Autor Tópico: Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.  (Lida 44636 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Pedro Reis

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.958
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #475 Online: 16 de Outubro de 2019, 01:53:50 »
haha!

Dinossauro não era bípede, né. Não tinha a coluna ereta.

E eu acho que o Marciano errou na conta. Se o gigante com o dobro da altura for todo proporcional, então ele seria 8 vezes mais pesado. Um Golias de uns 4 metros pesaria uns 800 kgs.

De repente ainda dá, mas aqueles gigantes das fotos só no desenho animado.

Offline Marciano

  • Nível 25
  • *
  • Mensagens: 1.189
  • “Was mich nicht umbringt, macht mich stärker.”
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #476 Online: 16 de Outubro de 2019, 02:08:21 »
É por isso que não acredito nessa bobagem de dinossauro.


Os dinossauros não tinham o corpo proporional ao de um homem. Seus músculos e ossos eram bem diferentes.

𝕸𝖆𝖗𝖈𝖎𝖆𝖓𝖔

Offline Marciano

  • Nível 25
  • *
  • Mensagens: 1.189
  • “Was mich nicht umbringt, macht mich stärker.”
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #477 Online: 16 de Outubro de 2019, 02:09:19 »
haha!

Dinossauro não era bípede, né. Não tinha a coluna ereta.

E eu acho que o Marciano errou na conta. Se o gigante com o dobro da altura for todo proporcional, então ele seria 8 vezes mais pesado. Um Golias de uns 4 metros pesaria uns 800 kgs.

De repente ainda dá, mas aqueles gigantes das fotos só no desenho animado.

Eu errei mesmo. É o cubo do peso e o quadrado da força.
𝕸𝖆𝖗𝖈𝖎𝖆𝖓𝖔

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.433
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #478 Online: 16 de Outubro de 2019, 02:10:25 »
O básico de análise dimensional mostra a impossibilidade desses gigantes. A carga suportada por ossos (or any other thing, for that matter) e a força dos músculos é proporcional ao seu diâmetro transversal. O aumento do comprimento de uma corda não lhe confere mais resistência. Mutatis mutandis, um homem com o dobro da altura e o corpo proporcional terá o triplo do peso, mas só o dobro da força.

É por isso que pequenos insetos, aracnídeos, etc., têm uma resistência enorme e uma força e velocidade impressionantes para o seu tamanho. Se fossem do nosso tamanho, seriam mais ou menos tão fracos quanto nós e se fossem do tamanho de baleias, precisariam viver dentro d'água, para não serem esmagados pelo próprio peso.

Vocês gostam de uma brincadeira!
Bom, no tempo dos dinossauros a composição do ar  mais  rica em  oxigênio,  assim como possibilitava a existência de insetos gigantescos, também poderia explicar outros grandes animais.
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Marciano

  • Nível 25
  • *
  • Mensagens: 1.189
  • “Was mich nicht umbringt, macht mich stärker.”
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #479 Online: 16 de Outubro de 2019, 02:13:25 »
Já corrigi. Estou under the influence. Errei até a senha e tive que redefinir. Errei o e-mail. Mas o resto está certo.

https://pt.slideshare.net/CentroApoio/fsica-analise-dimensional-14528580
𝕸𝖆𝖗𝖈𝖎𝖆𝖓𝖔

Offline Marciano

  • Nível 25
  • *
  • Mensagens: 1.189
  • “Was mich nicht umbringt, macht mich stärker.”
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #480 Online: 16 de Outubro de 2019, 02:17:44 »
O básico de análise dimensional mostra a impossibilidade desses gigantes. A carga suportada por ossos (or any other thing, for that matter) e a força dos músculos é proporcional ao seu diâmetro transversal. O aumento do comprimento de uma corda não lhe confere mais resistência. Mutatis mutandis, um homem com o dobro da altura e o corpo proporcional terá o triplo do peso, mas só o dobro da força.

É por isso que pequenos insetos, aracnídeos, etc., têm uma resistência enorme e uma força e velocidade impressionantes para o seu tamanho. Se fossem do nosso tamanho, seriam mais ou menos tão fracos quanto nós e se fossem do tamanho de baleias, precisariam viver dentro d'água, para não serem esmagados pelo próprio peso.

Vocês gostam de uma brincadeira!
Bom, no tempo dos dinossauros a composição do ar  mais  rica em  oxigênio,  assim como possibilitava a existência de insetos gigantescos, também poderia explicar outros grandes animais.

E a forma não era proporcional, assim como elefantes não têm um corpo proporcional ao de um homem.

De qualquer maneira, aplicando-se os cálculos acima mencionados, veríamos que os elefantes seriam muito mais fortes proporcionalmente e mais rápidos se tivessem o meso corpo e o tamanho proporcional

Da mesma forma, formigas proporcionais teriam muito menos força e velocidade, proporcionalmente, se fossem muito maiores.

Eu deixei bem claro acima que deveria haver proporcionalidade.
𝕸𝖆𝖗𝖈𝖎𝖆𝖓𝖔

Offline Marciano

  • Nível 25
  • *
  • Mensagens: 1.189
  • “Was mich nicht umbringt, macht mich stärker.”
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #481 Online: 16 de Outubro de 2019, 02:22:55 »
Agora vou dormir, porque estou com sono e cansado. Mas não disse nada errado. Confiram.

Divirtam-se, e não pensem como dinossauros:

https://web.archive.org/web/20080215154434/http://www.fisica-potierj.pro.br/poligrafos/analise_dimensional.htm
𝕸𝖆𝖗𝖈𝖎𝖆𝖓𝖔

Offline Gorducho

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.917
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #482 Online: 16 de Outubro de 2019, 07:01:35 »
%5CPi_%7Bperna%7D%3D%5Cfrac%7B%5Csigma+d%5E2%7D%7Bw%7D

%5Csigma - stress que o osso suporta (vai depender da constituição interna do osso então...);
d - diâmetro;
w - peso a sustentar.
Referência
« Última modificação: 16 de Outubro de 2019, 07:14:51 por Gorducho »

Offline Metatron

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.211
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #483 Online: 16 de Outubro de 2019, 08:52:30 »
(...)
As pegadas estão ai, a verdade está lá fora (da bolha cientificista).

Quer saber como se sai da tal bolha? dê mais crédito aos danikens e sitchins que escrevem coisas mais fantásticas e apelativas ao leigo, que ao enfadonho, acadêmico e anônimo (para o leigo) arqueólogo que, como bom cientista, insiste em conduzir suas pesquisas com cuidado e esmero e só se pronunciaria em favor de idéias fantásticas se as evidências fossem tão ou mais fantásticas quanto. Esses, coitados, estão presos naquelas bolhas.
Gente como o Brian Fagan não deve dar nem um tostão pelas idéias desses divulgadores de pseudo-arqueologia.

De fato:
Fagan, Brian M. (2000). In the beginning: an introduction to archaeology (10th ed.). Prentice-Hall. pp. 17–18. ISBN 978-0-13-030731-6.
Citar
… Flamboyant pseudoarchaeology of the type espoused by von Däniken and Hancock will always appeal to people who are impatient …


A mente dos terraplanistas-téoricos-dos-antigos-astronautas-de-civilizações-estelares é bastante seletiva e geralmente hipócrita. Recusam certos conteúdos do pacote atribuindo a eles um caráter simbólico, mítico ou imaginário ao mesmo tempo em que recorrem à mesma ciência que eles acusam de negar ou esconder evidências para suportar a conveniência de seus pontos de vista sobre a não-existência dessas outras criaturas. São capazes de utilizar a lógica científica para negar a existência de um centauro apontando fatores que, por conveniência hipócrita, não aplicam para negar a existência de gigantes.

Vocês esquecem que séculos atrás, não se tolerava quem mencionasse a existência de microorganismos.
Que a Medicina da época receitava urinar contra o vento para o tratamento da sífilis.
E ainda dizia que o ser humano não suportaria a espantosa velocidade de 30 km/h desenvolvida por máquinas a vapor (trem).

E quem afirmasse o contrário, era tido como louco...
"Faça amor, não faça a guerra."

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 38.439
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #484 Online: 16 de Outubro de 2019, 10:56:24 »
Outra explicação perfeitamente plausível para construções que desafiam a tecnologia presumida é terem sido primeiramente feitas em menor escala, e então ampliadas com um raio ampliador, ou algum fenômeno natural negado pela ciência ortodoxa reducionista de mente fechada.

Como as construções que se visa explicar com as hipóteses existem, e servem igualmente de prova para ambas, então as duas (ou mais) hipóteses estão confirmadas em algum grau, que não é possível precisar.




Sobre a fisiologia de gigantes. Os metidos a sabe-tudo apontarão coisas sempre nas linhas de que o aumento proporcional de um organismo o faria colapsar, etc. Mas isso provavelmente não era o caso, mas vinha acompanhado de outras adaptações para o porte do ser. Por essa lógica falha, "elefantes não seriam possíveis," já que um camundongo do tamanho de um elefante não funcionaria.









Isso ou mudanças nas leis da física ao longo do tempo, como sugerem físicos como Leonard Susskind e Neal Adams.




https://medium.com/@paulaustinmurphy2000/susskind-steinhardt-question-the-universal-laws-of-physics-9b10f8eb3a02



https://sciencewoke.org/growing-earth-videos-of-neal-adams/


Mudanças que inclusive poderiam possibilitar viagens intergaláticas e colonização por seres gigantes de outros planetas.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.450
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #485 Online: 16 de Outubro de 2019, 12:49:45 »
haha!

Dinossauro não era bípede, né. Não tinha a coluna ereta.


É por isso que não acredito nessa bobagem de dinossauro bípede.





« Última modificação: 16 de Outubro de 2019, 12:51:55 por Gigaview »
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.450
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #486 Online: 16 de Outubro de 2019, 12:59:36 »
(...)
As pegadas estão ai, a verdade está lá fora (da bolha cientificista).

Quer saber como se sai da tal bolha? dê mais crédito aos danikens e sitchins que escrevem coisas mais fantásticas e apelativas ao leigo, que ao enfadonho, acadêmico e anônimo (para o leigo) arqueólogo que, como bom cientista, insiste em conduzir suas pesquisas com cuidado e esmero e só se pronunciaria em favor de idéias fantásticas se as evidências fossem tão ou mais fantásticas quanto. Esses, coitados, estão presos naquelas bolhas.
Gente como o Brian Fagan não deve dar nem um tostão pelas idéias desses divulgadores de pseudo-arqueologia.

De fato:
Fagan, Brian M. (2000). In the beginning: an introduction to archaeology (10th ed.). Prentice-Hall. pp. 17–18. ISBN 978-0-13-030731-6.
Citar
… Flamboyant pseudoarchaeology of the type espoused by von Däniken and Hancock will always appeal to people who are impatient …


A mente dos terraplanistas-téoricos-dos-antigos-astronautas-de-civilizações-estelares é bastante seletiva e geralmente hipócrita. Recusam certos conteúdos do pacote atribuindo a eles um caráter simbólico, mítico ou imaginário ao mesmo tempo em que recorrem à mesma ciência que eles acusam de negar ou esconder evidências para suportar a conveniência de seus pontos de vista sobre a não-existência dessas outras criaturas. São capazes de utilizar a lógica científica para negar a existência de um centauro apontando fatores que, por conveniência hipócrita, não aplicam para negar a existência de gigantes.

Vocês esquecem que séculos atrás, não se tolerava quem mencionasse a existência de microorganismos.
Que a Medicina da época receitava urinar contra o vento para o tratamento da sífilis.
E ainda dizia que o ser humano não suportaria a espantosa velocidade de 30 km/h desenvolvida por máquinas a vapor (trem).

E quem afirmasse o contrário, era tido como louco...

Então você acha que pode dizer bobagens pseudocientíficas irrefutáveis porque muitas bobagens ditas em nome da Ciência foram refutadas?
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Fenrir

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.117
  • Sexo: Masculino
  • Cave Canem
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #487 Online: 16 de Outubro de 2019, 13:03:47 »
Riram de ______* mas também de bozo, o palhaço.
O problema é não saber distinguir qual é o caso.
Para mim, Däniken & cia são o lado bozo na comparação.

* ponha aqui o nome de algum medalhão a frente do seu tempo, que foi chamado de louco, criticado, repudiado, etc.
Galileu, por exemplo.
"Heaven and Earth are not benevolent; They treat the myriad of creatures as straw dogs"
― Laozi

"No testimony is sufficient to establish a miracle, unless the testimony be of such a kind, that its falsehood would be more miraculous, than the fact, which it endeavors to establish"
― David Hume

“Never argue with an idiot. They will drag you down to their level and beat you with experience.”
― Mark Twain

Offline Metatron

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.211
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #488 Online: 16 de Outubro de 2019, 15:27:12 »
Então você acha que pode dizer bobagens pseudocientíficas irrefutáveis porque muitas bobagens ditas em nome da Ciência foram refutadas?

Não, meu amigo. O que eu quero dizer é que o que para nós parece ridículo, já foi lei.

E o que hoje é lei, amanhã poderá ser ridículo...

Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.
"Faça amor, não faça a guerra."

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.450
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #489 Online: 16 de Outubro de 2019, 18:03:48 »
Então você acha que pode dizer bobagens pseudocientíficas irrefutáveis porque muitas bobagens ditas em nome da Ciência foram refutadas?

Não, meu amigo. O que eu quero dizer é que o que para nós parece ridículo, já foi lei.

E o que hoje é lei, amanhã poderá ser ridículo...

Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

Nunca foi lei. A Ciência nunca possuiu, não possui e nunca possuirá a verdade mas, apesar disso, está a cada dia mais próxima dela. A Ciência é sempre assintótica em relação à verdade. Por outro lado, a pseudociência assimila verdades originadas na fé religiosa, no achismo, na sabedoria popular, na leitura equivocada e distorcida de fatos, em delírios, etc. A pseudociência cria verdades para preencher as lacunas do conhecimento da Ciência e se desenvolve em paralelo, num mundo de fantasia.

Hipóteses científicas podem parecer ridículas no contexto histórico do processo de avanço da Ciência, mas isso não franquia a liberdade de ação do pensamento pseudocientífico que é sempre falso.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Metatron

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.211
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #490 Online: 17 de Outubro de 2019, 10:37:55 »

Nunca foi lei.

"Lei" com letra minúscula, ou seja, algo aceito globalmente como certo.

A Ciência nunca possuiu, não possui e nunca possuirá a verdade mas, apesar disso, está a cada dia mais próxima dela. A Ciência é sempre assintótica em relação à verdade.

Porém, quem acredita que as Ciências tudo sabem e/ou tudo saberão a isso nós chamamos de Cientificismo. Pura fé.

Por outro lado, a pseudociência assimila verdades originadas na fé religiosa, no achismo, na sabedoria popular, na leitura equivocada e distorcida de fatos, em delírios, etc. A pseudociência cria verdades para preencher as lacunas do conhecimento da Ciência e se desenvolve em paralelo, num mundo de fantasia.

Concordo plenamente! No entanto, Filosofia não é pseudociência. Filosofia é a arte de pensar e de buscar respostas, muitas vezes remando contra a correnteza do establishment científico. Sem Filosofia, sem Ciência.


"Faça amor, não faça a guerra."

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.433
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #491 Online: 17 de Outubro de 2019, 10:44:49 »
Como assim? Como é que a  empiria  não aumenta sem filosofia?
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.450
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #492 Online: 17 de Outubro de 2019, 13:24:27 »

Nunca foi lei.

"Lei" com letra minúscula, ou seja, algo aceito globalmente como certo.

Quem aceita esse tipo de lei passa atestado de ignorância e esse grupo também inclui aqueles que acham que existe uma "bolha" de pensamento científico.  ::)

Citar
A Ciência nunca possuiu, não possui e nunca possuirá a verdade mas, apesar disso, está a cada dia mais próxima dela. A Ciência é sempre assintótica em relação à verdade.

Porém, quem acredita que as Ciências tudo sabem e/ou tudo saberão a isso nós chamamos de Cientificismo. Pura fé.

Quem acredita que a Ciência tudo sabe e/ou tudo saberá é tão ignorante quanto quem acha que é um filósofo  ::) fora de uma bolha imaginária.

Citar
Por outro lado, a pseudociência assimila verdades originadas na fé religiosa, no achismo, na sabedoria popular, na leitura equivocada e distorcida de fatos, em delírios, etc. A pseudociência cria verdades para preencher as lacunas do conhecimento da Ciência e se desenvolve em paralelo, num mundo de fantasia.

Concordo plenamente! No entanto, Filosofia não é pseudociência.

Mas existe a badphilosophy, isto é, a filosofia de botequim que vai bem com chopp e batata frita.

E é esse o tipo de filosofia praticado por quem lê um ou dois livros de filosofia e sai por aí dizendo bobagens com toda a coragem do mundo. ::)

Citar
Filosofia é a arte de pensar e de buscar respostas, muitas vezes remando contra a correnteza do establishment científico.

Isso mostra que você é um praticante da filosofia de botequim.

Citar
Sem Filosofia, sem Ciência.

sei... :histeria:



Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Metatron

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.211
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #493 Online: 17 de Outubro de 2019, 20:08:10 »
Isso mostra que você é um praticante da filosofia de botequim.

Beber ou não beber, eis a questão...
 :chopp:
"Faça amor, não faça a guerra."

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.450
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #494 Online: 17 de Outubro de 2019, 20:21:04 »
Isso mostra que você é um praticante da filosofia de botequim.

Beber ou não beber, eis a questão...
 :chopp:

Cheers!!!  :tintin: Empatamos.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.450
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #495 Online: 18 de Outubro de 2019, 01:47:41 »
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.450
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #496 Online: 26 de Outubro de 2019, 20:35:03 »
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.450
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #497 Online: 26 de Outubro de 2019, 21:10:58 »
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Offline Gorducho

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.917
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #498 Online: 26 de Outubro de 2019, 21:13:49 »
Que vem a ser aquela armação metálica no topo :?:
Que substancia confere esse tom amarelado :?:
Tem o mesmo tom do predominante e.g. em Paris, aparentemente 🤔
« Última modificação: 26 de Outubro de 2019, 21:22:12 por Gorducho »

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.450
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #499 Online: 26 de Outubro de 2019, 21:21:29 »





DECODING GÖBEKLI TEPE WITH ARCHAEOASTRONOMY: WHAT DOES THE FOX SAY?
Martin B. Sweatman* and Dimitrios Tsikritsis
School of Engineering, University of Edinburgh, King’s Buildings, Edinburgh, Scotland, UK. EH9 3JL

ABSTRACT

We have interpreted much of the symbolism of Göbekli Tepe in terms of astronomical events. By matching low-relief carvings on some of the pillars at Göbekli Tepe to star asterisms we find compelling evidence that the famous ‘Vulture Stone’ is a date stamp for 10950 BC ± 250 yrs, which corresponds closely to the proposed Younger Dryas event, estimated at 10890 BC. We also find evidence that a key function of Göbekli Tepe was to observe meteor showers and record cometary encounters. Indeed, the people of Göbekli Tepe appear to have had a special interest in the Taurid meteor stream, the same meteor stream that is proposed as responsible for the Younger-Dryas event. Is Göbekli Tepe the ‘smoking gun’ for the Younger-Dryas cometary encounter, and hence for coherent catastrophism?

...

CONCLUSIONS

According to the catastrophist viewpoint, the Younger-Dryas event was probably caused by a cometary encounter with the Taurid complex. Can we now confirm this? No. What we can say is the following;

-It is very likely that the people of GT had been keen astronomers for a very long time, and the low-relief carvings of animals (except snakes) symbolise specific asterisms. Pillar 43 very likely refers to the date 10,950 BC ± 250 yrs.

- There is a consistent interpretation of much other symbolism at GT in terms of the YD event as a cometary encounter, which supports the theory of coherent catastrophism. But we cannot be as confident in this proposal as the proposal for the date stamp. Other evidence from further excavations at GT and other sites may help to clarify this. Evidence linking GT to coherent catastrophism is as follows;

1) A great deal of physical evidence from a wide range of earth sciences appears to support the proposal that a major event occurred around 10,890 BC. A leading candidate for this event is a cometary encounter consistent with coherent catastrophism. The date stamp on pillar 43 corresponds closely with this date.

2) That the people of GT remained interested in this date even several millennia later suggests it was a very important event that had a significant impact
on their cultural development.

3) The headless man on pillar 43 indicates the event lead to loss of life.

4) Symbolism on pillar 18 is consistent with an event of cosmic origin. The fox symbolism, in particular, suggests a cosmic event originating from a specific
position. The belt-buckle, ‘eclipse’ and snake symbols are consistent with a cometary encounter. But the symbolism on pillar 18 might be consistent with other astronomical interpretations as well that we have not considered.

5) Pillars 2 and 38 indicate a special interest in the Taurid meteor stream, the same meteor stream proposed responsible for the YD event and the current
period of coherent catastrophism. But the series of asterisms on these pillars might be consistent with other astronomical interpretations as well that we
have not considered, or they might be entirely random sequences with no meaning. The statistics of the match certainly favours the Taurid meteor stream hypothesis, but they are not strong enough to be certain about this.

6) When all this evidence is considered together, it makes a strong case for the YD event as a cometary encounter, and hence for coherent catastrophism,
that had a profound effect on the people at GT. The proposal that Göbekli Tepe was, among other things, an observatory for monitoring the night sky,
especially the Taurid meteor stream, because of the disastrous consequences of the YD event appears to be the most complete and consistent interpretation of its symbolism yet developed. Certainly, no other interpretation has the level of statistical support described here. The implications of coherent catastrophism are profound, both for how we interpret evidence of past events (archaeology, geology, anthropology, climatology etc.), and potentially for how we plan oor the future. Much more archaeology waits to be performed at Göbekli Tepe and neighbouring sites like Karahan Tepe. It will be very interesting to see how the additional evidence from these sites accumulates. Meanwhile, it seems prudent to take coherent catastrophism seriously.

http://maajournal.com/Issues/2017/Vol17-1/Sweatman%20and%20Tsikritsis%2017%281%29.pdf
« Última modificação: 26 de Outubro de 2019, 21:29:50 por Gigaview »
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!