Autor Tópico: Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.  (Lida 20988 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Osler

  • Nível 25
  • *
  • Mensagens: 1.115
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #75 Online: 26 de Junho de 2013, 14:57:30 »
Outra coisa interessante da evoluçao dos alienígenas é que no passado as espaçonaves tinham computadores cheios de luzes piscantes, como se fossem aqueles do tunel do tempo.
Hoje há uma tendência a descrever um ambiente mais asséptico, secom toda mobilia embutida e etc...
“Como as massas são inconstantes, presas de desejos rebeldes, apaixonadas e sem temor pelas conseqüências, é preciso incutir-lhes medo para que se mantenham em ordem. Por isso, os antigos fizeram muito bem ao inventar os deuses e a crença no castigo depois da morte”. – Políbio

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.727
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #76 Online: 26 de Junho de 2013, 15:25:12 »
Outra coisa interessante da evoluçao dos alienígenas é que no passado as espaçonaves tinham computadores cheios de luzes piscantes, como se fossem aqueles do tunel do tempo.
Hoje há uma tendência a descrever um ambiente mais asséptico, secom toda mobilia embutida e etc...

Ambientes "cleans" estão super na moda na alta sociedade intergalática. Todo ET de bom gosto e antenado com as  últimas tendências está redecorando sua nave.
"Deus prefere os ateus"

Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #77 Online: 27 de Junho de 2013, 09:24:35 »
Mas esses ET´s não são tão antenados assim, ou talvez haja um atraso para eles incorporarem essas tendencias, talvez devido as imensas distancias intergaláticas!

Por exemplo, ainda não apareceram naves hipster´s, não é mesmo?
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #78 Online: 27 de Junho de 2013, 11:01:50 »
Mas esses ET´s não são tão antenados assim, ou talvez haja um atraso para eles incorporarem essas tendencias, talvez devido as imensas distancias intergaláticas!

Por exemplo, ainda não apareceram naves hipster´s, não é mesmo?


Aliens hipster não aparecem na terra, eles vinham antes de se tornar popular, agora que todo mundo vem eles voltaram a fazer coisas mais antigas, tipo erguer pirâmides em outros planetas mais atrasados.
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Unknown

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.312
  • Sexo: Masculino
  • Sem humor para piada ruim, repetida ou previsível
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #79 Online: 05 de Julho de 2013, 22:38:15 »
Um amigo me perguntou uma coisa interessante: porque todo disco voador tem que ser mais iluminado que loja de lustres?

"That's what you like to do
To treat a man like a pig
And when I'm dead and gone
It's an award I've won"
(Russian Roulette - Accept)

Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #80 Online: 05 de Julho de 2013, 22:40:54 »
Um amigo me perguntou uma coisa interessante: porque todo disco voador tem que ser mais iluminado que loja de lustres?
Normas interestelares de navegação... o tráfego de discos está tão intenso que impuseram esse balizamento tipo arvore de natal para evitar colisões! Lembra da área 51? Pois é, foi antes dessa norma.
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.570
  • Love it or Hate it
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #81 Online: 19 de Novembro de 2013, 00:57:38 »
Sim, o escaravelho de Tutankamon é mesmo de vidro. Alienígenas? Não. O vidro veio de uma região no meio do deserto, resultado de um processo de vitrificação da areia. Mas então de onde veio a temperatura necessária para o processo? Muitos dizem que foram resultado de explosões nucleares provocadas pelos deuses astronautas mas existe uma explicação natural e fascinante para esse raro fenômeno.

<a href="http://www.youtube.com/v/-12sKXZ7W8c" target="_blank" class="new_win">http://www.youtube.com/v/-12sKXZ7W8c</a>
« Última modificação: 19 de Novembro de 2013, 06:44:06 por Gigaview »

Offline Correio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.059
  • Gosto de saber nada de quase tudo
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #82 Online: 19 de Novembro de 2013, 08:36:40 »
Chupa que é de uva! Tu é foda Giga, o Guro dos céticos  :ok:
Quando se tem pouco, pouco se tem a perder.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.570
  • Love it or Hate it
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #83 Online: 22 de Novembro de 2013, 23:00:45 »
O "Alienígena de Alencon", um caso de 1790, nunca existiu de fato.

Citar
Popular name given to a strange entity purportedly witnessed by a crowd of people at around 5 a.m. on June 12, 1790 in Alencon, France. According to the story, a large metal sphere descended from the sky and crash-landed into a nearby hillside. After a crowd had gathered, a "hatch" slid open and a being emerged dressed in an odd, tight-fitting costume; it mumbled something in a strange language, before bolting off towards some nearby woods. Seconds later the sphere exploded, fragments of which were said to have sizzled on the grass and melted. A wide search of the area yielded no further sign of the mysterious visitor.

The tale of the "Alencon Spaceman" is now recognized by ufologists as being a modern forgery, which first appeared in Italy in 1966 and was subsequently copied without proper checking of the source. The deception was uncovered by by two ufologists, Frenchman Patrick Cubeau and Belgian Christiane Piens, who could find no trace of the central character of the story, a police officer named Liabeuf.

http://www.daviddarling.info/encyclopedia/A/Alencon_Spaceman.html

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.570
  • Love it or Hate it
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #84 Online: 14 de Dezembro de 2013, 13:06:03 »
Vídeo postado pelo Lion em outro tópico:

<a href="http://www.youtube.com/v/G_6vzOBlmoY&amp;feature=youtu.be&amp;aQuer" target="_blank" class="new_win">http://www.youtube.com/v/G_6vzOBlmoY&amp;feature=youtu.be&amp;aQuer</a>

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.570
  • Love it or Hate it
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #85 Online: 02 de Junho de 2014, 21:49:37 »
Citar
Cientistas descobrem como os egípcios moveram pedras gigantes para formar as pirâmides

http://gizmodo.uol.com.br/estudo-egipcios-piramides/

Citar
o truque é molhar a areia à frente do trenó. Como explica o comunicado à imprensa da Universidade de Amsterdã:

Os físicos colocaram, em uma bandeja de areia, uma versão de laboratório do trenó egípcio. Eles determinaram tanto a força de tração necessária e a rigidez da areia como uma função da quantidade de água na areia. Para determinar a rigidez, eles usaram um reômetro, que mostra quanta força é necessária para deformar um certo volume de areia.



Os experimentos revelaram que a força de tração exigida diminui proporcionalmente com a rigidez da areia… Um trenó desliza muito mais facilmente sobre a areia firme [e úmida] do deserto, simplesmente porque a areia não se acumula na frente do trenó, como faz no caso da areia seca.




Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.570
  • Love it or Hate it
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #86 Online: 17 de Junho de 2014, 22:21:56 »
NASA Releases Report On Ancient Roman UFO Accounts

http://pubs.giss.nasa.gov/docs/2007/2007_Stothers_2.pdf















Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.570
  • Love it or Hate it
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #87 Online: 24 de Agosto de 2014, 20:59:06 »
Neanderthal baleado por um viajante no tempo ou deus astronauta?



Citar
Was Neanderthal shot by a time traveller?


ONE day in 1922, near Broken Hill, Southern Rhodesia (now Zimbabwe), a skull was found. When it came to the attention of the British Museum, the curators were pleased.

It was, in fact, a Neanderthal skull, and Neanderthal bones did not exactly come ten-a-penny.

But the Broken Hill skull was special for other reasons. On the left side of the cranium was a small, perfectly round hole. At first it was assumed that it had been made by a spear, or other sharp implement, but further investigation proved that this had not been the case.

When a skull is struck by a relatively low-velocity projectile – such as an arrow, or spear – it produces what are known as radial cracks or striations; that is, minute hairline fractures running away from the place of impact.

As there were no radial fractures on the Neanderthal skull, it was unanimously concluded that the projectile must have had a far, far greater velocity than an arrow or spear. But what?

Another mystery was that the right side of the cranium had, in the words of one anthropologist, “been blown away”. Further research also proved that that the right side of the cranium had been “blown away” from the inside out.

In short, whatever had hit the Broken Hill Neanderthal on the left side of his head had passed through it with such force that it had caused the right side to explode.

Researcher Rene Noorbergen, who investigated the mystery in his excellent book Secrets Of The Lost Races, commented: “This same feature is seen in modern victims of head wounds received from shots from a high-powered rifle.”

Noorbergen’s comments were more than appropriate, for forensic experts who have studied the skull in Berlin have since concluded that, “The cranial damage to Rhodesian Man’s skull could not have been caused by anything but a bullet”.

Compounding the mystery further is the fact that the skull of an ancient aurochs (an extinct type of bison) was found in Russia by the Lena River.

It, too, had been shot in the head, thousands of years previously, but had survived for some time, as the bullet hole had calcified.

This sensational discovery came to the attention of professor Constantin Flerov, curator of Moscow’s Palaeontological Museum of the USSR, who promptly put the skull on display.

Incredible though it sounds, we are faced with quite forceful evidence that, thousands of years ago, someone discharged a bullet into the skull of one of our anthropological cousins and also nearly killed a large mammal by the same method. But how could this be?

One obvious (but very radical) solution is to conclude that, contrary to what we have always understood, ancient man may have been technologically developed to a very high degree. Did a small but advanced civilisation develop the concept of ballistics long before the Chinese?

The problem with this idea is that it is too much of a coincidence. Could two separate societies, separated by thousands of years and a vast cultural gulf, have both invented weapons that just happened to fire small, cylindrical projectiles at high speed?

One colleague suggested to me that the only alternative is the possibility that someone from the future, carrying a firearm, travelled back into the past and engaged in some sort of trans-temporal hunting expedition.

This takes us perilously close to the realms of science fantasy, of course, but the fact is that the hole in the aurochs’ skull got there somehow.

Like it or not, the fact is that someone or something seemed to be using high-velocity bullets thousands of years ago. We don’t know who, we don’t know why and we don’t know how – but it happened.
http://www.shieldsgazette.com/opinion/columnists/wraithscape/was-neanderthal-shot-by-a-time-traveller-1-6786186

Não. Nem a estória é verdadeira...

Citar
A number of books and internet sites make the claim that The British Museum (Natural History) in London holds the skull of a Neanderthal, dated 38,000 years old and excavated in 1921 at Kabwe in what is now Zambia. The left side of the skull displays a circular hole about 8 mm in diameter. None of the radial split-lines that would have been left had the hole been made by a cold projectile, such as a spear, are visible around the hole. On the opposite side of the skull, the parietal bone is shattered, as if skull was blown up from inside. Two solutions have been proposed: either the skull is from something that lived in recent centuries and was shot by a European, or there were rifles in Palaeolithic Africa.

Virtually nothing is correct in these claims. The Kabwe skull (often known as ‘Broken Hill Man’ after the name of a nearby town) is older than the claim, at 125,000 to 300,000 years old, and it was found on 17 June 1921 by a Swiss miner, Tom Zwiglaar, in a limestone cave. It was the first early human fossil to be found in Africa and was sent to Arthur Smith Woodward (1864-1944), who gave it the new species name Homo rhodesiensis (Rhodesian Man). More recent anthropologists have preferred to see it as a primitive form of Homo sapiens, but are undecided on the precise species. It may be related to Homo heidelbergensis, the ancestor of the predominantly European Neanderthals (there were never any Neanderthals in Africa) or it may indeed be a separate species, Homo rhodesiensis, as Arthur Smith Woodward originally proposed, which would be our direct ancestor.

So much for the species and the date. What about the “bullet hole”? Well, for one thing, it did not kill the individual. The edges of the lesion have started to heal, so whatever caused the hole was not the cause of death. Instead, the wound appears to have been a pathological, rather than a traumatic lesion, caused by an infection in the soft tissue over it. Few individuals survive a bullet to the brain; needless to say, the parietal bone on the opposite side is not shattered, as is claimed, but is very much intact. The individual may thus have died from a pathological condition, perhaps an abscess or ulcer that had become septic.
http://www.badarchaeology.com/?page_id=148

Offline Feliperj

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.101
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #88 Online: 25 de Agosto de 2014, 21:12:09 »
NASA Releases Report On Ancient Roman UFO Accounts[/size]

Esse artigo é serio Giga?

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.570
  • Love it or Hate it
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #89 Online: 26 de Agosto de 2014, 00:06:56 »
NASA Releases Report On Ancient Roman UFO Accounts[/size]

Esse artigo é serio Giga?

O autor é sério:
https://paw.princeton.edu/issues/2012/01/18/sections/memorials/6761/index.xml?undergraduate_class=1960

e teve o apoio da NASA: http://pubs.giss.nasa.gov/authors/rstothers.html

Mas, utilizou sua autoridade em astrofísica para dizer com coragem coisas pertinentes a áreas em que ele não dominava e nem era especialista.



Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #90 Online: 26 de Agosto de 2014, 13:36:30 »
NASA Releases Report On Ancient Roman UFO Accounts[/size]

Esse artigo é serio Giga?

O autor é sério:
https://paw.princeton.edu/issues/2012/01/18/sections/memorials/6761/index.xml?undergraduate_class=1960

e teve o apoio da NASA: http://pubs.giss.nasa.gov/authors/rstothers.html

Mas, utilizou sua autoridade em astrofísica para dizer com coragem coisas pertinentes a áreas em que ele não dominava e nem era especialista.



Assim como já havia feito antes Von Daniken, aquele injustiçado...
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.950
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #91 Online: 26 de Agosto de 2014, 14:11:59 »
 O Gigaview quase engana a gente.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Gabarito

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.787
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #92 Online: 26 de Agosto de 2014, 14:57:42 »
O Gigaview quase engana a gente.

Foi-se o tempo em que Gigaview escrevia com seriedade.
Atualmente, tudo que ele escreve necessita de uma lente invertida para a correta leitura.
:)

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.950
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #93 Online: 26 de Agosto de 2014, 15:24:49 »
O Gigaview quase engana a gente.

Foi-se o tempo em que Gigaview escrevia com seriedade.
Atualmente, tudo que ele escreve necessita de uma lente invertida para a correta leitura.
:)


Quando ele voltar ao normal, até o avatar vai ficar direito, e não torto daquele jeito.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Metatron

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 712
  • Sexo: Masculino
    • Fórum Vigília
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #94 Online: 27 de Agosto de 2014, 09:12:26 »
Citar
Cientistas descobrem como os egípcios moveram pedras gigantes para formar as pirâmides

Descobriram como moviam pedras gigantes, como as colossais estátuas ou obeliscos, mas isto não explica como ergueram as pirâmides, principalmente as de Gizé.
"Se nossos astronautas, algum dia, sobre um planeta, encontrarem seres primitivos, estes, provavelmente, também os tomarão por "filhos do céu" ou "deuses". Possivelmente, nossas inteligências, nesses espaços ignorados e ainda não suspeitados, estarão tão à frente dos indígenas locais quanto estavam aqueles vultos lendários do Cosmo, com relação a nossos antepassados." -  E.v.Däniken

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.950
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #95 Online: 27 de Agosto de 2014, 09:33:11 »
Citar
Cientistas descobrem como os egípcios moveram pedras gigantes para formar as pirâmides

Descobriram como moviam pedras gigantes, como as colossais estátuas ou obeliscos, mas isto não explica como ergueram as pirâmides, principalmente as de Gizé.

Ora, a partir do momento que se descobre como se movia as pedras, sabe-se como colocá-las na forma de pirâmide. A não ser que a pirâmide tenha sido construída de cima pra baixo.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 2.066
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #96 Online: 27 de Agosto de 2014, 12:50:18 »
Descobriram como moviam pedras gigantes, como as colossais estátuas ou obeliscos, mas isto não explica como ergueram as pirâmides, principalmente as de Gizé.

Foram os aliens.
GNOSE

Offline Metatron

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 712
  • Sexo: Masculino
    • Fórum Vigília
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #97 Online: 27 de Agosto de 2014, 13:55:28 »
Ora, a partir do momento que se descobre como se movia as pedras, sabe-se como colocá-las na forma de pirâmide. A não ser que a pirâmide tenha sido construída de cima pra baixo.

Não, uma coisa é mover, outra coisa é erguer. Trata-se de monólitos de 2 a 6 toneladas de peso...
"Se nossos astronautas, algum dia, sobre um planeta, encontrarem seres primitivos, estes, provavelmente, também os tomarão por "filhos do céu" ou "deuses". Possivelmente, nossas inteligências, nesses espaços ignorados e ainda não suspeitados, estarão tão à frente dos indígenas locais quanto estavam aqueles vultos lendários do Cosmo, com relação a nossos antepassados." -  E.v.Däniken

Offline Metatron

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 712
  • Sexo: Masculino
    • Fórum Vigília
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #98 Online: 27 de Agosto de 2014, 14:02:19 »
Foram os aliens.

Pode ser, apesar de que eu não gosto desta teoria. Muito simplista.

Aposto as minhas fichas em civilizações mais adiantadas que a nossa, há muito desaparecidas. Estas civilizações teriam feito as pirâmides mais complexas como as de Gizé e por algum motivo desconhecido simplesmente desapareceram. Quando os nômades que deram origem à civilização egípcia lá chegaram, as encontraram prontas. As pirâmides mais simples e até aquelas que não deram certo foram uma tentativa destes povos nômades de imitar as demais.
"Se nossos astronautas, algum dia, sobre um planeta, encontrarem seres primitivos, estes, provavelmente, também os tomarão por "filhos do céu" ou "deuses". Possivelmente, nossas inteligências, nesses espaços ignorados e ainda não suspeitados, estarão tão à frente dos indígenas locais quanto estavam aqueles vultos lendários do Cosmo, com relação a nossos antepassados." -  E.v.Däniken

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.950
  • Sexo: Masculino
Re:Alienígenas do Passado - Tópico de refutações.
« Resposta #99 Online: 27 de Agosto de 2014, 14:13:10 »
Ora, a partir do momento que se descobre como se movia as pedras, sabe-se como colocá-las na forma de pirâmide. A não ser que a pirâmide tenha sido construída de cima pra baixo.

Não, uma coisa é mover, outra coisa é erguer. Trata-se de monólitos de 2 a 6 toneladas de peso...

Quando a pedra passa por uma rampa de modo a posicioná-la num ponto mais alto, continua sendo um ato de mover, certo? Ninguém ergueu, assim nas costas, uma pedra em cima da outra.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!