Autor Tópico: Os estragos do chavismo na Venezuela  (Lida 111491 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.289
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3325 Online: 11 de Maio de 2019, 08:19:16 »
De um artigo sobre os "boligarcas", a elite que enriqueceu nos governos de Chávez e Maduro e desfruta de uma vida impossível a 90% da população.
Citar
“Uma maneira de viver confortavelmente é controlar recursos estratégicos do Estado — petróleo, comida, serviços públicos — e cobrar propina pelo acesso privilegiado a eles ou revendê-los nos mercados clandestinos”, afirmou o cientista político Maurício Santoro, professor de relações internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). A Venezuela está em 168° lugar entre 180 países do ranking global de percepção da corrupção da Transparência Internacional, o que dá a ideia de quanto essas práticas são generalizadas. “Ao longo dos mais de 20 anos de chavismo, o poder público aumentou muito sua participação na economia, ampliando as oportunidades para funcionários desonestos. A Venezuela tem hoje pelo menos 526 estatais, três quartos delas criadas nos governos de Chávez e Maduro”, afirmou Santoro.
[...]
Hoje a moeda de maior valor, a nota de 100 bolívares, vale no mercado negro menos de R$ 1. Alguns venezuelanos desesperados recorrem ao escambo, por meio de redes sociais, para obter comida, remédios e produtos de higiene. Os supermercados estatais estão desabastecidos e, mesmo assim, acumulam filas que juntam centenas de pessoas, a partir das 4 horas da manhã, com a esperança de conseguir 1 litro de óleo de cozinha e 1 quilo de macarrão por família. A população impaciente e insatisfeita é reprimida por soldados armados com metralhadoras que tentam organizar as filas numerosas.

Os mais ricos obtêm o que necessitam no mercado negro. Os vendedores desse mercado, conhecidos como formigas, se abastecem na Colômbia. Calcula-se que um em cada quatro venezuelanos obtenha comida dessa forma.

“OS BOLIGARCAS SÃO CONSTITUÍDOS, EM BOA PARTE, POR OFICIAIS MILITARES, QUE SE TORNARAM POLÍTICOS, DIRIGENTES DE ESTATAIS, EMBAIXADORES OU ASSUMIRAM OUTRAS FUNÇÕES NO ESTADO CHAVISTA”

As famílias da elite chavista são famosas por ostentar luxo nas redes sociais. Uma das filhas de Chávez é diplomata na missão venezuelana na ONU, em Nova York. A outra estuda em Paris. A prole de Maduro e de Diosdado Cabello, homem forte do regime, também é conhecida por seu gosto por hotéis e restaurantes caros, automóveis de alto padrão, roupas de grife e companhia de celebridades.
https://epoca.globo.com/uma-noite-na-caracas-da-elite-venezuelana-23651926

« Última modificação: 11 de Maio de 2019, 08:24:14 por Fernando Silva »

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.289
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3326 Online: 11 de Maio de 2019, 08:21:44 »
Os militares venezuelanos foram comprados com promoções em massa.
Citar
O chavismo é, em sua origem, um movimento militar que formou uma rede de alianças com diversos grupos sociais. Os oficiais das Forças Armadas têm sido privilegiados pelo regime. Alguns entraram na política e viraram deputados, ministros, governadores. Outros se tornaram dirigentes de estatais e embaixadores. E há os que se beneficiaram de uma generosa política de promoções. Estima-se que o Exército da Venezuela tenha ao menos 1.000 generais. “É um número assombroso, maior que a soma dos 29 países que integram a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), que inclui EUA, França e Turquia”, analisou Santoro. A título de comparação, o Exército do Brasil, o maior da América Latina, tem cerca de 150 generais. “A cúpula militar venezuelana com frequência não comanda tropas, mas negócios”, concluiu o cientista político.
https://epoca.globo.com/uma-noite-na-caracas-da-elite-venezuelana-23651926

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.102
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3327 Online: 11 de Maio de 2019, 08:25:37 »
De um artigo sobre os "boligarcas", a elite que enriqueceu nos governos de Chávez e Maduro e desfruta de uma vida impossível a 90% da população.
Citar
“Uma maneira de viver confortavelmente é controlar recursos estratégicos do Estado — petróleo, comida, serviços públicos — e cobrar propina pelo acesso privilegiado a eles ou revendê-los nos mercados clandestinos”, afirmou o cientista político Maurício Santoro, professor de relações internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). A Venezuela está em 168° lugar entre 180 países do ranking global de percepção da corrupção da Transparência Internacional, o que dá a ideia de quanto essas práticas são generalizadas. “Ao longo dos mais de 20 anos de chavismo, o poder público aumentou muito sua participação na economia, ampliando as oportunidades para funcionários desonestos. A Venezuela tem hoje pelo menos 526 estatais, três quartos delas criadas nos governos de Chávez e Maduro”, afirmou Santoro.
https://epoca.globo.com/uma-noite-na-caracas-da-elite-venezuelana-23651926

Impossível só a 90%?!? Acredito que não menos que 99%. E talvez 99,9%.

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.464
  • Sexo: Masculino
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3328 Online: 11 de Maio de 2019, 18:20:06 »
Precisamos atualizar o título do tópico para "Os estragos do Chavismo na Venezuela e em Cuba".

Os venezuelanos não entregam a mesada aos Castro e sem o dinheiro brasileiro, russo e venezuelano os cubanos decretaram mais racionamento de alimentos.

Pelo jeito o socialismo só funciona se parasitar outro país.

https://www.terra.com.br/noticias/cuba-anuncia-racionamento-de-produtos-basicos,8ae0bbf3f92f789956c2b9c7ac61104dxbuaowam.html






Offline Gauss

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.232
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3329 Online: 11 de Maio de 2019, 21:43:58 »
Os EUA tendem a aprender com os erros do passado, e nunca mais deixaram Cuba se repetir.
Tão deixando agora lá. Depois que um regime se consolida, controlando todos setores das sociedades, fica mui + difícil.
Agora tão alegando que tem grupos guerrilheiros operando dentro do território venezuelano e que tão aprendendo a usar misseis portáteis antiaéreos. Se sim, quem é que tá permitindo que isso aconteça  :?:
[...]
Não há muito o que contestar quanto a isto. Mas será muito difícil uma maior estabilidade para o Regime Chavista sem um apoio de um parceiro regional forte.
Citação de: Gauss
Bolsonaro é um falastrão conservador e ignorante. Atualmente teria 8% das intenções de votos, ou seja, é o Enéas 2.0. As possibilidades desse ser chegar a presidência são baixíssimas, ele só faz muito barulho mesmo, nada mais que isso. Não tem nenhum apoio popular forte, somente de adolescentes desinformados e velhos com memória curta que acham que a ditadura foi boa só porque "tinha menos crime". Teria que acontecer uma merda muito grande para ele chegar lá.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.020
  • Sexo: Masculino
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3330 Online: 12 de Maio de 2019, 08:42:51 »



O Trump está interessado primordialmente  é em brigar com a China e com o Irã.   Venezuela, para ele,  é se sobrar  algum tempo, interesse e dinheiro depois de  brigar com a China e  o  Irã.






Offline Gorducho

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.756
  • Sexo: Masculino
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3331 Online: 12 de Maio de 2019, 10:01:59 »
será muito difícil uma maior estabilidade para o Regime Chavista sem um apoio de um parceiro regional forte.
A ditadura cubana se consolidou c/o apoio da CCCP :no:
HAV - SVO = 5180NM em linha reta.
~12:45h em navegação pratica.

« Última modificação: 12 de Maio de 2019, 15:30:53 por Gorducho »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.020
  • Sexo: Masculino
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3332 Online: 13 de Maio de 2019, 10:55:16 »

Representante de Guaidó pede oficialmente apoio dos EUA para avançar em planejamento operacional

AMÉRICAS
10:27 13.05.2019URL curta104


Representante de Guaidó pede oficialmente apoio dos EUA para avançar em planejamento operacional.

Carlos Vecchio, o representante do líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, informou que solicitou oficialmente apoio ao Comando do Sul do EUA para avançar em planejamento estratégico e operacional.

"Venezuela: seguindo instruções do presidente Juan Guaidó solicitei oficialmente ao Comando Sul reunião com delegação técnica para avançar em planificação estratégica e operativa com o fim prioritário de deter sofrimento de nosso povo e restaurar democracia", escreveu na sua conta no Twitter Carlos Vecchio, nomeado por Juan Guaidó como encarregado de negócios da Venezuela nos EUA.

#Venezuela: siguiendo instrucciones del Pdte. (e) @jguaido solicité oficialmente al Comando Sur @Southcom reunión con delegación técnica para avanzar en planificación estratégica y operativa con el fin prioritario de detener sufrimiento de nuestro pueblo y restaurar democracia. pic.twitter.com/AvihzJXOCN

— CARLOS VECCHIO (@carlosvecchio) 13 de maio de 2019

Ele também publicou sua carta ao chefe do Comando Sul dos EUA, almirante Craig Falle, onde escreve que "o governo interino agradece e recebe o apoio dos EUA e confirma nossa disposição para começar as conversações respetivas à cooperação que tinha sido oferecida por seu comando".

"Acolhemos com satisfação a planificação estratégica e operativa para que possamos cumprir com nossa obrigação constitucional com o povo venezuelano, com o objetivo de aliviar o sofrimento de nosso povo e restaurar nossa democracia", lê-se na carta.

DETALHES A SEGUIR

 
...



https://br.sputniknews.com/americas/2019051313871890-relatos-guaido-pede-oficialmente-apoio-dos-eua-para-avancar-em-planejamento-operacional/


Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.020
  • Sexo: Masculino
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3333 Online: 13 de Maio de 2019, 10:58:06 »
O Trump por si somente não me parecia suficientemente  inclinado  a iniciar ações militares  na Venezuela,  entretanto o Bolton  eu já achava que sim, e agora com o Guaidó  claramente solicitando ajuda  (militar) certamente aumenta a possibilidade de ação militar real  dos americanos.


Será que agora vai ??        :?:      :?:
« Última modificação: 13 de Maio de 2019, 12:52:40 por JJ »

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.464
  • Sexo: Masculino
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3334 Online: 14 de Maio de 2019, 12:15:47 »
Agora vai.

https://polibiobraga.blogspot.com/2019/05/guarda-bolivariana-cerca-assembleia.html?m=1

Citar
Guarda Bolivariana cerca Assembleia Nacional

A Guarda Nacional Bolivariana acaba de cercar a Assembleia Nacional, sublevada contra o governo narco-comunista de Nicolás Maduro.

Ninguém entra e ninguém sai.


Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.102
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3335 Online: 14 de Maio de 2019, 14:54:27 »
Agora vai.

https://polibiobraga.blogspot.com/2019/05/guarda-bolivariana-cerca-assembleia.html?m=1

Citar
Guarda Bolivariana cerca Assembleia Nacional

A Guarda Nacional Bolivariana acaba de cercar a Assembleia Nacional, sublevada contra o governo narco-comunista de Nicolás Maduro.

Ninguém entra e ninguém sai.


Nada de novo. A Folha noticiou que é a terceira vez neste ano que a Guarda Nacional Bolivariana faz isso.

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.464
  • Sexo: Masculino
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3336 Online: 14 de Maio de 2019, 15:58:03 »
Só que agora tem alguém se abrigando na embaixada da Espanha que foi cercada pelos vagabundos da esquerda imunda e está sob ameaça de invasão .

Acho que é o Leopoldo Lopes.




Offline Agnoscetico

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.236
  • Sexo: Masculino
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3337 Online: 14 de Maio de 2019, 18:17:24 »
Os EUA tendem a aprender com os erros do passado, e nunca mais deixaram Cuba se repetir.
Tão deixando agora lá. Depois que um regime se consolida, controlando todos setores das sociedades, fica mui + difícil.
Agora tão alegando que tem grupos guerrilheiros operando dentro do território venezuelano e que tão aprendendo a usar misseis portáteis antiaéreos. Se sim, quem é que tá permitindo que isso aconteça  :?:
[...]
Não há muito o que contestar quanto a isto. Mas será muito difícil uma maior estabilidade para o Regime Chavista sem um apoio de um parceiro regional forte.

Regional eu não sei. Mas vi notícia a China ta mandando mantimentos, remédios, etc.
Isso pode dar sobrevida ao regime por um tempo.


Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.464
  • Sexo: Masculino
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3338 Online: 14 de Maio de 2019, 19:53:12 »
Um avião cargueiro ou dois mal dá para alimentar o exército  por uma semana e duvido muito que os chineses queiram bancar a conta por muito tempo.




Offline Enio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.090
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3339 Online: 15 de Maio de 2019, 10:45:45 »
Sério, quem ainda acredita que socialismo funciona nesse mundo? Veja todos esses países que adotaram esses regimes. A população tem sempre baixa qualidade de vida, é oprimida por ditadores e líderes populistas. Já os países nórdicos têm uma economia liberal de mercado, apesar de um governo com viés de esquerda. Mas ainda assim os nórdicos estão sofrendo por causa dessas políticas, vide o feminismo exacerbado e a invasão dos povos árabes lá.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.020
  • Sexo: Masculino
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3340 Online: 15 de Maio de 2019, 11:26:52 »

Supremo da Venezuela acusa mais 4 deputados por conspiração

 © REUTERS / Marco Bello

AMÉRICAS

16:31 14.05.2019(atualizado 17:37 14.05.2019) URL curta580


A Suprema Corte de Justiça (TSJ) da Venezuela ordenou a abertura de processos contra mais quatro deputados da oposição por conspiração e traição, devido à sua suposta participação na tentativa de golpe de Estado no último 30 de abril.

"Os fatos objeto da petição comprometem a responsabilidade dos cidadãos Carlos Alberto Paparoni Ramírez, Miguel Alejandro Pizarro Rodríguez, Franco Manuel Casella Lovaton e Winston Eduardo Flores Gómez, na flagrante execução dos crimes de 'Traição à Pátria, Conspiração, Insurreição, Revolta Civil, Acordo para a Delinquência, Usurpação de Funções, Instigação Pública à desobediência das leis e ao ódio continuado, previstos e sancionados nos artigos 128, 132, 143, 145, 163, 213, 285, todos do Código Penal, respectivamente, e Associação, previsto e sancionado no artigo 37 da Lei Orgânica Contra o Crime Organizado e Financiamento do Terrorismo'", disse a corte por meio de um comunicado.

— TSJ Venezuela (@TSJ_Venezuela) 14 de maio de 2019

​"Da mesma forma, é ordenado que se envie uma cópia autenticada da sentença ao Procurador-Geral da República, Dr. Tarek William Saab, para dar continuidade à tramitação do correspondente caso criminal, observando as garantias de devido processo e os direitos constitucionais previstos no Código Orgânico de Processual Penal, na Constituição da República Bolivariana da Venezuela, nas leis, tratados, convenções e acordos internacionais subscritos e ratificados pela República", acrescenta o TSJ.

No último dia 30, cidadãos comuns e autoridades atenderam a uma convocação do líder opositor Juan Guaidó para um levante contra o governo do presidente Nicolás Maduro, com o objetivo de promover uma mudança forçada no poder. Mas a tentativa de golpe acabou fracassando e enfraquecendo a figura do autoproclamado presidente interino Guaidó.


https://br.sputniknews.com/americas/2019051413881154-prisao-opositores-venezuela/





Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.845
  • Sexo: Masculino
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3341 Online: 22 de Maio de 2019, 10:34:51 »
PROGRESSO VERDADEIRO: Venezuela alcança estágios mais avançados do socialismo com a abolição do capital:

<a href="https://www.youtube.com/v/lW8RLDt2m4w" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/lW8RLDt2m4w</a>

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.102
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3342 Online: 24 de Maio de 2019, 12:47:33 »
A vaca foi para o brejo para a oposição de Maduro agora que o Tio Sam está concentrando os esforços militares no Irã?

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.845
  • Sexo: Masculino
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3343 Online: 24 de Maio de 2019, 13:04:39 »
Bolsonaro Maduro até convocou/fez uma "marcha de fidelidade," para mostrar como ainda é amado por todos, inclusive os militares.

Os traidores da revolução serão presos!

Offline Adler

  • Nível 08
  • *
  • Mensagens: 86
  • Sexo: Masculino
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3344 Online: 29 de Maio de 2019, 15:05:07 »
Estão bem na foto. E era esse o modelo que queriam que seguissemos.

Citar
Governo da Venezuela rompe silêncio e admite inflação oficial de 130.060% em 2018
Primeiros indicadores oficiais desde 2015 mostram que economia do país caiu pela metade desde que Maduro assumiu; dados estão muito abaixo da estimativa do FMI

CARACAS — O governo da Venezuela admitiu nesta terça-feira o estado devastador de sua economia ao publicar inesperadamente dados que revelam uma inflação de 130.060% em 2018. A primeira divulgação de indicadores pelo Banco Central do país des

de 2015 também demonstra que a economia venezuelana se contraiu aproximadamente pela metade desde que Maduro assumiu o poder.
 A hiperinflação aponta para um grande aumento no custo de vida , mas ainda está muito abaixo das estimativas do Fundo Monetário Internacional (FMI). Segundo o órgão, os preços aumentaram quase 1.000.000% no país latino-americano em 2018, e, neste ano, a taxa deve ultrapassar 10.000.000%.

A estimativa do FMI é baseada em dados orçamentários do governo, da Previdência, de estatais, de instituições bancárias venezuelanas, entre outros indicadores. O fundo disse ao GLOBO que a dificuldade de acesso a informações oficiais de Caracas impede uma análise mais precisa.

Segundo os números do Banco Central Venezuelano (BCV), em 2016, a inflação chegou a 274,4%. Em 2017, atingiu 862,6% e, no ano passado, ultrapassou os 100.000%, a marca mais alta da História do pais. Para os primeiros quatro meses de 2019, as estimativas divulgadas por Caracas também são inferiores aos números previstos pela Assembleia Nacional, controlada pela oposição. Enquanto a inflação oficial é calculada em 666%, os números coletados pelo Legislativo indicam 1.047%.

Segundo a BBC, a divulgação dos indicadores após cerca de quatro anos de silêncio pode significar que Maduro deseja solicitar assistência financeira internacional — auxílio que demanda a contabilidade. Uma outra hipótese é que os dados foram publicados por funcionários do BCV contrários ao governo e conscientes de sua insustentabilidade econômica.

PIB cai pela metade

As informações sistematicamente ocultadas foram publicadas no site do BCV e também mostram uma queda de 47,6% do Produto Interno Bruto (PIB) entre 2013, quando Nicolás Maduro assumiu a Presidência do país, e o terceiro bimestre de 2018. A queda do PIB foi de 18,6% em 2017. Entre setembro de 2017 e setembro de 2018, a taxa de  todos os bens e serviços produzidos no país caiu 19,2%. A divulgação dos dados foi uma surpresa, após anos de pressão do FMI.

Os dados do Banco Central confirmam a destruição da economia, uma das maiores já enfrentadas por qualquer país que não tenha passado por uma guerra. O PIB do setor de construção caiu 95% entre o terceiro trimestre de 2013 e o terceiro trimestre de 2018. A queda registrada pela produção industrial foi de 76%, enquanto as atividades comerciais e bancárias registraram contração de 79%. Os números apontam uma piora significativa a partir dos últimos meses de 20

 O valor das exportações petrolíferas, fonte de 96% da renda do país, despencaram para US$ 29,810 bilhões em 2018. Em comparação, a atividade rendeu US$ 85,603 bilhões em 2013 e US$ 71,732 bilhões em 2014, quando os preços do petróleo despencaram e a crise econômica se agravou na Venezuela.

Desde 2016, o preço internacional do barril voltou a aumentar, mas uma queda abrupta na produção de petróleo dificultou a recuperação do país. De acordo com dados da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), a produção diária de 3,2 milhões de barris caiu para 1 milhão em abril deste ano, depois que sanções americanas proibiram, em fevereiro, que empresas sediadas nos Estados Unidos comprem petróleo da Venezuela. Fontes secundárias apontam uma quantidade ainda menor, de 768.000 barris.

 Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), a grave crise que o país enfrenta já forçou mais de 3 milhões de venezuelanos a fugir do país desde 2015. A estatística foi divulgada pela ONU em meio ao acirramento das tensões políticas entre Nicolás Maduro e Juan Guaidó, líder opositor que preside a Assembleia Nacional venezuelana e  se autodeclarou presidente interino e é reconhecido por mais de 50 países.

Maduro, que chegou ao poder em 2013 como sucessor político do falecido presidente Hugo Chávez, culpa as sanções impostas pelos Estados Unidos pelo colapso da economia de seu país. As restrições econômicas aumentaram desde o início do ano, quando Washington declarou apoio a Guaidó. Há duas semanas, os dois lados iniciaram negociações mediadas pela Noruega, em uma tentativa de romper o impasse.

Para Henkel García, diretor de uma consultoria econômica, os dados do BCV confirmam, entretanto, "que a maior parte da destruição econômica aconteceu muito antes das sanções".

Economistas ouvidos pelo jornal The New York Times este mês estimaram que a destruição da economia venezuelana supera a de qualquer outro país que não esteve em guerra nos últimos 45 anos. O colapso é maior do que enfrentado pelo Zimbábue a partir dos anos 1990, pela Rússia após o fim da União Soviética e por Cuba após o fim da URSS, em 1991. Níveis semelhantes de devastação econômica só podem ser encontrados em países como Líbia e Líbano, que enfrentaram conflitos.

 Segundo analistas, a dependência do petróleo, decisões administrativas equivocadas e a má administração econômica sob Maduro e Chávez levaram à inflação descontrolada, expulsado investimentos e deixado o país sem opções. As sanções americanas, com o objetivo de derrubar Maduro, agravaram a crise, tornando mais difícil para a Venezuela importar todos os bens, incluindo alimentos e medicamentos.
Milícias vão supervisionar distribuição de alimentos

Segundo o jornal venezuelano Efecto Cocuyo, o presidente Nicolás Maduro anunciou na terça-feira que grupos da Milícia Nacional Bolivariana ficarão responsáveis por vistoriar "em cada rua" o sistema de distribuição de alimentos dos Comitês Locais de Abastecimento e Produção (Clap). Em discurso, o presidente disse que a medida busca combater os "inimigos" do programa oficial: o governo dos Estados Unidos, "a oligarquia golpista" e aqueles que roubam os produtos para revendê-los.

Segundo Maduro, o objetivo é que os sacos de mantimentos incluam "frango, carne, mortadela" e produtos de higiene pessoal e sejam distribuídos duas vezes ao mês para as famílias venezuelanas.

Ontem também foi anunciada a criação de um Plano Produtivo das Milícias, através da ativação de 51 mil Unidades Populares de Defesa Integral.

—  Quando chegarmos às 51 mil unidades, com 51 mil pontos do território nacional ao lado do poder popular, produzindo alimentos, a Venezuela verá um milagre que assustará o mundo inteiro, com uma economia social, comunitária e popular que vai acabar com qualquer resquício da guerra econômica —  disse o presidente.


https://oglobo.globo.com/mundo/governo-da-venezuela-rompe-silencio-admite-inflacao-oficial-de-130060-em-2018-23701639
Não devemos resisitir às tentações: elas podem não voltar.
Millor Fernades

Offline -Huxley-

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.102
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3345 Online: 29 de Maio de 2019, 19:45:46 »
Citação de: O Antagonista

PIB da Venezuela cai 52% sob Maduro

Mundo  29.05.19 13:17

Desde 2013, quando Nicolás Maduro foi eleito com dinheiro de propina lulista, o PIB venezuelano caiu 52,3%, segundo os dados oficiais do próprio Banco Central, que vinham sendo ocultados há quatro anos.

Fonte: https://www.oantagonista.com/mundo/pib-da-venezuela-cai-52-sob-maduro/



Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.289
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3346 Online: 30 de Maio de 2019, 08:01:59 »
Citar
Ontem também foi anunciada a criação de um Plano Produtivo das Milícias, através da ativação de 51 mil Unidades Populares de Defesa Integral.

—  Quando chegarmos às 51 mil unidades, com 51 mil pontos do território nacional ao lado do poder popular, produzindo alimentos, a Venezuela verá um milagre que assustará o mundo inteiro, com uma economia social, comunitária e popular que vai acabar com qualquer resquício da guerra econômica —  disse o presidente.
Agora vai. Serão o celeiro do mundo. Tão simples, como não pensaram nisto antes?

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 37.845
  • Sexo: Masculino
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3347 Online: 30 de Maio de 2019, 08:38:47 »
O pior é que com autoritarismo é mesmo capaz de conseguirem em algum grau amenizar as coisas e até melhorarem a um estado não-tão calamitoso, e isso deverá ser o bastante para muitos esquerdinhas apoiarem como a "economia verdadeiramente social," e blablablá.

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 22.464
  • Sexo: Masculino
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3348 Online: 30 de Maio de 2019, 11:10:50 »
Mais provável que a situação piore ainda mais e os milicianos resolvam pedir a cabeça do Maisburro quando a fome apertar.


Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.115
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Resposta #3349 Online: 30 de Maio de 2019, 11:38:16 »
Comecem a incomodar o narcotráfico e rapidim o Maduro apodrece.
« Última modificação: 30 de Maio de 2019, 11:40:58 por Sergiomgbr »
Até onde eu sei eu não sei.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!