Autor Tópico: Masculinismo  (Lida 33575 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.074
  • Sexo: Masculino
Re:Masculinismo
« Resposta #500 Online: 23 de Dezembro de 2014, 07:42:30 »
Tá foda os moderadores daqui  :histeria:


Quando participam dos tópicos eles não agem como moderadores, são foristas "normais".
"Deus prefere os ateus"

Offline Donatello

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.862
  • Sexo: Masculino
Re:Masculinismo
« Resposta #501 Online: 23 de Dezembro de 2014, 08:01:26 »
Citar
Que bosta virou esse fórum... Um monte de moleque que se junta pra falar mal de mulher, ou como elas tratam os homens (ou eles) como capachos, ou como ficou ressentido por tomar um chifre ou um pé na bunda e agora só consegue pensar nisso e abre zilhões de tópicos sobre o mesmo tema, ou como é incrível fazer um curso pra aprender a pegar mulher, ou como o homem é que é o subjugado por toda a história, e não a mulher, essa besta manipuladora sugadora da virilidade dos machos...

Eu já tinha ouvido falar sobre a habilidade de corno em se juntar, mas pqp... ver assim ao vivo é algo impressionante. Se colocar uma música do Pablo aqui, acho que se mata todo mundo...
Bom, você deve ter algum problema cognitivo ou então deve ter sido apresentado a "um monte de moleque" que eu não vi por aqui, porque [a tirar o Georg] eu acho que não há nenhum outro forista que tenha posição contra as mulheres aqui.

Há eu, o Sképtikos e mais alguns (Agnóstico, Rostov, Geo, Brienne, Lou... alguns outros que se manifestam de maneira menos precisa ou menos direcionada como Buck, Fabrício... e algumas pessoas que não participam mais...) que temos posição contra o feminismo enquanto ideologia que propõe a partir de uma tonelada de estatísticas bogus e de leituras distorcidas das ciências naturais e sociais que a mulher (o gênero feminino) é vítima a priori da "sociedade" e justa detentora de benesses legais apenas em função do gênero, o que se você não tiver grave problema cognitivo saberá diferenciar.

Como esta ideologia é muito produtiva (vide projeto de lei que está passando no Congresso e especificará que o crime de uma mulher apontar uma pistola para um homem e atirar nele matando-o é mais grave que o mesmo crime ao inverso, o que acabou gerando mais um tópico que me deu até preguiça de comentar) acabam surgindo diversos temas sobre o assunto (às vezes excessivos mesmo, mas apenas por surgirem vários tópicos falando sobre o mesmo assunto: a discussão sobre o feminicídio por exemplo eu acho que já tinha um tópico aberto, mas nada que não aconteça também com outros temas).

Acho que não vi em momento algum, desde o início da minha atividade no fórum ou em qualquer momento desde que virei o maior "ativista mascu" daqui qualquer post direcionado contra as mulheres nos termos de "as mulheres são putas", "mulher vai sempre te ferrar", "uma mulher me deu um chifre então mulher nenhuma presta", "mulher tem que cozinhar", "mulher tem que cozinhar e passar, se não é puta", "mulher que apanha deve ter feito muita merda".

Aliás, eu sempre fiz questão expressamente de indicar que não considero o feminismo um grupo das mulheres e nem o masculinismo uma questão dos homens. Aqui mesmo, além da Brienne algumas outras mulheres já demonstraram simpatia pelas idéias "mascu" e vocês mesmo: Barata, Juca e Diego (e, por vezes, Dr. Manhattan) têm atuado há bom tempo como feministas ativos e atuantes do fórum (curiosamente, por aqui, todos os feministas são homens, as mulheres que têm se manifestado são sempre para dizer que estão em cima do muro ou que são mais aproximadas das ideias do MRA, devem ser um bando de molecas também).

Então amiguinho vai dar meia hora de tiro e relaxa, porque a sua indireta foi obviamente resultado de incapacidade de leitura (bem possível) ou de excesso de estresse (bem possível também) :)



Já disse em diversos tópicos que não vejo diferença entre a atuação do Búfalo e a do FEMEM ou coisa que valha, a "Real" (nome também é escroto) eu não conhecia mas parece que vai na mesma linha.
« Última modificação: 23 de Dezembro de 2014, 09:00:33 por Páe Dodó de Akorokô »

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.295
  • QI (Quociente de Inteligência) = 98
Re:Masculinismo
« Resposta #502 Online: 23 de Dezembro de 2014, 08:53:37 »
Aproveito para desejar um Feliz Newtal para todos e seus familiares com muita paz, saúde e fartura. Deus abençoe todos os céticos de araque deste fórum travestidos de ateus inclusive todos os misóginos.
Não passei no teste da MENSA mas completei o 2o. Grau.

Offline Donatello

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.862
  • Sexo: Masculino
Re:Masculinismo
« Resposta #503 Online: 23 de Dezembro de 2014, 09:09:22 »
Aproveito para desejar um Feliz Newtal para todos e seus familiares com muita paz, saúde e fartura. Deus abençoe todos os céticos de araque deste fórum travestidos de ateus inclusive todos os misóginos.
Sabia que você é um forista que sempre me intriga? Você é um forista "nível máximo", eu faço parte do fórum desde quase a fundação, e sempre que vejo seu avatar num tópico me passa pela cabeça algo como "eu acho que nunca troquei um argumento sobre qualquer coisa com esse cara". Não é nada de excepcional na verdade, é só que você tem fixação com temas para os quais eu cago um balde e vice-versa.

Bom, tinha que acontecer uma vez então que seja agora numa ocasião tão festiva e de boa vontade.

Então, retribuindo a "gentileza": feliz natal e  próspero ano novo para todos os pseudocéticos que acham engraçado falar Newtal para mostrarem que são ateus (inclusive para os pseudoigualitaristas que defendem a criação de desigualdades reais para compensar desigualdes, fictícias ou não).
« Última modificação: 23 de Dezembro de 2014, 09:17:16 por Páe Dodó de Akorokô »

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.767
  • Sexo: Masculino
Re:Masculinismo
« Resposta #504 Online: 23 de Dezembro de 2014, 09:47:57 »
Eu desejo a todos que continuem tomando os seus remédios para ansiedade e nervosismo.   :P
Foto USGS

Offline Donatello

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.862
  • Sexo: Masculino
Re:Masculinismo
« Resposta #505 Online: 23 de Dezembro de 2014, 09:55:02 »
Eu desejo a todos que continuem tomando os seus remédios para ansiedade e nervosismo.   :P
:histeria: É o espírito do Natal, Geo, só o espírito do Natal (e também porque tem que parar de tomar o ansiolítico pra beber). Dia 26 passa :P
« Última modificação: 23 de Dezembro de 2014, 09:57:13 por Páe Dodó de Akorokô »

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 24.126
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re:Masculinismo
« Resposta #506 Online: 23 de Dezembro de 2014, 11:57:17 »
Viu? Foi só falar...
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline Rostov

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 331
  • Sexo: Masculino
Re:Masculinismo
« Resposta #507 Online: 23 de Dezembro de 2014, 12:09:57 »
Mulher critica padrão comportamental do homem em sociedade: Isso aí! Tá certa! São todos safados! (A plateia aplaude)

Homem critica padrão comportamental da mulher em sociedade: É moleque! Mal-amado! Machista! Tá com dor de cotovelo! ( A plateia vaia)


Se criticar a mulher é ser moleque, então, Schopenhauer, Nietzsche, Wilde e Freud perderam a credibilidade comigo.

Offline Donatello

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.862
  • Sexo: Masculino
Re:Masculinismo
« Resposta #508 Online: 23 de Dezembro de 2014, 12:41:53 »
Viu? Foi só falar...
Vamos lá, vou te ensinar a usar o sistema de buscas do fórum também: digite "mulher" no termo a ser buscado, restrinja a busca para "Páe Dodó de Akorokô".

Busque incessantemente por qualquer post em que eu tenha defendido qualquer das ideias que você elencou ou que eu tenha feito qualquer tipo de ataque generalizado a mulheres ou que eu tenha dito qualquer coisa parecida com "lugar de mulher é na cozinha" ou "mulher tem é que apanhar" ou "as mulheres são opressoras e os homens são oprimidos" ou "mulher é tudo puta" ou "a culpa de qualquer coisa no mundo ser ruim é das mulheres".

Se você encontrar algo neste caminho você está certo: foi só você falar que apareceu.

Se você não encontrar você também tá certo: foi só você falar merda que apareceu.

Nota aos moderadores: antes de pensarem em me dar finalmente o meu primeiro cartão em quase 10 anos de fórum, considerem o presente flamebating por inteiro e sem amizadismo: aí vocês decidem se não dão nenhum, se dão um pra cada lado, ou se dão mais um para o moderador que já tem um monte e já quase foi banido e que parece que não acatou minha sugestão de dar meia hora de tiro pra acalmar os ânimos ::)

Porque como disse o Georg (e nisso eu sou obrigado a concordar com ele) tem moderador aqui que podia aproveitar o slogan da profissão e pedir pra sair, porque tá foda e não é de hoje :)
« Última modificação: 23 de Dezembro de 2014, 12:58:46 por Páe Dodó de Akorokô »

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.161
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:Masculinismo
« Resposta #509 Online: 23 de Dezembro de 2014, 13:50:19 »
E é quase natal   :sleepy:

First things first...



O que acontece é exatamente o contrário. As feministas são as primeiras a estigmatizar os "bananas".

Eu não vejo a mulher sendo subjugada de forma alguma. Ela tá no lugar dela. Se há mais filmes com heróis protagonistas masculinos, é porque mulher não serve pra guerra. Algumas feministas, como a Beauvoir, defendem, inclusive, a remoção das glândulas mamárias das ditas mulheres independentes.

Patriarcalismo é essencial. Oprimir a mulher não é ser patriarca, é ser machista. Juntar uma coisa com a outra é um erro grave.

Veja filmes antigos. Veja como o patriarcalismo era retratado. As mulheres não eram maltratadas pelos seus homens. Elas apenas ficavam de fora das reuniôes de negócios por livre e espontânea vontade. Preferiam falar de unhas e cabelo.

Onde não há patriarcalismo, há divórcio. O homem sempre será o chefe de família. E quando não pode, a mulher toma o cargo.

Você vai me desculpar, mas isso foi uma das piores coisas que eu já li nesse fórum, e olha que muita coisa já foi dita aqui.  :no:

Realmente, se esse post representa o pensamento "masculinista", as feministas tem toda razão em radicalizar, pqp. Poucas vezes vi tanta bobagem resumida em um único local.



Quanta merda, meu deus...

Que bosta virou esse fórum... Um monte de moleque que se junta pra falar mal de mulher, ou como elas tratam os homens (ou eles) como capachos, ou como ficou ressentido por tomar um chifre ou um pé na bunda e agora só consegue pensar nisso e abre zilhões de tópicos sobre o mesmo tema, ou como é incrível fazer um curso pra aprender a pegar mulher, ou como o homem é que é o subjugado por toda a história, e não a mulher, essa besta manipuladora sugadora da virilidade dos machos...

Eu já tinha ouvido falar sobre a habilidade de corno em se juntar, mas pqp... ver assim ao vivo é algo impressionante. Se colocar uma música do Pablo aqui, acho que se mata todo mundo...

Amarelo por ad hominem.

Segundo, eu gostaria de lembrar a todos que o CC sempre se caracterizou por ser um fórum onde os mais diversos tipos de assuntos são discutidos em alto nível, independente do objeto alvo da discussão. Aqui é esperado de ambas as partes envolvidas no debate, defensor e opositor, respeito mútuo na troca de ideias, independente do quanto um dos lados ache a opinião do outro lado idiota/preconceituosa/ridícula/etc.

Se alguém acha que não conseguirá participar de determinada discussão sem ofender outros foristas, não participe, não entre no tópico, isso só vai encurtar sua passagem pelo fórum.

No mais, o tópico ficará trancado para que os ânimos se acalmem. Depois das festas, quando todos estiverem mais calmos, ele será reaberto. Qualquer outra ofensa ou simples provocação, depois deste aviso, será punida diretamente com um amarelo, por menor que seja a infração.

Um bom natal a todos! :)
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.161
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:Masculinismo
« Resposta #510 Online: 03 de Janeiro de 2015, 14:23:48 »
Ano novo, ânimos novos!

Tópico liberado. Comportem-se.
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Skeptikós

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 4.046
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Masculinismo
« Resposta #511 Online: 04 de Janeiro de 2015, 01:00:54 »
Vou deixar minha opinião sobre parte do ocorrido, que é a seguinte, não vejo os foristas daqui que se declaram abertamente como críticos e/ou contrários ao movimento feminista como moleques e/ou muito menos misóginos, a maioria deles (e nisso incluo eu) são até mesmo "anti-feministas" moderados. Tanto que, a maioria aqui, mesmo sendo contrários ao feminismo, me parece serem mais progressistas do que conservadores, mais inclinados ao espectro político de esquerda do que ao de direita, e pouco apegados a valores tradicionais, como os consagrados pela tradição cristã, mais especificamente católica.

Dos debates que se seguiram até hoje, apenas dois foristas, na minha opinião, poderiam serem incluídos numa lista, digamos, de "anti-feministas" mais radicais, que seriam Rostov e Georg, talvez pela aparente influência de valores tradicionalistas, conservadores e direitistas (quase de extrema) que eles possuem, que vai no extremo oposto do movimento feminismo, que é um movimento anti-tradicional, progressista e de esquerda (quase extrema, sendo muitas correntes de extrema esquerda de fato), e por isso mesmo os dois foristas acima são aqueles que mais se destacam aqui, por possuírem críticas mais extremadas no espectro político da coisa quando comparados a nós, outros críticos do movimento, que em geral, somos mais moderados, justamente por estarmos menos longe do feminismo no espectro político do que os dois foristas supracitados, o que acaba para nós ("anti-feministas" moderados) quando comparados a eles (Rostov e Georg, "anti-feministas" mais radicais) gerando menos pontos de divergências nos debates contra os pró-feministas ou feministas propriamente dito.

No entanto, reinternado, isso não faz deles, ao meu ver, nem moleques, nem misóginos, pois nada do que disseram até agora, pelo que li, é suficiente para tarja-los com estes rótulos.

Abraços!
« Última modificação: 04 de Janeiro de 2015, 01:05:32 por Skeptikós »
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:Masculinismo
« Resposta #512 Online: 04 de Janeiro de 2015, 01:31:25 »
Como curiosidade, esses dois foristas me parecem muito jovens, adolescentes ainda. Georg tem 14 anos.
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline El Elyon

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 685
  • Sexo: Masculino
Re:Masculinismo
« Resposta #513 Online: 04 de Janeiro de 2015, 02:26:55 »
Um detalhe incrivelmente curiosa do movimento masculinista é que parte dele se originou de pró-feministas da segunda onda do feminismo (o chamado feminismo radical), que assumiram parte dos pressupostos da segunda onda, como o Patriarcado sendo algo opressor para ambos os gêneros, não há uma "essência"  do que é ser "Homem" e por isso seres do sexo masculino podem assumir papeis sociais e sexuais muito diferentes do que é tradicionalmente esperado e o combate à discriminações negativas de origem sociocultural em homens (ao invés do foco em leis e instituições discriminatórias, que é o que as feministas liberais ou da primeira onda se focaram). Um dos exemplos mais claros disso é o Warren Farrel, que foi membro da National Organization for Women antes de ser um dos pais do Masculinismo - enquanto o Miles Groth (não exatamente um feminista) é outro exemplo não tão distante.

Contudo, o problema do Masculinismo não está aqui. Eu concordo em boa parte com esse tipo de discurso, mas assim como o Feminismo é lembrado por suas Dworkins e Solanas, o Masculinismo é fortemente associado com sua legião de "Búfalos" e "Reais", que misturam o que vale a pena no masculinismo (enfoque na paternidade, no estudo da psicologia de homens e filhos, nas interações sociais de grupos majoritariamente masculinos,  no combate a certos esteriótipos ruins e limitados de "masculinidade") com conservadorismo tacanho, quando não reacionarismo claro.

Não surpreendentemente, masculinistas desse tipo agem da mesma forma que feministas radiciais, como uma manada (pun intended) que ataca em uníssono aquele que é identificado como "Inimigo", seja aquelas que impediram a apresentação do Warren Farrel em Toronto, seja os Internet Trolls que atacam uma Anita Sarkeesian quando menciona alguns tropes negativos associados a mulheres em videogames.
"As long as the Colossus stands, Rome will stand, when the Colossus falls, Rome will also fall, when Rome falls, so falls the world."

São Beda.

Offline Rostov

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 331
  • Sexo: Masculino
Re:Masculinismo
« Resposta #514 Online: 04 de Janeiro de 2015, 12:01:38 »
Madiba,

Fale mais sobre o que isso implica. Eu tenho 18 anos, mas nunca fui entendido por 'adolescente' no meio em que convivo. Curiosamente, esse preconceito só existe aqui. Além disso, sou chamado de "velho" desde criança, seja pelos costumes, como o gosto pelo cinema e pela música erudita, ou seja pela minha misantropia. Galois resolveu um problema matemático de 350 anos em apenas 17 anos de vida! Infelizmente, morreu sem ser reconhecido. E eu te pergunto novamente: no que isso implica? A "tenra idade" é realmente um problema ou é uma forma de discriminação grave travestida de preconceito? Aliás, está aí outra coisa que já não mais se repudia: o preconceito.

Sképtikos,

Esclarecendo minha posição entendida como anti-feminista radical, é preciso saber que antes de tudo, eu sou crítico à liberdade, e não contrário ela; sou crítico, principalmente, quando esta, torna-se não mais liberdade - apesar de ainda ser vista como tal -, torna-se, sim, libertinagem, transgressão dos valores morais que orientam o bom convívio em sociedade. Como estadista, e portanto, posicionado no extremo oposto ao ditos libertários, sou totalmente a favor de o Estado impor moral (não religiosa) aos seus cidadãos, DESDE QUE o governo seja de confiança. Isto é algo que classifica minha posição como conservadora, apesar de o conservadorismo hoje estar sendo muito enrustido, tanto que começa a defender aquilo que mais critica: a liberdade e a indiferença com as consequências sociais. É o que eu chamo de conservadorismo de Veja: http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil/2014/09/03/diferencas-entre-conservadores-e-esquerdistas/

Já vi muitos defensores da liberdade aqui defenderem a candidatura do Bolsonaro, devo lembrá-los que ele é conservador e estadista.

El Elyon,

Um detalhe incrivelmente curioso do movimento feminista é que ele causou discórdia suficiente para proclamar um movimento masculinista. Quanto a não haver uma essência sobre o que é ser homem, eu discordo. Não consigo imaginar uma mulher nesse mundo que tenha a bravura de um homem na batalha, mas facilmente imagino homens que tenham a delicadeza da mulher tanto em momentos de paz quanto em momentos de guerra.

Veja:

<a href="https://www.youtube.com/v/YL7ov1YmFs4" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/YL7ov1YmFs4</a>


E sim, masculinistas também tem seu lado radical.

Offline Rostov

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 331
  • Sexo: Masculino
Re:Masculinismo
« Resposta #515 Online: 04 de Janeiro de 2015, 12:08:54 »
Vou só lembrá-los do perfil de pessoas que REALMENTE se beneficiam com o progressimo:

Em questões políticas já falei que não me meto, então não vou nem usar termos direita e esquerda que acho está muito diluído hoje em dia. Mas vocês acham que em questões de costumes são progressistas... Ah gente pelo menos de onde eu estou vejo-os como megaaa conservadores... Veja o pano pra manga que dá um post sobre sexualidade, sobre legalização da maconha ainda gente, coisa velha, das pessoas que convivem comigo nós já liberamos faz tempo, num é nem questão mais...  :histeria:

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:Masculinismo
« Resposta #516 Online: 04 de Janeiro de 2015, 13:45:06 »
Rostov releia o texto o que está escrito lá?  nível de curiosidade .. Então quer dizer ...nível de curiosidade
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:Masculinismo
« Resposta #517 Online: 04 de Janeiro de 2015, 13:46:23 »
Vou só lembrá-los do perfil de pessoas que REALMENTE se beneficiam com o progressimo:

Em questões políticas já falei que não me meto, então não vou nem usar termos direita e esquerda que acho está muito diluído hoje em dia. Mas vocês acham que em questões de costumes são progressistas... Ah gente pelo menos de onde eu estou vejo-os como megaaa conservadores... Veja o pano pra manga que dá um post sobre sexualidade, sobre legalização da maconha ainda gente, coisa velha, das pessoas que convivem comigo nós já liberamos faz tempo, num é nem questão mais...  :histeria:
????
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Rostov

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 331
  • Sexo: Masculino
Re:Masculinismo
« Resposta #518 Online: 04 de Janeiro de 2015, 13:50:05 »
Vou só lembrá-los do perfil de pessoas que REALMENTE se beneficiam com o progressimo:

Em questões políticas já falei que não me meto, então não vou nem usar termos direita e esquerda que acho está muito diluído hoje em dia. Mas vocês acham que em questões de costumes são progressistas... Ah gente pelo menos de onde eu estou vejo-os como megaaa conservadores... Veja o pano pra manga que dá um post sobre sexualidade, sobre legalização da maconha ainda gente, coisa velha, das pessoas que convivem comigo nós já liberamos faz tempo, num é nem questão mais...  :histeria:
????

Releia a sua pergunta, verifique o vazio do seu questionamento, e tente de novo, desta vez sendo mais eloquente.
« Última modificação: 04 de Janeiro de 2015, 13:57:48 por Rostov »

Offline EuSouOqueSou

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.893
  • Sexo: Masculino
  • Question not thy god, for thy god doth not respond
Re:Masculinismo
« Resposta #519 Online: 04 de Janeiro de 2015, 14:08:35 »
Madiba,

Fale mais sobre o que isso implica. Eu tenho 18 anos, mas nunca fui entendido por 'adolescente' no meio em que convivo. Curiosamente, esse preconceito só existe aqui. Além disso, sou chamado de "velho" desde criança, seja pelos costumes, como o gosto pelo cinema e pela música erudita, ou seja pela minha misantropia. Galois resolveu um problema matemático de 350 anos em apenas 17 anos de vida! Infelizmente, morreu sem ser reconhecido. E eu te pergunto novamente: no que isso implica? A "tenra idade" é realmente um problema ou é uma forma de discriminação grave travestida de preconceito? Aliás, está aí outra coisa que já não mais se repudia: o preconceito.


A pergunta nao foi pra mim, mas responder. Vc pode ser visto como alguem mais maduro pelas pessoas com quem convive, mas suas conviccoes sobre sexualidade e sobre a mulher mostram imaturidade nesta area. E exatamente em questoes humanas e sociais a experiencia de vida faz muita diferenca no que pensamos sobre os outros e o mundo. Nao importa quantos livros vc leia sobre sexualidade ou comportamento humano ou ciencias em geral, vc continua pensando como um adolescente justamente pq nao tem experiencia de vida. Tudo que vc escreveu aqui sobre a mulher e esse tal de masculinismo (que pra mim ta mais pra clube dos cornos) reflete imaturidade. Nao se ofenda, e' constatacao de quem ja tem alguns anos nas costas. Por fim...

"Quando tiveres mais idade, veras a influencia desta nas tuas ideias" - Dostoievisk.
Qualquer sistema de pensamento pode ser racional, pois basta que as suas conclusões não contrariem as suas premissas.

Mas isto não significa que este sistema de pensamento tenha correspondência com a realidade objetiva, sendo este o motivo pelo qual o conhecimento científico ser reconhecido como a única forma do homem estudar, explicar e compreender a Natureza.

Offline El Elyon

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 685
  • Sexo: Masculino
Re:Masculinismo
« Resposta #520 Online: 04 de Janeiro de 2015, 14:14:27 »
Citar
Um detalhe incrivelmente curioso do movimento feminista é que ele causou discórdia suficiente para proclamar um movimento masculinista.

O que não é nada de estranho - existem diversos movimentos que surgiram em oposição a outros (um hegeliano diriam que surgiram em um processo dialético). O próprio conservadorismo burkeano (conservadorismo liberal) ou simplesmente toryismo (embora ele seja mais típico de algo posterior, o Partido Conservador surgido após o Manifesto de Tamworth) é uma reação ao liberalismo clássico, assim como o fascismo é uma reação tanto às diversas correntes socialistas quanto ao liberalismo britânico, o liberalismo inglês foi uma reação ao Ancién Regime.

Citar
Quanto a não haver uma essência sobre o que é ser homem, eu discordo.

Okay. E sua evidência é a restrição da sua imaginação em uma situação corner-case, que é a do combate militar?  :)

Por curiosidade, nunca ouviu falar de relatos de mães (e pais, obviamente) que fazem praticamente o impossível para resgatar um filho? Para mim esse é um tipo de bravura imensamente mais nobre - e imaginei que um conservador tão motivado a preservar a instituição familiar naturalmente usaria isso como um exemplo de bravura e coragem, ao invés da carnificina sem propósito motivada por conflitos entre elites.

Citar
Vou só lembrá-los do perfil de pessoas que REALMENTE se beneficiam com o progressimo:

Sim. Ótimo viver em tempos onde esse tipo de pessoa é apenas criticada, ao invés de ser presa ou alvos de perseguição popular-estatal.
"As long as the Colossus stands, Rome will stand, when the Colossus falls, Rome will also fall, when Rome falls, so falls the world."

São Beda.

Offline Rostov

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 331
  • Sexo: Masculino
Re:Masculinismo
« Resposta #521 Online: 04 de Janeiro de 2015, 15:08:40 »
Citar
Tudo que vc escreveu aqui sobre a mulher e esse tal de masculinismo (que pra mim ta mais pra clube dos cornos) reflete imaturidade.

Então, você está lendo mal. Talvez seja o seu excesso de experiência de vida e escassez de conhecimento. Eu demonstrei sérios motivos para a existência do movimento masculinista, independente da fama que ele tem no Brasil; entre os motivos, a violência psicológica que o homem sofre por parte da mulher, e o colega Geotecton até mesmo citou o caso de seu amigo. Não há UMA delegacia sequer especializada para homens e muitos tem vergonha de falar sobre o que ocorre dentro de casa.

Inclusive sofri violência física e psicológica por parte de minha mãe durante boa parte de minha infância. Isso não conta como experiência de vida, uma vez que eu ainda não tenho 23 anos, não é?

Mas claro, Enjolras, maturo mesmo é protestar contra estupros, fazendo, por exemplo, mulheres arruaceiras se despirem em público enquanto homens se aproveitam para comê-las com os olhos ao redor da manifestação.

Citação de: Enjolras
Vc pode ser visto como alguem mais maduro pelas pessoas com quem convive, mas suas conviccoes sobre sexualidade e sobre a mulher mostram imaturidade nesta area.

Quanto mais se critica o preconceito, mais ele surge.

Se você pegar os membros da Real ou Fórum do Búfalo, você vai ver que boa parte deles são adultos e velhos, e ainda assim a maioria é imaturo. E você vem me dizer que minhas convicções sobre sexualidade e sobre a mulher são imaturas por eu ser jovem? Se não sabe argumentar contra, ao menos respeite.

Citar
E exatamente em questoes humanas e sociais a experiencia de vida faz muita diferenca no que pensamos sobre os outros e o mundo. Nao importa quantos livros vc leia sobre sexualidade ou comportamento humano ou ciencias em geral, vc continua pensando como um adolescente justamente pq nao tem experiencia de vida.

Eu vou te fazer uma  pergunta e quero que você responda com sinceridade:

Que experiências de vida você imagina que teve e eu não?



Na sua última afirmação, fica bem claro o teor preconceituoso do seu raciocínio.

Você entende, então, que enquanto eu não tiver 23 anos, eu não tenho experiência de vida, minhas argumentações são imaturas e devem ser vistas puramente por advir de um adolescente?


Citar
Nao se ofenda, e' constatacao de quem ja tem alguns anos nas costas. Por fim...

Não, eu já fui ofendido. Se há alguma coisa que eu aprendi com senso crítico, em vez de senso comum que advém de experiência de vida, é que não importa quantos anos uma pessoa tenha nas costas, ela tem a mesma probabilidade de ser tão burra quanto um jumento, caso não tenha senso crítico.



Vá na mansão da família Soros, e verifique se o patriarcalismo realmente não é essencial.
« Última modificação: 04 de Janeiro de 2015, 15:11:11 por Rostov »

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:Masculinismo
« Resposta #522 Online: 04 de Janeiro de 2015, 15:11:55 »
Madiba,

Fale mais sobre o que isso implica. Eu tenho 18 anos, mas nunca fui entendido por 'adolescente' no meio em que convivo. Curiosamente, esse preconceito só existe aqui. Além disso, sou chamado de "velho" desde criança, seja pelos costumes, como o gosto pelo cinema e pela música erudita, ou seja pela minha misantropia. Galois resolveu um problema matemático de 350 anos em apenas 17 anos de vida! Infelizmente, morreu sem ser reconhecido. E eu te pergunto novamente: no que isso implica? A "tenra idade" é realmente um problema ou é uma forma de discriminação grave travestida de preconceito? Aliás, está aí outra coisa que já não mais se repudia: o preconceito.


A pergunta nao foi pra mim, mas responder. Vc pode ser visto como alguem mais maduro pelas pessoas com quem convive, mas suas conviccoes sobre sexualidade e sobre a mulher mostram imaturidade nesta area. E exatamente em questoes humanas e sociais a experiencia de vida faz muita diferenca no que pensamos sobre os outros e o mundo. Nao importa quantos livros vc leia sobre sexualidade ou comportamento humano ou ciencias em geral, vc continua pensando como um adolescente justamente pq nao tem experiencia de vida. Tudo que vc escreveu aqui sobre a mulher e esse tal de masculinismo (que pra mim ta mais pra clube dos cornos) reflete imaturidade. Nao se ofenda, e' constatacao de quem ja tem alguns anos nas costas. Por fim...

"Quando tiveres mais idade, veras a influencia desta nas tuas ideias" - Dostoievisk.
Sem dúvida nenhuma a idade faz diferença no!a maturidade da pessoa em todos os temas, de política até sexualidade. Nos debates com o rostov eu claramente intuía sua idade
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Rostov

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 331
  • Sexo: Masculino
Re:Masculinismo
« Resposta #523 Online: 04 de Janeiro de 2015, 15:13:24 »
Madiba,

Fale mais sobre o que isso implica. Eu tenho 18 anos, mas nunca fui entendido por 'adolescente' no meio em que convivo. Curiosamente, esse preconceito só existe aqui. Além disso, sou chamado de "velho" desde criança, seja pelos costumes, como o gosto pelo cinema e pela música erudita, ou seja pela minha misantropia. Galois resolveu um problema matemático de 350 anos em apenas 17 anos de vida! Infelizmente, morreu sem ser reconhecido. E eu te pergunto novamente: no que isso implica? A "tenra idade" é realmente um problema ou é uma forma de discriminação grave travestida de preconceito? Aliás, está aí outra coisa que já não mais se repudia: o preconceito.


A pergunta nao foi pra mim, mas responder. Vc pode ser visto como alguem mais maduro pelas pessoas com quem convive, mas suas conviccoes sobre sexualidade e sobre a mulher mostram imaturidade nesta area. E exatamente em questoes humanas e sociais a experiencia de vida faz muita diferenca no que pensamos sobre os outros e o mundo. Nao importa quantos livros vc leia sobre sexualidade ou comportamento humano ou ciencias em geral, vc continua pensando como um adolescente justamente pq nao tem experiencia de vida. Tudo que vc escreveu aqui sobre a mulher e esse tal de masculinismo (que pra mim ta mais pra clube dos cornos) reflete imaturidade. Nao se ofenda, e' constatacao de quem ja tem alguns anos nas costas. Por fim...

"Quando tiveres mais idade, veras a influencia desta nas tuas ideias" - Dostoievisk.
Sem dúvida nenhuma a idade faz diferença no!a maturidade da pessoa em todos os temas, de política até sexualidade. Nos debates com o rostov eu claramente intuía sua idade

Já foi respondido, Sabichão.

E não foi você que disse que o comentário era uma mera curiosidade?

De repente, tornou-se preconceito.
« Última modificação: 04 de Janeiro de 2015, 15:18:25 por Rostov »

Offline Rostov

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 331
  • Sexo: Masculino
Re:Masculinismo
« Resposta #524 Online: 04 de Janeiro de 2015, 15:26:33 »
Acho engraçado que quando falo da essencialidade do patriarcalismo, automaticamente sou recebido com críticas ad hominem. É como se eu defendesse que o lugar da mulher é na cozinha, limpando a casa, sem opinião e condenada a cuidar dos filhos para sempre.

Patriarcalismo é um benção de ricos.

O preconceito vos consome.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!