Autor Tópico: Por que assistimos esporte? Estética ou ética?  (Lida 2747 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Südenbauer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.297
  • Sexo: Masculino
Re:Por que assistimos esporte? Estética ou ética?
« Resposta #25 Online: 24 de Abril de 2013, 00:55:35 »
Nah, nem vem... eu também pensava assim, até começar a investir mais em uma alimentação mais refinida.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.708
  • Sexo: Masculino
Re:Por que assistimos esporte? Estética ou ética?
« Resposta #26 Online: 24 de Abril de 2013, 01:05:33 »
Nah, nem vem... eu também pensava assim, até começar a investir mais em uma alimentação mais refinida.

E qual foi o retorno deste 'investimento'?
Foto USGS

Offline Price

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.564
  • Manjo das putarias
Re:Por que assistimos esporte? Estética ou ética?
« Resposta #27 Online: 24 de Abril de 2013, 08:34:30 »
Nah, nem vem... eu também pensava assim, até começar a investir mais em uma alimentação mais refinida.

E qual foi o retorno deste 'investimento'?

Pode não parecer óbvio, mas consumir certos tipos de produtos e serviços simplesmente pela sua estética elaboarada pode ter algum retorno social. Só depende do tipo de refino que é consumido.
Não imagino de imediato um possível retorno social do consumo de um alimento especial, mas é fácil pensar no retorno que frequentar ambientes refinados, ou se vestir com roupas famosas, podem trazer para o individuo.
Se você aceitar algumas colocações minhas...
A única e verdadeira razão de eu fazer este comentário em resposta é deixar absolutamente claro que NÃO ACEITO "colocações" suas nem de quem quer que seja.

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.074
  • Sexo: Masculino
Re:Por que assistimos esporte? Estética ou ética?
« Resposta #28 Online: 24 de Abril de 2013, 12:36:47 »
Nah, nem vem... eu também pensava assim, até começar a investir mais em uma alimentação mais refinida.

E qual foi o retorno deste 'investimento'?

Pode não parecer óbvio, mas consumir certos tipos de produtos e serviços simplesmente pela sua estética elaboarada pode ter algum retorno social. Só depende do tipo de refino que é consumido.
Não imagino de imediato um possível retorno social do consumo de um alimento especial, mas é fácil pensar no retorno que frequentar ambientes refinados, ou se vestir com roupas famosas, podem trazer para o individuo.

Prazer...

"Deus prefere os ateus"

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:Por que assistimos esporte? Estética ou ética?
« Resposta #29 Online: 24 de Abril de 2013, 13:15:23 »
Porque assistimos televisão,  paixão ou ocupação?

Porquê andamos de trem,  ninguém ou aquém?

Porquê tranzamos , tesão ou procriação?

Deixem mais rimas desconexas aqui...
« Última modificação: 24 de Abril de 2013, 14:42:59 por Agnóstico »
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Price

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.564
  • Manjo das putarias
Re:Por que assistimos esporte? Estética ou ética?
« Resposta #30 Online: 24 de Abril de 2013, 13:42:23 »
Nah, nem vem... eu também pensava assim, até começar a investir mais em uma alimentação mais refinida.

E qual foi o retorno deste 'investimento'?

Pode não parecer óbvio, mas consumir certos tipos de produtos e serviços simplesmente pela sua estética elaboarada pode ter algum retorno social. Só depende do tipo de refino que é consumido.
Não imagino de imediato um possível retorno social do consumo de um alimento especial, mas é fácil pensar no retorno que frequentar ambientes refinados, ou se vestir com roupas famosas, podem trazer para o individuo.

Prazer...

Prazer é subjetivo. Eu posso gostar de somente sair de casa de noite e ir para baladas noturnas por não gostar da luz solar, para você pode ser prazeroso o silêncio de uma praia deserta num calor de 35°. Eu sou homem e gosto de mulheres, alguns homens não gostam de mulheres mas gostam de cavalos.
Quando o Gaúcho fala que acha gasto desnecessário ir a restaurantes caros está retratando justamente a subjetividade da utilidade, o que é bom para mim não necessariamente é bom para você.
Se você aceitar algumas colocações minhas...
A única e verdadeira razão de eu fazer este comentário em resposta é deixar absolutamente claro que NÃO ACEITO "colocações" suas nem de quem quer que seja.

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.074
  • Sexo: Masculino
Re:Por que assistimos esporte? Estética ou ética?
« Resposta #31 Online: 24 de Abril de 2013, 13:51:08 »
Nah, nem vem... eu também pensava assim, até começar a investir mais em uma alimentação mais refinida.

E qual foi o retorno deste 'investimento'?

Pode não parecer óbvio, mas consumir certos tipos de produtos e serviços simplesmente pela sua estética elaboarada pode ter algum retorno social. Só depende do tipo de refino que é consumido.
Não imagino de imediato um possível retorno social do consumo de um alimento especial, mas é fácil pensar no retorno que frequentar ambientes refinados, ou se vestir com roupas famosas, podem trazer para o individuo.

Prazer...

Prazer é subjetivo. Eu posso gostar de somente sair de casa de noite e ir para baladas noturnas por não gostar da luz solar, para você pode ser prazeroso o silêncio de uma praia deserta num calor de 35°. Eu sou homem e gosto de mulheres, alguns homens não gostam de mulheres mas gostam de cavalos.
Quando o Gaúcho fala que acha gasto desnecessário ir a restaurantes caros está retratando justamente a subjetividade da utilidade, o que é bom para mim não necessariamente é bom para você.

Concordo plenamente. O que pode ser um prazer para alguém pode ser insuportável para outra pessoa.

Algumas pessoas tem prazer em comer em locais mais refinados, e acham que vale a pena pagar mais caro por isso. Outros  acham que não vale. Totalmente subjetivo.

O prazer é o principal retorno destas situações. Eu gosto de viajar, acho que vale a pena gastar um bom dinheiro com isso. Posso falar que tenho um "retorno cultural" nisso, mas na verdade o principal retorno é o prazer que sinto em viajar. Mesmo se não haja retorno cultural nenhum na viagem (como às vezes não tem mesmo), para mim vale a pena porque viajar me dá prazer.
« Última modificação: 24 de Abril de 2013, 13:54:14 por Fabrício »
"Deus prefere os ateus"

Offline Price

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.564
  • Manjo das putarias
Re:Por que assistimos esporte? Estética ou ética?
« Resposta #32 Online: 24 de Abril de 2013, 14:26:46 »
Concordo plenamente. O que pode ser um prazer para alguém pode ser insuportável para outra pessoa.

Algumas pessoas tem prazer em comer em locais mais refinados, e acham que vale a pena pagar mais caro por isso. Outros  acham que não vale. Totalmente subjetivo.

O prazer é o principal retorno destas situações. Eu gosto de viajar, acho que vale a pena gastar um bom dinheiro com isso. Posso falar que tenho um "retorno cultural" nisso, mas na verdade o principal retorno é o prazer que sinto em viajar. Mesmo se não haja retorno cultural nenhum na viagem (como às vezes não tem mesmo), para mim vale a pena porque viajar me dá prazer.

Por isso que eu escrevi a resposta #2 daquele modo. O questionador quer dividir a busca pelo gracioso da busca pelo "herói".
Obviamente, quem assiste o futebol ou o ballet por desejo está em busca da satisfação de uma necessidade, está retirando utilidade da ação.
O questionamento do camarada que escreveu a carta se resume a "o que gera a utilidade que você busca quando assite esportes", essa pergunta não faz sentido. Como assim um jogador de futebol não pode ser reconhecido pela sua "graça"? São muitos os jogadores conhecidos justamente pelos dribles feitos em campo, e dribles não são técnica pura. E qual o sentido de nivelar todos os esportes como pedestais para apresentações heróicas e ignorar completamente a necessidade da beleza do movimento em boa parte deles?

Acho que o questionador quer diferenciar as qualidade do que tem graça e do que tem heroísmo. O que ocorre é que os dois não são dividíveis, eles são simples criações da percepção humana que certamente pode achar beleza e heroísmo em quase qualquer coisa.
Se você aceitar algumas colocações minhas...
A única e verdadeira razão de eu fazer este comentário em resposta é deixar absolutamente claro que NÃO ACEITO "colocações" suas nem de quem quer que seja.

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.074
  • Sexo: Masculino
Re:Por que assistimos esporte? Estética ou ética?
« Resposta #33 Online: 24 de Abril de 2013, 15:02:23 »
Concordo plenamente. O que pode ser um prazer para alguém pode ser insuportável para outra pessoa.

Algumas pessoas tem prazer em comer em locais mais refinados, e acham que vale a pena pagar mais caro por isso. Outros  acham que não vale. Totalmente subjetivo.

O prazer é o principal retorno destas situações. Eu gosto de viajar, acho que vale a pena gastar um bom dinheiro com isso. Posso falar que tenho um "retorno cultural" nisso, mas na verdade o principal retorno é o prazer que sinto em viajar. Mesmo se não haja retorno cultural nenhum na viagem (como às vezes não tem mesmo), para mim vale a pena porque viajar me dá prazer.

Por isso que eu escrevi a resposta #2 daquele modo. O questionador quer dividir a busca pelo gracioso da busca pelo "herói".
Obviamente, quem assiste o futebol ou o ballet por desejo está em busca da satisfação de uma necessidade, está retirando utilidade da ação.
O questionamento do camarada que escreveu a carta se resume a "o que gera a utilidade que você busca quando assite esportes", essa pergunta não faz sentido. Como assim um jogador de futebol não pode ser reconhecido pela sua "graça"? São muitos os jogadores conhecidos justamente pelos dribles feitos em campo, e dribles não são técnica pura. E qual o sentido de nivelar todos os esportes como pedestais para apresentações heróicas e ignorar completamente a necessidade da beleza do movimento em boa parte deles?

Acho que o questionador quer diferenciar as qualidade do que tem graça e do que tem heroísmo. O que ocorre é que os dois não são dividíveis, eles são simples criações da percepção humana que certamente pode achar beleza e heroísmo em quase qualquer coisa.

 :ok:

Price, muito bem escrito, penso assim também. Não dá para separar a "estética" do "heroísmo" no futebol (desconfio que em nenhuma outra atividade lúdica). Aliás, para mim estas palavras nem fazem  sentido neste contexto.
"Deus prefere os ateus"

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!