Autor Tópico: Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay  (Lida 5963 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #50 Online: 09 de Outubro de 2014, 17:55:12 »
Ja existe lei defendendo os nordestinos, LEI Nº 9.459.

"Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional."
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.373
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #51 Online: 09 de Outubro de 2014, 18:33:26 »
E que também protege negros, brancos, indígenas, hetero e homossexuais, homens e mulheres; somos todos seres humanos.
GNOSE

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #52 Online: 09 de Outubro de 2014, 18:45:15 »
Não, não protege homossxuais, o PL122 tenta exatamente isso, incluir homossexuais na lista.
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche


Offline Georg Hagedorn

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 256
  • Sexo: Masculino
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #54 Online: 19 de Outubro de 2014, 13:53:55 »
Não, não protege homossxuais, o PL122 tenta exatamente isso, incluir homossexuais na lista.

Então quer dizer que zoar gays é permitido na constituição atualmente?


Sobre o tópico, daqui a pouco vão fazer igreja LGBT....  :histeria:
"Alguma frase aleátoria na assinatura"

Offline Dream

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 178
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #55 Online: 19 de Outubro de 2014, 13:56:54 »
Não, não protege homossxuais, o PL122 tenta exatamente isso, incluir homossexuais na lista.

Então quer dizer que zoar gays é permitido na constituição atualmente?


Sobre o tópico, daqui a pouco vão fazer igreja LGBT....  :histeria:

Sim - Por exemplo, se um restaurante impedir um casal Gay de entrar, a lei não prevê punição. E depois vem gente cuspir que gays querem "privilégios"
There was a most ingenious Architect who had contrived a new method for building houses, by beginning at the Roof, and working downwards to the foundation.
Jonathan Swift

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.802
  • Sexo: Masculino
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #56 Online: 19 de Outubro de 2014, 19:57:33 »
Pode mesmo? Houve casos disso?

Há algum tempo houve lei municipal ou estadual no RJ quanto a não poder chamar a atenção de homossexuais fazendo "demonstrações de carinho", que, idealmente seria proporcional ao que não se poderia fazer também com heterossexuais (mas não creio que haja qualquer lei específica quanto a isso, o mais próximo talvez fosse a de "atentado ao pudor"), mas provavelmente terá como efeito que os primeiros podem deixar a coisa esquentar bem mais sem se preocupar em deixar as pessoas do ambiente desconfortáveis, e deixando o dono do estabelecimento numa situação bem delicada para pedir que se contenham. Mas não sei de detalhes e conseqüências.

Casos de "gays não entram", ou "queiram se retirar, porque são gays" realmente existem, e saem impunes?

Offline Dream

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 178
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #57 Online: 20 de Outubro de 2014, 01:44:15 »
Pode mesmo? Houve casos disso?

Há algum tempo houve lei municipal ou estadual no RJ quanto a não poder chamar a atenção de homossexuais fazendo "demonstrações de carinho", que, idealmente seria proporcional ao que não se poderia fazer também com heterossexuais (mas não creio que haja qualquer lei específica quanto a isso, o mais próximo talvez fosse a de "atentado ao pudor"), mas provavelmente terá como efeito que os primeiros podem deixar a coisa esquentar bem mais sem se preocupar em deixar as pessoas do ambiente desconfortáveis, e deixando o dono do estabelecimento numa situação bem delicada para pedir que se contenham. Mas não sei de detalhes e conseqüências.

Casos de "gays não entram", ou "queiram se retirar, porque são gays" realmente existem, e saem impunes?

Eu não sei os tramites legais - Mas a questão que impedir o gay de entrar num estabelecimento não está no mesmo "nível" de, por exemplo, impedir um negro de entrar (por serem gay e negro respectivamente) - tanto que a PLL 122 tenta apenas adicionar discriminação por sexo, orientação sexual e identidade de gênero ao mesmo patamar de racismo - O que é coerente.

No caso não é criação de lei nova, apenas um adendo a uma que já existe.
There was a most ingenious Architect who had contrived a new method for building houses, by beginning at the Roof, and working downwards to the foundation.
Jonathan Swift

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.802
  • Sexo: Masculino
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #58 Online: 20 de Outubro de 2014, 03:35:24 »
Não está no mesmo nível, em termos de amparamento legal, OK. Mas chega a ser legal impedir gays, flamenguistas, ou caratecas de entrarem num estabelecimento?

Eu acho que se bobear ninguém pode ser restrito de entrar num estabelecimento de forma irregularmente arbitrária.

E nem sou exatamente "contra" haver essa especificidade regulamentada na lei, ainda que me cheire de qualquer forma a uma oportunidade para "populismo de nicho".



Citar
CDC - Lei nº 8.078 de 11 de Setembro de 1990
Dispõe sobre a proteção do consumidor e dá outras providências.

Art. 2° Consumidor é toda pessoa física ou jurídica que adquire ou utiliza produto ou serviço como destinatário final.
Parágrafo único. Equipara-se a consumidor a coletividade de pessoas, ainda que indetermináveis, que haja intervindo nas relações de consumo.

Art. 3° Fornecedor é toda pessoa física ou jurídica, pública ou privada, nacional ou estrangeira, bem como os entes despersonalizados, que desenvolvem atividade de produção, montagem, criação, construção, transformação, importação, exportação, distribuição ou comercialização de produtos ou prestação de serviços.

§ 1° Produto é qualquer bem, móvel ou imóvel, material ou imaterial.

§ 2° Serviço é qualquer atividade fornecida no mercado de consumo, mediante remuneração, inclusive as de natureza bancária, financeira, de crédito e securitária, salvo as decorrentes das relações de caráter trabalhista.

...

Art. 39. É vedado ao fornecedor de produtos ou serviços, dentre outras práticas abusivas: (Redação dada pela Lei nº 8.884, de 11.6.1994)

...

II - recusar atendimento às demandas dos consumidores, na exata medida de suas disponibilidades de estoque, e, ainda, de conformidade com os usos e costumes;

[...]


Só as leis de regulamentação de mercado parece que já bastariam, mas "mercado" é meio palavrão...

Offline Dream

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 178
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #59 Online: 20 de Outubro de 2014, 03:39:41 »
Não está no mesmo nível, em termos de amparamento legal, OK. Mas chega a ser legal impedir gays, flamenguistas, ou caratecas de entrarem num estabelecimento?

Eu acho que se bobear ninguém pode ser restrito de entrar num estabelecimento de forma irregularmente arbitrária.

E nem sou exatamente "contra" haver essa especificidade regulamentada na lei, ainda que me cheire de qualquer forma a uma oportunidade para "populismo de nicho".

Acredito que existam apelações legais para tais situações - mas não são tão diretos.

No caso não é específico porque no texto da lei se refere (atualmente) a etnia, crença e nacionalidade, e na PLL 122 querem adicionar sexo, orientação sexual e identidade sexual.

Então, caso um cristão heterossexual branco seja impedido de entrar num local por ser Cristão, ou heterossexual, ou branco, a mesma lei protege ele, o foco da lei é discriminação, e seria coerente adicionar discriminação de sexo, orientação sexual e identidade sexual a ele.
There was a most ingenious Architect who had contrived a new method for building houses, by beginning at the Roof, and working downwards to the foundation.
Jonathan Swift

Offline Georg Hagedorn

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 256
  • Sexo: Masculino
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #60 Online: 20 de Outubro de 2014, 11:56:48 »
Adicionar mais e mais coisas em uma lei é desperdício de tempo, já na criação da lei deveria estar escrito que qualquer tipo de preconceito é ilegal.

Eu não concordo com essa lei, porque todos nós temos preconceitos, já na infãncia nós somos educados para ter preconceitos. Inclusive há pessoas que tem preconceito com quem tem preconceito.  :lol:

Eu como dono de um restaurante não poderia impedir que certas pessoas entrem? Há empresas que não é permitido trabalhar de barba. Deveriam fazer uma lei contra o preconceito de quem tem barba...

Se eu for um padre que não aceita gays na igreja vou ser preso?

É como ser obrigado a aceitar qualquer pessoa como meu amigo. É inevitável que certas pessoas não gostem de certos grupos, enquanto existir sociedade vai ser assim.

Um tópico sobre isso na área de Sociedade seria bom.
« Última modificação: 20 de Outubro de 2014, 12:00:03 por Georg Hagedorn »
"Alguma frase aleátoria na assinatura"

Offline Dream

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 178
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #61 Online: 20 de Outubro de 2014, 15:37:39 »
Adicionar mais e mais coisas em uma lei é desperdício de tempo, já na criação da lei deveria estar escrito que qualquer tipo de preconceito é ilegal.

Eu não concordo com essa lei, porque todos nós temos preconceitos, já na infãncia nós somos educados para ter preconceitos. Inclusive há pessoas que tem preconceito com quem tem preconceito.  :lol:

Eu como dono de um restaurante não poderia impedir que certas pessoas entrem? Há empresas que não é permitido trabalhar de barba. Deveriam fazer uma lei contra o preconceito de quem tem barba...

Se eu for um padre que não aceita gays na igreja vou ser preso?

É como ser obrigado a aceitar qualquer pessoa como meu amigo. É inevitável que certas pessoas não gostem de certos grupos, enquanto existir sociedade vai ser assim.

Um tópico sobre isso na área de Sociedade seria bom.

Na real esse impedir de trabalhar de barba,  ou por tatuagem também ta previsto no código, só que no trabalhista se não me engano, a merda é que nenhuma empresa vai admitir isso abertamente e o empregado não vai ter grana pra contratar advogados.

1 - A lei não é para prender preconceituosos - e sim quem exteriorizar o preconceito na forma de discriminação - Mas você está certo de que esse texto devia estar lá desde a criação da lei, e já passou da hora de por ele lá.

2 - É de fato dificil livrar de preconceitos inatos - Mas agir de maneira preconceituosa é opção.

3 -
Citar
Eu como dono de um restaurante não poderia impedir que certas pessoas entrem?
Sim você pode, por razões como: Roupas inadequadas ao local, o cliente já fez baderna ou cometeu algum tipo de delito ou disturbo no local. Mas tem razões pelas quais você não pode como: Impedir um negro de entrar por ele ser negro, ou impedir uma mulher de entrar por ser mulher, ou um nordestino de entrar por ser do nordeste.

4 -
Citar
É como ser obrigado a aceitar qualquer pessoa como meu amigo.
Não, não é, é como ser obrigado a não falar merda na frente de quem não precisa ouvir - ou subjugar alguém apenas por quem ele é.

5 -
Citar
É inevitável que certas pessoas não gostem de certos grupos, enquanto existir sociedade vai ser assim.
Não, não é, a maioria dos preconceitos se dão devido a uma estrutura social antiga, a um tradicionalismo não esquecido - Preconceitos são construções sociais (bem como toda a sociedade) e podemos mudar isso - Não extinguir, mas reduzir ao mínimo, e impedir os preconceituosos de expressarem seus preconceitos.

Por exemplo, sabe o que fala na Suécia quando dois homens se casam na igreja cristão com uma Pastora Lésbica e casada? NADA - e esse é o modelo, sabe o que você faz quando alguém que não é da sua conta ta fazendo algo que não lhe é relevante? NADA.

PS: Não sei se é na Suécia ou na Suíça, mas acho que na Suécia
There was a most ingenious Architect who had contrived a new method for building houses, by beginning at the Roof, and working downwards to the foundation.
Jonathan Swift

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.075
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #62 Online: 20 de Outubro de 2014, 15:46:33 »
Preconceitos são construções sociais
Não exatamente, o mecanismo do preconceito é similar ao do medo, e é função instintiva de auto preservação do indivíduo. O cultivo ou a supressão dos preconceitos é que são construções sociais.
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Dream

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 178
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #63 Online: 20 de Outubro de 2014, 15:53:24 »
Preconceitos são construções sociais
Não exatamente, o mecanismo do preconceito é similar ao do medo, e é função instintiva de auto preservação do indivíduo. O cultivo ou a supressão dos preconceitos é que são construções sociais.

Correto - Me expressei mal.

Reformulando: As estruturas sociais que incentivam preconceito são construção da sociedade e podem ser minimizadas.
There was a most ingenious Architect who had contrived a new method for building houses, by beginning at the Roof, and working downwards to the foundation.
Jonathan Swift

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.075
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #64 Online: 20 de Outubro de 2014, 16:35:22 »
Preconceitos são construções sociais
Não exatamente, o mecanismo do preconceito é similar ao do medo, e é função instintiva de auto preservação do indivíduo. O cultivo ou a supressão dos preconceitos é que são construções sociais.

Correto - Me expressei mal.

Reformulando: As estruturas sociais que incentivam preconceito são construção da sociedade e podem ser minimizadas.
Tirando o fato de que é um pleonasmo que estruturas sociais sejam uma construção da sociedade, no mais, beleza.
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.802
  • Sexo: Masculino
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #65 Online: 20 de Outubro de 2014, 19:49:57 »
Não está no mesmo nível, em termos de amparamento legal, OK. Mas chega a ser legal impedir gays, flamenguistas, ou caratecas de entrarem num estabelecimento?

Eu acho que se bobear ninguém pode ser restrito de entrar num estabelecimento de forma irregularmente arbitrária.

E nem sou exatamente "contra" haver essa especificidade regulamentada na lei, ainda que me cheire de qualquer forma a uma oportunidade para "populismo de nicho".

Acredito que existam apelações legais para tais situações - mas não são tão diretos.

No caso não é específico porque no texto da lei se refere (atualmente) a etnia, crença e nacionalidade, e na PLL 122 querem adicionar sexo, orientação sexual e identidade sexual.

Então, caso um cristão heterossexual branco seja impedido de entrar num local por ser Cristão, ou heterossexual, ou branco, a mesma lei protege ele, o foco da lei é discriminação, e seria coerente adicionar discriminação de sexo, orientação sexual e identidade sexual a ele.

A questão é, parece que o CDC já previne qualquer discriminação indevida arbitrária em se atender ao consumidor.

Não protege só o que estiver numa lista.

Só que aos políticos de carreira, é mais interessante ampliar as leis e falar de "direitos humanos sendo desrespeitados", em vez do menos heróico e emocionante "fazer valer o que já está código de defesa do consumidor", nesse caso em particular, nas instâncias em que isso ocorrer -- que desconfio que não devem ser muitas. Provavelmente se isso ocorresse haveriam manifestações locais de boicote e etc, causando um considerável prejuízo à imagem do estabelecimento, e eles tenderiam a se retratar logo e mudar suas políticas. Mas não é necessário que algo seja um problema real, significativo, para que as pessoas explorem isso em sua carreira política. Tanto na política quanto em outros mercados, existe a expressão "criar a necessidade" do próprio serviço ou produto.


O CDC, de qualquer forma, não vai "valer" para outras situações de discriminação indevida. Mas não existe já alguma lei contra discriminação indevida por sexo? Acho que poderiam talvez apenas interpretar dessa forma, ainda que isso seja polêmico e talvez até argumentavelmente inapropriado/perigoso, não tenho opinião formada.

Offline Dream

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 178
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #66 Online: 20 de Outubro de 2014, 20:03:02 »
Citar
O CDC, de qualquer forma, não vai "valer" para outras situações de discriminação indevida. Mas não existe já alguma lei contra discriminação indevida por sexo? Acho que poderiam talvez apenas interpretar dessa forma, ainda que isso seja polêmico e talvez até argumentavelmente inapropriado/perigoso, não tenho opinião formada.

Como funciona tecnicamente não sei te dizer, mas em 2012 o Pirulla fez um vídeo sobre o tema, lá ele (tenta) explicar os pontos legais (legislativamente falando).

Se eu te respondesse  a pergunta estaria especulando pois não tenho esse tanto de conhecimento legislativo.
There was a most ingenious Architect who had contrived a new method for building houses, by beginning at the Roof, and working downwards to the foundation.
Jonathan Swift

Offline Cientista

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.266
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #67 Online: 21 de Outubro de 2014, 03:28:06 »
Preconceitos são construções sociais
Não exatamente, o mecanismo do preconceito é similar ao do medo, e é função instintiva de auto preservação do indivíduo. O cultivo ou a supressão dos preconceitos é que são construções sociais.
Dizer que são construções sociais é dizer efetivamente nada. Dizer algo para isto é dizer que são ("construções") ideológicas, pois só têm lugar do domínio ilusório das ideias. E, disso, resulta que, se algo é inato, seu "cultivo" não é ideológico, mas sua **tentativa de** supressão é. Simetriza-se polarizadamente a percepção da realidade. Como na questão das armas, ideológico é campanhar contra elas, não a favor.

Além disso, preconceitos não podem ser ensinados, por definição, porque são o estado prévio ao conceito, ao saber, ao aprendizado. Quando se diz que se "ensinou preconceito a alguém", o que se está dizendo é que se "ensinou o conceito errado, o conceito que nós não aceitamos", já se parte da ideia preconceituosa de que um conceito é melhor que outro, a tal ponto de reduzi-lo a um desconceito (que chamam de pré apenas porque, enquanto não for doutrinado no conceito desejado, o "conceito certo", é entendido como não tendo conceito algum; um indivíduo não precisa se basear intelectualmente em nada para rejeitar algo, eliminando a falácia do "ele não gosta porque não sabe que..." Ótimo, diga a ele "o que" e deixe-o livre para decidir se o "o que" muda alguma coisa para ele). Se um sujeito pode ter o capricho de usar barba/tatuagem/pearcing... e insistir em desagradar alguém (que tenha, também -- e, sim, por que não? -- um capricho de não gostar de quem usa barba/...) por uma bobagem tão grande a ponto de afrontá-lo e exigir que o aceite em seu estabelecimento, por que negar ao "barba/...fóbico" o direito ao capricho também?

Nunca é demais dizer: é cada coisa nesse mundo...

E...   por que nós entramos nesse tópico, Cientista?...       hahahahahahahhahahahahahaa...

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.802
  • Sexo: Masculino
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #68 Online: 21 de Outubro de 2014, 03:51:58 »
Esse Cientista é chegado numa picuinha semântica, meu deus. :histeria:

É capaz de em algum tópico implicar que "criacionismo não é ignorância científica" com argumento nessa linha...

Offline Cientista

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.266
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #69 Online: 21 de Outubro de 2014, 04:16:57 »
Vai mais "picuinha semântica", no seu "entendimento", para você: não existe "ignorância científica", é *acientífica*.

Você tem mesmo estado muito pior ainda de argumentos, ultimamente, meu jovem... Quem "opta" por crer em criacionismo pode fazê-lo mesmo sob conhecimento científico contrariante. É preciso dizer do que se trata isso?

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.075
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #70 Online: 21 de Outubro de 2014, 17:20:56 »
Preconceitos são construções sociais
Não exatamente, o mecanismo do preconceito é similar ao do medo, e é função instintiva de auto preservação do indivíduo. O cultivo ou a supressão dos preconceitos é que são construções sociais.
Dizer que são construções sociais é dizer efetivamente nada.
Acho que ele quis dizer engenharias sociais(mas funciona do mesmo jeito com construções, talvez não, se exigirem o CREA, muahahahahahahahhahahhahahahhahahahah).
E, disso, resulta que, se algo é inato, seu "cultivo" não é ideológico, mas sua **tentativa de** supressão é.
Funções inatas como empatia, ou medo ou preconceito ou outra, podem ser potencializadas ou suprimidas(eventualmente, por um tempo mínimo, assim como se prende a respiração) via ideologia, por que não?
Além disso, preconceitos não podem ser ensinados, por definição, porque são o estado prévio ao conceito, ao saber, ao aprendizado.
Sim, tipo, o cabelo desgrenhado é um preconceito, não pode ser ensinado, porque é o estado prévio ao conceito.

Quando se diz que se "ensinou preconceito a alguém", o que se está dizendo é que se "ensinou o conceito errado, o conceito que nós não aceitamos", já se parte da ideia preconceituosa de que um conceito é melhor que outro, a tal ponto de reduzi-lo a um desconceito (que chamam de pré apenas porque, enquanto não for doutrinado no conceito desejado, o "conceito certo", é entendido como não tendo conceito algum;
Sim, tal e qual um cabelo desgrenhado...

um indivíduo não precisa se basear intelectualmente em nada para rejeitar algo, eliminando a falácia do "ele não gosta porque não sabe que..." Ótimo, diga a ele "o que" e deixe-o livre para decidir se o "o que" muda alguma coisa para ele). Se um sujeito pode ter o capricho de usar barba/tatuagem/pearcing... e insistir em desagradar alguém (que tenha, também -- e, sim, por que não? -- um capricho de não gostar de quem usa barba/...) por uma bobagem tão grande a ponto de afrontá-lo e exigir que o aceite em seu estabelecimento, por que negar ao "barba/...fóbico" o direito ao capricho também?

Fato!
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Pilantrólogo

  • Nível 17
  • *
  • Mensagens: 457
  • Sexo: Masculino
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #71 Online: 03 de Dezembro de 2014, 14:39:20 »
...
Se o homossexualismo é uma escolha ou não não vem ao caso. a prática homossexual ou hétero é que é uma escolha , ninguém se deita na cama com outra pessoa por ter uma arma apontada na cabeça e sim por que quer. se não houvesse escolhas na prática , não haveriam celibatários. Ninguém prende um pedófilo por ele ser pedófilo, mas por praticar a pedofilia. religiosos acham que o homossexualismo é pecado , se não concorda não seja um religioso.
Agora querer calar uma opinião a respeito de um comportamento com a tal Plc 122 é um absurdo sem tamanho .Então vamos calar que fala dos gordos , dos magros , dos padres , e ninguém mais vai t poder ter uma opinião sem correr o risco de ser chamado de qualquer porra fóbico.

Senhor Aroldo Castelo,

Apenas uma perguntinha, para não fugir muito da discussão:

Eu tive a oportunidade de visitar o blog que o senhor gerencia (http://blogdoaroldocbn.blogspot.com.br/) e, tendo lido parte do conteúdo deste, uma dúvida me veio à cabeça. Considerando os títulos de alguns dos artigos que o senhor publicou, tais como "Argumentos contra a 'patolagem'*", "O Câncer Gay", "Sobre a Baitolagem ser Genética" e "A Intolerância Gaizista", bem como o fato do blog em sí ser quase que exclusivamente dedicado a tratar do homossexualismo como sendo um problema, o senhor cultiva uma certa homofobia ou é apenas impressão minha?
Peço desculpas caso eu esteja enganado, pois sei como é triste o sentimento de saber que outra pessoa pensa algo tão ruim sobre a gente.

Grato.

*Acredito que aqui tenha havido sido um erro de digitação, visto que um título similar aparece logo abaixo escrito como "Argumentos contra a baitolagem"
« Última modificação: 03 de Dezembro de 2014, 14:46:28 por Pilantrólogo »
"(...) the future is already here. It's just not very evenly distributed." - William Ford Gibson

Offline Digão

  • Nível 22
  • *
  • Mensagens: 845
  • Sexo: Masculino
  • Onde estará a fonte que esconde a vida?
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #72 Online: 05 de Junho de 2015, 21:54:31 »
Comissão da Arquidiocese de SP defende dignidade dos gays às vésperas do 18a Parada LGBT

http://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,comissao-da-arquidiocese-de-sp-defende-dignidade-dos-gays,1160738

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2014/05/1448062-comissao-da-arquidiocese-apoia-tema-da-parada-gay-de-sp.shtml

Não consegui copiar as matérias originais.

Bom, não foi o Papa falando, e a comissão "é independente e suas posições não refletem necessariamente a posição da instituição", mas é um avanço certamente.

Offline Vinícius Martins

  • Nível 00
  • *
  • Mensagens: 2
  • Sexo: Masculino
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #73 Online: 20 de Junho de 2015, 04:48:02 »
Não duvido que um dia a Igreja Católica realizará casamento de homossexuais. A religião, com algumas exceções, adapta os seus dogmas para se atualizar aos novos tempos, evitando perder fiéis. Hoje já existe igreja evangélica só para homossexuais, quem diria né? Na minha opinião o Papa Francisco foi um jogo de Marketing da Igreja, buscando passar uma ideia progressista que possa aumentar a credibilidade.
Onde há muita luz, as sombras são mais profundas. (Goethe)

Skorpios

  • Visitante
Re:Papa Francisco critica obsessão da Igreja com aborto e casamento gay
« Resposta #74 Online: 20 de Junho de 2015, 14:15:25 »
Seja bem vindo, Vinícius Martins. Se quiser, dê uma passada no tópico de apresentação.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!