Autor Tópico: Mistério do relógio  (Lida 2009 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.986
Mistério do relógio
« Online: 12 de Maio de 2013, 21:38:43 »
Mystery as century-old Swiss watch discovered in ancient tomb sealed for 400 years
By CHER THORNHILL
UPDATED: 16:34 GMT, 18 December 2008
Comments (0)
Share
 
Archaeologists are stumped after finding a 100-year-old Swiss watch in an ancient tomb that was sealed more than 400 years ago.
They believed they were the first to visit the Ming dynasty grave in Shangsi, southern China, since its occupant's funeral.
But inside they uncovered a miniature watch in the shape of a ring marked 'Swiss' that is thought to be just a century old.

Mystery: Archeologists have uncovered a 100-year-old watch in a tomb believed to have been undisturbed for 400 years
The mysterious timepiece was encrusted in mud and rock and had stopped at 10:06 am.
Watches were not around at the time of the Ming Dynasty and Switzerland did not even exist as a country, an expert pointed out.
The archaeologists were filming a documentary with two journalists when they made the puzzling discovery.



Read more: http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-1096959/Mystery-century-old-Swiss-watch-discovered-ancient-tomb-sealed-400-years.html#ixzz2T81kmiHT
Follow us: @MailOnline on Twitter | DailyMail on Facebook

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.241
  • Sexo: Masculino
Re:Mistério do relógio
« Resposta #1 Online: 12 de Maio de 2013, 22:39:13 »
Citar
Chonosuke Okamura (岡村 長之助 Okamura Chōnosuke?) was a twentieth-century Japanese palaeontologist noted for his claim to have discovered fossils from the Silurian period of miniature animals, ranging from humans to dinosaurs, and more than one thousand other extinct "mini-species", each less than 0.25 mm in length. He claimed that "There have been no changes in the bodies of mankind since the Silurian period ... except for a growth in stature from 3.5 mm to 1,700 mm."[1]
He received an award for his work in 1996.[2]

http://en.wikipedia.org/wiki/Chonosuke_Okamura

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.986
Re:Mistério do relógio
« Resposta #2 Online: 12 de Maio de 2013, 23:44:25 »
Citar
La Marche: (Magdalenian Cave Art).

The cave located at La Marche in France was discovered in 1937 by Leon Pericard, a French amateur scientist, and Sthane Lwoff, a palaeontologist. They spent five years excavating the cave and found more than 1,500 pieces of slate with painted carvings on them.

These images are very difficult to understand. Sometimes, several objects in the drawings would overlap each other. Nevertheless, in the eyes of archaeologists, these drawings carry special meaning. In the La Marche cave, you can find paintings of lions, bears, antelope, horses, and 155 vivid human portraits dating from around 15,000 BP, a time long before the rise of the great civilisations and a time when Europe was firmly in the grip of an Ice Age.

Some of the engravings show people wearing boots, hats, belts and what appears to be clothing.

http://en.wikipedia.org/wiki/La_Marche_(cave)
http://www.ancient-wisdom.co.uk/francelamarche.htm
« Última modificação: 13 de Maio de 2013, 02:03:33 por Gigaview »

Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re:Mistério do relógio
« Resposta #3 Online: 13 de Maio de 2013, 09:02:46 »
Esses "arqueologistas" devem ser da mesma "turma" do Von Daniken...
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.986
Re:Mistério do relógio
« Resposta #4 Online: 13 de Maio de 2013, 13:25:56 »
O relógio se materializou por algum motivo desconhecido no interior da tumba, depois de ter desaparecido misteriosamente dentre os pertences de alguma senhora por volta do final do séc. XIX. Nem sempre se trata do fenômeno de aporte (vide abaixo) pois gnomos e pássaros pretos também têm o hábito de esconder objetos brilhantes, mas como sempre ficam escondidos num raio médio de 8.34 m do local do desaparecimento, fica fácil a busca e descoberta dos pertences. A hipótese de que se trata de um objeto esquecido por uma arqueóloga distraída vinda do futuro diretamente para o interior da câmara é absurda pois os protocolos de não interferência na história são muito rígidos.

A hipótese de aporte é a mais razoável.


Citar
O Aporte em Parapsicologia designa o alegado Fenômeno da passagem da Matéria através da matéria. Estritamente refere-se a um objeto material, nunca de grande tamanho (meio tijolo já é caso extremo), que atravessa a barreira física, sem aberturas, como a saída ou entrada de objetos pequenos em receptáculos fechados ou selados, como as paredes ou o teto de um recinto.

Na realidade é um efeito da Telergia. É um dos mais frequentes entre os fenômenos parapsicológicos, tantas e tantas vezes verificado em observações indiscutíveis de Casos Espontâneos e mesmo de Experiências Qualitativas. O Aporte é uma característica quase geral nos casos de Poltergeist, também sendo frequentes os Aportes de agulhas sob o tecido epitelial e no tecido adiposo, que a Superstição considera efeito de Feitiço.

A essência do Aporte é a passagem da matéria através da matéria. Todos os objetos do Aporte têm que estar e não vão mais longe do que a poucos metros do Psíquico (O Desafio da Parapsicologia concretiza: a menos de 50 metros). A Telergia influindo na velocidade de rotação dos Eletrons dos Átomos que compõem o objeto consegue que se transforme em energia, e assim atravessa qualquer obstáculo, depois pelo processo inverso a energia transforma-se novamente em objeto.

Está demonstrado, por exemplo na desintegração do núcleo dos Átomos etc., que a Massa pode transformar-se em energia. Se a velocidade de um objeto supera a velocidade molecular (27.000km/s), então esse objeto se desintegra, porque vence a força de atração das partículas que o constituem. Na teoria da Relatividade de Einstein, energia cinética é igual à massa vezes o quadrado da velocidade da luz: Ec = M . C². Pela velocidade a massa supostamente transforma-se em energia. Por outro lado todo corpo é permeável para qualquer forma de energia e velocidade superiores à sua.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Aporte

Materialização e desmaterialização de objetos já foi registrada no passado, inclusive a auto-desmaterialização parcial de seres humanos, como mostra a foto da medium Marguerite Beuttinger (1920) abaixo.


http://metmuseum.org/exhibitions/view?exhibitionId=%7B36d81705-241d-4934-ab02-fd7c8dbbb3e5%7D&oid=190040410&pg=1&rpp=20&pos=19&ft=*

Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re:Mistério do relógio
« Resposta #5 Online: 13 de Maio de 2013, 13:53:15 »
Ainda aposto na teoria do viajante temporal...
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.117
  • Sexo: Masculino
Re:Mistério do relógio
« Resposta #6 Online: 13 de Maio de 2013, 14:12:12 »
 :histeria: :histeria: :histeria:

Muito boa a foto da desmaterialização da médium!
"Deus prefere os ateus"

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.241
  • Sexo: Masculino
Re:Mistério do relógio
« Resposta #7 Online: 13 de Maio de 2013, 14:39:55 »
Esses desenhos das cavernas parece que vêm sendo levado a sério, apesar de uma controvérsia inicial. O tópico acabou me lembrando um pouco de um segmento de algum podcast cético, onde alguém apresentava três supostos fatos e os outros participantes tinham que tentar descobrir/inferir só com a informação dada, qual dos fatos era o verdadeiro (ou falso, seja lá qual fosse tipicamente o "um", não me lembro).

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.986
Re:Mistério do relógio
« Resposta #8 Online: 13 de Maio de 2013, 20:26:02 »
Esses desenhos das cavernas parece que vêm sendo levado a sério, apesar de uma controvérsia inicial. O tópico acabou me lembrando um pouco de um segmento de algum podcast cético, onde alguém apresentava três supostos fatos e os outros participantes tinham que tentar descobrir/inferir só com a informação dada, qual dos fatos era o verdadeiro (ou falso, seja lá qual fosse tipicamente o "um", não me lembro).

Isso. :twisted:

Offline West

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.888
  • Sexo: Masculino
  • "Como um grão de poeira suspenso num raio de sol"
Re:Mistério do relógio
« Resposta #9 Online: 13 de Maio de 2013, 20:50:00 »
Foram os aliens do passado. Lembram-se que eles também dominavam a viagem no tempo. E um relógio suíço não é um badulaque que se possa abrir mão, mesmo quando se cuida de um alien com uma máquina do tempo. Assistam o History Channel e verão que tenho razão.
"Houve um tempo em que os anjos perambulavam na terra.
Agora não se acham nem no céu."
__________
Provérbio Iídiche.

"Acerca dos deuses não tenho como saber nem se eles existem nem se eles não
existem, nem qual sua aparência. Muitas coisas impedem meu conhecimento.
Entres elas, o fato de que eles nunca aparecem."
__________
Protágoras.Ensaio sobre os deuses. Séc. V a.C.

Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re:Mistério do relógio
« Resposta #10 Online: 14 de Maio de 2013, 08:54:30 »
Faltam muitos emoticons nesse tópico....
 
 :susto:       :twisted:         ::)          :biglol:        :olheira:        :smartass:         :madlol:       :medo:        :teehee:   ....etc...
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!