intergaláticas.

As cavidades de Brauer-Keeson nos levarão às estrelas. O que são as cavidades de Brauer-Keeson? Não faço a mínima idéia, apenas inventei isso agora como alguma coisa que pode ser descoberta e explorada daqui a uns 2.345 anos, mais ou menos, com outro nome.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline João da Ega

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 774
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #186 Online: 02 de Junho de 2015, 13:23:08 »
https://br.noticias.yahoo.com/blogs/super-incr%C3%ADvel/quem-vivia-na-terra--equipe-encontra-ferramentas-anteriores-ao-primeiro-homem-140344367.html

Citar
Quem vivia na Terra? Equipe encontra ferramentas anteriores ao primeiro homem

Uma descoberta feita no Quênia está deixando cientistas e paleontólogos de todo o mundo extremamente inquietos. Trata-se de um conjunto de ferramentas encontrada em um sítio arqueológico datado do período Plioceno, ou seja, há mais de 3,3 milhões de anos. O dado é que esse tempo é anterior ao surgimento dos primeiros homens.

O primeiro homem conhecido é o Homo habilis, que surgiu milhares de anos depois do período Plioceno. Por conta disso, cientistas e especialistas acreditam que a nova descoberta poderá fazer com que toda a história da humanidade — e talvez do planeta — seja reescrita. Isso porque, além da data em questão, as ferramentas são consideradas bastante sofisticadas: há martelos, bigornas e seixos esculpidos.

Em artigo publicado na Nature, revista especializada no ramo, os responsáveis pela descoberta deram o nome de Lomekwian a essa produção proto-humana. Ela é 700 mil anos mais velha que a produção olduvaiense, até então a mais antiga já descoberta. Mais do que a antiguidade, os pesquisadores agora se preocupam com a única pergunta sem resposta: se essas ferramentas são anteriores ao homem, quem as teria produzido e utilizado?

Em relatos recentes, cientistas afirmam que serem marinhos como os golfinhos já utilizaram ferramentas ao longo de seu desenvolvimento. A teoria, porém, é controversa e não aceita por toda a comunidade. A descoberta no Quênia abre mais um caminho para que se descubra além disso e, portanto, é considerada histórica.

Mais lenha na fogueira.
"Nunca devemos admitir como causa daquilo que não compreendemos algo que entendemos menos ainda." Marquês de Sade

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.735
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #187 Online: 02 de Junho de 2015, 13:42:05 »
Uma civilização recente ter enterrado seria uma explicação?
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.433
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #188 Online: 02 de Junho de 2015, 14:23:22 »






Com relação ao extratos, o Geo pode falar mais do que eu.

Mas para quem pensava em bigornas como na Idade Média, uma certa decepção. Assentamentos humanos se desenvolveram independentes entre si durante milhares de anos, e tribos que desconhecem o homem branco ainda são descobertas.

Tudo como dantes no Quartel de Abrantes.
GNOSE

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.251
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #189 Online: 03 de Junho de 2015, 00:00:16 »
Será que essas ferramentas proto-humanas não poderiam ter sido produzidas por um tipo de gênio proto-humano, único, que provavelmente morreu sem ser compreendido? Será que vale a pena tentar reescrever a história da humanidade baseando-se num punhado único de proto-ferramentas com a probabilidade mínima de terem sido produzidas por um ponto fora da curva?
« Última modificação: 03 de Junho de 2015, 00:49:08 por Gigaview »
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.433
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #190 Online: 03 de Junho de 2015, 08:43:17 »
E esse papo de "primeiro homem" é excessivamente bíblico, não existe um "primeiro homem", a não ser para as mulheres... ( e para alguns homens, tbm  :hihi:)
GNOSE

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.182
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #191 Online: 03 de Junho de 2015, 18:49:34 »
Uma civilização recente ter enterrado seria uma explicação?

Talvez seja o caso de confusão parecida com ferramentas primitivas de qualquer outra espécie/estágio posterior, ou, simplesmente ferramentas de australopitecinos mesmo. É bem turva a "separação" entre eles e os primeiros "Homo".


http://www.sindioses.org/cienciaorigenes/mentiras/mentiras03.html

http://emmagray.hubpages.com/hub/Should-Homo-habilis-Be-Reassigned-To-The-Genus-Australopithecus


Da wikipédia: "Homo rudolfensis (also Australopithecus rudolfensis)"

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.251
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #192 Online: 04 de Outubro de 2015, 01:48:38 »
Altering an ancient chinese text to create a UFO.


http://www.jasoncolavito.com/blog/altering-an-ancient-chinese-text-to-create-a-ufo

Me lembrei do "contato" de Ezequiel.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.251
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #193 Online: 31 de Outubro de 2015, 21:34:08 »
Estou postando aqui em primeira mão porque inevitavelmente os teóricos do astronauta antigo irão tecer suas considerações sobre a similaridade com Nazca, campos de pouso de naves espaciais, etc.


Citar
NASA releases images of enormous 8,000-year-old patterns




New satellite images from NASA have revealed unusual, massive patterns on the Earth’s surface. The geometric shapes are located in Kazakhstan, and are estimated to be up to 8,000 years old.
The massive earthwork patterns called the Steppe Geoglyphs were originally discovered by a Kazakh economist when he was browsing Google Earth in 2007. When browsing through an otherwise empty Central Asian landscape, Dimitriy Dey found intriguing markings in the soil.

But the study of these mysterious constructs is ramping up, and even NASA has taken an interest. Two weeks ago, the space agency released clear satellite photographs of the figures from about 430 miles in the sky.

“I’ve never seen anything like this; I found it remarkable,” Compton J. Tucker, a senior biospheric scientist for NASA who provided the archived images, told The New York Times.

The images show colossal squares, crosses, swastikas and rings, some of which reach over a kilometer in length. The oldest of these geometric shapes are estimated to have been made 8,000 years ago – over three millenniums older than the Egyptian pyramids.



The patterns are formed from uniformly circular mounds of dirt three feet high and thirty feet wide. There are at least 260 of the mounds, and they we described last year at archaeology in Istanbul as a previously unstudied phenomenon.



Dey’s research suggests that the figures could have been constructed by the Mahandzhar culture, who thrived in the vast steppes of what is now northern Kazakhstan between 5,000 and 7,000 B.C. This is an unusual development, since experts otherwise wouldn’t expect that a nomadic population would stay in place for the significant time and effort required to make the huge mounds.



Indeed, University of Winnipeg archaeologist Persis B. Clarkson says that constructions like these and the similar Nazca lines in Peru are challenging prevailing views of early people and nomads.

“The idea that foragers could amass the numbers of people necessary to undertake large-scale projects – like creating the Kazakhstan geoglyphs – has caused archaeologists to deeply rethink the nature and timing of sophisticated large-scale human organization as one that predates settled and civilized societies,” Dr. Clarkson said, according to The New York Times.

NASA has been setting some of its resources towards the study of archaeology for over 30 years, Gizmodo reported. In the 1980s, a radar scan by the Space Shuttle discovered ancient watercourses in Sudan. NASA and National Geographic collaborated in the 1990s to study the Maya civilization using advanced remote sensing technology.

https://www.rt.com/usa/320195-nasa-releases-images-of-enormous/

Powerpoint da palestra de Mr. Dey:
http://www.pitt.edu/~super1/lecture/lec53991/004.htm

Mais informações aqui:
http://www.nytimes.com/2015/11/03/science/nasa-adds-to-evidence-of-mysterious-ancient-earthworks.html?hp&action=click&pgtype=Homepage&module=mini-moth&region=top-stories-below&WT.nav=top-stories-below
« Última modificação: 31 de Outubro de 2015, 21:41:42 por Gigaview »
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Feliperj

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.147
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #194 Online: 31 de Outubro de 2015, 22:35:36 »
Estou postando aqui em primeira mão porque inevitavelmente os teóricos do astronauta antigo irão tecer suas considerações sobre a similaridade com Nazca, campos de pouso de naves espaciais, etc.


Citar
NASA releases images of enormous 8,000-year-old patterns




New satellite images from NASA have revealed unusual, massive patterns on the Earth’s surface. The geometric shapes are located in Kazakhstan, and are estimated to be up to 8,000 years old.
The massive earthwork patterns called the Steppe Geoglyphs were originally discovered by a Kazakh economist when he was browsing Google Earth in 2007. When browsing through an otherwise empty Central Asian landscape, Dimitriy Dey found intriguing markings in the soil.

But the study of these mysterious constructs is ramping up, and even NASA has taken an interest. Two weeks ago, the space agency released clear satellite photographs of the figures from about 430 miles in the sky.

“I’ve never seen anything like this; I found it remarkable,” Compton J. Tucker, a senior biospheric scientist for NASA who provided the archived images, told The New York Times.

The images show colossal squares, crosses, swastikas and rings, some of which reach over a kilometer in length. The oldest of these geometric shapes are estimated to have been made 8,000 years ago – over three millenniums older than the Egyptian pyramids.



The patterns are formed from uniformly circular mounds of dirt three feet high and thirty feet wide. There are at least 260 of the mounds, and they we described last year at archaeology in Istanbul as a previously unstudied phenomenon.



Dey’s research suggests that the figures could have been constructed by the Mahandzhar culture, who thrived in the vast steppes of what is now northern Kazakhstan between 5,000 and 7,000 B.C. This is an unusual development, since experts otherwise wouldn’t expect that a nomadic population would stay in place for the significant time and effort required to make the huge mounds.



Indeed, University of Winnipeg archaeologist Persis B. Clarkson says that constructions like these and the similar Nazca lines in Peru are challenging prevailing views of early people and nomads.

“The idea that foragers could amass the numbers of people necessary to undertake large-scale projects – like creating the Kazakhstan geoglyphs – has caused archaeologists to deeply rethink the nature and timing of sophisticated large-scale human organization as one that predates settled and civilized societies,” Dr. Clarkson said, according to The New York Times.

NASA has been setting some of its resources towards the study of archaeology for over 30 years, Gizmodo reported. In the 1980s, a radar scan by the Space Shuttle discovered ancient watercourses in Sudan. NASA and National Geographic collaborated in the 1990s to study the Maya civilization using advanced remote sensing technology.

https://www.rt.com/usa/320195-nasa-releases-images-of-enormous/

Powerpoint da palestra de Mr. Dey:
http://www.pitt.edu/~super1/lecture/lec53991/004.htm

Mais informações aqui:
http://www.nytimes.com/2015/11/03/science/nasa-adds-to-evidence-of-mysterious-ancient-earthworks.html?hp&action=click&pgtype=Homepage&module=mini-moth&region=top-stories-below&WT.nav=top-stories-below

Isso é sério  ?

Edit - hehehee....tinha lido que nao era na Terra...rs

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.251
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #195 Online: 01 de Novembro de 2015, 00:28:06 »
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Agnoscetico

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.265
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #196 Online: 22 de Novembro de 2015, 02:28:51 »
https://br.noticias.yahoo.com/blogs/super-incr%C3%ADvel/quem-vivia-na-terra--equipe-encontra-ferramentas-anteriores-ao-primeiro-homem-140344367.html

Citar
Quem vivia na Terra? Equipe encontra ferramentas anteriores ao primeiro homem

Uma descoberta feita no Quênia está deixando cientistas e paleontólogos de todo o mundo extremamente inquietos. Trata-se de um conjunto de ferramentas encontrada em um sítio arqueológico datado do período Plioceno, ou seja, há mais de 3,3 milhões de anos. O dado é que esse tempo é anterior ao surgimento dos primeiros homens.

O primeiro homem conhecido é o Homo habilis, que surgiu milhares de anos depois do período Plioceno. Por conta disso, cientistas e especialistas acreditam que a nova descoberta poderá fazer com que toda a história da humanidade — e talvez do planeta — seja reescrita. Isso porque, além da data em questão, as ferramentas são consideradas bastante sofisticadas: há martelos, bigornas e seixos esculpidos.

Em artigo publicado na Nature, revista especializada no ramo, os responsáveis pela descoberta deram o nome de Lomekwian a essa produção proto-humana. Ela é 700 mil anos mais velha que a produção olduvaiense, até então a mais antiga já descoberta. Mais do que a antiguidade, os pesquisadores agora se preocupam com a única pergunta sem resposta: se essas ferramentas são anteriores ao homem, quem as teria produzido e utilizado?

Em relatos recentes, cientistas afirmam que serem marinhos como os golfinhos já utilizaram ferramentas ao longo de seu desenvolvimento. A teoria, porém, é controversa e não aceita por toda a comunidade. A descoberta no Quênia abre mais um caminho para que se descubra além disso e, portanto, é considerada histórica.

Mais lenha na fogueira.

Mais um trabalho pro E-farsas.

Talvez seja ferramentas da Familia Dinossauro. O dinos tiveram uma epoca onde poderia haver algumas especies com inteligencia mas eles foram destruidos antes de surgir o homem.

_____________

Sobre padroes de formas regulares em terrenos pode ser apenas isso:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Pareidolia




« Última modificação: 22 de Novembro de 2015, 02:41:33 por Agnoscetico »

Offline El Elyon

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 689
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #197 Online: 22 de Novembro de 2015, 10:19:37 »
Citar
Mais um trabalho pro E-farsas.

Talvez seja ferramentas da Familia Dinossauro. O dinos tiveram uma epoca onde poderia haver algumas especies com inteligencia mas eles foram destruidos antes de surgir o homem.

Hold your horses, Cowboy. Não apenas o seu strawman da possibilidade do uso de ferramentas anteriores ao "Limite Olduvaiense" beira o criminoso, como demonstra um certo desconhecimento de detalhes paleoantropológicos como:

1. A cultura arqueológica Olduvaiense, considerada até recentemente como mais antiga coletânea de ferramentas de pedras conhecida, também poderia ter sido desenvolvida originalmente por espécies hominínias que não pertenceram ao gênero Homo, como o Australopithecus garhi, que produzia ferramentas identificáveis como Olduvaienses há cerca de 2.5 MYA.

2. A distinção entre representantes primitivos da subfamília Homoninae e da tribo Hominini é relativamente controversa, e inevitavelmente, arbitrária - e havia uma diversidade razoável desses organismos no espaço de tempo onde a possível cultura arqueológica Lomekwiana foi descoberta (2.7-3.3 MYA). Além disso, representantes modernos dos Grandes Símios exibem a capacidade de criação e uso de tecnologias similares às descobertas no sítio Lomekwi 3 e mesmo Lomekwi 3 pode não ser um caso isolado, como indicam evidências (que infelizmente não envolvem a descoberta de ferramentas) em Dikika, na região da Etiópia

3. Os artigos que tentam demonstrar que as descobertas em Lomekwi 3 são de fato ferramentas criadas de maneira intencional existem, desde o primeiro em 2001 até o mais recente publicado ainda nesse ano.

4. A reação de outros paleoantropólogos a essa descoberta mostram que não há nada de 'incrivelmente incomum" nela. Basta ver esse trecho, que consta na primeira edição do Principles of Human Evolution, de 2004, sobre o Kenyanthropus:

Citar
Kenyanthropus and yet more diversity

As discussed above, when Homo habilis was first announced, Le Gros Clark among others had thought there was not sufficent evolutionary space between the australopithecines and later Homo to allow for a further species. Ironically, as more and more fossils have been discovered it has increasingly appeared that there is too much variability in Homo habilis for it to be a single species. Now, more recent discoveries have cast even greater doubt on the extent to which the early hominins fall neatly into australopithecines and Homo, and led to problems about their relationships.

In 1999 Meave Leakey of the National Museums of Kenya, and her colleagues discovered hominin fossils at the site of Lomekwi on the western shores of Lake Turkana in Kenya. The specimens (KNM-WT 40000) are dated to around 3.5 million years ago, making them contemporary with Australopithecus afarensis. The fossils consist of an almost complete cranium, plus other isolated elements. The discoverers of this specimen have argued that this is sufficiently different from all other known early hominins to be placed in a new genus (Kenyanthropus). Its most distinctive feature is its flat face (hence the species name platyops). There are other differences to be found, in the ear bones and the shape of the frontal. If there is any other fossil which it resembles, the best candidate is 1470, which, as we have discussed above, is placed in the genus Homo as part of Homo habilis in the broadest sense. This suggests that there may be a link between this new genus and the origins of the genus Homo.
« Última modificação: 22 de Novembro de 2015, 17:59:26 por El Elyon »
"As long as the Colossus stands, Rome will stand, when the Colossus falls, Rome will also fall, when Rome falls, so falls the world."

São Beda.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.182
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #198 Online: 22 de Novembro de 2015, 13:59:50 »
http://www.bbc.com/earth/story/20150818-chimps-living-in-the-stone-age

"Detalhe":
Citar
The problem probably lies in their brains

In fact, a July 2015 study by Sergio Almécija of George Washington University in Washington, DC suggests that, if anything, human hands have changed less over the last few million years than chimpanzee hands.

"The ancestor of humans and chimps had hand length proportions more similar, but not equal, to humans than to chimpanzees," says Almécija. "In terms of [digit] length proportions, humans are in fact more primitive than chimps."

Na verdade esse ponto sugere mais algo também "errado" com as mãos, não só com o cérebro, já que é relativo à adaptação das mãos para locomoção quadrúpede.

Offline João da Ega

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 774
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #199 Online: 14 de Fevereiro de 2016, 10:33:53 »
Um amigo veio me falar da prova/evidência de alienígenas do passado na suméria e no... Egito.
Não pesquiso o assunto e não sei refutar. Agradeço se alguém quiser discutir.

A primeira questão seria que na suméria já conheciam todos os planetas do sistema solar, suas órbitas, etc.
O que achei foi um site ufologista o seguinte:
Citar
Eles tinham escritos específicos sobre o sistema solar, o que nos leva a crer na possibilidade de que os Sumérios conheciam todos os planetas do nosso sistema, sua ordem correta ao redor do sol, bem como seu tamanho e talvez até a cor de cada um. Eles chamavam Urano e Netuno de planetas gêmeos. Observe na figura abaixo


http://www.ufotvonline.com.br/arquivo-noticias/6-ciencia/18-os-sumerios-e-o-12-planeta.html


A outra é tudo o que ensinado na escola está errado, e que pesquisadores teriam demonstrado, por estratos geológicos e tal (Geotecton, help!!) que a grande esfinge teria sido construída não há poucos milhares de anos, mas há centenas de milhares.
 O que achei foi o seguinte:

Citar
Cientistas mostram evidências geológicas: a grande Esfinge foi cerca de 800.000 anos atrás
http://www.semprequestione.com/2015/10/cientistas-mostram-evidencias.html#.VsBvrXUViko

Desculpem se já foram discutidas essas alegações nesse tópico.
« Última modificação: 14 de Fevereiro de 2016, 10:35:59 por João da Ega »
"Nunca devemos admitir como causa daquilo que não compreendemos algo que entendemos menos ainda." Marquês de Sade

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!