Autor Tópico: O dia que durou 21 anos  (Lida 16538 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #75 Online: 05 de Maio de 2013, 21:23:55 »
Cara, se você ficar soltando a franga a toa, será denunciado.

Estou dizendo que se o movimento tem em sua missão, ESCRITA E DOCUMENTADA, que quer implementar uma ditadura comunista ou socialista, não seria suficiente?
Serei denunciado por que? Por não concordar contigo? Esperava argumentos melhores, mas pra encerrar uma discussão tão absurda vou aceitar esse mesmo.
Havia então uma grande conspiração em andamento, com a finalidade de transformar o nosso pais numa ditadura comunista, os norte americanos e o exercito preocupados com o bem estar do povo brasileiro, se anteciparam e salvaram a pátria.

Ta bom assim?

Só por isso que disse denunciar -> Tu é vidente?
Foi apenas para não deixar evoluir a conversa de maneira ofensiva. Talvez eu tenha exagerado.

Mas pode responder ao que eu coloquei anteriormente.
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #76 Online: 05 de Maio de 2013, 21:36:12 »
Artigo da UFF sobre a intenção de Cuba de exportar a revolução para o Brasil e do treinamento dado a guerrilheiros brasileiros, demonstração clara do intuito de tais guerrilheiros. No artigo conta que os guerrilheiros recebiam dinheiro da URSS.

"trecho do artigo "Quanto à revolução brasileira, Cuba apoiou a formação de guerrilheiros, desde o
momento em que assumiu a função de exportar a revolução, quando o Brasil vivia sob o
regime democrático do governo João Goulart, ou seja, antes da instauração da ditadura. "

Artigo feito a partir de entrevista com os participantes de tais grupos, nada de polícia, nada de governo. São as palavras dos p®oprios guerrilheiros e de cubanos que ajudaram tais grupos.

http://www.historia.uff.br/artigos/rollemberg_apoio.pdf
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #77 Online: 05 de Maio de 2013, 21:44:32 »
Fato.

Mas barata, acho que nem precisa entrar aí. A ALN, MR-8 tinham a missão em seu estatuto, muito claro.

A posição dos petistas, é similar a alguém que entra para trabalhar em um puteiro, dá o r.. 1322 vezes, ganha 10 mil reais e depois de dois anos pergunta.. não era um convento?

Não faz sentido, é só negação.
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.934
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #78 Online: 05 de Maio de 2013, 21:46:20 »
Ahhh Barata, então quer dizer que você é a favor das cacetetadas e anti-democrata, né? Eu já sabia!







 :stunned:

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #79 Online: 05 de Maio de 2013, 21:50:37 »
Ahhh Barata, então quer dizer que você é a favor das cacetetadas e anti-democrata, né? Eu já sabia!







 :stunned:

O pior é que isso é comum, na cabeça desse povo dizer que os esquerdistas guerrilheiros não desejavam a democracia é a mesma coisa que jurar amor ao SNI.
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #80 Online: 05 de Maio de 2013, 22:02:56 »
Exato, eles pensam que estamos concordando com o golpe, etc.. A afirmação é simples, simplória até
- Você concorda com a EVIDENTE, documentada, testemunhada e confessada alegação de que MR8, VAR, ALN, POLOP, MOLIPO, COLINA, VPR, etc. eram movimentos que queriam implementar o socialismo e/ou comunismo através da revolução?
« Última modificação: 05 de Maio de 2013, 22:10:02 por Agnóstico »
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.934
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #81 Online: 05 de Maio de 2013, 22:07:52 »
Vão além!
Pensam que, mais do que concordar com o golpe, que somos pró tortura com artistas, ditadura, desigualdade social onde a elite rica da casa branca é sustentada pela maior parte oprimida, pobre e ignorante do povo.

Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.934
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #82 Online: 05 de Maio de 2013, 22:09:36 »
E o motivo? Mostrar que os guerrilheiros não tinham intenções tão "pró-liberdade" assim...

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.691
  • Sexo: Masculino
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #83 Online: 05 de Maio de 2013, 23:36:31 »
Não preciso ler muita coisa não, eu vivi na época da ditadura militar, era estudante e vi as sandices deles, quando Figueiredo visitou Ouro Preto, prenderam e bateram como que por esporte, acusaram um estudante de ter dinamites em casa para querer explodir Figueiredo, colocaram lá para achar, e acharam, quem colocou deu com a língua nos dentes e mesmo assim o estudante foi condenado a 1 ano de prisão, eu fui no julgamento em Juiz de Fora. Outras Sandices deles foram aprender livros da biblioteca da Escola de Minas, com títulos como Bombas Hidráulicas, Concreto Armado,entre outros,  isto parece piada mas não é.

Então estas experiências já lhe permite descartar, de pronto, a hipótese de que uma parte significativa da esquerda brasileira era anti-democrática e flertava com regimes e sistemas opressores?


Quanto ao Gaspari, se ele quisesse mesmo escrever a verdade sobre o Golpe Militar ele teria denunciado a Folha onde seus proprietários foram colaboradores ferrenhos do terrorismo implantado pelos golpistas. Ele se limita a escrever recontando o que ouviu ou foi publicado e reinventando, é assim que agem os jornalistas, se fosse um historiador a montagem  das histórias teriam outro enredo e final.

Claro, claro. Um historiador, se verdadeiro fosse, certamente teria outro enredo e concluiria de modo diferente.

Só faltou você dizer um um 'historiador esquerdista'.


Então não me cativa muito Gaspari, e pela falta de ética em omitir seus Patrões, sua credibilidade cai por terra.

Refute o conteúdo dos livros e não se atenha a um ad hominen.


Agora eu gostaria é que como voce tanto acentuou "a direita do fórum" mostrasse, não interpretações daquelas tipo se ligüiça é vermelha é porque tem sangue! e sim apresentasse isso sim alguma coisa concreta do futuro golpe de estado pela esquerda, pois prá mim são só fantasias mesmo. Sei que não vão apresentar nada mais que análises tendenciosas em cima de fatos pontuais, potencializado pela ideologia direitosa.

Me mostra Geotecton... onde... ah sei ...

Sinceramente não tenho mais paciência em localizar as cartilhas dos movimentos revolucionários e contra-revolucionários da época que mostram que a intenção era implantar um regime aos moldes do soviético ou chinês; as entrevistas de muitos de seus membros em que declaram esta intenção; repetir a perspectiva histórica dos anos 60 no contexto da Guerra Fria ou mostrar todo o cabedal teórico comunista que desembocava em regimes não-democráticos com a supressão das liberdades individuais.
Foto USGS

Offline Vento Sul

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.729
  • Sexo: Masculino
  • Os lábios são as primeiras barreiras
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #84 Online: 06 de Maio de 2013, 00:40:59 »
Geotecton, eu conheci o movimento estudantil da minha época, lutavam por melhores condições do bandeijão e transporte, quando vinham os militares, potencializavam isso como uma intentona comunista, etc Nunca vi povinho mais burro, retardados mentais ou mal-intencionados que os Militares. É claro que todos leram o manifesto comunista, eram simpatizantes trotskistas, ou não, tinham simpatizantes de certas alianças burguesas-operários, mas todos estudavam muito ou bebiam cachaça. Não era o que os Milicos pintavam, e no Golpe foi a mesma coisa, pegaram um monte de literatura comunista e já pintaram todos como pré-revolucionários-sanguinários-comedores-de-criancinha.
Quem tá engolindo essa farsa é porque viveu longe dessa época ou era um alienado na mesma. Como eu disse o que dizem aqui casa completamente com os dizeres da propaganda do Golpe.
Acho muito escorregadio, certos foristas aqui dizerem que são contra o Golpe Militar, mas com certos subterfúgios dão ao mesmo um tom de legalidade democrático. 21 anos como disseram, e cadê a Rússia, cuba e escambal que não tentaram implantar o Comunismo aqui, em suas palavras você diz que esse era um dos caminhos
Citar
repetir a perspectiva histórica dos anos 60 no contexto da Guerra Fria ou mostrar todo o cabedal teórico comunista que desembocava em regimes não-democráticos com a supressão das liberdades individuais.
  Então cadê os caras? Só na imaginação mesmo...
.
.
Resumindo: Ou acreditamos em mágica ou não!
 
 
 
 .

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.120
  • Sexo: Masculino
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #85 Online: 06 de Maio de 2013, 00:45:05 »
Vento, você quer o que? Que eu te prove que José Dirceu, Dilma, Franklin Martins queriam implementar uma ditadura?

Sim. Todos os fatos mostram que eles queriam é o fortalecimento da democracia, nos moldes da democracia cubana. Portanto se tem algo que diverge disso, cabe a você mostrar.

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #86 Online: 06 de Maio de 2013, 01:28:59 »
Geotecton, eu conheci o movimento estudantil da minha época, lutavam por melhores condições do bandeijão e transporte, quando vinham os militares, potencializavam isso como uma intentona comunista, etc Nunca vi povinho mais burro, retardados mentais ou mal-intencionados que os Militares. É claro que todos leram o manifesto comunista, eram simpatizantes trotskistas, ou não, tinham simpatizantes de certas alianças burguesas-operários, mas todos estudavam muito ou bebiam cachaça. Não era o que os Milicos pintavam, e no Golpe foi a mesma coisa, pegaram um monte de literatura comunista e já pintaram todos como pré-revolucionários-sanguinários-comedores-de-criancinha.
Quem tá engolindo essa farsa é porque viveu longe dessa época ou era um alienado na mesma. Como eu disse o que dizem aqui casa completamente com os dizeres da propaganda do Golpe.
Acho muito escorregadio, certos foristas aqui dizerem que são contra o Golpe Militar, mas com certos subterfúgios dão ao mesmo um tom de legalidade democrático. 21 anos como disseram, e cadê a Rússia, cuba e escambal que não tentaram implantar o Comunismo aqui, em suas palavras você diz que esse era um dos caminhos
Citar
repetir a perspectiva histórica dos anos 60 no contexto da Guerra Fria ou mostrar todo o cabedal teórico comunista que desembocava em regimes não-democráticos com a supressão das liberdades individuais.
  Então cadê os caras? Só na imaginação mesmo...

Voce leu o artigo que eu postei? Tem relatos dos guerrilheiros brasileiros, dos cubanos que treinaram os brasileiros, os próprios "democratas estudantes" assumindo que recebiam dinheiro da URSS e apoio logistico de Cuba. O que mais voce quer? Voce acha que o que voce conheceu representa tudo o que aconteceu? E colega, evidência anedótica não cola por aqui, se quer ser levado a sério apresente evidencias, documentos, estudos, artigos ou qualquer coisa do tipo.
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Santista

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 158
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #87 Online: 06 de Maio de 2013, 08:21:23 »
Cara, se você ficar soltando a franga a toa, será denunciado.

Estou dizendo que se o movimento tem em sua missão, ESCRITA E DOCUMENTADA, que quer implementar uma ditadura comunista ou socialista, não seria suficiente?
Serei denunciado por que? Por não concordar contigo? Esperava argumentos melhores, mas pra encerrar uma discussão tão absurda vou aceitar esse mesmo.
Havia então uma grande conspiração em andamento, com a finalidade de transformar o nosso pais numa ditadura comunista, os norte americanos e o exercito preocupados com o bem estar do povo brasileiro, se anteciparam e salvaram a pátria.

Ta bom assim?

Só por isso que disse denunciar -> Tu é vidente?
Foi apenas para não deixar evoluir a conversa de maneira ofensiva. Talvez eu tenha exagerado.

Mas pode responder ao que eu coloquei anteriormente.
Bom, eu não tive a intenção de ofende-lo, mas mesmo assim peço desculpas.
Não estou dizendo que entre os opositores do regime não havia comunistas com intenções de implantar o marxismo aqui. Acontece é que a grande maioria dos opositores  era composta por democratas que jamais aceitariam isso... Ulisses, só para citar um exmplo, Covas que voce mesmo citou..., pois é...
Muitos foram presos, torturados e não eram comunistas. O Lacerda, comunista?? Ele chegou a apoiar o golpe, era anti comunista roxo e acabou preso tambem. Ainda que houvesse a intenção de alguns de implantar o marxismo aqui, a maioria seria totalmente contrária a ideia, nunca iriam trocar uma ditadura por outra. To te dizendo: Era um saco de gatos...
Uma parte de mim pesa, pondera...
Outra parte delira.

Se é proibido espinafrar, nenhum elogio é válido.

O baguio é luoco!

Offline Price

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.564
  • Manjo das putarias
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #88 Online: 06 de Maio de 2013, 08:50:19 »
Caramba, pensei ter entrado no Stormfront por engano :susto:

não, não é, é apenas uma tentativa de dizer que os golpistas militares a serviço de uma elite com sede de poder derrubaram uma ditadura comunista futura {(imaginária, mas certa e real)}. Vão elocubrando, elocubrando e se convencem...

Basta refutar os textos.

É simples.
Então, ta!  Nunca consegui entender esse medo que algumas pessoas ( geralmente os bem postos na sociedade) tem de uma ditadura do proletariado.  O nosso país nunca esteve próximo disso. Nunca vai acontecer isso. Na nossa cultura, o trabalhador sempre foi visto como cidadão de terceira classe, basta dizer que até agora empregados(as) em certos condominios ainda usam elevador de carga, porque os moradores não aceitam dividir o espaço com um serviçal. Vivemos numa sociedade de castas, o comunismo ou socialismo aqui não tem a menor chance. È mais facil acontecer na USA do que aqui.


O comunismo não é a ditadura "do proletariado". Os operários nos países comunistas sofrem horrores! (embora não tanto quanto os camponeses). O comunismo é a ditadura de um grupo ideológico específico (os comunistas), formados em sua maioria por pessoas oriundas da classe média, não ligadas a nenhum trabalho manual.
Então Karl Marx estava enganado. Ja vou deixar bem claro que não sou comunista, e agora estou aqui tentando descobrir oque é comunismo... Porque as obras que eu li sobre o assunto diferem da afirmação acima! Sacanagem... li O Capital (que é um pé no saco), me disseram que era a obra fundamental da tal bagaça e agora descobri que o fundador da parada não conhecia nada do que estava fundando, como pode ser isso?

A classe media é considerada na ideologia comunista como classe burguesa, algo não muito bem visto pelos caras. Pelo menos foi assim que eu entendi, mas agora fico sabendo que o poder ficaria nas mãos deles...
Então porque tanto medo? Qual o galho? Oque o Jango queria não era isso mesmo?

Não existe "ditadura do proletariado regida por burgueses". Pode ficar tranquilo que para quem analiza os fatos e utiliza os critérios marxistas essas interpretações não têm validade.
« Última modificação: 06 de Maio de 2013, 08:52:39 por Price »
Se você aceitar algumas colocações minhas...
A única e verdadeira razão de eu fazer este comentário em resposta é deixar absolutamente claro que NÃO ACEITO "colocações" suas nem de quem quer que seja.

Offline Santista

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 158
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #89 Online: 06 de Maio de 2013, 09:41:54 »
Caramba, pensei ter entrado no Stormfront por engano :susto:

não, não é, é apenas uma tentativa de dizer que os golpistas militares a serviço de uma elite com sede de poder derrubaram uma ditadura comunista futura {(imaginária, mas certa e real)}. Vão elocubrando, elocubrando e se convencem...

Basta refutar os textos.

É simples.
Então, ta!  Nunca consegui entender esse medo que algumas pessoas ( geralmente os bem postos na sociedade) tem de uma ditadura do proletariado.  O nosso país nunca esteve próximo disso. Nunca vai acontecer isso. Na nossa cultura, o trabalhador sempre foi visto como cidadão de terceira classe, basta dizer que até agora empregados(as) em certos condominios ainda usam elevador de carga, porque os moradores não aceitam dividir o espaço com um serviçal. Vivemos numa sociedade de castas, o comunismo ou socialismo aqui não tem a menor chance. È mais facil acontecer na USA do que aqui.


O comunismo não é a ditadura "do proletariado". Os operários nos países comunistas sofrem horrores! (embora não tanto quanto os camponeses). O comunismo é a ditadura de um grupo ideológico específico (os comunistas), formados em sua maioria por pessoas oriundas da classe média, não ligadas a nenhum trabalho manual.
Então Karl Marx estava enganado. Ja vou deixar bem claro que não sou comunista, e agora estou aqui tentando descobrir oque é comunismo... Porque as obras que eu li sobre o assunto diferem da afirmação acima! Sacanagem... li O Capital (que é um pé no saco), me disseram que era a obra fundamental da tal bagaça e agora descobri que o fundador da parada não conhecia nada do que estava fundando, como pode ser isso?

A classe media é considerada na ideologia comunista como classe burguesa, algo não muito bem visto pelos caras. Pelo menos foi assim que eu entendi, mas agora fico sabendo que o poder ficaria nas mãos deles...
Então porque tanto medo? Qual o galho? Oque o Jango queria não era isso mesmo?

Não existe "ditadura do proletariado regida por burgueses". Pode ficar tranquilo que para quem analiza os fatos e utiliza os critérios marxistas essas interpretações não têm validade.
Vou aproveitar o gancho pra dizer novamente, nunca fui e nem sou comunista. Regimes totalitarios  não fazem a minha cabeça, parecem religiões...
Mas fico confuso pela disparidade entre a proposta original de Marx e a realidade da URSS.  Acho que a galera não leu direito, ou talvez eu tenha entendido errado, sei la...
Uma parte de mim pesa, pondera...
Outra parte delira.

Se é proibido espinafrar, nenhum elogio é válido.

O baguio é luoco!

Offline Price

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.564
  • Manjo das putarias
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #90 Online: 06 de Maio de 2013, 09:59:34 »
Não existe "ditadura do proletariado regida por burgueses". Pode ficar tranquilo que para quem analiza os fatos e utiliza os critérios marxistas essas interpretações não têm validade.
Vou aproveitar o gancho pra dizer novamente, nunca fui e nem sou comunista. Regimes totalitarios  não fazem a minha cabeça, parecem religiões...
Mas fico confuso pela disparidade entre a proposta original de Marx e a realidade da URSS.  Acho que a galera não leu direito, ou talvez eu tenha entendido errado, sei la...
Nos moldes de Marx nunca haverá um verdadeiro comunismo. A produção intelecutual da esquerda a respeito da revolução e da exploração institucionalizada está extremamente ultrapassada.
Nenhuma das revoluções que ocorreram no decorrer da história chega perto do mentalizado originalmente, já o que foi previamente organizado não se adapta no passar do tempo. Daí que surgem as interpretações de como instaurar o regime, e destas interpretações também vêm os critérios do que é socialista ou comunista. Por isso mesmo que acham que existe um "comunismo burguês" ou um "anarquismo com livre mercado", é pura interpretação deturpada.
Se você aceitar algumas colocações minhas...
A única e verdadeira razão de eu fazer este comentário em resposta é deixar absolutamente claro que NÃO ACEITO "colocações" suas nem de quem quer que seja.

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #91 Online: 06 de Maio de 2013, 10:00:14 »
Geotecton, eu conheci o movimento estudantil da minha época, lutavam por melhores condições do bandeijão e transporte, quando vinham os militares, potencializavam isso como uma intentona comunista, etc Nunca vi povinho mais burro, retardados mentais ou mal-intencionados que os Militares. É claro que todos leram o manifesto comunista, eram simpatizantes trotskistas, ou não, tinham simpatizantes de certas alianças burguesas-operários, mas todos estudavam muito ou bebiam cachaça. Não era o que os Milicos pintavam, e no Golpe foi a mesma coisa, pegaram um monte de literatura comunista e já pintaram todos como pré-revolucionários-sanguinários-comedores-de-criancinha.
Quem tá engolindo essa farsa é porque viveu longe dessa época ou era um alienado na mesma. Como eu disse o que dizem aqui casa completamente com os dizeres da propaganda do Golpe.
Acho muito escorregadio, certos foristas aqui dizerem que são contra o Golpe Militar, mas com certos subterfúgios dão ao mesmo um tom de legalidade democrático. 21 anos como disseram, e cadê a Rússia, cuba e escambal que não tentaram implantar o Comunismo aqui, em suas palavras você diz que esse era um dos caminhos
Citar
repetir a perspectiva histórica dos anos 60 no contexto da Guerra Fria ou mostrar todo o cabedal teórico comunista que desembocava em regimes não-democráticos com a supressão das liberdades individuais.
  Então cadê os caras? Só na imaginação mesmo...

Cara, primeiro porque a russia não apoiava há tempos investidas fora da sua área de atuação. Segundo porquê a correlação entre fidel e esses grupos é muito mais forte.

Mas não interessa se havia apoio ou não.

Se havia um povo mais idiota do que os militares eram os esquerdistas. Eles achavam que poderiam implementar o comunismo aqui pois o povo iria apoiá-los.

Simples: A esquerda que costuma querer hoje os louros pela derrocada da ditadura queria implantar o comunismo, um regime autoritário.
Se era possível ou não, é outro papo. Eles eram ideologicamente tapados a ponto de acreditar nisso, e não têm mérito algum.
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Santista

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 158
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #92 Online: 06 de Maio de 2013, 10:39:59 »
To lembrando a música do Lulu:
É uma ideia que existe na cabeça e não tem a menor obrigação de acontecer...
Uma parte de mim pesa, pondera...
Outra parte delira.

Se é proibido espinafrar, nenhum elogio é válido.

O baguio é luoco!

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #93 Online: 06 de Maio de 2013, 11:00:14 »
Ainda não respondeu, esses grupos queriam ou não instalar o comunismo e/ou socialismo?
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #94 Online: 06 de Maio de 2013, 11:33:15 »
Achei um link que contém os principais movimentos segundo a visão dos próprios esquerdistas

http://www.comunistas.spruz.com/guerrilha1.htm#MNR
Aqui tem uma descrição de todos os movimentos, com fotos interessantes. Para quem têm estômago, pode entrar na groselhada mais profundamente


MNR

Formou-se logo após o golpe militar. durou entre 1966 e 1967. Seu líder era o ex-governador gaúcho Leonel Brizola que, mesmo exilado no Chile, conseguiu junto a Fidel Castro financiamento do governo cubano. Os guerrilheiros se inspiravam no revolucionário Che Guevara, o grupo baseou-se no Parque Nacional do Caparaó, sul de Minas, de difícil acesso, cheio de esconderijos. Mas o grupo não conseguiu apoio do povo e foi descoberto quando um guerrilheiro foi fazer compras em alguma aldeia próxima. Foram levados para o presídio de Linhares em Juiz de Fora, sofreram ...


ALN - Ação Libertadora Nacional

Nascida da cisão do PCB, a ALN foi a organização de maior expressão e contingente entre os grupos de guerrilha urbana que atuaram entre 1968 e 1973. Sua história está indissoluvelmente ligada ao nome de Carlos Marighella, antigo dirigente do PCB. Crítico da linha oficial desse partido, propôs a resistência armada após 1964 e, no campo das alianças, a troca do binômio burguesia-proletariado pelo proletariado-campesinato. Desde seu nascimento, a ALN estabeleceu fortes laços com Cuba. “A ação faz a vanguarda” torna-se lema central da organização, que passa a realizar operações de forte impacto, como o sequestro do embaixador americano no Brasil, em conjunto com o


MR-8


O grupo começou a nascer em 1966 como “DI da Guanabara”, ou seja, Dissidência da Guanabara do PCB. Contrário à aliança com a burguesia brasileira, defendida pelo partido, a organização via os estudantes como “vanguarda tática”, que não deveria nem substituir os operários na condução da luta pelo socialismo nem esperá-los para poder fazer alguma coisa. A partir de 1969, o acirramento da repressão levou à militarização de sua estrutura e à execução de operações armadas, como o sequestro do embaixador americano Charles Elbrick, realizado conjuntamente com a ALN em setembro daquele ano. Em 1971, o MR-8 passou a debater a necessidade de se manter ou não as ações armadas, gerando um racha na organização. O grupo remanescente definiu uma linha de autocrítica da fase anterior e lançou um projeto de reunificação dos comunistas brasileiros. No entanto, em 1976, o MR-8 aprovou uma resolução política que assumia novamente a defesa de um caminho insurrecional ao socialismo


POLOP - Política Operária

A Organização Revolucionária Marxista-Política Operária (Polop) nasceu em 1961, reunindo grupos de estudantes provenientes da Liga Socialista de São Paulo e da Mocidade Trabalhista de Minas Gerais. Inicialmente, voltou-se para o debate teórico e doutrinário, rejeitando o conteúdo nacionalista e desenvolvimentista da propaganda do Partido Comunista: rechaçava, assim, a ideia de aliança com setores da burguesia brasileira. O caráter da revolução era apontado, portanto, como socialista. Em 1967, a direção da Polop começou a ser criticada pelas bases por imobilismo e por incorrer em posicionamentos reformistas. A questão da deflagração imediata da luta armada, nos moldes propostos em 1967 pela Organização Latino-Americana de Solidariedade (Olas), sediada em Cuba, gerou disputas internas. No fim de 1967 e início de 1968, o que restou da Polop fundiu-se à Dissidência Leninista do PCB no Rio Grande do Sul para formar uma nova organização, intitulada Partido Operário Comunista (POC).




Bom só para ficar entre os movimentos que têm os heróis dos petistas.
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #95 Online: 06 de Maio de 2013, 11:34:26 »
E agora, defensores da ideia de que a esquerda estava querendo implementar uma democracia no Brasil? aka Juca, Vento, Santista e demais petistas.
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.358
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #96 Online: 06 de Maio de 2013, 11:55:48 »
E agora, defensores da ideia de que a esquerda estava querendo implementar uma democracia no Brasil? aka Juca, Vento, Santista e demais petistas.

Perguntinha, quem lutou pela redemocratização e quem antes do golpe disputava eleições, não eram a esquerda e os pré-petistas, eram?  8-)

Offline ReVo

  • Nível 19
  • *
  • Mensagens: 563
  • "!"
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #97 Online: 06 de Maio de 2013, 12:04:10 »
A leitura dos documentos organizados em "Imagens da Revolução" mostra que os grupos da época não consideravam a "democracia burguesa" uma democracia e que lutavam pela "ditadura do proletariado" no Brasil.

http://editora.expressaopopular.com.br/livro/imagens-da-revolu%C3%A7%C3%A3o

Então, no meu modo de ver, visavam o Comunismo, mas só alcançaram a redemocratização burguesa. Ou seja, vangloriam-se por um fracasso. :P

É o que acontece hoje com os comunistas remanescentes. Ainda sonham com os soviets. Mas, ao invés de alcança-los, ao menos, contribuem, muitas vezes, na luta por melhores condições de trabalho.  :)
"Most men love money and security more, and creation and construction less, as they get older." John Maynard Keynes

"Plus ça change, plus c´est la même chose." Giuseppe Tomasi di Lampedusa

Offline Santista

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 158
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #98 Online: 06 de Maio de 2013, 12:16:37 »
E agora, defensores da ideia de que a esquerda estava querendo implementar uma democracia no Brasil? aka Juca, Vento, Santista e demais petistas.
Agnostico, eu não sou petista...
Se voce colocar em percentagem, vai ver que a grande maioria queria volta da democracia, os esquerdistas radicais eram minoria. E uma minoria sem dinheiro pra nada, quando sequestraram o alemão não tinham nem carro pra devolver o cara. Isso mostra o quanto esses grupos estavam isolados da grande maioria. Eu estou aqui afirmando o seguinte:
A oposicão ao regime militar era composta em sua grande maioria por pessoas que queriam a democracia. Voce mesmo esta demonstrando que o MR8, ALN foram dissidencias do pcb, que preferia um caminho conciliador. Quantos havia no pcb e quantos foram os dissidentes?
Respondendo a sua indagação de forma bem direta:
Alguns queriam um regime comunista aqui, mas a grande massa nunca quis, nunca os apoiou. Por isso eles ficaram isolados...
Imagine Mario Lago e Lacerda na mesma cela, pois aconteceu. Muitos inocentes foram tachados de comunistas, quando na verdade eram apenas contra o militarismo.
Uma parte de mim pesa, pondera...
Outra parte delira.

Se é proibido espinafrar, nenhum elogio é válido.

O baguio é luoco!

Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.934
Re:O dia que durou 21 anos
« Resposta #99 Online: 06 de Maio de 2013, 12:38:55 »
Santista, se eu entendi bem o seu ponto é de que os guerrilheiros não queriam implantar um regime comunista! E isso fica evidenciado pela grande massa(??) que tinha posicionamento anti-comunista, embora o manifesto dos movimentos indicassem missão pró-comuna.

Camarada, pra quem é que você estava cantando Lulu Santos?

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!