Autor Tópico: A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS  (Lida 2399 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Jetro

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.060
  • Sexo: Masculino
  • Razão e Lucidez
    • Executa - Sistemas Online
A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Online: 07 de Junho de 2014, 11:28:52 »
A BÍBLIA É A PALAVRA DE DEUS OU A BÍBLIA CONTÉM A PALAVRA DE DEUS?

Os textos bíblicos contém a palavra de Deus, do escriba, do fariseu, a palavra do diabo, em fim, as Escrituras tem todo um relato histórico, tudo deve ser analisado. – “Proste-se diante de mim e te darei todas as riquezas desse mundo” – Disse o diabo! Por isso é muito perigoso dizer que a bíblia é a palavra de Deus, devemos dizer que os textos bíblicos contém a palavra de Deus, assim como contém a palavra de muita gente.


BÍBLIA OU ESCRITURA?

O CONCEITO RELIGIOSO DA BIBLIOLATRIA: MUITOS DIZEM: “DEUS É O AUTOR DA BÍBLIA”
No séc. IV em Constantinopla foi criado o livro chamado bíblia, que é um conjunto de livros contendo as escrituras hebraicas que compõe o velho testamento, juntamente com uma seleção dos 27 livros que compõe o Novo Testamento. Quem fez a seleção dos documentos que iriam para a bíblia e os documentos que não iriam, foi a igreja católica! Só para se ter uma idéia, eram mais de 2400 documentos utilizados pelos cristãos do séc I, mas a igreja selecionou apenas 27 livros. Será que Deus inspirou a igreja católica para selecionar esses 27 livros? Mais tarde, adicionaram capítulos, versículos e epígrafes, e deram o nome de Bíblia Sagrada! Será que o criador não capacitou seu homens para que não colocasse os capítulos e versículos e epigrafes!! Siga o raciocínio, se aquele que capacitou e ungi homens para escrever as escrituras o capacitou para escrever sem capítulos e versículos para serem lidas do jeito que esta escrita!! Paulo escreve de uma forma para que o receptor, entendesse de um jeito, mas o sistema religioso colocou os capítulos que fatalmente desnorteiam e obstruí o entendimento racional que viria de forma linear, que viria com a leitura completo como Paulo queria que as pessoas entendessem! CAPÍTULOS, VERSÍCULOS E EPIGRAFES não SÃO ORIENTAÇÕES DE DEUS.
QUEM QUER QUE ADMITA O CONCEITO DA BIBLIOLATRIA, DEVE ADMITIR QUE DEUS USOU A IGREJA CATÓLICA! Se formos sair do conceito histórico e passarmos para o conceito religioso da bibliolatria, diríamos pois: Na biblioteca do Vaticano AINDA existem várias passagens e papiros do Novo Testamento que não fora colocadas na bíblia, porque o magistério da igreja disse não ser a palavra de Deus, estão, o que nos resta? Eu te pergunto: Você confia na bíblia como um livro místico deixado por Deus exatamente como ela é? Então, seguindo o princípio religioso da bibliolatria, terá de confiar nos bispos da igreja católica, porque foram eles que fizeram-na nesse formato, que usamos hoje!

Aos Cristãos:
O CONCEITO RELIGIOSO DA BIBLIOLATRIA: MUITOS DIZEM: “DEUS É O AUTOR DOS TEXTOS OU ESCRITURAS”
O velho testamento foi criado para os Judeus e não para os Cristãos (At cp 15) portanto, os Cristãos devem ter CRISTO como centro e não TODOS OS TEXTOS Bíblicos! Jesus foi a palavra de Deus encarnada na terra. Ele foi o fundador da Fé, a ele devemos seguir, e este mesmo Jesus, jamais mandou criar um livro sagrado, antes preferiu que sua palavra fosse passada via tradição oral. Todavia, com medo que suas palavras se perdessem, no final do Séc I, os discípulos resolveram anotar a história de Jesus, de modo que, as escrituras do Novo Testamento foram um relato histórico acerca do que foi realizado e dito por Jesus, partindo do ponto de vista de vários autores (Lc 1:3-4). Esses autores jamais tiveram a intenção de criar um livro sagrado! As cartas dos apóstolos foram corretivas e não institucionais, muito do que os apóstolos fizeram ou deixaram de fazer foi por entendimento próprio (1 Coríntios 13:9) contextual, específica e inerente a dada circunstância e situação histórica! Muitas vezes se fizeram de pagãos para ganharem pagãos (1 Cor 9:20-21) Paulo mesmo, circuncidou e guardou o Sábado algumas vezes, por causa da pressão que os judeus convertidos exerciam com questão a isso, mesmo sabendo que não havia necessidade de guardá-los. (Col 2:16)! Assim, tenha em mente, Jesus é a palavra de Deus, as escrituras são apenas um relato histórico, das palavras de Jesus, APENAS o meio tecnológico no qual temos acesso a palavra DE CRISTO! ! E o que for além do que Jesus ensinou, dele deve ser analisado e absorvido o que for bom (1 Tess 5:21), ainda que esteja na bíblia. CONCLUIMOS POIS QUE DEUS NÃO É DIRETAMENTE O "Autor dos textos bíblicos" As escrituras são apenas um relato histórico, ELAS MESMAS DIZEM ISSO. Jesus é a palavra de Deus, o fundador da fé, a verdade absoluta, o resto deve ser analisado.

CONCLUSÃO:
A superstição da Bibliolatria que nos diz que “Deus é o autor da bíblia” é pagã! Sim! As escrituras não dão suporte a isso! A Bíblia é uma seleção de alguns relatos históricos do séc I, mas não todos (Col 4:16) feito pela igreja católica e não por Deus, capítulos, versiculos e epígrafes não são a palavra de Deus. A Bíblia não é a palavra de Deus, ela contém a palavra de Deus, contém a palavra DA NOTA dos tradutores, do escriba, do fariseu, de Herodes, de Maria, e finalmente a palavra de Jesus que foi a palavra de Deus para nós, o verbo da vida e a verdade absoluta, (João 1:14). Jesus não mandou escrever nada, mandou passar a mensagem verbalmente! Os 4 evangelhos foram um relato da sua mensagem do ponto de vista de cada autor (Lc 1:3-4), se é do ponto de vista de cada autor, é impossível que seja a palavra de Deus! Alem disso, muito do que os apóstolos fizeram ou deixaram de fazer em suas epistolas foram contextuais e de entendimento próprio (1 Cor 13:9)(1 Cor 9:20-21)(Col 2:16) ELES MESMOS DISSERAM NÃO EU! Se é de entendimento próprio é impossível que seja a palavra de Deus! Por isso, tudo que não saiu diretamente da boca de Jesus, deve ser analisado e absorvido o que for bom (1 Tess 5:21). O correto então é afirmar: A bíblia não é a palavra de Deus, ela contém a palavra de Deus, assim como contém a palavra de muita gente.

QUANDO SE DIZ QUE TODA ESCRITURA É INSPIRADA.
“Toda a Escritura ((é divinamente inspirada)), e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça”; (2 Timóteo 3:16) - Ferreira de Almeida Revisada
“Toda a Escritura ((divinamente inspirada é)) também útil para ensinar, para repreender, para corrigir e para instruir na justiça”, (2 Timóteo 3:16) – Sociedade Britânica Bíblica!
Vejamos nos manuscritos mais antigos, na tradução do grego de “orígenes” que é o mais correto (por ser mais antigo):
Πασα γραφη θεοπνευστος και ωφελιμος προς διδασκαλιαν προς ελεγμον προς επανορθωσιν προς παιδιαν την εν δικαιοσυνη
“Todo escrito divinamente inspirado é proveitoso para ensinar"
Ou seja, AQUELE ESCRITO que for inspirado por Deus é proveitoso! Só isso! NÃO está falando que qualquer que seja a escritura que esteja na bíblia é inspiradas, até mesmo porque o Cânon da Bíblia foi fechado séculos após a morte de Paulo!! Se Paulo dissesse que toda a escritura é inspirada, a qual escritura ele se referia? Se for a Lei de Moisés então ele se tornou louco a morrer por ir contra a Lei e negar seus ensinamentos e depois dizer que ela é proveitosa para ensino! Se for o novo testamento.... Como assim??? O novo testamento nem existia ainda! Os 4 evangelhos foram escritos após a morte de Paulo, O Cânon foi oficializado a séculos mais tarde! Na biblioteca do vaticano existem várias passagens que não foram considerados canonisas, porque o magistério da igreja disse que não era a palavra de deus! Por isso não estão na bíblia, você não sabia? Quem decidiu o que iria e não iria para as escrituras eram os bispos da igreja católica!!! Os bispos são inspirados?
Viu como é ilógico acreditar nessa superstição que Paulo se referia a bíblia do jeito que a conhecemos hoje?? Pura falta de discernimento cronológico!


Ps. Não encontrei ao certo quem é o autor desse texto.
"Um pouco de ciência nos afasta de Deus. Muito, nos aproxima." Louis Pasteur

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.526
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Resposta #1 Online: 07 de Junho de 2014, 12:33:09 »
Se a Bíblia não é a palavra de Deus e sim contém a palavra de Deus, a Bíblia é um livro mais poderoso que Deus, pois é capaz de conter até a palavra dele.
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Jetro

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.060
  • Sexo: Masculino
  • Razão e Lucidez
    • Executa - Sistemas Online
Re:A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Resposta #2 Online: 07 de Junho de 2014, 13:11:04 »
Se a Bíblia não é a palavra de Deus e sim contém a palavra de Deus, a Bíblia é um livro mais poderoso que Deus, pois é capaz de conter até a palavra dele.
CONTÉM: Ter em si ou dentro de si.
"Um pouco de ciência nos afasta de Deus. Muito, nos aproxima." Louis Pasteur

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.526
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Resposta #3 Online: 07 de Junho de 2014, 13:34:09 »
Se a Bíblia não é a palavra de Deus e sim contém a palavra de Deus, a Bíblia é um livro mais poderoso que Deus, pois é capaz de conter até a palavra dele.
CONTÉM: Ter em si ou dentro de si.
É claro que só pode ser nesse sentido, ou seria distorcer as palavras num duplipensar, que é exatamente o que o texto  acima propõe.
Até onde eu sei eu não sei.

Offline Jetro

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.060
  • Sexo: Masculino
  • Razão e Lucidez
    • Executa - Sistemas Online
Re:A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Resposta #4 Online: 07 de Junho de 2014, 15:55:21 »
Se a Bíblia não é a palavra de Deus e sim contém a palavra de Deus, a Bíblia é um livro mais poderoso que Deus, pois é capaz de conter até a palavra dele.
CONTÉM: Ter em si ou dentro de si.
É claro que só pode ser nesse sentido, ou seria distorcer as palavras num duplipensar, que é exatamente o que o texto  acima propõe.
Todo livro "contém" algo e nem por isso se torna mais "poderoso" que seu autor.
"Um pouco de ciência nos afasta de Deus. Muito, nos aproxima." Louis Pasteur

Offline Jetro

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.060
  • Sexo: Masculino
  • Razão e Lucidez
    • Executa - Sistemas Online
Re:A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Resposta #5 Online: 07 de Junho de 2014, 15:59:04 »
É claro que só pode ser nesse sentido, ou seria distorcer as palavras num duplipensar, que é exatamente o que o texto  acima propõe.
Ou você é tão profundo que eu não consigo alcançar, ou é excessivamente expansivo/abrangente/genérico que não consigo compreender. Seja o que for, o resultado é um só. Complicação de diálogo.
"Um pouco de ciência nos afasta de Deus. Muito, nos aproxima." Louis Pasteur

Offline Donatello

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.864
  • Sexo: Masculino
Re:A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Resposta #6 Online: 07 de Junho de 2014, 16:23:56 »
Prefiro o Jetro como sempre, mas se ele prefere ficar como agora...

Offline Jetro

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.060
  • Sexo: Masculino
  • Razão e Lucidez
    • Executa - Sistemas Online
Re:A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Resposta #7 Online: 07 de Junho de 2014, 16:32:27 »
Prefiro o Jetro como sempre, mas se ele prefere ficar como agora...
"Como sempre" será o estagnado.
"Um pouco de ciência nos afasta de Deus. Muito, nos aproxima." Louis Pasteur

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.922
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Resposta #8 Online: 07 de Junho de 2014, 23:19:01 »
Jetro e sua auto doutrina.

Offline Skeptikós

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.119
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Resposta #9 Online: 08 de Junho de 2014, 03:00:10 »
os capítulos e versículos e epigrafes!! Siga o raciocínio, se aquele que capacitou e ungi homens para escrever as escrituras o capacitou para escrever sem capítulos e versículos para serem lidas do jeito que esta escrita!! Paulo escreve de uma forma para que o receptor, entendesse de um jeito, mas o sistema religioso colocou os capítulos que fatalmente desnorteiam e obstruí o entendimento racional que viria de forma linear, que viria com a leitura completo como Paulo queria que as pessoas entendessem! CAPÍTULOS, VERSÍCULOS E EPIGRAFES não SÃO ORIENTAÇÕES DE DEUS.
Que maluquice, capítulos, versículos e epigrafes não desnorteiam em nada a leitura, na verdade a facilitam e muito, ordenam e organizam o texto de forma mais clara, e facilita o encontro dos mesmos por uma fácil identificação e separação do restante da obra. Na minha opinião o argumento do cara acima é descabido de qualquer lógica, sustentado em simples achismo sem fundamento algum.


QUEM QUER QUE ADMITA O CONCEITO DA BIBLIOLATRIA, DEVE ADMITIR QUE DEUS USOU A IGREJA CATÓLICA! Se formos sair do conceito histórico e passarmos para o conceito religioso da bibliolatria, diríamos pois: Na biblioteca do Vaticano AINDA existem várias passagens e papiros do Novo Testamento que não fora colocadas na bíblia, porque o magistério da igreja disse não ser a palavra de Deus, estão, o que nos resta? Eu te pergunto: Você confia na bíblia como um livro místico deixado por Deus exatamente como ela é? Então, seguindo o princípio religioso da bibliolatria, terá de confiar nos bispos da igreja católica, porque foram eles que fizeram-na nesse formato, que usamos hoje!
Usar este argumento piora ainda mais a situação da palavra de Deus, pois existem textos gnósticos do primeiro século depois de cristo onde a imagem de Cristo e a vida que ele levava é totalmente diferente da pintada no restante dos livros do novo testamento reconhecido pela igreja católica. (Cf. Célio Augusto Rolim, Os Evangelhos Gnósticos)

Além disso se existem milhares de documentos não reconhecidos pela igreja, pelo motivo de seus bispos não os terem reconhecido, e o critico acima coloca em dúvida o poder destes bispos de reconhecerem ou rejeitarem um documento como inspirado por Deus. Porque não duvidar de todos os documentos afinal, pois quem é que teria poder para reconhecer um documento como inspirado ou não por Deus? E será que de fato algum destes milhares de documentos foi mesmo inspirado por Deus?

Talvez nenhum deles tenha sido, talvez Deus nem mesmo exista, e estes documentos todos do cristianismo, gnosticismo, judaísmo, islamismo e etc. sejam apenas alucinações e ficções criadas por mentes humanas.

E ai, como é que fica?

Que critérios deve se usar para validar um documento como este sendo divinamente inspirado, já que os da igreja católica não são os válidos, e deles devemos duvidar?

Aos Cristãos:
O CONCEITO RELIGIOSO DA BIBLIOLATRIA: MUITOS DIZEM: “DEUS É O AUTOR DOS TEXTOS OU ESCRITURAS”
O velho testamento foi criado para os Judeus e não para os Cristãos (At cp 15) portanto, os Cristãos devem ter CRISTO como centro e não TODOS OS TEXTOS Bíblicos!
Mas Jesus era um seguidor e pregador do judaísmo, e seus discípulos todos eram judeus  (Cf. Wikipédia, Jesus / Mario Sergio Cortella, Canal Livre, Jesus Histórico, Parte 2), como é que se pode dizer que o velho testamento não deve ser seguido e praticado pelos cristãos, que este deve ser ignorado pelos cristãos de hoje, se no passado este não o era pelo próprio Cristo, que o pregava e o praticava, conforme dito pelas fontes acima?

Jesus foi a palavra de Deus encarnada na terra. Ele foi o fundador da Fé, a ele devemos seguir, e este mesmo Jesus, jamais mandou criar um livro sagrado, antes preferiu que sua palavra fosse passada via tradição oral.
Então devemos ignorar toda a bíblia? Pois desde que ela foi criada se tornou a forma dominante de transmissão de seus ensinamentos. 

Todavia, com medo que suas palavras se perdessem, no final do Séc I, os discípulos resolveram anotar a história de Jesus, de modo que, as escrituras do Novo Testamento foram um relato histórico acerca do que foi realizado e dito por Jesus, partindo do ponto de vista de vários autores (Lc 1:3-4).
E se eles não tivessem feito isso os princípios cristãos ou já teriam se extinguido, e não existiria mais algo como o cristianismo, ou teria se eles todos se distorcido tanto que nem de longe lembrariam o cristianismo mais primevo.

Mas se Jesus preferia que sua palavra fosse passada de forma oral, ao invés de escrita, talvez seja melhor ignorar toda a bíblia, e confiar somente nas palavras dos padres e pastores, que sem ler a biblía passam a palavra de Jesus, será que é isso que o critico acima esta a aconselhar?

Mas espera ai, como é que alguém hoje passaria a palavra de Jesus adiante que se não pela leitura da biblía? Temos ai um paradoxo.

A superstição da Bibliolatria que nos diz que “Deus é o autor da bíblia” é pagã! Sim!
Porque Pagã? Esta é uma menção a Roma de Constantino e sua antiga religião politeísta?

capítulos, versiculos e epígrafes não são a palavra de Deus.
são formas muito eficientes de organizar, ordenar e mapear as passagens, até agora não entendi o porque disso ser algo ruim.

A Bíblia não é a palavra de Deus, ela contém a palavra de Deus, contém a palavra DA NOTA dos tradutores, do escriba, do fariseu, de Herodes, de Maria, e finalmente a palavra de Jesus que foi a palavra de Deus para nós,
Mas até mesmo as palavras de Jesus não são dele diretamente, são as palavras daqueles que ouviram relatos a respeito de Jesus, de outros que ouviram relatos a respeito de Jesus, de outros que supostamente viveram com um Jesus que supostamente existiu e que supostamente disse aquelas palavras que ali estão. Como ter certeza se de fato o Jesus histórico existiu, e que proferiu aquelas palavras exatamente como seus discípulos disseram aos seus seguidores que ele havia dito, e que então disseram ao seus próprios seguidores, e que do hebraico foi parar no grego, e do grego foi parar no latim, e que nada foi distorcido, acrescentando, tirado, inventado e chegou perfeitamente como lemos hoje?

E isso tudo levando como certa a existência do Jesus histórico, que se caso não existiu, tudo acima perder o valor.

(João 1:14). Jesus não mandou escrever nada, mandou passar a mensagem verbalmente! Os 4 evangelhos foram um relato da sua mensagem do ponto de vista de cada autor (Lc 1:3-4), se é do ponto de vista de cada autor, é impossível que seja a palavra de Deus!
Se o que temos é apenas o poto de vista de alguém que não pode ser tido como a palavra de Deus, então de fato não existe palavra de Deus em ponto algum da biblía, pois toda ela retrata o ponto de vista de alguém. Este critico esta se complicando.

Alem disso, muito do que os apóstolos fizeram ou deixaram de fazer em suas epistolas foram contextuais e de entendimento próprio (1 Cor 13:9)(1 Cor 9:20-21)(Col 2:16) ELES MESMOS DISSERAM NÃO EU! Se é de entendimento próprio é impossível que seja a palavra de Deus! Por isso, tudo que não saiu diretamente da boca de Jesus,
Mas nada da biblía saiu diretamente de Jesus, pois este nada escreveu, tudo que ali esta é o poto de vista de alguém que supostamente conviveu com outro alguém que supostamente conviveu com um fulano, que supostamente conviveu com um ciclano, que supostamente conviveu com um sujeito e assim por diante até chegar num discípulo que supostamente existiu, e supostamente conviveu com Jesus Cristo que supostamente existiu e que supostamente disse aquelas palavras que hoje lemos na biblía, e que não foram em meio toda esta bagunça, nem distorcidas, nem aumentadas, nem tiradas, mas repetidas durante séculos, através de boca em boca, de palavra em palavra, de tradução em tradução, e que nos chegou perfeitamente igual ao que fora dito no passado. Só que não. Já que o próprio crítico acima já denuncia erros de tradução das versões portuguesas atuais para com o grego mais primevo. (Que na verdade não parecem se sustentar).


deve ser analisado e absorvido o que for bom (1 Tess 5:21). O correto então é afirmar: A bíblia não é a palavra de Deus, ela contém a palavra de Deus, assim como contém a palavra de muita gente.
Mas logo acima ele disse que onde existe ponto de vista não existe palavra de Deus, e como toda a biblía esta escrita a partir de potos de vista, logo nenhuma parte da biblía representa a palavra de Deus.


QUANDO SE DIZ QUE TODA ESCRITURA É INSPIRADA.
“Toda a Escritura ((é divinamente inspirada)), e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça”; (2 Timóteo 3:16) - Ferreira de Almeida Revisada
“Toda a Escritura ((divinamente inspirada é)) também útil para ensinar, para repreender, para corrigir e para instruir na justiça”, (2 Timóteo 3:16) – Sociedade Britânica Bíblica!
Vejamos nos manuscritos mais antigos, na tradução do grego de “orígenes” que é o mais correto (por ser mais antigo):
Πασα γραφη θεοπνευστος και ωφελιμος προς διδασκαλιαν προς ελεγμον προς επανορθωσιν προς παιδιαν την εν δικαιοσυνη
“Todo escrito divinamente inspirado é proveitoso para ensinar"
"παϲα γραφη θεοπνευϲτοϲ και ωφελιμοϲ προϲ διδαϲκαλιαν · προϲ ελεγμον ˙ προϲ επανορθωϲιν · προϲ παιδιαν την εν δικαιοϲυνη"
"All scripture is by inspiration of God, and is profitable for teaching, for reproof, for correction, for instruction in righteousness," (2 Timothy 3:16) [Cf. Codex Sinaiticus, See The Manuscritpt, 2 Timothy 3:16]

Esta tradução em inglês acima é feita com base na bíblia mais antiga já encontrada;  O Codex Sinaiticus, que vai de encontro as traduções acima, com exceção da tradução de nosso amigo autor da critica, acho por tanto que a tradução do amigo deve estar errada.
« Última modificação: 08 de Junho de 2014, 03:10:12 por Skeptikós »
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.552
  • Sexo: Masculino
Re:A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Resposta #10 Online: 08 de Junho de 2014, 16:32:50 »


Aos Cristãos:
O CONCEITO RELIGIOSO DA BIBLIOLATRIA: MUITOS DIZEM: “DEUS É O AUTOR DOS TEXTOS OU ESCRITURAS”
O velho testamento foi criado para os Judeus e não para os Cristãos (At cp 15) portanto, os Cristãos devem ter CRISTO como centro e não TODOS OS TEXTOS Bíblicos!

Mas Jesus era um seguidor e pregador do judaísmo, e seus discípulos todos eram judeus  (Cf. Wikipédia, Jesus / Mario Sergio Cortella, Canal Livre, Jesus Histórico, Parte 2), como é que se pode dizer que o velho testamento não deve ser seguido e praticado pelos cristãos, que este deve ser ignorado pelos cristãos de hoje, se no passado este não o era pelo próprio Cristo, que o pregava e o praticava, conforme dito pelas fontes acima?




É bem  possível que o Jesus histórico  sequer tenha existido,  é bem possível que ele tenha sido uma invenção dos gregos:

Jesus Cristo Um Presente de Grego.

http://minhateca.com.br/Eduardoplaing/LIVROS+DIGITAIS/FILOSOFIA/Jesus+Cristo+Um+Presente+de+Grego+(Ivani+de+Araujo+Medina),20483000.pdf


Jesus Cristo Nunca Existiu

http://www.hlage.com.br/E-Books-Livros-PPS/Jesus_Cristo_Nunca_Existiu%20-%20La%20Sagesse.pdf



.
« Última modificação: 08 de Junho de 2014, 16:59:45 por JJ »

Offline Skeptikós

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.119
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Resposta #11 Online: 08 de Junho de 2014, 16:40:16 »


Aos Cristãos:
O CONCEITO RELIGIOSO DA BIBLIOLATRIA: MUITOS DIZEM: “DEUS É O AUTOR DOS TEXTOS OU ESCRITURAS”
O velho testamento foi criado para os Judeus e não para os Cristãos (At cp 15) portanto, os Cristãos devem ter CRISTO como centro e não TODOS OS TEXTOS Bíblicos!

Mas Jesus era um seguidor e pregador do judaísmo, e seus discípulos todos eram judeus  (Cf. Wikipédia, Jesus / Mario Sergio Cortella, Canal Livre, Jesus Histórico, Parte 2), como é que se pode dizer que o velho testamento não deve ser seguido e praticado pelos cristãos, que este deve ser ignorado pelos cristãos de hoje, se no passado este não o era pelo próprio Cristo, que o pregava e o praticava, conforme dito pelas fontes acima?




É bem  possível que o Jesus histórico  sequer tenha existido,  é bem possível que ele tenha sido uma invenção dos gregos:

Jesus Cristo Um Presente de Grego.

http://minhateca.com.br/Eduardoplaing/LIVROS+DIGITAIS/FILOSOFIA/Jesus+Cristo+Um+Presente+de+Grego+(Ivani+de+Araujo+Medina),20483000.pdf


Jesus Cristo Nunca Existiu

http://www.hlage.com.br/E-Books-Livros-PPS/Jesus_Cristo_Nunca_Existiu%20-%20La%20Sagesse.pdf


.
Exatamente, por isso em alguns momentos eu digo:

Citar
[...]que ouviram relatos a respeito de Jesus, de outros que supostamente viveram com um Jesus que supostamente existiu e que supostamente disse aquelas palavras que ali estão.

Pois partimos de uma suposição que não é conclusiva.

Onde logo depois, eu digo mais abaixo no mesmo texto:

Citar
[...]E isso tudo levando como certa a existência do Jesus histórico, que se caso não existiu, tudo acima perder o valor.

Agora imagina, se já temos tantos problemas de interpretação, e mesmo de validação dos documentos tidos como sagrados, supondo como certa a existência de Jesus (que não é comprovada), imagina se ele nem mesmo tiver existido.  :susto: Ai fode tudo.   :biglol:
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.594
  • Sexo: Masculino
Re:A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Resposta #12 Online: 08 de Junho de 2014, 18:16:00 »

[...]

Mas nada da biblía saiu diretamente de Jesus, pois este nada escreveu, tudo que ali esta é o poto de vista de alguém que supostamente conviveu com outro alguém que supostamente conviveu com um fulano, que supostamente conviveu com um ciclano, que supostamente conviveu com um sujeito e assim por diante até chegar num discípulo que supostamente existiu, e supostamente conviveu com Jesus Cristo que supostamente existiu e que supostamente disse aquelas palavras que hoje lemos na biblía, e que não foram em meio toda esta bagunça, nem distorcidas, nem aumentadas, nem tiradas, mas repetidas durante séculos, através de boca em boca, de palavra em palavra, de tradução em tradução, e que nos chegou perfeitamente igual ao que fora dito no passado. Só que não. Já que o próprio crítico acima já denuncia erros de tradução das versões portuguesas atuais para com o grego mais primevo. (Que na verdade não parecem se sustentar).

[...]


Eita!

Está mesmo uma bagunça.
Mas nem assim, as pessoas conseguem enxergar o que já se coloca tão claro: um livro contendo muitos contos de fadas para adultos.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.552
  • Sexo: Masculino
Re:A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Resposta #13 Online: 08 de Junho de 2014, 19:24:27 »

Eita!

Está mesmo uma bagunça.
Mas nem assim, as pessoas conseguem enxergar o que já se coloca tão claro: um livro contendo muitos contos de fadas para adultos.


Livrar-se de crenças  hegemônicas (ou quase )  de uma sociedade, pode não ser tão fácil quanto parece a uma pessoa que não tenha sido devidamente doutrinada. 



.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.552
  • Sexo: Masculino
Re:A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Resposta #14 Online: 08 de Junho de 2014, 19:26:56 »


E isso tudo levando como certa a existência do Jesus histórico, que se caso não existiu, tudo acima perder o valor.

Agora imagina, se já temos tantos problemas de interpretação, e mesmo de validação dos documentos tidos como sagrados, supondo como certa a existência de Jesus (que não é comprovada), imagina se ele nem mesmo tiver existido.  :susto: Ai fode tudo.   :biglol:




Pois é, e eu particularmente estou bastante cético com relação a existência desse Jesus histórico. 



.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.552
  • Sexo: Masculino
Re:A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Resposta #15 Online: 08 de Junho de 2014, 19:42:30 »


E isso tudo levando como certa a existência do Jesus histórico, que se caso não existiu, tudo acima perder o valor.

Agora imagina, se já temos tantos problemas de interpretação, e mesmo de validação dos documentos tidos como sagrados, supondo como certa a existência de Jesus (que não é comprovada), imagina se ele nem mesmo tiver existido.


Por outro lado, seria bastante coerente a não existência do Jesus histórico e estes problemas de interpretação, e  de validação dos documentos tidos como sagrados.  Afinal de contas teria sido  tudo uma imaginativa invenção (possivelmente dos gregos, como coloca Ivani Medina em seu livro).


.

Offline Gangrel

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
  • O jeito de ver pela fé é fechar os olhos da razão
Re:A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Resposta #16 Online: 09 de Junho de 2014, 15:44:56 »
Salve, Jetro!

O texto que você postou trata de um tema interessante, mas o autor se perdeu com os próprios argumentos...

Os textos bíblicos contém a palavra de Deus, do escriba, do fariseu, a palavra do diabo, em fim, as Escrituras tem todo um relato histórico, tudo deve ser analisado.

Concordo com a maior parte. Só não assino embaixo quanto a ela conter a palavra de Deus e do Diabo em primeira pessoa... e faltou  dizer que além do relato histórico tem também alegorias, mitos, lendas, fábulas...

Citar
No séc. IV em Constantinopla foi criado o livro chamado bíblia, que é um conjunto de livros contendo as escrituras hebraicas que compõe o velho testamento, juntamente com uma seleção dos 27 livros que compõe o Novo Testamento. Quem fez a seleção dos documentos que iriam para a bíblia e os documentos que não iriam, foi a igreja católica!

Nada mais natural, uma vez que o livro resultante seria utilizado pela igreja católica como sua principal base doutrinária. Se o livro seria usado por eles, normal que eles fizessem a seleção e interpretassem o que se enquadrava em seus critérios e objetivos.

Citar
Só para se ter uma idéia, eram mais de 2400 documentos utilizados pelos cristãos do séc I, mas a igreja selecionou apenas 27 livros. Será que Deus inspirou a igreja católica para selecionar esses 27 livros?

Não vejo motivo para acreditar que Deus tenha inspirado alguns a escrever os livros e não tenha inspirado outros homens a selecionar o que deveria ser incluído na bíblia. Se ele poderia inspirar a escrita, seria bem simples inspirar a seleção dos textos. Como o autor do artigo pode aceitar piamente uma parte e duvidar da outra, se baseando apenas na própria opinião. Ou será que ele mesmo estaria inspirado por Deus  :?

Citar
Paulo escreve de uma forma para que o receptor, entendesse de um jeito, mas o sistema religioso colocou os capítulos que fatalmente desnorteiam e obstruí o entendimento racional que viria de forma linear, que viria com a leitura completo como Paulo queria que as pessoas entendessem!

Aqui eu pego emprestado o raciocínio do amigo Skeptikós: porque o autor acha que a organização dos textos bíblicos em capítulos e versículos é prejudicial e dificulta/impede a compreensão do que está escrito? Sinceramente, não entendi o motivo, parece que é mesmo uma questão de implicância.

Citar
CAPÍTULOS, VERSÍCULOS E EPIGRAFES não SÃO ORIENTAÇÕES DE DEUS.
Mas ajudam bastante na hora de analisar e referenciar os textos. Sem esses artifícios, qualquer estudo bíblico se tornaria bem mais complicado.

Citar
QUEM QUER QUE ADMITA O CONCEITO DA BIBLIOLATRIA, DEVE ADMITIR QUE DEUS USOU A IGREJA CATÓLICA!
E isso seria bom ou ruim?  :hein:

Citar
Eu te pergunto: Você confia na bíblia como um livro místico deixado por Deus exatamente como ela é? Então, seguindo o princípio religioso da bibliolatria, terá de confiar nos bispos da igreja católica, porque foram eles que fizeram-na nesse formato, que usamos hoje!
Continuo sem entender porque alguém deve acreditar nos autores da bíblia e duvidar dos bispos católicos. Afinal, eles todos afirmar ter sido inspirados pelos mesmo deus e/ou pelo mesmo espírito santo...

Citar
O velho testamento foi criado para os Judeus e não para os Cristãos (At cp 15) portanto, os Cristãos devem ter CRISTO como centro e não TODOS OS TEXTOS Bíblicos!
Ah, isso seria muito bom! Não precisaríamos mais ouvir sobre criação do mundo em seis dias, bonecos de barro, serpentes e jumentas falantes, arca de Noé, dilúvio universal, águas em cima do firmamento e mais um monte de outras coisas bizarras...  :ok: :ok:

Citar
Jesus foi a palavra de Deus encarnada na terra. Ele foi o fundador da Fé, a ele devemos seguir, e este mesmo Jesus, jamais mandou criar um livro sagrado, antes preferiu que sua palavra fosse passada via tradição oral.
Se Jesus realmente existiu, ela não teve muita escolha quanto a isso, uma vez que seus primeiros discípulos deviam ser todos (ou quase todos) analfabetos...

Citar
Todavia, com medo que suas palavras se perdessem, no final do Séc I, os discípulos resolveram anotar a história de Jesus, de modo que, as escrituras do Novo Testamento foram um relato histórico acerca do que foi realizado e dito por Jesus, partindo do ponto de vista de vários autores (Lc 1:3-4).
E graças a eles o cristianismo conseguiu sobreviver e se espalhar pelo mundo. Para o bem ou para o mal...

Citar
Esses autores jamais tiveram a intenção de criar um livro sagrado!
Isso valeria também para os evangelhos e o apocalipse?

Citar
CONCLUIMOS POIS QUE DEUS NÃO É DIRETAMENTE O "Autor dos textos bíblicos"
Brilhante conclusão!!! A não ser que Deus tivesse descido à Terra e escrito os textos com as próprias mãos, é bem óbvio que ele não seria "diretamente o autor"...

Citar
As escrituras são apenas um relato histórico (...)
Histórico? Ou semi-histórico? Ou ficção inspirada em fatos reais? Ou pura ficção?

Citar
Jesus é a palavra de Deus, o fundador da fé, a verdade absoluta, o resto deve ser analisado.
Considerando que o próprio Jesus, caso tenha realmente existido, nunca escreveu nada, e os evangelhos (que supostamente trariam os ensinamentos dele) foram escritos décadas depois de sua suposta morte, por pessoas que nem sequer o conheceram, seria totalmente ilógico aceitar a verdade absoluta dos evangelhos sem analisar o texto e o contexto. Então... como o autor do artigo (ou qualquer outra pessoa) pode saber qual é a "verdadeira palavra de Deus"?

Citar
Por isso, tudo que não saiu diretamente da boca de Jesus, deve ser analisado e absorvido o que for bom (1 Tess 5:21).
Aí eu pergunto de novo: como adivinhar o que saiu "diretamente da boca de Jesus", se todos os textos foram escritos por homens de acordo com o ponto de vista e os interesses da cada um?

Citar
O correto então é afirmar: A bíblia não é a palavra de Deus, ela contém a palavra de Deus, assim como contém a palavra de muita gente.
Concordo plenamente com a parte final: "a bíblia contém a palavra de muita gente"! :)

Citar
Quem decidiu o que iria e não iria para as escrituras eram os bispos da igreja católica!!! Os bispos são inspirados?
Provavelmente são tão inspirados quanto os autores dos textos originais...

Citar
Ps. Não encontrei ao certo quem é o autor desse texto.
Se eu tivesse escrito um artigo tão confuso, provavelmente tentaria me manter no anonimato...  :lol:
“O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida.” - Carl Sagan

“Nós somos uma maneira do Cosmos conhecer a si mesmo” - Carl Sagan

Offline homemcinza

  • Nível 23
  • *
  • Mensagens: 912
Re:A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Resposta #17 Online: 10 de Junho de 2014, 18:42:32 »

Jesus Cristo Nunca Existiu

http://www.hlage.com.br/E-Books-Livros-PPS/Jesus_Cristo_Nunca_Existiu%20-%20La%20Sagesse.pdf



Tenho procurado informações sobre La sagesse, quem é, quem não é...de onde saiu este texto, naõ encontro nada sobre o autor...
Ceticismo é para poucos!

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.554
Re:A Bíblia não é A PALAVRA DE DEUS
« Resposta #18 Online: 10 de Junho de 2014, 19:13:19 »

Jesus Cristo Nunca Existiu

http://www.hlage.com.br/E-Books-Livros-PPS/Jesus_Cristo_Nunca_Existiu%20-%20La%20Sagesse.pdf



Tenho procurado informações sobre La sagesse, quem é, quem não é...de onde saiu este texto, naõ encontro nada sobre o autor...

La Sagesse é pseudomino. No livro existe uma nota dizendo que o autor não quis se identificar. Entendo perfeitamente a posição dele.
Brandolini's Bullshit Asymmetry Principle: "The amount of effort necessary to refute bullshit is an order of magnitude bigger than to produce it".

Pavlov probably thought about feeding his dogs every time someone rang a bell.

Offline João da Ega

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 774
"Nunca devemos admitir como causa daquilo que não compreendemos algo que entendemos menos ainda." Marquês de Sade

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.526
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Até onde eu sei eu não sei.


 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!